Você está na página 1de 46

ALOE VERA GEL

Aloe Vera Gel é um suco


constituído exclusivamente do
puro gel de Aloe vera
barbadensis Miller estabilizado e
do qual derivam todas as
bebidas distribuídas pela Forever
Living Products.
Conseqüentemente, suas
propriedades e possibilidades de
uso são compartilhadas
por todas elas.

Código 15 - R$ 50,00 (1 litro)

Aloe Vera Gel é o produto da Forever Living de maior demanda,


superando qualquer outro em no mínimo 25%.
Aloe Vera Gel é um suco constituído por 97% de puro gel da Aloe vera
barbadensis Miller - o mesmo utilizado em todos os sucos e produtos de
saúde, higiene e beleza à base de Aloe vera fabricados pela Forever Living.

Propriedades Específicas
Adaptogênico. Alcalinizante. Analgésico. Antiácido. Antialérgico.
Antidiabético. Antiinflamatório. Antioxidante. Antisséptico. Antitumoral.
Antiulcerativo. Antivirótico. Bactericida. Cicatrizante. Coagulante.
Desintoxicante. Digestivo. Energizante. Enzimático. Fungicida. Germicida.
Hidratante. Imunomodulador. Laxante natural. Queda dos cabelos.
Regenerador celular. Tônico geral.

Possibilidades de Uso

Abscesso; Acne; Afta; Aids; Alergia; Anemia; Artrite; Artrose; Asma; Azia;
Bronquite; Bursite; Câimbra; Câncer; Candidíase; Carência nutricional; Cirrose;
Cistite; Colesterol alto; Colite; Contusão; Cortes/feridas; Dentes moles;
Depressão; Dermatite; Desidratação; Diabetes; Diarréia; Disfunções
articulares, hepáticas, musculares, pulmonares, renais etc.; Diverticulite;
Doença de Crohn; Dor de cabeça; Dor nas juntas; Eczema; Epstein-Barr;
Erisipela; Erupção cutânea; Esclerose múltipla; Fadiga; Faringite; Fezes
ressecadas; Fibromialgia; Flebite; Fratura óssea; Furunculose; Gases; Gastrite;
Gastrointerite; Gengivite; Gota; Gripes; Hematomas; Hemodiálise;
Hemorróidas; Hepatite; Herpes; Hipertensão; Indigestão; Infecção; Infecção
microbiana; (bactérias, fungos,vírus)Inflamações; Insônia; Leucemia; Lúpus;
Má digestão; Mau hálito; Osteoartrite; Osteoporose; Otite; Problemas
circulatórios, gastrintestinais ,hepáticos, renais, e de cicatrização;
Pancreatite; Pele seca; Picada/mordidas; Periodontite; Prisão de ventre;
Prostatite; Psoríase; Queratite; Queratose; Quimioterapia; Radioterapia;
Resfriados; Retinopatia; Reumatismo; Seborréia; Síndrome dos intestinos
inflamados; Sinusite; Tendinite; TPM; Tuberculose; Úlceras; Urticária;
Vaginite; Varizes; Viroses;

Aplicação Veterinária
Adaptogênico. Alcalinizante. Analgésico. Antiácido. Antidiabético.
Anti-diarréico. Antiinflamatório. Antioxidante. Anti-sistema
nervoso. Disfunções renais. Distensões. Doenças respiratórias e
gastrintestinais. Enrijecimento e fraqueza das juntas. Feridas.
Fungos. Gases. Gota. Infecções. Inflamações. Laminite. Prisão de
ventre. Problemas estomacais. Respiração difícil. Tumefação
dolorosa. Tumefações. Viroses.

Informações Nutricionais

Aloe Vera Gel é constituído do puro gel de Aloe


vera barbadensis Miller estabilizado (97%), sem
adição ou subtração de água.
30 ml de Aloe Vera Gel equivale a 6 Kcal.

ALOE BERRY NECTAR

Aloe Berry Nectar é


constituído do puro gel de
Aloe vera estabilizado
acrescido do suco
concentrado de
uva-do-monte e maçã.

Aloe Berry Nectar é o terceiro produto da Forever Living de maior demanda


no mercado mundial. O Aloe Berry Nectar é constituído por 88% do mesmo
puro gel de Aloe vera estabilizado presente no Aloe Vera Gel acrescido do
suco concentrado de uva-do-monte (cranberry) e maçã - cranberry-apple
juice é uma combinação bastante popular como refresco nos Estados
Unidos.
Caso o sabor ácido do Aloe Berry Nectar que lembra o Campari seja muito
forte, é possível amenizá-lo com a adição de água, embora, mesmo puro,
seja do agrado de muitas crianças.

Código 34 - R$ 50,00 (1 litro)

A UVA-DO-MONTE
(Vaccium oxycoccos, V. macrocarpon)
A uva-do-monte é uma fruta nativa da América do Norte, conhecida como
cranberry, com a qual confecciona-se a típica geléia que acompanha o
tradicional peru das ceias de Thanksgi-ving.

Credita-se a Blatherwick (1923) a publicação do primeiro trabalho


científico mostrando as conseqüências do consumo da uva-do-monte sobre
a urina.
Fellers, Redmon e Parrott (1933) observaram sua ação em relação ao
aumento das reservas alcalinas do sangue, que, embora fundamentais à
preservação e reconquista da saúde, infelizmente nada significam para a
medicina ortodoxa.
As pesquisas de Bodel, Cotrain e Kass (1959) constataram seu potencial
bactericida. Anos depois, descobriu-se que ela impede a fixação da
bactéria Esquerícia coli responsável, entre outros, pelos quadros de
infecção urinária.

AS PROPRIEDADES NUTRACÊUTICAS DA UVA-DO-


MONTE
Antibiótica
O tratamento ortodoxo contra as infecções urinárias, gastrintestinais ou
bucais é totalmente dependente dos antibióticos, cujo maior problema não
é apenas a ação devastadora que exerce sobre a flora simbiótica, mas a
resistência que as bactérias começam a criar.
Em 1994, três trabalhos diferentes (Avorn, Goodfriend, Haverkorn e
Mandigers) foram publicados sobre o potencial de ação da uva-do-monte
em relação aos quadros de bacteriúria e piúria - excesso de leucócitos na
urina. Avorn (1996) foi ainda mais específico com relação à infecção
urinária em mulheres idosas, mais vulneráveis do que os homens.
No que diz respeito às crianças, igualmente vítimas das infecções
urinárias, Fonda (1995) também constatou o potencial preventivo e
reversivo da uva-do-monte - trabalho sobre o qual os pediatras precisam
estar informados para que milhares de crianças sejam poupadas da ação
devastadora dos antibióticos, inclusive em casos de bacteriúria, como
observou S-hlager (1999).

Até recentemente, o potencial bactericida da uva-do-monte em relação às


infecções urinárias era creditado ao seu alto grau de acidez. Hoje se sabe
que é sua proantocianidina que impede a fixação da E. coli à mucosa do
trato urinário. (Howell 1998, 2000, 2001).

No encontro anual da Infectious Diseases Society of America de 2002, foi


relevado seu potencial de ação contra as úlceras gastrintestinais, doenças
das vias respiratórias, dos ouvido e periodontais.

Burger (2002) verificou in vitro sua ação inibitória sobre a Helicobacter


pilori, que neutralizando o pH dos ácidos estomacais se fixa à mucosa
gastrintestinal, onde promove as úlceras estomacais e duodenais, a
dispepsia (refluxo do ácido do estômago) e até mesmo o câncer. (Estima-
se que 50% da população ocidental estejam contaminados por esta
bactéria, cuja ação depende do pH do meio ambiente).

Segundo Gibson (1991), Eichhorst (1997) e Jepson (2000), a uva-do-


monte também atua como agente antiinfeccioso, antiinflamatório e
imunomodulador, acelerando a eliminação das bactérias e células
danificadas e promovendo a restauração da integridade da mucosa
gastrintestinal.

De acordo com a Dra. Leslie Plhak, da University of Wisconsin-Madison, a


uva-do-monte inibe os microrganismos patogênicos que ingerimos com os
alimentos, como a Listeria monocytogenes e a E. coli 0157:H7, e faz
aumentar, em até 25 vezes, a quantidade de micror-ganismos simbióticos,
como os Lactobacillus fermentum.

Segundo os dados dos Centers for Disease Control (EUA), 76 milhões de


americanos contra em, anualmente, alguma doença decorrente das
bactérias veiculadas pelos alimentos. O Streptococcus mutans, por
exemplo, tem ação mais devastadora sobre a flora bucal,provocando
cáries, doenças periodontais e mau hálito, do que sobre a flora intestinal
(Weiss 1996, 1998, 2002).
O potencial fungicida da uva-do-monte, apontado por Swartz e Medrek
(1968), foi confirmado pelo grupo da Dra. Catherine Neto, da University of
Massachusetts-Dartmouth, no que se refere à Candida albicans, outra forte
promotora da disbiose bucal, assim como aoCripto-coccus neoformans, C.
krusei e C. tropicalis.

Anticancerígena
Bomser (1996) e Guthrie (2000) observaram in vitro as propriedades
anticancerígenas da uva-do-monte sobre células do câncer de mama. Mas,
segundo a Dra. Neto: uva-do-monte contém uma variedade de
antioxidantes que não apenas protege o coração mas, devido a
componentes únicos, inibe o crescimento de células tumorais responsáveis
por certas formas tanto de leucemia como do câncer de pulmão, cervical,
prostático e mamário. Os estudos de Liu (2002) foram ainda mais
específicos sobre sua ação em relação ao câncer o cólon e do fígado.

Anticolesterolêmica
Wilson (1998), Krueger (2000) e Reed (2001) observaram a ação inibitória
da uva-do-monte sobre a oxidação do colesterol, enquanto Plhak, da
University of Wisconsin-Madison, estuda
seu potencial antioxidante sobre as células esponjosas (foam cells).

Antienvelhecimento
De acordo com o neurocientista James Joseph e da fisiologista Barbara
Shukitt-Hale, do Human Nutrition Research Center on Aging da Tufts
University, parece ser evidente o potencial antioxidante da uva-do-monte
em relação às células do cérebro, cuja oxidação leva a processos
degenerativos como a perda de motricidade, da memória e das funções
cognitivas.

Antioxidante
Os antioxidantes vêm se destacando como agentes essenciais à prevenção
e reversão de quadros degenerativos como as doenças cardiovasculares e
o câncer - atualmente as duas principais causas mortis.

Os elementos fenólicos (mais de 4.000 tipos), que protegem as plantas


contra a ação oxidativa do sol e de outros agressores ambientais, são os
responsáveis pelo sabor amargo dos alimentos
- como é também o caso do gel da Aloe vera.
Rica em elementos fenólicos, a uva-do-monte previne e combate inúmeras
doenças decorrentes do estresse oxidativo, como o diabetes, as doenças
neurodegenerativas e cardiovasculares, a esclerose múltipla (Schultz
1984) e o câncer do cólon e do fígado (Liu 2002).

Ainda segundo Liu (2002), entre as dez frutas mais consumidas pela
população americana, a uva-do-monte é a que apresenta a maior
concentração de antioxidantes - o dobro em relação à maçã, a segunda
colocada, seguida da uva vermelha, morango, pêssego, limão, pêra,
banana, laranja, grapefruit e abacaxi.

Desodorizante
De acordo com DuGan e Cardaciotto (1966), a uva-do-monte promove a
desodorização da urina no que diz respeito à amônia - subproduto de
inúmeras reações que utilizam as proteínas como fonte de energia. Isso
prova que ela age sobre o fígado, pois é lá que a amônia é convertida em
uréia.

A UVA-DO-MONTE NA VETERINÁRIA
De acordo com o Dr. Shawn Messonnier, proprietário do hospital
veterinário Paws & Claws, em Plano (Texas), o uso mais importante da
uva-do-monte na veterinária é no tratamento de pedras na vesícula,
doenças renais, infecção da bexiga e do trato urinário.

A doença do baixo trato urinário dos felinos ou FUS (Feline Lower Urinary
Tract Disease), decorrente da urina alcalina, que propicia a multiplicação
das bactérias E. coli (Brumfelt e Percival, 1962), é rapidamente combatida
pela acidez da uva-do-monte, que impossibilita a sobrevivência dessas
bactérias (Nickey,1973; Kinny e Blout, 1979; Jackson e Hicks, 1997)

A MAÇÃ E A MEDICINA CHINESA


Para a medicina chinesa, a maçã é fresca, doce, ácida, amarga e sem
toxina alguma. Seu consumo umedece os pulmões, combate distúrbios
torácicos e a agitação interna. Elimina o calor canicular, combate os efeitos
do álcool. Tonifica o organismo e a circulação, fortifica o coração, melhora
os humores e desinfeta os intestinos.

As maçãs cozidas no banho-maria promovem a produção de


líquidos orgânicos... A maçã trata o excesso de fogo pelo
esvaziamento do baço, tonifica o triplo-aquecedor mediano, é útil
ao Qi consumido pelo álcool, combate as dores dos ossos e dos
tendões.
(Gian Nan Bem Cao - Yunnan)
A função essencial da maçã é tonificar o Qi do triplo-aquecedor
mediano, harmonizar o baço. Após uma refeição, em caso de
bloqueio do Qi, pode-se beber um suco de maçã fresco.

A maçã é ainda indicada nos casos de garganta seca, pele seca ou qualquer
quadro de desidratação, assim como contra a diarréia, gastrite, indigestão,
prisão de ventre, tosse com catarro amarelado e úlcera estomacal.
Ainda de acordo com a medicina chinesa, a maçã ajuda a prevenir a
aterosclerose e os maus efeitos do excesso de trabalho, do estresse e da
gravidez, além de combater a hipercolesterolemia, a hipertensão, a insônia
e o nervosismo.

POSSIBILIDADES DE USO DO ALOE BERRY NECTAR


O Aloe Berry Nectar conjuga as propriedades do Aloe Vera Gel como as
específicas da uva-do-monte e da maçã. É importante, entretanto, destacar
seu potencial regularizador e tonificante sobre o sistema circulatório,
hepático, respiratório e urinário, cuja conseqüência
é a desintoxicação e revitalização do organismo.

