Você está na página 1de 18

PONTIFICIA UNIVERCIDADE CATOLICA DE MINAS GERAIS

Instituto de Ciências Econômicas e Gerenciais


Curso: Administração
Disciplina: Responsabilidade e Sustentabilidade Organizacional

Marcilene Rodrigues Ferreira Sobrinho


Marina Moreira da Silva
Matheus Thierry Medeiros Silva
Raquel Luana da Silva Teixeira
Rubens Gabriel

CONCURSO DE EMPRESAS SOCIAIS:


Poupadores da Educação

Belo Horizonte
2020
Marcilene Rodrigues Ferreira Sobrinho

Marina Moreira da Silva

Matheus Thierry Medeiros Silva

Raquel Luana da Silva Teixeira

Rubens Gabriel

CONCURSO DE EMPRESAS SOCIAIS:


Poupadores da Educação

Trabalho como requisito parcial para


aprovação na disciplina de Responsabilidade e
Sustentabilidade Organizacional na
Universidade Católica de Minas Gerais.

Orientador: Armindo dos Santos de Sousa


Teodósio

Belo Horizonte
2020
“Cuidado com as pequenas despesas, um pequeno vazamento afundará um
grande navio.” – Benjamin Franklin
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO .............................................................................................4
2. METODOLOGIA ...........................................................................................6
3. REFERENCIAL TEÓRICO ...........................................................................6
3.1 Plano estratégico da empresa social ..........................................................6
3.2 Missão, visão e valores ...............................................................................7
3.3 Planejamento das operações da empresa social .......................................8
3.4 Planejamento de marketing da empresa social ...........................................9
3.5 Planejamento de gestão de pessoas ..........................................................11
3.6 Governança da empresa social ...................................................................12
4 CONSIDERAÇÕES FINAIS ...........................................................................14
REFERÊNCIAS ...............................................................................................17
4

1 INTRODUÇÃO

No contexto atual, fica cada dia mais evidente a importância e


necessidade de criar ações positivas voltadas a propósitos sociais e ambientais.
Empresas partem de ações socioambientais pois, tais movimentos agregam real
importância e grande valor à sociedade, ao meio ambiente, como também aos
envolvidos no desenvolvimento do trabalho da entidade.
As empresas com engajamento socioambiental são importantes, pois
prezam também pela melhora e desenvolvimento da comunidade local, que na
maioria dos casos, necessita de ações que empresas tradicionais não se
preocupam ou não têm interesse em desenvolver. Esse tipo de empresa
contribuí, portanto, diretamente para desenvolver e tornar o mundo melhor.
O conceito de negócios sociais ganhou maior visibilidade nos anos 90, nos
Estados Unidos e na Europa, acompanhando a demanda crescente por produtos,
serviços e modelos de negócios inovativos que sirvam a uma missão social e/ou
ambiental (BRIZOLARA, 2017). O negócio social ou empresa social, pode ser
compreendida como negócio de impacto social, são organizações que não
buscam apenas o lucro, mas sim, e principalmente a agregação de valor social e
ambiental.
As empresas sociais, portanto, buscam atender às demandas de uma
camada da população que não tem suas necessidades atendidas, como também
aos problemas ambientais que não têm as devida atenção pelos negócios
tradicionais. Essas empresas procuram pensar e criar ações que possam
diminuir ou até mesmo eliminar problemas ligados a comunidades vulneráveis,
de baixa renda, com problemas sociais, entre outros.
O negócio social procura também resolver problemas e diminuir a
degradação do meio ambiente, mas sem deixar de lado sua capacidade de gerar
receitas para manter sua sustentabilidade de curto, médio e longo prazo como
empresa.
No contexto brasileiro, segundo um estudo elaborado pelo Congresso Brasileiro
de Pesquisa de Mercado, só 36% afirmam guardar dinheiro (PORTAL G1, 2018),
percebe-se que, o brasileiro tem grande necessidade de adquirir conhecimento e
mudança de atitude acerca desse tema, sendo as pessoas mais carentes as mais
5

