Você está na página 1de 5

Ano Letivo 2020-20201

Física e Química A
11º Ano
FICHA DE TRABALHO Nº 1

1. Por combustão completa do etanol (CH 3CH2OH) obtém-se dióxido de carbono e vapor de água.
1.1. Que quantidade de oxigénio se consome na combustão de 2,30 g de etanol?
1.2. Que volume de dióxido de carbono, nas condições PTN, se obtém quando se queimam 184 g de
etanol?
1.3. Que quantidade de água se forma quando se obtém 179,2 cm 3 de dióxido de carbono (PTN)?

2. O sulfato de amónio, (NH4)2SO4, usado como fertilizante, é preparado industrialmente pela reação do
amoníaco, NH3 (g), com o ácido sulfúrico, H2SO4 (aq).

Dados: M((NH4)2SO4) = 132,17 g mol−1; M(NH3) = 17,04 g mol−1


2.1. Escreva a equação química que traduz a preparação do sulfato de amónio.
2.2. Calcule a massa de amoníaco que é necessária para preparar 10,0 toneladas de fertilizante.

3. O metal magnésio reage com o ácido clorídrico de acordo com a equação química seguinte:
Mg (s) + 2 HCℓ (aq) → MgCℓ2 (aq) + H2 (g)
Qual a quantidade máxima de magnésio metálico que pode reagir com 300 mL de uma solução 30,0%
em massa de ácido clorídrico, sabendo que a densidade desta solução ácida é 1,15 g cm −3?
Dados: M(Mg) = 24,31 g mol−1; M(HCℓ) = 36,46 g mol−1

4. Aqueceram-se 20 kg de calcário (carbonato de cálcio - CaCO 3) com 40 % de impurezas. Calcule a


quantidade de cal (óxido de cálcio) obtida na reação.

5. Uma amostra de carbonato de sódio, Na 2CO3, reage com uma solução 1,026 x 10 -1 mol dm−3 em ácido
clorídrico, HCℓ (aq), de acordo com a equação química seguinte:
Na2CO3 (aq) + 2 HCℓ (aq) → 2 NaCℓ (aq) + CO 2 (g) + H2O (ℓ)
Sabe-se que 0,1247 g de carbonato de sódio reage com 14,78 mL de solução de ácido clorídrico.
Determine o grau de pureza da amostra de carbonato de sódio.
Dado: M(Na2CO3) = 105,99 g mol−1

6. Adicionaram-se 20,0 cm3 de ácido sulfúrico a 30,0 cm 3 de uma solução aquosa de hidróxido de sódio cuja
concentração mássica era de 4,0 g.dm-3. A equação correspondente a esta reação é a seguinte:
H2SO4 (aq) + 2 NaOH( aq) ® Na2SO4 (aq) + 2 H2O (l)
6.1. Calcule a quantidade de hidróxido de sódio presente nos 30,0 cm 3 de solução.
6.2. Indique a concentração molar da solução de hidróxido de sódio.
6.3. Que massa de ácido sulfúrico reagiu?
6.4. Determine a concentração do ácido sulfúrico, sabendo que a reação foi completa.

1
7. Uma campanha para a promoção da luta contra o aquecimento global pretendia sensibilizar as pessoas
para a redução das emissões de CO 2 através de gestos simples, como, por exemplo, diminuir o consumo
de gás a nível doméstico. O objetivo era que cada pessoa reduzisse a emissão diária de CO 2 em 1,0 kg.
Considere que o gás doméstico (gás de botija) é constituído exclusivamente por butano.
7.1. Indique a fórmula química do butano.
7.2. Escreva a equação química que traduz a reação de combustão do butano.
7.3. Determine, considerando a reação completa:
7.3.1. a massa mínima de gás butano que se deve deixar de queimar para atingir o objetivo.
7.3.2. o volume de oxigénio, em condições PTN, que deixaria de ser consumido.

