Você está na página 1de 3

LÉXICO ENCICLOPÉDICO DE PARAFENÔMENOS

ABSORÇÃO DE ENERGIAS EI. A energia imanente (EI) é a energia


[P ARAFENÔMENO AMBIVALENTE ] mais primitiva, vibratória, invisível ou imper-
[D ESCOINCIDÊNCIA PARCIAL ] ceptível pela visão humana comum, essencial
(E NERGOSSOMATOLOGIA ) e multiforme, totalmente impessoal ou não li-
gada a nenhuma consciência específica, não
Definição. A absorção de energias é o fe- contendo, desta maneira, nenhum padrão espe-
nômeno parapsíquico caracterizado pela ação, cífico de informação, dispersa ou espalhada
processo ou efeito de a conscin, homem ou em todos os objetos ou realidades físicas,
mulher, receber e interiorizar, em si próprio, interpenetrando tudo no Universo, portanto,
consciente ou inconscientemente, as energias universalmente difusa ou onipresente, sendo
imanentes (EIs) e as energias conscienciais demasiadamente sutil e tênue para ser iden-
(ECs) externas ao microuniverso pessoal. tificada e mensurada pelos atuais instrumentos
Temática. Tema central neutro. tecnológicos humanos (Vieira, 2009; página 575).
Etimologia. A palavra absorção deriva do Expressões. Existem diversos nomes, ter-
idioma Latim, absorptio,“ato de engolir”. Sur- mos, vocábulos e expressões aproximadas para
giu no Século XIX. O termo energia vem do o conceito de energia imanente (EI) como
idioma Francês, énergie, derivado do idioma energia cósmica, energia vital, fluído perispi-
Latim, energia, e este do idioma Grego, enér- ritual e energia extrafísica. Na cultura tradi-
geia, “força em ação”. Apareceu no Século cional chinesa a EI é denominada chi. Nas es-
XVI. crituras sagradas do Hinduísmo prana, palavra
Sinonímia: 1. Absorção energética. sânscrita que significa a noção de energia vital
2. Absorção de bioenergias. 3. Atração de ou força de sustentação dos seres vivos, repre-
energias; captação de energias; extração de senta a energia. Para os hindus a EI também
energias; recepção de energias. 4. Ação bio- pode ser o akasha ou akasa. Para os adeptos
energética centrípeta. 5. Assimilação simpá- do Sufismo é o baraka. No Taoismo a EI pode
tica de energias conscienciais (assim). representar o tao. Para os espíritas kardecistas
Antonímia: 1. Exteriorização de energias; a EI é denominada fluido vital. Na Teosofia de
irradiação de bioenergias; irradiação energéti- Helena Blavatsky (1831-1891) a EI é chamada
ca; projeção energética. 2. Doação de ener- de luz astral.
gias; passe energético; transfusão de energias. EC. A energia consciencial (EC) é a ener-
3. Tenepes (tarefa energética pessoal). gia imanente (EI) quando absorvida, transfor-
4. Transmissão de energia consciencial. mada e aplicada pela consciência nas manifes-
5. Desassimilação simpática de energias (de- tações em geral, também denominada bioener-
sassim). 6. Estado vibracional (EV). gia, força da vontade, energia anímica ou
Estrangeirismo: a absorção de qi ou chi magnetismo pessoal. Possuímos energias ine-
(Quigong; China); a captação do prana (Ioga; xauríveis, abundantes, inesgotáveis, irradiadas
Índia); a conscious energetic absorption (ing.). o tempo todo através do energossoma (Vieira,
2009; página 580).
Energia. Pela Energossomatologia, pri- Interações. No contexto da Energointera-
meiramente, considera-se aqui a premissa de ciologia, vivemos sob o domínio das intera-
todas as consciências (conscins e consciexes) ções energéticas, doando e absorvendo ECs
estarem envolvidas permanentemente em um o tempo todo, consciente ou inconscientemen-
oceano de energias não físicas, denominadas te, em múltiplos holopensenes e diversos am-
de energias imanentes (EIs) e conscienciais bientes intra e extrafísicos nos quais convive-
(ECs). Tais energias atuam independentemente mos. Raramente alguém se mantém neutro
das energias físico-químicas, estáticas, elétri- quanto às bioenergias.
cas, térmicas ou radioativas, sendo essencial Dimensão. Conforme a Multidimensiono-
para explicar a ocorrência dos parafenômenos. logia, observa-se que o parafenômeno absor-
ção de energias é produzido e operado mais

