Você está na página 1de 20

1

Governo do Estado do Rio de Janeiro


Secretaria de Estado de Educação

Comte Bittencourt
Secretário de Estado de Educação

Andrea Marinho de Souza Franco


Subsecretária de Gestão de Ensino

Elizângela Lima
Superintendente Pedagógica

Maria Claudia Chantre


Coordenadoria de Áreas do Conhecimento

Assistentes
Carla Lopes
Cátia Batista Raimundo
Roberto Farias

Texto e conteúdo

Prof.ª Geisa Gomes Araújo Bordini


C.E. Itália
Prof. Leandro Triani Santos
C.E. Professora Vera Lúcia Tavares Romão
Prof.ª Luciene Barata da Silva
C.E. Professora Sônia Regina Scudese Dessimoni Pinto
Prof. Paulo Lúcio Scheffer Lima
C.E. Presidente Roosevelt
Prof.ª Renata Luz da Silva Leal
CIEP 218 Ministro Hermes Lima Brasil-Turquia
Prof.ª Valéria de Fátima P. Plaisant Gonçalves
C.E. Professora Maria Nazareth Cavalcanti Silva

2
Capa
Luciano Cunha

Revisão de texto
Profª Andreia Cristina Jacurú Belletti
Profª Andreza Amorim de Oliveira Pacheco
Profª Cristiane Póvoa Lessa
Profª Deolinda da Paz Gadelha
Profª Elizabete Costa Malheiros
Profª Karla Menezes Lopes Niels
Profª Kassia Fernandes da Cunha
Prof Marcos Giacometti
Prof Mário Matias de Andrade Júnior
Prof Paulo Roberto Ferrari Freitas
Prof Sammy Cardozo Dias
Profª Regina Simões Alves
Prof Thiago Serpa Gomes da Rocha

Este documento é uma curadoria de materiais que estão disponíveis na internet, somados à experiência autoral dos
professores, sob a intenção de sistematizar conteúdos na forma de uma orientação de estudos.

©️ 2021 - Secretaria de Estado de Educação. Todos os direitos reservados.

3
Língua Inglesa – Orientações de Estudos
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 6

2. Aula 1 – Narrativa: seu encadeamento lógico 7

3. Aula 2 – Tempos verbais usados nos textos narrativos 9

4. Aula 3 – Aspectos ficcionais e não-ficcionais da narrativa 12

5. Aula 4 – Let´s Practice ! 14

6. Aula 5 – Atividades Complementares 15

7.CONSIDERAÇÕES FINAIS 17

8.RESUMO 18

9. PESQUISA 19

10. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 20

4
DISCIPLINA: Língua Inglesa.

ORIENTAÇÕES DE ESTUDOS para Língua Inglesa


3º Bimestre de 2020 – 7º ano do Ensino Fundamental

META:
Apresentar alguns tópicos presentes na Língua Inglesa.

OBJETIVOS:

Ao final destas Orientações de Estudos, você deverá ser capaz de:


 Interpretar textos em Língua Inglesa.
 Compreender todos os temas e os assuntos abordados nos textos.
 Compreender o encadeamento lógico de qualquer narrativa.
 Compreender diferentes formas verbais utilizadas (imperativo e infinitivo) e os efeitos de
sentido produzidos por elas.
 Reconhecer aspectos ficionais e não-ficcionais da narrativa

5
1- INTRODUÇÃO

Ao longo dos anos anteriores, demos início aos estudos em Língua Inglesa. O
foco principal desses estudos foi a leitura instrumental em Inglês, devidamente
compreendida.
Sabemos que vários países ao redor do mundo possuem a língua inglesa como
língua oficial e esta é uma das línguas mais faladas no mundo. Mesmo a nossa língua
materna sendo bem diferente da língua inglesa, é possível, encontrar semelhanças
entre a elas. Justamente, por serem, bem diferentes, é necessário estudar com
bastante afinco, disciplina e seriedade, componentes indispensáveis à vida pessoal e
profissional de todos nós, e, que podem nos ajudar a aprender e compreender este
segundo idioma, lendo, escrevendo, falando e ouvindo.
Este documento apresenta 05 (cinco) aulas. As aulas podem ser compostas por
um vídeo, uma explicação base e atividades respectivas. Então, sempre assista ao
vídeo, leia o texto e, em seguida, resolva as atividades propostas.
Assim, iniciamos nosso ano letivo aprimorando ainda mais nossos estudos e
aumentando nossos conhecimentos sobre a Língua Inglesa.
Let´s go!

