Você está na página 1de 54

Funções

• Funções elementares
• Propriedades
• Nessa aula faremos um breve resumo das funções elementares estudadas no
Ensino Médio, abordando suas propriedades principais.

Função Afim
• Também conhecida como função polinomial do primeiro grau, a função afim
tem domínio real e lei de formação , sendo e números
reais fixados.
• Temos então com lei de formação em que e são
números reais fixos.
• O gráfico da função afim é uma reta.
• A constante é chamada coeficiente angular da reta.
• A constante é chamada coeficiente linear da reta.
• Podemos destacar os casos específicos em que ou :
 No primeiro caso temos a função constante ou . Supondo seu domínio
real, o gráfico correspondente a essa função é representado por uma reta horizontal,
pois para qualquer valor da variável tem-se sempre .
 No segundo caso temos a função linear ou . Novamente supondo
seu domínio real, o gráfico correspondente a essa função é representado por uma reta
que contém sempre a origem dos eixos coordenados e o ponto de coordenadas ,
como veremos a seguir.
𝑦 𝑦

𝑏 𝑎 𝑃 1, 𝑎

𝑂 𝑥 𝑂 1 𝑥
Gráfico da Função Afim

𝑦
Considere e
𝑦
𝐵 pertencentes ao gráfico da função
𝑦
𝐴 𝛼
𝑦 −𝑦
.
𝑏 𝑥 −𝑥
Valem as seguintes relações:
, .
𝑂 𝑥 𝑥 𝑥

Calculando a diferença entre as duas primeiras relações obtemos a igualdade


da qual extraímos .
Da figura obtemos . Logo e devido a isso, é chamado
coeficiente angular da função afim .
• Se quisermos determinar a ordenada do ponto em que a reta intersecta o
eixo , basta tomarmos na equação da reta anterior e obteremos
.
• Desse fato vem a denominação de coeficiente linear para .
• Analisando o gráfico da função afim podemos observar que,
se então a função é bijetiva.
• Além disso, através da relação podemos deduzir que:
 Se então a função é crescente;
 Se então a função é decrescente.
𝑦 𝑦

𝑎>0 𝑎<0

𝑂 𝑥 𝑂 𝑥
• A partir das informações anteriores, podemos afirmar que a função afim
possui uma única raiz real, caso seja . Essa raiz é dada
por , encontrada ao resolvermos a equação .
• O esboço do gráfico de uma função afim é relativamente simples, visto que
bastam dois pontos para a determinação de uma reta, ou seja, precisamos
apenas atribuir dois valores à variável independente para encontrarmos os
pares ordenados .

𝑓 𝑥 = 2𝑥 − 4 𝑓 𝑥 = −3𝑥 − 6
• Uma ferramenta importante em muitas situações, como por exemplo na
determinação do domínio de algumas funções, é o estudo do sinal de uma
função.
• No caso da função afim, para temos − 0 +

𝑏

𝑎
• E para temos + 0 −

𝑏

𝑎
• De modo geral o sinal da função afim para valores menores do que a raiz é
contrário ao sinal de e para valores maiores do que a raiz é o mesmo
sinal de .

𝑐. 𝑎 0 𝑚. 𝑎

𝑏

𝑎
Exemplo 1: Determine o domínio da função .
• Chamando e , temos os seguintes sinais
para essas funções:

• − 0 + sinal de
3
2

• − 0 + sinal de
5

• Arrumando essas informações em um único quadro teremos o


produto dos sinais, como mostra a figura a seguir.
3
5
2
− 0 + + 𝑔
− − 0 + ℎ
+ 0 − 0 + 𝑔⋅ℎ

• Como não existe raiz quadrada de número negativo, o domínio da função


será dado pela união dos intervalos e , ou seja,

• .
Função Quadrática

• Também conhecida como função polinomial do segundo grau, a função


quadrática tem domínio real e lei de formação , sendo
e números reais fixados e .
• A condição é necessária pois, em caso contrário, teríamos
que é uma função afim.
• O gráfico da função quadrática é uma parábola.
• Para determinarmos as raízes da função quadrática
devemos resolver a equação do segundo grau .
• Utilizando a fórmula de Báskara obtemos as raízes e
sendo o discriminante dado por .
• recebe o nome de discriminante porque de acordo com seu valor podemos
separar 3 casos possíveis para a existência de raízes da função quadrática:
 Se existe e consequentemente obteremos duas raízes reais .
 Se temos e as raízes reais serão iguais: .
 Se não existe real e consequentemente não possui raiz real.