impactadas por tal dificuldade. De acordo com pesquisas, mais da metade dos brasileiros
não investem, cerca de 58%, número ainda longe do ideal.
O número de pessoas em vulnerabilidade social chega a ser alarmante. Isso
porque, na maioria dos casos, as pessoas não terem conhecimento e nem capital
disponível para investir e tornar seu dinheiro também fonte de receita. Além disso, há
pouco controle sobre suas finanças e pouco ou nenhum conhecimento sobre
investimentos.
O brasileiro também não tem hábitos diários de economia doméstica (água, luz,
etc), o que propicia uma menor quantidade de capital disponível, como também
degradação do meio ambiente. Tudo isso podendo formar um empecilho e até mesmo
impossibilidade de melhoria de vida de pessoas de baixa renda.
De forma a minimizar os impactos socioambientais supracitados, a
empresa Carteira Inteligente atua no setor terciário da economia, no ramo de
prestação de serviços. É uma empresa que oferece cursos e palestras a pessoas
de classe baixa e micro empreendedores, com um preço acessível a pessoas
carentes.
A empresa Carteira Inteligente busca, através de cursos ministrados,
agregar conhecimento à sociedade sobre investimento, economia doméstica e
educação financeira. A empresa possui o objetivo principal de melhorar a
qualidade das decisões tomadas pelas pessoas acerca de seu dinheiro,
investimento e economia dentro do seu ambiente familiar.
A partir da economia e melhor gestão do capital disponível, a tendência é
que as pessoas tenham o conhecimento para investir, o que colabora para o
combate à desigualdade, bem como também diminuir o impacto dos gastos
domésticos para com o meio ambiente. A partir de suas políticas, a empresa irá
também agregar valor aos seus funcionários e pessoas envolvidas no entorno
da empresa.
O presente trabalho foi elaborado para a disciplina de Responsabilidade
e Sustentabilidade Organizacional e tem como objetivo discorrer sobre a criação
de uma empresa social e os conceitos básicos para contextualizar esse assunto.
Sendo assim, pretende-se falar acerca do tema supramencionado, bem como
apresentar com clareza evidências sobre a empresa desenvolvida, suas
características, políticas e produtos oferecidos.
6

O trabalho está estruturado segundo a seguinte organização: descrição


da metodologia; apresentação do planejamento estratégico, planejamento das
operações e marketing, o plano de gestão de pessoas e governança da empresa
social desenvolvida. O trabalho busca apontar como, onde e por que a empresa
vai atuar e cita também como irá impactar positivamente de forma a agregar
valor à sociedade e ao meio ambiente.

2 METODOLOGIA

A metodologia utilizada neste estudo foi a pesquisa bibliográfica, pois a


mesma oferece meios que auxiliam na definição e resolução dos problemas já
conhecidos, como também permite explorar novas áreas onde os mesmos ainda
não se cristalizaram suficientemente. A pesquisa bibliográfica também permite
que um tema seja analisado sob novo enfoque ou abordagem, produzindo novas
conclusões.

3 REFERENCIAL TEÓRICO

3.1 Plano estratégico da empresa social

Figura 1 – Carteira Inteligente


7

3.2 Missão, visão e valores

A missão da nossa empresa social, poupadores da educação, é gerar e


distribuir conhecimento para o desenvolvimento do indivíduo na sociedade.
Dessa forma, deve haver um bom programa de integridade, que requer um
comprometimento absoluto que garanta a realização do mapeamento dos
valores da organização, para o cumprimento de sua missão e visão.
A visão da empresa é de levar conhecimentos através de cursos, para
que gere alguma melhora à sociedade, principalmente em um mundo pós
pandemia. Além disso, objetiva-se auxiliar na contabilidade e economia do
indivíduo ou da sua micro empresa para que tenham segurança e possam
alcançar seus objetivos, sendo os produtos oferecidos com preço acessível à
população, jovens e adultos.
A empresa tem como valor social e econômico oferecer serviços e
produtos que contemplem as condições para que todos os indivíduos tenham os
recursos necessários para uma vida saudável e de qualidade. De forma que os
cursos oferecidos possam ter papel fundamental na redução das desigualdades
sociais oferecendo material necessário para a manutenção das finanças de que
o conhecimento sobre os temas se tornem acessível e transforme a vida
financeira das famílias e organizações que aderirem ao material.