8. A emissão de dióxido de enxofre, SO2, para a atmosfera pode provocar prejuízos graves para o
ambiente, pois contribui para a acidificação da água da chuva.
Um dos processos utilizados na indústria para o tratamento dessas emissões gasosas pode ser traduzido
globalmente pela equação química seguinte:
2 SO2 (g) + O2 (g) + 2 CaCO3 (s)  2 CaSO4 (s) + 2 CO2 (g)
Sabendo que numa determinada indústria as emissões diárias de SO 2 são 150 kg, calcule:
8.1. A massa mínima de calcário (carbonato de cálcio, CaCO 3), com 20% de impurezas, que é necessária
utilizar diariamente para tratar as emissões de SO 2.
8.2. O rendimento do processo, considerando que a massa de sulfato de cálcio obtida foi de 285 kg.

9. Na combustão de 44,8 dm 3 de propano, C3H8 (g), com excesso de oxigénio, obtiveram-se 150 g de dióxido
de carbono, CO2 (g), nas condições PTN. A equação química que traduz esta reação é:
C3H8 (g) + 5 O2 (g) → 3 CO2 (g) + 4 H2O (g)
9.1. Determine o rendimento da reação.
9.2. Que volume de oxigénio se consome, nas condições PTN?

10. Fizeram-se reagir 3,00 g de alumínio puro com 200 mL de ácido sulfúrico de concentração 0,5 mol.dm -3
para obter sulfato de alumínio (Al 2(SO4)3) e hidrogénio.
10.1. Escreva a equação química que traduz a reação descrita.
10.2. Qual é o reagente limitante? Justifique.
10.3. Que volume de hidrogénio se obteve, nas condições PTN?
10.4. Determine a massa de reagente em excesso que ficou por reagir.

11. A combustão de uma determinada amostra de metano, CH 4 (g), numa reação química com 90% de
rendimento, originou 13,44 dm3 de dióxido de carbono, CO2 (g). Além deste produto da reação, obteve-
se ainda vapor de água nas condições PTN.
11.1. Escreva a equação química que traduz a combustão do metano.
11.2. Determine a massa de metano que reagiu.
11.3. Calcule o número de moléculas de vapor de água que se libertaram.

12. Durante muitos anos utilizou-se a combustão de magnésio como fonte de luz para fotografia.
Observava-se uma luz branca muito intensa, que “feria” os olhos quando se olhava diretamente, e era
visível a deposição de um pó branco na lâmpada, como produto da combustão.
12.1. Traduza esta reação pela respetiva equação química.
12.2. Para cada fotografia era necessário utilizar uma amostra de 2,0 g de magnésio e um volume de O 2
de 1000 cm3 (condições PTN).
12.2.1. Identifique o reagente limitante. 12.2.2. Determine a quantidade de produto formado.
2
13.Na figura pode ver-se uma representação da reação do sódio metálico, Na, com o cloro gasoso, Cℓ2.

13.1. Escreva a equação química da reação representada.


13.2.Identifique, justificando, o reagente limitante e o
reagente em excesso.
13.3.Calcule:
13.3.1. o valor máximo da massa de cloreto de sódio que
se pode obter quando se fazem reagir 1,50 g de sódio
metálico com 1,50 g de cloro gasoso.
13.3.2. a massa de reagente em excesso no final da
reação.

14. A partir de 21,0 g de ácido acético e 11,5 g de hidróxido de magnésio obtiveram-se 10,0 g de acetato de
magnésio, de acordo com a equação química:
2 CH3COOH ( aq) + Mg(OH)2 (aq) ® Mg(CH3COO)2 ( aq) + 2 H2O (l)
Qual o rendimento da reação?

15. Na combustão de 67,2 dm3 de propano com excesso de oxigénio, em condições PTN, obtiveram-se 300
g de dióxido de carbono.
15.1. Escreva a equação química que traduz esta reação.
15.2. Determine o rendimento da reação.