Agilidade mental; Bacteriúria; Câncer; Cistite; Colesterol; Congestão do sistema


respiratório; Convalescença; Desintoxicação e Revitalização do Organismo;
Disfunções renais, hepáticas e mentais; Dor de cabeça; Edemas; Envelhecimento;
Enxaqueca; Escorbuto; Estresse oxidativo; Febres; Forte odor na urina; Fortificação
do coração; Gota; Gripes; Infecção dos Rins e da Bexiga; Inflamações em geral;
Intoxicação do Fígado e dos Intestinos; Menstruação Irregular; Nefrite; Osteoporose;
Pedras na Vesícula; Pielonefrite; Piúria; Prisão de Ventre; Problemas de Circulação e
de Memória; Problemas relativos à Menopausa; Processos Degenerativos;
Protuberância a Barriga; Prostatite; Regularização e Tonificação do Sistema
Circulatório, Hepático, Respiratório e Urinário; Resfriados; Retenção de líquido;
Sangue "grosso";Sangue na Urina; Sangramento Gengival; Úlceras gástricas

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS

O Aloe Berry Nectar é constituído do puro gel de


Aloe vera barbadensis Miller estabilizado (88%),
do concentrado natural de uva-do-monte e de
maçã, adoçado com frutose e sorbitol.
30 ml de Aloe Berry Nectar equivale a 15 Kcal.

ALOE BITS N'PEACHES

O Aloe Bits n'Peaches resulta da


combinação do puro gel da Aloe
vera barbadensis Miller
estabilizado com o concentrado
de suco de pêssego,
enriquecido com pedacinhos da
polpa da Aloe vera in natura.
Seu sabor adocicado é mais
agradável às pessoas sensíveis
ao gosto ácido-amargo do Aloe
Vera Gel do Aloe Berry Nectar.

Código 77 - R$ 50,00 (1 litro)

O PÊSSEGO
Estudos genéticos do pêssego levantam a hipótese de ele ser a fruta
mater,
que deu origem a todas as outras.

Para os herbanários, o pêssego é conhecido como:

Alcalinizante; Antioxidante; Diurético;


Específico contra problemas de bexiga e rins;
Estimulante das secreções dos sucos digestivos;
Expectorante; Laxativo; Preventivo das varizes;
Aumenta a resistência dos vasos sangüíneos e dá boa coloração à pele;
Sedativo.
Devido à grande quantidade de potássio, magnésio, fósforo e ferro, deixa
importantes reservas alcalinas. Tal como a maçã, ele é uma fruta
igualmente rica em pectina, boro e elementos antioxidantes.

Antioxidantes - previne as disfunções cerebrais, as doenças cardi-ovasculares,


o envelhecimento precoce e uma série de disfunções e doenças degenerativas,
inclusive o câncer.
Boro - mineral essencial à retenção do cálcio e do magnésio; sistema circulatório;
crescimento e saúde dos ossos; desenvolvimento da musculatura; agilidade das
funções cerebrais; qualidade das respostas imunológicas; produção e utilização dos
hormônios, tanto nas mulheres como nos homens.
Pectina - fibra bem tolerada pelo organismo infantil e pelos tratos gastrintestinais
mais sensíveis, como o dos idosos. Desacelera a absorção das gorduras e açúcares,
ajudando a saciar e a promover o trânsito intestinal.

Segundo a medicina chinesa (Eyssalet, Guillaume e Mach-Chieu, 1984;


Chen, 1995; Dukan, 1998.), o pêssego é um alimento doce, ácido e morno,
que:

Ativa a Circulação do Sangue


Combate as doenças pulmonares, o estresse decorrente de ações
repetitivas e do trabalho intelectual, a indigestão, a leucorréia, a
menstruação difícil e dolorosa, os suores noturnos, a tosse seca.

Diminui o acúmulo de energia nas regiões epigástricas.


Induz a transpiração.
Nutre o "sopro do fígado".
Promove a produção de líquidos orgânicos.
Umedece os intestinos.

Ingerido em excesso, agita o baço e aumenta o calor interno, podendo


provocar a formação de gases e causar erupções cutâneas. Mas no Aloe
Bits n'Peaches sua natureza morna é neutralizada pela natureza yin/fria
do gel da Aloe vera, produzindo uma bebida extremamente equilibrada e
refrescante.

Possibilidades de Uso do Aloe Bits n'Peaches


Além de trazer as mesmas propriedades do Aloe Vera Gel, o Aloe Bits
n'Peaches é especialmente indicado para os casos de:

Baixa de estrogênio; Calores da menopausa; Disfunções do sistema glandular


e urinário; Distúrbios hormonais (masculino ou feminino); Doenças
pulmonares; Indigestão; Leucorréia; Problemas cardiovasculares;
Osteoporose;
Problemas relacionados à menstruação; Promover a boa calcificação dos
dentes e dos ossos; Suores noturnos; Tosse seca; Trabalhos intelectuais;
Transpiração excessiva.

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS
O Aloe Bits n'Peaches é constituído do
puro gel de Aloe vera barbadensis Miller
estabilizado (91%), pedaços da polpa da
folha da Aloe vera, aroma e concentrado
natural de pêssego, adoçado com frutose.
30 ml de Aloe Bits n'Peaches
equivalem a 12 Kcal.

ALOE FOREVER FREEDOM

Forever Freedom, que significa


"Liberdade para Sempre", é o segundo produto
da "Forever Living" de maior demanda no
mercado mundial.
Forever Freedom é constituído do puro gel de
Aloe vera estabilizado combinado a três
nutracêuticos que o diferenciam das outras
bebidas e lhe dão propriedades sui generis
- o sulfato de glucosamina, o sulfato de
condroitina e o metil sulfonil metano (MSM)

Forever Freedom é constituído do puro gel de Aloe vera estabilizado


combinado a três nutracêuticos que o diferenciam das outras bebidas e
lhe dão propriedades sui generis - o sulfato de glucosamina, o sulfato de
condroitina e o metil sulfonil metano (MSM).
Como alimento funcional, Forever Freedom ajuda a prevenção e a reversão
das disfunções e doenças relativas aos tecidos conjuntivos, como as
artrites, hoje consideradas incuráveis sob o prisma farmacológico e,
conseqüentemente, da medicina ortodoxa.
A regeneração dos tecidos conjuntivos é um processo permanente que
depende da biodisponibilidade de matéria-prima.

De natureza atóxica e livre de qualquer efeito colateral, Forever Freedom


se destaca na:

Manutenção e regeneração da integridade dos tecidos conjuntivos.


Prevenção e reversão dos processos degenerativos relativos à
deterioração dos tecidos conjuntivos.
Combate aos quadros inflamatórios e à síndrome da dor das artrites,
fibromialgia, tendi-nites etc, assim como ao envelhecimento da pele,
unhas e cabelos, à flacidez, celulite, hemorróidas, câimbras etc.

O ENXOFRE E O ORGANISMO HUMANO


Dos 20 aminoácidos hoje conhecidos, seis são sulfúricos - cistina, cisteína,
homocisteína, homocistina, metionina e taurina.
No organismo, as maiores concentrações de enxofre se encontram no
colágeno e na queratina, o que explica a tradição dos banhos de águas
sulfurosas contra a artrite e problemas de cabelos, unhas e pele - acne,
eczema, dermatite, psoríase etc. Em relação às membranas celulares, é o
enxofre que em grande parte determina o grau de:
dos canais protéicos, por onde entram os
Permeabilidade nutrientes hidrossolú-veis e saem as toxinas
residuais metabólicas (lixo ácido);
que determina a agilidade de locomoção das
enzimas, hormônios, células do sistema
Flexibilidade imunológico (neutrófilos, macrófagos, linfócitos
etc.) através dos tecidos conjuntivos e a
rapidez com que atingem seus alvos.

O enxofre, uma vez assimilado, se mantém na circulação sangüínea por


cerca de 12 horas. Por isso, através dos alimentos, suplementos ou
aplicações tópicas, ele precisa ser suprido ao organismo no mínimo duas
vezes ao dia.
A baixa concentração de enxofre na alimentação contemporânea e a
redução da capacidade digestiva e assimilativa são as principais causas da
diminuição dos níveis de MSM no plasma sangüíneo e, conseqüentemente,
da atual epidemia de quadros de osteoartrite, síndrome da dor e uma
infinidade de disfunções tissulares, orgânicas ou sistêmicas.
As plantas que mais o concentram MSM são a Aloe vera, também conhecida
como "planta milagrosa" e o alho, o "rei das ervas", e ambos fazem parte
da lista das dez plantas mais apreciadas em toda a história da
humanidade.

OUTRAS FUNÇÕES ORGÂNICAS DO ENXOFRE

Coagulação do sangue.
Controle da qualidade da união dos aminoácidos que formam as
proteínas.
Conversão das proteínas, carboidratos e gorduras em energia.
Formação dos ácidos biliares, fundamentais à digestão e
absorção das gorduras.
Funcionamento de inúmeras enzimas, incluindo a glutationa e a
coenzima A.
Síntese das vitaminas B1 (tiamina) e B8 (biotina).
Produção do hormônio da insulina.
Utilização do oxigênio

Enxofre, o mineral da beleza e do "alto astral"Credita-se ao enxofre:

A intensidade do brilho dos olhos.


A luminosidade e a suavidade dos cabelos.
A resistência e flexibilidade das unhas.
A maciez, clareza e frescor da pele.
A capacidade de adaptação ao estresse.
A sensação de bem-estar.
O bom humor e entusiasmo pela vida.
O estado de alerta mental.

Por ser fator determinante à qualidade das fibras de colágeno e queratina,


qualquer carência de enxofre gera ligações cruzadas, cujas conseqüências
são:
* Pele grossa e enrugada.
* Cabelos e unhas fracos e quebradiços.
* Celulite, estrias, varizes e hemorróidas.
* Endurecimento das artérias e enfisema.
* Cartilagens, tendões e ligamentos enrijecidos
e vulneráveis a lesões e inflamações.
* Cicatrizes nos órgãos internos que comprometem
o seu funcionamento.

O SULFATO DE GLUCOSAMINA
O sulfato de glucosamina é um nutracêutico à base de enxofre, glicose e
glutamina. Sua biodisponibilidade é essencial à síntese dos:

glicosaminoglicanos (GAG) elemento responsável pela


resistência dos tecidos conjuntivos, cujas maiores concentrações
se encontram nos tendões e cartilagens, ossos,
parede dos vasos sangüíneos e linfáticos;
proteoglicanos substância fundamental dos líquidos
extracelulares, principalmente dos tecidos cartilaginosos
como o das juntas e traquéia.
ácido hialurônico do qual depende o líquido sinovial
que amortece os impactos e lubrifica as articulações.

Se o processo regenerativo das cartilagens, por exemplo, não for perfeito,


seja por deficiência nutricional ou enzimática, a cabeça dos ossos fica
desprotegida e o atrito gerado pelos movimentos passa a irritá-la e a
desgastá-la, gerando a inflamação, a dor e os processo degenerativos
típicos dos quadros artríticos. Diante da carência do sulfato de
glucosamina na alimentação contemporânea, sua suplementação diária
passou a ser caso de saúde pública. Do contrário a tendência é a má
formação e deteriorização dos tecidos conjuntivos.

O Potencial Nutracêutico do Sulfato de Glucosamina


O sulfato de glucosamina orgânico mais utilizado como suplemento
alimentar é extraído do Krill e das cascas de camarão, caranguejo e
lagosta. É uma substância atóxica. Não interfere em qualquer
medicamento ou função do organismo.

O sulfato de glucosamina funciona como um antiinflamatório e analgésico


à medida que a estrutura dos tecidos conjuntivos se regenera. Sua ação
difere, portanto, daquela dos medicamentos farmacológicos já que esses
não apenas se limitam à supressão dos sintomas como inibem qualquer
processo de regeneração dos tecidos e aumenta o grau de acidez do
sangue, linfa e líquidos extracelulares.

Como o aumento dos níveis de acidez gera a elevação do número de


radicais livres, indiretamente os fármacos intensificam o processo
degenerativo e perpetuam a cronicidade dos problemas osteoarticulares.
Ignorando a possibilidade de revertê-los, a medicina ortodoxa pontifica
que esses quadros só pioram com o passar dos anos.

Entretanto, de acordo com a observação de alguns especialistas no


assunto: Nas duas primeiras semanas, o potencial analgésico do
Ibuprofeno (antiinflamatório não esteroidal) mostrou-se superior ao da
glucosamina. No final da oitava semana, porém, aqueles que haviam
consumido Ibuprofeno sentiam dores ainda mais intensas do que no início
do estudo, enquanto que naqueles que haviam feito uso da glucosamina a
dor tinha sido drasticamente reduzida. (Vaz, 1982) O sulfato de
glucosamina é a melhor opção via oral para os tratamentos prolongados
contra os quadros reumáticos. (Setnikar, 1991)
O único problema do sulfato de glucosamina é que sua ação
(antiinflamatória) sobre a osteoartrire é mais lenta. (Noack, 1994).
O potencial analgésico do sulfato de glucosamina sobre os quadros
artríticos está condicionado à regeneração das cartilagens - efeito
modificador da doença -, o que o difere dos analgésicos e antiinflamatórios
farmacológicos. Por isso, ele deve ser substituído pelos compostos
sintéticos ou, no mínimo, ser adotado como nutriente terapêutico. (Ruane
2002) O sulfato de glucosamina funciona como um antiinflamatório sem
produzir qualquer efeito colateral adverso. Hua (2002)
O fator tempo, relativo à ação do sulfato de glucosamina, entretanto, é
imensamente reduzido quando ele se encontra em sinergia com o potencial
antiinflamatório e de regeneração tissular do gel da Aloe vera, o sulfato de
condroitina e o metil sulfanil metano (MSM), como no Forever Freedom.

Nota: No dia 12 de junho de 2004 recebi um E-mail de uma moça que há 17


anos vivia à base de antiinflamatórios. Depois de 15 dias e três litros de
Forever Freedom, dizia ela: Nesse primeiro período de desintoxicação não
tive reações fortes, apenas alguns momentos de diarréia. O mais
importante é que estou sem dores. O dedo indicador da mão direita, que
estava muito inflamado, já está bem melhor. Algumas dores que o
reumatologista diagnosticou como fibromialgia também acabaram. Uma
sobrinha que sofria fortes dores no pescoço, na coluna, etc. também está
muito contente. Você não imagina como estou feliz e esperançosa. O
sulfato de glucosamina - um agente condoprotetor

Agentes condoprotetores (ACP) são aqueles que freiam a evolução da


doença. Por isso as propriedades anti-reativas e antiartríticas do sulfato de
glucosamina fizeram com que ele seja qualificado como tal e utilizado
como nutriente modificador da osteoartrite. (Setnikar 1992).
Por outro lado, o potencial de ação dos analgésicos, antiinflamatórios não
esteroidais e corticóides farmacológicos, sem falar nos seus efeitos
colaterais, não vai além do alívio temporário da dor e da inflamação, sem
jamais atingir a causa da qual depende o verdadeiro processo de cura.

A BIODISPONIBILIDADE DA GLUCOSAMINA
O sulfato de glucosamina, como suplemento alimentar contra a artrite, é
bastante superior à cartilagem animal, devido ao tamanho reduzido de
suas moléculas, o que faz com que seu grau de biodisponibilidade seja de
até 90%. (Setnikar, 1993) Naturalmente atraídas pelas cartilagens, elas
promovem a síntese dos mucopolissacarídeos. Portanto, ele é matéria-
prima essencial não apenas à síntese das cartilagens, como dos ossos e
das paredes dos brônquios, da bexiga, do útero, do trato gastrintestinal,
dos dutos sangüíneos e linfáticos etc.

