Você está na página 1de 8

____________________________________________________________________________________________________

TEMA TEMPO
Procuração 01 bloco de 50
minutos
 Como fazer uma procuração – instrumento do mandato; 1º bloco – 30’’
 O que significa “poderes para o Foro em Geral”; 1º bloco – 04’ e 05’’
 Pluralidade de Advogados e a distribuição de poderes; 1º bloco – 06’ e 30’’
 Como se dá a validade de atos praticados pelo Substabelecido; 1º bloco – 11’ e 19’’
 Quando cessam os efeitos da Procuração; 1º bloco – 18’ e 17’’
 Quais são as formas de concessão do Mandato; 1º bloco – 21’ e 37’’
 O que deve conter a Procuração; 1º bloco – 28’
 Quais são os poderes específicos e sua pertinência; 1º bloco – 29’
 Alteração de Advogado(a); Substabelecimento com ou sem reserva de 1º bloco – 38’ e 58’’
poderes
 Procuração ad judicia et extra judicia – pertinência; e
1º bloco – 39’ e 38’’
 Modelo estrutural de Procuração.
1º bloco – 41’ e 55’’

TAMIRES FERREIRA LIMA - 03438400570


PROCURAÇÃO = PODER

Previsão Legal:
CAPÍTULO X
Do Mandato
Seção I
Disposições Gerais

Art. 653 CCB - Opera-se o mandato quando alguém recebe de outrem poderes para, em seu
nome, praticar atos ou administrar interesses. A procuração é o instrumento do mandato.

MandaTo - Procuração

MandaDo Judicial – Ordem Judicial para que se pratique ou não ou determinado ato.

Representação do Mandante (Cliente):

Art. 103 CPC - A parte será representada em juízo por advogado regularmente inscrito na Ordem
dos Advogados do Brasil.
Parágrafo único. É lícito à parte postular em causa própria quando tiver habilitação legal.

Pluralidade de Mandatários Advogados(as):

Art. 672 CCB - Sendo dois ou mais os mandatários nomeados no mesmo instrumento, qualquer
deles poderá exercer os poderes outorgados, se não forem expressamente declarados conjuntos,
nem especificamente designados para atos diferentes, ou subordinados a atos sucessivos. Se os
mandatários forem declarados conjuntos, não terá eficácia o ato praticado sem interferência de
todos, salvo havendo ratificação, que retroagirá à data do ato.

Pessoa Jurídica de Direito Público:

Súmula nº 436 do TST


REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL. PROCURADOR DA UNIÃO, ESTADOS, MUNICÍPIOS E DISTRITO
FEDERAL, SUAS AUTARQUIAS E FUNDAÇÕES PÚBLICAS. JUNTADA DE INSTRUMENTO DE
MANDATO (conversão da Orientação Jurisprudencial nº 52 da SBDI-I e inserção do item II à
redação) - Res. 185/2012, DEJT divulgado em 25, 26 e 27.09.2012
I - A União, Estados, Municípios e Distrito Federal, suas autarquias e fundações públicas,
quando representadas em juízo, ativa e passivamente, por seus procuradores, estão
dispensadas da juntada de instrumento de mandato e de comprovação do ato de nomeação.
II - Para os efeitos do item anterior, é essencial que o signatário ao menos declare-se exercente
do cargo de procurador, não bastando a indicação do número de inscrição na Ordem dos
Advogados do Brasil.

Responsabilidade Civil do Advogado(a):

Seção II
Das Obrigações do Mandatário

Art. 667 CCB - O mandatário é obrigado a aplicar toda sua diligência habitual na execução do
mandato, e a indenizar qualquer prejuízo causado por culpa sua ou daquele a quem
substabelecer, sem autorização, poderes que devia exercer pessoalmente.

