Você está na página 1de 3

LÉXICO ENCICLOPÉDICO DE PARAFENÔMENOS

ABORDAGEM BIOENERGÉTICA 1.  Sentidos somáticos: os principais senti-


[P ARAFENÔMENO AMBIVALENTE ] dos físicos do corpo humano (visão, audição,
[D ESCOINCIDÊNCIA PARCIAL ] olfação, gustação, equilíbrio, tato, propriocep-
(E NERGOSSOMATOLOGIA ) ção, interocepção, exterocepção, cinestesia,
ecolocalização).
Definição. A abordagem bioenergética re- 2.  Atributos mentais: os múltiplos atribu-
presenta o agrupamento de múltiplos parafenô- tos das faculdades mentais (atenção, memória,
menos e procedimentos técnicos pelos quais concentração mental, associação de ideias, fee-
o sensitivo, homem ou mulher, sonda e exami- ling, intuição, autojuízo crítico).
na ativamente as energias conscienciais (ECs) 3.  Parapercepções: as parapercepções ou
e a aura ou energosfera pessoal de alguma percepções extrassensoriais (assimilação sim-
conscin, animal pré-humano ou consciex, po- pática de energias, sinalética parapsíquica,
dendo ser realizada de maneira discreta, sigilo- acoplamento áurico ou energético, clarividên-
sa e em silêncio. cia facial, instalação de campo energético, psi-
Temática. Tema central neutro. cometria, paradiagnóstico, pangrafia).
Etimologia. O termo abordagem vem do
idioma Francês, abordage, “ação ou efeito de Holossoma. Pela Holossomatologia, no
abordar”. Apareceu, no idioma Francês, no Sé- processo e desenvolvimento do parafenômeno
culo XVI e no idioma Português no Século abordagem bioenergética, a rigor, além do fato
XVIII. O elemento de composição bio provém do mentalsoma e das energias conscienciais
do idioma Grego, bios, “vida”. O vocábulo (ECs) da conscin sensitiva participarem de
energético procede também do idioma Grego, toda manifestação parapsíquica, sob o ponto de
energêtikós, “ativo, eficaz”. Apareceu no Sé- vista didático, verifica-se aqui a predominância
culo XX. A expressão abordagem bioenergé- dos veículos conscienciais:
tica foi cunhada pelo conscienciólogo Waldo A.  Soma.
Vieira (1932-2015) sendo registrada na Enci- B.  Energossoma.
clopédia da Conscienciologia em 2006 (Vieira,
2014; página 12). Energosfera. Sob a ótica da Parapercep-
Sinonímia: 1. Abordada bioenergética; ciologia, ao realizar a abordagem bioenergé-
abordagem energosférica. 2. Sondagem bio- tica através da leitura da aura ou energosfera
energética; sondagem parapsicosférica. 3. Ex- de outrem, a conscin sensitiva clarividente em-
ploração energética. 4. Prospecção clarividen- prega todos os seus atributos para observar,
te da energosfera; sensoriamento da energosfe- analisar, comparar e estudar minuciosamente
ra. 5. Ausculta energética; auscultação bio- os detalhes do campo energético sutil que
energética profunda. 6. Investigação bioener- emana e envolve seres e objetos. A energosfera
gética. 7. Heterabordagem energossomática. pode revelar a qualificação da saúde conscien-
Antonímia: 1. Inabordabilidade bioener- cial da pessoa, apresentando os bastidores da
gética. 2. Ignorância holochacral. 3. Desco- personalidade, mostrando a imagem exata, nua
nhecimento da Energossomatologia. 4. Dis- e crua, do indivíduo ao refletir o holopensene
tanciamento interconsciencial. 5. Abordagem individual, ou seja, as evocações, os pensa-
holossomática. 6. Abordagem extrafísica. mentos e as emoções mais frequentes, emitidos
7. Abordagem às coisas; abordagem material. no dia a dia, compondo a atmosfera pensênica
8. Abordagem espacial. da pessoa.
Epifenômenos. Pela Epifenomenologia,
Interação. Segundo a Experimentologia, eis, por exemplo, 3 epifenômenos ou fenôme-
o ato de abordar, sondar, examinar, discrimi- nos parapsíquicos concomitantes, periféricos,
nar, especificar e classificar as energias consci- colaterais, capazes de se manifestar simulta-
enciais (ECs) de outra consciência envolve neamente ao desenvolvimento do parafenôme-
a complexa interação entre: no abordagem bioenergética:

