Você está na página 1de 32

32220 Diário da República, 2.ª série — N.

º 112 — 11 de Junho de 2010

Aviso n.º 11636/2010 e) Certificar, mediante despacho, os factos e actos que constem dos
arquivos municipais, sem prejuízo das competências nesta matéria con-
fiadas a outros serviços;
Procedimento concursal para o preenchimento de quatro postos
f) Assegurar outros serviços de apoio geral quando não existam, em
de trabalho de Assistente Operacional
outros serviços, mecanismos próprios para o efeito;
Em cumprimento do disposto na alínea b) n.º 1 do artigo 37.º da Lei g) Assegurar a organização e dar sequência a todos os processos e
n.º 12-A/2009, de 27 de Fevereiro, torna-se público que foram contra- assuntos de carácter administrativo quando não existam outras unidades
tadas, em regime de contrato de trabalho por tempo indeterminado, os orgânicas com essa vocação.
trabalhadores abaixo indicados, para a carreira e categoria de Assis-
tente Operacional, posicionados na 2.ª posição remuneratória — Nível 2 — No âmbito da gestão dos Cemitérios Municipais:
remuneratório 2 da tabela única, com efeitos a partir do dia 3 de Maio Assegurar a gestão administrativa e operacional dos cemitérios mu-
de 2010: nicipais, liquidar as respectivas taxas e organizar ficheiros e demais
registos sobre enterramentos, sepulturas, jazigos e ossários e os processos
Albino Nogueira dos Santo de concessão de terrenos nos cemitérios.
Joaquim Alberto Martins de Bastos 3 — No âmbito do Notariado, compete-lhe, sob a responsabilidade do
Fernando Tavares de Almeida funcionário designado para o efeito nos termos legais, proceder a todos
E com efeitos a partir do dia 4 de Maio de 2010: os actos e formalidades processuais legalmente atribuídas ao notário
José Agostinho Henriques de Lima privativo da Câmara, designadamente:
Paços do Município de Sever do Vouga, 28 de Maio de 2010. — O a) Preparar e acompanhar a celebração e promover o adequado registo
Presidente da Câmara, (Dr. Manuel da Silva Soares). e arquivamento dos contratos (excepto contratos de pessoal) em que a
303323424 Câmara seja outorgante, bem como de protocolos, contratos promessa
compra e venda e outros actos formais para os quais não é legalmente
exigida a forma de escritura pública;
MUNICÍPIO DE SINTRA b) Assegurar os procedimentos administrativos relativos à obtenção
de vistos prévios pelas entidades competentes, em conformidade com
Aviso n.º 11637/2010 a legislação em vigor;
c) Organizar e manter actualizado um registo central de todos os
Em cumprimento do disposto no n.º 6 do artigo 10.º do Decreto-Lei contratos e protocolos celebrados pelo Município;
n.º 305/2009, de 23 de Outubro, torna-se pública a Estrutura Flexível
da Câmara Municipal de Sintra, aprovada por deliberação da Câmara Artigo 4.º
Municipal de Sintra, de 27 de Janeiro de 2010, sob minha proposta, de 26
de Janeiro de 2010, com a alteração conferida por deliberação da Câmara Divisão de Assuntos Jurídicos
Municipal de Sintra, de 28 de Abril de 2010, e concomitante afectação São atribuições da Divisão:
ou reafectação dos trabalhadores do mapa de pessoal da Autarquia, 1 — No âmbito geral:
determinada pelos despachos por mim exarados, n.º 15-A-P/2010, de
19/04/2010; n.º 21-P/2010, de 21/04/2010; n.º 18-P/2010, n.º 19-P/2010, a) Assegurar a instrução dos processos disciplinares a trabalhadores
n.º 20-P/2010, n.º 27-P/2010, n.º 28-P/2010, n.º 29-P/2010, n.º 30-P/2010, municipais;
n.º 31-P/2010, n.º 32-P/2010 e n.º 33-P/2010, de 21/05/2010, e tudo na b) Acompanhar os inquéritos administrativos, no âmbito das emprei-
sequência do processo de reorganização dos serviços, consubstanciado tadas de obras públicas;
na Estrutura Nuclear da Câmara Municipal de Sintra, publicitada no
Diário da República, 2.ª série, n.º 12, de 19 de Janeiro de 2010: 2 — No âmbito da assessoria jurídica:
a) Prestar assessoria jurídica ao Executivo e aos Serviços Municipais;
Estrutura flexível da Câmara Municipal de Sintra b) Assegurar e concorrer para o aperfeiçoamento técnico-jurídico dos
actos administrativos municipais;
Artigo 1.º c) Obter, a solicitação do Executivo, os Pareceres Jurídicos externos
considerados necessários;
Da estrutura flexível d) Dinamizar o conhecimento oportuno de normas e regulamentos
No cumprimento dos limites fixados por deliberação da assembleia essenciais à Gestão Municipal, bem como das suas alterações ou re-
municipal, tomada em sessão extraordinária de 26 de Novembro de 2009, vogações;
a estrutura flexível da Câmara Municipal de Sintra, bem como as res- e) Participar na elaboração de regulamentos, posturas, normas e despa-
pectivas atribuições e competências é a constante nos artigos seguintes. chos internos respeitantes às competências da Câmara ou dos membros
do Executivo;
Artigo 2.º f) Propor superiormente as soluções que tenha por conformes com
as leis e regulamentos aplicáveis, sugerindo alternativas de decisão ou
Do Departamento de Assuntos Jurídicos e Administrativos de deliberação;
O Departamento de Assuntos Jurídicos e Administrativos, integrado g) Informar previamente os pedidos de informação jurídica a entidades
na Direcção Municipal Administrativa e de Polícia Municipal, desen- estranhas ao Município, organizando e mantendo actualizado o registo
volve as atribuições decorrentes do artigo 16.º da estrutura nuclear de pareceres jurídicos publicados ou que venham ao conhecimento da
dos serviços municipais, enquadrando a acção das seguintes unidades Câmara, designadamente por solicitação desta ou dos Serviços;
orgânicas flexíveis: h) Proceder ao tratamento e classificação de legislação e de jurispru-
dência, difundindo periodicamente as informações relacionadas com
1) Divisão de Assuntos Administrativos e Notariado; a actuação da Câmara ou fornecendo os elementos solicitados pelo
2) Divisão de Assuntos Jurídicos; Executivo ou pelos Serviços;
3) Divisão de Arquivos; i) Propor a adopção de novos procedimentos ou a alteração dos mes-
4) Gabinete Médico-Veterinário; mos, por parte dos Serviços Municipais, em especial quando exigidos
pela alteração de disposições legais ou regulamentares;
Artigo 3.º j) Participar na elaboração de regulamentos, posturas, despachos
internos e ordens de serviço dimanadas do Executivo, concorrendo para
Divisão de Assuntos Administrativos e Notariado
que o Município disponibilize ao público, através de suportes acessíveis
São atribuições da Divisão: e práticos, tais como brochuras ou desdobráveis. o conhecimento das
1 — No âmbito dos Assuntos Administrativos: normas regulamentares municipais mais utilizadas;
a) Assegurar o expediente e todas as tarefas de carácter administrativo
3 — No âmbito do contencioso:
relativas a serviço militar, recenseamentos militar e eleitoral, eleições,
consultas directas aos eleitores, etc.; a) Assegurar a representação forense do Município e dos seus órgãos,
b) Assegurar o processo administrativo relativo à identificação de bem como dos respectivos titulares, por actos legitimamente praticados
arruamentos e edifícios (toponímia e números de polícia) e concretizar no exercício das respectivas funções e por força destas, e em que se prove
o apoio logístico à Comissão Municipal de Toponímia; que não tenha havido actuação dolosa ou negligente;
c) Assegurar a recepção, registo, encaminhamento e arquivo corrente b) Acompanhar e manter a Câmara informada sobre as acções e re-
do expediente e correspondência geral da Câmara; cursos em que o Município seja parte, divulgando informação periódica
d) Elaborar e publicar os Editais; sobre a situação pontual em que se encontram;
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32221

c) Emitir ou, quando necessário, solicitar ao advogado mandatado cabendo-lhe ainda, cooperar com as forças de segurança na manutenção
no processo, que emita as recomendações, sugestões e procedimentos da tranquilidade pública e na protecção das comunidades locais.
impostos à Câmara ou aos Serviços pela execução de sentenças judiciais; 2 — O Serviço de Polícia Municipal tem as atribuições e competên-
d) Praticar em juízo, através de advogado constituído ou, se for caso cias previstas na lei, actuando no quadro orgânico definido na presente
disso, através de solicitador, mediante despacho do Presidente da Câ- estrutura e organização dos serviços e nas disposições legais aplicáveis.
mara, todos os actos que se tornem necessários à defesa judicial dos
interesses do Município; Artigo 9.º
e) Dar apoio aos processos de contra-ordenações.
f) Assegurar a articulação das competências das diversas unidades Divisão de Fiscalização
orgânicas no âmbito regulamentar, zelando pela coerência interna do 1 — São atribuições da Divisão:
universo regulamentar municipal, acompanhando o respectivo processo
genético-normativo e determinando as diligências necessárias de forma a) Verificar o cumprimento das leis, regulamentos e posturas cujo
a garantir o efectivo cumprimento e aplicação das normas legais; âmbito respeite à área do Município;
b) Levantar autos de notícia por práticas contra-ordenacionais;
c) Recolher informações solicitadas por órgãos e serviços municipais
Artigo 5.º sobre situações de facto;
Divisão de Arquivos d) Executar notificações, citações ou intimações ordenadas pela Câ-
mara ou solicitadas por outras entidades externas;
São atribuições da Divisão de Arquivos:
e) Coordenar todas as operações necessárias ao efectivo reconheci-
a) Organizar e dirigir a actividade de arquivo, designadamente, do mento dos titulares de imóveis, em articulação com a Divisão de Sistema
Arquivo Histórico e Intermédio, nos termos da legislação aplicável; de Informação Geográfica (DSIG);
b) Assegurar a conservação e a gestão dos legados e espólios docu- f) Articular com as entidades ou serviços municipais competentes os
mentais não musealizados; procedimentos respeitantes aos impostos municipais e à concretização
da sua efectiva liquidação/cobrança.
Artigo 6.º
2 — Especificamente, e sempre em estreita articulação com os ser-
Gabinete Médico Veterinário viços municipais responsáveis, compete-lhe:
1 — Ao Gabinete Médico Veterinário Municipal compete: a) Realizar as operações de fiscalização sistemática com vista a pre-
a) Dirigir os serviços e recursos que lhe estão afectos, designadamente venir o uso do solo em contravenção com as normas legais ou regula-
o canil municipal e outras instalações para recolha, guarda, observação mentares;
e tratamento de canídeos e felídeos e a unidade de controlo sanitário; b) Fiscalizar a observância das licenças de construção, restauro/mo-
b) Colaborar com as demais unidades orgânicas em todas as ma- dificação de edifícios ou de alteração da topografia dos locais e dos
térias em que a saúde pública e a sanidade animal estejam em causa, respectivos condicionalismos;
designadamente nos licenciamentos ou vistorias sanitárias das viaturas c) Fiscalizar o cumprimento das normas legais ou regulamentares e
de transporte, das unidades móveis e dos estabelecimentos comerciais decisões municipais na área do urbanismo, procedendo, designadamente,
e outros, onde se transportem, armazenem, transformem, preparem e à proposta de embargo de obras de construção, de urbanização, ou de
vendam ao público produtos alimentares de origem animal, e no licen- alteração da topografia dos locais, que estejam a ser executadas em
ciamento de instalações ou alojamento para animais, na fiscalização desconformidade com o Regime Jurídico de Urbanização e Edificação
e inspecção hígio-sanitária nos Mercados Municipais e das Juntas de municipal (RJUE);
Freguesia, identificando os dispositivos adequados para a boa prática d) Realizar as operações de embargo em cumprimento de despacho
hígio-sanitária no tocante a instalações, equipamento e funcionamento do membro da Câmara Municipal com competência para tal, zelando
necessário à exposição e venda de produtos de origem animal; pela respectiva execução, nomeadamente no que respeita ao seu registo
c) Proceder à ponderação técnica dos pedidos de autorização previs- na respectiva conservatória do registo predial e remeter às entidades
tos nos n.os 2 a 5 do artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 314/2003, de 17 de responsáveis pelo fornecimento de energia eléctrica, gás e água, certidão
Dezembro, relativos à detenção de canídeos e felídeos; autenticada do acto que tiver determinado o embargo;
d) Promover e executar, através da Autoridade Médico-Veterinária e) Fiscalizar o cumprimento dos embargos que hajam sido deter-
Municipal, em articulação com as Autoridades Policiais e entidades minados;
administrativas competentes, a fiscalização e inspecção hígio-sanitária f) Proceder a operações de demolição de construções efectuadas em
dos estabelecimentos e equipamentos referidos na alínea b); desconformidade com o RJUE, no cumprimento de despacho do membro
e) Assegurar a colaboração com as Autoridades de Saúde nas medidas da Câmara Municipal com competência para o efeito;
que forem adoptadas para a defesa da Saúde Pública, nas áreas da sua g) Zelar pelo cumprimento das disposições legais e regulamentares
competência; aplicáveis nas áreas das actividades económicas, limpeza de terrenos,
f) Solicitar aos demais serviços municipais, autoridades administra- do ambiente e da higiene e salubridade públicas;
tivas e policiais a execução de acções ou tarefas complementares ou h) Zelar pelo cumprimento dos regulamentos e decisões municipais na
subsequentes a tarefas realizadas ou a realizar e que necessitem dessas área da gestão do espaço público, ordenando a interdição de actividades
acções para prosseguimento; e a remoção do espaço público de objectos (publicitários, mobiliário e
g) Exercer as demais competências previstas na lei e nos regulamentos outros) não licenciados ou não autorizados.
em vigor. i) Assegurar a efectivação dos actos de execução determinados supe-
riormente, providenciando a assistência das forças de segurança sempre
2 — Compete ao Médico Veterinário Municipal exercer as compe- que impliquem risco de perturbação da ordem pública.
tências que lhe estão legal e regulamentarmente cometidas.
Artigo 10.º
Artigo 7.º Da Divisão de Execuções Fiscais e Contra-Ordenações
Do Departamento de Polícia Municipal 1 — São atribuições da Divisão:
O Departamento de Polícia Municipal, integrado na Direcção Muni- a) Proceder, nos termos legais, a todos os actos e formalidades pro-
cipal Administrativa e de Polícia Municipal, desenvolve as atribuições cessuais no âmbito das execuções fiscais, sob a responsabilidade do
decorrentes do artigo 17.º da estrutura nuclear dos serviços municipais, funcionário designado para o efeito;
enquadrando a acção das seguintes unidades orgânicas flexíveis: b) Assegurar a realização de tarefas administrativas e organizar e
1) Serviço de Polícia Municipal; instruir os processos de contra-ordenações, bem como todos os actos
2) Divisão de Fiscalização; administrativos correspondentes.
3)Divisão de Execuções Fiscais e Contra-Ordenações;
Artigo 11.º
Artigo 8.º Departamento de Planeamento Urbano
Serviço de Polícia Municipal O Departamento de Planeamento Urbano, integrado na Direcção
Municipal de Planeamento e Urbanismo, desenvolve as atribuições
1 — Ao Serviço de Polícia Municipal incumbe, no exercício de fun-
decorrentes do artigo 19.º da estrutura nuclear dos serviços municipais,
ções de polícia administrativa do município, fiscalizar, na área da sua
enquadrando a acção da seguinte unidade orgânica flexível:
jurisdição, o cumprimento das leis e regulamentos que disciplinem maté-
rias relativas às atribuições da Autarquia e à competência dos seus órgãos, Divisão de Planeamento e Estudos Urbanos;
32222 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Artigo 12.º Municipal, em especial quando exigidos pela alteração de disposições


legais ou regulamentares;
Divisão de Planeamento e Estudos Urbanos
f) Promover a articulação das secções de apoio administrativo das
À Divisão de Planeamento e Estudos Urbanos compete: Divisões do Departamento de Urbanismo, tendo em vista a gestão das
a) Promover a elaboração dos instrumentos de planeamento urba- matérias de carácter administrativo e logístico relativas à urbanização
nístico definidos pela Câmara Municipal, nomeadamente, Planos de e edificação;
Urbanização e de Pormenor. g) Colaborar com as secções de apoio administrativo na execução
b) Elaborar e promover a incrementação de Planos e Projectos de das tarefas de carácter administrativo necessárias à correcta instrução
Desenvolvimento com base num conhecimento aprofundado da situação, dos processos urbanísticos com vista à sua apreciação, parecer, decisão
nas orientações políticas definidas pelos Órgãos Municipais, nos inte- e fiscalização técnica;
resses e dinâmica social e económica da sociedade civil e considerando h) Proceder à emissão, registo e arquivamento das licenças e alvarás
as iniciativas centrais e metropolitanas; decorrentes de processos aprovados;
c) Assegurar o macroplaneamento físico do Município, ao nível do i) Proceder ao arquivamento dos processos quando concluídos;
j) Promover mecanismos que permitam garantir o direito à informação
ordenamento do território, do ambiente e recursos naturais, e coordenar a
e participação;
actividade das diversas entidades com funções de infra-estruturação, por
l) Organizar e gerir um serviço de atendimento e recepção de pedidos
forma a racionalizar e integrar as respectivas intervenções em operações
de licenciamento ou de comunicação prévia de obras de construção,
coerentes que contribuam para um desenvolvimento urbano harmonioso
reconstrução, ampliação, alteração ou demolição de edifícios, utilização
e para o bem-estar da população;
de edifícios ou suas fracções e respectivas alterações, de operações de
d) Assegurar uma estreita articulação entre o Município e os opera-
loteamento, obras de urbanização e remodelação de terrenos;
dores de serviços públicos, na respectiva circunscrição territorial, com
m) Organizar e gerir um serviço de atendimento e recepção de pedidos
vista à permanente adequação dos serviços às necessidades da população;
de licenciamento de instalação, designadamente, dos estabelecimentos
e) Promover a elaboração de projectos específicos de desenvolvimento
de restauração ou de bebidas, de comércio ou armazenagem de produtos
de impacte estratégico ou estruturante, bem como os estudos jurídicos,
alimentares, não alimentares e de prestação de serviços, dos recintos
técnicos, económicos e financeiros e participar nos processos de con-
de espectáculos e de divertimentos públicos, dos empreendimentos tu-
tratualização necessários à sua concretização;
rísticos destinados à actividade de alojamento turístico e da actividade
f) Elaborar o levantamento da situação relativamente a cada Área
industrial;
Urbana de Génese Ilegal (AUGI); n) Diligenciar no sentido da implantação e referenciação no Sistema
g) Promover a elaboração dos planos de pormenor com vista à re- de Informação Geográfica dos objectos das pretensões referidas nas
conversão de cada AUGI; alíneas anteriores;
h) Elaborar estudos e programas que conduzam à colaboração dos o) Diligenciar no sentido de garantir o direito à informação sobre os
particulares interessados, com o Município, tendo como objectivo a instrumentos de desenvolvimento e planeamento territorial em vigor e
reconversão de cada AUGI ou zona dela previamente definida; o estado e andamento dos processos aos interessados;
i) Assegurar a compatibilização dos instrumentos de planeamento p) Assegurar o atendimento, recepção e tratamento das sugestões e
urbanístico no âmbito do Município; reclamações relativas à urbanização e edificação;
j) Prestar apoio às diversas unidades orgânicas municipais, designada- q) Promover a agilização de procedimentos relativos aos processos
mente das áreas do urbanismo, infra-estruturas e saneamento, no sentido da sua esfera de actividade.
de assegurar, nas vertentes funcionais respectivas, a compatibilização das r) Assegurar a prática dos actos integrados nas atribuições municipais,
políticas sectoriais com os objectivos e parâmetros definidos no âmbito relativos à instalação e exploração dos estabelecimentos industriais, no
do PDM, em matéria de ordenamento do território; âmbito do Decreto-Lei n.º 209/2008, de 29 de Outubro, (REAI);
l) Propor e participar na elaboração de regulamentos municipais em s) Recepcionar os pedidos de autorização por parte de particulares,
matéria de urbanização e edificação; destinados à CCDRLVT no âmbito do n.º 2 e ponto iii) da alínea b)
do n.º 3 do artigo 20.º e alínea b) do n.º 1 do artigo 23.º do Decreto-
Artigo 13.º -Lei n.º 166/2008 de 22 de Agosto, o qual aprova a Reserva Ecológica
Departamento de Urbanismo Nacional (REN).
1 — O Departamento de Urbanismo, integrado na Direcção Municipal Artigo 15.º
de Planeamento e Urbanismo, desenvolve as atribuições decorrentes do Das Divisões de Gestão, A, B e C
artigo 20.º da estrutura nuclear dos serviços municipais, enquadrando a
acção das seguintes unidades orgânicas flexíveis: 1 — Às Divisões de Gestão, A B e C compete:
1) Divisão de Apoio Jurídico e Administrativo; a) Promover e assegurar a execução da política municipal de ordena-
2) Divisão de Gestão, A; mento do território e urbanização em conformidade com as orientações
3) Divisão de Gestão, B; do Executivo;
4) Divisão de Gestão, C; b) Promover e assegurar a apreciação liminar dos pedidos e comu-
nicações respeitantes a operações de edificação e ou outras operações
2 — Sem prejuízo do disposto no número anterior, compete igual- urbanísticas no Município, procedendo à verificação da sua conformi-
mente ao Departamento de Urbanismo assegurar todas as operações dade com a legislação em vigor, bem como os atendimentos solicitados
de natureza técnica e administrativa relativas ao processo urbanístico, ao Gestor do Procedimento;
no quadro da estratégia global de desenvolvimento municipal, no res- c) Assegurar a instrução dos processos de licenciamento ou comuni-
peito pelas normas legais e regulamentares em vigor e pelos legítimos cação prévia relativos a operações de loteamento urbano e a obras de
direitos dos cidadãos, promotores ou utilizadores do ambiente urbano, urbanização e remodelação de terrenos;
designadamente no âmbito de projectos com impacto relevante para o d) Assegurar a instrução dos processos de licenciamento ou comuni-
Município. cação prévia de obras de construção, reconstrução, ampliação, alteração
ou demolição de edifícios, utilização de edifícios e suas fracções e
respectivas alterações;
Artigo 14.º
e) Promover a consulta às entidades que, nos termos da lei, devam
Divisão de Apoio Jurídico e Administrativo emitir parecer, autorização ou aprovação, na fase de instrução dos pro-
cessos de licenciamento ou autorização administrativa;
À Divisão de Apoio Jurídico e Administrativo compete:
f) Informar e dar seguimento a todas as questões que se suscitem no
a) Prestar assessoria jurídica à Direcção Municipal, bem como aos âmbito ou sejam decorrentes dos processos atrás referidos;
Departamentos e divisões dela dependentes; g) Informar sobre os pedidos de ocupação da via pública por motivo
b) Assegurar e concorrer para o aperfeiçoamento técnico-jurídico dos de obras;
actos administrativos municipais; h) Promover a realização de vistorias para efeitos de concessão de
c) Elaborar, a solicitação da Direcção Municipal, bem como dos licenças de utilização e participar na respectiva comissão;
Departamentos e Divisões dela dependentes, os pareceres jurídicos i) Dar seguimento aos pedidos de vistoria das obras de urbanização
considerados necessários; com vista à sua recepção e participar na respectiva comissão;
d) Propor superiormente as soluções que tenha por conformes com j) Promover a realização de vistorias no âmbito da instalação da rede
as leis e regulamentos aplicáveis, sugerindo alternativas de decisão ou de infra -estruturas e telecomunicações móveis.
de deliberação; 2 — As competências identificadas no número anterior, são exercidas,
e) Propor a adopção de novos procedimentos ou a alteração dos por cada uma das Divisões de Gestão, na área territorial que lhes for
mesmos, por parte das unidades orgânicas dependentes da Direcção concretamente definida.
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32223

Artigo 16.º b) Apoiar a actividade dos restantes serviços municipais, no âmbito


da competência material da Divisão.
Departamento de Ambiente, Serviços e Gestão Urbana
O Departamento de Ambiente, Serviços e Gestão Urbana, integrado na Artigo 19.º
Direcção Municipal de Obras e Gestão Urbana, desenvolve as atribuições
decorrentes do artigo 22.º da estrutura nuclear dos serviços municipais, Divisões de Serviços Urbanos, 1 e 2
enquadrando a acção das seguintes unidades orgânicas flexíveis: 1 — São atribuições genéricas das Divisões de Serviços Urbanos,
1) Divisão de Ambiente e Políticas de Resíduos Sólidos Urbanos; 1 e 2:
2) Divisão de Trânsito; a) Assegurar as intervenções oportunas e multidisciplinares no âm-
3) Divisão de Serviços Urbanos 1; bito da conservação ambiental (higiene pública e espaços verdes) e
4) Divisão de Serviços Urbanos 2; da manutenção e conservação de infra-estruturas da responsabilidade
5) Divisão de Espaços Verdes; municipal;
6) Divisão de Oficinas; b) Garantir uma actuação muito próxima dos cidadãos, dos agentes
7) Divisão de Iluminação Pública; sociais e dos acontecimentos, dotada de grande autonomia e respon-
8) Divisão de Conservação e Manutenção de Edifícios Municipais; sabilidade.
9) Divisão de Fiscalização de Intervenções no Subsolo;
2 — Compete especificamente às Divisões de Serviços Urbanos,
Artigo 17.º 1 e 2:
2.1 — No âmbito do planeamento e gestão municipal:
Divisão de Ambiente e Políticas de Resíduos Sólidos Urbanos
a) Elaborar, anualmente, com a participação dos diversos serviços
1 — São atribuições genéricas da Divisão: gestores de infra-estruturas e equipamentos sociais, um Plano de Manu-
a) Assegurar, de acordo com o enquadramento legal em vigor, as tenção devidamente quantificado em termos de mão-de-obra, materiais
tarefas técnicas relativas ao controlo da poluição hídrica, dos solos, e outros factores, e programado no tempo;
sonora e atmosférica, por iniciativa municipal ou atendendo a iniciativas b) Gerir os recursos próprios que lhe forem atribuídos (recursos hu-
dos munícipes; manos, equipamentos, instalações, materiais, etc.) de forma racional e
b) Prestar apoio às diversas unidades orgânicas, na área do ambiente, tecnicamente evoluída, assegurando as tarefas técnicas e administrativas
no sentido de assegurar, nas vertentes funcionais respectivas, a com- necessárias ao correcto funcionamento do sistema de gestão instituído
patibilização das políticas sectoriais com os objectivos e parâmetros pela Câmara Municipal;
definidos pelas políticas municipais de ambiente. c) Manter, a par de um esforço crescente de planeamento e progra-
mação, uma adequada capacidade para responder de forma flexível, às
2 — São atribuições específicas da Divisão: necessidades operativas de urgência ou imprevistas;
d) Assegurar uma estreita articulação funcional com as unidades
a) Acompanhar e dar assistência técnica aos Órgãos Municipais, no orgânicas competentes, no sentido da requalificação do espaço urbano
que respeita à actividade e gestão técnica das estruturas e empresas mu- municipal;
nicipais e intermunicipais, operando na área do tratamento e deposição e) Prestar apoio pontual a outros serviços e actividades municipais;
final de resíduos sólidos. f) Prestar apoio técnico e logístico a Juntas de Freguesia e aos agentes
b) Apoiar o associativismo local de defesa do ambiente e desenvolver sociais locais, quando determinado pela Câmara.
formas de cooperação com as diversas entidades com actividade nesse
domínio na área do Município; 2.2 — No âmbito da manutenção e conservação de infra-estruturas:
c) Participar na gestão da qualidade do ar, designadamente através
de participação nas comissões de gestão do ar, instalar e manter redes a) Assegurar, por administração directa, a conservação e manutenção
locais de monitorização da qualidade do ar; das infra-estruturas e mobiliário urbano municipais ou sob responsabi-
d) Elaborar Relatório sobre o estado do Ambiente Acústico Municipal, lidade municipal, designadamente:
os Mapas de Ruído e os Planos de Redução de Ruído no Município e Arruamentos, rede viária, arranjos exteriores e respectivas drenagens
proceder às necessárias medições, nos termos do respectivo Regula- pluviais;
mento; Implantação e manutenção de mobiliário urbano, quando não cometida
e) Contribuir na aplicação dos regulamentos de controlo das emissões tal responsabilidade a concessionários externos;
gasosas nos veículos automóveis;
f) Apoiar o Serviço Municipal de Protecção Civil e demais entidades b) Proceder à identificação dos trabalhos que não possam ser executa-
de protecção civil, com vista à prevenção e eliminação de situações de dos no âmbito da alínea anterior, propondo ao Departamento de Contra-
risco ambiental; tação Pública o lançamento dos correspondentes procedimentos;
g) Cooperar, atentos aos limites definidos na lei, com todos os orga- c) Fiscalizar a execução dos trabalhos mencionados na alínea an-
nismos da Administração Pública, na adopção de medidas de informação terior.
ambiental e defesa do ambiente; d) Assegurar, sempre que legalmente exigível, o cumprimento das
h) Propor medidas e acções concretas tendentes: injunções que decorrem do regime jurídico de segurança e saúde, em
À recuperação de zonas degradadas por acção de agentes económicos projecto e em obra;
ou processos naturais de erosão; e) Assegurar a conservação, manutenção e fiscalização dos parques
À criação, por parte do Ministério da tutela, de áreas protegidas de infantis;
interesse local;
À criação de áreas de protecção temporária de interesse zoológico, 2.3 — No âmbito da higiene pública:
botânico ou outro; a) Assegurar os serviços de limpeza e higiene pública de espaços e
À protecção de espécies animais e vegetais típicas do Município ou aglomerados urbanos do Município, designadamente varrição manual
ameaçadas de extinção; e mecânica, lavagem de arruamentos e logradouros e limpeza de ter-
renos.
i) Colaborar na sensibilização da população para a saúde pública, b) Gestão e limpeza de equipamentos públicos de higiene e salubri-
nomeadamente no que se refere à necessidade do cumprimento dos dade (sanitários, etc.)
regulamentos municipais sobre higiene e salubridade pública e da sua
participação e co-responsabilização na manutenção da higiene e limpeza 2.4 — No âmbito dos espaços verdes:
dos espaços públicos.
j) Promover acções de informação, sensibilização e educação am- a) Conservação e manutenção de espaços verdes urbanos, compreen-
biental junto da comunidade escolar. dendo a sua limpeza, a realização das correspondentes tarefas técnicas
(adubação, rega, mondas, sachas, cortes de relva, podas, plantações,
replantações e sementeiras), a conservação de equipamentos e mobi-
Artigo 18.º
liário, etc.
Divisão de Trânsito b) Guarda e gestão de equipamentos de apoio aos utentes nos espaços
São atribuições da Divisão: verdes sob a respectiva responsabilidade.

