Você está na página 1de 2

Ciências 7.

Compreender a importância dos fluxos de energia na dinâmica dos ecossistemas

Lição 2: Transferências e fluxos de


energia

Transferência de energia e de matéria nos ecossistemas


-Aos seres fotossintéticos que convertem energia luminosa (luz solar) em energia
química e que sintetizam os compostos orgânicos a partir de compostos
inorgânicos, denominam-se produtores ou autotróficos.
-Os seres que não conseguem fazer este processo, obtêm a matéria, e
consequentemente, a energia química, alimentando-se de plantas ou outros
animais, denominam-se de consumidores ou heterotróficos. A procura de alimento
origina a cadeia alimentar.

Cadeia Alimentar
-Uma cadeia alimentar pode ser definida como uma sequência de seres vivos em
que um ser vivo se alimenta daquele que está antes dele na cadeia, servindo depois
de alimento para o seguinte.
-Uma cadeia alimentar inicia-se sempre com um ser vivo produtor, ou seja, um
organismo capaz de produzir o seu próprio alimento (ex. plantas, quando fazem a
fotossíntese).
➢ Como representar uma cadeia Alimentar
As transferências de energia e de matéria entre os seres vivos são
representadas por setas.
A posição dos seres vivos
na cadeia alimentar
designa-se nível trófico.
Os produtores pertencem
ao primeiro nível trófico.
-A cadeia alimentar não termina
no último grupo de consumidores.
A matéria orgânica é usada pelos
decompositores (ex. algumas
bactérias e fungos) que, ao alimentarem-se, transformam a matéria orgânica em
matéria inorgânica. Assim, devolvem ao meio as substâncias inorgânicas
resultantes da decomposição, que serão reutilizados p elos produtores. Os
decompositores são responsáveis pela reciclagem da matéria, fechando o ciclo de
matéria dos ecossistemas.
➢ Componentes de uma cadeia alimentar
Produtores (produzem a matéria inorgânica utilizada ao longo da cadeia
alimentar);
Consumidores (alimentam-se de outros organismos para obter energia e
matéria);
Decompositores (atuam na transformação da matéria orgânica em matéria
inorgânica);

Fluxos de energia nos ecossistemas


-Grande parte da energia é «perdida» (dissipada) ao longo da cadeia alimentar,
diminuindo de nível para nível. Pode então dizer-se que:
O fluxo de energia num ecossistema é unidirecional começando sempre com
luz solar a ser captada pelos produtores;
O fluxo de energia diminui à medida que aumenta o nível trófico.

Teias Alimentares
-Ao conjunto de todas as cadeias alimentares de um ecossistema chamamos Teia
Alimentar .
Pirâmides Alimentares
-As pirâmides alimentares são formas gráficas de representar os níveis tróficos de
uma cadeia alimentar. A base da pirâmide representa o nível dos produtores; em
seguida, são representados os consumidores. O nível dos decompositores não é
representado nas pirâmides ecológicas.
➢ Tipos de Pirâmides Alimentares
Pirâmides de números: representa o número de indivíduos na cadeia
alimentar. Cada retângulo representa o número de seres vivos da cadeia.
Pirâmides de biomassa: representa a quantidade de biomassa em cada nível.
A maioria das pirâmides desse tipo estreita-se em direção ao topo, uma vez
que a transferência de biomassa é ineficiente entre os níveis tróficos.
Pirâmide de Energia: representa a produção de energia em cada nível trófico.
Assim pode-se observar a quantidade de energia que é perdida ao longo da
cadeia alimentar

Teia Alimentar Pirâmide Alimentar

Você também pode gostar