TAMIRES FERREIRA LIMA - 03438400570


E no TST:

Súmula nº 395 do TST


MANDATO E SUBSTABELECIMENTO. CONDIÇÕES DE VALIDADE (nova redação dos itens I e II e
acrescido o item V em decorrência do CPC de 2015) - Res. 211/2016, DEJT divulgado em 24, 25 e
26.08.2016
III - São válidos os atos praticados pelo substabelecido, AINDA QUE NÃO HAJA, no mandato,
poderes expressos para substabelecer (art. 667, e parágrafos, do Código Civil de 2002).

Responsabilidade quando Substabelecer:

Art. 667, § 2o CCB - Havendo poderes de substabelecer, só serão imputáveis ao mandatário os


danos causados pelo substabelecido, se tiver agido com culpa na escolha deste ou nas instruções
dadas a ele.

Art. 669 CCB - O mandatário não pode compensar os prejuízos a que deu causa com os proveitos
que, por outro lado, tenha granjeado ao seu constituinte.

E no TST. Substabelecimento:

Súmula nº 395 do TST


MANDATO E SUBSTABELECIMENTO. CONDIÇÕES DE VALIDADE (nova redação dos itens I e II e
acrescido o item V em decorrência do CPC de 2015) - Res. 211/2016, DEJT divulgado em 24, 25 e
26.08.2016
II – Se há previsão, no instrumento de mandato, de prazo para sua juntada, o mandato só tem
validade se anexado ao processo o respectivo instrumento no aludido prazo.
IV - Configura-se a irregularidade de representação se o substabelecimento é anterior à outorga
passada ao substabelecente.
V – Verificada a irregularidade de representação nas hipóteses dos itens II e IV, deve o juiz
suspender o processo e designar prazo razoável para que seja sanado o vício, ainda que em
instância recursal (art. 76 do CPC de 2015).

Obrigações do Mandante (Cliente):

Seção III
Das Obrigações do Mandante

Art. 676. É obrigado o mandante a pagar ao mandatário a remuneração ajustada e as despesas


da execução do mandato, ainda que o negócio não surta o esperado efeito, salvo tendo o
mandatário culpa.

Cessação do Mandato (Procuração):

Seção IV
Da Extinção do Mandato

Art. 682. Cessa o mandato:


I - pela revogação ou pela renúncia;
II - pela morte ou interdição de uma das partes;
III - pela mudança de estado que inabilite o mandante a conferir os poderes, ou o mandatário
para os exercer;
IV - pelo término do prazo ou pela conclusão do negócio.

TAMIRES FERREIRA LIMA - 03438400570


Forma de se conceder o Mandato (Procuração):

Art. 656 CCB - O mandato pode ser expresso ou tácito, verbal ou escrito.

E na CLT:

Art 791, § 3º CLT - A constituição de procurador para o foro em geral poderá ser efetivada,
mediante simples registro em ata de audiência, a requerimento verbal do advogado interessado,
com anuência da parte representada.

Do Jus Postulandi?

Art. 791 - Os empregados e os empregadores poderão reclamar pessoalmente perante a Justiça


do Trabalho e acompanhar as suas reclamações até o final.

Do Limite do Jus Postulandi?

Súmula 425 do TST - JUS POSTULANDI NA JUSTIÇA DO TRABALHO. ALCANCE. O jus postulandi das
partes, estabelecido no art. 791 da CLT, limita-se às Varas do Trabalho e aos Tribunais Regionais
do Trabalho, não alcançando a ação rescisória, a ação cautelar, o mandado de segurança e os
recursos de competência do Tribunal Superior do Trabalho.

Quem pode DAR Procuração:

Art. 654 CCB - Todas as pessoas capazes são aptas para dar procuração mediante instrumento
particular, que valerá desde que tenha a assinatura do outorgante.

