Você está na página 1de 45

T

Geografia
Geografia
Caderno 3
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Listas de questões
Prof. Saulo Teruo Takami/ Prof. Priscila Lima
Questões sobre climatologia
1. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2017) Observe os climogramas a
seguir:

Considerando as características climáticas evidenciadas em cada climograma, podemos afirmar que


I. o climograma 1 refere-se a uma cidade situada no hemisfério Sul.
II. a amplitude térmica registrada no climograma 2 é maior que a registrada no climograma 1.
III. o verão é mais chuvoso do que o inverno nos dois climogramas.
IV. o climograma 1 refere-se a uma cidade com características de clima tropical típico e o climograma 2 a uma cidade
de clima tropical litorâneo.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I e II
(B) I e III
(C) I e IV
(D) II e III
(E) II e IV
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

2. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército - 2015) As chuvas torrenciais de
verão, denominadas chuvas ________________________ , são caracterizadas por serem precipitações breves, mas
violentas, que ocorrem na maior parte do território brasileiro. Essas chuvas estão associadas ao deslocamento da Zona de
Convergência Intertropical (ZCIT) para a porção central da América do Sul entre os meses de setembro e março, fazendo
com que a massa _____________________________ expanda-se para a Bolívia e Brasil central, chegando a atuar sobre
São Paulo, provocando os chamados aguaceiros de verão.

Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas acima.


(A) convectivas / Equatorial continental (mEc)
(B) orográficas / Tropical continental (mTc)
(C) convectivas / Equatorial atlântica (mEa)
(D) orográficas / Equatorial continental (mEc)
(E) frontais / Equatorial atlântica (mEa)

3. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2014) Observe o climograma de
uma cidade brasileira e considere as afirmativas relacionadas a este.

I. O clima representado é denominado equatorial, em cuja área está presente uma vegetação do tipo hidrófila e
latifoliada, característica da Floresta Equatorial.
II. Refere-se a um clima sob forte influência da massa Polar atlântica (mPa) e que apresenta uma significativa amplitude
térmica anual.
III. Trata-se de um clima subtropical úmido, com precipitações ao longo de todo o ano, sem ocorrência de estação seca.
IV. Nas áreas em que esse clima predomina, observam-se precipitações que ultrapassam os 2.200mm, o que, aliado às
altas temperaturas, favorece o processo de lixiviação e a consequente laterização do solo.

Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas:


(A) I e II
(B) III e IV
(C) I e IV
(D) II e III
(E) II e IV
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

4. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2012) Sobre os principais efeitos
do fenômeno “El Niño” nas diferentes regiões do Brasil, pode-se afirmar que
(A) na Região Sul, o volume de chuva se reduz significativamente, sobretudo no fim do outono e começo do inverno.
(B) prejudica a pecuária e compromete o abastecimento de água no Sertão, podendo atingir também o Agreste e a Zona
da Mata Nordestina.
(C) provoca grandes inundações na porção leste da Amazônia, prejudicando a atividade agrícola na região.
(D) traz mais benefícios do que prejuízos à agricultura no Sul do País, uma vez que interrompe os longos períodos de
estiagem característicos do clima subtropical litorâneo.
(E) ao contrário da “La Niña”, intensifica o volume de chuvas e aumenta a temperatura média em todas as regiões do País.

5. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2011) “Nas áreas urbanas, em
média, a precipitação anual é 5% superior e o número de dias de chuva é 10% maior do que nas áreas rurais adjacentes.
Além disso, as chuvas torrenciais são mais comuns nas cidades”.
(Magnoli & Araujo, 2004, p.176).

O fenômeno descrito acima deve-se a alguns fatores comuns às grandes cidades, dentre os quais pode ser citado:
(A) o acúmulo de praças e grandes áreas verdes na porção central das grandes cidades.
(B) o excesso de concreto, que transfere calor para o ambiente e diminui a temperatura das áreas centrais.
(C) a elevada presença de material particulado em suspensão, contribuindo para a condensação da água na atmosfera e
precipitação de chuva.
(D) a elevada evapotranspiração nas cidades, especialmente em áreas de canais e esgotos.
(E) a presença de massas de ar frias nas áreas centrais e consequente aumento da precipitação de chuva.

6. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) Assinale a alternativa que
apresenta o clima que ocorre em latitudes de 45° a 55°, aproximadamente, e que se caracteriza por apresentar elevadas
amplitudes térmicas anuais, invernos rigorosos e precipitações anuais que variam de 500 a 1.200 milímetros.
(A) Temperado Continental
(B) Temperado Marítimo/Oceânico
(C) Subtropical Úmido
(D) Temperado Mediterrâneo
(E) Temperado Semiárido

7. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2009) É um fenômeno climático
que ocorre geralmente durante o inverno, quando o ar frio permanece nas proximidades do solo, contribuindo para a
concentração de poluentes nessa faixa, pois a camada logo acima, mais quente, interrompe a corrente ascendente e bloqueia
a dispersão dos poluentes. A esse fenômeno denominamos
(A) inversão térmica.
(B) efeito estufa.
(C) ilha de calor.
(D) chuva ácida.
(E) circuito de fumaça.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

8. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) Na configuração do deserto
do Atacama, na costa do Chile e do Peru, é crucial a ação do seguinte fator climático:
(A) corrente marítima fria.
(B) elevada temperatura.
(C) baixa amplitude térmica.
(D) efeitos da continentalidade.
(E) baixa latitude.

9. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) As consequências do


fenômeno El Niño ocorrem de forma diferenciada sobre o espaço brasileiro. Em algumas áreas, ocorrem chuvas acima da
média histórica, enquanto em outras a quantidade de chuvas diminui. Há outras áreas, entretanto, que não sofrem os efeitos
desse fenômeno, mantendo as mesmas médias históricas. Sobre os efeitos do El Niño nas chuvas sobre o território brasileiro,
podemos afirmar que esse fenômeno
(A) intensifica as chuvas na Amazônia e provoca estiagem prolongada na Região Sul.
(B) mantém as chuvas com as mesmas médias históricas nas Regiões Sul e Sudeste.
(C) provoca precipitações acima da média na Região Sul, com enchentes e inundações anormais durante o verão.
(D) acarreta chuvas abaixo da média no Sertão nordestino e chuvas acima da média em toda a Amazônia.
(E) provoca grande estiagem na Região Sul e eleva as médias pluviométricas na Região Nordeste.

10. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
Sobre os padrões climáticos brasileiros e problemas ambientais, considere as afirmações a seguir:
I. Predominante na região Norte, o clima Equatorial é caracterizado por alta amplitude térmica e grande volume de
chuva. O principal problema ambiental é o desmatamento que pode influenciar diretamente no clima local e externos
também, como é o caso da região Sudeste que recebe umidade dos chamados rios voadores.
II. Caracterizado por duas estações: uma seca e outra úmida, o clima Tropical Continental se estende pela Região
Centro-Oeste onde a produção agropecuária tem se intensificado. Além do desmatamento, as queimadas são
problemas ambientais comuns em tal região.
III. Presente no sertão Nordestino, o clima tropical semiárido é o padrão que apresenta menores índices pluviométricos
no país. O processo de desertificação potencializado pelo mau uso do solo é o principal problema ambiental dessa
região.

Assinale a alternativa correta:


(A) Apenas as afirmativas I e II estão corretas
(B) Apenas as afirmativas II e III estão corretas
(C) Apenas a afirmativa I está correta
(D) Apenas as afirmativas I e III estão corretas
(E) Apenas a afirmativa II está correta
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

11. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
O processo de urbanização está intrinsicamente relacionado ao avanço da industrialização. Além dos efeitos diretos na
economia, os problemas ambientais também acompanham tal processo.
Sobre problemas ambientais urbanos, considere as afirmações a seguir:
I. As ilhas de calor correspondem às áreas com temperaturas mais elevadas do que as cercam. O excesso de materiais
que absorvem calor e a ausência de áreas arborizadas pode ser consideradas as principais causas de tal problema.
II. Conhecido como efeito estufa, tal fenômeno passou a existir com o excesso de poluição lançada à atmosfera. Tal
poluição ajuda a reter o calor de origem solar e potencializa o aquecimento global.
III. A chuva ácida tem origem na reação entre as águas pluviais e gases, como o dióxido de enxofre e dióxido de
nitrogênio. Além de afetar o ambiente urbano com o desgaste de monumento, os solos utilizados para a produção
agrária são afetados demandando a correção do pH.

Assinale a alternativa correta:


(A) Apenas as afirmativas I e II estão corretas
(B) Apenas as afirmativas II e III estão corretas
(C) Apenas a afirmativa I está correta
(D) Apenas as afirmativas I e III estão corretas
(E) Todas as afirmações estão corretas

Questões sobre cartografia


12. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2017) Em uma competição de
corrida de orientação, ou simplesmente orientação – esporte em que o atleta, geralmente com um mapa e uma bússola,
precisa se deslocar no terreno, passando por alguns pontos de controle, e chegar ao final em menor tempo –, dentre os
pontos que os participantes deverão encontrar, dois deles (Ponto A e Ponto B) possuem as seguintes coordenadas:

Após atingirem o Ponto A, os grupos deverão seguir para o Ponto B e, para tanto seguirão na direção
(A) oeste.
(B) leste.
(C) sudoeste.
(D) noroeste.
(E) nordeste.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

13. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2017) Os jogos da próxima Copa
do Mundo, na Rússia, que se iniciarem às 20 horas na cidade de Moscou, situada três horas adiantadas em relação à hora
de Greenwich, iniciar-se-ão a que horas na cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos da América, situada no fuso 118° de
longitude oeste?
(A) 7 horas
(B) 9 horas
(C) 10 horas
(D) 12 horas
(E) 13 horas

14. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) “Brexit é uma abreviação
para “British exit” (saída britânica, na tradução literal para o português). Esse é o termo mais comumente usado quando se
refere à decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia”. Fonte: BBC News Brasil. O que é o Brexit? Entenda a polêmica
saída do Reino Unido da União Europeia com esta e outras 10 questões.
In: www.bbc.com/portuguese (acesso em 29 mar 19).

Considerando a composição do Reino Unido, escolha aquela que melhor expressa a representação cartográfica do Brexit
dentre as alternativas abaixo:

(A) A
(B) B
(C) C
(D) D
(E) E

15. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) Desde os primitivos
rabiscos em uma placa de argila ou em peles de animais até a difusão maciça de aplicativos de localização e de navegação
em smartphones, o uso de mapas é uma necessidade vital para o homem. Sobre esse assunto, considere as seguintes
afirmativas:
I. Diferentemente dos meridianos, que possuem sempre o mesmo diâmetro, os círculos que representam os paralelos
diminuem de tamanho à medida que se afastam do Equador em direção aos polos.
II. As escalas podem ser gráficas ou numéricas. As representações em escala pequena mostram áreas pequenas e com
muitos detalhes.
III. A distorção (de áreas, de formas ou de distâncias) pode ser eliminada quando as projeções afiláticas são empregadas
na confecção de um mapa.
IV. Anamorfose é uma forma de representação cartográfica utilizada em mapas temáticos na qual as áreas dos países,
estados ou regiões são mostradas proporcionalmente à importância de sua participação no fenômeno representado.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas, dentre as listadas acima.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

(A) I e II
(B) I e III
(C) I e IV
(D) II e III
(E) III e IV
16. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2018) Observe o esquema
topográfico a seguir:

A partir da análise e interpretação do esquema, é correto afirmar que:


I. A porção norte é a mais favorável ao emprego da mecanização agrícola. II- As menores altitudes estão localizadas
na porção nordeste do esquema.
II. As encostas mais íngremes e, portanto, mais sujeitas aos processos erosivos são observadas à margem esquerda
do rio.
III. A jusante do rio encontra-se na direção oeste do esquema.
IV. A distância real entre os pontos X e Y traçados no esquema é de 15 Km.

Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas.


(A) I, II e III
(B) I, II e V
(C) I, III e IV
(D) II, IV e V
(E) III, IV e V
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

17. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2016) Sobre a projeção
cartográfica utilizada na produção do mapa abaixo, é correto afirmar que se refere a uma projeção.

(A) cilíndrica conforme, muito útil à navegação marítima, pois não deforma os ângulos, que permanecem com seus valores
reais.
(B) plana azimutal, que já foi muito utilizada na geopolítica, como instrumento de análise estratégica dos Estados.
(C) azimutal equidistante, que produz um tipo de mapa cujas distâncias e direções não são deformadas, propriedades estas
muito úteis ao planejamento estratégico-militar.
(D) cilíndrica equivalente, que destaca as áreas situadas nas latitudes intertropicais e preserva as dimensões relativas entre
os continentes e países.
(E) cilíndrica interrompida, que conserva a proporção das áreas representadas, e é muito utilizada nos atlas escolares
americanos.

18. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2016) A escala indica a proporção
em que um mapa foi traçado, em relação ao objeto real, e varia de acordo com as finalidades desse mapa. Sobre as escalas
utilizadas nos mais diferentes tipos de mapas, podemos afirmar que
I. em um mapa com escala de 1:25.000.000, a distância de 8 cm no mapa corresponde à distância real de 2.500 Km.
II. uma escala de 1:1.000.000 é considerada uma escala grande e é muito utilizada para obter, em um mapa,
informações bem detalhadas de um dado lugar.
III. quanto maior a escala de um mapa, menor será a área que ele representa.
IV. a escala gráfica pode ser apresentada em diferentes unidades de medida e a escala numérica, quando estiver com
a unidade de medida omitida, estará em centímetros.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I e II
(B) I e III
(C) II e III
(D) II e IV
(E) III e IV
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

19. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2015) Em uma cidade, a distância
entre as localidades X e Y é de 16 Km e entre as localidades X e Z é de 28 Km. A distância no mapa entre X e Y é de 4 cm
e entre X e Z é de 7 cm. A escala desse mapa é de:
(A) 1:280.000
(B) 1:160.000
(C) 1:40.000
(D) 1:16.000
(E) 1:400.000

20. (Estratégia Militares 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2014) Sobre um mapa com escala
de 1:500.000, o comandante de uma tropa demarca uma área a ser conquistada em solo inimigo. Essa área demarcada
apresenta o formato de um quadrado com 8 cm de lado.
A área demarcada, a ser conquistada, mede na realidade
(A) 40 km2.
(B) 160 km2.
(C) 400 km2.
(D) 1.600 km2.
(E) 3.200 km2.

21. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2012) Sobre escala cartográfica,
leia as afirmativas abaixo:
I. existem dois tipos de escala cartográfica: a numérica e a geográfica;
II. na escala 1:5.000, podemos visualizar mais detalhes do que na escala 1:500.000, portanto a primeira é mais
adequada para representar grandes superfícies terrestres, como, por exemplo, uma região ou país;
III. em um mapa de escala 1:2.000.000, a distância gráfica de 3 cm entre dois pontos, em linha reta, corresponde a
uma distância real de 60 km;
IV. a escala 1:500, muito utilizada na construção de plantas urbanas, é maior do que a escala 1:1.000.000, que é
utilizada, por exemplo, para representar um continente ou mesmo o Mundo.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I e II
(B) I, II e III
(C) I, II e IV
(D) II e III
(E) III e IV
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

22. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2012) Com relação às regiões
metropolitanas (RM) no Brasil, leia as afirmativas abaixo:
I. de acordo com o estudo “Regiões de Influência das Cidades 2007”, publicado pelo IBGE, São Paulo
II. é a única RM a receber a denominação de Grande Metrópole Nacional;
III. a criação de uma região metropolitana é caracterizada pela conurbação de, no mínimo, duas metrópoles entre si;
IV. a região metropolitana é resultante da necessidade da elaboração de soluções integradas para os serviços públicos
que escapam à competência política das prefeituras municipais que a compõem;
V. a Constituição de 1988 delegou aos municípios o poder de legislar sobre a criação de RM, por isso, na década de
1990, foram criadas diversas novas RM.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas:


(A) I e II
(B) I, II e IV
(C) I e III
(D) II, III e IV
(E) III e IV

23. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) A escala cartográfica que
se apresenta sob a forma de um segmento de reta graduado é denominada Escala
(A) Numérica.
(B) Gráfica.
(C) Equivalente.
(D) Temática.
(E) Topográfica.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Questões sobre relevo


24. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) A figura a seguir representa
as placas tectônicas que compõem a crosta terrestre. O movimento dessas placas está indicado por setas. Na figura estão
plotados alguns pontos geográficos (de I a V).

Considerando as consequências advindas da deriva dos continentes (dinâmica tectônica) e a localização geográfica dos
pontos I a V, assinale a afirmativa correta.
(A) O ponto I se refere à falha de San Andres e é resultado do movimento entre as placas convergentes de Nazca e a Norte-
americana.
(B) O ponto II se refere à Cordilheira dos Andes e é resultado do movimento entre as placas conservativas do Pacífico e a
Sul-americana.
(C) O ponto III se refere à Dorsal Mesoatlântica e é resultado do movimento entre as placas divergentes Africana e a Sul-
americana.
(D) O ponto IV se refere à fossa abissal do Atlântico Norte e é resultado do movimento entre as placas convergentes de
Norte-americana e a Europeia.
(E) O ponto V se refere ao Himalaia e é resultado do movimento entre as placas divergentes Arábica e Indiana.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

25. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) Numa sala de aula, um
professor de Geografia apresentou o seguinte texto aos seus alunos: “Quase todo mundo conhece alguém que tem certeza
de que o pouso da Apolo 11 na lua, assim como os pequenos grandes passos de Neil Armstrong foram uma farsa. São
pessoas que garantem que tudo foi uma produção de Hollywood (...). Agora mesmo estamos diante de gente que garante
que a Terra, diferentemente de todos os outros planetas e satélites do nosso sistema solar, é na verdade plana. São os
terraplanistas (...). Mas tem gente pior que os terraplanistas. Por exemplo, a sociedade que acredita – e divulga – que a
Terra é oca. E habitada. Lá estariam vikings, nazistas e até uma raça superior que viveria num lugar chamado Agharta,
iluminado por um sol interior.”
Fonte: Paulo Pestana. A ficção na vida real. Jornal Correio Braziliense, 27 de janeiro de 2019.

Após a leitura, o professor pediu aos seus alunos que, com base em evidências científicas, refutassem a ideia de que a Terra
é oca. Três alunos apresentaram seus argumentos:
João: “Essa ideia de que a Terra é oca é um absurdo do ponto de vista da Ciência. Por meio de sismógrafos, é possível
medir a velocidade de propagação das ondas no interior da Terra. Esses estudos revelam que o interior do Planeta é formado
por diversas camadas, com densidade e composição de materiais variados.”
Carlos: “Impossível! As evidências científicas deixam claro que a maior parte do interior da Terra é composta por uma
mistura Níquel e Ferro em estado líquido, onde a temperatura média está acima de 5.000°C.”
José: “Como a Terra poderia ser oca se já sabemos que os terremotos e os vulcões, por exemplo, originam-se da pressão
exercida pelo magma encontrado na astenosfera?” Considerando a estrutura da Terra, pode-se afirmar que são plausíveis
apenas os argumentos apresentados por:
(A) João
(B) Carlos
(C) José
(D) Carlos e João
(E) João e José

26. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2018) O relevo terrestre não é
estático, mas dinâmico. As constantes transformações que ocorrem na crosta são provocadas por forças endógenas e
exógenas que atuam sobre o modelado terrestre. Sobre a ação dos agentes internos e externos do relevo podemos afirmar
que
(A) as cadeias orogênicas resultam de movimentos tectônicos de curta duração geológica, que, exercendo pressão em
sentido horizontal na crosta, originam grandes cordilheiras, como a dos Andes.
(B) o intemperismo químico é um agente esculpidor do relevo muito característico das regiões desérticas, em virtude da
elevada amplitude térmica diária nessas áreas.
(C) a Falha de San Andréas, provocada pelo rebaixamento da Placa de Nazca em relação à Placa do Pacífico, é um exemplo
de força endógena que atua na construção e modelagem do relevo.
(D) as planícies aluviais, detentoras de grande fertilidade, são exemplos de alteração no modelado do relevo provocada
principalmente pelo processo de sedimentação pluvial.
(E) a Dorsal Mesoatlântica resulta da expansão do assoalho oceânico devido ao movimento convergente entre as Placas
Africana e Sul-Americana.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

27. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2016) “Em 1540 a.C. o filósofo
grego Xenófanes encontrou conchas marinhas nos cumes de montanhas e pensou que elas poderiam ter estado no fundo
do mar em algum momento, sendo posteriormente soerguidas. Ele tinha razão: forças do interior da Terra movimentam a
crosta terrestre, criam novos relevos ou modificam sua estrutura e fisionomia [...].”
(Terra, Lygia; Araújo, Regina; Guimarães, Raul. Conexões: estudos de Geografia Geral e do Brasil, 2015, p.313).

Essas novas formas de relevo criadas são constantemente modificadas sob a ação da água e do ar, por exemplo. Assim,
sobre a dinâmica do relevo terrestre e a atuação dos agentes internos e externos do relevo, pode-se afirmar que
I. a presença da Dorsal Mesoatlântica, grande cadeia de montanhas submersa no Oceano Atlântico, ajuda a explicar
a pouca probabilidade de ocorrerem tsunamis na costa brasileira, uma vez que esta é fruto não da colisão, mas do
afastamento entre placas tectônicas.
II. no terremoto ocorrido no Japão, em 2011, a porção nordeste do País foi a mais atingida, por ser a mais próxima ao
epicentro do maremoto, isto é, por estar mais próxima ao local da superfície onde se manifestou o maremoto.
III. os movimentos orogenéticos, ao atingirem as rochas com maior plasticidade, da crosta terrestre, são os
responsáveis, por exemplo, pela formação de grandes dobramentos modernos, como os Alpes e os Andes.
IV. a formação de grandes deltas como o do rio Nilo e a formação de grandes planícies aluviais, favoráveis à atividade
agrícola, como a do rio Ganges, estão associadas, principalmente, à erosão pluvial.
V. a presença de solos pedregosos nas regiões desérticas está relacionada, principalmente, à ação predominante do
intemperismo químico nas rochas dessa região.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I, II e III
(B) I, III e IV
(C) II, IV e V
(D) I, II e IV
(E) I, III e V
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

28. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2015) O relevo é o resultado da
atuação de forças de origem interna e externa, as quais determinam as reentrâncias e as saliências da crosta terrestre.
Sobre esse assunto, podemos afirmar que
I. o surgimento das grandes cadeias montanhosas, como os Andes, os Alpes e o Himalaia, resulta dos movimentos
orogenéticos, caracterizados pelos choques entre placas tectônicas.
II. o intemperismo químico é um agente esculpidor do relevo muito característico das regiões desérticas, em virtude
da intensa variação de temperatura nessas áreas.
III. extensas planícies, como as dos rios Ganges, na Índia, e Mekong, no Vietnã, são resultantes do trabalho de
deposição de sedimentos feito pelos rios, formando as planícies aluviais.
IV. os planaltos brasileiros caracterizam-se como relevos residuais, pois permaneceram mais altos que o relevo
circundante, por apresentarem estrutura rochosa mais resistente ao trabalho erosivo.
V. por situar-se em área de estabilidade tectônica, o Brasil não possui formas de relevo resultantes da ação do
vulcanismo.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I, II e III
(B) I, III e IV
(C) II, IV e V
(D) I, II e V
(E) III, IV e V

29. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2011) Em 27 de fevereiro de
2010, o Chile sofreu um terremoto de 8.8 graus na Escala Richter. Esse país encontra-se em uma extensa faixa da Costa
Oeste da América do Sul. A causa desse e de outros terremotos deve-se ao fato do Chile estar situado
(A) na porção central da Placa Tectônica Sul-Americana, zona de constantes acomodações da litosfera.
(B) na borda ocidental da Placa Tectônica Sul-Americana, junto à Cordilheira dos Andes, dobramento moderno formado por
movimentos orogenéticos.
(C) no limite ocidental da Placa Tectônica do Pacífico, zona de grande intensidade de movimentos orogenéticos.
(D) no limite oriental da Placa Tectônica Sul-Americana, que se afasta da Placa de Nazca, formando grande falha geológica.
(E) no limite ocidental da Placa Tectônica de Nazca, que se movimenta em sentido contrário ao da Placa do Pacífico,
provocando epirogênese.

30. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) O território brasileiro está
contido na Plataforma Americana, que é uma das três grandes unidades geológicas da América do Sul. Essa Plataforma
abrange três vastos escudos cristalinos. Assinale a alternativa que apresenta esses três escudos.
(A) das Guianas, do Parnaíba e do Paraná
(B) Atlântico, Amazônico e do Parnaíba
(C) do Paraná, Brasil Central e Amazônico
(D) Brasil Central, Atlântico e das Guianas
(E) do Parnaíba, Amazônico e do Paraná
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

31. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
No dia 24 de janeiro de 2020 foi noticiado um terremoto de magnitude 6,5 na Turquia, sendo o epicentro em uma região
rural do país.
Eventos como esse são mais comuns em alguns lugares do que em outros. Sabendo disso, assinale a alternativa correta:
(A) No Brasil é impossível um evento como o relatado no enunciado graças à localização sobre uma placa tectônica apenas.
(B) Os sismos podem ser medidos com base em sua intensidade ou seus impactos/efeitos. Para o primeiro caso é usada a
escala Richter e para o segundo usamos a escala de Mercalli.
(C) Quando o hipocentro é em centros rurais, os danos tendem a ser maior, pois independente do epicentro, os maiores
desastres acontecem em regiões com maior ocupação.
(D) A área denominada como Círculo de Fogo do Pacífico concentra altos índices de terremotos. Foi nessa região que
aconteceu o tremor de maior magnitude por ser a única região com abalos com mais de 8 graus na escala Richter.
(E) Os abalos sísmicos acontecem graças ao choque direto das placas tectônicas, por isso regiões de limites convergentes
tendem a ter mais tremores, ou seja, sem choque de placas tectônicas não existe terremoto.

32. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
Se as forças ajudam a criar, os agentes externos são fundamentais para moldar o relevo. Logo as forças externam trabalham
desgastando e esculpindo através do processo que chamamos de intemperismo
A respeito de tal tema, assinale a alternativa incorreta:
(A) A oscilação de temperatura que leva à quebra da rocha é um exemplo de intemperismo físico.
(B) A crioclastia é um tipo de intemperismo físico onde a água é fundamental para a quebra da rocha.
(C) O intemperismo químico tende a acontecer com maior intensidade onde há água e calor em maior abundância.
(D) O intemperismo físico acontece através da abrasão, quebrando a rocha sem mudanças em sua composição química,
tendo como único agente o vento
(E) A erosão pode acontecer através de vários agentes como o vento, a neve, chuva, rio etc.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Questões sobre vegetação


33. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) Segundo o geógrafo Aziz
Ab’Sáber, existem grandes extensões do território brasileiro em que vários elementos naturais (clima, vegetação, relevo,
hidrografia e solo) interagem de forma singular, caracterizando uma unidade paisagística: são os chamados domínios
morfoclimáticos. Entre eles ocorrem faixas de transição.
Sobre os domínios morfoclimáticos e as faixas de transição, considere as seguintes afirmações:
I. A exuberância da Floresta Amazônica contrasta com a pobreza de grande parte de seus solos, geralmente ácidos,
intemperizados e de baixa fertilidade.
II. Tipicamente associados à Campanha Gaúcha, os campos apresentam um relevo com suaves ondulações, cobertas
principalmente por gramíneas. Neste domínio, há um preocupante processo de desertificação advindo de anomalias
climáticas observadas nas últimas décadas.
III. O Cerrado, adaptado à alternância do clima tropical, ocupa mais de 3 milhões de km² e apresenta solos pobres. É
uma formação tipicamente latifoliada que, dentre outras características, perde as folhas durante o período de seca.
IV. A Mata dos Cocais é uma faixa de transição situada entre os domínios da Floresta Amazônica, do Cerrado e da
Caatinga. Predominam as palmeiras, com destaque para o babaçu, a carnaúba e o buriti.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas, dentre as listadas acima.
(A) I e II
(B) I e III
(C) I e IV
(D) II e III
(E) II e IV

34. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2016) Considere as seguintes
afirmativas sobre impactos ambientais em três grandes domínios morfoclimáticos brasileiros:
I. Possui uma formação vegetal muito densa, com grande biodiversidade. Possui o maior número de espécies
ameaçadas do Brasil devido, dentre outros, à exploração madeireira, às monoculturas de exportação e à expansão
urbana. Devido ao intenso desmatamento de suas encostas, são intensos os processos erosivos e frequentes os
deslizamentos de terra nesse domínio morfoclimático.
II. Nas bordas desse domínio, caracterizado pelo relevo de planícies, depressões e baixos planaltos, localiza-se a maior
parte do chamado arco do desmatamento, uma área cujas atividades econômicas, ligadas à extração madeireira e
à abertura de novas áreas para a agricultura e pecuária, vêm acarretando intenso processo de queimada,
desflorestamento e intensificação dos processos erosivos.
III. Esse domínio tem sofrido o maior dos impactos ambientais no contexto brasileiro com a expansão da monocultura
canavieira e da soja. Embora tenha sido declarado como um dos principais hotspots brasileiros, 57% de sua área
original já estão desmatados, e se o ritmo do desmatamento de sua vegetação não diminuir, até 2030 essa formação
poderá ter desaparecido.

As afirmativas acima referem-se, respectivamente, aos domínios morfoclimáticos


(A) Amazônico - Cerrado - Pantanal.
(B) Mata Atlântica - Cerrado - Amazônico.
(C) Mares de Morro - Amazônico - Cerrado.
(D) Amazônico - Cerrado - Mata Atlântica.
(E) Araucária - Amazônico - Pantanal.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

35. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2015) Observe o mapa a seguir,
que mostra a distribuição dos domínios morfoclimáticos brasileiros, e considere as afirmativas abaixo:

I. no domínio “A” encontramos a maior parte do chamado “arco do desmatamento”, onde a vegetação vem perdendo
espaço para as atividades agrícolas, causando significativos prejuízos à biodiversidade.
II. o domínio “B” caracteriza-se por solos pobres em matéria orgânica e pedregosos, porém projetos de irrigação têm
viabilizado a produção de frutas, como a uva para exportação, nessa área.
III. os domínios “C” e “F” são considerados hotspots, pois são áreas prioritárias para conservação e de alta
biodiversidade, as quais, por se constituírem em fronteiras agrícolas, vêm tendo sua vegetação suprimida para dar
lugar às atividades pecuárias.
IV. os domínios “B” e “E” são caracterizados por vegetação herbácea associada a climas que apresentam grande período
de estiagem e solos em processo de desertificação, dificultando a atividade agrícola.
V. o domínio “D” apresenta clima tropical úmido e relevo de morros arredondados, revelando intenso trabalho erosivo
em estrutura cristalina.

Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas.


(A) I, III e IV
(B) I, II e V
(C) III, IV e V
(D) I, II e IV
(E) II, III e V
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

36. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2013) Imagens mostram que
57% da área original desse domínio morfoclimático brasileiro já estão desmatados. Sua biodiversidade também está
ameaçada, fato que o aponta como um dos dois “hotspots” (MYERS, 1988, apud TERRA; ARAÚJO; GUIMARÃES, 2009,
p.186) identificados no País. A utilização de tecnologias modernas para corrigir os solos ácidos possibilitou a intensificação
da produção agrícola, o que vem acelerando a devastação desse domínio. O texto acima refere-se ao domínio morfoclimático
do (a)
(A) Amazônia.
(B) Cerrado.
(C) Caatinga.
(D) Araucária.
(E) Mata Atlântica.

37. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2011) Sobre as florestas pluviais
tropicais podemos afirmar que
(A) possuem amplitude térmica anual menor do que a amplitude térmica diária e, em consequência, são caracterizadas por
uma grande diversidade biológica.
(B) ocorrem em áreas de alta latitude e em domínios de elevada temperatura e umidade.
(C) se caracterizam por serem latifoliadas, decíduas e bastante estratificadas.
(D) ocorrem em áreas marcadas pela alternância sazonal entre uma estação chuvosa e uma estação seca.
(E) por conta da elevada insolação, a vida animal nos estratos mais superiores da floresta é muito escassa.

38. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
Segundo Aziz Ab’Sáber, em seu livro “Os domínios de Natureza no Brasil – potencialidades paisagísticas”, graças à grande
extensão territorial brasileira, nosso país detém um mostruário bastante completo das principais paisagens e ecologias do
Mundo Tropical (p. 10).
Pensando nesse mostruário que o autor ressalta, assinale a alternativa correta:
(A) O conceito de domínios morfoclimáticos diz respeito a interação entre vários elementos naturais, como o relevo, a
vegetação e o clima. Dessa interação, no território brasileiro foram elencados seis domínios que se dispõem de uma
forma contínua fazendo fronteira com outro domínio.
(B) Apesar da nomenclatura variada, bioma e domínio morfoclimático fazem referência à mesma região e apresentam as
mesmas definições para tal.
(C) Ao realizar seus estudos, Ab’Sáber encontrou no Brasil seis domínios morfoclimáticos e extensas faixas de transição.
Um exemplo de domínio seria o Cerrado, e, fazendo a transição entre o domínio Amazônico e Caatinga temos as Matas
dos Cocais.
(D) Os estudos de Ab’Sáber sobre os domínios morfoclimáticos precisam ser atualizados devido o avanço do desmatamento
na Amazônia e aumento das queimadas no Cerrados que eliminaram muitos animais endêmicos.
(E) Com as facilidades trazidas por tecnologias de geoprocessamento, Ab’Sáber mapeou todo o Brasil e confrontou a
classificação de Jurandyr Ross a partir da publicação de seu livro onde seis domínios morfoclimáticos eram estabelecidos.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

39. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
Uma das relações mais diretas que existe nos domínios morfoclimáticos é aquela estabelecida entre clima e vegetação. A
respeito de tal relação e considerando seus conhecimentos sobre as características físicas do Brasil, analise as alternativas
a seguir e assinale aquela que apresenta apenas fatos:
(A) O clima tropical úmido presente na maior parte do domínio Amazônico faz com que a vegetação se adapte, tornando-
se caducifólia.
(B) Em climas como o subtropical só é possível a sobrevivência da vegetação conífera, como é o caso do domínio das
Araucárias no Brasil.
(C) No domínio Caatinga, com o clima semiárido e o solo pedregoso, sobrevive a vegetação que se adapta à alta insolação
e adquire caráter latifoliado.
(D) O clima interfere na vegetação graças ao regime de chuvas e a insolação, assim, podemos afirmar que vegetações de
baixas latitudes e alto índice pluviométrico são latifoliadas e perenifólias.
(E) Apesar da grande interferência que o clima tem sobre a vegetação, o oposto não pode ser considerado verdadeiro, uma
vez que são as árvores que se adaptam às condições onde se inserem.

40. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
A grande extensão territorial que propicia diferentes climas, solos vegetação. A soma de todos esses aspectos mais a ação
humana criam diferentes paisagens e conferem diversos usos do Espaço.
Sobre a relação homem e natureza no Brasil, assinale a alternativa correta
(A) A Mata Atlântica foi a porta de chegada dos colonizadores. Tal fato contribuiu para que ela se tornasse a mata mais
alterada no país. Se no passado a extração vegetal foi intensa, atualmente continua principal atividade econômica
graças à exportação da soja.
(B) A Floresta Amazônica tem chamado a atenção dos grandes produtores de soja graças ao seu solo rico e fértil, criando
às margens da floresta o chamado arco do desmatamento.
(C) Graças ao clima semiárido, a Caatinga sofre com a baixa biodiversidade que vem direcionando tal domínio ao processo
de desertificação.
(D) Com o processo de tropicalização da soja, o Centro-Oeste passou a receber tal cultivo, o que vem influenciando a
biodiversidade do Cerrado.
(E) Dentro de um processo histórico agropastoril, as Pradarias brasileiras perderam espaço para o Sertão Nordestino após
as charqueadas, e, hoje se configuram como uma área abandonada.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Questões comentadas

Questões sobre climatologia


1. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2017) Observe os climogramas a
seguir:

Considerando as características climáticas evidenciadas em cada climograma, podemos afirmar que


I. o climograma 1 refere-se a uma cidade situada no hemisfério Sul.
II. a amplitude térmica registrada no climograma 2 é maior que a registrada no climograma 1.
III. o verão é mais chuvoso do que o inverno nos dois climogramas.
IV. o climograma 1 refere-se a uma cidade com características de clima tropical típico e o climograma 2 a uma cidade
de clima tropical litorâneo.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I e II
(B) I e III
(C) I e IV
(D) II e III
(E) II e IV

Comentários:
I. Correto. No Hemisfério Sul o inverno ocorre no meio do ano, isto é, queda da temperatura.
II. Correto. No climograma 2 a variação é de cerca de 15° C. No climograma 1 é de aproximadamente 5° C.
III. Incorreto. Isso ocorre apenas no climograma 1. O climograma 2 é do Hemisfério Norte.
IV. Incorreto. O climograma 2 é uma condição mediterrânea.
Gabarito: A
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

2. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército - 2015) As chuvas torrenciais de
verão, denominadas chuvas ________________________ , são caracterizadas por serem precipitações breves, mas
violentas, que ocorrem na maior parte do território brasileiro. Essas chuvas estão associadas ao deslocamento da Zona de
Convergência Intertropical (ZCIT) para a porção central da América do Sul entre os meses de setembro e março, fazendo
com que a massa _____________________________ expanda-se para a Bolívia e Brasil central, chegando a atuar sobre
São Paulo, provocando os chamados aguaceiros de verão.
Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas acima.
(A) convectivas / Equatorial continental (mEc)
(B) orográficas / Tropical continental (mTc)
(C) convectivas / Equatorial atlântica (mEa)
(D) orográficas / Equatorial continental (mEc)
(E) frontais / Equatorial atlântica (mEa)

Comentários:
Chuva de verão é sinônimo de chuva convectiva. Assim, eliminamos as alternativas “b”, “d” e “e”. A massa Equatorial
continental origina-se na Amazônia, portanto, ela é úmida, se deslocando para o interior do nosso país e provocando as
chuvas de verão.
Gabarito: A
3. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2014) Observe o climograma de
uma cidade brasileira e considere as afirmativas relacionadas a este.

I. O clima representado é denominado equatorial, em cuja área está presente uma vegetação do tipo hidrófila e
latifoliada, característica da Floresta Equatorial.
II. Refere-se a um clima sob forte influência da massa Polar atlântica (mPa) e que apresenta uma significativa amplitude
térmica anual.
III. Trata-se de um clima subtropical úmido, com precipitações ao longo de todo o ano, sem ocorrência de estação seca.
IV. Nas áreas em que esse clima predomina, observam-se precipitações que ultrapassam os 2.200mm, o que, aliado às
altas temperaturas, favorece o processo de lixiviação e a consequente laterização do solo.

Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas:


(A) I e II
(B) III e IV
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

(C) I e IV
(D) II e III
(E) II e IV

Comentários:
I. Incorreto. Em clima equatorial a temperatura não chega aos 12° C.
II. Correto. O climograma é do clima subtropical úmido.
III. Correto. As chuvas são bem distribuídas ao longo do ano.
IV. Incorreto. 2.200 mm/ano é típico das regiões equatoriais.
Gabarito: D
4. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2012) Sobre os principais efeitos
do fenômeno “El Niño” nas diferentes regiões do Brasil, pode-se afirmar que
(A) na Região Sul, o volume de chuva se reduz significativamente, sobretudo no fim do outono e começo do inverno.
(B) prejudica a pecuária e compromete o abastecimento de água no Sertão, podendo atingir também o Agreste e a Zona
da Mata Nordestina.
(C) provoca grandes inundações na porção leste da Amazônia, prejudicando a atividade agrícola na região.
(D) traz mais benefícios do que prejuízos à agricultura no Sul do País, uma vez que interrompe os longos períodos de
estiagem característicos do clima subtropical litorâneo.
(E) ao contrário da “La Niña”, intensifica o volume de chuvas e aumenta a temperatura média em todas as regiões do País.

Comentários:
(A) Incorreto. A precipitação aumenta na Região Sul.
(B) Correto. O Sertão fica ainda mais seco.
(C) Incorreto. O índice pluviométrico não aumenta na porção Leste da Amazônia.
(D) Incorreto. No Sul não há longos períodos de estiagem.
(E) Incorreto. O Sertão fica ainda mais seco.
Gabarito: B
5. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2011) “Nas áreas urbanas, em
média, a precipitação anual é 5% superior e o número de dias de chuva é 10% maior do que nas áreas rurais adjacentes.
Além disso, as chuvas torrenciais são mais comuns nas cidades”.
(Magnoli & Araujo, 2004, p.176).

O fenômeno descrito acima deve-se a alguns fatores comuns às grandes cidades, dentre os quais pode ser citado:
(A) o acúmulo de praças e grandes áreas verdes na porção central das grandes cidades.
(B) o excesso de concreto, que transfere calor para o ambiente e diminui a temperatura das áreas centrais.
(C) a elevada presença de material particulado em suspensão, contribuindo para a condensação da água na atmosfera e
precipitação de chuva.
(D) a elevada evapotranspiração nas cidades, especialmente em áreas de canais e esgotos.
(E) a presença de massas de ar frias nas áreas centrais e consequente aumento da precipitação de chuva.

Comentários:
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

(A) Incorreto. O acúmulo de praça não garante com o aumento do índice pluviométrico. Ademais, grandes áreas verdes
contribuem mais em deixar o ambiente fresco do que com o aumento das chuvas.
(B) Incorreto. O concreto aumenta a temperatura.
(C) Correto. Na zona urbana o ar é mais quente. Logo, precipita com mais facilidade.
(D) Incorreto. Elevada evapotranspiração ocorre em áreas que possui muita vegetação.
(E) Incorreto. A massa de ar fria ocorre apenas no inverno.
Gabarito: C
6. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) Assinale a alternativa que
apresenta o clima que ocorre em latitudes de 45° a 55°, aproximadamente, e que se caracteriza por apresentar elevadas
amplitudes térmicas anuais, invernos rigorosos e precipitações anuais que variam de 500 a 1.200 milímetros.
(A) Temperado Continental
(B) Temperado Marítimo/Oceânico
(C) Subtropical Úmido
(D) Temperado Mediterrâneo
(E) Temperado Semiárido

Comentários:
“latitude de 45° e 55°”, “elevada amplitude térmica” e “inverno rigoroso” apontam para temperado continental.
Gabarito: A
7. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2009) É um fenômeno climático
que ocorre geralmente durante o inverno, quando o ar frio permanece nas proximidades do solo, contribuindo para a
concentração de poluentes nessa faixa, pois a camada logo acima, mais quente, interrompe a corrente ascendente e bloqueia
a dispersão dos poluentes. A esse fenômeno denominamos
(A) inversão térmica.
(B) efeito estufa.
(C) ilha de calor.
(D) chuva ácida.
(E) circuito de fumaça.

Comentários:
A inversão térmica forma um “sanduíche”, uma camada fria, uma quente e outra fria. As pessoas que possuem problemas
respiratórios como bronquite, sinusite, asma etc. sofrem demais com esse fenômeno, pois a circulação de poluentes fica
mais difícil.
Gabarito: A
8. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) Na configuração do deserto
do Atacama, na costa do Chile e do Peru, é crucial a ação do seguinte fator climático:
(A) corrente marítima fria.
(B) elevada temperatura.
(C) baixa amplitude térmica.
(D) efeitos da continentalidade.
(E) baixa latitude.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Comentários:
A corrente marítima fria faz evaporar menos, logo, chover menos.
Gabarito: A
9. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) As consequências do
fenômeno El Niño ocorrem de forma diferenciada sobre o espaço brasileiro. Em algumas áreas, ocorrem chuvas acima da
média histórica, enquanto em outras a quantidade de chuvas diminui. Há outras áreas, entretanto, que não sofrem os efeitos
desse fenômeno, mantendo as mesmas médias históricas. Sobre os efeitos do El Niño nas chuvas sobre o território brasileiro,
podemos afirmar que esse fenômeno
(A) intensifica as chuvas na Amazônia e provoca estiagem prolongada na Região Sul.
(B) mantém as chuvas com as mesmas médias históricas nas Regiões Sul e Sudeste.
(C) provoca precipitações acima da média na Região Sul, com enchentes e inundações anormais durante o verão.
(D) acarreta chuvas abaixo da média no Sertão nordestino e chuvas acima da média em toda a Amazônia.
(E) provoca grande estiagem na Região Sul e eleva as médias pluviométricas na Região Nordeste.

