Você está na página 1de 4

Tema: Adultização infantil nas redes sociais.

O que se tem dito a respeito do tema?

Steven Paul Jobs, inventor, empresário e magnata americano no setor de informática


afirmou que “a tecnologia move o mundo”, isto é, após a revolução tecnológica a internet se
transformou em uma extensão do que conhecemos como sociedade moderna.
Denominada popularmente como “terra de ninguém”, as limitações da internet são mínimas
e o controle das redes sociais praticamente nulas, em virtude dessa problemática, as novas
gerações estão sendo inseridas no universo digital de forma precoce e nociva, gerando um
aumento exponencial na adultização e erotização infantil, bem como expandindo e
facilitando o crime de pedofilia, ferindo os direitos do menor incapaz a segurança e
colocando em risco a vida.

Qual é a ideia básica com a qual pretendo trabalhar?

Tendo como base casos reais como o caso Irina Ionesco, fotógrafa francesa que promoveu
sua carreira com a venda de imagens que erotizavam a filha, Eva Ionesco e o recente caso
da menina MC Melody que desde os 9 anos de idade era exposta na internet e adultizada
pelo pai, MC Belinho.
Este projeto de pesquisa tem como princípio o estudo e a análise da adultização e
erotização infantil na internet como um fator agravante do crime de pedofilia. Isto é, devido a
constante normatização de crianças com acesso ilimitado e sem controle às redes sociais,
exposição por parte de pais ou responsáveis com a divulgação de fotos erotizadas e com
roupas inadequadas para a idade, além de um vasto número de seguidores que não passam
por sistema de filtragem, a pedofilia nas redes tem crescido exponencialmente.
Entretanto, mesmo com uma problemática gradual e de alto risco, embora necessária, não
existe lei que preceda, previna e puna a prática de adultização infantil nas redes. Segundo
as palavras da autora e professora de geografia Edna Frigato “A adultização infantil deveria
ser considerada crime já que rouba a inocência e mata a infância da criança”.

Objetivos

O que eu pretendo atingir com a minha pesquisa?

Partindo do princípio que o Estatuto da Criança e do Adolescente ECA foi criado em 13 de


Julho de 1990, ou seja, há apenas 30 anos,conclui-se que a infância demorou a ser uma tema
reconhecido pela área da Ciências Humanas e da Saúde, bem como, objeto de legislação com
um segmento particular de necessidades próprias que protege o menor de qualquer forma de
discriminação, exploração, violência, cruel
Logo, ao compreender e exemplificar os danos causados pela adultização e erotização infantil,
busca-se evidenciar os prejuízos ao desenvolvimento do menor como membro da sociedade e
comprovar a importância da instauração de um projeto de lei que proteja a criança de crimes
tecnológicos afim de reduzir afluência de conteúdos que contribuem com a pedofilia.
Quais as etapas que eu preciso cumprir para alcançar minhas intenções de pesquisa?

Para que sejam obtidos resultados condizentes com a realidade, é necessário que haja uma
profunda pesquisa em artigos científicos, livros e estáticas existentes. Em conseguinte, esse
material deve ser complementado com uma análise de casos reais de pedofilia e abuso
infantil, comparando a variante da passagem do tempo e comprovando o significativo
aumento de casos em função da revolução e a progressiva normatização da presença de
crianças na internet.
Posteriormente, faz-se necessária uma pesquisa de campo com mães de crianças
pequenas, questionando suas atitudes, limites e inquietações com relação à exposição do
filho(a) nas redes sociais.
Destarte, a junção desses materiais visa comprovar a tese: A adultização infantil nas redes
corrobora para o aumento da pedofilia?

Justificativa

Por que estou fazendo esta pesquisa?

O uso da tecnologia tornou-se no mundo moderno habitual, global e indispensável.


Entretanto, essa ferramenta, se utilizada de forma equivocada pode causar danos
irreparáveis e quando se trata de menores incapazes a situação se agrava, pois a liberdade
de acesso às redes sociais facilita a atuação de pedófilos pelo meio virtual.
Segundo o doutor psiquiatra Danilo Baltieri “A pedofilia é a doença mais estigmatizada de
toda a medicina”, dessa forma, faz-se extremamente necessária uma pesquisa que investiga
as origens e a propagação dessa doença considerada um tabu perante a sociedade, assim,
torna-se possível expor a ameaça que pressupõe e alertar os pais para que tomem as
devidas precauções ao ceder o celular aos filhos, publicar fotos da criança com roupas
sexualizadas e adultizar a infância.

Eu posso contribuir com respostas ou reflexões em relação ao tema da minha pesquisa?

É válido a concepção de Aristóteles ao dizer “O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato


reflete”, isto é, é necessário refletir sobre questões para sair da ignorância e caminhar em
direção ao pensamento crítico e à lucidez.
Salienta-se que de acordo com o Ministério público/SC (online), o sistema de pedofilia na
internet possui via própria, com comunidades virtuais, sites, blogs, canais de chat para troca
de experiência, imagens pornográfica, e até informações de como criar boas estratégias de
abordagem de crianças no mundo real.
Portanto, esse trabalho contribui de forma informativa e alerta a sociedade para os perigos
da pedofilia online afim de diminuir a exposição, adultização e erotização de crianças nas
redes sociais.
Revisão bibliográfica

Que autores eu posso citar como fontes inquestionáveis de consulta sobre o tema que
estudo?

Jean Jacques Rousseau, reconhecido filósofo iluminist


ou momento do desenvolvimento humano, em que s
seu modo de ser mais natural. Então, a infância
momento em que ele pode se formar
Rousseau traz como fundamento que tudo o que a pe
Destaca-se também o pensamento de Freud sobre a ped
ele afirma “ a pedofilia é a perversão dos fracos
As ações por eles praticadas são de caráter masturbatório
Em relação a internet, o autor Zygmunt Ba
“Tudo o que é privado agora é feito, potencia
disponível para o consumo público e permanece disponível para a duração, até o fim do tempo,
assim como a internet não pode ser feita para esquecer nada uma vez que se está gravado
em qualquer um dos seus inúmeros servidores”.

Quais as citações que trago destes autores?

“O homem nasce bom, mas a sociedade o corrompe”. - Rousseau.


“O espírito humano precisa prevalecer sobre a tecnologia”. - Albert Einstein
“As redes sociais são uma armadilha” - Zygmunt Bauman
“A tecnologia move o mundo” - Steve Jobs
“Todos os seres humanos ocultam a verdade nos assuntos sexuais”. -Sigmund Freud
“A adultização infantil deveria ser considerada crime já que rouba a inocência e mata a
infância da criança”. - Edna Frigato
“Educai as crianças para que não seja necessário punir os adultos” - Pitágoras
“A pedofilia é a doença mais estigmatizada de toda a medicina”. - Danilo Baltieri

Metodologia

Qual o tipo de pesquisa que pretendo usar?

Pesquisa científica em trabalhos acadêmicos, livros e documentários, bem como uma


análise de casos reais de pedofilia e adultização infantil, além de uma pesquisa de campo
com mães de crianças pequenas.

Já tenho ideia dos instrumentos de pesquisa que vou usar?


Google acadêmico, Google Formulários, Jornais, E-books e livros físicos.

Como penso em coletar os dados da minha pesquisa?

Os dados serão coletados por meio de formulários, análises, estatísticas e gráficos.

Cronograma

Quanto tempo acho que vou gastar para terminar meu processo de pesquisa?

6 meses.

Porque cheguei a esta p

Para poder concluir todas as etapas.

Você também pode gostar