Você está na página 1de 5

1. Qual a periodicidade de seu fechamento de estoque?

Mensal

2. Qual seu tipo de custo utilizado na empresa?


Custo Médio Ponderado

Materiais
3. Quais os tipos de materiais que irão compor o custo direto dos produtos parcial ou totalmente produzidos:

 MP – Matéria Prima
 MC – Material de consumo (Apropriação indireta)
 OI – Outros Insumos (Apropriação indireta)
 MO – Mão de Obra (Direta)
 MOI – Mão de Obra (Indireta)

Parâmetros

4. MV_CUSMED – Utiliza o método contabilização de custos dos movimentos de estoque Online ou Mensal?

Mensal - A partir do saldo inicial, notas fiscais de entrada e devoluções ao estoque, do período informado, o sistema calculará o novo custo médio
que valorizará as movimentações internas e notas fiscais de saídas do mesmo período informado para o recálculo.

5. MV_AGCUSTO – Seu custo será aglutinado por empresa ou filial de forma online sem precisar contabilizar os
movimentos?

Padrão: F (Filial)
Obs.: Não será utilizado este parâmetro devido o cliente optar pela apuração de custo mensal, seu preenchimento ficará no padrão .F.

Com esta nova configuração pode-se utilizar a aglutinação de custos on-line sem precisar contabilizar os movimentos
Implementado o parâmetro MV_AGCUSTO que permite utilizar a aglutinação de custos por empresa ou filial realizando o cálculo on-line (diretamente
na tabela de saldos SB2) sem a utilização do parâmetro MV_CUSMED = 'O'. Com esta nova configuração pode-se utilizar a aglutinação de custos on-
line sem precisar contabilizar os movimentos com esta característica.

6. MV_CUSFIL – Como será compartilhado o custo médio ponderado?

Obs.: Esse método deve ser definido no momento inicial da implantação dos estoques e saldos

A – Almoxarifado, Neste método de valorização do custo médio de cada produto restrito ao seu almoxarifado, terá o seu custo médio unitário
individualizado por armazém;

F – Filial, Neste método de valorização do custo médio, todos os armazéns de uma mesma filial possuem o mesmo custo médio unitário, ou seja,
qualquer alteração no custo médio de um armazém é, automaticamente, repassada para todos os armazéns de uma mesma filial, portanto a
contabilização dos movimentos gerados para este armazém obedecerá ao custo gerado para cada filial.

E – Empresa, O conceito de custo unificado por empresa consiste em realizar o somatório dos custos de todas as filiais da empresa corrente e aplicar
uma média de custos entre todos os armazéns.

7. Utiliza custo de reposição (Standart)?

Sim – Custo Standard  Custo de reposição – Utilizada formação do custo de reposição (Preço + Despesas + Frete) – Impostos Recuperados.

Uma vez determinado o Custo Standard dos produtos (seja pela rotina MATA320 ou manualmente no cadastro de produtos, ou seja, campo
B1_CUSTD atualizado), é possível valorizar as movimentações pelo Custo Standard. Isto será feito através da rotina de Recálculo do Custo Médio
(MATA330), quando estiver com o parâmetro MV_CUSREP= T. Ao executá-la, os movimentos serão valorizados partindo do custo de referência
contido no cadastro de produtos (campo B1_CUSTD). Obs.: o custo de reposição está disponível apenas em modo off-line, ou seja, pela execução do
Recálculo do Custo Médio

8. MV_CUSENT – O cálculo do Custo de Entrada será calculado por Vencimento ou Diário?

“D” – Diário, utiliza para a formação do custo de entrada para as outras moedas a taxa diária das moedas (Moedas 2345);
“V” – Vencimento utiliza para a formação do custo de entrada para as outras moedas e taxa do dólar no vencimento do título.
9. MV_CUSREP – Indica se deve calcular o custo de reposição na entrada da nota e no recalculo gravando na
tabela de saldo em estoque:

T – “T” True (Verdadeiro), ativa o cálculo do custo Standard na entrada da nota fiscal;
F – “F” False (Falso), desabilita o cálculo do custo Standard na entrada da nota fiscal.

Obs.: Será considerado True para ser gravado no cadastro de produto no campo B1_CUSTD, o Custo Standard (ou "custo de reposição") para formar
o Custo de compra (para produtos comprados) ou Soma do custo dos componentes (para produtos fabricados) logo após o processamento da rotina
MATA330/MATA320 no fechamento de estoque.