Conclusão
O sulfato de glucosamina é uma substância orgânica, rapidamente
reconhecida e facilmente assimilada pelo organismo, sem contra-indicação
alguma. Sua presença não produz estresse oxidativo ou interfere com a
ação de qualquer medicamento.
Embora já tenha circulado como boato a hipótese de ele provocar a
resistência à insulina e aumentar os níveis de açúcar no sangue, as
comprovações científicas mostram exatamente o contrário - o sulfato de
glucosamina promove a redução ou mantém inalterado os níveis de açúcar
no sangue. (Rovati, 1999; Echard, 2001; Reginster, 2001)

Estudos científicos também atestam sua eficiência contra a


degenerescência das juntas da bacia, coluna, cotovelo, dedos, joelhos,
maxilar, ombros, punhos, tornozelos etc. (Noyszews-ki, 2001; Aghazadeh-
Habashi, 2002; Fujita, 2002; Oegema, 2002; Pavelka, 2002; Phoon, 2002).
Por ser mais fácil (e inteligente!) prevenir do que remediar, todos, mas
principalmente os atletas e desportistas, pessoas que fazem movimentos
repetitivos e as que já passaram dos quarenta anos, deveriam fazer dele
um aliado através do seu uso contínuo, já que sua presença é fundamental
ao processo de regeneração dos tecidos conjuntivos.

O SULFATO DE CONDROITINA
O sulfato de condroitina, um glicosaminoglicano de cadeia longa, também é
matéria-prima fundamental dos tecidos conjuntivos, já que dele depende:

a hidrofilia e viscosidade do líquido sinovial, pois aumenta a


concentração de ácido Hialurônico
o grau de hidratação dos tecidos conjuntivos, atraindo moléculas
de água e abrindo espaço para que elas se fixem;
a integridade dos proteoglicanos - matéria prima fundamental da
matriz extracelular;
os níveis de elasticidade e de resistência das articulações às
forças de compressão e impacto a que são permanentemente
submetidas;
a neutralização do excesso de radicais livres e inibição das
enzimas que degradam as cartilagens danificadas.

O sulfato de condroitina é igualmente crucial para as cartilagens que,


desprovidas de vasos sangüíneos, são totalmente dependentes das
moléculas de água da matriz extracelular para:

receber os nutrientes e o oxigênio necessários ao metabolismo


celular.
manter o meio ambiente livre de resíduos metabólicos (lixo
ácido), células danificadas, metais pesados etc., que acidificam
os tecidos e geram excesso de radicais livres.

O sulfato de condroitina, tal como o sulfato de glucosamina, também é um


condoprotetor, contribuindo para a eliminação da causa da degradação
tissular e das dores artríticas - algo que fármaco algum, até hoje, mostrou
ser capaz de fazer. Integrado aos tecidos da bexiga, dutos sangüíneos e
linfáticos, ajuda a regularizar o movimento da urina, da linfa e do sangue,
ao mesmo tempo em que previne sua coagulação excessiva.
A única substância que contém quantidades significativas de sulfato de
condroitina é a cartilagem animal, sendo que a melhor parece ser a
cartilagem de tubarão.

O Potencial Nutracêutico do Sulfato de Condroitina


Inúmeros estudos comprovam que a suplementação do sulfato de
condroitina não apenas retarda o progresso como reverte os quadros de
osteoartrite. (Rovetta, 1991; Mazieres, 1992; Uebelhart, 1994; Moreale,
1996; Bourgeois, 1998; Bucsi, 1998; Verbruggen, 1998.)

Grandes concentrações de sulfato de condroitina são encontradas nos


glicosaminosglicanos dos ossos, daí ele ser indispensável à perfeita
regeneração dos mesmos. (Moss, 1965)
Nas cartilagens, as conseqüências da sua suplementação só começam a ser
percebidas após três meses de uso contínuo.
O sulfato de condroitina também controla os níveis de colesterol e
gorduras no sangue, ajudando a prevenir a aterosclerose e os ataques de
coração, mesmo naqueles que já apresentam quadros ateroscleróticos.
(Izuka K 1968; Morrison 1969, 1972 e 1973).
O sulfato de condroitina também reduz a excreção do oxalato através das
vias urinárias (Baggio 1991) - uma excelente notícia para aqueles com
tendência a produzir pedras nos rins.
Borrifando-o diretamente dentro das narinas e aumentando sua
concentração nas mucosas nasais, é possível diminuir os períodos de ronco
em até um terço do tempo. (Lenclud, 1998) Nota: Segundo depoimento de
pessoas amigas, a ingestão regular de Forever Freedom vem produzido
igual efeito.
O sulfato de condroitina não interfere sobre a ação de qualquer
medicamento.

Informações Nutricionais

O Forever Freedom é constituído pelo puro gel


de Aloe vera barbadensis Miller estabilizado
(87,8%), sulfato de glucosamina, sulfato de
condroitina, metil sulfonil metano (MSM),
concentrado natural de laranja,
sorbitol e frutose.
120 ml de Forever Freedom equivale a:
1500 mg de sulfato de glucosamina,
1200 mg de sulfato de condroitina,
720 mg de metil sulfonil metano,
250 mg de vitamina C,
35 Kcal.

Forever Bee Polen


O pólen de abelha é mais eficaz do que o
pólen retirado diretamente das flores, já que
as abelhas o processam com enzimas
próprias, dando-lhe melhores propriedades
nutritiva. É o melhor alimento natural que
existe, uma vez que contém 16 vitaminas, 15
minerais, além de cálcio, magnézio e zinco
naturais. 100% natural, é extraído de flores
do deserto.

Código 26 - R$ 32,00 (100 pastilhas)


O pólen das abelhas é constituído pelos 50 nutrientes considerados
indispensáveis aos processos bioeletroquímicos do organismo -
multiplicação, diferenciação, regeneração celular etc. - além de outros 200
elementos, cujas funções ainda ignoramos. Que se saiba, com exceção do
pólen das abelhas e das tenras folhas das gramíneas, como as do trigo e as
da cevada, não existe alimento algum que veicule esses 50 nutracêuticos.

Informações Nutricionais
Cada pastilha de Forever Bee Pollen contém
500 mg de pólen das abelhas
72 mg de mel
2,7 mg de sílica
0,18 mg geléia real
72,5 Kcal.

Pólen são os grãos que fecundam as flores. As abelhas coletam o pólen e o


levam até suas colméias para se alimentarem. Sem o pólen, as plantas,
árvores e flores não poderiam existir. Nenhum de nós poderia.

O Pólen de Abelhas Forever é coletado por abelhas operárias por meio de


uma cuidadosa via de seleção.

Os nutrientes do pólen são rapidamente digeridos e facilmente absorvidos


pelo corpo humano, sendo, assim, um alimento altamente nutritivo e
natural.

Alguns estudos feitos na Europa e Ásia têm demonstrado que existe uma
conexão interessante entre o pólen de abelhas, a asma e a alergia. Em um
estudo feito entre pessoas que sofriam de asma, 75% delas melhoraram
significativamente depois de tomar pólen de abelhas
durante 6 ou 8 semanas. Em outro estudo feito com pessoas que sofriam
de alergia, mais de 3/4 delas melhoraram ao tomar pólen por pelo menos
seis semanas, antes da temporada de alergias.

O pólen de abelhas contém todos os nutrientes necessários para se gozar


de uma perfeita saúde, incluindo 16 vitaminas, todos os minerais que o
corpo precisa, todas as enzimas e coenzimas mais conhecidas, ácidos
graxas e vegetais, hidrato de carbono, proteínas e aminoácidos. De fato, o
pólen é considerado o alimento mais perfeito da natureza.
É consumido por muitos atletas para obterem maior resistência e energia.

O pólen de abelha Forever é coletado em coletores de aço, livre de


impurezas. É um pólen procedente de flores do deserto. Isto assegura a
frescura e a pureza deste alimento poderoso, que possui uma ampla
variedade de nutrientes essenciais.

Os comprimidos de pólen de abelha Forever têm um ótimo formato e


tamanho, sendo fáceis de engolir ou mastigar.

São totalmente naturais e não contêm estabilizantes, sabores artificiais ou


corantes.
Cada comprimido contém 500 mg de puro pólen de abelhas.
É reforçado com geléia real, e contém 2 calorias.

Para aqueles que desejam um complemento em sua dieta, o Forever Bee


Pollen é a melhor solução.

Suplemento multi-vitamínico
e multi-mineral

Aumenta a energia

Alivia sintomas de alergias

Forever Bee Propolis


Forever Bee Propolis é constituído de
própolis prensada, sob a forma de
pastilhas, e potencializada por sua
sinergia com o mel, a geléia real, a
caroba (de gosto achocolatado) e a
essência de amêndoa.

Código: 27 - R$: 65,00 - Conteúdo: 60 tabletes

O própolis é o antibiótico natural mais eficaz que o homem já descobriu. Sua vantagem
sobre os antibióticos sintéticos é que não tem efeitos secundários. Ele reforça o sistema
imunológico e previne diversas enfermidades, além de promover a regulação do metabolismo.
Cada tablete contém 500 mg de puro própolis.

O própolis é uma resina grossa,


produzida pelos brotos jovens das
árvores. Seu nome vem do grego e
significa "proteção da cidade".

As abelhas utilizam o própolis para proteger suas colméias.


Depois de coletado das árvores, misturam-no com suas enzimas e o convertem em
própolis de abelha, o qual é utilizado para cobrir a parte interna de suas colméias.
Desta forma, ficam protegidas de bactérias, infecções e germes...

(É interessante comprovar que o interior de uma colméia é mais esterilizado que


uma sala de cirurgia de hospital moderno).

O própolis é tão eficaz que, quando um roedor entra em uma colméia, as abelhas começam
a picá-lo até que morra. Como não podem colocá-la para fora devido ao seu tamanho,
cobrem-no com uma camada de própolis de uns 5 mm de espessura.
O roedor permanecerá sem apodrecer durante mais de 5 anos.

As investigações efetuadas têm provado que o própolis possui a capacidade de detectar


uma bactéria alheia, isolá-la, despojá-la e eliminá-la. E faz tudo isso sem danificar
as bactérias benignas.

E mais, o própolis contém resinas, vitaminas, aminoácidos, minerais e um suprimento


de outros microelementos em pequenas quantidades.

O própolis é uma substância natural cada dia mais conhecida e usada na medicina,
farmácia e cosmética.

Existem referências ao uso do própolis nas tumbas egípcias de Luxor (3500 a.C.) e nos
papiros Ebers e Beck Badog.

Os gregos também conheciam este magnífico produto. Assim, Aristóteles recomendava


seu uso para infecções e contusões.

Plínio, o Velho, em sua História Natural prescrevia própolis para reduzir inchaços
e amaciar endurecimentos da pele.

Também serve para diminuir as dores, cura úlceras, abcessos e furúnculos.

Também na Bíblia menciona-se este produto com o nome de Bálsamo Galaad ou da Judéia.

O Corão aconselha seu uso como remédio, junto ao mel, contra muitas enfermidades.
O nome que é dado é Kitharpikse e o considera uma substância altamente benéfica
para o homem.

Milhares de estudos exaltam o própolis por suas propriedades anti-inflamatórias, antióxicas,


anestésicas, estimulantes, antioxidantes, bacteriostáticas, antissépticas e cicatrizantes.

O própolis é o antibiótico natural mais


eficaz que o homem já descobriu. Sua
vantagem sobre os antibióticos sintéticos
é que não tem efeitos secundários. Ele
reforça o sistema imunológico e previne
diversas enfermidades, além de promover
a regulação do metabolismo. Cada tablete
contém 500 mg de puro própolis.
Royal Jelly
A Geléia Real é um alimento incrível. Contém as
vitaminas A, C, D e E, além de ser uma fonte de
armazenagem da vitamina B e do Ácido
Pantotênico.

Código: 36 - R$: 68,00 - Conteúdo: 60 tabletes

Esta "super comida" de abelhas é misturada com enzimas e alimenta as


abelhas
que estão destinadas a serem rainhas, sendo responsável por sua
longevidade
(vivem 50 vezes mais que as abelhas comuns).

A Geléia Real é uma secreção que


vem das glândulas da faringe das
abelhas.

A Geléia Real também contém 8 aminoácidos essenciais, 10 secundários,


além de notáveis quantidades de minerais (cálcio, cobre, ferro, fósforo,
potássio, silicone e enxofre). Também é rica em ácidos nucléicos, os quais
são essenciais para a nutrição de nossos componentes genéticos e
celulares.

A Geléia Real Forever vem em comprimidos, cada um contendo 250mg de


Geléia Real com
aroma natural de laranja. Todos os elementos nutritivos são mantidos
intactos e completos.

Os comprimidos de Geléia Real Forever são uma delícia e dão ao corpo os


benefícios
deste maravilhoso alimento feito pelas abelhas.

Geleia Real, frutose, sorbitol e ácido cítrico.

Forever Kids
Inúmeras são as disfunções e
doenças físicas e mentais que podem
ser prevenidas e revertidas devido à
ingestão diária de generosas porções
de fitonutrientes - ácidos graxos,
aminoácidos, carboidratos, enzimas,
minerais e vitaminas - através das
frutas e vegetais.

Código 74 - R$ 29,00 (120 tabletes)

Infelizmente, como resultado do nosso processo civilizatório, a qualidade


dos nossos alimentos foi sendo gradativamente reduzida. Ou seja, mesmo
aqueles que se esforçam por comer, diariamente, um mínimo de quatro
porções de frutas e cinco porções de vegetais, como recomendam as mais
novas diretrizes, não conseguem suprir suas necessidades nutricionais
diárias.

Isso porque poucos são os alimentos que escapam de um solo deficiente


em minerais e/ou métodos agrícolas baseados em agrotóxicos, assim
como do sistema de comercialização que necessita de um tempo
prolongado entre o alimento ser colhido e consumido, lançando mão da
radiação e conservantes, que depauperam os alimentos e fazem com que
eles veiculem mais elementos geradores de radicais livres do que de
antioxidantes.

As conseqüências da deficiência nutricional dos alimentos, decorrentes da


carência de minerais do solo, já eram fruto de preocupação nos anos 30.
Em 1936 foi exposta como assunto de saúde pública, ficando registrada no
documento 264 do Senado americano:

...os alimentos "hoje" cultivados... não mais contendo certos


minerais em quantidade suficientes, estão nos matando de fome.

...não existe homem algum que possa comer frutas e legumes em


quantidade suficiente para suprir seu sistema com os minerais
necessários à manutenção da perfeita saúde, pois o tamanho do
seu estômago não seria suficientemente grande para comportá-
los.
O valor de nossos alimentos varia enormemente, sendo que
alguns não têm valor algum...