16. Na combustão de 200,0 g de carvão, com 80 % de pureza, obtiveram-se 500,0 g de dióxido de carbono.
Calcule o rendimento da reação.

17. Fazendo reagir 100,0 g de sulfureto de carbono e 200,0 g de cloro, obtém-se tetraclorometano de
acordo com a equação química:
CS2 + 3 Cl2 ® CCl4 + S2Cl2
17.1. Qual é o reagente limitante?
17.2. Determine a massa de reagente em excesso que não reagiu.
17.3. Calcule a massa de tetraclorometano obtida, considerando que o rendimento da reação é de 80%.

18. A azida de sódio, NaN3, é uma substância que faz parte de muitos sistemas de airbag em veículos. Esta
substância, quando aquecida a cerca de 300 °C, decompõe-se vigorosamente em sódio metálico, Na, e
nitrogénio gasoso, N2.
18.1. Escreva a equação química que traduz a reação de decomposição da azida de sódio.
18.2. Calcule:
18.2.1. o volume de N2 gasoso que se forma na decomposição completa de 8,30 g de NaN 3,
considerando que o volume molar do N2 gasoso, a essa temperatura, é 47,0 dm3 mol 1.
18.2.2. a massa de NaN3 necessária para produzir 9,0 L de N 2 gasoso, supondo que o rendimento da
reação é 80%.

19. O silício ultrapuro que se usa no fabrico dos chips e circuitos eletrónicos é produzido industrialmente a
partir de areia, por redução do seu principal componente, a sílica (SiO 2), pelo carbono segundo a
equação:
SiO2 (s) + 2 C (s) ® Si( l) + 2 CO (g)
Sabendo que cada chip contém 0,30 g de silício, calcule o número de chips que se podem fabricar,
partindo de 12,02 kg de sílica e de 7,20 kg de carbono.

3
20. Pretende-se obter 25,4 g de cloreto de zinco fazendo reagir ácido clorídrico com zinco com um grau de
pureza de 70%. A reação ocorre com um rendimento de 80%. Que massa de zinco deve ser utilizada?

21. Considere a reação entre o ácido sulfúrico e o hidróxido de sódio:


H2SO4 (aq) + NaOH(aq) ® Na2SO4 (aq) + H2O(l)

Misturaram-se 147,0 g de ácido sulfúrico e 100,0 g de hidróxido de sódio. O reagente em excesso e a


sua respetiva massa que não reage são:
(A) o hidróxido de sódio e sobram 30,0 g
(B) o ácido sulfúrico e sobram 22,6 g
(C) o ácido sulfúrico e sobram 24,4 g
(D) o hidróxido de sódio e sobram 22,6 g
(E) o hidróxido de sódio e sobram 24,4 g

22. O oxigénio pode ser obtido a partir da decomposição térmica do clorato de potássio, KClO3, segundo a
equação química:
2 KClO3 (s) ® 2 KCl (s) + 3 O2 (g)

A massa de clorato de potássio, com 15 % de impurezas, para se obter 5,0 L de oxigénio, em condições
PTN é, considerando um rendimento de 80%:
(A) 9,0 g (B) 34,2 g (C) 27,4 g

23.O cobre metálico, Cu, reage com o ácido nítrico concentrado, HNO 3, (68% em massa e com uma
densidade 1,42 g cm3), de acordo com a seguinte equação química:
4 HNO3 (aq) + Cu (s)  Cu(NO3)2 (aq) + 2 NO2 (g) + 2 H2O (l)

Num reator colocaram-se 100 g de cobre metálico e 250 mL de ácido nítrico.


Determine o rendimento do processo, considerando que a massa de nitrato de cobre obtida foi 110 g.

