Você está na página 1de 5

Tempo de Retenção: Até a conclusão da ligação no CIS pelo COM. Após Retenção: Excluir arquivo.

Arquivamento: S:\Projeto_Medição\XXX\04_Em Execução\PE_xxx_xx Versão: 23/11/2018

Nº Projeto: _______/_____

CHECK LIST Média Tensdão (MT) – TRANSFORMADOR ÚNICO

Prezado Responsável Técnico executor da obra,

Favor verificar todos os itens do Check List relacionados abaixo (marcar cada item
conferido), assinar e encaminhar cópia digitalizada para o email
medicao.vistoria@copel.com, juntamente com as fotos e documentação solicitadas.

Nome Responsável pela obra : _______________________________________________

CREA-PR: ___________ Nº ART da Obra (código 050 execuçao): __________________

Telefone: (__)_______________ Assinatura: __________________________

Obs: Sem a documentação solicitada, este documento preenchido e as fotos não será
possível dar continuidade a solicitação de agendamento da sua vistoria.
No email encaminhado, no campo assunto deverá conter: o número do projeto elétrico; a
cidade da obra e a descrição do conteúdo,como no exemplo abaixo:
"PE NNN/AA – Cidade - Solicitação de vistoria – MT – Transformador Único"
"PE NNNNN/AAAA – Cidade - Solicitação de vistoria – MT – Transformador Único" (quando
aprovado no PEW)

1. DOCUMENTAÇÃO

Documentação necessária para o agendamento da vistoria e/ou ligação solicitada.

1.1 DOCUMENTAÇÃO PARA SOLICITAR VISTORIA

A documentação abaixo solicitada, deverá ser enviada por email para


medicao.vistoria@copel.com .

a. ART de execução das instalações elétricas com código 050 para ligação nova (e
montagem e/ou manutenção quando for o caso) emitida por responsável técnico
habilidado no CREA;
Obs: Caso seja Cabine metálica seguir as orientações:
b. ART cabines metálicas: Cabine homologada na COPEL por fabricante exige ART de
montagem e ART de execução código 050 da obra. Para cabines não homologadas ART
de execução da obra código 050 contendo a inclusão da Cabine nas observações e
mantendo o endereço da OBRA;
c. Formulário Medição Resistência de Terra (disponível em
http://www.copel.com/formulários);
d. Formulário Medição Resistência de Isolamento para ramal subterrâneo, (disponível em
http://www.copel.com/formulários);
e. Foto do selo do INMETRO (para transformadores a óleo até 300kVA);
f. Foto da plaqueta de identificação do transformador com boa nitidez;
g. Relatório de Ensaio do transformador - Verificar se o transformador comprado tem as
perdas compatíveis com a NTC-910020, que são as máximas aceitas pela COPEL. Caso
Tempo de Retenção: Até a conclusão da ligação no CIS pelo COM. Após Retenção: Excluir arquivo.
Arquivamento: S:\Projeto_Medição\XXX\04_Em Execução\PE_xxx_xx Versão: 23/11/2018

Nº Projeto: _______/_____

não se enquadre o transformador não será aceito;


Transformadores com tensão de 34,5kV obrigatoriamente devem ter a observação no
relatório que são de 5 colunas conforme previsto na NTC-910020;
Obs: as perdas máximas admitidas, como previsto na NTC - 910020, não são
relacionados com o sistema de medição instalado na Unidade Consumidora.

TABELA 1: CARACTERÍSTICAS ELÉTRICAS DOS TRANSFORMADORES

Classe de Potência PERDAS MÁ XIMA S [W] IMPEDÂ NCIA Classe de Potência PERDA S MÁXIMA S [W] IMPEDÂ NCIA
tensão [kV ] [kVA ] à [75º C] tensão [kV ] [kVA ] à [115º C]
Em Vazio Totais Em Vazio Totais
75 295 1395 75 295 1395
112,5 390 1890 3,5 112,5 390 1890 4,5
150 485 2335 150 485 2335
15 à ÓLEO 15 à SECO
225 650 3260 225 650 3260
300 810 4060 4,5 300 810 4060 5,5
500 1300 6400 500 1300 6400
75 320 1580 15 320 1580
112,5 440 2055 4 30 440 2055
36,2 à ÓLEO 150 540 2640 36,2 à SECO 45 540 2640 4
225 750 3600 75 750 3600
5
300 900 4450 112,5 900 4450

Fonte: NTC 910020

Antes da vistoria (conforme Comunicado DMED 004/2015 de 03/09/15 004/2018 de


23/11/18) é necessário a autorização de passagem de ramal subterrâneo com a seguinte
documentação:
Obs: a empreiteira contratada deverá passar o ramal de Média Tensão (MT) sem
energizar (conectar na rede). O ramal de entrada só poderá ser instalado/energizado
por empreiteiras cadastradas na Copel, lista disponível no site
www.copel.com/fornecedores/informações – Construção de Redes por Particular-
Empresas Habilitadas.

h. Carta Acordo - Atendimento com Ônus de Responsabilidade Integral do Interessado


(vistada e com firma reconhecida), disponível http://www.copel.com/formulários;
i. ART de execução da passagem do ramal de entrada (ramal subterrâneo), emitida pela
empreiteira contratada, contendo a seguinte observação:
“Esta ART é destinada a instalação de ramal de entrada em média tensão, sendo 4#XX mm², referente
ao projeto aprovado na COPEL sob número NNN/AA (ou NNNNN/AAAA para PEW)".