Comentários:
(A) Incorreto. Aumenta as chuvas na Região Sul.
(B) Incorreto. Aumenta as chuvas na Região Sul.
(C) Correto. Essas inundações provocam desastres naturais e prejuízos econômicos.
(D) Incorreto. O índice pluviométrico não aumenta em toda Amazônia.
(E) Incorreto. Aumenta as chuvas na Região Sul.
Gabarito: C
10. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
Sobre os padrões climáticos brasileiros e problemas ambientais, considere as afirmações a seguir:
I. Predominante na região Norte, o clima Equatorial é caracterizado por alta amplitude térmica e grande volume de
chuva. O principal problema ambiental é o desmatamento que pode influenciar diretamente no clima local e externos
também, como é o caso da região Sudeste que recebe umidade dos chamados rios voadores.
II. Caracterizado por duas estações: uma seca e outra úmida, o clima Tropical Continental se estende pela Região
Centro-Oeste onde a produção agropecuária tem se intensificado. Além do desmatamento, as queimadas são
problemas ambientais comuns em tal região.
III. Presente no sertão Nordestino, o clima tropical semiárido é o padrão que apresenta menores índices pluviométricos
no país. O processo de desertificação potencializado pelo mau uso do solo é o principal problema ambiental dessa
região.

Assinale a alternativa correta:


(A) Apenas as afirmativas I e II estão corretas
(B) Apenas as afirmativas II e III estão corretas
(C) Apenas a afirmativa I está correta
(D) Apenas as afirmativas I e III estão corretas
(E) Apenas a afirmativa II está correta

Comentários:
Afirmação I. INCORRETA: as amplitudes térmicas no clima equatorial são baixas.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Afirmação II. CORRETA: Além das características descritas, tal clima apresenta considerável amplitude térmica diária.
Afirmação III. INCORRETA: o baixo volume de chuvas é uma das principais características do semiárido, além das
temperaturas elevadas.
Gabarito: E
11. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
O processo de urbanização está intrinsicamente relacionado ao avanço da industrialização. Além dos efeitos diretos na
economia, os problemas ambientais também acompanham tal processo.
Sobre problemas ambientais urbanos, considere as afirmações a seguir:
I. As ilhas de calor correspondem às áreas com temperaturas mais elevadas do que as cercam. O excesso de materiais
que absorvem calor e a ausência de áreas arborizadas pode ser consideradas as principais causas de tal problema.
II. Conhecido como efeito estufa, tal fenômeno passou a existir com o excesso de poluição lançada à atmosfera. Tal
poluição ajuda a reter o calor de origem solar e potencializa o aquecimento global.
III. A chuva ácida tem origem na reação entre as águas pluviais e gases, como o dióxido de enxofre e dióxido de
nitrogênio. Além de afetar o ambiente urbano com o desgaste de monumento, os solos utilizados para a produção
agrária são afetados demandando a correção do pH.

Assinale a alternativa correta:


(A) Apenas as afirmativas I e II estão corretas
(B) Apenas as afirmativas II e III estão corretas
(C) Apenas a afirmativa I está correta
(D) Apenas as afirmativas I e III estão corretas
(E) Todas as afirmações estão corretas

Comentários:
Afirmação I. CORRETA: a afirmação faz a descrição de ilhas de calor. Como consequência, além do aumento da temperatura,
podemos citar as tempestades oriundas de um processo de evapotranspiração mais ativo.
Afirmação II. INCORRETA: o efeito estufa é um fenômeno natural potencializado pelo processo de
urbanização/industrialização.
Afirmação III. CORRETA: Uma das principais consequências da chuva ácida é a mudança no pH do solo e da água.
Gabarito: D
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Questões sobre cartografia


12. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2017) Em uma competição de
corrida de orientação, ou simplesmente orientação – esporte em que o atleta, geralmente com um mapa e uma bússola,
precisa se deslocar no terreno, passando por alguns pontos de controle, e chegar ao final em menor tempo –, dentre os
pontos que os participantes deverão encontrar, dois deles (Ponto A e Ponto B) possuem as seguintes coordenadas:

Após atingirem o Ponto A, os grupos deverão seguir para o Ponto B e, para tanto seguirão na direção
(A) oeste.
(B) leste.
(C) sudoeste.
(D) noroeste.
(E) nordeste.

Comentários:
Do ponto de vista da latitude, o Ponto A está mais ao Sul do Ponto B, uma vez que 28°46’00” N é menor do que 28°50’30”.
Do ponto de vista da longitude, o Ponto A está mais ao Leste do que o Ponto B, haja vista que 53°54’30” L é maior do que
53°53’00” L. Então, o grupo precisa se deslocar no sentido Noroeste.
Gabarito: D
13. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2017) Os jogos da próxima Copa
do Mundo, na Rússia, que se iniciarem às 20 horas na cidade de Moscou, situada três horas adiantadas em relação à hora
de Greenwich, iniciar-se-ão a que horas na cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos da América, situada no fuso 118° de
longitude oeste?
(A) 7 horas
(B) 9 horas
(C) 10 horas
(D) 12 horas
(E) 13 horas

Comentários:
Se Moscou possui 3 horas adiantadas em relação ao Meridiano de Greenwich, isso significa que Moscou localiza-se a 45° L.
Para facilitar o cálculo, podemos arredondar 118° para 120°. Então, temos:
120° 105° 90° 75° 60° 45° 30° 15° 0° 15° 30° 45°
Los Angeles Moscou
Como Moscou está à Leste de Los Angeles, devemos atrasar o relógio para 9 horas.
Gabarito: B
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

14. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) “Brexit é uma abreviação
para “British exit” (saída britânica, na tradução literal para o português). Esse é o termo mais comumente usado quando se
refere à decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia”. Fonte: BBC News Brasil. O que é o Brexit? Entenda a polêmica
saída do Reino Unido da União Europeia com esta e outras 10 questões.
In: www.bbc.com/portuguese (acesso em 29 mar 19).

Considerando a composição do Reino Unido, escolha aquela que melhor expressa a representação cartográfica do Brexit
dentre as alternativas abaixo:

(A) A
(B) B
(C) C
(D) D
(E) E

Comentários:
As imagens mostram o Reino Unido e a Irlanda. À direita, existe um conjunto de 3 nações que formam a Grã-Bretanha, ao
Sul é a Inglaterra, ao Oeste é o País de Gales e ao Norte é a Escócia. A Ilha da esquerda é dividida em Irlanda do Norte ao
Norte e Irlanda ao Sul. Assim, o Reino Unido é composto pela Irlanda do Norte e a Grã-Bretanha.
Gabarito: A
15. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) Desde os primitivos
rabiscos em uma placa de argila ou em peles de animais até a difusão maciça de aplicativos de localização e de navegação
em smartphones, o uso de mapas é uma necessidade vital para o homem. Sobre esse assunto, considere as seguintes
afirmativas:
I. Diferentemente dos meridianos, que possuem sempre o mesmo diâmetro, os círculos que representam os paralelos
diminuem de tamanho à medida que se afastam do Equador em direção aos polos.
II. As escalas podem ser gráficas ou numéricas. As representações em escala pequena mostram áreas pequenas e com
muitos detalhes.
III. A distorção (de áreas, de formas ou de distâncias) pode ser eliminada quando as projeções afiláticas são empregadas
na confecção de um mapa.
IV. Anamorfose é uma forma de representação cartográfica utilizada em mapas temáticos na qual as áreas dos países,
estados ou regiões são mostradas proporcionalmente à importância de sua participação no fenômeno representado.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas, dentre as listadas acima.
(A) I e II
(B) I e III
(C) I e IV
(D) II e III
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

(E) III e IV

Comentários:
I. Correto. Isso ocorre porque os polos são levemente achatados.
II. Incorreto. A escala pequena mostra poucos detalhes.
III. Incorreto. Não existe projeção perfeita.
IV. Correto. Essa é a definição de anamorfose.
Gabarito: C
16. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2018) Observe o esquema
topográfico a seguir:

A partir da análise e interpretação do esquema, é correto afirmar que:


I. A porção norte é a mais favorável ao emprego da mecanização agrícola. II- As menores altitudes estão localizadas
na porção nordeste do esquema.
II. As encostas mais íngremes e, portanto, mais sujeitas aos processos erosivos são observadas à margem esquerda
do rio.
III. A jusante do rio encontra-se na direção oeste do esquema.
IV. A distância real entre os pontos X e Y traçados no esquema é de 15 Km.

Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas.


(A) I, II e III
(B) I, II e V
(C) I, III e IV
(D) II, IV e V
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

(E) III, IV e V

Comentários:
I. Correto. Curvas de níveis espaçadas significa que o terreno é menos inclinado, o que favorece a agricultura mecanizada.
II. Incorreto. As menores altitude estão no Sul.
III. Correto. As curvas de níveis mais altas passam mais à direita do rio. Considerando que ele sempre corre do ponto mais
alto para o ponto mais baixo, isso significa que ele corre da direita para esquerda. Para saber a margem, basta ficar de
costas para a nascente (ponto mais alto).
IV. Correto. Uma vez que o rio corre da direita para esquerda.
V. Incorreto. Na escala numérica, 1 cm representa 0,5 km. Assim, 3 cm representam 1,5 km.
Gabarito: C
17. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2016) Sobre a projeção
cartográfica utilizada na produção do mapa abaixo, é correto afirmar que se refere a uma projeção.

(A) cilíndrica conforme, muito útil à navegação marítima, pois não deforma os ângulos, que permanecem com seus valores
reais.
(B) plana azimutal, que já foi muito utilizada na geopolítica, como instrumento de análise estratégica dos Estados.
(C) azimutal equidistante, que produz um tipo de mapa cujas distâncias e direções não são deformadas, propriedades estas
muito úteis ao planejamento estratégico-militar.
(D) cilíndrica equivalente, que destaca as áreas situadas nas latitudes intertropicais e preserva as dimensões relativas entre
os continentes e países.
(E) cilíndrica interrompida, que conserva a proporção das áreas representadas, e é muito utilizada nos atlas escolares
americanos.

Comentários:
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

(A) Incorreto. Nenhuma projeção consegue manter os valores reais dos ângulos.
(B) Incorreto. Essa é uma projeção cilíndrica equivalente. Projeção de Peters.
(C) Incorreto. Essa é uma projeção cilíndrica equivalente. Projeção de Peters.
(D) Correto. Essa projeção distorce as formas e as distâncias.
(E) Incorreto. Essa é uma projeção cilíndrica equivalente. Projeção de Peters.