À pobreza nutricional dos alimentos se junta ainda o potencial acidificante


da dieta contemporânea que se apresenta da seguinte forma:

Abundante em alimentos congelados, radiados, longamente


estocados ou cozidos, quimicamente "enriquecidos" e
preservados etc., que só fazem aumentar o potencial acidificante
e oxidativo da alimentação.
Deficiente em elementos alcalinos e antioxidantes, enzimas,
coenzimas e co-fatores enzimáticos, bioflavonóides, minerais
e vitaminas, veiculados, essencialmente, pelas algas, frutas e
legumes frescos.
Excessiva em alimentos essencialmente acidificantes como é o
caso das proteínas, carboidratos e gorduras, especialmente as
hidrogenadas, que se encontram nas margarinas, maioneses,
sorvetes, biscoitos, chips etc.

Conseqüentemente, a tendência é de todos sofrermos de alguma disfunção


ou doença de fundo ácido induzido pelo estresse oxidativo. Ou será que
existem muitas pessoas que não estejam sendo afetadas por nenhum
desses males?

Acne. Alergias. Alzheimer. Angústia. Arteriosclerose. Artrite. Bronquite.


Bursite. Câimbra. Câncer. Cáries. Depressão. Diabetes. Disfunções
hormonais, renais e urinárias. Doenças auto-imunes. Degenerescência da
mácula. Dores musculares e de cabeça. Envelhecimento. Enxaqueca. Fadiga
crônica. Falta de concentração e memória. Fibromialgia. Gases. Gastrite.
Gengivite. Gota. Gripes recorrentes. Hipertensão. Hipotonia. Infecções.
Infertilidade. Inveja. Irritabilidade. Leucemia. Leucorréia. Lombalgia. Mal-
estar. Mau hálito. Mau humor. Obesidade. Osteoporose. Parkinson. Prisão de
ventre. Processos degenerativos. Problemas articulares, cardiovasculares,
dermatológicos, da menopausa, dos nervos, do sono. Queda de cabelos.
Raiva. Reumatismo. Rigidez das articulações, da coluna, dos ombros, do
pescoço. Síndrome do pânico. Tendinite. TPM. Transpiração excessiva.
Úlceras. Vulnerabilidade ou problemas na musculatura, nos tendões e nos
ligamentos. Etc.

Isso porque, ao excesso de alimentos acidificantes, junta-se ainda a


deficiência de frutas e legumes frescos, nutricionalmente densos - ricos em
enzimas, minerais alcalinos e nutracêuticos com potencial antioxidante.

Não ingerir frutas e legumes em quantidades suficientes é o mesmo que


permanecer sem proteção alguma, em frente a uma máquina de raios X -
dizia o Dr. Bruce Ames, cientista biomolecular indicado ao Prêmio Nobel.

Por isso, a American Cancer Society, a American Heart Society, a Clínica


Mayo e outras instituições voltadas ao combate do câncer, cardiopatias e
outras doenças degenerativas, propõem como principal medida preventiva
o consumo de frutas e legumes:

Para diminuir, efetivamente, o risco de se desenvolver doenças


cardiovasculares, câncer, artrite, doenças auto-imunes,
osteoporose, etc., é preciso que se consuma, diariamente, um
mínimo de sete a nove porções de frutas e legumes frescos
e fibras de diversas naturezas.

Entretanto, situações de estresse, seja por problemas emocionais,


exercícios físicos extenuantes, prisão de ventre, quadros doentios ou o que
quer que gere uma quantidade extra de radicais livres, assim como os
períodos de gravidez, lactação, adolescência ou velhice, requerem que tais
quantidades sejam aumentadas.
Apesar das inúmeras evidências, nossos cientistas parecem ainda estar
longe de conseguir avaliar, com exatidão, a extensão da relação direta de
causa e efeito entre a qualidade da alimentação e a qualidade da saúde,
embora esta seja uma das bases dos milenares códigos da medicina
chinesa e ayurvédica.

Esforços, entretanto, começam a ser feitos nesse sentido. Universidades,


como a de Illinois, já criaram departamentos de pesquisa especializados no
estudo dos fitoquímicos, onde se começa a constatar a importância desses
elementos como agentes de prevenção e reversão de inúmeras doenças
alérgicas, artríticas, cardiovasculares, encefálicas, glandulares,
neurológicas etc.

As necessidades fitoquímicas do organismo, que se iniciam na fase


embrionária, prosseguem durante toda a vida. Do início da gravidez ao
final da adolescência, assim como após os 40 anos, a atenção com o
consumo de alimentos nutricionalmente densos ou suplementos ricos em
fitonutrientes deve ser redobrada.

A subnutrição da fase embrionária ao final do período de crescimento, por


exemplo, pode provocar não só problemas de ordem estrutural e orgânico
como também comportamentais, emocionais e mentais - agressividade,
comportamento anti-social, deficiência de atenção,
eterna insatisfação, hiperatividade, mau-humor etc.

As pesquisas indicam que mais da metade das crianças americanas mal


chegam a comer uma fruta e um vegetal por dia, e sabe-se lá de que
qualidade - realidade que muito provavelmente se estende à maioria dos
adolescentes e adultos de todos os continentes.

Para facilitar a reversão desse quadro, Forever Living criou Forever Kids,
um complexo vitaminominerálico à base de brócolis, cenoura, espinafre,
repolho e tomate liofilizados, extrato de acerola, concentrado de uva-do-
monte, bioflavonóides das frutas cítricas, pectina de maçã e goma guar,
além das vitaminas A, B1, B2, B3, B6, B12, C, D3, ácido fólico, biotina,
betacaroteno e dos sais minerais de cálcio, cobre, magnésio, manganês e
zinco.

Bioflavonóides cítricos, por exemplo, são essenciais à absorção,


metabolismo e proteção da vitamina C, e de forte potencial antibiótico,
anticancerígeno, antifúngico, antiinflamatório, antioxidante,
antiparasitário, antiviral e imunoestimulante.

Apesar de kids significar crianças, não está absolutamente limitado ao uso


infantil, pois seus benefícios se estendem a todos que se encontram dentro
da faixa etária dos dois aos mais de cem anos de idade! Por isso, com
Forever Kids torna-se possível garantir a qualquer pessoa uma importante
cota diária de preciosos nutracêuticos totalmente livre de agrotóxicos.

Forever Kids, que não contém açúcar, aspartame, corantes ou sabores


artificiais, se apresenta sob a forma de pastilhas mastigáveis e
ligeiramente adoçadas com sorbitol e xilitol extraídos das frutas, como
ameixa, cereja, maçã, pêssego e pêra, que em nada interferem com a
insulina, embora promovam um aumento de energia semelhante à glicose.
Isso faz com que ele seja igualmente do benefício dos diabéticos.

Devido ao alto grau de biodisponibilidade dos nutracêuticos do Forever


Kids, a resposta das pessoas, principalmente das crianças e dos idosos no
que se refere ao rendimento escolar, ao comportamento e ao humor, por
exemplo, é quase que imediata - prova do quanto a alimentação condiciona
a qualidade de nossas vidas.

Forever Kids é, sem dúvida alguma, um excelente substituto para as


"balinhas" que tanto encantam as crianças e lhes arruína a saúde. E mais
vale que o comam mesmo em quantidade do que deixar uma criança se
intoxicar com todos os químicos veiculados por qualquer "guloseima". Ou
seja, se é para se ter medo de uma overdose, que seja do excesso delas,
jamais do Forever Kids!

MODO DE CONSERVAÇÃO
Por ser um produto sem conservantes artificiais, é necessário manter a
embalagem sempre bem fechada, sem contato com a umidade do ar, em
local fresco e ao abrigo da luz e do calor.

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS
O valor calórico de cada tablete equivale a zero Kcal.

Brócolis, cenoura, espinafre, repolho e tomate


liofilizados. Extrato de acerola. Concentrado de
uva-do-monte. Bioflavonóides das frutas cítricas.
Pectina de maçã. Goma guar.

Cada Duas Tabletes contêm:


Vitaminas: A (2500 UI), B1 (0,8 mg), B2 (0,8 mg),
B3 (10mg), B5 (5mg), B6 (1mg), B12 (1mcg) , C
(30mg), D (35 mcg), E (6 mg), ácido fólico (100
mcg) , biotina (40mcg).
Sais Minerais: cálcio (24mg) , cobre (1mg) ,
magnésio (30mg), manganês (1mg), zinco (8mg).
Calorias: zero Kcal.

Forever Lite é uma mistura em pó


super saborosa e altamente
nutritiva, balanceada com
vitaminas, minerais, proteínas e
carboidratos, compondo uma
refeição em forma de milk-shake.

Código: 19 - Baunilha ** 21 - Chocolate R$: 58,00


Conteúdo: 574 g

Forever Lite promove uma alimentação saudável, mais próxima de um


estilo de vida que estimulará seu corpo a normalizar, de maneira saudável,
sua massa óssea e muscular, promovendo boa forma e saúde.
Forever Lite pode ser utilizado como substituto de até duas refeições
diárias. Isto garantirá ma perda saudável de peso, mantendo músculos e
retirando gorduras antes armazenadas os tecidos corporais. Desta forma,
você estará garantindo sua ingestão diária de nutrientes essenciais.
Quando destinado à manutenção do peso corporal, Forever Lite pode
substituir
até uma refeição diária. No entanto, Forever Lite também pode ser
utilizado para ganho e peso, de uma maneira saudável e natural. Para isto,
até duas porções do alimento odem ser acrescentadas à dieta convencional
diária.

MODO DE UTILIZAÇÃO
Misturar uma medida (a que vem dentro do recipiente) com 250ml de leite,
suco de frutas u água. Bater bem e servir imediatamente. Para conseguir
melhores resultados,inclua em seu shake as frutas de sua preferência ou
algumas gotas de essência, se desejar. Outra opção é misturá-lo com Aloe
Vera + Água + Forever Bee Honey.

Também pode-se adicionar gelo picado.

Conteúdo

547gr disponível em 2 sabores: baunilha e chocolate.

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS
Combinado de Proteínas Forever Lite: uma combinação especial
de proteínas que fornece uma Relação de Eficiência Proteica
(REP) de 2.5 para crescimento, reparo e manutenção corporal.

Vitaminas: contém as vitaminas do complexo B, incluindo ácido


fólico e B12, além das vitaminas antioxidantes A, C e E, que
devem ser incluídas na dieta por fornecerem proteção contra
substâncias reativas chamadas radicais livres.

Minerais: cálcio, sódio, fósforo, zinco, magésio, cobre e potássio,


além de traços dos elementos ferro, selênio, cromo e iodo, que
regulam inúmeras funções corporais.

Aminoácidos: contém 18 aminoácidos, incluindo os oito


considerados essenciais, ou seja, aqueles que não podem ser
fabricados pelo nosso organismo.

Fibras: duas porções diárias fornecem uma boa ingestão diária


de fibras solúveis e insolúveis, necessárias à regulagem da
liberdade de nutrientes no fluxo sangüíneo e à manutenção do
volume e boa regularidade intestinais.

Frutose: um açúcar natural da fruta, em vez do aspartame ou do


açúcar, que auxilia na normalização do nível de açucar
sangüíneo.
ARTIC-SEA SUPER ÔMEGA-3

Assim como os aminoácidos são a


matéria prima das proteínas, os ácidos
graxos são a matéria prima de nossas
moléculas de gordura. Entretanto, por
não serem sintetizados pelo organismo,
precisam ser assimilados a partir dos
alimentos ou suplementos alimentares.

Código 39 - R$ 66,00 (60 cápsulas)

Nos anos 80, os ácidos graxos foram classificados como elementos


nutricionais essenciais por serem fatores determinantes à qualidade da sua
saúde, pois deles dependem:

A qualidade da hipoderme - tecidos conjuntivos adiposos,


localizados na camada mais profunda da pele, onde atua como
fator de controle hidrotérmico, de proteção dos órgãos internos
e fonte de nutrição do manto ácido.
O grau de fluidez/permeabilidade das membranas celulares -
fator que determina a capacidade das células de absorver
oxigênio
e nutrientes, assim como eliminar resíduos metabólicos.

O envelhecimento do organismo, independentemente da idade, é


determinado pelo enrijecimento das membranas celulares. A principal
causa do enrijecimento das membranas, entretanto, são as gorduras
hidrogenadas e semi-hidrogenadas, ou ácidos "trans" - as gorduras
poliinsaturadas que foram artificialmente saturadas, como a das
margarinas, (Sim, fomos enganados pelos ditos Experts da Saúde!),
maioneses, molhos, sorvetes etc.
Ou seja, é fundamental começarmos a ler os rótulos dos produtos
provenientes da industria alimentícia antes de consumi-los!
Em seguida, temos a deficiência de ácidos graxos insaturados e o excesso
de colesterol e de ácidos saturados.
Apesar de muitos acreditarem que o processo de rejuvenescimento seja
algo utópico,as células podem, sim, se rejuvenescerem a partir do
momento em que a fluidez das membranas é restabelecida. O que significa:
prevenção e reversão de inúmeros processos degenerativos, assim como
desaceleração do processo de envelhecimento.

O primeiro passo para o rejuvenescimento celular, assim como a


prevenção e reversão dos problemas cardiovasculares é a eliminação das
gorduras hidrogenadas e semi-hidrogenadas que hoje contaminam
praticamente todos os alimentos industrializados - a indução da
substituição das gorduras naturalmente saturadas pelas artificialmente
saturadas(margarinas etc.) é, sem dúvida, um dos maiores crimes já
cometidos contra a humanidade.

Paralelamente, é preciso que a dieta seja rica em alimentos e/ou


suplementos alimentares constituídos pelos ácidos graxos insaturados
Ômega-3, Ômega-6 e Ômega-9.

Embora eles existam misturados, há sempre um que predomina.

Ômega-3 encontra-se concentrado nos óleos de peixes de águas


frias e nas sementes de linhaça.
Ômega-6 se concentra nos grãos, sementes e oleaginosas, sendo
que a semente de prímula é a mais rica dentre eles.
Ômega-9 tem sua maior concentração no azeite de oliva.

O Ômega-9 é conhecido por promover o aumento das secreções biliares


que estimulam o peristaltismo. Fortalece os tecidos do organismo. Tonifica
os nervos. Acalma as membranas mucosas. Acredita-se que também
auxilie na dissolução dos depósitos de colesterol nas artérias.

Nenhum é melhor ou mais importante do que o outro. O fundamental é a


proporção, o equilíbrio, em que se encontram entre si e em relação aos
ácidos graxos naturalmente saturados, cuja presença é igualmente
essencial.