a) Assegurar, sem prejuízo das competências cometidas à Divisão 3 — As competências identificadas nos números anteriores, são exer-
de Mobilidade Urbana, a execução material das políticas de trânsito e cidas, por cada uma das Divisões de Serviços Urbanos, na área territorial
circulação rodoviária; que lhes for concretamente definida.
32224 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Artigo 20.º Equipamentos de educação, quando a mesma não esteja cometida à


EDUCA EEM;
Divisão de Espaços Verdes
Parque habitacional municipal, de acordo com os critérios definidos
São atribuições da Divisão: no quadro da respectiva gestão patrimonial;
a) Participar nos procedimentos respeitantes à aprovação ou revisão Equipamentos municipais de abastecimento público;
de regulamentos municipais, definindo os critérios técnicos a que de- Outros serviços municipais;
verão respeitar os processos de operações urbanísticas no que concerne
b) Proceder ao levantamento dos trabalhos a realizar no âmbito de pe-
à criação e condições de manutenção de espaços verdes nas respectivas
quenas empreitadas de manutenção e conservação dos equipamentos mu-
áreas de incidência e, na falta daqueles regulamentos, na apreciação
nicipais, propondo ao Departamento de Contratação Pública o lançamento
desses projectos;
de empreitadas de obras públicas sempre que as tarefas a desenvolver
b) Participar, sempre que necessário, na elaboração de projectos
excedam, pelo seu volume ou urgência, a capacidade produtiva própria;
municipais relativos à requalificação do espaço público urbano;
c) Fiscalizar a execução dos trabalhos mencionados na alínea an-
c) Assegurar a gestão, conservação, manutenção e contínuo melho-
terior.
ramento da qualidade e funcionalidade dos parques e jardins que lhe
d) Prestar apoio oficinal nas áreas de carpintaria, serralharia, pintura
estejam directamente cometidos;
geral e electricidade, aos outros serviços municipais;
d) Organizar e gerir os viveiros municipais e uma unidade operacional
e) Assegurar as actividades técnicas e de gestão relativas à segurança,
de construção e remodelação de espaços verdes;
conservação e manutenção das instalações e equipamentos de climati-
e) Estudar e propor as medidas organizacionais e de gestão que con-
zação e qualidade do ar, equipamentos eléctricos e electromecânicos,
duzam ao aumento da produtividade do trabalho e à racionalização da municipais;
exploração dos recursos dos serviços de manutenção e conservação de Artigo 24.º
espaços verdes.
Divisão de Fiscalização de Intervenções no Subsolo
Artigo 21.º São atribuições da Divisão:
Divisão de Oficinas a) Diligenciar no sentido da operacionalização da coordenação das
São atribuições da Divisão: diversas intervenções no domínio do subsolo e respectivo espaço pú-
blico, designadamente, no plano das infra-estruturas nele implantadas
a) Assegurar a gestão técnica e operacional dos Parques de Viaturas ou a implantar;
e Equipamentos que lhe estejam confiados, no quadro de uma gestão b) Fiscalizar as acções desenvolvidas no âmbito da alínea anterior,
amplamente descentralizada dos meios de transporte e equipamentos da responsabilidade de entidades públicas ou privadas;
municipais;
b) Manter o controlo técnico e assegurar a manutenção dos meios de Artigo 25.º
transporte e outro equipamento mecânico, afecto, em termos operacionais
e patrimoniais, a outras unidades orgânicas; Departamento de Obras Municipais
c) Prestar apoio oficinal, nas áreas de mecânica geral; O Departamento de Obras Municipais, integrado na Direcção Muni-
d) Colaborar activamente com outros serviços municipais das áreas cipal de Obras e Gestão Urbana, desenvolve as atribuições decorrentes
operativa, do aprovisionamento e da gestão financeira, no sentido de do artigo 23.º da estrutura nuclear dos serviços municipais, enquadrando
assegurar coerência e racionalidade aos processos de aquisição de equi- a acção das seguintes unidades orgânicas flexíveis:
pamentos e à sua exploração.
1) Divisão de Requalificação e Valorização Urbana;
Artigo 22.º 2) Divisão de Gestão de Empreitadas;
3) Divisão de Projectos;
Divisão de Iluminação Pública 4) Divisão de Mobilidade Urbana;
São atribuições da Divisão:
Artigo 26.º
a) Promover as acções necessárias à implantação de sistemas de
iluminação nas vias e espaços públicos municipais, centralizando a Divisão de Requalificação e Valorização Urbana
instrução dos procedimentos respeitantes aos pedidos a apresentar junto São atribuições da Divisão:
das empresas distribuidoras de energia;
b) Estabelecer os adequados requisitos e controlar a prestação do a) Proceder às tarefas técnicas, negociação social e à montagem
serviço de iluminação pública pelos operadores respectivos; institucional, financeira e operacional de programas de requalificação
c) Assegurar a conservação e manutenção das instalações de ilumina- e valorização urbana de algumas áreas do tecido urbano a determinar,
ção pública e da iluminação ornamental dos monumentos; caso a caso, pela Câmara Municipal;
d) Requisitar à empresa distribuidora de energia as obras e repara- b) Levantamento do estado das infra-estruturas, equipamentos sociais
ções que, por força do contrato de concessão, constituem encargos da e edificações existentes dentro dos limites de cada área previamente
empresa; determinada, elaborando e promovendo a incrementação de planos e
e) Elaborar projectos de instalações eléctricas e telefónicas muni- projectos de intervenção;
cipais; c) Concepção e programação de uma rede de parques infantis.
f) Cooperar, no âmbito da sua competência, na fiscalização de em-
preitadas; Artigo 27.º
g) Promover, em articulação com a Agência Municipal de Energia Divisão de Gestão de Empreitadas
de Sintra, a elaboração de estudos sobre gestão energética, designada-
mente sobre a utilização racional e eficiente de energia nos domínios São atribuições da Divisão:
da iluminação pública e monumentos. a) Proceder à gestão técnica e administrativa das empreitadas de obras
municipais após adjudicação pela Câmara, designadamente:
Artigo 23.º Proceder à consignação das obras e fiscalizar o cumprimento pelos
Divisão de Conservação e Manutenção de Edifícios Municipais adjudicatários dos correspondentes projectos, prazos e normas técnicas
de execução;
1 — São atribuições genéricas da Divisão: Executar os procedimentos e actos administrativos que correspondem
a) Analisar, continuamente, as condições funcionais e de segurança à fiscalização e recepção de empreitadas de obras municipais;
dos edifícios municipais; Propor, quando necessário, com o apoio da Divisão de Assuntos
b) Assegurar as intervenções oportunas no âmbito da manutenção, Jurídicos, a resolução contenciosa de empreitadas;
conservação e segurança dos edifícios municipais. Assegurar, sempre que necessário, o apoio técnico às unidades or-
gânicas do Departamento de Ambiente, Serviços e Gestão Urbana no
2 — São atribuições específicas da Divisão: acompanhamento e fiscalização das empreitadas de manutenção, con-
a) Assegurar, por administração directa, a conservação e manutenção servação ou reabilitação de infra-estruturas e equipamentos inseridos
dos edifícios municipais ou sob responsabilidade municipal, designa- nos respectivos âmbitos de responsabilidade.
damente:
b) Efectuar a fiscalização e participar na recepção de obras de infra-
Equipamentos de cultura, desporto e recreio municipais ou relativa- -estruturas e equipamentos sociais realizadas por urbanizadores no
mente aos quais o Município assumiu compromissos de manutenção; âmbito de operações urbanísticas.
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32225

c) Fiscalizar as obras de infra-estruturação e construção realiza- Artigo 31.º


das pelas diversas entidades, públicas e privadas, com actividade
Divisão de Gestão de Recursos Humanos
na infra-estruturação e equipamento do Município, no âmbito de
projectos específicos ou acordos estabelecidos para o efeito e sem São atribuições da Divisão:
prejuízo das atribuições da Divisão de Fiscalização de Intervenções 1 — No âmbito da gestão administrativa do recrutamento, selecção
no Subsolo. e gestão dos efectivos:
d) Assegurar o cumprimento das injunções que decorrem do regime a) Obter as referências organizacionais (de lançamento operacional de
jurídico de segurança e saúde, em projecto e em obra; actividades, de requisitos tecnológicos e técnico-profissionais) necessá-
rias à elaboração, anual, do mapa de pessoal que garanta uma afectação
Artigo 28.º dos postos de trabalho às necessidades evidenciadas;
Divisão de Projectos b) Elaborar estudos previsionais dos efectivos e colaborar na prepa-
ração dos orçamentos anuais de recursos humanos;
São atribuições da Divisão: c) Apoiar os dirigentes e os subsistemas de gestão de recursos huma-
a) Assegurar a elaboração dos estudos, projectos e cálculos, de nos com vista à optimização do desempenho das unidades orgânicas,
arquitectura e engenharia, relativos a infra-estruturas, equipamentos num quadro de progressiva desconcentração de atribuições e respon-
sociais, espaços verdes e arranjos exteriores a construir, reconstruir sabilidades;
ou a remodelar, da responsabilidade municipal, incluindo as res- d) Estabelecer e gerir os sistemas de recrutamento e selecção, de aco-
pectivas memórias descritivas, especificações técnicas e mapas de lhimento aos trabalhadores e de avaliação do desempenho, garantindo
medições; o desenvolvimento e valorização dos trabalhadores;
b) Propor os projectos elaborados à apreciação pelos serviços com- e) Estudar, propor e regulamentar os horários de trabalho numa pers-
petentes e à aprovação pela Câmara Municipal; pectiva de aumento da sua flexibilidade e da melhoria do atendimento
c) Colaborar no acompanhamento técnico das empreitadas em curso; dos munícipes, e pôr em prática um adequado sistema de controlo de
d) Participar na apreciação dos processos de licenciamentos de ope- assiduidade;
rações de loteamento e de obras de urbanização; f) Emitir informações, pareceres, estudos e relatórios sobre matéria
e) Emitir parecer nos projectos de infra-estruturas; de recursos humanos.
f) Prestar apoio técnico a todos os serviços municipais que o requeiram g) Estabelecer normas e procedimentos que agilizem e assegurem
nas áreas de desenho, medições e orçamentos e em domínios técnicos rigor ao processo administrativo relativo ao pessoal,
especializados do seu âmbito; h) Assegurar o expediente e as tarefas administrativas relativas à
g) Fornecer ao Departamento de Contratação Pública os projectos administração do pessoal, designadamente quanto a procedimentos
e demais peças técnicas necessárias ao lançamento dos respectivos concursais, a processos de aposentação, assistência na doença e acidentes
procedimentos e apoiar a respectiva tramitação. de trabalho, à avaliação do desempenho, ao controlo da assiduidade e da
realização de horas extraordinárias, ao processamento de remunerações
Artigo 29.º e abonos e ao cadastro e processos individuais dos trabalhadores.
i) Proceder à gestão do pessoal não docente das escolas básicas e da
Divisão de Mobilidade Urbana educação pré-escolar da rede pública, na sequência de contrato de exe-
São atribuições da Divisão: cução celebrado com o Ministério da Educação, nos termos da lei;
1 — No âmbito da mobilidade e transportes públicos: j) Assegurar o respeito pela legislação em vigor em matéria de gestão
de recursos humanos.
a) Elaborar estudos de tráfego e de planos de circulação, trânsito,
parqueamento e acessibilidades urbanas, em apoio às actividades de Artigo 32.º
planeamento urbanístico e com vista à permanente adequação e me- Divisão de Higiene, Segurança e Saúde Ocupacional
lhoria das condições de funcionalidade do meio face à dinâmica social
e económica; São atribuições da Divisão:
b) Dar parecer sobre o ordenamento de trânsito e sinalização em a) Assegurar o enquadramento e tarefas específicas relativas às polí-
projectos de operações urbanísticas, com vista a assegurar a melhor ticas de higiene, segurança, saúde ocupacional e acção social;
integração funcional das respectivas zonas de incidência nas redes de b) Promover a melhoria das condições de instalação e de equipamento
circulação existentes, assegurando a salvaguarda da funcionalidade e dos Serviços, de acordo com as prioridades operacionais, as necessidades
segurança nas diferentes fases de execução; do aumento da produtividade do trabalho e da segurança dos trabalha-
c) Diligenciar no sentido da articulação entre o Município e a Auto- dores e do respeito por critérios de racionalidade económico-financeira;
ridade Metropolitana de Transportes; c) Gerir os processos de mudança de instalações municipais, recor-
d) Promover e participar em estudos, projectos e acordos com enti- rendo, se necessário, aos meios da Divisão de Aquisição de Bens e
dades públicas e privadas relativos ao desenvolvimento e exploração de Serviços e Aprovisionamento;
uma adequada rede de infra-estruturas rodoviárias e de parqueamento d) Assegurar os serviços gerais de conservação, limpeza, guarda e
automóvel, com prioridade para os núcleos urbanos sujeitos a maior segurança de instalações municipais, quando não expressamente afectas
congestionamento; ou atribuídas à responsabilidade de outros serviços;
e) Assegurar as actividades técnicas e de gestão relativas à instalação
2 — No âmbito da gestão do espaço público: e manutenção de sistemas de segurança;
a) Participar nos procedimentos respeitantes à aprovação ou revisão f) Assegurar as actividades técnicas e de gestão relativas à Segurança
de regulamentos municipais relativas à ocupação da via pública, afixação Contra Incêndios em Edifícios Municipais (SCIE), articulando com o
de anúncios publicitários, implantação e exploração de equipamentos e Serviço Municipal de Protecção Civil, sempre que necessário;
elementos de mobiliário urbano; g) Elaborar projectos de regulamentação de prevenção e segurança
b) Proceder à instrução e gestão dos processos de concessão de explo- de índole estritamente interna aos serviços municipais.
ração de equipamentos urbanos municipais, designadamente elementos
de mobiliário urbano e parques de estacionamento; Artigo 33.º
c) Analisar permanentemente a adequação dos serviços de transportes
públicos prestados às populações, promovendo os necessários estudos Divisão de Formação e Desenvolvimento Organizacional
e acordos com os agentes operadores nessas áreas, designadamente São atribuições da Divisão:
quanto a infra-estruturas e equipamentos de apoio, circuitos, percursos 1 — No âmbito do desenvolvimento organizacional:
e horários de transportes;
a) Estudar e promover as medidas de organização estrutural e fun-
cional dos Serviços Municipais em conformidade com as necessidades
Artigo 30.º decorrentes dos Planos de Actividades aprovados, da contínua moder-
Departamento de Recursos Humanos nização administrativa e do desenvolvimento tecnológico;
b) Incrementar, através da aplicação do CAF e de outros instrumentos
O Departamento de Recursos Humanos desenvolve as atribui- de medição de qualidade, medidas de melhoria contínua no âmbito dos
ções decorrentes do artigo 28.º da estrutura nuclear dos serviços serviços;
municipais, enquadrando a acção das seguintes unidades orgânicas c) Promover, de acordo com os normativos aplicáveis, a certificação
flexíveis: dos serviços municipais;
1) Divisão de Gestão de Recursos Humanos; d) Colaborar com as diversas unidades orgânicas na elaboração de
2) Divisão de Higiene, Segurança e Saúde Ocupacional; procedimentos dos serviços municipais e nas respectivas cartas de qua-
3) Divisão de Formação e Desenvolvimento Organizacional; lidade;
32226 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

e) Centralizar os meios e dinamizar as iniciativas tendentes à adesão b) Estabelecer e fiscalizar o sistema de responsabilização sectorial
do Município de Sintra ao Simplex Autárquico; pelos bens patrimoniais afectos a cada serviço;
c) Estabelecer os critérios de amortização de património afecto aos
2 — No âmbito da formação: serviços na perspectiva de imputação de custos a cada unidade orgânica;
d) Promover a manutenção preventiva e correctiva dos bens patrimo-
a) Proceder periodicamente ao levantamento das necessidades de
niais móveis, excepto viaturas automóveis, equipamento informático e
formação em estreita articulação com os dirigentes dos serviços;
equipamento mecânico, eléctrico e electrónico especializados e gerir os
b) Elaborar e propor os Planos Anuais de Actividades de Formação respectivos contratos de manutenção, quando os houver.
(Interna e Externa) e os respectivos orçamentos; e) Proceder às operações de abate e alienação de bens patrimoniais,
c) Assegurar o conhecimento dos mecanismos de financiamento da quando deteriorados ou inúteis,
formação profissional na Administração Pública. f) Organizar e manter actualizado o cadastro e inventário dos bens
d) Organizar e acompanhar as actividades de formação planeadas e móveis do Município e a sua afectação criteriosa aos diversos serviços
assegurar todos os procedimentos administrativos para a sua concreti- municipais;
zação e controlo pedagógico e financeiro;
e) Informar da utilidade para o Município de propostas de frequên-
Artigo 36.º
cia de acções de formação externa (cursos, seminários, conferências,
colóquios, etc.) emitidas pelos diversos serviços, e promover os corres- Divisão de Contabilidade e Controlo Orçamental
pondentes procedimentos administrativos; São atribuições da Divisão:
f) Elaborar o Relatório anual da Formação.
a) Assegurar os registos e procedimentos contabilísticos, de acordo
3 — É ainda atribuição da Divisão apresentar, junto do serviço munici- com a legislação em vigor e com os requisitos do modelo de gestão
pal competente, propostas de candidaturas a programas de financiamento, estabelecido pelos órgãos competentes;
no âmbito da formação profissional, modernização administrativa, so- b) Proceder à actualização permanente dos ficheiros ou bases de dados
ciedade da informação e governo electrónico. relativos a licenciamentos diversos e à liquidação das correspondentes
receitas, sempre que essa tarefa não esteja cometida a outros serviços;
Artigo 34.º c) Colaborar activamente no estabelecimento e funcionamento estável
do sistema de controlo de gestão, designadamente no que respeita à
Departamento de Administração Financeira e Patrimonial afectação de custos às diversas actividades e unidades orgânicas, asse-
O Departamento de Administração Financeira e Patrimonial desen- gurando os procedimentos administrativos correspondentes.
volve as atribuições decorrentes do artigo 29.º da estrutura nuclear d) Controlar a despesa, comprovar o saldo das diversas contas e, em
dos serviços municipais, enquadrando a acção das seguintes unidades geral, preparar os processos de execução do orçamento;
orgânicas flexíveis: e) Assegurar a gestão de fundos especiais consignados ao Município
para certas actividades;
1) Divisão de Património Móvel e Imóvel; f) Colaborar na elaboração de estudos e propostas para a aprovação
2) Divisão de Contabilidade e Controlo Orçamental; da Tabela de Taxas e outros rendimentos a cobrar pelo Município e
3) Divisão de Planeamento e Controlo de Gestão; respectivos regulamentos;
4) Divisão de Licenciamento das Actividades Económicas e Gestão g) Assegurar o efectivo conhecimento, em cada momento, da capa-
de Mercados; cidade de endividamento do Município;
5) Divisão de Informática, Redes e Comunicações h) Assegurar no âmbito dos serviços de Tesouraria o recebimento de
todas as receitas e o pagamento de todos os pagamentos autorizados;
Artigo 35.º i) Fiscalizar as responsabilidades do funcionário exercendo as funções
de tesoureiro;
Divisão de Património Móvel e Imóvel j) Confirmar o apuramento diário de contas de caixa;
São atribuições da Divisão: l) Efectuar depósitos e transferências de fundos;
1 — No âmbito do Património Imóvel: m) Manter actualizada a informação diária sobre o saldo de tesouraria
das operações orçamentais e das operações de tesouraria;
a) Organizar e manter actualizado o cadastro e inventário dos bens n) Providenciar a concretização das demais operações de tesouraria,
imóveis do Município e proceder a todas as operações de registo rela- decorrentes da lei, dos regulamentos e das práticas em vigor;
tivas à aquisição, cedência ou alienação pelo Município de património o) Assegurar a conferência de facturas e os inerentes procedimentos.
imóvel, no quadro da gestão do seu património privado ou de operações
urbanísticas;
Artigo 37.º
b) Concretizar, junto das Conservatórias de Registo Predial e serviços
de Finanças, as diligências decorrentes da alínea anterior; Divisão de Planeamento e Controlo de Gestão
c) Assegurar os procedimentos administrativos relativos à gestão São atribuições da Divisão:
fundiária e do património imóvel municipal e, apoiando as negociações
necessárias, assegurar os procedimentos necessários à aquisição, one- a) Organizar e elaborar a conta de Gerência, documentos de prestação
ração e alienação de bens imóveis; de contas e recolher todos os elementos que aos mesmos respeitem, bem
d) Diligenciar no sentido da concretização dos processos de expro- como elaborar relatórios financeiros de acompanhamento da execução do
priação, tidos como necessários, nos termos legalmente estatuídos, orçamento, complementados com indicadores de gestão que se mostrem
assegurando a respectiva tramitação, até à fase de remessa a tribunal; adequados ou exigidos por lei ou regulamento;
e) Organizar e manter actualizado um cadastro geral da propriedade b) Coligir todos os elementos necessários à elaboração do Orçamento,
fundiária do Município com vista à sua posterior integração no Sistema respectivas alterações e revisões, bem como à elaboração do Relatório
de Informação Geográfica Municipal; de Gestão;
f) Proceder à contínua avaliação dos valores patrimoniais, tanto na c) Propor, organizar e dar execução ao processo de planeamento anual
perspectiva da imputação de custos de amortização a serviços e acti- e plurianual do Município, na sua vertente operativa;
vidades utilizadores, como da valorização comercial de bens imóveis d) Acompanhar, controlar e avaliar a execução dos Planos de Activida-
municipais; des e dos Orçamentos, elaborar relatórios periódicos de execução física e
g) Fundamentar propostas e decisões de gestão fundiária e patrimonial financeira, e propor e promover a adopção de medidas de reajustamento
enquadradas no planeamento de infra-estruturas e equipamentos sociais ou replaneamento (revisões e alterações aos Planos e Orçamentos),
e em operações urbanísticas, sempre que solicitado; sempre que se verifique a ocorrência de desvios entre o programado e
h) Assegurar, atempadamente, a disponibilização dos terrenos neces- o executado ou mediante a necessidade de serem desenvolvidas acções
sários à concretização dos projectos municipais de infra-estruturação não previstas;
e equipamento social e da rede viária, desenvolvendo, quando neces- e) Elaborar periodicamente relatórios que sistematizem aspectos
sário, os respectivos processos de expropriação, nos termos previstos relevantes da gestão financeira municipal;
na alínea d); f) Elaborar estudos de natureza económico-financeira que fundamen-
tem decisões relativas a operações de crédito;
i) Assegurar os procedimentos tidos como necessários no âmbito do
g) Elaborar análises económicas e financeiras que lhe sejam solici-
domínio público municipal;
tadas pelo Departamento de Contratação Pública e demais unidades
orgânicas;
2 — No âmbito do Património Móvel:
h) Diligenciar, em articulação com o Gabinete Municipal de Auditoria,
a) Manter actualizado o inventário valorizado do património móvel Participações Municipais e Assuntos Metropolitanos e Comunitários,
existente e a sua afectação aos diversos serviços; no sentido da definição, elaboração e outorga dos Contratos-Programa
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32227

