Você está na página 1de 9

Tema: Vivendo para agradar a Deus

Texto: Dn 1:8-21
Introdução:

I. Como fazer para agradar a Deus?


1º. Reconhecendo que somente Ele é Deus
i. Este foi o cântico de Ana – I Sm 2:2
ii. Foi o que Jacó fez – Gn 28:17-22
iii. Este é o fundamento do monoteísmo – Dt 6:4
iv. Nisto estava fundamentada as profecias dos profetas – Is. 44:8; I Rs 18:21, 39

a. mais este reconhecimento tem que ser mais do que intelectual


i. Foi isto o que fez a geração de Sete – Gn 4:26
ii. Foi isto o que fez Abel – Gn 4:4
iii. Foi isto o que fez Noé – Gn 6:9
a.a. Pois, pelo conhecimento podemos saber que Deus existe
i) – o Ap. Paulo revela isto em Rm 1:18-21
ii) – o salmista Davi também retrata este conhecimento – Sl 19:1
iii) – o problema é que o ser humano acaba tendo um conhecimento errado do Ser Supremo, assim
para que não fôssemos enganados Deus nos deu sua Palavra, que dentre outros ensinos, nos revela
quem é Ele, o que fez, faz e está fazendo; sua personalidade e seu grande amor para conosco – Jo
3:16. Sem esta revelação jamais saberíamos, de forma correta, a verdade sobre o Senhor Deus.
b. este reconhecimento tem que nos levar a verdadeira adoração
i) – Foi isto que Jesus deixou claro aos hipócritas – Mt 15:7-9. Ao observarmos todo contexto
da passagem em apreço chegamos a uma conclusão: que adorar a Deus em espírito e em verdade é
guardar e praticar seus mandamentos. Jesus rebateu a crítica dos fariseus que reclamavam de uma
quebra de suas tradições humanas por parte dos seus discípulos pelos mesmos (os fariseus e escribas)
não guardarem o mandamento de Deus, desta forma aqueles religiosos estavam invalidando a Palavra
de Deus e colocando suas tradições com autoridade acima da Palavra de Deus.
ii) – Foi isto que Ele (Jesus) ensinou a mulher samaritana – Jo 4:23, 24
iii) – Foi esta a atitude de Pedro e demais apóstolos – Jo 6:68, 69
iv) – o salmista Davi louva e adora por Ele ser Deus – Sl 139:1-14
c. este reconhecimento tem que nos fazer ter uma fé firme nEle
i. o salmista declara e vive isto – Sl 121; 125
ii. esta também foi a declaração de Habacuque - Hc 3:17-19
iii. Abraão, o pai de todos os crentes – Gn 22
iv. Pedro declara o valor deste reconhecimento – I Pe 1:6, 7

2º. Vivendo sempre em santificação


i. Esta é a vontade de Deus – I Ts 4:3
ii. É isto que o Senhor deseja que sigamos – Hb 12:14
iii. Este é o verdadeiro culto racional – Rm 12:1
iv. Nós somos uma nação santa – I Pe 2:9
Não nos basta ter o conhecimento desta realidade moral em nossas vidas precisamos estar
dispostos a vivê-la, assim estaremos agradando a Deus. Então:
a. esta santificação se torna real quando:
i) – não estamos mais escravizados com a concupiscência da carne – “...a concupiscência
da carne...” as quais podemos ver quais são em Gl 5:19-21
• Prostituição (Gr. Pornéia) = Imoralidade sexual de todas as formas. Tipo gostar de
quadros, filmes, publicações pornográficos.
• Impureza (Gr. Akarthasia) pecados sexuais, atos pecaminosos e vícios, inclusive maus
pensamentos e desejos do coração
• Lascívia (Gr. Aselgeia) Sensualidade. É a pessoa seguir suas próprias paixões e maus
desejos a ponto de perder a vergonha e descência.
• Idolatria (Gr. Eidololatria) adoração de espíritos, pessoas ou ídolos. É também confiar
em uma pessoa, objeto, instituição como se tivesse autoridade igual ou maior que
Deus e sua Palavra
• Feitiçarias (Gr. Pharmakeia) espiritismo, magia negra, adoração de demônios e o uso
de drogas e outros materiais, na prática da feitiçaria
• Inimizades (Gr. Echtra) intenções e ações fortemente hostis; antipatia e inimizade
extrema
• Porfias (Gr. Eris) brigas, oposição, luta por superiodade
• Emulações (Gr. Zelos) ressentimento, inveja amarga do sucesso dos outros
• Iras (Gr. Thumos) ira ou fúria explosiva que irrompe através de palavras e ações
• Pelejas (Gr. Eritheia) ambição egoísta e a cobiça do poder
• Dissensões (Gr. Dichostasia) introduzir ensinos cismáticos na congregação sem
qualquer respaldo na Palavra de Deus
• Heresias (gr. Hairesis) grupos divididos dentro da congregação, formando conluios
egoístas que destroem a unidade da igreja
• Invejas (Gr. Fthonos) antipatia ressentida contra outra pessoa que possui algo que
não temos e queremos
• Bebedices (Gr. Methe) descontrole das faculdades físicas e mentais por meio de bebida
embriagante
• Glutonarias (Gr. Komos) diversões, festas com comida e bebida de modo
extravagante e desenfreado, envolvendo drogas, sexo e coisas semelhantes.
