Você está na página 1de 3

1 1. (10.

0) Em um pequeno texto, demarque a relação entre o desenvolvimento da


2 cidadania e a concretização dos direitos fundamentais, tendo em vista o quadro
3 teórico apresentado por T. H. Marshall. Comente segundo Lea Guimarães Souki,
4 a adequação ou inadequação da análise de Marshall acerca da cidadania ao
5 contexto brasileiro. (Máximo de 30 linhas)

6
1De acordo com o ponto de vista de TH Marshal a participação política somente se
2concretizou na Inglaterra após terem se consolidado os direitos civis. A partir daí foram
3criados novos direitos a partir dos direitos políticos, o que permitiria uma maior
4participação das pessoas na vida política da sociedade. “Começando do ponto no qual
5todos os homens eram livres, em teoria, capazes de gozar de direitos, a cidadania se
6desenvolveu pelo enriquecimento do conjunto de direitos de que eram capazes de
7gozar” (MARSHALL, 2002, p. 27). Como explicam Mastrodi e Avelar (2017) “os
8direitos sociais se referem ao direito a um mínimo de bem-estar social, e sua
9consolidação só seria alcançada quando todos os cidadãos tivessem acesso a esse
10mínimo”. Tais direitos só começaram a ser considerados com maior clareza a partir do
11século XIX.

12Foi só a partir do estabelecimento destes direitos que as reivindicações dos


13trabalhadores passaram a ser vistas como legítimas e não apenas a manifestação de
14revoltosos, mas de cidadãos que lutavam por seus direitos. Para TH. Marshal a ideia de
15igualdade humana básica, interpretada como cidadania, estaria associada ao
16pertencimento pleno a uma comunidade cívica” (SOUKI, 2006, p. 50). A igualdade
17então passou a ser relacionada com cidadania, com o pertencer a uma comunidade, de
18forma que a desigualdade de classe seria aceitável desde que garantida a igualdade da
19cidadania dentro da comunidade a que o indivíduo pertencia (MASTROID E AVELAR,
202017).

21De acordo com Souki as ideias de TH. Marshal seriam adequadas para a compreensão
22do desenvolvimento da cidadania no Brasil com a exceção de que, aqui, é recente a
23preocupação das elites com a pobreza e a exclusão social, o que só se estabeleceu após a
24estabilização econômica, a partir de 1994, e que essa preocupação estaria de certa forma
25ligada a uma manutenção da ordem do bem viver por parte das elites, isto é, buscando
26resguardar seus privilégios na sociedade e a manutenção de uma certa pacificação das
27massas. Em conclusão, podemos dizer que o estabelecimento dos direitos fundamentais
28só se dá a partir do estabelecimento da cidadania, pois só num contexto em que se
29reconheça o pertencimento do indivíduo a uma comunidade é que ele tem como
30reivindicar seus direitos e se fazer ouvir pelo poder governante. Assim, pode-se afirmar
31que não existem direitos se não existir cidadania.

32 Referências:

33 SOUKI, Lea Guimarães. A Atualidade de TH. Marshal no Estudo do


34 Desenvolvimento da Cidadania no Brasil. Civitas, Porto Alegre, 2006.

35 MASTRODI, Josué. AVELAR, Ana Emília Cunha. O conceito de Cidadania a


36 partir da Obra de T. H. Marshall: conquista e concessão. Cadernos de Direito.
37 Piracicaba, 2017.
1