Você está na página 1de 7

- Celebração da

Paraliturgia do
Encontro -
Ritos iniciais

Antífona de Entrada
Não me deixeis, Senhor à mercê de meus adversários, pois contra mim
se levantaram testemunhas falsas, mas volta-se contra eles a sua
iniquidade (Sl 26,12).
_________________________
Canto Inicial: Stabat Mater
Estava a mãe dolorosa
Junto ao pé da cruz chorosa
Enquanto o filho pendia
Enquanto o filho pendia...
Mãe de Jesus transpassada
De dores aos pés da cruz
Rogai por nós, rogai por nós, rogai por nós a Jesus!
Rogai por nós, rogai por nós, rogai por nós a Jesus!

Dá que essas chagas sagradas


Sejam bem fundo cravadas
Senhora em meu coração
Senhora em meu coração

Oh! Quão triste e quão aflita,


Estava a virgem bendita,
Mãe do nosso Redentor
Mãe do nosso Redentor
___________________________________
Ato Penitencial:
Senhor, tende piedade de nós!
Cristo, tende piedade de nós!
Senhor, tende piedade de nós!
___________________________________________
Oremos: (Coloque sua intenção para celebrarmos nesta Eucaristia)
Deus eterno e todo-poderoso, dai-nos celebrar de tal modo os mistérios
da paixão do Senhor, que possamos alcançar vosso perdão. Por Nosso
Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Liturgia da Palavra

Eu te farei luz das nações, para que minha salvação chegue até aos
confins da terra. (2º canto do Servo do Senhor)

Leitura do Livro do Profeta Isaías 49,1-6

1Nações marinhas, ouvi-me, povos distantes, prestai atenção: o Senhor


chamou-me antes de eu nascer, desde o ventre de minha mãe ele tinha
na mente o meu nome; 2fez de minha palavra uma espada afiada,
protegeu-me à sombra de sua mão e fez de mim uma flecha aguçada,
escondida em sua aljava, 3e disse-me: 'Tu és o meu Servo, Israel, em
quem serei glorificado'. 4E eu disse: 'Trabalhei em vão, gastei minhas
forças sem fruto, inutilmente; entretanto o Senhor me fará justiça e o
meu Deus me dará recompensa'. 5E agora diz-me o Senhor - ele que me
preparou desde o nascimento para ser seu Servo - que eu recupere Jacó
para ele e faça Israel unir-se a ele; aos olhos do Senhor esta é a minha
glória. 6Disse ele: 'Não basta seres meu Servo para restaurar as tribos de
Jacó e reconduzir os remanescentes de Israel: eu te farei luz das nações,
para que minha salvação chegue até aos confins da terra'.
Palavra do Senhor. Graças a Deus!
______________________________________
Sl 70, 1-2. 3-4a. 5-6ab. 15.17 (R.15)
R. Minha boca anunciará vossa justiça.

1Eu procuro meu refúgio em vós, Senhor:*


que eu não seja envergonhado para sempre!
2Porque sois justo, defendei-me e libertai-me!*
Escutai a minha voz, vinde salvar-me! R.
3Sede uma rocha protetora para mim,*
um abrigo bem seguro que me salve!
Porque sois a minha força e meu amparo,
o meu refúgio, proteção e segurança!
4aLibertai-me, ó meu Deus, das mãos do ímpio. R.

5Porque sois, ó Senhor Deus, minha esperança,*


em vós confio desde a minha juventude!
6aSois meu apoio desde antes que eu nascesse,
6bdesde o seio maternal, o meu amparo. R.

15Minha boca anunciará todos os dias*


vossa justiça e vossas graças incontáveis.
17Vós me ensinastes desde a minha juventude,*
e até hoje canto as vossas maravilhas. R.
______________________________
Aclamação ao Evangelho: Louvor e glória a Ti, Senhor. Cristo Palavra,
Palavra de Deus!
Um de vós me entregará...
O galo não cantará antes que me tenhas negado três vezes.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 13,21-