-1-
LÉXICO ENCICLOPÉDICO DE PARAFENÔMENOS

diretamente a partir da dimener – a dimensão 02.  Olhar. Ao observar fixamente alguma


energética. A dimener representa a primeira di- pessoa.
mensão extrafísica situada na paratroposfera 03.  Alimentos. A absorção por meio da in-
ou dimensão crosta-a-crosta, o limiar da multi- gestão de alimentos.
dimensionalidade, a atmosfera específica da 04.  Arco voltaico craciochacral. Ao rece-
descoincidência dos veículos de manifestação ber ou aplicar a técnica do arco voltaico
da conscin, o ambiente onde se manifestam as craniochacral.
energias conscienciais (ECs), as energias gra- 05.  Parabanho. Através da recepção de
vitantes, os campos bioenergéticos, os nevoei- intenso parabanho ou chuveiro de energias
ros bioenergéticos e o energossoma. conscienciais, em toda a psicosfera pessoal,
Chacras. No estudo da Holochacralogia, patrocinado por amparador extrafísico.
a absorção de energias imanentes (EIs) e cons- 06.  CEE. Através da conexão com a Cen-
cienciais (ECs) ocorre por meio dos chacras tral Extrafísica de Energias.
e pontos energéticos (meridianos). Tais núcleos 07.  Passe. Por meio de passes energéticos.
ou centros de força promovem a junção do 08.  Sexo. Na prática do ato sexual.
psicossoma com o energossoma, atuando ao 09.  Tenepes. Nas práticas da tenepes, en-
modo de pontos de conexão pelos quais a ener- quanto se está no estado de descoincidência,
gia flui entre os veículos da consciência (Vieira, semipossuído pelo amparador extrafísico de
2009; página 589). função.
Esplenicochacra. Segundo a Parafisiolo- 10.  Sono. Durante o sono reparador por
gia, existem chacras mais predispostos a doar meio da descoincidência do psicossoma e ab-
ou absorver energias. Atribui-se ao esplenico- sorção espontânea das energias imanentes ex-
chacra ou swadhisthana a função de absorver, trafísicas.
selecionar e distribuir as energias vitalizadoras
pelos órgãos do corpo humano e por todo o ho- Vampirização. Em função da Parapatolo-
lossoma. Por estar localizado mais à esquerda gia, a conscin sensitiva deve sempre manter
do soma, sobre a área do baço (sistema imuno- o discernimento, a intenção positiva para não
lógico), dentro da área abdominal ou vegetati- desejar absorver propositadamente as energias
va, o esplenicochacra, possivelmente, relacio- conscienciais (ECs) de outras pessoas, plantas
na-se com as ECs e os alimentos ingeridos. e animais, chegando a instalar a condição
Epifenômenos. Tendo em vista a Epifeno- doentia de vampirização energética, ou seja, da
menologia, eis, por exemplo, 3 epifenômenos absorção insaciável e ininterrupta, numa tenta-
ou fenômenos parapsíquicos concomitantes, tiva frustrada de manter-se saciado ao modo de
periféricos, colaterais, capazes de se manifes- buraco sem fundo.
tar simultaneamente ao desenvolvimento do Técnicas. Com base na Paratecnologia, as
parafenômeno absorção de energias: ECs podem ser manobradas ou dirigidas.
A.  Assimilação energética simpática. A técnica para absorver as energias de maneira
B.  Descoincidência vígil. consciente é estabelecida através da manobra
C.  Soltura energossomática. de selecionar ou escolher pela decisão e auto-
determinação o tipo de energia, podendo, inici-
Maneiras. Há diversas maneiras distintas almente, o sensitivo procurar um ambiente
de absorver EIs e ECs, seja de forma conscien- tranquilo e mais positivo, puxando para dentro
te ou inconsciente, ativa ou passiva, voluntária de si as energias ou forças externas ao micro-
ou involuntária, como as listadas nestes 10 universo consciencial, buscando sentir a recep-
exemplos: ção das energias penetrando por todos os poros
01.  Cardiochacra. A assimilação das da pele, percorrendo todo o corpo, com o obje-
energias do cardiochacra ao receber aperto de tivo de recarregar as energias do holossoma
mãos ou abraço de outrem. e recuperar-se de perdas e defasagens energéti-
cas.