e de gestão respeitantes ao sector empresarial local do Município e iii) O licenciamento dos recintos itinerantes e improvisados;
respectivo controlo financeiro;
s) Proceder ao registo dos promotores de espectáculos de natureza
Artigo 38.º artística e concessão de licenças de representação;
t) Assegurar a emissão de licença para espectáculos com animais, nos
Divisão de Licenciamento das Actividades termos da lei e do Regulamento Municipal de Animais do Município de
Económicas e Gestão de Mercados Sintra, em articulação com o Médico Veterinário Municipal;
1 — São atribuições genéricas da Divisão: u) Promover, nos termos da lei e dos regulamentos municipais apli-
cáveis, em articulação com as unidades orgânicas competentes:
a) Assegurar o exercício das competências municipais relativas ao
licenciamento das actividades económicas e à promoção da qualidade i) O licenciamento da actividade de guarda-nocturno;
dos serviços prestados à população, decorrentes da lei e dos regula- ii) O licenciamento da actividade de venda ambulante de lotarias;
mentos municipais; iii) O licenciamento da actividade de arrumador de automóveis;
b) Promover a satisfação das necessidades das populações do Muni- iv) O licenciamento da realização de acampamentos ocasionais;
cípio em matéria de equipamentos e serviços de abastecimento público; v) O licenciamento da exploração de máquinas automáticas, mecâni-
c) Apoiar o executivo na definição de políticas municipais no âmbito cas, eléctricas e electrónicas de diversão;
das actividades económicas, dos mercados e abastecimento público, vi) O licenciamento da realização de espectáculos desportivos e de
designadamente pela sua contribuição na elaboração do Regulamento divertimentos públicos nas vias, jardins e demais lugares públicos ao
e Tabela de Taxas e Outras Receitas; ar livre;
d) Promover a liquidação de taxas e outras receitas municipais, no vii) O licenciamento da actividade de venda de bilhetes para espectá-
âmbito das atribuições específicas da Divisão, de acordo com a lei e os culos ou divertimentos públicos em agências ou postos de venda;
regulamentos municipais em vigor; viii) O licenciamento da realização de fogueiras de Natal ou de Santos
e) Apoiar a actividade dos restantes serviços municipais, no âmbito Populares e queimadas;
da competência material da Divisão. ix) O licenciamento da realização de leilões;
2 — São atribuições específicas, no âmbito das actividades econó- v) Gerir outros processos sujeitos a licenciamento ou autorização mu-
micas: nicipal, no âmbito das atribuições municipais, desde que não cometidos
a) Assegurar o cumprimento do regime legal decorrente dos Decretos- a outros serviços municipais;
-Leis n.os 234/2007, de 19 de Junho e 259/2007, de 17 de Julho, quanto
aos estabelecimentos aí previstos, designadamente no que concerne à 3 — São atribuições específicas, no âmbito da gestão de mercados
competente declaração prévia; e feiras:
b) Proceder, no âmbito material decorrente da alínea anterior, à cen- a) Proceder à cobrança das taxas e outras receitas respeitantes aos
tralização e arquivo das respectivas declarações prévias de início ou mercados municipais;
modificação de actividade; b) Proceder à gestão corrente dos mercados e outros equipamentos
c) Diligenciar com vista à emissão de autorização dos serviços oca- municipais de abastecimento público, assegurando o cumprimento dos
sionais e esporádicos de restauração e bebidas, nos termos do artigo 19.º requisitos relativos à organização e funcionamento, bem como o estrito
do Decreto-Lei n.º 234/2007, de 19 de Junho; cumprimento dos regulamentos aplicáveis;
d) Diligenciar com vista ao licenciamento das unidades móveis de c) Assegurar a gestão das feiras municipais, nos termos que vierem
venda de pão e bolos, pescado e carnes em articulação com o Médico a ser determinados;
Veterinário Municipal, delimitando as respectivas áreas de actividade; d) Proceder às diligências necessárias com vista à ocupação e explo-
e) Diligenciar quanto ao processo de registo do alojamento local, ração de lugares e estabelecimentos nos mercados municipais;
em articulação com a Divisão de Turismo, designadamente no âmbito e) Assegurar, em articulação com o Médico Veterinário Municipal, as
da hospedagem; condições hígio-sanitárias no que concerne às instalações e equipamentos
f) Promover, em articulação com a Divisão de Turismo, as auditorias municipais de abastecimento público e promover junto dos vendedores
para fixação de classificação dos empreendimentos turísticos abrangidos práticas que cumpram as normas hígio-sanitárias.
pelas atribuições municipais; f) Proceder à instrução dos processos de autorização para a realização
g) Participar no processo de licenciamento das áreas de serviço e
de feira, mercado grossista ou retalhista;
da exploração dos postos de abastecimento de combustíveis na rede
g) Diligenciar com vista à instalação de mercados abastecedores;
viária municipal e de licenciamento de instalações de armazenamento
h) Assegurar o funcionamento de um serviço que proceda ao controlo
de combustíveis, redes de gás e reservatórios GPL;
h) Emitir parecer sobre a instalação ou transferência de farmácias e metrológico dos equipamentos de medição;
sua escala de serviço permanente, nos termos da lei; i) Estudar e promover métodos e critérios de gestão dos equipamentos
i) Proceder às diligências necessárias com vista à autenticação e municipais de abastecimento público na perspectiva da evolução para
alargamento dos horários de funcionamento dos estabelecimentos de modelos de gestão do tipo autónomo e empresarial;
venda ao público e de prestação de serviços, nos termos da lei e do j) Elaborar o Plano Anual de Feiras e efectuar a gestão corrente de
regulamento municipal respectivo; todas as matérias relativas à aplicação da legislação e regulamentação
j) Proceder ao licenciamento da actividade de vendedor ambulante, relativa aos recintos de feira e aos feirantes, no âmbito das atribuições
através da emissão e renovação do respectivo cartão; municipais;
l) Assegurar o licenciamento de transportes públicos de aluguer em l) Colaborar com a unidade orgânica que tenha a seu cargo o apoio
veículos ligeiros de passageiros — táxis, em articulação com a Divisão ao consumidor nas acções de informação no âmbito do direito do con-
de Mobilidade Urbana; sumo;
m) Assegurar o licenciamento de trens e outros veículos de tracção
animal, em articulação com o Médico Veterinário Municipal; Artigo 39.º
n) Assegurar a emissão do título referente à autorização prevista nos Divisão de Informática, Redes e Comunicações
n.os 2 a 5 do artigo 3.º do Decreto-Lei n.º 314/2003, de 17 de Dezembro,
relativas à detenção de canídeos e felídeos, após parecer obrigatório e São atribuições da Divisão:
vinculativo do Médico Veterinário Municipal; a) Analisar de modo continuado, no quadro das medidas de orga-
o) Assegurar a emissão do título referente à autorização de povo- nização estrutural e funcional dos serviços e de desburocratização e
amento com árvores de crescimento rápido, até um máximo de 10 modernização administrativa, as necessidades e prioridades dos diver-
hectares, após parecer obrigatório e vinculativo do Serviço Municipal sos serviços quanto a soluções informáticas, com vista à elaboração
de Protecção Civil, emitido, sempre que necessário, em articulação com e actualização permanente do Plano Director de Informatização do
a Divisão de Espaços Verdes; Município (PDI);
p) Proceder às diligências necessárias com vista ao licenciamento de b) Propor e supervisionar tecnicamente todos os processos de aqui-
mensagens de publicidade, ocupação do espaço público e instalação de sição de equipamento e de suportes lógicos;
mobiliário urbano; c) Assegurar a administração, a manutenção e adequada exploração
q) Diligenciar com vista à emissão da licença especial de ruído; dos sistemas informáticos instalados, incluindo os respectivos sistemas
r) Proceder às diligências necessárias com vista: de protecção, segurança e controlo de acesso da responsabilidade directa
i) A instalação e funcionamento de recintos de diversões aquáticas; da Divisão ou atribuídos à exploração de outros serviços;
ii) A instalação e funcionamento dos recintos de espectáculos e di- d) Apoiar a formação dos trabalhadores do Município no domínio da
vertimentos públicos; informática e novas tecnologias de informação e comunicação;
32228 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

e) Organizar e gerir projectos informáticos específicos de grande b) Proceder, em tempo útil, à aquisição dos bens e serviços necessários
impacte funcional para o Município. à actividade municipal, de acordo com critérios técnicos, económicos e
f) Assegurar a concepção e administração dos sistemas de redes e de qualidade. Neste âmbito, compete-lhe:
comunicações municipais Proceder, mediante prévia determinação, à abertura, instrução e tra-
g) Gerir e operar os sistemas municipais de telecomunicações, com- mitação dos procedimentos para aquisição de bens e serviços;
preendendo as redes telefónicas e de dados. Preparar os instrumentos administrativos dos procedimentos para
h) Propor e supervisionar tecnicamente todos os processos de aqui- apreciação ou parecer por parte das Comissões de Apreciação de Pro-
sição de equipamento de telecomunicações. postas, a designar pelo Presidente da Câmara
i) Promover o desenvolvimento e manutenção das aplicações infor- Garantir o controlo dos processos de aquisição directos e expedi-
máticas tidas como necessárias para a concretização das atribuições das tos, instituídos pela Câmara para acorrer a situações de urgência ou
diversas unidades orgânicas, designadamente, no domínio contabilístico imprevistas.
e financeiro;
j) Assegurar o desenvolvimento das atribuições municipais no domínio c) Proceder à constituição e gestão racional de "stocks", em conso-
do acesso às infra-estruturas de redes de comunicações electrónicas e nância com critérios definidos em articulação com os diversos serviços
telecomunicações, nos termos do Decreto-Lei n.º 123/2009, de 21 de utilizadores;
Maio e demais diplomas aplicáveis; d) Proceder ao armazenamento e gestão material dos bens e ao seu
fornecimento mediante requisição própria;
Artigo 40.º e) Superintender as actividades e serviços de reprografia numa pers-
Departamento de Contratação Pública pectiva de racionalização, eficácia e responsabilização pelos respectivos
custos.
Ao Departamento de Contratação Pública compete dirigir as atri-
buições decorrentes do artigo 30.º da estrutura nuclear dos serviços Artigo 43.º
municipais, enquadrando a acção das seguintes unidades orgânicas
flexíveis: Departamento de Cultura, Turismo, Juventude e Desporto
1) Divisão de Empreitadas; Ao Departamento de Cultura, Turismo, Juventude e Desporto compete
2) Divisão de Aquisição de Bens e Serviços e Aprovisionamento; dirigir as atribuições decorrentes do artigo 31.º da estrutura nuclear
dos serviços municipais, enquadrando a acção das seguintes unidades
Artigo 41.º orgânicas flexíveis:
Divisão de Empreitadas 1) Divisão de Animação Cultural;
2) Divisão de Bibliotecas, Museus e Património Histórico-Cultural;
1 — São atribuições genéricas da Divisão: 3) Divisão de Juventude e Desporto;
a) Assegurar os procedimentos tendentes à adjudicação de empreitadas 4) Divisão de Turismo;
de obras públicas, independentemente da unidade orgânica proponente,
promovendo o respectivo lançamento e acompanhamento jurídicoadmi- Artigo 44.º
nistrativo, até à adjudicação e contratação; com excepção das obras da Divisão de Animação Cultural
responsabilidade das empresas do sector empresarial local.
b) No âmbito da celebração de contrato escrito, a Divisão de Emprei- São atribuições da Divisão:
tadas deve articular a sua actividade com o oficial público, designado a) Dar apoio próximo, através dos núcleos desconcentrados de promo-
nos termos legais; ção comunitária e cooperar com as organizações associativas populares
e a outras estruturas formais ou informais da comunidade municipal,
2 — São atribuições específicas da Divisão: com vista à concretização de projectos e programas culturais de âmbito
Promover, oportunamente, os procedimentos necessários à adju- local, ao desenvolvimento da infra-estrutura cultural e de lazer descen-
dicação das empreitadas decorrentes da prossecução das atribuições tralizada, municipal e social, e à melhoria dos métodos de gestão dos
municipais, em execução dos respectivos instrumentos previsionais. recursos locais;
Neste domínio, compete-lhe, designadamente: b) Colaborar com outros serviços municipais no desenvolvimento
Proceder, mediante prévia determinação, à abertura, instrução e tra- de programas especiais e integrados, visando a dinamização da prática
mitação dos diversos procedimentos. cultural junto de grupos populacionais específicos;
Preparar os instrumentos administrativos dos procedimentos para c) Contribuir para a preservação e divulgação de práticas e expressões
apreciação ou parecer por parte das Comissões de Apreciação de Pro- da cultura popular e recreativa, regional e nacional;
postas, a designar pelo Presidente da Câmara d) Promover e incentivar a difusão e criação da cultura nas suas va-
Garantir o controlo dos procedimentos instituídos pela Câmara para riadas manifestações (música, teatro, artes plásticas, cinema, literatura,
acorrer a situações de urgência ou imprevistas. dança, edição, etc.) de acordo com programas específicos convergentes
com o esforço de promoção turística, valorizando os espaços e equipa-
mentos disponíveis e atendendo a critérios de qualidade;
Artigo 42.º
e) Assegurar uma gestão moderna, responsável e flexível dos equipa-
Divisão de Aquisição de Bens e Serviços e Aprovisionamento mentos culturais municipais, na perspectiva da evolução, no mais breve
1 — São atribuições genéricas da Divisão: prazo, para modelos de gestão do tipo autónomo e empresarial;
f) Promover as actividades de animação em equipamentos municipais,
a) Assegurar as actividades de aprovisionamento municipal em bens designadamente mercados;
e serviços necessários à execução eficiente e oportuna das actividades
planeadas, com excepção das respeitantes ao sector empresarial local, Artigo 45.º
observando os melhores critérios de gestão económica, financeira e de
qualidade; Divisão de Bibliotecas, Museus e Património Histórico-Cultural
b) Assegurar a tramitação procedimental relativa à aquisição de bens 1 — São atribuições genéricas da Divisão:
e serviços de acordo com as normas legais aplicáveis;
a) Promover e assegurar a execução da política municipal de biblio-
c) Promover o estabelecimento de sistemas de seguros adequados à
tecas, da política museológica municipal e da política municipal em
realidade municipal e gerir a carteira de Seguros mantendo os respectivos
matéria de património cultural imóvel e imaterial em conformidade
registos, com a colaboração de outros serviços municipais responsáveis,
com as orientações do Executivo e em diálogo permanente, com a
designadamente, pelos recursos humanos, pelo equipamento de trans-
Administração Central, as Juntas de Freguesia do Município e seus
porte e máquinas e pelo património imóvel;
agentes sociais e culturais;
d) No âmbito da celebração de contrato escrito, a Divisão de Aquisição b) Promover uma oferta de qualidade nas bibliotecas e museus en-
de Bens e Serviços e Aprovisionamento deve articular a sua actividade quanto espaços de conhecimento e de comunicação cumprindo a sua
com o oficial público, designado nos termos legais; natureza de serviço público;
c) Promover o estudo, a classificação, protecção e salvaguarda, valo-
2 — São atribuições específicas da Divisão:
rização e divulgação do património cultural móvel, imóvel e imaterial
a) Elaborar, em colaboração com os diversos serviços, o Plano Anual municipal, enquanto fundamento da memória colectiva e individual,
de Aprovisionamento, em consonância com as actividades comprome- factor de identidade local, fonte de investigação científica e de fruição
tidas no Plano de Actividades; estética e simbólica;
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32229

d) Avaliar o interesse da Autarquia na aceitação de doações, heranças h) Proceder à divulgação do património cultural móvel Municipal,
e legados; designadamente através da elaboração de publicações e ou com recurso
às novas tecnologias da informação;
2 — São atribuições específicas da Divisão, no âmbito do património i) Prestar, sempre que necessário, apoio técnico aos demais Museus
histórico-cultural: existentes no Município.
a) Propor acções de conservação e restauro dos bens culturais imóveis
do Município com vista à sua preservação e valorização; Artigo 46.º
b) Propor a celebração de protocolos com outras entidades que visem Divisão de Juventude e Desporto
a requalificação, salvaguarda, valorização e divulgação do património
cultural imóvel e imaterial; São atribuições da Divisão:
c) Propor e desenvolver programas e projectos de investigação no a) Colaborar e dar apoio próximo, através dos núcleos desconcentrados
âmbito do património cultural Municipal, em articulação com as uni- de promoção comunitária, às organizações associativas populares e a
versidades e centros de investigação científica; outras estruturas formais ou informais da comunidade municipal, com
d) Propor e desenvolver programas e acções de informação e animação vista à concretização de projectos e programas desportivos de âmbito
em articulação com as demais unidades orgânicas, por forma a potenciar local, ao desenvolvimento da infra-estrutura desportiva descentralizada,
a função cultural, turística e educativa do património histórico cultural; municipal e social e à maioria dos de gestão dos recursos locais;
e) Emitir pareceres e prestar apoio técnico às restantes unidades b) Colaborar com outros serviços municipais no desenvolvimento
orgânicas em matéria de património histórico e cultural imóvel e ima- de programas especiais e integrados, visando a dinamização da prática
terial; desportiva junto de grupos populacionais específicos, designadamente
f) Definir e executar um programa sistemático de inventário e registo ao nível do desporto escolar;
do património cultural imóvel e imaterial do Município e propor, através c) Promover e incentivar a difusão da promoção da prática desportiva
dos procedimentos legais adequados, a sua classificação; nas suas variadas manifestações, de acordo com programas específicos e
g) Proceder à divulgação do património cultural imóvel e imaterial integrados com o esforço de promoção turística, valorizando os espaços
Municipal, designadamente através da elaboração de publicações e ou naturais e equipamentos disponíveis a atendendo a critérios de quali-
com recurso às novas tecnologias da informação; dade. Neste âmbito, compete-lhe especificamente o desenvolvimento
h) Colaborar na cooperação internacional com as autarquias geminadas do programa "Desporto-Aventura”;
com Sintra, assegurando a divulgação do património cultural móvel, d) Assegurar uma gestão moderna, responsável e flexível dos equi-
imóvel e imaterial no estrangeiro, designadamente através da realização pamentos desportivos municipais que não sejam geridos por empresa
de exposições, da difusão de publicações municipais e da realização de municipal, assegurando a respectiva manutenção e conservação;
encontros ou conferências. e) Promover a edição de publicações técnicas na área do desporto;
f) Assegurar a realização da política e dos objectivos municipais na
3 — São ainda atribuições específicas da Divisão no âmbito das área da Juventude, designadamente no que respeita ao reforço do asso-
bibliotecas: ciativismo e da autopromoção juvenil, à prevenção de comportamentos
a) Definir e executar um programa sistemático de inventário e registo de risco e de factores de exclusão social e a uma adequada inserção dos
do acervo bibliotecário do Município e propor, através dos procedimentos jovens na vida social e económica;
legais adequados, a sua classificação; g) Promover o estabelecimento e execução, em estreita coordenação
b) Proceder à gestão da rede de bibliotecas municipais, numa pers- com outros serviços municipais, as organizações de Jovens, e com outras
pectiva descentralizadora; estruturas públicas e sociais com intervenção na área da Juventude, de
c) Desenvolver um programa concertado de aquisição de publicações programas especiais cobrindo as diversas áreas problema da Juventude,
para as bibliotecas que integram a rede municipal; tais como ocupação de tempos livres, habitação, emprego e formação
d) Concretizar acções que contribuam para a promoção da leitura, profissional, saúde juvenil, cultura e desporto;
a igualdade no acesso à informação e a eliminação do iletrismo e da h) Assegurar directamente serviços de informação e encaminhamento
exclusão cultural; aos jovens facilitando o conhecimento de oportunidades e de mecanismos
e) Promover a criação de novas bibliotecas públicas e a modernização específicos de apoio existentes em diversos âmbitos;
das existentes, designadamente através das novas tecnologias; i) Assegurar a gestão de equipamentos colectivos específicos de
f) Propor e desenvolver programas de animação das bibliotecas em suporte à actividade juvenil.
cooperação com as demais unidades orgânicas, por forma a potenciar a
sua função cultural e educativa; Artigo 47.º
g) Cooperar com outros organismos que prossigam objectivos afins Divisão de Turismo
no domínio do livro e da leitura, através da proposição de acordos e
protocolos de cooperação; São atribuições da Divisão:
h) Emitir parecer sobre pedidos de cedência temporária ou depósito 1 — No âmbito institucional e do planeamento:
de publicações pertencentes a outras bibliotecas e arquivos; a) Assegurar a articulação e cooperação com os organismos oficiais
i) Prestar, sempre que necessário, apoio técnico às demais bibliotecas, com intervenção na área do turismo e com as organizações representa-
existentes no Município; tivas dos agentes económicas do sector;
j) Promover a divulgação da rede de bibliotecas municipais junto da b) Promover a adesão e participação de Sintra em organismos e
população estudantil. associações nacionais e internacionais de índole turística;
c) Estudar e propor o desenvolvimento institucional dos serviços da
4 — São ainda atribuições específicas da Divisão no âmbito dos Divisão para modelos de gestão de tipo autónomo ou empresarial, com
museus: a participação activa dos principais agentes e operadores turísticos do
a) Proceder à gestão das colecções museológicas municipais e as- Município.
segurar a realização e actualização de exposições temporárias e per-
manentes; 2 — No âmbito da promoção turística:
b) Definir e executar um programa sistemático de inventário e registo a) Coordenar a actividade dos diversos serviços municipais no sentido
do património cultural móvel do Município e propor, através dos pro- de uma acção concertada e coerente visando a promoção das condições
cedimentos legais adequados, a sua classificação; ambientais, sociais e culturais para o desenvolvimento turístico do
c) Propor a celebração de protocolos com outras entidades que visem Município;
a preservação e valorização das colecções museológicas; b) Estudar e promover medidas de estímulo aos operadores dos sec-
d) Programar a adequada aquisição de bens culturais móveis para a tores hoteleiro, de restauração e de serviços turísticos que se distingam
valorização das colecções museológicas; pelo espírito de serviço público e uma prática de qualidade que prestigie
e) Pronunciar-se sobre pedidos de cedência temporária ou depósito o Município;
de bens culturais móveis pertencentes a outras instituições; c) Colaborar na classificação dos empreendimentos turísticos abran-
f) Apoiar actividades e projectos de investigação no âmbito do patri- gidos pelas atribuições municipais;
mónio cultural móvel municipal, em articulação com as universidades d) Levar a efeito, em parceria com outras entidades públicas e ope-
e centros de investigação científica; radores privados, no país e no estrangeiro, iniciativas promocionais de
g) Propor e desenvolver programas e acções de informação e animação Sintra como destino turístico cultural e ambiental;
em articulação com as demais unidades orgânicas, por forma a potenciar e) Apreciar e dar parecer sobre os projectos de investimento imobi-
a função cultural, turística e educativa do património cultural móvel; liário para fins turísticos;
32230 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

f) Organizar e dirigir um serviço de apoio ao investidor turístico no h) Coordenar, sempre que adequado e de acordo com as directivas
sentido da criação das adequadas condições de acolhimento e desfrute da Câmara Municipal, com outras instituições pertinentes, públicas ou
turístico aos visitantes externos; privadas, actividades e programas de interesse e âmbito comuns;
g) Assegurar, em articulação com outros serviços municipais e en- i) Gerir o Banco Local de Voluntariado de Sintra.
tidades exteriores, uma gestão integrada e sistemática dos espaços e j) Gerir o Programa” Casa Acessível” ao abrigo do respectivo Regu-
equipamentos de apetência turística (praias, serra, etc.) do Município, lamento Municipal.
com vista à sua permanente qualificação como equipamentos de uso
colectivo e de promoção turística; 3 — No âmbito do Espaço Informação Mulher:
h) Promover a criação de infra-estruturas e equipamentos colectivos a) Informar as mulheres sobre os seus direitos, oportunidades de
de suporte à actividade turística; emprego, opções na criação da própria empresa, apoios financeiros
disponíveis e formação profissional;
3 — No âmbito da informação e animação turística: b) Apoiar a população feminina na reinserção social e profissional;
a) Organizar e gerir um eficaz serviço de atendimento e informação c) Desenvolver projectos que potenciem a igualdade de oportunidades
nos principais locais de interesse turístico; entre homens e mulheres.
b) Editar materiais gráficos e audiovisuais informativos e promocio-
nais do Município e dos seus recursos turísticos; Artigo 50.º
c) Apoiar a realização no Município de eventos culturais, desportivos, Divisão de Habitação
sócio-profissionais, etc., que contribuam para a animação turística do
Município e a inserção de Sintra nos circuitos turísticos internacio- São atribuições da Divisão:
nais. 1 — No âmbito da gestão do parque habitacional público:
a) Proceder à gestão social do parque:
Artigo 48.º
Promovendo a atribuição das habitações sociais disponíveis;
Do Departamento de Acção Social, Saúde e Habitação Acompanhando e promovendo a melhoria das condições gerais
Ao Departamento de Acção Social, Saúde e Habitação compete di- de vida dos utentes e a utilização por estes dada às respectivas ha-
rigir as atribuições decorrentes do artigo 32.º da estrutura nuclear dos bitações;
serviços municipais, enquadrando a acção das seguintes unidades or- Apoiando o sector de gestão patrimonial na actualização das rendas
gânicas flexíveis: de acordo com os critérios legalmente instituídos.
1) Divisão de Saúde e Acção Social; b) Proceder à gestão patrimonial, económica e financeira do parque:
2) Divisão de Habitação;
Promovendo e apoiando processualmente a compra das habitações
pelos respectivos inquilinos e acompanhando os processos de paga-
Artigo 49.º
mento;
Divisão de Saúde e Acção Social Promovendo os concursos públicos para alienação de fogos sujeitos
ao regime de renda limitada;
São atribuições da Divisão:
Promovendo a fixação e cobrança das rendas;
1 — No âmbito da saúde:
Estabelecendo os critérios e parâmetros de manutenção e conser-
a) Elaborar as propostas que permitam a definição das políticas mu- vação dos edifícios, definindo, para o efeito, as responsabilidades
nicipais para o sector; municipais e dos inquilinos e promovendo a execução das obras de
b) Avaliar sistematicamente a situação da rede de prestadores de conservação, manutenção e beneficiação que sejam da responsabi-
cuidados de saúde integrados no Serviço Nacional de Saúde e o grau lidade municipal;
de satisfação dos utentes; Organizando e administrando um eficiente sistema de apuramento de
c) Promover e apoiar, em articulação com os Centros de Saúde e custos e proveitos da exploração do parque;
demais estruturas do Serviço Nacional de Saúde, iniciativas na área da Estudando e propondo as medidas de carácter orçamental e financeiro
saúde pública, aos níveis da informação e educação para a saúde, da adequadas à viabilização da exploração do parque, na perspectiva da
despistagem e rastreio, da prevenção de acidentes, campanhas de vaci- autonomização e empresarialização dessa exploração a curto/médio
nação e de recolha de sangue, da saúde escolar, da prevenção primária prazo.
das toxicodependências e da promoção de estilos de vida saudáveis;
d) Assegurar o acompanhamento técnico ao nível dos órgãos consulti- 2 — No âmbito da promoção de habitação social:
vos das unidades hospitalares ou outras integradas no Serviço Nacional a) Promover estudos e acções sobre a problemática da habitação,
de Saúde; nas suas diversas vertentes, tendo em conta os vários mercados de
habitação, fontes de financiamento, estado de conservação do parque
2 — No âmbito da acção social: habitacional, etc.,
a) Elaborar estudos que permitam o diagnóstico social e o conheci- b) Determinar as carências habitacionais no Município e manter
mento das carências sociais das populações e dos seus grupos específicos, actualizado o seu inventário;
designadamente, infância, idosos, pessoas portadoras de deficiência, c) Propor, em função dos tipos de necessidades habitacionais,
desempregados de longa duração, mulheres com dificuldades de inserção organizar e acompanhar os programas e as acções adequadas à sua
sócio-profissional, imigrantes e minorias étnicas; resolução, tendo em conta a mobilização possível de meios, quer do
b) Conceber e desenvolver programas e projectos integrados de acção Município, quer da Administração Central, quer da Banca, quer entre
social, de iniciativa municipal ou em parceria com outras instituições os particulares;
e agentes sociais, visando o apoio a grupos especialmente carenciados, d) Promover, de acordo com os regulamentos municipais estabelecidos
vulneráveis ou em risco; para o efeito, a disponibilização de terrenos ou lotes infra-estruturados
c) Incentivar e promover a instalação de equipamentos e ou a criação necessários às várias iniciativas promocionais de construção de habitação
de actividades de apoio aos grupos sociais específicos, designadamente social, sejam municipais, de cooperativas ou de particulares, com ou
ao nível da infância e da 3.ª idade; sem a participação da administração central;
d) Promover iniciativas, em articulação com as entidades vocacionadas e) Planear e definir os programas e parâmetros gerais das obras e
para o efeito, tendentes a apoiar munícipes necessitados nas áreas da iniciativas municipais de habitação social, de acordo com as regras
formação profissional e da integração profissional; estabelecidos pelos regulamentos e planos urbanísticos, bem como
e) Contribuir, através de uma acção sistemática e diversificada junto acompanhar a elaboração dos respectivos projectos e das correspon-
dos grupos em risco, para a minimização dos problemas e carências dentes obras;
concretas desses grupos;
f) Criar as condições para o aumento da dinâmica de autopromoção 3 — No âmbito da conservação do parque habitacional privado:
social da população e para, em convergência de esforços entre as insti- a) Assegurar as vistorias e instruir os processos relativos à recupera-
tuições públicas e as expressões organizadas da população, uma mais ção e beneficiação pelos proprietários, de edifícios e de habitações em
rápida resolução de alguns dos seus problemas mais imediatos; situação de degradação ou insalubridade, designadamente ao abrigo de
g) Contribuir para uma intervenção municipal integrada, pluridisci- programas de apoio e legislação específica em vigor.
plinar, coerente e desconcentrada junto das diversas comunidades do b) Diligenciar no sentido da colaboração material e técnica tida como
Município, a fim de potenciar os recursos existentes e se obterem os necessária no domínio da actuação da Comissão Arbitral Municipal
melhores resultados e efeitos junto das populações; (CAM).
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32231

