Você está na página 1de 14

Universidade Lusíada de Angola

Faculdade de Economia e Gestao


Curso: Gestao de Empresas
Disciplina: Marketing Internacional

Tema: Importância Da Embalagem

Prof: Adao Chitxiami

2021
Universidade Lusíada de Angola
Faculdade de Economia e Gestao
Curso: Gestao de Empresas
Disciplina: Marketing Internacional

Tema: Importância Da Embalagem

Turma: G4M
Sala: i8
Integrantes do grupo:
· Cassia Costa: 11068217
· Ivayona Gourgel:
Prof: Adao Chitxiami

2021
Introdução

Dada a crescente competitividade comercial e importância da embalage no processo de


diferenciação e captação da atenção dos consumidores, enosso entendimento que o processo
comunicacional protagonizado pela embalagrm joga um papel decisivo no controlo e
formataxao nos elementos que caracterizam esse mesmo processo: a dimensão estética, a
formal, a cromática e a funcional. São estes elementos que captam a intencão do consumidor
no acto de decisão da compra, seja ela decisão racional, emocional ou subconsciente.

Sendo que a Embalagem e um conjunto de elementos materiais que, sem fazer parte do
próprio produto, são vendidos com ele, com o fim de permitir ou facilitar a sua protecção,
armazenagem, apresentação no linear, a sua identificação e utilização pelos consumidores. A
embalagem assume importância fundamental na a livre serviço, porque contribui para atrair
o olhar dos clientes, ser reconhecido ou identificado por eles, despertando o desejo de
comprar (Vendedor Silencioso).

A embalagem alem de contribuir para a preservação, distribuição e comercialização dos


produtos, também e um veículos de comunicação, informação e sedução. A embalagem de
consumo e reconhecida hoje como um “importante argumento de venda de produtos”, dado o
seu significado comunicativo, trata-se de um cartão de visita ou de uma impressão digital de
um produto/marca.

Objetivo geral: Explicar a importância da embalagem sob a vida do consumidor e a


comunicação com o mesmo. Traçar-se-á um paralelo entre a atividade de design e a de
marketing, destacando-se que cada uma delas são importantes para a criação de embalagens
de sucesso.
Objetivos específicos: Partindo-se deste objetivo básico, este estudo pretende:
• Analisar o desenvolvimento e evolução da embalagem .
• Entender como a embalagem relaciona-se com o marketing.
• Embalagem e a globalização.
• Esclarecer qual o papel da embalagem na imagem do produto.
• Identificar como os diversos elementos que compõem uma embalagem projetam a imagem
desejada.

Embalagem
A embalagem é o primeiro contato do comprador com o produto. Se eficiente, atrai o
consumidor e estimula a escolha pelo produto. Com efeito, elas podem atuar como
“comerciais de cinco segundos”. Também afetam a experiência dos consumidores mais tarde,
quando abrem o pacote e usam o produto em casa. Alguns pacotes podem até ser
atrativamente expostos em casa. Uma embalagem diferenciada.
O produto e a embalagem estão tão inter-relacionados que não podem ser considerados um
sem o outro. O produto não pode ser planeado separado da embalagem, que por sua vez, deve
ser definida com base na engenharia, marketing, comunicação, legislação, economia e
inovação. (Abre, 2004).

Tipos de Embalagem
· Embalagem de venda ou embalagem primária: que compreende qualquer
embalagem concebida de modo a constituir uma unidade de venda para um utilizador
final ou consumidor no ponto de compra;
· Embalagem grupada ou embalagem secundaria: que compreende qualquer
embalagem concebida de modo a constituir, no ponto de compra, uma grupagem de
determinado número de unidades de venda, quer estas sejam vendidas como tal ao
utilizador ou consumidor final quer sejam apenas utilizadas como meio de
reaprovisionamento do ponto de venda, este tipo de embalagem pode ser retirado do
produto sem afetar as suas características;
· Embalagem de transporte ou embalagem terciária: que engloba qualquer
embalagem concebida de modo a facilitar a movimentação e transporte de uma serie
de unidades de venda ou embalagens grupadas, a fim de evitar danos físicos durante a
movimentação e o transporte, a embalagem de transporte não inclui os contentores
para transporte rodoviário, ferroviário, marítimo e aéreo.
No entanto, estas definições não estão completas, pois a embalagem tem outras funções para
alem da de simples proteção. Nos dias de hoje a embalagem também e utilizada como forma
de comunicação, o design de embalagem e cada vez mais cuidado pelas empresas com o
intuito de despertar a atenção do consumidor. A imagem de um produto transporta valores de
uma empresa, que junto do consumidor atua como agente de vendas. Pode-se dizer que a
embalagem vende por si só.
Os fatores que contribuem para que, cada vez mais, as embalagens sejam usadas como
ferramenta de marketing:
· Autosserviço: Um número crescente de produtos é vendido na forma de autosserviço.
Em um supermercado médio, que estoca cerca de 15 mil itens, o comprador comum
passa por aproximadamente 300 itens por minuto. Uma vez que cerca de 50 a 70 por
cento de todas as compras são decididas na loja, a embalagem eficaz deve
desempenhar muitas das tarefas de vendas: atrair a atenção, descrever os aspectos do
produto, criar confiança no consumidor e transmitir uma imagem geral favorável;
· Poder aquisitivo do consumidor: O aumento no poder aquisitivo do consumidor
significa que ele está disposto a pagar um pouco mais pela conveniência, aparência,
confiabilidade e prestígio de embalagens melhores;
· Imagem da marca e da empresa: As embalagens contribuem para o reconhecimento
instantâneo da empresa ou da marca. Na loja, podem produzir um efeito de outdoor,
como a marca Garnier Frutis com sua vibrante embalagem verde no corredor de
artigos para cabelo;