• Podemos reescrever a função quadrática utilizando


para isso a forma canônica .
• A função quadrática mais simples tem a lei de formação .
• Podemos atribuir valores à variável independente e determinar os pares
ordenados que compõem o gráfico de formando uma tabela simples.
• A seguir ilustramos o gráfico dessa função.
• A partir do gráfico de , podemos determinar o gráfico de
. Para isso, basta notar que a parcela inserida provoca uma
translação horizontal do gráfico de em unidades. Observe:

𝑏

2𝑎
• A multiplicação de por provoca deformações no gráfico. Caso ,o
gráfico se mantém na mesma posição de , podendo sofrer um alongamento
ou um achatamento .
• E caso teremos uma reflexão com relação ao eixo dos .

𝑎>0 𝑎<0
• Finalmente a inserção da parcela provoca uma translação vertical do
gráfico de em unidades como podemos ver pela figura a seguir.

ℎ 𝑥 = 𝑎𝑥 + 𝑏𝑥 + 𝑐

𝑏

2𝑎

Δ

4𝑎
• De acordo com as observações anteriores podemos determinar algumas
propriedades da função quadrática .

• se ou então se .

• O ponto de coordenadas é chamado o vértice da parábola.

• Existem 6 configurações para o gráfico de de acordo com os valores de e


, como ilustram as figuras a seguir.
Seis possíveis gráficos para
Exemplo 2: Determine o domínio da função .
• Considere e .
2

• O quadro de sinais de é − 0 +

−1 1
• O quadro de sinais de é + 0 − 0 +

• Cruzando as informações obteremos


−1 2 1
− − 0 + +
+ 0 − − 0 +
− ? + 0 − ? +
• Como queremos , devemos tomar os intervalos e .
• Então .
Exemplo 3: Determine o domínio da função .
• Devemos determinar os valores de para os quais .
• Manipulando o primeiro membro temos .

• Considere e .
2

• O quadro de sinais de é + 0 +

0 1
• O quadro de sinais de é + 0 − 0 +
• Cruzando as informações obteremos
0 1 2
+ + + 0 +
+ 0 − 0 + +
+ ? − ? + 0 +

• Portanto os valores de que tornam a desigualdade verdadeira estão nos


intervalos e .

• Consequentemente .
Funções Polinomiais

• Uma função real de variável real é polinomial quando sua lei de formação é
dada por um polinômio não identicamente nulo.
• Desse modo a forma geral de uma função polinomial é dada por
, em que os coeficientes e não são
todos nulos. O maior número natural apresentado entre os expoentes é
chamado o grau da função polinomial.
• As funções afim e quadrática são casos particulares de funções polinomiais.
• O domínio de uma função polinomial é o conjunto dos números reais.
• Em geral não é muito simples determinar as raízes ou o esboço do gráfico de
uma função polinomial, exceto em alguns casos muito particulares.
• No caso mais simples temos as funções potências .

𝑓 𝑥 =𝑥 𝑓 𝑥 =𝑥
𝑓 𝑥 =𝑥 𝑓 𝑥 =𝑥
Função Exponencial
• As funções exponenciais elementares são da forma com ,
fixado.
• O real é chamado de base da função exponencial.
• O domínio da função exponencial é o conjunto dos números reais.
• As restrições quanto à base se devem à impossibilidade de cálculo para
determinados valores de , ou então devido ao fato de que a função é de
outro tipo.
• Por exemplo, se teríamos uma função constante .
• Se , não seria possível calcular .
• Se não seria possível calcular .
• De acordo com as restrições aos valores da base , temos dois casos a
considerar:

𝑎>1 0<𝑎<1

𝑓 𝑥 =𝑎 𝑓 𝑥 =𝑎
• Observe que ∗
.

• Podemos notar também que a função exponencial não possui raízes reais.

• E o gráfico intersecta o eixo dos no ponto , pois para todo


considerado como base.

• Os gráficos das funções obedecem às propriedades das


transformações gráficas vistas na aula anterior.

• De modo geral podemos obter os gráficos dessas funções através da construção de


tabelas atribuindo valores à variável livre e calculando suas imagens.
Exemplo 4: Esboce o gráfico da função .
• Podemos construir uma tabela:
𝑥 𝑥−1 𝑓(𝑥) 𝑥, 𝑓 𝑥
−1 −2 3⁄4 −1; 3/4
0 −1 3/2 0; 3/2
1 0 3 1,3
2 1 6 2,6
3 2 12 3,12
Exemplo 5: A quantidade de indivíduos de uma população em milhares é
dada em função do tempo pela fórmula , sendo medido em
anos. Considere que representa o ano . Determine:
a) A quantidade de indivíduos presente no ano de .
b) O ano em que a população atinge uma quantidade de mil indivíduos.

• Se corresponde ao ano , então o ano de corresponde a


.
• Logo teremos

• Portanto em teremos mil indivíduos presentes nessa população.


