Você está na página 1de 12

REV.

X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

NOME DA EMPRESA

APROVAÇÃO DA APROVAÇÃO DO FISCAL APROVAÇÃO DO SMS


EMPRESA DE CONTRATO

------------------------------------------ ------------------------------------------
------------------------------------------ FISCAL DE CONTRATO SMS
PREPOSTO ASSINATURA. ASSINATURA.
ASSINATURA.
REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

1° via - PGRS

DADOS DA EMPRESA - PREENCHER

NOME:

CNPJ:

GRAU DE RISCO:

CNAE:

NÚMERO DO CONTRATO:

DATA DE INÍCIO E TÉRMINO DO CONTRATO:

ESCOPO DO CONTRATO: (descrever as principais atividades que serão desenvolvidas)

ÁREA DE ATUAÇÃO: (descrever o local onde os serviços serão realizados dentro da refinaria)

TEL / RAMAL E NÚMERO DO CANTEIRO: (quando aplicável)

PREPOSTO DO CONTRATO: (colocar nome e chave)

TEL / RAMAL do preposto: (colocar o ramal do fiscal)

FISCAL DO CONTRATO: (colocar nome e chave)

TEL / RAMAL: (colocar o ramal do fiscal)


REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

2° via - PGRS

DADOS DA EMPRESA - PREENCHER

NOME:

CNPJ:

GRAU DE RISCO:

CNAE:

NÚMERO DO CONTRATO:

DATA DE INÍCIO E TÉRMINO DO CONTRATO:

ESCOPO DO CONTRATO: (descrever as principais atividades que serão desenvolvidas)

ÁREA DE ATUAÇÃO: (descrever o local onde os serviços serão realizados dentro da refinaria)

TEL / RAMAL E NÚMERO DO CANTEIRO: (quando aplicável)

PREPOSTO DO CONTRATO: (colocar nome e chave)

TEL / RAMAL do preposto: (colocar o ramal do fiscal)

FISCAL DO CONTRATO: (colocar nome e chave)

TEL / RAMAL: (colocar o ramal do fiscal)


REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

SUMÁRIO

1. OBJETIVO

2. APLICAÇÃO

3. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES

4. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA

5. TERMINOLOGIA

6. DESCRIÇÃO DO PLANO

7. GESTÃO DE RESÍDUOS

8. CONTROLE DO PROCESSO

9. CONTROLE DE REGISTROS

10. HISTÓRICO DE ALTERAÇÃO


REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

1. OBJETIVO
Descrever o que a empresa pretende com a elaboração desse documento. Quais são os
objetivos que devem ser alcançados e as formas de se mensurar o desempenho ambiental
obtido pela empresa? Quais medidas serão tomadas para a minimização da geração de
resíduos?

2. CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA E DA ATIVIDADE EXERCIDA


Apresentar a atividade da empresa, as suas áreas de atuação dentro da refinaria e quais são
os principais resíduos que devem ser gerados durante a realização do seu trabalho. Esse
item deve, obrigatoriamente, abordar quais são os insumos necessários para a execução do
trabalho da empresa e se a mesma utiliza produtos perigosos nas suas funções.

3. ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES
Considerando a equipe da empresa que será mobilizada para o trabalho na refinaria, qual
papel é esperado de cada uma das partes? Quem será o responsável por fazer os controles do
processo, quem avaliará a segregação dos resíduos, quem será o responsável por devolver as
4° vias para arquivamento, quem ministrará os treinamentos e quem será treinado para a
correta segregação dos resíduos. Apresentar essas informações em uma tabela, do tipo:
Pessoa Responsabilidade/Ação Frequência
X
Y

4. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA
Citar apenas os documentos que efetivamente foram utilizados para a elaboração desse
PGRS: (Atenção: A contratada deve apresentar apenas a legislação/norma pertinente ao
objeto do contrato). Documentos mínimos que devem ser contemplados:

• Contrato nº: INSERIR CONTRATO JURÍDICO E SAP R3


REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

• Anexo lll – Conjunto de Requisitos de Segurança, Meio Ambiente e Saúde para


Contratação
• PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS (PGRS) DA RNEST
• ABNT NBR 10004 – Resíduos Sólidos – Classificação