Artigo 51.º b) Promover a obtenção de cartografia e respectiva actualização, bem


Departamento de Educação como promover a execução de levantamentos topográficos;
c) A Gestão técnica e operacional do Sistema de Informação Geográ-
Ao Departamento de Educação compete dirigir as atribuições de- fica, compreendendo as medidas de organização e normas de procedi-
correntes do artigo 33.º da estrutura nuclear dos serviços municipais, mento e segurança a respeitar por todos os utilizadores;
enquadrando a acção das seguintes unidades orgânicas flexíveis: d) Prestar serviços não só ao Município mas aos operadores públicos
1) Divisão de Educação; e privados com intervenção na respectiva circunscrição territorial.
2) Divisão de Planeamento e Logística Educativa;
Artigo 56.º
Artigo 52.º Divisão de Desenvolvimento Estratégico
Divisão de Educação a) Promover a elaboração de estudos relativos à actividade económica
São atribuições da Divisão: no Município e às condições gerais de vida dos cidadãos, designadamente
na vertente de emprego e rendimentos;
a) Gerir os centros lúdicos; b) Recolher e tratar informações de base (físico -geográficas, ambien-
b) Promover a realização de actividades de enriquecimento curricular tais, demográficas, sociológicas, económicas e culturais) e proceder aos
nas escolas sob administração municipal; estudos necessários ao suporte de decisões municipais fundamentadas
c) Executar as demais tarefas e acções abrangidas pelas competências e oportunas quanto à promoção do desenvolvimento sócio-económico
do Município em matéria educativa, de apoio sócio educativo, no âmbito do Município;
da acção social escolar e transportes escolares, desde que não estejam c) Promover, por iniciativa municipal ou, sempre que adequado,
expressamente cometidas à EDUCA, EEM; em parceria com outras entidades interessadas, públicas ou privadas,
d) Assegurar a realização dos objectivos e programas municipais na a elaboração de estudos e planos relativos às diversas vertentes do
área da Educação; desenvolvimento socioeconómico;
e) Garantir a representação do Município em comissões, delegações d) Promover, em cooperação com estruturas públicas centrais ou
e ou outros grupos constituídos para apreciar matérias da sua área de regionais, agentes económicos do Município e associações empresariais
competência; e sindicais, iniciativas promocionais e programas de incentivo e apoio
f) Desenvolver contactos e propor a celebração de acordos com insti- ao desenvolvimento de iniciativas empresariais de fomento do emprego
tuições educativas, públicas e particulares, colectividades, organizações e de reforço e modernização da economia local.
juvenis e outras entidades consideradas de interesse para a melhoria do e) Incentivar a realização de parcerias com vista à realização de
sistema educativo; projectos com impacto relevante para o Município.
g) Apoiar as iniciativas municipais tendentes ao desenvolvimento do
ensino profissional, técnico e universitário no Município. Artigo 57.º
h) Colaborar na administração do pessoal não docente, promovendo
as articulações funcionais e institucionais necessárias à sua concreti- Serviço Municipal de Protecção Civil
zação; 1 — Compete genericamente ao Serviço Municipal de Protecção
i) Exercer as demais competências municipais em matéria educativa Civil:
e de apoio sócio-educativo, que na sequência de contrato de execução
celebrado com o Ministério da Educação, nos termos da lei, tenham a) Assegurar o funcionamento de todos os órgãos municipais de pro-
transitado para a Autarquia e que não estejam expressamente cometidas tecção civil, bem como centralizar, tratar e divulgar toda a informação
a outros serviços ou empresas municipais. recebida relativa à protecção civil municipal;
b) Assegurar a articulação e colaboração com a Autoridade Nacional
Artigo 53.º de Protecção Civil e com os demais órgãos de protecção civil legalmente
previstos;
Divisão de Planeamento e Logística Educativa c) Assegurar os contactos necessários com outros Serviços Municipais
São atribuições da Divisão: de Protecção Civil numa óptica de cooperação e troca de experiências
interinstitucionais;
a) Elaborar e actualizar a Carta Educativa; d) Assegurar a funcionalidade e a eficácia da estrutura do serviço;
b) Assegurar o planeamento do sistema educativo municipal, incluindo e) Estudar as questões de que vier a ser incumbido pela Autoridade
as creches e jardins de infância municipais; Municipal de Protecção Civil, propondo -lhe as soluções que considere
c) Colaborar com a EDUCA, EEM no planeamento da rede de equi- mais adequadas;
pamentos municipais de educação; f) Emitir pareceres ao abrigo de disposições legais ou regulamentares
d) Colaborar na elaboração dos projectos de equipamento escolar que confiram tal competência ao serviço;
promovidos directamente pelos serviços municipais; g) Efectuar notificações nas áreas de sua estrita competência, recor-
e) Efectuar o acompanhamento das obras que não sejam da compe- rendo, se necessário, ao auxílio da Polícia Municipal de Sintra, da Polícia
tência da EDUCA, EEM e sem prejuízo das competências cometidas de Segurança Pública e da Guarda Nacional Republicana.
a outros serviços;
f) Assegurar a dotação de mobiliário e material didáctico para os 2 — No âmbito dos seus poderes de planeamento e operações, dispõe
estabelecimentos cuja gestão está a cargo do Município e não tenha sido das seguintes competências:
confiada à EDUCA, EEM, propondo a realização do respectivo processo
aquisitivo junto do Departamento de Contratação; a) Executar e promover as acções concernentes aos serviços de bom-
g) Articular a sua actividade com as unidades orgânicas competentes beiros, designadamente, no acompanhamento e apoio, financeiro ou
no domínio da conservação e manutenção dos estabelecimentos cuja outro, às Associações e Corpos de Bombeiros Voluntários;
gestão está a cargo do Município. b) Acompanhar a elaboração e actualizar o plano municipal de emer-
gência e os planos especiais, quando estes existam;
Artigo 54.º c) Inventariar e actualizar permanentemente os registos dos meios e
dos recursos existentes no Município, tendo em vista o cumprimento
Do Departamento de Prospectiva e Desenvolvimento Estratégico das atribuições do serviço;
Ao Departamento de Prospectiva e Desenvolvimento Estratégico d) Efectuar o levantamento dos meios humanos e materiais disponíveis
compete dirigir as atribuições decorrentes do artigo 34.º da estrutura para actuação ao nível local, tendo em consideração a optimização dos
nuclear dos serviços municipais, enquadrando a acção das seguintes mesmos e a necessária economia de recursos;
unidades orgânicas flexíveis: e) Propor à Autoridade Municipal de Protecção Civil, em situações
de emergência, a afectação às operações, de meios humanos e materiais
1) Divisão de Sistemas de Informação Geográfica;
dos serviços municipais de carácter operativo, dos Serviços Municipa-
2) Divisão de Desenvolvimento Estratégico;
lizados de Águas e Saneamento e da Empresa Municipal de Higiene
Pública, HPEM;
Artigo 55.º f) Realizar estudos técnicos com vista à identificação, análise e conse-
Divisão de Sistemas de Informação Geográfica quências dos riscos naturais, tecnológicos e sociais que possam afectar
o município, em função da intensidade estimada e do local previsível
São atribuições da Divisão: da sua ocorrência, promovendo a sua cartografia, de modo a prevenir
a) Promover a criação e desenvolvimento do Sistema de Informação a sua manifestação e a avaliar e minimizar os efeitos das suas conse-
Geográfica Municipal; quências previsíveis;
32232 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

g) Manter informação actualizada sobre acidentes graves e catástrofes Artigo 59.º


ocorridas no município, bem como sobre elementos relativos às condi-
Serviço Municipal de Informação ao Consumidor
ções de ocorrência, às medidas adoptadas para fazer face às respectivas
consequências e às conclusões sobre o êxito ou insucesso das acções 1 — São atribuições genéricas do Serviço:
empreendidas em cada caso; a) Promover acções de informação aos consumidores sobre o exercício
h) Planear o apoio logístico a prestar às vítimas e às forças de socorro dos seus direitos e os meios de acesso à justiça;
em situação de emergência;
b) Promover acções de educação e formação do consumidor.
i) Levantar, organizar e gerir os centros de alojamento a accionar em
situação de emergência; 2 — São atribuições específicas do Serviço:
j) Elaborar planos prévios de intervenção e preparar e propor a execu-
ção de exercícios e simulacros que contribuam para uma actuação eficaz a) Receber, tratar e encaminhar para as entidades competentes todas
de todas as entidades intervenientes nas acções de protecção civil. as denúncias de situações lesivas dos direitos dos consumidores;
b) Participar em sistemas de arbitragem de conflitos de consumo de
3 — Nos domínios da prevenção e segurança, é competente para: âmbito local;
a) Propor à Autoridade Municipal de Protecção Civil medidas de c) Instituir mecanismos de mediação de litígios de consumo;
segurança face aos riscos inventariados; d) Promover a constituição de um conselho municipal de consumo,
b) Colaborar com os Agentes de Protecção Civil na preparação e com a representação de associações de interesses económicos e dos
execução de treinos e simulacros; consumidores, prestando-lhe o apoio técnico-administrativo necessário
c) Elaborar projectos de regulamentação de prevenção e segurança, ao seu funcionamento;
que não sejam de índole estritamente interna aos serviços municipais; e) Apoiar as acções de informação promovidas pelas associações de
d) Realizar acções de sensibilização para questões de segurança, consumidores;
preparando e organizando as populações face aos riscos e cenários f) Promover a criação de associações de consumidores de âmbito
previsíveis; local;
e) Colaborar com as Autoridades Policiais em geral e com a Polícia g) Elaborar estudos visando fornecer à gestão os elementos neces-
Municipal de Sintra em especial, nas situações em que, concomitante- sários à definição de políticas municipais de informação, educação e
mente, se verifiquem riscos no âmbito da ordem e segurança pública e formação do consumidor;
da protecção civil; h) Criar bases de dados e arquivos digitais em matéria de direitos do
f) Apoiar a Comissão Municipal de Segurança, em articulação com consumidor acessíveis à generalidade dos consumidores, nos termos
o Serviço de Polícia Municipal; legalmente estatuídos;
g) Desenvolver ao nível dos Agentes de Protecção Civil e das entida- i) Cooperar com as demais unidades orgânicas, nomeadamente através
des sobre as quais impende um especial dever de cooperação, acções de da emissão de pareceres relativamente a matérias em que a dimensão
formação no âmbito da protecção civil, com a necessária colaboração do cidadão enquanto consumidor tenha relevância;
da Divisão de Formação; j) Promover acções de informação no âmbito do direito do consumo,
h) Fomentar, com a colaboração da Divisão de Saúde e Acção Social, destinados aos agentes económicos que exerçam a sua actividade nos
a qual gere o Banco Local de Voluntariado de Sintra, o voluntariado em mercados municipais;
protecção civil. l) Promover acções de informação sobre a eco-qualidade dos produtos
e os consumos ecológicos;
4 — No que se refere à matéria da informação pública, dispõe dos m) Promover a utilização de instrumentos de audição e participação
seguintes poderes: dos utentes no âmbito da informação ao consumidor;
n) Promover programas e actividades de educação para o consumo
a) Assegurar a pesquisa, análise, selecção e difusão da documentação no âmbito do sistema educativo, em particular, nos ensinos básico e
com importância para a protecção civil; secundário;
b) Promover campanhas de informação sobre medidas preventivas, o) Promover acções de formação permanente e sensibilização para os
dirigidas a segmentos específicos da população alvo, ou sobre riscos funcionários com funções de acolhimento e atendimento;
específicos em cenários prováveis previamente definidos; p) Cooperar, atentos os limites definidos na lei, com todos os organis-
c) Incentivar os agentes de protecção civil a promoverem acções mos da Administração Pública na adopção de medidas de informação,
de divulgação sobre protecção civil junto dos munícipes com vista à educação e formação do consumidor.
adopção de medidas de autoprotecção;
d) Divulgar, com a colaboração do Gabinete da Presidência e do Ga- 3 — O Serviço Municipal de Protecção Civil corresponde a uma
binete Municipal de Relações Públicas, Internacionais e Comunicação, unidade orgânica flexível, não integrada em Direcção ou Departa-
a missão e estrutura do serviço; mento Municipal, correspondendo-lhe o cargo de direcção intermédia
e) Recolher a informação pública emanada das comissões e gabinetes de 2.º grau.
que integram o serviço destinada à divulgação pública relativa a medidas
preventivas ou situações de catástrofe;
f) Divulgar, na iminência de acidentes graves ou catástrofes, pelo Artigo 60.º
meio mais célere e abrangente, as orientações, medidas preventivas e Gabinetes de Apoio
procedimentos a ter pela população para fazer face à situação.
1 — O Presidente da Câmara, assim como os Vereadores em regime
5 — No âmbito da defesa da floresta contra incêndios, as compe- de permanência, são apoiados por Gabinetes de Apoio, constituídos nos
tências do Serviço Municipal de Protecção Civil podem ser exercidas termos da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, os quais não integram as
pelo gabinete técnico florestal, nos termos a definir em protocolo ou estruturas, nuclear e flexível da CMS;
por despacho da Autoridade Municipal de Protecção Civil, prestando 2 — Ao Gabinete de Apoio à Presidência da Câmara, constituído
essa estrutura apoio à Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra nos termos do número anterior, compete prestar assessoria técnica e
Incêndios. administrativa ao Presidente da Câmara, designadamente:
6 — O Serviço Municipal de Protecção Civil corresponde a uma a) Secretariado;
unidade orgânica flexível, não integrada em Direcção ou Departa- b) Preparação de expediente para despacho e seu posterior registo e
mento Municipal, correspondendo-lhe o cargo de direcção intermédia encaminhamento;
de 2.º grau. c) Assessoria técnica nos domínios jurídico, do desenvolvimento
Artigo 58.º económico e social local e regional, da organização e gestão muni-
cipal, das relações institucionais e outros domínios julgados conve-
Divisão do Plano Director Municipal de Sintra nientes;
1 — São atribuições da Divisão, executar o processo de revisão do d) Assegurar o desenvolvimento prático das relações institucionais do
Plano Director Municipal, sem prejuízo da respectiva gestão e monitori- Município com os órgãos e estruturas do poder central, com instituições
zação, de acordo com as orientações da Câmara Municipal, concretizando públicas e privadas com actividade relevante no Município, assim como
as acções e estabelecendo as articulações, funcionais e organizativas, com outros Municípios e Associações de Municípios;
externas e internas, tendentes à concretização do referido objectivo e e) Assegurar uma articulação funcional e de cooperação sistemática
com integral respeito pelo quadro jurídico existente. entre a Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia e, designadamente,
2 — A Divisão do Plano Director Municipal de Sintra corresponde a entre os respectivos Presidentes;
uma unidade orgânica flexível, não integrada em Direcção ou Departa- f) Garantir as tarefas de controlo sobre a apresentação de estudos,
mento Municipal, correspondendo-lhe o cargo de direcção intermédia planos e relatórios a elaborar pelas várias unidades orgânicas e emitir
de 2.º grau. parecer;
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32233

g) Assegurar uma adequada articulação entre as Direcções Municipais Cecília Conceição Nunes Jorge
e a Câmara. Helga Regina Rodrigues Boal Ventura
h) Assegurar a articulação necessária entre a Presidência e a Vereação; Isabel Alexandra Gaspar Moreira Oliveira
i) Assegurar, centralmente, o relacionamento e colaboração com a Isabel Maria Pinto Santos
Procuradoria-Geral da República e Serviços do Ministério Público, Maria Conceição Marques Baleia
Inspecção Geral do Ambiente e Ordenamento do Território, Inspecção Maria Cristina Soares Fragoso Vasconcelos
Geral da Administração Local, Inspecção Geral de Finanças, Provedoria Marta Simão Caupers
de Justiça e demais organismos de tutela; Sandra Isabel Magno Brito
Sílvia Marques Lourenço
Artigo 61.º
Divisão de Arquivos:
Produção de efeitos
Ana Luisa Marinho Castro
A presente estrutura flexível produz efeitos nos termos do estatuído Ana Maria Jesus Miguel Gairifo
nos n.os 3 e 6 do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 305/2009, de 23 de Ou- Ana Maria Silva Pereira Miranda
tubro. Anabela Beatriz Rebelo Antunes Fonseca
Cristina Maria Guerra Teles
Artigo 62.º Eugénia Maria Silva Lourenço Sousa
Interpretação Fernanda Maria Parcelas Mouro
Honorina Maria Rodrigues Gonçalves Freire Martins
Compete ao Presidente da Câmara decidir sobre eventuais dúvidas de Hortense Alves Santos Antunes
interpretação ou omissões reportadas à presente estrutura flexível. Isabel Maria Oliveira Montoito Paixão
Joaquim José Brito Vicente
Afectação/reafectação dos trabalhadores do mapa José Américo Valente Coelho
de pessoal da Câmara Municipal de Sintra José Júlio Freire Cardoso
Direcção Municipal Administrativa e de Polícia Municipal: Marco Paulo Costa Silva
Maria Margarida Durão Domingues
António Domingos Reis Rocha
Carlos Manuel Pinheiro Silva Bordado Gabinete Médico-Veterinário:
Sílvia Maria Miranda Ramalho Pinto Alves
Alexandra Maria Silveira Pinto Pereira
Departamento de Assuntos Jurídicos e Administrativos: Ana Cristina Moniz Soares
Carlos Alberto Loureiro Lopes Pestana
Ana Raquel Vicente Lima Natário Carlos Manuel Freire Fonseca
Dalila Rosa Pereira André
Divisão de Assuntos Administrativos e Notariado: Fernando David Cunha Freire Martins
Ana Cristina Evangelista Mendes José Manuel Fonseca Soares
Ana Maria Nunes Coelho Fonseca Maria Isabel Borges Pires Santos
Caetano Alberto Conceição Velho Maria João Oliveira Gomes
Carlos Alberto Silva Saraiva Pedro Miguel Soares Pereira
Carlos Manuel Louçada Correia Rui Manuel Sousa Campilho Leal Silva
Edgar Alberto Gaspar Caldeira
Fernanda Maria Louçada Correia Dias Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades
Fernanda Maria Pinheiro Gonçalves Brantes orgânicas:
Fernanda Maria Silva Simões No âmbito da Divisão de Assuntos Administrativos e Notariado:
Fernando Manuel Catarino Constâncio
Fernando Rui Rebelo Viegas Secção Administrativa de Apoio Geral;
Hermínio Silva Alves Secção de Expediente e Arquivo;
Isabel Maria Primo Pereira Secção de Cemitérios;
Joaquim António Morais Sandinha Secção de Contratos;
José Pedro Freitas Fernandes Secção de Registos;
Manuel António Fama Rita Secção de Escrituras;
Manuel Fernando Santos Silva
Maria Alexandra Piteira Sousa Rebelo No âmbito da Divisão de Assuntos Jurídicos:
Maria Cármen Dias Sequeira Felício Secção de Apoio Administrativo;
Maria Carolina Pinto
Maria Celmira Rodrigues Monteiro Sousa Nunes No âmbito da Divisão de Arquivos:
Maria Fernanda Nascimento Silva Pinto
Núcleo de Apoio Técnico, a ser coordenado por coordenador da car-
Maria Joaquina Pinto Madureira Santos
reira de assistente técnico, nos termos do previsto no n.º 5 do artigo 10.º
Maria José Rodrigues Soares Pereira Santos
do Decreto-Lei n.º 305/2009, de 23 de Outubro;
Maria Manuela Veríssimo Diogo Tico
Maria Odete Ferreira Videira Abreu Tomé Departamento de Polícia Municipal:
Maria Soledade Silva Ferreira Pereira
Maria Vitória Faria Ferreira Fernandes Ana Cristina Neri Correia
Marisa Alexandra Santos Lopes Joaquim Manuel Benvindo Oliveira
Nelson Carlos Fernando
Patrícia Carla Pereira Cardoso Serviço de Polícia Municipal:
Patrícia Vicente Vieira Costa Alberto Jordão Moreira Dias
Paula Cristina Alves Cariano Ana Rita Montezo Casquinha
Paula Cristina Gonçalves Monteiro Cunha Vicente André Filipe Galamas Antunes
Paula Helena Fernandes Branco António Aires Lopes
Ranjit Singh António José Rodrigues Maldonado
Ricardo Jorge Fernandes Gomes Bruno José Claro Carvalho Penteado
Rita Maria Ferreira Santinhos Carlos Manuel Dinis Ferreira
Rosa Maria Figueiredo Sousa Moura Cátia Sofia Ramos Cabeleira
Sónia Maria Santos Antoniotti Oliveira Santos Célia Clara Gouveia Sousa
Teresa Maria Pereira Oliveira Talagão Clarisse Manso Cunha
Eduardo Miguel Ferreira Mateus
Divisão de Assuntos Jurídicos: Helder Gaspar Capela Damião
Ana Maria Pereira Martins Jerónimo Hortense Lopes Maia
António Carlos Pereira Silva Joel Filipe Teixeira Arbuéz Gomes
32234 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Jorge Manuel Santos Silva Ângela Maria Reis Sales Silva


Júlio Manuel Simões Miranda Carlos Fernando Barrosa Caupers
Luís Carlos Hipácio Gonçalves Edite Maria Ferreira Rodrigues Carvalho
Luís Manuel Carvalho Martins Maria Augusta Fernandes Fiúza Hilário
Luís Manuel Feijão Silva Namora Maria Celeste Vieira Almeida
Luís Miguel Correia Veiga Maria Fernanda Peixoto Delgado Duarte
Luís Pedro Tomé Maria Luísa Goulão Freire
Marco José Gomes Cavaqueira Maria Teresa Rilhas Frazão Louro Silva
Maria Andreia Pereira Silva Pires Paula Cristina Caparica Morais
Maria Manuela Sotto Mayor Costa Susana Maria Marques Gonzaga
Mário João Centeio Andrade Valentina Conceição Saraiva
Marlene Almeida Santos Ruivo
Marta Maria Pinto Rijo Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades
Miquelina Maria Costa Moreira orgânicas:
Paula Martins Silva
Paulo Jorge Paradela Meneses No âmbito do Departamento de Polícia Municipal:
Paulo Jorge Serra Garção Secção Administrativa de Apoio Geral;
Pedro Manuel Amorim Gonçalves
Pedro Miguel Monteiro Saraiva No âmbito do Serviço de Polícia Municipal:
Pedro Miguel Pratas Serrano
Secção de Apoio Administrativo;
Pedro Rogério Rodrigues Maldonado
Raquel Rosário Pinho Costa No âmbito da Divisão de Fiscalização:
Renato Alexandre Carvalho Ferreira
Ricardo Emanuel Jesus Bastos Secção de Apoio Administrativo;
Rui Jorge Sousa Anes
Rui Paulo Nogueira Loureto No âmbito da Divisão de Execuções Fiscais e Contra-Ordenações:
Rui Santos Marques Secção de Contra-Ordenações;
Sérgio Paulo Valente Alcântara Secção de Execuções Fiscais
Soraia Alexandre Alves Lopes Muchagato
Susana Maria Almeida Junça Monteiro Direcção Municipal de Planeamento e Urbanismo:
Teresa Alexandra Afonso Ruivo
Tiago Miguel Rodrigues Fradique Luís Carlos Andrade Ferreira
Vanilson Apolinário Silva Maria Celeste Santos Miranda Duarte Canhão
Vera Lúcia Simões Medeiro Orlanda Sofia Lopes Franco Santos
Virgílio Ferreira Costa Silva Pais
Vítor Manuel Machado Oliveira Silva Departamento de Planeamento Urbano:
Maria Del Carmen Fernandez Lemos
Divisão de Fiscalização: Maria Fernanda Ledo Cunha
Alfredo António Pimentel Valongo
Amadeu Camilo Agostinho Divisão de Planeamento e Estudos Urbanos:
Ana Cristina Azevedo Veríssimo Álvaro Manuel Gonçalves Terezo
Ana Maria Teles Anes Ana Mafalda Vaz Martins
Ana Paula Conceição Santos Melo Andrade Ana Maria Duarte Lata Rosário Costa
António Gomes Luís Lopes Anabela Conceição Félix Saraiva Rodrigues
António Manuel Vaz Simões Cármen Susana Mendes Chiolas Duarte
António Pedro Cruz Marques Deolinda Mascarenhas Lourenço
Cármen Luísa Silva Leite Calapez Ribeiro Eduardo Manuel Adrião Torres
César Rogério Conceição Gaspar Luciano Joaquim Rebelo Trindade
Cláudia Sofia Polónio Monteiro Silva Cruz Maria Inês Félix Santos
Daniel António Alves Afonso Maria Margarida Albuquerque Fernandes
Eduardo José Figueiredo Penaforte Marília Costa Correia Barata
Eugénio Manuel Duarte Barra Miguel Alexandre Mesquita Sousa Costa
Hilarina Espada Colaço Correia Patrícia Isabel Assunção Gonçalves Machás
Jaime Vítor Silva Carvalho Pedro Nuno Pinto Galaz Coelho
João Alberto Esteves Castro Rui Alexandre Almeida Oliveira Santos Carriço
João António Martins Fonseca
Tiago Mealha Costa Forjaz Trigueiros
João Paulo Jesus Antunes
Vítor José Adrião Fernandes
João Paulo Pimentel Valongo
João Pedro Pereira Valongo Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades
Joaquina Maria Faustino Gaio Nóbrega orgânicas:
Jorge Manuel Pinto Ribeiro Cunha
José Carlos Santos Serrano No âmbito da Divisão de Planeamento e Estudos Urbanos:
Josefa Maria Lourenço Ferreira Patrício Secção de Apoio Administrativo
Josué Afonso Russo Costa
Luís Filipe Garcia Nunes Departamento de Urbanismo:
Luís Moisés Morais Afonso
Maria Irene Quintais Queiroz Filipe Artur Estêvão Jorge Zeferino
Maria Luísa Louro Passos Bastos Cláudia Maria Martins Canha Santos
Maria Teresa Alves Lemos Melo Cláudia Maria Nobre Merêncio
Mário Luís Costa Ramos Pedro Luís Lúcio Bragança Viegas
Paula Cristina Pires Russo Silva Tânia Delgado Duarte
Paulo Alexandre Dias Garcia Vasco Alexandre Gonçalves Policarpo
Pedro Manuel Martins Fernandes Vítor Manuel Carvalho Dias Santos
Renato José Monteiro Samuel Sousa
Rute Maria Ferreira Pereira Martins os quais constituem o Núcleo de Fiscalização;
Ana Mónica Correia Cotovia da Silva
Divisão de Execuções Fiscais e Contra-Ordenações: Carla Alexandra Faria Costa Rainha
Aldina Antunes Maria Cláudia Margarida Venâncio Santos Marques
Adélia Maria Figueira Lourenço Fonseca Castro João José Neves Marques
Ana Cristina Duque Ferreira José Eduardo Oliveira Marques
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32235