· Oportunidade de inovação: Uma embalagem inovadora, como tampas abre- -e-


fecha, pode trazer grandes benefícios para os consumidores e lucros para os
fabricantes
Uma embalagem deve atingir alguns objetivos:
1. Identificar a marca;
2. Transmitir informações descritivas e persuasivas;
3. Facilitar o transporte e a proteção do produto;
4. Fornecer orientações sobre a armazenagem em casa;
5. Fornecer orientações sobre o consumo do produto.
Para atingir os objetivos de marketing da marca e satisfazer os desejos dos consumidores, os
componentes estéticos e funcionais da embalagem devem ser escolhidos corretamente.
Quanto à estética, é preciso analisar tamanho, forma, materiais, cores, texto e ilustrações

Sendo que:
A cor é um aspecto particularmente importante da embalagem, e incorpora significados
diferentes de acordo com a cultura e o segmento de mercado.
Do ponto de vista funcional, o design estrutural é de crucial importância. Os elementos da
embalagem devem harmonizar entre si e com as decisões sobre determinação de preço,
propaganda e outros fatores de marketing.
Atualizações ou redesenhos de embalagem podem ocorrer com frequência para tornar a
marca mais contemporânea, relevante ou prática. Embora possam exercer impacto imediato
sobre as vendas, também podem ter uma desvantagem, como a PepsiCo aprendeu com sua
marca Tropicana. (Tropicana A PepsiCo teve um grande sucesso com a marca Tropicana,
adquirida em 1998. Então, em 2009, a empresa lançou uma embalagem reformulada para “atualizar
e modernizar” a marca. O objetivo era criar “apego emocional enaltecendo o suco e alardeando as
boas qualidades da fruta natural”. O Arnell Group foi responsável pela remodelação radical que
levou a um visual inteiramente novo, minimizando o nome da marca, realçando a importância da
frase “100 por cento laranja pura e natural” e substituindo a imagem do canudo espetado em uma
laranja na frente da embalagem pelo close de um copo de suco de laranja. A reação do consumidor
foi rápida e negativa. A embalagem parecia “feia” ou “simplória”, e alguns até mesmo a
confundiam com uma marca de loja. As vendas caíram 20 por cento. Depois de apenas dois meses, a
PepsiCo anunciou o retorno da antiga embalagem).

Por isso a embalagem deve ser projetada, e deve ser testada. Testes de engenharia são
conduzidos para assegurar que a embalagem resistirá a condições normais; testes visuais,
para assegurar que o texto ficará legível e as cores, harmoniosas; testes de distribuidores, para
assegurar que os distribuidores considerarão as embalagens atraentes e fáceis de manusear; e
testes de consumidor, para assegurar a resposta favorável dos compradores.

Embalagens e os seus materiais


A matéria-prima utilizada na sua fabricação e o que as distingue. As matérias-primas definem
tecnologias, custos, estruturas de mercado, finalidade de uso.
➢ Vidro
O vidro e um dos mais antigos materiais usados para a fabricação de embalagens. Armazena
medicamento, alimentos e bebidas, preservando-lhes o sabor e protegendo-os contra a
transmissão de gases.
➢ Metal
A folha-de-flandres, o laminado de alumínio e o aço, dão origem as latas de bebidas e
conserva, caixa, tabuleiros. As embalagens de metal aumentam o tempo de conservação do
conteúdo e podem resistir a pressão mecânica. As embalagens metálicas são infinitamente
recicláveis.

