Você está na página 1de 57

POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ

SIMULADO PREPARATÓRIO PARA CONCURSO PÚBLICO


DELEGADO

OC a
DELEGADO

a A prov
P
Nome do Candidato Inscrição

de
Instruções

Composição do Caderno 1. Confira seu nome, o número do seu documento e o número


la ato
de sua inscrição na Folha de Respostas. Além disso, não se

nc
esqueça de conferir seu Caderno de Questões quanto a falhas
Português 01 a 05
de impressão e de numeração. Preencha os campos destina-
orm

Noções de Informática 06 e 07 dos à assinatura e ao número de inscrição. Qualquer divergên-


ba
cia, comunique ao fiscal.
Conhecimentos sobre o
08 e 09
Estado do Pará 2. O único documento válido para avaliação é a Folha de Respos-
tas. Só é permitido o uso de caneta esferográfica transparente
ca no f

Direito Administrativo 10 a 17 de cor azul ou preta para o preenchimento da Folha de Respos-


pe

tas, que deve ser preenchida da seguinte maneira:


Direito Constitucional 18 a 25
Direito Penal 26 a 35 3. O prazo de realização da prova é de 4 (quatro) horas, incluindo
a marcação da Folha de Respostas. Após 60 (sessenta) minu-
do
 a ado

Direito Processual Penal 36 a 45 tos do início da prova, o candidato estará liberado para utilizar
o sanitário ou deixar definitivamente o local de aplicação, não
Direito Civil 46 a 50 podendo, no entanto, levar o Caderno de Questões e nenhum
tipo de anotação de suas respostas.
e

Direito Processual Civil 51 a 55


pli
as

Direito Ambiental 56 a 60 4. Ao término de sua prova, comunique ao fiscal, devolvendo-lhe


a Folha de Respostas devidamente preenchida e assinada.
Direito Humanos 61 a 65 O candidato poderá levar consigo o Caderno de Questões
 B

Legislação Especial 66 a 70 somente se aguardar em sala até o término do prazo de reali-


zação da prova estabelecido em edital.
Criminologia 71 a 75
5. Os 3 (três) últimos candidatos só poderão retirar-se da sala
Medicina Legal 76 a 80
juntos, após assinatura do Termo de Fechamento do envelope
de retorno.
6. As provas e os gabaritos preliminares estarão disponíveis
no site do Instituto AOCP – www.institutoaocp.org.br, no dia posterior à
aplicação da prova.

7. O NÃO cumprimento a qualquer uma das determinações cons-


tantes em Edital, no presente Caderno ou na Folha de Respos-
tas incorrerá na eliminação do candidato.

Fraudar ou tentar fraudar Concursos Públicos é Crime!


Previsto no art. 311-A do Código Penal
FOLHA DE ROSTO ORIENTATIVA PARA PROVA OBJETIVA
LEIA AS ORIENTAÇÕES COM CALMA E ATENÇÃO!

INSTRUÇÕES GERAIS

● Atenção ao tempo de duração da prova, que já inclui o preenchimento da folha de respostas.


● Cada uma das questões da prova objetiva está vinculada ao comando que imediatamente a
antecede e contém orientação necessária para resposta. Para cada questão, existe apenas
UMA resposta válida e de acordo com o gabarito.
● Faltando uma hora para o término do simulado, você receberá um e-mail para preencher o
cartão-resposta, a fim de avaliar sua posição no ranking. Basta clicar no botão vermelho de
PREENCHER GABARITO, que estará no e-mail, ou acessar a página de download da prova.
Você deve fazer o cadastro em nossa plataforma para participar do ranking. Não se preocupe:
o cadastro é grátis e muito simples de ser realizado.
– Se a sua prova for estilo Certo ou Errado (CESPE/CEBRASPE):
marque o campo designado com o código C, caso julgue o item CERTO; ou o campo
designado com o código E, caso julgue o item ERRADO. Se optar por não responder a uma
determinada questão, marque o campo “EM BRANCO”. Lembrando que, neste estilo de
banca, uma resposta errada anula uma resposta certa.
Obs.: Se não houver sinalização quanto à prova ser estilo Cespe/Cebraspe, apesar de ser
no estilo CERTO e ERRADO, você não terá questões anuladas no cartão-resposta em caso
de respostas erradas.
– Se a sua prova for estilo Múltipla Escolha:
marque o campo designado com a letra da alternativa escolhida (A, B, C, D ou E). É preciso
responder a todas as questões, pois o sistema não permite o envio do cartão com respostas
em branco.
● Uma hora após o encerramento do prazo para preencher o cartão-resposta, você receberá um
e-mail com o gabarito para conferir seus acertos e erros. Caso você seja aluno da Assinatura
Ilimitada, você receberá, com o gabarito, a prova completa comentada – uma vantagem exclusiva
para assinantes, com acesso apenas pelo e-mail e pelo ambiente do aluno.

Em caso de solicitação de recurso para alguma questão, envie para o e-mail:


treinodificil_jogofacil@grancursosonline.com.br.
Nossa ouvidoria terá até dois dias úteis para responder à solicitação.

Desejamos uma excelente prova!

2
LÍNGUA PORTUGUESA  Paulo Chapchap, diretor-geral e CEO do
LUCAS LEMOS 50 Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, um dos
centros de medicina mais desenvolvidos do
1 Em 1960, a expectativa de vida do bra- País, destaca a importância do diagnóstico
sileiro era de 48 anos. Hoje, quase sessenta precoce do câncer de mama, que pode passar
anos depois, alcança os 75 anos, de acordo por até quatro estágisos. O diagnóstico na fase
com dados do Instituto Brasileiro de Geografia 55 um garante 95% de cura. Já no quarto está-
5 e Estatística (IBGE). Se, por um lado, a longe- gio, o número se inverte: a taxa de mortali-
vidade é sinal de evolução social e econômica, dade é de 95%. Daí o valor da tecnologia para
por outro, ela demanda mais investimentos a medicina. “O ganho humanitário do uso das
na área de saúde, já que há necessidade de diversas tecnologias aplicadas à medicina é
maior assistência durante o envelhecimento. 60 indiscutível, mas vivemos o risco de uma
10 Assim, um importante desafio da medi- medicina cada vez melhor para cada vez
cina é garantir não apenas que a popu- menos pessoas. Este é o desafio que temos
lação viva mais, mas também que viva de enfrentar: uma melhor gestão para aumen-
melhor. Tendo em vista o grande desa- tar o acesso de grande parte da população à
fio para os próximos anos, a medicina volta 65 tecnologia que transforma”, afirma Chapchap
15 seu olhar para a tecnologia, uma das áreas acerca da necessidade de popularizar o acesso
em que pode encontrar um apoio efetivo. aos tratamentos médicos mais modernos.
 Carlos Alberto Goulart, presidente-exe-
<https://oglobo.globo.com> (com adaptações)
cutivo da Associação Brasileira da Indústria
de Alta Tecnologia de Produtos de Saúde,
1. Em relação ao texto, assinale a opção
20 considera que o uso eficiente da tecnolo-
incorreta.
gia na área da saúde pode ajudar a reduzir
(A) O texto, estruturado em forma dissertativa,
custos em todo o setor, além de promover
trata da importância do uso da tecnologia
diagnósticos precoces e tratamentos mais
aplicada à medicina.
acertados. “A tecnologia é um elemento de
(B) Depreende-se que o aumento da expecta-
25 sustentabilidade, porque gera maior efi-
tiva de vida da população brasileira requer
ciência no atendimento médico e redu-
que o País invista mais na área da saúde.
ção de custos, além de ser vetor de desen-
(C) A oração “já que há necessidade de maior
volvimento econômico”, afirma Goulart.
assistência durante o envelhecimento” (ls.
 Um bom exemplo do uso ativo de novas
8-9) expressa, em relação à oração antece-
30 tecnologias na medicina é o monitoramento
dente, circunstância de causa.
remoto de pacientes. Entre outras vanta-
(D) O sinal de dois-pontos empregado após “en-
gens, esse recurso diminui o tempo de inter-
frentar” (l. 63) introduz um comentário que
nação e a necessidade de retorno frequente
explica a afirmação anterior.
ao hospital, o que promove mais conforto
(E) Na linha 4, o pronome pessoal “ela” está em-
35 ao paciente. Além disso, amplia a capaci-
pregado em referência à “evolução social e
dade de atendimento do estabelecimento.
econômica”.
 De acordo com o presidente da Aliança
Brasileira da Indústria Inovadora em Saú-
2. Em “Além disso, amplia a capacidade de
de, há mais de quinhentas mil tecnologias
atendimento do estabelecimento.” (ls. 35-
40 médicas diferentes em uso atualmente, entre
36), a expressão em destaque poderia ser
exames laboratoriais e tratamento de vários
substituída adequadamente por
tipos de câncer por meio da biologia mole-
(A) Para isso
cular. Segundo ele, novas áreas de conheci-
(B) Com isso
mento, como a genômica, a farmacogenômica
(C) Ademais
45 e a farmacogenética, identificam a propen-
(D) Mesmo assim
são para determinadas doenças e permitem
(E) Até isso
a personalização da medicina, tornando a
despesa pública com saúde mais eficiente.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 3


3. Em “Em 1960, a expectativa de vida do 7. O modelo OSI é um modelo de referência
brasileiro era de 48 anos.” (l. 1), o verbo para construção de outras arquiteturas
em destaque de rede. O número de camadas que cons-
(A) indica uma sugestão para uma possível tituem esse modelo é igual a:
ação. (A) 4
(B) indica que uma ação foi concretizada. (B) 5
(C) indica a certeza de um fato prestes a acontecer. (C) 6
(D) está no pretérito imperfeito do indicativo. (D) 7
(E) não indica qualquer ação, pois é verbo de (E) 10
estado.
CONHECIMENTOS SOBRE O
4. Em “há necessidade” (l. 8), o sujei- ESTADO DO PARÁ
to da forma verbal destacada é classi- JÚLIO SANTOS
ficado como
(A) simples.
8. A Lei Kandir foi criada por um ex-depu-
(B) indeterminado.
tado federal Antônio Kandir (PSDB). Ele
(C) elíptico.
teve uma história política marcada por
(D) inexistente.
dois mandatos como deputado federal
(E) oculto.
entre 1995 e 2003 e exerceu o cargo de
Ministro de Estado do Planejamento e Or-
5. No trecho “O ganho humanitário do uso çamento, de 4 de junho de 1996 a 1º de
das diversas tecnologias aplicadas à me- abril de 1998.
dicina é indiscutível” (ls. 58-59), o sinal
A respeito da Lei Kandir e suas repercus-
indicativo de crase é
sões, indique a assertiva correta.
(A) opcional, pois ocorre diante um pronome.
(A) A Lei Kandir dispõe sobre os impostos dos
(B) obrigatório, porque indica a fusão de uma
estados, dos municípios e do Distrito Fede-
preposição com um artigo.
ral nas operações relativas à circulação de
(C) proibido, pois não há a possibilidade do sinal
mercadorias e serviços (ICMS).
diante de palavras masculinas.
(B) O imposto incide sobre operações e presta-
(D) obrigatório, pois indica a fusão de preposi-
ções que se destinem ao exterior, inclusive
ção com pronome.
produtos primários (in natura/commodities)
(E) obrigatório, pois se trata de um acento fixo.
e industrializados, semielaborados ou servi-
ços. A Lei Kandir é voltada à exportação.
NOÇÕES DE INFORMÁTICA (C) A lei foi mais prejudicial aos estados que têm base
JÓSIS ALVES econômica primária como é o caso do Pará.
(D) A lei define que os estados passam a dividir
6. Em uma rede com switch temos uma to- com a União os impostos arrecadados com a
pologia física em exportação de produtos primários e produtos
(A) Barra. industrializados semielaborados ou serviços.
(B) Estrela. (E) Ao taxar os produtos primários, a lei afetou
(C) Anel. severamente a economia paraense, pois di-
(D) Malha. ficulta a exportação.
(E) Árvore.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 4


9. A Serra dos Carajás possui um dos maio- DIREITO ADMINISTRATIVO
res projetos mineralógicos do planeta RAFAEL DE OLIVEIRA
que se encontra na porção sudeste do
estado do Pará. É um projeto responsá- 10. Acerca do controle da Administração Pú-
vel por dar suporte a grande parte da eco- blica, assinale a alternativa correta.
nomia do estado com intensa extração
de ferro, manganês, metais preciosos en- I – O controle legislativo ou parlamentar
tre outros. divide-se em controle político e controle
Tendo como referência a região do grande financeiro.
Carajás, indique a assertiva correta. II – O controle legislativo político se limita
(A) A Ferrovia de Carajás é responsável pelo às questões de legalidade dos atos ad-
escoamento dos minérios da Serra em di- ministrativos.
reção ao mercado europeu, chinês e norte- III – Para a apuração de irregularidades, o
-americano, utilizando principalmente o Por- Poder Legislativo dispõe das Comissões
to de Suape, localizado em Pernambuco. Parlamentares de Inquérito.
(B) O projeto Carajás é caracterizado pelo de-
IV – É vedado ao Poder Legislativo a fiscali-
senvolvimento de uma pecuária intensiva
zação contábil, financeira e orçamentária
voltada ao mercado nacional.
sobre os atos de todas as pessoas que
(C) A usina de Tucuruí é a responsável pelo for-
administrem bens ou dinheiros públicos.
necimento de energia ao projeto Carajás,
sendo considerada a terceira maior hidroe-
(A) Apenas os itens I, II e IV estão corretos.
létrica do país.
(B) Todos os itens estão corretos.
(D) O Porto do Itaqui é o segundo principal pon-
(C) Apenas os itens II, III e IV estão corretos.
to de escoamento mineralógico de Carajás,
(D) Apenas os itens I e III estão corretos.
somente atrás do Porto de Suape, em Per-
(E) Nenhum item está correto.
nambuco.
(E) A Serra dos Carajás situa-se no município de
11. O policial civil terá as seguintes gratifica-
Marabá, na bacia do Rio Itacaiúnas, caracte-
ções, de acordo com a Lei Complementar
rizando-se por uma intensa extração de fer-
n. 022/1994, que estabelece normas de
ro, urânio e principalmente carvão mineral.
organização, competências, garantias,
direitos e deveres da Polícia Civil do Es-
tado do Pará, salvo:
(A) Gratificação de Risco de Vida – integral.
(B) Gratificação de Dedicação Exclusiva – 70%
(setenta por cento).
(C) Gratificação de Polícia Judiciária – de 40 a
100% (de quarenta a cem por cento).
(D) Gratificação de Tempo Integral – 70% (se-
tenta por cento).
(E) Gratificação de Desempenho – de 20 a 100
% (de vinte a cem por cento).

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 5


12. Sobre o Regime Jurídico Único dos Servi- 13. De acordo com a Lei n. 8.666/1993, assi-
dores Públicos do Estado do Pará – Lei n. nale a alternativa correta.
5.810/1994, assinale a alternativa correta.
(A) Os portadores de deficiência, às suas ex- I – Ainda que realizada tempestivamente pelo
pensas, estipularão as condições para a licitante, a impugnação o impede de parti-
participação em concurso de provas ou de cipar do processo licitatório pertinente.
provas e títulos. II – A inabilitação do licitante permite que ele
(B) Às pessoas portadoras de deficiência é as- participe das fases subsequentes, desde
segurado o direito de inscrever-se em con- que não haja prejuízo para o certame.
curso público para provimento de qualquer III – Nas concorrências de âmbito interna-
cargo, ainda que não seja de atribuições cional, o edital será sempre realizado na
compatíveis com a deficiência de que são moeda de circulação nacional.
portadoras, às quais serão reservadas até IV – O pagamento feito ao licitante brasileiro
10% (de por cento), das vagas oferecidas eventualmente contratado em virtude da
no concurso. licitação de que trata o parágrafo anterior
(C) Os candidatos com deficiência aprovados e
será efetuado em moeda estrangeira de
incluídos na lista reservada aos deficientes
maior valorização, à taxa de câmbio vigente
serão todos chamados e convocados priori-
no último dia do ano do efetivo pagamento.
tariamente a todos candidatos chamados da
lista geral até preenchimento do percentual
(A) Três itens estão corretos.
reservado às pessoas com deficiência no
(B) Todos os itens estão corretos.
edital do concurso.
(C) Nenhum item está correto.
(D) Poderá, por interesse público, ocorrer a pu-
(D) Apenas dois itens estão corretos.
blicação de Edital, na vigência do prazo de
(E) Apenas um item está correto.
validade de concurso anterior, para o mes-
mo cargo, mesmo se ainda houver candidato
14. Acerca das normas constantes na Lei n.
aprovado e não convocado para a investidura.
8.972/2020 (Processo Administrativo no
(E) A instrumentação e execução dos concursos
Âmbito da Administração Pública do Esta-
serão centralizadas na Secretaria de Estado
do do Pará), assinale a alternativa incorreta.
de Administração, no âmbito do Poder Exe-
(A) O recurso interpõe-se por meio de requeri-
cutivo, e nos órgãos competentes dos Po-
mento no qual o recorrente deverá expor os
deres Legislativo e Judiciário, do Ministério
fundamentos do pedido de reexame, podendo
Público, e dos Tribunais de Conta.
juntar os documentos que julgar convenientes.
(B) Salvo disposição legal em contrário, o recur-
so terá efeito suspensivo.
(C) Havendo relevante fundamento e justo re-
ceio de prejuízo de difícil ou incerta repara-
ção decorrente da execução, a autoridade
recorrida ou a imediatamente superior pode-
rá, de ofício ou a pedido, dar efeito suspen-
sivo ao recurso.
(D) Requerida fundamentadamente a conces-
são de efeito suspensivo, a autoridade re-
corrida ou a imediatamente superior apre-
ciará o pedido no prazo de cinco dias úteis,
contados do recebimento do processo pela
autoridade competente.
(E) Interposto o recurso, o órgão competente
para dele conhecer deverá intimar os de-
mais interessados para que, no prazo de
dez dias úteis, apresentem alegações.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 6


15. Acerca da Lei Estadual n. 6.474/2002 (pre- 16. Acerca do Decreto Estadual n. 2.069/2006,
gão), assinale a alternativa correta. que dispõe sobre pregão eletrônico, assi-
nale a alternativa incorreta.
I – As normas que disciplinam a licitação (A) O pregão, na forma eletrônica, como mo-
serão sempre interpretadas em favor da dalidade de licitação do tipo menor preço,
ampliação da disputa entre os interes- realizar-se-á quando a disputa pelo forneci-
sados, desde que não comprometam o mento de bens ou serviços comuns for feita
interesse público, a finalidade e a segu- à distância, em sessão pública, por meio de
rança da contratação.
sistema que promova a comunicação pela
II – Aplicam-se ao pregão princípios pró-
internet.
prios, e, portanto, diferentes dos princí-
(B) Consideram-se bens e serviços comuns
pios aplicados às demais modalidades
de licitação. aqueles cujos padrões de desempenho e
III – A licitação na modalidade de pregão apli- qualidade possam ser objetivamente defini-
ca-se somente às contratações de obras dos pelo edital, por meio de especificações
e serviços de engenharia, bem como usuais do mercado.
às locações imobiliárias e alienações (C) Para o julgamento das propostas, serão fi-
em geral cujo valor não ultrapasse 500 xados critérios objetivos que permitam aferir
(quinhentos) salários-mínimos vigente à o menor preço, devendo ser considerados
época do processo. os prazos para a execução do contrato e do
IV – Com vistas a assegurar um maior nú- fornecimento, as especificações técnicas, os
mero de ofertas, os editais poderão ad- parâmetros mínimos de desempenho e de
mitir a possibilidade de saneamento de
qualidade, e as demais condições definidas
falhas, de complementação de insufici-
no edital.
ências ou ainda de correções de caráter
(D) O credenciamento dos pregoeiros perante
notadamente formal no curso do proce-
dimento, desde que o proponente possa o provedor do sistema eletrônico será feito
satisfazer as exigências dentro do prazo concomitantemente ao pregão, sendo en-
fixado no instrumento convocatório. tregue, após o processo, a senha pessoal e
intransferível.
(A) Apenas os itens I e IV estão corretos. (E) O pregão, na forma eletrônica, será condu-
(B) Todos os itens estão corretos. zido pelo órgão ou entidade promotora da
(C) Apenas os itens II, III e IV estão corretos. licitação.
(D) Apenas os itens I e III estão corretos.
(E) Nenhum item está correto. 17. Conforme entendimento doutrinário e
jurisprudencial, assinale a alternativa
incorreta.
(A) De acordo com o STF, as fundações públi-
cas podem possuir personalidade jurídica de
direito público ou de direito privado, confor-
me definido pela lei instituidora.
(B) Os órgãos públicos possuem personalidade
judiciária.
(C) A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil)
possui natureza jurídica de autarquia federal.
(D) Autarquias podem ser consideradas pesso-
as jurídicas de direito público interno, cria-
das por lei específica, para prestação de
serviço público.
(E) Os órgãos públicos são centros de compe-
tência criados em uma nova pessoa jurídica
para o desempenho das funções estatais.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 7


