Você está na página 1de 2

LISTA DE MODOS ESQUEMÁTICOS

Jeffrey Young, Ph.D. & Michael First M.D.


(Tradução e adaptação oficial para uso no Brasil por Elisa Steinhorst Damasceno, Lauren Heineck de Souza e Margareth
da Silva Oliveira. Autorização exclusiva do Schema Therapy Institute.)

Modos Criança Inatos

1. Criança Vulnerável cv

Sente-se só, isolada, triste, incompreendida, sem apoio, defectiva, privada, sufocada, incompetente, duvida de si
mesma, carente, desamparada, desesperançosa, assustada, preocupada, vitimizada, sem valor, não amada, não digna
de amor, perdida, sem direção, frágil, fraca, derrotada, oprimida, impotente, deixada de lado, excluída, pessimista.

2. Criança Zangada cz

Sente-se intensamente zangada, enraivecida, furiosa, frustrada e impaciente porque as necessidades emocionais (ou
físicas) centrais da criança vulnerável não estão sendo satisfeitas.

3. Criança Impulsiva/Indisciplinada ci

Age conforme seus desejos ou impulsos de forma egoísta ou descontrolada para conseguir o que quer e, muitas
vezes, tem dificuldade de adiar gratificações de curto-prazo; muitas vezes sente-se intensamente zangada, com raiva,
furiosa, frustrada, impaciente quando essas necessidades ou impulsos não-centrais não podem ser atendidos; pode
parecer “mimada”.

4. Criança Feliz cf

Sente-se amada, contente, conectada, satisfeita, realizada, aceita, elogiada, valorizada, cuidada, protegida, orientada,
compreendida, validada, autoconfiante, competente, adequadamente autônoma ou autossuficiente, segura,
resiliente, forte, no controle, adaptável, incluída, otimista, espontânea.

Modos de Enfrentamento Disfuncionais

5. Capitulador complacente (Resignação) cc

Age de forma passiva, subordinada, submissa, em busca de aprovação, ou autodepreciativa quando perto de outras
pessoas pelo medo de conflito ou rejeição; tolera abusos e/ou ser maltratado; não expressa às outras pessoas as suas
necessidades ou desejos saudáveis; escolhe se relacionar com pessoas ou se envolve em comportamentos que
diretamente mantêm o padrão esquemático autodestrutivo.

6. Protetor Desligado pd

Interrompe sentimentos e necessidades; se desconecta emocionalmente das pessoas e rejeita ajuda; sente-se
retraído, aéreo, distraído, desconectado, despersonalizado, vazio ou entediado; busca atividades para distrair-se,
relaxar/tranquiliza-se, estimular-se de forma compulsiva ou excessiva; adota uma postura cética, indiferente ou
pessimista para evitar investir nas pessoas ou atividades.
7. Hipercompensador hc

Sente-se e comporta-se de uma forma excessivamente grandiosa, agressiva, dominante, competitiva, arrogante,
vaidosa, condescendente, depreciativa, hipercontroladora, controlada, rebelde, manipuladora, exploradora, em
busca de atenção ou status. Esses sentimentos ou comportamentos precisam ter se desenvolvido para compensar
ou gratificar pelas necessidades centrais não atendidas.

Modos Pais Internalizados Desadaptativos

8. Pais Punitivos pp

Sente que ele mesmo ou os outros merecem ser punidos ou culpados e frequentemente age de acordo com esses
sentimentos, sendo acusador, punitivo ou abusivo em relação a si (ex: automutilação) ou aos outros. Esse modo se
refere ao estilo através do qual as regras são impostas, e não a natureza destas.

9. Pais Exigentes/Críticos pe

Sente que a forma “correta” de ser é ser perfeito ou ter grandes realizações, manter tudo em ordem, batalhar para
ter um status elevado, ser humilde, colocar as necessidades dos outros antes das suas ou ser eficiente ou evitar
perder tempo; ou a pessoa sente que é errado expressar sentimentos ou agir de forma espontânea. Esse modo se
refere à natureza dos padrões elevados internalizados e regras rígidas, e não ao estilo com o qual essas regras são
aplicadas; essas regras não possuem função compensatória.

Modo Adulto Saudável

10. Adulto Saudável as

Cuida, protege, valida e acolhe o modo criança vulnerável; estabelece limites para os modos criança zangada e
impulsiva; promove e dá suporte ao modo criança saudável; combate e eventualmente substitui os modos de
enfrentamento desdaptativos; neutraliza ou modera os modos pais desadaptativos. Esse modo também desempenha
adequadamente funções adultas como trabalhar, ser pai/mãe, assumir responsabilidades e comprometer-se; busca
atividades adultas prazerosas, como o sexo; interesses intelectuais, estéticos e culturais; manutenção da saúde; e
atividades físicas.

© 2014 Jeffrey Young, Ph. D & Michael First M. D..


A reprodução ou tradução sem autorização por escrito do autor são proibidas. A pequena marca d'agua é a garantia de que você está utilizando uma
versão autorizada deste inventário. Contato postal: Nos Estados Unidos - Schema Therapy Institute, 561 10th Ave., Ste. 43D, New York, NY 10036.
E-mail: institute@schematherapy.com / No Brasil – Grupo de Avaliação e Atendimento em Psicoterapias Cognitivas e Comportamentais,
coordenado pela pesquisadora Dra. Margareth da Silva Oliveira - Av. Ipiranga, 6681, prédio 11, sala 941, Partenon, 90619-900 - Porto Alegre - RS. E-
mail: gaapcc.esquemas@gmail.com

Você também pode gostar