6
1. AULA 1
Narrativa: seu encadeamento lógico

Dear student, antes de se ver o que é uma narrativa, é preciso entender o que é
narrar.
Narrar é expor ou contar um acontecimento, que pode ser real ou imaginário, através
da escrita ou, ainda, oralmente, ou, até mesmo, por imagens. A ficção científica, por
exemplo, envolve o imaginário e contém situações em que o autor cria e inventa um mundo
alternativo, com personagens, cenários e eventos, de acordo com sua criatividade.
Mas, para isso, ele precisa elaborar bem a sua narrativa com um encadeamento
lógico, ou seja, criando sequência lógica, crível e persuasiva, mais que verdadeira, entre as
idéias e as circunstâncias. Embora seja uma invenção, quando assistimos a um filme ou
lemos uma história, somos capazes de nos emocionar, pois, afinal, foi para isso que elas
foram feitas: para nos impressionar! Muitas vezes, o nosso envolvimento é tão grande, que
nos vemos dentro dessas narrativas!
Em narrativas, existe uma sequência de fatos, onde os personagens se movimentam
num espaço e num tempo determinado. A estrutura é a seguinte:

 Apresentação.

 Desenvolvimento (complicação).

 Clímax.
Os personagens são os protagonistas e os antagonistas. Há um conflito vivido pelos
personagens e o objetivo desse tipo de narrativa é, justamente, esse, envolver o leitor nesse
conflito. Observe a narrativa que segue!

7
Fonte: https://uNtNFwSa7uxnUXqU8

Robinson Crusoe
(By Daniel Defoe)
Chapter 1: Start in Life

I was born in the year 1632, in the city of York, of a good family, though not of that
country, my father being a foreigner of Bremen, who settled first at Hull. He got a good estate
by merchandise, and leaving off his trade, lived afterwards at York, from whence he had
married my mother, whose relations were named Robinson, a very good family in that
country, and from whom I was called Robinson Kreutznaer; but, by the usual corruption of
words in England, we are now called - nay we call ourselves and write our name - Crusoe;
and so my companions always called me.(.....).

Fonte: http://www.americanliterature.com/author/daniel-defoe/book/robinson-crusoe/chapter-1-start-in-life

Atividade:
1) Responda.
a) Como pode ser uma narrativa?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

8
b) O que vem a ser um encadeamento lógico dentro da narrativa?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

c) Qual é a estrutura de uma narrativa?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

d) Retire do texto um exemplo que indica o personagem como narrador.


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

e) Que sobrenome Robinson tinha antes?


______________________________________________________________________

2. AULA 2
Tempos verbais usados nos textos narrativos

Dear student, é relevante observar a relação existente entre os tempos verbais


usados no texto narrativo, pois por causa da sequência de acontecimentos e dos fatos se
transformam, a atividade verbal é constante.
Os tempos verbais mais evidentes são o presente e o passado. Na narrativa de
Robinson Crusoe, nós podemos constatar o passado como o tempo verbal em evidência.
Observe e leia:

9
I was born in the year 1632, in the city of York, of a good family, though not of that
country, my father being a foreigner of Bremen, who settled first at Hull. He got a good estate
by merchandise, and leaving off his trade, lived afterwards at York, from whence he had
married my mother, whose relations were named Robinson, a very good family in that
country, and from whom I was called Robinson Kreutznaer; but, by the usual corruption of
words in England, we are now called - nay we call ourselves and write our name - Crusoe;
and so my companions always called me, who settled first at Hull; lived afterwards at York
(…).
Nesse pequeno trecho acima, podemos encontrar o Simple Past na forma afirmativa,
novamente, como já vimos no 1º bimestre. Ele é formado do verbo, acrescido das
terminações '-d' ou '-ed', quando os verbos são regulares, como os exemplos abaixo,
retirados do texto:

 Settle – settled

 Live – lived.

 Name – named.

 Call - called.

Mas, agora, neste 3º bimestre, vejamos, também, a existência dos verbos


irregulares, que são diferentes dos regulares, e não seguem regras específicas para
conjugação no tempo passado. Eles possuem suas próprias formas, e existem em grande
número, como por exemplo:

> Have – had


> Become – became
> Know – knew
> Drink – drank
> Eat – ate
> Do – did
> Go – went
> Make – made

> Buy - bought

> Break – broke

> Find - found

10
Atividade:

1) Observe as frases abaixo e responda.


