Você está na página 1de 262

Menu Símbolos

Sistema De Direção Completo 4 Rodas Motrizes - Tração Lateral


System Of Direction Complete 4 Wheels Drive - Side Drive
Sistema De Dirección Completo 70 10 4 Ruedas Motriz - Traccion Lateral

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047152N1 70-90 No 1 DIREÇÃO STEERING DIRECCION
4 353691X1 3/8"X16X7/8" 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 3/8"X16X2" 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 M10X1,5X30 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 064897S1 1 BASE BOWL TAZA
11 353698X1 7/16X14X1" 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 25/32X15/32X7/64 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 M6X1,0 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
15 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
16 047155T1 10XM18X1,5 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
17 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
17 355617X1 M18X1,5 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 339375X1 12,1X6,1X1,6 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
18 339814X1 M10X1,5X35 4 PARAFUSO BOLT PERNO
19 339376X1 18,1X10,1X2,2 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 063213P1 1 TUBO PIPE CANO
21 3412001M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
22 022313T2 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
23 3585072M1 1 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR
24 3585070M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
25 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
26 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
27 3468414M1 M6X1,0X35 1 PARAFUSO BOLT PERNO
28 339030X1 M6X1,0 1 PORCA NUT TUERCA
29 339375X1 12,1X6,1X1,6 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 3412001M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
31 033212P1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
32 063216P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
33 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
34 3148223M1 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
35 339617X1 1 PORCA NUT TUERCA
36 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
37 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
38 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
39 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
40 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
41 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
42 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
43 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
44 048840P1 1 TUBO PIPE CANO
T0216086A E017Z015 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 10
Menu Símbolos
Sistema De Direção Completo 4 Rodas Motrizes - Tração Lateral
System Of Direction Complete 4 Wheels Drive - Side Drive
Sistema De Dirección Completo 70 15 4 Ruedas Motriz - Traccion Lateral

1 490803M1 10 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA


2 036732P1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
3 020529P1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
4 020388T2 70-95 No 1 CJ. FILTRO KIT, FILTER JUEGO FILTRO
5 353677X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
6 353446X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
7 063198P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
8 039479S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
9 039478S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
10 052107T1 1 BOMBA HIDRÁULICA HYDRAULIC PUMP BOMBA HIDRAULICA
11 3585217M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
12 339375X1 12,1X6,1X1,6 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 391979X1 M6X1,0X20 4 PARAFUSO BOLT PERNO
14 362443X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
15 3412000M1 1 ENGRENAGEM GEAR ENGRANAJE
16 1687018M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
17 020380S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
18 353691X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
19 353434X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 3585217M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
21 3412604M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
22 039509P1 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
23 051323S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
24 051326S1 1 PROTEÇÃO GUARD DEFENSA
25 051330P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
26 353651X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
27 353434X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
28 354276X1 1/2X13X1.1/4 1 PARAFUSO BOLT PERNO
29 353439X1 7/8X17/32X1/8 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 353758X1 1.1/16X1/2X3/32 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 051962P1 1 TUBO PIPE CANO
32 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
33 051963P1 1 CJ. TUBO TUBE ASSY CONJ.DE TUBO
34 051320P1 13/4 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE

T0216086B E017Z017 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 15


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto
Remote Control And Steering
Dirección Y Controle Remoto 70 20

1 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA


2 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
3 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 033922S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
5 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
5 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
6 033212P1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
8 3412001M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
9 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
10 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
11 3585070M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
12 339375X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 339030X1 1 PORCA NUT TUERCA
14 3585072M1 1 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR
15 033212P1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
16 3468414M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
17 3411940M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
18 063216P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
19 050483T1 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
20 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
21 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
22 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
23 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
24 3019383X1 1 ADAPTADOR ADAPTOR ADAPTADOR
25 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
26 050411P1 1 TUBO PIPE CANO
27 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
28 047152N1 70-90 No 1 DIREÇÃO STEERING DIRECCION
29 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
30 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
32 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE
33 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
34 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
34 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
35 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
36 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
37 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
38 353918X1 1 PORCA NUT TUERCA
39 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
40 3146897M1 2 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
41 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
42 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO

T0216087A EK54Z055 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 20


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto
Remote Control And Steering
Dirección Y Controle Remoto 70 25

1 065107P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE


2 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
3 390855X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
5 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 020927P1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
7 3585217M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
8 052207T1 1 BOMBA HIDRÁULICA HYDRAULIC PUMP BOMBA HIDRAULICA
9 3412000M1 16 1 ENGRENAGEM GEAR ENGRANAJE
10 1687018M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
11 065103P1 1 TUBO PIPE CANO
12 835087M91 1 BUJÃO PLUG TAPON
13 039478S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
14 036732P1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
15 490802M1 8 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
16 020529P1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
17 020388T2 70-95 No 1 CJ. FILTRO KIT, FILTER JUEGO FILTRO
18 354276X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
19 353439X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 353758X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
21 051323S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
22 353446X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
23 353677X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
24 020380S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
25 353434X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
26 353691X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
27 051320P1 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
28 051330P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
29 353651X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
30 353434X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 051326S1 1 PROTEÇÃO GUARD DEFENSA
32 3585217M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
33 362443X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
34 063324P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE

T0216087B EK54Z056 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 25


Menu Símbolos
Sistema De Direção Completo 2 Rodas Motrizes
System Of Direction Complete 2 Wheels Drive
Sistema De Dirección Completo 70 30 2 Ruedas Motriz

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 7/16X14X1" 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047182N1 70-100 No 1 DIREÇÃO STEERING DIRECCION
4 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 033922S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
11 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
14 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
15 489720M91 60-75 No 1 PINO PIN PASADOR
16 353725X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
16 353439X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 3148318M91 70-105 No 1 CJ. CILINDRO KIT, CYLINDER JUEGO DE CILINDR
18 3148787M2 1 PINO PIN PASADOR
19 355917X1 1 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
20 042863N1 60-80 No 1 CJ. BRAÇO KIT, ARM JUEGO DE BRAZO
21 353622X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
22 353433X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
23 353427X1 1 PORCA NUT TUERCA
24 196079M1 2 VEDADOR SEAL RETEN
25 1676666M1 1 EIXO SHAFT ARBOL
26 361859X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
27 195556M2 1 PORCA NUT TUERCA
28 1676664M1 1 BRAÇO ARM BRAZO
29 375090X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
31 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
31 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
31 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
31 355617X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
32 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
33 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
34 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
35 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
37 831452M1 M10X1,5X30 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
38 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
39 3148223M1 M18X1,5 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
41 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
42 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
43 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
44 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
45 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
T0216088A E017Z018 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 30
Menu Símbolos
Sistema De Direção Completo 2 Rodas Motrizes
System Of Direction Complete 2 Wheels Drive
Sistema De Dirección Completo 70 35 2 Ruedas Motriz

1 490802M1 8 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA


2 036732P1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
3 020529P1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
4 020388T2 1 CJ. FILTRO KIT, FILTER JUEGO FILTRO
5 353677X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
6 353446X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
7 063198P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
8 039479S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
9 039478S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
10 052107T1 [C] 1 BOMBA HIDRÁULICA HYDRAULIC PUMP BOMBA HIDRAULICA
11 3585217M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
12 339375X1 12,1X6,1X1,6 16 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 391979X1 16 PARAFUSO BOLT PERNO
14 362443X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
15 3412000M1 16 1 ENGRENAGEM GEAR ENGRANAJE
16 1687018M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
17 020380S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
18 353691X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
19 353434X1 1/2X13X1.1/4 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 3585217M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
21 3412604M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
22 039509P1 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
23 051323S1 19/32X21/64X5/64 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
24 051326S1 1 PROTEÇÃO GUARD DEFENSA
25 051330P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
26 353651X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
27 353434X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
28 354276X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
29 353439X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 353758X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 051962P1 1 TUBO PIPE CANO
32 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
33 051963P1 1 CJ. TUBO TUBE ASSY CONJ.DE TUBO
34 051320P1 13/4 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
[C] DUPLA
DOUBLE
DUPLO

T0216088B E017Z019 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 35


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm
Remote Control And Steering 2 Wd
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 40

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047182N1 1 DIREÇÃO STEERING DIRECCION
4 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 033922S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
11 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
14 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
15 489720M91 60-75 No 1 PINO PIN PASADOR
16 353725X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
16 353439X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 3148318M91 1 CJ. CILINDRO KIT, CYLINDER JUEGO DE CILINDR
18 3148787M2 1 PINO PIN PASADOR
19 355917X1 1 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
20 042863N1 1 CJ. BRAÇO KIT, ARM JUEGO DE BRAZO
21 353622X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
22 353433X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
23 353427X1 1 PORCA NUT TUERCA
24 196079M1 2 VEDADOR SEAL RETEN
25 1676666M1 1 EIXO SHAFT ARBOL
26 361859X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
27 195556M2 1 PORCA NUT TUERCA
28 1676664M1 1 BRAÇO ARM BRAZO
29 375090X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
31 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
31 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
31 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
31 355617X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
32 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
33 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
34 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
35 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
36 3411947M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
37 831452M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
38 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
39 3148223M1 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
40 339617X1 1 PORCA NUT TUERCA
41 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
42 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
43 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
T0216089A EK55Z015 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 40 44 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm
Remote Control And Steering 2 Wd
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 40

45 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION


46 063213P1 1 TUBO PIPE CANO
47 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION

T0216089A EK55Z015 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 40


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm
Remote Control And Steering 2 Wd
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 45

1 490802M1 6 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA


2 036732P1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
3 020529P1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
4 020388T2 1 CJ. FILTRO KIT, FILTER JUEGO FILTRO
5 353677X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
6 353446X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
7 063324P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
9 039478S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
10 052207T1 1 BOMBA HIDRÁULICA HYDRAULIC PUMP BOMBA HIDRAULICA
11 3585217M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
12 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
14 362443X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
15 3412000M1 1 ENGRENAGEM GEAR ENGRANAJE
16 1687018M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
17 020380S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
18 353691X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
19 353434X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
21 835087M91 1 BUJÃO PLUG TAPON
23 051323S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
24 051326S1 1 PROTEÇÃO GUARD DEFENSA
25 051330P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
26 353651X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
27 353434X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
28 354276X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
29 353439X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 353758X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 051962P1 1 TUBO PIPE CANO
32 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
33 065107P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
34 051320P1 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
35 065103P1 1 TUBO PIPE CANO
36 020927P1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
37 390855X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA

T0216089B EK55Z019 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 45


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm 4 Rodas Motrizes/Estreito - Tração Lateral
Remote Control And Steering 2 Wd 4 Wheels Drive /Estrait - Side Drive
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 50 4 Ruedas Motriz/Estrecho - Tracción Lateral

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047182N1 1 DIREÇÃO STEERING DIRECCION
4 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 033922S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
11 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
14 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
15 489720M91 60-75 No 1 PINO PIN PASADOR
16 353725X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
16 353439X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 3148318M91 1 CJ. CILINDRO KIT, CYLINDER JUEGO DE CILINDR
18 3148787M2 1 PINO PIN PASADOR
19 355917X1 1 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
20 042863N1 1 CJ. BRAÇO KIT, ARM JUEGO DE BRAZO
21 353622X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
22 353433X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
23 353427X1 1 PORCA NUT TUERCA
24 196079M1 2 VEDADOR SEAL RETEN
25 1676666M1 1 EIXO SHAFT ARBOL
26 361859X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
27 195556M2 1 PORCA NUT TUERCA
28 1676664M1 1 BRAÇO ARM BRAZO
29 375090X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
31 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
31 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
31 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
31 355617X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
32 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
33 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
34 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
35 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
36 3411947M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
37 831452M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
38 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
39 3148223M1 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
40 339617X1 1 PORCA NUT TUERCA
41 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
42 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
43 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
T0216097A EK55Z014 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 50 44 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm 4 Rodas Motrizes/Estreito - Tração Lateral
Remote Control And Steering 2 Wd 4 Wheels Drive /Estrait - Side Drive
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 50 4 Ruedas Motriz/Estrecho - Tracción Lateral

45 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION


46 063213P1 1 TUBO PIPE CANO
47 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION

T0216097A EK55Z014 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 50


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm 4 Rodas Motrizes/Estreito - Tração Lateral
Remote Control And Steering 2 Wd 4 Wheels Drive /Estrait - Side Drive
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 55 4 Ruedas Motriz/Estrecho - Tracción Lateral

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047157N1 1 UN. HIDROSTÁTICA STEERING UNIT UNIDAD DIRECCION
4 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 033922S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
11 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
15 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
16 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
17 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
17 355617X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
18 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
19 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 063213P1 1 TUBO PIPE CANO
23 3585072M1 1 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR
24 3585070M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
25 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
26 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
27 3468414M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
28 339030X1 1 PORCA NUT TUERCA
29 339375X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 3412001M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
31 033212P1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
32 063216P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
33 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
34 3148223M1 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
35 339617X1 1 PORCA NUT TUERCA
36 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
37 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
38 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
39 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
40 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
41 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
42 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
43 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA

T0216091A EK55Z013 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 55


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm
Remote Control And Steering 2 Wd
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 60

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047182N1 1 DIREÇÃO STEERING DIRECCION
4 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 033922S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
11 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
14 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
15 489720M91 60-75 No 1 PINO PIN PASADOR
16 353725X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
16 353439X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 3148318M91 1 CJ. CILINDRO KIT, CYLINDER JUEGO DE CILINDR
18 3148787M2 1 PINO PIN PASADOR
19 355917X1 1 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
20 042863N1 1 CJ. BRAÇO KIT, ARM JUEGO DE BRAZO
21 353622X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
22 353433X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
23 353427X1 1 PORCA NUT TUERCA
24 196079M1 2 VEDADOR SEAL RETEN
25 1676666M1 1 EIXO SHAFT ARBOL
26 361859X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
27 195556M2 1 PORCA NUT TUERCA
28 1676664M1 2 BRAÇO ARM BRAZO
29 375090X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
31 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
31 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
31 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
31 355617X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
32 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
33 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
34 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
35 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
37 831452M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
38 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
39 3148223M1 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
40 339617X1 1 PORCA NUT TUERCA
41 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
42 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
43 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
44 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
T0216096A EK55Z012 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 60 45 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm
Remote Control And Steering 2 Wd
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 60

46 063216P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE

T0216096A EK55Z012 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 60


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm
Remote Control And Steering 2 Wd
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 65

1 490802M1 6 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA


2 036732P1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
3 020529P1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
4 020388T2 1 CJ. FILTRO KIT, FILTER JUEGO FILTRO
5 353677X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
6 353446X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
7 063325P1 1 TUBO PIPE CANO
9 039478S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
10 052207T1 1 BOMBA HIDRÁULICA HYDRAULIC PUMP BOMBA HIDRAULICA
11 3585217M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
12 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
14 362443X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
15 3412000M1 1 ENGRENAGEM GEAR ENGRANAJE
16 1687018M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
17 020380S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
18 353691X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
19 353434X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
21 835087M91 1 BUJÃO PLUG TAPON
23 051323S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
24 051326S1 1 PROTEÇÃO GUARD DEFENSA
25 051330P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
26 353651X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
27 353434X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
28 354276X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
29 353439X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 353758X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 051962P1 1 TUBO PIPE CANO
32 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
33 065107P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
34 051320P1 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
35 065103P1 1 TUBO PIPE CANO
36 020927P1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
37 390855X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA

T0216097B EK55Z020 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 65


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 4 Rm Estreito
Remote Control And Steering 4 Wd Strait
Dirección Y Controle Remoto 4 Rm 70 70 Estrecho

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047157N1 1 UN. HIDROSTÁTICA STEERING UNIT UNIDAD DIRECCION
4 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 033922S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
11 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
15 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
16 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
17 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
17 355618X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
18 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
19 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 063213P1 1 TUBO PIPE CANO
23 3585072M1 1 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR
24 3585070M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
25 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
26 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
27 3468414M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
28 339030X1 1 PORCA NUT TUERCA
29 339375X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 3412001M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
31 033212P1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
32 063216P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
33 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
34 3148223M1 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
35 339617X1 1 PORCA NUT TUERCA
36 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
37 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
38 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
39 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
40 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
41 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
42 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
43 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
44 063323P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE

T0216102A EK56Z018 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 70


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 4 Rm Estreito
Remote Control And Steering 4 Wd Strait
Dirección Y Controle Remoto 4 Rm 70 75 Estrecho

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047157N1 1 UN. HIDROSTÁTICA STEERING UNIT UNIDAD DIRECCION
4 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 033922S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
11 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
15 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
16 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
17 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
17 355617X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
18 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
19 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 063213P1 1 TUBO PIPE CANO
23 3585072M1 1 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR
24 3585070M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
25 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
26 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
27 3468414M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
28 339030X1 1 PORCA NUT TUERCA
29 339375X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 3412001M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
31 033212P1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
32 063216P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
33 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
34 3148223M1 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
35 339617X1 1 PORCA NUT TUERCA
36 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
37 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
38 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
39 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
40 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
41 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
42 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
43 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA

T0216112A EK56Z017 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 75


Menu Símbolos
Direção Hidrostática 4 Rodas Motrizes
Hydrostatic Steering 4 Wheels Drive
Direccion Hidrostática 4 Ruedas Motriz 70 80

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047152N1 1 DIREÇÃO STEERING DIRECCION
4 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 064897S1 1 BASE BOWL TAZA
11 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
15 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
16 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
17 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
17 355617X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
18 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
19 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 063213P1 1 TUBO PIPE CANO
23 3585072M1 1 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR
24 3585070M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
25 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
26 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
27 3468414M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
28 339030X1 1 PORCA NUT TUERCA
29 339375X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 3412001M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
31 033212P1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
32 063216P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
33 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
34 3148223M1 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
35 339617X1 1 PORCA NUT TUERCA
36 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
37 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
38 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
39 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
40 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
41 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
42 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
43 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
44 063323P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE

T0216098A E146Z002 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 80


Menu Símbolos
Direção Hidrostática 4 Rodas Motrizes
Hydrostatic Steering 4 Wheels Drive
Direccion Hidrostática 4 Ruedas Motriz 70 85

1 040341T1 1 VOLANTE FLYWHEEL VOLANTE


2 2801323M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 047152N1 1 DIREÇÃO STEERING DIRECCION
4 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353897X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 353434X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 047181S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 047174S1 1 CJ. ESTRUTURA STRUCTURE ESTRUCTURA
8 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
9 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 033922S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
11 353698X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 033927S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
14 047154T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
15 1441115X1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
16 047155T1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
17 067683S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 067686S1 1 PAINEL PANEL PANEL
17 391074X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
17 355617X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
18 339814X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
19 339376X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 063213P1 1 TUBO PIPE CANO
23 3585072M1 1 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR
24 3585070M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
25 353691X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
26 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
27 3468414M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
28 339030X1 1 PORCA NUT TUERCA
29 339375X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 3412001M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
31 033212P1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
32 063216P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
33 3411940M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
34 3148223M1 4 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
35 339617X1 1 PORCA NUT TUERCA
36 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
37 3146897M1 1 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
38 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
39 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
40 067905T1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
41 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
42 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
43 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA

T0216099A E146Z003 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 85


Menu Símbolos
Sistema De Direção Coluna E Hidrostática 4 Rodas Motrizes
System Of Direction Column And Hidrostatic 4 Wheels Drive
Sistema De Dirección Columna E Hidrostatica 70 90 4 Ruedas Motriz

1 047811T1 1 COLUNA DIREÇÃO STEERING COLUMN COLUMNA DIRECC


2 047153T1 1 UN. HIDROSTÁTICA STEERING UNIT UNIDAD DIRECCION
3 048831R1 1 JG. REPARO KIT, REPAIR JUEGO REPARACION

047152N1 E067Z003 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 90


Menu Símbolos
Filtro
Filter
Filtro 70 95

1 034391T1 1 ELEMENTO ELEMENT ELEMENTO


2 020389R1 1 CABEÇOTE FILTRO FILTER HEAD CABEZA DE FILTRO

020388T2 E020Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 95


Menu Símbolos
Sistema De Direção Coluna E Hidrostática 2 Rodas Motrizes
System Of Direction Column And Hidrostatic 2 Wheels Drive
Sistema De Dirección Columna E Hidrostatica 70 100 2 Ruedas Motriz

1 047811T1 1 COLUNA DIREÇÃO STEERING COLUMN COLUMNA DIRECC


2 047161T1 1 UN. HIDROSTÁTICA STEERING UNIT UNIDAD DIRECCION
3 048831R1 1 JG. REPARO KIT, REPAIR JUEGO REPARACION

047182N1 E067Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 100


Menu Símbolos
Cilindro Hidráulico Da Direção 2 Rodas Motrizes
Steering Cylinder 2 Wheels Drive
Cilindro Direccion 70 105 2 Ruedas Motriz

1 2730954M91 1 JG. REPARO KIT, REPAIR JUEGO REPARACION


2 3148318M91 1 CJ. CARCAÇA HOUSE ASSY CONJ. CARTER
3 2730952M1 2 1 GUIA GUIDE GUIA
4 1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
5 1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
6 2730385M1 2 1 ANEL RING ARO
7 1 1 ANEL RING ARO
8 2730372M1 2 1 HASTE CILINDRO CYLINDER ROD BIELA DE CILINDR
9 1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
10 1 1 ANEL RING ARO
11 1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
12 1 1 ANEL RING ARO
13 2730371M1 2 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
14 2730368M1 2 1 PORCA NUT TUERCA
15 354059X1 2 1X1/8 1 CONTRAPINO DOWEL CENTRAJE
16 2730951M91 2 1 PISTÃO PISTON PISTON

3148318M91 1315Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 105


Menu Símbolos
Kit Sistema Hidráulico Do Levante Sem Hidráulico
Kit Lift Hydraulic System Without Hydraulic
Kit Sistema De Levante Hidraulico 70 110 Sin Hidraulico

1 037592S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE


1 037591S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
2 3146035M91 1 ESTABILIZADOR STABILISER ESTABILIZADOR
2 3146036M91 1 ESTABILIZADOR STABILISER ESTABILIZADOR
3 026943N1 1 LEVANTE LIFT LEVANTE
4 3147082M91 1 BRAÇO ARM BRAZO
5 3148171M1 1 DECAL DECAL CALCOMANIA
6 3773700M92 70-230 No 1 CJ. BOMBA KIT, PUMP BOMBA JUEGO
7 022651P3 1 DECAL DECAL CALCOMANIA
8 022656P2 1 DECAL DECAL CALCOMANIA
9 3148214M1 1 EMBLEMA EMBLEM EMBLEMA

T0289010 EE99Z005 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 110


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico 2100 Kgf
Hydraulic Lift Cover 2100 Kgf
Tapa Levante Hidraulico 70 115 2100 Kgf

1 022750S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE


1 022749S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
2 058292P1 2 PARAFUSO SCREW TORNILLO
3 061381P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
4 061405S1 1 TIRANTE ROD VARILLA
5 046115T1 1 VARETA ROD VARILLA
6 181217M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
7 065249N1 [C] 1 CJ. TAMPA KIT, CAP JUEGO DE TAPON
8 3147360M1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
9 353753X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 1869138M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
11 353537X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 353756X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
14 353430X1 2 PORCA NUT TUERCA
15 3808400M1 1 TUBO PIPE CANO
16 195561M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
17 195874M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
18 058282P1 5 PARAFUSO BOLT PERNO
19 195562M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
20 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
21 362479X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
22 182373M91 1 TAMPA COVER CUBIERTA
23 058283P1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
24 058289P1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
25 058292P1 3 PARAFUSO SCREW TORNILLO
26 058291P1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
27 026945N1 70-150 No 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA
28 180908M1 1 TAMPA COVER CUBIERTA
29 1482137M1 1 TAMPÃO PAD ALMOHADILLA
30 1860403M1 1 MANÍPULO KNOB POMO
31 353918X1 1 PORCA NUT TUERCA
32 061474N1 70-155 No 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
33 354041X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
34 353754X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
36 061475N1 70-160 No 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
37 061420S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
38 049461P1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
39 049460P1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
40 061443S1 1 CJ. TIRANTE KIT, ROD JUEGO DE BIELAS
41 061444S1 1 CJ. TIRANTE KIT, ROD JUEGO DE BIELAS
42 044137P1 1 PLACA PLATE PLATO
43 339024X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
44 195414M1 4 GRAMPO CRAMP PASADOR
45 1696971M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
46 385368X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
47 339169X1 4 PORCA NUT TUERCA
48 339374X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
49 339891X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
T0226041 EB40Z070 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 115 50 355617X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico 2100 Kgf
Hydraulic Lift Cover 2100 Kgf
Tapa Levante Hidraulico 70 115 2100 Kgf

51 339123X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO


52 2802212M91 1 ESPAÇADOR SPACER PIEZA DISTANCIA
53 353446X1 7 ARRUELA WASHER ARANDELA
[C] SEM CONTROLE REMOTO
WITHOUT REMOTE CONTROL
SIN CONTROL REMOTO

T0226041 EB40Z070 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 115


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico 2100 Kgf
Hydraulic Lift Cover 2100 Kgf
Tapa Levante Hidraulico 2100 Kgf 70 120

1 022750S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE


1 022749S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
2 058292P1 2 PARAFUSO SCREW TORNILLO
3 061381P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
4 061405S1 1 TIRANTE ROD VARILLA
5 046115T1 1 VARETA ROD VARILLA
6 181217M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
7 063253N2 30-190 No 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA
8 3147360M1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
9 353753X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 1869138M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
11 353537X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 353756X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
14 353430X1 2 PORCA NUT TUERCA
15 3808400M1 1 TUBO PIPE CANO
16 195561M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
17 195874M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
18 058282P1 5 PARAFUSO BOLT PERNO
19 195562M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
20 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
21 362479X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
22 182373M91 1 TAMPA COVER CUBIERTA
23 058283P1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
24 058289P1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
25 058292P1 3 PARAFUSO SCREW TORNILLO
26 058291P1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
27 026945N1 70-150 No 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA
28 180908M1 22 1 TAMPA COVER CUBIERTA
29 1482137M1 22 1 TAMPÃO PAD ALMOHADILLA
30 1860403M1 1 MANÍPULO KNOB POMO
31 353918X1 1 PORCA NUT TUERCA
32 061474N1 [A] 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
70-155 No
33 354041X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
34 353754X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
36 061475N1 [B] 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
70-160 No
37 061420S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
38 049461P1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
39 049460P1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
40 061443S1 1 CJ. TIRANTE KIT, ROD JUEGO DE BIELAS
41 061444S1 1 CJ. TIRANTE KIT, ROD JUEGO DE BIELAS
42 044137P1 1 PLACA PLATE PLATO
43 339024X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
44 195414M1 4 GRAMPO CRAMP PASADOR
45 1696971M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
46 385368X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
47 339169X1 1 PORCA NUT TUERCA
T0226049 EB42Z005 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 120 48 339374X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico 2100 Kgf
Hydraulic Lift Cover 2100 Kgf
Tapa Levante Hidraulico 2100 Kgf 70 120

49 339891X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO


50 355617X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
51 339123X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
52 2802212M91 2 ESPAÇADOR SPACER PIEZA DISTANCIA
53 353446X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
[A] POSIÇÃO
POSITION
POSICION

[B] PROFUNDIDADE
DEPTH
PROFUNDIDAD

T0226049 EB42Z005 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 120


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico 2100 Kgf - Estreito
Hydraulic Lift Cover 2100 Kgf - Strait
Tapa Levante Hidraulico 70 125 2100 Kgf - Estrecho

1 058292P1 2 PARAFUSO SCREW TORNILLO


2 051897P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
3 051898S1 1 TIRANTE ROD VARILLA
4 1665962M91 1 VARETA ROD VARILLA
5 181217M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
6 063253N2 30-190 No 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA
7 3147360M1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
8 353753X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
9 1869138M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
10 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
11 353756X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
12 353430X1 2 PORCA NUT TUERCA
13 195874M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
14 058282P1 5 PARAFUSO BOLT PERNO
15 195562M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
16 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 362479X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
18 182373M91 1 TAMPA COVER CUBIERTA
19 058283P1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
20 058289P1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
21 058292P1 3 PARAFUSO SCREW TORNILLO
22 058291P1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
23 026946N1 70-180 No 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA
23 70-185 No 1 CJ. TAMPA KIT, CAP JUEGO DE TAPON
24 182099M91 1 RESPIRO BREATHER RESPIRADERO
25 1860403M1 1 MANÍPULO KNOB POMO
26 353918X1 1 PORCA NUT TUERCA
27 026796N1 [A] 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
70-170 No
28 354041X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
29 353754X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 026792N1 [B] 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
70-165 No
31 195561M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
32 3808400M1 1 TUBO PIPE CANO
33 067058P1 2 ESPAÇADOR SPACER PIEZA DISTANCIA
34 353898X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
[A] POSIÇÃO
POSITION
POSICION

[B] PROFUNDIDADE
DEPTH
PROFUNDIDAD

T0226058 EB40Z075 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 125


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico 2500 Kgf
Hydraulic Lift Cover 2500 Kgf
Tapa Levante Hidraulico 70 130 2500 Kgf

1 022750S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE


1 022749S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
2 058292P1 2 PARAFUSO SCREW TORNILLO
3 061381P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
4 061405S1 1 TIRANTE ROD VARILLA
5 046115T1 1 VARETA ROD VARILLA
6 181217M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
7 065249N1 30-185 No 1 CJ. TAMPA KIT, CAP JUEGO DE TAPON
8 3147360M1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
9 353753X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 1869138M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
11 3808400M1 1 TUBO PIPE CANO
12 195561M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
13 195874M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
14 058282P1 5 PARAFUSO BOLT PERNO
15 195562M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
16 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 362479X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
18 182373M91 1 TAMPA COVER CUBIERTA
19 180908M1 18 1 TAMPA COVER CUBIERTA
20 1482137M1 18 1 TAMPÃO PAD ALMOHADILLA
21 058283P1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
22 058289P1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
23 058292P1 3 PARAFUSO SCREW TORNILLO
24 058291P1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
25 2802493M94 70-175 No 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA
26 1860403M1 1 MANÍPULO KNOB POMO
27 353918X1 1 PORCA NUT TUERCA
28 354041X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
29 353754X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 182099M91 1 RESPIRO BREATHER RESPIRADERO

T0226042A EB40Z069 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 130


Menu Símbolos
Levante Hidráulico Quadrante 2500 Kgf
Hydraulic Lift Quadrant 2500 Kgf
Elevador Hidraulico Cuadrante 70 135 2500 Kgf

1 339169X1 4 PORCA NUT TUERCA


2 061474N1 [A] 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
70-155 No
3 1696971M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
4 044137P1 1 PLACA PLATE PLATO
5 2802212M91 2 ESPAÇADOR SPACER PIEZA DISTANCIA
6 049461P1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
7 195414M1 4 GRAMPO CRAMP PASADOR
8 339024X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
9 049460P1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
10 061420S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
11 353537X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 353430X1 2 PORCA NUT TUERCA
14 061475N1 [B] 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
70-160 No
15 061443S1 1 CJ. TIRANTE KIT, ROD JUEGO DE BIELAS
16 061444S1 1 CJ. TIRANTE KIT, ROD JUEGO DE BIELAS
17 339891X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
18 339123X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
19 355617X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
20 339374X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
21 385368X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
22 394367X1 1 PORCA NUT TUERCA
23 353756X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
[A] CONTROLE DE POSIÇÃO
POSITION CONTROL
CONTROL DE POSICION

[B] CONTROLE DE PROFUNDIDADE


DEPTH CONTROL
CONTROL DE PROFUNDIDAD

T0226042B E250Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 135


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico 2500 Kgf
Hydraulic Lift Cover 2500 Kgf
Tapa Levante Hidraulico 70 140 2500 Kgf

1 022750S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE


1 022749S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
2 058292P1 2 PARAFUSO SCREW TORNILLO
3 061381P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
4 061405S1 1 TIRANTE ROD VARILLA
5 046115T1 1 VARETA ROD VARILLA
6 181217M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
7 063253N2 30-190 No 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA
8 3147360M1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
9 353753X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 1869138M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
11 353537X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
12 353434X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 353756X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
14 353430X1 2 PORCA NUT TUERCA
16 195561M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
17 195874M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
18 058282P1 5 PARAFUSO BOLT PERNO
19 195562M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
20 353432X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
21 362479X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
22 182373M91 1 TAMPA COVER CUBIERTA
23 058283P1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
24 058289P1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
25 058292P1 3 PARAFUSO SCREW TORNILLO
26 058291P1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
27 2802493M94 70-175 No 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA
28 180908M1 22 1 TAMPA COVER CUBIERTA
29 1482137M1 22 1 TAMPÃO PAD ALMOHADILLA
30 1860403M1 1 MANÍPULO KNOB POMO
31 353918X1 1 PORCA NUT TUERCA
32 061474N1 [A] 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
70-155 No
33 354041X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
34 353754X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
36 061475N1 [B] 1 CJ. QUADRANTE KIT, QUADRANT JUEGO CUADRANTE
70-160 No
37 182099M91 1 RESPIRO BREATHER RESPIRADERO
38 061420S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
39 049461P1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
40 049460P1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
41 061443S1 1 CJ. TIRANTE KIT, ROD JUEGO DE BIELAS
42 061444S1 1 CJ. TIRANTE KIT, ROD JUEGO DE BIELAS
43 044137P1 1 PLACA PLATE PLATO
44 339024X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
45 195414M1 4 GRAMPO CRAMP PASADOR
46 1696971M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
47 385368X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
48 339169X1 4 PORCA NUT TUERCA
T0226050 EB40Z074 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 140 49 339374X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico 2500 Kgf
Hydraulic Lift Cover 2500 Kgf
Tapa Levante Hidraulico 70 140 2500 Kgf

50 339891X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO


51 355617X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
52 339123X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
53 394367X1 1 PORCA NUT TUERCA
54 353446X1 7 ARRUELA WASHER ARANDELA
[A] POSIÇÃO
POSITION
POSICION

[B] PROFUNDIDADE
DEPTH
PROFUNDIDAD

T0226050 EB40Z074 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 140


Menu Símbolos
Direção E Controle Remoto 2 Rm 4 Rodas Motrizes/Estreito - Tração Lateral
Remote Control And Steering 2 Wd 4 Wheels Drive /Estrait - Side Drive
Dirección Y Controle Remoto 2 Rm 70 145 4 Ruedas Motriz/Estrecho - Tracción Lateral

