Você está na página 1de 6

Instrução de Trabalho Técnico

Título: Coleta de swab nasal e oral para pesquisa de microrganismos


Código:DivE 01.60.09
para pacientes com suspeita de COVID 19
Atualização: NA
1ª versão: 07/04/2020 IT nº: ESP 010 Página 1 de 6
Versão nº:01
Responsável Técnico: Paula Cristina
Aprovador unidade: Divisão de Enfermagem
Barcelos Vasconcelos
Histórico de revisão: NA.
Validado pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar.

Quem: Enfermeiro

Objetivo (s): Material coletado adequadamente, isento de contaminação, identificado


corretamente e em bom estado de conservação.

Descrição da Instrução de Trabalho:

INÍCIO

1. Higienizar as mãos conforme NT CCIH 002.


2. Apresentar-se cordialmente ao paciente e ou acompanhante.
3. Perguntar o nome completo ao paciente e ou acompanhante, sem sugerir ou induzir,
conferindo com a prescrição.
4. Verificar nome e data de nascimento do paciente na solicitação de exame e confirmar os dois
identificadores, nome completo e data de nascimento, por meio da pulseira de identificação,
conforme a Norma 019 “Identificação correta dos pacientes”.
5. Orientar o paciente e/ou acompanhante quanto ao procedimento a ser realizado e obter seu
consentimento e colaboração.
6. Separar e organizar o material:
 EPI: Capote impermeável, gorro, máscara N95, luvas de procedimento, óculos de
proteção ou máscara facial (face shield).
 Kit de coleta disponibilizado pela FUNED: 2 swabs de fibra sintética e 1 frasco com meio
de transporte que deverá ser mantido e acondicionado na temperatura entre 2°C e 8°C.
7. 2 biombos, se necessário ou preparar uma sala em separado (recomendável).
8. Encaminhar os materiais para a unidade do paciente e colocá-los sobre a mesa de cabeceira
ou carrinho auxiliar.

Proibida a reprodução total ou parcial desta obra, por qualquer meio, eletrônico, mecânico, fotográfico e gravação,
ou qualquer outro, sem a permissão expressa da Diretoria Geral do Hospital das Clínicas/UFMG (LEI Nº 9.610, DE
19 DE FEVEREIRO DE 1998).
Instrução de Trabalho Técnico

Título: Coleta de swab nasal e oral para pesquisa de microrganismos


Código:DivE 01.60.09
para pacientes com suspeita de COVID 19
Atualização: NA
1ª versão: 07/04/2020 IT nº: ESP 010 Página 2 de 6
Versão nº:01
Responsável Técnico: Paula Cristina
Aprovador unidade: Divisão de Enfermagem
Barcelos Vasconcelos
9. Identificar o recipiente de coleta com rótulo emitido pelo laboratório, escrever a caneta o
horário da coleta. OBS: Na ausência do rótulo do laboratório anotar as seguintes informações:
Nome completo, data de nascimento, leito, unidade, data, hora e a identificação do material
de coleta. Não utilizar abreviaturas.
10. Mostrar o frasco identificado para o paciente e ou acompanhante.
11. Higienizar as mãos conforme NT CCIH 002.
12. Paramentar-se conforme ITT ESP 004 Paramentação e Desparamentação do profissional
para a assistência ao paciente suspeito ou confirmados com COVID-19

Coleta do swab combinado (nasal e oral)

