Você está na página 1de 22

SISTEMA DE ENSINO SEMIPRESENCIAL CONECTADO

ED.FISÍCA

IZAMARA SILVA DO NASCIMENTO

ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO I: ENSINO FUNDAMENTAL II

Cruzeiro do Sul, Acre


2021
IZAMARA SILVA DO NASCIMENTO

ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO I: ENSINO FUNDAMENTAL II

Relatório apresentado à Universidade Norte do


Paraná-UNOPAR, como requisito parcial para o
aproveitamento da disciplina de Estágio
Curricular Obrigatório I Ensino fundamental II
do Curso de Licenciatura em Educação Fisíca.

Cruzeiro do Sul Acre


2021
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO........................................................................................................3
2 LEITURAS OBRIGATÓRIAS..................................................................................4
3 PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO (PPP).........................................................6
4 A ATUAÇÃO DO PROFESSOR E SUA INTER-RELAÇÃO COM A EQUIPE
ADMINISTRATIVA E PEDAGOGICA ....................................................................8
5 ABORDAGEM DOS TEMAS TRANSVERSAIS CONTEMPORÂNEOS DA
BNCC....................................................................................................................10
6 CONHECER METODOLOGIAS ATIVAS COM USO DE TECNOLOGIAS
DIGITAIS...............................................................................................................11
7 PLANOS DE AULA...............................................................................................12
8 CONSIDERAÇÕES FINAIS..................................................................................15
9 REFERÊNCIAS....................................................................................................16
3

1 INTRODUÇÃO

O estágio obrigatório curricular é uma das etapas do curso de graduação,


onde o acadêmico começa a ter a sua vivencia prática em seu futuro campo de
atuação profissional, o requisito fundamental dessa disciplina é a elaboração de um
relatório, onde disponibiliza toda a experiência contida nesse período, através de
análises, diagnóstico e prognóstico realizado pelo acadêmico. O objetivo desse
trabalho é a elaboração do relatório de estágio supervisionado do curso de
Educação Física com ênfase no ensino fundamental II, o qual o acadêmico
desenvolverá a prática voltada para esse nível de ensino.
Durante a prática de estágio supervisionado I com ênfase no ensino
fundamental II possui como finalidade de trazer o acadêmico para a realidade em
sala de aula que compreende os níveis de ensino do 6° ao 9° ano do ensino
fundamental II. Nesse período, o acadêmico irá colocar em prática o conhecimento
aprendido e desenvolvido na universidade, procurando desenvolver na prática
habilidades que é pertinente ao docente do ensino básico.
Devido à atual crise que passamos da Corona Vírus, os acadêmicos ficam
impossibilitados de exercer a prática esperada por essa disciplina, devida o
isolamento social, onde assim, as atividades de estágio supervisionado tiveram que
ser adaptadas para atividades teóricas com estudos, análises e compreensão de
artigos e vídeos pertinentes ao assunto do estágio vinculado. As etapas de estágio é
crucial para que o acadêmico consiga se desenvolver como profissional, pois leva
ainda mesmo durante a faculdade a vivência da prática profissional, possibilitando o
mesmo já desenvolver competências e habilidades que são necessárias para tal
prática.
Os textos e artigos, assim como também vídeos que foram disponibilizados
pelo acadêmico, trazem uma série de concepções e pensamentos de diversos
autores da área, mostrando assim, o ponto de vista critica de cada um,
possibilitando ao acadêmico desenvolver seu pensamento critico a cerca desse
assunto voltado a pedagogia educacional do ensino infantil. Além de abordar
conhecimentos pedagógicos e educacionais, as leituras mostram à importância e
relevância, assim como o entendimento dos estudos transversais em sala de aula, a
utilização de metodologias ativas e elaboração de planos de aula dentro do contexto
4

de tal nível de ensino.