5. TERMINOLOGIA
Selecionar dos termos abaixo, somente os que efetivamente forem utilizados na
elaboração desse PGRS. Uma sugestão de termos está relacionada abaixo.
Acondicionamento: Disposição de resíduos de forma ordenada e criteriosa a fim de minimizar
impactos à saúde e segurança das pessoas e/ ou ao meio ambiente, objetivando também, a
sua separação segura para reutilização, reciclagem ou encaminhamento para destinação final;

Armazenamento Temporário: Estocagem temporária de resíduos de forma segura para


posterior reuso, reciclagem, recuperação, tratamento ou disposição final adequada;

Câmara de Resíduos Orgânicos: Área localizada nas instalações do refeitório da RNEST


onde são armazenados temporariamente os resíduos gerados na preparação das refeições e
também os gerados pela sobra de alimentos preparados.

Caracterização de Resíduos: Identificação das propriedades físico-químicas e/ou infecto-


contagiosas dos resíduos, com o objetivo de segregar, classificar, acondicionar, manusear,
transportar, armazenar, tratar e dispor, através da metodologia definida na norma ABNT NBR
10004;

Central de Resíduos Provisória: Instalação provisória, situada na área norte da área


administrativa da refinaria, próximo a Subestação SE-8050 e da Portaria de Serviços,
responsável para armazenamento temporário de resíduos classe I, IIA e IIB;

Coleta Seletiva: Operação de coleta de resíduos sólidos previamente segregados conforme


sua constituição ou composição, visando reduzir o crescente impacto ambiental associado à
extração, geração, beneficiamento, transporte, tratamento e destinação final de matérias-
primas, provocando o aumento de lixões e aterros sanitários;

Destinação Final Ambientalmente Adequada: Destinação de residuos que inclui a


reutilização, a reciclagem, a compostagem, a recuperação e o aproveitamento energético ou
outras destinações admitidas pelos órgãos competentes, entre elas a disposição final,
observando normas operacionais específicas de modo a evitar danos ou riscos à saúde pública
e à segurança e a minimizar os impactos ambientais adversos;
REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

Disposição Final Ambientalmente Adequada: Distribuição ordenada de rejeitos em aterros


observando normas operacionais específicas de modo a evitar danos ou riscos à saúde pública
e à segurança e a minimizar os impactos ambientais adversos;

FISPQ: Ficha de Informações de Segurança de Produto Químico, elaborada segundo a norma


ABNT NBR 14725;

Gerenciamento de Resíduos: Conjunto de ações integradas com objetivo de: reduzir a


geração de resíduos, elaborar e manter atualizado o inventário de resíduos e das fontes de
geração, controlar o tratamento e/ou a disposição final;

Pátio de Sucatas: Área interna à RNEST para estocagem temporária de sucata metálica;

PGRS: Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, documento que estabelece as diretrizes


para todas as atividades relacionadas a questão dos resíduos sólidos;

PGRSS: Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos de Serviço de Saúde (PGRSS),


documento que estabelece as diretrizes para todas as atividades relacionadas a questão dos
resíduos de serviço de saúde;

Pontos de Coleta Intermediários (PCI): Locais de armazenamento intermediário, próximos


dos locais de geração dos resíduos (unidades industriais e prédios administrativos), de onde os
resíduos serão recolhidos para encaminhamento para as áreas de armazenamento temporário
de resíduos;

Reciclagem: Processo de transformação dos resíduos sólidos que envolve a alteração de suas
propriedades físicas, físico-químicas ou biológicas, com vistas à transformação em insumos ou
novos produtos;

Recuperação: Reaproveitamento de resíduos ou de alguns dos seus componentes como


insumo de outros processos para uso posterior ou comercialização;

Rejeitos: Resíduos sólidos que, depois de esgotadas todas as possibilidades de tratamento e


recuperação por processos tecnológicos disponíveis e economicamente viáveis, não
apresentem outra possibilidade que não a disposição final ambientalmente adequada;

Resíduos: Materiais decorrentes de atividades humanas, gerados como sobra de processos


ou atividades e que não possam ser utilizados com a finalidade para as quais foram
originalmente produzidos. Pela perda de eficiência da função original necessitam ser
substituídos ou removidos, e encaminhados para recuperação, reciclagem ou outro tratamento
pertinente fora das instalações de sua origem;
REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