1 490802M1 6 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA


2 036732P1 2 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
3 020529P1 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
4 020388T2 1 CJ. FILTRO KIT, FILTER JUEGO FILTRO
5 353677X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
6 353446X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
7 063324P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
9 039478S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
10 052207T1 1 BOMBA HIDRÁULICA HYDRAULIC PUMP BOMBA HIDRAULICA
11 3585217M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
12 339375X1 8 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 391979X1 8 PARAFUSO BOLT PERNO
14 362443X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
15 3412000M1 1 ENGRENAGEM GEAR ENGRANAJE
16 1687018M1 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
17 020380S1 1 FLANGE FLANGE PLETINA
18 353691X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
19 353434X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
21 835087M91 1 BUJÃO PLUG TAPON
23 051323S1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
24 051326S1 1 PROTEÇÃO GUARD DEFENSA
25 051330P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
26 353651X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
27 353434X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
28 354276X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
29 353439X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
30 353758X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
31 051962P1 1 TUBO PIPE CANO
32 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
33 065107P1 1 TUBO PIPE,OIL MANGUITO ACEITE
34 051320P1 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
35 065103P1 1 TUBO PIPE CANO
36 020927P1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
37 390855X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA

T0216091B EK55Z021 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 145


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico
Hydraulic Lift Cover
Tapa Levante Hidraulico 70 150

1 026945N1 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA


2 REF.1 1 CJ. CILINDRO KIT, CYLINDER JUEGO DE CILINDR

026945N1 EB40Z002 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 150


Menu Símbolos
Quadrante E Alavancas De Posição
Quadrant And Position And Lever
Cuadrant Y Palancas De Posición 70 155

1 377607X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO


2 1872240M1 1 MOLA SPRING RESORTE
3 377581X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 3408797M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
5 355564X1 1/4X28 2 PORCA NUT TUERCA
6 353441X1 1/2X1/4X1/16 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
7 026528P1 1 QUADRANTE QUADRANT CUADRANTE
8 898198M91 1 BATENTE STOP PARO
9 353919X1 1/4X28 1 PORCA NUT TUERCA
10 061476N1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
11 026795P1 1 BATENTE STOP PARO
12 355617X1 3/4X5/16X1/16 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 1860402M1 1 MANÍPULO KNOB POMO
14 353918X1 1/4X28 1 PORCA NUT TUERCA

061474N1 ED66Z004 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 155


Menu Símbolos
Quadrante E Alavanca De Profundidade
Quadrant And Depth Levers
Cuadrante Y Palanca Deprofundidade 70 160

1 061477N1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA


2 033545P1 1 QUADRANTE QUADRANT CUADRANTE
3 898183M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353918X1 1/4X28 1 PORCA NUT TUERCA
5 1860402M1 1 MANÍPULO KNOB POMO
6 884387M1 1 BATENTE STOP PARO
7 377607X1 1/4X28 1 PARAFUSO BOLT PERNO
8 1872240M1 1 MOLA SPRING RESORTE
9 3408797M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 377581X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
11 353919X1 1/4X28 1 PORCA NUT TUERCA

061475N1 ED65Z004 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 160


Menu Símbolos
Levante Hidráulico Quadrante De Profundidade
Hydraulic Lift Depth Quadrant
Elevador Hidraulico Cuadrant De Profundidad 70 165

1 026793S1 1 ALAVANCA LEVER PALANCA


2 033545P1 1 QUADRANTE QUADRANT CUADRANTE
3 898183M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
4 353918X1 1/4X28 1 PORCA NUT TUERCA
5 1860402M1 1 MANÍPULO KNOB POMO
6 884387M1 1 BATENTE STOP PARO
7 377607X1 1/4X15X1.5/8 1 PARAFUSO BOLT PERNO
8 1872240M1 1 MOLA SPRING RESORTE
9 3408797M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 377581X1 22,2X6,35X1,2 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
11 353919X1 1/4X28 1 PORCA NUT TUERCA

026792N1 E029Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 165


Menu Símbolos
Levante Hidráulico Quadrante De Posição
Hydraulic Lift Position Quadrant
Elevador Hidraulico Cuadrant De Posición 70 170

1 377607X1 1/4X15X1.5/8 1 PARAFUSO BOLT PERNO


2 1872240M1 1 MOLA SPRING RESORTE
3 377581X1 22,2X6,35X1,2 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 3408797M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
5 355564X1 1/4X20 2 PORCA NUT TUERCA
6 353441X1 1/2X1/4X1/16 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
7 026528P1 1 QUADRANTE QUADRANT CUADRANTE
8 898198M91 1 BATENTE STOP PARO
9 353919X1 1/4X28 1 PORCA NUT TUERCA
10 1870341M92 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
11 026795P1 1 BATENTE STOP PARO
12 355617X1 3/4X5/16X1/16 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
13 1860402M1 1 MANÍPULO KNOB POMO
14 353918X1 1/4X28 1 PORCA NUT TUERCA

026796N1 E028Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 170


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico
Hydraulic Lift Cover
Tapa Levante Hidraulico 70 175

1 2802493M94 70-175 No 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA


2 70-205 No 1 CJ. CILINDRO KIT, CYLINDER JUEGO DE CILINDR

2802493M94 EB40Z018 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 175


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico Super Estreito
Hydraulic Lift Cover Super Strait
Tapa Levante Hidraulico Super Estrecho 70 180

1 180997M2 1 EIXO SHAFT ARBOL


2 355286X1 1 PARAFUSO ALLEN ALLEN BOLT TORNILLO ALLEN
3 180981M1 1 DISCO DISC DISCO
4 1863388M92 1 CJ. MOLA KIT, SPRING RESORTE JUEGO
5 882451M1 1 ESFERA BALL BOLA
6 355286X1 1 PARAFUSO ALLEN ALLEN BOLT TORNILLO ALLEN
7 886348M2 4 1 PINO PIN PASADOR
8 1442142X1 4 1 PINO PIN PASADOR
9 886351M2 4 1 ASSENTO SEAT ASIENTO
10 182582M1 4 1 MOLA SPRING RESORTE
11 180979M2 4 1 PORCA NUT TUERCA
12 180980M2 4 1 CAPA BOOT PROTECCION
13 1863389M1 4 1 ARTICULADOR HEAD CULATA
14 1869074M1 1 PINO PIN PASADOR
15 3148425M91 70-190 No 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
16 195562M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
17 195387M1 19 2 BUJÃO PLUG TAPON
18 2802511M4 19 1 TAMPA COVER CUBIERTA
19 2802494M95 1 CJ. TAMPA KIT, COVER JUEGO DE TAPA
20 377765X1 2 PORCA NUT TUERCA
21 182099M91 1 RESPIRO BREATHER RESPIRADERO
22 195387M1 1 BUJÃO PLUG TAPON
23 3146844M1 19 1 PRISIONEIRO STUD ESPARRAGO

026946N1A EB51Z005 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 180


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico Super Estreito
Hydraulic Lift Cover Super Strait
Tapa Levante Hidraulico Super Estrecho 70 185

1 353560X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO


2 897580M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
3 3408250M1 5 1 BRAÇO ARM BRAZO
4 885455M1 5 2 BUCHA BUSH CASQUILLO
5 3408251M91 1 CJ. BRAÇO KIT, ARM JUEGO DE BRAZO
6 3611557M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
7 033928T1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
8 897567M3 1 EIXO SHAFT ARBOL
9 2801012M1 0.020" X CALÇO SHIM CALCE
9 2801013M1 0.040" X CALÇO SHIM CALCE
9 2801014M1 0.060" X CALÇO SHIM CALCE
10 886404M2 1 BRAÇO ARM BRAZO
11 887076M2 1 PARAFUSO BOLT PERNO
12 897581M3 2 PRESILHA STAPLE GRAPA
13 3611558M1 2 BUCHA BUSH CASQUILLO
14 886410M1 1 BIELA CONROD BIELA
15 1661547M92 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
16 355617X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 361332X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
18 898137M1 1 MOLA SPRING RESORTE
19 2802251M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
20 354120X1 1 PORCA NUT TUERCA
21 353688X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
22 390287X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
23 1869093M93 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
24 355617X1 X ARRUELA WASHER ARANDELA
25 1870190M92 70-195 No 1 SUPORTE SUPPORT DISPOS.DE SOSTEN
26 1661918M91 1 ARTICULAÇÃO KNUCKLE CHARNELA
27 1660324M91 1 ARTICULAÇÃO KNUCKLE CHARNELA
28 897593M96 70-200 No 1 CJ. CILINDRO KIT, CYLINDER JUEGO DE CILINDR

026946N1B EB51Z006 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 185


Menu Símbolos
Levante Hidráulico Suporte Do Quadrante
Hydraulic Lift Quadrant Support
Elevador Hidraulico Soporte Cuadrante 70 190

1 3148426M91 70-210 No 1 ÁRVORE AXLE EJE


2 898189M2 1 ROLETE ROLLER RODILLO
3 3148428M91 1 EIXO SHAFT ARBOL
4 358945X1 1 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
5 3148429M1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
6 364281X1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
7 762026M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
8 1870225M1 1 BUCHA BUSH CASQUILLO
9 1870244M1 1 PINO PIN PASADOR

3148425M91 AP16Z002 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 190


Menu Símbolos
Levante Hidráulico Suporte Da Articulação
Hydraulic Lift Hinge Support
Elevador Hidraulico Soporte Articulación 70 195

1 361448X1 5/16 1 PARAFUSO BOLT PERNO


2 1661617M91 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
3 1872044M1 1 MOLA SPRING RESORTE
4 353916X1 5/16X24 1 PORCA NUT TUERCA
5 376702X1 5/16 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 1869107M1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
7 1869104M91 1 PIVÔ PIVOT PIVOTE

1870190M92 E038Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 195


Menu Símbolos
Cilindro Hidráulico
Hydraulic Cylinder
Cilindro Hidráulico 70 200

1 1481941M2 2 PRISIONEIRO STUD ESPARRAGO


2 3412386M91 2100 KGF 1 PISTÃO PISTON PISTON
3 034615P1 1 ANEL RING ARO
4 3412141M1 2100 KGF 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
5 3412379M1 2100 KGF 1 ANEL RING ARO
6 897594M6 2100 KGF 1 CILINDRO CYLINDER CILINDRO
7 1667580M1 2 PRISIONEIRO STUD ESPARRAGO

897593M96 EA06Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 200


Menu Símbolos
Tampa Do Levante Hidráulico
Hydraulic Lift Cover
Tapa Levante Hidraulico 70 205

1 353560X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO


2 897580M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
3 3408250M1 5 1 BRAÇO ARM BRAZO
4 885455M1 5 2 BUCHA BUSH CASQUILLO
5 3408251M91 2 CJ. BRAÇO KIT, ARM JUEGO DE BRAZO
6 3611557M1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
7 033928T1 2 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
8 897567M3 1 EIXO SHAFT ARBOL
9 2801012M1 0.20" X CALÇO SHIM CALCE
9 2801013M1 0.40" X CALÇO SHIM CALCE
9 2801014M1 0.60" X CALÇO SHIM CALCE
10 886404M2 1 BRAÇO ARM BRAZO
11 887076M2 1 PARAFUSO BOLT PERNO
12 897581M3 2 PRESILHA STAPLE GRAPA
13 3611558M1 2 BUCHA BUSH CASQUILLO
14 886410M1 1 BIELA CONROD BIELA
15 1661547M92 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
16 355617X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 361332X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
18 898137M1 1 MOLA SPRING RESORTE
19 2802251M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
20 354120X1 1 PORCA NUT TUERCA
21 353688X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
22 390287X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
23 1869093M93 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
24 355617X1 X ARRUELA WASHER ARANDELA
25 1870190M92 70-195 No 1 SUPORTE SUPPORT DISPOS.DE SOSTEN
26 1661918M91 1 ARTICULAÇÃO KNUCKLE CHARNELA
27 1660324M91 1 ARTICULAÇÃO KNUCKLE CHARNELA
28 034617N1 70-215 No 1 CJ. CILINDRO KIT, CYLINDER JUEGO DE CILINDR

2802493M94B EB40Z020 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 205


Menu Símbolos
Levante Hidráulico Eixo Do Quadrante 2 Rodas Motrizes
Hydraulic Lift Quadrant Shaft 2 Wheels Drive
Elevador Hidraulico Eje Cuadrante 70 210 2 Ruedas Motriz

1 3148427M1 1 ÁRVORE AXLE EJE


2 898196M2 1 ROLETE ROLLER RODILLO
3 339588X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 354039X1 1 CUPILHA COTTER PIN PASADOR DOUBLE
5 898194M1 1 PINO PIN PASADOR
6 195561M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA

3148426M91 E125Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 210


Menu Símbolos
Cilindro Hidráulico Levante Hidráulico 2500 Kgf
Hydraulic Cylinder Hydraulic Lift 2500 Kgf
Cilindro Hidráulico Levante Hidráulico 70 215 2500 Kgf

1 1667580M1 2 PRISIONEIRO STUD ESPARRAGO


2 034604N1 1 PISTÃO PISTON PISTON
3 034615P1 1 ANEL RING ARO
4 3412140M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
5 3412380M1 1 ANEL RING ARO
6 516571M3 1 CILINDRO CYLINDER CILINDRO
7 1481941M2 2 PRISIONEIRO STUD ESPARRAGO

034617N1 EA12Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 215


Menu Símbolos
Bomba Hidráulica Do Levante Isyp - Com Tdpi
Hydraulic Lift Pump Isyp - With Ipto
Bomba Hidraulica Elevador Isyp - Con Tdfi 70 220

1 3773700M92 UK 1 CJ. BOMBA KIT, PUMP BOMBA JUEGO


70-230 No
2 1868538M4 1 LUVA SLEEVE MANCHA

T0227003 XP02Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 220


Menu Símbolos
Bomba Hidráulica C/Levante - S/Tdpi
Hydraulic Pump With Lift - Without Ipto
Bomba Hidraulica C/ Levante - S/Tdfi 70 225

1 3773700M92 70-230 No 1 CJ. BOMBA KIT, PUMP BOMBA JUEGO


2 532926M1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
3 532927M1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
4 532928M1 1 PINO PIN PASADOR
5 1868538M4 1 LUVA SLEEVE MANCHA

T0227006 EE30Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 225


Menu Símbolos
Bomba Hidráulica Coletor E Luva
Hydraulic Pump Collector And Glove
Bomba Hidraulica Colecionador Y Guante 70 230

1 3773700M92 1 BOMBA PUMP BOMBA


2 038639T1 8 1 VÁLVULA VALVE VALVULA
3 1870819M1 1 1 PRESILHA STAPLE GRAPA
4 1870820M1 1 1 BUJÃO PLUG TAPON
5 3773701M92 1 U.K. 1 CJ. BOMBA KIT, PUMP BOMBA JUEGO
70-235 No
6 1694381M1 1 1 PRISIONEIRO STUD ESPARRAGO
7 377605X1 8 1 PINO PIN PASADOR
8 3808924M91 1 1 COLETOR COLLECTOR COLECTOR
9 353756X1 1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 195258M1 1 1 PORCA NUT TUERCA

3773700M92 E077Z002 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 230


Menu Símbolos
Bomba Hidráulica Feito No Uk
Hydraulic Pump Made In Uk
Bomba Hidraulica 70 235 Hecho En Uk

1 1868743M1 4 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO


2 1868741M1 4 BUJÃO PLUG TAPON
3 1870849M1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 1868742M1 4 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
5 180928M2 4 MOLA SPRING RESORTE
6 1660116M1 [A] 4 VÁLVULA VALVE VALVULA
7 1868435M3 2 CÂMARA CHAMBER CAMARA
8 3808617M91 70-240 No 1 CORPO BODY CUERPO
9 1871781M93 1 EIXO SHAFT ARBOL
10 3610175M91 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
11 377493X1 1 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
12 897504M1 1 PINO PIN PASADOR
13 897599M1 2 ROLETE ROLLER RODILLO
14 3611085M91 1 VÁLVULA VALVE VALVULA
15 362403X1 4 PARAFUSO BOLT PERNO
16 366719X1 4 ARRUELA WASHER ARANDELA
17 1869529M2 1 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
18 3611141M91 70-245 No 1 CARCAÇA HOUSING ALOJAMIENTO
19 851134M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
20 1686740M1 1 TUBO PIPE CANO
21 1681790M91 70-250 No 1 OSCILADOR OSCILLATOR OSCILADOR
22 1671699M1 1 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
23 3000361X1 1 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
24 3148071M1 2 PISTÃO PISTON PISTON
25 1871659M1 3/8 2 PORCA NUT TUERCA
25 1871660M1 2 PORCA NUT TUERCA
26 377494X1 4 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
27 1665499M91 1 CORPO BODY CUERPO
28 831533M1 4 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
29 376448X1 3/8 1 PORCA NUT TUERCA
195258M1
30 897493M1 4 ANEL RING ARO
31 1664589M1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
32 180924M2 1 BLOCO BLOCK BLOQUE
33 180933M1 1 SEGUIDOR FOLLOWER IMPULSOR
34 180925M2 1 BLOCO BLOCK BLOQUE
35 831130M1 1 PINO PIN PASADOR
36 195946M1 2 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
37 1868486M1 1 ESPAÇADOR SPACER PIEZA DISTANCIA
38 377543X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
39 1868485M1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
40 377502X1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
41 180930M2 [B] 4 VÁLVULA VALVE VALVULA
42 180927M2 4 MOLA SPRING RESORTE
43 195876M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
44 1671633M1 1 TUBO PIPE CANO
45 1870199M92 1 FILTRO FILTER FILTRO
46 1007240M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
47 377499X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
3773701M92 E078Z002 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 235 48 1868469M1 1 MOLA SPRING RESORTE
Menu Símbolos
Bomba Hidráulica Feito No Uk
Hydraulic Pump Made In Uk
Bomba Hidraulica 70 235 Hecho En Uk

49 375109X1 3/8X16 1 PORCA NUT TUERCA


50 1870089M1 1 PRESILHA STAPLE GRAPA
51 1000251M1 9 1 ROLAMENTO BEARING COJINETE
52 1871782M3 9 1 EIXO SHAFT ARBOL
53 376719X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
54 3610280M1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
[A] ADMISSÃO
ADMISSION
ADMISIÓN

[B] RETORNO
RETURN
RETORNO

3773701M92 E078Z002 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 235


Menu Símbolos
Corpo
Body
Cuerpo 70 240

1 377528X1 4 PRISIONEIRO STUD ESPARRAGO


2 1868431M3 2 BUJÃO PLUG TAPON
3 1664491M2 1 BUCHA BUSH CASQUILLO
4 3808617M91 1 CORPO BODY CUERPO
5 377528X1 1 PRISIONEIRO STUD ESPARRAGO

3808617M91 CB10Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 240


Menu Símbolos
Bomba Do Levante Hidráulico Suporte Filtro
Hydraulic Lift Pump Strainer Unit
Bomba Hidraulica Elevador Soporte Filtro 70 245

1 377531X1 1 PRISIONEIRO STUD ESPARRAGO


2 1870810M1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
3 1870811M1 1 VÁLVULA VALVE VALVULA
4 358334X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
5 3599748M91 1 TAMPA COVER CUBIERTA
6 1868456M1 2 JUNTA GASKET EMPAQUETADURA.
7 1868452M1 1 MOLA SPRING RESORTE
8 1868451M2 1 BUCHA BUSH CASQUILLO
9 1869831M1 1 SUPORTE SUPPORT DISPOS.DE SOSTEN
10 362352X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
11 359004X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
12 1868454M2 1 MOLA SPRING RESORTE
13 1868444M1 1 BUCHA BUSH CASQUILLO
14 377500X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
15 1868453M2 1 ALAVANCA LEVER PALANCA
16 377501X1 1 ANEL TRAVA CIRCLIP CIRCULITO
17 1868464M1 1 ASSENTO SEAT ASIENTO
18 1868465M1 1 MOLA SPRING RESORTE
19 1868460M1 1 ASSENTO SEAT ASIENTO
20 1868466M1 1 RETENTOR SEAL RETEN
21 3599949M1 1 CARCAÇA HOUSING ALOJAMIENTO
22 361023X1 1 ESFERA BALL BOLA
23 377489X1 1 PINO PIN PASADOR

3611141M91 AP03Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 245


Menu Símbolos
Bomba Do Levante Hidráulico Válvula Osciladora
Hydraulic Pump Oscillator Valve
Bomba Hidralica Valvula Osciladora 70 250

1 1681786M1 1 COLAR COLLAR COLLAR


2 1862576M2 1 GUIA GUIDE GUIA
3 1869826M93 1 OSCILADOR OSCILLATOR OSCILADOR
4 180940M1 1 MOLA SPRING RESORTE
5 1869830M2 1 DISCO DISC DISCO
6 1442466X1 1 ANEL RING ARO

1681790M91 1435Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 250


Menu Símbolos
Cilindro Hidráulico Auxiliar
Auxiliar Hydraulic Cylinder
Cilindro De Levante Auxiliar 70 255

1 027746N1 2 1 CILINDRO CYLINDER CILINDRO


70-260 No
1 027747N1 2 1 CILINDRO CYLINDER CILINDRO
70-265 No
2 21484404 1 CJ. CILINDRO KIT, CYLINDER JUEGO DE CILINDR

21484404 EH57Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 255


Menu Símbolos
Cilindro Auxiliar Lado Esquerdo
Auxiliary Cylinder Left Hand
Cilindro Auxiliar Lado Izquierdo 70 260

1 195468M1 1 PINO PIN PASADOR


2 1668542M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 3410007M91 1 CILINDRO CYLINDER CILINDRO
4 1668543M1 1 PINO PIN PASADOR
5 195556M2 2 PORCA NUT TUERCA
6 027748P1 1 GRAMPO CRAMP PASADOR
7 356360X1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
8 033917T1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
9 020151T1 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
10 1668542M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
11 195468M1 1 PINO PIN PASADOR
12 026847P1 1 PARAFUSO "U" U BOLT BRIDA EN U
13 3176568M91 3 1 JG. REPARO KIT, REPAIR JUEGO REPARACION
14 3410006M1 1 PINO PIN PASADOR

027746N1 EH85Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 260


Menu Símbolos
Cilindro Auxiliar Lado Direito
Auxiliary Cylinder Right Hand
Cilindro Auxiliar Lado Derecho 70 265

1 195468M1 1 PINO PIN PASADOR


2 1668542M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
3 3410008M91 1 CILINDRO CYLINDER CILINDRO
4 1668543M1 1 PINO PIN PASADOR
5 195556M2 2 PORCA NUT TUERCA
6 027748P1 1 GRAMPO CRAMP PASADOR
7 356360X1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
8 033917T1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
9 020151T1 1 MANGUEIRA HOSE FLEXIBLE
10 1668542M1 1 COLAR COLLAR COLLAR
11 195468M1 1 PINO PIN PASADOR
12 026847P1 1 PARAFUSO "U" U BOLT BRIDA EN U
13 3176568M91 3 1 JG. REPARO KIT, REPAIR JUEGO REPARACION
14 3410006M1 1 PINO PIN PASADOR

027747N1 EH86Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 265


Menu Símbolos
Controle Remoto 1 Corpo Estreito
Remote Control 1 Boddy Strait
Control Remoto 1 Cuerpo 70 270 Estrecho

1 353683X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO


2 829185M1 6 ARRUELA WASHER ARANDELA
3 355565X1 3 PORCA NUT TUERCA
4 353446X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
5 3585883M92 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
6 354651X1 2 PARAFUSO SCREW TORNILLO
7 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
8 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
9 3146897M1 2 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
10 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
11 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
12 355565X1 1 PORCA NUT TUERCA
13 047154T1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
14 1441115X1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
15 3611673M1 2 TAMPA COVER CUBIERTA
16 3772942M1 2 VÁLVULA FÊMEA FEMALE COUPLER ACOPLADOR HEMBRA
17 3411941M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
18 064509P1 1 TUBO PIPE CANO
19 064510P1 1 TUBO PIPE CANO
20 3412002M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
21 064129T1 1 CJ. COMANDO DISTRIBUTOR DISTRIBUIDOR

T0254080 EG70Z008 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 270


Menu Símbolos
Controle Remoto 1 Corpo
Remote Control 1 Body
Control Remoto 1 Cuerpo 70 275

1 062965T1 [A] 1 CJ. COMANDO DISTRIBUTOR DISTRIBUIDOR


2 353683X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
3 829185M1 6 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 355565X1 3 PORCA NUT TUERCA
5 353446X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 063203P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
8 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
9 390734X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 063322P1 1 TUBO PIPE CANO
11 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
12 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
13 3146897M1 2 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
14 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
15 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
16 355565X1 1 PORCA NUT TUERCA
17 047154T1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
18 1441115X1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
19 063257P1 1 TUBO PIPE CANO
20 3611673M1 2 TAMPA COVER CUBIERTA
21 3772942M1 2 VÁLVULA FÊMEA FEMALE COUPLER ACOPLADOR HEMBRA
22 3411941M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
[A] SIMPLES COM DETENTE
SIMPLE WITH DETAIN
SIMPLE CON DETENEDOR

T0254078 EG74Z007 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 275


Menu Símbolos
Controle Remoto 1 Corpo
Remote Control 1 Body
Control Remoto 1 Cuerpo 70 280

1 353683X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO


2 829185M1 6 ARRUELA WASHER ARANDELA
3 355565X1 3 PORCA NUT TUERCA
4 353446X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
5 3585883M92 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
6 354651X1 2 PARAFUSO SCREW TORNILLO
7 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
8 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
9 3146897M1 2 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
10 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
11 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
12 355565X1 1 PORCA NUT TUERCA
13 047154T1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
14 1441115X1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
15 3611673M1 2 TAMPA COVER CUBIERTA
16 3772942M1 2 VÁLVULA FÊMEA FEMALE COUPLER ACOPLADOR HEMBRA
17 3411941M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
18 064509P1 1 TUBO PIPE CANO
19 064510P1 1 TUBO PIPE CANO
20 3412002M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
21 064130T1 1 CJ. COMANDO DISTRIBUTOR DISTRIBUIDOR

T0254081 EG74Z008 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 280


Menu Símbolos
Controle Remoto 2 Corpos
Remote Control 2 Boddys
Control Remoto 2 Cuerpos 70 285

1 062964T1 1 CJ. COMANDO KIT, ACTUATOR JUEGO ACTUADOR


2 353683X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
3 829185M1 6 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 355565X1 3 PORCA NUT TUERCA
5 353446X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 063203P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
8 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
9 390734X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 063256P1 1 TUBO PIPE CANO
11 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
12 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
13 3146897M1 2 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
14 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
15 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
16 355565X1 1 PORCA NUT TUERCA
17 047154T1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
18 1441115X1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
19 063257P1 1 TUBO PIPE CANO
20 3611673M1 4 TAMPA COVER CUBIERTA
21 3772942M1 4 VÁLVULA FÊMEA FEMALE COUPLER ACOPLADOR HEMBRA
22 3411941M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION

T0254077 EG69Z024 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 285


Menu Símbolos
Controle Remoto 2 Corpos Com Controle Remoto 2 Corpos, Detente E Reg. Vazão
Remote Control 2 Boddys With 2 Boddy Remote Control, Detain And Variable F Low
Control Remoto 2 Cuerpos 70 290 Con Contr. Remoto 2 Cuerpos, Detenedor Y Reg.Vazió N

1 062966T1 1 CJ. COMANDO KIT, ACTUATOR JUEGO ACTUADOR


2 353683X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
3 829185M1 6 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 355565X1 3 PORCA NUT TUERCA
5 353446X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 063203P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
8 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
9 390734X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 063256P1 1 TUBO PIPE CANO
11 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
12 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
13 3146897M1 2 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
14 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
15 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
16 355565X1 1 PORCA NUT TUERCA
17 047154T1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
18 1441115X1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
19 063257P1 1 TUBO PIPE CANO
20 3611673M1 4 TAMPA COVER CUBIERTA
21 3772942M1 4 VÁLVULA FÊMEA FEMALE COUPLER ACOPLADOR HEMBRA
22 3411941M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION

T0254079 EG69Z021 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 290


Menu Símbolos
Controle Remoto 1 Corpo
Remote Control 1 Body
Control Remoto 1 Cuerpo 70 295

1 062963T1 1 CJ. COMANDO DISTRIBUTOR DISTRIBUIDOR


2 353683X1 3 PARAFUSO BOLT PERNO
3 829185M1 6 ARRUELA WASHER ARANDELA
4 355565X1 3 PORCA NUT TUERCA
5 353446X1 3 ARRUELA WASHER ARANDELA
6 063203P1 1 SUPORTE BRACKET SOPORTE
7 339451X1 2 PARAFUSO BOLT PERNO
8 339376X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
9 390734X1 2 ARRUELA WASHER ARANDELA
10 063322P1 1 TUBO PIPE CANO
11 3412195M91 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
12 3585143M1 2 BRAÇADEIRA CLAMP ABRAZADERA
13 3146897M1 2 REFORÇO REINFORCEMENT REFUERZO
14 353685X1 1 PARAFUSO BOLT PERNO
15 353446X1 1 ARRUELA WASHER ARANDELA
16 355565X1 1 PORCA NUT TUERCA
17 047154T1 1 CONEXÃO CONNECTION CONEXION
18 1441115X1 1 ANEL "O" O RING JUNTA TORICA
19 063257P1 1 TUBO PIPE CANO
20 3611673M1 2 TAMPA COVER CUBIERTA
21 3772942M1 2 VÁLVULA FÊMEA FEMALE COUPLER ACOPLADOR HEMBRA
22 3411941M91 2 CONEXÃO CONNECTION CONEXION

T0254076 EG74Z005 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 295


Menu Símbolos
Engate 1 Corpo
Coupler 1 Body
Acoplador 70 300 1 Cuerpo

1 3410414M1 2 BUJÃO PLUG TAPON


2 3410419M91 2 ENGATE COUPLER ACOPLADOR
3 2410415M91 2 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR

T0289144 EN95Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 300


Menu Símbolos
Engate 2 Válvulas
Coupler 2 Valves
Acoplador 2 Valvulas 70 305

1 3410414M1 4 BUJÃO PLUG TAPON


2 3410419M91 4 ENGATE COUPLER ACOPLADOR
3 2410415M91 4 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR

T0289145 EN96Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 305


Menu Símbolos
Engate
Coupler
Acoplador 70 310

1 3410420M91 1 ENGATE COUPLER ACOPLADOR


2 3410416M91 1 PROTETOR PROTECTOR PROTECTOR

3410413M91 EN94Z001 CPE283ADV E01 (1) 11/02 70- 310


Conteúdo - Módulo 09: Sistemas Hidráulicos
Geral
09A01 Introdução
09B01 Diagramas hidráulicos
Levante hidráulico a 3 pontos
09C01 Apresentação do sistema de levante
09D01 Bomba hidráulica ISYP
09E01 Tampa hidráulica do sistema de levante e cilindro interno
09F01 Cilindros de levante externos
09G01 Testes e ajustes do sistema de levante
Sistemas hidráulicos auxiliares
09H01 Unidade hidrostática Danfoss
09H02 Unidade hidrostática Ognibene
09I01 Válvula prioritária Danfoss
09I02 Válvula prioritária Ognibene
09J01 Comando do controle remoto
09K01 Válvula coletora SpeedShift
09L01 Válvula mantenedora de pressão - PMV
09M01 Sistemas auxiliares - Testes e ajustes
09N01 Bombas hidráulicas
09O01 Filtragem de óleo
09P01 Trocadores de calor

09

MF Série 200 09000-I


Conteúdo - Módulo 09: Sistemas Hidráulicos

Página deixada em branco intencionalmente

09

09000-II MF Série 200


Introdução Geral - Sistemas Hidráulicos

Conteúdo

1. Sistema de levante a 3 pontos, tipo Ferguson ................................................................... 2


2. Sistemas auxiliares .............................................................................................................. 2
3. Tratores de aplicação especial (Canavieiro) ....................................................................... 7
4. Trocadores de calor ............................................................................................................. 8
5. Filtragem de óleo ................................................................................................................. 8

09

MF Série 200 09A01-1


Introdução Geral - Sistemas Hidráulicos
A hidráulica desempenha diversas funções nos
tratores MF.
A presente Seção tem por objetivo esclarecer sobre 3
quais os sistemas hidráulicos aplicados nos tratores
e as variações existentes.
A próxima Seção detalha cada uma dessas
variações, através de diagramas, descrições e a
especificação dos valores de pressão de interesse
para quem vai realizar os testes hidráulicos.

Inicialmente, podemos distinguir o sistemas em 2


grandes grupos:

2
1. Sistema de levante a 3 pontos, tipo
Ferguson
Todos os tratores são equipados com esse sistema,
exceto:
- Tratores de aplicação especial (canavieiro,
aeroporto, etc.).
- Todos os demais tratores saem de fábrica sem 1
levante a 3 pontos apenas em caso de pedido
especial.
Em todos os casos, a válvula de alívio (1) do sistema
de levante é montada na saída da bomba ISYP (2).
Fig. 1
Conforme a capacidade de levante, o sistema pode
possuir apenas um cilindro hidráulico (3) montado
internamente ou 2 cilindros externos auxiliares (4).

09
2. Sistemas auxiliares
Compreende os seguintes itens / aplicações:
4
Fig. 2
2a - Sistema de direção hidrostática (ver Seção
09I02) 6

Todos os tratores utilizam direção hidráulico/


hidrostática, ou seja, sem ligação mecânica entre
volante e rodas direcionais.
- Os tratores de 3 cilindros Standard possuem
somente uma bomba hidráulica de
engrenagens (5), localizada no lado direito do
motor.
O reservatório (6) é montado em frente ao
radiador, com fluido específico, ou seja, não é
o mesmo óleo utilizado na transmissão. 5
Fig. 3

09A01-2 MF Série 200


Introdução Geral - Sistemas Hidráulicos
- Todos os tratores de 4 cilindros, possuem uma 7 8
bomba para o sistema de direção e outra
exclusiva para o sistema de controle remoto.
7 - Bomba da direção.
8 - Bomba do controle remoto.
OBS: a posição das bombas varia, porém, como
regra geral, a bomba de corpo mais longo é do
controle remoto (maior vazão).