Portanto, a elaboração desse relatório de estágio teve como finalidade
principal desenvolver o acadêmico como profissional atuante na área de
segmentação da Pedagogia voltado para ênfase no ensino infantil. O acadêmico
deve colocar em prática todo o conhecimento aprendido em sala de aula durante os
estudos na Universidade, procurando se desenvolver e crescer como profissional,
assim conseguindo adquirir competências e habilidades que são fundamentais para
tal profissional.
5

2 LEITURAS OBRIGATÓRIAS

Nessa etapa do estágio, o acadêmico teve disponibilizado artigos e vídeos em


seu Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA para estudos e análises com
finalidade de elaboração e desenvolvimento de sua prática acadêmica ou estágio
supervisionado com ênfase no ensino fundamental II. Diante desses estudos, o
acadêmico conseguiu entender e compreender a concepção de diversos autores e
pensadores que possuem grandes contribuições para a área em estudo, focado no
desenvolvimento e aprendizagem.

A escrita deste texto surge do convite para dissertamos sobre “Ensino de


Física e a formação de professores”. No entanto, décadas de pesquisa em ensino de
Física levam-nos a considerar pouco profícua, nos dias atuais, a possibilidade de
escrevermos sobre o ensino de Física e a formação de professores para esse
ensino sem a “aprendizagem”. O substantivo “aprendizagem” não é só uma palavra
a mais no título, pois expressa nosso posicionamento educacional de consideração
do aluno como parte essencial do processo e das interações que se estabelecem
em situações didáticas.

Quando tratamos do “ensino de Física e formação de professores”,


pensamos nos conteúdos programáticos que o professor vai ensinar e o que ele
precisa saber desses conteúdos para bem ensinar; já quando nos propomos ao
“ensino e aprendizagem de Física e formação de professores”, é necessário ir além,
explorando instâncias das relações que os alunos estabelecem com o
conhecimento. Nessa perspectiva, inegavelmente o professor precisa saber o
conteúdo que vai ensinar, mas precisa saber também como vai ensinar para os
alunos aprenderem.

E junto com essa mudança de referencial - de o que se ensina para o


que os alunos aprendem - veio também uma mudança no conceito de
aprendizagem. Dizíamos que os alunos aprendiam quando eles sabiam repetir na
prova de avaliação o que o professor tinha falado em classe, o que eles tinham
decorado do livro texto e, também, quando o aluno acertava os problemas muito
parecidos com a lista de exercício já resolvidos em aulas.
6

Um aluno que estudasse na véspera da prova era um bom aluno.


Mas esse padrão de ensino, no qual o professor é o agente que pensa e o aluno é o
agente passivo, que segue o raciocínio do professor, mudou. Passou-se a exigir que
o professor levasse o aluno a construir ele próprio a estrutura do pensamento. Era
importante ter um aluno intelectualmente ativo. E isso não é fácil. A profissão de
professor ficou muito mais difícil.

Essa mudança implica considerar a necessidade de o professor


conhecer não apenas os conteúdos da Física, mas também conhecer conteúdos de
Didática e Pedagogia, de modo a poder planejar e implementar propostas para o
ensino de conhecimentos científicos, além de avaliar se houve a aprendizagem
desses e a relação das ações de ensino com a aprendizagem na expectativa de
aprimorar sua prática.
7

3 PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO (PPP)

Nessa etapa do relatório, trataremos do Projeto Político Pedagógico – PPP,


que diz respeito a um documento da escola que possui como objetivo mostrar as
aspirações que deseja alcançar metas e objetivos que pretende alcançar. Esse
documento deve ser entendido e compreendido por todos os agentes da escola,
principalmente pela equipe diretiva, coordenação e sala de aula.
Desmistificando o PPP, percebe-se que ele compreende a junção dos
conceitos de sua nomenclatura de acordo com a sua aplicação, podemos perceber
que assim ficaria:

 É projeto porque reúne propostas da ação concreta durante determinado


período;
 É político por considerar a escola como um espaço de formação de cidadãos
conscientes, responsáveis e críticos, que atuarão individual e coletivamente
na sociedade, modificando os rumos que ele vai seguir;
 É pedagógico, porque define e organiza as atividades e os projetos
educativos necessários ao processo de ensino e aprendizagem.