José Manuel Caeiro Jesus Maria Manuel Banza Ramos Motta


Maria Beatriz Jesus Pereira Rui Manuel Louçada Albano
Maria Dulce Tomaz Martinho Rui Miguel Isidoro Neves
Mariana Cecília Silva Serafim Manso Teresa Maria Faria Carvalho Gonçalves Bento
Pedro Alexandre Dias Moreiras Santos Flores Vítor Manuel Rodrigues Nunes
Sofia Jesus Silvano Martins
Divisão de Gestão, Zona B:
os quais constituem o Núcleo de Apoio Técnico
Anabela Maria Caldeano Simões
João Manuel Silva Martins Ângela Maria Santos Louro Silvestre Ribeiro Mateus
Maria Fátima Salgueiro Silva Anisabel Maria Conceição Dias Maia Victória Pereira Rebelo
Rute Maria Santos Plácido Coelho Veiga António José Gaspar Fernandes
Vítor Manuel Carvalho Madeira Ferreira António Manuel Tomás Pacheco Melo Tavares
Bernardo Jorge Duarte Silva
Divisão de Apoio Jurídico e Administrativo: Carlos Jorge Gomes Pereira
Alexandra Maria Campos André Rodrigues Carlos Manuel Abrunhosa Costa
Ana Bela Blanco Carvalho Santos Emília Maria Soares Bastos Rodrigues Martins
Ana Cristina Rodil Silva Paulo Melo Paula Cristina Dias Guinote
Ana Patrícia Santos Manjua Diogo Pedro Bruno Saraiva Rodrigues
Ana Paula Carrilho Salsa Ferreira Pedro Paulo Jerónimo Henriques Martins Gomes Rodrigues
Ana Sofia Purificação Lopes Tomás Gonçalves Rita Cláudia Oliveira Rodrigues Quintela
Ângela Maria Pais Taful Silvestre Gonçalves Teresa Austelina Biener Moutinho Campos
Carla Maria Correia Pereira Soares Cosme Tiago António Neto Velez Belém
Carla Maria Nunes Fernandes Vitorino Gomes Rocha Pinto
Carmélia Maria Parcelas Antunes Oliveira Tiago
Cristina Conceição Castro Pires Pinto Divisão de Gestão, Zona C:
Domingos Ramos Costa Santos António Jorge Seixas Silva Borges
Elisabete Maria Aguiar Mano Carlos Manuel Gonçalves Lourenço
Elisabete Rodrigues Lopes Couto Carlos Sabino Antunes Duarte
Elsa Cristina Ferreira Martins Elsa Marina Mestre Patrício Francisco
Elsa Maria Jesus Dias Silva Desidério Helena Cristina Silva Loução
Elsa Maria Policarpo Silva Luís Santos Idalina Fátima Moedas Dias Bordado
Esmeralda Maria Santana Pinto Isabel Maria Costa Parracho Filipe Garcia
Florinda Conceição Ventura Taniça Freitas João Vicente Balão Carvalho
Henrique Francisco Neves Caeiro Marco António Dias Carmo
Hugo Filipe Dias França Maria Eugénia Carvalho Ladeiro Silva Taurino
Isabel Maria Lemos Silva Durão Maria José Fonseca Correia Rebelo
Isabel Maria Silva Alves Maria Lurdes Morais Barreira Sequeira
Jorge Manuel Gonçalves Pinto Maria Odília Marques Sintra Reis Alcântara Barreto
Jorge Manuel Lóio Peixoto Mónica Maria Amaral Alves Pereira Rodrigues
José Carlos Gomes Bernardo Paulo Godinho Marques
José Fernando Saragoça Francisco Sandra Maria Gonçalves Alexandre
Júlio Tomé Duarte Silva Sandra Maria Riscado Barros Pacheco
Lina Maria Almeida Catarino Mota Lopes Sandra Sofia Cunha Gonçalves Almeida Dias
Luís Manuel Fernandes Marques Sara Isabel Alves Boaventura Macedo Martins
Madalena Maria Toscano Nobre
Maria Clotilde Brito Vicente Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades
Maria Fátima Oliveira Gonçalves Moreira Paulo orgânicas:
Maria Fernanda Lima Campos
Maria Isabel Santos Teixeira Vale Gato No âmbito da Divisão de Apoio Jurídico e Administrativo:
Maria Jesus Silva Romão Caetano Machado Secção de Atendimento;
Maria João Parreira Pires Dias Secção de Apoio Administrativo;
Maria João Pereira Gomes
Maria Manuela Pereira Correia Dionísio No âmbito da Divisão de Gestão, zona A:
Maria Natalina Santos Rodrigues
Maria Otília Pacheco Guerreiro Secção de Apoio Administrativo;
Maria Rosário Rodrigues Silva Jacinto
Marília Pereira Seguro Neves No âmbito da Divisão de Gestão, zona B:
Olga Maria Silva Macedo Mendes Secção de Apoio Administrativo;
Pedro Jorge Coelho Oliveira
Pedro Manuel Ribeiro Cruz Cosme No âmbito da Divisão de Gestão, zona C:
Rita Maria Ferreira Gomes Nunes Sousa
Rogério Luís Fernandes Azevedo Secção de Apoio Administrativo.
Ruben Manuel Luz Pavoeiro Ferreira
Rui Miguel Baptista Camarada Antunes Maurício Direcção Municipal de Obras e Gestão Urbana:
Tânia Carina Dias Ferreira Anabela Varandas Marques
Tânia Sofia Pedro Baleia Ângela Isabel Panaça Almeida
Carla Sofia Silva Garcia
Divisão de Gestão, Zona A: Carlos Diniz Calhaz Cardoso Fonseca
Ana Cristina Monteiro Pastor Clotilde Elisa Mangeon Fernandes de Oliveira
Ana Maria Abrantes Raio Lucas Dina Maria Jesus Simão Queiróz
Ana Paula Jales Camposana Araújo Ernesto Carvalho Belezas
Ana Paula Lourenço Oliveira Silva Carvalho Fernanda Adalgisa Lisboa Fernandes
Ana Sara Cabreirinha Casaca Monte Filipe Chança Coelho
António Manuel Félix Saraiva Francisco Fernando Baptista Infante Silva
Bernardo Silva Dantas Andrade Pais Joaquim Moreira Santos
Elisabete Maria Frigolet Reis Pereira Duarte Jorge Guilherme Branco Reis
Frederico José Oliveira Baumberg Jorge Manuel Pinto Carvalho Rodrigues
Jorge Duarte Bento Gaspar Maria Conceição Vicente Vivas
Lourenço Correia Monge Maria Fátima Freitas Almeida Borlinhas
Maria Antónia Lopes Vaz Silva Duarte Maria Manuela Alves Pires Caldeira
32236 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Maria Manuela Teixeira Nunes Costa Jaime Freire Pedro


Maria Margarida Sacramento Miranda Fernandes Joana Simão Branco Cardoso
Maria Silva Pereira João António Sequeira Augusto
Mário José Gonçalves Rodrigues João Manuel Abreu Silva
Rosa Maria Romão Figueira Cunha João Pedro Pereira Caetano
Rui Miguel Marques Santos Rodrigues Jorge Manuel Melo Rijo
Tiago Santos Carrasco Montes José Agostinho Ribeiro Antunes
José Almeida Pinto
Departamento de Ambiente, Serviços e Gestão Urbana: José Jacinto Patrício Vasco
Carlos Alberto Marcelino Albuquerque José Lavaredas Banha
José Manuel Martins Feliciano
Divisão de Ambiente e Políticas de Resíduos Sólidos Urbanos: José Manuel Ramos Pereira
José Nelson Campos Rebelo
Ana Isabel Ferreira Morais Madalena Teresa Moura Lourenço Piteira
Fidélia Vera Gomes Brito Chambel Manuel Alves Barreiro
Maria Assunção Pereira Carreira Manuel Fernando Capitão Borlinhas
Rui Filipe Moura Pinheiro Manuel Silva Polido
Maria Alice Mendes Galhofa Penetra
Divisão de Trânsito: Maria Domingas Tomé Jacinto Almeida
Alexandra Maria Forte Campos Maria Edite Faria Gaspar
Álvaro Miguel Costa Maria Emília Magrito Oliveira Lopes
Ana Maria Modesto Pinto Vilante Maria Fátima Gomes Pereira
António Júlio Abrantes Antunes Maria Joana Almeida
Augusto Jorge Antunes Filipe Maria José Lopes Teixeira
Hugo Ricardo Pinto Mendes Maria José Varela Grilo Zacarias
João Baleia Santos Maria Lurdes Adelino Araújo
João Carlos Amorim Regalo Morgado Maria Lurdes Duarte Coelho Soares
João Manuel Bicho Rodrigues Maria Odete Gomes Pereira Caetano
José Manuel Duarte Carvalho Mário Augusto Silva Ribeiro
Luís Manuel Bandarra Sardinha Matilde Pereira Fraga Gomes
Manuel Capitão Bragança Olímpio Manuel Silva Arrais Soares
Mário Miguel Mendes Pereira Paula Cristina Pedroso Quintinha Alexandre
Orlando Pardal Silva Paula Maria Soares Patrício Sousa
Paula Narciso Gomes Azevedo Paulo Alexandre Fonseca Ferreira
Rui Manuel Bandarra Sardinha Paulo Jorge Casquinha Conceição Rodrigues
Rute Margarida Rodrigues Velhuco Vozone Damião Osório Paulo José Jesus Ferreira
Ricardo Manuel Pinheiro Pires
Divisão de Serviços Urbanos 1: Ricardo Manuel Saias Frade
Salvador Augusto Lopes
Acácio Marcelino Duarte Dias Sandra Maria Gomes Ferreira Lopes
Adelino Fernandes Sandra Maria Silva Alves
Aida Conceição Carvalho Barros Sérgio Miguel Mortágua Brito
Alberto Lucas Mafueca Virgílio António Sá Matos
Alice Lopes Fernandes Moreno Vítor Hugo Pedrosa Gonçalves
Amadeu Branco Horta Vítor Manuel Gonçalves Jorge
Amadeu Sapina Azinhaga Vítor Manuel Silva Plácido
Ana Maria Ferreira Vítor Paulo Silva Pito
Ana Paula Antunes Ribeiro Gonçalves
Ana Paula Oliveira Santos Divisão de Serviços Urbanos 2:
António Catalão Franco Vicente
António Fernando David Nunes Reis Campos Adriano Augusto Liberato Costa Teixeira
António Francisco Monte Piteira Agostinho Almeida Marques
António Gabriel Vinagre Calhau Agostinho Rodrigues Campos
António Januário Barata Alberto Francisco Baptista
António Lourenço Alberto Manuel Bento Henriques
António Manuel Afonso Alves Ana Maria Piedade Martins Sousa
António Manuel Lopes Flores Ana Paula Lopes Fareleira
António Miguel Gonçalves Monteiro Bento Arcelinda Augusta Teixeira Carvalho Chaves
António Neves Pessoa Antónia Pádua Timas Vieira
António Sebastião Alves Saraiva António Alves Pinho
António Vicente Domingos António Augusto Teixeira
Arlindo Tavares Ferreira Marreiros António Fernandes Brito
Armando Amadeu Rodrigues António Fernando Dinis Ribeiro
Carla Cristina Correia Fortes António José Gameiro Nunes
Carla Cristina Conceição Oliveira Souto António José Santos Moreno Correia
Carlos Alberto Martins Vila Flor António Rafael Pereira Gomes
Carlos Alberto Silva Fernandes Arnalda Sousa Ramos Teves
Carlos Jorge Marques Teles Martins Augusto Gomes Aguiar
Casimiro Cruz Oliveira Belmira Maria Silva Marques
Dina Andrade Alves Berta Maria Amaral Ribeiro Graça
Diogo Cruz Martins Bruno Emanuel Mota Neves Caeiro
Eric Alain Jean Joseph Guérin Carla Alexandra Rodrigues Heitor
Eugénia Encarnação Bento Soares Carlos Manuel Vaz Valente
Fátima Assunção Pinto Mesquita Casimiro Faria Costa
Fátima Eneia Rosário Sousa Martins Eusébio Cecília Serra Barbosa Vicente
Fernando Andrade Marta Célia Maria Madaleno
Francisco Manuel Piedade Rodrigues Celso Martins Ambrósio
Francisco Pinto Azevedo Leal Clementina Andrade Costa Moreira
Francisco Rodrigues Nogueira Clotilde Santos Lopes
Helder Manuel Duarte Barra Conceição Pereira Costa
Helder Manuel Gonçalves Cabrita Cristina Luísa Carvalho Oliveira
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32237

Deolinda Marretas Monteiro Costa Pedro Marques Afonso


Elisabete Santos Lourenço Lopes Pedro Mendes
Emília Fernanda Santos Correia Nunes Rafael Figueiredo Mechas
Fernanda Maria Duarte Cordeiro Oliveira Rogério Lopes Santimano
Fernando Ramos Marrafas Romeu Nuno Mestre Patrício
Francisco António Rebelo Lameira Rosa Maria Ribeiro Pimenta
Francisco Fernandes Baptista Rui Manuel Guerreiro Lemos
Guilhermino Nunes Marrafas Rui Manuel Santos Pinto
Helder Manuel Ferreira Jacinto Susana Maria Monteiro Augusto Fernandes
Higino Landim Monteiro Vera Lúcia Costa Moreira Mateus
Irene Ramos Duque Abreu Vera Lúcia Fraga Gomes Carvalho
Isabel Maria Caridade Ribeiro Paulo Vicente Manuel Correia
Jaime Francisco Fortes Vítor José Fonseca Domingos
Jaime Vieira Rodrigues Matias Vítor Manuel Pisco Jesus Clara
João António Santos Paulo
João Cipriano Barata Divisão de Espaços Verdes:
João Custódio Vale Gato Ana Isabel Costa Pacheco Portela
João José Conceição Paulos Ana Maria Almeida Cristóvão Matos
João Manuel Mendes Silvestre Ana Marta Almeida Girão
João Manuel Morgado Alexandre Ana Rita Leiria Pinto Sousa Lobo Ribeiro Sardinha
João Miguel Costa Monteiro António Augusto Seara Paixão
João Pedro Pereira Santos António Carlos Santos Demétrio
João Vieira Francisco António Carlos Saraiva Ferreira
Joaquim Daniel Cunha Armando Santos Zuzarte
Joaquim Ferreira Coelho Carla Sofia Oliveira Cardoso
Jorge Bernardo Gonçalves Carlos Manuel Cardoso Almeida
Jorge João Santos José
Cristina Maria Assunção Moreira
Jorge Miguel Silva Costa
Esmeralda Rosado Leal Lourenço
José António Leonardo Freitas
Fernando Gomes Dias
José Carlos Abegoanista Mourato
Fernando José Marques Silva
José Fernando Coelho Santos
Fernando Manuel Lemos Rodrigues Florindo
José Gonçalves Reis
Francisco João Correia Montes
José Luís Baptista Ribeiro
Francisco José Ferreira Silva
José Manuel Alves Costa
Francisco Manuel Silva Nunes
José Marcolino Martins Tonaco
Hélder António Guerreiro Cardoso
José Maria Magueijo
João Fernando Almeida Cristóvão
José Pinto Martins
João Pedro Marques Alves
José Ricardo Oliveira Burjaca
Joaquim Domingos Serôdio Rosado
José Ricardo Oliveira Silva
Jorge Alberto Pascoal Gomes Dias
José Sebastião Santos
Jorge Lavrador Moreira
Lina Maria Santos Correia Oliveira
José Carlos Ferreira Santos
Lino Fernandes Nascimento
Luís Carlos Torrão Quintela
Luciano Loureiro Reis
Luís Fernando Silva Alves
Lucinda Maria Castro Laranjeira
Mafalda Helena Fonseca Lima
Lúcio Anastácio Gomes
Manuel Almeida
Luís Manuel Bettencourt Garcia
Marco Paulo Pinto Correia
Magda Cristina Tavares Araújo Santos
Maria Alice Silva Carapeto
Manuel Alves Sousa
Maria Antónia Sousa Gomes Luís Cardoso
Manuel António Prazeres Soares
Maria Assunção Dionísia Paiva Canelas
Manuel Carlos Rocha Rodrigues
Maria Celeste Rodrigues Silva Torres
Manuel Jesus Carrasco Gastão
Maria Céu Pinheiro Lopes Silva
Manuel José Gomes
Maria Conceição Reis Jorge Correia
Manuel Pinto Rodrigues
Maria Elvira Frazão Curado Valente
Manuel Valente Farinha
Maria Adelaide Pereira Figueira Nascimento Maria Eugénia Garcia Araújo Apolinário
Maria Alice Rebelo Abreu Vieira Maria Filomena Carmo Brandão Vera Silva
Maria Conceição Pinheiro Esteves Maria Helena Matos Caria Lopes Rosado
Maria Fátima Marques Frade Maria Luísa Almeida Prudêncio
Maria Fátima Nascimento Pereira Maria Manuela Catalão Duarte
Maria Fernanda Marques Ramos Maria Rosário Coelho Sobral Marques
Maria Graça Lobo Matos Martins Maria Rosário Pardal Moreira
Maria João Paulo Amaro Carvalho Nuno Filipe Rosário Petisca
Maria Lídia Chadinha Paulo Filipe Benevides Rego Pavão
Maria Luz Alferes Fontes Varandas Mirão Paulo Gil Castanheira Silva
Maria Manuela Ramos Duque Teixeira Brás Rodrigo José Chaparro Geadas
Maria Otelinda Dantas Rogério Jesus Marques
Maria Otília Bernardo Silva Costa Rui Paulo Coito Carvalho
Maria Paula Godinho Alves Salazar Julião Pais
Maria Pedroso Silva Sérgio Marques Nunes
Maria Rosário Fernandes Tavares Sofia Cancela Abreu Gonçalves Vaz Tainha
Maria Teresa Bicker Oliveira Ferreira Sónia Maria Pinto Duarte
Mariana Rosaria Velez Ramalho Grilo
Divisão de Oficinas:
Marília Júlia Fontes Alves Monteiro
Mário Carvalho Ribeiro Abel Francisco Lopes Santos
Mário Pereira Santos Agostinho Matos Simões
Maximiana Santos Moreira Afonso Alberto Carlos Nunes Mechas
Miguel João Dias Pedro Alexandre Miguel Rodrigues Oliveira
Nelson Jesus Oliveira Américo Jesus Dias
Patrícia Mafalda Araújo França Pereira Anabela Santos Alberto
Paulo Jorge Santos Reis Aníbal José Gonçalves Silva
Paulo Renato Gomes da Palma António Francisco Horta Nova Carvalho
32238 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

António José Pereira Rosado Diamantino Varela Monteiro


António Lopes Silva Dionísio Manuel Costa Soares
António Luís Conceição Ruano Edgar Nogueira Versos
António Luís Serra Carvalho Elisabete Maria Nobre Costa
António Vicente Santos Silva Fernando Alves
Artur Carlos Simões Paulo Fernando Miguel Davim Santos
Bruno Alexandre Mendes Codeço Francisco Pinheiro Ribeiro
Camila Rosa Graça Alvega Pires Geraldo Francisco Morais
Carlos Alberto Durão Domingues Helder Manuel Couto Manhita
Carlos Manuel Alexandre Caetano João Carlos Silva Nunes
Carlos Manuel Francisco Pedro João Domingos Tomé Silvestre
Daniel Santos Neves João Paulo Ajuda Pereira Correia Barros
David Baptista Casinhas João Francisco Lança Carracha
Eduardo Jorge Costa Francisco João Gomes Silva
Fernando Domingos Freitas João Manuel Maria Cardeal
Fernando Gomes Baptista João Nunes Matela
Francisco João Alves João Pedro Martins Santos
Heitor Duarte Alexandre João Ricardo Narciso Nunes
Helder António Pinto Patrocínio Joaquim António Morais Correia
Hugo Filipe Silva Matos Jorge Manuel Ferreira Armando
João Alberto Batista Mata Fernandes José Alberto Reis Alcainça Oliveira Dias
João António Almeida Pinto Cardoso José Carlos Moreira Coelho
João António Silva Antunes José Francisco Lino Coragem
João Carlos Alves Duarte José Francisco Miranda Rodrigues
João Carvalho Bento José Manuel Almeida Braga
João Fernando Silvestre Lourenço José Manuel Gouveia Barreleiro
João José Pereira Pinheiro José Miguel Farinha Lourenço
Joaquim Duarte Vicente José Pedro Nunes Serôdio
Jorge Eduardo Pedrosa Quintas José Tomé Henriques Fonseca
Jorge Frederico Ferreira Gomes Costa Justo Manuel Grácio Vicente
José António Tomé Teles Leonel Santos Garcia Barreira
José Carlos Jesus Silva Ludgero Paulo Nascimento Pintão
José Júlio Martins Relvas Luís Filipe Pinto Torres
José Luís Neves Deilhot Luís Manuel Lopes Malveiro
José Manuel Garcia Santos Parracho Manuel Maria Gonçalves Silveira
José Manuel Melo Pinto Mário Fernando Jesus Félix
José Venâncio Silva Ventura Mário Gomes
Júlio Anastácio Hilário Nuno Manuel Baptista Pinto
Júlio Quinta Marcos Nuno Miguel Maçarico Oliveira
Licínio Reis Peixe Nuno Miguel Dias Garcia
Luís Filipe Silva Ramalho Paulina Vitória Jacinto Lima Soares
Luís José Santos Leitão Paulo Alexandre Barros Machado
Manuel Francisco Soares Paulo Alexandre Silva Pereira
Maria Clara Regalo Valentim Paulo Alexandre Silva Ribeiro
Maria Graça Paixão Cunha Pedro Luís Costa Rodrigues
Maria Luísa Rodrigues Fernandes Cachão Pedro Mendes Furtado
Mário Matos Coelho Pedro Silva Camões
Mário Miguel Tomé Lageiro Rui Manuel Gonçalves Sampaio
Maximino Sandinha Clemente Sérgio Rui Regalo Coragem
Paula Cristina Gomes Ferreira Magalhães Vítor Manuel Cruz Lucas
Paulo Jorge Magalhães Correia Vítor Manuel Domingos Costa
Pedro José Silva Ramalho Vítor Manuel Prudêncio Fonseca
Ricardo Manuel Pereira Teixeira
Rodrigo Manuel Alves Pinho Divisão de Fiscalização de Intervenções no Subsolo:
Rui Manuel Matias Baeta
Serafim Artur Matela Nunes Alexandre António Frutuoso Abaladas
Vítor Manuel Feliciano Coelho Fernando Carlos Matos Santos
Vítor Manuel Martins Dias Filipe Miguel Torres Esteves
João Manuel Oliveira Pinto Domingos
Divisão de Iluminação Pública: Luís Manuel Ferreira Correia
Olga Matias Hilário Pedro
João Carlos Dionísio Jorge
João Carlos Simões Lopes Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades
Rui Paulo Sacramento Lóio orgânicas:
Divisão de Conservação e Manutenção de Edifícios Municipais: No âmbito do Departamento de Ambiente, Serviços e Gestão Urbana:
Adelino Sousa Fernandes Secção Administrativa de Apoio Geral;
Agostinho João Ferreira Rodrigues Secção de Apoio Administrativo à Iluminação Pública;
Alexandra Trindade Conceição Dias Ribeiro Matos Crispim Sousa Secção de Apoio Administrativo ao Trânsito e Fiscalização de Obras
Alexandre Miguel Pereira Leitão no Subsolo;
Ana Izabel Silva Costa Secção de Apoio aos Espaços Verdes;
Antónia Dores Baião Raminhos
António João Guedes Faustino No âmbito da Divisão de Serviços Urbanos 1:
António Joaquim Miranda Secção de Apoio Administrativo;
António Manuel Marques Costa
António Pinto Fonseca No âmbito da Divisão de Serviços Urbanos 2:
Armando José Torres Freitas
Carlos Luís Santos Carvalho Secção de Apoio Administrativo;
Carlos Manuel Mota Silva
No âmbito da Divisão de Oficinas:
Carlos Manuel Seguro Abrantes
Carlos Miguel Carreiras Marina Secção de Apoio Administrativo;
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32239

No âmbito da Divisão de Conservação e Manutenção de Edifícios No âmbito da Divisão de Gestão de Empreitadas:


Municipais:
Secção de Apoio Administrativo;
Secção de Apoio Administrativo
À Divisão de Requalificação e Valorização Urbana:
Departamento de Obras Municipais:
Ana Paula Pina Cruz Carvalho Vaz Secção de Apoio Administrativo;
António José Rocha Falcão
Flávia Maria Graça Nascimento À Divisão de Projectos:
Ilda Maria Martins Couto Manhita Secção de Apoio Administrativo
Isabel Maria Batista Puga Silva Lopes
José Miguel Bruno Bento Gabinete Municipal de Auditoria, Participações Municipais e Assuntos
Lília Fernanda Castanho Lopes Luz Metropolitanos e Comunitários:
Luís Miguel Dores Peyssonneau Nunes
Maria Luísa Reis Duarte Simões Ana Maria Alves Simão
Paulo Jorge Chança Gairifo Ana Rita Plácido Coelho Veiga
Sara Isabel Parreira Teixeira Soares Ana Teresa Silva Lampreia
Cristina Filipa Nunes Nogueira Tolentino Xavier Costa
Divisão de Requalificação e Valorização Urbana: Joana Margarida Mota Simões Matos
Ana Cristina Sobral Nascimento Gomes Maria Conceição Cunha Gomes Vilela
Ana Paula Borges Alves Correia Hortelão Maria Emília Barroso Amorim Costa
Honorato Carlos Lopes Carvalho Maria Inês Bello Dias
José António Graça Tavares Ramalho
Margarida Joana Oliveira Vaz Gabinete de Apoio aos Órgãos Municipais:
Maria Alzira Duarte Catarino Celeste Maria Lopes Rodrigues Pereira Fonseca
Maria Arlete Dias Simões Santos Darcília Veríssimo Barbosa Vicente Silva
Maria Catarina Maia Loureiro Gomes Coelho Elsa Maria Gonçalves António
Maria Helena Passos Nunes Silva Marques Isabel Maria Cravo Sousa Gil
Maria Helena Valério Batalha Reis Luís Filipe Louro Tomé
Maria João Jesus Albino Maria Gabriela Godinho Amaro
Maria Lurdes Domingos Carioca Maria Helena Correia Araújo Saraiva
Maria Luísa Pereira Santos Maria Irene Almeida Vasconcelos Pinto Oliveira
Paula Maria Oliveira Brás Almeida Maria Mafalda Dias Ribeiro
Vítor Manuel Merino Fonseca Castro
Divisão de Gestão de Empreitadas:
António José Mendes Soares Foi igualmente determinada a manutenção das seguintes subunidades
Armando Jorge Coelho Santos orgânicas:
Hélio Jorge Fontão Correia Secção de Apoio aos Órgãos Municipais;
João Carlos Ferreira Afonso Secção de Actas e Deliberações.
José Manuel Rosa Soares
Leopoldino Rodrigues Fernandes Espogeiro Gabinete de Apoio ao Munícipe e Controlo de Processos:
Maria Lurdes Lopes Leal
Mário Paulo Duro Xavier Sousa Costa Ana Carla Costa Soares Gomes
Paula Alexandra Pimenta Franco Ana Cristina Fernandes Arrais Castro Silva
Paulo Renato Dinis Henriques Batalha Ana Cristina Gonçalves Carvalho
Rui Duarte Lourenço Ana Cristina Sanches Gomes
Rui Manuel Miranda Martins Ana Margarida Marques Pereira Veríssimo
Rui Manuel Sousa Nogueira Azevedo Ana Maria Almeida Duarte Lopes
Yolanda Leonor Gonzalez Solimano Ana Maria Ferreira Cardoso
Ana Paula Gomes Francisco Felício
Divisão de Projectos: Ana Sofia Pesoeiro Mesquita
Américo Nunes Amaro Ana Teresa São Joanico Janicas Tomásio Bernardes
Ana Maria Atanásio Lopes Andreia Patrícia Coelho Monteiro
Carlos João Salvador Fernandes Cruz Coimbra Antonieta Rodrigues Venâncio Silvino
Célia Maria Vital Gomes Silva Seleiro Bruno Filipe Lopes Clemente
David Ribas Maranha Carla Isabel Gonçalves Filipe Souto
Jorge Manuel Moleiro Gomes Carla Maria Ribeiro Pinto Lopes
José Maria Francisco Lopes Carlos Francisco Cachaço Caracinha
Lúcia Maria Eva Izidoro Marques Cecília Nunes Cabeça Barradas
Luís Filipe Correia Pires Carmona Cidália Clemente Ricardo Nunes
Manuel António Pimentel Cabral Delfina Silva Alves
Manuel Santos Espada Florbela Marília Pena Gouveia Gonçalves
Maria Fátima Nunes Luz Gonçalves Helena Isabel Pereira Moura Cristóvão Duarte
Maria Lurdes Mendes Carvalho Helga Dolores Barreto Minas
Sara Cristina Martins Gomes Afonso Santos Madeira Ilda Maria Carolo Cabeça
Teresinha Jesus Barreiros Lopes Isabel Alexandra Sandinha Clemente
Isaura Peixoto Cardoso
Divisão de Mobilidade Urbana: João Gonçalo Silva Gonçalves Lourenço
Ana Paula Vitorino Silva Gouveia Teixeira Lucrécia Maria Silvestre Lourenço
Dora Alexandra Nogueiras Serrano Marco André Pereira Jacinto
Elisabete Fonseca Osório Reis Maria Amélia Estriga Galaio Lemos
Emília Susana Oliveira Santos Maria Elisabete Pinho Lopes Navalhinhas
Luís Filipe Almeida Dias Maria Fátima Oliveira Dias
Rui Manuel Moreira Ferraz Maria Jesus Félix Rodrigues
Sandra Raquel Gonçalves Viegas Maria Lúcia Matos Bernardes Luciano
Sónia Maria Pontes Concha Faria Lemos Maria Manuel Monteiro Franco
Maria Manuela Gama Silva Vieira
Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades Maria Paula Santos Henriques Pinto Francisco Garcia
orgânicas: Maria Rosário Costa Fernandes Castilho Figueiredo
Maria Teresa Pimenta Camocho Antunes
No âmbito do Departamento de Obras Municipais:
Natália Sofia Reis Alemão
Secção Administrativa de Apoio Geral; Patrícia Susana Pisa Tomé
32240 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Paulo Jorge Rocha Raposo Divisão de Higiene, Segurança e Saúde Ocupacional:


