Você está na página 1de 17

CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS

DISCIPLINA: PERÍCIA CONTÁBIL

PROFESSOR: EUGÊNIO PIVA

LAUDO PERICIAL TRABALHISTA

Acadêmico(as):

Geovan Ribeiro
Mateus Barros de Sousa
Marcos Felipe

ARAGUAÍNA - TO
MAIO / 2021
LAUDO PERICIAL TRABALHISTA

Junta de Conciliação e julgamento de Araguaína- TO

Processo n°: 000000001/00

Reclamante: Maria Laura

Reclamada: Design de Interiores Ltda


1 Objetivo Do Laudo

Este Laudo Pericial tem por objetivo a Produção de Prova Técnica na


apuração das devidas verbas rescisórias a serem recebidas pelo reclamante em
Processo de Reclamação Trabalhista registrado sob o nº 000000001/00 na 2º Vara
Cível da Comarca de Araguaína - TO, movida pelo Reclamante Maira Laura contra a
Reclamada Loja Design de Interiores Ltda.
2 Estudo de Caso

Reclamatória Trabalhista

O seguinte estudo de caso abrange os fatos que originaram a reclamatória


trabalhista em evidência, onde foi elaborado um resumo para a elaboração dos
cálculos, constituída em planilha eletrônica. Neste caso, será evidenciado o
levantamento dos fatos que ocasionaram a perícia solicitada pelo reclamante e as
provas comprobatórias para a mesma, onde será observado os anos trabalhados de
acordo com o calendário gregoriano, reajustes de salário anual, horas extras, férias,
decimo terceiro e recolhimento do INSS, FGTS. O reclamante solicita o pagamento
das verbas abaixo citadas:

Reajuste Salarial

O reclamante solicita o pagamento da diferença salarial referente a todos os


meses por ele trabalhado, de acordo com os reajustes da convenção coletiva do
SECETO (Sindicado dos Comerciantes), sendo que esta ocorre anualmente.

Horas Extras

Conforme o contrato de trabalho assinado pelo empregado e o empregador,


onde é mencionado a jornada de 44 horas semanais e 220 horas mensais, sendo
que a empresa trabalha no regime de dois turnos, ou seja, 16 horas por dia, o
empregado reclama do não pagamento das devidas horas extras executadas, sendo
que trabalhava na carga horaria de segunda a sábado, no turno A: de 06 da
trabalhava em média todos os dias da semana até as 19.00 pois depois de fechar o
expediente ainda tinha que permanecer em torno de 1.00 por dia para a realização
do fechamento diário das vendas e prestação de contas das vendas e valores
recebidos. Aos sábados em função deste fechamento o horário era estendido até as
13.00 horas.

13° Salário

Será calculado as horas extras devidas e em seguida feito a média que será
paga referente ao 13° salário, visto que a mesma não foi paga, devido ao não
pagamento das horas extras trabalhadas.
FGTS

O cálculo do deposito mensal do FGTS será realizado para evidenciar a


diferença que ocorreu conforme o reajuste salarial de cada ano, sendo que o mesmo
é de direito do reclamante.

Para a realização dos cálculos trabalhista, será necessário a utilização das


convenções CCT SECETO referentes aos anos trabalhados. Também será
consultado o calendário gregoriano dos anos trabalhados, para a contabilização dos
dias úteis, sábados, domingos e feriados e a tabela dos descontos do INSS de
2017/2020 para o correto recolhimento dos mesmos. Em seguida será calculado o
reajuste de salário, as horas extras, FGTS e sua respectiva multa, férias e 13°
salário devidas ao empregado.
3 Laudo Pericial

 Cálculo Reajustes Salariais 

Reajustes Salariais referem-se aos aumentos nos salários dos trabalhadores,


que ocorrem anualmente e obrigatoriamente, sendo estes definidos por respectivos
sindicatos seguindo a Convenção Coletiva de Trabalho. O cálculo de reajustes
salarias que o referido instrumento se refere, compete aos salários que o funcionário
reclamante deveria ter recebido em cada mês. O reajuste salarial foi feito em
observância a convenção coletiva do SECETO dos anos de 2017/ 2018/ 2019/ 2020;
assim conforme está configurado na Lei; utilizando a data de admissão do
funcionário como base para analisar se o mesmo possui direito ao percentual
integral do reajuste. Em 2017, por ter sido contratado já no início do ano, o
empregado tem direito a valor proporcional do reajuste, calculado pela divisão da
porcentagem estabelecida na convenção, multiplicando o resultado pela quantidade
de meses trabalhadas no ano pelo funcionário, o equivalente a 1,10% relativos a 6
meses. (2,20%/12= 0,183 x 6= 1,10%). Com isso, é estabelecido que até o reajuste
do próximo ano, o empregado deveria ter recebido o valor do salário somado ao
reajuste de R$ 26,40, totalizando em R$ 1.853,93. Nos anos seguintes, o reajuste
deveria ter sido de forma integral, aplicando a alíquota de reajustes sobre o valor
salarial corrigido.