O Projeto Político Pedagógico (PPP) trata-se de um documento de contexto


educativo que apresenta em seu conteúdo os pensamentos e ações que serão
desenvolvidas e implementadas em cada unidade escolar, então, trata-se de um
documento individual e único de cada escola, onde é possível conhecer todas as
suas práticas durante todo o ano. Esse documento deve ser elaborado, pensando na
melhoria constante de aprendizagem dos alunos, analisando tanto o aspecto social
quanto o cognitivo, tornando o educando um ser pensante e que possa fazer
reflexões acerca de suas várias atitudes tanto no contexto escolar, assim como, em
toda sua vida.
As escolas devem procurar sempre priorizar a educação dos educandos,
visando qualidade em seus processos e metodologias, isso deve ser exposto e estar
presente no PPP, pois formar alunos pensantes e críticos que sejam responsáveis e
conscientes com suas atitudes e atos é fundamental para o desenvolvimento de uma
sociedade melhor e mais justa.
8

Dentro do Projeto Político Pedagógico está inteiramente inserido as


competências e habilidades que são pertinentes a educação básica em geral, onde
o acadêmico deve-se entender e compreender que a gestão estar para a construção
de um estado público e universal de direito, onde deve-se gerar educação de ótima
qualidade, estrutura educacional legal, criação de um ambiente saudável e coletivo,
assim também integrativo que vise superar o atual sistema educacional que é
fragmentado, que exclui e seleciona o que acha mais adequado, assim relaciona-se
a possibilidade de interligação desse sistema para com o modo de produção e
distribuição de riqueza do país, onde define as tarefas e características
fundamentais do poder público que envolva assim, todas as culturas existentes,
artes, ciências, competências, habilidades e conhecimentos.
O Projeto Político Pedagógico (PPP) compreende as propostas e programas
de ações planejadas, para serem executadas e avaliadas em função dos princípios e
diretrizes educativas. Relaciona-se ainda às finalidades que cada instituição
pretende alcançar, sendo um documento norteador das políticas escolares e
também articulador das intenções, das prioridades e das estratégias para a
realização de sua função social, embora dependa fundamentalmente da gestão da
educação.
Dentro dos estudos realizados pelo acadêmico, verificou-se um tipo de gestão
estudada que busca um processo dialético de relações que são estabelecidas entre
as unidades educacionais e sociedade, onde permite que todos os agentes da
sociedade e da educação utilizem mecanismos para construir e implementar uma
educação de qualidade social destinada para todos.
O estilo de educação estudado e voltado para gestão democrática, onde se
fundamenta para com a sociedade participe do processo de construção, avaliação e
implementação de políticas educacionais e até mesmo fiscalização das mesmas,
perfazendo uma gestão que todos participem e interajam para a construção da
qualidade da aprendizagem dos educandos.
Vale enfatizar, que o PPP é um documento que deve ser elaborado pela
instituição de forma individual e bem planejado e estruturado, onde é confeccionado
dentro de um arcabouço de várias reuniões e levantamentos realizados dentro da
unidade de ensino e até mesmo em toda comunidade escolar, trata-se de um
instrumento de utilização interna que possui grandes impactos também externos,
onde suas características principais são o dinamismo e a democratização dentro da
9

escola e assim para com as ações e projetos que serão desenvolvidos dentro da
escola.
Toda e qualquer unidade de ensino, principalmente as escolas devem conter
sua própria identidade que se compreende em um conjunto de princípios, leis e
normas que orientem a escola para o seu objetivo fundamental, iluminando assim,
constantemente as ações e projetos pedagógicos ao longo da rotina escolar. O
Projeto Político Pedagógico deve avaliar e enxergar a escola como um todo e avaliar
sob sua perspectiva estratégica e deve ser compreendido todos os setores, tais
como dimensões administrativa, diretiva, política, financeira, jurídica e outras. Pode-
se tratar o PPP como sendo uma ferramenta de gestão que presta auxilio direto a
escola, definindo suas prioridades em termos estratégicos e converter as prioridades
como metas educacionais e decidir assim o que fazer para alcançar tais metas,
medindo os resultados foram atingidos e avaliar sempre o seu desempenho.
De acordo com o processo avaliativo, o aluno deve sempre ser avaliado pela
escola em todas as formas possíveis, desde o momento que ele entra na escola até
o momento que o mesmo se direciona a sua residência, estipulado assim pela
resolução da educação CEE/CP nº 5/2011 e no seu artigo 90 retrata que o processo
avaliativo deve ser enxergado pela escola e professores como um diagnosticador
emancipador, assim como formador, onde deve ser feito de forma continua e
constante, utilizando sempre o aspecto qualitativo como quantitativo.
Ao longo do artigo 93, da lei nº 5/2011 disserta que o processo avaliativo deve
considerar diariamente a efetiva presença e participação do aluno em sala de aula e
em atividades desenvolvidas, deve-se levar em consideração também sua
comunicação, para com todos os agentes da educação, tanto com colegas de sala,
professor e demais agentes internos da escola.
A socialização em sala de aula é um aspecto que deve se fazer parte do
processo avaliativo do aluno, assim como através disso deter conhecimentos e
habilidades que estejam de acordo com sua faixa etário de ensino, onde deve
sempre procurar se desenvolver com o mediador que é o professor os
conhecimentos e competências que lhe é destinado, tais como: ler, escrever,
interpretar e demais.
10