Pedro Miguel Conceição Reis Bento
Adília Amorim Santos Sousa
Sandra Isabel Henriques Almeida Gomes
Ana Maria Cachaço Caracinha Arsénio
Soraia Daniela Nunes Gomes
Ana Maria Jesus Faria Silva Nunes
Teresa Maria Costa Fernandes Lagarto
Ana Maria Martins Caio
Tiago Manuel Diogo Neves
Ana Sofia Luzio Janicas
Foi igualmente determinada a manutenção das seguintes subunidades Anabela Lourenço Santos Alves
orgânicas: Andreia Sofia Mantas Olímpio
Ângela Maria Luís Cristóvão Silva
Secção Central de Atendimento, Informação e Controlo de Processos; António Manuel Faustino Maria
Delegação Municipal de Queluz, com nível de Secção; António Tiago Aires Serrano
Delegação Municipal do Cacém, com nível de Secção; Bernardina Maria Malhadas Pico Raposo
Delegação Municipal de Rio de Mouro, com nível de Secção. Carla Maria Pinto Ferreira
Élia Sofia Palhares Silva Cruz Costa
Gabinete Municipal de Relações Públicas, Internacionais e Comu- Elsa Maria Martins Fernandes Fraga
nicação: Ermelinda Ferreira Gomes Teixeira
Ana Bela Pascoal Xavier Cifuentes Filipa Alexandra Rocha Ferreira Rodrigues
Ana Alexandra Ferreira Bernardo Vilhena Gavinho Flora Oliveira Silva Roque
António Manuel Carocinho Coelho Germana Carmo Baixa Trindade Eduardo
Carla Sofia Branca Rodrigues Hélia Maria Conceição Ferreira
Carlos Dinis Branca Martins Isabel Alexandra Araújo Palma Pelina
Eduardo Júlio Marques Pessoa Jorge Manuel Ferreira Sampaio Pedroso
Eugénia Maria Bento Francisco Simões Marques Justina Braz Luís
Francisco Fernando Alexandre António Justino Marques Santos
Hugo Ricardo Amaral Rebelo Lucinda Amélia Vaz Gil
Isabel Cristina Santos Pereira Luís Filipe Gourgel Fernandes
Isabel Maria Bettencourt Rosa Luzia Tiago Valente Pereira
José Joaquim Neves Pereira Margarida Silva Moço Nunes
José Loureiro Maria Alice Correia Antunes Barata
José Manuel Maria Dias Correia Maria Benedita Brás Ferreira
Maria Conceição Rodrigues Ferreira Silva Fonseca Maria Céu Martins Tomás
Maria José Tenório Oliveira Maria Conceição Domingos Jerónimo
Maria Salomé Justino Peralta Maria Conceição Pereira Fonseca
Mário Jorge Gaspar Oliveira Maria Fátima Silva Freire
Paula Sofia Socorro Cabo Reis Maria Graça Lopes Carvalho Reis
Paulo Alexandre Marques Alves Maria Gracinda Pedrosa Pereira Sequeira
Paulo Jorge Faustino Maria João Palmeiro Alves Carvalho Guerreiro
Rosa Maria Gonçalves Couto Magalhães Pinhel Maria José Alves Pereira Leitão
Sandra Sofia Peixoto Pinto Granja Maria José Miranda Assunção Leitão
Susana Guerreiro Sanches Barbosa Maria José Pinto
Ulisses Reis Costa Alfama Maria Lurdes Almeida Pinto
Maria Lurdes Jesus Costa
Departamento de Recursos Humanos: Maria Lurdes Oliveira
Maria Lurdes Silva Morais
Andreia Cláudia Marques Mendonça Fernandes Maria Manuela Figueira Salvador
Bernardo Gonçalo Silva Gouveia Teixeira Maria Margarida Henriques Costa
Eunice Carla Vieira Oliveira Maria Natália Fernandes Gonçalves Novais
Lúcia Maria Duarte Dias Alfaiate Maria Nazaré Antunes Gonçalves
Maria Isabel Rocha Pinto Silva Maria Prazeres Silva Pedro Castanheira
Maria Jesus Camões Cóias Gomes Maria Rosário Mota Lavrador Fernandes Fonseca
Maria Leonor Dias Trindade Maria Susete Varanda Fonseca Rodrigues
Maria Manuel Pereira Pires Maria Teresa Cunha Tomás
Maria Rosário Gomes Veríssimo Cruz Maria Vieira Justino Peralta
Paula Cristina Marques Reis Almeida Maria Violante Coxixo Saias Costa
Rute Cristina Pombal Silva Xisto Nuno José Lopes Almeida
Paulo Luis Teixeira Monteiro
Divisão de Gestão de Recursos Humanos: Rosália Cristina Sacramento Reis Almeida
Adélia Maria Caetano Faustino Susana Maria Correia Candeias
Ana Madalena Jesus Silva Fonseca Teresa Maria Silva Sousa Carapinha
Ana Maria Costa Teixeira Miranda Vítor Manuel Antunes Reis
Bruno Miguel Santos Almeida
Carla Irene Serra Castro Gomes Divisão de Formação e Desenvolvimento Organizacional:
Carlos Gomes Pina Silva
Fernanda Gabriela Santos Lourenço Vasconcelos Ana Bela Pacheco Resende Moura
Ivone Carla Coelho Robalo Parracho Ana Isabel Regalo Valentim
José António Agostinho Ferraz Rebelo Ana Maria Fernandes Matias Sousa
Júlio Manuel Finote Almeida Elsa Cristina Botelho Santos David
Luís Carlos Gomes Batalha Mafalda Sofia Cunha Soares Dionísio Forte
Maria Alice Pereira Martins Maria Emília Silva Carvalho Caracinha
Maria Conceição Coixão Cavaco Maria Leonor Santos Barroso Pinheiro
Maria Conceição Martins Agostinho Almeida Vasconcelos Maurício Nunes Vieira
Maria Conceição Viana Oliveira Araújo Sofia Isabel Moura Conceição Gonçalves
Maria José Carvalho Santos Valongo
Maria Manuela Monteiro Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades
Paula Alexandra Branco Teles orgânicas:
Paula Cristina Morais Vila Antunes
No âmbito da Divisão de Gestão de Recursos Humanos:
Paula Cristina Salgueiro Silva Rodrigues
Paula Maria Sousa Palma Serrano Secção de Recrutamento;
Susana Cristina Marcos Dionísio Silva Secção de Cadastro;
Teresa Maria Bento Poeiras Mesquita Secção de Remunerações;
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32241

No âmbito da Divisão de Higiene, Segurança e Saúde Ocupacional: Ana Margarida Borges Guedes
Cláudia Sofia Pires
Secção de Apoio Administrativo; Domingos Manuel Jesus Mateus
João Filipe Carrilho Sousa
No âmbito da Divisão de Formação e Desenvolvimento Organiza- Patrícia Isabel Sá Grosa
cional: Susana Caetano Sousa
Secção de Apoio Administrativo.
Divisão de Licenciamento das Actividades Económicas e Gestão de
Departamento de Administração Financeira e Patrimonial: Mercados:
Filipe Miguel Marques Madeiras Santos Alexandre Nuno Calhas Jesus
José Carlos Barreiro Braz Ana Paula Silva Amador Vicente
Maria Manuela Martins Borrego Sousa Vicente Ana Sofia Pinheiro Carpinteiro Sobral
Miguel Ângelo Cunha Gonçalves Almeida Angélica Santos Salvado Alves Mateus
Pedro José Damião Miranda Paulino Aníbal Joaquim Jesus Vicente
Ricardo David Palmeira Abreu Castro António Francisco Fartouse Carrilho
Sandra Cristina Cachopo Baião Arlinda Maria Matos Marques
Arnaldina Lígia Salgueiro Silva
Divisão de Património Móvel e Imóvel: Bruno José Barrela Pereira
Ana Maria Corvo Fernandes Pinheiro Carlos Alberto Candeias Claudino
Ana Paula Fernandes Marcelo Vilaça Cármen Luísa Teixeira Florêncio
Ana Rita Silva Guerra Cassilda Maria Cordeiro Vieira Ferreira
Clara Maria Gonçalves Lopes Célia Maria Conceição Nunes Guerra Luz
Cristina Isabel Colaço Correia Cíntia Florinda Saraiva
Diogo Filipe Duarte Santos Clotilde Graça Duarte Evangelista
Emerita Carmo Santos Pereira Ávila Martins Deolinda Maria Soares Rodrigues Guerra
Fernanda Maria Gomes Fonseca Pereira Florência Monteiro Dias
Francisca Maria Bonifácio Cortegano Pinto Graça Maria Fabricante Vicente Almeida Barros
Helder Gonçalo Jesus Rocha Helena Maria Silva Pito
Isabel Maria Silva Filipe Santos Faria Isabel Maria Almeida Medeiros Rodrigues
João José Carvalho Esteves Isabel Maria Cordeiro Filipe Costa Mónica Ferreira
João Manuel Pereira Pinto Isabel Vera Bouços Dantas Farinha
João Ricardo Almeida Cristóvão Jacinta Maria Santos Costa Oliveira
Madalena José Borges Monteiro João Luís Pinheiro Ribeiro
Maria Alexandra Monteiro Santos Roquete Joaquina Mariana Almeida Marreiros
Maria Amélia Santos Teixeira José Augusto Rascão Xavier
Maria Fátima Vargas Silva Mendes José Júlio Amaro Zacarias
Maria Fernanda Abreu Lobo Ferreira Espírito Santo Laura Maria Martins Coelho Primo
Maria Graça Vieira Marques Luís Miguel Santos Tomás
Maria Helena Matos Coelho Dias Marques Mafalda Sofia Cartaxo Silva
Maria Sílvia Lopes Araújo Proença Marco Paulo Reis Ribeiro
Nelson Vieira Matos Feliciano Margarida Maria Carretero Bicho Topa
Valdemar Melo Pereira Alves Maria Ana Ribeiro Barrela
Maria Benigna Ramos
Divisão de Contabilidade e Controlo Orçamental: Maria Céu Lopes Rodrigues Brandão
Álea Conceição Arsénio Gabriel Oliveira Maria Clementina Ribeiro Pessoa
Ana Cristina Alves Pontes Fernandes Faria Maria Cremilde Novais Gonçalves Ramos
Ana Maria Sousa Neves Maria Eduarda Santos
Ana Paula Alves Constantino Maria Fátima Soares Luz
Ana Paula Jacinto Rodrigues Silva Esteves Maria João Trigo Caetano
Anabela Rodrigues Costa Alves Maria Libertina Santos Duarte Courelas
Carla Esmeralda Silva Ribeiro Maria Luísa António
Cecília Maria Oliveira Fernandes Tavares Maria Manuela Correia Brito Frias Martins
Dália Fátima Baião Pataquinho Maria Otília Pinto
Dulce Maria Dias França Maria Rosete Pereira Julião
Elisabete Regalo Valentim Maria Teresa Hipácio Louçada
Elsa Maria Mendes Gonçalves Rodrigues Páscoa Correia Monteiro
Eunice Conceição Ferreira Almeida António Paula Alexandra Simões Ferreira
Hermínia Manuel Assunção Fróis Paula Cristina Jesus Braz Martins
Isabel Maria Inácio Fidalgo Baumberg Paulo Jorge Guimarães Nunes
Isabel Maria Silva Consciência Renata Filipa Caetano Faustino
Maria Alexandra Bernardes Cartaxo Sílvia Marina Fernandes Cachão Diogo
Maria Amélia Mateus Franco
Maria Fátima Oliveira Sá Vieira Divisão de Informática, Redes e Comunicações:
Maria Fátima Vieira Tenera Dias Adriano Miguel Silva Felício
Maria João Parcelas Batalha Antunes Pereira Álvaro João Catalão Duarte
Maria Piedade Oliveira Sabino Ambrósio Ana Gabriela Ferreira Borges Robalo
Maria Teresa Sampayo Garrido Reis António Alberto Silva Esteves
Marta Sofia Dias Cabrita Barra David Carlos Ribeiro Morgado
Paula Maria Carvalho Duarte Dias Emanuel Ricardo Jesus Anastácio
Paula Susana Lopes Moleiro Gonçalo Alves Miranda
Pedro Miguel Lourenço Garcia Helder Manuel Revés Vaz
Sandra Conceição Santos Martins Inês Sofia Malheiro Cardoso Moreira
Sandra Jesus Faustino Rosa Silva João Carlos Silva Morgado
Sérgio Ricardo Tavares Sousa José Américo Rodrigues Antunes Taborda
Telma Susana Muchacho Bento Luís Manuel Vieira Passos
Teresa Margarida André Gomes Filipe Maria Céu Santos Afonso Fonseca Alexandre
Maria Luísa Sales Caldeira Lopes
Divisão de Planeamento e Controlo de Gestão: Miguel Ângelo Romeiro Ferreira
Abílio Oliveira Sereno Narciso José Rosa Bernardo
Ana Cristina Santos Costa Pereira Paula Maria Costa Filipe Jorge
32242 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Paulo Jorge Inácio Pantana Francisco Jorge Marques Matos


Pedro Miguel Carvalho Gonçalves Bento Hugo Miguel Rocha Gamenho
Sónia Maria Rodrigues Bailoa Isabel Maria Seguro Abrantes Ferreira Santos
Susana Isabel Dias Chinita João Gabriel Borges Peixoto Rocha
João Paulo Morgado Oliveira
Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades Jorge Manuel Rodrigues Pinto
orgânicas: José Manuel Gonçalves
No âmbito da Divisão de Património Móvel e Imóvel: Maria Anjos Almeida
Maria Fátima Isidoro Simões
Secção de Cadastro; Maria João Carmo Raposo
Secção de Valorização do Património Imóvel; Maria Luísa Ferreira Maia
Secção de Património Móvel; Maria Rosário Corvo Mendes Pereira Forjaz
Maria Teresa Valente Silva Caetano Ferreira Pinto
No âmbito da Divisão de Contabilidade e Controlo Orçamental: Rosa Maria Louro Tomé Miranda
Secção de Receita;
Secção de Despesa; Divisão de Animação Cultural:
Secção de Tesouraria; Ana Filipa Marques Dolores Ferreira
Secção de Contas Bancárias; Carlos Alberto Torres Figueiredo
Secção de Conferência de Facturas. Cecília Maria Candeias Silva
David Gonçalves Freire Martins
No âmbito da Divisão de Licenciamento das Actividades Económicas Donzília Assunção Santos Jorge Zuzarte
e Gestão de Mercados: Elisabete Neves Ribeiro Ferraz
Secção de Licenciamento das Actividades Económicas; Elisete Maria Carvalho Patrício Santos
Secção de Publicidade e Ocupação de Espaço Público; Elvira Henriques Pereira Fonseca
Secção de Apoio aos Mercados. Isabel Maria Moreira Serra Gourgel Fernandes
João Manuel Matos Pedro
Departamento de Contratação Pública: João Miguel Ladeiro Taurino
João Paulo Aguiar Portela Costa
Ana Cristina Craveiro Almada Melo Gomes Oliveira Joaquim Luís Lopes Mourão Leite
Liliana Catarina Quaresma Sousa
Divisão de Aquisição de Bens e Serviços e Aprovisionamento: Luísa Carolina Moura Almeida
Alexandra Raquel Flores Alvelos Coelho Bento Maria Augusta Jesus Brito
Ana Cristina Costa Faria Maria Fátima Matos Belo
Ana Cristina Franco Duarte Maria Graça Pinela Mendes Pereira
Ana Cristina Rodrigues Ferreira Maria Irene Silva
Ana Isabel Fidalgo Antunes Dias da Silva Maria Isabel Rodrigues Almeida
Ana Maria Faria Reis Carriço Maria João Alcaide Martins
Ana Marta Gomes Calambra Maria João Pires Lourenço Figueiredo
Ana Paula Jesus Fernandes Maria José Lourenço Gomes Ferraz
António Jesus Melo Maria Rosário Camarão Isidoro Miranda
António José Machado Correia Maria Teresa Silva Mechas
Carlos Alberto Brígida Dias Nuno Paulo Trindade Eduardo
Diogo Alexandre Gaspar Nascimento Sandra Margarida Santos Ferreira
Fernanda Maria Gonçalves Carvalho Soares Ferreira Teresa Cristina Bispo Patrocínio
Gustavo Berto Mateus Tiago Manuel Franco Barrela
Helena Isabel Dias França
Jorge Miguel Areias Oliveira Lento Divisão de Bibliotecas, Museus e Património Histórico-Cultural:
José Carlos Ferreira Azevedo Almerinda Maria Gonçalves Santana
José Manuel Conceição Gomes Ana Isabel Barreira Santos
Luís Miguel Carmo Santos Ana Maria Mendes Francisco
Luísa Maria Silvestre Vicente Ana Paula Costa Franco Barrela
Maria Fátima Eusébio Ana Paula Gonçalves Silvério Silveira Ribeiro
Maria Fernanda Costa Manguinhas Russo Ana Pereira Silva Vieira
Maria Madalena Costa Faria Ana Sofia Pereira Duarte Santos Silva Madeira
Mário Jorge Gomes Pinto Anabela Fernandes Santos Almeida Leite
Miguel José Monteiro Gomes Anabela Firmino Nunes Pedroso
Óscar Cruz Fidalgo Pedroso Ângela Maria Gonçalves Santos Maia
Pedro Miguel Pisa Tomé António Jorge Rodrigues Batista
Rosa Maria Carmo Cavaco António Luís Gomes Almeida Cardoso
Rui Alexandre Almeida Cabral António Manuel Silva
Sandra Goreti Afonso Freitas Fernandes Basilissa Maria Silva Calhau
Sónia Maria Almeida Carvalho Carla Alexandra Jesus Carrasco Germano
Carla Maria Simões Abreu Almeida Costa
Divisão de Empreitadas: Cecília Manuela Santos Barbosa
Ana Paula Ruivo Santos Cláudia Sofia Romeiro Pulquério
Raul Carlos Azevedo Hortelão Eduarda Maria Monteiro Teles
Susana Sofia Sousa Palma Condeça Elisabete Ferreira Ramalhete Plácido
Salomé Rosário Diniz Ferreira Reis Elsa Maria Pedrógão Martinho
Maria Manuela Gonçalves Oliveira Élvio João Melim Sousa
Eulália Jesus Fonseca
Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades Eunice Silva Andrade
orgânicas, no âmbito da Divisão de Aquisição de Bens e Serviços e Evangelina Tomé Teles Duarte
Aprovisionamento: Helena Margarida Aguiar Portela Costa Ferrão
Helena Maria Henriques Rodrigues Costa
Secção de Compras; Helena Rocha Melo Alves
Secção de Armazém. Hermínia Jesus Sousa Ventura
Irene Neves Teixeira Lima Arrais Castro
Departamento de Cultura, Turismo, Juventude e Desporto: Isabel Luz Pinto Fernandes Santos
António Luís Freire Pantana Sousa Pereira Isabel Maria Dias Mendes Ferreira
Cristina Jesus Fernandes Gameiro Isabel Maria Matos
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32243

