Você está na página 1de 10

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI ÁRIDO

CENTRO DE ENGENHARIAS
CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA
PRINCÍPIOS DE COMUNICAÇÃO
DOCENTE: IDALMIR DE SOUZA QUEIROZ JUNIOR

ANÁLISE DE SINAIS

COMPONENTES: JERFFESON DA SILVA GUIMARÃES


MATEUS FERREIRA MELO

MOSSORÓ-RN
2021
1. OBJETIVOS

Analisar diferentes tipos de sinais no tempo e na frequência.


2. MATERIAL UTILIZADO

 1 Protoboard
 2 Resistores de 1kΩ
 1 Resistor de 10kΩ/
 2 Dois geradores de sinais
 1 Osciloscópio digital
 Cabos e fios de ligação
3. MONTAGEM

O circuito a ser montado é representado na figura a seguir:


Figura 1 – Experimento para montagem e análise de sinais.

4. PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL

Para a realização desse experimento simulado foi utilizado o software PSIM. Com
um dos geradores de sinais, foi alimentada a entrada S1(t) com uma senoide de 2V de
amplitude e 4kHz de frequência. E, com o outro gerador de sinais, alimentado o sinal
S2(t) com uma senoide de 4V de amplitude e 10kHz de frequência, ambos com ciclo de
trabalho de 50%. A figura 2 apresenta o circuito para forma de onda senoidal.
Figura 2 – Circuito montado para os geradores de sinais senoidais no PSIM.

Em seguida, usando os recursos do software, foi medido o sinal S0(t) no domínio


do tempo e anotado o valor máximo e o valor de pico à pico. A forma da onda do sinal
está representada na figura 3.
Figura 3 – Forma de onda do sinal senoidal S0(t) no domínio do tempo.

No PSIM foi utilizada a função FFT e medido o sinal S0(t) no domínio da


frequência. As frequências e amplitudes das duas primeiras raias foram anotadas e na
figura 4 pode ser vista a forma de onda do sinal.
Figura 4 –Forma de onda do sinal S0(t) no domínio da frequência.

Em seguida, o sinal S2(t) foi desligado e retirado o resistor R2. O sinal S1(t) foi
modificado para uma onda quadrada com ciclo de trabalho de 50%, de 10V de amplitude
e de 2kHz de frequência. Na figura 5, apresente o novo circuito.
Figura 5 – Circuito montado para os geradores de sinais quadradas no PSIM.

Usando as funções do PSIM, foi medido o sinal S0(t) no domínio do tempo e


anotado o valor máximo e o valor de pico a pico, armazenado a forma de onda do sinal.
A forma de onda do sinal quadrada por ser vista na Figura 6.
Figura 6– Forma de onda do sinal quadrada S0(t) no domínio do tempo.

Ainda utilizando o PSIM foi registrada a função FFT e medido o sinal S0(t) no
domínio da frequência. Além disso, foi anotado as frequências e amplitudes das cinco
primeiras raias. A figura 7 apresenta forma de onda do sinal quadrada S0(t) no domínio
da frequência.
Figura 7 –Forma de onda do sinal quadrada S0(t) no domínio da frequência.

Por fim, o sinal S1(t) foi modificado para uma onda triangular com ciclo de
trabalho de 50%, de 6V de amplitude e de 5kHz de frequência. A figura 8 apresenta o
circuito montado para essa configuração de onda triangular.
Figura 8 – Circuito montado para os geradores de sinais triangulares no PSIM.

Usando as funções do PSIM, foi medido o sinal S0(t) no domínio do tempo e


anotado o valor máximo e o valor de pico a pico. A figura 9 apresenta a forma de onda
do sinal triangular de saída.
Figura 9– Forma de onda do sinal triangular S0(t) no domínio do tempo.

Em seguida, foi usado a função FFT e medido o sinal S0(t) no domínio da


frequência. As formas de onda do sinal no domínio da frequência são observadas na
Figura 10.
Figura 10– Forma de onda do sinal triangular S0(t) no domínio do tempo.
5. ANÁLISE DOS DADOS EXPERIMENTAIS

Foi obtido a expressão matemática do sinal S0(t) e apresentado na equação 1. Em


seguida, foi construído o gráfico da expressão matemática para o sinal senoidal com o
Matlab conforme pode ser observado na figura 11.
𝑆0 (𝑡) = 2 sin 8000𝜋𝑡 + 4 sin 20000𝜋𝑡 (1)

Figura 11 – Gráfico do sinal senoidal no Matlab.

Usando a decomposição em série de Fourier, foram obtidos os coeficientes da


série apresentados na tabela 1 para o sinal S0(t) e normalizado o maior coeficiente na
tabela 2.
Tabela 1 – Coeficientes da série de Fourier para o sinal de onda senoidal.