3.3 Planejamento das operações da empresa social

A empresa social aqui apresentada usará catálogo eletrônico, catálogo


impresso com explicação do representante nas visitas aos locais onde se
encontra o público alvo, catálogo disponível também no site da empresa e mídias
sociais. O portfólio de produtos abordará portanto: curso de economia financeira
para microempreendedores, curso de investimento a longo prazo para donos de
microempresa, curso de investimento financeiro para pessoas de baixa renda
com intuito de melhor aplicação do seu dinheiro, cursos de economia doméstica
para chefes de família, donas de casa e gestores em caso de economia nas
empresas.
8

A falta de equilíbrio entre os humanos e seu meio ambiente está forçando


o estabelecimento de um novo modelo de crescimento econômico e social. O
mundo caminha para uma nova estrutura onde as relações e organizações
passam a ser mais éticas e responsáveis. Pensando nisso e visando minimizar
os impactos causados, a empresa apresentada neste trabalho tem como
prioridade gerar valor social, ambiental e econômico.
A pressão por priorização dos aspectos socioambientais parte dos sinais
claros de esgotamento que o mundo tem apresentado e pelos impactos
negativos desse desgaste. Muitos consumidores, mais conscientes, priorizam se
adaptar a um consumo que incentive organizações que prezam o
desenvolvimento de organizações que possibilitam a eliminam ação desses
impactos negativos.
Essa empresa tem como valor social e econômico oferecer serviços e
produtos que contemplem as condições para que todos os indivíduos tenham os
recursos necessários para uma vida saudável e de qualidade. Dessa forma, os
cursos oferecidos desempenham papel fundamental na redução das
desigualdades sociais oferecendo material necessário para a manutenção das
finanças de que o conhecimento sobre os temas se torne acessível e transforme
a vida financeira das famílias e organizações que aderirem ao material.

3.4 Planejamento de marketing da empresa social

Os cursos oferecidos pela empresa serão ministrados através de


plataformas online e criação de centros tecnológicos de serviços, onde a lan
house será especializada na prestação de serviços educacionais, de apoio
comercial, de serviços públicos, programas educativos, cursos
profissionalizantes, preencher planilhas de planejamento doméstico, inclusão
digital. Haverá articular com as famílias e a comunidade local para demonstração
da importância da educação financeira nas escolas.
Através dos cursos, o objetivo da empresa é de incentivar a inclusão
digital, com educação de qualidade ajudar a reduzir os índices de desigualdade
através da inclusão social e melhorar da qualidade de vida dos cidadãos. Além
disso, há o objetivo de atender efetivamente toda a comunidade, e objetiva-se
que, a empresa consiga realizar reuniões periódicas, para divulgar os cursos,
9

esclarecer dúvidas e também ouvir as necessidades e expectativas de cada


membro presente e dessa forma, moldar os cursos de forma a atender todos os
interessados.
Nossos fornecedores serão priorizados primeiramente por ordem de
produtos e empresas mais alinhadas à ações de sustentabilidade. Logo, nossos
produtos para escritório serão em prioridade produtos feitos com materiais
sustentáveis com a valorização de mão de obra local como marceneiros locais
para fabricar as mesas e prateleiras, floriculturas para comprar plantas de
decoração, mesas de madeira, ambiente verde e cafés orgânicos.
Os serviços serão oferecidos com preço acessível à população, jovens e
adultos, sendo nossos cursos ministrados através de plataformas online e
criação de centros tecnológicos de serviços, voltados para a prestação dos
serviços educacionais, apoio comercial, programas educativos, cursos
profissionalizantes voltados para o planejamento doméstico, profissional e
inclusão digital. O principal foco das ações é articular as famílias e a comunidade
local para a importância da educação financeira.
Através dos cursos, pretende-se agregar conhecimento a toda a
população e consequentemente reduzir os índices de desigualdade, além de
melhorar a qualidade de vida de todos os participantes. O estudo de mercado
alvo que configura o desenvolvimento das ações da empresa pode ser
vislumbrado a seguir, na figura 2.