10. MV_CUSTEXC – Esse parâmetro controla o acesso de usuários durante as rotinas de forma compartilhada ou
exclusiva.

S – “SIM”, ativa o acesso exclusivo do cálculo do custo e saldos físicos;


N – “NÃO” ativa o acesso exclusivo do cálculo do custo e saldos físicos.

Obs.: O fechamento de estoque será realizado em modo exclusivo para evitar movimentações de estoque enquanto se calcula o custo de reposição
dos materiais.

11. MV_CUSTNEG – Define se o Saldo Atual e os Custos deverão ser gravados com valores Negativos obtidos na
rotina de Acerto de Saldo (MATA300).

“S” – Deixa o custo ficar negativo


“N” se o item estiver com saldo o não deixa o custo negativo.

12. MV_CUSZERO – Nos casos de movimentações internas valorizados (ajuste de custo) ou de inventário, a
quantidade final do Período for igual a Zero, devera Zerar Custo do Movimento?

“S” – Sim
“N” – Não

Obs.: Se a quantidade do movimento ou o custo do movimento for igual a Zero, deverá Zerar o Custo unitário.

Neste caso movimentações internas valorizadas (ajuste de custo) ou de inventário, quando o parâmetro MV_CUSZERO está com o conteúdo S, o
sistema zera o custo unitário da movimentação e consequentemente o custo da movimentação, veja o exemplo abaixo, mesmo fazendo uma
movimentação valorizada de custo o sistema não ajusta.
A Contabilidade de Custos dos Produtos:

 Apropriação dos custos de produção de produtos acabados, semiacabados e em elaboração;


 Apuração do custo total e unitário dos produtos e serviços para fins gerenciais e administrativos, pode ter
em seu cálculo os custos de distribuição, armazenagem, vendas e administração, incluídos aí os custos
financeiros e tributários.

Na atividade comercial o custo da mercadoria vendida era fácil de ser identificado, uma vez que sua
composição resulta do valor pago pela mercadoria, mais tributos não compensáveis, mais fretes pagos e
seguros.

No caso de haver variação de estoques, aplica-se a fórmula envolvendo, estoque inicial, compras e estoque
final para se encontrar o Custo Mercadoria Vendida (CMV).

ORIGEM CALCULO NARGEM


CM = CUSTO MEDIO DA MP DIGITADO MANUALMENTE

ORIGEM PESSOAL
MOD = MÃO DE OBRA DIRETA EM PERCENTUAL (ORI. PRICING V) QUE PEGA ESSE PERCENTUAL DO TOTAL DO ORI. DRE2019 QUE PEGA ESSE TOTAL
DO CENTRO DE CUSTO OPERACIONAL QUE SOMA O TOTAL DA FOLHA DE PAGAMENTO (SALARIO+ BENEFICIO) ORI. PESSOAL
CM + MOD + MOI + CF
 CUSTO DO PA
CT = MP + MOD + MOI + CF

o CT = CUSTO TOTAL

 MP = CUSTO MP

 MOD = CUSTO DIRETO


 CC OPERAC - TOTAL MOD DO MÊS (SALÁRIOS + BENEFICIOS)

 MOI = CUSTO INDIRETO


 CC ADM - TOTAL MOI DO MÊS (SALÁRIOS + BENEFICIOS)
 CC VENDAS - TOTAL MOI DO MÊS (SALÁRIOS + BENEFICIOS)

 CF = CUSTO FIXO
 CC Custos e Despesas Fixas
 CC Depreciação
 CC Rec. (Desp.) Financeira
1. PA
1.1. MP
1.2. MOD-CCOPERAC
1.3. MOD-CCADM
1.4. MOD-CCVENDAS
1.5. MOD-CCGASTOS

COMO EU VOU VINCULAR ESSES CUSTOS VARIÁVEIS AO PA?

COMO FUNCIONA O RATEO?

TUDO QUE EUVINCULAR A ESTRUTURA É CUSTO FIXO

PRV = CT / DIFERENÇA PERCENTUAL DE 100% - SOMA DE IMPOSTOS + COMIS + FRETE + OUTROS +

ICMS
PIS/COF
IR/CSL
COMIS
FRETE
TR CR
OUTROS
MARGEM LUCRO

18+9,3+0+8+1+0,5+0+20 = 56,80-100 = 43,20


6,4279 / 43,20% * 100 = 14,86