DIREITO CONSTITUCIONAL 20. Assinale a opção incorreta em relação ao
RICARDO BLANCO entendimento do STF.
(A) O constituinte, ao erigir o CNMP como ór-
18. Assinale a opção correta. gão de controle interno do Ministério Públi-
(A) Segundo Fedinand Lassale, a Constituição co, atribuiu-lhe, expressamente, competên-
possui conteúdo formal e material. cia revisional ampla, de sorte que não há
(B) Para Hans Kelsen, a Constituição não passa vinculação à aplicação da penalidade ou à
de uma folha de papel escrito. gradação da sanção imputada pelo órgão
(C) O poder constituinte originário é classificado correcional local.
como limitado e condicionado. (B) Compete ao STF processar e julgar origina-
(D) Segundo o STF, não há direito adquirido em riamente ações propostas contra o CNJ e
relação ao constituinte originário. contra o CNMP no exercício de suas ativi-
(E) O poder constituinte derivado reformador de dades-fim.
emenda não possui limites circunstanciais. (C) É constitucional norma estadual que dispo-
nha sobre a obrigação de as operadoras de
19. Assinale a opção incorreta em relação ao telefonia móvel e fixa disponibilizarem, em
entendimento do STF. portal da “internet”, extrato detalhado das
(A) Impossibilidade jurídica de CPI praticar atos chamadas telefônicas e serviços utilizados
sobre os quais incida a cláusula constitucio- na modalidade de planos “pré-pagos”.
nal da reserva de jurisdição, como a busca e (D) É devida a conversão de férias não gozadas,
apreensão domiciliar. bem como outros direitos de natureza remu-
(B) É jurisprudência pacífica desta Corte a pos- neratória, em indenização pecuniária tão so-
sibilidade de o investigado, convocado para mente para aqueles que não mais possam
depor perante CPI, permanecer em silêncio, usufruir desses direitos, seja por conta do
evitando-se a autoincriminação, além de ter rompimento do vínculo com a Administração
assegurado o direito de ser assistido por ad- Pública, seja pela inatividade, tendo em vis-
vogado e de comunicar-se com este durante ta a vedação do enriquecimento sem causa.
a sua inquirição. (E) A carreira de delegado de polícia não pode
(C) O STF entende que a criação de CPIs é ser equiparada às carreiras jurídicas.
prerrogativa de minorias parlamentares, que
não podem ficar ao talante do plenário da
respectiva casa.
(D) É inconstitucional a norma de Constituição
do Estado que, como pena cominada, carac-
terize como crimes de responsabilidade a au-
sência injustificada de secretário de Estado a
convocação da Assembleia Legislativa, bem
como o não atendimento, pelo governador,
secretário de estado ou titular de entidade da
Administração Pública indireta, a pedido de
informações da mesma Assembleia.
(E) São prescritíveis as ações de ressarcimento
ao erário fundadas na prática de ato doloso ti-
pificado na Lei de Improbidade Administrativa.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 8


21. Assinale a opção incorreta em relação ao 23. É da competência exclusiva do Congres-
entendimento do STF. so Nacional, exceto:
(A) Os prazos da licença adotante podem ser (A) resolver definitivamente sobre tratados,
inferiores aos prazos da licença gestante, o acordos ou atos internacionais que acarre-
mesmo valendo para as respectivas prorro- tem encargos ou compromissos gravosos
gações. ao patrimônio nacional.
(B) O  Plenário do Supremo Tribunal Federal (B) autorizar o Presidente da República a decla-
(STF) declarou a inconstitucionalidade de rar guerra, a celebrar a paz, a permitir que
normas das constituições da Bahia, do Rio forças estrangeiras transitem pelo território
Grande do Sul e do Distrito Federal, respec- nacional ou nele permaneçam temporaria-
tivamente, que previam a necessidade de mente, ressalvados os casos previstos em
autorização prévia do Legislativo para ins- lei complementar.
tauração de ação penal contra o governador (C) autorizar o Presidente e o Vice-Presidente
e determinavam seu afastamento automáti- da República a se ausentarem do País,
co a partir do recebimento da denúncia ou quando a ausência exceder a quinze dias.
queixa-crime. (D) autorizar o estado de defesa e a intervenção
(C) É impenhorável a pequena propriedade rural federal, aprovar o estado de sítio, ou sus-
familiar constituída de mais de 01 (um) ter- pender qualquer uma dessas medidas.
reno, desde que contínuos e com área total (E) sustar os atos normativos do Poder Executi-
inferior a 04 (quatro) módulos fiscais do mu- vo que exorbitem do poder regulamentar ou
nicípio de localização. dos limites de delegação legislativa.
(D) É constitucional a remarcação do teste de
aptidão física de candidata que esteja grávi- 24. Compete ao Supremo Tribunal Federal,
da à época de sua realização, independen- precipuamente, a guarda da Constituição,
temente da previsão expressa em edital do cabendo-lhe processar e julgar, exceto:
concurso público. (A) o litígio entre Estado estrangeiro ou organis-
(E) A exigência constitucional de aviso prévio re- mo internacional e a União, o Estado, o Dis-
lativamente ao direito de reunião é satisfeita trito Federal ou o Território.
com a veiculação de informação que permita (B) as causas e os conflitos entre a União e os
ao Poder Público zelar para que seu exercí- Estados, a União e o Distrito Federal, ou en-
cio se dê de forma pacífica ou para que não tre uns e outros, inclusive as respectivas en-
frustre outra reunião no mesmo local. tidades da Administração indireta.
(C) a extradição solicitada por Estado estrangeiro.
22. É vedada a edição de medidas provisó- (D) o  habeas corpus,  quando o coator for Tri-
rias sobre matéria, exceto: bunal Superior ou quando o coator ou o pa-
(A) nacionalidade, cidadania, direitos políticos, ciente for autoridade ou funcionário cujos
partidos políticos e direito eleitoral. atos estejam sujeitos diretamente à jurisdi-
(B) Direito Penal. ção do Supremo Tribunal Federal, ou se tra-
(C) Processual Penal. te de crime sujeito à mesma jurisdição em
(D) Processual Civil. uma única instância.
(E) Direito Civil. (E) as causas em que a União, entidade autár-
quica ou empresa pública federal forem inte-
ressadas na condição de autoras, rés, assis-
tentes ou oponentes, exceto as de falência,
as de acidentes de trabalho e as sujeitas à
Justiça Eleitoral e à Justiça do Trabalho.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 9


25. São funções institucionais do Ministério 28. O crime de “Conhecimento prévio de impe-
Público, exceto: dimento”, consistente em “Contrair casa-
(A) promover, privativamente, a ação penal pú- mento, conhecendo a existência de impedi-
blica, na forma da lei. mento que lhe cause a nulidade absoluta”,
(B) zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Pú- (A) é infração de menor potencial ofensivo.
blicos e dos serviços de relevância pública (B) a ação penal dependente de queixa do con-
aos direitos assegurados nesta Constitui- traente enganado.
ção, promovendo as medidas necessárias a (C) a ação penal dependente de queixa do con-
sua garantia. traente enganador.
(C) promover o inquérito civil e a ação civil públi- (D) a ação penal não pode ser intentada senão
ca, para a proteção do patrimônio público e depois de transitar em julgado a sentença
social, do meio ambiente e de outros interes- que, por motivo de erro ou impedimento,
ses difusos e coletivos. anule o casamento.
(D) promover a ação de inconstitucionalidade ou (E) depende de requisição do Ministro da Justiça.
representação para fins de intervenção da
União e dos Estados, nos casos previstos 29. João possuía um revólver com 5 muni-
nesta Constituição. ções. Efetuou os cinco disparos em José,
(E) exercer o controle interno da atividade poli- os quais acertaram a perna, o braço e a
cial, na forma da lei complementar mencio- coxa da vítima. Arrependido, João socor-
nada no artigo anterior. reu José, levando-o ao hospital, local em
que foi prontamente atendido, passou
DIREITO PENAL por cirurgia e recebeu alta médica em 5
DIEGO HENRIQUE dias, ficando afastado do trabalho por
31 dias. Nesse caso, João responderá
26. Assinale, dentre as alternativas a seguir, pelo crime de
aquela que não faz parte do direito penal (A) homicídio tentado.
do inimigo. (B) lesão corporal leve.
(A) Criação das leis de combate. (C) lesão corporal culposa.
(B) Recrudescimento das penas. (D) lesão corporal gravíssima.
(C) Criação de crimes de perigo abstrato. (E) lesão corporal grave.
(D) Aumento das garantias processuais.
(E) Desproporcionalidade das penas. 30. Bill efetuou 5 disparos de armas de fogo.
Só não efetuou mais em razão de não ha-
27. Aquele que presta a criminoso, fora dos ver mais munição. Ocorre que Bill não
casos de coautoria ou de receptação, au- acertou nenhum tiro no alvo, que, no
xílio destinado a tornar seguro o proveito caso, era Tiago. Nessa hipótese, há o ins-
do crime comete o crime de tituto da(o)
(A) Prevaricação. (A) tentativa cruenta.
(B) Condescendência criminosa. (B) tentativa vermelha.
(C) Favorecimento pessoal. (C) tentativa imperfeita.
(D) Favorecimento real. (D) crime impossível.
(E) Receptação qualificada. (E) crime falho.

31. A respeito do crime contra o respeito aos


mortos, assinale a alternativa incorreta.
(A) É crime perturbar enterro.
(B) É crime violar sepultura.
(C) É crime violar urna funerária.
(D) É crime vilipendiar cadáver, exceto suas cinzas.
(E) É crime destruir parte de cadáver.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 10


32. No crime de impedir cerimônia funerária, DIREITO PROCESSUAL PENAL
aumenta-se a pena se DIEGO HENRIQUE
(A) há emprego de violência.
(B) há emprego de grave ameaça. 36. Assinale a alternativa incorreta, segun-
(C) a vítima for menor de 18 anos. do o CPP e as questões e processos
(D) a vítima for maior de 60 anos. incidentes.
(E) a vítima for gestante. (A) Se a decisão sobre a existência da infração
depender da solução de controvérsia, que o
33. Para a configuração do crime de associa- juiz repute séria e fundada, sobre o estado
ção criminosa, previsto no Código Penal, civil das pessoas, o curso da ação penal fi-
exige-se a associação do seguinte núme- cará suspenso até que no juízo cível seja a
ro mínimo de agentes: controvérsia dirimida por sentença passada
(A) 4 em julgado, sem prejuízo, entretanto, da in-
(B) 3 quirição das testemunhas e de outras pro-
(C) 2 vas de natureza urgente.
(D) 5 (B) Se o reconhecimento da existência da infra-
(E) 8 ção penal depender de decisão sobre ques-
tão diversa do estado civil das pessoas, da
34. A respeito do crime de associação crimi- competência do juízo cível, e se neste hou-
nosa, segundo o Código Penal, a pena ver sido proposta ação para resolvê-la, o
aumenta-se até a metade: juiz criminal poderá, desde que essa ques-
tão seja de difícil solução e não verse sobre
I – se a associação é armada. direito cuja prova a lei civil limite, suspender
II – se houver a participação de criança ou o curso do processo, após a inquirição das
adolescente. testemunhas e realização das outras provas
III – se houver a participação de mais de 5 de natureza urgente.
pessoas. (C) A suspensão do curso da ação penal será
decretada pelo juiz, de ofício ou a requeri-
Estão corretas: mento das partes.
(A) I, II e III. (D) O juiz que espontaneamente afirmar suspei-
(B) I e III, apenas. ção deverá fazê-lo por escrito, declarando
(C) I e II, apenas. o motivo legal, e remeterá imediatamente
(D) II e III, apenas. o processo ao seu substituto, intimadas as
(E) I, apenas. partes.
(E) Poder-se-á opor suspeição às autoridades
35. No crime de lesão corporal, o juiz, não policiais nos atos do inquérito, e estas de-
sendo graves as lesões, pode ainda subs- verão declarar-se suspeitas, quando ocorrer
tituir a pena de detenção pela de multa se: motivo legal.

I – ocorrer qualquer das hipóteses do privilégio. 37. Salvo quando fundada em motivo super-
II – se a lesão for culposa. veniente, a seguinte exceção precederá a
III – as lesões forem recíprocas. qualquer outra:
(A) suspeição.
Estão corretas: (B) incompetência de juízo.
(A) I, II e III. (C) litispendência.
(B) I e III, apenas. (D) ilegitimidade de parte.
(C) I e II, apenas. (E) coisa julgada.
(D) II e III, apenas.
(E) I, apenas.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 11


38. Se for arguida a suspeição do órgão do 40. Assinale a alternativa incorreta a respeito
Ministério Público, o juiz, depois de ouvi- das citações e das intimações.
-lo, decidirá, podendo antes admitir a pro- (A) A citação inicial far-se-á por mandado, quan-
dução de provas no prazo de três dias. do o réu não estiver no território sujeito à ju-
Nesse caso, segundo o CPP, da deci- risdição do juiz que a houver ordenado.
são do juiz: (B) Quando o réu estiver fora do território da ju-
(A) caberá recurso em sentido estrito. risdição do juiz processante, será citado me-
(B) caberá apelação. diante precatória.
(C) caberá carta testemunhável. (C) A precatória será devolvida ao juiz depre-
(D) caberá agravo interno. cante, independentemente de traslado, de-
(E) não caberá recurso. pois de lançado o “cumpra-se” e de feita a
citação por mandado do juiz deprecado.
39. O querelante ou o assistente será intima- (D) A citação do militar far-se-á por intermédio
do da sentença do chefe do respectivo serviço.
(A) pessoalmente ou na pessoa de seu advo- (E) Se o réu estiver preso, será pessoalmente citado.
gado. Se nenhum deles for encontrado no
lugar da sede do juízo, a intimação será feita 41. As citações que houverem de ser feitas
mediante edital com o prazo de 10 dias, afi- em legações estrangeiras serão efetua-
xado no lugar de costume. das mediante
(B) apenas pessoalmente. Se não for encontra- (A) carta precatória.
do no lugar da sede do juízo, a intimação (B) carta rogatória.
será feita mediante edital com o prazo de 15 (C) edital.
dias, afixado no lugar de costume. (D) mandado.
(C) apenas na pessoa de seu advogado. Se não (E) fax.
for encontrado no lugar da sede do juízo, a in-
timação será feita mediante edital com o pra- 42. No interrogatório judicial, se o interro-
zo de 15 dias, afixado no lugar de costume. gado não souber escrever, não puder ou
(D) pessoalmente ou na pessoa de seu advo- não quiser assinar:
gado. Se nenhum deles for encontrado no (A) o termo será assinado por uma testemunha
lugar da sede do juízo, a intimação será feita que lhe tenha ouvido a leitura.
mediante edital com o prazo de 15 dias, afi- (B) o termo será assinado por duas testemu-
xado no lugar de costume. nhas que lhe tenham ouvido a leitura.
(E) pessoalmente ou na pessoa de seu advo- (C) tal fato será consignado no termo.
gado. Se nenhum deles for encontrado no (D) o termo será assinado por três testemunhas
lugar da sede do juízo, a intimação será feita que lhe tenham ouvido a leitura.
mediante edital com o prazo de 30 dias, afi- (E) o termo será assinado por quatro testemu-
xado no lugar de costume. nhas que lhe tenham ouvido a leitura.

43. Segundo o artigo 384 do CPP, encerrada a


instrução probatória, se entender cabível
nova definição jurídica do fato, em con-
sequência de prova existente nos autos
de elemento ou circunstância da infração
penal não contida na acusação, o Minis-
tério Público deverá aditar a denúncia re-
duzindo-se a termo o aditamento, quando
feito oralmente. Se for aditar por escrito,
o Ministério Público terá o prazo de
(A) 3 dias.
(B) 5 dias.
(C) 8 dias.
(D) 10 dias.
(E) 15 dias.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 12


44. Assinale a alternativa correta a respeito DIREITO CIVIL
da Lei n. 9.099/1995. RAQUEL BUENO
(A) Havendo representação e desde que não
seja de crime de ação penal pública incondi- 46. Acerca da responsabilidade civil, assina-
cionada, não sendo caso de arquivamento, le a alternativa correta.
o Ministério Público poderá propor a aplica-
ção imediata de pena restritiva de direitos ou  ( ) A responsabilidade civil do incapaz é
multas, a ser especificada na proposta. subsidiária e condicionada, podendo
(B) Havendo representação ou tratando-se de ainda ser mitigada, em respeito ao prin-
crime de ação penal pública incondicionada, cípio do mínimo existencial e da dignida-
sendo caso de arquivamento, o Ministério de da pessoa humana.
Público poderá propor a aplicação imediata ( ) A responsabilidade civil do emprega-
de pena restritiva de direitos ou multas, a ser dor em relação ao empregado é objeti-
especificada na proposta. va, mas admite direito de regresso, caso
(C) Havendo representação ou tratando-se de
reste demonstrado que o empregado
crime de ação penal pública incondiciona-
agiu com culpa ou dolo.
da, não sendo caso de arquivamento, o Mi-
( ) A responsabilidade civil pelo fato do ani-
nistério Público poderá propor a aplicação
mal é subjetiva com culpa presumida e
imediata de pena privativa de liberdade ou
admite excludentes.
multas, a ser especificada na proposta.
( ) A indenização mede-se pela extensão do
(D) Havendo representação ou tratando-se de
dano, não havendo qualquer relevância
crime de ação penal pública incondiciona-
a culpa para a fixação do quantum inde-
da, não sendo caso de arquivamento, o Mi-
nizatório.
nistério Público poderá propor a aplicação
( )
 O abuso de direito é uma criação doutriná-
imediata de pena restritiva de direitos ou
ria não tipificado no Código Civil vigente.
privativa de liberdade, a ser especificada na
proposta.
(A) V–F–F–F–F
(E) Havendo representação ou tratando-se de
crime de ação penal pública incondicionada, (B) V–V–F–F–F
não sendo caso de arquivamento, o Ministé- (C) V–V–F–V–V
rio Público poderá propor a aplicação ime- (D) F–F–V–F–F
diata de pena restritiva de direitos ou multas, (E) V–V–V–F–F
a ser especificada na proposta.

45. A Lei n. 9.099/1995 prevê a aplicação de


um rito processual diferenciado. As infra-
ções penais que se amoldam ao conceito
de menor potencial ofensivo obedecerão,
em regra, o procedimento
(A) comum ordinário.
(B) comum sumaríssimo.
(C) comum sumário.
(D) especial ordinário.
(E) especial sumário.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 13


47. Acerca do fim da pessoa natural, assinale 49. Considerando o estudo dos fatos jurídi-
a alternativa correta. cos, marque a opção correta.
(A) No caso de morte presumida com declara- (A) A incapacidade relativa de uma das partes
ção de ausência, na etapa de sucessão pro- não pode ser invocada pela outra em be-
visória, os imóveis do ausente só se pode- nefício próprio, nem aproveita aos cointe-
rão alienar, não sendo por desapropriação, ressados capazes, salvo se, neste caso, for
ou hipotecar, quando o ordene o juiz, para divisível o objeto do direito ou da obrigação
lhes evitar a ruína. comum.
(B) Na comoriência, presume-se morto primeiro, (B) Não dispondo a lei em contrário, para a va-
para todos os fins de direito, o mais velho. lidade de um negócio jurídico que envolva a
(C) A declaração de morte presumida sem a transferência da propriedade de um imóvel
decretação de ausência só ocorrerá na hi- no valor de trinta e um salários-mínimos, é
pótese em que for extremamente provável imprescindível o uso da solenidade denomi-
a morte de quem estava em perigo de vida. nada escritura pública.
(D) A declaração de morte presumida sem a (C) Regra geral, o silêncio não importa anuên-
decretação de ausência não exige o esgo- cia, mesmo quando as circunstâncias ou os
tamento prévio das buscas e averiguações. usos o autorizarem, e não for necessária a
(E) No caso de morte presumida com declara- declaração de vontade expressa.
ção de ausência, na etapa de sucessão pro- (D) Os negócios jurídicos devem ser interpreta-
visória, os herdeiros, sejam descendentes, dos conforme a boa-fé e os usos do lugar de
ascendentes e cônjuge do ausente, para se sua execução.
imitirem na posse dos bens do ausente, da- (E) O dolo acidental anula o negócio jurídico.
rão garantias da restituição deles, mediante
penhores ou hipotecas equivalentes aos qui- 50. Assinale a alternativa correta, à luz da ju-
nhões respectivos. risprudência do Superior Tribunal de Jus-
tiça, referente à responsabilidade civil.
48. A partir do estudo dos bens, assinale a (A) A simples apresentação antecipada de che-
alternativa correta. que pré-datado configura mero aborreci-
(A) Os bens públicos dominicais e de uso es- mento do cotidiano.
pecial podem ser alienados, observadas as (B) No caso do transporte gratuito ou conhecida “ca-
exigências da lei. rona”, o transportador responde objetivamente.
(B) Os materiais destinados a alguma constru- (C) A simples devolução indevida de cheque
ção, enquanto não forem empregados, con- não caracteriza dano moral. 
servam sua qualidade de móveis; readquirem (D) O alienante de um veículo não é correspon-
essa qualidade os provenientes da demoli- sável pelos danos causados pelo adquiren-
ção de algum prédio. São também móveis os te após a tradição, ainda que pendente a
materiais provisoriamente separados de um transferência documental junto ao órgão de
prédio, para nele se reempregarem. trânsito.
(C) Os bens naturalmente divisíveis não podem (E) É lícita a cumulação das indenizações de
tornar-se indivisíveis. dano material e moral, mas não se admite
(D) Constitui universalidade de direito a plurali- a cumulação de dano moral e dano estético.
dade de bens singulares que, pertinentes à
mesma pessoa, tenham destinação unitária.
(E) Pertenças são bens acessórios que, não
constituindo partes integrantes, se desti-
nam, de modo duradouro, ao uso, ao serviço
ou ao aformoseamento de outro, mas que
não aderem à coisa principal.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 14


DIREITO PROCESSUAL CIVIL 52. Analise as seguintes assertivas.
WESLEI MACHADO
I – José, em razão de um deslocamento rea-
51. No que se refere à incompetência, assi- lizado entre o Município de Israelândia e
nale a alternativa correta. São José do Egito, percebeu falhas nos
(A) Em caso de alegação de incompetência re- serviços prestados pela Agência Nacio-
lativa, sua alegação deve se dar por meio de nal de Transportes Terrestres, motivo
apresentação de exceção. pelo qual propôs uma ação contra essa
(B) A incompetência absoluta deve ser alegada autarquia federal.
na primeira oportunidade que couber à parte II – Ninrode praticou um crime contra o pa-
se manifestar, sob pena de prorrogação. trimônio em detrimento dos bens da Pe-
(C) Declarada a incompetência, as decisões trobras, sociedade de economia mista
proferidas pelo juiz incompetente são nulas. federal, ao furtar combustíveis em ga-
(D) Não arguida a incompetência relativa em sodutos localizados na região do médio
preliminar de contestação, ter-se-á a prorro- Solimões, no Amazonas, e contra ele
gação da competência. houve o oferecimento de denúncia.
(E) Na qualidade de fiscal da ordem jurídica, a III – Sambalate constrangeu, mediante grave
incompetência relativa poderá ser alegada ameaça, Neemias a não trabalhar duran-
em todos os feitos pelo Ministério Público. te certo período, conduta considerada
crime contra a organização do trabalho,
motivo pelo qual houve contra ele o ofe-
recimento de uma denúncia.
IV – Mefibosete, durante o exercício de suas
atividades laborais, ficou paraplégico,
motivo pelo qual propôs uma ação aci-
dentária contra o Instituto Nacional do Se-
guro Social – INSS, uma autarquia federal.
 