Figura 2 – Mercado alvo


10

3.5 Planejamento de gestão de pessoas

A gestão de pessoas terá foco principal em descentralização e equilíbrio


da diversidade do material humano da empresa. Todos os envolvidos na
empresa social terão voz e valor organizacional, além de desenvolvermos uma
política de ter como gestores de algumas áreas ou até mesmo no conselho e
alunos dos cursos voltados para o público de baixa renda.
Com a adoção de um perfil humanizado, cada trabalhador terá
consciência social do processo que participará, e noção da operação principal
da empresa em que irá trabalhar. Além disso, cada trabalhador saberá o seu
valor e o valor do outro, sempre respeitando e tendo resiliência.
A empresa adotará a política de salários de mercado, onde os gestores
principais não receberão mais do que 5 vezes o salário do funcionário de mais
baixo escalão. A empresa contará com políticas de metas e participações nos
lucros para todos os funcionários da empresa, com o objetivo de buscar cada
vez mais equilíbrio salarial.
Com o foco na equipe, o despertar da confiança dos colaboradores
permitirá a geração de um ciclo virtuoso de produtividade e engajamento. Além
disso, a empresa buscará desenvolver pesquisas internas por meio de
questionários ou mesmo uma conversa franca com as equipes sobre as
dificuldades enfrentadas, de modo a abrir um diálogo real e produtivo, identificar
tudo que precisa ser melhorado e investir nas mudanças necessárias.
A empresa possui o objetivo de estar sempre aberta a ouvir críticas
construtivas, independente se elas vêm de alguém que está em uma posição
superior ou não. Isso porque, quando se trabalha em equipe todos devem ser
valorizados.
As reuniões serão realizadas para discutir novas ideias e possibilidades
de trabalho em um ambiente propício para que os colaboradores se sintam à
vontade para debater questões profissionais, pois aprender com o outro é uma
das competências mais valiosa dentro de uma empresa. Dessa forma busca-se
um resultado de um clima de maior positividade no ambiente de trabalho,
trazendo benefícios para todas as partes envolvidas.
11

3.6 Governança da empresa social

A missão da empresa social, poupadores da educação, é gerar e distribuir


conhecimento para o desenvolvimento do indivíduo na sociedade. Dessa forma,
deve haver um bom programa de integridade que requer um comprometimento
absoluto que garanta a realização do mapeamento dos valores da organização
para o cumprimento de sua missão e visão.
A elaboração de um código de conduta que esteja alinhado com os
interesses da empresa e da sociedade é fundamental para a empresa social.
Além disso, precisa-se da criação de um canal específico e independente para
recebimento e tratamento de denúncias, de forma a construir uma relação com
o público interno e externo e satisfazer suas necessidades e interesses, gerando
valor para todos.
O código de conduta, também conhecido como código de ética, é um
conjunto de regras que define valores e orienta as ações dos colaboradores de
uma organização. Nessa empresa social, assume-se perante ao mercado suas
próprias responsabilidades éticas sociais e ambientais.
As regras de convívio e alinhamento socioambiental serão ser observadas
por todos os funcionários, colaboradores e prestadores de serviço da
companhia. Assim, é estabelecido um padrão de comportamento que explicita a
postura da empresa para todos os seus stakeholders.
12

Figura 3 - síntese modelo canvas c

Figura 4 – Modleo de intervenção


13

4 CONSIDERAÇÕES FINAIS

O Brasil é palco de muitas desigualdades sociais e embora colocado em


posição privilegiada em questões geográficas, regionais, comerciais e de
recursos extrativistas, quando colocado em comparação a outros países, ainda
sim o país enfrenta um cenário com problemas que exigem superação imediata.
Esse cenário desigual se relaciona com outros problemas estão atrelados a falta
de conhecimento tendo como resultado a intensificação da desigualdade social.
Existem algumas possibilidades que possibilitam vislumbrar esperança
frente a essa realidade como o conhecimento, instrução, prática, tecnologia e
transformação. Porém, não basta disponibilizar os meios para isso, é importante
orientar e mostrar as pessoas como as tecnologias e o conhecimento pode
contribuir para suas tarefas e atividades, trazendo conhecimento e novas
oportunidades.
Nos tempos atuais, milhares de pessoas vivem às margens da sociedade
econômica e têm maior dificuldade ou até mesmo sentem-se impedidas para
executar algumas tarefas que hoje são tornadas mais simples pelo uso de
serviços baseados em novas tecnologias. Nesse contexto, pode-se citar o
processo de colocação profissional no mercado, no qual é exigido um
conhecimento mínimo em informática.
A impossibilidade da utilização da Internet, devido à falta de noção prática,
priva algumas comunidades da obtenção de maior conhecimento e troca de
informações, assim como a pobreza de informações económicas o que as
enriqueceria cultural, social e economicamente. O problema estende-se não só
pela falta de conhecimento tecnológico mas por falta de um conhecimento
mínimo para manipular algumas ferramentas práticas e teóricas com a qual
convive-se no dia-a-dia, mas também, o número de pessoas endividadas estão
crescendo cada vez mais devido principalmente a falta de acesso a instruções e
noções básicas de educação financeira.
A importância das empresas sociais que tratam esses problemas é
crucial, pois elas fornecem conhecimento e treinamento através de cursos, afim
de tornar a economia doméstica e outras técnicas econômicas um hábito gerador
de mudanças extraordinárias. Dessa forma, obtêm-se melhoria nos resultados
mensais evitando o desperdício e induzindo de forma positiva o consumo
14