Gabarito: D
18. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2016) A escala indica a proporção
em que um mapa foi traçado, em relação ao objeto real, e varia de acordo com as finalidades desse mapa. Sobre as escalas
utilizadas nos mais diferentes tipos de mapas, podemos afirmar que
I. em um mapa com escala de 1:25.000.000, a distância de 8 cm no mapa corresponde à distância real de 2.500 Km.
II. uma escala de 1:1.000.000 é considerada uma escala grande e é muito utilizada para obter, em um mapa,
informações bem detalhadas de um dado lugar.
III. quanto maior a escala de um mapa, menor será a área que ele representa.
IV. a escala gráfica pode ser apresentada em diferentes unidades de medida e a escala numérica, quando estiver com
a unidade de medida omitida, estará em centímetros.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I e II
(B) I e III
(C) II e III
(D) II e IV
(E) III e IV

Comentários:
I. Incorreto. Se 1 cm representa 250 km, 8 cm representará 2.000 km.
II. Incorreto. Denominador grande significa escala pequena, com poucos detalhes.
III. Correto. Escala grande, denominador pequeno, logo, representa uma pequena área.
IV. Correto. Na realidade, a escala numérica é sempre em centímetros.
Gabarito: E
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

19. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2015) Em uma cidade, a distância
entre as localidades X e Y é de 16 Km e entre as localidades X e Z é de 28 Km. A distância no mapa entre X e Y é de 4 cm
e entre X e Z é de 7 cm. A escala desse mapa é de:
(A) 1:280.000
(B) 1:160.000
(C) 1:40.000
(D) 1:16.000
(E) 1:400.000

Comentários:
Se 4 cm é igual a 16 km, 1 cm é igual a 4 km. Logo, na escala numérica, 1:400.000.
Gabarito: E
20. (Estratégia Militares 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2014) Sobre um mapa com escala
de 1:500.000, o comandante de uma tropa demarca uma área a ser conquistada em solo inimigo. Essa área demarcada
apresenta o formato de um quadrado com 8 cm de lado.
A área demarcada, a ser conquistada, mede na realidade
(A) 40 km2.
(B) 160 km2.
(C) 400 km2.
(D) 1.600 km2.
(E) 3.200 km2.

Comentários:
Se 1 cm representa 5 km, 8 cm representará 40 km.
Gabarito: D
21. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2012) Sobre escala cartográfica,
leia as afirmativas abaixo:
I. existem dois tipos de escala cartográfica: a numérica e a geográfica;
II. na escala 1:5.000, podemos visualizar mais detalhes do que na escala 1:500.000, portanto a primeira é mais
adequada para representar grandes superfícies terrestres, como, por exemplo, uma região ou país;
III. em um mapa de escala 1:2.000.000, a distância gráfica de 3 cm entre dois pontos, em linha reta, corresponde a
uma distância real de 60 km;
IV. a escala 1:500, muito utilizada na construção de plantas urbanas, é maior do que a escala 1:1.000.000, que é
utilizada, por exemplo, para representar um continente ou mesmo o Mundo.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I e II
(B) I, II e III
(C) I, II e IV
(D) II e III
(E) III e IV
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Comentários:
I. Incorreto. Escala gráfica e não geográfica.
II. Incorreto. A primeira não é adequada para representar grandes superfícies terrestres.
III. Correto. Se 1 cm é igual a 20 km, 3 cm será igual a 60 km.
IV. Correto. Escala grande significa denominador pequeno.
Gabarito: E
22. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2012) Com relação às regiões
metropolitanas (RM) no Brasil, leia as afirmativas abaixo:
I. de acordo com o estudo “Regiões de Influência das Cidades 2007”, publicado pelo IBGE, São Paulo
II. é a única RM a receber a denominação de Grande Metrópole Nacional;
III. a criação de uma região metropolitana é caracterizada pela conurbação de, no mínimo, duas metrópoles entre si;
IV. a região metropolitana é resultante da necessidade da elaboração de soluções integradas para os serviços públicos
que escapam à competência política das prefeituras municipais que a compõem;
V. a Constituição de 1988 delegou aos municípios o poder de legislar sobre a criação de RM, por isso, na década de
1990, foram criadas diversas novas RM.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas:


(A) I e II
(B) I, II e IV
(C) I e III
(D) II, III e IV
(E) III e IV

Comentários:
I. Correto. Isso foi convencionado.
II. Incorreto. A conurbação de 2 metrópoles resulta em megalópole. Na verdade, a conurbação de 2 ou mais regiões
metropolitanas.
III. Correto. Os municípios que fazem parte de uma região metropolitana precisam dialogar para tomar certas decisões.
IV. Incorreto. Não depende apenas do município a determinação de uma região metropolitana.
Gabarito: C
23. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) A escala cartográfica que
se apresenta sob a forma de um segmento de reta graduado é denominada Escala
(A) Numérica.
(B) Gráfica.
(C) Equivalente.
(D) Temática.
(E) Topográfica.

Comentários:
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

A escala numérica é representada de 2 formas, por exemplo: 1:500.000 ou 1/500.000.


Gabarito: b

Questões sobre relevo


24. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) A figura a seguir representa
as placas tectônicas que compõem a crosta terrestre. O movimento dessas placas está indicado por setas. Na figura estão
plotados alguns pontos geográficos (de I a V).

Considerando as consequências advindas da deriva dos continentes (dinâmica tectônica) e a localização geográfica dos
pontos I a V, assinale a afirmativa correta.
(A) O ponto I se refere à falha de San Andres e é resultado do movimento entre as placas convergentes de Nazca e a Norte-
americana.
(B) O ponto II se refere à Cordilheira dos Andes e é resultado do movimento entre as placas conservativas do Pacífico e a
Sul-americana.
(C) O ponto III se refere à Dorsal Mesoatlântica e é resultado do movimento entre as placas divergentes Africana e a Sul-
americana.
(D) O ponto IV se refere à fossa abissal do Atlântico Norte e é resultado do movimento entre as placas convergentes de
Norte-americana e a Europeia.
(E) O ponto V se refere ao Himalaia e é resultado do movimento entre as placas divergentes Arábica e Indiana.

Comentários:
(A) Incorreto. A Falha de San Andreas é transformante (transcorrente, tangencial ou conservativa) entre a Placa Pacífica e
Norte-Americana.
(B) Incorreto. A Cordilheira dos Andes se formou por subducção (movimento convergente) entre a Placa de Nazca e a Placa
Sul-Americana.
(C) Correto. Ela também se forma pelo afastamento da Placa Norte-Americana com a Placa Euroasiática.
(D) Incorreto. A seta mostra um afastamento e não uma aproximação.
(E) Incorreto. O movimento é convergente e não divergente.
Gabarito: C
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

25. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) Numa sala de aula, um
professor de Geografia apresentou o seguinte texto aos seus alunos: “Quase todo mundo conhece alguém que tem certeza
de que o pouso da Apolo 11 na lua, assim como os pequenos grandes passos de Neil Armstrong foram uma farsa. São
pessoas que garantem que tudo foi uma produção de Hollywood (...). Agora mesmo estamos diante de gente que garante
que a Terra, diferentemente de todos os outros planetas e satélites do nosso sistema solar, é na verdade plana. São os
terraplanistas (...). Mas tem gente pior que os terraplanistas. Por exemplo, a sociedade que acredita – e divulga – que a
Terra é oca. E habitada. Lá estariam vikings, nazistas e até uma raça superior que viveria num lugar chamado Agharta,
iluminado por um sol interior.”
Fonte: Paulo Pestana. A ficção na vida real. Jornal Correio Braziliense, 27 de janeiro de 2019.

Após a leitura, o professor pediu aos seus alunos que, com base em evidências científicas, refutassem a ideia de que a Terra
é oca. Três alunos apresentaram seus argumentos:
João: “Essa ideia de que a Terra é oca é um absurdo do ponto de vista da Ciência. Por meio de sismógrafos, é possível
medir a velocidade de propagação das ondas no interior da Terra. Esses estudos revelam que o interior do Planeta é formado
por diversas camadas, com densidade e composição de materiais variados.”
Carlos: “Impossível! As evidências científicas deixam claro que a maior parte do interior da Terra é composta por uma
mistura Níquel e Ferro em estado líquido, onde a temperatura média está acima de 5.000°C.”
José: “Como a Terra poderia ser oca se já sabemos que os terremotos e os vulcões, por exemplo, originam-se da pressão
exercida pelo magma encontrado na astenosfera?” Considerando a estrutura da Terra, pode-se afirmar que são plausíveis
apenas os argumentos apresentados por:
(A) João
(B) Carlos
(C) José
(D) Carlos e João
(E) João e José

Comentários:
João. Correto. Os sismógrafos nos dão uma boa noção sobre o interior da Terra.
Carlos. Incorreto. A maior parte do interior da Terra é manto e não o núcleo que é composto por níquel e ferro.
José. Correto. O tectonismo é uma prova de que a Terra não é oca.
Gabarito: E
26. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2018) O relevo terrestre não é
estático, mas dinâmico. As constantes transformações que ocorrem na crosta são provocadas por forças endógenas e
exógenas que atuam sobre o modelado terrestre. Sobre a ação dos agentes internos e externos do relevo podemos afirmar
que
(A) as cadeias orogênicas resultam de movimentos tectônicos de curta duração geológica, que, exercendo pressão em
sentido horizontal na crosta, originam grandes cordilheiras, como a dos Andes.
(B) o intemperismo químico é um agente esculpidor do relevo muito característico das regiões desérticas, em virtude da
elevada amplitude térmica diária nessas áreas.
(C) a Falha de San Andréas, provocada pelo rebaixamento da Placa de Nazca em relação à Placa do Pacífico, é um exemplo
de força endógena que atua na construção e modelagem do relevo.
(D) as planícies aluviais, detentoras de grande fertilidade, são exemplos de alteração no modelado do relevo provocada
principalmente pelo processo de sedimentação pluvial.
(E) a Dorsal Mesoatlântica resulta da expansão do assoalho oceânico devido ao movimento convergente entre as Placas
Africana e Sul-Americana.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Comentários:
(A) Correto. A formação ocorre por subducção.
(B) Incorreto. Nas áreas desérticas o intemperismo físico é mais atuante do que o químico.
(C) Incorreto. A Falha de San Andreas é transformante (transcorrente, tangencial ou conservativa) entre a Placa Pacífica e
Norte-Americana.
(D) Incorreto. O fluxo de água do rio é o principal responsável pela deposição e não a chuva.
(E) Incorreto. A Dorsal Mesoatlântica se forma pelo movimento divergente e não convergente.
Gabarito: A
27. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2016) “Em 1540 a.C. o filósofo
grego Xenófanes encontrou conchas marinhas nos cumes de montanhas e pensou que elas poderiam ter estado no fundo
do mar em algum momento, sendo posteriormente soerguidas. Ele tinha razão: forças do interior da Terra movimentam a
crosta terrestre, criam novos relevos ou modificam sua estrutura e fisionomia [...].”
(Terra, Lygia; Araújo, Regina; Guimarães, Raul. Conexões: estudos de Geografia Geral e do Brasil, 2015, p.313).

