Você está na página 1de 2

Estratégias de avaliação digital num curso online: a importância da componente formativa da

avaliação

A inclusão das novas de tecnologias de informação e comunicação em Educação a Distância (EaD)


tem permitido a introdução de formas diversificadas de interação, entre os alunos, com o professor e
com o conteúdo, assim como a possibilidade do registo e eventual classificação dessas interações,
influenciando o processo ensino - aprendizagem e consequentemente a avaliação.
Sendo a avaliação um processo contínuo e de natureza muito diversificada, que deve ser ajustada à sua
finalidade, dada a multiplicidade de competências e aprendizagens a desenvolver, e dado as
características que definem os ambientes de aprendizagem e que os distinguem dos presenciais,
estamos perante um desafio para a construção de propostas pedagógicas e de instrumentos e
estratégias de avaliação adequados a este novo contexto. No qual, os instrumentos avaliativos
utilizados em EaD deverão possuir uma variedade condizente com as especificidades da modalidade,
aliados aos benefícios práticos dos ambientes virtuais de aprendizagem.
Desta forma, avaliar o progresso das aprendizagens realizadas em contexto online obriga o repensar de
estratégias de avaliação, pretendendo-se sempre assegurar a qualidade e a credibilidade da avaliação
das aprendizagens online.
Torna-se, assim, imperativa a construção de novos conceitos e práticas pedagógicas que respondam às
necessidades de alunos e professores nomeadamente no que diz respeito à avaliação das
aprendizagens.  
O presente estudo foi guiado por duas questões de investigação principais: 1) De que forma poderá o
design de estratégias de avaliação digital promover a aprendizagem? E 2) Qual é a perceção dos
participantes face às diferentes estratégias de avaliação digital implementadas?
Para dar resposta a estas questões de investigação utilizou-se uma metodologia de estudo de caso, que
se baseou numa unidade curricular (UC), num contexto 100% online, do Curso de Profissionalização
em Serviço para professores do Ensino Básico e Secundário, da Universidade Aberta, na qual foram
utilizadas 3 estratégias de avaliação digital diferenciadas. Foram recolhidos dados de diferentes fontes
e instrumentos (questionários, entrevistas, artefactos produzidos pelos participantes e fóruns de
interacção online).
O presente artigo discute as estratégias de avaliação digital utilizadas, bem como o seu carácter
formativo foi percecionado pelos participantes.
Regista-se que os participantes consideram importante participar na elaboração da avaliação de uma
UC de um curso online, sendo a explicitação clara de objetivos e critérios o ponto fulcral.
Também a definição de uma estratégia de avaliação adequada influencia o processo de aprendizagem
do aluno, sendo que deve ter em conta não só os aspectos quantitativos, mas também os qualitativos,
permitir desenvolver o sentido crítico do aluno e dar, ao aluno, a oportunidade de construir o seu
próprio conhecimento.
Relativamente aos instrumentos de avaliação, os participantes enfatizaram não só a importância da sua
diversificação como também a relevância do feedback num procedimento de avaliação valioso de
apoio à aprendizagem.
O e-fólio, um dos instrumentos de avaliação utilizados na UC, foi particularmente considerado como
um facilitador da aprendizagem na medida em que facilita a componente formativa da avaliação.

Palavras-chave: avaliação digital, instrumentos de avaliação, estratégias de avaliação, e-fólio

Você também pode gostar