sustentável, contribuindo assim, para a sociedade de forma intensa na área


financeira.
Como teoria de mudança e contribuições dessa empresa social, tem-se
como intervenção estratégica a produção de cursos acessíveis na área
financeira familiar e voltados para pequenos empreendedores, auxiliando no
cuidado com as finanças. Com o propósito de favorecer pessoas que necessitam
de oportunidades, pontua-se a ideia de contratação e treinamento de jovens
talentos para compor a equipe e transmitir o aprendizado a novos alunos.
A empresa social também proporciona oficinas online para a família dos
alunos abrangendo então os gargalos financeiros de forma integral dentro de um
lar e trazendo soluções financeiras a um nível familiar.
Para o avanço a formação integral do estudante, o trabalho contribuiu de
forma considerável trazendo a noção de que a resolução de problemas nas
relações humanas e ambientais promove a capacidade e aptidão das pessoas
de forma a terem o seu bem-estar. Além disso, entende-se que, o trabalho social
tende a intervir sobre os problemas das pessoas dentro de um contexto
ambiental, uma vez que somos indivíduos influenciados pelas forças que nos
rodeiam, pelo local de trabalho, pela família, pelas referências, classes e outros
valores.
Este trabalho desenvolveu nos participantes noções sobre ideais
humanitárias e democráticas, assentando o respeito a igualdade e dignidade do
ser humano. Além disso, elevou o olhar do aluno para o desenvolvimento de
capacidades individuais, coletivas e sociais aos níveis cognitivo, relacional e
organizativo com foco na desigualdade econômica e na falta de instrução de
forma mais cuidadosa, de forma a enxergar de uma forma mais clara a
necessidade de tratarmos essa deficiência em nível global (RAQUEL TEIXEIRA,
2020).
Partindo da concepção que a educação é um instrumento que irá nortear
a vida de cada um, a pesquisa contribuiu para a formação dos participantes,
estudante de graduação, na área de administração. Além disso, o trabalho veio
agregar valores em todos os sentidos, pessoal e profissional. Entende-se a partir
dos resultados, a importância da reponsabilidade social e que ao elaborar ações
sociais e ambientalmente responsáveis, a empresa compreende que também
15

que é seu dever promover a preservação da sociedade e do meio ambiente


(MARCILENE RODRIGUES, 2020).
Partindo do desenvolvimento do trabalho e conhecimento acerca do tema,
acredito que o trabalho foi de grande agregação de valor tanto pessoal como
profissional para mim. Sabendo, portanto, diferenciar empresas com esse tipo
de inovação, como também entendendo a necessidade desse tipo de negócio
para o mundo atual. O trabalho em modo presencial, com certeza seria de maior
valia, até por ter um maior contato com as partes envolvidas no trabalho. Porém,
mesmo no regime letivo remoto o trabalho conseguiu concretizar o que foi
proposto como também abordou todas as expectativas a cerca dele (RUBENS
GABRIEL, 2020).
No que se refere a responsabilidade e sustentabilidade organizacional,
não só o trabalho desenvolvido, mas toda a matéria apresentada durante o
semestre agregou para a formação pessoal e profissional dos envolvidos.
Desenvolver uma empresa social, além de ser um desafio foi o momento de
buscar ideias e inspirações baseadas na realidade, na necessidade, resultando
na contribuição social e ambiental.
Com isso foi possível desenvolver o senso crítico para avaliar atividades
empresariais além de índices financeiros. Além disso, serviu para demonstrar
mais uma vez que a igualdade e o respeito devem estar presentes em todas as
áreas e principalmente no mundo dos negócios (MARINA MOREIRA, 2020).
Por fim, como um método de solução à esse problema, vejo a educação
financeira como a principal arma do socialmente vulnerável contra o sistema que
o aflige, sendo de extrema importância a realização de um trabalho como o
engajamento dos participantes para aspectos socioambientais (MATHEUS
THIERRY MEDEIROS SILVA, 2020).
16