Obs: o ramal de entrada só poderá ser instalado por empreiteiras cadastradas na Copel,
lista disponível no site www.copel.com/fornecedores/informações – Construção de Redes
por Particular- Empresas Habilitadas.

A documentação original deverá ser entregue até a vistoria da obra.

1.2 DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA LIGAÇÃO

a. Contrato de fornecimento de energia e/ou termo aditivo com duas vias devidamente
assinado que deverão ser entregues para setor responsável na COPEL (conforme
Tempo de Retenção: Até a conclusão da ligação no CIS pelo COM. Após Retenção: Excluir arquivo.
Arquivamento: S:\Projeto_Medição\XXX\04_Em Execução\PE_xxx_xx Versão: 23/11/2018

Nº Projeto: _______/_____

orientação da área comercial).

2. FOTOS

As fotos deverão ser enviadas para o e-mail medicao.vistoria@copel.com com boa


nitidez, em formato PDF e/ou compactada/zipada.
Informamos que nosso servidor não permite acesso a link's e/ou arquivos salvos em
nuvem (on drive, etc).

2.1 GERAL

a. Caixa (30x30x30cm) de inspeção da(s) haste(s) de aterramento(s) contendo: conexão


cabo-haste (atentar a utilização do conector GAR);
b. Poste com o transformador contendo: transformador, conexão com o ramal de MT,
buchas de BT isoladas com fita auto fusão e isolante, aterramento da carcaça e
ligação/aterramento dos para-raios (observar orientação item 3.g );
c. Poste de derivação da rede da copel contendo placa de identificação da chave;
d. Mureta geral contendo: caixa do medidor, caixa dos transformadores de corrente (TC's)
e da proteção geral fechadas ; piso acabado, cobertura, mesa para leitora;
Obs: quando utilizada caixa tipo H, entenda-se módulo onde se diz caixa, e atentar ao tipo
de dobradiça utilizada se atende o prescrito na NTC 910100;
e. Caixa dos TC's aberta contendo: TC's instalados, conexão do aterramento com neutro
seguindo diretamente para a haste de terra, eletroduto do condutor de aterramento trecho
da caixa até a haste e eletrodutos de descida (trecho trafo-caixa). Lembrando que todos
os eletrodutos deverão ser aparentes;
f. Caixa do medidor aberta contendo: aterramento da caixa e tábua de madeira para
fixação do medidor;

2.2 PARA RAMAL DE ENTRADA SUBTERRÂNEO

a. Poste de derivação do ramal subterrâneo contendo: interligação das muflas com a


chave de derivação, conexão do para-raio, fixação da mufla reserva, eletroduto de descida
fixado com fita fusimec;
b. Caixa de passagem na base do poste fechada contendo: subtampa (lacrável) com placa
alerta "Perigo de Morte : Alta Tensão" e tampa de ferro fundido 80x80cm;
c. Caixa de passagem na base do poste aberta contendo: aterramento do eletroduto
(utilizar novo padrão de aterramento, sem perfurar o eletroduto), sobra de 2m do ramal e
dreno;
d. Cubículo do transformador contendo: ramal de entrada, aterramento da mufla (observar
orientação item 3.e) e aterramento do para-raio (observar orientação item 3.g);
e. Cubículo do transformador contendo: transformador, conexão com o ramal de MT,
buchas de BT isoladas com fita auto fusão e isolante, aterramento da carcaça;
f. Geral cabine contendo: placas alerta, iluminação, aterramento das partes móveis, portas
e grades;
g. Suporte para proteção mecânica do ramal de entrada, cofnorme NTC 903100.
Tempo de Retenção: Até a conclusão da ligação no CIS pelo COM. Após Retenção: Excluir arquivo.
Arquivamento: S:\Projeto_Medição\XXX\04_Em Execução\PE_xxx_xx Versão: 23/11/2018

Nº Projeto: _______/_____

Para um atendimento preciso, favor verificar os seguintes itens da Entrada de Serviço


(responsabilidade do executor):