➢ Madeira
As caixas e os caixotes de madeira foram as primeiras embalagens modernas para transporte
de produtos manufacturados e matérias-primas. Os barris de madeiras são embalagens
excelentes para o acondicionamento de bebidas, onde aspectos como o envelhecimento e
paladar são relevantes.
➢ Papel e Papelão
Neste grupo estão os sacos e papeis de embrulho, formas simples e baratas de embalagem, as
caixas e cartuchos de papelão lisos as caixas de papelão ondulado, utilizadas como
embalagens por todos os segmentos da industria de transformação. O papel e papelão são
matérias-primas 100% bio degradáveis e recicláveis.

➢ Plásticos
Os plásticos foram introduzidos na fabricação de embalagens pos-guerra e englobam, entre
outros, sacos, grades,frascos, garrafas e garrafões, As embalagens de plástico são leves e
podem ser moldadas em diversos formatos.
O consumidor tende a ter uma comunicação visual sobre a embalagem e essa comunicação
vai depender da sua percepcao sobre o produto ou marca, elas são:
▪ Percepcao Humana: e a aplicação cuidadosa da mente a alguma coisa. Funcao
cerebral que atribui significado e estímulos sensoriais, a partir do histórico de
vivencias passadas. Quando um individuo responde a ym determinado estimulo e
porque diferenciou entre outros, por meio da percepcao. Os factores que influenciam
são:
❖ Atencao: ela funciona como um filtro para o grande numero de estímulos que
recebemos quando estamos interessados em alguma coisa;
❖ Cor luminosidade e brilho: Age sobre nossos sentimentos, sensibilidades e
humor.
❖ Percepcao do Tamanho: gira em torno da aproximação ou do afastamnto do
objecto.
❖ Percepcao da forma: A forma e uma ferramenta inconfudivel, so conseguimos
refistar a forma se o objecto

Utilização das embalagens como ferramenta de marketing


Com o advento do marketing, as empresas perceberam que a embalagem tinha um potencial muito
grande e inexplorado para os negócios e a comunicação. Hoje, sabe-se que uma embalagem com um
bom design e que alinhe praticidade e comodidade à vida do consumidor será fundamental para o
sucesso deste produto. Uma das grandes forças da embalagem está no fato de o marketing ser uma
batalha de percepção e não de produtos. E através deste sentido o marketing tem a função de fazer
com que o produto seja percebido de certa maneira, agregando a ele novos valores e significados,
afirma Mestriner.
Dentro de um supermercado, por exemplo, o consumidor está sempre em movimento e sua atenção
está dividida entre centenas de embalagens existentes nas gôndolas. Neste contexto a primeira missão
da embalagem é conseguir chamar a atenção deste consumidor. Após esta etapa, o design da
embalagem precisa também, de uma maneira clara e precisa passar todas as informações do produto
para o consumidor.
O produto precisa dizer “eu estou aqui, eu sou o produto feito exclusivamente para você”. Essa
mensagem, se entendida claramente pelo consumidor fará com que ele considere a possibilidade de
compra o produto.

É importante ressaltar que mesmo sem a compra, a embalagem possibilita a comunicação, a


visibilidade no ponto de venda. Muitas empresas optam por erro de investir grandes recursos
na comunicação dos produtos, sem preocupação com a embalagem. As empresas têm a
oportunidade para criar embalagens e impulsionar as compras, apresentando-se ao
consumidor com muito mais força do que as embalagens tradicionais que são vistas no dia-a-
dia, este potencial como oportunidade de negócios, transformando-as em embalagens
promocionais de datas comemorativas e eventos festivos em geral.

A embalagem e a globalização
A embalagem que irá ajudar a persuadir o consumidor a comprar o produto depende
amplamente dos fatores culturais de cada país. O tipo de embalagem, cor, formato, material
utilizado variam de acordo com as diversas preferências nacionais. Por exemplo, os
mexicanos preferem comprar detergentes em sacos de polietileno ao invés de caixas ou
tambores. Tamanho também reflete diferenças entre os países, em geral países mais pobres
tendem a preferir embalagens menores, em função do preço. na seleção de uma embalagem
para o mercado internacional é determinar as preferências nacionais, e então encontrar como
satisfazê-Ias.
O'Connor" identifica quatro fatores-chave relacionados com o design de embalagens globais:
• Apresentação gráfica da embalagem, por exemplo, ajuda a estabelecer uma unidade, onde
elementos básicos permanecem os mesmos nos mais variados mercados;
• Cor é o primeiro elemento que o consumidor vê e reage no momento da compra, mas é um
aspecto extremamente sujeito a diferenças culturais, por exemplo, na Arabia Saudita, o verde
é uma cor que simboliza qualidade, enquanto que no Japão é simbolizado pelo vermelho.
preto e dourado. Por essa razão. uma estratégia de cores excessivamente rígida pode
comprometer o sucesso de um produto;
• Linguagem aplica-se tanto à marca quanto ao "cooy' , e ao visual geral da embalagem, Uma
marca, por exemplo, pode ser excessivamente genérica em alguns mercados ou mesmojá ser
comercializada em outros;
•Formato, o elemento mais característico de algumas identidades de marca, tais como bebidas
ou perfumes, podendo ser mantido entre os vários países, transferindo o espírito do produto
através da embalagem.