Consideradas essas situações, pode-se afir-
mar que não será competência da Justiça Fe-
deral o processo e julgamento dos casos de
(A) José e Ninrode.
(B) Sambalete e Mefibosete.
(C) José e Mefibosete.
(D) Mefibosete e Ninrode.
(E) José e Sambalate.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 15


53. De acordo com o art. 7º do Código de Pro- 54. Saul, prefeito, nomeou Jezabel e Dali-
cesso Civil, “é assegurada às partes pari- la, médicas, gêmeas, com vinte e cinco
dade de tratamento em relação ao exercí- anos de idade, para o exercício de cargo
cio de direitos e faculdades processuais, em comissão na Secretaria Municipal de
aos meios de defesa, aos ônus, aos de- Saúde, em um cargo não diretamente re-
veres e à aplicação de sanções proces- lacionado ao combate da Pandemia do
suais”. Por sua vez, o art. 3º do Código Covid-19. Jezabel e Dalila são filhas de
de Processo Civil prescreve que “não se um influente empresário local e somente
excluirá da apreciação jurisdicional ame- aceitaram a nomeação para o cargo em
aça ou lesão a direito”. Ao fim, o art. 9º comissão com a finalidade de serem va-
do Código de Processo Civil dispõe que cinadas contra o Covid-19, tendo, logo
“não se proferirá decisão contra uma das após a segunda dose, pedido exonera-
partes sem que ela seja previamente ou- ção. Destaque-se que Jezabel e Dalila
vida”. Pode-se afirmar que esses dispo- não integram nenhum grupo prioritário
sitivos se referem, respectivamente, aos de vacinação, mas ainda assim foram
princípios vacinadas. Irresignado, Calebe, cidadão,
(A) contraditório, aderência ao território e veda- propõe contra elas uma ação popular.
ção da surpresa. Considerada essa situação, assinale a al-
(B) isonomia, aderência ao território e contraditório. ternativa correta.
(C) contraditório, inafastabilidade da jurisdição e (A) Após a instrução do feito, em caso de proce-
vedação da surpresa. dência do pedido, a sentença estará sujeita
(D) igualdade processual, inércia e contraditório. ao duplo grau de jurisdição.
(E) lealdade processual, instrumentalidade das (B) Em caso de prolação de sentença de impro-
formas. cedência, qualquer cidadão, não somente
Calebe, e o Ministério Público poderão inter-
por recurso.
(C) Em caso de sentença de improcedência,
ainda que por insuficiência de provas, não
se admite a renovação da demanda por ou-
tro cidadão.
(D) Em caso de inércia do autor, pelo prazo de
sessenta dias, em promover a execução da
sentença de procedência do pedido, os au-
tos serão arquivados.
(E) Em caso de procedência do pedido formu-
lado por Calebe, será cabível a interposição
de recurso de apelação, o qual será recebi-
do sem efeito suspensivo.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 16


55. Saul, prefeito, nomeou Jezabel e Dali- DIREITO AMBIENTAL
la, médicas, gêmeas, com vinte e cinco NILTON CARLOS
anos de idade, para o exercício de cargo
em comissão na Secretaria Municipal de 56. Assinale a alternativa que contempla
Saúde, em um cargo não diretamente re- uma hipótese de pena restritiva de direi-
lacionado ao combate da Pandemia do tos aplicável à pessoa jurídica:
Covid-19. Jezabel e Dalila são filhas de (A) Interdição temporária de estabelecimento.
um influente empresário local e somente (B) Prestação de serviços à comunidade.
aceitaram a nomeação para o cargo em (C) Interdição temporária de direitos.
comissão com a finalidade de serem va- (D) Prestação pecuniária.
cinadas contra o Covid-19, tendo, logo (E) Multa.
após a segunda dose, pedido exonera-
ção. Destaque-se que Jezabel e Dalila não 57. Assinale a alternativa que contempla
integram nenhum grupo prioritário de uma unidade de conservação de prote-
vacinação, mas ainda assim foram vaci- ção integral:
nadas. Para a evitação da prática da con- (A) Reserva de Fauna.
duta denominada como “fura-fila” na va- (B) Reserva de Desenvolvimento Sustentável.
cinação do Covid-19, o Ministério Público (C) Reserva Biológica.
propôs ação civil pública com pedido de (D) Reserva Extrativista.
obrigação de não fazer contra o Municí- (E) Reserva Particular do Patrimônio Natural.
pio do Tudo Pode Castas Vencerão. Con-
siderada essa situação e as disposições 58. Com relação ao licenciamento ambiental
da Lei da Ação Civil Pública, assinale a de empreendimentos de significativo im-
alternativa correta. pacto ambiental que afetem as Unidades
(A) A referida ação civil pública deve ser propos- de Conservação específicas ou suas zo-
ta perante o juízo da comarca corresponden- nas de amortecimento, assinale a alterna-
te ao território do Município do Tudo Pode tiva correta com base na Resolução CO-
Castas Vencerão, que tem competência ter- NAMA n. 428/2010.
ritorial para processar e julgar a causa. (A) A autorização de que trata esta Resolução
(B) O cidadão tem legitimidade para a propositu- deverá ser solicitada ao órgão ambiental li-
ra de ação civil pública com o mesmo objeto. cenciador, antes da emissão da primeira li-
(C) A propositura de ação civil pública por um cença prevista, pelo órgão responsável pela
dos legitimados impede o ingresso dos de- administração da UC que se manifestará
mais na qualidade de litisconsortes. conclusivamente após avaliação dos estu-
(D) Na referida demanda, admitir-se-á o litiscon- dos ambientais exigidos dentro do procedi-
sórcio facultativo entre os Ministérios Públi- mento de licenciamento ambiental, no prazo
cos Estadual e da União. de até 30 dias, a partir do recebimento da
(E) Em caso de abandono de ação civil pública solicitação.
por um dos legitimados, apenas o Ministério (B) A autorização de que trata esta Resolução
Público tem legitimidade para assumir a titu- deverá ser solicitada pelo órgão ambiental
laridade ativa. licenciador, no prazo máximo de 30 dias,
contados a partir do aceite do EIA/RIMA.
(C) O órgão ambiental licenciador deverá, an-
tes de emitir os termos de referência do EIA/
RIMA, consultar formalmente o órgão respon-
sável pela administração da UC quanto à ne-
cessidade e ao conteúdo exigido de estudos
específicos relativos a impactos do empre-
endimento na UC e na respectiva ZA, o qual
se manifestará no prazo máximo de 30 dias
úteis, contados do recebimento da consulta.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 17


(D) Caso o empreendimento de significativo im- 60. Assinale a alternativa que não contempla
pacto ambiental afete duas ou mais UCs de uma finalidade do Instituto Chico Mendes.
domínios distintos, caberá ao órgão licencia- (A) Executar ações da política nacional de uni-
dor consolidar as manifestações dos órgãos dades de conservação da natureza, refe-
responsáveis pela administração das res- rentes às atribuições federais relativas à
pectivas UCs. proposição, implantação, gestão, proteção,
(E) Os órgãos ambientais licenciadores fede- fiscalização e monitoramento das unidades
rais, estaduais e municipais poderão adotar de conservação instituídas pela União.
normas complementares, observadas as re- (B) Executar as políticas relativas ao uso sus-
gras gerais desta Resolução. tentável dos recursos naturais renováveis
e ao apoio ao extrativismo e às populações
59. Com relação à estruturação do Sistema tradicionais nas unidades de conservação
Nacional do Meio Ambiente – SISNAMA, de uso sustentável instituídas pela União.
assinale a alternativa correta. (C) Fomentar e executar programas de pesqui-
(A) Órgão central: Conselho de Governo, com sa, proteção, preservação e conservação da
a função de assessorar o Presidente da Re- biodiversidade e de educação ambiental.
pública na formulação da política nacional e (D) Exercer o poder de polícia ambiental para a
nas diretrizes governamentais para o meio proteção das unidades de conservação ins-
ambiente e os recursos ambientais. tituídas pela União.
(B) Órgão consultivo e deliberativo: o Conse- (E) Promover e executar, com exclusividade,
lho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), programas recreacionais, de uso público e
com a finalidade de assessorar, estudar e de ecoturismo nas unidades de conserva-
propor ao órgão central, diretrizes de polí- ção, onde estas atividades sejam permitidas.
ticas governamentais para o meio ambiente
e os recursos naturais e deliberar, no âm-
bito de sua competência, sobre normas e
padrões compatíveis com o meio ambiente
ecologicamente equilibrado e essencial à
sadia qualidade de vida.
(C) Órgão superior: Secretaria do Meio Am-
biente da Presidência da República, com
a finalidade de planejar, coordenar, super-
visionar e controlar, como órgão federal, a
política nacional e as diretrizes governamen-
tais fixadas para o meio ambiente.
(D) Órgãos executores: o Instituto Brasileiro
do Meio Ambiente e dos Recursos Natu-
rais Renováveis – IBAMA e o Instituto Chico
Mendes de Conservação da Biodiversidade
– Instituto Chico Mendes, com a finalidade
de executar e fazer executar a política e as
diretrizes governamentais fixadas para o
meio ambiente, de acordo com as respecti-
vas competências.
(E) Órgãos locais: os órgãos ou entidades
estaduais responsáveis pela execução de
programas, projetos e pelo controle e fiscali-
zação de atividades capazes de provocar a
degradação ambiental.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 18


DIREITOS HUMANOS 64. O direito de acesso aos meios de comu-
THIAGO MEDEIROS nicação corresponde à seguinte geração
de direitos humanos:
61. Assinale a alternativa que corresponde à (A) Primeira geração.
teoria que fundamenta os direitos huma- (B) Segunda geração.
nos em uma ordem universal, imutável e (C) Terceira geração.
inviolável: (D) Quarta geração.
(A) Teoria Moralista. (E) Quinta geração.
(B) Teoria Juspositivista.
(C) Teoria Jusnaturalista. 65. Assinale a alternativa que corresponde
(D) Teoria de Perelman. ao significado da terminologia “Direitos
(E) Teoria Pós-positivista. do Homem”.
(A) São direitos positivados na ordem interna-
62. A Declaração Universal dos Direitos Hu- cional por meio de Tratados Internacionais.
manos foi proclamada pela Assembleia- (B) São direitos positivados na ordem interna-
-Geral das Nações Unidas em Paris, em cional e interna.
10 de dezembro de 1948, por meio da Re- (C) São direitos positivados na ordem interna
solução 217-A da Assembleia-Geral como por meio das cartas constitucionais.
uma norma comum a ser alcançada por (D) São direitos que não se encontram positiva-
todos os povos e nações. Ela estabelece, dos nas cartas constitucionais nem nos Tra-
pela primeira vez, a proteção universal tados Internacionais.
dos direitos humanos. Assinale a alterna- (E) São direitos previstos exclusivamente para
tiva que está de acordo com a Declaração. pessoas do gênero masculino.
(A) Homens e mulheres são iguais em direitos e
obrigações. LEGISLAÇÃO ESPECIAL
(B) É livre a manifestação do pensamento, sen- DIEGO HENRIQUE
do vedado o anonimato.
(C) A propriedade atenderá a sua função social. 66. A respeito da Lei n. 12.830/2013, assinale
(D) Ninguém será arbitrariamente privado de a alternativa correta a respeito do indicia-
sua propriedade. mento, apontando a(s) autoridade(s) que
(E) Ninguém será privado da liberdade ou de pode(m) indiciar ou determinar o indicia-
seus bens sem o devido processo legal. mento em inquérito policial:

63. Leia com atenção o texto a seguir e, em I – Delegado de Polícia


seguida, assinale a alternativa que cor- II – Ministério Público
responde às características dos Direitos III – Juiz Estadual
Humanos abordadas no excerto. IV – Juiz Federal
V – Assistente da acusação
“os direitos humanos não são objeto de comér-
cio e, portanto, não podem ser negociados ou Estão corretas:
transferidos. A dignidade da pessoa humana não (A) I, apenas.
pode ser vendida...” (B) I, II, III e IV, apenas.
(C) I, II e III, apenas.
(A) Universalidade. (D) I, II, III e V, apenas.
(B) Prescritibilidade. (E) I, II, III, IV e V.
(C) Historicidade.
(D) Imprescritibilidade.
(E) Inalienabilidade.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 19


67. Assinale a alternativa incorreta a respei- 70. A lei de abuso de autoridade trouxe hipó-
to dos requisitos para que os integrantes tese de crime em razão do cumprimento
do quadro efetivo de agentes e guardas de mandado de busca domiciliar após
prisionais possam portar arma de fogo de determinado horário. Segundo a lei, co-
propriedade particular ou fornecida pela meterá crime de abuso de autoridade o
respectiva corporação ou instituição, agente que cumprir mandado de busca
mesmo fora de serviço. domiciliar após
(A) Submetidos a regime de dedicação exclusiva. (A) as 6 h.
(B) População local com mais de 500 mil habi- (B) as 8 h.
tantes. (C) as 18 h.
(C) Sujeitos à formação funcional, nos termos (D) as 21 h.
do regulamento. (E) as 7 h.
(D) Subordinados a mecanismos de fiscalização.
(E) Subordinados a mecanismos de controle in- CRIMINOLOGIA
terno. RAFAEL CATUNDA

68. Praticar, induzir ou incitar a discrimina- 71. Com base no conceito, no objeto, nas ca-
ção ou preconceito de raça, cor, etnia, racterísticas e no método da Criminolo-
religião ou procedência nacional é crime gia, julgue as alternativas a seguir, assi-
previsto na lei de racismo. Se praticado nalando a opção CORRETA.
por meio de comunicação social: (A) A criminologia é uma ciência que se configu-
(A) não se admite o sursis processual. rou como sendo um ramo do direito que se
(B) será considerado hediondo. ocupa do estudo das causas da criminalidade.
(C) será considerado equiparado a hediondo. (B) Uma das principais características da crimi-
(D) será punido com prisão perpétua. nologia é a multidisciplinariedade.
(E) será punido com pena de detenção. (C) A Criminologia, atualmente, tem como mé-
todo a dedução, caracterizada pela Escola
69. A respeito da Lei Maria da Penha, assina- Positivista, que abandonou o método induti-
le a alternativa incorreta. vo empregado pela Escola Clássica.
(A) A suspensão condicional do processo não (D) A Criminologia é uma ciência empírica (ba-
se aplica na hipótese de delitos sujeitos ao seada na observação e na experiência) e in-
rito da Lei Maria da Penha. terdisciplinar, que tem por objeto de análise
(B) A transação penal não se aplica na hipótese de o crime, a personalidade do autor do com-
delitos sujeitos ao rito da Lei Maria da Penha. portamento delitivo, a vítima e o controle so-
(C) A prática de crime ou contravenção penal cial das condutas criminosas.
contra a mulher com violência ou grave (E) A Criminologia é uma ciência do dever ser,
ameaça no ambiente doméstico impossibili- empírica e experimental, que se utiliza de
ta a substituição da pena privativa de liber- métodos biológicos e sociológicos.
dade por restritiva de direitos.
(D) É aplicável o princípio da insignificância nos
crimes ou contravenções penais praticados
contra a mulher no âmbito das relações do-
mésticas, a depender do caso concreto.
(E) Para a configuração da violência domésti-
ca e familiar prevista no artigo 5º da Lei n.
11.340/2006, não se exige a coabitação en-
tre autor e vítima.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 20


72. Acerca da evolução história da Crimino- 74. Acerca da Mídia e Criminalidade e dos
logia, assinale a alternativa CORRETA. Crimes de Colarinho Branco, analise as
(A) A Escola Clássica enxergava o criminoso assertivas a seguir e assinale a alternati-
como uma espécie de doente e justamente va INCORRETA.
por essa razão a pena era entendida como (A) A mídia emerge como grande impulsionado-
um meio de defesa social. ra da seletividade penal. É aceita pelo senso
(B) Cesare Lombroso é considerado um dos comum, difundindo a crença da prisão como
principais nomes da Escola Positivista devi- principal instrumento para o estabelecimen-
do ao trabalho empírico e indutivo emprega- to da ordem e da segurança pública.
do na sua obra “O Homem Deliquente”. (B) A mídia desempenha importante papel de
(C) A Escola Clássica sucedeu a Escola Positivis- mudança cultural e de construção social
ta, tendo aquela passado a revalorizar o papel do crime, posto que o público costuma se
da vítima na análise criminológica, o que ha- valer das informações por ela transmitidas,
via sido neutralizado pela Escola Positivista. concebendo uma imagem da criminalidade
(D) A Escola Clássica enxergava o delito com e modelando suas atitudes e opiniões com
um fato humano e social; já a Escola Po- base na percepção dessa mesma imagem.
sitivista via o desvio como uma infração ao (C) A mídia não exerce um controle social, ca-
pacto social. bendo essa função aos órgãos formais do
(E) São nomes marcantes da Escola Clássica: estado, ou aos informais, tais como família,
Cesare Bonesana (Marquês de Beccaria), escola, igreja etc.
Francesco Carrara e Enrico Ferri. (D) Os crimes do colarinho branco ganharam
atenção com base no estudo desenvolvido
73. Acerca do estudo da vítima e do proces- por Edwin Sutherland, criador da Teoria da
so de vitimização, assinale a alternati- Associação Diferencial.
va CORRETA. (E) Um ponto crítico em relação aos crimes de
(A) A vitimização terciária, também conhecida colarinho branco é que o custo financeiro
como sobrevitimização caracteriza-se por desse tipo de crime é provavelmente muito
ser causada pelas instâncias formais de maior do que aquele associado aos crimes
controle social, no decorrer do processo de comumente vistos como o problema da cri-
registro e apuração do crime, com o sofri- minalidade.
mento adicional causado pela dinâmica do
sistema de justiça criminal (inquérito policial
e processo penal).
(B) Segundo a classificação de Benjamim Mendel-
sohn, as vítimas que não têm qualquer influ-
ência na ocorrência do crime (ex.: infanticídio,
aborto, bala perdida) são classificadas como
vítima menos culpadas que os criminosos.
(C) Após a divulgação do crime, a tendência
das pessoas que rodeiam a vítima é de se
afastarem, principalmente quando se trata
de crimes sexuais, que são considerados
estigmatizantes. Esse é um exemplo de vi-
timização primária.
(D) Um grande marco para a vitimologia é o es-
tudo apresentado por Hans Von Henting, em
que questiona a posição passiva da vítima
na criminalidade.
(E) Vítimas que atingem um nível de provoca-
ção que acabam dando causa ao crime são
classificadas por Benjamim Mendelsohn
como “vítimas como únicas culpadas”.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 21


75. Analise as afirmativas a seguir sobre Ci- MEDICINA LEGAL
fras e suas Cores e assinale a alternativa PAULO ÊNIO
que corresponde a elas.
76. Entre os documentos médicos de im-
I – Expressão decorrente da Teoria da As- portância forense estão os laudos
sociação Diferencial (Edwin Sutherland). periciais. São consideradas partes
Crimes cometidos por indivíduos com integrantes de um laudo de perícia médi-
elevado status social. O termo faz refe- co-legal, EXCETO:
rência aos colarinhos brancos utilizados (A) Preâmbulo.
nas vestimentas desses atores (Terno e (B) Depoimento oral.
gravata). (C) Histórico.
II – Diz respeito aos crimes cometidos por (D) Respostas aos quesitos.
indivíduos com elevado status social (E) Discussão.
que não são apuradas pelo Estado.
III – São crimes cometidos por indivíduos 77. Um cadáver examinado no Instituto de
economicamente menos favorecidos. Medicina Legal apresentou uma ferida
IV – São os crimes praticados com abuso po- perfuroincisa, sangrante, com 5 cm de
licial contra indivíduos da sociedade que comprimento, de formato semelhante a
acabam deixando de registrar os fatos uma casa de botão, com uma extremida-
delitivos por medo de represália policial. de angular e outra arredondada. Entre os
V – São os crimes registrados nas delegacias, instrumentos potencialmente lesivos das
mas que ali mesmo encontram solução. alternativas seguintes, o mais provável
para a produção da lesão descrita é
(A) machado.
(A) I – Cifra Negra; II – Crimes de Colarinho
(B) enxada.
Branco; III – Cifra Cinza; IV – Cifra Dourada;
(C) faca de gume único.
V – Cifra Amarela.
(D) faca de dois gumes.
(B) I – Crimes de Colarinho Branco; II – Crimes
(E) projétil expelido por arma de fogo.
de Colarinho Azul; III – Cifras Douradas; IV –
Cifra Amarela; V – Cifra Cinza.
78. Um cadáver examinado no Instituto de
(C) I – Crimes de Colarinho Branco; II – Crimes
de Colarinho Azul; III – Cifras Douradas; IV – Medicina Legal apresentou na pele man-
Cifra Cinza; V – Cifra Amarela. chas escurecidas no formato do contorno
(D) I – Crimes de Colarinho Branco; II – Cifras vascular, produzidas a partir da formação
Douradas; III – Crimes de Colarinho Azul; IV de gases, que impeliram os vasos para as
– Cifra Amarela; V – Cifra Cinza. proximidades da superfície da pele. Tal
(E) nda. fenômeno é denominado, em Medicina
Legal, como
(A) Circulação Póstuma de Brouardel.
(B) Sinal de Nystem-Sommer.
(C) Câmara de Mina de Hoffmann.
(D) Sinal de Bonnet.
(E) Marca de Jellinek.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 22


79. São características típicas do sulco na
região cervical do cadáver vítima de en-
forcamento:
(A) oblíquo, não interrompido, profundo, acima
do osso hioide.
(B) horizontal, não interrompido, pouco profun-
do, abaixo do osso hioide.
(C) oblíquo, interrompido, pouco profundo, abai-
xo do osso hioide.
(D) horizontal, interrompido, profundo, acima do
osso hioide.
(E) oblíquo, interrompido, profundo, acima do
osso hioide.