 Horas Extras 50%


 
O cálculo das horas extras 50% foram feitas com base no salário reajustado
dos anos trabalhados pelo reclamante, referente ao período de 1 hora extra diária
durante todo o período trabalhado, conforme a sentença do juiz, sendo que a
diferença encontrada a partir da perícia a ser paga foi o valor de 8904,08.

HORAS EXTRAS 50%


TOTAL A SER
PAGO R$ 8.904,08
Fonte: Elaborado pelo perito
 Cálculos Base do Salário e INSS

O cálculo da base salarial foi elaborado de acordo com a renda estabelecida


conforme convenção coletiva e seus reajustes de cada ano, juntamente com o
somatório de eventuais proventos, como gratificação e as horas extras trabalhadas
pelo funcionário. Em seguida, foi utilizada a alíquota de 8% descontada do salário
base para o recolhimento do INSS (Instituto Nacional De Seguridade Social). A
alíquota calculada está estabelecida na tabela do INSS, seguindo as alterações
ocorridas entre os anos de 2017 a 2020.

 Cálculos Décimo Terceiro Salário 

Os cálculos referentes ao décimo terceiro salário, foram elaborados conforme


o salário base, sendo acrescido das eventuais horas extras. Esse benefício de
direito do colaborador, acontece anualmente, sendo proporcional ao período
trabalhado a cada ano. No presente estudo de caso, o benefício foi calculado
mensalmente, ou seja, evidenciando o saldo de cada mês. Da mesma forma, há o
desconto de 8% referente ao INSS, obedecendo o estabelecido pela tabela da
Previdência Social. 
Este benefício está redigido no art. 7º, VIII,CF e Leis nº 4090/62 e 4749/65.

 Cálculos FGTS e Salário Líquido

O cálculo do FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço) foi elaborado


conforme a alíquota de 8% estabelecido pela legislação, sobre o salário base com
seus respectivos reajustes. Este é um provento depositado pelo empregador, sendo
de direito do colaborador.
Já o salário líquido, refere-se ao salário base menos o desconto do INSS, ou
seja, o salário descontado. 
  
 Cálculos das Férias 
          Os cálculos relacionados às férias, foram elaborados conforme o salário base
mais o reajuste salarial, sendo acrescido das eventuais horas extras. Esse benefício
é de direito do empregado, acontece anualmente, sendo proporcional ao período
trabalhado a cada ano. No presente trabalho, o benefício foi calculado mensalmente,
ou seja, mostrando o saldo de cada mês. O Cálculo das férias é a soma do salário
líquido com o reajuste salarial, mais a hora extra de cinquenta por cento, o terço das
férias é calculado dividindo o salário base por três, ou seja, proporcional a 1/3. 
A legislação sobre férias consta na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT),
no Decreto-Lei nº 1.535, de 15 de abril de 1977 e na Lei nº 13.467/17 (Reforma
Trabalhista).

 Cálculos do INSS das Férias 

Da mesma forma, o cálculo do INSS (Instituto Nacional De Seguridade


Social), foi calculado em cima das férias mais o terço de férias, vezes os oito por
cento, que é o desconto da porcentagem proporcional referente ao INSS,
obedecendo o que é estabelecido pela tabela da Previdência Social. 

 Cálculos do FGTS das Férias


  
O cálculo do FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço) foi elaborado
conforme a alíquota de oito por cento estabelecido pela legislação, em cima do
cálculo das férias mais o terço das férias. Este é um provento depositado pelo
empregador, sendo de direito do colaborador, esse provento e livre de desconto. Já
o salário líquido, refere-se ao salário base menos o desconto do INSS, ou seja, o
salário descontado.
O FGTS pode gerar uma multa caso o funcionário seja demitido, deve-se
somar todos os valores referente ao FGTS e multiplicar por quarenta por cento para
determinar o valor que deverá ser pago ao reclamante.  
 
 Cálculos das Férias Líquidas
Os cálculos relacionados às férias Líquidas são feitos sobre as férias mais o
terço das férias, menos o desconto do INSS, assim dando o valor a líquido que o
funcionário deve receber por direito. 