Joaquina Nunes Matela Gomes Deolinda Jesus Batista Medina Costa


José Luís Antunes Filipe Elisabete Sofia Gaspar Ferreira Santos Simões
José Luís Leão Gonzaga Filipa Maria Sousa Afonso
Judite Maria Direitinha Fernandes Grilo Ivone Amparo Correia Silva Carvalho
Luciano Antunes Barata Reis João António Nabais Gonçalves
Luís Augusto Pereira Carvalho João Carlos Antunes Matos Viegas
Luís Manuel Ramos Lourenço José Óscar Figueiredo Alves
Luísa Conceição Meneses Araújo Licínia Carla Caldas Oliveira Reis
Luísa Maria Silva Sousa Galvão Graça Lima Luís Filipe Ladeira Figueiredo Vieira
Margarida Lopes Santimano Luís Manuel Mendes Magro Jacinto
Maria Albertina Taborda Romão Pereira Sousa Freitas Maria Conceição Bernardino
Maria Almerinda Morgado Damas Maria Elisabete Alfaia Sousa
Maria América Sobrinho Magalhães Pinto Maria Piedade Jesus Graça
Maria Augusta Coelho Magalhães Miranda Maria Rosário Fátima Azevedo Couto
Maria Carolina Conceição Vieira Teixeira Paula Cristina Goulão Ferreira
Maria Céu Silva Ferro Jesus Paula Júlia Jesus Dias
Maria Conceição Nunes Pinheiro Jorge Paula Margarida Vicente Serra
Maria Conceição Simões Carvalho Paula Maria Fernandes Claro Pinto
Maria Custódia Dias Afonso Alves Paulo Jorge Alves Carvalho
Maria Fátima Marques Dourado Ribeiro Pedro António Santos Soares Alves
Maria Fátima Martins Loureiro Belo Tavares Romana Maria Leal Jesus Carlos
Maria Fátima Mesquita Cunha Mendes Sérgio Manuel Nunes Chaves
Maria Fátima Pereira Alves Santos Sérgio Miguel Ribeiro Afonso
Maria Fátima Silva Félix Cipriano Sónia Alexandra Beirão Soares Tobias
Maria Filomena Jesus Costa Viana Umbelina Pereira Encarnação Santos
Maria Filomena Moreira Cardoso Carvalho Vasco Miguel Silva Alves
Maria Helena Ceroula Lebre Filipe
Maria Helena Figueiredo Aguiar Divisão de Turismo:
Maria Jesus Lopes Cardoso Pereira
Maria João Pereira Ferreira Mata Ana Bela Botelho Moniz Soares
Maria José Silveira Serralheiro Ana Margarida Rodrigues Pinto Simplício Sousa
Maria Lúcia Vitória Ana Patrícia Rodrigues Mesquita Guerra Camacho
Maria Lurdes Almeida Santos António Jorge Rodrigues Pelaio
Maria Luz Reis Jorge Nunes Beldomira Rodrigues Pires
Maria Margarida Almeida Costa Carlos Dionísio Leitão Santos
Maria Odete Araújo Joaquim Carlos Manuel Bento Pereira
Maria Salomé Martins Simões Castro Emanuel Conceição Marques Chambel
Maria Teresa Costa Ferreira Cruz Francisca Maria Verónica Filipe Chaves
Maria Teresa Silva Moreira Ferreira Isabel Maria Bonifácio Silva Matos
Mário João Soares Moreira João Manuel Neves
Maximiano Mendes Cabral João Pedro Conceição Rosa
Noémia Conceição Reis Carmo Machado José António Gonçalves Henriques
Núbia Antunes Gonçalves Fernandes Henriques Faria José Mário Pina Santos
Nuno Álvaro Sardinha Pegado Cardoso Júlio Manuel Jesus Salema Esteves
Paula Cristina Queirós Filipe Magalhães Justina Maria Gonçalves Marau Gomes
Paula Cristina Sousa Silva Lina Rosa Velez Canhão Gomes
Paula Regina Fonseca Matos Rocha Bessa Ribeiro Luckhurst Maria Amélia Caetano Rosa Vieira Paulo
Paula Santos Pinheiro Gouveia Maria Fátima Costa Marques Fernandes
Pedro Eduardo Pinto Torres Maria Céu Cunha Martins Fonseca
Regina Teresa Silva Tavares Maria Helena Ferreira Tomáz
Ricardo António Miranda Marques Alves Maria Margarida Carlos Lima
Rosa Marília Costa Maria Margarida Correia Mourato Jerónimo
Rui Manuel Camejo Tavares Maria Teresa Lopes Rebelo Pais Neves
Rui Manuel Silva Grazina Paula Cristina Cordeiro Tomás
Rui Manuel Sousa Alves Paulo Alexandre Pereira Granja
Rui Neves Gonçalves Rute Brigite Costa Regueira Jorge Carvalho
Sandra Isabel Fonseca Matos Rocha Bessa Ribeiro Borges Rocha Sara Lopes Machado Inácio
Sandra Isabel Teles Sadio Sónia Raquel Belchior Freitas
Sónia Alexandra Rodrigues Borges Nascimento Susana Maria Pinto Ribeiro Lopes
Sónia Cristina Fernandes Ribeiro Machado Teresa Jesus Jerónimo Pinto Torres
Sónia Cristina Melato Carita Vitória Maria Borba Miranda
Sónia Maria Pedro
Stela Emília Costa Rodrigues Monteiro Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades
Teresa Maria Correia Gomes Silva Marques Alves orgânicas:
Vítor Alfredo Colaço Santos
Vítor Manuel Gourgel Fernandes No âmbito do Departamento de Cultura, Turismo, Juventude e Des-
Vítor Paulo Matos Silva porto:
Secção Administrativa de Apoio Geral;
Divisão de Juventude e Desporto:
Adelaide Sofia Farinha Bernardo No âmbito da Divisão de Animação Cultural:
Ana Paula Jacinto Néffe Secção de Apoio Administrativo;
Ana Paula Montoito Arruda Pires
Ana Paula Pinto Correia Cosme Moreira No âmbito da Divisão de Bibliotecas, Museus e Património Histórico-
António Alberto Rodrigues Almeida -Cultural:
Belmira Ascensão Pinto Oliveira Esteves
Carla Filipa Monteiro Lopes Melo Secção de Apoio Administrativo;
César Alexandre Teixeira Calinas Dois (2) Núcleos de Apoio Técnico às Bibliotecas, a serem coorde-
Cidália Conceição Venâncio Messias nados por coordenadores da carreira de assistente técnico, nos termos
Cristina Fátima Sá Silva do previsto no n.º 5 do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 305/2009, de 23
Cristina Maria Castanheira Carvalho Veras Matela de Outubro;
32244 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Núcleo de Apoio Técnico aos Museus, a ser coordenado por coorde- Maria Isabel Valente Parreira Francisco
nador da carreira de assistente técnico, nos termos do previsto no n.º 5 Maria Lúcia Menezes Dé
do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 305/2009, de 23 de Outubro; Marília Piedade Madureira Serôdio Pereira
Nuno Pedro Silva Couto
No âmbito da Divisão de Turismo: Odete Chaparra André Alves
Núcleo de Apoio Técnico aos Postos de Turismo, a ser coordenado Patrícia Alexandra Silva Dias
por coordenador da carreira de assistente técnico, nos termos do previsto Paula Cristina Batalha Fernandes Barros
no n.º 5 do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 305/2009, de 23 de Outubro. Paulo Manuel Ascenção Teixeira
Ricardo José Silva Gomes Machado
Departamento de Acção Social, Saúde e Habitação: Ricardo Miguel Farinha Oliveira
Susana Isabel Pinto Almeida Mesquita
Anabela Paraíso Nunes Costa Vítor Manuel Gomes Pereira
Divisão de Saúde e Acção Social: Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades
Abílio Grácio Vicente orgânicas:
Ana Lúcia Moço Nunes No âmbito da Divisão de Saúde e Acção Social:
Ana Margarida Conceição Santos
Ana Maria Fonseca Faria Secção de Apoio Administrativo
Ana Teresa Garcia Baltazar Barata
Cândida Manuela Lima Alves No âmbito da Divisão de Habitação:
Carla Alexandra Pereira Brilha Anselmo Nave Secção de Apoio Administrativo.
Catarina Aurélio Marona Beja
Catarina Maria Aldeia Silva Galego Fernandes Departamento de Educação:
Cristina Isabel Fernandes Almeida Maria Abílio Guilherme Santos
Cristina Salomé Vieira Sousa Adelaide Maria Osório Cardoso
Diogo Filipe Lourenço Capêto Adélia Maria Alves Antunes
Edite Silva Pinho Adélia Maria Reis
Emília Conceição Avelino Gomes Tavares Adelina Maria Afonso Gaspar
Fernanda Conceição Mendes Cristino Adelina Maria Serrador Catela
Helena Isabel Lourenço Silva Vitória Adília Conceição Correia Coelho Filipe
Inês Ferreira Costa Loureiro Aida Emília Jesus Pereira Esteves
Isabel Maria Sequeira Lacerda Aida Graça Martins Cristino
João Paulo Gomes Faria Real Cardoso Aida Maria Batista Alpendrinho
João Paulo Morais Roque Aida Maria Fernandes Pereira Cadime
José Carlos Costa Aida Maria Fragoso Morgado
José Pedro Namora Gonçalves Aissa Augusta Abel karim
Justino Manuel Carreiros Fortunato Albertina Rosa Dias Ruivo
Manuel João Costa Alcina Maria Lourenço Teles Sandinha
Maria Eduarda Saraiva Tomás Alda Maria Conceição Ferreira
Maria Fátima Lopes Rodrigues Alda Maria Simões Mendes Pereira
Maria Fátima Mendes Pereira Silva Alexandra Cristina Carvalho Figueiredo Longo
Maria Guiomar Trindade Coelho Alexandra Sofia Agostinho Silva
Maria Helena Geirinhas Loureiro Alexandre José Alves Maia
Maria Helena Rodrigues Fernandes Vaz Alexandrina Silvéria Messias Varandas Rodrigues
Maria Isabel Jesus Sousa Alice Rodrigues Bernardes Cardoso
Maria João Rodrigues Sequeira Almerinda Santos Ramos Pires Costa
Maria Júlia Sousa Dias Carmo Alzira Fernandes Gonçalves
Maria Luz Teles Bartolomeu Simões Amélia Maria Margarido
Maria Odete Conceição Abreu Barata Ana Beatriz Nunes Coxo Lourenço Costa
Paulo Jorge Feliciano Patriarca Ana Bela Almeida Marques Pina
Rute Maria Elias Barroso Sampaio Ana Cristina Almeida Sousa Veloso
Susana Cristina Veigas Valentim Picado Ana Cristina Amaral Santos Silva
Susana Isabel Costa Santos Ana Cristina Couto Silva Conceição
Tânia Alexandra Beirão Soares Tobias Ana Cristina Dias Sousa C. Pereira Silva
Teresa Isabel Tomé Sousa Ana Cristina Fernandes Silva Luiz
Teresa Maria Castelo Ferreira Estudante Santos Lima Villas Ana Cristina Ferreirinha Vieira
Teresa Quintais Gomes Martins Ana Cristina Filipe Batista Custódio
Vítor Gabriel Almeida Gonçalves Ana Cristina Franco Caetano Pereira
Ana Cristina Gonçalves Moreira Rodrigues
Divisão de Habitação:
Ana Cristina Gonçalves Pereira Marques
Aida Danif Ana Cristina Matos Vieira Santa Rita
Ana Cristina Henriques Pereira Rebelo Ana Cristina Quadrado Pereira Carvalho
Ana Margarida Carvalho Figueiredo Ana Cristina Rafael Dias Ferreira
Ana Paula Paraíso Nunes Mesquita Ana Cristina Rebelo Ferreira Dias Pereira
António Luís Gomes Pimentel Ana Cristina Ricardo Jacinto Mendes
Aurélio José Pereira Perdiz Ana Cristina Rodrigues Castro Mendonça
Carlos Alberto Pedro Ana Cristina Sanches Simões
Elisabete Maria Alves Moreira Ana Cristina Santos Rosinha
Eugénia Maria Gonçalves Santa Cruz Ana Cristina Silva Lopes Martins
Fausto Camilo Vaz Ana Cristina Silva Pinto Correia
Fernando Manuel Belo Morais Gomes Ana Cristina Soares Albuquerque Reis
João Pedro Teixeira Peres Brandão Ana Cristina Varela Guimarães
Joaquim António Rocha Capacete Ana Cristina Vieira Gonçalves
Luís Miguel Toscano Reis Figueira Ana Filipa Lopes Gonçalves
Luísa Margarida Nascimento Vidal Morais Ana Ganchinho Coelho Galego
Maria Ângela Milagres Correia Gomes Ana Isabel Figueira Calhanas
Maria Anjos Santos Antunes Silvestre Ana Joaquina Valente Duarte Nogueira
Maria Conceição Lima Ricardo Torres Ana Lúcia Borges Gonçalves
Maria Fátima Soares Fernandes Ana Lúcia Domingos P. Romão Camarão
Maria Fernanda Rodrigues Cristino Ana Luísa Faia Santos
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32245

Ana Maria Afonso Antunes Graça Arlinda Conceição Batista Bartolomeu


Ana Maria Baptista Moura Armanda Fernandes Pereira Sanches
Ana Maria Campos Alves Silva Armanda Gomes Ferreira Salreu
Ana Maria Candeias Valente Fialho Arminda Filipe Grego Cunha
Ana Maria Casca Dias Ascensão Jesus Cartuxa Cabral
Ana Maria Costa Pereira Victor Augusta Conceição Pereira Costa Nunes
Ana Maria Ferreira Gomes Augusta Pereira Santos
Ana Maria Ferreira Marques Vieira Aurora Jesus Fernandes Teixeira Pereira
Ana Maria Freitas Pinto Rangel Vieira Ausenda Maria Mónica Santos
Ana Maria Jacinto Ascensão Estanqueiro Bárbara Lourdes Isidoro Rosa Santos
Ana Maria Lopes Guerra Pinto Rodrigues Beatriz Assunção Pereira
Ana Maria Neto Fonseca Monteiro Beatriz Margarida Tadeu Gaspar
Ana Maria Oliveira Ramos Real Belmira Domingues Gonçalves Mendonça
Ana Maria Paulo Dias Marques Benta Maria Pica Mira Marques
Ana Maria Pego Cardoso Almeida Bento Rafael Batista
Ana Maria Ribeiro Coelho Rosado Bernardete Lourdes Inocentes
Ana Maria Ribeiro Marques Silva Bernardina Rosária Madruga Pisco
Ana Maria Rodrigues Mota Canelo Cândida Guadalupe Carvoeiro Torrão Machado
Ana Maria Rodrigues Paiva Carina Andreia Bragança Correia Neves
Ana Maria Silva Nunes Miranda Carla Alexandra Dias Penedo
Ana Maria Sousa Ferreira Martins Alves Carla Alexandra Santos Rego
Ana Paula Batista Piedade Carla Cecília Areosa Pena Reis
Ana Paula Conceição Pires Carla Filipa Grilo Pereira Lopes Almeida
Ana Paula Dias Ferreira Figueiredo Carla Isabel Martins Espírito Santo Oliveira
Ana Paula Duarte Serio Henriques Carla Maria Amaro Salvador Coelho
Ana Paula Fernandes Castro Carla Maria Bettencourt Couceiro
Ana Paula Ferreira Carla Maria Ferreira Rodrigues Lima Carmelino
Ana Paula Ferreira Camões Carla Maria Fonseca Carvalho Novo
Ana Paula Figueira Batista Antunes Carla Maria Neves Ribeiro
Ana Paula Gomes Luz Carla Patrocínia Santos Costa
Ana Paula Gonçalves Albuquerque S. Frias Carla Sofia Gonçalves Ferreira Arsénio Oliveira
Ana Paula Gonçalves Forte Torres Pereira Carla Sofia Mendes Chiolas
Ana Paula Marques Cardoso Pardal Carla Sofia Salgueiro Lopes
Ana Paula Melo Fernandes Silva Pimenta Carlos Alberto Costa Teixeira
Ana Paula Oleiro Silva Carlos Alberto Teixeira Marinho
Ana Paula Pedro Serra Carlos Manuel Correia Nascimento
Ana Paula Pinto Machado Marrafa Carlos Manuel Nunes Monteiro Santos
Ana Paula Salvador Faustino Carmelinda Conceição Costa Prazeres Sanches
Ana Paula Santos Patrício Cármen Dolores Castro Camara Vicente
Ana Paula Saramago Salvador Pereira Cármen Sofia Henriques Santos
Ana Paula Silva Gomes Gonçalves Pereira Carmina Maria Duarte Teodoro Valido
Ana Paula Silva Pereira Rodrigues Moita Carolina Jesus Rebelo Moreira
Ana Paula Silvestre Baptista Gomes Catarina Ascensão Marques C. Moreira
Ana Rita Santos Pereira Soares Cecília Augusta Morais Branco Russo
Ana Rosa Silva Piteira Charneca Cecília Cordeiro Manuel
Ana Sofia Cordas Rolan Pires Vilar Celeste Maria Serra Pereira Freire
Ana Sofia Costa Curto Reis Celeste Silva Monteiro
Ana Sofia Gomes Almeida Célia Maria Amaral Freitas
Ana Vanessa Almeida Sousa Célia Maria Fialho Peixoto Algarvio
Anabela Alves Vitória Mota Célia Maria Moreira Jorge Trindade Sebastião
Anabela Candeias Reis Alves Célia Maria Ramalhete Ferreira Martins
Anabela Fernandes Ferreira Ginja Célia Maria Vieira Pereira Bravo
Anabela Figueiredo Rebelo Correia Cidália Almeida Santos Viegas
Anabela Jesus Pereira Almeida Gonçalves Cidália Graça Luz Fernandes Penteado
Anabela Luz Eva Ribeiro Cidália Maria Duarte Brito Branco
Anabela Maria Correia Lopes Pires Cidália Maria Santos Marques
Anabela Pereira Paredes Borges Clarisse Conceição Crujeira Pais Serrano
Anabela Rocha Moreira Reis Cláudia Alexandra Silva Calmeiro Abalada
Anabela Rodrigues Simões Cláudia Patrícia Luz Vicente Freixieiro Monteiro
Anabela Santos Sousa Cláudia Regina Osório Pires Carmelo
Anabela Silveira O. Martins Cláudia Sofia Lopes Duque Cruz Graça
Anaisa Nunes Silva Justino Cláudia Susana Calado Aldeias
Andreia Cristina Silva Fernandes Cremilde André Simões Silvestre
Ângela Maria Gouveia Reis Costa Cristina Manuela G. Pinto Brochado Luis
Ângela Maria Soares Horta B. Gonçalves Cristina Maria Andrade Cunha Pinto Nunes
Angélica Jesus Barreto Rabeca Rilhas Cristina Maria Barão Santos Feijão Cavaca
Angelina Maria Francisco Rocha Cristina Maria Colmonero Bermudes Limão
Angelina Rosário Camilo Cristina Maria Cosme Moreira
Antónia Albano Batista Cristina Maria Dias Oliveira
Antónia Fernandes Lopes Sousa Cristina Maria Morgado Santos
Antónia Jesus Costa Bates Mendes Cristina Maria Silva G. Carvalho Lourenço
Antónia Maria Pedreira Matias Ferreira Cristina Maria Simões Aguiar
Antónia Maria Ratinho Jacinto Duarte Cristina Paula Ramos Cruz Nunes
Antónia Maria Romão Gigante Custódia Jesus Porta Nova André Nogueira
Antónia Santos Gomes Monteiro Dália Cabeça Mendes Silva
António Amaro Aniceto Parreiras Daniel Alexandre Sousa Ascenso
António José Marques Periquito Danielle Maria Sonia Casneuf Gouveia
António José Mendes Lourenço David Tiago Figueiras Loios
António Manuel Santos Carriço Deolinda Almeida Costa Curva
António Maria Florentino Alface Deolinda Maria Gonçalves Jacinto Baptista
António Silva Ferreira Geraldes Deolinda Maria Tomas B. Silva Oliveira
32246 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Deonilde Maria Faias Jesus Helena Carla Antunes Chamusca


Diamantino Jesus Ferreira Helena Maria Campos Barra Costa
Diana Espírito Santo Silva Helena Maria Capinha Santos Teles
Diana Marisa Sousa Batista Helena Maria Gonçalves Salgueiro Barreira
Dília Maria Lopes Ferreira Simão Helena Maria Paula Janela Oliveira
Dina Carla Fernandes Gonçalves Santos Helena Maria Rosário Santos Fernandes
Domingas Isidoro Veríssimo Gaspar Helena Maria Santos Varandas Ferreira
Domingas Pedro Jacinto Rodrigues Helena Maria Tomé Santos Pereira
Domingos Manuel Fernandes Helena Mira Baião
Dora Marina Santos Pires Helena Sofia Mateus Branco Matos
Élia Maria Carvalho Amaral Guerreiro Hermenegilda Abreu Melim Pereira
Elídio Humberto Silva Arrais Hermínia Fernandes Rodrigues Esteves
Elisa Maria Casal Charraz Hermínia Paula Couceiro Soares
Elisa Maria Fuzeta Morais Matos Hortencia Paula Torres Oliveira
Elisa Purificação Neves Martins Araújo Idalina Galvão Rosa Mourato
Elisabete Lopes Simão Idolina Carmo Fonseca Morgado Santos
Elisabete Maria Henriques Corrêa Ilda Conceição Carvalho Francisco Silva
Elisabete Rebelo Marques Ilda Conceição Martinho
Elisabete Ribeiro Frias Marques Ilda Maria Barbara Santos Parente Santos
Elisabete Silva Ginete Ilda Maria Bernardo Pereira Bras
Elisete Lopes Nunes Alves Fernandes Ilda Maria Esteves Ramos
Elizabete Matos Ferreira Ribeiro Ilda Maria Pinto Pedro
Elizete Pires Inês Sousa Costa Pereira Silva
Elsa Maria Gomes Santos Neves Iolanda Fernandes Abreu
Elsa Maria Pimpão Morgado Ressurreição Iolanda Manuela Barros Nunes Pirra
Elsa Maria Silveira Pinto Sebastião Irene Alves Diogo Pereira
Elvira Faria Silva Santos Irene Antão Cruz Rodrigues
Ema Maria Rodrigues Lopes Ribeiro Irene Maria Diogo Algarvio Dias
Emília Augusta Silva Feliciano Ferreira Gomes Irene Silva Martins Henriques
Emília Conceição Sampaio Dinis Irene Vale Gonçalves Duarte
Emília Florência Diogo Cunha Araújo Isabel Conceição Pereira Campelo Santos
Emília Maria Paixão Coimeira Isabel Cristina Faustino João Rodrigues
Ercília Maria Oliveira Duarte Azevedo Isabel Cunha Araújo
Ermelinda Maria Nicolau Isabel Maria Amaral Pinto
Esmeralda Antunes Rosa Teixeira Isabel Maria Baptista Oliveira Paixão
Esmeralda Maria Fonseca Geirinhas Isabel Maria Carvalho Graça Filipe
Ester Palmira Caetano Revés Fernandes Isabel Maria Conceição Santana Gomes
Ester Vaz Santos Alves Isabel Maria Fernandes Patatas
Etelvina Maria Cara Anjo Sampedro Isabel Maria Ferreira Fernandes Torego
Eugénio Manuel Patrão Baleia Isabel Maria Henriques A Luis Fernandes
Eulália Assunção Videira Carvalho Dias Isabel Maria Martins Cobrado Pires
Fátima Carmo Costa Isabel Maria Mendes Francisco Antunes
Faustino Trindade Carvalho Isabel Maria Pinho Pinto Morais Gomes Coelho
Felicidade Maria Gomes Belo Isabel Maria Rebola Monteiro Antunes
Felisbela Maria Lizardo Magalhães Pereira Isabel Maria Reino Gonçalves Rodrigues
Fernanda Adília Bonifácio Cortegano Laranjeira Isabel Maria Ribeiro Rodrigues
Fernanda Diniz Oliveira Saraiva Isabel Maria Santa Diogo David
Fernanda Maria Bento Neves Isabel Maria Santos Broegas
Fernanda Maria Garrido Paiga Almas Isabel Maria Serra Nascimento Antunes Santos
Fernanda Maria Gomes Fonseca Marante Isabel Maria Teixeira Dias Matos Fraqueza
Fernanda Maria Guerreiro Isabel Pedro Fonseca Santos
Fernanda Maria Marques Lopes Isaura Amélia Videira Carvalho Brás
Fernanda Maria Nascimento Ribeiro Isaura Conceição Estêvão
Fernanda Maria Rodrigues Fernandes G. Olivença Isaura Patrícia Barros Abreu
Fernanda Nazaré Sanches Dias Lopes Isilda Santos Castro Cruz
Fernanda Silva Antunes Barata Marques Ivone Conceição Brandão Isqueiro
Fernanda Soraia Ladeira Ramos Ivone João Santos Rodrigues
Fernando Nuno Coelho Guerreiro Joana da Conceição Fartouce Vivas Salvador
Filipa Ondina Tomás Melo João António Lacerda Tavares Velez Lima
Filomena Maria Aleixo Morais da Silva João Carlos Machado Silva
Filomena Maria Carmo Faro Santos João Fernando Carvalho Florentino
Filomena Maria Guereiro Lemos Ribeiro João Paulo Fernandes Oliveira
Firmina Ascensão Batista Acácio João Pedro Matos Fernandes
Firmo Higino Ornelas Correia Joaquim Nogueira Dias
Florbela Carla Matias Emidio Miffon Joaquina Fernandes Rodrigues Carvalho
Florbela Jesus Pereira Miranda Jorge Manuel Carvalho Almeida e Costa
Florinda Conceição Santos Pina Jorge Pedro Soares
Francisca Maria Ferreira Miranda Santos José Carlos Jesus Medina Costa
Francisco José Camacho Teixeira José Carlos Santos Rodrigues
Frederico Manuel Brito Teles Almeida d'Eça José Domingos Durão Oliveira
Gabriela Maria Lourenço Silva José João Cardoso Morgado Ferreira
Georgina Gonçalves Monteiro Abreu José Lopes Castro Rodrigues
Gertrudes Júlia Casteleiro Penacho Rodrigues José Manuel Silva Fragueiro
Gisela Marisa Valente Ribeiro Rodrigues José Paulo Lobo Matos
Graça Maria Conceição Serra Josélia Maria Filipe Teixeira Rodrigues Aguiar
Graça Maria Jesus H. Brazão Carvalho Jovita Rosa Maça Jesus
Graça Maria Lopes Veloso Moreira Judite Cardosa Russo
Gracinda Maria Paulo Figueiras Loios Judite Duarte Domingues
Gualdina Jesus Silva Julieta Esteves Martins Fernandes
Guiomar Maria Barradas Augusto Garção Laura Augusta Silva Teixeira
Helena Augusta Subtil Dias Laura Cândida S. J. Pedroso Simoes
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32247

