Você está na página 1de 21

REVISÃO / HISTÓRIA MODERNA I

PROF. CARLOS EDUARDO (E CONVIDADOS)


QUESTÃO I / (Enem/1999)
"(...) Depois de longas investigações, convenci-me por "Aqueles que se entregam à prática sem ciência são
fim de que o Sol é uma estrela fixa rodeada de planetas como o navegador que embarca em um navio sem
que giram em volta dela e de que ela é o centro e a leme nem bússola. Sempre a prática deve
chama. Que, além dos planetas principais, há outros de fundamentar-se em boa teoria. Antes de fazer de um
segunda ordem que circulam primeiro como satélites em caso uma regra geral, experimente-o duas ou três
redor dos planetas principais e com estes em redor do vezes e verifique se as experiências produzem os
Sol. (...) Não duvido de que os matemáticos sejam da mesmos efeitos. Nenhuma investigação humana pode-
minha opinião, se quiserem dar-se ao trabalho de tomar se considerar verdadeira ciência se não passa por
conhecimento, não superficialmente mas duma maneira demonstrações matemáticas."
aprofundada, das demonstrações que darei nesta obra. (VINCI, Leonardo da. Carnets.)
Se alguns homens ligeiros e ignorantes quiserem cometer ➢ O aspecto a ser ressaltado em ambos os textos
contra mim o abuso de invocar alguns passos da Escritura para exemplificar o racionalismo moderno é:
(sagrada), a que torçam o sentido, desprezarei os seus
ataques: as verdades matemáticas não devem ser a) a fé como guia das descobertas.
julgadas senão por matemáticos." b) o senso crítico para se chegar a Deus.
(COPÉRNICO, N. De Revolutionibus orbium caelestium.) c) a limitação da ciência pelos princípios bíblicos.
d) a importância da experiência e da observação.
e) o princípio da autoridade e da tradição.
OLHA SÓ, RAPAZIADA.. O RENASCIMENTO CULTURAL É UM MOVIMENTO
PROFUNDAMENTE LIGADO À AFIRMAÇÃO DA BURGUESIA (SOB TODOS OS
ASPECTOS...), ÀS CIDADES (SURGIU NAS ITALIANAS...), AOS VALORES
“CLASSICISTAS” E LAICOS (LEMBRE-SE QUE LAICO E ATEU SÃO COISAS
DIFERENTES!). OBSERVEM O QUADRO COMPARATIVO ABAIXO!

*ASCETISMO: doutrina de pensamento ou de fé que considera a ascese, isto é, a disciplina e o autocontrole


estritos do corpo e do espírito, um caminho imprescindível em direção a Deus, à verdade ou à virtude.
GALERA, SEI QUE PENSARAM QUE ERAM DE KERSON, AS PINTURAS...KKKK...MAS A
DA ESQUERDA É DE MICHELÂNGELO BUONARROTI E A DA DIREITA, DE LEONARDO
DA VINCI. OBRAS MUITO CONHECIDAS QUE PERSONIFICAM OS VALORES DO, HOJE
DITO, “HOMEM MODERNO”.
QUESTÃO II / (ENEM 2014)
VEJA BEM... O HOMEM EUROPEU NÃO ENFRENTOU ESSE MEDO ASSIM, À TOA, HEIN???
RAPAZIADA..HOUVE VÁRIAS RAZÕES QUE LEVARAM À EXPANSÃO ULTRAMARINA!

PODEMOS DIZER QUE.. O MONOPÓLIO ÁRABE-ITALIANO NO


MEDITERRÂNEO IMPULSIONOU A BUSCA DE NOVAS ROTAS
MARÍTIMAS; A NECESSIDADE DE METAIS PRECIOSOS PARA A
CUNHAGEM DE MOEDAS (AS RESERVAS EUROPÉIAS ESTAVAM
ESCASSAS); INVESTIMENTO FINANCEIRO DAS MONARQUIAS NACIONAIS
AOS PROJETOS NÁUTICOS; CENTRALIZAÇÃO POLÍTICA DOS REINOS
ABSOLUTISTAS; ALIANÇA POLÍTICA ENTRE OS REIS E A BURGUESIA
MERCANTIL INTERESSADA NA LUCRATIVIDADE DA EXPANSÃO
ULTRAMARINA; DIVULGAÇÃO DA FÉ CRISTÃ PARA POVOS DE OUTROS
TERRITÓRIOS (LEGITIMOU O PROCESSO); PROGRESSO DA CIÊNCIA E
APERFEIÇOAMENTO DAS TÉCNICAS E INSTRUMENTOS NAVAIS.