 Cálculos das Rescisão

Os cálculos relacionados às resci são feitos sobre as férias mais o terço das
férias, menos o desconto do INSS, assim dando o valor a líquido que o funcionário
deve receber por direito. 
4 Proposta de Honorários

EXCELENTÍSSIMO SENHOR, DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 2º VARA CÍVEL DA


COMARCA DE ARAGUAÍNA/TO

Processo nº 000000001/00

Mateus Barros de Sousa, brasileiro, solteiro, perito, RG nº 7891234, inscrito no CPF
sob o nº 001.002.003-04, e no Conselho Regional de Contabilidade do Tocantins
sob nº TO-23456/O, Geovan Ribeiro, brasileiro, solteiro, perito, RG nº 0123456,
inscrito no CPF sob o nº 123.456.789-00 e no Conselho Regional de Contabilidade
do Tocantins sob nº TO-45678/O, Marcos Felipe, brasileiro, casado, perito, RG nº
5678900, inscrito no CPF sob o nº 010.020.030-00 e no Conselho Regional
de Contabilidade do Tocantins sob nº TO-01238/O, peritos nomeados no processo
de número em epígrafe (fls. nº02), vem, respeitosamente, perante Vossa Excelência
apresentar PROPOSTA DE HONORÁRIOS, conforme planilha abaixo:

Planejamento 6 horas

Pesquisa documental 6 horas

Equipe técnica e outros técnicos 7 horas

Respostas de quesitos 9 horas

Elaboração do Laudo 34 horas

Total 62 horas

Considerando-se que o trabalho terá a duração de 62 horas, o valor total dos


honorários será de R$ 24.495,58 (vinte e quatro mil quatrocentos e noventa e cinco
reais e cinquenta e oito centavos), sendo certo que o valor de cada hora é de
R$ 395,09 (trezentos e noventa e cinco reais e nove centavos).
Os honorários deverão ser depositados antes do início do trabalho pericial e
levantados mediante alvará judicial para este fim, que deverá ser expedido no
momento da entrega do laudo em cartório.
O valor desta proposta não cobre eventuais quesitos suplementares. Caso as partes
apresentem quesitos suplementares, o total do valor dos honorários
supramencionado ficará acrescido de 50% (cinquenta por cento), depositados nos
mesmos moldes do valor inicial.

TERMO EM QUE ESPERA DEFERIMENTO

Araguaína, 21 de abril de 2021.


Mateus Barros de Sousa
CRC nº TO-23456/O

5 Termo de Diligência
Processo nº 000000001/00
Requerente: Maria Laura
Requerido: Loja de Design de Interiores Ltda
Peritos contadores: Mateus Barros de Sousa, CRC nº TO-23456/O; Geovan
Ribeiro, CRC nº TO-45678/O; Marcos Felipe, CRC nº TO-45678/O.
Na qualidade de Perito Contador, nomeado pelo MM. Juízo em referência e/ou
Perito Contador indicado pelas partes, nos termos do artigo 429 do Código do
processo Civil e das Normas Brasileiras de Contabilidade – NBC T 13 – Da Perícia
Contábil – itens 13.3.4, 13.3.5 e 13.3.6, solicita-se que sejam fornecidos ou postos à
disposição, para análise, os documentos a seguir indicados.
a) Contra cheques de pagamentos dos colaboradores de março 2012
a agosto
2018;
b) Folha de ponto de maio de 2017 a outubro de 2020;
c) Guias de recolhimento de FGTS, INSS e IRRF de maio 2017 a
outubro de 2020;
d) Registro de colaboradores de maio 2017 a outubro de 2020;
e) Relatório de dias trabalhados de maio de 2017 a outubro de 2020;
f) Planilha de férias de colaboradores de maio de 2017 a outubro de
2020;

Para que se possa cumprir o prazo estabelecido para elaboração e entrega do laudo
pericial contábil ou parecer pericial contábil, é necessário que os documentos
solicitados sejam fornecidos ou postos à disposição da perícia até o dia 29-05-2021.
Às 9hrs, no endereço Av. Prefeito João de Sousa Lima, nº 090, Setor Central, CEP
77.823-090, Araguaína/TO, do perito contador. Solicita-se que seja comunicado
quando os documentos tiverem sido remetidos ou estiverem à disposição para
análise.

Araguaína - TO, 24 de abril de 2021

MATEUS BARROS DE SOUSA


CRC Nº TO-23456/O
GEOVAN RIBEIRO
CRC Nº TO-45678/O
MARCOS FELIPE
CRC Nº TO-45678/O

6 Quesitos do Reclamante

EXCELENTÍSSIMO SENHOR, DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 2º VARA CÍVEL DA


COMARCA DE ARAGUAÍNA/TO

PROCESSO Nº: 000000001/00

Geovan Ribeiro, já devidamente qualificado nos autos do processo em epígrafe,


vem, por seu procurador infrafirmado, apresentar os QUESITOS À PERÍCIA
TÉCNICA a serem respondidos pelo Perito Judicial, conforme segue:
1. Que o Sr. Perito relate sobre a contratação do reclamante.
2. Queira o Sr. Perito descrever as reais atividades desenvolvidas pelo reclamante.
3. Apresentar os documentos que comprove o pagamento das horas extras do
funcionário?
Protesta desde já pela apresentação de quesitos suplementares durante a perícia e
no prazo de manifestação, requerendo sejam os quesitos respondidos um a um pelo
perito e não com referências às informações narrativas dispostas no corpo do laudo.

