Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

FACULDADE DE EDUCAÇÃO
CURSO DE PEDAGOGIA

Departamento de Fundamentos Sócio-Histórico-Filosóficos da Educação


Disciplina: Estudos Antropológicos Cultura Sociedade Educação
CH: 54 h/a

Antropologia da Educação
Módulo II

Prof. David J. Tierro Ramos

1. Introdução

A complexificação da população brasileira, que passa a se organizar em grandes cidades


fundadas no modo de produção industrial, na democracia e na tecnologização das experiências
individuais trouxe novos grupos étnicos para a convivência escolar e vida cultural. A
transculturalidade é representada na ciência pela transdisciplinaridade em assuntos como
Epistemologia, didática, metodologia e filosofia da educação. É papel do curso de Pedagogia
capacitar o pesquisador em educação a compreender as implicações cotidianas de suas práticas
educativas, podendo utilizar dos instrumentais da antropologia. A problematização antropológica,
por exemplo da grande oferta do ensino infantil é possível e necessária, é uma nova característica
brasileira que tem transformado as relações profissionais na educação, mudado os currículos de
formação de professores, e está relacionada à crescente capitalização da sociedade e
proletarização das famílias, sem tempo ou condições de educar e formar as novas gerações para
as exigências internacionais às quais o Brasil se referenda, o que leva os pais e mães brasileiros
a investir na formação escolar de seus filhos, sem no entanto se comprometerem a gerir
coletivamente esses processos. Grandes conflitos político-econômicos são paralelos a esses
fenômenos educacionais como a crescente violência urbana, a perda de referenciais culturais das
etnias que fundaram o Brasil, os desmatamentos e destruições sistemáticas da natureza e dos
povos das florestas e a aculturação das formas de vida consumistas. Fatores positivos das
mudanças culturais no Brasil também incidem nas escolas, como a inclusão democrática, os
novos conteúdos de história africana e indígena, a luta contra o bulling e outras formas de
preconceitos, e demais melhorias na escola pública brasileira. A antropologia da educação visa
capacitar o profissional do ensino a compreender as micro e macro implicações do ato de educar
na vida cultural de um povo, a perder os preconceitos quanto à formas não usuais de ensino e a
conteúdos étnicos. O Brasil é um dos pólos da antropologia científica, tendo atraído a atenção de
pensadores como Lévi-Strauss e Gilberto Freire, e o motivo da especificidade da antropologia
 
     
brasileira é, depois da etnografia, o estudo da relação entre o ser humano e a enorme variedade
de vida do Brasil: as relações entre as culturas humanas e o patrimônio natural da geografia,
fauna e flora brasileiras, vórtice da educação ambiental contemporânea. Por fim, a ênfase na
educação infantil que é dada pela formação pedagógica atual leva a compreender a importância
do estudo de conceitos como ética, hábitos, linguagem para a organização da educação moral.
Três tópicos representam a ênfase do segundo módulo:

⎯ Teoria antropológica da educação


⎯ Educação ambiental
⎯ Ética, Linguagem e tecnologia

2. Ementa do curso de acordo com o novo currículo do curso de pedagogia, 2010

Este programa visa discutir a antropologia e sua interface com a educação; a compreensão e a
análise da escola em suas interlocuções com a cultura. Os temas relativos às diversidades
culturais e de formação do povo brasileiro, na perspectiva da educação, dando ênfase aos
processos culturais relacionados às estruturas educacionais e educativas da infância e
adolescência.

3. Conteúdo programático

I – Antropologia e Educação: um diálogo necessário.

- Os conceitos da Antropologia aplicados à educação.


- Evolução da antropologia como ciência.
- Conceito de Ethos na perspectiva antropológica.

II – A escola como lugar social de produção de sentidos e troca de significados: - as práticas na


sala de aula.

- Jogos de linguagem.
- Etnografia como método.
- Os rituais na escola.

III – Multiculturalismo e Educação.

- Antropologia da comunicação visual.


- Tópicos em Antropologia Contemporânea (Gênero, sexualidade, docência, inclusão,
educação rural, crenças, etc.).
- Diversidades culturais e Globalização.

4. Objetivos
- Discutir a relação entre Antropologia e Educação, buscando ampliar o entendimento e a
aplicabilidade sobre os conceitos antropológicos, à luz da experiência educativa, e
desenvolver no pedagogo a perspectiva das ciências antropológicas.

 
     
- Dialogar sobre temas que estão nas fronteiras conceituais da Antropologia e da Educação,
tais como: formação e prática docentes atores sócias na escola, culturas escolares,
diversidade cultural, gênero etc. privilegiar o estuda da cultura brasileira e seus temas
polêmicos como a violência, a destruição ambiental, a consciência ecológica, a
preservação das culturas indignas e a multiculturalidade histórica do povo brasileiro.
- Compreender aspectos de formação da cultura e do povo brasileiro e a presença desses
aspectos no campo educativo, particularmente sobre a condição da infância e
adolescência.

5. Metodologia
Aulas expositivas, Seminários, Debates, Etnografia, Cinematografia, Avaliações escritas

6. Bibliografia

- SANTOS, José Luiz dos. O que é cultura. 14 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

- André, Marli Eliza D. Etnografia da Pratica escolar. 6 ed. Campinas, SP: 1995.

- Antropologia e Educação. Caderno Cedes, n. 43. Campinas, 1997. (p.8-25)

- Hall, Stuart. A IDENTIDADE CULTURAL NA PÓS MODERNIDADE. 2 ed. Rio de janeiro: DP&A, 1998

- Dayrell, Juarez (org). MULTIPLOS OLHARES SOBRE A EDUCAÇÃO E A CULTURA. Belo Horizonte: Vozes,
1995.

- MCLAREN, Peter. Rituais na Escola. Petrópolis: vozes, 1991. (p.27-37)

- LOURO, Guacira L. Gênero, Sexualidade e Educação. Petrópolis: Vozes, 1997.

- Cassier, Eenest. Ensaio sobre o Homem. Introdução a uma filosofia humana. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

- Educação e Diversidade Cultural. Caderno Cedes, n.32, São Paulo: Papirus. 1983.

- Brasil. Estatuto da Criança e do Adolescente/ apresentação de Siro Darlan. Rio de Janeiro: DP&A, 1998.

- Ortiz, Renato. Cultura e Modernidade: São Paulo: Brasiliense, 1991.

- Silva Tomaz Tadeu (org). Alienígenas na sala de aula. Petrópolis: Vozes, 1995.

- Vaz, Henrique C. de Lima. Escritos de Filosofia II: Ética e Cultura. São Paulo: Loyola, 1989.

- Cedes, Caderno. Educação e Diversidade Cultural. Petrópolis: Vozes, 1997

- Gonçalves, Luiz Albert de e Lopes Jose de S. M. Problemas e Perspectivas Culturais do Mundo


Contemporâneo. In: Salgado Maria Umbelina caiafa, Miranda, Glaura Vasques de (orgs). Coleção Veredas
- Formação Superior de Professores: Modulo I – vol.4. Belo Horizonte: EE-MG, 2002, P.67-92.

- Oliveira, Bernardo J. de. A Unidade e Diversidade do Humano. In: Salgado Maria Umbelina Caiafa, Miranda,
Glaura Vasques de (Orgs). Coleção Veredas Formação Superior de professores: modulo I – vol. 2. Belo
Horizonte: SEE-MG, 2002, P.71-101.