Fig. 4

- Nos tratores de 6 cilindros, uma única bomba


(9) aciona a direção e o controle remoto.
Nesse caso, o retorno da direção é dirigido ao
controle remoto.
A unidade hidrostática é do tipo LS (Load 9
Sensing), combinada com uma válvula
prioritária (10) que por razões de segurança,
10
prioriza o fluxo para a direção.

Fig. 5
2b - Controle remoto (ver Seções 09J01 e 09J02)
Normalmente todos os tratores são equipados com
esse sistema, exceto tratores de aplicação especial
(canavieiro, aeroporto...) ou sob pedido.

Tipos de controle remoto:


1 - Dependente - Figs. 6 e 7
Aplicação: 09
Tratores Standard e Compactos de 3 cilindros.

Funcionamento: 11
O sistema é alimentado pelo fluxo da bomba Fig. 6
do levante hidráulico (2 - Fig. 1), de 17 lpm, que
fica inoperante ao utilizar o controle remoto.
12
Para utilizá-lo, é necessário mover a alavanca
da válvula de desvio de fluxo (11) no sentido
indicado pela seta.
Em seguida, colocar a alavanca (12) do controle
de Posição totalmente para trás, ou seja, para
“Bombeamento Constante” (posição ilustrada).

Fig. 7

MF Série 200 09A01-3


Introdução Geral - Sistemas Hidráulicos
2 - Controle Remoto Independente
Aplicação:
Tratores Compactos de 4 cilindros e todos os
Standard de 4 e 6 cilindros.

Funcionamento:
O sistema possui bomba própria.
No caso dos modelos de 4 cilindros, há uma
bomba (7 - Fig. 4) para o sistema de direção e
uma específica para o controle remoto (8 - Fig.
4).
No caso dos tratores de 6 cilindros, apenas uma
Fig. 8
bomba de 50 lpm (9 - Fig. 5) aciona a direção e
o controle remoto, conforme descrito
anteriormente.

3 - Outras variações
Tipos de válvula:
- Tratores de 3 cilindros, com controle remoto
dependente: comando simples - Fig. 8:

- Tratores Compactos - Fig. 9: apenas comando


com retorno por mola.

Fig. 9
14
- Tratores Standard de 4 e 6 cilindros, comando
com retorno por mola - Fig. 10.
OBS: a diferença deste comando em relação
aos tratores Compactos, são as válvulas
comutadoras (13), que permitem selecionar
entre simples ação e dupla ação.
09

13
Fig. 10

- Tratores Standard de 4 e 6 cilindros, comando 13 15 14


com “kickout” - Fig. 11: a alavanca retorna para
a posição neutra automaticamente, com o pico
de pressão causado pelo fim-de-curso do(s)
cilindro(s) acionado(s).
OBS: um comando com kickout se diferencia
pelas cápsulas (15) do mecanismo de detente,
mais alto que no comando de retorno por mola
(14).

Fig. 11

09A01-4 MF Série 200


Introdução Geral - Sistemas Hidráulicos
- Válvula especial para acionamentos contínuos 17
(motores hidráulicos) - Fig. 12.
Neste caso, o retorno do óleo é feito de forma
direta e livre para o reservatório, através da
tomada (16), sem passar pela válvula.
O fluxo da válvula pode ser regulado, de 0 a
60% da vazão máxima do sistema. Esse
controle é feito pelo registro (17).

Quantidade de linhas
Variando de 1 à 3 - excepcionalmente 4.
16
Fig. 12
Fluxo combinado - Fig. 13
Aplicação: tratores standard de 4 e 6 cilindros.
Esse recurso consiste em desviar o fluxo do
levante hidráulico para o controle remoto, da
mesma forma que no controle remoto
dependente.
A diferença, é que o fluxo desviado é adicionado 18
12
ao controle remoto, ou seja, não é o responsável
único pelo acionamento.
Para ativar o sistema, deve-se puxar a alavanca
seletora (18) conforme seta e depois colocar a
alavanca de Posição (12) em “Bombeamento
Constante” (totalmente para trás).
Fig. 13

O fluxo combinado aumenta a vazão


disponibilizada no controle remoto em:
- 17 lpm: em tratores com TDP de 540 rpm.
- 27 lpm: tratores com TDP de 1000 rpm.
A razão dessa variação de vazão, é que nos
tratores com TDP de 540 rpm, a bomba do
levante (ISYP - 20) gira em rotação menor que
nos tratores com TDP de 540/1000 rpm. 09
O que determina essa rotação, é a relação de
engrenagens (19) na entrada da caixa. 19
21 - Eixo de saída da TDP/TDPI. 20 21
Fig. 14
2c - Tomada de potência independente
A embreagem da Tomada de Potência
Independente é acionada das seguintes formas:

1 - Com bomba de engrenagens (22) montada


sobre a bomba ISYP - Fig. 15. 22
Aplicação: tratores de 3 cilindros, todos os
Compactos e tratores de 6 cilindros.
A válvula mantenedora de pressão (23) é
montada próxima a bomba (22).

23
Fig. 15

MF Série 200 09A01-5


Introdução Geral - Sistemas Hidráulicos
O fluxo resultante é encaminhado à tampa de
controle - Fig. 16, no lado esquerdo da carcaça
central, que contém as válvulas moduladoras e
a válvula carretel Liga/Desliga.
Veja s Seção 07C01.

Fig. 16
2 - TDPI acionada pelo retorno da direção.
Aplicação: todos os tratores de 4 cilindros
Standard (não-Compactos).
O controle da pressão é exercido pela válvula 24
mantenedora “PMV” (24), regulada em 22 a 24
bar.
Pela saída (25), o óleo é dirigido também à
tampa de controle no lado direito da carcaça
central, como nos demais casos. 25

Fig. 17
2d - Sistemas relativos aos tratores com 18x6 26 28
velocidades (SpeedShift)
29
A Fig. 18 mostra a válvula “Manifold”, com as saídas
às diversas aplicações, que são as seguintes:
26 - Tomada de potência.
27 - Seleção da Alta e Baixa do câmbio Speedshift
(veja a Seção 05F01).
09 28 - Engate da tração 4 x 4 (se equipado).

27
Fig. 18
Quando um ou mais destes itens estiver presente
F
no trator, uma segunda bomba hidráulica (29) se
encarrega do acionamento dos mesmos.
Esta segunda bomba de engrenagens é montada 29
em Tandem com a 1a.

A bomba frontal, maior (F), aciona o sistema de


direção e no retorno, o controle remoto.
O retorno, nesse caso, é feito através de uma 5a via
da unidade hidrostática, ou seja, sem o uso de
válvula de prioridade como ocorre nos tratores de 6
cilindros.
Fig. 19

09A01-6 MF Série 200


Introdução Geral - Sistemas Hidráulicos
3. Tratores de aplicação especial (Canavieiro) 30 31
3a - Versão RM (Reversão Mecânica) - Fig. 21
Nesse caso, há apenas uma bomba de
engrenagens (31) responsável pelo acionamento da
direção, que é o único sistema hidráulico presente.
A bomba (31) e o reservatório (30) são montados
em conjunto, independentes do sistema de
transmissão.
O fluido utilizado é específico, ou seja, não é o
mesmo óleo utilizado na transmissão.

Fig. 21
3b - Versão RA (Reversão Automática)
Também existe apenas uma bomba (32) de
engrenagens, que aciona, pela ordem:
- Sistema de direção.
- Embreagens reversoras (33).
- Lubrificação dos pacotes das embreagens.
- Conversor de torque (34) e lubrificação do
câmbio.
32
O sistema é dotado de um radiador (35).
O óleo para todo o sistema é o mesmo da
transmissão, que se constitui no reservatório.
Fig. 22

34

09

Fig. 23

33

35

Fig. 20 Fig. 24

MF Série 200 09A01-7


Introdução Geral - Sistemas Hidráulicos
4. Trocadores de calor
Consulte a Seção 09P01.
Nos tratores Standard, utiliza-se trocador de calor
para o óleo da transmissão e hidráulicos nos tratores
de 4 cilindros Turbo e nos de 6 cilindros.

5. Filtragem de óleo
Consulte a Seção 09O01.
As variações são as seguintes:
36 - Filtro-tela da bomba ISYP: todos os tratores,
exceto quando não equipado com levante
Fig. 27
hidráulico.
Nos tratores de 3 cilindros, esta é a única
filtragem existente.
37 - Filtro de sucção integral, descartável: tratores
Compactos.
38 - Filtro de sucção tipo tela: tratores Standard de
36
4 e 6 cilindros.
OBS: nos tratores de 6 cilindros, este filtro
localiza-se no lado esquerdo da carcaça central.
39 - Filtro de retorno integral, descartável: tratores
Standard de 4 cilindros.
40 - Filtro de pressão: tratores de 6 cilindros, com
bomba hidráulica única.
Fig. 28

37
09
40

Fig. 25 Fig. 29
38

39

Fig. 26 Fig. 30

09A01-8 MF Série 200


Diagramas hidráulicos
Conteúdo
A. Tratores com motor de 3 cilindros, Standard e Compactos ............................................ 2
B. Tratores Compactos, com motor de 4 cilindros ............................................................... 3
C. Tratores Standard, com motor de 4 cilindros ................................................................... 4
D. Tratores Standard, com motor de 4 cilindros Turbo ......................................................... 6
E. Tratores com motor de 6 cilindros .................................................................................... 8
F. Trator Canavieiro, versão Reversão Mecânica - RM ....................................................... 10
F. Trator Canavieiro, versão Reversão Automática - RA .................................................... 11
1. Válvulas de controle Reversomatic ............................................................................. 13
G. Trator com câmbio SpeedShift - 18 x 6 velocidades ...................................................... 17

09

MF Série 200 09B02-1


Diagramas hidráulicos

A. Tratores com motor de 3 cilindros, Standard e Compactos

1 2 3 4

P3

5
14
P4

P1
13 12 11 P2 10 9 8 7
Fig. 1

Fig. 1: Com TDPI.


Fig. 2: Com TDP (Dependente).

Pontos de teste de pressão

09 P1 - Sistema de direção: 145 a 150 bar.


P2 - Sistema de levante hidráulico a 3 pontos: 211
bar.
P3 - Sistema de controle remoto: 175 bar.
P4 - Tomada de Potência Independente: pressão
controlada pela válvula mantenedora (8): 17
bar.
Fig. 2
Identificação dos componentes
8 - Válvula mantenedora de pressão da TDPI.
1 - Válvula de alívio do controle remoto.
9 - Bomba da TDPI (se equipado), montada sobre
2 - Comando do controle remoto.
a bomba ISYP.
3 - Válvula desviadora de fluxo do controle remoto
10 - Bomba ISYP (do levante hidráulico).
dependente.
11 - Filtro de sucção tipo tela.
4 - Unidade hidrostática da direção: incorpora a
válvula de alívio do sistema. 12 - Embreagem hidráulica da TDPI.
5 - Reservatório do sistema de direção. 13 - Válvula de alívio do sistema de levante
hidráulico.
6 - Cilindro de direção.
14 - Cilindro hidráulico do sistema de levante.
7 - Bomba do sistema de direção.

09B02-2 MF Série 200


Diagramas hidráulicos

B. Tratores Compactos, com motor de 4 cilindros

1 2 3

MASSEY FERGUS
ON

P3

14
4
P4

P2

P1
13 12 11 10 9 8 7 6 5
Fig. 1
Fig. 1: Com TDPI.
Fig. 2: Com TDP (Dependente).

Pontos de teste de pressão


P1 - Sistema de direção: 145 a 150 bar.
P2 - Sistema de levante hidráulico a 3 pontos: 211 MASSEY FERGUSON 09
bar.
P3 - Sistema de controle remoto: 175 bar.
P4 - Tomada de Potência Independente: pressão
controlada pela válvula mantenedora (9): 17
bar.
Fig. 2
Identificação dos componentes
1 - Válvula de alívio do controle remoto. 8 - Bomba da TDPI (se equipado), montada sobre
2 - Comando do controle remoto. a bomba ISYP.
3 - Unidade hidrostática da direção: incorpora a 9 - Válvula mantenedora de pressão da TDPI.
válvula de alívio do sistema. 10 - Bomba ISYP (do levante hidráulico).
4 - Cilindro de direção. 11 - Filtro de sucção tipo tela.
5 - Bomba do sistema de direção. 12 - Embreagem hidráulica da TDPI.
6 - Bomba do controle remoto. 13 - Válvula de alívio do sistema de levante
7 - Filtro de sucção do óleo da transmissão e hidráulico.
sistemas hidráulicos. 14 - Cilindro hidráulico do sistema de levante.

MF Série 200 09B02-3


Diagramas hidráulicos

C. Tratores Standard, com motor de 4 cilindros

1 2 3 4 5 6 7 8

MASSEY FERGUS
ON

P3

19 2WD 4WD

P4 9

P2 P1
18 17 16 15 14 13 12 11 10
Fig. 1
Fig. 1: Com TDPI
Fig. 2: Com TDP (Dependente)

Pontos de teste de pressão


P1 - Sistema de direção: 145 a 150 bar.
09 P2 - Sistema de levante hidráulico a 3 pontos: 211 MASSEY FERGUSON

bar. P3
P3 - Sistema de controle remoto: 175 bar. 2WD 4WD

P4 - Tomada de Potência Independente: pressão


controlada pela válvula PMV: 22 a 24 bar.
P2 P1
Identificação dos componentes Fig. 2
1 - Válvula de alívio do controle remoto.
2 - Comando do controle remoto.
3 - Válvula de ativação do fluxo combinado: desvia
o fluxo da bomba ISYP, adicionando-o ao
sistema de controle remoto.
4 - Sensor de restrição do filtro de retorno: aciona
a luz de aviso (6) em caso de restrição excessiva
do filtro de retorno (12), indicando a
necessidade da troca do mesmo.

09B02-4 MF Série 200


Diagramas hidráulicos
5 - Sensor de temperatura: a informação emitida
por este sensor, evita que a luz de aviso (6)
acenda quando a temperatura do óleo
encontra-se abaixo de 50 ± 5 0C.

Nesta condição, o óleo apresenta maior


resistência ao fluxo, o que poderia resultar em
alarme de restrição falso.
6
Tão logo o óleo atinja a temperatura
especificada, ativa-se o sistema de alarme de
restrição.

6 - Luz de aviso de restrição do filtro de retorno.


Fig. 4
7 - Unidade hidrostática da direção: incorpora a
14 4 5
válvula de alívio do sistema.

8 - Silenciador (somente tratores cabinados):


atenua ruídos resultantes da ressonância do
fluxo hidráulico.

9 - Cilindro de direção.
12
10 - *Bomba do sistema de direção e TDPI.

11 - *Bomba do controle remoto.


*A posição das bombas varia, porém, como
regra geral, a bomba de corpo mais longo é do
13
controle remoto (maior vazão).
Fig. 5
12 - Filtro de retorno do óleo da transmissão e 4
sistemas hidráulicos: 25 mícrons, com válvula
bypass de 3.0 bar.

13 - Filtro de sucção tipo tela, das bombas (10 e 11):


150 mícrons sem válvula bypass.
5
14 - Válvula PMV (somente tratores com TDPI):
mantém a pressão de funcionamento da
tomada de potência independente.
12
09
15 - Válvula de alívio do sistema de levante
hidráulico.

16 - Bomba ISYP (do levante hidráulico). Fig. 6


17 - Filtro de sucção tipo tela da bomba ISYP. 8
18 - Embreagem hidráulica da TDPI.

19 - Cilindro hidráulico do sistema de levante.

Fig. 7

MF Série 200 09B02-5


Diagramas hidráulicos

D. Tratores Standard, com motor de 4 cilindros Turbo

1 2 3 4 5 6 7 8

MASSEY FERGUS
ON
T
P
P3
9
20

2WD

4WD
P4 10

19 18 17 16 P2 15 14 13 12 11 P1
Fig. 1
Fig. 1: Com TDPI
Fig. 2: Com TDP (Dependente)

Pontos de teste de pressão


P1 - Sistema de direção: 145 a 150 bar.

09 P2 - Sistema de levante hidráulico a 3 pontos: 211


bar.
T
P
MASSEY FERGUSON

P3 - Sistema de controle remoto: 175 bar.


2WD

4WD

P4 - Tomada de Potência Independente: pressão


controlada pela válvula PMV: 22 a 24 bar.

Identificação dos componentes Fig. 2


1 - Válvula de alívio do controle remoto.
2 - Comando do controle remoto.
3 - Válvula de ativação do fluxo combinado: desvia
o fluxo da bomba ISYP, adicionando-o ao
sistema de controle remoto.
4 - Sensor de restrição do filtro de retorno: aciona
a luz de aviso (6) em caso de restrição excessiva
do filtro de retorno (13), indicando a
necessidade da troca do mesmo.

09B02-6 MF Série 200


Diagramas hidráulicos
5 - Sensor de temperatura: a informação emitida
por este sensor, evita que a luz de aviso (6)
acenda quando a temperatura do óleo
encontra-se abaixo de 50 ± 5 0C.
Nesta condição, o óleo apresenta maior
resistência ao fluxo, o que poderia resultar em
alarme de restrição falso.
6
Tão logo o óleo atinja a temperatura
especificada, ativa-se o sistema de alarme de
restrição.
6 - Luz de aviso de restrição do filtro de retorno.
7 - Unidade hidrostática da direção: incorpora a Fig. 4
válvula de alívio do sistema.
8 - Silenciador (somente tratores cabinados):
atenua ruídos resultantes da ressonância do 8
fluxo hidráulico.
9 - Radiador de óleo.
10 - Cilindro de direção.
11 - *Bomba do sistema de direção e TDPI.
12 - *Bomba do controle remoto.
*A posição das bombas varia, porém, como
regra geral, a bomba de corpo mais longo é do 15 4 5 13 12 11
controle remoto (maior vazão). Fig. 5

13 - Filtro de retorno do óleo da transmissão e


1
sistemas hidráulicos: 25 mícrons, com válvula
bypass de 3.0 bar. 2
14 - Filtro de sucção tipo tela, das bombas (11 e 12):
150 mícrons sem válvula bypass.
15 - Válvula PMV (somente tratores com TDPI):
mantém a pressão de funcionamento da
tomada de potência independente.
09
16 - Válvula de alívio do sistema de levante
hidráulico.
17 - Bomba ISYP (do levante hidráulico). Fig. 6
18 - Filtro de sucção tipo tela da bomba ISYP. 8
19 - Embreagem hidráulica da TDPI
20 - Cilindro hidráulico do sistema de levante.

Fig. 7

MF Série 200 09B02-7


Diagramas hidráulicos

E. Tratores com motor de 6 cilindros

1 2 3 4 5 6 7 8 9

MASSEY FERGUSON

T
P
P
P3
EF
T

10
2WD
4WD

P4

P1
19 18 17 16 15 14 P2 13 12 11
Fig. 1

Fig. 1: Com TDPI


Fig. 2: Com TDP (Dependente)

Pontos de teste de pressão


P1 - Sistema de direção: 145 a 150 bar.
09 P2 - Sistema de levante hidráulico a 3 pontos: 211 MASSEY FERGUSON

bar. P
T
P
EF
T

P3 - Sistema de controle remoto: 175 bar.


P4 - Tomada de Potência Independente: pressão
2WD
4WD

controlada pela válvula mantenedora (16): 17


bar.
Fig. 2
Identificação dos componentes
1 - Radiador de óleo. Nesta condição, o óleo apresenta maior
2 - Cilindro de direção resistência ao fluxo, o que poderia resultar em
3 - Sensor de restrição do filtro de pressão (18): alarme de restrição falso.
aciona a luz de aviso (6) em caso de restrição Tão logo o óleo atinja a temperatura
excessiva do filtro, indicando a necessidade da especificada, ativa-se o sistema de alarme de
troca do mesmo. restrição.
4 - Sensor de temperatura: a informação emitida
por este sensor, evita que a luz de aviso (6)
acenda quando a temperatura do óleo
encontra-se abaixo de 50 ± 5 0C.

09B02-8 MF Série 200


Diagramas hidráulicos
5 - Unidade hidrostática da direção: incorpora a 5a
válvula de alívio do sistema e também a válvula
prioritária (5a), que prioriza o fluxo de óleo para
5
a direção.

6 - Luz de aviso de restrição do filtro de pressão.

7 - Válvula de ativação do fluxo combinado: desvia


o fluxo da bomba ISYP, adicionando-o ao
sistema de controle remoto.

8 - Comando do controle remoto.

9 - Válvula de alívio do controle remoto.


Fig. 3
10 - Cilindro hidráulico do sistema de levante. 4
11 - Embreagem hidráulica da TDPI.

12 - Filtro de sucção tipo tela da bomba ISYP.

13 - Bomba ISYP (do levante hidráulico).

14 - Bomba do sistema de direção e TDPI

15 - Filtro de sucção tipo tela, da bomba (19): 150


mícrons sem válvula bypass.

16 - Válvula mantenedora de pressão da TDPI.


Fig. 4
17 - Válvula de alívio do sistema de levante
hidráulico.

18 - O filtro de pressão, de 15 μm absolutos, ou seja,


no mínimo 97% das partículas maiores de 15
μm são retidas em cada passagem, e não 3
permite limpeza.

19 - Bomba acionadora da direção e controle


remoto.
18 09
19

Fig. 5

Fig. 6

MF Série 200 09B02-9


Diagramas hidráulicos

F. Trator Canavieiro, versão Reversão Mecânica - RM

MASSEY FERGUS
ON
T
E
D P

2WD

4WD
P1
4 3
Fig. 1

Pontos de teste de pressão 4a


P1 - Sistema de direção: 145 a 150 bar.

Identificação dos componentes

09 1 - Unidade hidrostática da direção: incorpora a


válvula de alívio para o ajuste da pressão “P1”.
2 - Cilindro de direção.
3 - Bomba hidráulica da direção.
4 - Reservatório com filtro e respiro (4a).

4 3
Fig. 2

09B02-10 MF Série 200


Diagramas hidráulicos

F. Trator Canavieiro, versão Reversão Automática - RA

1 2 3 4

17 T
E MASSEY FERGUS
P ON
D
16
5

2WD

4WD
6

15 14 13 12 11 10 9 8 7
Fig. 1
1 - Alavanca seletora frente/ré/neutro, localizada no
lado esquerdo da coluna de direção.
OBS: para a troca de marchas (1 a à 4 a), é
necessário comprimir simultaneamente o botão
superior (3), interrompendo a alimentação
elétrica aos solenóides do comando de
reversão.
09
2 - Luz de aviso de superaquecimento do óleo do
sistema hidráulico de reversão e conversor de
torque.
3 - Botão interruptor: ao ser comprimido,
interrompe o fluxo de óleo para a embreagem 2
reversora, para as trocas de marchas no Fig. 2
câmbio.
"estolamento" do conversor, ou seja, quando a
4 - Filtro de pressão, com elemento filtrante de parte acionada pára. A multiplicação do torque
microfibra, substituível, realiza a filtragem fina se dá até a proporção de 2,87:1
do óleo, antes deste chegar à transmissão.
10 - Flange dianteiro do câmbio: possui galerias
5 - Radiador de óleo. internas que encaminham o óleo para o interior
6 - Cilindro hidráulico da direção. do eixo-piloto e, deste, para o conversor de
7 - Bomba hidráulica de engrenagens. torque.
8 - Filtro de sucção tipo tela. 11 - Válvula mantenedora da pressão interna do óleo
9 - Conversor de torque: a máxima multiplicação no conversor. Evita que ocorra a cavitação entre
de torque se dá quando é atingido o turbina, impelidor e estator do conversor.

MF Série 200 09B02-11


Diagramas hidráulicos
O retorno do óleo ocorre através de outra galeria
no interior do eixo-piloto, com acesso à árvore
principal do câmbio.
A válvula mantenedora localiza-se dentro da
árvore principal, sendo ajustada em 30 psi.
12 - Tambor de alojamento das embreagens
reversoras frente/ré. Aloja os 2 pacotes de
embreagem: o dianteiro para marchas a frente
e o traseiro para marchas a ré.
OBS: Para informações sobre todos os
1
componentes internos do câmbio Reversomatic,
inclusive o pacote de embreagens reversoras,
consulte o Módulo 05 (Caixas de câmbio). Fig. 4
13 - Flange de tomada do óleo: localiza-se no lado
direito da transmissão.
14 - Sensor de temperatura do óleo: quando a
temperatura do óleo se tornar excessiva, este
sensor aciona a luz de aviso (2) no painel de
instrumentos.
15 - Bloco de alojamento das válvulas controladoras
do fluxo de óleo para as embreagens reversoras
e conversor de torque. É dividido em 2
compartimentos distintos:
- O primeiro - válvula divisora, contém duas
válvulas que dividem o fluxo e controlam a 8 7
pressão, para as embreagens reversoras e para Fig. 5
o conversor de torque.
- O segundo - válvula direcional, do tipo carretel,
controla o fluxo de óleo às embreagens
reversoras (frente/ré) ou para o retorno, quando
o deslocamento do trator não está sendo
acionado.
16 - Solenóides de comando do carretel da válvula
09 direcional (controle frente e ré).
17 - Unidade hidrostática da direção: aloja também
a válvula de alívio do sistema. 4

Fig. 6

5 16 15

13

14
Fig. 3 Fig. 7

09B02-12 MF Série 200


Diagramas hidráulicos
1. Válvulas de controle Reversomatic B1 B2
Apresentação
Sobre a parte posterior do câmbio Reversomatic,
encontra-se um bloco de válvulas, que se divide em
2 partes, com as respectivas funções:
1
Bloco posterior (B1): válvula divisora
É um bloco com diversas galerias de distribuição
do óleo.
Aloja também 2 válvulas controladoras de pressão:
uma de 100 psi (para o conversor de torque) e outra
de 300 psi (para as embreagens reversoras). Fig. 8

Bloco frontal (B2): válvula direcional B2 B1


Operada por solenóides e centrada por molas,
comanda o acionamento Frente/Ré/Neutro, através
das 2 válvulas-solenóides (5 e 6).
Veja o circuito desta válvula na Fig. 10a.
2
Identificações
1 - Entrada de fluxo: proveniente do filtro de
pressão. Ver diagrama no início deste capítulo.
2 - Saída de fluxo para o conversor de torque.
3 - Conexão de entrada do fluxo ao câmbio, para 3
o conversor de torque.
Fig. 9
4 - 4a e 4b: Tubos condutores do fluxo para as
embreagens reversoras. B1
Há um terceiro tubo mais à frente (ver item 4c -
Fig. 1), que é responsável pela lubrificação das 5 6
buchas e outros componentes da árvore
superior do câmbio, ou seja, das embreagens.
Veja a identificação detalhada dos fluxos dentro
de cada bloco de válvula na seqüência.
5 - Solenóide esquerdo: aciona o deslocamento a B2 09
Ré.
6 - Solenóide direito: aciona o deslocamento a
Frente.

4a 4b

b a

Fig. 10a Fig. 10

MF Série 200 09B02-13


Diagramas hidráulicos

B1 9 4c 10 9 4c

A T

P B

LD
LE

1 7 4a 4b 4a 4b 2 8

1 8
Lado
Esquerdo 11 Lado
Direito

7 2

9 4c
Fig. 11

B2 B2

B1 B1
1 8

2 99
09 99
99
7
4c 4c
Fig. 12
Fluxo no interior da válvula divisora (B1) Pelas galerias e tubos (4a e 4b), o óleo é conduzido
às embreagens reversoras - Frente / Ré.
O fluxo entra pelo orifício (1), ao lado da válvula de
100 psi (7) - lado esquerdo, com vazão de 30 l/min. A galeria e tubo (4c), é encaminhado um pequeno
Esta galeria leva o óleo ao encontro da válvula de fluxo de óleo para a lubrificação das buchas e outros
300 psi (8) e para a válvula direcional, pelo orifício componentes da árvore das embreagens.
“P”. Na base dos 3 tubos, há uma tela de proteção (10),
A vazão de óleo (30 l/min) é dividida nesta válvula: que deve ser limpada em cada revisão ou reparo
7,5 l/min vão para a válvula direcional (B2), que do conjunto de válvulas.
comanda a reversão Frente/Ré) e os demais 22,5 l/ As galerias “A, B, P e T” comunicam-se com as
min vão para o conversor de torque, saíndo pela respectivas galerias da válvula direcional (B2) - Fig.
galeria (2) no lado direito. 13.
A galeria (9) permite o dreno da válvula de 100 psi.

09B02-14 MF Série 200


Diagramas hidráulicos

6 5

6a
5a

Lado esquerdo Lado direito


4a 4b
Fig. 13

Fluxo para a válvula direcional (B2) Válvula direcional (B2)


O óleo que entrou pelo orifício (1), sai pelo orifício 5 - Solenóide direito.
“P1”, de onde acessa a válvula direcional (B2) através 5a - Pino para atuação manual da válvula-solenóide
da galeria “P”. Quando o carretel da válvula direita.
direcional não está sendo acionado, o óleo fica 6 - Solenóide esquerdo.
retido, não podendo entrar na válvula direcional, ou 6a - Pino para atuação manual da válvula-solenóide
seja, não há fluxo pelas galerias “A e B”, para as esquerda.
embreagens.
- Se for acionado o solenóide esquerdo (6), o óleo
sai pelo orifício “A” da válvula direcional (B2) e
retorna à válvula direcional (B1) pela galeria “A1”,
de onde se dirige à uma das embreagens pela
galeria e tubo de transferência esquerdo (4a).
- Se for acionado o solenóide direito (5), o óleo B1
T1
sai pelo orifício “B” da válvula direcional e
retorna à válvula direcional pela galeria “B1”, de A1 P1
onde se dirige à outra embreagem pela galeria
e tubo de transferência direito (4b).
LE LD
- Quando um dos solenóides (5 ou 6) está sendo
acionado, o outro é ligado ao retorno à tanque
(galeria “T”), liberando os discos da
1
Fig. 14
7 4a 4b 4c 09
embreagem desacoplada.

B2 7 B1
Fluxo para o conversor de torque
O óleo entra pelo orifício (1) e vai ao encontro da
válvula de 300 psi (8 - Fig. 11). Quando o óleo atinge
uma pressão próxima a 300 psi, esta válvula abre,
liberando óleo para a galeria (11 - Fig. 11), onde a 2
pressão passa ser mantida em 100 psi pela válvula
(7 - Fig. 11).
Da galeria (11), o óleo sai do bloco de válvulas (B1)
pela galeria (2). Deste ponto, o óleo flui através do
tubo (12) na direita do câmbio para o interior do 3
conversor de torque, pela conexão (3). 12
A válvula de 100 psi controla a pressão do óleo Fig. 15
enviada ao conversor. A falta de pressão causa a
cavitação e o excesso pode danificá-lo.

MF Série 200 09B02-15


Diagramas hidráulicos
Da conexão (3), o óleo atinge o flange dianteiro (13) 12 13
do câmbio que o canaliza para o conversor e em
seguida, para a árvore intermediária da caixa.
No interior da árvore intermediária, há uma válvula
(14), que mantém a pressão interna de 30 psi.
B1

Lubrificação das embreagens e árvore


14
A galeria e tubo (4c), é encaminhado um pequeno
fluxo de óleo para a lubrificação das buchas e outros
componentes da árvore das embreagens.
Este fluxo é resultante do excesso liberado pela Fig. 17
válvula de 100 psi (7).
4a 4b

15
Fluxo de óleo no interior das embreagens Frente/
Ré e respectiva árvore
O fluxo de óleo mantido próximo de 300 psi pela
válvula (8), é encaminhado pelos tubos (4a e 4b) à
tampa (15), que forma uma câmara em torno da
extremidade da árvore (16) das embreagens.
A partir desta câmara, o óleo acessa diferentes
4c
galerias internas da árvore: uma para acionar a
Fig. 18
embreagem da Ré e outra para a embreagem de
deslocamento à Frente. 8
A separação das passagens dentro da câmara, é
proporcionada pelos anéis “Interlok” (17).
O desgaste destes anéis é a causa mais freqüente
de fuga de pressão nas embreagens, causando
baixo rendimento da transmissão, com a patinagem

09 dos discos de fricção (18).


19 - Bujão com filtro-tela.
7

20 - Válvula de fluxo único (anti-retorno).


21 - Válvula de orifício calibrado.
18

17
16

21 16 15
19 20
17

Fig. 16 Fig. 19

09B02-16 MF Série 200


Diagramas hidráulicos

G. Trator com câmbio SpeedShift - 18 x 6 velocidades

1 2 3 4

P3
MASSEY FERGUSON

5
P5
15
6
14
P1

13 12 11 10 9 8 7
Fig. 1

Pontos de teste de pressão


P1 - Sistema de direção: 145 a 150 bar.
P2 - Sistema de levante hidráulico a 3 pontos: não
representado na Fig. 1: 211 bar.
P3 - Sistema de controle remoto: 145 a 150 bar.
OBS 1: a pressão do controle remoto normalmente 15 09
será ligeiramente menor a pressão obtida no
teste “P1”, em função da perda de carga entre
os dois pontos.
OBS 2: a pressão de 170 bar indicada no comando
do controle remoto na Fig. 1, é o ajuste da válvula
de alívio, que neste caso, atua apenas como
Fig. 2
válvula de segurança adicional.
P5 - Sistemas auxiliares - válvula coletora (6), 2 - Botão seletor da Alta e Baixa do câmbio
incorpora a válvula mantenedora de pressão SpeedShift de 18x6 velocidades.
(22 a 24 bar), de acionamento da TDPI, da 3 - Solenóide acionador da “Baixa” do câmbio.
embreagem da tração 4x4 (9) e embreagens 4 - Comando do controle remoto: incorpora a
seletoras da Alta e Baixa (11). válvula de alívio do sistema.
5 - Acumulador.
Identificação de componentes 6 - Válvula coletora (Manifold).
1 - Unidade hidrostática de 5 vias: incorpora a 7 - Embreagem hidráulica da TDPI.
válvula de alívio do sistema.

MF Série 200 09B02-17


Diagramas hidráulicos
8 - Solenóide de acionamento da tração dianteira 6b 3 6 5
(somente versão 4x4).
9 - Embreagem de acionamento da tração 4x4.
10 - Filtro de sucção do óleo da transmissão e
sistemas hidráulicos.
11 - Embreagens do sistema SpeedShift (seleção
da “Baixa” do câmbio de 18x6 velocidades -
consulte o Módulo 5.
12 - Bomba acionadora dos sistemas auxiliares:
embreagem da TDPI (7), do SpeedShift (11) e
engate da tração 4x4 (9).
Fig. 3
13 - Bomba da direção e controle remoto: o fluxo é
3 6 5
controlado pela unidade hidrostática de 5 Vias
(1).
14 - Cilindro hidráulico da direção.
15 - Trocador de calor.