Procuração da PJ:

Súmula nº 456 do TST


REPRESENTAÇÃO. PESSOA JURÍDICA. PROCURAÇÃO. INVALIDADE. IDENTIFICAÇÃO DO
OUTORGANTE E DE SEU REPRESENTANTE. (inseridos os itens II e III em decorrência do CPC de
2015) - Res. 211/2016, DEJT divulgado em 24, 25 e 26.08.2016
I - É inválido o instrumento de mandato firmado em nome de pessoa jurídica que não contenha,
pelo menos, o nome do outorgante e do signatário da procuração, pois estes dados constituem
elementos que os individualizam.
II – Verificada a irregularidade de representação da parte na instância originária, o juiz designará
prazo de 5 (cinco) dias para que seja sanado o vício. Descumprida a determinação, extinguirá o
processo, sem resolução de mérito, se a providência couber ao reclamante, ou considerará revel
o reclamado, se a providência lhe couber (art. 76, § 1º, do CPC de 2015).
III – Caso a irregularidade de representação da parte seja constatada em fase recursal, o relator
designará prazo de 5 (cinco) dias para que seja sanado o vício. Descumprida a determinação, o
relator não conhecerá do recurso, se a providência couber ao recorrente, ou determinará o
desentranhamento das contrarrazões, se a providência couber ao recorrido (art. 76, § 2º, do CPC
de2015).

Contrato Social. Juntada obrigatória?

OJ 255 SDI-1. MANDATO. CONTRATO SOCIAL. DESNECESSÁRIA A JUNTADA. (atualizada em


decorrência do CPC de 2015) – Res. 208/2016, DEJT divulgado em 22, 25 e 26.04.2016. O art. 75,
inciso VIII, do CPC de 2015 (art. 12, VI, do CPC de 1973) não determina a exibição dos estatutos

TAMIRES FERREIRA LIMA - 03438400570


da empresa em juízo como condição de validade do instrumento de mandato outorgado ao seu
procurador, salvo se houver impugnação da parte contrária.

O que DEVE conter a Procuração:

Art. 654, § 1º CCB - O instrumento particular deve conter a indicação do lugar onde foi passado,
a qualificação do outorgante e do outorgado, a data e o objetivo da outorga com a designação e
a extensão dos poderes conferidos.

Art. 105 CPC - A procuração geral para o foro, outorgada por instrumento público ou particular
assinado pela parte, habilita o advogado a praticar todos os atos do processo, EXCETO receber
citação, confessar, reconhecer a procedência do pedido, transigir, desistir, renunciar ao direito
sobre o qual se funda a ação, receber, dar quitação, firmar compromisso e assinar declaração de
hipossuficiência econômica, que devem constar de cláusula específica.

Necessidade de Poderes Específicos:

receber citação; confessar; reconhecer a procedência do pedido;


transigir; desistir; renunciar ao direito sobre o qual se funda a ação;
receber; dar quitação, e firmar compromisso e assinar declaração de hipossuficiência econômica.

Devendo constar de cláusula específica no corpo da Procuração!

Identificação do Mandatário Advogado(a):

§ 2o A procuração deverá conter o nome do advogado, seu número de inscrição na Ordem dos
Advogados do Brasil e endereço completo.

§ 3o Se o outorgado integrar sociedade de advogados, a procuração também deverá conter o


nome dessa, seu número de registro na Ordem dos Advogados do Brasil e endereço completo.

Validade do Mandato no Conhecimento e na Execução?

§ 4o Salvo disposição expressa em sentido contrário constante do próprio instrumento, a


procuração outorgada na fase de conhecimento é eficaz para todas as fases do processo,
inclusive para o cumprimento de sentença.

No TST:

Súmula nº 395 do TST


MANDATO E SUBSTABELECIMENTO. CONDIÇÕES DE VALIDADE (nova redação dos itens I e II e
acrescido o item V em decorrência do CPC de 2015) - Res. 211/2016, DEJT divulgado em 24, 25 e
26.08.2016
I - Válido é o instrumento de mandato com prazo determinado que contém cláusula
estabelecendo a prevalência dos poderes para atuar até o final da demanda (§ 4º do art. 105 do
CPC de 2015).