i.i) – isto é, a nossa natureza caída – Rm 7:17, 22-25; Rm 3:23; 6:12
i.ii) – Deus nos dá a capacidade de triunfar sobre estas obras carnais rejeitando-as – Gl 5:22, 23
ii) – não estamos mais escravizados com a concupiscência dos olhos – “...a concupiscência dos
olhos...” são desejos pecaminosos que se manifestam pelo o que se vê
ii.i) – os olhos são a candeia do corpo – Mt 6:22, 23
ii.ii) – olhar com intenção impura (este ato se dá em conjunto com a concupiscência da carne) – Mt
5:28, 29
ii.iii) – o mandamento de Deus é para não cobiçar nada de ninguém – Ex. 20:17
ii.iv) – Jó é um exemplo a ser seguido do que Deus quer e se agrada – Jó 31:1 comparar com 1:8
ii.v) – não se prender a olhares pecaminosos – Pv 16:25
ii.vi) – não se deixar dominar pelas propagandas que dominam a vida das pessoas
ii.vi.i) – cuidado com as tais “ofertas relâmpagos” (incentivo a compras desenfreadas)
ii.vi.ii) – cuidado com as jogatinas que oferecem uma bolada aos seus ganhadores
ii.vi.iii) – cuidado com as novas tecnologias “é lançamento, venha correndo”
ii.vi.iv) – cuidado porque isto poderá te levar as financeiras
ii.vi.v) – cuidado que isto pode sobrecarregar o coração e assim Cristo vem e você fica! – Lc 21:34
iii) – não estamos mais escravizados com a soberba da vida – “...e a soberba da vida...” – é o
pecado do orgulho que exclui o temor a Deus e o amor ao próximo.
iii.i) – por causa dela Lúcifer caiu como raio do céu – Lc 10:17-20 comparar com Is. 14:12-14; Ez.
28:12-18
iii.ii) – Nabucodonosor pastou como animal – Dn 4:29-35
iii.iii) – Faraó foi humilhado junto com seu exército – Sl 136:15
iii.iv) – Herodes foi ferido por um anjo e comido por bichos – At 12:21-23
iii.v) – então para nós que buscamos a santificação só nos resta viver o que está escrito em I Pe 5:6
v. este é o mundo que guerreia contra nós e que o Ap. João, inspirado pelo Espírito Santo,
exorta-nos a não amar, pois, não procede do Pai e quem ama este mundo o amor do Pai não
está nele e Tiago diz que se tornou inimigo de Deus – Tg 4:4; Rm 8:7, 8.

– Quando santificamos nosso corpo – I Ts 4:4-7


i) Culto ao corpo = é normal em nossa sociedade ouvir alguém dizer que pretende ter um
corpo sarado, ou seja, um corpo que na verdade chame a atenção das pessoas. O que não falta hoje,
para que isto se torne realidade, são clínicas especificas para o cuidado vaidoso do corpo.
Assistimos em noticiários modelos, atrizes, pessoas ricas, etc, que no desejo de se manterem
sempre mais belas, resolveram fazer uma lipoaspiração e foram a óbito. Pessoas que não
necessitavam, em hipótese alguma de tal procedimento. O que é isto senão um cuidado exagerado
do corpo! As academias estão abarrotadas de homens, mulheres de todas as idades em busca não
da boa forma mais do corpo ideal. Mulheres utilizam silicone para avolumar certas partes do
corpo. Homens buscam anabolizantes para terem um corpo cobiçado. Alguns até fazem cirurgias
ou usam outros métodos disponíveis no mundo para que certas partes de seu corpo fiquem da
forma que o agrade e possa chamar a atenção. E para dar um realce a mais temos ainda as
vestimentas. A moda do mundo atual, tanto para homem quanto mulher é a de nível mais baixo
possível. Quem dita a moda mundana, em sua maioria são os artistas (cantores, cantoras, atrizes,
atores, modelos, jogadores, etc), ainda que tenha um estilista como o projetista o mesmo não teria
tanta influência no mundo se não fossem estes artistas. Um exemplo: se um artista resolve cortar o
cabelo de uma forma esquisita, muitos o seguem em seu novo estilo; se uma cantora resolve usar
uma roupa, pode ter certeza que aquela peça em breve estará em todas as lojas e boutiques do país.
Quantos jovens não seguem o modelo rebelde do grupo de mesmo nome! Quantas moças não se
vestem como as cantoras bahianas? Quantos não seguem um estilo igual a das modelos famosas!
