Você está na página 1de 3

CONTRATO PARTICULAR DE PROMESSA DE CESSÃO DE

DIREITOS HEREDITÁRIOS
Pelo presente Contrato Particular de Promessa de Cessão de Direitos Hereditários,
DE UM LADO como OUTORGANTES PROMITENTES CEDENTES, doravante
denominados simplesmente OUTORGANTES, de um lado o Sr. MOZART PEREIRA
DE ARAÚJO, brasileiro, aposentado, viúvo, CI nº 29.288 2ª via SSP/GO, CPF(MF)
nº , 259.996.481-49, residente na Rua Paulista QD.18,Lt. 05, s/n, Jardim Nova Era,
Aparecida de Goiânia, Goiás, e GERALDO ROSA DE ARAÚJO, brasileiro,
divorciado, comerciante, CI nº 12966546 dgpc/GO, CPF(MF) nº 270.574.611-00,
residente na Av. Barão do Rio Branco, QD. 17, Lt.09, s/n, casa 1, Jardim Nova Era,
Aparecida de Goiânia, Goiás;e DE OUTRO LADO, JOSÉ ROBERTO SAMPAIO DOS
SANTOS, brasileiro, casado com....., sob regime da....., comerciante, CI nº
1.051.756-1 SSP/AM, CPF(MF) nº 167.116.881-04, residente na Rua 11, QD.06, lt.
14, s/n, Colinas de Homero, aparecida de Goiânia, Goiás, na qualidade de
OUTORGADO o PROMISSÁRIO CESSIONÁRIO, doravante denominado simplesmente
OUTORGADO; resolvem na melhor forma de direito contratarem-se mediante as
cláusulas e condições abaixo:

A ORIGEM DO DIREITO:

CLÁUSULA PRIMEIRA:- Declaram os OUTORGANTES serem legítimos e únicos


sucessores do “de cujus”, HENEDINA ROSA DE ARAÚJO, tendo a mesma falecido na
cidade de CERES, Estado de Goiás, no dia 12/10/1965, conforme prova o atestado
de óbito anexo, lavrado no Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais e
Tabelionato de Notas da cidade de CERES Estado de Goiás.

CLÁUSULA SEGUNDA:- Conforme informação extraída da Certidão de Óbito,


Certidão de Casamento, verifica-se que a falecida acima qualificada, configura-se
como legítima meeira do bem a ser inventariado, em procedimento a ser feito
posteriormente.

DO IMÓVEL

CLÁUSULA TERCEIRA:- Que conforme demonstra a documentação pertinente, o “de


cujus” identificado, é meeira do imóvel identificado por uma lote com área total de
437,77 metros quadrados, situado no LOTEAMENTO “ COLINAS DE HOMERO”, LOTE
15 DA QUADRA 06, sendo 6,58 metros de frente para à Rua 11, pelos fundos
24,17 metros com os lotes 17 e 16 e pela direita 22,99 metros com a Rua 10, pela
esquerda 25 metros com o lote 14, pelo chanfrado 8,51 metros. Adquirido
conforme Escritura Pública de Compra e Venda lavrada aos 10/07/2003 no 1º
Tabelionato de Notas da Comarca de Aparecida de Goiânia, Goiás, e registrada sob
o n.º00006461 fls.157 e 158 e , Livro 0401, matrícula nº 167.106, imóvel este que
faz parte integrante do monte hereditário a ser inventariado.

CLÁUSULA QUARTA:- Que, não obstante a lavratura do Inventário supra-referido,


declaram os OUTORGANTES que os direitos supra mencionados incidentes sobre o
imóvel encontram-se completamente livres e desembaraçados de quaisquer ônus,
dívidas, inclusive fiscais, hipotecas legais, judiciais e convencionais, ações reais ou
pessoais reipersecutórias e de quaisquer outros gravames, o que faz sob as penas
da lei.

CLÁUSULA QUINTA:- Para total clareza, da declaração na cláusula anterior, os


OUTORGANTES apresentam todas as certidões exigidas por Lei, tais como:
Certidões de propriedade atualizadas junto ao Cartório de Registro de Imóveis ,
recibos e certificados do IPTU (lmposto Predial e Territorial Urbano), certidões de
distribuições cíveis, justiça federal, certidões de protestos, certidões de
esclarecimento ou qualquer outro documento relativo à área e que seja exigido por
lei para lavratura da escritura definitiva.

DO PAGAMENTO DO PREÇO E CONDIÇÕES

CLÁUSULA SEXTA:- OS OUTORGANTES prometem e se obrigam a ceder e


transferir, a título oneroso ao OUTORGADO, a totalidade dos direitos hereditários
que possuem, correspondendo a uma cota de 50%(cinqüenta por cento) de cada
um dos herdeiros, correspondentes ao imóvel acima descrito, sendo este objeto do
monte hereditário.