REFERÊNCIAS

BRIZOLARA, Thais. O que são empresas sociais e por que o mundo precisa de mais
negócios desse tipo?. Disponível em: <https://medium.com/calhau-social/o-que-
s%C3%A3o-empresas-sociais-e-por-que-o-mundo-precisa-de-mais-neg%C3%B3cios-
desse-tipo-1698f2cdafe1>. Acesso em 23/11/2020.

CIEE. Educação financeira: o que é e qual sua importância. Disponível em:


<https://www.cieepr.org.br/educacao-financeira-o-que-e-e-qual-sua-importancia/>.
Acesso em: 24/11/2020.

MARCONDES, José Sérgio. Código de Conduta Ética nas


Empresas – Conceitos e Importância. Disponível em:
<https://gestaodesegurancaprivada.com.br/codigo-de-conduta-etica-nas-empresa/>.
Acesso em 23/11/2020.
PATEL, Neli. O Que São os 4 Ps do Marketing? Disponível em:
<https://neilpatel.com/br/blog/4-ps-do-marketing/> . Acesso em: 25/11/2020.
PORTAL G1. Dificuldade das pessoas em guardar dinheiro tem explicação científica.
Disponível em: <https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/seu-dinheiro-vale-
mais/noticia/dificuldade-das-pessoas-em-guardar-dinheiro-tem-explicacao-
cientifica.ghtml>. Acesso em: 23/11/2020.
SIMIS, Lemuel. Negócios que fazem o bem: possíveis e lucrativos.
Disponível em: <https://blog.firgun.com.br/negocios-que-fazem-o-bem/>. Acesso em
24/11/2020.
VIDA E DINHEIRO. A Estratégia Nacional de Educação Financeira. Disponível em:
<https://www.vidaedinheiro.gov.br/quemsomos/>. Acesso em 25/11/2020.
Agencia Brasil. Apenas 25% dos jovens de 18 a 30 anos fazem controle financeiro.
Disponível em: <https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2019-10/apenas-25-
dos-jovens-de-18-30-anos-fazem-controle-financeiro?amp>. Acesso em 23/10/2020

CONGRESSO EM FOCO. Sete em cada dez brasileiros estão endividados.


Disnponível
em: <https://congressoemfoco.uol.com.br/economia/sete-em-cada-dez-brasileiros-estao-
endividados-revela-cnc-o-numero-e-recorde/> Acesso em 23/10/2020
17

MARCONDES, José Sérgio. Código de Conduta Ética nas


Empresas – Conceitos e Importância. Disponível em:
<https://gestaodesegurancaprivada.com.br/codigo-de-conduta-etica-nas-empresa/>.
Acesso em 23/11/2020.
PATEL, Neli. O Que São os 4 Ps do Marketing? Disponível em:
<https://neilpatel.com/br/blog/4-ps-do-marketing/> . Acesso em: 25/11/2020.
PORTAL G1. Dificuldade das pessoas em guardar dinheiro tem explicação científica.
Disponível em: <https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/seu-dinheiro-vale-
mais/noticia/dificuldade-das-pessoas-em-guardar-dinheiro-tem-explicacao-
cientifica.ghtml>. Acesso em: 23/11/2020.

SIMIS, Lemuel. Negócios que fazem o bem: possíveis e lucrativos.


Disponível em: <https://blog.firgun.com.br/negocios-que-fazem-o-bem/>. Acesso em
24/11/2020.

VIDA E DINHEIRO. A Estratégia Nacional de Educação Financeira. Disponível em:


<https://www.vidaedinheiro.gov.br/quemsomos/>. Acesso em 25/11/2020.