Laura Maria Marques Pascoal Almeida Maria Armanda Pereira B Antunes Monteiro
Laura Maria Prazeres Santos Nascimento Maria Assunção Gomes Ramos
Laura Pedroso Santana Pinto Maria Assunção Grané Duran Esteves
Laura Varela Gonçalves Raimundo Maria Augusta Almeida Costa
Laura Wanda Rodrigues Fernandes Maria Augusta Cavaleiro Rodrigues Guerra Seixas
Laurinda Costa Barbosa Maria Augusta Correia Fazenda Domingos
Leonardo Vilela Gonçalves Padilha Maria Augusta Galeão Reis Figueiredo
Leonor Marques Russo Pintao Maria Beatriz Santos Lucas Gomes
Leonora Teotónio Veloso Sousa Hung Maria Bernardete Rocha Cunha
Leopoldina Encarnação Santos Bica Maria Candeias Maridalho Elias
Licínia Conceição Costa Assis Martins Maria Cândida Florência Diogo Coelho
Lídia Lopes Del Pino Maria Carlos Leão Isaías Piteira Afonso
Liete Conceição Carreiro Verdades Maria Carmelina Batista Silva
Lina Maria Calças Assunção Santos Serra Maria Carmo Alves Cruz
Lina Maria Teles Horta Feijão Maria Carmo Neto Teles
Lourenço Louro Domingues Maria Carmo Polido Simões Navalhinhas
Lúcia Carmo Ferreira Marques Curva Maria Catarina Rocha Tavares
Lúcia Maria Bento Trindade Roque Nave Maria Cecília Roque Marques Catarino
Lúcia Maria Farinha Novo Oliveira Maria Celeste Borges Monteiro
Lúcia Maria Pereira Janota Catalão Maria Célia Pipa Fernandes Costa
Lúcia Maria Rosa João Louro Maria Cesaltina Brito Costa Alexandrino
Lucrécia Conceição Pacheco Caetano Machado Maria Céu Alves Pires
Ludovina Conceição Carvalho Maria Céu Antunes Miguel Louro
Ludovina Matos Santos Gonçalves Maria Céu Calmeiro Semião Martins
Luis Miguel Monteiro Neves Maria Céu Heitor Matagueira Ramos
Luis Miguel Rodrigues Soutinho Maria Céu Marques Ginete
Luísa Maria Almeida Sousa Marques Santos Maria Céu Pascoal Dias Penedo
Luísa Maria Labutte Ferreira Ribeiro Maria Céu Pires Cruz Bastos
Luísa Maria Oliveira Ferreira Sequeira Maria Céu Santos Francisco
Luísa Maria Sousa Rodrigues C. Porfírio Maria Clara Catarino Branco Serra Simões
Luzia Fátima Borrego Raposo Pereira Maria Clarisse Fernandes Rodrigues P. Guerreiro
Mafalda Sofia Mendes Rodrigues de Moura Ramos Maria Claudina Cortes Pimenta
Manuel Caetano Gomes Henriques Maria Clemência Bajanca Sardinha
Manuel Fernando Brum Penas Colaço Maria Conceição Aleixo
Manuel Germano Salles Pimentel Furtado Maria Conceição Almeida Inácio Silva
Manuel José Monteiro Penedo Maria Conceição Basso Fava Victorino
Manuela Abreu Evaristo Maria Conceição Carrico Santos Fernandes
Manuela Alves Medeiros Garcia Maria Conceição Delgado Reis
Manuela Oliveira Fonseca Pereira Maria Conceição Falcão Pires Cabeças
Marcelina Sousa Fernandes Maria Conceição Ferreira Sousa
Margarida Celeste Abreu Nunes Teodoro Maria Conceição Gomes Ferreira Nobre
Margarida Guadalupe Lopes Batista Tavares Maria Conceição Luz Maurício Aires
Margarida Isabel Querido Pereira Maria Conceição Martins Carvalho
Margarida Maria Carmo Vicente Sousa Maria Conceição Moreira Cardoso Sardinha
Margarida Maria Encarnação Tavares Raimundo Maria Conceição Ramos Ferreira
Margarida Maria Rocha Mateus Veríssimo Maria Conceição Santos Costa
Margarida Ramos Tavares Maria Conceição Sapina Azinhaga Salvador
Margarida Rosa Castel-Branco Morais Maria Conceição Silva J. Henriques
Margarida Sofia Cardoso Lindinho Costa Maria Cristina Brilhante Recto Moutinho
Maria Adelaide Brito Rabaçal Guerra Maria Cristina Brites Miguel Fonte
Maria Adelaide Pereira Dias Maria Cristina Pereira Alves Sequeira
Maria Adelaide Ribeiro Pereira Baptista Maria Cristina Salvadinho Santos Batista
Maria Adelaide Silva Domingos Campos Maria da Assunção Fernandes Antunes
Maria Adélia Costa Pinto Barreira Maria de Fátima Fernandes Rodrigues
Maria Adelina Conceição Rebelo Matos Maria de Fátima Martins de Assunção Figueira
Maria Adília Amado Sousa Correia Maria de Fátima Martins Pires Pereira
Maria Albertina Conceição Gomes Maria de Lurdes Penhasco Roxo
Maria Albertina Pinto Almeida Catalino Maria Dores Esteves Carvalho
Maria Alcina Coelho Monteiro Leal Maria Dores M. Sousa Santos
Maria Aldina Silva Camões Santos Maria Dulce Adro Marques Quinteiro
Maria Alexandra Fernandes Rodrigues Matias Maria Dulce Gama Neves Gameiro
Maria Alexandra Marques Heliodoro Grifo Maria Edite Cardoso Fernandes
Maria Alice Oliveira Rodrigues Estevam Maria Eduarda Fernandes Matias Araújo
Maria Alice Simoes Lourenço Dias Maria Elisa Gabriel Galante Lopes
Maria Altina Torres Santos Maria Elisa Morais Araújo
Maria Amélia Conceição Fernandes Nunes Maria Elisabete Cruz Pereira Pires
Maria Amélia Gonçalves Tavares Maria Elisabete Jesus P. Curto O. Prazeres
Maria Amélia Gouveia Carneiro Maria Elisabete Marreiro Silva
Maria Amélia Lago Mendes Tecelão Maria Emília Borges Lino Pereira
Maria Amélia Martins Simões Rodrigues Maria Emília Cardoso Martins
Maria Angélica Bento Maria Emília Machado Borges Estêvão
Maria Angélica Carrajola Matos Pereira Maria Encarnação Pires Francisco
Maria Anjos Albuquerque Ferreira Marques Maria Ermelinda Guedes Figueiredo
Maria Anjos Duarte Vieites Rodrigues Maria Esmeralda Modesta Santos
Maria Anjos Esteves Carvalho Abreu Maria Eugenia Fernandes Neto Mendes
Maria Anjos Mendes Dória Maria Eugénia Ribeiro Dias Cabaços
Maria Anjos S. Fontainhas Ferreira Maria Fátima Almeida Sá Gaspar
Maria Antónia Bernardino Pinela Tojeira Maria Fátima Araújo Pereira
Maria Antónia Rebocho Ferreira Borracha Maria Fátima Carvalho Campos
Maria Arlete Jesus Rodrigues Maria Fátima Damião Oliveira Rei
Maria Armanda Lopes Antunes Feiteira Maria Fátima Domingues Rodrigues
32248 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Maria Fátima Faria Francisco Esteves Maria Hostilina Morgado Rodrigues Dainese
Maria Fátima Fernandes Baltazar Ferreira Maria Idália Santos Carvalho Martins
Maria Fátima Ferreira Lopes Martins Maria Idalina Cunha Andrade Vitoria
Maria Fátima Freixo Gaspar Leitão Alves Maria Inácia Santos Silva Ferreira
Maria Fátima Gouveia Fernandes Caninhas Maria Inês Nunes Gomes
Maria Fátima Jesus Martins Ferreira Maria Inês Pires Falé Almeida
Maria Fátima L. S. Ferreira Albuquerque Maria Inês Rebelo Ferreira Lamarosa
Maria Fátima Loureiro Santos Fernando Maria Inês Simões Miranda
Maria Fátima Marques Manuel Castelão Maria Irene Ferreira Marcelino Marques Matias
Maria Fátima Nobre Charrua Valente Maria Irene Freitas Barradas Gomes
Maria Fátima Nunes Maria Irene Ribeiro Cardoso
Maria Fátima Polido Simões Maria Isabel Matos Courela Martins
Maria Fátima Ramos Silva Lopes Fonseca Maria Isabel Mota Gomes
Maria Fátima Rocha Maria Isabel Pereira do Nascimento Cunha
Maria Fátima Santos Maria Isabel Pereira Pimentel
Maria Fátima Santos Lopes Maria Isabel Pinto Aguiar Viegas
Maria Fátima Silva Neves Santos Silva Maria Isabel Reis Mónica
Maria Fátima Sousa Pires Ferreira Maria Isabel Ribeiro Afonso Lucas
Maria Fátima Teles Costa Cruz Maria Isabel Rocha Ferreira Matos Pereira
Maria Felizarda Magro Quiterres Messias Maria Isabel Roque Figueiredo Botelho Boal
Maria Fernanda Alves Lourenço Guerra Maria Isabel Santos Ferreira Parrinha Gonçalves
Maria Fernanda Araújo Oliveira Alves Maria Isabel Santos Paulo Pinto
Maria Fernanda Bento Fragoso Carapito Maria Isabel Simões Patrício Almeida
Maria Fernanda Carmo Matança Caldeirita Maria Isabel Vieira Manteu Salvado
Maria Fernanda Cortez Ramos Cruz Maria Ivone Martins de Lucena Gonçalves
Maria Fernanda Costa Garcia Gaspar Maria Ivone Mendes Oliveira Rodrigues
Maria Fernanda Costa Santos Alcobia Maria Jesus Costa Morais Rodrigues Damil
Maria Fernanda de Sousa Carvalho Maria Jesus Melo Cristóvão Pereira
Maria Fernanda Freire Maria Jesus Pascoal Belo Nascimento Plácido
Maria Fernanda Gonçalves Nunes Maria Jesus Reis Santos
Maria Fernanda Marques Afonso Pires Maria Jesus Silva Portela Casinhas
Maria Fernanda Pereira Luis Maria João Cachinho Matias Matos
Maria Fernanda Pires Furtado Aguiar Maria João Cardoso Henriques Saturnino
Maria Fernanda Ribeiro Silva Maria João Castro Carvalho Maia Dias
Maria Fernanda Rosa Conceição Paraíso Maria João Ferro Barradas Costa
Maria Fernanda Santos Martins Henriques Maria João Oliveira Neves Marques
Maria Fernanda Vieira Ventura Maria João Silva Pinto
Maria Fernandina Pimentel Nunes Maria Joaquina Pires Damas Mendo
Maria Ferreira Marques Lopes Ferreira Maria José Batista Couto Ferreira
Maria Filomena Almeida Monteiro Nunes Maria José Cortinhas Nóbrega Augusto
Maria Filomena Alves Felgueiras Maria José Fernandes Gomes
Maria Filomena de Jesus Nunes Maria José Ferreira Ribeiro Teixeira
Maria Filomena Durão Ferreira Silva Maria José Mendes Gouveia Oliveira Silva
Maria Filomena Freitas Gomes Maria José Miranda Miguel
Maria Filomena Pereira Ribeiro Manuel Maria José Nascimento Matias Sequeira
Maria Filomena Soares Fernandes Sanches Veiga Maria José P. R. Ribeiro Costa
Maria Filomena Teixeira Roque Maria José Pereira Silva
Maria Flora Almeida Peixoto Santos Maria José Pires Caseiro
Maria Georgina Correia Leandro Afonso Maria José Pires Correia
Maria Georgina Martins Santos Costa Maria José Rodrigues Oliveira Alexandre
Maria Gloria Batista Pires Costa Cruz Maria José Santos Mendes Fidalgo
Maria Gloria Correia Oliveira Jesus Maria José Sousa Ligeiro
Maria Gonçalves Pires Santos Maria Josefina Costa Vilaças Moutinho
Maria Gorete Nogueira Gabriel Maria Júlia Correia Rodrigues
Maria Graça Farinha Vila Nova Maria Júlia Lopes Costa Ramos
Maria Graça Gonçalves Freitas Rosa Maria Julieta Conceição Nunes
Maria Graça Lopes Morais Maria Justina Almeida Onofre Manuel
Maria Graça Marcelino Almeida Maria Laura Ferreira Avelar Conceição
Maria Graça Ribeiro Henriques Maria Leonor Pinto Pereira
Maria Graça Silva Santos Monteiro Maria Leonor Sapina
Maria Graciete Gil Santos Batista Maria Lisete Santos Rodrigues Claro
Maria Guilhermina Godinho Pereira Silva Maria Lourdes Silva
Maria Helena Cardoso Ribeiro Gonçalves Maria Lúcia Silva Sobreira Tavares
Maria Helena Carvalhal Candeias Alves Maria Lucinda Milhães Carvalho Falhas Carvalhal
Maria Helena Clemente Apolin. Sebastião Maria Lucinda Pires Candeias Barros
Maria Helena Conceição Duarte Marques Maria Lucinda Ventura
Maria Helena Duarte Rosa Silva Maria Luísa Geraldes Fonseca Raposo
Maria Helena Felício Loureiro Maria Luísa Matos Engana Monteiro
Maria Helena Marques Lopes Miguel Maria Luísa Oliveira Mestre Trindade Ferreira
Maria Helena Mendão Loureiro Maria Luísa Rodrigues Madeira
Maria Helena Mesquita Paiva Santos Maria Luísa Varela Chumbinho
Maria Helena Neves Peres Correia Paiva Maria Lurdes Almeida Sousa Camelo Bernardo
Maria Helena Pais Ferreira Maria Lurdes Amado Marques Martins
Maria Helena Pereira Frade Maria Lurdes Andrade Cruz
Maria Helena Pereira Silva Cristóvão Maria Lurdes Antunes Moreira
Maria Helena Pires Ferreira Maria Lurdes Barros Serra Duarte
Maria Helena Reis Paulino Gomes Maria Lurdes Canento Malacho Dias
Maria Helena Silva Fernandes Monteiro Teixeira Maria Lurdes Costa Duarte Machado
Maria Helena Vaz Cardoso Maria Lurdes Costa T. Ramalhete
Maria Helena Zacarias Pita Maria Lurdes Duarte Monteiro
Maria Hortense Baltazar Santos Martins Maria Lurdes Faria Guerreiro Santos
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32249

Maria Lurdes Fernandes Real Eusébio Maria Teresa Barradas Buinho


Maria Lurdes Garção Madeira Guimarães Maria Teresa Cunha Santos
Maria Lurdes Jesus Marques Valente Maria Teresa Marques Bernardino Silva
Maria Lurdes Marques Batista Santos Maria Teresa Sanches Nunes
Maria Lurdes Marques Leitão Meira Maria Teresa Santiago Barbara Simão
Maria Lurdes Mendes Goulão Baltazar Maria Teresa Santos Neto
Maria Lurdes Moura Lourenço Sabino Maria Teresa Sousa Esteves Fernandes
Maria Lurdes Nunes Silva Maria Teresa Teixeira Ribeiro Machado
Maria Lurdes Oliveira Mendes Trindade Leal Maria Teresa Valente Martins Pereira
Maria Lurdes Pereira Caetano Silva Maria Virgínia Rocas Pinto Nunes
Maria Lurdes Ramalho Perdigão Sarmento Maria Virgínia Xavier Santos Guerra
Maria Lurdes Santos Francisco Domingos Mariana Gertrudes Reis Marques
Maria Lurdes Silva Santinhos Mariana Gonçalves Encarnação Pereira
Maria Lurdes Simoes Aguiar Cruz Mariana Monteiro Marques Queirós
Maria Lurdes Teixeira Soares Marília Freitas Rodrigues
Maria Luz Almeida Fernandes Santos Marília Rita Martins Araújo
Maria Luz Neves Sousa Mário Rui Delgado Almeida Martins
Maria Madalena Campos Baltazar Silva Marisa Farinha Lopes Pereira Terras
Maria Madalena Machado S. Jesus Marlene Vitória Afonso Gaspar Santos
Maria Manuel Pombinho Baião Correia Mónica Granja Gomes Oliveira Guerra
Maria Manuela Alves Periquito Berlindo Mónica Lopes Schaeffer
Maria Manuela Azevedo Oliveira Abreu Nadine Maria Conceição Ferreira Pinho Sequeira
Maria Manuela Candeias Francisco Natália Conceição Domingos
Maria Manuela Cavaco Gomes Ferreira Natalina Fátima Mendes Verónica
Maria Manuela Damas Brissos Natércia Jesus Fernandes Elvas Teles
Maria Manuela Ferreira C. Queiroz Nelly Fátima Gonçalves Sousa
Maria Manuela Figueiredo Correia C Ramos Pereira Nelson Silva Saraiva Soutinho
Maria Manuela Gomes Lopes Delgado Neuza Maria Rosado Balão
Maria Manuela Marques Borges Gameiro Nilza Maria Filomena Prata Carmelino
Maria Manuela Pereira Madeira Odília Monteiro Santos Bernardo
Maria Manuela Pereira Silva Munhoz Olga Maria Ponte Nunes Silva Valentim
Maria Manuela Santos Silva Olga Vicente Vaz
Maria Manuela Santos Sousa Amaral Olinda Rocha Costa Esteves
Maria Manuela Sapina Isidoro Azenha Ondina Jesus Henriques Cardoso Ambrósio
Maria Manuela Silva Monteiro Orlando Félix Fernandes
Maria Manuela Violinha Pires Batista Orquídea Alexandra Mendes Martins
Maria Margarida Almeida Caseiro Silva Orquídea Gabriela Patrício Bordalo Vicente
Maria Margarida Fernandes Vasques Otília Graça Figueiras Campos
Maria Margarida Ferraz Valente Sá Patrocínia Santos Reis Sousa
Maria Margarida Sousa Frutuoso Cardoso Paula Alexandra F. Machado Henriques
Maria Mimosa Moutinho C. Oliveira Miranda Paula Alexandra Fernandes Cotovio Almeida
Maria Natália Bastos Mateus Paula Alexandra Gomes Silvestre Louro
Maria Natália Charro Francisco Pantaleão Paula Cristina Camacho Pereira
Maria Natália Conceição Santos Paula Cristina Gabriel Mota Bartolomeu
Maria Natália Oliveira Paradela Gomes Paula Cristina Gonçalves Botelho Almeida
Maria Natividade Resende Teixeira Matos Paula Cristina Maurício Marques
Maria Nazaré Caldeira Simoes Paula Cristina Ramalho Palmela Campos
Maria Neves Pires Marques Gonçalves Paula Cristina Rocha Ribeiro Silva
Maria Odete Barata Feio Concha Correia Paula Cristina Rodrigues Maio Correia
Maria Odete Ferreira Paula Cristina Serrano Nunes Póvoa
Maria Odete Fontinha Teixeira Paula Cristina Silvestre Lopes Morais
Maria Orlanda Silva Sousa Almeida Paula Maria Alparrel Ferreira Sequeira
Maria Otília Conceição Braz Gargana Paula Maria Gonçalves Coré
Maria Otília Conceição Simões Paula Maria Paulino Menezes
Maria Otília Pinto Paula Martins Silva João
Maria Palma Estêvão Branco Paula Teresa Pedrosa Ferreira Moreno Silvestre
Maria Paula Costa Ponte e Sousa Paulo Evangelista Querobino Sequeira
Maria Pereira Santos Caeiro Paulo Jorge André Oliveira
Maria Perpétua Mansinho Forte Serra Paulo Jorge Moreira Almeida
Maria Piedade Fonseca Lopes Pedro Manuel Nogueira Joaquim
Maria Piedade Gomes Ferreira Pedro Miguel Dias Brissos
Maria Purificação Jesus Mendes Santos Perpétua Henriqueta Fernandes Bragança
Maria Purificação Leitão Sobral Quintino Nunes Pernes
Maria Raquel Santos Pesqueira Raquel Alexandra Vasconcelos Castro Brito
Maria Regina Gonçalves Pereira Figueiredo Regina Maria Carvalho Teixeira Miguel
Maria Rosa Matias Santos Regina Maria Povoa Pinheiro Pias
Maria Rosário Candeias Andana Regina Maria Silvério Pereira
Maria Rosário Chaves Rita Alexandra Dias Sousa Carmo
Maria Rosário Dias Ramos Rita Benvinda Nóbrega Gouveia Almeida
Maria Rosário Lima Rodrigues Pardal Rogério Lopes Ferreira
Maria Rosário Martins Alves Rosa Conceição Portinha
Maria Rosário Nascimento Tavares Brito Rosa Gonçalves Silva Fernandes
Maria Rosário Neves Cunha Rosa Margarida Bengala Brazão Mendes
Maria Rosário Oliveira Fernandes Rosa Maria Afonso Oliveira Cassiano
Maria Rosário Pinto Pedro Rosa Maria Conceição Simplício Silva H. Barriga
Maria Rosário S. Marques Duarte Rosa Maria Cruz Cantinho
Maria São José Bento Justino S Mateus Rosa Maria Jesus Nunes Barbosa
Maria São José M Rei Barata Rosa Maria Levy Varela Benrós Ferreira
Maria Suzete Garcia Sousa Rosa Maria Madeira Caeiro Silva
Maria Suzete Soares Araújo Sousa Rosa Maria Matos Tomas Luz
Maria Teresa Almeida Santos Pinto Rosa Maria Monteiro Pires Sousa
32250 Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010

Rosa Maria Mota Silva Elsa Maria Mendes Figueiredo Canhoto


Rosa Maria Silva Duarte Macieira Filipa Simões Nascimento
Rosa Maria Videira Augusta Ribeiro Isabel Maria Rocha Almeida
Rosária Rita Silva José Adelino Braga Teixeira
Rui Miguel Tavares Ferreira Júlio Manuel Santos Lopes
Rute Marina Rodrigues Lucas Pereira Viduedo Lia Ana Rodrigues Marques Pinto
Rute Paula Diogo S. Costa Sousa Luís Miguel Oliveira Fragata
Sabrina Emelita Momade Pereira Maria Alice Barros Silva Costa
Sandra Conceição Rodrigues Cabeço Bernardo Maria Céu Ferreira Gomes Casimiro
Sandra Cristina Martins Carvalho Gonzalez Maria Fernanda Carvalho Toledo
Sandra Isabel Martins Pascoal Maria Guadalupe Lopes Carvoeiro Castro
Sandra Isabel Pinho Cabrita Reis Maria João Abrantes Simões
Sandra Isabel Santos Brás Maria João Lopes Ferreira Martins
Sandra Maria Ferreira Galvão Passadeiras Marina Sofia Jorge Barros Santos
Sandra Maria Simões Barreto Marta Tatiana Vander Kellen Portinha Fernandes
Sandra Marília Monteiro Moita Queijo Santos Miguel Baptista Simões
Sandra Patrícia Claro Raimundo Nélia Carmo Guinapo Calhanas Silva
Sandra Peres Baptista Rodrigues Paulo Alexandre Garcia Santos
Sara Joana Santos Pires Pedro Gonçalo Ribeiro Alves
Serafim Luis Branco Mendes Raquel Sousa Camacho
Sílvia Maria César Simões Carvalho Rita Sofia Marcelo Silva
Sílvia Maria Dias Figueiredo Correia Rosinda Conceição Rato Rodrigues
Sílvia Maria Lopes Henriques Marques Sandra Manuela Cunha Rosado Marques
Sílvia Maria Magalhães Medeiros Morais Sandra Marisa Santos Feliciano
Sílvia Maria Matos Santos Almeida Sara Maria Martins Marques Afonso
Sílvia Rosa Bravo Valido Marques Vanda Patrícia Silva Azinheira
Silvina Rosa Simões Paiva Marques Vera Mónica Bento Zambujo Tavares
Sofia Conceição Amorim Soares
Sónia Cristina Póvoa Correia Divisão de Planeamento e Logística Educativa:
Sónia Dias Pereira S. Brazão Carvalho Catarina Ataíde Mota Melo Antunes
Sónia Luzia Pires Russo Braz Cristovalina Albano Mira Almeida Afonso
Sónia Marina Carmo Carvalho Dina Paula Marques Santos Medina
Soraia Marisa Vaz Frias
Susana Cristina Borges Sousa Foi igualmente determinada a criação das seguintes subunidades
Susana Cristina Paiva Oliveira Martins orgânicas:
Susana Cristina Rodrigues Moita
Susana Cristina Sousa Marques Luis No âmbito do Departamento de Educação:
Susana Fátima Silva Reis Santos Secção Administrativa de Apoio Geral.
Tânia Marlene Álvaro Rodrigues
Tânia Patrícia Pires Santos Pesqueira Departamento de Prospectiva e Desenvolvimento Estratégico:
Tatiane Gonçalves Patrício Hugo Manuel Garcia Proença Prazeres
Telma Manuel Veloso Sousa
Teresa Alves Gomes Fonseca Silva Divisão de Sistemas de Informação Geográfica:
Teresa Fátima Carvalho Cabeça
Teresa Gloria Pina Santos Gonçalves Álvaro Rui Ventura Oliveira Martins
Teresa Jesus Frade Lopes Santos Quintas Ana Luísa Carvalho Vitorino Gonçalves Moura
Teresa Jesus Mendes Lopes Cortez António Manuel Pereira Plácido
Teresa Maria Coelho Costa Bruno Miguel Neves Durão
Teresa Maria Dias Virgínio Maurício David Emanuel Lobo Costa Reis Campos
Teresa Maria Dinis Marcelino Dias Fernando José Valentim Silva Cordeiro
Teresa Maria Paulino Vargas Primo Calado Helena Anciães Costa Bolas
Vanda Maria Coelho Cabral Morais Carvalho João Rodrigues Sousa
Vanda Susana Rodrigues Antunes Jorge Manuel Costa Silva Mendes
Vasco Alves Gonçalves José Manuel Oliveira Silva
Vera Lúcia Frutuoso Macedo Lídia Gabriela Gomes Santos
Vera Maria Branco Cruz Dinis Mário Luís Grácio Batista Paz
Victória Céu Sousa Neves Paulo Jorge Ramos Soares
Violeta Ferreira Monteiro Araújo Pedro Alberto Costa Sá
Virtude Rodrigues Pereira Filipe Alves Pedro Daniel Morgado Costa
Vítor Dias Alfaro Removil Pedro Rodrigues Mata
Vítor Manuel Silvério Rui Miguel Dias Pereira
Vitória Leonardo Susana Ferreira Belchior Bernardino
Vitorina Jesus Silva Marques
Vivelindo Soares Graça Divisão de Desenvolvimento Estratégico
Yolanda Maria Ramos Palma Calado Pires Luís Miguel Luz Almeida Reis
Zulema Fernanda Abreu Tavares Isabel Cristina Leal Viana Cardoso
Zulmira Maria Correia Neves Ramos Liseta Ausenda Valente Almeida
Divisão de Educação: Serviço Municipal de Protecção Civil:
Alice Maria Santos Mota Alcina Maria Silva Cardoso
Ana Beatriz Rodrigues Mota Silva Canelo Boaventura Lopes Monteiro
Ana Lúcia Madureira Assunção Duro Célia Cristina Rodrigues Tomás Maia
Ana Luísa Silva Antunes João Carlos Ferreira Tomás Maia
Ana Paula Lima Alpoim Meneses José Maria Jacinto
Ana Sofia Carreirinha Félix José Maurício Rio Moreno
Anabela Machado Vilela Gonçalves Mário Manuel Silva Louro
Carla Maria Lamas Marques Cunha Nuno Emanuel Santos Coroado
Carla Sofia Azevedo Guerreiro Paulo Jorge Paiva Brazão Neves
Cláudia Cristina Ramos Hydalgo Pinto Rui Manuel Batista Mata
Elsa Margarida Silva Amado Tiago Miguel Lopes Rosado
Diário da República, 2.ª série — N.º 112 — 11 de Junho de 2010 32251

Tiago Miguel Maia Rosa Maria Manuel Oliveira Brando Albino


Maria Manuela Boa Aleixo Ferreira Marques
Divisão do Plano Director Municipal de Sintra: Maria Paz Martins Ferreira
Carlos Manuel Silva Pinto Maria Rosário Ramos Sousa
Francisca Maria Marcelino Sargaço Mário Vicente Carvalho Cardeira
Isabel Maria Caria Henriques Guerra Marta Maria Oliveira Pedrosa Bolotinha
Júlio Cardoso Araújo Pereira Marta Teixeira Castelo Branco
Sónia Carmo Viveiros Barreira Nuno Miguel Novais Grangeon Cárcomo Lobo
Vera Cristina Sampaio Lopes Paula Cristina Vieira Colaço
Paulo Jorge Duarte Gomes
Serviço Municipal de Informação ao Consumidor: Pedro Ernesto Narciso Nunes
Pedro Manuel Costa Ventura
Ana Paula Novais Rilhas Silvestre Pedro Miguel Duarte Jorge Filipe
António Manuel Gama Ramos Piedade Rosário Marques Almeida
Artur Nifo Júnior Renato Manuel Duarte Maximiano
Carlos Alberto Cruz Carvalho Rita Isabel Matias Pereira Pinto
Cristina Maria Pires Rita Susana Mendonça Barros Vasconcelos
Edite Maria Sousa Freire Baptista Pires Rodrigo Pereira Costa Figueiredo
Edviges Anjos Lino Almendra Sabino Rosa Policarpa Charrua Guerra Correia
Francisco Maria Pedro Borrego Sabino Rui Manuel Gonçalves Santos
Luís Miguel Fontan Rodrigues Salvador Serrano Militão
Manuel José Pires Sargaço Sheila Cristina Gonçalves Sousa
Maria Amélia Sónia Maria Carmo Silva
Maria Cândida Palmeiro Novo Santos Tânia Isabel Botelho Versos
Maria Cristina Guerra Almeida Vieira Vasco Gonçalves Guerreiro
Paula Inês Alves Sousa Real Vítor Manuel Costa Pires
Sónia Alexandra Correia Domingos Pedro Vítor Manuel Montoito Arruda
Teresa Conceição Frade Henriques Nogueira
Sintra, 25 de Maio de 2010. — O Presidente da Câmara Municipal
Gabinete de Apoio à Presidência e demais Gabinetes de Apoio aos de Sintra, Dr. Fernando Roboredo Seara.
Eleitos Locais: 203319561

Adriano Eduardo Pereira Santos


Alberto Sapina Carôco MUNICÍPIO DE SOUSEL
Alda Maria Pereira Lopes Moreira
Américo Dias Mateus Edital n.º 593/2010
Ana Cecília Santos Alcântara
Ana Isabel Santos Alegria Campos Trigoso Armando Jorge Mendonça Varela, na qualidade de Presidente da Câ-
Ana Isabel Timóteo Silva Fernandes mara Municipal de Sousel, torna público que, nos termos do artigo 91.º
André Raio Ferreira da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, com a redacção dada pela Lei
Ângelo Cipriano Cunha Fialho Pereira n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, que a referida Câmara Municipal, em
António Carlos Baptista Girão Vilela reunião extraordinária realizada no dia 19 de Abril de 2010, e a Assem-
António Ferreira Gonçalves bleia Municipal na sessão de 29 de Abril de 2010, aprovaram a versão
António Joaquim Moutinho definitiva do Regulamento do Arquivo Municipal de Sousel.
António Manuel Braga Coelho Rosa Para geral conhecimento se publica este edital e outros de igual teor
António Manuel Rodrigues Clara que vão ser afixados nos locais de estilo.
António Silva Carrilho Sousel, 26 de Maio de 2010. — O Presidente da Câmara Municipal,
Carlos Alberto Hopffer Pereira Silva Dr. Armando Varela.
Carlos Fernando Rodrigues Lourenço Fernandes 303312035
Carlos Manuel Inácio Pantana
Carlos Manuel Martins Vieira
Carlos Manuel Pisa Flores Piçarra
Carlos Manuel Reis Alves Pereira MUNICÍPIO DE TORRES NOVAS
Carlos Manuel Santos Alves Cruz
Dulce Conceição André Martins Aviso n.º 11638/2010
Eduardo António Correia Castro
Ermelinda Rosa Duarte Baleia Para os efeitos do disposto na alínea b) do n.º 1 do artigo 37.º da
Eugénio Manuel Santos Montoito Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro, torna-se publico que, por meu
Fernando Manuel Paulo Menezes despacho de 31 de Maio de 2010, na sequência dos resultados obtidos
Francisco José Pinto Risso no procedimento concursal para preenchimento de 1 posto de trabalho
Isabel Lopes Sousa Garcia na carreira de Técnico Superior, conforme aviso publicitado no Diário
Isabel Maria Assunção Fróis da República, 2.ª série, n.º 19549/2009 de 30 de Outubro de 2009, foi
Joana Maria Pinto Meira Manhãs celebrado contrato de trabalho em funções públicas, na modalidade
João António Rodil Silva Paulo de contrato por tempo indeterminado, em 1 de Junho de 2010, com o
José Alberto Pinheiro Almeida candidato, Ana Raquel Oliveira Fernandes, com a remuneração corres-
José Alexandre Nascimento Marques Almeida pondente à posição 2, nível 15 correspondente a 1.201,48€.
José David Duarte Nos termos dos n.os 2 e 3, do artigo 73.º da Lei n.º 59/2008, de 11
José Filipe Tomáz Ribeiro de Setembro, conjugado com o n.º 3 e seguintes do artigo 12.º da Lei
José Luís Monteiro Pereira Seixas n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro, nomeio para júri do período experi-
José Manuel Gonçalves Caixeiro mental os seguintes elementos:
Liliana Mónica Saramago Ferreira Pinto Presidente: Stela Cristina do Carmo Rato, Chefe da Divisão de De-
Lucinda Fernanda Almeida Tavares senvolvimento Económico e Social
Marco António Pinto Correia Ribeiro Coelho Vogais efectivos: Manuel Augusto Vicente Santos, Chefe de Divisão
Margarida Maria Jardim Freitas dos Serviços Jurídico-Administrativos e Paula Alexandra Henriques
Maria Edite Queirós Almeida Fanha, Técnica Superior
Maria Elisabete Batista Salas Raimundo Semedo Vogais suplentes: Isabel Maria Gonçalves Ribeiro, Directora Depar-
Maria Luísa Lindim Vassalo Pereira Forjaz tamento Administrativo e Financeiro e Helena Paula Bernardo Romão,
Maria Lurdes Durães Relvas Nascimento Técnica Superior.
Maria Lurdes Silva Costa Paços do Concelho de Torres Novas em 1 de Junho de 2010. — O
Maria Luz Alves Rodrigues Rama Silva Presidente da Câmara, António Manuel Oliveira Rodrigues.
Maria Madalena Sousa Nogueira 303335729