3. ITENS DE ATERRAMENTO:

a. Unir cabo neutro do transformador e cabo terra (1) dentro da caixa dos TC's levando
direto a haste de terra;
b. Aterrar caixas com condutor de cobre nu (25mm²), deixar parafuso passante com porca
para aterramento da medição na caixa dos TC's e caixa do medidor;
c. Aterrar e seccionar grades ou cercas metálicas sob ramal de MT;
d. Aterrar eletrodutos metálicos (sem perfurá-los), caixas de passagem e todas as partes
móveis não energizadas;
e. Aterrar malhas de cabos do ramal de MT em apenas uma das extremidades
(preferencialmente na cabina);
f. Aterrar a carcaça do transformador;
g. O aterramento dos para-raios, deve ser com o condutor paralelo a estrutura e com
folga, contínuo até a haste de terra;
h. Verificar medição a resistência de aterramento: A foto da medição deve conter o valor
medido e o número do projeto a que se refere.
*O valor da resistência de aterramento deve ser inferior a 25 ohms para tensão até
1kV, 10 ohms para tensão 13,8kV e 5 ohms acima de 34,5kV.

4. ITENS TRANSFORMADOR:

a. A conexão do jumper de MT da bucha primária do transformador até o ramal de MT;


b. Os cabos de MT e BT estão conforme projéto elétrico atualizado e aprovado na COPEL
(isolação, bitola e quantidade de condutores);
c. O transformador de força está setado no TAP 13,2kV ou 33kV conforme a tensão
de fornecimento;
d. A bucha secundária do transformador está isolada com fita auto fusão e isolante;
e. Os eletrodutos devem possuir circuito completo (3 fases + 1 neutro por
eletroduto);
f. Vedação nas luvas de emenda dos eletrodutos ao longo do poste e na entrada
para as caixas de medição, fixando os eletrodutos no poste com fita fusimec.

5. ITENS DAS CAIXAS - ELETRODUTOS:

a. Os TC's estão instalados com a polaridade correta. (P1 ou S1 fonte, P2 ou S2


sentido carga);
b. A cobertura da medição possui 2,10m de altura por 1m de largura e comprimento
suficiente para proteger todas as caixas e equipamentos instalados na mureta;
c. Existe sobreposição dos terminais no barramento dos TC's. NÃO sobrepor, optar por
barramento auxíliar de mesma ampacidade do disjuntor;
d. Plainar / desobstruir / limpar frente das caixas para fácil acesso da equipe de vistoria .
e. Os eletrodutos fixados no poste devem ter 5,7m de altura + 30cm enterrados (1 barra
de 6m ou 2 de 3m), fixados com fita fusimec. Usar curva longa de F.G e aterrar os
eletrodutos (utilizar novo padrão de aterramento, sem perfurar o eletroduto);
Tempo de Retenção: Até a conclusão da ligação no CIS pelo COM. Após Retenção: Excluir arquivo.
Arquivamento: S:\Projeto_Medição\XXX\04_Em Execução\PE_xxx_xx Versão: 23/11/2018

Nº Projeto: _______/_____

f. Caixa de passagem na base do poste com as seguintes dimensões caixa de


80x80x80cm com tampa de ferro fundido e subtampa lacrável de 80x80cm, placa alerta
"Perigo de Morte : Alta Tensão" , sobra de 2m do ramal e dreno.

6. ITENS PLACAS DE ADVERTÊNCIA:

a. Se houver geração própria, instalar placas com os dizeres: "CUIDADO GERAÇÃO


PRÓPRIA" nas tampas das caixas do medidor e TC's;
b. Todas as placas devem ser parafusadas ou rebitadas e de material durável;
c. Instalar placa de identificação "GERAL" na caixa do disjuntor geral;
d. Para cabines semi-interradas instalar placas com aviso "Perigo de morte alta tensão"
nas grades de proteção e tampa do módulo.
7. ITENS PARA CABINAS (quando utilizado cabine)

a. Verificar medição da resistência de isolamento: A foto deve conter os valores medidos e


o número do projeto elétrico que se refere;

b. Fixar mufla reserva com distância mínima de 20cm de qualquer superfície que possa
oferecer contato;
c. Não aterrar a mufla reserva;
d. Prever suporte para as muflas;
e. Quando houver transformadores a óleo, providenciar captação de óleo com volume
suficiente e vedação;
f. Instalar transformador com as buchas secundárias voltadas para a grade;
g. Deixar plaqueta de identificação do transformador visível.

8. ITENS PARA GERAÇÃO PRÓPRIA (quando houver)

8.1. DOCUMENTAÇÃO

a. ART de execução, com a observação geração própria o tipo (emergencial, paralelismo,


etc).

8.2. FOTOS

a. Plaqueta de identificação do gerador contendo: tensão, potência e número de série;


b. Quadro de transferência de carga;
c. Disjuntor do gerador;
d. Instalar placas com os dizeres: "CUIDADO GERAÇÃO PRÓPRIA" nas tampas da caixa
do medidor e TC's/TP's, rebitadas ou parafusadas.

Você também pode gostar