Termos em que, pede e espera deferimento.


Araguaína - TO, 10 de maio de 2021.

GEOVAN RIBEIRO
CRC Nº TO-45678/O
7 Quesitos da Reclamada

EXCELENTÍSSIMO SENHOR, DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 2º VARA CÍVEL DA


COMARCA DE ARAGUAÍNA/TO

PROCESSO Nº: 000000001/00


Reclamante: Maria Laura
Reclamado: Loja de Design de Interiores Ltda

Marcos Felipe, já qualificado nos autos em epígrafe, em que litiga com Loja de
Design de Interiores Ltda, vem, respeitosamente e tempestivamente, perante
Vossa Excelência, já devidamente constituída e qualificado, conforme procuração
em anexo, manifestar acerca da contestação e documentos, e apresentação dos
quesitos, nos termos abaixo delineados.

I - DAS CONSIDERAÇÕES INICIAIS


O Reclamante foi admitido pela Empresa Reclamada em 02/05/2017, para
desempenhar a função de vendedora balconista, com a remuneração de R$
1.200,00 reais, sendo despedido sem justa causa em 20/10/2020, com a projeção do
aviso prévio, o qual fora indenizado, como observa-se na baixa na CTPS em anexo.
No que diz respeito a jornada de trabalho do reclamante, desempenhou suas
atividades laborativas de à segunda a sexta das 8.00 as 12.00 e das 14.00 as 18.00,
e aos sábados das 8.00 as 12.00 horas. Todavia, sua jornada era prorrogada até as
19:00 horas, de segunda a sexta; e aos sábados o horário era estendido até as
13.00 hora.

Termos em que, pede e espera deferimento.

Araguaína - TO, 15 de maio de 2021.


MARCOS FELIPE
CRC Nº TO-45678/O

8 Conclusão

Encerrados os trabalhos, conforme os fatos relatados e transcritos, por


intermédio das diligências para as buscas de provas materiais e, ainda, após análise
de toda documentação fornecida bem como daquela acostada aos autos,
respondemos os quesitos da autora e da ré em relação a lide, utilizando-se dos
parâmetros definidos nos mesmos.
Esperamos ter explorado e trazido aos autos às informações técnicas
necessárias, para convicção das partes e ao MM. Juízo, e assim colocamo-nos à
vossa inteira disposição para outros esclarecimentos julgados pertinentes.
Por todo o exposto nos itens anteriores, nas análises qualitativas das
atividades e dos locais de trabalho do reclamante, concluímos pelo que segue:
apuração a favor do reclamante, valor total de R$ 19.350,72 a serem recebidos,
sendo o equivalente a R$ 5.502,01 a títulos de rescisão contratual; R$ 2.327,39
somados de diferença salarial; R$ 8.904,08 somados pela diferença das horas
extras; acrescido de R$ 137,38 de gratificação; R$ 1.079,28 deduzidos a título de
INSS; 907,95 acrescidos por 13º, bem como R$ 1.039,89 e R$ 1.195,33 somados a
título de FGTS e Férias. Constatou-se ainda, o montante de R$ 415,96 a serem
pagos pelo reclamado pelas multas de FGTS.
Nada mais havendo a considerar, damos por encerrado o presente Laudo,
constituído de 10 (dez) folhas de um só lado com 02 anexos, pela perita-judicial
Mateus Barros de Sousa perito-contador Geovan Ribeiro da Silva, perito-assistente
Marcos Felipe V. Reis que subscrevem e assinam em conjunto .
9 Anexos

Convenção coletiva de trabalho 2017/2019


http://www.seceto.com.br/oldsite/wp-content/uploads/2018/04/CONVEN
%C3%87%C3%83O-COLETIVA-DE-TRABALHO-2017_2019-REGISTRADA.pdf
<Acesso em: 20/05/2021

Convenção coletiva de trabalho 2018/2019


http://www.seceto.com.br/wp-content/uploads/2018/10/TERMO-ADITIVO-
REGISTRADO.pdf < Acesso em: 20/05/2021

Convenção coletiva de trabalho 2019/2020


http://www.seceto.com.br/wp-content/uploads/2018/10/CONVEN%C3%87%C3%83O-
COLETIVA-DE-TRABALHO-2019_2021-REGISTRADA.pdf < Acesso em: 19/05/2021
10 Apêndices

10.1 Cálculos Trabalhistas

Você também pode gostar