4 A ATUAÇÃO DO PROFESSOR E SUA INTER-RELAÇÃO COM A EQUIPE


ADMINISTRATIVA E PEDAGÓGICA.

A atuação do professor é uma tarefa crucial dentro das unidades de ensino,


nessa etapa iremos dimensionar as atividades e tarefas do professor em sala de
aula, assim como dentro de todo o contexto da unidade escolar. Inicialmente, pode-
se relatar que uma das tarefas principais do professor é a criação de condições
educacionais favoráveis que colabora diretamente para o desenvolvimento dos
educandos, assim desenvolvimento de todas as capacidades.
Outro papel crucial do professor é prover condições necessárias para que os
alunos desenvolvam e priorize os valores, fazendo com que os mesmos se tornem
cidadãos de bem e que sejam conscientes de todos os seus direitos e deveres para
com a sociedade e até mesmo consigo mesmo. A implementação de atividades
lúdicas é fundamental em sala de aula na educação infantil, através dessas
atividades o professor deverá mostrar para os alunos a importância de valorização
dos símbolos, espírito patriótico, e até mesmo questões culturais de nossa nação. O
professor deverá estabelecer relações harmônicas entre aluno, família e escola que
propicia o melhoramento na qualidade da aprendizagem.
Além de tais atividades, o professor ainda detém uma série de outras
atividades que são fundamentais para o ensino-aprendizagem dos educandos nas
unidades de ensino. A busca em suprir as necessidades em termos de
aprendizagem para com os alunos é papel do professor, gerando uma
aprendizagem significativa que compreende desde a modalidade de ensino até
mesmo a série que os alunos se encontram. Sabe-se que o papel principal do
professor é promover a aprendizagem, onde para atingir de forma qualitativa deverá
se utilizar de ferramentas e técnicas para o alcance efetivo, utilizando de boas
metodologias e didática para que os alunos consigam assimilar os conteúdos de
forma integra.
Tratando do assunto referente a gestão e administração escolar, percebe-se
que existe uma importante relação da direção escolar com a equipe pedagógica em
geral, onde ambos presam pela qualidade dos processos educativos dentro do
contexto escolar, onde priorizam a melhoria constante na qualidade do ensino e na
formação dos alunos da escola. Para que isso aconteça, é essencial que haja
investimento na capacitação dos professores.
11