Por que isto? Porque agrada. Porque atrai o sexo oposto e deixa outros com inveja. Mais diante
deste quadro qual deve ser a atitude do servo (a) de Deus? Tem Deus uma regra quanto as
vestimentas? Ele se importa ou não da maneira que nos vestimos? Ele só quer o coração? Afinal o
que é coração? Veremos tudo isto a seguir e o que iremos expor aqui não é uma visão de uma
denominação mais sim o que Deus requer de nós quanto a isto.
i.i) – Nosso corpo é templo do Espírito Santo – I Co 3:16; 6:19, 20; II Co 6:16
i.i.i) – então preciso entender que não posso cultuar o corpo – Mt 4:10
i.i.ii) – que o corpo é para o Senhor – I Co 6:13
i.i.iii) – sendo apresentado a Ele em Sacrifício vivo, santo e agradável que é o culto racional, ou
seja, o corpo é para culto ao Senhor – Rm 12:1
i.i.iv) – por meio do corpo devemos seguir os padrões de Deus para nossas vidas e não os do
mundo – Rm 12:2
i.i.v) – não podemos cometer o pecado da defraudação (defraudação no contexto bíblico significa
“despertar desejos sexuais na pessoa do sexo oposto, sem poder satisfazê-los devida e
licitamente” – I Ts 4:6 - este pecado está em muitas áreas da vida, mais no texto de tessalonicenses
se refere ao sexo.
i.i.vi) – está nas roupas sensuais – I Tm 2:9 e bem que as roupas de hoje tem colocado as mulheres
em status de prostituta, parece exagero! Então pensemos na seguinte situação: Coloque uma
mulher qualquer com as vestes que hoje desnudam as mulheres, junto a um lugar onde tem ponto
de prostitutas será que alguém conseguiria discernir quem é a prostituta? Uma prostituta além do
local específico onde a mesma tem seu ponto, é identificada por suas roupas chamativas. A roupa
tem um papel muito importante na história da humanidade. Podemos observar isto desde o
momento da queda. Adão e Eva fizeram cintas de figueiras (aventais) para cobrir sua nudez e mais
adiante Deus concerta isto fazendo roupas de pele de animal – Gn 3:21. Se Deus quisesse que
homem e mulher andasse nus ou mostrando partes sensuais de seus corpos para que então Ele
substituiu os aventais de folhas de figueira (feitos pelo homem) por peles de animais? O homem
começou errando na confecção de roupas e até hoje continua no mesmo erro. Devido ao
liberalismo do mundo atual alguns líderes e crentes em geral vêem a questão das vestes como
simples preceito de homens. É só tocar no assunto para dizerem: vestes é doutrina de homens e não
de Deus, pois, não está na bíblia. Só que isto não é argumento válido. Tantas coisas que a Palavra
de Deus não cita de forma objetiva. Por exemplo: o cigarro. Não há versículos na bíblia falando
claramente: não fumarás. E porque então não fumamos? Porque sabemos que é algo que prejudica
a saúde e não é conveniente com o crente em Jesus, assim consideramos uma atitude que
desagrada a Deus. Com as vestes acontece da mesma forma. Temos que nos vestir de modo a
agradar a Deus e, isto só é possível se entendermos que devemos ser santos em toda a nossa
maneira de viver – I Pe 1:15.O fato é que as mulheres, em especial, usam roupas decotadas,
minissaias, mini-blusas, calças justíssimas com o único intuito de atrair a atenção do homem para
si. Esta é a explicação mais conveniente. Então uma moça poderia indagar: mais eu uso não com
este intento. Não tenho culpa se alguém olha pra mim com pensamento pecaminoso. Mais esta
desculpa também não é nada aceitável. Pois, como fica o mandamento de Deus que devo amá-lo (a
Deus) de todo o meu coração, de toda a minha alma, e de todo o meu entendimento. E o meu
próximo como a mim mesmo! – Lc 10:27. Como fica o verso que estamos analisando que trata
sobre defraudação, que não devo neste caso enganar meu irmão, pois, Deus é vingador! Se alguém,
seja homem ou mulher, utiliza seu corpo de forma errada, pecaminosa, incitando outros a pecarem
está também pecando e sentindo prazer no erro. Na verdade quando uma moça (em especial) ou
um rapaz se expõem, ou seja, faz do seu corpo alvo de desejo ao sexo oposto o que está sendo
desejado não é a pessoa em si, isto é, o que ela (a pessoa) é: bom caráter, humilde, responsável,
que respeita os sentimentos, temente a Deus, etc, mais sim o desejo de realizar propósitos egoístas.
