Você está na página 1de 7

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ

DEPARTAMENTO ACADÊMICO DE MECÂNICA

Mecânica Geral 2 – Prof. Alexandre G de Lara

Atividade Prática Supervisionada 3

Questão 1) No instante mostrado, a barra de 25


kg gira no sentido horário a 2 rad/s. A mola
fixada em sua extremidade permanece sempre
na vertical, devido ao rolete guia em C. Se a
mola tem um comprimento não deformado de
0,6 m e uma rigidez de k = 200 N/m, determine
o ângulo θ, medido a partir da horizontal, até o
qual a barra irá antes de parar
momentaneamente. Qual a velocidade angular
quando a barra tiver girado 30° no sentido horário se a mola tiver um k = 100 N/m.
R:θ=25,4°, ω=2,3 rad/s.

Obs: Na segunda parte da equação elevar o comprimento da mola ao quadrado.


Questão 2) Uma mola com rigidez de k =
300 N/m está fixada na extremidade de
uma barra de 15 kg, e não está
deformada quando θ=0°. Se a barra é
liberada do repouso, quando θ=0°,
determine a velocidade angular no
instante θ=30°. O movimento acontece
no plano vertical.
R: 3,09 rad/s.
SOLUÇÃO
Questão 3) Se a barra de 6 kg é liberada do repouso
em θ=30°, determine a velocidade angular da barra
no instante θ=0°. A mola a ela fixada tem rigidez de
k = 600 N/m, com comprimento não deformado de
300mm.
R: 7,98 rad/s.

SOLUÇÃO
Questão 4) A montagem consiste de uma polia A de 3 kg, e uma polia B de 10 kg. Se
um bloco de 2 kg está suspenso pela corda, determine a velocidade do bloco após ele
haver descido 0,5m, partindo do repouso. Despreze a massa da Corda e trate as polias
como discos finos. Não ocorre
deslizamento
R:

SOLUÇÃO
Questão 5) Um motor transmite um
torque M = 0,05 N.m para o centro da
engrenagem A. Determine a
velocidade angular de cada uma das
três engrenagens menores (iguais) em
2 s, partindo do repouso. As
engrenagens menores (B) estão presas
com pinos nos seus centros, e as
massas e raios de giração centroidais
das engrenagens são dados na figura.

R:
SOLUÇÃO