Em termos administrativos e gerenciais, o professor trata-se do ato de


planejar diversas ações e projetos que estejam dentro do contexto de estudo do
aluno que serão inseridas dentro do PPP, utilizando-se da autoridade e da
centralização, onde se exige de forma participativa e até mesmo democrática de
todos. Quanto a questão participativa, permite que o professor aja com mais
eficiência social e até mesmo educacional, onde se percebe que a necessidade de
elaborar de forma conjunta e integra com todos os interessados dentro do contexto
educativo, também para com educandos, família e toda comunidade.
As atribuições da equipe administrativa escolar, inicia-se vendo a importância
da direção com toda a equipe pedagógica para prover a qualidade na educação, em
todos os processos e ações dentro do contexto escolar e vale salientar que os
valores que norteiam a prática pedagógica em si, se mostram conectados
diretamente com a as práticas desenvolvidas pelos professores em sala de aula,
quando se retrata da administração direta escolar. Existem vários exemplos dentro
de tal contexto, podemos citar a questão do respeito, que o mesmo só consegue se
materializar na escola, quando o administrativo dá condições ideais para que isso
aconteça. Então, vale lembrar que a área administrativa escolar não está isolada em
suas atividades, elas possuem relação direta com o pedagógico, onde deve
relativizar condições para que aconteça de forma efetiva o ensino e aprendizagem
de forma plena e continua, por parte e como função do pedagógico escolar.
A equipe pedagógica também possui papel fundamental para com o
professor, onde auxilia de forma contínua com orientações devidas sobre a
importância da participação da comunidade escolar dentro do processo de
educação, esta também deve junto ao professor estimular e motivar quanto ao
respeito para com todas as diferenças, independente de qual seja. O trabalho da
equipe pedagógica para com os professores deve ser transparente, onde assume
papel importante na gestão escolar educacional, procurando sempre garantir a
melhor qualidade, valorização e autonomia da unidade escolar. A busca pela
democratização na escola também deve ser efetiva.
12

5 ABORDAGEM DOS TEMAS TRANSVERSAIS CONTEMPORÂNEOS DA BNCC

Dentro do contexto de temas transversais, é necessário entender e


compreender que o termo “transversalidade” está totalmente ligado ao fato de
organizar a didática de um determinado trabalho na educação, onde esse trabalho
deve possuir ligação com outras áreas, transformando em um trabalho integrado,
geralmente utilizado áreas mais convencionais. Nesse sentido, a utilização da
transversalidade traz a proposta de um ensino integrador, deixando de lado o ensino
fragmentado, tornando o indivíduo mais independente e até mesmo mais crítico
diante das diversas situações e contextos.
Vale ressaltar a importância de se trabalhar com os TCTs dentro da escola,
uma vez, que é importante compreender que dentro dos temas transversais, o
professor poderá se utilizar de ações e projetos que buscam colocar em prática os
conteúdos curriculares de forma efetiva, mas a abordagem em sala de aula devem ir
além dos temas propostos nos livros didáticos, onde o professor deve fazer ligações
dos conteúdos com a vivencia dos educando em sociedade, sabendo conciliar
também a junção de assuntos e áreas diferentes.
Dos TCTs listados, os que podem ser trabalhados de forma transversal no
curso de graduação em educação física estão: Educação ambiental, cidadania,
tecnologia e inclusão. Em se tratando dos pilares dos temas contemporâneos
transversais são eles: Problematizarão da realidade e das situações de
aprendizagem; Superação da concepção fragmentada do conhecimento para uma
visão sistêmica Integração das habilidades e competências curriculares à resolução
de problemas Promoção de um processo educativo continuado e do conhecimento
como uma construção coletiva.
De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais se estipula alguns
temas que devem ser trabalhados como temáticas transversais em sala de aula, tais
como: Saúde, Ética, Pluralidade Cultural, Trabalho, Consumo, Orientação Sexual e
outro qualquer tema que esteja envolvido ou disseminado dentro dos problemas
sociais e de cunho emergencial para discussão.
Os temas transversais é o momento em que a escola busca implementar
dentro do contexto escolar, assuntos e questões sociais e de cunho emergencial de
discussão, onde o professor deverá contextualizar essas temáticas e sempre
13

levando em consideração o contexto que os educandos estão inseridos.