Itens da válvula coletora (6)


6a - Válvula mantenedora da pressão dos sistemas
auxiliares: TDPI, Tração 4x4 e acionamento da
Baixa do câmbio SpeedShift.
6a 6b
6b - Bujão do orifício de conexão do manômetro Fig. 4
para o teste hidráulico “P5”, dos sistemas
auxiliares.

09

12 13
Fig. 5

10

Fig. 6

09B02-18 MF Série 200


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação

Conteúdo

A. Introdução ........................................................................................................................... 2
1. Especificações gerais ..................................................................................................... 2
2. Identificação de componentes ....................................................................................... 2
B. Funcionamento do sistema hidráulico ISYP ...................................................................... 4
1. Principais posições da válvula de controle da bomba hidráulica ................................. 4
2. Sistema de articulações do controle de Profundidade ................................................. 4
3. Sistema de articulações do controle de Posição ......................................................... 6
C. Esquema dos fluxos hidráulicos do sistema ..................................................................... 8
1. Braços do levante hidráulico subindo ........................................................................... 8
2. Braços do levante hidráulico estáticos .......................................................................... 8

09

MF Série 200 09C01-1


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação

A. Introdução

Fig. 1

1. Especificações gerais Válvula de alívio (12) - pressão de ajuste


NOTA: Todos: 211 ± 7 bar (3000 ± 100 lbf/pol ²).
O sistema de levante Ferguson pode ser
dividido em classes de acordo com a
capacidade de levante: 2. Identificação de componentes
09 - 2.100 kgf: 1 cilindro interno (3), com diâmetro
1 - Bomba hidráulica ISYP - 4 cilindros de
de 85,7 mm.
bombeamento, opostos de 2 a 2.
- 2.500 kgf: 1 cilindro interno (3), com diâmetro
2 - Tubo de transferência.
de 93,66 mm.
3 - Cilindro de levante.
- 3.200 kgf: 1 cilindro interno (3), com diâmetro
4 - Mola-mestra.
de 93,66 mm + 2 cilindros externos auxiliares.
5 - Alavanca vertical
Mola-mestra (4) - Diâmetro da espiras 6 - Balancim de comando da válvula de controle
- Sistema de 2.100 kgf: 16,7 mm. ("carrinho").
- Sistema de 2.500 kgf: 18,34 mm. 7 - Alavanca de controle de Posição.
- Sistema de 3.200 kgf: 19,05 mm. 8 - Alavanca de controle de Profundidade.
9 - Tomada de pressão (fechada por bujão).
Mola-mestra (4) - Comprimento livre
10 - Válvula deslizante do Controle de reação
135,0 à 136,6 mm. ("régua retificada").
11 - Filtro metálico.
Mola-mestra (4) - Comprimento instalado
12 - Válvula de alívio.
132 a 134 mm.

09C01-2 MF Série 200


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação
Identificação esquemática

1 3 4 6 7 9

Sucção

Pressão

11

13
5

2
8 10 12

Fig. 2

1 - Alavanca externa do controle de reação (vista 8 - Balancim de comando da válvula de controle


lateral). da bomba hidráulica ("carrinho").
2 - Filtro metálico. 9 - Conjunto dos pistões duplos de bombeamento.
3 - Válvula deslizante da bomba hidráulica ("régua" 10 - Conjunto da válvula de controle da bomba
do controle de reação). hidráulica.
4 - Unidade de controle de reação da bomba
hidráulica (vista frontal).
11 - Conjunto do cabeçote lateral da bomba
hidráulica (contém as válvulas laterais de
09
5 - Válvula de fluxo único. admissão e descarga).
6 - Cilindro de levante. 12 - Conjunto do oscilador e da mola tensora da
7 - Alavanca vertical das articulações da tampa válvula de controle da bomba hidráulica.
hidráulica. 13 - Válvula de alívio.

MF Série 200 09C01-3


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação

B. Funcionamento do sistema A
hidráulico ISYP

1. Principais posições da válvula de controle


da bomba hidráulica

A) Posição de admissão: Braços do levante


hidráulico subindo.
B

B) Posição neutra da válvula: Braços de levante


totalmente estabilizados.

C
C) Posição de "Descarga rápida" da válvula: Braços
de levante descem rapidamente.

Fig. 3
A
2. Sistema de articulações do controle de
Profundidade
A) Abaixando o implemento: Válvula de controle
da bomba em posição de descarga.

09

Fig. 4

09C01-4 MF Série 200


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação
B) Sistema sustentando o implemento, depois que B
a Profundidade de trabalho foi alcançada: 3°
ponto em compensação e válvula de controle
da bomba na posição neutra.

Fig. 1
C) Levantando o implemento: 3° ponto em tensão C
e válvula de controle da bomba na posição de
admissão.

09

Fig. 1

MF Série 200 09C01-5


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação
3. Sistema de articulações do controle de A
Posição
A) Baixando o implemento: Válvula de controle da
bomba em posição de descarga

Fig. 1
B) Levantando o implemento: Válvula de controle B
da bomba na posição de admissão.

09

Fig. 1

09C01-6 MF Série 200


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação
C) Sistema em "Bombeamento Constante": Válvula C
de controle da bomba na posição de admissão
total.

Fig. 1
D) Sistema sustentando o implemento, depois que D
a altura de trabalho foi alcançada: Válvula de
controle da bomba na posição neutra.

09

Fig. 1

MF Série 200 09C01-7


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação

C. Esquema dos fluxos hidráulicos do sistema

1. Braços do levante hidráulico subindo

Fig. 1

2. Braços do levante hidráulico estáticos

09

Fig. 1

09C01-8 MF Série 200


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação
3. Braços do levante descendo lentamente - controle de reação na posição "Lenta"

Fig. 1
4. Braços do levante baixando rapidamente - controle de reação na posição "Rápida"

09

Fig. 1

MF Série 200 09C01-9


Sistema de Levante Hidráulico - Apresentação
5. Braços do levante na posição de levante máximo absoluto - situação de Bombeamento Constante
- válvula de alívio dispara.

Fig. 1

09

09C01-10 MF Série 200


Levante Hidráulico - Bomba ISYP

Conteúdo

A. Remoção e desmontagem ................................................................................................. 2


1. Desmontagem da régua de controle de reação, balancim e conjunto do filtro ........... 3
2. Desmontagem da válvula de alívio ................................................................................ 4
3. Desmontagem da válvula de controle ........................................................................... 5
4. Desmontagem da bomba .............................................................................................. 6
B. Inspeção dos componentes .............................................................................................. 8
C. Recondicionamento das sedes das válvulas de sucção e saída .................................... 9
D. Montagem da bomba ....................................................................................................... 10
E. Reinstalação da bomba na carcaça central .................................................................... 13
F. Ajuste da folga do excêntrico da alavanca de controle da bomba Isyp ........................ 14

09

MF Série 200 09D01-1


Levante Hidráulico - Bomba ISYP

A. Remoção e desmontagem

a) Abra o trator entre a carcaça central e a caixa


de câmbio ou espaçador (se equipado).
1
b) Remova a tampa de transferência (1), para que
o tubo de transferência desencaixe da bomba.

Fig. 2

c) Solte as buchas laterais (2) de fixação da bomba


e remova-as (uma de cada lado). Assim a
bomba fica livre para ser removida.

d) Remova a bomba pela frente da carcaça.


Fig. 3

09

Fig. 1

Fig. 4

09D01-2 MF Série 200


Levante Hidráulico - Bomba ISYP
1. Desmontagem da régua de controle de
reação, balancim e conjunto do filtro
Remova os componentes conforme a seqüência em
que são enumerados abaixo:

5
19 4

18
3
17

20 16
2
8
6
12
15
14

9 10 11 13
Fig. 1

1- Parafusos e arruelas. 13 - Presilha e parafuso de fixação do filtro.


2- Placa suporte. 14 - Mola e arruela.
3- Mola. 15 - Anel de vedação. 09
4- Bucha guia da régua de controle e arruela 16 - Filtro.
ondulada. 17 - Anel de vedação.
5 - Régua do controle de reação. 18 - Tubo guia.
6 - Conjunto assento, mola e esfera de reação. 19 - Anel de vedação.
7 - Arruela dentada de retenção a alavanca de 20 - Válvula de fluxo único.
controle.
8 - Alavanca de controle da bomba.
9 - Pino e roletes de retenção da alavanca de
controle.
10 - Parafusos de fixação da tampa e suporte do
filtro.
11 - Tampa e junta.
12 - Suporte do filtro.

MF Série 200 09D01-3


Levante Hidráulico - Bomba ISYP
2. Desmontagem da válvula de alívio
Para remover a válvula, gire-a no sentido anti-horário,
através do corpo sextavado.
A desmontagem desta válvula normalmente não se
justifica, já que em caso de desgaste ou danos, a
válvula deve ser substituída completamente.
OBS 1: ao remover a válvula, troque o anel "O" (1).
OBS 2: para ajuste da pressão (veja a Seção 09G01),
abra as travas (2a) e gire o tampão (2): no
sentido horário, aumenta-se a pressão e vice-
versa.

2a 2 1

Fig. 2

09 2a

Fig. 3

09D01-4 MF Série 200


Levante Hidráulico - Bomba ISYP
3. Desmontagem da válvula de controle
12
a) Remova as 4 porcas (11) que fixam a tampa
traseira (12) e remova-a juntamente com os
anéis "O" (13) que devem ser substituídos.
b) Remova o pino (14) do tubo oscilador (10).
c) Remova o clipe (15) de retenção da válvula.
d) Remova o conjunto da válvula de controle,
fazendo-a deslizar para fora.
e) Retire o anel-trava (1), segurando firme para que
a mola não salte.
f) Retire o colar (2), o assento (3) da mola, a mola
(4) e o assento (5) da outra extremidade da
mola.
g) Retire o anel-trava (6), o tubo guia (7) e a válvula
(8).
h) Se houver necessidade de substituir a bucha-
guia (16), remova-a com auxílio de uma
ferramenta apropriada. Observe a ordem
correta dos componentes: 16
- Bucha-guia (16).
- Arruela de reforço (17).
- Anéis "O" (18).
- Anel de Nylon (19).
- Espaçador (20).
- Arruela. Fig. 4

12
11

09
13
1
14
2
4

5 3

17 9

16

18 19 20 21 8 6 9 15 7 10

Fig. 5

MF Série 200 09D01-5


Levante Hidráulico - Bomba ISYP
4. Desmontagem da bomba

09

Fig. 6

09D01-6 MF Série 200


Levante Hidráulico - Bomba ISYP
a) Remova o eixo de excêntricos (41) juntamente
com o bloco de bronze (18).

b) Remova a biela (15) e o outro bloco de bronze


(14).

c) Remova o conjunto de quadrantes (17) e


cabeçotes de bombeamento e após, separe os
componentes entre si.

d) Fixe o cabeçote em uma morsa com mordentes


de alumínio e, com auxílio de ferramenta em 41 18
Fig. 8
"T", pressionando o bujão (12), remova o anel-
trava (13).

e) Após a retirada dos anéis-trava, remova os


bujões (12), os anéis de Teflon (11) e os de
borracha (10), a mola (9) da válvula de descarga
(8), a mola (7) e a válvula de admissão (6).

Fig. 9

13
12
30 21 2 61
11
10
9
5
8 31 09
7 3
6 18
16

26 17
15
7
14

27 17

Fig. 7 Fig. 10

MF Série 200 09D01-7


Levante Hidráulico - Bomba ISYP

B. Inspeção dos componentes

a) Verifique o eixo excêntrico (41) e os blocos de


bronze (14 e 18) quanto a trincas e riscos
profundos. 17
b) Verifique também o rolamento de agulhas (42):
O ideal é substitui-lo. Remova o rolamento de
agulhas destrutivamente.
Para a montagem do rolamento, utilize uma
ferramenta adequada.
c) Observe também as buchas de apoio (3 e 27):
Se apresentarem desgaste, substitua-as.
d) Balancim (48) da válvula de controle: Verifique
se os roletes (51) estão livres, se o mancal de
apoio do mesmo gira livre e se não há
desgastes na região de acoplamento com a 14
válvula de controle. Fig. 1
e) Válvula de controle e bucha-guia (44):
Desgastes, riscos profundos e engripamento,
determinam a substituição do conjunto da
válvula. Sempre que desmontar a válvula,
substitua o jogo de anéis de borracha e Teflon, 3
conforme já descrito anteriormente. 30
f) Faça um exame visual minucioso das válvulas
de admissão (6) e válvulas de saída (8) e
respectivos assentos.
Caso apresentem irregularidades, riscos ou 18
desgaste, faça o recondicionamento, utilizando
X 14
o jogo de fresas específicas FT5004 - conforme
descrito na seqüência.

Limite de desgaste de componentes


41
- Folga entre os blocos de bronze (14 e 18) e os
09 excêntricos - ou cames (X) da árvore (41): 0,05 27
à 0,20 mm.
- Folga entre a árvore (41) e as buchas (3 e 27): 17
0,05 à 0,1 mm R
- Folga entre os blocos de bronze (14 e 18) e os
quadrantes (17): 0,05 à 0,2 mm.
Se algum dos valores acima estipulados
estiverem fora substitua os blocos de bronze e
as buchas das tampas.
Fig. 2
NOTA:
Na montagem: os chanfros (R) devem
ficar voltados para

09D01-8 MF Série 200


Levante Hidráulico - Bomba ISYP

C. Recondicionamento das sedes das


A
válvulas de sucção e saída

A - Haste especial
É utilizada para operar (girar) as fresas
B
manualmente.
OBS: Antes de iniciar o fresamento, lubrifique as
sedes das válvulas de forma abundante, com óleo
SAE 90.
Do contrário, as ferramentas trepidarão durante o
trabalho, impedindo o perfeito acabamento.
C
B - Fresa de desbaste
É utilizada para remover as faces "vidradas" das
sedes. Remova somente a quantidade de material
necessária nas sedes.

C - Fresa de acabamento 12345678901234


12345678901234
D 12345678901234
12345678901234
É utilizada para corrigir o ângulo e retificar a faixa
12345678901234
12345678901234
de contato das sedes das válvulas. 12345678901234
12345678901234
12345678901234
12345678901234
12345678901234
D - Bucha auxiliar 12345678901234
12345678901234
Só deve ser utilizada como guia da fresa de 12345678901234
12345678901234
12345678901234
desbaste, quando a mesma não puder ser 12345678901234
12345678901234
introduzida no alojamento das válvulas em virtude 12345678901234
das rebarbas contidas na sede da válvula de Fig. 1
descarga. Estas arestas podem formar-se devida à
ação constante e intermitente da própria válvula de
descarga.
A fresa do desbaste de diâmetro menor, servirá para
remover as referidas rebarbas, guiada e escorada
pela bucha auxiliar. Após eliminadas as rebarbas,
remova a bucha e introduza a fresa até tocar na sede
e passe à girá-la em voltas completas, exercendo
pressão controlada e uniforme sobre a mesma. 09
OBS: o lado de diâmetro menor das fresas, deverá
ser utilizado para recondicionar as sedes das
válvulas de admissão e o lado de ø maior, para as
sedes das válvulas de descarga.
Fig. 2
8 6
As válvulas, tanto de sucção (6), quanto de recalque
(8), não permitem recondicionamento. Devem ser
substituídas toda vez que as sedes forem
recondicionadas.

IMPORTANTE:
Ao fresar as sedes, sempre verifique a
Profundidade das válvulas de descarga
(recalque), que não deve ultrapassar
34,80 mm. Se for maior que esta medida,
substitua ambos os cabeçotes laterais da
bomba. Fig. 3

MF Série 200 09D01-9


Levante Hidráulico - Bomba ISYP

D. Montagem da bomba

Para a montagem proceda na ordem descrita


abaixo, com as respectivas observações e fazendo
referência à vista explodida abaixo:

09

Fig. 1

09D01-10 MF Série 200


Levante Hidráulico - Bomba ISYP
a) Monte o conjunto da válvula de controle (K) na
tampa dianteira (26) da bomba. Veja o item A.3
sobre a ordem correta dos componentes.

b) Instale nas tampas dianteira e traseira da


bomba, anéis de borracha novos (21 e 22).

c) Instale os quadrantes bombeadores (17) nos


cabeçotes (5), com os rebaixos "R" voltados
para fora.

d) Instale a arruela de encosto (31) no corpo


traseiro (2).
K
e) Instale o conjunto de cabeçotes (5) e Fig. 2
quadrantes (17) na tampa traseira da bomba,
26
sobre os prisioneiros (30).

f) Instale o bloco de bronze estreito (18), no


quadrante do lado do corpo traseiro e, após,
instale o anel oscilador (15) com a haste voltada 2
para o lado da válvula de controle (36).

g) Instale o eixo excêntrico (41), bem lubrificado.


17
h) Instale o bloco de bronze largo (14), "R"
encaixando-o com cuidado no anel oscilador
(15).

i) Instale o conjunto da válvula de controle na 5


Fig. 3
bucha-guia (44), instalada na tampa traseira (2).
Monte e trave o pino de ligação (19) entre
válvula e anel oscilador.

OBS: Verifique o alinhamento da face do bloco


de bronze com o quadrante nos dois lados. Isto
evitará que se inverta as posições dos cubos
de bronze ou os lados do quadrante.

j) Instale a tampa dianteira (26) as 4 porcas (23 e


24) - as quais devem ser fixadas com um torque
09
de 4 kgf.m.

OBS: Quando for apertar as porcas das tampas,


gire o eixo da bomba, para certificar-se de que
não está prendendo. Y

k) Instale o conjunto do filtro - figura ao lado,


aplicando um torque de 2 kgf.m na porca (X).
As vedações deste conjunto também devem ser
novas.

X
Fig. 4

MF Série 200 09D01-11


Levante Hidráulico - Bomba ISYP

56 58

59
11,0 kgf.m

13
17
48
14
15
49
20
10
11 19
12
18

Fig. 5

l) Instale o suporte (59) da válvula de alívio (56) e


defletor de óleo. Aplique um torque de 2,8 kgf.m

09 na porca (58) do suporte.


m) Instale o conjunto do balancim (48), encaixando
corretamente o anel-trava (49).
n) Instale o conjunto regulador da reação do
sistema hidráulico: esfera (10) - mola (11) -
bujão (12) - régua retificada (13) - arruela
ondulada (14) - bucha (15) - placa (18) - mola
(17) - arruelas e parafusos de fixação (19 e 20).
Aplique um torque de 1,5 kgf.m.

09D01-12 MF Série 200


Levante Hidráulico - Bomba ISYP

E. Reinstalação da bomba na carcaça


central

a) Posicione a bomba no interior da carcaça.


OBS: assegure-se de que os componentes
relativos à TDP ou TDPI estão corretamente
montados.
Consulte o módulo 07.

Fig. 1

b) Importante: não esqueça de montar anéis “O”


(1) novos nos orifícios de fixação em ambos os 1
lados da carcaça central - Fig. 2.

Fig. 2

c) Monte os fixadores (2), instale e aperte as


respectivas porcas.

09

2
Fig. 3

MF Série 200 09D01-13


Levante Hidráulico - Bomba ISYP

F. Ajuste da folga do excêntrico da 3 1


alavanca de controle da bomba Isyp

Com o manípulo (4) do controle de reação em lenta


(tartaruga - totalmente para cima), introduza um
calibre de lâminas entre o excêntrico (1) e a régua
de controle (2); a folga encontrada deve ser de 0,1
mm. 2
Para corrigir, solte o parafuso (3) existente no lado
externo da tampa lateral direita e gire o excêntrico
(1), de modo a obter a folga.
O controle de reação, deve permanecer na posição
"Lenta" enquanto a regulagem é feita. Fig. 3

1
Fig. 1 Fig. 4
2 1
51~69
N.m

09 3

Fig. 2 Fig. 5
NOTA:
Ao montar a tampa lateral da carcaça
central:
- Aplique desengraxante Loctite 7070
em toda a superfície.
- Após, aplique um filete contínuo de
junta líquida Loctite 509 na superfí-
cie.
A não-observância destas recomenda-
ções causará a contaminação do óleo e
até o entupimento dos filtros.

09D01-14 MF Série 200


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno

Conteúdo

A. Remoção da tampa hidráulica ........................................................................................... 2


B. Desmontagem da tampa hidráulica ................................................................................... 4
1. Mola-mestra .................................................................................................................... 4
2. Suporte das alavancas de comando ............................................................................. 4
3. Eixo e braços superiores ................................................................................................ 6
4. Êmbolo (ou pistão) ......................................................................................................... 6
C. Inspeção dos componentes da tampa hidráulica ............................................................. 7
D. Montagem da tampa hidráulica ......................................................................................... 8
1. Conjunto da mola-mestra ............................................................................................... 8
2. Eixo e braços de levante ................................................................................................ 9
3. Articulações internas e cilindro de levante .................................................................... 9
4. Suporte, quadrantes e alavancas ................................................................................ 11
E. Reinstalação da tampa hidráulica no trator ..................................................................... 12
F. Instruções específicas à tratores Compactos ................................................................. 13
G. Remoção da tampa hidráulica em tratores cabinados ................................................... 14

09

MF Série 200 09E01-1


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno

A. Remoção da tampa hidráulica

OBS: procedimento válido para tratores Standard.


Para tratores Compactos e Cabinados, consulte os
últimos capítulos desta Seção. 3
a) Tratores com semi-plataforma (seat deck - 1):
- Sob a semi-plataforma (1), desconecte os
tirantes de comando (2), das alavancas 1
inferiores de controle.
- Remova alavancas e demais componentes que
impeçam a retirada da chapa (1).
- Remova a chapa (1) juntamente com o assento. 4
Os quadrantes (3) podem ser removidos em Fig. 2
conjunto ou separadamente.

b) Nos tratores (de 3 cilindros - Fig. 3), sem semi-


plataforma (1), remova o assento do operador.

c) Remova a chapa de proteção (4) - se equipado.

d) Remova as mangueiras dos cilindros


hidráulicos auxiliares externos (5): somente
sistemas com capacidade de 3.200 kgf.

9
e) Remova a viga "C" (6) e desconecte os braços Fig. 3
intermediários (7) junto aos braços superiores.
3

f) Remova todos os parafusos (9) na periferiada


tampa hidráulica, de fixação da mesma à
carcaça central.
OBS: solte os parafusos de forma alternada e

09 em etapas para evitar empenamento da tampa.

Fig. 4
7 2

Fig. 1 Fig. 5

09E01-2 MF Série 200


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno
IMPORTANTE:
Antes de remover a tampa hidráulica,
retire a tampa (10) juntamente com o
tubo de transferência (11), para evitar
danos ao tubo. 10

11

Fig. 6

g) Nos tratores sem Seat Deck (1 - Fig. 2), coloque B


a alavanca de Posição (A) em "Bombeamento
Constante" e a alavanca de Profundidade (B) A
totalmente para trás - Levantar.
Isto evita danos ao mecanismo interno de
controle da tampa hidráulica.

Fig. 7
h) Nos tratores com Seat deck, gire as alavancas B1 A1
inferiores (A1 e B1) totalmente no sentido anti-
horário (para trás) e trave-as com um arame.

09

Fig. 8

i) Instale o dispositivo de basculamento (12) da


tampa conforme mostrado ao lado.

j) Bascule a tampa para trás, de maneira que a


mesma fique com a abertura para cima,
possibilitando a manutenção descrita na
seqüência.

12
Fig. 9

MF Série 200 09E01-3


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno

B. Desmontagem da tampa FT5000


hidráulica

1. Mola-mestra
a) Remova o parafuso (13) de travamento da
porca de retenção (14) da mola (15).

b) Vire a coifa (16) para trás e com a ferramenta


FT5000 solte a porca (14).

c) Remova o pino elástico (17). 13 14 16


15 14 16 17
d) Remova o parafuso (18) do pivô (19),
concluindo a desmontagem deste conjunto.

19

21

18 20
Fig. 2
2. Suporte das alavancas de comando
a) Com a ferramenta especial FT5002, remova o 24 25 26
pino de retenção (22); após, retire o suporte (23)
das alavancas (tratores com ou sem Seat deck).

b) Destrave e remova as porcas de fixação (24)


da régua de controle (25) da bomba, e após
09 retire o mecanismo completo - figura abaixo.
OBS: instale travas nos pontos (C) para reter as
molas (26).

23

FT5002
26

22

C
Fig. 1 Fig. 3

09E01-4 MF Série 200


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno
c) Remova as porcas que fixam o cilindro (27) à 27
tampa e retire-o.

Fig. 4

d) Para remover a biela (28), retire o plugue Allen 30


(29) para liberar a mesma.

33

29 28 34
Fig. 5

e) Para remover os elos (30) e a agulha (31) da


mola-mestra, retire o plugue Allen externo (32).
30
Após, solte o plugue Allen de travamento (33) e
desloque o pino (34) para fora pela lateral da
tampa.

33
09

31

32

34 33
Fig. 6

MF Série 200 09E01-5


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno
3. Eixo e braços superiores 36
a) Destrave e remova o parafuso e a arruela de 35
fixação (35) em ambos os braços (36).

b) Remova os braços (36), utilizando um sacador


apropriado, se necessário. 38
37

40
c) O eixo (37) deve ser removido pelo lado oposto
em relação à arruela (38), juntamente com as
buchas (39).
Nessa operação o braço curvo (40) fica solto 41 42 39 29
no interior da tampa. Fig. 7

4. Êmbolo (ou pistão) 43

Remova o êmbolo (43) do interior do cilindro.


Se necessário, introduza ar comprimido no orifício
de entrada de óleo para a câmara de pressão.

ATENÇÃO!
Seja cauteloso, pois o excesso de
pressão projetará o pistão para fora com
extrema violência!
Fig. 8

09

09E01-6 MF Série 200


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno

C. Inspeção dos componentes da


tampa hidráulica

- Verifique o cilindro quanto à riscos profundos.

44
- Remover os anéis de reparo do êmbolo
destrutivamente.

43
- Limpe o êmbolo (43) e monte o anel "O" (44) na
canaleta.
Fig. 1

- Sobre o anel "O", monte o anel de Teflon (45).


Para isso, utilize uma ferramenta constituída de
um cone (D) e um empurrador de plástico (E).
Esta técnica permite montar o anel de Teflon E
(45) sem danificá-lo. Para facilitar, lubrifique o
êmbolo.

45
- Verifique as condições das buchas (39) do eixo
44
de levante (37). No caso de uma revisão geral,
troque-as. 43

44 45 D
- Verifique o comprimento livre da mola-mestra
(15), que deve estar entre 135,0 à 136,6 mm.
Se estiver menor que o mínimo especificado,
substitua a mola.
Veja especificações adicionais na Seção 09C01.
Trincas ou outros danos também determinam
a sua substituição.
09
- A coifa de borracha (16) deve ser substituída
toda vez que for aberto o conjunto.

Fig. 2

15 14 16 17 36
35

19

38
37

21 40

18 20 41 42 39 29
Fig. 4 Fig. 3

MF Série 200 09E01-7


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno

D. Montagem da tampa hidráulica 15 14 16 17

1. Conjunto da mola-mestra
Observe a ordem correta dos componentes na
figura. 19
Monte uma nova coifa de borracha (16) nova.
20
Antes de instalar a mola-mestra na carcaça da
tampa, faça o ajuste da mesma: 21
a) Com a mola-mestra (15) fixada na morsa, aperte
o parafuso de ajuste (18) - Fig. 2, até que a mola
fique com o comprimento “L” de 133 mm
18
(variação permitida de ±1 mm). Fig. 1

b) Instale um novo pino-trava (17) de travamento


do parafuso (18).

c) Ao montar a arruela (21), de encosto da mola-


mestra (15) no interior da tampa, certifique-se 18
de que o furo (F - Fig. 3) coincida com o furo da
tampa onde passa a agulha do controle de
Profundidade / Tração.

d) Com a chave FT5000, gire a porca (14) no


sentido horário, até eliminar a folga axial. 15
Faça uma marca de referência entre a porca e
a carcaça.

e) Após, continue girando a porca (14) até


reaparecer a folga. 14
Marque também este ponto e retorne a porca
(14) no sentido anti-horário o equivalente à
metade do giro dado na porca entre as duas
09 marcas feitas.
17

f) Aperte o plugue Allen (X) de travamento da


porca (14) na carcaça da tampa hidráulica.

Fig. 2
X

FT5000
21

F
14
Fig. 3a Fig. 3

09E01-8 MF Série 200


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno
2. Eixo e braços de levante 36
Coloque o braço curvo (40) e a arruela de encosto 35
(38) na tampa, e instale o eixo (37) introduzindo-o
pelo lado oposto à arruela (38).
Para montar buchas (39) novas, observe o seguinte:
- Aplique cola Loctite 271 na face externa; do 38
37
contrário, elas poderão girar no alojamento da
carcaça. 40
- Os rasgos das buchas necessariamente devem
ficar voltados para cima, na situação de tampa
montada na carcaça central.
41 42 39 29
OBS: Ao montar os braços superiores (36), Fig. 4
aperte primeiro o parafuso (35) do lado direito
(lado do quadrante). 36 41 42 38 40 39
Veja na Fig. 5 (tampa montada no trator e vista 35
de cima), detalhes de montagem do conjunto:
* Eixo (37): Estriado mais longo para o lado
esquerdo.
* Anéis "O" (42) + anéis (41): Veja desenho ao
lado.

NOTA:
A montagem do braço curvo (40) e dos Fig. 5
braços (36) sobre o eixo (37), é
determinada por uma estria mais larga,
para o correto posicionamento. 26

3. Articulações internas e cilindro de levante 30


a) Segure o conjunto da articulação (30) em seu
lugar e introduza o pino (34) pela abertura do
plugue (32) do lado direito da tampa. 09
b) Trave o eixo com o parafuso Allen (33) - Fig. 6.

c) Reinstale a biela do êmbolo no braço curvo (40),


fixando-o corretamente com o respectivo 29 40 28 33 34
parafuso Allen (29).
Não aperte este parafuso em demasia, de modo
à permitir a liberdade de movimentos laterais
da biela (28).

d) Reinstale o cilindro hidráulico encaixando


simultaneamente as guias das 2 molas (26) nos
respectivos furos da chapa lateral do cilindro.

e) Remova as travas (C) colocadas durante a


desmontagem, para reter as molas.

Fig. 6

MF Série 200 09E01-9


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno
f) Reinstale a régua de controle de reação, com
as articulações - Fig. 9.

Observe a montagem correta de todos os


componentes nas figuras abaixo: molas, régua,
eixos, tirantes e articulações, etc.

Fig. 9

43
Fig. 7 Fig. 10

43 29

09

Fig. 8 Fig. 1
11

09E01-10 MF Série 200


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno
4. Suporte, quadrantes e alavancas

ão
osiç
P

de
ida
nd
ofu
Pr

09

Fig. 12

a) Instale o suporte dos quadrantes e certifique- de Posição (12) e Profundidade (11), anel-trava
se de que as alavancas da régua vertical fiquem (31), bucha e pino de ligação (32 e 34), arruela
por cima dos roletes, com a tampa em posição (28) e demais componentes, conforme
desmontada sobre a bancada. ilustrado.
b) Instale o pino de travamento (43) do suporte
(29) dos quadrantes - Figs. 10 e 11. Montagem das alavancas e respectivos eixos
c) Veja na figura ao lado a posição dos diversos A montagem deve ser feita de tal modo que, estando
componentes do conjunto dos quadrantes (1 e as alavancas (11 e 12) alinhadas, o rolete acionador
13), suporte (29), vedadores (30, 36 e 42), eixo (37) da alavanca de Profundidade e o rolete
interno - controle de Profundidade (35), eixo acionador (41) da alavanca de Posição, fiquem
externo - controle de Posição (33), alavancas alinhados também e nunca defasados em 180°.

MF Série 200 09E01-11


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno

E. Reinstalação da tampa hidráulica


no trator

a) Coloque ambas as alavancas de controle


totalmente para trás (Levantar).

b) Passe um filete contínuo de junta líquida sobre


toda a extensão da face de assentamento e
vedação entre carcaças.

NOTAS:
5 9
- Antes de aplicar o adesivo junta lí-
Fig. 1
quida, aplique desengraxante Locti-
te 7070 em toda a superfície.
- Após, aplique um filete contínuo de
junta líquida Loctite 509 ao longo de
toda a superfície.
A não-observância destas recomenda-
ções causará a contaminação do óleo e
até o entupimento dos filtros.

c) Ao fechar a tampa, certifique-se de que a


alavanca vertical (5) fique atrás do balancim (9)
da bomba ISYP - Fig. 1.
Utilize também o dispositivo da Fig. 2 para o Fig. 2
fechamento da tampa.

d) Limpe a rosca dos parafusos, aplique cola


Loctite 277 e aperte-os com os seguintes
torques:
- Parafusos 7/16”: 90 - 110 Nm (66-81 lbpé) 7,0 kgf.m
- Parafusos 1/2": 160 - 180 Nm (118-132 lbpé)

09 e) Troque todos os anéis de vedação (10) da


tampa de transferência.

f) Observe as notas acima quanto ao uso de junta


líquida.
10

g) Instale a tampa de transferência no alojamento


e aperte os parafusos ao torque de 7 kgf.m.

Fig. 3

09E01-12 MF Série 200


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno

F. Instruções específicas à tratores 1


Compactos

Para remover a tampa hidráulica nestes tratores,


proceda da seguinte forma:
a) Remova o assento (1), retirando as 2 porcas
de fixação à carcaça central.

Fig. 2
2
b) Remova a parte traseira da cobertura plástica
(2). Para isso, retire os parafusos mostrados nos
detalhes, com as setas - Fig. 3.

c) Retire o manípulo do controle de reação (3) e


remova a chapa (4).