80. São consideradas drogas estimulantes


do Sistema Nervoso Central:
(A) morfina e heroína.
(B) maconha e ácido lisérgico.
(C) cocaína e ecstasy.
(D) morfina e maconha.
(E) heroína e cocaína.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 23


 SIMULADO PREPARATÓRIO PARA CONCURSO PÚBLICO
 POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ

 DELEGADO

Gabarito

Delegado
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25
E C D D B B D C C D A E C B A D E D E A A E D E E

26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50
D D A E E D A B C B E A E A A B C B E B B A E B D

51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75
D D C B D A C D D E C D E C D A B A D D D B D C D

76 77 78 79 80
B C A E C
4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 25
LÍNGUA PORTUGUESA  Paulo Chapchap, diretor-geral e CEO do
LUCAS LEMOS 50 Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, um dos
centros de medicina mais desenvolvidos do
1 Em 1960, a expectativa de vida do bra- País, destaca a importância do diagnóstico
sileiro era de 48 anos. Hoje, quase sessenta precoce do câncer de mama, que pode passar
anos depois, alcança os 75 anos, de acordo por até quatro estágisos. O diagnóstico na fase
com dados do Instituto Brasileiro de Geografia 55 um garante 95% de cura. Já no quarto está-
5 e Estatística (IBGE). Se, por um lado, a longe- gio, o número se inverte: a taxa de mortali-
vidade é sinal de evolução social e econômica, dade é de 95%. Daí o valor da tecnologia para
por outro, ela demanda mais investimentos a medicina. “O ganho humanitário do uso das
na área de saúde, já que há necessidade de diversas tecnologias aplicadas à medicina é
maior assistência durante o envelhecimento. 60 indiscutível, mas vivemos o risco de uma
10 Assim, um importante desafio da medi- medicina cada vez melhor para cada vez
cina é garantir não apenas que a popu- menos pessoas. Este é o desafio que temos
lação viva mais, mas também que viva de enfrentar: uma melhor gestão para aumen-
melhor. Tendo em vista o grande desa- tar o acesso de grande parte da população à
fio para os próximos anos, a medicina volta 65 tecnologia que transforma”, afirma Chapchap
15 seu olhar para a tecnologia, uma das áreas acerca da necessidade de popularizar o acesso
em que pode encontrar um apoio efetivo. aos tratamentos médicos mais modernos.
 Carlos Alberto Goulart, presidente-exe-
<https://oglobo.globo.com> (com adaptações)
cutivo da Associação Brasileira da Indústria
de Alta Tecnologia de Produtos de Saúde,
1. Em relação ao texto, assinale a opção
20 considera que o uso eficiente da tecnolo-
incorreta.
gia na área da saúde pode ajudar a reduzir
(A) O texto, estruturado em forma dissertativa,
custos em todo o setor, além de promover
trata da importância do uso da tecnologia
diagnósticos precoces e tratamentos mais
aplicada à medicina.
acertados. “A tecnologia é um elemento de
(B) Depreende-se que o aumento da expecta-
25 sustentabilidade, porque gera maior efi-
tiva de vida da população brasileira requer
ciência no atendimento médico e redu-
que o País invista mais na área da saúde.
ção de custos, além de ser vetor de desen-
(C) A oração “já que há necessidade de maior
volvimento econômico”, afirma Goulart.
assistência durante o envelhecimento” (ls.
 Um bom exemplo do uso ativo de novas
8-9) expressa, em relação à oração antece-
30 tecnologias na medicina é o monitoramento
dente, circunstância de causa.
remoto de pacientes. Entre outras vanta-
(D) O sinal de dois-pontos empregado após “en-
gens, esse recurso diminui o tempo de inter-
frentar” (l. 63) introduz um comentário que
nação e a necessidade de retorno frequente
explica a afirmação anterior.
ao hospital, o que promove mais conforto
(E) Na linha 4, o pronome pessoal “ela” está em-
35 ao paciente. Além disso, amplia a capaci-
pregado em referência à “evolução social e
dade de atendimento do estabelecimento.
econômica”.
 De acordo com o presidente da Aliança
Brasileira da Indústria Inovadora em Saú-
Letra e.
de, há mais de quinhentas mil tecnologias
Em “Se, por um lado, a longevidade é sinal de
40 médicas diferentes em uso atualmente, entre
evolução social e econômica, por outro, ela de-
exames laboratoriais e tratamento de vários
manda mais investimentos na área de saúde,
tipos de câncer por meio da biologia mole-
cular. Segundo ele, novas áreas de conheci- já que há necessidade de maior assistência du-
mento, como a genômica, a farmacogenômica rante o envelhecimento”, o pronome “ela” faz re-
45 e a farmacogenética, identificam a propen- ferência ao termo “longevidade”. Sendo assim,
são para determinadas doenças e permitem a letra E está incorreta.
a personalização da medicina, tornando a
despesa pública com saúde mais eficiente.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 26


2. Em “Além disso, amplia a capacidade de 5. No trecho “O ganho humanitário do uso
atendimento do estabelecimento.” (ls. 35- das diversas tecnologias aplicadas à me-
36), a expressão em destaque poderia ser dicina é indiscutível” (ls. 58-59), o sinal
substituída adequadamente por indicativo de crase é
(A) Para isso (A) opcional, pois ocorre diante um pronome.
(B) Com isso (B) obrigatório, porque indica a fusão de uma
(C) Ademais preposição com um artigo.
(D) Mesmo assim (C) proibido, pois não há a possibilidade do sinal
(E) Até isso diante de palavras masculinas.
(D) obrigatório, pois indica a fusão de preposi-
Letra c. ção com pronome.
Em “Além disso, amplia a capacidade de atendi- (E) obrigatório, pois se trata de um acento fixo.
mento do estabelecimento.”, a expressão “Além
disso” indica uma ideia de adição assim como o Letra b.
vocábulo “Ademais” na alternativa C. No trecho “O ganho humanitário do uso das di-
versas tecnologias aplicadas à medicina é indis-
cutível”, o acento grave é obrigatório, pois marca
3. Em “Em 1960, a expectativa de vida do
a fusão da preposição “a” exigida pelo vocábulo
brasileiro era de 48 anos.” (l. 1), o verbo
“aplicadas” com o artigo “a” que acompanha o
em destaque substantivo “medicina”. Por isso, a alternativa B
(A) indica uma sugestão para uma possível
é a resposta correta.
ação.
(B) indica que uma ação foi concretizada.
NOÇÕES DE INFORMÁTICA
(C) indica a certeza de um fato prestes a acontecer.
JÓSIS ALVES
(D) está no pretérito imperfeito do indicativo.
(E) não indica qualquer ação, pois é verbo de
estado. 6. Em uma rede com switch temos uma to-
pologia física em
(A) Barra.
Letra d.
(B) Estrela.
A forma verbal “era” está no pretérito imperfeito
(C) Anel.
e indica uma ação habitual. Por isso, a letra D
(D) Malha.
está correta.
(E) Árvore.

4. Em “há necessidade” (l. 8), o sujei-


Letra b.
to da forma verbal destacada é classi-
A topologia física é o layout da rede, como os
ficado como
cabos conectam os equipamentos. Quando te-
(A) simples.
mos switches temos uma topologia em estrela.
(B) indeterminado.
(C) elíptico.
7. O modelo OSI é um modelo de referência
(D) inexistente.
para construção de outras arquiteturas
(E) oculto.
de rede. O número de camadas que cons-
tituem esse modelo é igual a:
Letra d.
(A) 4
No trecho “há necessidade”, o verbo haver é
(B) 5
impessoal, pois está empregado com o sentido
(C) 6
existencial. Com verbos impessoais, o sujeito é (D) 7
considerado inexistente. Portanto, a alternativa (E) 10
correta é a letra D.
Letra d.
As 7 camadas são, de baixo para cima, camada
física, enlace, rede, transporte, sessão, apre-
sentação e aplicação.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 27


CONHECIMENTOS SOBRE O 9. A Serra dos Carajás possui um dos maio-
ESTADO DO PARÁ res projetos mineralógicos do planeta
JÚLIO SANTOS que se encontra na porção sudeste do
estado do Pará. É um projeto responsá-
8. A Lei Kandir foi criada por um ex-depu- vel por dar suporte a grande parte da eco-
tado federal Antônio Kandir (PSDB). Ele nomia do estado com intensa extração
teve uma história política marcada por de ferro, manganês, metais preciosos en-
dois mandatos como deputado federal tre outros.
entre 1995 e 2003 e exerceu o cargo de Tendo como referência a região do grande
Ministro de Estado do Planejamento e Or- Carajás, indique a assertiva correta.
çamento, de 4 de junho de 1996 a 1º de (A) A Ferrovia de Carajás é responsável pelo
abril de 1998. escoamento dos minérios da Serra em di-
A respeito da Lei Kandir e suas repercus- reção ao mercado europeu, chinês e norte-
sões, indique a assertiva correta. -americano, utilizando principalmente o Por-
(A) A Lei Kandir dispõe sobre os impostos dos to de Suape, localizado em Pernambuco.
estados, dos municípios e do Distrito Fede- (B) O projeto Carajás é caracterizado pelo de-
ral nas operações relativas à circulação de senvolvimento de uma pecuária intensiva
mercadorias e serviços (ICMS). voltada ao mercado nacional.
(B) O imposto incide sobre operações e presta- (C) A usina de Tucuruí é a responsável pelo for-
ções que se destinem ao exterior, inclusive necimento de energia ao projeto Carajás,
produtos primários (in natura/commodities) sendo considerada a terceira maior hidroe-
e industrializados, semielaborados ou servi- létrica do país.
ços. A Lei Kandir é voltada à exportação. (D) O Porto do Itaqui é o segundo principal pon-
(C) A lei foi mais prejudicial aos estados que têm base to de escoamento mineralógico de Carajás,
econômica primária como é o caso do Pará. somente atrás do Porto de Suape, em Per-
(D) A lei define que os estados passam a dividir nambuco.
com a União os impostos arrecadados com a (E) A Serra dos Carajás situa-se no município de
exportação de produtos primários e produtos Marabá, na bacia do Rio Itacaiúnas, caracte-
industrializados semielaborados ou serviços. rizando-se por uma intensa extração de fer-
(E) Ao taxar os produtos primários, a lei afetou ro, urânio e principalmente carvão mineral.
severamente a economia paraense, pois di-
ficulta a exportação. Letra c.
a) A Ferrovia de Carajás é responsável pelo es-
Letra c. coamento dos minérios da Serra em direção ao
a) A Lei Kandir dispõe sobre os impostos dos esta- mercado europeu, chinês e norte-americano,
dos e do Distrito Federal nas operações relativas utilizando também o Porto do Itaqui (MA).
à circulação de mercadorias e serviços (ICMS). b) O projeto Carajás é caracterizado pelo de-
b) O imposto não incide sobre operações e senvolvimento de uma pecuária extensiva vol-
prestações que se destinem ao exterior, inclu- tada ao mercado local.
sive produtos primários (in natura/commodities) c) A usina de Tucuruí é a responsável pelo for-
e industrializados, semielaborados ou serviços. necimento de energia ao projeto Carajás.
A Lei Kandir estimula, portanto, a exportação. d) O Porto do Itaqui é o principal ponto de esco-
c) A lei foi mais prejudicial aos estados que têm amento mineralógico de Carajás.
base econômica primária como é o caso do Pará. e) A Serra dos Carajás situa-se no município de
d) A lei define que os estados e o Distrito Fede- Marabá, na bacia do Rio Itacaiúnas, a 550 km
ral serão isentos de impostos voltados à expor- de Belém e tem como uma de suas principais
tação de produtos primários e produtos indus- características a intensa extração de ferro e urâ-
trializados semielaborados ou serviços. nio. O Pará é pobre em carvão mineral. Já os
e) Ao não taxar os produtos primários, a lei afe- estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande
tou severamente a economia do mercado para- do Sul e São Paulo possuem as principais re-
ense, pois estimula a exportação. servas de carvão mineral do território brasileiro.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 28


DIREITO ADMINISTRATIVO 11. O policial civil terá as seguintes gratifica-
RAFAEL DE OLIVEIRA ções, de acordo com a Lei Complementar
n. 022/1994, que estabelece normas de
10. Acerca do controle da Administração Pú- organização, competências, garantias,
blica, assinale a alternativa correta. direitos e deveres da Polícia Civil do Es-
tado do Pará, salvo:
I – O controle legislativo ou parlamentar (A) Gratificação de Risco de Vida – integral.
divide-se em controle político e controle (B) Gratificação de Dedicação Exclusiva – 70%
financeiro. (setenta por cento).
II – O controle legislativo político se limita (C) Gratificação de Polícia Judiciária – de 40 a
às questões de legalidade dos atos ad- 100% (de quarenta a cem por cento).
ministrativos. (D) Gratificação de Tempo Integral – 70% (se-
III – Para a apuração de irregularidades, o
tenta por cento).
(E) Gratificação de Desempenho – de 20 a 100
Poder Legislativo dispõe das Comissões
% (de vinte a cem por cento).
Parlamentares de Inquérito.
IV – É vedado ao Poder Legislativo a fiscali-
Letra a.
zação contábil, financeira e orçamentária
A letra A está incorreta e já apresenta o gabarito
sobre os atos de todas as pessoas que
da questão. De acordo com o inciso I, do artigo
administrem bens ou dinheiros públicos.
69, Gratificação de Risco de Vida varia entre 50
a 100% (de cinquenta a cem por cento) e não é
(A) Apenas os itens I, II e IV estão corretos.
integral, como erroneamente informado pela as-
(B) Todos os itens estão corretos.
sertiva. As demais alternativas estão corretas,
(C) Apenas os itens II, III e IV estão corretos.
conforme os incisos II a V do mencionado artigo.
(D) Apenas os itens I e III estão corretos.
(E) Nenhum item está correto. 12. Sobre o Regime Jurídico Único dos Servi-
dores Públicos do Estado do Pará – Lei n.
Letra d. 5.810/1994, assinale a alternativa correta.
O item I está correto, sendo o controle político (A) Os portadores de deficiência, às suas ex-
exercido de forma direta pelo Congresso Nacio- pensas, estipularão as condições para a
nal, seus órgãos e casas. Já no que se refere ao participação em concurso de provas ou de
aspecto financeiro, é exercido pelo Congresso provas e títulos.
Nacional, mediante assistência do Tribunal de (B) Às pessoas portadoras de deficiência é as-
Contas da União. segurado o direito de inscrever-se em con-
O item II está incorreto, pois o Controle Legisla- curso público para provimento de qualquer
tivo tem forte índole política, e não se limita às cargo, ainda que não seja de atribuições
questões de legalidade dos atos administrati- compatíveis com a deficiência de que são
vos, podendo incidir sobre questões de mérito, portadoras, às quais serão reservadas até
conforme as definições da Constituição Federal, 10% (de por cento), das vagas oferecidas
casos em que atua com discricionariedade, com no concurso.
poderes inclusive para convocar titulares de Mi- (C) Os candidatos com deficiência aprovados e
nistérios (art. 50 da CF) por pedidos escritos, incluídos na lista reservada aos deficientes
para que prestem informações ao Legislativo. serão todos chamados e convocados priori-
O item III está correto, conforme o § 3º do artigo tariamente a todos candidatos chamados da
58 da CF, que dispõe acerca das CPIs. lista geral até preenchimento do percentual
O item IV, por fim, está incorreto, visto que não é reservado às pessoas com deficiência no
vedado, ao contrário, o Poder Legislativo ainda edital do concurso.
tem competência para a fiscalização contábil, fi- (D) Poderá, por interesse público, ocorrer a pu-
nanceira e orçamentária sobre os atos de todas blicação de Edital, na vigência do prazo de
as pessoas que administrem bens ou dinheiros validade de concurso anterior, para o mes-
públicos, além do apoio do Tribunal de Contas. mo cargo, mesmo se ainda houver candidato
Portanto, apenas os itens I e III estão corretos. aprovado e não convocado para a investidura.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 29


(E) A instrumentação e execução dos concursos 13. De acordo com a Lei n. 8.666/1993, assi-
serão centralizadas na Secretaria de Estado nale a alternativa correta.
de Administração, no âmbito do Poder Exe-
cutivo, e nos órgãos competentes dos Po- I – Ainda que realizada tempestivamente pelo
deres Legislativo e Judiciário, do Ministério licitante, a impugnação o impede de parti-
Público, e dos Tribunais de Conta. cipar do processo licitatório pertinente.
II – A inabilitação do licitante permite que ele
Letra e. participe das fases subsequentes, desde
A letra A está incorreta, pois, de acordo com que não haja prejuízo para o certame.
o artigo 15, “a Administração proporcionará III – Nas concorrências de âmbito interna-
aos portadores de deficiência, condições para a cional, o edital será sempre realizado na
participação em concurso de provas ou de pro- moeda de circulação nacional.
vas e títulos”. IV – O pagamento feito ao licitante brasileiro
A letra B é igualmente inverídica, uma vez que, eventualmente contratado em virtude da
de acordo com o parágrafo único do mesmo arti- licitação de que trata o parágrafo ante-
go, “Às pessoas portadoras de deficiência é as- rior será efetuado em moeda estrangeira
segurado o direito de inscrever-se em concurso de maior valorização, à taxa de câmbio
público para provimento de cargo cujas atribui- vigente no último dia do ano do efetivo
ções sejam compatíveis com a deficiência de pagamento.
que são portadoras, às quais serão reservadas
até 20% (vinte por cento) das vagas oferecidas (A) Três itens estão corretos.
no concurso”. (B) Todos os itens estão corretos.
A letra C está igualmente errada, uma vez que, (C) Nenhum item está correto.
conforme o parágrafo único do artigo 14, “os (D) Apenas dois itens estão corretos.
candidatos com deficiência aprovados e inclu- (E) Apenas um item está correto.
ídos na lista reservada aos deficientes serão
chamados e convocados alternadamente a Letra c.
cada convocação de um dos candidatos cha- O item I está incorreto, conforme o § 3º do ar-
mados da lista geral até preenchimento do per- tigo 41, “a impugnação feita tempestivamente
centual reservado às pessoas com deficiência pelo licitante não o impedirá de participar do
no edital do concurso”. processo licitatório até o trânsito em julgado da
A letra D também está errada, pois, de acordo decisão a ela pertinente”.
com o inciso I do artigo 14, “não se publicará O item II está igualmente errado, pois, conforme
Edital, na vigência do prazo de validade de con- o § 4º do artigo 41, “a inabilitação do licitante
curso anterior, para o mesmo cargo, se ainda importa preclusão do seu direito de participar
houver candidato aprovado e não convocado das fases subsequentes”.
O item III também está errado, visto que, “nas
para a investidura, ou enquanto houver servidor
concorrências de âmbito internacional, o edi-
de igual categoria em disponibilidade”.
tal deverá ajustar-se às diretrizes da política
Por fim, a letra E está correta e é o gabarito
monetária e do comércio exterior e atender
da questão, inteligência do artigo 11 da men-
às exigências dos órgãos competentes.” Inteli-
cionada lei.
gência do artigo 42.
Por fim, o item IV também está incorreto, de
acordo com o § 2º do artigo 42, “o pagamen-
to feito ao licitante brasileiro eventualmente
contratado em virtude da licitação de que tra-
ta o parágrafo anterior será efetuado em moe-
da brasileira, à taxa de câmbio vigente no dia
útil imediatamente anterior à data do efetivo
pagamento”.
Portanto, nenhum item está correto.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 30


14. Acerca das normas constantes na Lei 15. Acerca da Lei Estadual n. 6.474/2002 (pre-
n. 8.972/2020 (Processo Administrativo gão), assinale a alternativa correta.
no Âmbito da Administração Pública do
Estado do Pará), assinale a alternativa I – As normas que disciplinam a licitação
incorreta. serão sempre interpretadas em favor da
(A) O recurso interpõe-se por meio de requeri- ampliação da disputa entre os interes-
mento no qual o recorrente deverá expor os sados, desde que não comprometam o
fundamentos do pedido de reexame, poden- interesse público, a finalidade e a segu-
rança da contratação.
do juntar os documentos que julgar conve-
II – Aplicam-se ao pregão princípios pró-
nientes.
prios, e, portanto, diferentes dos princí-
(B) Salvo disposição legal em contrário, o recur-
pios aplicados às demais modalidades
so terá efeito suspensivo. de licitação.
(C) Havendo relevante fundamento e justo re- III – A licitação na modalidade de pregão apli-
ceio de prejuízo de difícil ou incerta repara- ca-se somente às contratações de obras
ção decorrente da execução, a autoridade e serviços de engenharia, bem como
recorrida ou a imediatamente superior pode- às locações imobiliárias e alienações
rá, de ofício ou a pedido, dar efeito suspen- em geral cujo valor não ultrapasse 500
sivo ao recurso. (quinhentos) salários-mínimos vigente à
(D) Requerida fundamentadamente a conces- época do processo.
são de efeito suspensivo, a autoridade re- IV – Com vistas a assegurar um maior nú-
corrida ou a imediatamente superior apre- mero de ofertas, os editais poderão ad-
mitir a possibilidade de saneamento de
ciará o pedido no prazo de cinco dias úteis,
falhas, de complementação de insufici-
contados do recebimento do processo pela
ências ou ainda de correções de caráter
autoridade competente. notadamente formal no curso do proce-
(E) Interposto o recurso, o órgão competente dimento, desde que o proponente possa
para dele conhecer deverá intimar os de- satisfazer as exigências dentro do prazo
mais interessados para que, no prazo de fixado no instrumento convocatório.
dez dias úteis, apresentem alegações.
(A) Apenas os itens I e IV estão corretos.
Letra b. (B) Todos os itens estão corretos.
A letra A está correta, conforme o artigo 74 da lei. (C) Apenas os itens II, III e IV estão corretos.
A letra B está incorreta, visto que, de acordo com (D) Apenas os itens I e III estão corretos.
o artigo 75, “salvo disposição legal em contrá- (E) Nenhum item está correto.
rio, o recurso não tem efeito suspensivo”. Por-
tanto, o efeito suspensivo do recurso é exceção Letra a.
e não regra, como informando na assertiva. O item I está correto, conforme o § 1º do artigo
As demais alternativas estão corretas, conforme 3º da lei.
os §§ 1º e 2º dos artigos 75 e 76 da mencionada O item II está incorreto, visto que, de acordo
legislação. com o artigo 3º, caput, “aplicam-se ao pregão
os mesmos princípios que regem as demais
modalidades de licitação”.
O item III está incorreto, sendo o contrário do
informado, pois, conforme o artigo 4º, a licita-
ção na modalidade de pregão não se aplica às
contratações de obras e serviços de engenha-
ria, bem como às locações imobiliárias e aliena-
ções em geral, que serão regidas pela legisla-
ção correlata.
Por fim, o item IV está correto, conforme o § 2º
do artigo 3º da lei.
Portanto, apenas os itens I e IV estão corretos.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 31