Eles foram escolhidos por um critério de necessidades comuns em todo o
território nacional (abrangência nacional) e por um discernimento de urgência social.
Os temas transversais devem ser trabalhados de maneira interdisciplinar, para que
seja possível transformar e aceitar uma visão diferenciada de mundo, de
conhecimento e de ensino e aprendizagem.
Os professores podem desenvolver inúmeras atividades com os alunos,
assim como oficinas, passeios e são formatos de se trabalhar assuntos diversos,
dentro do conteúdo estudado no ambiente escolar. A utilização de atividades lúdicas
em parques é bastante utilizada. Trabalhar temas transversais com os alunos desde
as séries iniciais, faz com que o educando se desenvolva mais rápido e consiga
deter conhecimentos e habilidades, assim como competências de forma mais rápida
e oportuna. Esses conhecimentos, habilidade e até mesmo competências são de
total prioridade para a socialização do individuo dentro da sociedade e do ambiente
escolar.
A proposta de integração e estudo dos temas transversais em sala de aula é
basicamente a inclusão de assuntos sociais e vivenciais do nosso contexto atual
dentro do currículo. Dentro desse contexto, as escolas podem implementar a
flexibilidade, de adaptar tais conteúdos com a realidade regional e até mesmo local.
A prática ou até mesmo metodologia que se remete, favorece e estimula de
forma continua a criação de ações e projetos, através de estratégias que fazem com
que o estudante desenvolva seu aprendizado, nesse formato, as informações são
integradas entre áreas e dentro do contexto social do aluno, fazendo com que o
mesmo desenvolva uma aprendizagem continua e significativa dentro do seu
processo de construção de conhecimento.
14

6 CONHECERMETODOLOGIAS ATIVAS COM USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS

Diante dos estudos e análises feitas dos textos disponíveis no AVA, tendo em
vista a situação problema apresentada por esse relatório e conforme o objetivo de se
atenuar as metodologias ativas através de tecnologias digitais que estão estipulados
no plano de ensino e trabalho, o acadêmico concretizou uma pesquisa que estipular
as metodologias ativas mais utilizadas em sala de aula para com as disciplinas de
português.
A ferramenta de metodologias ativas é bastante aceita em termos
educacionais na atualidade, visto que, através dessa o educando se coloca como
agente principal do desenvolvimento de sua aprendizagem, colocando assim o
professor apenas como um mediador do conteúdo em sala de aula. Assim , o
professor tem papel predominante em sala de aula, quando este deve apresentar e
mostrar para o aluno toda a dimensão do conhecimento assim como também de
mundo, mas deverá habilitar e trabalhar em cima do aluno para que este consiga
caminhar sozinho, ou seja, construir seu conhecimento.
No contexto atual, o ensino tradicional perde espaço para novas metodologias
e técnicas de ensino, onde o profissional de educação exigido pelo mercado atual é
aquele que esteja em constante reciclagem de seus conhecimentos, procurando
sempre se desenvolver, utilizando de inovação, criatividade e técnicas que
favoreçam e proporcione a melhor qualidade de ensino para com os educandos. O
professor deve procurar metodologias diferenciadas para ressignificar o
conhecimento através da formulação dos conteúdos, assim como adaptação dentro
de meios práticos que proporcione a fixação de forma mais integra e rápida.
Então, essa nova modalidade de ensino, assim como, uma perspectiva
transformadora, irá reformular a sala de aula, priorizando uma aprendizagem mais
significativa para os educandos, fazendo com que os mesmos busquem o
conhecimento e o desenvolvimento de habilidades que utilizaram em seu futuro.
Atualmente, exige-se grandes mudanças didáticas dentro do currículo das escolas,
implementando técnicas e metodologias eficazes para o aprendizado.
Através da utilização de metodologias ativas em sala de aula, o professor
poderá trabalhar diversas problemáticas, trabalho em equipe, habilidades de
inovação e criatividade, busca por soluções em diversos contextos, aplicação e
15

envolvimento de conhecimento interdisciplinar, focando também em um


desenvolvimento educacional intelectual, ambiental, sustentável e globalizado.
A Universidade possui um papel essencial e primordial que é importante para
a flexibilização dos currículos e também planejamento pedagógico, proporcionando
para o professor uma maior autonomia, responsabilidade de aplicação de
estratégias para facilitar o ensino e possibilitando a produção de diversos cenários
de aprendizagem e utilização de métodos, técnicas e ferramentas inovadoras de
ensino.
Com objetivo de responder e resolver a situação problema em questão, foi
realizado a elaboração de dois planos de aula que contemplará a aprendizagem em
pares e ou times (TBL). A aprendizagem baseada em equipes é um método de
ensino utilizado pelos professores que se baseia em procedimentos que leva o
desenvolvimento de equipes com alto desempenho em termos de aprendizagem,
objetivo principal de aprendizagem baseada em diálogo e interação, proporcionando
habilidades de comunicação e trabalho colaborativo. Essa metodologia visa um
método dinâmico e interativo.
16