Resíduos classe I – Perigosos: Quaisquer resíduos que, quando amostrados de uma forma
representativa, apresentem propriedades físicas, químicas ou infecto-contagiosas,
representando risco à saúde pública e ao meio ambiente. Podem apresentar características de
inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade e/ou patogenicidade, classificados
conforme disposto na ABNT NBR 10004;

Resíduos classe II A – Não Inertes: Quaisquer resíduos que, quando amostrados de uma
forma representativa, não se enquadrem nas classificações de resíduos classe I - Perigosos ou
de resíduos classe II B - Inertes. Os resíduos classe II A – Não inertes podem ter propriedades,
tais como: biodegradabilidade, combustibilidade ou solubilidade em água e são classificados
conforme disposto na ABNT NBR 10004;

Resíduos classe II B – Inertes: Quaisquer resíduos que, quando amostrados de uma forma
representativa, não tiverem nenhum de seus constituintes solubilizados a concentrações
superiores aos padrões de potabilidade de água, excetuando-se aspecto, cor, turbidez, dureza
e sabor e são classificados conforme disposto na ABNT NBR 10004;

Resíduos da Construção Civil: São os definidos na Resolução CONAMA 307/2002 como os


provenientes de construções, reformas, reparo e demolições de obras de construção civil, e os
resultantes da preparação e da escavação de terrenos, tais como: tijolos, blocos cerâmicos,
concreto em geral, solos, rochas, metais, resinas, colas, tintas, madeiras e compensados,
forros, argamassa, gesso, telhas, pavimento asfáltico, vidros, plásticos, tubulações, fiação
elétrica etc.,comumente chamados entulhos de obras, caliça ou metralha;

Resíduo Radioativo: Material contendo radionuclídeos de origem natural ou não, presente em


rochas, solos, água e minerais, ou oriundo de atividades industriais, tais como fontes
radioativas de perfilagem e equipamentos e tubulações contaminados;

Resíduos Sólidos Industriais: Todos os resíduos sólidos gerados nas atividades industriais,
embarcações e em casos de poluição acidental, como também os resíduos perigosos gerados
nas atividades administrativas. Ficam excluídos todos os resíduos sólidos gerados nos serviços
de saúde e os resíduos sólidos não perigosos gerados nas atividades administrativas;

Reúso ou Reutilização: Uso de um produto, material ou resíduo mais de uma vez na sua
forma original, sem sua transformação biológica, física ou físico-química;

Segregação de resíduos: Atividade de separação e triagem dos resíduos realizada,


preferencialmente, pelo gerador, segundo suas características, para evitar a contaminação de
outros materiais, reduzir riscos e facilitar o acondicionamento, manuseio, transporte e
armazenamento temporário favorecendo as ações para a reciclagem, reaproveitamento ou o
reuso do resíduo, quando aplicável, ou a sua disposição final;
REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

Transporte de resíduos: Qualquer movimentação de resíduos entre a fonte geradora e a área


de armazenamento, triagem e disposição intermediária ou final;

Tratamento de resíduos: Processos e operações aos quais os resíduos são submetidos com
o objetivo de eliminar ou atenuar seu potencial perigoso ou poluidor.

6. DESCRIÇÃO DO PLANO
Apresentar a descrição sucinta do PGRS, evidenciando o seu objetivo e as estratégias
para alcançá-lo. Também é importante enfatizar nesse ponto quais são as situações nas
quais esse plano tem que ser revisto (aditivo no contrato, ...).

6.1. Ações
Apresentar as ações que serão realizadas, evidenciando o que será feito, a meta a ser
alcançada, a data de realização e a pessoa responsável. A tabela abaixo demonstra a
forma de apresentação dos dados necessária e contem o conteúdo mínimo necessário.
AÇÃO META DATA RESPONSÁVEL

Planejar sempre qualquer atividade


Redução na geração de
para minimizar a geração de
resíduo sólido
YYYYY XXXXXXXX
resíduos
Conscientizar todos os
Treinamento de Aspectos e
Impactos Ambientais
funcionários quanto à YYYYY XXXXXXXX
preservação ambiental.
Realizar DDSMS, abordando
Conscientizar todos os
assuntos referentes aos cuidados
com meio ambiente, coleta seletiva,
funcionários quanto a YYYYY XXXXXXXX
preservação ambiental.
redução, reutilizar e reciclar.
Conscientizar todos os
Palestras de Educação Ambiental
dos Trabalhadores.
funcionários quanto à YYYYY XXXXXXXX
preservação ambiental.