33.36-38
Naquele tempo: Estando à mesa com seus discípulos, 21Jesus ficou
profundamente comovido e testemunhou: 'Em verdade, em verdade vos
digo, um de vós me entregará.' 22Desconcertados, os discípulos olhavam
uns para os outros, pois não sabiam de quem Jesus estava falando. 23Um
deles, a quem Jesus amava, estava recostado ao lado de Jesus. 24Simão
Pedro fez-lhe um sinal para que ele procurasse saber de quem Jesus
estava falando. 25Então, o discípulo, reclinando-se sobre o peito de
Jesus, perguntou-lhe: 'Senhor, quem é?' 26Jesus respondeu: 'É aquele a
quem eu der o pedaço de pão passado no molho.' Então Jesus molhou
um pedaço de pão e deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes. 27Depois
do pedaço de pão, Satanás entrou em Judas. Então Jesus lhe disse: 'O
que tens a fazer, executa-o depressa.' 28Nenhum dos presentes
compreendeu por que Jesus lhe disse isso. 29Como Judas guardava a
bolsa, alguns pensavam que Jesus lhe queria dizer: 'Compra o que
precisamos para a festa', ou que desse alguma coisa aos pobres.
30Depois de receber o pedaço de pão, Judas saiu imediatamente. Era
noite. 31Depois que Judas saiu, disse Jesus: 'Agora foi glorificado o Filho
do Homem, e Deus foi glorificado nele. 32Se Deus foi glorificado nele,
também Deus o glorificará em si mesmo, e o glorificará logo. 33Filhinhos,
por pouco tempo estou ainda convosco. Vós me procurareis, e agora vos
digo, como eu disse também aos judeus: 'Para onde eu vou, vós não
podeis ir'. 36Simão Pedro perguntou: 'Senhor, para onde vais?' Jesus
respondeu-lhe: 'Para onde eu vou, tu não me podes seguir agora, mas
me seguirás mais tarde.' 37Pedro disse: 'Senhor, por que não posso
seguir-te agora? Eu darei a minha vida por ti!' 38Respondeu Jesus: 'Darás
a tua vida por mim? Em verdade, em verdade te digo: o galo não cantará
antes que me tenhas negado três vezes.'
Palavra da Salvação! Glória a vós, Senhor!

Liturgia Eucarística

Canto das Oferendas: Doa a tua vida


Numa noite de suor, sobre o barco em alto mar. O céu começa a clarear
A tua rede está vazia, mas a voz que te chama. Te mostrará um outro
mar. E sobre muitos corações A tua rede lançará...

Doa A Tua Vida Como Maria Aos Pés Da Cruz. E Serás!


Servo De Cada Homem. Servo Por Amor, Sacerdote Da Humanidade!

Caminhavas em silêncio, enxergando além da dor. Que a semente que tu


lançavas. Num bom terreno germinasse. Mas o coração exulta. Porque o
campo já está dourado. O grão maduro pelo sol. No celeiro pode entrar...
_____________________________________
Oração sobre as Oferendas
Considerai, ó Deus, com bondade, as oferendas da vossa família. Se
podemos agora participar dos vossos dons sagrados, fazei-nos chegar à
sua plenitude. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Oração Eucarística

Antífona da Comunhão
Deus não quis poupar seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós
(Rm 8,32).
Oração para comunhão
“Meu Jesus, eu creio que estais realmente presente no Santíssimo
Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e minha alma
suspira por Vós. Mas, como não posso receber-Vos agora no Santíssimo
Sacramento, vinde, ao menos espiritualmente, a meu coração. Abraço-
me convosco como se já estivésseis comigo: uno-me convosco
inteiramente. Ah! Não permitais que torne a separar-me de Vós”.
Amém!
____________________________________
Canto de Comunhão: O Discípulo do Amor
Durante A Ceia, O Discípulo Do Amor
Recostou Sua Cabeça Sobre O Peito Do Senhor.
E Cada Impulso Do Sagrado Coração
Era Um Novo Testemunho De Acolhida E De Perdão.
E Hoje Aqui, Nesta Santa Comunhão
Novamente Pulsa Em Nós O Sagrado Coração (Bis)
Durante A Ceia, Seu Apelo Nos Deixou
De Amar-Nos Uns Aos Outros Como Ele Nos Amou
Cada Palavra Do Sagrado Coração
Era Um Novo Ensinamento De Fraterna Comunhão.

Durante A Ceia, Antes De Enfrentar A Cruz


Quis Ficar Com Seus Amigos Para Ser A Sua Luz
Como Alimento, O Sagrado Coração
Entre Nós Ficou Presente Neste Vinho E Neste Pão.
________________________________________
Depois da Comunhão
Oremos: Nutridos pelos dons que nos salvam, imploramos, ó Deus, vossa
misericórdia, para que o mesmo sacramento que nos alimenta na terra
nos faça participar da vida eterna. Por Cristo, nosso Senhor. Amém!

Homenagem a Nossa Senhora e dispersão


1. Ó Mãe Dolorosa, que aflita chorais, repleta de angústias, Bendita
sejais.
Bendita Sejais, Senhora Das Dores, Ouvi Nossos Rogos, Mãe Dos
Pecadores
2. A voz de Simeão no templo escutais cruéis profecias, Bendita sejais.
3. O Céu manda um Anjo dizer que fujais da fúria de Herodes, Bendita
sejais.
4. Voltando do Templo, Jesus não achais, que susto sofrestes, Bendita
sejais
5. Que dor indizível, quando o encontrai com a cruz às costas, Bendita
sejais.
6. A dor ainda cresce quando contemplais Jesus expirando, Bendita
sejais
7. No vosso regaço, seu corpo abrigais com ele abraçada, Bendita sejais.
8. Sem filho e tal filho então suportais, cruel solidão, Bendita sejais.

Você também pode gostar