Você está na página 1de 8

FÍSICA E QUÍMICA A – 11º ANO

RELATÓRIO

AL 2.2. : Titulação ácido-base

Trabalho realizado em: 05-05-2021

Data de entrega:14-05-2021

______________________________________________________________________
Relatório Experimental de Física e Química A 11ºB
Introdução

Esta atividade laboratorial teve como principal objetivo a determinação da concentração de uma solução
ácida recorrendo á titulação.
À reação que ocorre entre um ácido e uma base (reação acido-base) dá-se o nome de reação de
neutralização, dando-se sempre origem a um sal e água. É este o tipo de reação que ocorre numa
titulação ácido-base. Segundo a teoria de Bronsted-Lorwy um ácido é uma especie doadora de protões
H +¿¿ já a base é a espécie recetora de protões H +¿¿ .
A titulação é uma técnica que permite determinar a concentração desconhecida de uma determinada
solução. Numa titulação são utilizados o titulante e o titulado. O titulante que se encontra na bureta, é uma
solução de concentração conhecida, e o titulado,que se encontra no goble é a solução de concentração
desconhecida. Numa titulação adicionam-se , ao titulado, 2/3 gotas de um indicador ácido base adequado,
e vai-se adicionado lentamente titulante até se atinguir o ponto de equivalencia (pH=7).
Os indicadores são, em geral, ácidos ou bases orgânicos fracos e senciveis a variaçoes de pH de uma
solução. Estes tem caracteristica de apresentar cores diferentes para diferentes valores de pH.
Nesta atividade latoratorial a base utilizada (titulante) foi o hidróxido de sódio (NaOH) e o ácido (titulado)
foi o ácido cloridrico (HCl), onde a concentração do ácido era desconhecida.
Neste caso foi utilizado como indicador
A equação desta reção é a seguinte:
NaOH ( aq ) + HCl ( aq ) → NaCl ( aq ) + H 2 O(l)

um dos produtos da reação é o cloreto de sódio (NaCl) ou seja o sal formado. A base NaOH sofre
dissociação
−¿(aq)¿

NaOH ( aq ) → Na +¿(aq)+OH ¿

e o acido sofre ionição


HCl ( aq ) + H 2 O ( l ) →Cl−¿ ( aq) + H 3 O (aq )¿

a equação na forma iónica é:

+¿ (aq ) +2H O (l) ¿


2
−¿ ( aq) + Na ¿
−¿ ( aq) → Cl ¿
+¿ ( aq) +OH ¿
−¿ aq + Na
( ) ¿
+ ¿ ( aq ) + H3 O ¿
Cl

A mudança de cor indica o momento exacto em que a reação ocorre por completo, que é o chamado
“ponto de viragem” ou “ponto final da titulação”. O ponto de equivalência situa-se no centro do intervalo de
variação brusca do ph e corresponde á altura em que o titulado reagiu completamente com o titulante,ou
seja a reação é completa. Este é atinguido quando as quantidades de ácido e de base estão em

______________________________________________________________________
Relatório Experimental de Física e Química A 11ºB
n
proporções estequiométricas iguais, isto é n(acido)=n (base) logo, da expressão v= retiramos que
C
C ( ácido ) X V ( ácido )=C ( base ) X V (base).

Execução Experimental

1. Material e equipamento

- Bureta
- Suporte universal
- 2 gobelés
Reagentes e Pictogramas de Perigos Pictogramas Seguranças
consumíveis perigo de segurança

Ácido clorídrico Irritante Corrosivo Provoca Uso de máscara


(HCL¿ queimaduras na e luvas.
pele e lesões
oculares graves.
Pode provocar
irritação das vias
respiratórias.

Hidróxido de sódio Corrosivo Provoca Uso de máscara,


¿) queimaduras na luvas e óculos.
pele e lesões
oculares graves.

- Medidor de pH
- Funil para buretas
- Pipeta volumétrica de 20 mL
- Pompete
- Agitador magnético
- Barra de agitação magnética
- Elétrodo

2. Reagentes e consumíveis

______________________________________________________________________
Relatório Experimental de Física e Química A 11ºB
3.Procedimento e esquema de montagem

1.Mediu-se com uma pipeta volumétrica, 20 ml de titulado para o copo tendo adicionado três gotas de
um indicador ácido-base

2.Preparou-se a bureta com 25 ml da solução titulante;

3. Preparou-se a montagem para a titulação potenciométrica;

4. Ligou se o agitador magnético e o medidor de ph e registou se o valor inicial de ph e a cor do


titulado;

5. Adicionou se 2 ml de titulante ao gobelé, deixou-se estabilizar o valor de pH lido pelo medidor de


pH e a cor da solução;

7.Adicionou-se sucessivos incrementos de 2 ml de titulante, registou-se o pH e a cor da solução apos


cada adição.

Nota: A titulação só termina quando, após a mudança de cor do indicador, o pH estabilizar


novamente.