• Para determinarmos o ano em que a população atinge mil indivíduos,
basta resolvermos a equação .
• Resolvendo temos:



• Então no ano de a população atingiu o número de mil indivíduos.
Exemplo 6: Se , determine os valores de para os quais
.
• Basta resolvermos a equação exponencial .
• Resolvendo temos .




• ou .
Exemplo 7: Biólogos observaram que, em certas condições, o número de
bactérias presentes em uma cultura cresce exponencialmente. Suponha que
existam inicialmente bactérias em uma certa cultura e que, minutos
depois, bactérias estejam presentes. Determine quantas bactérias
estarão presentes nessa cultura após hora.
• Considere a função na qual representa o tempo em minutos
e representa o número de bactérias presentes no tempo .
• Devemos ter e .

• .
• Como uma hora tem minutos, queremos .
• Então bactérias.
• Uma função exponencial muito importante no Cálculo Diferencial e Integral é
a função , cuja base é o número de Euler, .

𝑓 𝑥 =𝑒
Função Logarítmica
• Se e , o logaritmo de na base , representado
pelo símbolo é o número que satisfaz .

Por exemplo:
• ,
• ,
• ,
• ,
• .
Exemplo 8: Calcule .
• Faça .
• Então .

• .
• .
• .
• Logo .
Propriedades dos Logaritmos

.
.
.
.
.
.
.
Demonstração da propriedade :
• Faça , e .
• Temos então , e .
• Tomando a terceira igualdade e substituindo os valores de e dados pelas
duas primeiras, obtemos:
• .
• Logo .
• Quando a base do logaritmo é o número de Euler , temos o
chamado logaritmo natural ou logaritmo neperiano, devido a John Napier,
um matemático, astrônomo e físico escocês. Em latim, linguagem usada na
época para escrever ciência, seu nome era transcrito como Neper.
• Temos a representação simbólica .

Exemplo 9: Sabendo que e , calcule e .


• A função logarítmica elementar é da forma .
• A base é um número real positivo diferente de .
• Temos dois casos possíveis para o gráfico dessa função:

𝑎>1 0<𝑎<1
• No caso da função logarítmica natural temos o gráfico ilustrado
a seguir.
Propriedade : A função logarítmica é inversa da função
exponencial .
• De fato .
• Do mesmo modo .
• Graficamente podemos observar a propriedade das inversas:
𝑎>1 0<𝑎<1
Exemplo 10: A concentração de um medicamento nos rins de um paciente no
instante (em segundos) é gramas por centímetro cúbico ( ). Sabendo
que , determine o tempo necessário para que
a concentração do medicamento atinja o valor de .
• Devemos resolver a equação .
• .
• .


• Então segundos.
Exemplo 11: Determine o domínio da função .

• A condição de existência do logaritmo é dada por .

• Além disso, a condição de existência da função é .

• Essa segunda condição equivale a pois a


função logarítmica natural é crescente.

• Temos então o sistema de inequações .

• Note que basta resolvermos a segunda inequação.


• .

• Fazendo o estudo do sinal obtemos:


7/5

− 0 +

2 3

+ 0 − 0 +

7/5 2 3
− 0 + + +
+ + 0 − 0 +
− 0 + ? − ? +

• Então o domínio será .


Função Modular
• O módulo ou valor absoluto de um número real , que representaremos por
, é definido da seguinte forma:

• .

• Uma definição alternativa de módulo é .


• Observe: .
• Algumas propriedades importantes do módulo são:
 .


 .
• Uma propriedade muito importante do módulo é a desigualdade triangular:
• .
• Geometricamente na reta numerada, o módulo de representa a distância
entre o ponto e a origem da reta. Do mesmo modo, representa a
distância entre os pontos e .
• A função modular elementar tem a forma .

• De acordo com a definição de módulo teremos: .


• Para esboçarmos o gráfico de uma função modular podemos recorrer
à definição de módulo ou observar que, graficamente, o módulo
rebate todos os valores negativos para seus simétricos positivos.
Exemplo 12: Esboce o gráfico da função .

• Podemos fazer , ou seja,

• .
𝑦 = 2𝑥 − 4 𝑓 𝑥 = |2𝑥 − 4|
Exemplo 13: Esboce o gráfico da função .
Exemplo 14: Esboce o gráfico da função .
Exemplo 15: Esboce o gráfico da função .
Exemplo 16: Esboce o gráfico da função .
Exemplo 17: Esboce o gráfico da função .
Exemplo 18: Esboce o gráfico da função .

𝑦 = |𝑥 − 2| 𝑦 = 𝑥−2 −2

Você também pode gostar