Ter apenas um momento de prazer. É como se a pessoa fosse apenas um objeto para satisfação. É
bom a mulher entender (e serve para os homens também) que um rapaz quando é atraído pelo seu
corpo o mesmo não está nenhum um pouco interessado em sentimentos e nem quer compromisso
sério, mais apenas um momento. Mulheres que tem prazer em se vestir desta forma
constantemente, não tem testemunho de boa fama, geralmente recebem vários tipos de nomes
vulgar que a ridicularizam, deixando-a totalmente desmoralizada perante a sociedade. Isto não é
nada bom para uma mulher ou moça cristã. Tem irmãos que apelam para a seguinte frase: “o que
Deus quer é o coração”. Se é assim, então a bíblia é uma contradição para os propositores desta
ideologia, pois, está claro que nosso corpo é templo do Espírito Santo; e que nosso corpo é para o
Senhor; que devemos saber utilizar de maneira correta o nosso corpo.Então o sujeito que roubasse
alguma coisa de alguém poderia também utilizar a mesma desculpa. Tipo assim: Olhe eu Roubei,
mais o que importa é que Deus só que mesmo é o meu coração e Ele (Deus) sabe que não roubei
como os demais ladrão, não bati em ninguém, não maltratei, até de certa forma fui educado. Só
mesmo peguei o que queria e fui embora. Tem gente que quando é assaltada pensa: “deveria ter
uma lei no Brasil que arrancasse a mão ou um dedo de quem roubasse para nunca mais roubar ou
pensar muitas vezes antes de cometer um delito”. “Tomara que a polícia pegue este bandido e lhe
de uma surra boa ou que os presos o façam isto”. Outros podem pensar: “é pastor Clayton agora
você apelou ou está viajando demais nos pensamentos”. Mais digo que não! O que desejo que você
entenda é que se há punição para um tipo de pecado como roubar por meio de um membro do
corpo não haverá também para aqueles que utilizam seu corpo como objeto de desejo pecaminoso?
Pergunto, qual a diferença do que rouba para o que defrauda? Quem é melhor dos dois? Vamos
parar de dar desculpas! Isto é enganar-se a si mesmo! Vamos deixar o ego de lado, rejeitá-lo.
Façamos a vontade de Deus, que neste caso é a santificação – I Ts 4:3. Espero que estes poucos
argumentos associado a alguns versos bíblicos mais a real necessidade de santidade também no
corpo possa ajudar a muitos jovens, homens e mulheres entenderem que é preciso ser santo na
maneira de se trajar.
Abaixo, de forma sucinta temos mais alguns meios que fazem alguém a cometer o pecado de
defraudação.
i.i.vii) – está nas carícias e palavras insinuantes – Pv 7:21; 7:13
i.i.viii) – está na maneira de andar
i.i.ix) – está na maneira de sentar
i.i.x) – está na maneira de olhar – Pv 6:25
i.i.xi) – está na maneira de tocar

v) – quando, de fato, não amamos o mundo = “Não ameis o mundo... ...Se alguém ama o
mundo, o amor do Pai não está nele” – I Jo 2:15
v.i) – pois, de tudo o que estudamos acima que fazem parte deste sistema chamado “mundo”, não
tem nada de Deus – “...não é do Pai, mas do mundo...” – I Jo 2:16
v.ii) – cujo deus dele é satanás – II Co 4:4
v.iii) – também é o príncipe do mesmo – Jo 12:31; 14:30; 16:11; Ef. 2:2
v.iv) – não é preciso fazer muito esforço para ver que, realmente, este sistema a qual vivemos não
tem nada de Deus. Tudo, o que os homens projetam hoje é somente buscando a satisfação pessoal.
Nas faculdades, universidades, escolas estão cheios de céticos que só ensinam sobre o
materialismo. Isto é desde a pré-escola!!! Nas empresas os incentivos aos funcionários visam
somente enriquecer quem é mais rico e “matar” de trabalhar os trabalhadores que também anseiam
por uma, tal vida terrena melhor?! As nações já entenderam, há muito tempo, que o único caminho
(para eles) é a união econômica das nações, acabando com as barreiras comerciais afim, de se
manter o modo materialista de viver. A ONU não quer saber nada de Deus. O FMI também não. E
as grandes nações? Estão dia após dia se rebelando contra Deus com leis que atacam a santidade
do Altíssimo. O que importa neste sistema (que a bíblia designa como mundo fomentado por
satanás onde ele é o príncipe) é que todos vivam bem, sem ter a necessidade de invocar a Deus ou
amar sua Palavra. Para ver como o ser humano está preso nesta filosofia de vida, basta dar uma
volta em grandes centros urbanos. Ao olharmos a face das pessoas contemplamos suas
inquietações, ânsias e desespero por uma vida próspera aqui na terra. E o mais preocupante é que
muitos dentro da igreja, que se denominam crentes em Jesus estão da mesma forma – Mt 6:24-34;
Lc 12:15-21; 21:34. E esta busca pelo material tem minado a vida espiritual de vários servos (as)
de Deus.