-2-
LÉXICO ENCICLOPÉDICO DE PARAFENÔMENOS

Caminhada. Em face da Homeostaticolo- ESTADO VIBRACIONAL; EXTERIORIZAÇÃO DE


gia, a prática regular de atividade física auxilia ENERGIAS.
nos desbloqueios energéticos. Ao realizar ca-
minhadas, até transpirar, em bosques e parques Bibliografia Específica:
repletos de árvores, flores, gramados, lagos
e jardins, pode-se buscar entrar no estado de 1.  Maluf, Gabriel Gonzalez; Absorção de energias;
descoincidência vígil em movimento através verbete; In: Vieira, Waldo; (Org.); Enciclopédia da Cons-
da aplicação da técnica do estado vibracional cienciologia; verbete apresentado no Tertuliarium/-
(EV) e, nesta condição temporária, ficar pre- CEAEC, Foz do Iguaçu, PR, em: 23/08/2016.
disposto inevitavelmente para a absorção in- 2.  Vieira, Waldo; Léxico de Ortopensatas; revisores
tensa de energias imanentes, o que vai se refle- Equipe de Revisores do Holociclo; 2 Vols.; 1.800 p.; Vols.
tir por todo o seu dia de trabalho (Vieira, 1994; 1 e 2; 1 blog; 652 conceitos analógicos; 22 E-mails; 19
página 208). enus.; 1 esquema da evolução consciencial; 17 fotos; glos.
Respiração. Tendo em vista a Somatolo- 6.476 termos; 1.811 megapensenes trivocabulares; 1 mi-
gia, outra maneira de absorver energias é por crobiografia; 20.800 ortopensatas; 2 tabs.; 120 técnicas le-
meio das manobras respiratórias. A sequência xicográficas; 19 websites; 28,5 x 22 x 10 cm; enc.; Asso-
de inspirações e expirações, ao ar livre, em ciação Internacional Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2014;
ambiente impoluto, aumentam a oxigenação páginas 562 e 587.
cerebral, desbloqueiam as energias do chacra 3.  Idem; Projeciologia: Panorama das Experiências
cardíaco ou cardiochacra, revitalizam a ener- da Consciência Fora do Corpo Humano; revisores Ale-
gosfera pessoal e promovem bem-estar. Neste xander Steiner; et al.; 1.254 p.; 18 seções; 525 caps.; 150
sentido, os exercícios da técnica iogue de abrevs.; 17 E-mails; 1.156 enus.; 1 escala; 1 foto; 3 gráfs.;
respiração pranayama também auxiliam na ab- 42 ilus.; 1 microbiografia; 1 sinopse; 2 tabs.; 15 websites;
sorção. glos. 300 termos; 2.041 refs.; alf.; geo.; ono.; 28 x 21 x 7
Natureza. Sob o ângulo da Energoceno- cm; enc.; 10ª Ed. ver. E aum.; Associação Internacional
grafologia, a absorção mais frequente de EIs Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2009; página 589.
e ECs em regiões com fartura de hidroener- 4.  Idem; Projeções da Consciência: Diário de Expe-
gias, geoenergias e fitoectoplasma (lignina), riências Fora do Corpo Físico; revisor Alexander Steiner;
com a presença de cachoeiras, cascatas, rios, 224 p.; 60 caps.; 60 cronologias; 1 E-mail; 5 enus.; 1 foto;
riachos, fontes de água, plantas, árvores, po- 1 microbiografia; 1 questionário projetivo; glos. 24
mares, gramados, jardins e flores, potencializa termos; alf.; 21 x 14 cm; br.; 6ª Ed.; rev.; Instituto
a capacidade de exteriorizar energias, facilita Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC);
a discriminação e avaliação da sinalética ener- Rio de Janeiro, RJ; 2002; página 47.
gética e parapsíquica pessoal e promove a sol- 5.  Idem; 700 Experimentos da Conscienciologia;
tura sadia do energossoma. 1.058 p.; 40 seções; 100 subseções; 700 caps.; 147 abrevs.;
Evitação. Conforme a Profilaxiologia, de- 1 cronologia; 100 datas; 1 E-mail; 600 enus.; 272 estran-
ve-se evitar absorver energias em locais im- geirismos; 2 tabs.; 300 testes; glos. 280 termos; 5.116
pregnados negativamente, por exemplo, espa- refs.; alf.; geo.; ono.; 28,5 x 21,5 x 7 cm; enc.; Instituto
ços onde foram cometidos homicídios e outros Internacional de Projeciologia; Rio de Janeiro, RJ; 1994;
crimes violentos, ex-salas de tortura, presídios, página 208.
antigas masmorras, matadouros de animais
pré-humanos, certos hospitais psiquiátricos
e mosteiros abandonados. Tais ambientes con-
têm energias tóxicas, podendo gerar vampiri-
zações, assédios e bloqueios energéticos.

V. ASSIMILAÇÃO ENERGÉTICA SIMPÁTICA;


BALONAMENTO; DESCOINCIDÊNCIA VÍGIL;

-3-