Você está na página 1de 2

A EDUCAÇÃO DOS FILHOS É RESPONSABILIDADE DOS PAIS.

TEXTO BÍBLICO: Deuteronômio 6:6-9


INTRODUÇÃO: Educar filhos sempre foi uma tarefa muito difícil, mas nos dias atuais
essa tarefa ficou muito mais complicada. Os pais são responsáveis pela formação
do caráter dos filhos, assim como pela educação doméstica e espiritual.
Nesta aula vamos apontar duas coisas importantes na educação dos filhos. Primeiro
é a aonde começa a educação dos filhos; e a segunda é como os pais podem
educar aos filhos.
I – A AONDE COMEÇA A EDUCAÇÃO DOS FILHOS.
1. A primeira grande lição que precisamos aprender sobre a
paternidade/maternidade é que a responsabilidade pela educação dos filhos
pertence única e exclusivamente aos pais. Como foi lido no texto acima Deus
responsabiliza aos pais pela a educação dos seus filhos.

2. Alguns pais passaram essa responsabilidade para a “escola”. Erro grave. Que
os professores devem colaborar na formação dos alunos não há dúvida, mas
achar que eles devem fazer o papel dos pais na educação dos filhos, nunca.

3. Outros pais têm entregado a formação dos seus filhos à televisão ou à


internet. Como uma espécie de “babá eletrônica”, as TVs, computadores e
tabletes distraem as crianças. E com certeza podem ajudar a deformá-las
completamente (através dos seus “valores” invertidos).

4. Pior são os pais que entregam a formação dos seus filhos ao “mundo”, isso é,
aos padrões malignos que o mundo oferece. A criança fica o dia inteiro na rua
e em más companhias, os pais esperam que elas aprendam o que?

5. Grande tarefa de um pai é formar moralmente o seu filho. Isso mesmo a coisa
mais importante que um filho pode herdar dos seus pais para o resto da vida
é a sua formação (ou deformação) moral. Ensina a criança no caminho em
que deve andar e ainda quando for velho não se desviará dele”. Prov. 22:6

II – COMO OS PAIS PODEM EDUCAR OS FILHOS. Deuteronômio 6: 6-9


1. ENSINANDO PALAVRA DE DEUS. O trecho de Deuteronômio que fala
sobre educação de filhos deixa bem claro que Deus Se manifesta sobre o
certo e o errado, e que a educação consiste em educar os filhos com as Lei
Dele. Não com as opiniões pessoais dos pais, dos avós ou de quem é que
seja. Note que não se trata de dizer “sim” ou “não” para os filhos e sim de
ensinar os “decretos e ordenanças” do Criador do universo.

2. ENSINANDO A PRATICAR A FÉ EM JESUS.


 Orando.
 Jejuando.
 Lendo a bíblia.
1
3. ENSINANDO A IR À IGREJA. Ensinar os filhos a participar da igreja, da obra
de Deus, dos evangelismos, etc., fará toda a diferença na vida deles. Não é
ensinar religiosidade vazia a eles. É ensinar a servir a Deus das mais
diversas formas. No começo você terá de investir seu tempo nisso, vai dar
trabalho, vai cansar. Mas com o tempo eles desejarão isso de coração e você
terá ajudado eles a possuir uma das principais coisas da vida: amor por Deus
e pela obra.

4. ENSINE SEU FILHO A SER CRISTÃO DENTRO DE CASA. Significa praticar


o evangelho no lar. Seja um exemplo de fé para os seus filhos. Isso deve ser
feito naturalmente no dia a dia. É uma semente que você planta e que pode
germinar rápido ou mais devagar, mas, o fato é que ela estará plantada. É
dever dos pais plantar.

5. ENSINANDO A TEMER AO SENHOR. O temor ao Senhor é a base para a


obediência. É preciso temer para obedecer e é preciso obedecer para ser
feliz. Sem temor não haverá obediência e sem obediência não haverá
felicidade.

 Ensine de forma simplificada. temer a Deus significa duas coisas: por


um lado um profundo amor e respeito, como um filho que nunca deseja
magoar seu pai amado; e por outro lado um profundo senso de reverência
(medo) diante de um Deus Todo Poderoso. A Bíblia diz “Não se deixem
enganar: de Deus não se zomba.

CONCLUSÃO:
Educar filhos é uma tarefa árdua, porém, compensadora. Filhos bem educados,
formam famílias fortes e sociedades respeitáveis.
A maior crise que se enfrenta e ninguém divulga é a crise família. Muitas famílias
estão um caos, e quando começou isso? Lá atrás na educação dos filhos.
Eduque o seu filho na orientação de Deus e você terá filho santos.

Josefa de Oliveira

Você também pode gostar