3
Fig. 3
4
d) Desconecte os tirantes (5) de controle do
sistema de levante a 3 pontos junto as
alavancas inferiores.

e) Retire os parafusos laterais de fixação e remova


a chapa transversal (6). 09

Fig. 4

6 5

Fig. 1 Fig. 5

MF Série 200 09E01-13


Levante Hidráulico - Tampa Superior e Cilindro Interno

G. Remoção da tampa hidráulica em


tratores cabinados

Para remover a tampa hidráulica, basicamente o


procedimento consiste de:
a) Lave o trator, em especial a parte da carcaça
central e tampa do sistema de levante 13
b) Calce as rodas traseiras e retire o capuz frontal.
12
Consulte a Seção 02D01.
c) Coloque as alavancas de marcha em neutro.
d) Solte os parafusos dos coxins frontais (1),
apenas o suficiente para permitir a inclinação
Fig. 1
da cabine para frente.
e) Retire os parafusos dos coxins traseiros (2).
f) Desconecte e remova o conjunto da válvula de
controle remoto (3). Ver Seção 09J01.
g) Desconecte os braços intermediários (4) e a
viga de controle (5)
g) Desconecte os controles: comando auxiliar de
Posição (6), tirantes (7) do sistema de levante,
1
controle de reação (8) e fluxo combinado (junto
a válvula de controle, na parte frontal da cacarça
central - 9).
No lado esquerdo: controle da TDP (10) e da
tração dianteira (11).
Fig. 2
h) Verifique a necessidade de desconectar outros
itens que impeçam a inclinação da cabine. 3
OBS: os controles por cabo, não precisam ser
desconectados, pois são flexíveis.
i) Levante a traseira da cabine em torno de 25
6
cm e calce-a em ambos os lados com cunhas
(12), apoiadas sobre as trombetas.

09 OBS: a remoção do capuz frontal é para evitar a


interferência da cabine com o mesmo.
j) Retire a tampa conforme descrito na Seção
09E01. Tome o cuidado adicional de levantar a
tampa o suficiente para não danificar a régua
5 4 2
de controle (13) e desloque a tampa para trás.
Fig. 3

11 10 9

8
Fig. 5 Fig. 4

09E01-14 MF Série 200


Levante Hidráulico - Cilindros Externos

Conteúdo

A. Identificação dos componentes ......................................................................................... 2


B. Manutenção dos cilindros .................................................................................................. 3
1. Desmontagem ................................................................................................................ 3
2. Análise dos componentes .............................................................................................. 3
3. Montagem ....................................................................................................................... 3

09

MF Série 200 09F01-1


Levante Hidráulico - Cilindros Externos

A. Identificação dos componentes

Os 2 cilindros hidráulicos externos, auxiliares, são


utilizados em tratores com capacidade de levante
de 3.200 kgf.

Fig. 1

1a

1 8
7

6
5

09 3 4

Fig. 2

1 - Mangueira.
2 - Cilindro (1 em cada lado).
3 - Haste / pistão.
4 - Camisa.
5 - Anéis-guia *.
6 - Gaxeta*.
7 - Raspador*.
8 - Anel de retenção*.
* Itens do jogo-reparo.

09F01-2 MF Série 200


Levante Hidráulico - Cilindros Externos

B. Manutenção dos cilindros

1. Desmontagem
a) Limpe os cilindros antes da desmontagem.
b) Prenda o cilindro na morsa, utilizando
mordentes de alumínio.
c) Remova o anel de retenção (8) do alojamento.
d) Puxe a haste (3) para fora, juntamente com os
demais componentes.
e) Prenda a haste na morsa, tomando cuidado
para não danificá-la. Utilize mordentes de
alumínio.
f) Remova da haste os anéis-guia (5) e a gaxeta
(6).

2. Análise dos componentes 1a


Verifique os componentes quanto a:
- Empenamento ou riscos na haste: se for o caso,
substitua a haste. Tentativas de recuperação
normalmente ocasionam problemas de
vedação e desgaste.
- Superfície interna da camisa: se estiver brilhosa,
faça um brunimento com lixa granulação 400 a
500. O brunimento só pode ser feito em caso
de não haver desgaste ou riscos na superfície.
Deve ser utilizado apenas para eliminar o brilho.
- Camisa amassada: se for o caso, Fig. 1
necessariamente deve ser substituída.
- Itens do jogo de reparo (5 - 6 - 7 - 8),
necessariamente precisam ser substituídos.

3. Montagem Montagens finais 09


Proceda na ordem inversa, observando o seguinte: Após a conclusão dos trabalhos de revisão e
a) Antes da montagem, faça uma limpeza rigorosa regulagens do sistema de levante, verifique se todos
em todas as peças. os parafusos estão apertados corretamente.
b) Instale corretamente todos os componentes do Certifique-se de que o funcionamento de todo
jogo de reparo (5 - 6 - 7 - 8). sistema está correto e todos os componentes
c) Lubrifique todas as peças internas para a montados.
montagem. Feito isso, monte os componentes referentes à viga
d) A conexão (ou cotovelo - 1a) deve ficar voltado "C", os braços intermediários e demais
para baixo. componentes.

MF Série 200 09F01-3


Levante Hidráulico - Cilindros Externos

Página deixada em branco intencionalmente

09

09F01-4 MF Série 200


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes

Conteúdo

A. Ajuste da válvula de alívio .................................................................................................. 2


B. Ajustes internos da tampa hidráulica ................................................................................ 4
1. Pré-posicionamento dos quadrantes (somente tratores com estribo, sem
semi-plataforma) ................................................................................................................. 4
2. Pré-posicionamento das alavancas de controle ........................................................... 4
3. Tabela de posicionamento das alavancas para os ajustes internos: ........................... 7
4. Ajuste da agulha do controle de Tração / Profundidade .............................................. 7
5. Ajuste do mecanismo de Tração / Profundidade .......................................................... 8
6. Ajuste do mecanismo do controle de Posição .............................................................. 9
7. Ajuste do controle de Reação (todos os tratores) ........................................................ 9
C. Ajustes externos da tampa hidráulica .............................................................................. 10
1. Operações preliminares (todos os tratores) ................................................................ 10
2. Ajuste da alavanca de Posição (interna) ..................................................................... 10
3. Regulagem da alavanca de profundidade (externa) ................................................... 11

09

MF Série 200 09G01-1


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes

A. Ajuste da válvula de alívio

a) Instale um peso de 380 a 450 kg nos braços de


levante inferiores ou acople um implemento.

Fig. 1

b) Remova a tampa lateral direita (1) da carcaça 4


central e abasteça a transmissão com óleo até
o nível atingir uma altura logo abaixo da abertura
(2).

1
Fig. 2
c) Instale um manômetro no bujão (3) da tampa
hidráulica. Use o adaptador FT5004.

d) Acione o motor e mantenha-o entre 800 e 1000


rpm. 3

e) Coloque a alavanca de Profundidade totalmente


09 para trás e com a alavanca de Posição, levante
e abaixe 3 a 5 vezes o hidráulico, para certificar-
se de que o sistema está isento de ar.

f) Coloque a alavanca de Posição em


"bombeamento constante": nesta situação, os
braços de levante estarão na posição máxima Fig. 3
e o manômetro indicará a pressão do sistema
ou, seja, de abertura da válvula de alívio (4).
Esta pressão deve ser de 211 ± 7 bar (3000 ±
100 lbs/pol²).

09G01-2 MF Série 200


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes
NOTA: 5 6
Durante a regulagem, não deixe a
alavanca de Posição em bombeamento
constante. Coloque-a nesta posição,
somente para o momento da leitura do
manômetro.

Ajuste da válvula de alívio (4)


a) Solte (desdobre) as travas (5) da tampa
perfurada (6).

b) Através dos furos da tampa, gire-a no sentido


Fig. 4
horário para aumentar a pressão e vice-versa.
5 6
c) Obtida a pressão correta, trave novamente a
tampa, refazendo a deformação nos 2 pontos.

Fig. 4a

NOTA: 7 8
A pressão de abertura da válvula pode
ser verificada também em bancada, com
um dispositivo como o ilustrado ao lado:
bomba manual (7) + manômetro (8).
Ao acionar a bomba manual (7), faça a
leitura da pressão de abertura da válvula
pelo manômetro (8).
4 09

Fig. 5

MF Série 200 09G01-3


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes

B. Ajustes internos da tampa


hidráulica
2
Ferramentas necessárias
Kit FT5001, para os ajustes internos da tampa
hidráulica.

1
1. Pré-posicionamento dos quadrantes 3
(somente tratores com estribo, sem semi-
plataforma)
4
a) Solte os parafusos (1 e 2).
Fig. 1
b) Desloque o quadrante interno (3) no centro dos
rasgos (R) e reaperte os parafusos externos (2).
c) Desloque o quadrante externo (4) da mesma
R
forma, ou seja, de modo que os parafusos (1)
fiquem no centro dos rasgos.
d) Reaperte os parafusos externos (1).

2. Pré-posicionamento das alavancas de


controle
NOTA:
Para cada ajuste interno descrito na Fig. 2
seqüência, as alavancas devem ser
giradas para uma posição específica,
mencionada em cada ajuste.
Adotamos a letra “P” para itens relativos
ao controle de Posição e “T” para itens
relativos ao controle de Tração /
Profundidade.

09 Tratores sem semi-plataforma - Fig. 3


O posicionamento é feito diretamente nas alavancas T1 T2 T
de controle (P e T) nos quadrantes:
P1 - Alavanca de Posição (P) em "Transporte".
P2 - Alavanca de Posição (P) em "Bombeamento
Constante": totalmente para trás, até o batente. P
N
OBS: esta posição só é utilizada nos Ajustes
Externos da tampa hidráulica.
T1 - Alavanca do controle de Profundidade (ou Transporte P1 P2
Tração T) na posição neutra: mova a alavanca
entre as marcas de Neutro (N).
T2 - Alavanca de Tração (T) na posição "levantar":
totalmente para trás, até o batente.
Fig. 3

09G01-4 MF Série 200


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes
Tratores Standard, com semi-plataforma e
cabinados - Fig. 4
Neste caso, o posicionamento é feito nas alavancas
t1 T
(P e T) inferiores:
p1
P1 - Alavanca de Posição (P) em "Transporte": alinhe P
o furo (p1) com o furo (F) e trave com um pino.
P2 - Alavanca de Posição (P) em "Bombeamento
Constante": gire-a totalmente no sentido anti-
horário (para trás), até o batente. F
OBS: esta posição só é utilizada nos Ajustes
Externos da tampa hidráulica.
T1 - Alavanca de Tração (T) na posição Neutra (ref.
Fig. 4
às marcas “N” do quadrante): alinhe o furo (t1)
com o furo (F) e trave com um pino.
T2 - Alavanca de Tração (T) na posição "Levantar":
gire-a totalmente no sentido anti-horário (para
trás), até o batente.
p2
Tratores Compactos atuais - Figs. 5, 6 e 7 p1
P1 - Alavanca de Posição (P) em "Transporte": P
a) Certifique-se de que o batente (p1) está
perfeitamente centralizado em relação ao
parafuso (p2). Para isso, utilize como referência T
o entalhe (p3).
b) Gire a alavanca (P) no sentido anti-horário, até
Fig. 5
encostar no batente (p1).
p1 P
P2 - Alavanca de Posição (P) em "Bombeamento
Constante":
a) Solte o parafuso (p2), de modo que o batente
(p1) deixe de cumprir sua função.
b) Gire a alavanca (P) totalmente no sentido anti-
horário (para trás), até ocorrer o fim-de-curso
p3
do mecanismo interno de controle.
OBS 1: esta posição só é utilizada nos Ajustes p2 09
Externos da tampa hidráulica.
OBS 2: após os Ajustes Externos da tampa, não
esqueça de fixar novamente o batente (p1) t2 t1 T
na posição centralizada, evitando que o Fig. 6
sistema opere em bombeamento constante.

T1 - Alavanca de Tração (T) na posição Neutra (ref.


t2
às marcas “N” do quadrante): gire a alavanca
(T) de modo que o furo (t1) fique alinhado com
o furo da chapa posicionadora (t2). Trave a
alavanca na posição com um pino de diâmetro p3 p1
adequado.

T2 - Alavanca de Tração (T) na posição "Levantar":


retire o pino de travamento utilizado na posição
“T1” e gire a alavanca (T) totalmente no sentido
anti-horário, até o batente.

Fig. 7

MF Série 200 09G01-5


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes
Tratores Compactos - séries antigas p2 p1
Estes tratores não possuem:
- O entalhe (p3) na chapa (p1).
- A chapa posicionadora (t2): esta função é
t1
desempenhada pela ferramenta (X), ilustrada T
na Fig. 10. A mesma pode ser confeccionada
no local.
As referências adotadas devem ser as seguintes:
P
P1 - Alavanca de Posição (P) em "Transporte":
a) Certifique-se de que o batente (p1) está
perfeitamente centralizado em relação ao Fig. 8
parafuso (p2). Para isso, meça o comprimento
do furo oblongo e faça uma marca na posição p1
central, equivalente ao entalhe (p3 - Fig. 6)
b) Com o batente (p1) fixado de forma
centralizada, gire a alavanca (P) no sentido anti-
horário, até encostar no batente. t1
P2 - Alavanca de Posição (P) em "Bombeamento T
Constante": X
a) Solte o parafuso (p2), de modo que o batente
(p1) deixe de cumprir sua função.
b) Gire a alavanca (P) totalmente no sentido anti-
horário (para trás), até ocorrer o fim-de-curso
do mecanismo interno de controle. Fig. 9
OBS 1: esta posição só é utilizada nos Ajustes
Externos da tampa hidráulica. 40.00
OBS 2: após os Ajustes Externos da tampa, não Ø6.00
esqueça de fixar novamente o batente (p1)
na posição centralizada, evitando que o
sistema opere em bombeamento constante.
T1 - Alavanca de Tração (T) na posição Neutra (ref.

09 a)
às marcas “N” do quadrante):
Certifique-se de que o batente (p1) está
Ø6.00
centralizado e fixado conforme recomendado
21.00
acima. X
b) Introduza a ferramenta (X) no furo (t1) da
alavanca (T) - Fig. 9.

c) Gire a alavanca (T) no sentido anti-horário até


dar batente na ferramenta (X). Mantenha-a
nesta posição durante todo o respectivo ajuste.
21.00
Ø16,00
T2 - Alavanca de Profundidade (ou Tração T) na
posição "Levantar": retire a ferramenta (X) e gire
a alavanca (T) totalmente no sentido anti-
horário, até o batente.
Ø6.00
21.00

Fig. 10

09G01-6 MF Série 200


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes
3. Tabela de posicionamento das alavancas para os ajustes internos:
Posições das alavancas:
Ajuste interno 1: da agulha do controle
de "Profundidade" P1 T1 T2
- Alavanca de Posição em "Transporte". X
- Alavanca de Profundidade em “Levantar” X
(giro total no sentido anti-horário).

Ajuste interno 2: do mecanismo do


controle de Profundidade
- Alavanca de Posição em “Transporte”. X
- Alavanca de Profundidade em “Neutro”. X

Ajuste interno 3: do mecanismo do


controle de POSIÇÃO
- Alavanca de Posição em "Transporte". X
- Alavanca de Profundidade em “Levantar” X
(giro total no sentido anti-horário).

OBS: posição “P2” (alavanca “P” em Bombeamento Constante) só é utilizada nos ajustes externos da tampa
hidráulica.

4. Ajuste da agulha do controle de Tração /


Profundidade
a) Com a tampa virada, posicione as alavancas
(P e T):
5,8 mm
- Alavanca de Posição (P): em “P1” (Transporte).
- Alavanca de Tração / Profundidade (T): em “T2”
(totalmente para trás).
c) Nesta condição, verifique a folga existente entre
a cabeça do parafuso (1) e a face da tampa
hidráulica.
09
Esta folga deve ser de 5,8 mm.
1
d) Para ajustar, gire o parafuso (1). Fig. 11
Obtido o ajuste, trave o parafuso com a
contraporca.

MF Série 200 09G01-7


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes
5. Ajuste do mecanismo de Tração /
Profundidade
a) Instale o kit FT5001 na tampa. FT5001
3
b) Solte a contraporca e o parafuso sextavado (2)
até o fim da rosca.
OBS: o ajuste e o travamento deste parafuso 2
será feito na próxima etapa.

c) Destrave e solte a porca (3) da chapa corrediça.

d) Posicione as alavancas (P e T): Fig. 12


- Alavanca de Posição (P): em “P1” (Transporte). 3 4 5
- Alavanca de Tração / Profundidade (T): em “T1”
(posição neutra).

e) Nesta condição, com uma chave de fenda,


ajuste a chapa corrediça (4), até que a alavanca
vertical (5) toque no topo da ferramenta (6)

f) Reaperte a porca (3), travando-a em seguida.

2
Fig. 13

3 4 5 6

09

2
Fig. 14

09G01-8 MF Série 200


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes
6. Ajuste do mecanismo do controle de
Posição
a) Posicione as alavancas (P e T): 5 6
- Alavanca de Posição (P): em “P1” (Transporte).
- Alavanca de Tração / Profundidade (T): em “T2”
(totalmente para trás).
7
b) Assegure-se de que o braço curvo (7) esteja
encostado no gabarito (8) da ferramenta
8
FT5001.

c) Ajuste o parafuso (2), até que a alavanca vertical


(5) toque no topo da ferramenta (6) e em 2
seguida aperte a respectiva contraporca.

Fig. 15

7. Ajuste do controle de Reação (todos os 2 1


tratores)
Este ajuste consiste em deixar uma folga de 0,1 mm
entre o excêntrico (1) e a alavanca de controle (2)
da bomba ISYP.
O ajuste deve ser feito com manípulo do controle
de reação na posição lenta (tartaruga - totalmente
para cima).
09
Consulte a Seção 09D01.

Fig. 16

MF Série 200 09G01-9


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes

C. Ajustes externos da tampa 2 1


hidráulica

1. Operações preliminares (todos os tratores)


a) Monte a tampa hidráulica na carcaça central.
3
Veja Seção 09E01.
b) Faça a regulagem da válvula de alívio - conforme
descrito na Seção 09G01.
c) Nos tratores Compactos, com semi-plataforma
e nos cabinados, conecte os tirantes (1), de
ligação entre as alavancas de controle inferior
(2) e as alavancas superiores de controle Fig. 2
(quadrantes).
OBS: instale e aperte provisoriamente as porcas
de regulagem (3).
d) Instale pesos de 380 a 420 Kg sobre o
hidráulico e deixe o motor entre 800 a 1000 rpm
durante os testes.

2. Ajuste da alavanca de Posição (interna)


a) Acione o motor e mova a alavanca de Tração
(T) totalmente para trás, em “T2” (levantar).
b) Mova a alavanca de Posição (P) em "P2”
(Bombeamento Constante).
c) Faça um traço (X) entre a tampa e o braço Fig. 3
superior direito - Fig. 4.
d) Retorne a alavanca (P) para "P1” (Transporte):
as 2 partes do traço (X) deverão se afastar em
cerca de 3,5 mm.
e) Para corrigir, solte as porcas (4) que fixam o
X
quadrante interno e gire o mesmo juntamente 3,5 mm
com a alavanca de Posição (P), de modo a obter
09 a distância correta entre as marcas (X).
OBS: em tratores sem semi-plataforma - Fig. 1,
solte os parafusos externos (5), para que as
porcas (4) possam ser soltas.

Fig. 4
T P

T1 T2
N
T

5 N

P
P1 P2
4
Fig. 1 Fig. 5

09G01-10 MF Série 200


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes
f) Obtido o ajuste, aperte as porcas (5), de fixação 5
do quadrante interno.
OBS 1 - Tratores com semi-plataforma - Figs. 6, 7 e
8: os ajustes externos podem ser feitos através
dos quadrantes (soltando as porcas 4 e 5) ou
através das porcas (3), na ligação dos tirantes
(1) com as alavancas inferiores (2):
- Porcas (3p): ajuste da alavanca de Posição.
- Porcas (3t): ajuste da alavanca de Tração /
Profundidade.
OBS 2 - Tratores Compactos - Figs. 9 e 10: os ajustes N
externos somente podem ser feitos através das Fig. 6
porcas (3p - Posição) e (3t - Tração).
Após o ajuste, fixe o batente (p1) de forma
centralizada em relação ao parafuso (p2),
usando como referência o entalhe (p3).

3. Regulagem da alavanca de Profundidade


(externa)
a) Deixe a alavanca de Posição (P) em "P1”
4
(Transporte) durante toda a regulagem.
b) Através da alavanca de Tração (T), estabilize
as barras inferiores na posição horizontal: nesta
condição, a alavanca de Tração (T) deve estar
Fig. 7
entre as duas marcas de neutro (N - Fig. 5) do
quadrante. 2 1
c) Se necessário:
- Segure a alavanca de Profundidade entre as Tração 3t
marcas (N).
- Gire o quadrante externo + alavanca (T) até o Posição
ponto exato em que as barras de levante 3p
estabilizem na horizontal.
- Mantendo o conjunto nesta posição, aperte as 09
porcas (5) de fixação do quadrante externo.
Para os tratores com semi-plataforma e tratores
Compactos, valem as observações 1 e 2 acima,
respectivamente.
Fig. 8
1 2

p1

p3

p2
3t
3p

Fig. 10 Fig. 9

MF Série 200 09G01-11


Levante Hidráulico - Testes e Ajustes

Página deixada em branco intencionalmente

09

09G01-12 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss

Conteúdo

A. Apresentação ...................................................................................................................... 2
1. Descrição geral ............................................................................................................... 2
2. Circuito da unidade - esterçamento das rodas com motor funcionando ..................... 3
3. Circuito da unidade - Esterçamento das rodas com motor parado (ação da bomba
dosadora) ............................................................................................................................ 4
4. Unidade hidrostática Danfoss OSPC - LS ..................................................................... 5
5. Circuito das unidades Danfoss ...................................................................................... 6
6. Identificação geral de componentes .............................................................................. 7
B. Recomendações especiais para o trabalho de revisão .................................................... 9
C. Desmontagem da unidade (ON e LS) ............................................................................. 10
1. Desmontagem da válvula de alívio (24) ....................................................................... 12
D. Inspeção dos componentes ............................................................................................. 14
E. Montagem da unidade ..................................................................................................... 15
1. Montagem da válvula de alívio (24), unidades OSPC ON .......................................... 19
2. Montagem da válvula de alívio tipo cartucho, unidades OSPC LS ............................. 19
3. Montagem das válvulas anti-choque duplas (26) - Somente unidades OSPC LS .... 20

09

MF Série 200 09H01-1


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss

A. Apresentação 8 - Ligação mecânica com o volante.


9 - Carretel.
1. Descrição geral 10 - Luva.

Os tratores MF utilizam um sistema de direção


hidrostática com válvula de centro aberto (tratores Os orifícios do carretel (9) se alinham com os furos
com 2 bombas hidráulicas) e centro fechado da luva (10), permitindo o fluxo de óleo da bomba
combinado com válvula prioritária sensível à carga através do centro da válvula rumo ao circuito de
(tratores com uma bomba hidráulica). Em ambas as retorno - no caso - controle remoto que vem na
versões, não há ligações mecânicas entre volante e seqüência.
rodas direcionais. As passagens de óleo ao cilindro de direção,
encontram-se bloqueados.
Tendo em vista que não há ligação mecânica entre No interior das galerias de saída esquerda e direita,
volante e as rodas, a unidade hidrostática atua como alojam-se válvulas anti-choque (2) e válvulas de fluxo
bomba no caso de falha na bomba da direção ou único ou anti-retorno (3). As válvulas anti-choque (2)
impossibilidade de partida no motor. protegem o sistema entre o cilindro e a unidade
hidrostática. As válvulas anti-retorno (3) permitem
Identificação dos componentes
então a compensação pela falta de óleo no outro
1 - Cilindro de direção. lado do sistema.
2 - Válvulas anti-choque.
3 - Válvulas anti-retorno. A - Dosagem: óleo estático.
4 - Válvula dosadora. B - Óleo sob pressão.
5 - Válvula de alívio. C - Direção: óleo estático.
6 - Válvula anti-retorno. D - Óleo em retorno.
7 - Válvula de retenção.

09

Fig. 1

09H01-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
2. Circuito da unidade - esterçamento das rodas com motor funcionando

Fig. 2

A - Duto de aspiração. No duto entre a galeria de admissão e a válvula


B - Duto de direção. carretel situada no interior da unidade, há uma válvula
C - Óleo em retorno. de alívio (5), cuja função é proteger a bomba e demais
D - Óleo em retorno. componentes de pressão excessiva. Isto acontece
por exemplo, ao atingir o batente de esterçamento

O movimento do volante faz com que a válvula


das rodas: a válvula de alívio "dispara" (abre),
deixando fluir o excesso direto ao retorno.
09
carretel se mova contra a mola de lâminas.
Além disso, há uma válvula de retenção (7) montada
Isto abre a galeria de pressão central fechada e
na linha de entrada proveniente da bomba. Esta
alinha as ranhuras do carretel com os orifícios da
válvula impede que picos de pressão induzida
luva, deixando passar óleo rumo a válvula dosadora.
retornem a bomba.
Ao girar mais o volante, continua se girando a válvula
dosadora, a luva e em conseqüência, esterçam-se
as rodas.
Simultaneamente a válvula dosadora mede o fluxo
de óleo e o retorna à válvula carretel e luva.
O óleo de retorno é dirigido mediante as ranhuras
do carretel, que estão alinhadas com os orifícios da
luva, para um dos lados do cilindro de direção.
O óleo que retorna do cilindro de direção é dirigido
ao retorno, através de ranhuras do carretel alinhadas
com orifícios da luva.

MF Série 200 09H01-3


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
3. Circuito da unidade - Esterçamento das rodas com motor parado (ação da bomba dosadora)

A
2
B
3
C
4
D
10
9

6
9
7

Fig. 3

A - Duto de aspiração. A bomba dosadora (4) cumprirá a partir deste


B - Duto de direção. momento, o papel de bomba acionadora da direção
C - Óleo em retorno. e o sistema funciona só com o óleo contido no
D - Óleo em retorno. interior dos componentes da unidade hidrostática e
cilindro.
Se a pressão da bomba não estiver disponível, por
09 danos na mesma ou impossibilidade de dar a partida
no motor, é importante que a direção continue
Desta forma se mantém o controle da direção a todo
momento.
funcionando por questões de segurança.
Por esta razão, há uma válvula de derivação (6)
dentro dos dutos de admissão (bomba) e retorno
na unidade hidrostática.
Quando a bomba hidráulica funciona normalmente,
a válvula de derivação (6) se mantém em seu assento
mediante ação da pressão do próprio óleo,
permitindo que o óleo flua ao interior da válvula
carretel (9 + 10).
Quando a pressão da bomba hidráulica diminui, o
óleo que volta do cilindro de direção, pode passar
através da válvula de derivação para o lado de
admissão da válvula carretel, permitindo que o óleo
passe de um lado a outro do cilindro de direção.

09H01-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
4. Unidade hidrostática Danfoss OSPC - LS
A diferença básica é a existência da válvula prioritária
sensível a carga (Load Sensing), que é responsável
pela distribuição do fluxo de óleo entre direção e
controle remoto, para os tratores em que a mesma
bomba é responsável pelo acionamento da direção
e do controle remoto.
A prioridade é sempre dada a direção - daí o nome
de "válvula prioritária".
Consulte a Seção 09I01.

Direção em neutro - Fig. 4. Fig. 4

Direção esterçada para a direita - Fig. 5.

Fig. 5

Critério de cores utilizado nos diagramas ao


lado - Fig. 6.

Óleo para a válvula prioritária

Óleo para a unidade hidrostática

09
Óleo na linha sensível à carga (Load
Sensing)

Óleo para a unidade dosadora

Óleo para o cilindro de direção

Óleo parado

Óleo para o controle remoto

Óleo em linha de retorno

Óleo em linha de sucção

Fig. 6

MF Série 200 09H01-5


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
5. Circuito das unidades Danfoss
- Fig. 7: unidade OSPC ON - centro aberto.

- Fig. 8: unidade OSPC LS - centro fechado.

- Fig. 9: unidade OSPC ON - 5 Vias - centro


aberto: tratores com 18 velocidades.

Legenda:
L- Left - cilindro lado esquerdo.
R- Right - cilindro lado direito.
P- Pump - bomba.
T- Tank - retorno a tanque.
LS - Duto de pilotagem da válvula "Load Sensing"
PB - 5a Via - vai ao Controle Remoto.
Nos tratores sem Controle Remoto, vai direto
à tanque (Compartimento da transmissão.
OBS: sobre as ligações hidráulicas com a
unidade, consulte a Seção 09B01.

Fig. 8

09

Fig. 7 Fig. 9

09H01-6 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
6. Identificação geral de componentes 15 - Kit de engrenagem.
16 - Anel "O".
1 - Anel vedador externo.
17 - Tampa traseira.
2 - Carcaça, carretel e luva.
18 - Arruelas.
3 - Esfera de ø 8,5 mm (válvula de retenção).
20 - Parafuso especial.
4 - Bucha roscada da válvula de retenção.
21 - Parafusos normais.
5 - Anel vedador interno (anel "O").
24 - Válvula de alívio completa.
7 - Rolamento axial de agulhas.
26 - Válvulas anti-choque completas (Somente
8 - Anel de retenção das molas (12).
unidade LS).
9 - Pino localizador do carretel dentro da luva.
11 - Eixo cardan.
12 - Kit de molas de centralização do carretel dentro
da luva.
13 - Anel "O".
14 - Placa distribuidora.

2a
2x OSPC - ON
24
5

2d 7

8
2b
3 9
4 2c

13
12
14

11
17 09
15 21

16

18
20
Fig. 10

- Fig. 10: unidade OSPC - ON, 4 e 5 vias


A 5 a via (saída para o controle remoto), é
desempenhada pela galeria 2x).
- Fig. 11: unidade OSPC - LS

MF Série 200 09H01-7


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss

26

1 2a

24 5
7

8
2y
3 2b
4 9
2c

13
12
14
11

17
15
21
16
20
18
Fig. 11
2y - Duto de pilotagem da válvula Load Sensing. 2c 11

Identificação dos componentes com válvula em


corte
25 - Coluna de direção.

09

2b 15
Fig. 12

25 12 2a 3 2b 2c 11 20 15

Fig. 13

09H01-8 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss

B. Recomendações especiais para o


trabalho de revisão

- Faça o trabalho de maneira bem organizada e


limpa, sobre uma bancada de dimensões
adequadas.
- Se tiver que interromper o trabalho, cuide para
deixar as peças bem organizadas, limpas e
protegidas da poeira e umidade.
Impeça que outras pessoas inadvertidamente
mexam nas peças removidas, pois isto poderá
trazer problemas na hora da montagem.
- Para a montagem, após a perfeita limpeza e
secagem dos componentes, aplique uma leve
camada de óleo em todos os componentes
internos.
- Jamais bata com martelo metálico sobre uma
superfície usinada de precisão. Isto poderá
impedir a montagem destes componentes, que
são de alta precisão.

- Limpeza
Limpe todas as peças cuidadosamente em
querosene.

- Lubrificação
Antes da montagem, lubrifique todas as peças
com óleo de transmissão.

Ferramentas recomendadas para os trabalhos


de reparação da unidade
- Bancada com morsa.
09
- Chave tipo soquete de 13 mm.
- Chave de fenda de 12 mm.
- Chaves Allen de 4, 6, 8 e 12 mm.
- Pinça pequena.
- Torquímetro de 0 à 10 kgf.m.
- Soquetes hexagonais de 6, 8 e 12 mm.
- Chave estrela de 13 mm.
- Martelo de borracha.

MF Série 200 09H01-9


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss

C. Desmontagem da unidade (ON e 17


LS)

a) Desmonte a coluna de direção da unidade e


faça uma limpeza rigorosa na mesma.
Para facilitar o trabalho, fixe a unidade de 20
direção numa morsa, utilizando mordentes de
alumínio.
b) Faça uma marca de referência (indicadas com
seta), para alinhamento dos componentes da
parte traseira da unidade, para montagem na
mesma posição.
c) Solte os parafusos da tampa traseira - 6 normais Fig. 1
(21) e um especial (20). Observe a posição de 16
montagem do mesmo.

d) Remova a tampa traseira (17) deslocando-a


para o lado.

e) Retire o Kit de engrenagens (15). 15

f) Remova o eixo Cardan (11).


11
g) Remova a placa distribuidora (14), puxando-a
14
para o lado. Fig. 2

h) Remova e descarte os anéis "O" (13 e 16).

13
4
i) Desaparafuse a bucha roscada (4) que fica
acima da válvula de retenção (esfera 3).

09

Fig. 3

j) Vire a unidade para retirar a esfera (3) da válvula


de retenção.

3 4
Fig. 4

09H01-10 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
k) Tome o cuidado de manter o pino localizador
(9) do eixo cardan (11), que fica dentro da luva
(2c) e do carretel (2b), na posição horizontal.
Esse pino pode ser visto pelo lado aberto do
carretel.
Empurre o "pescoço" do carretel para dentro da
válvula fazendo com que o conjunto luva, anel,
pista do rolamento e o rolamento de agulha,
sejam empurrados para fora da carcaça.
2c
OBS: Desloque o conjunto com suavidade para
evitar que tranque devida a sua extrema precisão.

Fig. 5
8
l) Retire o anel de retenção (8).

Fig. 6

m) Remova as pistas + rolamento de agulha (7) da


luva e do carretel.
OBS: A pista externa do rolamento (fina) as vezes
fica na carcaça; se for o caso, remova-a 7
manualmente.

09

Fig. 7

n) Empurre o pino localizador (9) do eixo para fora.


Pode-se utilizar o parafuso especial (20) da
tampa traseira para isso. 20
7

Fig. 8

MF Série 200 09H01-11


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
o) Observe as marcas de referência (X) existentes X
entre o carretel (2b) e a luva (2c), antes das
molas de centragem serem removidas.