16. Acerca do Decreto Estadual n. 2.069/2006, 17. Conforme entendimento doutrinário e
que dispõe sobre pregão eletrônico, assi- jurisprudencial, assinale a alternativa
nale a alternativa incorreta. incorreta.
(A) O pregão, na forma eletrônica, como mo- (A) De acordo com o STF, as fundações públi-
dalidade de licitação do tipo menor preço, cas podem possuir personalidade jurídica de
realizar-se-á quando a disputa pelo forneci- direito público ou de direito privado, confor-
mento de bens ou serviços comuns for feita me definido pela lei instituidora.
à distância, em sessão pública, por meio de (B) Os órgãos públicos possuem personalidade
sistema que promova a comunicação pela judiciária.
internet. (C) A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil)
(B) Consideram-se bens e serviços comuns possui natureza jurídica de autarquia federal.
aqueles cujos padrões de desempenho e (D) Autarquias podem ser consideradas pesso-
qualidade possam ser objetivamente defini- as jurídicas de direito público interno, cria-
dos pelo edital, por meio de especificações das por lei específica, para prestação de
usuais do mercado. serviço público.
(C) Para o julgamento das propostas, serão fi- (E) Os órgãos públicos são centros de compe-
xados critérios objetivos que permitam aferir tência criados em uma nova pessoa jurídica
o menor preço, devendo ser considerados para o desempenho das funções estatais.
os prazos para a execução do contrato e do
fornecimento, as especificações técnicas, os Letra e.
parâmetros mínimos de desempenho e de A letra A está correta, pois significa que o legis-
qualidade, e as demais condições definidas lador pode optar por editar uma lei criando ou
no edital. autorizando a criação de uma fundação pública.
(D) O credenciamento dos pregoeiros perante O STF decidiu, em sede de repercussão geral
o provedor do sistema eletrônico será feito (RE 716378), a tese segundo a qual a qualifi-
concomitantemente ao pregão, sendo en- cação de uma fundação instituída pelo Estado
tregue, após o processo, a senha pessoal e como sujeita ao regime público ou privado de-
intransferível. pende do estatuto de sua criação ou autoriza-
(E) O pregão, na forma eletrônica, será condu- ção e das atividades por ela prestadas.
zido pelo órgão ou entidade promotora da A letra B está igualmente correta, visto que os
licitação. órgãos públicos representativos de poderes,
como por exemplo, os tribunais e as casas le-
Letra d. gislativas, podem defender, em juízo, as suas
A letra A está correta, conforme o caput do arti- prerrogativas constitucionais. Essa capacidade
go 2º da lei. processual extraordinária ou anômala é chama-
A letra B também está correta, de acordo como da de personalidade judiciária.
o artigo 2º, §1º, da lei. A letra C também está correta. De fato, a OAB
Certa também está a letra C, de acordo com o § (Ordem dos Advogados do Brasil) é considera-
2º do mesmo artigo. da uma autarquia sui generis, ou seja, trata-se
A letra D, contudo, está incorreta, pois, conforme de um serviço público independente, de catego-
o caput do artigo 3º, “deverão ser previamente ria ímpar no elenco das personalidades jurídi-
credenciados perante o provedor do sistema cas existentes no direito brasileiro.
eletrônico a autoridade competente do órgão ou A letra D também está correta, pois estabelece
entidade promotora da licitação, o pregoeiro, os uma definição correta das autarquias.
membros da equipe de apoio e os licitantes que Por fim, a letra E já se constata o erro, visto que
participam do pregão, na forma eletrônica”. nenhum órgão público possui personalidade
Por fim, a letra E está correta, conforme o § 4º jurídica própria, pois pertence à pessoa e não
do artigo 2º. tem vontade própria.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 32


DIREITO CONSTITUCIONAL 19. Assinale a opção incorreta em relação ao
RICARDO BLANCO entendimento do STF.
(A) Impossibilidade jurídica de CPI praticar atos
18. Assinale a opção correta. sobre os quais incida a cláusula constitucio-
(A) Segundo Fedinand Lassale, a Constituição nal da reserva de jurisdição, como a busca e
possui conteúdo formal e material. apreensão domiciliar.
(B) Para Hans Kelsen, a Constituição não passa (B) É jurisprudência pacífica desta Corte a pos-
de uma folha de papel escrito. sibilidade de o investigado, convocado para
(C) O poder constituinte originário é classificado depor perante CPI, permanecer em silêncio,
como limitado e condicionado. evitando-se a autoincriminação, além de ter
(D) Segundo o STF, não há direito adquirido em assegurado o direito de ser assistido por ad-
relação ao constituinte originário. vogado e de comunicar-se com este durante
(E) O poder constituinte derivado reformador de a sua inquirição.
emenda não possui limites circunstanciais. (C) O STF entende que a criação de CPIs é
prerrogativa de minorias parlamentares, que
Letra d. não podem ficar ao talante do plenário da
a) Errado. É o conceito político de Carl Schimt respectiva casa.
que reconhece normas formais e materiais. (D) É inconstitucional a norma de Constituição
b) Errado. Essa afirmação faz parte do conceito do Estado que, como pena cominada, carac-
sociológico de Ferdinand Lassale. terize como crimes de responsabilidade a au-
c) Errado. Ele é incondicionado e ilimitado. sência injustificada de secretário de Estado a
d) Certo. Por ser ilimitado, não existe direito ad- convocação da Assembleia Legislativa, bem
como o não atendimento, pelo governador,
quirido em relação ao constituinte originário.
secretário de estado ou titular de entidade da
e) Errado. Não se pode aprovar uma emenda
Administração Pública indireta, a pedido de
à Constituição durante estado de defesa, es-
informações da mesma Assembleia.
tado de sítio e intervenção federal (limites cir-
(E) São prescritíveis as ações de ressarcimento
cunstanciais).
ao erário fundadas na prática de ato doloso ti-
pificado na Lei de Improbidade Administrativa.

Letra e.
a) Certo. Impossibilidade jurídica de CPI praticar
atos sobre os quais incida a cláusula constitu-
cional da reserva de jurisdição, como a busca e
apreensão domiciliar (STF. Decisão monocráti-
ca. MS 33.663-MC/DF, rel. Min. Celso de Mello,
j. 19.06.2015).
b) Certo. É jurisprudência pacífica desta Corte
a possibilidade de o investigado, convocado
para depor perante CPI, permanecer em silên-
cio, evitando-se a autoincriminação, além de ter
assegurado o direito de ser assistido por advo-
gado e de comunicar-se com este durante a sua
inquirição (STF. Plenário. HC 100.200/DF, rel.
Min. Joaquim Barbosa, j. 27.08.2010).
c) Certo. O STF entende que a criação de CPIs
é prerrogativa de minorias parlamentares, que
não podem ficar ao talante do plenário da res-
pectiva casa. Ilustre-se: “A prerrogativa insti-
tucional de investigar, deferida ao Parlamento
(especialmente aos grupos minoritários que

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 33


atuam no âmbito dos corpos legislativos), não 20. Assinale a opção incorreta em relação ao
pode ser comprometida pelo bloco majoritário entendimento do STF.
existente no Congresso Nacional [...]”. Há um (A) O constituinte, ao erigir o CNMP como ór-
“poder constitucional de fiscalização e de inves- gão de controle interno do Ministério Públi-
tigação do comportamento dos órgãos, agentes co, atribuiu-lhe, expressamente, competên-
e instituições do Estado, notadamente daqueles cia revisional ampla, de sorte que não há
que se estruturam na esfera orgânica do Poder vinculação à aplicação da penalidade ou à
Executivo” (STF. Plenário. MS 24.831/DF, rel. gradação da sanção imputada pelo órgão
Min. Celso de Mello, j. 04.08.2006). correcional local.
d) Certo. É inconstitucional a norma de Cons- (B) Compete ao STF processar e julgar origina-
tituição do Estado que, como pena cominada, riamente ações propostas contra o CNJ e
caracterize como crimes de responsabilidade a contra o CNMP no exercício de suas ativi-
ausência injustificada de secretário de Estado dades-fim.
(C) É constitucional norma estadual que dispo-
a convocação da Assembleia Legislativa, bem
nha sobre a obrigação de as operadoras de
como o não atendimento, pelo governador, se-
telefonia móvel e fixa disponibilizarem, em
cretário de estado ou titular de entidade da Ad-
portal da “internet”, extrato detalhado das
ministração Pública indireta, a pedido de infor-
chamadas telefônicas e serviços utilizados
mações da mesma Assembleia. (ADI 3279/11)
na modalidade de planos “pré-pagos”.
e) Errado. São imprescritíveis as ações de res-
(D) É devida a conversão de férias não gozadas,
sarcimento ao erário fundadas na prática de ato
bem como outros direitos de natureza remu-
doloso tipificado na Lei de Improbidade Adminis-
neratória, em indenização pecuniária tão so-
trativa (STF – RE 852475). Para a decretação mente para aqueles que não mais possam
liminar de indisponibilidade de bens, na ação usufruir desses direitos, seja por conta do
autônoma em que se busca o ressarcimento de rompimento do vínculo com a Administração
suposto dano ao erário e não há imputação de Pública, seja pela inatividade, tendo em vis-
ato de Improbidade Administrativa, torna-se in- ta a vedação do enriquecimento sem causa.
dispensável a demonstração da probabilidade (E) A carreira de delegado de polícia não pode
do direito e o perigo de dano ou o risco ao resul- ser equiparada às carreiras jurídicas.
tado útil do processo, a teor do disposto no art.
300 do Código de Processo Civil. À míngua de Letra a.
provas de que os Agravantes estão dilapidan- a) Errado. O constituinte, ao erigir o CNMP como
do o patrimônio ou pretendem frustrar eventual órgão de controle externo do Ministério Público,
cumprimento de sentença, deve ser reformada atribuiu-lhe, expressamente, competência revi-
a decisão que autorizou o bloqueio de bens e sional ampla, de sorte que não há vinculação
valores dos Agravantes. à aplicação da penalidade ou à gradação da
sanção imputada pelo órgão correcional local
(CRFB/1988, art. 130-A, § 2º, IV). [MS 34.712
AgR, rel. min. Luiz Fux, j. 6-10-2017, 1ª T, DJE
de 25-10-2017.]
b) Certo. Compete ao STF processar e julgar
originariamente ações propostas contra o CNJ e
contra o CNMP no exercício de suas atividades-
-fim. A Constituição não discriminou quais ações
contra o CNJ e contra o CNMP seriam da alça-
da do STF, do que se extrai ter procurado fixar
atribuição mais ampla para a análise de tais de-
mandas. Essa leitura é corroborada pelo fato de
que, quando pretendeu restringir a competência
do Tribunal apenas às ações mandamentais, o

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 34


constituinte o fez de forma expressa. STF. Ple- 21. Assinale a opção incorreta em relação ao
nário. Pet 4770 AgR/DF, Rel. Min. Roberto Bar- entendimento do STF.
roso, julgado em 18/11/2020 (Info 1000) (A) Os prazos da licença adotante podem ser
c) Certo. É constitucional norma estadual que inferiores aos prazos da licença gestante, o
disponha sobre a obrigação de as operadoras mesmo valendo para as respectivas prorro-
de telefonia móvel e fixa disponibilizarem, em gações.
portal da “internet”, extrato detalhado das cha- (B) O  Plenário do Supremo Tribunal Federal
madas telefônicas e serviços utilizados na mo- (STF) declarou a inconstitucionalidade de
dalidade de planos “pré-pagos”. (ADI 5724/PI) normas das constituições da Bahia, do Rio
d) Certo. Repercussão geral da matéria reco- Grande do Sul e do Distrito Federal, respec-
nhecida, reafirmando-se jurisprudência desta tivamente, que previam a necessidade de
Corte no sentido de que é devida a conversão autorização prévia do Legislativo para ins-
de férias não gozadas, bem como outros direi- tauração de ação penal contra o governador
tos de natureza remuneratória, em indenização e determinavam seu afastamento automáti-
co a partir do recebimento da denúncia ou
pecuniária tão somente para aqueles que não
queixa-crime.
mais possam usufruir desses direitos, seja por
(C) É impenhorável a pequena propriedade rural
conta do rompimento do vínculo com a Adminis-
familiar constituída de mais de 01 (um) ter-
tração Pública, seja pela inatividade, tendo em
reno, desde que contínuos e com área total
vista a vedação do enriquecimento sem causa.
inferior a 04 (quatro) módulos fiscais do mu-
Foram opostos embargos de declaração, sob
nicípio de localização.
alegação da ocorrência de erro material, por-
(D) É constitucional a remarcação do teste de
quanto o Supremo Tribunal Federal não teria aptidão física de candidata que esteja grávi-
se manifestado quanto aos servidores da ativa. da à época de sua realização, independen-
(ARE 721001 RG-ED/RJ) temente da previsão expressa em edital do
e) Certo. A carreira de delegado de polícia não concurso público.
pode ser equiparada às carreiras jurídicas. O (E) A exigência constitucional de aviso prévio re-
entendimento foi firmado, por unanimidade, pe- lativamente ao direito de reunião é satisfeita
los ministros do Supremo Tribunal Federal em com a veiculação de informação que permita
plenário virtual. A sessão começou em 30/8 e ao Poder Público zelar para que seu exercí-
terminou no dia 5/9. (ADI 5.520) cio se dê de forma pacífica ou para que não
frustre outra reunião no mesmo local.

Letra a.
a) Errado. Os prazos da licença adotante não
podem ser inferiores aos prazos da licença ges-
tante, o mesmo valendo para as respectivas
prorrogações. Em relação à licença adotante,
não é possível fixar prazos diversos em função
da idade da criança adotada. (RE 778889)
b) Certo. O  Plenário do Supremo Tribunal Fe-
deral (STF) encerrou, na sessão nesta quarta-
-feira (9), o julgamento das Ações Diretas de In-
constitucionalidade (ADIs) 4777, 4674 e 4362,
e declarou a inconstitucionalidade de normas
das constituições da Bahia, do Rio Grande do
Sul e do Distrito Federal, respectivamente, que
previam a necessidade de autorização prévia
do Legislativo para instauração de ação penal
contra o governador e determinavam seu afas-
tamento automático a partir do recebimento da

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 35


denúncia ou queixa-crime. Segundo a decisão, d) planos plurianuais, diretrizes orçamentárias,
que reafirma a jurisprudência do Tribunal sobre orçamento e créditos adicionais e suplementa-
o tema, eventual afastamento do cargo só pode res, ressalvado o previsto no art. 167, § 3º:
ser determinado pelo Superior Tribunal de Jus- II – que vise a detenção ou sequestro de bens,
tiça (STJ), órgão competente para processar e de poupança popular ou qualquer outro ativo
julgar esses ocupantes de cargos públicos. financeiro;
c) Certo. A tese de repercussão geral fixada foi III – reservada a lei complementar;
a seguinte: “É impenhorável a pequena proprie- IV – já disciplinada em projeto de lei aprovado
dade rural familiar constituída de mais de 01 pelo Congresso Nacional e pendente de sanção
(um) terreno, desde que contínuos e com área ou veto do Presidente da República.
total inferior a 04 (quatro) módulos fiscais do
município de localização”. (ARE 1038507) 23. É da competência exclusiva do Congres-
d) Certo. É constitucional a remarcação do so Nacional, exceto:
teste de aptidão física de candidata que este- (A) resolver definitivamente sobre tratados,
ja grávida à época de sua realização, indepen- acordos ou atos internacionais que acarre-
dentemente da previsão expressa em edital do tem encargos ou compromissos gravosos
concurso público. STF. Plenário. RE 1058333/ ao patrimônio nacional.
PR, Rel. Min. Luiz Fux, julgado em 21/11/2018 (B) autorizar o Presidente da República a decla-
(repercussão geral). rar guerra, a celebrar a paz, a permitir que
e) Certo. A tese de repercussão geral fixada foi forças estrangeiras transitem pelo território
a seguinte: “A exigência constitucional de avi- nacional ou nele permaneçam temporaria-
so prévio relativamente ao direito de reunião mente, ressalvados os casos previstos em
é satisfeita com a veiculação de informação lei complementar.
(C) autorizar o Presidente e o Vice-Presidente
que permita ao Poder Público zelar para que
da República a se ausentarem do País,
seu exercício se dê de forma pacífica ou para
quando a ausência exceder a quinze dias.
que não frustre outra reunião no mesmo local”.
(D) autorizar o estado de defesa e a intervenção
(RE 806339)
federal, aprovar o estado de sítio, ou sus-
pender qualquer uma dessas medidas.
22. É vedada a edição de medidas provisó-
(E) sustar os atos normativos do Poder Executi-
rias sobre matéria, exceto:
vo que exorbitem do poder regulamentar ou
(A) nacionalidade, cidadania, direitos políticos,
dos limites de delegação legislativa.
partidos políticos e direito eleitoral.
(B) Direito Penal.
Letra d.
(C) Processual Penal.
Aprova o estado de defesa e autoriza o esta-
(D) Processual Civil.
do de sítio.
(E) Direito Civil.

CF, art. 49. É da competência exclusiva do


Letra e.
Congresso Nacional:
CF, art. 62, § 1º É vedada a edição de medidas
I – resolver definitivamente sobre tratados,
provisórias sobre matéria:
acordos ou atos internacionais que acarretem
I – relativa a:
encargos ou compromissos gravosos ao patri-
a) nacionalidade, cidadania, direitos políticos,
mônio nacional;
partidos políticos e direito eleitoral;
II – autorizar o Presidente da República a decla-
b) direito penal, processual penal e proces- rar guerra, a celebrar a paz, a permitir que forças
sual civil; estrangeiras transitem pelo território nacional ou
c) organização do Poder Judiciário e do Mi- nele permaneçam temporariamente, ressalva-
nistério Público, a carreira e a garantia de dos os casos previstos em lei complementar;
seus membros; III – autorizar o Presidente e o Vice-Presidente
da República a se ausentarem do País, quan-
do a ausência exceder a quinze dias;

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 36


IV – aprovar o estado de defesa e a interven- I – processar e julgar, originariamente:
ção federal, autorizar o estado de sítio, ou sus- g) a extradição solicitada por Estado estrangeiro.
pender qualquer uma dessas medidas; d) Certo. CF, art. 102. Compete ao Supremo
V – sustar os atos normativos do Poder Execu- Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da
tivo que exorbitem do poder regulamentar ou Constituição, cabendo-lhe:
dos limites de delegação legislativa. I – processar e julgar, originariamente:
i) o  habeas corpus,  quando o coator for Tribu-
24. Compete ao Supremo Tribunal Federal, nal Superior ou quando o coator ou o paciente
precipuamente, a guarda da Constituição, for autoridade ou funcionário cujos atos estejam
cabendo-lhe processar e julgar, exceto: sujeitos diretamente à jurisdição do Supremo
(A) o litígio entre Estado estrangeiro ou organis- Tribunal Federal, ou se trate de crime sujeito
mo internacional e a União, o Estado, o Dis- à mesma jurisdição em uma única instância;
trito Federal ou o Território. (Redação dada pela Emenda Constitucional n.
(B) as causas e os conflitos entre a União e os
22, de 1999)
Estados, a União e o Distrito Federal, ou en-
e) Errado. Art. 109. Aos juízes federais compete
tre uns e outros, inclusive as respectivas en-
processar e julgar:
tidades da Administração indireta.
I – as causas em que a União, entidade autár-
(C) a extradição solicitada por Estado estrangeiro.
quica ou empresa pública federal forem interes-
(D) o  habeas corpus,  quando o coator for Tri-
sadas na condição de autoras, rés, assistentes
bunal Superior ou quando o coator ou o pa-
ou oponentes, exceto as de falência, as de aci-
ciente for autoridade ou funcionário cujos
dentes de trabalho e as sujeitas à Justiça Eleito-
atos estejam sujeitos diretamente à jurisdi-
ção do Supremo Tribunal Federal, ou se tra- ral e à Justiça do Trabalho.
te de crime sujeito à mesma jurisdição em
25. São funções institucionais do Ministério
uma única instância.
(E) as causas em que a União, entidade autár-
Público, exceto:
(A) promover, privativamente, a ação penal pú-
quica ou empresa pública federal forem inte-
ressadas na condição de autoras, rés, assis- blica, na forma da lei.
(B) zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Pú-
tentes ou oponentes, exceto as de falência,
as de acidentes de trabalho e as sujeitas à blicos e dos serviços de relevância pública
Justiça Eleitoral e à Justiça do Trabalho. aos direitos assegurados nesta Constitui-
ção, promovendo as medidas necessárias a
sua garantia.
Letra e.
(C) promover o inquérito civil e a ação civil públi-
a) Certo. CF, art. 102. Compete ao Supremo
ca, para a proteção do patrimônio público e
Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da
social, do meio ambiente e de outros interes-
Constituição, cabendo-lhe:
ses difusos e coletivos.
I – processar e julgar, originariamente:
(D) promover a ação de inconstitucionalidade ou
e) o litígio entre Estado estrangeiro ou organis-
representação para fins de intervenção da
mo internacional e a União, o Estado, o Distrito
União e dos Estados, nos casos previstos
Federal ou o Território. nesta Constituição.
b) Certo. CF, art. 102. Compete ao Supremo (E) exercer o controle interno da atividade poli-
Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da cial, na forma da lei complementar mencio-
Constituição, cabendo-lhe: nada no artigo anterior.
I – processar e julgar, originariamente:
f) as causas e os conflitos entre a União e os Letra e.
Estados, a União e o Distrito Federal, ou entre Art. 129. São funções institucionais do Ministé-
uns e outros, inclusive as respectivas entidades rio Público:
da Administração indireta. I – promover, privativamente, a ação penal pú-
c) Certo. CF, art. 102. Compete ao Supremo blica, na forma da lei;
Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da
Constituição, cabendo-lhe:

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 37


II – zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Pú- DIREITO PENAL
blicos e dos serviços de relevância pública aos DIEGO HENRIQUE
direitos assegurados nesta Constituição, promo-
vendo as medidas necessárias a sua garantia; 26. Assinale, dentre as alternativas a seguir,
III – promover o inquérito civil e a ação civil pú- aquela que não faz parte do direito penal
blica, para a proteção do patrimônio público e do inimigo.
social, do meio ambiente e de outros interesses (A) Criação das leis de combate.
difusos e coletivos; (B) Recrudescimento das penas.
IV – promover a ação de inconstitucionalidade (C) Criação de crimes de perigo abstrato.
ou representação para fins de intervenção da (D) Aumento das garantias processuais.
União e dos Estados, nos casos previstos nesta (E) Desproporcionalidade das penas.
Constituição;
V – defender judicialmente os direitos e interes- Letra d.
ses das populações indígenas; Na verdade, ao contrário, há uma flexibilização
VI – expedir notificações nos procedimentos ad- de garantias, havendo uma verdadeira anteci-
ministrativos de sua competência, requisitando pação da proteção do bem jurídico.
informações e documentos para instruí-los, na
forma da lei complementar respectiva; 27. Aquele que presta a criminoso, fora dos
VII – exercer o controle externo da atividade po- casos de coautoria ou de receptação, au-
licial, na forma da lei complementar mencionada xílio destinado a tornar seguro o proveito
do crime comete o crime de
no artigo anterior;
(A) Prevaricação.
VIII – requisitar diligências investigatórias e a
(B) Condescendência criminosa.
instauração de inquérito policial, indicados os
(C) Favorecimento pessoal.
fundamentos jurídicos de suas manifestações
(D) Favorecimento real.
processuais;
(E) Receptação qualificada.
IX – exercer outras funções que lhe forem confe-
ridas, desde que compatíveis com sua finalida-
Letra d.
de, sendo-lhe vedada a representação judicial e
Observe que o tipo penal fala fora dos casos de
a consultoria jurídica de entidades públicas. receptação, logo não há que se falar em recep-
tação simples ou qualificada.

28. O crime de “Conhecimento prévio de impe-


dimento”, consistente em “Contrair casa-
mento, conhecendo a existência de impedi-
mento que lhe cause a nulidade absoluta”,
(A) é infração de menor potencial ofensivo.
(B) a ação penal dependente de queixa do con-
traente enganado.
(C) a ação penal dependente de queixa do con-
traente enganador.
(D) a ação penal não pode ser intentada senão
depois de transitar em julgado a sentença
que, por motivo de erro ou impedimento,
anule o casamento.
(E) depende de requisição do Ministro da Justiça.

Letra a.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 38


A pena máxima é de 1 ano (art. 237 do CP), logo 31. A respeito do crime contra o respeito aos
a infração é de menor potencial ofensivo. As ob- mortos, assinale a alternativa incorreta.
servações das letra B, C e D são referentes ao (A) É crime perturbar enterro.
crime do art. 236 e não 237 do CP. (B) É crime violar sepultura.
(C) É crime violar urna funerária.
29. João possuía um revólver com 5 muni- (D) É crime vilipendiar cadáver, exceto suas cinzas.
ções. Efetuou os cinco disparos em José, (E) É crime destruir parte de cadáver.
os quais acertaram a perna, o braço e a
coxa da vítima. Arrependido, João socor- Letra d.
reu José, levando-o ao hospital, local em O art. 212 do CP prevê expressamente:
que foi prontamente atendido, passou
por cirurgia e recebeu alta médica em 5 Art. 212. Vilipendiar cadáver ou suas cinzas:
dias, ficando afastado do trabalho por Pena – detenção, de um a três anos, e multa.
31 dias. Nesse caso, João responderá
pelo crime de 32. No crime de impedir cerimônia funerária,
(A) homicídio tentado. aumenta-se a pena se
(B) lesão corporal leve. (A) há emprego de violência.
(C) lesão corporal culposa. (B) há emprego de grave ameaça.
(D) lesão corporal gravíssima. (C) a vítima for menor de 18 anos.
(E) lesão corporal grave. (D) a vítima for maior de 60 anos.
(E) a vítima for gestante.
Letra e.
Há o instituto do arrependimento eficaz. Nesse Letra a.
caso, o agente só responderá pelos atos já pra- CP, art. 209, parágrafo único. Se há emprego
ticados. Logo, responderá pela lesão corporal de violência, a pena é aumentada de um terço,
grave, tendo em vista que ficou impossibilitado sem prejuízo da correspondente à violência.
para o trabalho por mais de 30 dias:
33. Para a configuração do crime de associa-
Art. 129, § 1º Se resulta: ção criminosa, previsto no Código Penal,
I – Incapacidade para as ocupações habituais, exige-se a associação do seguinte núme-
por mais de trinta dias. ro mínimo de agentes:
(A) 4
30. Bill efetuou 5 disparos de armas de fogo. (B) 3
Só não efetuou mais em razão de não ha- (C) 2
ver mais munição. Ocorre que Bill não (D) 5
acertou nenhum tiro no alvo, que, no (E) 8
caso, era Tiago. Nessa hipótese, há o ins-
tituto da(o) Letra b.
(A) tentativa cruenta. Se associação para tráfico, bastam 2; para or-
(B) tentativa vermelha. ganização criminosa, 4.
(C) tentativa imperfeita.
(D) crime impossível. CP, art. 288. Associarem-se 3 (três) ou mais pes-
(E) crime falho. soas, para o fim específico de cometer crimes.

Letra e.
Quando o agente realiza todos os atos executó-
rios, mas não consegue consumar o crime, há
a tentativa perfeita (ou crime falho). Se ainda
houvesse ato a ser praticado, seria o caso de
tentativa imperfeita.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 39


34. A respeito do crime de associação crimi- DIREITO PROCESSUAL PENAL
nosa, segundo o Código Penal, a pena DIEGO HENRIQUE
aumenta-se até a metade:
36. Assinale a alternativa incorreta, segun-
I – se a associação é armada. do o CPP e as questões e processos
II – se houver a participação de criança ou incidentes.
adolescente. (A) Se a decisão sobre a existência da infração
III – se houver a participação de mais de 5 depender da solução de controvérsia, que o
pessoas. juiz repute séria e fundada, sobre o estado
civil das pessoas, o curso da ação penal fi-
Estão corretas: cará suspenso até que no juízo cível seja a
(A) I, II e III. controvérsia dirimida por sentença passada
(B) I e III, apenas. em julgado, sem prejuízo, entretanto, da in-
(C) I e II, apenas. quirição das testemunhas e de outras pro-
(D) II e III, apenas. vas de natureza urgente.
(E) I, apenas. (B) Se o reconhecimento da existência da infra-
ção penal depender de decisão sobre ques-
Letra c. tão diversa do estado civil das pessoas, da
Art. 288, parágrafo único. A pena aumenta-se competência do juízo cível, e se neste hou-
até a metade se a associação é armada ou se ver sido proposta ação para resolvê-la, o
houver a participação de criança ou adolescente.  juiz criminal poderá, desde que essa ques-
tão seja de difícil solução e não verse sobre
35. No crime de lesão corporal, o juiz, não direito cuja prova a lei civil limite, suspender
sendo graves as lesões, pode ainda subs- o curso do processo, após a inquirição das
tituir a pena de detenção pela de multa se: testemunhas e realização das outras provas
de natureza urgente.
I – ocorrer qualquer das hipóteses do privilégio. (C) A suspensão do curso da ação penal será
II – se a lesão for culposa. decretada pelo juiz, de ofício ou a requeri-
III – as lesões forem recíprocas. mento das partes.
(D) O juiz que espontaneamente afirmar suspei-
Estão corretas: ção deverá fazê-lo por escrito, declarando
(A) I, II e III. o motivo legal, e remeterá imediatamente
(B) I e III, apenas. o processo ao seu substituto, intimadas as
(C) I e II, apenas. partes.
(D) II e III, apenas. (E) Poder-se-á opor suspeição às autoridades
(E) I, apenas. policiais nos atos do inquérito, e estas de-
verão declarar-se suspeitas, quando ocorrer
Letra b. motivo legal.
Art. 129, § 5º O juiz, não sendo graves as le-
sões, pode ainda substituir a pena de detenção Letra e.
pela de multa, de duzentos mil réis a dois con- É o conhecido art. 107 do CPP (sempre cobrado
tos de réis: em provas):
I – se ocorre qualquer das hipóteses do pará-
grafo anterior; Art. 107. Não se poderá opor suspeição às au-
toridades policiais nos atos do inquérito, mas
II – se as lesões são recíprocas.
deverão elas declarar-se suspeitas, quando
ocorrer motivo legal.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 40


37. Salvo quando fundada em motivo super- 39. O querelante ou o assistente será intima-
veniente, a seguinte exceção precederá a do da sentença
qualquer outra: (A) pessoalmente ou na pessoa de seu advo-
(A) suspeição. gado. Se nenhum deles for encontrado no
(B) incompetência de juízo. lugar da sede do juízo, a intimação será feita
(C) litispendência. mediante edital com o prazo de 10 dias, afi-
(D) ilegitimidade de parte. xado no lugar de costume.
(E) coisa julgada. (B) apenas pessoalmente. Se não for encontra-
do no lugar da sede do juízo, a intimação
Letra a. será feita mediante edital com o prazo de 15
CPP, art. 96. A arguição de suspeição precede- dias, afixado no lugar de costume.
rá a qualquer outra, salvo quando fundada em (C) apenas na pessoa de seu advogado. Se não
motivo superveniente. for encontrado no lugar da sede do juízo, a in-
timação será feita mediante edital com o pra-
38. Se for arguida a suspeição do órgão do zo de 15 dias, afixado no lugar de costume.
Ministério Público, o juiz, depois de ouvi- (D) pessoalmente ou na pessoa de seu advo-
-lo, decidirá, podendo antes admitir a pro- gado. Se nenhum deles for encontrado no
dução de provas no prazo de três dias. lugar da sede do juízo, a intimação será feita
Nesse caso, segundo o CPP, da deci- mediante edital com o prazo de 15 dias, afi-
são do juiz: xado no lugar de costume.
(A) caberá recurso em sentido estrito. (E) pessoalmente ou na pessoa de seu advo-
(B) caberá apelação. gado. Se nenhum deles for encontrado no
(C) caberá carta testemunhável. lugar da sede do juízo, a intimação será feita
(D) caberá agravo interno. mediante edital com o prazo de 30 dias, afi-
(E) não caberá recurso. xado no lugar de costume.

Letra e. Letra a.
Art. 104. Se for arguida a suspeição do órgão CPP, art. 391. O querelante ou o assistente
do Ministério Público, o juiz, depois de ouvi-lo, será intimado da sentença, pessoalmente ou na
decidirá, sem recurso, podendo antes admitir a pessoa de seu advogado. Se nenhum deles for
produção de provas no prazo de três dias. encontrado no lugar da sede do juízo, a intima-
ção será feita mediante edital com o prazo de 10
dias, afixado no lugar de costume.

40. Assinale a alternativa incorreta a respeito


das citações e das intimações.
(A) A citação inicial far-se-á por mandado, quan-
do o réu não estiver no território sujeito à ju-
risdição do juiz que a houver ordenado.
(B) Quando o réu estiver fora do território da ju-
risdição do juiz processante, será citado me-
diante precatória.
(C) A precatória será devolvida ao juiz depre-
cante, independentemente de traslado, de-
pois de lançado o “cumpra-se” e de feita a
citação por mandado do juiz deprecado.
(D) A citação do militar far-se-á por intermédio
do chefe do respectivo serviço.
(E) Se o réu estiver preso, será pessoalmente citado.

Letra a.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 41


O art. 351 do CPP, muita utilizado na prática, 43. Segundo o artigo 384 do CPP, encerrada a
dispõe que: “A citação inicial far-se-á por man- instrução probatória, se entender cabível
dado, quando o réu estiver no território sujeito à nova definição jurídica do fato, em con-
jurisdição do juiz que a houver ordenado”. sequência de prova existente nos autos
de elemento ou circunstância da infração
penal não contida na acusação, o Minis-
41. As citações que houverem de ser feitas
tério Público deverá aditar a denúncia re-
em legações estrangeiras serão efetua-
duzindo-se a termo o aditamento, quando
das mediante feito oralmente. Se for aditar por escrito,
(A) carta precatória. o Ministério Público terá o prazo de
(B) carta rogatória. (A) 3 dias.
(C) edital. (B) 5 dias.
(D) mandado. (C) 8 dias.
(E) fax. (D) 10 dias.
(E) 15 dias.
Letra b.
Atenção: apesar de as legações estrangeiras lo- Letra b.
calizarem-se no Brasil, as citações, ainda assim, O prazo para aditamento, no caso de mutatio li-
serão realizadas mediante carta ROGATÓRIA. belli, é de 5 dias, nos termos do art. 384 do CPP.

Art. 369. As citações que houverem de ser fei- 44. Assinale a alternativa correta a respeito
tas em legações estrangeiras serão efetuadas da Lei n. 9.099/1995.
mediante carta rogatória.   (A) Havendo representação e desde que não
seja de crime de ação penal pública incondi-
42. No interrogatório judicial, se o interro- cionada, não sendo caso de arquivamento,
gado não souber escrever, não puder ou o Ministério Público poderá propor a aplica-
não quiser assinar: ção imediata de pena restritiva de direitos ou
(A) o termo será assinado por uma testemunha multas, a ser especificada na proposta.
que lhe tenha ouvido a leitura. (B) Havendo representação ou tratando-se de
(B) o termo será assinado por duas testemu- crime de ação penal pública incondicionada,
nhas que lhe tenham ouvido a leitura. sendo caso de arquivamento, o Ministério
(C) tal fato será consignado no termo. Público poderá propor a aplicação imediata
(D) o termo será assinado por três testemunhas de pena restritiva de direitos ou multas, a ser
que lhe tenham ouvido a leitura. especificada na proposta.
(E) o termo será assinado por quatro testemu- (C) Havendo representação ou tratando-se de
nhas que lhe tenham ouvido a leitura. crime de ação penal pública incondiciona-
da, não sendo caso de arquivamento, o Mi-
Letra c. nistério Público poderá propor a aplicação
Art. 195. Se o interrogado não souber escrever, imediata de pena privativa de liberdade ou
não puder ou não quiser assinar, tal fato será multas, a ser especificada na proposta.
consignado no termo. (D) Havendo representação ou tratando-se de
Não confundam com a hipótese prevista para in- crime de ação penal pública incondiciona-
da, não sendo caso de arquivamento, o Mi-
quérito policial. Por isso a necessidade de men-
nistério Público poderá propor a aplicação
cionar no enunciado “interrogatório judicial”.
imediata de pena restritiva de direitos ou
privativa de liberdade, a ser especificada na
proposta.
(E) Havendo representação ou tratando-se de
crime de ação penal pública incondicionada,
não sendo caso de arquivamento, o Ministé-
rio Público poderá propor a aplicação ime-
diata de pena restritiva de direitos ou multas,
a ser especificada na proposta.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 42


Letra e. DIREITO CIVIL
Trata-se do art. 76 da Lei n. 9.099/1995: RAQUEL BUENO

Havendo representação ou tratando-se de 46. Acerca da responsabilidade civil, assina-


crime de ação penal pública incondicionada, le a alternativa correta.
não sendo caso de arquivamento, o Ministé-
rio Público poderá propor a aplicação imediata  ( ) A responsabilidade civil do incapaz é
de pena restritiva de direitos ou multas, a ser subsidiária e condicionada, podendo
especificada na proposta. ainda ser mitigada, em respeito ao prin-
cípio do mínimo existencial e da dignida-
45. A Lei n. 9.099/1995 prevê a aplicação de de da pessoa humana.
um rito processual diferenciado. As infra- ( ) A responsabilidade civil do emprega-
ções penais que se amoldam ao conceito dor em relação ao empregado é objeti-
de menor potencial ofensivo obedecerão, va, mas admite direito de regresso, caso
em regra, o procedimento reste demonstrado que o empregado
(A) comum ordinário. agiu com culpa ou dolo.
(B) comum sumaríssimo. ( ) A responsabilidade civil pelo fato do ani-
(C) comum sumário. mal é subjetiva com culpa presumida e
(D) especial ordinário. admite excludentes.
(E) especial sumário. ( ) A indenização mede-se pela extensão do
dano, não havendo qualquer relevância
Letra b. a culpa para a fixação do quantum inde-
Nos termos da seção III da Lei n. 9.099/1995 nizatório.
(art. 77 e seguintes). ( )
 O abuso de direito é uma criação doutriná-
ria não tipificado no Código Civil vigente.
Seção III
Do Procedimento Sumaríssimo (A) V–F–F–F–F
Art. 77. Na ação penal de iniciativa pública, (B) V–V–F–F–F
quando não houver aplicação de pena, pela (C) V–V–F–V–V
ausência do autor do fato, ou pela não ocor- (D) F–F–V–F–F
rência da hipótese prevista no art. 76 desta (E) V–V–V–F–F
Lei, o Ministério Público oferecerá ao Juiz, de
imediato, denúncia oral, se não houver neces- Letra b.
sidade de diligências imprescindíveis. Art. 928. O incapaz responde pelos prejuízos
que causar, se as pessoas por ele responsáveis
não tiverem obrigação de fazê-lo ou não dispu-
serem de meios suficientes.
Parágrafo único. A indenização prevista neste
artigo, que deverá ser equitativa, não terá lugar
se privar do necessário o incapaz ou as pesso-
as que dele dependem.
Art. 932. São também responsáveis pela repa-
ração civil:
III – o empregador ou comitente, por seus em-
pregados, serviçais e prepostos, no exercício do
trabalho que lhes competir, ou em razão dele.
Art. 933. As pessoas indicadas nos incisos I a V
do artigo antecedente, ainda que não haja culpa
de sua parte, responderão pelos atos praticados
pelos terceiros ali referidos.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 43


Art. 934. Aquele que ressarcir o dano causado se algum dos comorientes precedeu aos outros,
por outrem pode reaver o que houver pago da- presumir-se-ão simultaneamente mortos. CO-
quele por quem pagou, salvo se o causador do MORIÊNCIA = presunção de morte simultânea.
dano for descendente seu, absoluta ou relativa- (c) e (d) Art. 7º Pode ser declarada a morte pre-
mente incapaz. sumida, sem decretação de ausência:
Art. 936. O dono, ou detentor, do animal ressar- I – se for extremamente provável a morte de
cirá o dano por este causado, se não provar cul- quem estava em perigo de vida;
pa da vítima ou força maior. = Responsabilidade II – se alguém, desaparecido em campanha ou
Civil Indireta pelo fato do animal e objetiva feito prisioneiro, não for encontrado até dois
Art. 187. Também comete ato ilícito o titular de anos após o término da guerra.
um direito que, ao exercê-lo, excede manifesta- Parágrafo único. A declaração da morte presu-
mente os limites impostos pelo seu fim econô- mida, nesses casos, somente poderá ser reque-
mico ou social, pela boa-fé ou pelos bons costu- rida depois de esgotadas as buscas e averigua-
mes. = ATO ILÍCITO NA MODALIDADE ABUSO ções, devendo a sentença fixar a data provável
DE DIREITO do falecimento.
e) Art. 30. Os herdeiros, para se imitirem na
47. Acerca do fim da pessoa natural, assinale posse dos bens do ausente, darão garantias da
a alternativa correta. restituição deles, mediante penhores ou hipote-
(A) No caso de morte presumida com declara- cas equivalentes aos quinhões respectivos.
ção de ausência, na etapa de sucessão pro- (...) § 2º Os ascendentes, os descendentes e o
visória, os imóveis do ausente só se pode- cônjuge, uma vez provada a sua qualidade de
rão alienar, não sendo por desapropriação, herdeiros, poderão, independentemente de ga-
ou hipotecar, quando o ordene o juiz, para rantia, entrar na posse dos bens do ausente.
lhes evitar a ruína.
(B) Na comoriência, presume-se morto primeiro, 48. A partir do estudo dos bens, assinale a
para todos os fins de direito, o mais velho. alternativa correta.
(C) A declaração de morte presumida sem a (A) Os bens públicos dominicais e de uso es-
decretação de ausência só ocorrerá na hi- pecial podem ser alienados, observadas as
pótese em que for extremamente provável exigências da lei.
a morte de quem estava em perigo de vida. (B) Os materiais destinados a alguma constru-
(D) A declaração de morte presumida sem a ção, enquanto não forem empregados, con-
decretação de ausência não exige o esgo- servam sua qualidade de móveis; readquirem
tamento prévio das buscas e averiguações. essa qualidade os provenientes da demoli-
(E) No caso de morte presumida com declara- ção de algum prédio. São também móveis os
ção de ausência, na etapa de sucessão pro- materiais provisoriamente separados de um
visória, os herdeiros, sejam descendentes, prédio, para nele se reempregarem.
ascendentes e cônjuge do ausente, para se (C) Os bens naturalmente divisíveis não podem
imitirem na posse dos bens do ausente, da- tornar-se indivisíveis.
rão garantias da restituição deles, mediante (D) Constitui universalidade de direito a plurali-
penhores ou hipotecas equivalentes aos qui- dade de bens singulares que, pertinentes à
nhões respectivos. mesma pessoa, tenham destinação unitária.
(E) Pertenças são bens acessórios que, não
Letra a. constituindo partes integrantes, se desti-
a) CC/2002, art. 31. Os imóveis do ausente só nam, de modo duradouro, ao uso, ao serviço
se poderão alienar, não sendo por desapropria- ou ao aformoseamento de outro, mas que
ção, ou hipotecar, quando o ordene o juiz, para não aderem à coisa principal.
lhes evitar a ruína.
b) Art. 8º Se dois ou mais indivíduos falecerem Letra e.
na mesma ocasião, não se podendo averiguar