OS PAÍSES IBÉRICOS FORAM OS PRIMEIROS A REUNIR


CONDIÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DAS NAVEGAÇÕES NO
“ULTRAMAR”.
FRANÇA, INGLATERRA E HOLANDA...

E AÍ, CADU!? BELEZA? CARA, VIM,


RAPIDINHO, PRA FALAR PRA ESSE
PESSOAL QUE, POR QUESTÕES POLÍTICAS
INTERNAS, PRINCIPALMENTE
RELACIONADAS AO PROCESSO DE
CENTRALIZAÇÃO ESTATAL E ESTABILIDADE,
ESSES PAÍSES AÍ SÓ DESENVOLVERAM
SUAS NAVEGAÇÕES DEPOIS...ENTRE OS
SÉCULOS XVII E XVII. EU SEI QUE TU ME
CONVIDASTE PRA PARTICIPAR DESSA
AULA PRA DIZER ISSO E, TAMBÉM, QUE
GALERA, CHAMEI UM AMIGO ESSES PAÍSES TIVERAM GRANDE NÚMERO
MEU, JACK SPARROW, PARA DE PIRATAS E CORSÁRIOS.
FALAR COM VOCÊS, RAPIDINHO!
FALA AÍ, JACK!
GALERA, MEU NOME É CRISTÓVÃO COLOMBO... AQUI, DE
MÁSCARA NO COMBATE À COVID19! QUERIA DIZER A
VOCÊS QUE, DEPOIS DA EXPANSÃO MARÍTIMA, MUITA
COISA MUDOU....POR EXMPLO...O COMÉRCIO EM ESCALA
MUNDIAL FOI AMPLIADO: A REVOLUÇÃO COMERCIAL;
O MAR MEDITERRÂNEO DEIXOU DE SER O PRINCIPAL EIXO
ECONÔMICO, QUE PASSOU A SER O OCEANO ATLÂNTICO;
DESENVOLVIMENTO DE CIDADES COMO DE LISBOA E
SEVILHA; O SURGIMENTO DO COLONIALISMO E IMENSA
CIRCULAÇÃO DE DINHEIRO E INFLAÇÃO, RESULTANTE DA
GRANDE ENTRADA DE METAIS PRECIOSOS, VINDOS DA
EXPLORAÇÃO DAS RIQUEZAS DAS TERRAS DESCOBERTAS,
QUE OCASIONOU A “REVOLUÇÃO DOS PREÇOS”. FIQUEM
EM CASA, MENINOS E MENINAS!!!
QUESTÃO III / (ENEM 2012)
Sobre a colonização europeia na América, leia as assertivas.
I. As colônias de exploração, típicas da colonização ibérica na América, apresentavam traços comuns: o
emprego do trabalho compulsório, associado aos interesses mercantis.
II. A exploração colonial espanhola organizou-se por meio do sistema de porto único.
III. Na América espanhola, em geral, ocorreu a exploração do trabalho forçado dos povos indígenas, por
meio da encomienda, mita e cuatequil.
IV. A retomada da política ultramarina e colonial francesa na Nova França, atual Canadá, no início do
século XVII, foi possível com o fim das guerras entre católicos e huguenotes.
V. No século XVII, um pequeno número de povoadores ingleses puritanos, perseguidos por questões
religiosas, fundou a colônia de povoamento de Massachusetts, na América do Norte. Estão corretas as
afirmações
A) I, II e V, apenas.
B) I, III e V, apenas.
C) II, III e IV, apenas.
D) III, IV e V, apenas.
E) I, II, III, IV e V.
OLÁ, MIÚDOS, EU
“DESCOBRI” O BRASIL.
DEPOIS ESSAS TERRAS
FORAM CONQUISTADAS
ASSIM...FIQUEM BELOS
E BELAS PRA FOTO AÍ...
CUIDEM-SE!!!!
QUESTÃO IV / (ENEM 2012)
A. a humanidade do rei, pois retrata um
homem comum, sem os adornos próprios
à vestimenta real.
B. a unidade entre o público e o privado,
pois a figura do rei com a vestimenta real
representa o público e sem a vestimenta
real, o privado.
C. o vínculo entre monarquia e povo, pois
leva ao conhecimento do público a figura
de um rei despretensioso e distante do
poder político.
D. o gosto estético refinado do rei, pois
evidencia a elegância dos trajes reais em
relação aos de outros membros da corte.
Charge anônima. BURKE, P. A fabricação do rei. Rio de Janeiro: E. a importância da vestimenta para a
Zahar, 1994. (Foto: Enem)
constituição simbólica do rei, pois o
Na França, o rei Luís XIV teve sua imagem fabricada corpo político adornado esconde os
por um conjunto de estratégias que visavam defeitos do corpo pessoal.
sedimentar uma determinada noção de soberania.
Neste sentido, a charge apresentada demonstra:
ESTADOS ABSOLUTISTAS ERAM
ESTRUTURAS POLÍTICAS NAS
QUAIS, POR IMPOSIÇÕES E /OU NA PRÁTICA, ESSES PODERES
ACORDOS, O REI CONCENTRAVA ERAM ENORMES, MAS NÃO
OS TRÊS PODERES EM SUAS ILIMITADOS. O REI, POR EXEMPLO,
MÃOS. DIALOGAVA E ATENDIA
INTERESSES NO CLERO, NA
NOBREZA E DA BURGUESIA.