Fig. 9
2c
p) Empurre cuidadosamente o carretel (2b) para
fora da luva (2c).

q) Pressione as molas de centragem (12) para fora


de suas fendas no carretel.

r) Remova o retentor externo (1) e o anel "O" (5), 2b 12


caso este não tenha saído junto com o carretel Fig. 10
e a luva. 1

1. Desmontagem da válvula de alívio (24)


Unidade OSPC - ON
Remova os componentes na ordem:
- Plugue (A) - use uma chave Allen de 8 mm.
09 - Arruela de vedação (B).
OBS: antes de remover o parafuso de ajuste de
pressão (C), meça a profundidade, da face
superior do mesmo até a face usinada da
carcaça. Isso permite manter o ajuste da pressão
na montagem de forma aproximada, porém, não Fig. 11
dispensa a necessidade de fazer o teste de 2a
pressão após a montagem.
- Retire o parafuso de ajuste (C) - use uma chave
OSPC - ON
Allen de 8 mm.
- Mola (D). A
B
- Pistão (E). C
OBS: a sede (F) da válvula é colada à carcaça D
(2a) e não pode ser removida. E

Unidade OSPC - LS F
A válvula neste caso é do tipo inteiriça e não permite
24
desmontagem, apenas troca completa.
Fig. 12

09H01-12 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
Válvulas anti-choque (26) 26
a) Remova o bujão (A) e o vedador (B). A
B
C
NOTA: D
Antes de remover o parafuso de ajuste E
F
(C), meça a distância da face superior
do mesmo até a face usinada da carcaça.
Na montagem, essa distância deve ser
rigorosamente mantida.

b) Retire o parafuso de ajuste (C) e vire a unidade


24
para a saída da mola (D), do assento (E) e da
Fig. 13
esfera (F).

09

MF Série 200 09H01-13


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss

D. Inspeção dos componentes

26

1 2a

24 5
7

8
2y
3 2b
4 9
2c

13
12
14
11

17
15
21
16
20
18
Fig. 1

- Dê especial atenção ao conjunto da luva (2c) e Ao revisar a unidade, é obrigatória a substituição


carretel (2b): não devem apresentar sinais de dos seguintes componentes, integrantes do kit de
desgaste ou riscos. reparo (26):
- Em seguida, verifique as molas de centragem - Vedador externo (1).
(12): não devem apresentar sinais de - Vedador interno (5).
09 -
deformação ou fissuras.
Conjunto gerotor - itens (15) e placa (14).
- Anéis "O" (13 e 16).
- Anel dos plugues da válvula de alívio (25) e das
- Cardan (11), em especial nas estrias de válvulas anti-choque (26*).
acoplamento com o rotor (15).
- Esferas das válvulas (3 e 26*).
*Somente unidade LS.

09H01-14 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss

E. Montagem da unidade 12

Montagem do conjunto carretel + luva


a) Coloque as duas molas de centragem planas
na fenda. Após, coloque as molas curvas entre
as planas e empurre-as para a posição - veja o
esquema de montagem ao lado.
2 planas opostas, cinza,
4 curvas opostas, cinza.

b) Alinhe o kit de molas manualmente.


Fig. 1
X
c) Introduza o carretel na luva. Certifique-se de que
o carretel e a luva estejam corretamente
posicionados um em relação ao outro - marcas
(X) alinhadas.
Monte o carretel e a luva, certificando-se de que
as marcas estejam coincidentes.

Fig. 2

d) Pressione as molas de centragem (12) uma


12
contra a outra e empurre-as para dentro da luva
(2c).
Pode-se utilizar uma ferramenta em forma de
tubo para facilitar o procedimento.

09

2c
Fig. 3

e) Alinhe, as molas (12) e centralize-as utilizando


2 chaves - figura ao lado.

12
Fig. 4

MF Série 200 09H01-15


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
f) Introduza o anel (8) sobre a luva (2b). 8 2b
OBS: o anel (8) deve poder girar livre sobre as
molas (12).

g) Monte o pino localizador (9) do eixo no carretel/


luva - Fig. 7.
12

h) Encaixe as pistas de rolamento (7a e 7c) e o


rolamento de agulhas (7b).
7a - Pista externa do rolamento.
7b - Rolamento de agulha.
Fig. 6
7c - Pista interna do rolamento.
OBS: o chanfro *Y) no interior na pista de
rolamento interna deve ficar de frente para o
carretel.
7a 7b 7c 2b 2c
2b - Carretel.
2c - Luva.

i) Lubrifique o vedador interno (5) com vaselina e


coloque-o sobre a ferramenta especial (F).

j) Introduza a ferramenta no alojamento e 9


empurre-a até o final, para o completo encaixe
do vedador (5).
Fig. 7

F 5

09

Fig. 5 Fig. 8

09H01-16 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
i) Com um leve movimento giratório, introduza o
carretel e a luva no furo da unidade.

NOTA:
Encaixe o conjunto do carretel,
segurando o pino localizador do eixo na
posição horizontal para evitar que este
se atravesse, trancando a passagem.

j) Vire a unidade hidrostática, para que fique na


posição vertical novamente.

Fig. 9
k) Coloque a esfera (3) de 8,5 mm da válvula de
retenção no respectivo orifício.

Fig. 10

l) Monte a bucha roscada (4).


OBS: a superfície da bucha deve ficar logo
abaixo da superfície da carcaça. 4

09

Fig. 11
m) Lubrifique o anel "O" (13) com óleo mineral e
11 14
posicione a placa distribuidora (14) de modo
que os furos de passagem fiquem alinhados F
com os furos da carcaça.

n) Introduza o eixo cardan (11) no alojamento, de


modo que a fenda (F) fique paralela ao flange
de conexão - Fig. 12.
Cuide para que ele seja mantido nesta posição.

Fig. 12

MF Série 200 09H01-17


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
o) Lubrifique os dois anéis "O" (16) com óleo 15
mineral e coloque-os nos dois sulcos do aro da
engrenagem (15).
Encaixe a engrenagem + aro (15) no eixo
cardan (11).

16

11
Fig. 13
IMPORTANTE:
Encaixe a engrenagem (rotor - 15) e o
eixo cardan de modo que uma parte
côncava do rotor (reentrância) fique 11
alinhada com a fenda do eixo (11),
conforme mostra o esquema ao lado.
Gire o aro da engrenagem de forma que
os sete furos de passagem fiquem 15
alinhados com os furos da carcaça.

p) Recoloque a tampa traseira (17).

Fig. 14
q) Encaixe o parafuso especial (20) na arruela e
coloque-o no furo mostrado.

r) Encaixe os demais 6 parafusos (21) nas arruelas


21
e introduza-os.
Faça o aperto cruzado e em etapas de todos
os parafusos ao torque de 2.4 à 3,6 kgf.m. 20
09

Fig. 15
s) Monte o anel retentor externo (1) na carcaça, 1
usando uma ferramenta adequada, de modo a
não deformá-lo. Desloque-o de forma alinhada
até dar batente.
OBS: o anel retentor externo deve ser colocado
somente após a válvula de alívio ter sido
montada.

t) Tape os furos de conexão da unidade, para


evitar a entrada de impurezas.

Fig. 16

09H01-18 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
1. Montagem da válvula de alívio (24), 2a
unidades OSPC ON
a) Encaixe o pistão (E).

b) Encaixe a mola (D). A


B
c) Monte o parafuso de regulagem da pressão (C) C
com uma chave Allen. D
Importante: gire o parafuso de regulagem (B) E
até a profundidade medida e anotada antes da
desmontagem. Isso proporciona a aproximação F
da regulagem de pressão.
24
d) Faça o ajuste de pressão em uma bancada ou Fig. 17
no trator. Veja a Seção 09M01.

e) Monte o plugue (A) com o vedador (B) na


carcaça, usando uma chave Allen de 8 mm.
Aplique o torque de 4 à 6 kgf.m.

2. Montagem da válvula de alívio tipo


cartucho, unidades OSPC LS
a) Coloque o anel de vedação (D) no cartucho (C)
e monte o cartucho na carcaça (2a), usando 2a
uma chave Allen de 12 mm.
O torque de aperto é de 4 à 6 kgf.m.

b) Faça o teste de pressão em uma bancada ou


A
no trator. B
O cartucho é ajustado na fábrica para a pressão C
de trabalho e não permite alteração. Se a D
pressão estiver incorreta, examine a causa e
Fig. 18
09
substitua o que for necessário.
Se for o caso, substitua a válvula de alívio (24)
completa.
Utilize uma chave Allen de 4 mm.

c) Instale o plugue (A) com o anel de vedação (B)


novo na carcaça, usando uma chave Allen de 8
mm.
Torque de aperto: 4 a 6 kgf.m.

MF Série 200 09H01-19


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Danfoss
3. Montagem das válvulas anti-choque duplas
(26) - Somente unidades OSPC LS A
B
a) Introduza os componentes na ordem: C
- Esfera (F). D
E
- Assento de válvula (E): observe o lado de F
montagem na figura.
- Mola (D).
- Parafusos de ajuste da pressão (C): use chave
Allen de 6 mm.
Importante: gire o parafuso de regulagem (C)
até a profundidade medida e anotada antes da
desmontagem (da face superior do parafuso até Fig. 19
a face usinada da carcaça). Isso proporciona a
aproximação da regulagem de pressão.

b) Proceda da mesma forma com a outra válvula.

c) Faça o ajuste de pressão em uma bancada de


testes hidráulicos.

d) Parafuse os plugues (A) com os respectivos


anéis vedadores (B) em cada uma das 2
válvulas anti-choque e aperte-os com um torque
de 3 kgf.m, usando uma chave Allen de 6 mm.

09

09H01-20 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene

Conteúdo

A. Apresentação ...................................................................................................................... 2
1. Descrição geral ............................................................................................................... 2
2. Circuito da unidade - esterçamento das rodas com motor funcionando ..................... 3
3. Circuito da unidade - esterçamento das rodas com motor parado (ação da
bomba dosadora) ............................................................................................................... 4
4. Unidade hidrostática STA - LS ....................................................................................... 5
5. Circuito hidráulico das unidades .................................................................................... 6
6. Identificação geral de componentes .............................................................................. 7
B. Recomendações especiais para o trabalho de revisão .................................................... 9
C. Desmontagem da unidade (ON e LS) ............................................................................. 10
1. Remoção de itens específicos a unidade LS ............................................................... 15
D. Inspeção dos componentes ............................................................................................. 17
E. Montagem da unidade ..................................................................................................... 18
1. Montagem da válvula de alívio, unidades STY - ON e STA - LS ................................. 22
2. Montagem das válvulas anti-choque duplas - Somente unidades STY LS ................ 23

09

MF Série 200 09H02-1


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene

A. Apresentação 8 - Ligação mecânica com o volante.


9 - Carretel.
1. Descrição geral 10 - Luva.

Os tratores MF utilizam um sistema de direção


hidrostática com válvula de centro aberto (tratores Os orifícios do carretel (9) se alinham com os furos
com 2 bombas hidráulicas) e centro fechado da luva (10), permitindo o fluxo de óleo da bomba
combinado com válvula prioritária sensível à carga através do centro da válvula rumo ao circuito de
(tratores com uma bomba hidráulica). Em ambas as retorno - no caso - controle remoto que vem na
versões, não há ligações mecânicas entre volante e seqüência.
rodas direcionais. As passagens de óleo ao cilindro de direção,
encontram-se bloqueados.
Tendo em vista que não há ligação mecânica entre No interior das galerias de saída esquerda e direita,
volante e as rodas, a unidade hidrostática atua como alojam-se válvulas anti-choque (2) e válvulas de fluxo
bomba no caso de falha na bomba da direção ou único ou anti-retorno (3). As válvulas anti-choque (2)
impossibilidade de partida no motor. protegem o sistema entre o cilindro e a unidade
hidrostática. As válvulas anti-retorno (3) permitem
Identificação dos componentes
então a compensação pela falta de óleo no outro
1 - Cilindro de direção. lado do sistema.
2 - Válvulas anti-choque.
3 - Válvulas anti-retorno. A - Dosagem: óleo estático.
4 - Válvula dosadora. B - Óleo sob pressão.
5 - Válvula de alívio. C - Direção: óleo estático.
6 - Válvula anti-retorno. D - Óleo em retorno.
7 - Válvula de retenção.

09

Fig. 1

09H02-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
2. Circuito da unidade - esterçamento das rodas com motor funcionando

Fig. 2

A - Duto de aspiração. No duto entre a galeria de admissão e a válvula


B - Duto de direção. carretel situada no interior da unidade, há uma válvula
C - Óleo em retorno. de alívio (5), cuja função é proteger a bomba e demais
D - Óleo em retorno. componentes de pressão excessiva. Isto acontece
por exemplo, ao atingir o batente de esterçamento

O movimento do volante faz com que a válvula


das rodas: a válvula de alívio "dispara" (abre),
deixando fluir o excesso direto ao retorno.
09
carretel se mova contra a mola de lâminas.
Além disso, há uma válvula de retenção (7) montada
Isto abre a galeria de pressão central fechada e
na linha de entrada proveniente da bomba. Esta
alinha as ranhuras do carretel com os orifícios da
válvula impede que picos de pressão induzida
luva, deixando passar óleo rumo a válvula dosadora.
retornem a bomba.
Ao girar mais o volante, continua se girando a válvula
dosadora, a luva e em conseqüência, esterçam-se
as rodas.
Simultaneamente a válvula dosadora mede o fluxo
de óleo e o retorna à válvula carretel e luva.
O óleo de retorno é dirigido mediante as ranhuras
do carretel, que estão alinhadas com os orifícios da
luva, para um dos lados do cilindro de direção.
O óleo que retorna do cilindro de direção é dirigido
ao retorno, através de ranhuras do carretel alinhadas
com orifícios da luva.

MF Série 200 09H02-3


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
3. Circuito da unidade - esterçamento das rodas com motor parado (ação da bomba dosadora)

A
2
B
3
C
4
D
10
9

6
9
7

Fig. 3

A - Duto de aspiração. A bomba dosadora (4) cumprirá a partir deste


B - Duto de direção. momento, o papel de bomba acionadora da direção
C - Óleo em retorno. e o sistema funciona só com o óleo contido no
D - Óleo em retorno. interior dos componentes da unidade hidrostática e
cilindro.
Se a pressão da bomba não estiver disponível, por
09 danos na mesma ou impossibilidade de dar a partida
no motor, é importante que a direção continue
Desta forma se mantém o controle da direção a todo
momento.
funcionando por questões de segurança.
Por esta razão, há uma válvula de derivação (6)
dentro dos dutos de admissão (bomba) e retorno
na unidade hidrostática.
Quando a bomba hidráulica funciona normalmente,
a válvula de derivação (6) se mantém em seu assento
mediante ação da pressão do próprio óleo,
permitindo que o óleo flua ao interior da válvula
carretel (9 + 10).
Quando a pressão da bomba hidráulica diminui, o
óleo que volta do cilindro de direção, pode passar
através da válvula de derivação para o lado de
admissão da válvula carretel, permitindo que o óleo
passe de um lado a outro do cilindro de direção.

09H02-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
4. Unidade hidrostática STA - LS
A diferença básica é a existência da válvula prioritária
sensível a carga (Load Sensing), que é responsável
pela distribuição do fluxo de óleo entre direção e
controle remoto, para os tratores em que a mesma
bomba é responsável pelo acionamento da direção
e do controle remoto.
A prioridade é sempre dada a direção - daí o nome
de "válvula prioritária".
Consulte a Seção 09I01.

Direção em neutro - Fig. 4. Fig. 4

Direção esterçada para a direita - Fig. 5.

Fig. 5

Critério de cores utilizado nos diagramas ao


lado - Fig. 6.

Óleo para a válvula prioritária

Óleo para a unidade hidrostática

09
Óleo na linha sensível à carga (Load
Sensing)

Óleo para a unidade dosadora

Óleo para o cilindro de direção

Óleo parado

Óleo para o controle remoto

Óleo em linha de retorno

Óleo em linha de sucção

Fig. 6

MF Série 200 09H02-5


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
5. Circuito hidráulico das unidades
- Fig. 7: unidade STY - ON - centro aberto.

- Fig. 8: unidade STA - LS - centro fechado.

Legenda:
L- Left - cilindro lado esquerdo.
R- Right - cilindro lado direito.
P- Pump - bomba.
T- Tank - retorno a tanque.
LS - Duto de pilotagem da válvula "Load Sensing"
OBS: sobre as ligações hidráulicas com a
unidade, consulte a Seção 09B01.

Fig. 7

09

Fig. 8

09H02-6 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
6. Identificação geral de componentes
Unidade STY - ON

STY - ON 24
23
22
21
20
19
18
17
16
15
8 14
9 13
12
10
7
6
5
4
3 25
2
1

11

26

Fig. 9

1 - Anel vedador externo. 14 - Anel "O".


2 - Carcaça. 15 - Placa distribuidora.
3 - Bujão roscado da válvula de retenção da galeria 16 - Eixo cardan.
“P”.
4 - Anel vedador interno.
17 - Rotor interno (gerotor).
18 - Anel "O".
09
5 - Arruela fina. 19 - Anel espaçador.
6 - Rolamento axial, de agulhas. 20 - Engrenagem externa (gerotor).
7 - Arruela grossa. 21 - Anel "O".
8 - Esfera da válvula de retenção. 22 - Tampa traseira.
9 - Bujão da válvula de retenção. 23 - Parafusos normais.
10 - Luva. 24 - Parafuso especial.
11 - Pino localizador do carretel na luva. 25 - Conjunto da válvula de alívio.
12 - Kit de molas de centralização do carretel dentro 26 - Kit reparo da unidade.
da luva.
13 - Carretel.

MF Série 200 09H02-7


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene

STA - LS 24
23
22
21
20
19
18
17
16
30 15
14 26
13

12
10
7
6
5
4
3
2 8
1 25 9

11

28
2a
29

27
Fig. 10

1 - Anel vedador externo. 18 - Anel "O".


2 - Carcaça. 19 - Anel espaçador.
3 - Bujão roscado da válvula de retenção da galeria 20 - Engrenagem externa (gerotor).
“P”. 21 - Anel "O".
4 - Anel vedador interno. 22 - Tampa traseira.
5 - Arruela fina. 23 - Parafusos normais.

09 6 - Rolamento axial, de agulhas.


7 - Arruela grossa.
24 - Parafuso especial.
25 - Conjunto da válvula de alívio.
8 - Esfera da válvula de retenção. 26 - Kit reparo da unidade.
9 - Bujão da válvula de retenção.
10 - Luva. Itens existentes apenas nas unidades LS
11 - Pino localizador do carretel na luva. 2a - Duto de pilotagem da válvula Load Sensing.
12 - Kit de molas de centralização do carretel dentro 27 - Conjunto das válvulas anti-choque: 2 unidades.
da luva. 28 - Pinos.
13 - Carretel. 29 - Esferas (válvulas de sucção).
14 - Anel "O". 30 - Válvula prioritária: consulte a Seção 09I02.
15 - Placa distribuidora.
16 - Eixo cardan.
17 - Rotor interno (gerotor).

09H02-8 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene

B. Recomendações especiais para o


trabalho de revisão

- Faça o trabalho de maneira bem organizada e


limpa, sobre uma bancada de dimensões
adequadas.
- Se tiver que interromper o trabalho, cuide para
deixar as peças bem organizadas, limpas e
protegidas da poeira e umidade.
Impeça que outras pessoas inadvertidamente
mexam nas peças removidas, pois isto poderá
trazer problemas na hora da montagem.
- Para a montagem, após a perfeita limpeza e
secagem dos componentes, aplique uma leve
camada de óleo em todos os componentes
internos.
- Jamais bata com martelo metálico sobre uma
superfície usinada de precisão. Isto poderá
impedir a montagem destes componentes, que
são de alta precisão.

- Limpeza
Limpe todas as peças cuidadosamente em
querosene.

- Lubrificação
Antes da montagem, lubrifique todas as peças
com óleo de transmissão.

Ferramentas recomendadas para os trabalhos


de reparação da unidade
- Bancada com morsa.
09
- Chave tipo soquete de 13 mm.
- Chave de fenda de 12 mm.
- Chaves Allen de 4, 6, 8 e 12 mm.
- Pinça pequena.
- Torquímetro de 0 à 10 kgf.m.
- Soquetes hexagonais de 6, 8 e 12 mm.
- Chave estrela de 13 mm.
- Martelo de borracha.

MF Série 200 09H02-9


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene

C. Desmontagem da unidade (ON e M


LS)

a) Desmonte a coluna de direção da unidade e


faça uma limpeza rigorosa na mesma.
Para facilitar o trabalho, fixe a unidade de
direção numa morsa, utilizando mordentes de
alumínio.

b) Faça uma marca de referência (M), para


alinhamento entre tampa, engrenagem externa
(20) e carcaça, para posterior montagem na
mesma posição. Fig. 1
24 23
c) Solte os parafusos da tampa traseira - 6 normais
(23) e 1 especial (24). Observe a posição de
montagem do mesmo.

Fig. 2
22
d) Remova a tampa traseira (22).

21

09

Fig. 3
20
e) Retire o kit gerotor: engrenagem (20), rotor
interno (17) e anel espaçador (19). 17

19
f) Remova e descarte os anéis "O" (18 e 21).

15

21
Fig. 4

09H02-10 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
g) Remova o eixo cardan (16).
16

15

Fig. 5

h) Remova a placa distribuidora (15). 15

Fig. 6

i) Remova e descarte o anel “O” (14).

09
14

Fig. 7

j) Remova o bujão (9) da válvula de retenção 9


(esfera - 8).

Fig. 8

MF Série 200 09H02-11


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
k) Vire a unidade para retirar a esfera (8) da válvula
de retenção.

l) Retirando o conjunto da luva (10):


Posicione a unidade de modo que o pino
localizador (11) fique na posição horizontal. O
pino pode ser visto de fora, no interior da luva e
Fig. 9
carretel.

m) Empurre o conjunto da luva (10), carretel (13) e


demais componentes para a traseira da unidade
para removê-la.
10
OBS: desloque o conjunto com suavidade para
evitar que tranque devida a sua extrema
precisão.

Fig. 10
n) Remova a arruela fina (5), o rolamento axial de
agulhas (6) e a arruela grossa (7) da luva e do 5
carretel.
OBS: a arruela mais fina, externa (5) as vezes
6
fica na carcaça; se for o caso, remova-a
manualmente.
7
09
10

Fig. 11

o) Observe as marcas de referência (M) existentes


13
entre o carretel (13) e a luva (10), antes do pino
localizador (1) e as molas de centragem (12)
serem removidos.
Não havendo marcas, faça-as no ponto (M) 11
indicado na figura. M

p) Retire o pino localizador (11). Pode-se utilizar o


parafuso especial (24) da tampa traseira para 10
empurrá-lo.

Fig. 12

09H02-12 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
q) Empurre cuidadosamente o carretel (13) para 12 13 10
fora da luva (10).

Fig. 13

r) Pressione as molas de centragem (12) para fora


de suas fendas no carretel (13). 13

12

Fig. 14

Desmontagem da válvula de alívio (25) -


unidades ON e LS 25
s) Remova os componentes na ordem:
- Bujão (A) e anel de vedação: use uma chave
Allen de 8 mm.
09
NOTA:
Antes de remover o parafuso de ajuste
de pressão (B), meça a altura “H” da face Fig. 15
superior do mesmo até a face usinada
25
da carcaça. Isso permite manter o ajuste
da pressão na montagem de forma
aproximada, porém, não dispensa a
necessidade de fazer o teste de pressão H
após a montagem.
A B
- Parafuso de ajuste (B) - use uma chave Allen
de 8 mm.
- Mola (C).
- Pistão (D).
OBS: a sede da válvula não permite remoção.
C D
Fig. 16

MF Série 200 09H02-13


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
t) Retire o bujão roscado e respectivo anel
vedador (3). Esse bujão encontra-se na galeria
“P” da unidade, na qual pode-se visualizar o
parafuso especial (24).

24
Fig. 17

u) Remova o anel "O" (4) do interior da unidade.


1 4
Este deve ser trocado, montado com ferramenta
especial.

Fig. 18

v) Remova o retentor externo (1) de forma 1


destrutiva.

09

Fig. 19

09H02-14 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
1. Remoção de itens específicos a unidade 31
LS
Válvula prioritária (30)
a) Retire os 2 parafusos Allen (31).

b) Retire os vedadores (32) e descarte-os. 30


Consulte a Seção 09I02 para informações sobre
o conjunto da válvula prioritária.

Fig. 20
32

30

Fig. 21
Válvulas anti-choque (27)
a) Remova o bujão (A) e o vedador (B).

NOTA:
Antes de remover o parafuso de ajuste
(C), meça a distância da face superior F
E
do mesmo até a face usinada da carcaça. D
Na montagem, essa distância deve ser
A
B
C
09
rigorosamente mantida.

b) Retire o parafuso de ajuste (C) e vire a unidade


27
para a saída da mola (D), do assento (E) e da
Fig. 22
esfera (F).

Válvulas anti-retorno de sucção


Com a tampa traseira (22) removida, vire a unidade
para retirar as esferas (28) e os pinos (29) das
válvulas de sucção, que são montadas nos orifícios 29 28
indicados na figura.

Fig. 23

MF Série 200 09H02-15


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
Válvula de retenção (8) 9
O procedimento para remoção é o mesmo que na
STY-ON
unidade STY - ON.
A diferença está no formato do bujão (9).

8
STA-LS
9

Fig. 24

Válvula de alívio (25) 30


O procedimento para remoção é o mesmo que na
unidade STY - ON.
Não é necessário retirar a válvula prioritária (30) para
remover a válvula de alívio.

25

Fig. 25

09

09H02-16 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene

D. Inspeção dos componentes


STA - LS 24
23
22
21
20
19
18
17
16
30 15
14 26
13

12
10
7
6
5
4
3
2 8
1 25 9

11

28
2a
29

27
Fig. 1

- Dê especial atenção ao conjunto da luva (10) e Ao revisar a unidade, é obrigatória a substituição


carretel (13): não devem apresentar sinais de dos seguintes componentes, integrantes do kit de
desgaste ou riscos. reparo (26):
- Em seguida, verifique as molas de centragem - Vedador externo (1).
(12): não devem apresentar sinais de - Vedador interno (4).

-
deformação ou fissuras.
Conjunto gerotor - itens (17 e 20) e placa (15).
-
-
Anéis "O" (14, 18 e 21).
Anel do bujão roscado (3), da válvula de alívio
09
- Cardan (16), em especial nas estrias de (25) e das válvulas anti-choque (27*).
acoplamento com o rotor (17).
- Esferas das válvulas (8, 27* e 29*).
*Somente unidade LS.

MF Série 200 09H02-17


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene

E. Montagem da unidade 10 12

a) Introduza o carretel (13) na luva (10).


Certifique-se de que as marcas (M) estejam
13
alinhadas.

11 M
Fig. 1
b) Monte as molas de centragem (12): posicione-
as duas a duas ou três a três*, conforme 12
mostrado na Fig. 2.
*A quantidade de molas varia conforme a
aplicação e o tipo da unidade. Contudo, deve-
se deixar sempre a mesma quantidade de
molas em ambos os lados, para proporcionar
o equilíbrio de forças (centragem).

c) Pressione as molas de centragem (12) uma


contra a outra e empurre-as para dentro da luva
(10).
Pode-se utilizar uma ferramenta (F) como a Fig. 2
ilustrada na Fig. 3.
12 F
d) Alinhe, as molas (12) e centralize-as utilizando
2 chaves - detalhe da Fig. 3.

09

Fig. 3

e) Certifique-se da posição correta entre o carretel 13 12 10


e luva (marca “M”) e monte o pino localizador
(11).

11 M

Fig. 4

09H02-18 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
f) Monte a arruela grossa (7 - pista externa do
rolamento axial 6), sobre o carretel (13), com o 5
chanfro interno (7a) voltado para o carretel (para 6
baixo). 7

g) Monte o rolamento axial de agulhas (6): o lado


7a
é indiferente.

h) Monte a arruela fina (5 - pista externa do


rolamento axial 6).

Fig. 5

i) Lubrifique o vedador interno (4) com vaselina e F 4


coloque-o sobre a ferramenta especial (F).

j) Introduza a ferramenta no alojamento e


empurre-a até o final, para o completo encaixe
do vedador (4).

Fig. 6

k) Com uma ferramenta adequada, monte o


vedador externo (1), evitando deformação do
mesmo.
OBS: este vedador pode ser instalado com a
unidade montada, ou seja, carretel e luva
inseridos no alojamento. Porém, neste caso a 4
ferramenta deve ser tubular.
1 09

Fig. 7
l) Lubrifique o conjunto da luva (10) e carretel com 2
óleo de transmissão e hidráulicos.
Com um leve movimento giratório, introduza o
carretel e a luva na unidade (2).

NOTA:
Encaixe o conjunto do carretel de modo
que o pino localizador (11) fique na
posição horizontal para evitar que este
se atravesse, trancando a passagem no
furo da carcaça. 11 10
Fig. 8

MF Série 200 09H02-19


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
m) Vire a unidade hidrostática, para a posição 9
vertical. STA - LS

STY - ON
n) Coloque a esfera (8) da válvula de retenção no
respectivo orifício.

o) Monte o bujão roscado (9).


OBS 1: a superfície do bujão deve ficar logo abaixo
da superfície da carcaça.
OBS 2: o bujão varia de formato de acordo com a 8
unidade: ON ou LS.
9
Fig. 9

p) Monte o bujão da válvula de retenção (3) da


galeria “P”.
Gire o bujão até o batente.
3

Fig. 10
q) Somente unidade LS: introduza as esferas (29)
das válvulas de sucção nos furos indicados.
Após, introduza os pinos (28) nos mesmos
furos. Observe o lado correto de montagem.

STA - LS

28
09 29

Fig. 11
15
r) Lubrifique o anel "O" (14) com óleo hidráulico e
encaixe-a na ranhura da carcaça.

s) Posicione a placa distribuidora (15) de modo 14


que os furos fiquem alinhados com os furos da
carcaça.
Ou leve em consideração as marcas de
referência feitas na desmontagem.

Fig. 12

09H02-20 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
t) Introduza o eixo cardan (16) no alojamento, 16 A
encaixando a fenda (A) no pino transversal (11)
no interior da luva e carretel. 15

Fig. 13
u) Gire o cardan (16), juntamente com o carretel,
A
de modo que a fenda (A) fique perpendicular
ao flange de conexões hidráulicas (B); veja
20
linhas pontilhadas - Fig. 14.
Cuide para que ele seja mantido nesta posição. 16

v) Lubrifique os 2 anéis "O" (18 e 21) com óleo


mineral e coloque-os nos dois sulcos da
engrenagem externa (20).

B
w) Encaixe o conjunto gerotor - itens (17 e 20)
sobre a placa (15) e cardan (16).
Monte também o anel espaçador (19). Fig. 14
OBS: monte o conjunto de modo que as marcas 17 19 21
de alinhamento (M), feitas na desmontagem,
coincidam. 20

M 16
15
09

Fig. 15

x) Monte a tampa traseira (22).


22

20

Fig. 16

MF Série 200 09H02-21


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
y) Encaixe o parafuso especial (24) na arruela e 24 23
coloque-o no furo mostrado.

z) Encaixe os demais 6 parafusos (23) nas arruelas


e introduza-os.
Faça o aperto cruzado e em etapas de todos
os parafusos ao torque de 25 à 35 N.m.

OBS: tape os furos de conexão da unidade, para


evitar a entrada de impurezas.
22
Fig. 17

Fig. 18

1. Montagem da válvula de alívio (25),


unidades STY - ON e STA - LS
a) Encaixe o pistão (D).

b) Encaixe a mola (C).


D
c) Monte o parafuso de regulagem da pressão (B)
C
09 com uma chave Allen de 6 mm.
Importante: gire o parafuso de regulagem (B)
B
A
até a profundidade “H” medida e anotada antes
da desmontagem. Isso proporciona a
aproximação da regulagem de pressão.
Fig. 19
d) Faça o ajuste de pressão em uma bancada ou
no trator. Veja a Seção 09M01.

e) Monte o plugue com o vedador (A) na carcaça,


usando uma chave Allen de 8 mm.
Aplique o torque de 20 N.m. A H

Fig. 20

09H02-22 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene
2. Montagem das válvulas anti-choque duplas
(27) - Somente unidades STY LS
a) Introduza os componentes na ordem:
- Esfera (F).
- Assento de válvula (E): observe o lado de
montagem na figura. F
E
- Mola (D). D
C
- Parafusos de ajuste da pressão (C): use chave B
A
Allen de 6 mm.
Importante: gire o parafuso de regulagem (C)
até a profundidade medida e anotada antes da 27
desmontagem (da face superior do parafuso até Fig. 21
a face usinada da carcaça). Isso proporciona a
aproximação da regulagem de pressão.

b) Proceda da mesma forma com a outra válvula.

c) Faça o ajuste de pressão em uma bancada de


testes hidráulicos.

d) Monte o plugue (A) com o respectivo anel


vedador (B).
Aperte-o com um torque de 20 N.m, usando
uma chave Allen de 6 mm.

09

MF Série 200 09H02-23


Sistemas Auxiliares - Unidade Hidrostática Ognibene

Página deixada em branco intencionalmente

09

09H02-24 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula Prioritária Danfoss

Conteúdo

A. Apresentação ...................................................................................................................... 2
1. Conexões da válvula com o sistema hidráulico do trator ............................................. 2
2. Circuito de funcionamento do sistema Load Sensing .................................................. 2
B. Identificação dos componentes ......................................................................................... 3
C. Manutenção ........................................................................................................................ 4

09

MF Série 200 09I01-1


Sistemas Auxiliares - Válvula Prioritária Danfoss

A. Apresentação

1. Conexões da válvula com o sistema


hidráulico do trator
1 - Unidade hidrostática.
2 - Válvula prioritária.
3 - Cilindro de direção.
1
T

L - Ao cilindro de direção - esterçamento para a


esquerda. L
P
R - Ao cilindro de direção - esterçamento para a
direita. 2
EF
EF - Ao controle remoto. R
LS - Passagem do Load Sensing.

Fig. 1

09

Fig. 2

2. Circuito de funcionamento do sistema Load


Sensing

Fig. 3

09I01-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula Prioritária Danfoss

B. Identificação dos componentes 1

1 - Parafusos de fixação da válvula à unidade


hidrostática.
2 - Tampão menor.
3 - Vedação.
4 - Bujão roscado do carretel.
5 - Carretel.
6 - Carcaça.
7 - Mola.
8 - Vedação.
9 - Tampão maior.
Fig. 1
10 - Vedações “O” ring.

2
3 1
4
5
6

09

10

Fig. 1

MF Série 200 09I01-3


Sistemas Auxiliares - Válvula Prioritária Danfoss

C. Manutenção

2
3 1
4
5
6

10

Fig. 1

Remoção da válvula Montagem


Retire os parafusos Allen (1) para soltar a válvula Proceda na ordem inversa, observando o lado
prioritária da unidade hidrostática. correto de montagem do carretel (5) conforme Fig.
Se estiver montada no trator, desconecte os 5 tubos. 1.

