Você está na página 1de 3

MATRIZ DE RISCO – DIRETRIZES BÁSICAS DE HIGIENE OCUPACIONAL - CONTRATADAS

PRO-024165, Rev.: 00 - 14/07/17

As tabelas abaixo relacionam as diretrizes para as definições de frequência e consequência (severidade) para
agentes ambientais (físicos, químicos e biológicos). Este critério será utilizado quando ainda não houver dados
quantitativos de exposição ou quando o agente não possuir limites de tolerância.

Tabela 1 – Critérios para estimativa qualitativa de exposição 1

Tabela 2 – Critério para estimar o tempo de exposição

1
Tabelas 1, 2, 3 adaptada da PGS 003123 - Diretrizes para Gerenciamento de Riscos de Saúde, Segurança e Meio Ambiente –
Vale S.A.
Diretrizes Básicas de Higiene Ocupacional – Contratada Página 1 de 3
MATRIZ DE RISCO – DIRETRIZES BÁSICAS DE HIGIENE OCUPACIONAL - CONTRATADAS

PRO-024165, Rev.: 00 - 14/07/17

Tabela 3 – Critério para definir o perfil de exposição

Tabela 4 – Critério para estimar os efeitos à Saúde 2

Efeitos à Saúde Co-Relação com


Nível
(Saúde Ocupacional) APRHO
Efeitos reversíveis pouco preocupantes ou sem efeitos
A LEVE (2)
adversos conhecidos.
B Efeitos reversíveis preocupantes. MODERADA (4)
C Efeitos reversíveis severos. GRAVE (8)
D Efeitos irreversíveis. CRÍTICA (16)
E Risco de vida ou doenças incapacitantes. CATASTRÓFICA (32)

Figura 1 – Matriz de Risco3

2
Tabela adaptada da PGS 003123 Diretrizes para o Gerenciamento de Riscos de SSMA – Vale SA.
3
Tabela adaptada da PGS 003123 Diretrizes para o Gerenciamento de Riscos de SSMA – Vale SA..
Diretrizes Básicas de Higiene Ocupacional – Contratada Página 2 de 3
MATRIZ DE RISCO – DIRETRIZES BÁSICAS DE HIGIENE OCUPACIONAL - CONTRATADAS

PRO-024165, Rev.: 00 - 14/07/17

Tabela 5 – Critérios de Aceitabilidade4

4
Tabela adaptada da PGS 003123 Diretrizes para o Gerenciamento de Riscos de SSMA – Vale SA..S.A.
Diretrizes Básicas de Higiene Ocupacional – Contratada Página 3 de 3