v.v) – Laodicéia uma igreja que ama o mundo – Ap. 3:14-22
v.v.i) – está sempre em cima do muro, no meio termo, acomodada com o sistema atual – vv. 15, 16
v.v.i.i) – igreja que gosta de status – fama – poder – honras humanas
v.v.i.ii) – igreja que faz alianças com o estado e seus representantes
v.v.i.iii) – igreja que não se importa com o reino de Deus, pois, não prega a Palavra – Mt 4:17;
16:24; At 2:38; Mc 16:15-17
v.v.i.iv) – igreja que está tão feliz na terra que nem pensa, ou prega ou ensina sobre a volta de
Jesus Cristo e a real decadência deste planeta até que Jesus venha para reinar – Jo 14:1-3; I Ts
4:13-18; I Co 15:51-58
v.v.ii) – se julga de Deus pelo o que tem – v. 17
v.v.ii.i) – está tão inchada em sua prosperidade material que não enxerga a realidade – Rm 14:17;
Lc 12:15-20; Ap. 3:17
v.v.ii.ii) – igreja que inverteu os valores – v. 17 – “...e de nada tenho falta” – II Pe 2:1-3
v.v.ii.ii.i) – enquanto Cristo diz para buscarmos o reino de Deus e as demais coisas serão
acrescentadas ela diz: busquem as coisas da terra – Mt 6:33
v.v.ii.ii.ii) – enquanto Cristo diz que foi preparar-nos um lugar ela diz: busquem morar no melhor
bairro, apartamento, casa – Jo 14:1-3
v.v.ii.ii.iii) – enquanto Paulo ensinava a buscar as coisas de cima onde Cristo está assentado ela
diz: busquem as coisas deste mundo (onde o diabo é o deus e príncipe – II Co 4:4; Jo 16:11)
v.v.ii.ii.iv) – enquanto Paulo ensinava a atentar para as coisas que se não vêem porque são eternas
ela diz: atentem para as coisas desta vida (sabendo que são passageiras) – II Co 4:18
v.v.ii.ii.v) – enquanto Paulo ensinava que o reino de Deus não é comida e nem bebida ela insiste
em dizer: Comam e bebam do melhor deste mundo – Rm 14:17
v.v.ii.ii.vi) – enquanto Paulo ensinava que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males ela diz:
tereis dinheiro em abundância – I Tm 6:10
v.v.ii.ii.vii) – enquanto Cristo ensina que ninguém pode servir a Deus e a mamom ela incentiva
seus adeptos servirem a mamom – Mt 6:24
v.v.ii.ii.viii) – enquanto Deus nos ensina que não só de pão viverá o ser humano ela diz: somos
filhos de Deus – Dt 8:3 comparar com Mt 4:3, 4
v.v.ii.ii.vix) – enquanto Cristo ensina a necessidade de renúncia ela nada fala acerca disto para não
perder seus adeptos – Mt 8:19-22; 16:24
v.v.ii.ii.x) – enquanto Deus condena tirar ou acrescentar algo a sua Palavra ela o faz distorcendo-a
sem nenhum ressentimento – Dt 4:2; Pv 30:6; Ap. 22:18, 19; II Pe 2:1-3; II Tm 4:3, 4; I Tm 4:1-3
v.v.ii.ii.xi) – por fim, enquanto Cristo ensina a necessidade de ter azeite de reserva para a sua vinda
ela como néscia não dá a mínima para o Espírito Santo – Mt 25:1-13; Ef. 4:30; Rm 8:8, 9; Ef. 1:13,
14
v.v.ii.ii.xii) – por isto esta igreja será expelida pelo Senhor Jesus porque não quer ouvi-lo – Ap.
3:16, 20
v.vi) – por tudo o que já estudamos não devemos amar este mundo, pois:
v.vi.i) – quem ama o mundo o amor do Pai não está nele – I Jo 2:15
v.vi.ii) – quem ama o mundo está na carne e não pode agradar a Deus – Rm 8:8
v.vi.iii) – quem ama o mundo se torna inimigo de Deus – Tg 4:4
v.vi.iv) – quem ama o mundo está a serviço de satanás – II Co 4:4; Jo 16:11 comparar com Ef. 2:2
v.vi.v) – quem ama o mundo tem parte no ódio que este tem de Jesus – Jo 15:18, 19
v.vi.vi) – por fim, quem ama o mundo tem parte em suas obras más – Jo 7:7

Obs: lembrando que mundo aqui não é o planeta terra em si com o seu ecossistema e sim um
sistema de coisas (político – militar – econômico) dirigido por satanás através da rebelião do
homem contra Deus que tomou a decisão de viver na terra sem dar a mínima satisfação ao Bendito
Criador, nosso Deus. O Salmo 24, verso 1 nos ensina que a terra é do Senhor, assim devemos ter
amor e respeito por tudo o que Deus criou para nós neste planeta que um dia Ele restaurará para
sua glória.

