Você está na página 1de 3

Instituto de Ciências da Curso: FARMÁCIA AULA

Disciplina: Análises
Saúde Toxicológicas
Titulo da Aula: Determinação de
Metemoglobina ou
Metahemoglobina

INTRODUÇÃO:
A molécula de hemoglobina (Hb) corresponde a um tetrâmero, formado por cadeias
alfa, beta, gama ou delta. A forma de Hb mais comum nos adultos (HbA) é composto de duas
cadeias alfa e de duas cadeias beta. Cada cadeia da Hb é constituída de um polipetídeo globina
ligada a um grupo prostético heme, o qual consiste em um anel de protoporfirina IX
complexado com um único átomo de ferro no estado ferroso (Fe2+). Assim, há quatro átomos
de ferro em cada molécula de Hb. 
Cada átomo de ferro no estado ferroso pode se ligar reversivelmente a uma molécula
de O2 somando um total de quatro moléculas de O2 transportadas por cada molécula de Hb . 
Quando o Fe2+ é oxidado a Fe3+ (estado ferrico), a hemoglobina torna-se incapaz de
transportar o O aos tecidos causando, então, hipóxia. Nesta condição, a hemoglobina passa a
2

ser chamada de metemoglobina (MetHb)2 . 


A MetHb é um pigmento hemoglobínico que pode ser de origem congênita ou
adquirida, sendo esta a causa mais frequente e podendo ser provocada por medicamentos,
alimentos e vários outros agentes químicos. As consequências decorrentes da MetHb elevada
podem ser várias, sendo a principal a cianose refratária à oxigenioterapia , determinando um
quadro de metemoglobinemia.
As três principais causas que determinam o aumento de metemoglobina têm origens
diferentes e se devem à: 1) deficiência de enzimas eritrocitárias específicas para as atividades
redutoras da oxidação do ferro do grupo heme; 2) à indução tóxico-oxidativa da hemoglobina
causada por compostos químicos oxidantes; 3) ao defeitos molecular da hemoglobina que
causa contínua auto oxidação.

Princípio da técnica: Método baseado na detecção  da cianometehemoglobina. O


aparecimento de cor avermelhada é proporcional a presença de hemoglobina livre. 
Os eritrócitos são lisados  e o átomo de ferro +2 da hemoglobina  livre é oxidado  pelo
ferricianeto de potássio em pH FRACAMENTE  alcalino, formando metehemoglobina. A
metehemoglobina é convertida a cianohemoglobina após reação com o cianeto de potássio.
Dará uma cor vermelha.

OBJETIVO: Determinar os teores para se verificar se estão dentro das


normas da monitorização biológicas do Ministério do Trabalho
 
PROCEDIMENTO:
1. Transferir 3,0 mL da amostra de sangue hemolisada e já
tamponada para um tubo de centrífuga, adicionar 1 gota de Triton
X-100 e agitar até completa hemólise. Se necessário, centrifugar.
2. Transferir o sobrenadante, com o auxílio de pipeta Pasteur para
outro tubo de ensaio pequeno. Deste tubo, transferir 2,4 mL do
sobrenadante para uma cubeta ou tubo de ensaio pequeno ( I ) e
0,2 mL do sobrenadante para outra cubeta, esta contendo 2,2 mL
de reativo ferricianeto-fosfato ( II ).
3. Efetuar as leituras das duas cubetas (AI e AII) em 632 nm, contra
ar.
4. Adicionar 80 µL de solução de cianeto  neutralizada  às duas
cubetas e, após 1 minuto, efetuar novamente a leitura das
absorbâncias (AIII e A IV).

5. Calcular a % de MeHb na amostra, expressando em percentagem


de metemoglobina total, a partir da seguinte fórmula:

% MeHb =      AI – AIII                   x 100


           (AII – AIV) x 12
DADOS
O valor de referência de metemoglobina é < 2,0% e o IBMP é igual a
5%, segundo a NR7.

MATERIAIS QUANTIDADE

Amostra de Sangue 6 mL

K3Fe(CN)6 5g

NaOH 0,5 M 7 mL

KH2PO4 0,5 M 10 mL

NaCN a 10% 1 mL

Ácido acético a 12%. 1 mL

Triton X-100 0,5 mL


Água Destilada  1L

EQUIPAMENTOS QUANTIDADE

Espectrofotômetro 01

Cubeta para leitura no 01


espectrofotômetro

Béqueres 100 mL 03

Bageta de Filtro 01

Papel Universal pH 02 fitas

Pipeta Capacidade 5 mL 02

Pipeta Capcidade 10 mL  02

Pipeta Capacidade 1 mL 02

Descarte do material utilizado conforme Normas Internacionais de


Segurança.

Perguntas:
1. O que é metehemoglobina ou metahemoglobia?
R: A MetHb é um pigmento hemoglobínico que pode ser de origem congênita ou
adquirida, e quando o Ferro 2+ (estado ferroso) é oxidado a Ferro 3+, (estado
ferrico), e a hemoglobina torna-se incapaz de transportar o O2 (oxigênio), ao
tecidos, causando hipóxia, nesse momento se torna metehemoglobina.
2. O que é hemólise e dê exemplos de substâncias hemolíticas:
principalmente medicamentos ou outras substâncias.
R: Hemólise é destruição rápida dos glóbulos vermelhos, ou seja, o
rompimento das membranas das hemácias. Os medicamentos são substancias
que causam hemólise ex: antimaláricos, derivados da sulfa e nitrofurantoína,
agentes químicos como venenos, (cianeto) entre outros.
3. Explique o significado da técnica para uma questão de monitoramento
da metehemoglobina? Porque se usa essa técnica?
R :O princípio da técnica é utilizar o método para detecção da
cianometahemoglobina, ao utilizar todo o processo se houver o aparecimento
da cor avermelhada é proporcional a presença de hemoglobina livre, ou seja,
se a hemoblobina está livre pode está acontecendo a hipóxia, falta a
oxigenação.
4. Qual é o significado do cálculo?
R: É demonstrar a percentagem da metehemoglobina total, ou seja, utilizar o
fator de correção para fazer a leitura real da metehemoglobina na amostra,
nesse cálculo vai se extrair as substancias que não devem ser lidas no
espectrofotômetro.

Você também pode gostar