- My daughter and I worked at this work yesterday night..
- I finished my homework an hour ago.

a) Os verbos referem-se ao:


( ) presente ( ) passado

b)Empregamos o verbo mais -d ou -ed para nos referirmos à:


( ) forma afirmativa ( ) forma negativa

2)Leia um outro parágrafo da obra 'Robison Crusoe', do escritor britânico Daniel Defoe e
faça o que é pedido logo abaixo.
“My father, a wise and grave man, gave me serious and excellent counsel against
what he foresaw was my design. He called me one morning into his chamber, where he was
confined by the gout, and expostulated very warmly with me upon this subject. He asked me
what reasons, more than a mere wandering inclination, I had for leaving father's house and
my native country, where I might be well introduced, and had a prospect of raising my fortune
by application and industry, with a life of ease and pleasure”.

a)Retire do parágrafo acima, o passado dos seguintes verbos:


- Call _____________________________
- Ask _____________________________
- Have _____________________________
- Introduce _____________________________
- Give _____________________________

b) Ainda com relação ao parágrafo acima, retire uma característica do pai do Robinson Crusoe.
________________________________________________________________________

c) As palavras 'application' e 'industry' são palavras cognatas, ou seja, são parecidas com a língua
portuguesa, tendo a mesma tradução. Então, procure, no trecho, outro vocábulo cognato.
___________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________

11
4.AULA 3

Aspectos ficcionais e não ficcionais da narrativa

Dear student, numa narrativa podemos narrar fatos reais ou imaginários, como já
vimos e quando esses fatos são inventados, é aí que entra a ficção. Então, entenda: não
ficcional é a realidade como é, e ficcional é onde o narrador pode ‘’brincar’’ com as palavras,
ele cria o tempo todo porque ele possui uma mente muito fértil.
Em grande parte das narrativas de aventuras, o autor conta as histórias de forma que
logo percebemos ser uma fantasia, são histórias muito fantasiosas que nos impressionam e
que só podem ser, de fato, uma grande invenção.

A pequena história que segue é um exemplo do tamanho da imaginação que existe


na mente do ser humano:

How I faced my fear!


(By Savannah Morris)

I was practicing before I went up on stage. The feeling I had was amazing. I was
happy, calm and well, alive. Then it was my turn. "Savannah Morris" they called. As I walked
to the stage, I could feel the eyes of about 200 people boring into my back. I gulped,
wondering how I got myself stuck into this. I climbed up the stairs and faced the audience.
For a second, I stood there just staring out into the sea of people. I was stuck and then I
found my voice and the words of the poem just poured out. I didn't make it to the next level
but I had something even greater. I had gotten over my biggest fear next to spiders and for
that I was happy.

http://storystar.com/php/read_story.php?story_id=6545

Atividade:
A)Responda.
1. O que você entende por ficção nas narrativas?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

12
2. O que são palavras cognatas?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

3. No texto acima “How I faced my fear', retire 3 verbos regulares no passado.


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

4. De qual animal a menina tinha medo antes de ter escrito o texto acima?
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

5. Você acha que a menina da história foi corajosa? Por quê?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

6. Como você enfrenta os seus medos?


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

13
5.AULA 4

Let´s Practice

1)Marque a opção correta nos 05 (cinco) exercícios a seguir.


>Last Christmas, she .............................. her mother´s house.
( A ) visitied
( B ) visited
( C ) visitd
( D ) visit

>After that, we …………………… very much.


( A )talkied
( B )talks
( C )talk
( D )talked

>Some kids ………………………. to Beto Carrero World one week ago.