13. Orientar o paciente a assoar o nariz se o mesmo estiver secretivo.


14. Com o paciente com a cabeça para trás, delicadamente introduzir o swab com movimentos
rotatórios suaves, para obtenção de células da mucosa em uma narina, até atingir a
resistência da parede posterior da nasofaringe (suavemente, evitando sangramento) e
deixando-o absorver as secreções por alguns segundos, conforme Anexo 01.
15. Remover o swab do nariz do paciente e repetir o processo na outra narina utilizando o mesmo
swab.
16. Introduzir o swab no frasco até que a ponta esteja completamente imersa no meio de cultura.
17. Cortar a haste dos swab com uma tesoura limpa a fim de que seja possível o fechamento do
frasco de coleta. Reserve a amostra no frasco fechado.
18. Colher o segundo swab na área posterior da faringe e tonsilas. Com o paciente de boca
aberta, utilizando um abaixador de língua e, se necessário, um foco de luz para auxílio,
introduzir o swab até a faringe posterior, evitando tocar na úvula e nas amígdalas, conforme
Anexo 01.
19. Introduzir o swab no frasco até a ponta seja completamente imersa no meio de cultura.
20. Cortar a haste dos swab com uma tesoura limpa a fim de que seja possível o fechamento do
frasco de coleta. Reserve a amostra no frasco fechado.
Proibida a reprodução total ou parcial desta obra, por qualquer meio, eletrônico, mecânico, fotográfico e gravação,
ou qualquer outro, sem a permissão expressa da Diretoria Geral do Hospital das Clínicas/UFMG (LEI Nº 9.610, DE
19 DE FEVEREIRO DE 1998).
Instrução de Trabalho Técnico

Título: Coleta de swab nasal e oral para pesquisa de microrganismos


Código:DivE 01.60.09
para pacientes com suspeita de COVID 19
Atualização: NA
1ª versão: 07/04/2020 IT nº: ESP 010 Página 3 de 6
Versão nº:01
Responsável Técnico: Paula Cristina
Aprovador unidade: Divisão de Enfermagem
Barcelos Vasconcelos
21. Acondicionar o frasco da coleta em um suporte mantendo-o na vertical.
22. Acondicionar o frasco em caixa térmica com temperatura entre 2 oC e 8 oC para ser
encaminhado para o laboratório.
23. Deixar o paciente seguro, confortável e a unidade em ordem.
24. Desparamentar-se conforme ITT ESP 004 Paramentação e Desparamentação do profissional
para a assistência ao paciente suspeito ou confirmados com COVID-19.
25. Higienizar às mãos conforme NT CCIH 002.
26. Solicitar a equipe do administrativo que entre em contato com a equipe do laboratório do 3º
andar da instituição para buscar e prosseguir o encaminhamento a Funed.
Obs: A coleta deverá ocorrer até as 14h pois o transporte até a FUNED sairá as 15h.
27. Registrar o procedimento na aba “procedimentos no leito” do prontuário do paciente
constando a data e horário da coleta e caso tenha havido alguma intercorrência durante o
procedimento. Caso o sistema de prontuário eletrônico esteja fora do ar, fazer registro no
impresso de contingência.
28. Assinar e carimbar.

FIM

Observações:
 Realizar o procedimento em uma sala em separado sempre que possível.
 Caso seja necessária a substituição do swab não poderá ser utilizado aquele que tenha
fibra orgânica, somente fibra sintética.
 Após a coleta as amostras devem ser encaminhadas para o laboratório do HC onde
serão acondicionadas para depois sem encaminhadas para a Funed. O transporte das
amostras de Swab da unidade onde aconteceu a coleta até o laboratório do HC
acontecerá em caixa térmica, acondicionar as amostras em suportes para tubo de ensaio
a fim de que fiquem verticalizadas durante o transporte.

Proibida a reprodução total ou parcial desta obra, por qualquer meio, eletrônico, mecânico, fotográfico e gravação,
ou qualquer outro, sem a permissão expressa da Diretoria Geral do Hospital das Clínicas/UFMG (LEI Nº 9.610, DE
19 DE FEVEREIRO DE 1998).
Instrução de Trabalho Técnico

Título: Coleta de swab nasal e oral para pesquisa de microrganismos


Código:DivE 01.60.09
para pacientes com suspeita de COVID 19
Atualização: NA
1ª versão: 07/04/2020 IT nº: ESP 010 Página 4 de 6
Versão nº:01
Responsável Técnico: Paula Cristina
Aprovador unidade: Divisão de Enfermagem
Barcelos Vasconcelos
 As amostras têm validade de 72 horas desde que acondicionadas com temperatura entre
2 oC e 8 oC..
 Coleta Post Mortem: Caso o óbito ocorra durante o final de semana ou à noite o
enfermeiro deverá assegurar que a amostra ficará acondicionada em temperatura entre
2 oC e 8 oC e encaminhá-la para o laboratório.
 A coleta do swab deve ocorrer preferencialmente de 07 às 14 horas de segunda a sexta
feira para que possa ser encaminhado diariamente a Funed para análise.