O problema, portanto, é a dieta contemporânea: "poluída" pelas gorduras


hidrogenadas e semi-hidrogenadas; carente em Ômega-3 e em Ômega-9; e
a péssima qualidade dos Ômega-6, devido aos métodos de produção
industrial dos óleos de cozinha, quando não são orgânicos ou extraídos a
frio (óleos virgens, de primeira pressão).

A observação de que os esquimós, os maiores consumidores de gordura


animal, não padecem de doenças cardiovasculares motivou muitos estudos
que levaram à conclusão de que o Ômega-3 presente nos peixes era o
maior fator de proteção do sistema cardíaco.

Verificou-se, então, que com sua suplementação muitas vezes é possível


normalizar o equilíbrio dos triglicerídeos e controlar os níveis do "mau"
colesterol - lipoproteína de baixa densidade (low-density proteins - LDL) e
lipoproteína de muito baixa densidade (very-low-density proteins - VLDL).

Outra razão dos óleos de peixe protegerem o sistema cardiovascular é o


controle que exercem sobre as prostaglandinas - mensageiros químicos de
longa distância, semelhantes aos hormônios, que promovem a
vasodilatação e impedem a agregação plaquetária, previnindo a formação
de coágulos sangüíneos e o estreitamento das artérias, o que pode levar à
interrupção do fluxo sangüíneo que produz os derrames, infartos etc.

O Ômega-3 também atua contra a angina, quadros artríticos, doenças


renais e processos inflamatórios, sobretudo os que envolvem a pele, como
a dermatite atópica e a psoríase, assim como o câncer de mama.

Como muitos problemas não são apenas de carência, mas também de


desequilíbrio dos ácidos graxos, embora o nome Arctic-Sea aponte para a
sua riqueza em ácidos graxos Ômega-3 dos óleos dos peixes de águas frias
do Oceano Ártico, ele é igualmente composto pelo Ômega-9 do azeite de
oliva.

Os óleos de peixe, embora ricos em vitaminas lipossolúveis dos grupos A e


D, são carentes nas vitaminas do grupo E, importantes antioxidantes dos
lipídios.

Para compensar tal deficiência e diminuir a vulnerabilidade de oxidação


desses ácidos graxos, pela exposição ao oxigênio, luz e temperaturas
elevadas, Arctic-Sea utiliza-se da riqueza de vitamina E do óleo de oliva.

Quando os peixes consomem os plânctons, ricos em Ômega-6, estes se


dividem em dois tipos de Ômega-3, o ácido eicosopentenóico (EPA) e o
ácido docosahexaenóico (DHA), que, mesmo sob temperaturas
extremamente baixas, se mantêm em estado líquido.

O ÁCIDO EICOSOPENTENÓICO (EPA)


O EPA é o Ômega-3 que predomina em todas as células do organismo, com
exceção das células da córnea e do cérebro, pois sua estrutura molecular é
grande demais para transpassar a parede dos seus vasos sangüíneos. Ele é
conhecido como o grande protetor do sistema cardiovascular pois:

* afina o sangue e previne a formação de coágulos;


* ajuda a combater as inflamações;
* fortalece as membranas celulares, tornando-as menos
susceptíveis à invasão dos vírus e bactérias;
* regula a produção do colesterol.

O ÁCIDO DOCOSAHEXAENÓICO (DHA)


O DHA é quem garante a perfeita fluidez das membranas das células da
córnea e do cérebro, por isso ele é fundamental à saúde dos olhos e às
funções mentais. Diz-se que as crianças japonesas possuem um Q.I.
superior porque desde o ventre materno são expostas a maiores
quantidades de DHA - há muitas gerações os japoneses consumem grandes
quantidades de peixes de águas geladas.
Desde os anos 60, estuda-se a influência do DHA sobre as funções
cerebrais. Por isso, hoje já se sabe o quanto a alimentação das gestantes
contribui para a formação do cérebro do feto, assim como a das crianças
até os três anos de idade, quando as células do cérebro são consideradas
concluídas. Por isso, a qualidade da alimentação durante o período de
gestação e na primeira infância determina o potencial dos processos
cerebrais de uma pessoa para o resto de sua vida.
O DHA é um nutracêutico hoje reconhecido como fator de aumento da
capacidade cognitiva, aprendizado e memória. Proporcionando maior
maleabilidade às estruturas moleculares das membranas celulares e
garantindo a perfeita transmissão e recepção dos sinais elétricos emitidos
pelos neurônios (sinapses), ele previne o desenvolvimento da demência da
infância e da velhice, como no caso da doença de Alzheimer.
O DHA também nutre e ativa os nervos ópticos necessários à visão. Por
isso, a sua suplementação também pode melhorar a deficiência ótica.
Embora presente em todas as células do corpo, a concentração de DHA nos
olhos é 50 vezes maior e nas células do cérebro entre 25 a 30 vezes mais
elevada, seguindo-lhes as células do miocárdio e da placenta, se
comparada às membranas de outras células.
Na fase adulta, porém, essas concentrações começam a diminuir.
O DHA é, portanto, um elemento indispensável à alimentação humana
desde a fase embrionária até os últimos dias de vida.

PRINCIPAIS CONSEQÜÊNCIAS DA DEFICIÊNCIA DE


ÔMEGA-3

Aborto espontâneo. Acne. Altos níveis de açúcar no sangue. Altos níveis de


colesterol e triglicerídeos. Artrite. Bronquite asmática. Colite.
Deficiência nas faculdades mentais. Depressão. Diabetes. Disfunções da
vesícula biliar. Disfunções renais. Doenças mentais. Enxaqueca.
Hiperatividade. Hipertensão. Infertilidade masculina. Inflamação da próstata.
Lúpus. Mudanças de personalidade ou comportamento. Processo de
cicatrização lento.
Problemas cardiovasculares. Problemas comportamentais e de humor.
Problemas de atenção e aprendizagem. Problemas de crescimento. Problemas
dermatológicos. Quadros inflamatórios. Reações alérgicas. Resfriados
freqüentes. Ressecamento da pele. Sede excessiva por excesso de
transpiração. Câncer. Tendência a infecções. Tremores musculares. Trombose.
Tumores e câncer do intestino, pulmão, mama e útero.

CONTRA INDICAÇÕES AO CONSUMO DOS ÁCIDOS ÔMEGA-3


As pessoas com tendência a hemorragias e sangramentos não devem
abusar da suplementação de óleos ricos em Ômega-3, já que uma de suas
propriedades é reduzir o fator de coagulação do sangue.

POSSIBILIDADES DE USO DO ARCTIC-SEA SUPER ÔMEGA-3

Alcoolismo. Arteriosclerose. Artrite reumatóide. Asma. Cólicas menstruais.


Colite ulcerativa. Doença de Raynaud. Dor de cabeça. Esclerose múltipla.
Menopausa. Osteoartrite. Osteoporose. Perda da memória.
Prevenção do infarto e da embolia. Psoríase. TPM.

Modo de Conservação
Todos os óleos são extremamente susceptíveis à oxidação quando em
contato com o ar, a luz e o calor. E por não conter conservantes artificiais,
embora encapsulados, os óleos do Arctic-Sea Super Omega-3 não devem
ser expostos à luz nem ao calor. É fundamental que sua embalagem seja
mantida hermeticamente fechada e em local fresco. Nos tempos mais
quentes, por segurança, vale a pena conservá-los no refrigerador.
Informações Nutricionais

Cada cápsula contém:


750 mg de óleo de peixe e
250 mg de azeite de oliva
1 cápsula equivale a 11 Kcal.
ABSORBENT-C
A maioria dos mamíferos supre suas
necessidades diárias sintetizando
a vitamina C, no fígado ou rins, a partir
da glicose presente na corrente sangüínea.

Como exceção à regra, porém, temos os


humanos, os primatas, os morcegos-das-
frutas da Índia e alguns outros animais
sendo exceções dessa regra, precisam
absorvê-la a partir dos alimentos.

ABSORBENT C - Código 48 - R$ 34,00 (100 tabletes)

A quantidade de vitamina C que os animais fabricam varia com o grau de


estresse a que são submetidos e pode variar na ordem de:
5 40 mg/kg/dia - nos gatos e cachorros
5 18 mg/kg/dia - nas vacas
22 226 mg/kg/dia - nos coelhos
33 275 mg/kg/dia - nos camundongos

Isso significa que as necessidades diárias de vitamina C de um Ser humano


com 60 kg, se ele fosse como um:
gato ou cachorro seria de 400 a 2.400 mg/dia
vaca seria de 900 a 1.080 mg/dia
coelho seria de 1.320 a 13.560 mg/dia
camundongo seria de 1.980 a 16.500 mg/dia

A incógnita, portanto, é por que o órgão de governo encarregado de zelar


pela saúde pública, a Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária,
através da Portaria nº 33, de 13 de janeiro
de 1998, dita que:

Ingestão Diária Recomendada (IDR) para adultos


Vitamina C 60 mg

IDR para gestantes e lactantes


Nutriente Gestantes Lactantes

Primeiros 6 meses Segundos 6 meses


Vitamina C 70 mg 95 mg 90 mg

É, portanto, aberrante a discrepância entre a quantidade de vitamina C


produzida pelos animais e os valores ditados pela Anvisa. (O Laboratory
Animal Nutrition of the National Reaseach Council, por exemplo, reconhece
que os primatas necessitam uma suplementação de 1.750 a 3.500 mg/dia
de vitamina C.)

A quem interessa que os humanos vivam sob tal deficiência de vitamina C,


sabendo-se que ela é indispensável a mais de 300 processos enzimáticos -
da síntese do colágeno à fortificação do sistema imunológico?

Por que será que no início de 2003 a Anvisa proibiu a presença da vitamina
C nos fármacos antigripais, se o grau de dependência dos glóbulos brancos
(células do sistema imunológico responsáveis por eliminar os vírus,
bactérias, cancerosas etc.) em relação à vitamina C é de tal ordem que,
quando em ação, chegam a concentrá-la em quantidade de 10 a 40 vezes
superior às outras células do plasma sangüíneo.

A presença da vitamina C no plasma sangüíneo, por outro lado, não é


garantia de que será absorvida pelas células pois, devido à semelhança
estrutural com a glicose, ambas concorrem pelo mesmo receptor da
membrana celular. Por isso, a rapidez e a eficiência com que os linfócitos
atuam sobre os elementos "invasores" são reduzidas à medida que os
níveis de glicose no sangue aumentam.

Por isso, os alimentos de alto índice glicêmico atuam como supressores do


sistema imunológico - reduzindo o desempenho dos fagócitos, inibem os
processos de autodesintoxicação, autodesobstrução e autocura do
organismo.

É fato público e notório que, durante a epidemia do vírus da pólio, nos anos
40, nos Estados Unidos, todos os pacientes do Dr. Fred Klenner foram
salvos graças à mega doses de vitamina C!
Infelizmente, porém, a vitamina C é uma das mais ausentes na
alimentação moderna, pois:

Quanto mais longo o tempo entre um alimento ser colhido e


consumido, menor o teor de vitamina C presente - ela é
extremamente instável e sensível à luz e ao calor do cozimento
ou de qualquer processo de transformação industrial.
O crescente aumento da deficiência minerálica do solo se reflete
na diminuição dos níveis de concentração das vitaminas,
inclusive da vitamina C. Segundo estatísticas americanas, nos
últimos 40 anos, essa perda, no que concerne à vitamina C, foi da
ordem de:

Couve 61,95 %
Beterraba 50,00 %
Espinafre 45,09 %

Os Maiores "ladrões" de Vitamina C


Álcool. Analgésicos. Antibióticos. Anticoagulantes.
Antidepressivos. Antiinflamatórios. Agrotóxicos. Aspirina.
Barbitúricos. Cortisona. Conservantes. Contraceptivos orais.
Corantes. Esteróides. Estresse. Menstruação.
Processos degenerativos relacionados ao envelhecimento.
Tabaco. Tetraciclina.

A Suplementação da Vitamina C
A vitamina C só se mantém na corrente sangüínea por um curto período de
tempo. Aquela que não for utilizada dentro de algumas horas é descartada
pela urina. Portanto, ela precisa ser ingerida pelo menos umas três vezes
ao longo do dia.
A quantidade de vitamina C a ser utilizada como suplemento alimentar
varia com a qualidade da alimentação e status nutricional do organismo, o
grau de estresse a que esteja sendo submetido e a condição da saúde
naquele determinado momento.
Porém, muito mais perigosa do que uma dose excessiva de vitamina C é o
estado de carência do organismo em relação a essa vitamina, pois dela
dependem:

Absorção do Cálcio e do Ferro.


dos glóbulos brancos - agilidade e potencial de
Ação fagocitose dos neutrófilos e atividade dos linfócitos B e
T;
do ácido fólico - essencial às funções cerebrais e de
Ativação potencial anti-aterosclerótico, anti-arteriosclerótico,
antiartrítico e antidepressivo.
do colesterol LDL em ácidos biliares, aumento dos níveis
Conversão
do colesterol HDL.
dos mastócitos - células do sistema imunológico
Estabilidade responsáveis pelas reações alérgicas, embora também
atue como anti-histamínico;
Eliminação dos metais pesados.
das glândulas adrenais que liberam os hormônios da:
- cortisona fundamental ao combate do estresse;
Estimulação
- noradrenalina essencial ao estado de alerta mental e
combate à depressão.
dos líquidos sinoviais, dos quais depende a livre e
Fluidez
perfeita movimentação das juntas.
dos aminoácidos fenilalanina e tirosina, para que eles
Metabolismo não venham a transformar-se em nitrosaminas -
aminoácidos de potencial carcinogênico.
Neutralização do veneno das abelhas, cobras etc.
Normalização da pressão sangüínea.
de doenças oculares (catarata, glaucoma) e mentais
Prevenção (esquizofrenia, depressão, paranóia), do diabetes, da
fadiga e da fraqueza muscular.
dos anticorpos e do interferon - substância antiviral por
Produção
excelência produzida pelo organismo.
da vitamina E, após ela ter atuado como antioxidante
Regeneração contra a ação dos radicais livres nos meios lipídicos e
nas membranas celulares.
e prevenção dos coágulos, edemas, gengivite,
Reversão hematomas, infertilidade masculina, quadros infecciosos
e inflamatórios.
do aminoácido cartinina, fundamental ao transporte das
Síntese longas cadeias de ácidos graxos para o interior da
mitocôndria, onde são usadas como fonte de energia.
dos mucopolissacarídeos, colágeno e elastina essenciais
Síntese à produção dos tecidos conectivos, cuja qualidade se
reflete na tonicidade, flexibilidade, elasticidade e
resistência das cartilagens, tendões, ligamentos, pele,
unhas, cabelos, ossos, dentes, gengiva, musculatura,
paredes dos vasos sangüíneos e linfáticos etc.
Síntese dos sais biliares e da hemoglobina.