-1-
LÉXICO ENCICLOPÉDICO DE PARAFENÔMENOS

A.  Acoplamento energético. e avançado de realizar a abordagem bioenergé-


B.  Assimilação energética simpática. tica em alguém. Neste caso, a abordagem faz-
C.  Leitura parapsicosférica. se pela aposição das mãos (palmochacras),
sem encostar, da mão direita sob a fronte da
Procedimentos. Pela Energossomatologia, pessoa – frontochacra -, e a outra palma da
para realizar a abordagem bioenergética o sen- mão esquerda na área nucal, estabelecendo-se
sitivo aplica o procedimento técnico de exte- a sincronização das exteriorizações de energias
riorizar, brevemente, jato de descarga de ener- e prosseguindo para a assimilação simpática,
gias conscienciais (ECs), em direção à consci- visando identificar, localizar e tratar os possí-
ência sondada, utilizando-se de todo o ener- veis bloqueios energéticos encefálicos encefál-
gossoma e, principalmente, do frontochacra. icos na conscin assistida.
Em seguida acolhe a reverberação energética, Desassim. Na visão da Energossomatolo-
absorvendo, interiorizando, de maneira aberta gia, ao concluir o experimento e dar fim
e receptiva, as energias da energosfera alheia, à abordagem bioenergética, é fundamental
conectando-se ao outro de maneira empática, à conscin sensitiva executar a desassimilação
sentindo em si todas as sensações, pensamen- simpática das energias conscienciais (Desas-
tos, emoções e sentimentos irradiados. sim), através da vontade determinada, por
Cardiochacra. No estudo da Holochacra- meio da aplicação do estado vibracional (EV).
logia, a abordagem das energias do cardiocha- A desassimilação evita o contágio de possíveis
cra pode ser feita utilizando as próprias mãos energias conscienciais (ECs) tóxicas, prejudi-
ou dedos (palmochacras), sem encostar, apon- ciais ou desequilibradas, prevenindo eventuais
tando-os diretamente a 3 centímetros de distân- assédios e bloqueios energéticos.
cia, para o médio da mão (esquerda, se possí-
vel) da pessoa sob análise, acessando o meri- V. ABORDAGEM EXTRAFÍSICA;
ACOPLA-
diano do pericárdio (cardiochacra). O dedo MENTO ENERGÉTICO;
ARCO VOLTAICO CRA-
médio da mão possui um canal de energia rela- NIOCHACRAL; ASSIMILAÇÃO ENERGÉTICA SIM-
cionado ao sistema cardiovascular, que segue PÁTICA; INTERLEITURA PARAPSICOSFÉRICA.
paralelo ao peito por onde vai emergir, contor-
nando a concavidade axilar e descendo pela fa- Bibliografia Específica:
ce medial do braço, passando pela fossa cubital
e continuando pela face anterior do antebraço 1.  Vieira, Waldo; Dicionário de Neologismos da
entre os tendões dos músculos palmares maior Conscienciologia; Org. Lourdes Pinheiro; revisores Erna-
e flexor radial do carpo para terminar na ponta ni Brito; et al.; 1.072 p.; 1 blog; 21 E-mails; 4.053 enus.; 1
do dedo médio, conforme descrito na acupun- facebook; 2 fotos; glos. 2.019 termos; 14.100 (termos
tura da medicina tradicional chinesa. neológicos); 1 listagem de neologismos; 1 microbiografia;
Frontochacra. Ainda conforme a Holo- 21websites; 61 refs.; 28,5 x 21,5 x 7 cm; enc.; Associação
chacralogia, o mesmo procedimento de abor- Internacional Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2014; página
dar a psicosfera energética de alguma conscin, 12.
homem ou mulher, pode ser empregado utili- 2.  Idem, Waldo; Enciclopédia da Conscienciologia
zando as próprias mãos ou dedos (palmocha- Digital; 9.000 p.; 1 CD-ROM; 19 E-mails; 350 especiali-
cras), sem encostar, apontando-os diretamente dades; 2 fotos; glos. 2.146 termos (verbete); 104 microbio-
a 3 centímetros de distância sobre a testa ou grafias; 103 verbetógrafos; 16 websites; 7ª Ed. Protótipo
parte frontal do crânio (frontochacra e corono- rev. e aum.; Versão 7.04; Associação Internacional Edita-
chacra), do animal pré-humano (por exemplo, res & Associação Internacional do Centro de Altos Estu-
cachorro ou gato doméstico), da criança, da dos da Conscienciologia (CEAEC); Foz do Iguaçu, PR;
mulher ou homem. 2012; Verbete: Abordagem bioenergética; página 97.
Arco voltaico. Pela Parafenomenologia, 3.  Idem; Homo Sapiens Reurbanizatus; 1.584 p.;
o emprego da técnica do arco voltaico cranio- 479 caps.; 139 abrevs.; 40 ilus.; 7 índices; 102 sinopses;
chacral é a maneira ou o modo mais direto glos. 241 termos; 7.653 refs.; alf.; geo.; ono.; 27 x 21 x 7

-2-
LÉXICO ENCICLOPÉDICO DE PARAFENÔMENOS

cm.; enc.; Associação Internacional do Centro de Altos


Estudos da Conscienciologia (CEAEC); Foz do Iguaçu,
PR; 2003; página 819.
4.  Idem; Projeciologia: Panorama das Experiências
da Consciência Fora do Corpo Humano; revisores Ale-
xander Steiner; et al.; 1.254 p.; 18 seções; 525 caps.; 150
abrevs.; 17 E-mails; 1.156 enus.; 1 escala; 1 foto; 3 gráfs.;
42 ilus.; 1 microbiografia; 1 sinopse; 2 tabs.; 15 websites;
glos. 300 termos; 2.041 refs.; alf.; geo.; ono.; 28 x 21 x 7
cm; enc.; 10ª Ed. ver. E aum.; Associação Internacional
Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2009; páginas 264 a 267.
5.  Idem; 700 Experimentos da Conscienciologia;
1.058 p.; 40 seções; 100 subseções; 700 caps.; 147 abrevs.;
1 cronologia; 100 datas; 1 E-mail; 600 enus.; 272 estran-
geirismos; 2 tabs.; 300 testes; glos. 280 termos; 5.116
refs.; alf.; geo.; ono.; 28,5 x 21,5 x 7 cm; enc.; Instituto
Internacional de Projeciologia; Rio de Janeiro, RJ; 1994;
página 332.

-3-