3º. Vivendo sempre em obediência


Obediência é algo que sempre foi requerido por Deus para que sejamos abençoados. Desde o
princípio da existência humana o Senhor Deus deixa evidente que o ser humano deve obedecê-lo,
para dentre outras coisas, ser feliz. Neste terceiro ponto iremos estudar que para agradar a Deus
precisamos viver sempre em obediência a Ele. É algo fundamental na vida do crente em Jesus
submeter-se a Deus e a sua Palavra.
i. para Deus sempre será melhor obedecer do que sacrificar – I Sm 15:22
porque desobedecer é incorrer em pecado de rebelião – I Sm 15:23
ii.i. foi por rebelião que Lúcifer foi expulso do céu – Is. 14:12-14; Ez. 28:17; Lc 10:18; Ap. 12:4
ii.ii. foi a rebelião que causou a queda do ser humano – Gn 2:16, 17; Gn 3:22-24
ii.iii. por meio de uma rebelião generalizada Deus enviou o dilúvio – Gn 6
ii.iv. por causa da rebelião Deus destruiu Sodoma e Gomorra – Gn 13:13; 19:24, 25
ii.v. por causa da rebelião constante Deus fez perecer toda uma geração de murmuradores israelitas
– Nm 14:8, 9, 21-23, 28-35
ii.vi. por causa da constante rebelião Israel foi para o cativeiro – II Rs 17:5-7, 13-16, 18-20
iii. porque desobedecer é também, pecado semelhante a idolatria – I Sm 15:23. Vejamos que para
nosso Deus não há diferença entre uma pessoa que cultua um ídolo, adora uma imagem, é idólatra
e o que persiste em desobedecer sua Palavra. Então, de que adianta o crente em Jesus dizer que
adora somente a Deus senão obedecer sua Palavra?
iii.i. o jovem rico incorreu neste pecado – Mt 19:16-24
iii.ii. Caim também – Gn 4:7, 8, 13, 14, 16
iii.iii. Faraó trouxe severos juízos divinos por sua idolatria – Ex. 6:1, 6
iii.iv. Saul foi rejeitado como rei por seguir sua vontade, ou seja, idolatria – I Sm 13:13, 14; 15:11,
23
iii.v. Devemos entender que senão aceitarmos a vontade de Deus estaremos praticando o pecado de
idolatria, além do pecado de feitiçaria (que é uma oposição clara contra Deus, sendo uma afronta
deliberada, pois, quem o faz o realiza consciente). E a Palavra de Deus é severa quanto a isto, veja:
iii.v.i. já não resta mais sacrifício pelos pecados – Hb 10:26
Para maior esclarecimento sobre isto afim de não restar nenhuma dúvida, se torna pecado de
idolatria porque a pessoa coloca sua vontade, desejos acima de tudo. Persiste em fazer o que acha
melhor, ou o que julga ser melhor para sua vida ignorando e desprezando a Palavra de Deus, sua
vontade, seu querer. Neste caso, como crentes em Jesus devemos priorizar sempre a vontade de
Deus. O problema é que diante de muitas dificuldades e incertezas da vida cotidiana ficamos
vulneráveis e acabamos por rejeitar a Palavra de Deus e, muitos o fazem sem perceber e atentar
para a gravidade do problema. Para evitarmos tais pecados (feitiçaria/rebelião e
idolatria/obstinação) precisamos aceitar a vontade de Deus, tal qual fez Jó, Noé, Paulo, Pedro e o
próprio Senhor Jesus Cristo. Todos os servos de Deus que se dedicaram a servi-lo sofreram, assim
todos nós também teremos aflições – Jo 16:33; seremos contristados por várias provações – I Pe
1:6, 7; Tg 1:2, 3, 12; o mundo nos odeia – Jo 15:18, 19; muitos até morreram e morrem a cada dia
por sua fé – Mt 24:9; Mc 13:9. Não é bem o assunto que estamos tratando especificamente
provação, mais como vemos muitos crentes murmurando, reclamando de sua sorte cabe-nos dizer
que este tipo de atitude pode nos levar a rebeldia e obstinação que se tornam pecados de feitiçaria e
idolatria. Provação sempre fará parte da vida do fiel, mais de todas elas o Senhor nosso Deus nos
garante a vitória – Rm 8:37.