Absorbent-C - Um Suplemento "time release"


Comparada à complexidade estrutural dos alimentos, uma das maiores
desvantagens dos suplementos alimentares à base de nutracêuticos
isolados ou organizados como complexos nutricionais man made de
aminoácidos, minerais e vitaminas x, y e z, é a rápida decomposição dos
compostos e absorção dos nutrientes.

Para minimizar esse problema e prolongar o processo de liberação dos


nutrientes, principalmente no que concerne a vitamina C, criaram-se
fórmulas para que a vitamina C continuasse a ser gradualmente liberada e
absorvida ao longo do trato gastrintestinal, ou seja, para que esse
processo não se esgotasse no estômago. E assim nasceram as fórmulas
"time release".

Absorbent-C foi criado com base nesse conceito, embora, em lugar de


lançar mão de fórmulas químicas arrojadas, ele utilize a afinidade da
vitamina C com as fibras solúveis do farelo da aveia. E essa associação é de
tal ordem que só termina no intestino grosso, com a flora simbiótica
metabolizando as fibras e se encarregando de liberar as últimas moléculas
da vitamina C. Assim, o aproveitamento das suas 60 mg em cada pastilha -
quantidade máxima permitida pela legislação dos suplementos alimentares
- é em torno de 90%.

Sempre que se procura um suplemento alimentar, é fundamental se optar


pelo de melhor qualidade. Um dos parâmetros é a natureza dos seus
elementos constituintes - orgânica ou sintética. Através da foto kirlian -
técnica que permite fotografar o campo energético de
qualquer coisa -, é possível observar que a aura das moléculas sintéticas
apresenta um padrão geométrico extremamente rígido e cores duras,
enquanto as orgânicas têm a aura com uma geometria bem mais
artística/orgânica, assim como cores e tonalidades mais variadas.

Apesar de uma boa parte da vitamina C presente no Absorbent-C ser


oriunda do complexo do mamão-papaia, sabendo-se que seu
aproveitamento é maior quando ela se encontra em sinergia com os
bioflavonóides, Absorbent-C é igualmente constituído por bioflavonóides
cítricos e por Forever Bee Honey, como agente nutricional e fator de
aglutinação.

Isento de açúcares, amidos ou conservantes químicos, Absorbent-C se


apresenta sob a forma de pastilhas comestíveis, com suave sabor de
laranja. Sua ação sobre a saúde do organismo tem se mostrado tão
abrangente que muitos passaram a considerá-lo como uma panacéia. É
óbvio que ele não é. Mas, ao se conhecer melhor seu potencial nutracêutico
e seus outros elementos constituintes, torna-se mais compreensível o
porquê da sua fama.

Elementos Constituintes do Absorbent-C


BIOFLAVONÓIDES (ex-vitamina P)
Bioflavonóides, que também fazem parte do Absorbent-C, são pigmentos
vegetais hidrossolúveis, que dão cor às cascas, caules, flores, folhas,
frutos, raízes e sementes das plantas, cujas variantes catalogadas já
somam mais de 1.200, dividas em inúmeros subgrupos - flavonas,
flavonóides, flavononas, isoflavonas etc.

Os bioflavonóides foram descobertos pelo Prêmio Nobel Albert Szent-


Gyorgyi durante o processo de tentativa de isolar a vitamina C. A primeira
propriedade por ele observada foi a ação protetora que exerciam sobre a
capilaridade ao interromper o sangramento das gengivas.

Estudos subseqüentes mostraram, no entanto, que os bioflavonóides não


respondiam às definições das vitaminas, assim como não era possível
identificar sintomas típicos para sua deficiência - razões alegadas pelo
FDA, em 1968, para declará-los terapeuticamente ineficientes e proibir a
sua prescrição médica.

Esses argumentos, porém, não foram suficientes para interromper as


pesquisas, que logo constataram a interdependência dos bioflavonóides
com a vitamina C - a vitamina C necessita deles para que possa ser
devidamente absorvida e utilizada, assim como os bioflavonóides
necessitam dela para que não sofra oxidação.

Nos anos 80, os bioflavonóides voltam à cena devido a uma série de


estudos que constaram seus benefícios e o fato de que, tal como a
vitamina C, eles também precisam ser adquiridos através da alimentação
ou da suplementação alimentar, pois o organismo não consegue produzi-
los.

Principais Propriedades dos Bioflavonóides

aliviam a dor das pernas, costas e


Anestésica
contusões típicas dos desportistas.
controlam a liberação da histamina e de
Antialérgica
outros mediadores das reações alérgicas.
Antiespasmódica combatem as contrações musculares.
Anti-hematômica previnem os hematomas.
Anti-hemorrágica previnem as hemorragias.
inibem a formação de prostaglandinas e
Antiinflamatória leucotrienos pró-inflamatórios.
atuam contra o vírus da pólio e do herpes
tipo I, o vírus respiratório sincicial, o vírus
Antiviral
parainfluenza, o echovírus, o rinovírus
(principal causa dos resfriados) etc.
condicionam o sistema imunológico -
Imunomoduladora inibem ou estimulam -, segundo a
necessidade do momento.

Outras propriedades relacionadas aos bioflavonóides são o combate às


câimbras, o fortalecimento dos vasos sangüíneos e a conseqüente
prevenção do sangramento da gengiva, nariz, hemorróidas, varizes etc. Em
sinergia com a vitamina C, eles atuam, de modo ainda mais abrangente, na
deficiência de atenção, nos processos degenerativos dos olhos, do câncer,
da doença de Parkinson etc.
Principais Fontes Alimentares dos Bioflavonóides
As maiores concentrações de bioflavonóides se encontram na própolis, na
parte branca das frutas cítricas, no pimentão, damasco, cereja, toronja
(grapefruit), uvas, limão, laranjas e ameixa.

Principais "ladrões" de Bioflavonóides


Agentes oxidativos. Agrotóxicos. Aspirina. Cortisona. Diuréticos. Drogas
recreativas e medicamentosas. Estresse. Excesso de água, de sal e de
calor.
Febre. Pasteurização. Poluição. Tabaco.

Possibilidades de Uso dos Bioflavonóides


Arteriosclerose. Artrite. Asma. Cãimbras. Catarata. Colesterol alto. Contusões.
Degenerescência da mácula. Diabetes. Doenças cardíacas. Edema. Estimulação
da produção da bílis. Excesso de fluxo menstrual. Fragilidade capilar.
Glaucoma. Hemorróidas. Hepatite. Herpes oral. Machucados. Menopausa.
Normalização dos níveis do colesterol. Perda da visão noturna.
Problemas circulatórios. Problemas na retina. Sangramento das gengivas,
nariz e útero. Tensão pré-menstrual. Úlcera péptica. Varizes. Vascularização
cerebral.

FARELO DE AVEIA
O farelo de aveia é um outro componente do Absorbent-C, cuja riqueza em
fibras solúveis e betaglucano descoberta nos anos 80 como fator de
redução do colesterol e dos triglicerídeos fez com que ele se tornasse uma
verdadeira coqueluche entre o público e os nutricionistas.
Bem tolerado pelos intestinos, não produz a distensão do estômago ou
gases.

Os mecanismos que explicam como as fibras solúveis da aveia, da cevada,


do psílium ou da pectina das frutas e dos feijões atuam sobre a redução
dos níveis de colesterol são basicamente dois:
1. A partir das fibras solúveis, a flora intestinal sintetiza uma série de ácidos
graxos de cadeias curtas que atuam como fator de controle sobre a síntese
do colesterol.
2. As fibras solúveis têm a capacidade de se associarem diretamente ao
colesterol, o que faz com que ele seja eliminado através das fezes.

A primeira explicação, entretanto, é a mais plausível, já que a quantidade


de colesterol que absorvemos nada tem a ver com a quantidade que corre
em nossas veias, já que o colesterol não é absorvido como tal, isto é, ele
precisa ser decomposto pelo processo digestivo em seus ácidos graxos
constituintes.

Outra propriedade interessante das fibras solúveis, como as da aveia,


goma guar e xanthan, é o controle que exercem sobre o apetite e o
aumento da tolerância à glicose. Desacelerando a digestão e,
conseqüentemente, a absorção dos carboidratos a elas unidos, zelam para
que os níveis de glicose no sangue não subam abruptamente a níveis
estratosféricos.
Por isso, também são consideradas como agentes de prevenção e controle
do diabetes.
MAMÃO-PAPAIA
O mamão-papaia, fruta originária da América Central, é reconhecido por
suas propriedades digestivas, estomáticas e vermífugas. E quando ingerido
regularmente, melhora a condição dos cabelos, pele, unhas, além de deixar
os olhos brilhantes e claros.

O leite que jorra da casca cortada do mamão verde é riquíssimo em


papaína - enzima que atua sobre a decomposição das proteínas,
semelhante à pepsina produzida pelo estômago.
A carpaína, um outro elemento constituinte do mamão, é hoje reconhecida
por suas atividades antitumorais.

Propriedades Específicas do Mamão-Papaia


Acalma irritações e inflamações. Atua como um vermífugo. Combate a
indigestão e a formação de gases. Desintoxica o organismo. Facilita a
digestão. Limpa o trato gastrintestinal.

Quando os bebês não podem ser amamentados com leite materno, os


camponeses cubanos lhes dão leite de vaca diluído com a água onde foram
fervidos, por alguns minutos, pedaços de mamão verde, ricos em enzimas,
para ajudar a digestão das proteínas do leite - uma proteína estranha aos
lactantes, cujo sistema digestivo não está preparado para decompô-las.

Ou seja, se o potencial enzimático do mamão, como o da papaína e


provavelmente outras enzimas, continua ativo mesmo após ter sido
submetido a temperaturas elevadas por alguns minutos, as possibilidades
são de que essas enzimas:

ou não desaparecem como se acredita;


ou se transformam em algo ainda não identificado;
ou deixam suas assinaturas bioelétricas nas moléculas de água,
que passam a interferir no metabolismo como se fossem
as próprias enzimas - princípio que rege a homeopatia.

Algumas Possibilidades de Uso do Absorbent-C


Abscessos Acne Anemia Angina de peito Arteriosclerose Artrite Bronquite
Bursite Câncer Catarata Cistite Colesterol alto Colite Conjuntivite Diabete
Diarréia Epilepsia Esclerose Esquizofrenia Estresse Fibrose cística Fraturas
ósseas Gastrite Glaucoma Gripes Hemorróidas Hepatite Hipertensão
Hipoglicemia Insônia Leucemia Mal de Parkinson Osteoporose Piorréia
Problemas capilares Produção de colágeno Pólio Psoríase Resfriados
Reumatismo Varizes

Modo de Conservação
Por não conter conservantes artificiais, as pastilhas da
Absorbent-C se degradam - escurecem e amolecem -
pelo contato com o oxigênio, umidade do ar, luz e calor.
Por isso, é imperativo que a embalagem seja mantida
hermeticamente fechada e em local fresco.
Se for preciso, até mesmo no refrigerador.
INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS
Cada pastilha contém 60 mg de vitamina C
1 pastilha equivalem a 5 Kcal.

GARLIC-THYME

Garlic-Thyme é um composto
nutricional à base de alho
(garlic), tomilho (thyme),
lecitina, óleo de canela
e extrato de alfarroba.

Garlic-Thyme é específico para


a saúde dos sistemas circulatório,
digestivo e respiratório,
e cujos reflexos também se fazem
sentir no aumento da tonicidade do
sistema nervoso.

Código 65 - R$ 41,00 (100 cápsulas)

Plantas de atividades antimicrobianas, como o tomilho e o alho, auxiliam o


organismo no combate à invasão de parasitas, de bactérias, como a
Helicobacter pilloris, de fungos, como a Candida albicans, de vírus, como
os da herpes, do sarampo e da gripe.

Ricos em óleos voláteis, também atuam diretamente sobre os


microrganismos disbióticos dos tratos auditivo, gastrintestinal,
respiratório e vaginal.

Tanto o alho quanto o tomilho são igualmente poderosos antioxidantes e


carminativos - reduzem ou eliminam os gases e as cólicas gastrintestinais,
muitas vezes fruto de infecções parasitárias, bastante comum entre
pessoas que mantêm intenso contato com animais.

ALHO (Allium Sativum)


O alho, assim como a Aloe vera, pertence à família das liliáceas. Ele é uma
das mais antigas plantas cujo cultivo se tem notícia. Os babilônios o
utilizavam contra enfermidades do aparelho respiratório, amebas e
vermes, afecções cutâneas, inclusive a lepra. Os hebreus o tinham como
um vegetal milagroso. Na pirâmide de Quéops encontraram-se registros do
alho fazendo parte da alimentação diária dos escravos, pois lhes
aumentava a força e a resistência.

Segundo Aristóteles, o alho ajuda na cura da hidrofobia e é um excelente


tônico laxante. Hipócrates o recomendava aos desportistas olímpicos como
tônico energético.
Os romanos, indianos e chineses dele se utilizavam como vermífugo,
contra dores de cabeça, fadiga, fraqueza, infecções e sobre os ferimentos e
machucados.

Em 1858, Louis Pasteur demonstrou as propriedades antibactericidas do


alho.
Albert Schweitzer utilizou-o amplamente para tratar disenterias amebianas
quando residiu na África. Nas duas guerras mundiais, o alho funcionou
como antibiótico, tal qual ao longo da história da humanidade. Hoje, as
pesquisas científicas confirmam suas propriedades fungicidas e
bactericidas em relação a mais de 60 diferentes tipos de fungos e 20 tipos
de bactérias.

O ALHO NA MEDICINA CHINESA

O alho é de natureza quente e yang.


Elimina a umidade e o frio.
Esquenta o estômago.
Dissipa a estagnação dos alimentos
e das gorduras.
Melhora a circulação do sangue.
Estimula as energias.
Elimina as toxinas.

É Específico Contra:

A artrite e o reumatismo.
A coqueluche, a asma e a tuberculose
A hipertensão e a hipercolesterolemia.
A tosse seca e a expectoração sanguinolenta.
O sangramento do nariz.
Os edemas.
Os espasmos.
Os gases intestinais.

Deve ser evitado por aqueles cujos olhos estejam secos ou avermelhados
ou que estejam sofrendo de alguma dor ou qualquer tipo de inflamação na
cavidade bucal.

O ALHO E O SISTEMA CARDIOVASCULAR


Um dos elementos ativos mais importantes do alho é a aliina, que, tão logo
o alho fresco é machucado, transforma-se em uma série de compostos
sulfúricos.
Acredita-se que a ação que o alho exerce sobre o sistema cardiovascular
está relacionada a um de seus derivados, o ajoeno, de ação anticoagulante
e potencial antioxidante.