Essas novas formas de relevo criadas são constantemente modificadas sob a ação da água e do ar, por exemplo. Assim,
sobre a dinâmica do relevo terrestre e a atuação dos agentes internos e externos do relevo, pode-se afirmar que
I. a presença da Dorsal Mesoatlântica, grande cadeia de montanhas submersa no Oceano Atlântico, ajuda a explicar
a pouca probabilidade de ocorrerem tsunamis na costa brasileira, uma vez que esta é fruto não da colisão, mas do
afastamento entre placas tectônicas.
II. no terremoto ocorrido no Japão, em 2011, a porção nordeste do País foi a mais atingida, por ser a mais próxima ao
epicentro do maremoto, isto é, por estar mais próxima ao local da superfície onde se manifestou o maremoto.
III. os movimentos orogenéticos, ao atingirem as rochas com maior plasticidade, da crosta terrestre, são os
responsáveis, por exemplo, pela formação de grandes dobramentos modernos, como os Alpes e os Andes.
IV. a formação de grandes deltas como o do rio Nilo e a formação de grandes planícies aluviais, favoráveis à atividade
agrícola, como a do rio Ganges, estão associadas, principalmente, à erosão pluvial.
V. a presença de solos pedregosos nas regiões desérticas está relacionada, principalmente, à ação predominante do
intemperismo químico nas rochas dessa região.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I, II e III
(B) I, III e IV
(C) II, IV e V
(D) I, II e IV
(E) I, III e V

Comentários:
I. Correto. O afastamento de placas gera vulcanismo e não maremotos que pode gerar tsunami.
II. Correto. Importante lembrar que nessa área existe a Usina Nuclear de Fukushima e os japoneses conseguiram controlar
para não ter vazamento da radiação.
III. Correto. O movimento convergente entre placas continentais pode gerar cadeias de montanhas por enrugamento.
IV. Incorreto. A formação da foz está associada à erosão fluvial e não pluvial.
V. Incorreto. Nas áreas desérticas o intemperismo físico é mais atuante do que o químico.
Gabarito: A
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

28. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2015) O relevo é o resultado da
atuação de forças de origem interna e externa, as quais determinam as reentrâncias e as saliências da crosta terrestre.
Sobre esse assunto, podemos afirmar que
I. o surgimento das grandes cadeias montanhosas, como os Andes, os Alpes e o Himalaia, resulta dos movimentos
orogenéticos, caracterizados pelos choques entre placas tectônicas.
II. o intemperismo químico é um agente esculpidor do relevo muito característico das regiões desérticas, em virtude
da intensa variação de temperatura nessas áreas.
III. extensas planícies, como as dos rios Ganges, na Índia, e Mekong, no Vietnã, são resultantes do trabalho de
deposição de sedimentos feito pelos rios, formando as planícies aluviais.
IV. os planaltos brasileiros caracterizam-se como relevos residuais, pois permaneceram mais altos que o relevo
circundante, por apresentarem estrutura rochosa mais resistente ao trabalho erosivo.
V. por situar-se em área de estabilidade tectônica, o Brasil não possui formas de relevo resultantes da ação do
vulcanismo.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.


(A) I, II e III
(B) I, III e IV
(C) II, IV e V
(D) I, II e V
(E) III, IV e V

Comentários:
I. Correto. São os movimentos convergentes.
II. Incorreto. Nas áreas desérticas o intemperismo físico é mais atuante do que o químico.
III. Correto. As áreas de planície depositam mais do que desgastam.
IV. Correto. Especialmente os escudos cristalinos apresentam grande resistência.
V. Incorreto. No passado, muitas áreas do Brasil eram vulcões, como em Poços de Caldas, MG.
Gabarito: B
29. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2011) Em 27 de fevereiro de
2010, o Chile sofreu um terremoto de 8.8 graus na Escala Richter. Esse país encontra-se em uma extensa faixa da Costa
Oeste da América do Sul. A causa desse e de outros terremotos deve-se ao fato do Chile estar situado
(A) na porção central da Placa Tectônica Sul-Americana, zona de constantes acomodações da litosfera.
(B) na borda ocidental da Placa Tectônica Sul-Americana, junto à Cordilheira dos Andes, dobramento moderno formado por
movimentos orogenéticos.
(C) no limite ocidental da Placa Tectônica do Pacífico, zona de grande intensidade de movimentos orogenéticos.
(D) no limite oriental da Placa Tectônica Sul-Americana, que se afasta da Placa de Nazca, formando grande falha geológica.
(E) no limite ocidental da Placa Tectônica de Nazca, que se movimenta em sentido contrário ao da Placa do Pacífico,
provocando epirogênese.

Comentários:
(A) Incorreto. O Chile está no extremo Oeste da América do Sul.
(B) Correto. A subducção gera instabilidade tectônica.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

(C) Incorreto. O limite ocidental da Placa do Pacífico encontramos a Ásia.


(D) Incorreto. No limite oriental da Placa Sul-Americana temos o Brasil.
(E) Incorreto. No limite ocidental da Placa de Nazca temos a Ásia.
Gabarito: B
30. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2010) O território brasileiro está
contido na Plataforma Americana, que é uma das três grandes unidades geológicas da América do Sul. Essa Plataforma
abrange três vastos escudos cristalinos. Assinale a alternativa que apresenta esses três escudos.
(A) das Guianas, do Parnaíba e do Paraná
(B) Atlântico, Amazônico e do Parnaíba
(C) do Paraná, Brasil Central e Amazônico
(D) Brasil Central, Atlântico e das Guianas
(E) do Parnaíba, Amazônico e do Paraná

Comentários:
O Brasil possui 3 escudos: Brasil Central, Atlântico e das Guianas.
Gabarito: D
31. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
No dia 24 de janeiro de 2020 foi noticiado um terremoto de magnitude 6,5 na Turquia, sendo o epicentro em uma região
rural do país.
Eventos como esse são mais comuns em alguns lugares do que em outros. Sabendo disso, assinale a alternativa correta:
(A) No Brasil é impossível um evento como o relatado no enunciado graças à localização sobre uma placa tectônica apenas.
(B) Os sismos podem ser medidos com base em sua intensidade ou seus impactos/efeitos. Para o primeiro caso é usada a
escala Richter e para o segundo usamos a escala de Mercalli.
(C) Quando o hipocentro é em centros rurais, os danos tendem a ser maior, pois independente do epicentro, os maiores
desastres acontecem em regiões com maior ocupação.
(D) A área denominada como Círculo de Fogo do Pacífico concentra altos índices de terremotos. Foi nessa região que
aconteceu o tremor de maior magnitude por ser a única região com abalos com mais de 8 graus na escala Richter.
(E) Os abalos sísmicos acontecem graças ao choque direto das placas tectônicas, por isso regiões de limites convergentes
tendem a ter mais tremores, ou seja, sem choque de placas tectônicas não existe terremoto.

Comentários:
Alternativa a INCORRETA: O Brasil pode sofrer terremotos mesmo estando sobre apenas uma placa tectônica
Alternativa b. CORRETA: Sismos são os terremotos. A escala Richter, calculada através de sismogramas (a maior magnitude
já registrada foi no Chile: 9,6). A escala Mercalli faz uma medição qualitativa variando de “Não sentido” até “Danos quase
totais”.
Alternativa c. INCORRETA: A alternativa troca os conceitos de hipocentro (“dentro da terra”) e epicentro (primeiro ponto
que as ondas sísmicas atingem na crosta). Outro ponto importante: quanto mais urbanizado, maior o impacto.
Alternativa d. INCORRETA: O maior terremoto já registrado aconteceu no Chile, país que sofre muitos desses eventos graças
ao choque entre as placas de Nazca e a Sul-Americana.
Alternativa e. INCORRETA: Os terremotos se formam através da acomodações das rochas, logo terremotos podem existir
mesmos em o choque direto das placas tectônicas.
Gabarito: B
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

32. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
Se as forças ajudam a criar, os agentes externos são fundamentais para moldar o relevo. Logo as forças externam trabalham
desgastando e esculpindo através do processo que chamamos de intemperismo
A respeito de tal tema, assinale a alternativa incorreta:
(A) A oscilação de temperatura que leva à quebra da rocha é um exemplo de intemperismo físico.
(B) A crioclastia é um tipo de intemperismo físico onde a água é fundamental para a quebra da rocha.
(C) O intemperismo químico tende a acontecer com maior intensidade onde há água e calor em maior abundância.
(D) O intemperismo físico acontece através da abrasão, quebrando a rocha sem mudanças em sua composição química,
tendo como único agente o vento
(E) A erosão pode acontecer através de vários agentes como o vento, a neve, chuva, rio etc.

Comentários:
ATENÇÂO: o enunciado pede a alternativa INCORRETA
Alternativa a INCORRETA: não deve ser marcada por trazer uma informação correta. A termoclastia é muito comum em
desertos e demais áreas com alta amplitude térmica.
Alternativa b. INCORRETA: não deve ser marcada por trazer uma informação correta. Comum em regiões com amplitude
térmica anual muito grande: em estações quentes as rochas recebem a água em seu estado líquido, com a chegada de
estações frias essa água congela, por isso se expande e quebra a rocha.
Alternativa c. INCORRETA: não deve ser marcada por trazer uma informação correta. O calor catalisa as reações químicas
e água favores a sua ocorrência.
Alternativa d. CORRETA: Deve ser marcada por não trazer uma informação correta. O intemperismo físico pode acontecer
por “abrasão”, termoclastia e crioclastia. Outro ponto importante é que além do vento, água, neve, seres vivos etc. também
podem ser considerados agentes.
Alternativa e. INCORRETA: não deve ser marcada por trazer uma informação correta. Agentes da erosão são os fenômenos
que possibilitam a abrasão.
Gabarito: D

Questões sobre vegetação


33. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2019) Segundo o geógrafo Aziz
Ab’Sáber, existem grandes extensões do território brasileiro em que vários elementos naturais (clima, vegetação, relevo,
hidrografia e solo) interagem de forma singular, caracterizando uma unidade paisagística: são os chamados domínios
morfoclimáticos. Entre eles ocorrem faixas de transição.
Sobre os domínios morfoclimáticos e as faixas de transição, considere as seguintes afirmações:
I. A exuberância da Floresta Amazônica contrasta com a pobreza de grande parte de seus solos, geralmente ácidos,
intemperizados e de baixa fertilidade.
II. Tipicamente associados à Campanha Gaúcha, os campos apresentam um relevo com suaves ondulações, cobertas
principalmente por gramíneas. Neste domínio, há um preocupante processo de desertificação advindo de anomalias
climáticas observadas nas últimas décadas.
III. O Cerrado, adaptado à alternância do clima tropical, ocupa mais de 3 milhões de km² e apresenta solos pobres. É
uma formação tipicamente latifoliada que, dentre outras características, perde as folhas durante o período de seca.
IV. A Mata dos Cocais é uma faixa de transição situada entre os domínios da Floresta Amazônica, do Cerrado e da
Caatinga. Predominam as palmeiras, com destaque para o babaçu, a carnaúba e o buriti.

Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas, dentre as listadas acima.
(A) I e II
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

(B) I e III
(C) I e IV
(D) II e III
(E) II e IV

Comentários:
I. Correto. Devido ao elevado índice pluviométrico, o solo é muito ácido (podzólico).
II. Incorreto. Essas suaves ondulações são conhecidas como coxilhas (baixa altimetria) e cerros (altimetria mais elevada).
No Rio Grande do Sul, a desertificação é conhecida como arenização.
III. Incorreto. O Cerrado não é tipicamente latifoliado.
IV. Correto. A sub-região do Nordeste que apresenta essas características é conhecida como Meio Norte.
Gabarito: C
34. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2016) Considere as seguintes
afirmativas sobre impactos ambientais em três grandes domínios morfoclimáticos brasileiros:
I. Possui uma formação vegetal muito densa, com grande biodiversidade. Possui o maior número de espécies
ameaçadas do Brasil devido, dentre outros, à exploração madeireira, às monoculturas de exportação e à expansão
urbana. Devido ao intenso desmatamento de suas encostas, são intensos os processos erosivos e frequentes os
deslizamentos de terra nesse domínio morfoclimático.
II. Nas bordas desse domínio, caracterizado pelo relevo de planícies, depressões e baixos planaltos, localiza-se a maior
parte do chamado arco do desmatamento, uma área cujas atividades econômicas, ligadas à extração madeireira e
à abertura de novas áreas para a agricultura e pecuária, vêm acarretando intenso processo de queimada,
desflorestamento e intensificação dos processos erosivos.
III. Esse domínio tem sofrido o maior dos impactos ambientais no contexto brasileiro com a expansão da monocultura
canavieira e da soja. Embora tenha sido declarado como um dos principais hotspots brasileiros, 57% de sua área
original já estão desmatados, e se o ritmo do desmatamento de sua vegetação não diminuir, até 2030 essa formação
poderá ter desaparecido.