Pelo resumo tratado acima sobre obediência a Deus, onde enfatizamos a obediência a Palavra
de Deus (que se todo crente estudar e observar atentamente pondo em prática a vontade do Senhor
ali escrita teremos uma igreja mais santa, fiel e menos problemática como vemos nos dias atuais)
vou colocar aqui como se dá esta obediência ao Senhor para não ficar dúvidas no coração de
ninguém.
a. obedecer a Deus é viver sua Palavra
i) – Pois, na bíblia se revela a vontade de Deus para todos, especificamente sua igreja – Mt 7:21,
24
i.i) – o salmista diz que ela é lâmpada e luz para o viver diário até o fim da vida – Sl 119:105
i.ii) – o salmista diz que por ela se vence o pecado – Sl 119:11
i.iii) – o salmista diz que por ela se purifica o caminho – Sl 119:9
i.iv) – o salmista diz que por ela podemos analisar nossos caminhos – Sl 119:59
i.v) – o salmista diz que por meio da aflição passou a guardar (obedecer) os mandamentos – Sl
119:67
i.vi) – o salmista revela que a lei do Senhor é o seu deleite – Sl 119:70, 77, 92, 143, 174
i.vii) – o salmista revela ter sido bom passar a aflição, pois, agora reconhece o valor da Palavra –
Sl 119:71
i.viii) – o salmista está convicto do valor da Palavra do Senhor – Sl 119:72, 127
i.ix) – o salmista entendeu pela Palavra que Deus o afligiu por sua fidelidade – Sl 119:75, 153
i.x) – o salmista revela: sua esperança está na Palavra do Senhor – Sl 119:81, 83, 107, 114, 116,
123, 147
i.xi) – o salmista afirma a fidelidade da Palavra do Senhor – Sl 199:86, 138
i.xii) – o salmista afirma a eternidade da Palavra do Senhor – Sl 119:89, 160
i.xiii) – o salmista promete jamais se esquecer da lei do Senhor, pois, por ele Deus lhe tem
preservado a vida – Sl 119:93, 106, 156
i.xiv) – o salmista afirma sua confiança na Palavra do Senhor mesmo na perseguição – Sl 119:95,
110, 157
i.xv) – o salmista demonstra seu compromisso com a Palavra do Senhor – Sl 119:97
i.xvi) – o salmista tem visto que a Palavra de Deus o fez mais sábio que seus inimigos; mais
entendido que todos os seus mestres e mais prudente do que os velhos – Sl 119:98-100
i.xvii) – o salmista tem aprendido diretamente de Deus – Sl 119:102, 124, 135
i.xviii) – o salmista diz que a Palavra de Deus é a sua herança eterna – Sl 119:111
i.xix) – o salmista revela que seu coração está inclinado a guardar a Palavra do Senhor – Sl119:112
i.xx) – o salmista revela que sempre terá respeito a lei do Senhor – Sl 119:117
i.xxi) – o salmista revela que Deus rejeita a todo os que se desviam de sua lei – Sl 119:118, 119
i.xxii) – a petição de um salmista, revela seu discernimento espiritual e moral – Sl 119:126, 136,
139
i.xxiii) – o salmista revela seu ódio a toda vereda errada – Sl 119:128
i.xxiv) – o salmista revela o valor da exposição da Palavra de Deus – Sl 119:130
i.xxv) – o salmista anela por uma vida reta, em busca da perfeição – Sl 119:133
i.xxvi) – o salmista afirma convictamente que a Palavra de Deus é a verdade – Sl 119:142, 151
i.xxvii) – até pela madrugada o salmista medita nas promessas da Palavra – Sl 119:148
i.xxviii) – o salmista não é um iniciante mais um antigo aprendiz – Sl 119:152
i.xxix) – o salmista revela sua aflição em ver que os transgressores não guardam a lei do Senhor –
Sl 119:158
i.xxx) – o salmista se alegra nas promessas de Deus mais do que os despojos de guerra – Sl
119:162
i.xxxi) – o salmista proclama seu louvor a Deus pela sua lei – Sl 119:164
i.xxxii) – o salmista afirma que paz em abundância tem os que amam a lei de Deus – Sl 119:165
i.xxxiii) – o salmista deseja louvar a Deus por Este o ensinar sua Palavra – Sl 119:171
i.xxxiv) – o salmista expressa que o verdadeiro cântico a Deus é o que está fundamentado em sua
Palavra – Sl 119:172
i.xxxv) – o salmista pede o socorro de Deus, pois, tem escolhido a Palavra do Senhor – Sl 119:173
i.xxxvi) – o salmista pede vida para sempre louvar a Deus, pois, o seu sustento é a Palavra do
Senhor – Sl 119:175
i.xxxvii) – o salmista reconhece que se desgarrou, mais pede o socorro do nosso Pastor para o
buscar, pois, mesmo perdido ele não esqueceu da lei do Senhor – Sl 119:176
i.xxxviii) – e a Palavra diz que devo me sujeitar ao meu pastor - Hb 13:17
i.xxxviii.i) – Deus se indignou com Arão e Miriã por ter se oposto a Moisés – Nm 12:1-10;
também com a turma de Coré, Datã e Abirão – Nm 16:1-6
i.xxxviii.ii) – Deus prometeu estar com Josué, como guia do povo, e ninguém o resistiria – Js 1:5
i.xxxviii.iii) – Jesus ordenou a Pedro apascentar suas ovelhas (de Jesus) – Jo 21:15-17
i.xxxviii.iv) – Paulo deu conselhos aos pastores de Éfeso – At. 20:28-31
i.xxxviii.v) – Paulo exortou Timóteo a cumprir bem o ministério ao qual fora vocacionado – II Tm
4:1-5
i.xxxvix) – a Palavra diz que devo me sujeitar as autoridades – Rm 13:1-7; I Tm 2:1-4
i.xl) – a Palavra ordena que devo cumprir o ide de Jesus – Mt 28:19, 20; Mc 16:15-17; At 1:8; Ef.