O dissulfeto de alila, outro desses compostos, atua sobre a síntese dos


ácidos graxos, do colesterol, dos fosfolipídios e dos triglicerídeos.
A alicina, outro derivado, parece ser um dos mais ativos e ter fortes
propriedades antibióticas. Seu potencial antiarteriosclerótico, embora
moderado, é acumulativo - necessita de um período de consumo regular
para que seus benefícios preventivos e desaceleração do processo da
aterosclerose e crises de câimbra comecem a aparecer.

O alho promove a desintoxicação do fígado e a eliminação dos agentes


cancerígenos, embora sua propriedade anticancerígena em relação ao
câncer do cólon, estômago, esôfago, mama e pele também seja atribuída à
sua grande concentração de bioflavonóides.
O alho funciona sob o binômio dose-resposta
- a resposta do organismo depende do quanto ele for consumido.

O ALHO E O GERMÂNIO
Dentre uma lista de minerais como cálcio, cobre, ferro, magnésio e
manganês presentes no alho, o maior destaque é o germânio, um mineral
que até poucos anos parecia só ser importante para os semicondutores da
indústria eletrônica.

O GERMÂNIO
Coube ao Dr. Kazuhiko Asai identificar grandes concentrações de germânio
na Aloe, no alho, no confrei e no ginseng, e ao Prêmio Nobel, Dr. Otto
Warburg, descobrir que ele aumenta a disponibilidade do oxigênio às
células e, assim, diminui o crescimento dos tumores.
Hoje, porém, já se sabe que o germânio tem fortes propriedades
analgésicas
e antioxidantes, além de ser importante para:

Aliviar a epilepsia e as neuroses.


a angina, a asma, a cirrose, a diabetes, a
Combater
osteoporose e a sinusite.
a pressão sangüínea e os níveis de
Equilibrar
colesterol.
o desenvolvimento de algumas formas de
Inibir fungos, inclusive da Candida albicans, pois
tem fortes propriedades antivirais.
a qualidade das artérias, combater a
Melhorar
hipertensão e a insuficiência cardíaca.
o sistema imunológico, estimulando:
- o aumento da produção do interferon;
- a multiplicação das células natural killers e
Potencializar
dos macrófagos;
- a eliminação das células cancerosas e
toxinas com maior eficiência.
a doença de Raynaud e reduzir a incidência
Prevenir
de gangrena.
a sobrevida das pessoas com câncer de
Prolongar bexiga, cólon, fígado, laringe, mama, pulmão
e útero.
Proteger da ação asfixiante do monóxido de carbono.
Reduzir a intensidade dos quadros de artrite.
A suplementação alimentar com germânio inorgânico, entretanto, é
desaconselhada.

PRECAUÇÃO NA AQUISIÇÃO DO ÓLEO DE ALHO


Não existindo regulamentação ou forte fiscalização sobre a fabricação dos
concentrados de óleo de alho, muitos são portadores de metais pesados e
de resquícios de agrotóxicos.
É igualmente importante a certezade que os princípios ativos do alho
estejam presentes, algo que só a idoneidade do fabricante pode nos dar.
Do contrário, seus efeitos serão praticamente nulos.

PROPRIEDADES ESPECÍFICAS DO ÓLEO DE ALHO

Antiaterosclerótico. Antibiótico. Anticancerígeno. Anticoagulante.


Anticolesterolênico. Antidiabético. Antiespasmódico. Antifúngico.
Antioxidante. Anti-reumático. Antitireoidítoco. Antitrombótico. Antiviral.
Bactericida. Diaforético (promove a transpiração). Digestivo. Diurético.
Expectorante. Hepatoprotetor. Hipotensor. Protetro de doenças cardíacas.
Reconstituinte. Relaxante muscular e cardíaco. Revitalizante. Tônico.
Vermífugo.

TOMILHO (Thymus Vulgaris)


Os sumerianos utilizavam o tomilho devido às suas propriedades
antissépticas. Os banhos de tomilho, para se adquirir força e coragem,
foram utilizados muitos povos.

Na Idade Média, o tomilho fazia parte do jardim das ervas medicinais de


todos os bons monastérios europeus. No século XVIII, Nicholas Culpepper,
famoso herborista Elizabetano , descrevia os benefícios do tomilho como:

Nobre fortalecedor dos pulmões... não há melhor remédio contra


a coqueluche. Ele purga o corpo da fleuma e é um excelente
remédio contra a falta de ar. Ele é tão inofensivo, que ninguém
precisa temer utilizá-lo. Um ungüento à base de tomilho elimina
inchaços quentes e verrugas, auxilia os casos de dor ciática e
embaçamento da visão, assim como qualquer dor ou
enrijecimento do baço.
Ele é excelente para os que estão tendo problemas com a gota
e sua ingestão conforta o estômago.

Devido ao seu grande potencial antisséptico, o tomilho é até hoje muito


utilizado para problemas digestivos, respiratórios e para a prevenção e o
tratamento de infecções.
Os alemães o têm como um específico contra a coqueluche, bronquite e
enfisema.
Na medicina popular, o tomilho é o "santo remédio" contra os gases, além
de poderoso desinfetante urinário, diurético e vermífugo.

O tomilho é ainda um excelente tônico para o estômago e para os nervos,


sendo muito utilizado em problemas gastrintestinais como gastrites
amenas, enterite, cólicas do estômago e cólicas menstruais. Altas doses de
essência de tomilho, entretanto, devem ser evitadas pelas mulheres
grávidas.
O timol - um dos constituintes mais ativos do tomilho e o mais importante
ingrediente da Listerina e do Vick VapoRub - é apontado como o principal
responsável por suas propriedades antissépticas, bactericidas, fungicidas e
de tonificação dos pulmões - solta o catarro, combate
os espasmos dos brônquios e relaxa a musculatura do trato respiratório.

O TOMILHO NA MEDICINA CHINESA

O tomilho é de natureza morna e yang.


Acalma a mente.
Combate aos maus efeitos do estresse.
Forte antisséptico e vermífugo.
Importantíssimo durante a convalescença.
Tonifica os pulmões e lubrifica os brônquios.

PROPRIEDADES ESPECÍFICAS DO TOMILHO

Adstringente. Anticongestionante. Antiespasmódico. Antigripal.


Anti-helmíntico. Antiinfeccioso - estimula a produção dos glóbulos brancos.
Antimicrobiano. Antiparasitário. Antisséptico. Bactericida. Carminativo.
Expectorante. Fortificante. Fungicida. Rubefaciente.
Tônico do estômago e dos nervos. Vermífugo.

LECITINA
A lecitina é um complexo de ácidos graxos saturados, poliinsaturados e
insaturados, cuja característica principal é associar-se tanto à água quanto
às gorduras. Atua como o traço-de-união entre esses dois elementos de
naturezas incompatíveis. crucial à manutenção da fluidez das membranas
celulares e ao desempenho da acetilcolina - neurotransmissor essencial às
funções cerebrais, neurológicas e psíquicas.

A ação da lecitina sobre o metabolismo dos lipídios, como o colesterol e os


triglicerídeos, promove o aumento dos níveis de energia ao mesmo tempo
que ajuda a prevenir e reverte uma série de doenças cardíacas e
neurológicas.

Da lecitina também depende a integridade, saúde e beleza da pele,


extremamente vulneráveis à má digestão e metabolismo das gorduras,
inclusive das derivadas dos carboidratos, já que todo excesso de glicose é
transformado em gordura.

PROPRIEDADES ESPECÍFICAS DA LECITINA

Antibiótica. Antidiabética. Antimaníaco-depressiva.


Antioxidante. Anti-reumática. Diurética. Estimulante da
tireóide. Expectorante. Hepatoprotetora. Hipotensora.
Redutora dos níveis de colesterol e triglicerídeos. Tônica.
ÓLEO DE CANELA
O óleo de canela atua contra as dores artríticas, musculares e reumáticas.
Combate o estresse, a frigidez e a impotência, as gripes e resfriados, as
infecções microbianas, a neurastenia ou qualquer tipo de estagnação
física, emocional ou mental.
É um forte estimulante circulatório, cardíaco, metabólico e respiratório.
Ajuda a relaxar a musculatura.

PROPRIEDADES ESPECÍFICAS DO ÓLEO DE CANELA


Afrodisíaco. Analgésico. Antidepressivo. Antibiótico. Antiespasmódico.
Antiparasitário. Antisséptico. Antiviral. Bactericida. Expectorante.
Fungicida. Imunoestimulante. Termogênico.

EXTRATO DE ALFARROBA
Seu alto conteúdo de pectina ajuda a regularizar a digestão e a evacuação.
Embora ajude a aumentar a absorção do cálcio, seu alto teor de tanino
pode interferir na absorção das proteínas quando ingerido em excesso.

POSSIBILIDADES DE USO DO GARLIC-THYME

Acne. Altos níveis de colesterol, triglicerídeos, homocisteína e açúcar no


sangue. Arteriosclerose. Artrite. Asma. Baixas respostas imunológicas.
Baixos níveis de energia. Bronquite. Câncer. Cândida. Catarro crônico, vesical
(na bexiga) ou nas fezes. Circulação capilar debilitada. Cirrose hepática.
Cistite. Cólica e cálculos biliares. Cólicas intestinais. Coqueluche. Corrimento
vaginal. Debilidade nervosa. Diabete. Diarréia (infantil). Dieta para perda de
peso e medidas. Dispepsia. Distúrbios afetivos e gástricos. Doença de
Raynaud. Doenças e distúrbios cardiovasculares, hepáticos e neuropsíquicos.
Dores de cabeça, de garganta e menstruais. Edemas quentes. Enfisema.
Enrijecimento das artérias e do baço. Enurese (infantil). Falta de ar ou de
apetite (relacionada aos vermes). Febre. Fortalecimento das artérias.
Fraqueza física e psicológica. Frieiras. Gases. Gota. Gripe. Herpes. Infecção
das vias respiratórias, do trato gastrintestinal ou auditivo. Inflamação da
garganta e do nervo ciático. Insônia. Laringite. Má digestão. Náusea.
Neurastenia. Parasitas. Pressão alta. Problemas cardíacos, circulatórios,
dermatológicos, estomacais, digestivos, hepáticos. Problemas de memória.
Purificação do sangue. Regularização da digestão e da evacuação.
Resfriados. "Sangue grosso". Sinusite. Sonolência. Tosse. Úlcera péptica.
Uretrite. Vaginite. Varizes. Vermes. Verrugas.

MODO DE CONSERVAÇÃO
Por ser um produto sem conservantes artificiais, é necessário manter a
embalagem sempre bem fechada, sem contato com a umidade do ar, em
local fresco e ao abrigo da luz e do calor.
OBSERVAÇÃO
O Garlic-Thyme é desodorizado e devido à presença da lecitina e do óleo de
canela, os óleos de alho e tomilho são de fácil assimilação, porém pessoas
hipersensíveis ao alho podem sofrer azia e gases.

Por afinar o sangue e abaixar os níveis de açúcar na corrente sangüínea,


como regra geral, aqueles que têm problema de coagulação ou estejam
fazendo uso de anticoagulantes ou de drogas antidiabéticas, devem se
abster de suplementos à base de alho.
Em casos de cirurgia, os usuários de suplementos de alho devem avisar a
seu médico.

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS

Cada cápsula contém o equivalente a 100 g


de extrato de alho fresco.
1 cápsula equivale a 1,4 Kcal.

FIELDS OF GREENS

Fields of Greens, além de extremamente nutritivo,


é um alimento funcional contra o estresse
oxidativo provocado pelas pressões do dia-a-dia e
a intoxicação gerada pela poluição ambiental e
pelos elementos químicos presentes naquilo que
ingerimos, inalamos e nos toca a pele, ou seja,
nos alimentos, medicamentos e nos produtos
de higiene e beleza.

Código 68 - R$ 26,00 (80 tabletes)

Estima-se que os cidadãos dos centros urbanos e países desenvolvidos


estejam consumindo cerca de 5 kg de aditivos químicos por ano, através
dos conservantes, corantes, estabilizantes, medicamentos, pesticidas etc.
Embora a medicina ortodoxa insista em fazer "ouvidos moucos" ao
conselho de Hipócrates - "Faça dos alimentos a sua medicina" -, cresce o
número de pessoas que estão utilizando os alimentos como agentes de
desintoxicação, prevenção e proteção contra as conseqüências inevitáveis
das toxinas que nos cercam.

AS GRAMÍNEAS
As tenras folhas das gramíneas concentram uma completa gama de
nutrientes, em proporções perfeitas, para o sustento da vida de animais de
grande porte. Cavalos, vacas e girafas, por exemplo, delas retiram não
apenas aquilo que necessitam para sua nutrição e regeneração
como também para defendê-los do estresse oxidativo - já que ficam
permanentemente expostos às radiações solares - e curá-los de todos os
seus males. Para compensar a ausência do estômago de quatro
compartimentos necessários à digestão das gramíneas e permitir que os
seres humanos igualmente usufruam de suas folhas, já existem extratores
de suco e equipamentos para desidratá-las e reduzi-las a pó,
sem que sua riqueza nutricional seja afetada.

FIELDS OF GREEN
Para disponibilizar esses alimentos a um maior número de pessoas,
Forever Living criou Fields of Greens, um concentrando de tenras folhas da
grama de trigo e da grama de cevada, brotos de alfafa e pimenta-caiena,
juntos ao picolinato de cromo.
Fields of Greens, além de extremamente nutritivo, é um alimento funcional
contra o estresse oxidativo provocado pelas pressões do dia-a-dia e a
intoxicação gerada pela poluição ambiental e pelos elementos químicos
presentes naquilo que ingerimos, inalamos e nos toca a pele, ou seja, nos
alimentos, medicamentos e nos produtos de higiene e beleza.

Fields of Greens é um suplemento alimentar de primeira grandeza, pois


promove a desintoxicação e revitalização dos intestinos, do fígado e do
sangue, combate a prisão de ventre, níveis elevados de colesterol, acne
etc. Em sinergia com os sucos do gel de Aloe vera, tem revertido muitos
desses quadros crônicos.
Suas fibras estimulam os neurônios entéricos das paredes dos intestinos a
produzir a serotonina essencial aos movimentos peristálticos e aos nervos.
Por isso ele colabora para o aumento do bom humor e da sensação de
bem-estar.
Consevando a flora simbiótica dos intestinos, Fields of Greens também
combate a putrefação do bolo fecal e os maus odores das fezes e do suor.
Utilizado como suplemento alimentar, Fields of Greens enriquece qualquer
refeição com uma importante cota de fibras, aminoácidos, minerais,
vitaminas, flavonóides, hormônios do crescimento e clorofila.

A CLOROFILA
Fields of Greens é riquíssimo em clorofila - modo como a energia da luz
solar se encontra disponível no reino vegetal. O processo de conversão da
luz solar em clorofila se chama fotossíntese. As maiores concentrações de
clorofila são encontradas nas algas, nas tenras folhas das gramíneas e nos
brotos de alfafa.