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 44


a) Art. 100. Os bens públicos de uso comum nefício próprio, nem aproveita aos cointeressa-
do povo e os de uso especial são inalienáveis, dos capazes, salvo se, neste caso, for indivisí-
enquanto conservarem a sua qualificação, na vel o objeto do direito ou da obrigação comum.
forma que a lei determinar. b) CC/2002, art. 108. Não dispondo a lei em con-
Art. 101. Os bens públicos dominicais podem trário, a escritura pública é essencial à validade
ser alienados, observadas as exigências da lei. dos negócios jurídicos que visem à constituição,
b) Art. 81. Não perdem o caráter de imóveis: transferência, modificação ou renúncia de direi-
II – os materiais provisoriamente separados de tos reais sobre imóveis de valor superior a trinta
um prédio, para nele se reempregarem. vezes o maior salário mínimo vigente no País.
Art. 84. Os materiais destinados a alguma cons- c) Art. 111. O silêncio importa anuência, quan-
trução, enquanto não forem empregados, con- do as circunstâncias ou os usos o autorizarem,
servam sua qualidade de móveis; readquirem e não for necessária a declaração de vonta-
essa qualidade os provenientes da demolição de expressa.
de algum prédio. d) Art. 113. Os negócios jurídicos devem ser
c) Art. 88. Os bens naturalmente divisíveis po- interpretados conforme a boa-fé e os usos do
dem tornar-se indivisíveis por determinação da lugar de sua celebração.
lei ou por vontade das partes. e) Art. 146. O dolo acidental só obriga à satisfa-
d) Art. 90. Constitui universalidade de fato a plu- ção das perdas e danos, e é acidental quando, a
ralidade de bens singulares que, pertinentes à seu despeito, o negócio seria realizado, embora
mesma pessoa, tenham destinação unitária. por outro modo.
e) CC/2002, art. 93. São pertenças os bens que,
não constituindo partes integrantes, se desti- 50. Assinale a alternativa correta, à luz da ju-
nam, de modo duradouro, ao uso, ao serviço ou risprudência do Superior Tribunal de Jus-
ao aformoseamento de outro. tiça, referente à responsabilidade civil.
(A) A simples apresentação antecipada de che-
49. Considerando o estudo dos fatos jurídi- que pré-datado configura mero aborreci-
cos, marque a opção correta. mento do cotidiano.
(A) A incapacidade relativa de uma das partes (B) No caso do transporte gratuito ou conhecida “ca-
não pode ser invocada pela outra em be- rona”, o transportador responde objetivamente.
nefício próprio, nem aproveita aos cointe- (C) A simples devolução indevida de cheque
ressados capazes, salvo se, neste caso, for não caracteriza dano moral. 
divisível o objeto do direito ou da obrigação (D) O alienante de um veículo não é correspon-
comum. sável pelos danos causados pelo adquiren-
(B) Não dispondo a lei em contrário, para a va- te após a tradição, ainda que pendente a
lidade de um negócio jurídico que envolva a transferência documental junto ao órgão de
transferência da propriedade de um imóvel trânsito.
no valor de trinta e um salários-mínimos, é (E) É lícita a cumulação das indenizações de
imprescindível o uso da solenidade denomi- dano material e moral, mas não se admite
nada escritura pública. a cumulação de dano moral e dano estético.
(C) Regra geral, o silêncio não importa anuên-
cia, mesmo quando as circunstâncias ou os Letra d.
usos o autorizarem, e não for necessária a a) Súmula 370 do STJ: Caracteriza dano mo-
declaração de vontade expressa. ral a apresentação antecipada de cheque
(D) Os negócios jurídicos devem ser interpreta- pré-datado.
dos conforme a boa-fé e os usos do lugar de b) Súmula 145 do STJ: No transporte desinte-
sua execução. ressado, de simples cortesia, o transportador só
(E) O dolo acidental anula o negócio jurídico. será civilmente responsável por danos causa-
dos ao transportado quando incorrer em dolo ou
Letra b. culpa grave.
a) Art. 105. A incapacidade relativa de uma das c) Súmula 388 do STJ: A simples devolução in-
partes não pode ser invocada pela outra em be- devida de cheque caracteriza dano moral.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 45


d) Súmula 132 do STJ: A ausência de registro 52. Analise as seguintes assertivas.
de transferência não implica a responsabilida-
de do antigo proprietário por dano resultante de I – José, em razão de um deslocamento rea-
acidente que envolva veículo alienado. lizado entre o Município de Israelândia e
e) Súmula 37 do STJ: São cumuláveis as inde- São José do Egito, percebeu falhas nos
nizações por dano material e dano moral oriun- serviços prestados pela Agência Nacio-
dos do mesmo fato. nal de Transportes Terrestres, motivo
Súmula 387 do STJ: É lícita a cumulação das pelo qual propôs uma ação contra essa
indenizações de dano estético e dano moral. autarquia federal.
II – Ninrode praticou um crime contra o pa-
DIREITO PROCESSUAL CIVIL trimônio em detrimento dos bens da Pe-
WESLEI MACHADO trobras, sociedade de economia mista
federal, ao furtar combustíveis em ga-
51. No que se refere à incompetência, assi- sodutos localizados na região do médio
nale a alternativa correta. Solimões, no Amazonas, e contra ele
(A) Em caso de alegação de incompetência re- houve o oferecimento de denúncia.
lativa, sua alegação deve se dar por meio de III – Sambalate constrangeu, mediante grave
apresentação de exceção. ameaça, Neemias a não trabalhar duran-
(B) A incompetência absoluta deve ser alegada te certo período, conduta considerada
na primeira oportunidade que couber à parte crime contra a organização do trabalho,
se manifestar, sob pena de prorrogação. motivo pelo qual houve contra ele o ofe-
(C) Declarada a incompetência, as decisões recimento de uma denúncia.
proferidas pelo juiz incompetente são nulas. IV – Mefibosete, durante o exercício de suas
(D) Não arguida a incompetência relativa em
atividades laborais, ficou paraplégico,
preliminar de contestação, ter-se-á a prorro-
motivo pelo qual propôs uma ação aci-
gação da competência.
dentária contra o Instituto Nacional do Se-
(E) Na qualidade de fiscal da ordem jurídica, a
guro Social – INSS, uma autarquia federal.
incompetência relativa poderá ser alegada
 
em todos os feitos pelo Ministério Público.
Consideradas essas situações, pode-se afir-
mar que não será competência da Justiça Fe-
Letra d.
deral o processo e julgamento dos casos de
Nos termos do art. 65 do Código de Processo
(A) José e Ninrode.
Civil, prorrogar-se-á a competência relativa se
(B) Sambalete e Mefibosete.
o réu não alegar a incompetência em prelimi-
(C) José e Mefibosete.
nar de contestação. Por essa disposição legal,
(D) Mefibosete e Ninrode.
verifica-se que a alternativa legal é a letra D. As
(E) José e Sambalate.
demais alternativas estão incorretas pelas se-
guintes razões:
Letra d.
a) e b) Segundo o art. 64 do Código de Processo
Vamos à análise das assertivas:
Civil, a incompetência, absoluta ou relativa, será
I – De acordo com o art. 109, I, da Constituição
alegada como questão preliminar de contestação.
Federal, as causas em que entidade autárquica
c) De acordo com o art. 64, § 4º, do Código de
federal for ré devem ser processadas e julgadas
Processo Civil, salvo decisão judicial em senti-
pela Justiça Federal. Desse modo, a ação pro-
do contrário, conservar-se-ão os efeitos de de-
posta por José contra a ANTT é da competência
cisão proferida pelo juízo incompetente até que
da Justiça Federal.
outra seja proferida, se for o caso, pelo juízo
II – Em caso de oferecimento de denúncia em
competente.
razão da prática de crimes praticados em detri-
e) Conforme o art. 65, parágrafo único, do Có-
mento de bens, serviços ou interesse de socie-
digo de Processo Civil, a incompetência relativa
dade de economia mista federal, a competência
pode ser alegada pelo Ministério Público nas
para o processo e julgamento será da Justiça
causas em que atuar.
Comum Estadual.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 46


III – O processo penal instaurado em razão do 3 – Art. 9º do Código de Processo Civil dispõe
oferecimento de denúncia pela prática de crime que “não se proferirá decisão contra uma das
contra a organização do trabalho é da compe- partes sem que ela seja previamente ouvida” –
tência da Justiça Federal. este dispositivo regula o princípio da vedação
IV – A competência para o julgamento de da surpresa.
ações de acidente do trabalho contra o Institu- Desse modo, pode-se falar que a alternativa
to Nacional do Seguro Social é da Justiça Co- correta é a letra C.
mum Estadual.
A partir da análise dessas assertivas, pode-se 54. Saul, prefeito, nomeou Jezabel e Dali-
afirmar que a alternativa correta é a letra E. la, médicas, gêmeas, com vinte e cinco
anos de idade, para o exercício de cargo
53. De acordo com o art. 7º do Código de Pro- em comissão na Secretaria Municipal de
cesso Civil, “é assegurada às partes pari- Saúde, em um cargo não diretamente re-
dade de tratamento em relação ao exercí- lacionado ao combate da Pandemia do
cio de direitos e faculdades processuais, Covid-19. Jezabel e Dalila são filhas de
aos meios de defesa, aos ônus, aos de- um influente empresário local e somente
veres e à aplicação de sanções proces- aceitaram a nomeação para o cargo em
suais”. Por sua vez, o art. 3º do Código comissão com a finalidade de serem va-
de Processo Civil prescreve que “não se cinadas contra o Covid-19, tendo, logo
excluirá da apreciação jurisdicional ame- após a segunda dose, pedido exonera-
aça ou lesão a direito”. Ao fim, o art. 9º ção. Destaque-se que Jezabel e Dalila
do Código de Processo Civil dispõe que não integram nenhum grupo prioritário
“não se proferirá decisão contra uma das de vacinação, mas ainda assim foram
partes sem que ela seja previamente ou- vacinadas. Irresignado, Calebe, cidadão,
vida”. Pode-se afirmar que esses dispo- propõe contra elas uma ação popular.
sitivos se referem, respectivamente, aos Considerada essa situação, assinale a al-
princípios ternativa correta.
(A) contraditório, aderência ao território e veda- (A) Após a instrução do feito, em caso de proce-
ção da surpresa. dência do pedido, a sentença estará sujeita
(B) isonomia, aderência ao território e contraditório. ao duplo grau de jurisdição.
(C) contraditório, inafastabilidade da jurisdição e (B) Em caso de prolação de sentença de impro-
vedação da surpresa. cedência, qualquer cidadão, não somente
(D) igualdade processual, inércia e contraditório. Calebe, e o Ministério Público poderão inter-
(E) lealdade processual, instrumentalidade das por recurso.
formas. (C) Em caso de sentença de improcedência,
ainda que por insuficiência de provas, não
Letra c. se admite a renovação da demanda por ou-
Vamos à análise dos dispositivos: tro cidadão.
1 – Art. 7º do Código de Processo Civil: “é as- (D) Em caso de inércia do autor, pelo prazo de
segurada às partes paridade de tratamento em sessenta dias, em promover a execução da
relação ao exercício de direitos e faculdades sentença de procedência do pedido, os au-
processuais, aos meios de defesa, aos ônus, tos serão arquivados.
aos deveres e à aplicação de sanções proces- (E) Em caso de procedência do pedido formu-
suais” – este dispositivo consagra o princípio do lado por Calebe, será cabível a interposição
contraditório. de recurso de apelação, o qual será recebi-
2 – Art. 3º do Código de Processo Civil pres- do sem efeito suspensivo.
creve que “não se excluirá da apreciação juris-
dicional ameaça ou lesão a direito” – este dis- Letra b.
positivo trata do princípio da inafastabilidade da De acordo com o art. 19 da Lei n. 4.717/1965,
jurisdição. das sentenças e decisões proferidas contra o

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 47


autor da ação e suscetíveis de recurso, poderá 55. Saul, prefeito, nomeou Jezabel e Dali-
recorrer qualquer cidadão e também o Ministério la, médicas, gêmeas, com vinte e cinco
Público. Assim, a alternativa correta é a letra B. anos de idade, para o exercício de cargo
As demais alternativas estão incorretas pelas em comissão na Secretaria Municipal de
seguintes razões: Saúde, em um cargo não diretamente re-
a) Segundo o art. 19 da Lei n. 4.717/1965, a lacionado ao combate da Pandemia do
sentença que concluir pela carência ou pela im- Covid-19. Jezabel e Dalila são filhas de
procedência da ação está sujeita ao duplo grau um influente empresário local e somente
de jurisdição. aceitaram a nomeação para o cargo em
c) Nos termos do art. 18 da Lei n. 4.717/1965, comissão com a finalidade de serem va-
a sentença terá eficácia de coisa julgada oponí- cinadas contra o Covid-19, tendo, logo
vel “erga omnes”, exceto no caso de haver sido após a segunda dose, pedido exonera-
a ação julgada improcedente por deficiência de ção. Destaque-se que Jezabel e Dalila não
prova; neste caso, qualquer cidadão poderá integram nenhum grupo prioritário de
vacinação, mas ainda assim foram vaci-
intentar outra ação com idêntico fundamento,
nadas. Para a evitação da prática da con-
valendo-se de nova prova.
duta denominada como “fura-fila” na va-
d) Conforme o art. 16 da Lei n. 4.717/1965, caso
cinação do Covid-19, o Ministério Público
decorridos 60 (sessenta) dias da publicação da
propôs ação civil pública com pedido de
sentença condenatória de segunda instância,
obrigação de não fazer contra o Municí-
sem que o autor ou terceiro promova a respecti-
pio do Tudo Pode Castas Vencerão. Con-
va execução, o representante do Ministério Pú-
siderada essa situação e as disposições
blico a promoverá nos 30 (trinta) dias seguintes, da Lei da Ação Civil Pública, assinale a
sob pena de falta grave. alternativa correta.
e) Para o art. 19 da Lei n. 4.717/1965, da sen- (A) A referida ação civil pública deve ser propos-
tença que julgar procedente o pedido formulado ta perante o juízo da comarca corresponden-
na ação popular, caberá recurso de apelação, te ao território do Município do Tudo Pode
com efeito suspensivo. Castas Vencerão, que tem competência ter-
ritorial para processar e julgar a causa.
(B) O cidadão tem legitimidade para a propositu-
ra de ação civil pública com o mesmo objeto.
(C) A propositura de ação civil pública por um
dos legitimados impede o ingresso dos de-
mais na qualidade de litisconsortes.
(D) Na referida demanda, admitir-se-á o litiscon-
sórcio facultativo entre os Ministérios Públi-
cos Estadual e da União.
(E) Em caso de abandono de ação civil pública
por um dos legitimados, apenas o Ministério
Público tem legitimidade para assumir a titu-
laridade ativa.

Letra d.
De acordo com o art. 5º, § 5º, da Lei n.
7.347/1985, admitir-se-á o litisconsórcio faculta-
tivo entre os Ministérios Públicos da União, do
Distrito Federal e dos Estados. Desse modo, a
alternativa correta é a letra D.
As demais alternativas estão incorretas pelas
seguintes razões:

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 48


a) Segundo o art. 2º da Lei n. 7.347/1985, a 58. Com relação ao licenciamento ambiental
ação civil pública deve ser proposta no local em de empreendimentos de significativo im-
que o dano ocorrer, cujo juízo terá competência pacto ambiental que afetem as Unidades
funcional para processar e julgar a causa. de Conservação específicas ou suas zo-
b) Os cidadãos têm legitimidade para a pro- nas de amortecimento, assinale a alterna-
positura da ação popular, mas não da ação ci- tiva correta com base na Resolução CO-
vil pública. NAMA n. 428/2010.
c) Em caso de propositura de ação civil pública (A) A autorização de que trata esta Resolução
por um dos legitimados, fica facultado ao Po- deverá ser solicitada ao órgão ambiental li-
der Público e a outras associações legitimadas cenciador, antes da emissão da primeira li-
habilitar-se como litisconsortes de qualquer cença prevista, pelo órgão responsável pela
das partes. administração da UC que se manifestará
e) Segundo o art. 5º, § 3º, da Lei n. 7.347/1985, conclusivamente após avaliação dos estu-
em caso de desistência infundada ou abandono dos ambientais exigidos dentro do procedi-
mento de licenciamento ambiental, no prazo
da ação por associação legitimada, o Ministério
de até 30 dias, a partir do recebimento da
Público ou outro legitimado assumirá a titulari-
solicitação.
dade ativa.
(B) A autorização de que trata esta Resolução
deverá ser solicitada pelo órgão ambiental
DIREITO AMBIENTAL licenciador, no prazo máximo de 30 dias,
NILTON CARLOS contados a partir do aceite do EIA/RIMA.
(C) O órgão ambiental licenciador deverá, antes
56. Assinale a alternativa que contempla de emitir os termos de referência do EIA/
uma hipótese de pena restritiva de direi- RIMA, consultar formalmente o órgão res-
tos aplicável à pessoa jurídica: ponsável pela administração da UC quan-
(A) Interdição temporária de estabelecimento. to à necessidade e ao conteúdo exigido de
(B) Prestação de serviços à comunidade. estudos específicos relativos a impactos do
(C) Interdição temporária de direitos. empreendimento na UC e na respectiva ZA,
(D) Prestação pecuniária. o qual se manifestará no prazo máximo de
(E) Multa. 30 dias úteis, contados do recebimento da
consulta.
Letra a. (D) Caso o empreendimento de significativo im-
Art. 22 da Lei n. 9.605/1998. pacto ambiental afete duas ou mais UCs de
domínios distintos, caberá ao órgão licencia-
57. Assinale a alternativa que contempla dor consolidar as manifestações dos órgãos
uma unidade de conservação de prote- responsáveis pela administração das res-
ção integral: pectivas UCs.
(A) Reserva de Fauna. (E) Os órgãos ambientais licenciadores fede-
(B) Reserva de Desenvolvimento Sustentável. rais, estaduais e municipais poderão adotar
(C) Reserva Biológica. normas complementares, observadas as re-
(D) Reserva Extrativista. gras gerais desta Resolução.
(E) Reserva Particular do Patrimônio Natural.
Letra d.
Letra c. Vide o art. 4º da Resolução Conama n. 428/2010.
As demais alternativas são unidades de conser-
vação de uso sustentável.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 49


59. Com relação à estruturação do Sistema 60. Assinale a alternativa que não contempla
Nacional do Meio Ambiente – SISNAMA, uma finalidade do Instituto Chico Mendes.
assinale a alternativa correta. (A) Executar ações da política nacional de uni-
(A) Órgão central: Conselho de Governo, com dades de conservação da natureza, refe-
a função de assessorar o Presidente da Re- rentes às atribuições federais relativas à
pública na formulação da política nacional e proposição, implantação, gestão, proteção,
nas diretrizes governamentais para o meio fiscalização e monitoramento das unidades
ambiente e os recursos ambientais. de conservação instituídas pela União.
(B) Órgão consultivo e deliberativo: o Conse- (B) Executar as políticas relativas ao uso sus-
lho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), tentável dos recursos naturais renováveis
com a finalidade de assessorar, estudar e e ao apoio ao extrativismo e às populações
propor ao órgão central, diretrizes de polí- tradicionais nas unidades de conservação
ticas governamentais para o meio ambiente de uso sustentável instituídas pela União.
e os recursos naturais e deliberar, no âm- (C) Fomentar e executar programas de pesqui-
bito de sua competência, sobre normas e sa, proteção, preservação e conservação da
padrões compatíveis com o meio ambiente biodiversidade e de educação ambiental.
ecologicamente equilibrado e essencial à (D) Exercer o poder de polícia ambiental para a
sadia qualidade de vida. proteção das unidades de conservação ins-
(C) Órgão superior: Secretaria do Meio Am- tituídas pela União.
biente da Presidência da República, com (E) Promover e executar, com exclusividade,
a finalidade de planejar, coordenar, super- programas recreacionais, de uso público e
visionar e controlar, como órgão federal, a de ecoturismo nas unidades de conserva-
política nacional e as diretrizes governamen- ção, onde estas atividades sejam permitidas.
tais fixadas para o meio ambiente.
(D) Órgãos executores: o Instituto Brasileiro Letra e.
do Meio Ambiente e dos Recursos Natu- Vide o art. 1º da Lei n. 11.516, de 28 de agos-
rais Renováveis – IBAMA e o Instituto Chico to de 2007.
Mendes de Conservação da Biodiversidade
– Instituto Chico Mendes, com a finalidade
de executar e fazer executar a política e as
diretrizes governamentais fixadas para o
meio ambiente, de acordo com as respecti-
vas competências.
(E) Órgãos locais: os órgãos ou entidades
estaduais responsáveis pela execução de
programas, projetos e pelo controle e fiscali-
zação de atividades capazes de provocar a
degradação ambiental.