Em caso de não conformidade:


 Em caso de recusa e resistência do paciente, reorientar e reforçar necessidade do mesmo.
Mantendo a recusa comunicar ao médico assistente ou plantonista e registrar no
prontuário.
 Em caso de contaminação do Kit durante a coleta, coletar nova amostra.

Referências:

1. CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Lei n. 7.498, 25 de Julho de 1986. Dispõe


sobre a regulamentação do exercício da Enfermagem. Disponível em:
http://www.portalcofen.com.br.

2. FUNED. Manual de coleta, acondicionamento e transporte de material biológico para


exames laboratoriais. Belo Horizonte, Abril, 2020. Disponível em:
http://www.funed.mg.gov.br/wp-content/uploads/2020/04/Manual-de-Coleta-
armazenamento-e-transporte-de-amostras-biol%C3%B3gicas.docx-1.pdf

Proibida a reprodução total ou parcial desta obra, por qualquer meio, eletrônico, mecânico, fotográfico e gravação,
ou qualquer outro, sem a permissão expressa da Diretoria Geral do Hospital das Clínicas/UFMG (LEI Nº 9.610, DE
19 DE FEVEREIRO DE 1998).
Instrução de Trabalho Técnico

Título: Coleta de swab nasal e oral para pesquisa de microrganismos


Código:DivE 01.60.09
para pacientes com suspeita de COVID 19
Atualização: NA
1ª versão: 07/04/2020 IT nº: ESP 010 Página 5 de 6
Versão nº:01
Responsável Técnico: Paula Cristina
Aprovador unidade: Divisão de Enfermagem
Barcelos Vasconcelos
3. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Instrução de Trabalho Laboratorial IT
013 Cultura para microbiologia. Hospital das Clínicas. Belo Horizonte. Disponível em:
http://prescricao.hc.ufmg.br/gesqualis/INSTRUCOES_TRABALHO/UFPatologiaMedicina
Laboratorial/Microbiologia/

4. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Regimento nº006 Regimento Interno


Vice Diretoria Técnica de Enfermagem Hospital das Clínicas, Belo Horizonte, versão
2014. Disponível em:
http://prescricao.hc.ufmg.br/gesqualis/REGIMENTOS/R_006_Regimento_VDTE.pdf.

5. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Instruções Técnicas de Enfermagem


Hospital das Clínicas da UFMG. Vice-Diretoria Técnica de Enfermagem. Belo Horizonte,
2011. Disponivel em: http://prescricao.hc.ufmg.br/gesqualis/
INSTRUCOES_TRABALHO/ViceDiretoriaTecnicaEnfermagem/

Proibida a reprodução total ou parcial desta obra, por qualquer meio, eletrônico, mecânico, fotográfico e gravação,
ou qualquer outro, sem a permissão expressa da Diretoria Geral do Hospital das Clínicas/UFMG (LEI Nº 9.610, DE
19 DE FEVEREIRO DE 1998).
Instrução de Trabalho Técnico

Título: Coleta de swab nasal e oral para pesquisa de microrganismos


Código:DivE 01.60.09
para pacientes com suspeita de COVID 19
Atualização: NA
1ª versão: 07/04/2020 IT nº: ESP 010 Página 6 de 6
Versão nº:01
Responsável Técnico: Paula Cristina
Aprovador unidade: Divisão de Enfermagem
Barcelos Vasconcelos

ANEXO 01

Swab nasal Swab orofaringe

Proibida a reprodução total ou parcial desta obra, por qualquer meio, eletrônico, mecânico, fotográfico e gravação,
ou qualquer outro, sem a permissão expressa da Diretoria Geral do Hospital das Clínicas/UFMG (LEI Nº 9.610, DE
19 DE FEVEREIRO DE 1998).