( A )travelied
( B )traveled
( C )travel
( D )travels

>Those women …………………………. the country music at that party last Saturday.
( A )enjoyied
( B )enjoyed
( C )enjoyes
( D )enjoys

>All students ……………………………to stop having fun because the break ended.
( A )had
( B )have
( C )has
( D )haves

14
6.AULA 5

Atividades Complementares

1)Observe a imagem acima e faça o que é pedido:

A)Correlacione:

( a )Jump ( )Mergulhar

( b )Hold ( )Pular

( c )Carry ( )Correr

( d )Dive ( )Carregar

( e )Run ( )Segurar

( f )Push ( )Rastejar

( g )Crawl ( )Empurrar

15
B)Escreva as traduções dos verbos propostos a seguir.

a)skip - ______________________

b)lean - ______________________

c)squat- ______________________

d)Bend- ______________________

e)Crouch- ______________________

C)Preencha os verbos, em inglês, com as letras que estão faltando.

a) M __R__H

b) W__L__

c) H__P

d) L__F__

2)Responda.

a)O que você entende por VERBO DE AÇÃO?


________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
________________________________________________________________________

b)O que é “Advertising”? Explique.


________________________________________________________________________
________________________________________________________________________
_________________________________________________________________

16
7.CONSIDERAÇÕES FINAIS

Dear student, não se esqueça de que aprender um idioma não significa somente
aprender vocabulário, diálogos e leitura.
Você precisa “imergir” neste novo mundo e adquirir o conhecimento da cultura, da
geografia, da história, das particularidades, das curiosidades e da atualidade daquele país.
Então, é muito importante que vocês leiam bastante e, no caso da língua inglesa, enquanto
língua estrangeira, que ouçam com frequência a língua sendo falada, produzida e, da mesma
forma, tentem se comunicar através dela! Acessem livros, artigos, blogs, links, entrevistas,
comentários, textos, revistas, vídeos, filmes, programas, entre outros.
Tentem ouvir o maior número possível de músicas! Elas ensinam muito e de uma
maneira prazerosa, sempre nos ajudando a aprender novas formas de comunicação dentro
de uma língua estrangeira.
Vocês podem “viajar” sem sair de casa. Basta trazer a língua inglesa pra sua vida no
dia a dia.

17
8.RESUMO

Nestas Orientações de Estudos – 2º Bimestre de 2020, Língua Inglesa – 7º ano, você


deu continuidade aos estudos em Língua Inglesa voltados para a leitura instrumental. Mais
uma vez, reforçamos a importância de aprender uma nova língua através dos contatos com
sua história, geografia, aspectos e fatores culturais e atuais.
Você está sendo chamado a exercer o papel de “viajante” num mundo diferente,
apenas diferente. Acredite que vale a pena se embrenhar por ele e conhecê-lo. Você teve
acesso a algumas aulas e atividades variadas relacionadas às mesmas.
Além disso, ao final, pôde encontrar alguns exercícios extras para reforçar seu
aprendizado.
Para finalizar, lembre-se: só se consegue aprender um idioma quando se “vive” todas
as suas possibilidades que ele oferece!
Let´s go!

18
9. PESQUISA

Dear student, agora que já estudamos os principais assuntos relativos ao 2° bimestre e que
você aprendeu sobre Propaganda, é hora de colocar em prática.
Já pensou em criar a sua própria propaganda? Que tal ? Por que não? Você é capaz de fazer
isto e muito mais.
Você tem liberdade, capacidade e conhecimento para fazer do seu jeito. Pesquise e escolha
o seu tema e não se esqueça das características de uma propaganda e das mensagens que elas nos
transmitem.
Observem, também, com bastante atenção, como empregar o modo imperativo e estudem
os inúmeros verbos de ação existentes, não apenas os mais comumente, empregados.
Você pode e deve usar e testar o seu conhecimento de inglês, não somente este adquirido
neste momento, mas aquele conhecimento que você já possuía anteriormente. Acredite sempre
em você.
Muito boa sorte.

19
10.REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

> Eliana, Maria Clara, Neusa. Get together at the New English Point. Volume 1 1ª edição 2005 - São Paulo –
Editora Saraiva.

>Campos, Giovana Teixeira. Minimanual Compacto de Gramática: Língua Inglesa: Teoria e Prática. - 1ª
edição. – 2004 - São Paulo –Editora Rideel

>Britto, Marisa M. Jenkins de. MICHAELIS S.O.S. Inglês: Guia Prático de Gramática. – 5ª edição – 1997 – São
Paulo - Companhia Melhoramentos.

>Dicionário Escolar: Inglês-Português/Português-Inglês. Para estudantes brasileiros. Primeira reimpressão


Março 2009. Inglaterra. – Pearson Education Limited.

>MICHAELIS, dicionário escolar inglês - São Paulo: Editora Melhoramentos, 2009.

20

Você também pode gostar