Importância da Embalagem
A embalagem tem afetado radicalmente hábitos de consumo em todo o mundo, pois cada vez mais, o
comprador precisa utilizar menos acessórios na compra e uso do produto, tais como abridores,
sacolas, etc: Pode-se pegar um produto pré-embalado e levá-lo para casa, ou cozinhar um alimento em
um forno de micro-ondas diretamente na embalagem, latas "easy open" e assim por diante.
Um aspecto interessante do setor de embalagens é a diversidade de indústrias que o compõe:
indústrias de papel, vidro, plásticos, dentre outras, e, além disso, praticamente todos setores da
economia necessitam de embalagens, seja para transporte ou armazenagem, seja na comercialização
de produtos. Outro fator a ser ressaltado é o da importância do custo da embalagem em relação ao
custo final do produto.
Em geral a indústria cosmética e farmacêutica incorrem nos mais altos custos de embalagem, no
entanto, os principais usuários de embalagens estão no setor alimentício e de bebidas. Nestes setores
têm ocorrido significativos avanços em embalagens.
Outro aspecto interessante, é a influência de grandes problemáticas atuais, tais como o consumerismo,
poluição, reciclagem de materiais ou biodegradabilidade, no setor de embalagens. A embalagem deve
ser constantemente atualizada de acordo com as novidades surgidas, em função das muitas mutações
sociais, econômicas e culturais de nossa época. Tais evoluções ocorrem em termos de novos
materiais, novas formas ou mesmo novas cores que caem no gosto popular.
A embalagem está se tornando cada vez mais importante como um meio de comunicação,
promovendo a imagem do produto através de cores e design, expondo substanciais informações sobre
o produto, seu fabricante e material promocional.
Portanto, é claro que, ao longo dos anos, as embalagens foram ganhando cada vez mais importância
dentro do esquema geral de compra e venda de bens. Pouquíssimos produtos podem ser
comercializados sem embalagem, e há regras para as informações contidas nelas, sempre prezando o
melhor para o cliente. Além de tudo, as embalagens também são um canal de comunicação direto.
Ela pode servir para atrair o cliente e até mesmo para ensiná-lo sobre o uso do produto, como você
verá mais à frente.
Conclusão
Podemos ver que a embalagem serve de impulso para a aquisição de um bens, ela atrai, seduz
e mexe com a psique do consumidor. Inegavelmente, a embalagem é responsável por grande
parte da comunicação do produto. Tem participação destacada no ponto de venda, quando
não só deve atrair a atenção do consumidor para o seu produto dentre todos os seus
concorrentes, mas também transmitir o que está contido em seu interior fisicamente, e
principalmente toda uma série de fatores subjetivos e conotativos ligados à percepção do
produto e sua imagem.
A embalagem possui, ainda, a característica única de proteger o produto além de comunicá-
lo. Isso faz com que o processo de criação da embalagem não se preocupe apenas com os
aspectos estéticos, mas também com a aplicabilidade da solução gráfica sobre diversos
materiais, ou melhor, o material a ser utilizado na embalagem limita e simultaneamente cria
novos desafios à criação da embalagem.
O inter-relacionamento entre o departamento de marketing e a agência de criação vai permitir
que a criação faça uma embalagem que mostre o posicionamento imaginado pelo cliente. No
ponto de venda cabe à embalagem seduzir o consumidor, lembrando-o de que necessita de
algum produto específico elou, mais ainda, de uma determinada marca. A promoção de
vendas e uma atividade que utiliza a embalagem, seja na distribuição de cupons, seja na
distribuição de miniaturas da própria embalagem. A embalagem deve romper a barreira
psicológica do consumidor refletindo imagem e personalidade do produto.
Bibliografia
https://docplayer.com.br/30437885-Marketing-resumo-dos-capitulos-do-mercator-xxi-
fb1.html
https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4385703/mod_resource/content/1/Administra
%C3%A7%C3%A3o%20de%20Marketing%2C%20Kotler%20e%20Keller%2C%2014ed
%2C%202012.pdf
https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/11206/2/Texto%20integral.pdf

Você também pode gostar