Valores teóricos Valores experimentais


Raia Frequência Frequência
𝒘𝒏 (𝒓𝒂𝒅/𝒔) Amplitude 𝒘𝒏 (𝒓𝒂𝒅/𝒔) Amplitude
(Hz) (Hz)
𝑪𝟏 4000 8000π 2 4015 8030π 8,67
𝑪𝟐 10000 20000π 4 10000 20000π 1,885

Tabela 2 – Valores normalizados para o sinal senoidal.

Harmônicas Valores teóricos de Valores experimentais de


amplitude normalizados amplitude normalizados
𝑪𝟏 0,5 1
𝑪𝟐 1 0,217

Foi obtido a expressão matemática do sinal S0(t) e apresentado equação 2. Em


seguida, foi construído o gráfico da expressão matemática para o sinal quadrado com o
Matlab conforme mostrado na figura 12.
−10, −2,5𝑥10−4 ≤ 𝑡 ≤ 0 (2)
𝑆0 (𝑡) = {
10, 0 ≤ 𝑡 ≤ 2,5𝑥10−4
Figura 12 – Gráfico do sinal de onda quadrada no Matlab.

Fonte: Autor.
Os valores obtidos na função FFT na simulação para a forma de onda quadrada
estão apresentados na tabela 3 para o sinal S0(t) e normalizado o maior coeficiente na
tabela 4.
Tabela 3 – Valores normalizados para o sinal senoidal.

Valores experimentais
Raia Frequência
𝒘𝒏 (𝒓𝒂𝒅/𝒔) Amplitude
(Hz)
𝑪𝟏 2000 4000π 5,78
𝑪𝟐 6000 12000π 1,929
𝑪𝟑 10000 20000π 1,1573
𝑪𝟒 14400 28800π 0,8234

Tabela 4 – Valores normalizados para o sinal quadrado


Harmônicas Valores experimentais de
amplitude normalizados
𝑪𝟏 1
𝑪𝟐 0,3335
𝑪𝟑 0,2002
𝑪𝟒 0,1424

Foi obtido a expressão matemática do sinal S0(t) e apresentada na Equação 3. Em


seguida, foi construído o gráfico da expressão matemática para o sinal de onda triangular
com o Matlab e mostrado na Figura 13.
120000𝑡 + 6, −1𝑥10−4 ≤ 𝑡 ≤ 0
𝑆0 (𝑡) = { (3)
−120000𝑡 + 6, 0 ≤ 𝑡 ≤ 1𝑥10−4
Figura 13– Gráfico do sinal de onda triangular no Matlab.

Usando a decomposição em série de Fourier, foram obtidos os coeficientes da


série e apresentados na tabela 5 para o sinal S0(t) e normalizado o maior coeficiente e
observado na tabela 6. Os coeficientes a0, an e bn foram calculados de acordo com a
Equação 4 a partir das informações da onda no roteiro da prática. O resultado pode ser
observado na Tabela 5.
24
𝑎𝑛 = [1 − cos(𝜋𝑛)] (4)
(𝑛𝜋)2

Tabela 5 – Coeficientes da série de Fourier para o sinal de onda triangular.

Valores teóricos Valores experimentais


Raia
𝑓𝑛 (𝐻𝑧) 𝑤𝑛 (𝑟𝑎𝑑/𝑠) Amplitude 𝑓𝑛 (𝐻𝑧) 𝑤𝑛 (𝑟𝑎𝑑/𝑠) Amplitude
𝑪𝟏 5000 10000π 4,86 4935 9870 1,1776
𝑪𝟐 10000 20000π 0,00 14988 29976 0,2554
𝑪𝟑 15000 30000π 0,54 25041 50082 0,0808
𝑪𝟒 20000 40000π 0,00 35094 70188 0,02938
𝑪𝟓 25000 50000π 0,19 44964 89928 0,0233

Tabela 6 – Valores normalizados para o sinal de onda triangular.

Valores teóricos de Valores experimentais de


Raias
amplitude normalizados amplitude normalizados
𝐂𝟏 1,000 1,000
𝐂𝟐 0,000 0,2168
𝐂𝟑 0,111 0,0686
𝐂𝟒 0,000 0,02494
𝐂𝟓 0,039 0,01978
6. CONCLUSÃO

A partir dos conceitos trabalhados em aula sobre série de Fourier e espectro de


magnitude, é possível observar a importância e aplicabilidade das séries de Fourier na
modelagem de sinais. No entanto, conhecer e manipular matematicamente sinais é
importante, porém torna- se essencial o uso de ferramenta auxiliares para poder comparar
os valores encontrados experimentalmente com os encontrados teoricamente.
No trabalho em questão foi utilizado o software MATLAB para a realização dos
cálculos e do software PSIM para a simulação, onde foi concluído que conforme o sinal
avança no tempo, as amplitudes normalizadas se aproximam dos valores ideais.