CLÁUSULA SÉTIMA:- O preço total do presente instrumento é de R$ 15.000,00


(Quinze mil Reais), que serão pagos pelo OUTORGADO uma parcela no valor de R$
7.000,00 (sete mil Reais), correspondendo a 46,7%(quarenta e seis ponto sete por
cento) do valor do imóvel descrito, neste ato, em moeda corrente nacional e os
outros 53,3%(cinqüenta e três ponto três por cento), no importe de R$ 8.000,00,
(oito mil Reais), em 16(dezesseis) parcelas fixas de R$ 500,00(quinhentos Reais),
com vencimentos sucessivos a cada 30(trinta) dias.

Parágrafo Único: Fica convencionado que em havendo qualquer débito por mais que
não descrito e declarado no presente contrato, ou qualquer fato jurídico que venha
de algum modo majorar o preço do imóvel ora ajustado e que venha a ser pago
pelo OUTORGADO, tais importes serão deduzidos posteriormente do saldo do preço
a pagar aos OUTORGANTES.

DA CONCESSÃO DA POSSE

CLÁUSULA OITAVA:- O OUTORGADO entra, desde já, na posse do imóvel, podendo


fazer nele quaisquer benfeitorias ou melhoramentos, vedado, porém, o direito de
demolir, alterar ou praticar qualquer ato que venha depreciar ou diminuir o preço
do imóvel objeto deste contrato, bem como ferir posturas municipais sem o
competente alvará expedido pela Prefeitura até a data anterior à lavratura da
Escritura de Compra, Venda e Cessão de Direitos Hereditários em favor do
OUTORGADO.

DAS DESPESAS DE INVENTÁRIO, TRANSFERÊNCIA E REGISTRO

CLÁUSULA NONA:- A cargo dos OUTORGANTES caberão as providências alusivas às


despesas de ITBI devido no ato da lavratura da competente Escritura de Cessão de
Direitos Hereditários, bem como o custeio das despesas de contrato, presentes ou
futuras que decorram deste negócio jurídico aqui entabulado em caráter preliminar.

CLÁUSULA DÉCIMA:- Caberão aos OUTORGANTES o ônus de arcar com todas as


custas, taxas judiciárias, honorários advocatícios, impostos a qualquer título, taxas,
contribuições de melhoria, multas, tributos em geral, registros, que recaiam ou
venham recair no procedimento de inventário retro mencionado, que porventura
sejam necessários à finalização e obtenção do competente formal de partilha,
responsabilizando-se ainda por toda e qualquer providência legal e processual,
inclusive o seu registro.

CLÁUSULA DÉCIMA PRIMEIRA:- Fica desde já declarado mutuamente entre os ora


pactuantes que o presente contrato é realizado a requerimento dos signatários,
fazendo lei entre as partes, não podendo assim ser rescindido ou alterado sem
prévia anuência de seus estipulantes.
DA SUCESSÃO CONTRATUAL

CLÁUSULA DÉCIMA SEGUNDA:- Pelo falecimento de qualquer dos ora contratantes,


não caberá qualquer desobrigação do presente ajuste, obrigando-se os seus
respectivos herdeiros e sucessores, a qualquer título, a cumprir o aqui pactuado.

DA OBRIGATORIEDADE DO CONTRATO

CLÁUSULA DÉCIMA TERCEIRA:- O presente é firmado em caráter irrevogável e


irretratável para os contratantes e extensivo aos sucessores.

CLÁUSULA DÉCIMA QUARTA:- Fica acertado que no caso de haver nas cláusulas do
presente instrumento qualquer erro material que porventura modifique ou crie
direitos e obrigações pertencente a quaisquer dos contraentes, deverá tal erro ser
retificado por ocasião da lavratura da competente escritura pública, sem que isto
diminua ou aumente qualquer direito aos ora contraentes.

CLÁUSULA DÉCIMA QUINTA- OS OUTORGANTES declaram não serem


empregadores, bem como que nunca foi foram contribuintes obrigatórios da
Previdência Social, estando assim dispensados da apresentação da guia de CND.

CLÁUSULA DÉCIMA NONA:- Fica eleito o foro da Comarca de Aparecida de Goiânia,


Goiás, para dirimir qualquer questão oriunda deste contrato.

E, assim, por estarem justos e contratados, na forma acima, as partes assinam e


rubricam o presente Contrato Particular de Promessa de Cessão de Direitos
Hereditários, em duas vias de igual teor e forma, juntamente com duas
testemunhas, e autorizam, desde já, todos os registros necessários em decorrência
deste documento.

LOCA/DATA

OUTORGANTES: ....................................................

....................................................

OUTORGADO: ...................................................