7. GESTÃO DE RESÍDUOS

7.1. Identificação de resíduos gerados pela empresa


Citar todos os resíduos gerados pela empresa, sua forma de acondicionamento e o
responsável pela destinação dos mesmos. Não se esqueça de contemplar os seguintes
resíduos:
REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

- isolamentos industriais;
- material de escavação;
- pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes;
- produtos perigosos: explosivos, corrosivos, químicos, tóxicos, cortantes, perfurantes
e inalantes;
- resíduos contaminados com hidrocarbonetos (inclusive solo);
- resíduos das operações de pintura e jateamento;
- resíduos de construção civil;
- resíduos hospitalares e da enfermaria.

As FISPQs de todos os produtos químicos utilizados durante a realização dos trabalhos na


refinaria devem ser anexadas a esse documento.

7.2 . Caracterização de Resíduos


Citar se existe algum resíduo sem classificação conhecida, nos termos da ABNT NBR 10.004. Apresentar os
laudos de caracterização das análises realizadas.

PREENCHER TABELA ABAIXO

CLASSIFICAÇÃO
RESÍDUO DESTINO
NBR 10004 CONAMA 307/2002

7.3 . Coleta e armazenamento temporário


Discutir como será feito a coleta e o armazenamento temporário de resíduos, discutindo os
responsáveis e os cuidados aplicados. Quais serão as embalagens utilizadas?
PREENCHER TABELA ABAIXO
REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

RESÍDUO COLETA ARMAZENAMENTO DESTINO

7.4 . Depósito Provisório de Resíduos

(Descrever quando houver depósito em abrigos temporários de resíduos, em PIPESHOPS ou


na vila das empreiteiras)

7.5 . Destinação
(Caso a empresa seja responsável por destinar pelo seu contrato algum resíduo, apresentar
nesse item cópias das licenças de operação, averbações, editais de publicação ou certificados
de inexigibilidade de licença das empresas transportadoras e receptoras dos resíduos.)

8. CONTROLE DO PROCESSO
Quais serão as formas de controle da empresa para mensurar o desempenho ambiental
obtido. Como a minimização da geração de resíduos será avaliada?

9. CONTROLE DE REGISTROS

Tempo de
Identificação Local do Arquivo Recuperação Proteção Descarte
Retenção

Manifesto de
- - - - -
Resíduos

Inventário de
- - - - -
Resíduos

10. HISTÓRICO DAS ALTERAÇÕES


Os históricos das alterações dos documentos referentes a SMS deste contrato serão
registrados respectivamente na folha inicial de cada documento.
REV. X
DATA : XX/XX/XX
Página
LOGO DA EMPRESA PLANO DE GERENCIAMENTO DE
RESÍDUOS SÓLIDOS

CONTRATO:
CLIENTE:
OBJETO:
PETROBRAS INSERIR OS NÚMEROS DESCREVER
(RNEST) DO JURÍDICO e do
SAP R3

AVALIAÇÃO DO PGRS DA EMPRESA xxxxxxxxx

Item Aprovação (S/N) Sugestão de correção

1 – OBJETIVO

2 – APLICAÇÃO

3 – ATRIBUIÇÕES E
RESPONSABILIDADES
4 – DOCUMENTOS DE
REFERÊNCIA
5 – TERMINOLOGIA

6 – DESCRIÇÃO DO PLANO

7 – GESTÃO DE RESÍDUOS

8 – CONTROLE DO PROCESSO

9 – CONTROLE DE REGISTROS

10 – HISTÓRICO DE
ALTERAÇÕES

O PGRS apresentado pela empresa YYYYYYYY está aprovado/reprovado.

_____________________________
RNEST/SMS

Você também pode gostar