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO
ABSOLUTISMO: CONCENTRAÇÃO
DE PODERES, PRIVILÉGIOS SOCIAIS
E ORIGEM/STATUS, ASSOCIAÇÃO
ENTRE PODER POLÍTICO E
ESPIRITUAL E MERCANTILISMO.
MERCANTILISMO TAMBÉM TEM
OUTRAS PRÁTICAS
COMPLEMENTARES...

POLÍTICA DEMOGRÁFICA FAVORÁVEL,


VIOLENTO COMBATE AO ÓCIO, CONTROLE
DE MÃO DE OBRA, INVESTIMENTOS
BÉLICOS, CONTROLE DE MATÉRIAS PRIMAS,
POLÍTICAS FAVORÁVEIS ÀS MANUFATURAS.
GALERA, NICOLAU
MAQUIAVEL QUER
FALAR RAPIDINHO
COM VOCÊS!

E AÍ, GALERA DO
IFMA-BDC!? ESSES
SOMOS NÓS, OS
TEÓRICOS DO
ABSOLUTISMO!
VALEU, CADU!
CUIDEM-SE!!!
QUESTÃO V / (UnB-DF)
A Reforma Protestante rompeu a unidade cristã existente na Europa e deu origem a
uma reforma religiosa na Igreja Católica, a chamada Contrarreforma. A esse respeito
julgue os itens adiante:
( ) C ( ) E – O combate ao lucro e à usura, bases da vida comercial e financeira que se
dinamizava ao final da Idade Média, mostrava o descompasso da Igreja romana em
relação às transformações ocorridas na sociedade.
( ) C ( ) E – As ideias de Lutero centravam-se na salvação pela fé e na leitura direta e
interpretação pessoal do Evangelho, além de contestarem a supremacia da Igreja sobre
o Estado.
( ) C ( ) E – Exaltando o trabalho e a poupança na conduta humana, Calvino consagrava
valores morais e políticos defendidos pela burguesia mercantil.
( ) C ( ) E – A Contrarreforma significou a tentativa da Igreja Católica de reorganizar-se
com base em princípios liberais: abrandamento da hierarquia clerical e da autoridade
papal, tolerância quanto aos hereges e abandono das práticas de censura.
MUITO OBRIGADO, RAPAZIADA!!! ATÉ A PRÓXIMA!!!
GABARITO

1. D
2. C
3. E
4. E
5. C-C-C-E