Advogado(a) atuando em Causa Própria:

Art. 106 CPC - Quando postular em causa própria, incumbe ao advogado:

TAMIRES FERREIRA LIMA - 03438400570


I - declarar, na petição inicial ou na contestação, o endereço, seu número de inscrição na Ordem
dos Advogados do Brasil e o nome da sociedade de advogados da qual participa, para o
recebimento de intimações;
II - comunicar ao juízo qualquer mudança de endereço.

Alteração Patrono:

OJ 349 SbDI-1 - MANDATO. JUNTADA DE NOVA PROCURAÇÃO. AUSÊNCIA DE RESSALVA. EFEITOS


(DJ 25.04.2007). A juntada de nova procuração aos autos, SEM ressalva de poderes conferidos
ao antigo patrono, implica revogação tácita do mandato anterior.

Ação Rescisória – M.S.:

OJ 151 SbDI-2 - AÇÃO RESCISÓRIA E MANDADO DE SEGURANÇA.PROCURAÇÃO. PODERES


ESPECÍFICOS PARA AJUIZAMENTO DE RECLAMAÇÃO TRABALHISTA. IRREGULARIDADE DE
REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL. FASE RECURSAL. VÍCIO PROCESSUAL SANÁVEL. (nova redação
em decorrência do CPC de 2015) - Res. 211/2016, DEJT divulgado em 24, 25 e 26.08.2016. A
procuração outorgada com poderes específicos para ajuizamento de reclamação trabalhista
não autoriza a propositura de ação rescisória e mandado de segurança. Constatado, todavia, o
defeito de representação processual na fase recursal, cumpre ao relator ou ao tribunal conceder
prazo de 5 (cinco) dias para a regularização, nos termos da Súmula nº 383, item II, do TST.

Ad judicia et extra judicia – Pertinência!

A expressão et extra significa "e fora". Ad judicia et extra judicia (para os juízos e fora dos juízos).

No contexto ora examinado, et extra não tem o significado de exercício de "poderes especiais", em juízo
– como imaginam alguns - mas a outorga de poderes de representação, para exercício fora deste.

Um exemplo: em repartições públicas (INSS), pedir certidões, guias, apresentar documentos, etc.

TAMIRES FERREIRA LIMA - 03438400570


PROCURAÇÃO “AD JUDICIA”

Eu, _______________________________________________________________________,

Portador do RG nº __________________________ e CPF nº _________________________,

Residente e domiciliado: ______________________________________________________

__________________________________________________________________________,
nomeia e constitui seu bastante procurador, o Advogado colocar o nome ou nomes do(s)
Advogados(as) ou da Sociedade de Advogados, nacionalidade, estado civil, portador do CPF/MF
sob nº XXX.XXX.XXX-XX, inscrito na OAB/XX sob o nº XXX.XXX, com escritório à XXXXXXX, CEP.
XXXXX-XXX, ao qual confere amplos poderes, inclusive os da cláusula “et extra” (verificar a
pertinência), para fim especial de defender os interesses do outorgante em qualquer instância,
Juízo ou Tribunal, podendo propor contra quem de direito as ações competentes e defendê-lo(a)
nas contrárias (verificar a pertinência), seguindo umas e outras, até final decisão, usando os
recursos legais e acompanhando-os, conferindo-lhe, ainda, substabelecer Com ou Sem reservas
de poderes, aqui se incluiu os poderes específicos do art. 105 do CPC (verificar a pertinência)
receber citação, confessar, reconhecer a procedência do pedido, transigir, desistir, renunciar ao
direito sobre o qual se funda a ação, receber, dar quitação, firmar compromisso e assinar
declaração de hipossuficiência econômica, que devem constar de cláusula específica, sendo a
presente para fim especial para PROPOR RECLAMAÇÃO TRABALHISTA em face de .....indicar nome
da Reclamada.

________________, ____ de ___________ de 20____.

Assinatura: _____________________________________________________

TAMIRES FERREIRA LIMA - 03438400570


Nome: ________________________________________________________
RG: _____________________________

TAMIRES FERREIRA LIMA - 03438400570

Você também pode gostar