09 Desmontagem
Adote todos os cuidados quanto a limpeza.

a) Desmonte a válvula, retirando os bujões (2 e


9).
b) Desloque o carretel (5) para um dos lados,
retirando-o da carcaça (6).
c) Lave todas as peças de forma rigorosa e seque
com ar comprimido.

Inspeção das peças


- Verifique os componentes quanto à desgaste,
em especial, o carretel (5).
Se o carretel apresentar desgaste ou riscos,
substitua a válvula completa.
- Troque também a mola (7) caso esta não esteja
em perfeitas condições.
- Substitua as vedações (3, 8 e 10).

09I01-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula Prioritária Ognibene
Conteúdo
A. Apresentação ...................................................................................................................... 2
1. Conexões da válvula com o sistema hidráulico do trator ............................................. 2
2. Circuito de funcionamento do sistema Load Sensing .................................................. 2
B. Identificação dos componentes ......................................................................................... 3
C. Manutenção ........................................................................................................................ 4

09

MF Série 200 09I02-1


Sistemas Auxiliares - Válvula Prioritária Ognibene

A. Apresentação

1. Conexões da válvula com o sistema T


hidráulico do trator 1

1 - Unidade hidrostática.
L
2 - Válvula prioritária.
P
3 - Cilindro de direção.
2
EF
R

L - Ao cilindro de direção - esterçamento para a


esquerda.
3
R - Ao cilindro de direção - esterçamento para a
direita.

EF - Ao controle remoto.

LS - Passagem do Load Sensing.

Fig. 1

2. Circuito de funcionamento do sistema Load


Sensing
Ver a área no retângulo pontilhado da Fig. 2.
A seqüência, acima, é relativa à unidade hidrostática.

09

L R

Fig. 2

09I02-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula Prioritária Ognibene

B. Identificação dos componentes

1 - Parafusos de fixação da válvula à unidade


hidrostática.
2 - Tampão menor.
3 - Vedação.
4 - Bujão roscado do carretel.
5 - Carretel.
6 - Carcaça.
7 - Mola.
8 - Vedação.
9 - Tampão maior.
Fig. 1

1
9
8
7

4
3
2

11

10
09

Fig. 2

10 - Vedações “O” ring.


12 13
11 - Bujão roscado da carcaça.

Terminais:
12 - P: proveniente da bomba. 14
13 - T: retorno à tanque.
14 - R/CF: ao controle remoto.
15 - L: ao cilindro de direção - esterçamento para a
esquerda.
16 - R: ao cilindro de direção - esterçamento para a
direita.
15 16
Fig. 3

MF Série 200 09I02-3


Sistemas Auxiliares - Válvula Prioritária Ognibene

C. Manutenção

Remoção da válvula
Retire os parafusos Allen (1) para soltar a válvula
prioritária da unidade hidrostática.
Se estiver montada no trator, desconecte os 5 tubos. 1

Desmontagem
a) Desmonte a válvula, retirando os bujões (2 e
9).
b) Desloque o carretel (5) para um dos lados,
retirando-o da carcaça (6). Fig. 2
c) Se necessário, retire o bujão (4) do carretel (5). 10
d) Lave todas as peças de forma rigorosa e seque
com ar comprimido.

Inspeção das peças


- Verifique os componentes quanto à desgaste,
em especial, o carretel (5).
Se o carretel apresentar desgaste ou riscos,
substitua a válvula completa.
- Troque também a mola (7) caso esta não esteja
em perfeitas condições.
- Substitua as vedações (3, 8 e 10). Fig. 3

Montagem
Proceda na ordem inversa, observando o lado
correto de montagem do carretel (5) conforme 2
mostrado nas figuras.
Adote todos os cuidados quanto a limpeza.

09
6

Fig. 4

5 4

9 6

7 9 8 7 5
Fig. 1 Fig. 5

09I02-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto

Conteúdo

A. Remoção e desmontagem ................................................................................................. 2


1. Identificação geral .......................................................................................................... 2
2. Desmontagem ................................................................................................................ 3
3. Mecanismos posicionadores - remoção ........................................................................ 4
4. Válvulas comutadoras .................................................................................................... 5
5. Válvula de alívio .............................................................................................................. 6
6. Inspeção dos componentes .......................................................................................... 6
B. Montagem do comando ..................................................................................................... 7
C. Mecanismo posicionador dos carretéis ............................................................................. 8
1. Apresentação .................................................................................................................. 8
2. Identificação dos componentes, posicionador de válvula kickout ............................... 8
3. Ajuste do desarme da válvula com kickout ................................................................... 8
4. Desmontagem ................................................................................................................ 9
5. Inspeção e limpeza ....................................................................................................... 10
6. Montagem ..................................................................................................................... 10
D. Controle do fluxo variável ................................................................................................. 12
1. Identificação geral ........................................................................................................ 12
2. Corpo e válvula dosadora de fluxo .............................................................................. 13
3. Mecanismo posicionador com detente ....................................................................... 13

09

MF Série 200 09J01-1


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto

A. Remoção e desmontagem

a) Limpe o conjunto da válvula.


1
b) Retire os pinos (5) do mecanismo de controle
das válvulas.

c) Desconecte os tubos (3 e 4) do comando. 2

c) Remova o conjunto do comando do suporte (1),


retirando os 4 parafusos (2).
4 3
Fig. 1
IMPORTANTE:
- Para qualquer manutenção no
sistema hidráulico, lave o trator ou
o conjunto afetado. Além de
prevenir a contaminação do P
sistema com entrada de
impurezas, facilita o trabalho.
5
- Proteja todas as galerias e extremidades de T
tubo e mangueiras com tampões
adequados durante o trabalho.
- Antes de desmontar o comando:
* Limpe o conjunto externamente.
* Identifique todas as válvulas (ou corpos) Fig. 2
com números de seqüência - Fig. 3. Tal
precaução garante a montagem de todos 6
os corpos na posição correta e facilita o
trabalho de montagem.
- Ao ficar componentes do comando na
morsa, utilize proteções adequadas, como 7
mordentes de alumínio. Riscos e

09 deformações podem inutilizar as peças.

1. Identificação geral
3 - P: galeria de entrada, pressão.
4 - T: galeria de retorno, tanque.
6 - Válvula de alívio: alojada no corpo “1”
7 - Corpo “1”: na base do mesmo, encontram-se
P
as galerias de entrada “P” e retorno à tanque
“T”.
8 - Corpo “2”. T 8 9 10 11
12
9 - Placa espaçadora.
10 - Corpo “3”
11 - Corpo “4”
12 - Saída “Power Beyond”: destinada ao
acionamento de acessórios como carregador
ou lâmina frontal.

Fig. 3

09J01-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto
2. Desmontagem
a) Remova as 3 porcas e arruelas (13) dos
prisioneiros (14), permitindo a separação dos
corpos da válvula.
OBS: as arruelas e porcas devem ser
instaladas no lado oposto à conexão “Power
Beyond” (12).

12

IMPORTANTE:
Os corpos de válvula são fabricadas e
ajustados em conjunto com os carretéis,
a fim de garantir folgas mínimas e
completa vedação.
Por isso, não misture carretéis com
diferentes corpos.
13

b) Remova os corpos da válvula na seqüência


mostrada nas Figs. 5 a 10.
Fig. 4

1° 2°

10
11

14

09

Fig. 5 Fig. 6
3° 14 4° 14

8
9

Fig. 7 Fig. 8

MF Série 200 09J01-3


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto

5° 14 6°

5
10
9

8
7 12
7
6

6
14
Fig. 9 Fig. 10

c) Retire e descarte os anéis “O” (15) existentes


entre as seções.
OBS: todos os anéis “O” devem ser trocados.

NOTE:
Além dos anéis “O”, existem as arruelas
suplementares (16), entre as seções. 15

Fig. 11
16

3. Mecanismos posicionadores - remoção


Tipos de mecanismo e válvula
A - Retorno por mola.

09 B - Kickout e vazão variável.

d) Remova a tampa (17) e puxe o carretel (18) para


fora juntamente com o mecanismo
posicionador (A ou B), conforme o tipo de
válvula. Fig. 12

17

18

17 B 18
Fig. 13 Fig. 14

09J01-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto
e) Remova os vedadores (19) das hastes. Troque- 19
os por novos.

4. Válvulas comutadoras
Permitem a seleção de ação simples ou dupla ação.

f) Remova a válvula comutadora (20), girando o


20
sextavado da base (23).

IMPORTANTE!
Não tente retirar o conjunto das válvulas
(20) por outro sextavado, sob pena de
destruir o anel elástico de retenção (22)
e danificar a haste (21).

Instrua os operadores para não usar


24
chave para girar o sextavado seletor (24):
ao forçá-lo no giro para fora (para obter
simples ação), o anel (22) pode sofrer
deformação e até soltar-se, penetrando
no sistema de transmissão e hidráulicos.

21 22 23
Fig. 15

18 A 17

09
20

16

15
Fig. 16

MF Série 200 09J01-5


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto
5. Válvula de alívio
g) Remova o conjunto da válvula de alívio (6). 6

h) Com o conjunto da válvula (6) removido, fixe-o


pela base (6g) e gire o corpo (6c).
Retire os componentes:
6a - Bujão (tampa).
6b - Porca de ajuste da pressão.
6c - Corpo da válvula.
6d - Pino de controle.
6e - Molas-prato.
Fig. 17
6f - Piloto.
6g - Base da válvula. 6g
6h - Anéis “O”: troque todos.

i) Inspecione todos os componentes quanto à


desgaste, riscos ou danos.
O piloto (6f) não deve apresentar riscos ou
deformações e deve movimentar-se livremente
no alojamento da base (6g).

j) Verifique também o estado do assento, dentro


da base (6g) da válvula.
6c 6f
Se existir qualquer deformação nas faces de Fig. 18
contato (vedação), a válvula não fará o correto
controle da pressão, devendo ser substituída.

6a
6h 6b
Montagem da válvula
Observe a posição das peças, em especial, as molas
09 tipo prato (6e) - Figs. 19 e 20.
6c

6. Inspeção dos componentes


6g 6f 6e 6d
- Substitua todos os anéis “O”. Fig. 19
- Limpe todas as peças e inspecione-as
6e 6d
atentamente.
- Dê especial atenção aos carretéis e alojamentos
nos corpos: em caso de desgaste ou riscos, o
corpo deve ser trocado completo.
- Assegure-se de que as ranhuras de alojamento
dos anéis “O” estão perfeitamente limpas, sem
deformações ou resíduos que possam dificultar
o encaixe.
- Lubrifique todas as peças com óleo de
transmissão para a montagem.

Fig. 20

09J01-6 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto

B. Montagem do comando 19

Siga a ordem inversa da desmontagem, observando


os seguintes pontos:
- Certifique-se de que os vedadores (19) estão
devidamente encaixados nos alojamentos.

- Monte os mecanismos posicionadores


conforme descrito no próximo capítulo. 23

- Introduza os carretéis (18) juntamente com os


posicionadores, nos corpos e deixe-os na
posição neutra (central). Fig. 1
OBS: ao introduzir os carretéis, cuide para não
danificar os vedadores (19), o que causaria
14
vazamentos.
Assegure-se de que as ranhuras de alojamento 7
dos anéis “O” estão limpos, permitindo o correto
encaixe das vedações.

- Instale as válvulas comutadoras, apertando-as


com o torque de 22 Nm (16 lbs.ft), através do
sextavado (23).

- Com os prisioneiros (14), porcas e arruelas


montadas em um dos lados, inicie montando 15
os corpos “1, 2, 3...” Fig. 2

7 8 9 10 11
- Importante: monte novos anéis “O” (15) nas
ranhuras de cada corpo.

- Monte arruelas suplementares novos (16) sobre


os prisioneiros (14). Sobre cada prisioneiro deve
ser montado uma arruela (16).

- Após montar todos os corpos e o espaçador


(9) sobre os prisioneiros (14), instale as porcas
09
e arruelas e aperte-as de forma gradual e em
etapas, com os prisioneiros na posição vertical.
Esse cuidado assegura o alinhamento dos
corpos.
Fig. 3
Dê o aperto final às porcas com o torque de 20
6 6g
Nm (15 lbs.ft).

- Monte a válvula de alívio (6).

- Fixe o comando no suporte e reconecte a


tubulação e tirantes de controle.

- Acione o motor e verifique a existência de


vazamentos.

- Após fazer o ajuste da pressão* (pelo parafuso


de ajuste 6b), reinstale o bujão (6a) da válvula.
*Consulte a Seção 09M01. 6a 6b
Fig. 4

MF Série 200 09J01-7


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto

C. Mecanismo posicionador dos B A


carretéis

1. Apresentação
Há 2 tipos de mecanismo:
A - Tipo retorno por mola: este normalmente não
requer desmontagem. Contudo, se isso for
necessário, o procedimento é simples e não
envolve ajustes.

B - Tipo kickout.
Fig. 1
C: Mecanismo com detente para acionamentos A
contínuos, em válvulas com fluxo variável).
Veja o capítulo D.

2. Identificação dos componentes,


posicionador de válvula kickout Fig. 2
B 1 2 3 4 5 6 7

09

8 9 10 11 12 13 14 15 16
Fig. 3
3. Ajuste do desarme da válvula com kickout
O parafuso Allen (2) permite a regulagem da pressão
necessária para o desarme da válvula, ou seja, o
retorno da alavanca para a posição neutra ao ser
atingido o final de curso do(s) cilindro(s)
acionado(s).
Antes de desmontar e para manter a regulagem
original, uma opção é medir a altura ou contar os
fios de rosca do parafuso (2) acima da porca (1).
Na montagem, mantenha o mesmo ajuste.
Girando o parafuso (2), aumenta-se a pressão de 2 1
desarme e vice-versa. Fig. 4

09J01-8 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto
4. Desmontagem
NOTA:
Os mecanismos posicionadores podem
ser removidos, juntamente com os
carretéis, sem retirar o comando do trator.
Porém, tal procedimento requer cuidado
redobrado quanto a limpeza e proteção
das válvulas contra penetração de
sujeira!

a) Retire os tampões superiores (17). 17


Fig. 5

b) Retire as capas (18).

18

Fig. 6

c) Puxe o mecanismo juntamente com o carretel


(8) para fora da válvula.

09

7 8
Fig. 7

d) Conforme recomendado anteriormente, meça 1


a altura ou contar os fios de rosca do parafuso
(2) acima da porca (1).
Anote o valor para manter o mesmo ajuste na
montagem.

e) Solte a contraporca (1). Segure o parafuso Allen


(2) conforme mostrado.
Após, retire o parafuso de ajuste (2).

Fig. 8

MF Série 200 09J01-9


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto

B 1 2 3 4 5 6 7

8 9 10 11 12 13 14 15 16
Fig. 9

f) Com uma chave-de-fenda grande, retire o 8 7


parafuso (3).
Controle a pressão da mola (6) e mantenha o
conjunto guiado.
6 3
g) Cuidado: levante o alojamento (7) de forma
cautelosa, evitando a perda das 3 esferas (9).

h) Retire do interior do carretel todos os demais


componentes (observe o lado de montagem na
Fig. 9):
10 - Piloto. 11 - Mola pequena.
Fig. 10
12 - Guia da mola (11). 13 - Êmbolo.
7
14 - Guia da mola (15). 16 - Pino.
15 - Mola média.

5. Inspeção e limpeza 15
- Lave todas as peças em solvente e aplique ar
comprimido para secagem e desobstrução.
09 - Troque todos os anéis “O”.
8

- Observe atentamente o estado de todas as


peças, em especial, o carretel (8), as esferas
(9), o piloto (10), as molas e o pino (16).
9
Fig. 11
6. Montagem
Com o carretel preso na morsa pela base, ou seja,
não pelo diâmetro retificado:
a) Introduza os componentes (10 a 16) no carretel
(8), observando o lado correto de montagem
na Fig. 9.
b) Encaixe as 3 esferas (9) nos respectivos orifícios
do carretel (8).
c) Cuide para mantê-los na posição e com a outra
mão, monte o alojamento (7) sobre o carretel,
de forma cuidadosa.
Desloque o alojamento até o batente.

09J01-10 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto
d) Posicione a mola (6) e o assento (5) da mola. 7 6 4 3

NOTA:
Durante todo o procedimento de 5
montagem, não desloque o alojamento
(7) em relação ao carretel (8).

Fig. 12
e) Monte o parafuso (3): para isso, comprima-o
8 7 6
de forma guiada contra a pressão da mola até
tocar na rosca e gire-o simultaneamente no
sentido horário até o final da rosca.
5

Fig. 13

f) Monte o parafuso de ajuste (2) e a contraporca


(1).
Lembre-se de deixar a altura do parafuso (2)
conforme condição original, anotada na
desmontagem.

09

2 1
Fig. 14

g) Monte o conjunto na válvula e instale os demais


itens: tampões superiores (17) e capas (18).

h) Após instalar o comando no trator, faça o teste


de atuação do disparo de fim-de-curso.
Correções de ajuste podem ser feitas com o
comando no trator, bastando retirar o tampão
(17). 18

17
Fig. 15

MF Série 200 09J01-11


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto

D. Controle do fluxo variável

1. Identificação geral
A

1 2 3 4 5
II

7 8 9 10 11

12
I

7 12
B C
13 14 15 16 18 19 20 21 22 23

17

24 25
Fig. 1

Conjunto A: corpo dosador de fluxo 15


A variação de fluxo se dá pelo afastamento ou
aproximação do pino cônico (2), dentro de um
16
09 orifício de passagem do óleo.
O controle é feito pelo manípulo (5).

Conjunto B: válvulas de alívio 14


I- Válvula de alívio do circuito prioritário.
II - Válvula de alívio do circuito secundário.
As válvulas são constituídas pelos itens:
13 - Base do piloto (14).
14 - Piloto com anel “O”.
15 - Conjunto de molas-prato: veja na Fig. 2 a Fig. 2
posição de montagem. O carretel (21) é mantido na posição pela
16 - Pino de controle. pressão da mola e esferas (20), dentro de 3
17 - Parte superior da válvula: contém o parafuso ranhuras no interior da cápsula (19).
de ajuste da pressão. - Este corpo possui uma válvula de retenção (22).
- Os procedimentos de manutenção são os
Conjunto C: corpo de válvula de controle do
fluxo oriundo do corpo dosador mesmos já descritos para as demais válvulas,
tal como a existência dos anéis “O” (25) e
- Esta válvula (corpo 23), possui um mecanismo
arruelas suplementares (24).
posicionador com detente de 3 posições.

09J01-12 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto
2. Corpo e válvula dosadora de fluxo
Observe nas figuras a posição de montagem dos
componentes:
- O carretel (10) deve ficar com a parte menor
(ver seta) voltada para o lado do registro (5).
- Neste corpo, também existem anéis “O” (3 - Fig.
1) e arruelas suplementares (6 - Fig. 1).
7
- O conjunto da válvula dosadora - itens (2, 4 e
5), podem ser removidos de forma completa -
Fig. 4.
Analise a superfície do pino cônico (2) não deve 9 8 10
apresentar riscos ou empenamento. Fig. 3
- Substitua todos os anéis “O” na revisão das
2 4
válvulas.

Fig. 4

3. Mecanismo posicionador com detente 20

Montagem
a) Introduza a mola e as 2 esferas (20) no orifício
transversal do carretel (21).
b) Comprima as esferas conforme mostrado na

c)
Fig. 5.
Simultaneamente, desloque a cápsula (19) 09
sobre as esferas, de modo que as esferas
fiquem encaixadas na ranhura do meio: posição
neutra.
d) Mantenha o conjunto carretel (21) + esferas 19 21
(20) nesta posição e introduza-o no alojamento Fig. 5
da válvula.
e) Monte a tampa (18 - Fig. 1).

MF Série 200 09J01-13


Sistemas Auxiliares - Válvula de Controle Remoto

Página deixada em branco intencionalmente

09

09J01-14 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula Coletora SpeedShift

Conteúdo

A. Apresentação ..................................................................................................................... 2

B. Ligações hidráulicas com a válvula .................................................................................. 4

C. Remoção e desmontagem da válvula .............................................................................. 5

D. Inspeção dos componentes e montagem ........................................................................ 6

09

MF Série 200 09K01-1


Sistemas Auxiliares - Válvula Coletora SpeedShift

A. Apresentação

Esta válvula é responsável pela distribuição e


controle de pressão do óleo que aciona os seguintes
itens:
- A TDPI (se equipado).
- O engate da tração dianteira elétro-hidráulica
(se equipado).
- O sistema de alta e Baixa do câmbio de 18
velocidades SpeedShift.
A válvula localiza-se no lado esquerdo, ao lado do
câmbio.
A Fig. 2 considera a válvula vista do lado esquerdo Fig. 1
do trator.

4
6

9 8

09 2 3

2a

7
Fig. 2

1 - Bomba de acionamento. Antes da entrada na 5 - Solenóide e válvula de acionamento da Baixa


válvula, o óleo passa pelo trocador de calor. do câmbio SpeedShift.
2 - Válvula mantenedora: mantém a pressão para OBS: Sem pressão dirigida à este sistema,
todas as aplicações em 22 a 24 bar, sendo permanece acoplada a Alta por ação de mola
ajustada por meio de calço(s) (2a). Belleville.
3 - Válvula de retenção (ou fluxo único): impede o 6 - Ramal de alimentação do acionamento da
retorno do óleo durante a atuação do tração 4x4 e da TDPI.
acumulador (8). 7 - Canal de purga proveniente da válvula de alívio
4 - Ramal de alimentação do sistema de Alta & e da elétro-válvula de acionamento da Baixa do
Baixa do câmbio SpeedShift. câmbio.

09K01-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula Coletora SpeedShift
8 - Acumulador hidráulico: compensa a redução
momentânea de pressão por ocasião do
acionamento da TDPI ou tração 4x4.
Isto porque, a embreagem da Baixa não pode
operar com falta de pressão, sob o risco de
patinagem dos discos.
9 - Retorno do excesso de fluxo da válvula de alívio,
dirigido para a sucção da bomba.

09

MF Série 200 09K01-3


Sistemas Auxiliares - Válvula Coletora SpeedShift

B. Ligações hidráulicas com a válvula

C
A

Fig. 1

OBS: a Fig. 1 mostra a válvula coletora vista pelo


lado esquerdo do trator.
A - Saída para a embreagem da Alta & Baixa do
câmbio de 18 velocidades.

09 B - Retorno à tanque: entrada na tampa do sistema


hidráulico de levante ISYP.

C - Retorno da válvula de alívio: vai para a sucção


da bomba acionadora no lado direito do motor.

D - Entrada proveniente da bomba acionadora.

E - Saída para a TDPI (válvula carretel acionada


manualmente por alavanca) e engate elétro-
hidráulico da tração dianteira (acionada através
de uma elétro-válvula junto à caixa lateral de
acionamento e comandada por uma tecla no
painel de instrumentos.

09K01-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula Coletora SpeedShift

C. Remoção e desmontagem da 5
válvula

a) Limpe o conjunto da válvula, lavando-a se


necessário.
b) Com o motor desligado, e chave de partida na
2 a posição (ligada), comprima o botão do
SpeedShift no manípulo da alavanca de
marchas, 3 vezes seguidas. Isto descarrega a
pressão acumulada entre o acumulador
hidráulico (2) e a válvula solenóide da Alta &
Baixa (1).
Fig. 1
c) Desligue a chave de partida.
d) Desconecte os fios da válvula solenóide a Alta
& Baixa (1).
e) Desconecte todas as ligações hidráulicas da
válvula. Proteja a entrada dos tubos para evitar
1
penetração de impurezas.
f) Remova os 2 parafusos (5) de fixação da
válvula.
2

Desmontagem
g) Com o conjunto da válvula fixo numa morsa, 2a
remova o conjunto da válvula de alívio (4): bujão
3
(4a), vedador (4b), calço(s) de ajuste da
pressão (4c), mola (4d), carretel (4e) e pistão
da válvula (4f). 4f
h) Remova o conjunto da válvula de sentido único 4e
(3): bujão - vedador - mola - esfera.
4d 4
i) Remova o acumulador hidráulico (2), girando-
4c
o no sentido anti-horário.
4b
09
j) Remova a válvula solenóide da Alta & Baixa (1)
4a
do bloco da válvula. Para isso, solte a porca da
base da válvula e levante-a.

Fig. 2

MF Série 200 09K01-5


Sistemas Auxiliares - Válvula Coletora SpeedShift

D. Inspeção dos componentes e


montagem

a) Descarte todos os anéis de vedação e utilize


novos na montagem.
b) Examine atentamente todos os componentes
da válvula de alívio (4).
Certifique-se de que a válvula desliza livremente
no alojamento do bloco e das perfeitas
condições do assento da válvula.
c) Limpe o conjunto da válvula de sentido único
(3) e inspecione a esfera e o assento da mesma.
d) Limpe o conjunto de peças da válvula e aplique
ar comprimido através de todas as passagens.
e) Faça a montagem obedecendo a ordem inversa
à desmontagem.
f) Reinstale o conjunto da válvula de alívio com
calços, da mesma espessura.
g) Faça os testes hidráulicos conforme descrito na
Seção 09M01.

09

09K01-6 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula Mantenedora de Pressão - PMV

Conteúdo

A. Apresentação ...................................................................................................................... 2
1. Ligações da válvula ........................................................................................................ 2

09

MF Série 200 09L01-1


Sistemas Auxiliares - Válvula Mantenedora de Pressão - PMV

A. Apresentação

MASSEY FERGUS
ON

2WD 4WD

5 1 2 4 3
Fig. 1
A válvula (1), denominada de “PMV” (do inglês
4 1 7
Pressure Maintaining Valve = Válvula Mantenedora
de Pressão), controla a pressão do sistema de
Tomada de Potência independente dos tratores
Standard de 4 cilindros.

09 Desta forma, tratores não equipados com TDPI, não


possuem esta válvula.
3
8
A válvula também desempenha a função de
eliminação de bolhas de ar do sistema hidráulico. 2
A válvula PMV localiza-se após o retorno do sistema
direção, onde o fluxo é encaminhado à TDPI, ao filtro
de retorno (2) e deste, para a sucção das bombas 5 6
pela linha (3). Fig. 2

1. Ligações da válvula
4 - Do retorno da direção.
5 - Para a tampa de controle da TDPI, no lado
esquerdo da carcaça.
6 - Saída para o filtro de retorno (2).
7 - Linha de dreno da válvula PMV.
8 - Bujão: pode-se utilizar o orifício deste bujão
para conectar o manômetro para o teste
hidráulico do sistema de TDPI.

09L01-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Válvula Mantenedora de Pressão - PMV

10 11

4 8 1 6 2 7
Fig. 3
Diagrama de conexões da válvula
9 - Embreagem hidráulica da TDPI: veja a Seção
07E01. 4
10 - Conjunto tampa de controle da TDPI: veja a
Seção 07C01.
11 - Bomba do sistema de levante hidráulico: só
5
para referência.
8 09
OBS: a foto da Fig. 4 mostra a válvula PMV em 3
trator de 4 cilindros Turbo, com tanque de
combustível no lado direito: apenas a 6 1 7 2
localização da válvula é diferente.

Componentes internos da válvula


12 - Restritor (com furo calibrado).
13 - Piloto.
14 - Mola.
15 - Anel “O”.
16 - Calços de ajuste da pressão da válvula PMV.
Disponíveis nas espessuras de 0.25 - 0.50 e 1.00
mm.
Veja a Seção 09M01.
17 - Conexão de saída de dreno da válvula.
1 12 13 14 15 16 17
Fig. 4

MF Série 200 09L01-3


Sistemas Auxiliares - Válvula Mantenedora de Pressão - PMV

Página deixada em branco intencionalmente

09

09L01-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes

Conteúdo

A. Orientações gerais sobre testes hidráulicos ..................................................................... 2


B. Teste P1: Sistema de direção ............................................................................................. 3
1. Teste das válvulas anti-choque da unidade hidrostática LS ......................................... 4
C. Teste P2: Sistema de levante hidráulico ............................................................................ 5
D. Teste P3: Sistema de controle remoto ............................................................................... 6
1. Procedimento para todos os tipos de comando, exceto vazão variável ...................... 6
2. Tratores de 18 Velocidades (unidade hidrostática de 5 vias) ....................................... 6
3. Tratores com controle remoto dependente ................................................................... 6
4. Tratores com controle remoto de vazão variável ........................................................... 8
5. Válvula com mecanismo de destravamento hidráulico “kickout” ................................. 9
E. Teste P4: Sistemas auxiliares - Tomada de Potência Independente .............................. 10
F. Testes hidráulicos do trator canavieiro, versão RA ......................................................... 12
1. TESTE 1: velocidade de estolamento do conversor de torque .................................. 12
2. TESTE 2: verificação da eficiência da transmissão ..................................................... 13
3. TESTE 3: verificação do fluxo e pressão da bomba hidráulica da transmissão. ....... 13
4. TESTE 4: válvula de alívio geral ................................................................................... 14
5. TESTE 5: funcionamento dos solenóides de reversão ............................................... 14
6. TESTE 6: vazamento nas embreagens reversoras frente/ré ...................................... 15
7. TESTE 7: válvula de segurança do conversor do torque. ........................................... 15
8. TESTE 8: válvula mantenedora da pressão do conversor de torque ......................... 16
9. Diagnóstico de falhas do sistema ................................................................................ 16
G. Testes hidráulicos em trator com câmbio de 18 velocidades ......................................... 18
1. Apresentação ................................................................................................................ 18
2. Teste do sistema de direção ........................................................................................ 19
3. Teste do sistema de levante hidráulico ........................................................................ 19
4. Teste do sistema de controle remoto ........................................................................... 19
5. Teste dos sistemas auxiliares: TDPI, tração 4x4 e SpeedShift ................................... 19

09

MF Série 200 09M01-1


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes

A. Orientações gerais sobre testes


hidráulicos

Na Seção 09B01 são apresentados os diagramas


dos sistemas hidráulicos completos, para as
diferentes configurações de tratores. Familiarize-se
com eles antes de realizar qualquer serviço no
sistema.

Para efetuar os testes hidráulicos


1 - Antes dos testes e qualquer ajuste, certifique-
se dos seguintes pontos:
Fig. 1
* Que o óleo usado é o recomendado: ver Seção
01B01.
* Que o nível está correto.
* Que o filtro de óleo do respectivo circuito está
em boas condições. Na dúvida, troque o filtro.
Sobre sistema de filtragem, consulte a Seção
09O01 ou 09O02.

2 - Todos os testes e ajustes no sistema hidráulico


devem ser feitos com o óleo em temperatura
normal de funcionamento.

3 - Ao efetuar o teste em si, tão logo seja


constatada a pressão e/ou vazão de leitura do Fig. 2
sistema, abra imediatamente o registro do
aparelho ou interrompa o acionamento do
sistema em teste.
A demora neste procedimento irá superaquecer
o óleo, pois a válvula de alívio opera aberta.

4 - Ao constatar uma pressão abaixo da


recomendada, certifique-se antes de mais nada
09 de que não se trata de desgaste ou vazamento
em algum dos componentes envolvidos.
Somente após faça ajustes pela respectiva
válvula de alívio.
- Fig. 1: reservatório e filtro do sistema de direção
independente. Fig. 3
- Fig. 2: vareta de nível da transmissão e sistemas
hidráulicos gerais.
- Fig. 3: filtro usado em tratores antigos e nos
atuais Compactos e Standard de 3 cilindros.
- Fig. 4: filtros atuais.

Fig. 4

09M01-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes

B. Teste P1: Sistema de direção

a) Conecte o manômetro (P1) conforme a Fig. 1,


MASSEY FERGU
SON
ou seja, diretamente numa das mangueiras de
entrada ao cilindro de direção, para a qual será
dirigida a pressão quando a válvula de alívio
disparar com o esterçamento do volante.
b) Ligue o motor e acelere-o a 2000 rpm.
c) Esterce o volante até o final de curso para
disparar a válvula de alívio e faça a leitura da
pressão.
P1
Pressão recomendada Fig. 1
Todos: 145 a 150 bar 1

Se a pressão estiver fora do recomendado,


verifique:
- Bomba de acionamento com desgaste.
- Filtro de óleo sujo e/ou entupido.
- Uso de óleo incorreto.
- Vazamento interno do cilindro hidráulico da
direção: substitua o reparo ou o cilindro
completo.
- Vazamento interno da unidade hidrostática,
devido à desgaste ou montagem incorreta de Fig. 2
componentes.
2
- Desgaste no carretel da válvula prioritária (1):
somente tratores de 6 cilindros, com sistema
Load Sensing.
Não havendo algum dos problemas acima,
ajuste a pressão através da válvula de alívio,
incorporada à unidade hidrostática Figs. 2 e 3.
A regulagem é feita através do parafuso Allen
(2) da válvula de alívio: giro no sentido horário,
09
aumenta a pressão e vice-versa.
Em alguns casos, pode ser necessário afastar
a unidade hidrostática do seu alojamento para
acesso à válvula de alívio. Fig. 3

2
- Fig. 2: localização da unidade hidrostática e
válvula prioritária (Se equipado).
- Fig. 3: parafuso de ajuste da válvula de alívio,
unidade tipo “ON”.
- Fig. 4: parafuso de ajuste da válvula de alívio,
unidade tipo “LS” (Load Sensing).
1

Fig. 4

MF Série 200 09M01-3


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
1. Teste das válvulas anti-choque da unidade
hidrostática LS
A verificação da pressão de ajuste das válvulas anti-
choque precisa ser feita em bancada.

a) Pressurize uma das saídas “L ou R”.

b) A respectiva válvula anti-choque deve liberar a


passagem de fluxo ao ser atingida a pressão
correta.

Pressão recomendada Fig. 5


Aproximadamente 200 bar

c) Para ajustar, gire a porca de ajuste (1): no


sentido horário aumenta a pressão e vice-versa.

d) Proceda da mesma forma com a outra saída e


válvula anti-choque.
1

Fig. 6

09

09M01-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes

C. Teste P2: Sistema de levante


hidráulico

Para este teste, conecta-se o manômetro no bujão MASSEY FERGU

(1).

No tratores com cilindros de levante auxiliares


(externos), é conectada uma mangueira no orifício
do bujão. Neste caso, deve-se utilizar uma conexão
“T” apropriada para conectar o manômetro no
circuito.
P2
Fig. 1

A pressão é ajustada na válvula de alívio (2).