Segundo o Dr. Bircher-Bernner, criador do Bircher Muesli, que deu origem


à granola e fundador, em 1897, da Clínica Bircher-Brenner, em Zurique,
onde os sucos das frutas e verduras (concentrados nutracêuticos e
enzimáticos) e os exercícios eram utilizados como principais fatores
terapêuticos:

"(A clorofila) aumenta as atividades do coração


e atua sobre o sistema vascular, intestinos, útero e pulmões.
Aumenta as trocas de nitrogênio e funciona como um tônico,
cujas propriedades estimulantes são incomparáveis."

As primeiras pesquisas sobre a clorofila, nos anos 40, já apontavam seu


potencial de ativação metabólica em relação aos lipídios e a rapidez com
que, absorvida pela pele e mucosas, promove a regeneração dos tecidos
dilacerados e combate à gengivite, dor de garganta,infecção nos
ferimentos etc.
Impedindo a sobrevivência das bactérias anaeróbicas (aquelas que só
sobrevivem na ausência do oxigênio), a clorofila também atua como
poderoso agente anticancerígeno, anti-séptico e desodorizante do suor,
fezes e mau hálito.
Há mais de 50 anos já se conhece o poder de neutralização da clorofila
sobre os efeitos adversos da radiação emitida pelos equipamentos
hospitalares (Lourou e Lartigue, 1950), semelhantes à dos televisores,
aparelhos de comunicação, microondas etc., cujos resultados foram
confirmados pela equipe do Dr. Colloway (1961) das Forças Armadas dos
Estados Unidos.
Segundo Steve Meyerowitz, autor de Wheat grass - Nature's finest
Medicine, é errôneo dizer que a clorofila responde por 70% do volume
líquido do extrato das folhas das gramíneas.
Composição do Extrato das Jovens Folhas das
Gramíneas
95% água
2% proteínas
3% outros elementos constituintes, incluindo a clorofila

A clorofila representa cerca de 500 mg em cada 100 g de folha seca da


grama. Isso, porém, não a desmerece em nada, muito pelo contrário, já
que mesmo em tão pequena quantidade seu potencial de ação é
extraordinário.

AS FOLHAS DAS GRAMAS DO TRIGO E DA CEVADA


As tenras folhas da grama de trigo e da cevada foram apresentadas ao
mundo contemporâneo por duas pessoas de culturas distintas.

Ann Wigmore, de origem russa, fundadora do Instituto Hipócrates, de


Boston, nos anos 60, teve como ponto de partida os ensinamentos de
Hipócrates, a quem deu o nome do seu Instituto, e dos Essênios - povo que
vivia próximo ao Mar Morto na época de Jesus -, que diziam:

Não mate seu alimento através do cozimento.


Todas as gramas são boas, mas a grama do trigo
é a mais perfeita para os homens.

Uma das principais líderes do movimento de conscientização sobre o


potencial terapêutico dos alimentos, tinha o suco da grama de trigo e os
brotos de alfafa como seus carros-chefes.
E se hoje podemos comprar brotos de alfafa nos supermercados, devemos
agradecer ao trabalho pioneiro de Wigmore.

Vale aqui fazer a ressalva de que a grama de trigo não tem relação alguma
com seus grãos no que diz respeito à intolerância ou reações alérgicas que
a proteína do glúten provoca, visto que este se encontra ausente nas
folhas. Por isso, aqueles alérgicos ao glúten podem usufruir da grama de
trigo sem problema algum.

Contemporâneo de Wigmore, o Dr. Yoshihide Hagiwara, fundador do


Hagiwara Institute of Health e autor do livro Greens Barley Essence, foi o
pioneiro na divulgação dos extraordinários benefícios das tenras folhas da
cevada do outro lado do mundo, no Japão.

Com um background científico e fácil acesso aos laboratórios de análise


(algo que faltou a Wigmore), após procurar em mais de 150 gramíneas a
que melhor respondesse às necessidades de crescimento, regeneração e
desintoxicação do organismo humano, declarou:

As folhas verdes do embrião da planta da cevada contêm o mais


amplo e equilibrado suprimento de nutrientes possível de ser
encontrado em uma única planta.

AS ENZIMAS DAS GRAMÍNEAS


O ano de 1979 marcou o início da descoberta relativa às enzimas da grama
de cevada - ácidos graxos oxidase, catalase, citocroma oxidase,
peroxidase, superóxido dismutase (SOD) e trans-hidrogenase - com poder
de neutralização sobre uma série de toxinas químicas hoje presentes nos
alimentos. Atualmente, já são mais de 80 enzimas identificadas, entre as
quais a aminotransferase, a DNase, a hexoquinase, a malico-de-
hidrogenase, a nitrato redutase, a nitrogênio oxirredutase, a peroxidase,
catalase, a fosfatase, a polifenoloxidase e a RNase.

As gramíneas são nossas maiores fontes de SOD - a enzima considerada


como das mais importantes no combate aos danos causados pelos radicais
livres, responsáveis pelos processos degenerativos do envelhecimento, e a
todos os tipos de toxinas e quadros inflamatórios: artrite, edemas, gota,
bursite etc. Seu suporte ao sistema imunológico é, simplesmente,
inestimável.

O POTENCIAL ANTIOXIDANTE E
ANTICOLESTEROLEMICO
DA GRAMA DA CEVADA
Uma das maiores surpresas para os pesquisadores foi a descoberta do
2"-O-glicosilisovitexin, ou 2"-O-GIV, um isoflavonóide hidro e lipossolúvel,
altamente estável e com fortes propriedades antioxidantes, capaz de
prevenir a transformação dos ácidos graxos e moléculas de álcool em
acetaldeído e malonaldeído (Osawa, Shibamoto et al. 1992).
Ele é um dos principais fatores para que a grama de cevada atue como
anticolesterolêmico e seja tão ou mais efetivo do que determinados
fármacos que visam à prevenção da arteriosclerose (Shibamoto et al
1993).
A GRAMA DA CEVADA E AS BEBIDAS ALCOÓLICAS
O álcool metabolizado no fígado é transformado em dióxido de carbono e
água através de várias reações enzimáticas. Uma delas é a decomposição
do acetaldeído pela aldeído deidrogenase (ALDH). Mas se o gene
responsável pela produção dessa enzima encontra-se desativado, a
ingestão de bebidas alcoólicas gera um grande mal-estar e, certamente,
problemas de saúde a longo prazo.
Doses excessivas de bebidas alcoólicas elevam os níveis de acetaldeído
caso o organismo seja incapaz de metabolizá-lo com rapidez suficiente
para prevenir o seu acúmulo no organismo.
O Dr. Mikko Salaspuro, da Universidade de Helsinki, observando o
freqüente acúmulo de acetaldeído nos intestinos, levantou a hipótese dos
seus efeitos tóxicos sobre os tecidos de todo trato gastrintestinal. Isso
explicaria o câncer de esôfago, tão comum aos alcoólatras, cuja causa
ainda é desconhecida. Mas ao prevenir a oxidação do álcool, o 2"-O-GIV
reduz a produção do acetaldeído.
Muitos japoneses, grandes consumidores de bebidas alcoólicas, têm
aprendido a neutralizar os maus efeitos do alcoolismo com o consumo
regular do extrato das tenras folhas da grama de cevada pulverizadas.
Por ajudar a minimizar os maus efeitos do álcool (dores de cabeça,
tonteira, enjôo, ressaca, distúrbios hepáticos e possíveis danos causados
ao DNA), o Fields of Greens deve ser consumido antes, durante ou depois
das festas e cocktails.

OS VALORES NUTRICIONAIS DAS GRAMAS DO TRIGO


E DA CEVADA
Os valores nutricionais das gramas do trigo e da cevada são bastante
semelhantes, embora os resultados analíticos, hoje presentes na literatura,
não sejam consistentes. O que é bastante compreensível, pois a
concentração dos nutrientes de qualquer planta depende tanto da
qualidade da semente e das condições do plantio como também do estágio
em que são colhidas.

PROTEÍNAS
Charles Schnabel, em 1930, observando que suas galinhas se recusavam a
comer a grama de aveia já madura, mas devoravam as folhas mais jovens,
e que com elas alcançavam uma fertilidade fenomenal, descobriu existir
uma imensa diferença nutricional entre ambas.
A aceleração do início do processo de crescimento das gramíneas é
acompanhada do aumento da concentração de nutracêuticos nas folhas,
que entre o 18º e o 21º dia alcançam os níveis máximos. A partir daí, o
óvulo do grão deixa a raiz e sobe para o caule, dando início ao
desenvolvimento reprodutivo (floração e desenvolvimento de um novo
grão), que faz com que os nutracêuticos das folhas passam a ser enviados
às novas sementes.

CONCENTRAÇÃO DE PROTEÍNAS NAS FOLHAS DA


CEVADA

21º dia 38,8% (broto)


49º dia 12,2% (floração)
86º dia 3,8% (maturidade)

Apesar de uma série de variantes, a literatura quantifica o percentual de


proteína das gramíneas jovens em torno de 25% do volume seco -
quantidade mais do que suficiente para serem consideradas como
alimentos protéicos, visto que a carne da galinha tem cerca de 17% de
proteína e o ovo 12%.

POSSIBILIDADES DE USO DO FIELDS OF GREENS

Acne. Alcoolismo. Alimentação dos atletas e dos diabéticos. Anemia. Artrite


reumatóide. Baixa do sistema imunológico. Câncer. Deficiência de generosas
quantidades de vegetais folhosos verde-escuros na alimentação. Dieta de
emagrecimento. Esgotamento físico, emocional e mental. Inflamações. Maus
efeitos do consumo de bebidas alcoólicas - prevenção e reversão. Prisão de
ventre. Problemas de crescimento. Problemas de pele. Qualquer situação de
estresse. Rejuvenescimento. Suplementação de reforço para crianças,
adolescentes, adultos e idosos, assim como para as mulheres durante a
gravidez, amamentação e menopausa. Suplementação das dietas
nutricionalmente carentes.

MODO DE CONSERVAÇÃO
Por ser um produto sem conservantes artificiais, porém de grande
tendência à oxidação, é fundamental que sua embalagem seja mantida
hermeticamente fechada, em local fresco, ao abrigo do oxigênio, da luz e
do calor. Uma vez oxidado, sua cor se torna escura e o tablete amolece.
Devido à sua extrema sensibilidade, mesmo tomando todos os cuidados,
Field of Greens é um suplemento que se conserva por pouco tempo depois
de aberto. Isso significa que mais vale consumi-lo diariamente, pois, do
contrário, arrisca-se a perdê-lo ou, então, será preciso conservá-lo na
geladeira.

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS

Cada tablete contém


120 mg de grama de trigo
120 mg de brotos de alfafa
120 mg de grama de cevada
1,7 mg de pimenta-caiena
60 mcg de picolinato de cromo
2,61 Kcal.

CALCIUM

Forever Calcium - 90 tabletes


Suplemento à base de cálcio que a
FOREVER LIVING desenvolveu com
formulação exclusiva, para
fornecer ao seu organismo
um aporte nutricional de Cálcio,
Magnésio e VitaminaD.

Código: 206 * R$: 46,00 Conteúdo: 90 Tab.

O Cálcio, no Forever Calcium, vem na forma citrato de cálcio.


Isto tem três vantagens sobre a forma mais comum, que é o carbonato de
cálcio:

1ª A forma carbonato deve ser consumida junto às refeições,


porque necessita de meio ácido para absorção. A forma citrato
pode ser consumida a qualquer hora, sem comprometer a
absorção.
2ª A forma citrato é indicada para indivíduos com baixa produção
de ácido clorídrico estomacal (dispepsia, dificuldade de
digestão), por não precisar de meio ácido para ser absorvido.
3ª Apresenta menor risco de produzir cálculos renais como efeito
adverso.

Dois tabletes de Forever Calcium no café da manhã e dois no jantar, são


uma maneira fácil e eficaz de assegurar a dose de cálcio necessária para
promover a boa saúde dos ossos.

O cálcio é o mineral mais comum encontrado no corpo humano, sendo


estimado aproximadamente em 2% do seu peso total. A maioria deste
cálcio, 99%, reside nos dentes e ossos, enquanto o restante é encontrado
nas células nervosas, no sangue, nos tecidos e em outros líquidos de
corpo. De longa data associado ao crescimento e a manutenção dos ossos e
dos dentes, o cálcio é também essencial à coagulação do sangue e à
transmissão dos impulsos nervosos.

O cálcio também é necessário para que nossos músculos funcionem e


liberem hormônios, incluindo a insulina. De acordo com o USDA, 75% dos
americanos não absorvem as doses diárias recomendadas de cálcio.

O cálcio é o principal mineral que ajuda a formar ossos fortes.


As crianças e os adolescentes, especialmente, necessitam uma dose
adequada de cálcio em suas dietas, porque é nos anos da pré-adolescência
e adolescência que os jovens maximizam o armazenamento de cálcio nos
ossos, ajudando assim, mais tarde, a impedir problemas decorrentes de
uma massa óssea insuficiente.
Isto é verdadeiro porque o pico da massa óssea e da quantidade de cálcio
no esqueleto é alcançado durante os anos da adolescência ('teen years'),
especialmente nas meninas, o que aumenta o risco futuro de se
desenvolver ossos enfraquecidos e ter ferimentos que levem à
incapacidade. O cálcio dos ossos começa a diminuir no início da
maturidade, e esta perda progressiva continua enquanto nós
envelhecemos, particularmente nas mulheres.
Uma dieta adequada de cálcio pode ajudar a minimizar esta perda.
Uma dieta elevada de cálcio parece incentivar o corpo a queimar mais
gordura e a cortar as novas gorduras ingeridas.

As estatísticas mostram que entre 30 a 50 milhões de norte-americanos


são intolerantes ou alérgicos aos derivados do leite. Essas pessoas não
ingerem o lactose, um açúcar natural encontrado no leite e nos produtos
de lacticínio e não podem, conseqüentemente, suprir a sua necessidade
diária de cálcio.

Para os indivíduos alérgicos à lactose e que não gostam de produtos de


lacticínio, os suplementos de cálcio podem ser uma boa opção.

O suplemento mais eficaz é o citrato de cálcio, porque se dissolve


facilmente no estômago e é absorvido de forma muito eficiente.

MODO DE UTILIZAÇÃO
Dose recomendada: 1 a 2 tabletes pela manhã e 1 a 2 tabletes à noite.
Embalagem: 90 TABLETES.

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS
O Forever Calcium é uma fórmula ultra-densa de citrato de cálcio
que fornece ao corpo 100% das necessidades diárias
recomendadas de cálcio. Misturado com uma pitada de sabor
baunilha, o suplemento diário Forever Calcium contém 1000mg
de cálcio, combinado com Vitamina D e Magnésio - dois
elementos essenciais para maximizar a absorção do cálcio.