6:15
i.xli) – a Palavra de Deus nos ensina que devemos amar os irmãos – Jo 13:34; I Jo 3:11
i.xlii) – a amar o nosso próximo como a nós mesmos – Lc 10:27, 29, 36, 37; Mc 12:32-34
O que estudamos acima nos dá uma grande base para vivermos em obediência. Que Deus nos
ajude.
4º. Aceitando a vontade de Deus em sua vida
a.Cumpra o chamado de Deus – Jr 1:5
i)– não existe ninguém inútil diante de Deus – Jz 11:1-3, 5-7, 29
ii)– Deus lhe conferiu algo a fazer – Mt 25:14, 14
iii)– Além de nos tornar seus discípulos, quando nos procurou estava nos chamando para o
trabalho – Mt 20:6, 7; Jo 15:16
iv)– Jesus chamou Paulo e ele cumpriu seu chamado – II Tm 4:7
v)– não é somente saber que tem um chamado, mais é preciso cumprir – I Tm 4:14; II Tm 1:6
vi)– de forma geral todos nós temos um chamado para evangelizar e, isto, pode-se dizer, é inato na
vida da igreja – Mt 4:19; 10:5, 16; 28:19; Mc 16:15; Lc 10:1, 3; 24:47-49; Jo 20:21; Ef 6:15
vii) - todo dom que Deus concede na igreja para algum membro visa, dentre outros, o
cumprimento do ide – Mt 16:17, 18; At 2:42-47; 4:32, 33. Assim só podemos fazer, de fato, a
vontade de Deus quando não utilizamos os dons, talentos, vocação para promoção pessoal ou
ministerial – Lc 10:17-20; II Pe 2:15.
b.Deixa Deus te usar do jeito que Ele quer – Is 55:9
i)–– usou Abraão para fazer uma nação de servos – Gn 12:1-3
ii)- usou José para preservar seu povo e o mundo da época – Gn 50:20
iii)- usou Moisés para tirar seu povo do Egito – Ex. 3:10
iv)– usou Josué para fazer seu povo tomar posse da terra prometida – Js 1:2, 6
v)– usou Samuel para restaurar o culto e a adoração – I Sm 3:1; 7:3-6, 12, 17
vi)– usou Estevão em um poderoso testemunho e se tornou o primeiro mártir – At 6:10; 7:58
vii) - usou Ananias para orar por Saulo – At 9:17
viii) – usou Lídia para acolher Paulo e seus cooperadores – At 16:15, 40
ix)– pra Deus não importa o tamanho da obra, se é muito importante aos olhos humanos ou muito
simples, quase que sem valor, o importante é que seja do jeito que Deus quer isto sim tem grande
valor para Deus – Gn 4:4. É bom entendermos que quando falamos em Deus nos usar devemos
estar cientes de que Ele (Deus) nos usa porque têm prazer nos fazer participantes de suas obras.
Como um pai empresário que deseja ver seus filhos participando com ele de sua empresa.
c.Deus tem seus propósitos no que acontece em nossas vidas
i)– com Israel nos mostra que sua existência se dá pela Palavra de Deus – Dt 8:5
ii)– com Abraão para ver se o mesmo amava a Deus sobre todas as coisas – Gn 22:1-3, 9-12
iii) – Deus permitiu o sofrimento de Jó para defender seu servo de uma acusação injusta – Jó 1:9-
11, 20-22; 2:6-10
iv) – devemos entender que tem provas que são rápidas, passageiras e outras demoradas
iv.i) – no caso de Daniel durou uma noite e foi um teste de fogo, apesar das perseguições que
precederam – Dn 6:16, 17, 21, 22
iv.ii) – no caso de Hananias, Mizael e Azarias também durou um dia – Dn 3:16-21, 25-28
iv.iii) – já nos casos de José cerca de 13 anos e de Jó também um tempo relevante, mais o que
entendemos que todos foram provados por Deus.
v) – o Ap. Pedro fala o porquê das provações – II Pe 1:7
vi) – Tiago nos aconselha a ter paciência em Deus – Tg 5:7, 8, 11
vii) – Paulo fala que nada pode nos separar do amor de Deus – Rm 8:35-39
viii) – Paulo nos mostra que devemos estar prontos a viver em toda e qualquer circunstâncias – Fp
4:10-13
ix) – Jesus nos ensina a não desesperarmos com as situações adversas da vida – Mt 14:29-31