As afirmativas acima referem-se, respectivamente, aos domínios morfoclimáticos


(A) Amazônico - Cerrado - Pantanal.
(B) Mata Atlântica - Cerrado - Amazônico.
(C) Mares de Morro - Amazônico - Cerrado.
(D) Amazônico - Cerrado - Mata Atlântica.
(E) Araucária - Amazônico - Pantanal.

Comentários:
I. “grande biodiversidade”, “maior número de espécies ameaçadas do Brasil” e “expansão urbana” apontam para o Domínio
Morfoclimático dos Mares de Morros.
II. “arco do desmatamento”, “extração madeireira” e “intenso processo de queimada” dizem respeito à Amazônia.
III. “expansão da monocultura”, “principais hotspots brasileiros” e “57% de sua área original já estão desmatados” remetem
ao Cerrado.
Gabarito: C
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

35. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2015) Observe o mapa a seguir,
que mostra a distribuição dos domínios morfoclimáticos brasileiros, e considere as afirmativas abaixo:

I. no domínio “A” encontramos a maior parte do chamado “arco do desmatamento”, onde a vegetação vem perdendo
espaço para as atividades agrícolas, causando significativos prejuízos à biodiversidade.
II. o domínio “B” caracteriza-se por solos pobres em matéria orgânica e pedregosos, porém projetos de irrigação têm
viabilizado a produção de frutas, como a uva para exportação, nessa área.
III. os domínios “C” e “F” são considerados hotspots, pois são áreas prioritárias para conservação e de alta
biodiversidade, as quais, por se constituírem em fronteiras agrícolas, vêm tendo sua vegetação suprimida para dar
lugar às atividades pecuárias.
IV. os domínios “B” e “E” são caracterizados por vegetação herbácea associada a climas que apresentam grande período
de estiagem e solos em processo de desertificação, dificultando a atividade agrícola.
V. o domínio “D” apresenta clima tropical úmido e relevo de morros arredondados, revelando intenso trabalho erosivo
em estrutura cristalina.

Assinale a alternativa em que todas as afirmativas estão corretas.


(A) I, III e IV
(B) I, II e V
(C) III, IV e V
(D) I, II e IV
(E) II, III e V

Comentários:
I. Correto. A letra “A” indica a Amazônia.
II. Correto. A letra “B” diz respeito à Caatinga.
III. Incorreto. No Brasil, as letras “C” e “D” são consideradas hotspots.
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

IV. Incorreto. A letra “E” remete à Araucária (arbórea).


V. Correto. A letra “D” aponta para o Domínio Morfoclimático dos Mares de Morros.
Gabarito: B
36. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2013) Imagens mostram que
57% da área original desse domínio morfoclimático brasileiro já estão desmatados. Sua biodiversidade também está
ameaçada, fato que o aponta como um dos dois “hotspots” (MYERS, 1988, apud TERRA; ARAÚJO; GUIMARÃES, 2009,
p.186) identificados no País. A utilização de tecnologias modernas para corrigir os solos ácidos possibilitou a intensificação
da produção agrícola, o que vem acelerando a devastação desse domínio. O texto acima refere-se ao domínio morfoclimático
do (a)
(A) Amazônia.
(B) Cerrado.
(C) Caatinga.
(D) Araucária.
(E) Mata Atlântica.

Comentários:
“57% de sua área original já estão desmatados”, “hotspot” e “intensificação da produção agrícola” apontam para o Cerrado.
Gabarito: B
37. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – 2011) Sobre as florestas pluviais
tropicais podemos afirmar que
(A) possuem amplitude térmica anual menor do que a amplitude térmica diária e, em consequência, são caracterizadas por
uma grande diversidade biológica.
(B) ocorrem em áreas de alta latitude e em domínios de elevada temperatura e umidade.
(C) se caracterizam por serem latifoliadas, decíduas e bastante estratificadas.
(D) ocorrem em áreas marcadas pela alternância sazonal entre uma estação chuvosa e uma estação seca.
(E) por conta da elevada insolação, a vida animal nos estratos mais superiores da floresta é muito escassa.

Comentários:
(A) Correto. O calor e a chuva são determinantes para uma elevada biodiversidade.
(B) Incorreto. As florestas pluviais estão em baixa latitude.
(C) Incorreto. As florestas pluviais não se caracterizam por serem decíduas.
(D) Incorreto. As florestas pluviais são marcadas pela chuva o ano todo.
(E) Incorreto. A biodiversidade nos estratos superiores não é escassa.
Gabarito: A
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

38. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
Segundo Aziz Ab’Sáber, em seu livro “Os domínios de Natureza no Brasil – potencialidades paisagísticas”, graças à grande
extensão territorial brasileira, nosso país detém um mostruário bastante completo das principais paisagens e ecologias do
Mundo Tropical (p. 10).
Pensando nesse mostruário que o autor ressalta, assinale a alternativa correta:
(A) O conceito de domínios morfoclimáticos diz respeito a interação entre vários elementos naturais, como o relevo, a
vegetação e o clima. Dessa interação, no território brasileiro foram elencados seis domínios que se dispõem de uma
forma contínua fazendo fronteira com outro domínio.
(B) Apesar da nomenclatura variada, bioma e domínio morfoclimático fazem referência à mesma região e apresentam as
mesmas definições para tal.
(C) Ao realizar seus estudos, Ab’Sáber encontrou no Brasil seis domínios morfoclimáticos e extensas faixas de transição.
Um exemplo de domínio seria o Cerrado, e, fazendo a transição entre o domínio Amazônico e Caatinga temos as Matas
dos Cocais.
(D) Os estudos de Ab’Sáber sobre os domínios morfoclimáticos precisam ser atualizados devido o avanço do desmatamento
na Amazônia e aumento das queimadas no Cerrados que eliminaram muitos animais endêmicos.
(E) Com as facilidades trazidas por tecnologias de geoprocessamento, Ab’Sáber mapeou todo o Brasil e confrontou a
classificação de Jurandyr Ross a partir da publicação de seu livro onde seis domínios morfoclimáticos eram estabelecidos.

Comentários:
Alternativa a. INCORRETA. Existem faixas de transição entre os domínios
Alternativa b. INCORRETA. Biomas, como o nome sugere, define as formas de vida estabelecidas em suas delimitações,
enquanto domínios morfoclimáticos elencam e relacionam clima, vegetação, relevo.
Alternativa c. CORRETA. Os domínios morfoclimáticos brasileiros são: Amazônico, Cerrados, Caatinga, Mares de Morro,
Araucárias e Pradarias
Alternativa d. INCORRETA. Os domínios morfoclimáticos não levam em consideração os animais.
Alternativa e. INCORRETA. A classificação de Ross é sucessora à Ab’Sáber. Além disso, Ross classificou apenas o relevo
brasileiro.
Gabarito: C
39. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
Uma das relações mais diretas que existe nos domínios morfoclimáticos é aquela estabelecida entre clima e vegetação. A
respeito de tal relação e considerando seus conhecimentos sobre as características físicas do Brasil, analise as alternativas
a seguir e assinale aquela que apresenta apenas fatos:
(A) O clima tropical úmido presente na maior parte do domínio Amazônico faz com que a vegetação se adapte, tornando-
se caducifólia.
(B) Em climas como o subtropical só é possível a sobrevivência da vegetação conífera, como é o caso do domínio das
Araucárias no Brasil.
(C) No domínio Caatinga, com o clima semiárido e o solo pedregoso, sobrevive a vegetação que se adapta à alta insolação
e adquire caráter latifoliado.
(D) O clima interfere na vegetação graças ao regime de chuvas e a insolação, assim, podemos afirmar que vegetações de
baixas latitudes e alto índice pluviométrico são latifoliadas e perenifólias.
(E) Apesar da grande interferência que o clima tem sobre a vegetação, o oposto não pode ser considerado verdadeiro, uma
vez que são as árvores que se adaptam às condições onde se inserem.

Comentários:
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Alternativa a. INCORRETA. O clima predominante no domínio em questão é o Equatorial, que com a ausência de estação
seca não exige da vegetação a queda das folhas para a manutenção de sua vida.
Alternativa b. INCORRETA. No Brasil, além do domínio das Araucárias, existe o domínio das Pradarias.
Alternativa c. INCORRETA. Vegetação latifoliada depende de mais água do que a Caatinga é capaz de ofertar.
Alternativa d. CORRETA. Com a abundância de “água e sol” as folhas serão maiores e perenes.
Alternativa e. INCORRETA. A vegetação pode interferir, por exemplo, em microclimas urbanos (ilhas de calor/ilhas de
umidade).
Gabarito: D
40. (Estratégia Militares – 2020 – Escola Preparatória de Cadetes do Exército – Inédita – Prof. Priscila Lima)
A grande extensão territorial que propicia diferentes climas, solos vegetação. A soma de todos esses aspectos mais a ação
humana criam diferentes paisagens e conferem diversos usos do Espaço.
Sobre a relação homem e natureza no Brasil, assinale a alternativa correta
(A) A Mata Atlântica foi a porta de chegada dos colonizadores. Tal fato contribuiu para que ela se tornasse a mata mais
alterada no país. Se no passado a extração vegetal foi intensa, atualmente continua principal atividade econômica
graças à exportação da soja.
(B) A Floresta Amazônica tem chamado a atenção dos grandes produtores de soja graças ao seu solo rico e fértil, criando
às margens da floresta o chamado arco do desmatamento.
(C) Graças ao clima semiárido, a Caatinga sofre com a baixa biodiversidade que vem direcionando tal domínio ao processo
de desertificação.
(D) Com o processo de tropicalização da soja, o Centro-Oeste passou a receber tal cultivo, o que vem influenciando a
biodiversidade do Cerrado.
(E) Dentro de um processo histórico agropastoril, as Pradarias brasileiras perderam espaço para o Sertão Nordestino após
as charqueadas, e, hoje se configuram como uma área abandonada.

Comentários:
Alternativa a. INCORRETA. Apesar de ser a Mata que mais sofreu com o desmatamento, não é nessa região que concentra
a produção de soja brasileira.
Alternativa b. INCORRETA. O solo na região em destaque não é rico e fértil
Alternativa c. INCORRETA. A Caatinga é biodiversa e o processo de desertificação tem causas naturais e humanas, como
apontam a maior parte dos estudos.
Alternativa d. CORRETA. Típica de regiões mais frias, a soja foi adaptada às temperaturas mais altas do Cerrado e vem
disputando espaço com ele.
Alternativa e. INCORRETA. O movimento agropastoril foi o oposto. Com a pecuária se estabelecendo no Nordeste primeiro
(com a colonização) e posteriormente no Sul.
Gabarito: D
Caderno 3 - EsPCEx
Geografia - 2020

Gabarito

1 A 21 E
2 A 22 C
3 D 23 B
4 B 24 C
5 C 25 E
6 A 26 A
7 A 27 A
8 A 28 B
9 C 29 B
10 E 30 D
11 D 31 B
12 D 32 D
13 B 33 C
14 A 34 C
15 C 35 B
16 C 36 B
17 D 37 A
18 E 38 C
19 E 39 D
20 D 40 D