7 PLANOS DE AULA

Plano de
Aula nº 1
Disciplina Geografia
Série Grupo 5
Turma 7°
Período Matutino
Conteúdo  A Paisagem
 Os elementos sociais e o tempo histórico na formação da paisagem
 A leitura das paisagens

 Objetivo geral:
 Reconhecer e identificar os elementos naturais e artificiais
impressos na paisagem, bem como as relações humanas e a
Objetivos produção do espaço como resultado dessa interação.
 Objetivos Específicos:
 Ao nível de Conhecimento:
 Saber descrever os elementos observados, assim como representá-
los graficamente através de croquis, maquetes e fotos.
 Comparar elementos antigos e recentes impressos na paisagem a
fim de reconhecer os processos históricos sociais.
 Ao nível de Aplicação:
 Questionar a realidade observada de maneira crítica e consciente.
 Perceber-se como integrante ativo da cidade capaz de participar
ativamente e positivamente contribuindo com o meio ambiente e
sociedade.
 Ao nível de solução de problemas:
 Elaborar e compreender o conceito de paisagem a partir da
observação, aulas e atividades produzidas.
 Propor soluções para os principais problemas socioambientais
identificados na paisagem.

Serão necessárias quatro aulas e serão distribuídas da seguinte


maneira:
Metodologia 1º Aula: Os alunos serão convidados a irem para o pátio da escola
que possibilita a visualização da paisagem em torno da escola. Em
grupos eles serão incentivados a observar tudo o que veem,
descrever o que estão vendo e identificar ação humana na
17

paisagem, registrando tudo no caderno.


2º Aula: Em sala de aula cada grupo vai identificar em seu próprio
relatório quais são os elementos naturais e artificiais que estão
descritos em suas observações feitas na aula anterior.
Também levarão para a casa a seguinte tarefa:
- Realizar entrevista com pais, familiares e amigos, sobre as
mudanças ocorridas ao longo do tempo nas paisagens da cidade e
coletar fotografias antigas e recentes, documentos, imagens de
jornais, revistas, etc.
3º Aula: Com a tarefa de casa em mãos (dados coletados através
da entrevista e levantamento de outras fontes), os alunos serão
orientados a analisar as imagens atuais, comparando com os
documentos coletados.
Após a análise, os alunos serão orientados a produzir cartazes
onde eles possam expor suas descobertas a respeito das imagens
e dados coletados durante a pesquisa. Poderão expor todos os
documentos coletados, fotos  ou mesmo croquis criados por eles
mesmos mostrando as mudanças ocorridas ao longo do tempo.
4º Aula: Com os cartazes em mãos cada grupo irá mostrar o seu
trabalho e todos individualmente serão orientados a produzirem um
relatório, identificando situações que eles julguem como problemas
sociais e ambientais que foram observados nas paisagens durante
todas as aulas.

Imagens antigas e recentes da cidade, recortes de jornais e


Recursos revistas, máquina fotográfica e livro didático.

A avaliação será formativa, portanto contínua. Todas as atividades


produzidas nas aulas serão consideradas como avaliação.

Avaliação
Brasil. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros
Curriculares Nacionais: Primeiro e segundo ciclos do ensino
Referências fundamental – Brasília: MEC/SEF, 1998.
18

Plano de
Aula nº2
Disciplina Geografia
Série Grupo 5
Turma 8° ano
Período Matutino
Conteúdo Os lugares e suas diferentes paisagens

Objetivo geral

 Compreender o conceito de paisagem;


Objetivos  Identificar os elementos naturais e sociais presentes nas
diferentes paisagens;
Objetivos específicos

 Compreender o conceito de paisagem;


 Identificar os elementos naturais e sociais presentes nas
diferentes paisagens;
 Entender como uma paisagem pode revelar um pouco
sobre a dinâmica da natureza e dos seres humanos que
nela vivem.