Letra d.
Art. 6º da Lei n. 6.938/1981.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 50


DIREITOS HUMANOS 63. Leia com atenção o texto a seguir e, em
THIAGO MEDEIROS seguida, assinale a alternativa que cor-
responde às características dos Direitos
61. Assinale a alternativa que corresponde à Humanos abordadas no excerto.
teoria que fundamenta os direitos huma-
nos em uma ordem universal, imutável e “os direitos humanos não são objeto de comér-
inviolável: cio e, portanto, não podem ser negociados ou
(A) Teoria Moralista. transferidos. A dignidade da pessoa humana não
(B) Teoria Juspositivista. pode ser vendida...”
(C) Teoria Jusnaturalista.
(D) Teoria de Perelman. (A) Universalidade.
(E) Teoria Pós-positivista. (B) Prescritibilidade.
(C) Historicidade.
Letra c. (D) Imprescritibilidade.
A Corrente Jusnaturalista defende que o direito (E) Inalienabilidade.
humano é independente da vontade humana,
acima das leis do homem. O direito é algo natu- Letra e.
ral e tem como pressupostos os valores do ser A questão abortou a característica da INALIE-
humano, e busca sempre um ideal de justiça. NABILIDADE, que significa que os direitos hu-
manos são intransferíveis, inegociáveis, porque
62. A Declaração Universal dos Direitos Hu- não possuem conteúdo econômico-patrimonial.
manos foi proclamada pela Assembleia- Se a ordem jurídica os confere a todos, deles
-Geral das Nações Unidas em Paris, em não se pode desfazer, porque são indisponíveis.
10 de dezembro de 1948, por meio da Re-
solução 217-A da Assembleia-Geral como 64. O direito de acesso aos meios de comu-
uma norma comum a ser alcançada por nicação corresponde à seguinte geração
todos os povos e nações. Ela estabelece, de direitos humanos:
pela primeira vez, a proteção universal (A) Primeira geração.
dos direitos humanos. Assinale a alterna- (B) Segunda geração.
tiva que está de acordo com a Declaração. (C) Terceira geração.
(A) Homens e mulheres são iguais em direitos e (D) Quarta geração.
obrigações. (E) Quinta geração.
(B) É livre a manifestação do pensamento, sen-
do vedado o anonimato. Letra c.
(C) A propriedade atenderá a sua função social. O direito à comunicação não se confunde com
(D) Ninguém será arbitrariamente privado de o direito de opinião e expressão. Opinião e ex-
sua propriedade. pressão são direitos de primeira geração. Já o
(E) Ninguém será privado da liberdade ou de direito à comunicação é um direito coletivo de
seus bens sem o devido processo legal. terceira geração.

Letra d.
Art. 17 da DUDH.
As demais alternativas correspondem aos inci-
sos I, IV, XXIII e LIV da Constituição Federal.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 51


65. Assinale a alternativa que corresponde LEGISLAÇÃO ESPECIAL
ao significado da terminologia “Direitos DIEGO HENRIQUE
do Homem”.
(A) São direitos positivados na ordem interna- 66. A respeito da Lei n. 12.830/2013, assinale
cional por meio de Tratados Internacionais. a alternativa correta a respeito do indicia-
(B) São direitos positivados na ordem interna- mento, apontando a(s) autoridade(s) que
cional e interna. pode(m) indiciar ou determinar o indicia-
(C) São direitos positivados na ordem interna mento em inquérito policial:
por meio das cartas constitucionais.
(D) São direitos que não se encontram positiva- I – Delegado de Polícia
dos nas cartas constitucionais nem nos Tra- II – Ministério Público
tados Internacionais. III – Juiz Estadual
(E) São direitos previstos exclusivamente para IV – Juiz Federal
pessoas do gênero masculino. V – Assistente da acusação

Letra d. Estão corretas:


A expressão “Direitos do Homem” possui cunho (A) I, apenas.
nitidamente jusnaturalista, cuja conotação re- (B) I, II, III e IV, apenas.
monta a direitos naturais ou ainda não positiva- (C) I, II e III, apenas.
dos. Essa classificação foi muito utilizada pelos (D) I, II, III e V, apenas.
iluministas nos séculos XVII e XVIII e inspirou (E) I, II, III, IV e V.
os textos da Revolução Francesa e da Indepen-
dência dos EUA. Atualmente, essa classificação Letra a.
está em desuso, porque a quase totalidade dos Apenas o delegado de polícia pode indiciar em
direitos conhecidos estão previstos, implícita ou IP. Nem mesmo o promotor de justiça poderá
explicitamente, nos textos normativos internos e determinar o indiciamento.
internacionais.
Lei n. 12.830/2013, art. 2º, § 6º O indiciamen-
to, privativo do delegado de polícia, dar-se-á
por ato fundamentado, mediante análise técni-
co-jurídica do fato, que deverá indicar a auto-
ria, materialidade e suas circunstâncias.

67. Assinale a alternativa incorreta a respei-


to dos requisitos para que os integrantes
do quadro efetivo de agentes e guardas
prisionais possam portar arma de fogo de
propriedade particular ou fornecida pela
respectiva corporação ou instituição,
mesmo fora de serviço.
(A) Submetidos a regime de dedicação exclusiva.
(B) População local com mais de 500 mil habi-
tantes.
(C) Sujeitos à formação funcional, nos termos
do regulamento.
(D) Subordinados a mecanismos de fiscalização.
(E) Subordinados a mecanismos de controle in-
terno.

Letra b.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 52


Essa necessidade se refere ao porte de arma 69. A respeito da Lei Maria da Penha, assina-
para integrantes da guarda municipal (III – os le a alternativa incorreta.
integrantes das guardas municipais das capi- (A) A suspensão condicional do processo não
tais dos Estados e dos Municípios com mais se aplica na hipótese de delitos sujeitos ao
de 500.000 (quinhentos mil) habitantes, nas rito da Lei Maria da Penha.
condições estabelecidas no regulamento desta (B) A transação penal não se aplica na hipótese de
Lei). Em relação aos agentes e guardas prisio- delitos sujeitos ao rito da Lei Maria da Penha.
(C) A prática de crime ou contravenção penal
nais, deve ser dada atenção ao disposto no art.
contra a mulher com violência ou grave
6º, § 1º-B:
ameaça no ambiente doméstico impossibili-
ta a substituição da pena privativa de liber-
Lei n. 10.826/2003, art. 6º, § 1º-B. Os inte-
dade por restritiva de direitos.
grantes do quadro efetivo de agentes e guar-
(D) É aplicável o princípio da insignificância nos
das prisionais poderão portar arma de fogo de
crimes ou contravenções penais praticados
propriedade particular ou fornecida pela res-
contra a mulher no âmbito das relações do-
pectiva corporação ou instituição, mesmo fora
mésticas, a depender do caso concreto.
de serviço, desde que estejam:
(E) Para a configuração da violência domésti-
I – submetidos a regime de dedicação exclusiva;
ca e familiar prevista no artigo 5º da Lei n.
II – sujeitos à formação funcional, nos termos 11.340/2006, não se exige a coabitação en-
do regulamento; tre autor e vítima.
III – subordinados a mecanismos de fiscaliza-
ção e de controle interno. Letra d.
Em 2017, o STJ publicou a Súmula 589, en-
68. Praticar, induzir ou incitar a discrimina- tendendo que é inaplicável o princípio da insig-
ção ou preconceito de raça, cor, etnia, nificância nos crimes ou contravenções penais
religião ou procedência nacional é crime praticados contra a mulher no âmbito das rela-
previsto na lei de racismo. Se praticado ções domésticas. As demais hipóteses também
por meio de comunicação social: são súmulas do mesmo tribunal.
(A) não se admite o sursis processual.
(B) será considerado hediondo. 70. A lei de abuso de autoridade trouxe hipó-
(C) será considerado equiparado a hediondo. tese de crime em razão do cumprimento
(D) será punido com prisão perpétua. de mandado de busca domiciliar após
(E) será punido com pena de detenção. determinado horário. Segundo a lei, co-
meterá crime de abuso de autoridade o
Letra a. agente que cumprir mandado de busca
A pena é de 1 a 3 anos, logo cabível o sursis. domiciliar após
Ocorre que, se praticado por meio de comunica- (A) as 6 h.
ção social, a pena será de 2 a 5 anos, tornando (B) as 8 h.
incabível o sursis. (C) as 18 h.
(D) as 21 h.
(E) as 7 h.

Letra d.
Questão fácil: após as 21 h! Cuidado para não
realizar uma leitura rápida e imaginar que o exa-
minador pediu o horário em que se pode iniciar
o cumprimento do mandado de busca domiciliar.

Art. 22, § 1º Incorre na mesma pena, na forma


prevista no caput deste artigo, quem:
III – cumpre mandado de busca e apreensão
domiciliar após as 21h (vinte e uma horas) ou
antes das 5h (cinco horas).

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 53


CRIMINOLOGIA 72. Acerca da evolução história da Crimino-
RAFAEL CATUNDA logia, assinale a alternativa CORRETA.
(A) A Escola Clássica enxergava o criminoso
71. Com base no conceito, no objeto, nas ca- como uma espécie de doente e justamente
racterísticas e no método da Criminolo- por essa razão a pena era entendida como
gia, julgue as alternativas a seguir, assi- um meio de defesa social.
nalando a opção CORRETA. (B) Cesare Lombroso é considerado um dos
(A) A criminologia é uma ciência que se confi- principais nomes da Escola Positivista devi-
gurou como sendo um ramo do direito que do ao trabalho empírico e indutivo emprega-
se ocupa do estudo das causas da crimina- do na sua obra “O Homem Deliquente”.
lidade. (C) A Escola Clássica sucedeu a Escola Positi-
(B) Uma das principais características da crimi- vista, tendo aquela passado a revalorizar o
nologia é a multidisciplinariedade. papel da vítima na análise criminológica, o
(C) A Criminologia, atualmente, tem como mé- que havia sido neutralizado pela Escola Po-
todo a dedução, caracterizada pela Escola sitivista.
Positivista, que abandonou o método induti- (D) A Escola Clássica enxergava o delito com
vo empregado pela Escola Clássica. um fato humano e social; já a Escola Po-
(D) A Criminologia é uma ciência empírica (ba- sitivista via o desvio como uma infração ao
seada na observação e na experiência) e in- pacto social.
terdisciplinar, que tem por objeto de análise (E) São nomes marcantes da Escola Clássica:
o crime, a personalidade do autor do com- Cesare Bonesana (Marquês de Beccaria),
portamento delitivo, a vítima e o controle so- Francesco Carrara e Enrico Ferri.
cial das condutas criminosas.
(E) A Criminologia é uma ciência do dever ser, Letra b.
empírica e experimental, que se utiliza de a) Estas características se aplicam à Escola
métodos biológicos e sociológicos. Positivista.
c) É muito comum questões de concurso tro-
Letra d. carem pensamentos da Escola Clássica com
a) INCORRETA. Não podemos classificar a Cri- da Escola Positivista (e vice-versa). A Escola
minologia como um ramo do Direito Penal. As Clássica foi sucedida pela Positivista, e não o
ciências possuem ligação, mas não há como contrário. E coube à Escola Positivista o resgate
afirmar que uma depende da outra. da vítima que havia sido deixado de lado pela
b) INCORRETA. A Criminologia é uma ciência Escola Clássica.
INTERDISCIPLINAR, justamente por haver d) Mais uma alternativa que confunde os con-
uma permeabilidade entre as demais ciências. A ceitos das escolas Clássica e Positivista.
criminologia NÃO É MULTIDISCIPLINAR, onde e) De fato, Beccaria e Carrara são nomes mar-
os ramos científicos são estudados simultanea- cantes da Escola Clássica, mas Enrico Ferri, ao
mente, mas sem estarem relacionados entre si. lado de Cesare Lombroso e de Rafael Garófalo,
c) INCORRETA. É justamente ao contrário. O são nomes eminentes da Escola Positivista.
método atualmente empregado é o indutivo in-
serido pela Escola Positivista, que abandou a
dedução lógica da Escola Clássica.
d) CORRETA. Mesmo essa assertiva não sen-
do inédita, optamos por trazê-la ao simulado por
se tratar justamente de um conceito trazido pela
banca Vunesp em concurso de investigador de
polícia da PCSP em 2018.
e) INCORRETA. A Criminologia é uma ciên-
cia “do ser” e não do “dever ser”, como o Di-
reito Penal.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 54


73. Acerca do estudo da vítima e do proces- mas poderiam influenciar a prática delitiva, bem
so de vitimização, assinale a alternati- como a relação entre vítima e agressor. Ou seja,
va CORRETA. a interação entre vítima e agressor era de fun-
(A) A vitimização terciária, também conhecida damental importância para a criminologia.
como sobrevitimização caracteriza-se por e) INCORRETA. Essa classificação correspon-
ser causada pelas instâncias formais de de às vítimas mais culpadas que os criminosos.
controle social, no decorrer do processo de
registro e apuração do crime, com o sofri- 74. Acerca da Mídia e Criminalidade e dos
mento adicional causado pela dinâmica do Crimes de Colarinho Branco, analise as
sistema de justiça criminal (inquérito policial assertivas a seguir e assinale a alternati-
e processo penal). va INCORRETA.
(B) Segundo a classificação de Benjamim Men- (A) A mídia emerge como grande impulsionado-
delsohn, as vítimas que não têm qualquer ra da seletividade penal. É aceita pelo senso
influência na ocorrência do crime (ex.: in- comum, difundindo a crença da prisão como
fanticídio, aborto, bala perdida) são classifi- principal instrumento para o estabelecimen-
cadas como vítima menos culpadas que os to da ordem e da segurança pública.
criminosos. (B) A mídia desempenha importante papel de
(C) Após a divulgação do crime, a tendência mudança cultural e de construção social
das pessoas que rodeiam a vítima é de se do crime, posto que o público costuma se
afastarem, principalmente quando se trata valer das informações por ela transmitidas,
de crimes sexuais, que são considerados concebendo uma imagem da criminalidade
estigmatizantes. Esse é um exemplo de vi- e modelando suas atitudes e opiniões com
timização primária. base na percepção dessa mesma imagem.
(D) Um grande marco para a vitimologia é o es- (C) A mídia não exerce um controle social, ca-
tudo apresentado por Hans Von Henting, em bendo essa função aos órgãos formais do
que questiona a posição passiva da vítima estado, ou aos informais, tais como família,
na criminalidade. escola, igreja etc.
(E) Vítimas que atingem um nível de provoca- (D) Os crimes do colarinho branco ganharam
ção que acabam dando causa ao crime são atenção com base no estudo desenvolvido
classificadas por Benjamim Mendelsohn por Edwin Sutherland, criador da Teoria da
como “vítimas como únicas culpadas”. Associação Diferencial.
(E) Um ponto crítico em relação aos crimes de
Letra d. colarinho branco é que o custo financeiro
a) INCORRETA. Após a ocorrência do crime, a desse tipo de crime é provavelmente muito
vítima tem que passar por uma série de situa- maior do que aquele associado aos crimes
ções que acabam trazendo de volta todo sen- comumente vistos como o problema da cri-
timento gerado quando da prática criminosa. minalidade.
Justamente por essa razão, essa vitimização
secundária é também chamada de revitimiza- Letra c.
ção ou sobrevitimização. A mídia exerce um controle social, consistente
b) INCORRETA. Essa é justamente a definição no conjunto de meios e processos pelo qual a
dada por Benjamim Mendelsohn para as vítimas sociedade faz com que seus membros se com-
ideais ou completamente inocentes. portem em conformidade a padrões de conduta
c) INCORRETA. Esse exemplo se amolda à viti- aceitos pela coletividade, direcionando seu inte-
mização terciária. resse punitivo ÀQUELES QUE ESTÃO EXCLU-
d) CORRETA. Outro grande marco para viti- ÍDOS DE TAL PADRÃO DE ACEITAÇÃO.
mologia é a publicação do livro “The Criminal
and his Victim”, de Hans Von Henting, em 1948,
nos Estados Unidos. Esse estudo questionava
a posição passiva da vítima na criminalidade,
defendia que algumas características das víti-

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 55


75. Analise as afirmativas a seguir sobre Ci- • Cifra Dourada: mescla a cifra Negra com os
fras e suas Cores e assinale a alternativa Crimes de Clarinho Branco. Diz respeito aos cri-
que corresponde a elas. mes do Colarinho Branco que não são apuradas
pelo Estado.
I – Expressão decorrente da Teoria da As- • Cifra Cinza: são os crimes registrados nas de-
sociação Diferencial (Edwin Sutherland). legacias, mas que ali mesmo encontram solu-
Crimes cometidos por indivíduos com ção, tais como os casos de não representação
elevado status social. O termo faz refe- ou (Crimes de Ação Pública Condicionada a Re-
rência aos colarinhos brancos utilizados presentação).
nas vestimentas desses atores (Terno e • Cifra Amarela: são os crimes praticados com
gravata). abuso policial contra indivíduos da sociedade
II – Diz respeito aos crimes cometidos por que acabam deixando de registrar os fatos deli-
indivíduos com elevado status social tivos por medo de represália policial.
que não são apuradas pelo Estado. • Cifra Verde: crimes ambientais que não che-
III – São crimes cometidos por indivíduos gam ao conhecimento dos órgãos policiais.
economicamente menos favorecidos.
IV – São os crimes praticados com abuso po- MEDICINA LEGAL
licial contra indivíduos da sociedade que PAULO ÊNIO
acabam deixando de registrar os fatos
delitivos por medo de represália policial. 76. Entre os documentos médicos de im-
V – São os crimes registrados nas delegacias, portância forense estão os laudos
mas que ali mesmo encontram solução. periciais. São consideradas partes
integrantes de um laudo de perícia médi-
(A) I – Cifra Negra; II – Crimes de Colarinho co-legal, EXCETO:
Branco; III – Cifra Cinza; IV – Cifra Dourada; (A) Preâmbulo.
V – Cifra Amarela. (B) Depoimento oral.
(B) I – Crimes de Colarinho Branco; II – Crimes (C) Histórico.
de Colarinho Azul; III – Cifras Douradas; IV – (D) Respostas aos quesitos.
Cifra Amarela; V – Cifra Cinza. (E) Discussão.
(C) I – Crimes de Colarinho Branco; II – Crimes
de Colarinho Azul; III – Cifras Douradas; IV – Letra b.
Cifra Cinza; V – Cifra Amarela. Para França (2018), as partes integrantes do
(D) I – Crimes de Colarinho Branco; II – Cifras laudo pericial médico-legal são: preâmbulo;
Douradas; III – Crimes de Colarinho Azul; IV quesitos; histórico; descrição; discussão; con-
– Cifra Amarela; V – Cifra Cinza. clusão; e respostas aos quesitos.
(E) nda.
77. Um cadáver examinado no Instituto de
Letra d. Medicina Legal apresentou uma ferida
• Crimes de Colarinho Branco: expressão de- perfuroincisa, sangrante, com 5 cm de
corrente da Teoria da Associação Diferencial comprimento, de formato semelhante a
(Edwin Sutherland). Crimes cometidos por indi- uma casa de botão, com uma extremida-
víduos com elevado status social. O termo faz de angular e outra arredondada. Entre os
referência aos colarinhos brancos utilizados nas instrumentos potencialmente lesivos das
vestimentas desses atores (terno e gravata). alternativas seguintes, o mais provável
• Crimes de Colarinho Azul: são crimes come- para a produção da lesão descrita é
tidos por indivíduos economicamente menos (A) machado.
favorecidos. Esse termo foi utilizado no caso (B) enxada.
da Ação Penal 470 (Mensalão). O termo faz (C) faca de gume único.
referência à cor da gola dos macacões dos (D) faca de dois gumes.
operários. (E) projétil expelido por arma de fogo.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 56


Letra c. 80. São consideradas drogas estimulantes
Feridas perfuroincisas causadas por instrumen- do Sistema Nervoso Central:
to de gume único geralmente apresentam uma (A) morfina e heroína.
extremidade angular e a outra arredondada. Já (B) maconha e ácido lisérgico.
aquelas produzidas por instrumento de dois gu- (C) cocaína e ecstasy.
mes geralmente apresentam ambas as extremi- (D) morfina e maconha.
dades angulares. (E) heroína e cocaína.

78. Um cadáver examinado no Instituto de Letra c.


Medicina Legal apresentou na pele man- Entre as drogas apresentadas nas alternativas,
chas escurecidas no formato do contorno apenas cocaína e ecstasy são considerados
vascular, produzidas a partir da formação estimulantes. Maconha e ácido lisérgico são
de gases, que impeliram os vasos para as perturbadores. Já a morfina e a heroína são
proximidades da superfície da pele. Tal depressoras.
fenômeno é denominado, em Medicina
Legal, como
(A) Circulação Póstuma de Brouardel.
(B) Sinal de Nystem-Sommer.
(C) Câmara de Mina de Hoffmann.
(D) Sinal de Bonnet.
(E) Marca de Jellinek.

Letra a.
A Circulação Póstuma de Brouardel é parte da
fase gasosa da putrefação, um fenômeno abió-
tico transformativo destrutivo, e se caracteriza
por manchas escurecidas na pele no formato do
contorno vascular, produzidas a partir da forma-
ção de gases, que impeliram os vasos para as
proximidades da superfície da pele.

79. São características típicas do sulco na


região cervical do cadáver vítima de en-
forcamento:
(A) oblíquo, não interrompido, profundo, acima
do osso hioide.
(B) horizontal, não interrompido, pouco profun-
do, abaixo do osso hioide.
(C) oblíquo, interrompido, pouco profundo, abai-
xo do osso hioide.
(D) horizontal, interrompido, profundo, acima do
osso hioide.
(E) oblíquo, interrompido, profundo, acima do
osso hioide.

Letra e.
Sulco oblíquo no pescoço, profundo, interrompi-
do e acima do osso hioide são características da
constrição cervical denominada enforcamento,
que consiste na asfixia produzida por um laço
ativado pela força do peso da própria vítima.

4º SIMULADO DA PC/PA – DELEGADO 57

Você também pode gostar