Fig.1- Esquema de montagem

______________________________________________________________________
Relatório Experimental de Física e Química A 11ºB
pH V(NaOH) titulante Cor
0 0.00 Amarelo

0.95 2.00em função do volume de titulante


Valores de pH Amarelo
adicionado
1.00 4.00 Amarelo

1.12 6.00 Amarelo

1.26 8.00 Amarelo

1.49 10.00 Amarelo

1.81 12.00 Amarelo

3.25 14.00 Verde

7.22 14.30 Azul

11.73 16.30 Azul

12.04 18.30 Azul

12.21 20.3 Azul

Observações

______________________________________________________________________
Relatório Experimental de Física e Química A 11ºB
Titulação ácido forte - base forte
14

12

10 Cálculos e resultados
8
pH obtidos
pH

0
0 2 4 6 8 10 12 14
Volume de titulante adicionado/mL

c(NaOH)=0.10 mol/dm 3

V(HCl)=20 cm 3 = 0,020 dm3

c(NaOH) x V (NaOH) = c(HCl) x V (HCl)

0,10 x 0,0143 = 0, 020 x c(HCl)

0,0715 mol/dm3 = c(HCl)

Análise e Discussão

Analisando a curva de titulação obtida, podemos constatar que esta se aproxima bastante da
curva prevista para uma titulação ácido forte-base forte, uma vez que se obteve uma variação
acentuada no valor de pH próximo do ponto de equivalência e que este ponto apresentou um
valor de pH de aproximadamente 7.22.
A determinação experimental do ponto de viragem da curva de titulação corresponde assim ao
ponto final da titulação. O ponto de equivalência dá-nos duas informações importantes, o volume
de titulante, Vfinal, que melhor estima o volume no ponto de equivalência e que nos permitiu
______________________________________________________________________
Relatório Experimental de Física e Química A 11ºB
calcular a concentração de ácido clorídrico na solução titulada, 0,07 mol/dm3, e o valor
experimental atribuído ao pH no ponto de equivalência, que nos permite verificar que se trata de
uma base e um ácido fortes, pois como já referido o pH obtido no Ponto de equivalência foi
próximo de 7. 2.
O ponto de equivalência foi atingido quando o ácido e a base se encontravam em iguais
quantidades estequiométricas. O medidor de pH utilizado, Azul de Bromotimol, permitiu-nos
analisar as mudanças acentuadas do pH, sendo que próximo do ponto de equivalência se
verificou a mudança de cor da solução para esverdeada, cor característica do medidor em valores
de pH entre os 6 e 7,6. A continua adição da base, levou de seguida a solução a tomar uma
coloração azulada, traduzindo a mudança do caráter da mesma, agora básico.
Muitas vezes, os volumes finais determinados visualmente e instrumentalmente não são
exatamente iguais, por dificuldades na perceção da viragem do indicador, uma vez que os erros
cometidos podem ser de várias ordens, nomeadamente nas leituras na bureta, erros devido à
presença de bolhas de ar na bureta, erros inerentes à medição do pH ou erros associados à
dificuldade na perceção da viragem do indicador, o que faz com que o ponto final se afaste
demasiado do ponto de equivalência.
Comparando o resultado instrumental e observável podemos afirmar que os mesmos foram
consistentes.
A concentração do ácido clorídrico por ser um pouco inferior à de hidróxido de sódio requereu a
adição de um volume inferior de base comparativamente à que tínhamos inicialmente de ácido.

Conclusão

Na atividade laboratorial A.L.2.2. da química foi realizada uma titulação ácido-base, onde se
fizeram reagir entre si volumes medidos rigorosamente da solução aquosa de um ácido com a
solução aquosa de uma base. Nesta atividade foi possível determinar a concentração do ácido
forte ( ácido clorídrico) através de uma titulação ácido-base com uma base forte (hidróxido de
sódio) de concentração rigorosamente conhecida. Na presente experiência foi utilizado um
indicador ácido-base colorimétrico este tinha de ter 3 características essenciais, tinha de conter
na sua zona de viragem o ponto de equivalência previsto para este tipo de titulação, que é 7,
tinha também de ter a sua zona de virgem contida na parte ascendente da curva de titulação
esperada e ainda possibilitar facilmente a detenção do ponto de equivalência, por isso foi utilizado
o azul de bromotimol. Seguidamente na experiência foi determinado o titulante e o titulado. O
titulante é o hidróxido de sódio, pois é o reagente que tem a concentração conhecida e foi o que
se inseriu na bureta sendo o ácido clorídrico o titulado, visto que este tinha concentração

______________________________________________________________________
Relatório Experimental de Física e Química A 11ºB
desconhecida e foi introduzido no gobelé. No momento em que se atinge um ponto final da
reação muito próximo do ponto de equivalência, todo o titulado reagiu completamente com o
titulante, ou seja, a reação é completa e respeita a estequiométrica da reação, sendo que a
solução se vai tronando cada vez mais alcalina. Um indicador ácido-base pode apresentar
determinada cor devido ao pH do meio onde se encontra, sendo que no caso do azul bromotimol
num meio ácido apresenta cor amarela, no meio neutro, cor verde e em meio básico, cor azul.
Analisando os gráficos obtidos, onde o pH se situa no eixo das ordenadas e o volume de titulante
adicionado em mL no eixo das abcissas, verificamos que existe uma zona de inflexão na curva
corresponde ao ponto de equivalência, ou seja, um valor próximo de 7, tendo de se gasto
14.30mL de titulante. Graficamente podemos concluir que o pH da solução ácida vai aumentando
lentamente no início até próximo do ponto de equivalência verificando-se de seguida uma
variação muito brusca do pH, finalmente o valor de pH aumenta novamente lentamente. Uma vez
que HCL é um ácido forte e o NaOH é um base forte estes estão completamente ionizados e
dissociados em solução aquosa.
Efetuado os cálculos verificamos que a concentração rigorosa do ácido clorídrico é 0.07mol/dm 3
Assim foi possível ver que através de uma titulação ácido-base é possível determinar a
concentração de um ácido ou de uma base sendo o procedimento para a base idêntico mas a
curva de titulação seria outra.

Referências bibliográficas

______________________________________________________________________
Relatório Experimental de Física e Química A 11ºB

Você também pode gostar