24.A hidrazina, N2H4, é um combustível usado em satélites e naves espaciais como, por exemplo, nas
missões Apollo de ida à Lua. A hidrazina pode ser produzida a partir da reação do amoníaco com
hipoclorito de sódio, de acordo com a equação química seguinte:
2 NH3 (aq) + NaOCℓ (aq)  N2H4 (aq) + NaCℓ (aq) + H2O (l)

24.1. Calcule o rendimento da reação, em percentagem, considerando que se obtêm 198 g de hidrazina
quando se fazem reagir 240 g de amoníaco com hipoclorito de sódio em excesso.
24.2. Indique três possíveis razões para o rendimento da reação não ser 100%.
24.3. Calcule a economia atómica (em %) neste processo de produção de hidrazina.
24.4 .Explique a diferença entre rendimento e economia atómica de um dado processo químico.

25.O cobre, Cu, é um metal que pode ser obtido a partir de minérios na forma de sulfuretos, como a
calcosite, Cu2S, e na forma de óxidos, como a cuprite, Cu 2O.
Dois processos para extração de cobre metálico, por aquecimento, podem ser traduzidos pelas
equações químicas (1) e (2):
2 Cu2O (s) + C (s)  4 Cu (s) + CO2 (g) (1)
Cu2S (s) + O2 (g)  2 Cu (s) + SO2 (g) (2)

Compare a eficiência dos dois processos de extração do cobre com base na economia atómica, em
percentagem, para cada uma das reações.

4
26.O ácido adípico, HOOC(CH2)4COOH, (ou ácido hexanodióico) é uma matéria-prima muito importante na
indústria química. É usado principalmente na produção do nylon-6,6, de fibras sintéticas, plásticos,
poliuretanos, elastómeros e lubrificantes sintéticos.
A síntese do ácido adípico, a seguir representada, é um dos processos referenciados como exemplo de
«química verde».

26.1. Determine a massa de ácido adípico que se poderá obter a partir de 30 kg de ciclohexeno, C 6H10,
considerando que o rendimento da reação é 93%.
26.2. A «química verde» baseia-se em doze princípios, os quais devem ser considerados quando se
pretende implementar processos industriais com um mínimo de impacto ambiental.
Dois desses princípios são apresentados a seguir:
• Economia atómica: Os métodos sintéticos devem ser desenvolvidos no sentido de maximizar a
incorporação de átomos dos reagentes no produto final.
• Sínteses de produtos menos perigosos: Sempre que possível, a síntese de um produto deve
utilizar e originar substâncias de pouca ou nenhuma toxicidade para o ambiente e a saúde
humana.
Compare a síntese verde do ácido adípico com o processo industrial clássico, representado a seguir,
quanto ao cumprimento dos dois princípios acima referidos.

SOLUÇÕES

1.1. 1,50 mol 1.2. 179,2 dm3 1.3. 1,2 x10-2 mol 2.2. 2,5 t 3. 1,42 mol 4. 119,9 mol 5. 64,6 %
-3 -3 -2 -3
6.1. 3 x10 mol 6.2. 0,1 mol dm 6.3. 0,147 g 6.4. 7,5 x10 mol dm
7.3.1. 329,9 g 7.3.2. 826,3 dm3 8.1. 292,9 kg 8.2. 89,4%
3
9.1. 56,8% 9.2. 224 dm 10.2. H2SO4 10.3. 2,24 dm3 10.4. 1,16 g
23 -2
11.2. 10,75 g 11.3. 7,22 x10 12.2.1. Mg 12.2.2. 8,2x10 mol
13.2. reagente limitante é Na 13.3.1. 2,45 g 13.3.2. 0,53 g 14. 40,2 % 15.2. 75,7 % 16. 85,4 %
3
17.1. Cl2 17.2. 28,2 g 17.3. 115,7 g 18.2.1. 9,16 dm 18.2.2. 10,4 g 19. 18729 chips
20. 21,49 g 21. (C) 22. (C) 23. 61,1 % 24.1. 87,7 % 24.3. 29,5 % 25. 85,2 % e 66,5 %
26.1. 49,6 kg.