Discutir com os alunos os procedimentos e métodos de pesquisa


Metodologia
mais adequados para: levantar e coletar as fontes (pesquisa em
sites de busca na Internet, privilegiando endereços de pesquisas
escolares; documentários e produções discentes e docentes
postadas no Youtube, em blogs e outros sites; boxes de livros
didáticos que trazem indicações de estudo da paisagem;
entrevistas com professores...), as fontes possíveis de serem
encontradas são múltiplas e variam conforme os procedimentos
utilizados para levantá-las, o contexto social onde os discentes
envolvidos na pesquisa estão inseridos; explorar as fontes e refletir
sobre a situação-problema e questões da pesquisa (atividades de
leitura, discussão em grupo; comparação entre as fontes para
observar como explicam os conceitos abordados na
pesquisa; registrar e socializar as descobertas feitas (produção de
relatório individual e/ou coletivo, construção de blog na Internet;
criação de slides/pôsteres para apresentar em seminários;
encenações...). Para organizar estas atividades, é importante
definir um cronograma e quem serão os responsáveis por cada
etapa/atividade da pesquisa.
- Nesta pesquisa propomos utilizar mostra de dois vídeos (Rio de
Janeiro e Bonito) e a letra da música "Paisagem da Janela" do
autor Milton Nascimento, para facilitar a compreensão da
19

problemática proposta para esta pesquisa. O professor deve


solicitar aos grupos que pesquisem sobre alguns pontos referentes
ao assunto e ao nosso objeto específico. Eles devem encontrar as
seguintes modalidades de fontes:
Artigos científicos;
Artigos em revistas de grande circulação;
Sites institucionais e voltados a escolas,  que abordem o tema com
propriedade;

Livro de história
Recursos Tintas
Lápis de cor
Imagens impressas

Atividades:Avaliação formativa.

Avaliação Critério: A avaliação será formativa, ou seja, irá possibilitar


que se façam os ajustes necessários de acordo com a
aprendizagem dos alunos.


FREINET, Celestin. As Técnicas Freinet da Escola Moderna.
Lisboa Editorial Estampa Ltda., 1975.
Referências .
20

8 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Este relatório de estágio teve como finalidade principal desenvolver e


despertar no acadêmico em Educação Física a inserção dentro de suas práticas
profissionais, onde perfaz a disciplina de estágio supervisionado I com ênfase no
ensino fundamental II, mostrando e evidenciando através de estudos de concepções
de autores da área, a atuação e conhecimentos e habilidades que são pertinentes
em sala de aula.
Durante essa etapa de prática, o acadêmico teve contato imediato com seu
contexto profissional, onde procurar implementar alguns conhecimentos adquiridos
em sala de aula e que são de bastante uso na prática, tais como o conhecimento e
vivência da importância e finalidade do Projeto Político Pedagógico – PPP,
verificando que cada unidade de ensino possui suas especificidades em termos de
normas, leis e objetivos que se pretende alcançar.
Através dessa prática o acadêmico pode conhecer que o profissional de
Pedagogia deverá atuar constantemente como agente transformador e motivador,
além disso, utilizar de forma contínua na atualidade de inovação e criatividade em
sala de aula, objetivando o alcance de qualidade na aprendizagem para com os
educandos. A implementação atual de metodologias ativas e estudos transversais é
algo bem evidente na rotina do pedagogo que deve sempre buscar trazer para sala
de aula ferramentas e estudos que consigam gerar uma aprendizagem mais eficaz e
significativa no educando.
O Educador físico é um profissional que deve sempre estar buscando sua
construção e crescimento, através de treinamentos e desenvolvimento, priorizando a
qualidade para com seu trabalho e educação dos alunos.
21

9 REFERÊNCIAS

ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 14724: Informação e


documentação. Trabalhos Acadêmicos - Apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2002.

BRASIL. Darcy Ribeiro. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: lei no


9.394, de 20 de dezembro de 1996. Brasília; Câmara, 2010.

Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, n.º 9394/96

FREINET, Celestin. As Técnicas Freinet da Escola Moderna. Lisboa Editorial


Estampa Ltda., 1975.

Você também pode gostar