Você está na página 1de 2

Tema: As formas do amor de Deus

Introdução

Uma das primeiras frases que eu aprendi na igreja, por volta dos meus 7 anos de idade, foi
através de uma pequena música que dizia: “Deus é amor”. Talvez naquela época eu não tenha me
dado conta de que amor era esse ou o que isso significava. Com o tempo as coisas foram fazendo
sentido, mas será que todos nós compreendemos o amor de Deus e como ele foi manifestado pelo
homem ontem, hoje e sempre? Vamos refletir sobre 3 características especiais desse amor genuíno
de Deus para conosco:

I. A primeira característica especial do amor de Deus por nós é a FORMA ESTENDIDA, ou


seja, a abrangência desse amor. Talvez diante de uma sequência de situações difíceis na sua vida,
você pode já ter pensado que Deus não te ama ou que ele não se importa com você, mas isso não é a
verdade.

O texto que se encontra em 2 Coríntios 5:15 diz assim:


“E ele morreu por TODOS, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele
que por eles morreu e ressuscitou”.
Então fica claro que Ele morreu por mim, por você, pelas pessoas que estão nos presídios e
também pelos que estão nos palácios. E de que forma ele nos amou? Dando seu único Filho para nos
salvar do pecado. Veja como é clara a definição desse amor no texto de João 3:16:
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo
aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.
Perceba que Deus amou O MUNDO, ou seja, todas as pessoas sem distinção. E deu seu único
filho para que TODO – toda pessoa que crer nele, não morra espiritualmente, mas viva eternamente
com ele nos céus.
Portanto, não importa a situação que você se encontre, não importa se você percebe que
tudo dá errado na sua vida; saiba que Deus te ama desde o nascimento e para que você não pereça,
basta crer que Jesus morreu por você e ressuscitou.

II. Que pai colocaria seu único filho, hoje – sem máscara, luva ou óculos – para fazer um
sopão para os necessitados na rua, correndo o risco de pegar o vírus e morrer? Não que não
devamos nos doar nesse momento, mas que pai aceitaria que seu filho fizesse isso hoje sem a devida
proteção da sua saúde? Por isso nós podemos verificar que o amor de Deus também é de uma
FORMA INEXPLICÁVEL.

Veja o que diz o texto de Romanos 5:8:


“Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda
pecadores”.
Veja que mesmo nós sendo ainda pecadores, Deus aceitou que seu filho padecesse por nós.
Ele poderia ter destruído tudo e começado do zero novamente, mas ele foi misericordioso. Eu tento
imaginar as situações que passamos, quando somos humilhados por alguém, seja por nossa condição
financeira, ou por racismo; as pessoas menosprezam as outras por tão pouco... mas Deus olhou para
o homem e viu toda a carga de pecado que ele carregava e mesmo assim, nos amou dessa TAL
maneira que não conseguimos imaginar, dando seu filho para nos salvar.
III. E quem é que pode fazer isso por você hoje? Quem é que pode DOAR a vida para você? Se
você precisar que alguém morra no seu lugar e pedir isso para o seu melhor amigo, será que ele vai
aceitar? A palavra de Deus diz que não. Em João 15:13 podemos ler:

“Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos”.
Só Deus, na pessoa de Jesus, pôde fazer isso por mim e por você, na condição em que todos
estávamos ainda de pecadores. Ele não disse: vou morrer só pelos judeus; ou vou morrer só pra quem
é mais pobre. Não, ele morreu por todos. Essa é a terceira característica do amor de Deus - A
DOAÇÃO.

Eu já perdi o meu irmão do meio; aos 46 anos ele teve um AVC, ficou algumas semanas na
UTI mas não resistiu e teve morte cerebral. Era um servo do Senhor, professor da Escola Bíblica e
membro dos Gideões Internacionais. Como todos sabiam na família, ele era doador de órgãos e por
isso, após várias reuniões com o hospital, optamos por prorrogar o sepultamento, pra dar tempo de
retirar os órgãos para doação. Mas essa doação só foi feita porque não havia mais solução para ele. A
equipe médica até fez os protocolos por duas vezes, na esperança que ele reagisse, mas não foi
possível. A doação foi feita após a sua morte.

Mas JESUS foi pregado vivo numa cruz; sofreu e morreu por nós. Porque o poder da época
quis interromper as maravilhas e os ensinamentos que Ele veio nos fazer. E isso só Deus pode fazer.

Conclusão

Bem, agora que sabemos que o AMOR de Deus: 1 - É PARA TODOS; 2 – é INEXPLICÁVEL e 3 –
é DOADOR, o que isso muda na sua vida? Você já refletiu que as situações difíceis na sua vida podem
ser resolvidas mais rapidamente ou com menos traumas? Sim, porque todos temos dificuldades, com
ou sem partilhá-las com Deus; a diferença é que com Ele, você pode andar por sobre as águas sem
afundar (falando de forma figurada). Se você reconhece o que Cristo fez por você, aceita esse amor
inexplicável e quer aprender mais sobre ele, eu quero te ajudar nessa jornada. Oremos!

Você também pode gostar