Pressão recomendada
Todos: 211 ± 7 bar

O procedimento é descrito de forma detalhada na


Seção 09G01.

Fig. 2

09

Fig. 3

MF Série 200 09M01-5


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes

D. Teste P3: Sistema de controle 1


remoto

1. Procedimento para todos os tipos de MASSEY FERG

comando, exceto vazão variável


P3
a) Conecte o manômetro (P3) em um dos
terminais de engate rápido do controle remoto,
utilizando um adaptador apropriado.

b) Acione o motor e acelere-o a 2000 rpm.


OBS: o óleo deve estar a aproximadamente 50
°C.
Fig. 1
c) Acione a alavanca do controle remoto, referente
ao terminal em que está conectado o
manômetro e faça a leitura, soltando a alavanca
em seguida.
d) A pressão recomendada para cada caso, é
especificada na seqüência.
Se a pressão estiver fora do recomendado,
verifique:
- Bomba de acionamento com desgaste.
- Filtro de óleo sujo e/ou entupido.
- Uso de óleo incorreto.
- Vazamento interno do comando do controle 1a
remoto. Fig. 2
e) Não havendo algum dos problemas acima,
ajuste a pressão através da válvula de alívio (1)
do controle remoto, através de parafuso de
acesso externo (1a) ou parafuso interno (1b).

2. Tratores de 18 Velocidades (unidade


hidrostática de 5 vias)
09 A pressão é ajustada simultaneamente a da direção,
1b +
que opera na mesma pressão (145 a 150 bar).
Porém, a pressão medida no controle remoto tende
a ficar ligeiramente inferior em função da perda de
carga. Fig. 3
OBS: a válvula de alívio existente no comando do
controle remoto, é ajustada com pressão de 175 bar
e atua apenas como válvula de segurança.

3. Tratores com controle remoto dependente


Neste caso, é necessário ativar o controle remoto
3
antes de efetuar o teste de pressão:
- Acione a válvula de desvio de fluxo (2).
2
- Coloque a alavanca de Posição (3) em
“Bombeamento Constante” posição da seta na
Fig. 4).
Fig. 4

09M01-6 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
- Fig. 5: válvula de alívio (1) dos tratores Standard 1
de 3 cilindros, com controle remoto
dependente.
Com parafuso externo de regulagem.
- Pressão recomendada: 175 bar.
- Circuito: ver Fig. 5a.

Fig. 5

Fig. 5a

Identificação de válvula de alívio nas diferentes


versões de comando
- Fig. 6: válvula de alívio (1) dos tratores
Compactos.
Com parafuso externo de regulagem.
Fig. 6
- Pressão recomendada: 175 bar.

- Fig. 7: válvula de alívio (1) dos tratores Standard


de 4 e 6 cilindros, com controle remoto
independente, versão antiga.
Com parafuso externo de regulagem.
- Pressão recomendada: 175 bar.
09

1
Fig. 7
1
- Fig. 8: válvula de alívio (1) dos tratores Standard
de 4 e 6 cilindros, com controle remoto
independente, versão atual.
Com parafuso interno de regulagem.
- Pressão recomendada: 175 bar.

Fig. 8

MF Série 200 09M01-7


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
4. Tratores com controle remoto de vazão P2 P3 S1 S3
variável
Neste caso, o comando é distribuído em 2 circuitos
distintos - veja o circuito completo na Fig. 11.

Itens gerais
3 - Entrada de fluxo: galeria “P”.
4 - Retorno a tanque: galeria “T”. S2
Circuito Prioritário: de fluxo variável
P1 - Válvula de alívio (com parafuso externo de
ajuste): 180 bar. P1 1a
Fig. 9
P2 - Corpo utilizado para operar com fluxo variável.
P3 - Registro variador de fluxo: de 0 a 60% da vazão 3 P3 S3
total dirigida ao comando.
P4 e P5 - Terminais de acoplamento rápido do
circuito prioritário. S4

4
P4
Ajuste de pressão do circuito prioritário
(válvula de alívio P1) P5
a) Conecte o manômetro à um dos terminais (P4 S5
ou P5), utilizando um adaptador apropriado.
b) Abra o registro (P3) completamente.
c) Acione o motor e acelere-o a 2000 rpm.
OBS: o óleo deve estar a aproximadamente 50
°C.
d) Acione a alavanca do controle remoto, referente
ao terminal em que está conectado o
manômetro e faça a leitura, soltando a alavanca
em seguida.
e) Se necessário, ajuste a válvula (P1), pelo
parafuso (1a), após soltar a respectiva
09 contraporca: girando-o no sentido horário
aumenta a pressão e vice-versa.

Fig. 10

Fig. 11

09M01-8 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
Circuito Secundário: de fluxo não-variável P3
S1 - Válvula de alívio (com parafuso externo de
ajuste): 180 bar.
S2 - Corpo utilizado para operar com fluxo não-
variável.
1a
S3 - Mecanismo de destravamento hidráulico
S2 S1
“kickout”: veja o próximo item.
S4 e S5 - Terminais de acoplamento rápido do
S5 S4
circuito secundário.
S3
Ajuste de pressão do circuito secundário
(válvula de alívio S1)
Fig. 12
a) Conecte o manômetro à um dos terminais (S4
ou S5 - Fig. 10), utilizando um adaptador
apropriado. 6
b) Feche o registro (P3) completamente.
c) Acione o motor e acelere-o a 2000 rpm. 5
OBS: o óleo deve estar a aproximadamente 50 S3
°C.
d) Acione a alavanca do controle remoto, referente
ao terminal em que está conectado o
manômetro e faça a leitura, soltando a alavanca
em seguida.
e) Se necessário, ajuste a válvula (S1), pelo
parafuso (1a), após soltar a respectiva
contraporca: girando-o no sentido horário Fig. 13
aumenta a pressão e vice-versa.

S3
5. Válvula com mecanismo de destravamento
hidráulico “kickout”
a) Conecte um cilindro hidráulico à um dos
terminais da válvula em teste.
Com uma conexão em “T”, adapte o
manômetro conforme Fig. 14.
09
b) No caso de comandos com vazão variável,
mantenha o registro (P3) fechado.
c) Acione o motor e acelere-o a 2000 rpm. O óleo
deve estar aquecido.
d) Acione a alavanca do controle remoto, referente Fig. 14
ao terminal em que está conectado o
manômetro.
Mova a alavanca até o final do curso e deixe-a Para o acesso, retire o tampão (6): girando o
nesta posição. parafuso (5) no sentido horário aumenta a
No instante em que ocorrer o final de curso do pressão e vice-versa.
cilindro, o mecanismo desarma a válvula. f) Repita o teste até obter a pressão correta e
Neste exato momento, faça a leitura do reinstale o tampão (6).
manômetro, que deve atingir a pressão de pico
de 160 bar.
e) Se necessário, ajuste a válvula (S3), pelo
parafuso (5 - Fig. 13).

MF Série 200 09M01-9


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes

E. Teste P4: Sistemas auxiliares -


Tomada de Potência Independente

A pressão dirigida à TDPI é ser controlada de 2


formas, dependendo do trator:
- Válvula de mantenedora de pressão (1),
montada sobre a bomba ISYP: sai ajustada de
1
fábrica e não permite regulagem.
Pressão de ajuste: 17 bar.
- Válvula mantenedora PMV: montada
externamente, no lado direito da carcaça
central.
Fig. 1
Pressão de ajuste: 22 a 24 bar.
Esta válvula permite ajuste da pressão através 2
da variação de calços.
Uma função adicional desta válvula, é eliminar
a formação de bolhas que possam se formar
no sistema.

Para efetuar o teste de pressão


a) Assegure-se de que o óleo da transmissão é o P4
recomendado e no nível correto.
A temperatura do óleo deve estar entre 50 e 60
°C (122-140 °F).
b) Remova o bujão (P4): Fig. 2
- Na tampa lateral de controle da TDPI: todos os
tratores ou,
- Sob a válvula PMV (Se equipado).
c) No orifício do bujão (P4), conecte um
manômetro com escala de no máximo 30 bar
(400 psi).
d) Acione o motor e acelere-o à 1500 rpm.
P4
09 e) Acione a TDPI: com a temperatura do óleo
correta, o completo acionamento da
embreagem da TDPI irá ocorrer em até 1.5
segundos.
Faça a leitura do manômetro e compare com a
pressão especificada na Seção 01B01. Fig. 3
Se a pressão correta não for obtida, verifique 1
as seguintes possibilidades, pela ordem:
- Embreagem da TDPI com desgaste*.
- Bomba acionadora com desgaste.
- Válvulas de controle* (moduladoras ou carretel
dentro da tampa de controle), com desgaste.
*Consulte a Seção 07E01.
- Válvula mantenedora desregulada:
No caso de válvula tipo (1), montada no interior
da carcaça central, substitua a válvula, pois esta
não permite regulagem. A pressão de ajuste é
gravada sobre o corpo da válvula.
Fig. 4

09M01-10 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
Válvula mantenedora PMV (2) 4
O ajuste da pressão, quando necessário, deve
ser feito pela variação dos calços (2a),
disponíveis nas espessuras de 0.25 - 0.50 e 1.00
mm.
Aumentando a espessura de calços, aumenta- 3
se a pressão de ajuste e vice-versa.

Se a pressão de ajuste estiver correta:


a) Reduza a rotação do motor e desengate a TDPI.
b) Desligue o motor.
2
c) Retire o manômetro e reinstale o bujão (P4).
Fig. 5

3 - Embreagem hidráulica da TDPI. 2


4 - Tampa lateral de controle: liga-desliga e válvulas
moduladoras.

2a
Fig. 6

09

MF Série 200 09M01-11


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes

F. Testes hidráulicos do trator canavieiro, versão RA

T
E MASSEY FERGUS
P ON
D

T6

T3

T4

2WD

4WD
T4
T7 T8

Fig. 1
Para a realização de medidas de pressão e fluxo e) Insuficiência de óleo no conversor de torque.
hidráulicos, se faz necessária a ligação de f) Pressão baixa da embreagem reversora,
instrumentos, como fluxômetro e manômetro. causando deslizamento.
A Fig. 1 apresenta de forma esquemática, a ligação Se as rotações forem inferiores, é possível que
destes instrumentos. o motor esteja com baixo desempenho, devido
09 1. TESTE 1: velocidade de estolamento do
à filtro de ar ou combustível em más condições,
injetores defeituosos ou desgaste geral.
conversor de torque Repita o mesmo teste, porém, com a alavanca
reversora para trás (ré), comparando as leituras
Aqueça o óleo da transmissão até aproximadamente
de rotação do motor.
60 - 80 graus fazendo funcionar o motor na sua
rotacão máxima, com o conversor de torque
estolado. Isto é feito da seguinte maneira: 1
a
a) Engate a 4 marcha no câmbio, alavanca (1).
b) Acione os freios completamente.
c) Desloque a alavanca de reversão (2) para frente
e acelere o motor pelo acelerador manual até o 2
fim de curso.
Com estas condições, o contagiros deverá
indicar 1875 - 1975 rpm.
Se a rotação for superior a estes valores, pode
estar ocorrendo:
d) Patinagem do conversor de torque.
Fig. 2

09M01-12 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
2. TESTE 2: verificação da eficiência da 3. TESTE 3: verificação do fluxo e pressão
transmissão da bomba hidráulica da transmissão.
a) Estacione o trator numa superfície firme com o a) Insira o fluxômetro entre a bomba e a unidade
carregador contra uma estrutura que suporte a hidrostática.
força total do trator com segurança. Certifique-se de que os teminais de entrada e
a
b) Aplique os freios e engate a 1 marcha. saída do fluxômetro estejam corretamente
c) Desloque a alavanca reversora (2 - Fig. 2) para conectados. Caso contrário, o fluxômetro será
frente. danificado e/ou a bomba sobrecarregada.
d) Solte os freios com o motor funcionando em b) Acione o motor e acelere-o a 2000 rpm.
rotação máxima: as rodas deverão patinar, c) Aqueça o óleo até a temperatura normal de
indicando que o óleo em quantidade suficiente trabalho.
está chegando à transmissão e que os pacotes d) Feche lentamente a restrição do fluxômetro até
de embreagens não estão gastos. que uma contra-pressão de 100 bar (1.450
Se as rodas não patinarem, verifique a vazão e psi) seja indicada no manômetro.
pressão de óleo da bomba - veja TESTE 3. e) O fluxo deverá ser de 30 litros/min. tratando-
e) Se o teste resultar negativo (rodas não se de uma bomba nova no mínimo 27 litros/
patinam), deixe o motor na marcha lenta, min em uma bomba usada. Esse é o menor
esterce o volante totalmente para um dos lados, fluxo aceitável.
voltando a seguir ligeiramente para o centro. Se o fluxo estiver abaixo, a bomba está com
Isto assegura que a válvula de alívio da direção desgaste ou a válvula de alívio defeituosa.
fique fechada. Verifique a válvula de alívio, fechando
f) Faça novamente a verificação acima - itens b) lentamente a restrição do fluxômetro até que
à d). As rodas deverão patinar, mesmo que este atinja a marca de 162 bar. Se a pressão
lentamente. não atingir este valor, verifique a válvula de alívio:
g) Prossiga o teste da seguinte maneira: ajuste-a ou troque-a.
- Novamente gire o volante totalmente numa Se os testes com o fluxômetro apresentam bons
direção, até o batente e mantenha-o nesta resultados e a pressão não atingir o valor
posição para que a válvula de alívio dispare. recomendado, o fluxo da bomba vai sofrer uma
- Selecione novamente a marcha à frente em restrição normal mais adiante no sistema e
baixa velocidade: as rodas deverão patinar, conseqüentemente descarregando-se pela
mesmo que lentamente. válvula de alívio.
Se isso não ocorrer, pode estar havendo um OBS: verifique sempre a possibilidade de erros
problema de fornecimento de óleo da bomba à
transmissão Reversomatic.
nas conexões de tubos e mangueiras do
sistema. 09
Se a bomba fizer um ruído estridente durante Se houver suspeita de uma falha e não houver
os testes, indica que a mesma trabalha com ar vazamentos externos aparentes, teste a válvula
(cavitação) e a transmissão está funcionando de alívio da direção: próximo teste.
com insuficiência de óleo.
Caso o nível de óleo na carcaça da transmissão
estiver correto, a causa pode estar no filtro.
Limpe o filtro de sucção e substitua o filtro da
linha de pressão.
Caso o problema persista, verifique se a válvula
de alívio (situada junto à unidade hidrostática
da direção) se não está trancada na posição
aberta.
Neste caso, faça o TESTE 4, da válvula de alívio.

MF Série 200 09M01-13


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
4. TESTE 4: válvula de alívio geral
a) Insira uma conexão “T” entre a bomba e a
unidade hidrostática ou numa das entradas ao
cilindro hidráulico da direção.
b) Conecte um manômetro com escala adequada.
c) Acione o motor e acelere-o à 2000 rpm, com a
direção na posição neutra, ou seja, centrada.
A pressão deverá ser de aproximadamente 34,5
3
bar.
d) Esterce o volante até o batente e mantenha-o
acionado. A pressão indicada deverá aumentar
para aproximadamente 145 bar. Fig. 3
OBS: trata-se da pressão da válvula da direção
mais a contra-pressão que é aproximadamente
7
de 34,5 bar, que deve-se à restrição do
resfriador, filtro e à influência dos componentes
da transmissão Reversomatic.
4e
A diferença entre as 2 leituras deverá estar entre
105 e 115 bar.
5
Se a pressão for mais baixa, ajuste a válvula de
alívio (3), incorporada na unidade hidrostática
- Fig. 3.
Para aumentar a pressão, remova o bujão Allen
e gire o parafuso interno no sentido horário e
vice-versa.
e) Verifique também o estado da mola e demais Fig. 4
componentes da válvula, que podem ser
responsáveis pela fuga de pressão.
1
Se necessário, substitua o conjunto da válvula
de alívio.

09 5. TESTE 5: funcionamento dos Solenóides


de reversão 7

a) Com o motor desligado aplique os freios.


b) Deixe a alavanca de câmbio (1) em neutro.
4d
c) Comprima uma chave de fenda sobre os pinos
de teste, nas extremidades dos solenóides, 6
direito (4d) e esquerdo (4e), um de cada vez. O Fig. 5
carretel da válvula (7) deverá deslizar livremente
contra a pressão das internas neutralizadoras
(amortecedoras).
d) Gire a chave de partida para a 1a posição -
“contato”.
e) Peça à alguém acionar a alavanca de reversão 1 - Conexão de alimentação defeituosa.
(2 - Fig. 2) para frente ou para trás. 2 - Conexão à massa defeituosa.
Verifique se os pinos de teste dos solenóides 3 - Solenóide defeituoso.
se movimentam. Se um deles ou ambos não OBS: esses sintomas apenas serão visíveis com
estiverem funcionando, o problema é de origem o motor em baixa rotação.
elétrica e poderá ser:

09M01-14 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
6. TESTE 6: vazamento nas embreagens
reversoras frente/ré
a) Desconecte o tubo (5) na entrada (5a) da válvula
solenóide (7). Insira uma conexão “T” e conecte
o manômetro “T6”.
b) Posicione a alavanca do câmbio em neutro.
5a
c) Acione o motor em baixa rotação (800 à 900
5
rpm).
d) A pressão deverá ser de aproximadamente
18,6 bar (270 psi).
e) Mova a alavanca reversora para frente e para
trás, observando a pressão. Fig. 6
- Pressão nula ou baixa em ambos os sentidos,
significa o anel vedador metálico central do eixo 7
(interlok - dentro das embreagens), está
quebrado ou gasto, permitindo que o óleo
6a
pressurizado se transfira para a linha de retorno.
- Pressão nula ou baixa apenas num sentido,
6
indica um vazamento apenas nesse tipo de
trabalho e pode ser causado por um anel
interlok externo quebrado ou retentores do
pistão com vazamento.
Isto só será visível com o motor em baixa
rotação.

Fig. 7
7. TESTE 7: válvula de segurança do
conversor do torque. 5a 7
a) Desconecte o tubo (6) na saída (6a) da válvula
solenóide (7).
b) Diretamente na saída - orifício da válvula de 100
psi (6a), conecte o manômetro “T7”. 8a
c) Posicione a alavanca de câmbio em neutro.
d) Acione o motor e deixe-o em marcha lenta. 09
e) Verifique o manômetro, que deve apresentar
leitura entre 6,9 e 8,3 bar (100 a 120 psi).
Se a leitura da pressão for inferior do limite
6a
mínimo, remova a válvula de segurança de 100
8
psi (8) e certifique-se de que não esteja presa Fig. 8
ou arranhada.
Caso não apresentar nenhuma anormalidade
visível, verifique o estado da mola e, se
necessário, coloque calços entre a mola e o
tampão (8a) para obter a pressão correta.
A cavitação no conversor de torque também
pode ser causada pela válvula mantenedora
(ver teste T8).
Esta válvula é montada dentro da árvore
principal da transmissão, tornando impossível
o acesso externo.

MF Série 200 09M01-15


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
8. TESTE 8: válvula mantenedora da pressão
do conversor de torque
A função da válvula mantenedora (9) é assegurar
que o conversor de torque fique totalmente
preenchido com óleo.
6
Permite assim, que o óleo circule sem cavitação e
reduzindo o risco de superaquecimento do sistema.

a) Desconecte o tubo (6) na saída (6a) da válvula


solenóide (7) - Fig. 7.

b) Insira uma conexão “T” neste ponto e conecte 9


o manômetro “T8”. Fig. 9
c) Posicione as alavancas de transmissão em
neutro.

d) Acione o motor e deixe-o em marcha lenta.

e) Verifique o manômetro, que deverá apresentar


uma leitura mínima de 2,0 bar (30 psi).

9. Diagnóstico de falhas do sistema Fig. 10

1 - Problema: superaquecimento do óleo da 3 - Problema: Ausência de acionamento


transmissão. direicional ou trator se desloca em apenas um
Roteiro de teste(s): sentido.
a) Verifique o nível do óleo da transmissão. Roteiro de teste(s):
b) Verifique a existência de obstruções nas a) Verifique o nível do óleo da transmissão.
colméias do radiador de óleo. b) Faça o Teste 5: Funcionamento dos solenóides.
09 c)
d)
Verifique a tensão da correia do alternador.
Faça o Teste 7: Válvula de segurança do
c) Faça o Teste 6: Vazamento nas embreagens
reversoras.
conversor de torque. d) Faça o Teste 3: Teste de pressão e fluxo da
e) Faça o Teste 8: Válvula mantenedora de bomba e ajuste da válvula de alívio.
pressão do conversor de torque.
4 - Problema: Direção pesada.
2 - Problema: operação morosa do trator. Roteiro de teste(s):
Roteiro de teste(s): a) Faça o Teste 4: Teste de pressão da bomba e
a) Faça o Teste 1: Velocidade de estolamento. ajuste da válvula de alívio.
b) Faça o Teste 2: Eficiência da transmissão.
c) Faça o Teste 3: Teste de pressão e fluxo da
bomba e ajuste da válvula de alívio.
d) Faça o Teste 6: Vazamento nas embreagens
reversoras.
e) Faça o Teste 7: Válvula de segurança do
conversor de torque.
f) Faça o Teste 8: Válvula mantenedora de
pressão do conversor de torque.

09M01-16 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
5 - Problema: Dificuldade para trocar de marcha. 8 - Problema: Alta rotação de estolamento.
Causas possíveis: Causas possíveis:
a) Óleo não especificado. a) Embreagem(ns) reversora(s) patinando:
b) Cubos da embreagem reversora não - Baixa pressão de óleo: faça os Testes 4, 6, 7 e
desengatam totalmente: Verifique se o 8.
problema ocorre apenas em uma embreagem
ou em ambas, selecione frente, neutro e ré e
novamente o neutro, troque as marchas em
cada oportunidade. Pode se tratar de discos
empenados ou molas de retorno do(s)
pistão(ões) quebradas.
c) Carretel do controle selecionando parcialmente
uma das embreagens: Carretel emperrado.
Verifique se não há impurezas na válvula do
carretel ou danos nas carcaças dos solenóides
sobre o câmbio.

6 - Problema: Engates de marcha demoradas.


Causas possíveis:
a) A Válvula do carretel frente/ré acionanda
parcialmente: teste a válvula de controle e os
solenóides - Testes 5, 6, 7 e 8.
b) Operação lenta dos solenóides: verifique as
ligações elétricas, a tensão de alimentação dos
terminais e faça o Teste 5.
c) Telas filtrantes bloqueadas nos tubos de
transferência, localizados abaixo da válvula de
controle frente e ré: retire as válvulas e limpe as
telas. Verifique também os anéis de vedação
"O-Ring".
d) Vazamento interno na transmissão: faça o teste
de vazamento interno da embreagem - Teste
6.
09
7 - Problema: Baixa rotação de estolamento.
Causas possíveis:
a) Torque ou potência máximos do motor não
estão sendo atingidos:
- Verifique a ligação do acelerador para garantir
a obtenção da RPM máxima.
- Verifique as tubulações de chegada e saída
para garantir que a vazão da bomba de
combustível esteja normal.
- Estado dos filtros de combustível e ar.
- Nível de desgaste do motor, etc.
b) Conversor de torque não está atingindo o
torque máximo:
Estator do conversor está patinando. Substitua
todo o conjunto do conversor.

MF Série 200 09M01-17


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes

G. Testes hidráulicos em trator com câmbio de 18 velocidades

MASSEY FERGUSON
4 3
s2

1
5

6
11
s1

Fig. 1

1. Apresentação na válvula coletora "Manifold" (6).


- Ajuste: na válvula mantenedora de pressão
Direção:
localizada na base da válvula "Manifold".
- Pressão: 145 a 150 bar.
- Medida numa das entradas do cilindro de
NOTAS:
09 -
direção (1).
Ajuste: válvula de alívio incorporada à unidade
- Certifique-se quanto as condições
do nível do óleo, temperatura do
hidrostática (2).
óleo, estado do filtro e tipo de óleo
Controle Remoto: correto. Veja Notas no capítulo A.
- Se o objetivo é descobrir a causa do
- Pressão: 145 a 150 bar.
não-funcionamento de algum dos
- Medida num dos terminais de acoplamento
sistemas, certifique-se antes de que
rápido (3) do controle remoto.
a causa não está no respectivo
- Ajuste: na unidade hidrostática junto com a
solenóide: da tração dianteira (s1) e
direção (mesma pressão).
do sistema Speedshift (s2).
OBS: a válvula de alívio de 170 bar incorporada
- A embreagem de acionamento da
ao comando do controle remoto (4), tem a
tração 4x4 é pressurizada quando se
função de segurança do circuito.
DESLIGA a tração e não quando a
TDPI + Tração elétro-hidráulica + SpeedShift mesma é ligada.
do câmbio: Logo, uma falha elétrica ou no sole-
nóide (s1) causaria a impossibilida-
- Pressão: 22 a 24 bar.
de de desligar a tração.
- Medida no bujão localizado na tampa de
controle (5) da TDPI, ou no bujão específico

09M01-18 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
2. Teste do sistema de direção
Siga o mesmo procedimento descrito no Teste P1,
capítulo B. A pressão recomendada encontra-se
na página anterior.

3. Teste do sistema de levante hidráulico 5


Consulte a Seção 09G01.

4. Teste do sistema de controle remoto


A pressão deste sistema é ajustada em conjunto
com o sistema de direção (Teste P1), pois o controle Fig. 2
remoto é alimentado pela mesma bomba da direção. s2
O óleo flui da direção para o controle remoto através
da 5a via da unidade hidrostática.
12
Ao ajustar a pressão do sistema de direção, o 7
controle remoto funcionará com a mesma pressão. 11

5. Teste dos sistemas auxiliares: TDPI, tração


4x4 e SpeedShift
Vista em corte da válvula coletora 10 8
s2 - Válvula solenóide de acionamento da Baixa do
câmbio SpeedShift. 9
7 - Saída para sistema SpeedShift. Fig. 3
8 - Acumulador hidráulico: mantém a pressão para
o SpeedShift no instante em que é acionada a
tração 4x4 ou TDPI.
9 - Calços de ajuste da pressão da válvula de alívio
- espessuras disponíveis: 0,25 - 0,50 e 1,00 mm.
10 - Mola da válvula de alívio.
s2 8
11 - Bomba de acionamento dos sistemas
auxiliares.
12 - Saída para TDPI e tração 4x4.
09
13 - Bujão.

Procedimento de teste
a) Conecte um manômetro com capacidade de
30 bar no lugar do bujão:
5 - Da tampa lateral da TDPI.
13 - Da válvula coletora.
13
No caso dos tratores sem TDPI, a utilização
deste orifício é a única opção.
10
CUIDADO!
9
Antes de remover um dos bujões (5 ou
13) para conectar o manômetro,
selecione alternadamente e diversas
vezes o botão do SpeedShift no manípulo
da alavanca de marchas, com o motor
Fig. 4

MF Série 200 09M01-19


Sistemas Auxiliares - Testes e Ajustes
desligado e chave de partida ligada. g) Desligue a tração, diminua a rotação e desligue
Isto fará com que o acumulador o motor.
hidráulico (8) da válvula manifold h) Descarregue a pressão do acumulador (8 - Fig.
descarregue a pressão! 4) conforme alertado anteriormente.
i) Desconecte o manômetro e reponha o bujão
b) Acione o motor e acelere-o a 1500 rpm. removido para instalação do manômetro.
c) Com a TDPI desligada, a tração elétro-hidráulica
acoplada e sistema SpeedShift em Alta (Lebre),
faça a leitura do manômetro, que deve estar
entre 22 e 24 bar.
Se estiver incorreta, as causas podem ser as
seguintes:
- Bomba com desgaste excessivo.
- Válvula mantenedora na válvula coletora
desregulada ou com desgaste. A regulagem é
feita pela variação dos calços (9 - Fig. 4).
- Fuga através da válvula carretel de acionamento
da TDPI ou folga entre o pistão de acionamento
do freio de segurança e o respectivo
alojamento: consulte o Módulo 7 sobre os
componentes da TDPI.
d) Se com os componentes acima desligados e o
teste de pressão for positivo, prossiga o teste,
ainda com o motor à 1500 rpm, acionando
agora a TDPI.
Aproximadamente 1,5 segundos após o
acionamento, a pressão deverá atingir
novamente 22 a 24 bar.
Do contrário, há problema de vazamento interno
s1
do pacote de embreagem da TDPI - Consulte o
Módulo 7.
e) Desligue a TDPI e prossiga o teste, desligando 14
a tração dianteira através da tecla no painel: a
09 pressão também deverá permanecer entre 22
e 24 bar, do contrário, examine o sistema de
acoplamento da tração.
OBS: a tração dianteira é desligada ao ser
dirigido pressão de óleo ao sistema de
acoplamento. O engate da tração é promovido
por uma mola. O objetivo é a segurança, pois
com o motor desligado, a tração estará
Fig. 5
acoplada, garantindo frenagem nas 4 rodas.
f) Prossiga o teste, reacoplando a tração e Caixa de acionamento elétro-hidráulico da
acionando a Baixa (Tartaruga) do sistema tração, tipo lateral
SpeedShift. s1 - Solenóide de controle da tração 4x4.
Da mesma forma, a pressão deverá manter-se 14 - Entrada de pressão hidráulica: ao ser liberada
no intervalo de 22 a 24 bar, do contrário, a entrada de óleo ao mecanismo, pelo
examine as embreagens seletoras, em especial solenóide (s1), a tração é desligada.
a da Baixa do Câmbio de 18 Velocidades.

09M01-20 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Bombas hidráulicas

Conteúdo

A. Identificação dos componentes ......................................................................................... 2

B. Configurações de bombas ................................................................................................. 3

C. Remoção e desmontagem da(s) bomba(s) hidráulica(s) ................................................. 4

D. Avaliação dos componentes e análise de falhas .............................................................. 5

E. Montagem da bomba hidráulica ........................................................................................ 6

F. Válvula de alívio de partida a frio ........................................................................................ 7

09

MF Série 200 09N01-1


Sistemas Auxiliares - Bombas hidráulicas

A. Identificação dos componentes Desta forma, as recomendações quanto a manutenção


serão iguais.
Os tratores podem ser equipados com uma bomba As bombas, em todos os casos, são acionadas a
hidráulica somente ou duas, montadas em Tandem. partir da caixa de distribuição do motor.
O funcionamento, bem como os itens que compõe cada
bomba hidráulica, quer seja montada sozinha ou em Veja a identificação de componentes para as duas
Tandem, são os mesmos. versões de bombas, abaixo.

3 7
4 5
5

R12 2
R15 R13 R14

R11

18
1 7
2 R
3 17
5 R
R 15
R 14
6 13 9 10
5
09 4
R
12
R
11
R 8
16
19

Fig. 1
1 - Carcaça da bomba. "R" - Itens do jogo de reparo da bomba.
2 - Conjuntos centrais acasalados: só podem ser R11- Anel-trava.
trocados em conjunto. R12 - Retentor.
3 - Engrenagem movida. R13 - Vedador de Teflon.
4 - Engrenagem motora. R14 - Vedador de borracha.
5 - Mancais. R15 - Vedador "O" de borracha.
6 - Tampa frontal do 1° corpo. R16 - Anel de borracha.
7 - Tampa traseira do 1° corpo. R17 - Retentor.
8 - Tampa frontal do 2° corpo. 18 - Arruela de segurança.
9 - Tampa traseira do 2° corpo. 19 - Arrastador (acoplamento entre as bombas).
10 - Prisioneiros de junção dos corpos e tampas.

09N01-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Bombas hidráulicas

B. Configurações de bombas

As figuras abaixo mostram as bombas nas diversas


configurações: simples ou duplas, localização,
forma de sucção, etc.

Fig. 1: tratores de 3 cilindros.


A bomba localiza-se no lado direito do motor e o
reservatório em frente ao radiador.
A bomba aciona apenas a direção hidráulica.

Fig. 2: tratores de 4 cilindros, Compactos e


Fig. 1
Standard.
Bombas em Tandem, localizadas no lado direito do
motor. Uma bomba aciona o controle remoto e a
outra, o sistema de direção e a TDPI (quando
equipado).

Fig. 3: tratores de 6 cilindros.


Bomba simples, localizada no lado esquerdo do
motor. Aciona o controle remoto e o sistema de
direção.

Fig. 2
Fig. 4: tratores Canavieiros, versão RM (Reversão
Mecânica)
A bomba simples, que aciona apenas a direção
hidráulica, localiza-se no lado direito, combinada
com o reservatório e filtro.

Fig. 5: tratores Canavieiros, versão RA (Reversão


Automática)
A bomba da direção localiza-se no lado direito e
09
suciona o óleo da transmissão, para acionar a
direção, embreagens reversoras e conversor de
torque.
Fig. 3

Fig. 5 Fig. 4

MF Série 200 09N01-3


Sistemas Auxiliares - Bombas hidráulicas

C. Remoção e desmontagem da(s) 2


bomba(s) hidráulica(s)

a) Remova as conexões de entrada (1) e saída (2)


da(s) bomba(s).
OBS: para bombas localizadas junto ao motor,
não é necessário drenar o óleo da transmissão
e sistemas hidráulicos.
Apenas deve-se tomar a precaução de elevar o
tubo de sucção e tapar a extremidade do mesmo 1
para evitar entrada de sujeira.
Todas as mangueiras e tubos desconectados 3
devem ter suas extremidades protegidas. Fig. 1

b) Remova os parafusos (3), que fixam o flange


frontal à caixa de distribuição.

c) Para desmontar a(s) bomba(s), remova as porcas


4
(4) dos prisioneiros de junção.

d) Retire do(s) corpo(s), o conjunto de engrenagens


(5) e os mancais (6).
3
Ao empurrar o conjunto para fora, observe
atentamente a posição de montagem dos
componentes, particularmente dos mancais (6) e Fig. 2
itens de reparo indicados “R”.
5

09

Fig. 3

09N01-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Bombas hidráulicas

D. Avaliação dos componentes e Rachadura na carcaça da bomba


análise de falhas Isto acontece em casos de trabalho em pressões
excessivas (sobrepressão). A bomba precisa então, ser
De maneira geral, uma bomba hidráulica de substituída.
engrenagens só requer desmontagem quando, A sobrepressão pode ser causada por má operação
verificadas as regulagens das diversas válvulas do equipamento, como por exemplo, segurar a direção
envolvidas no sistema hidráulico, as pressões ideais por tempo excessivo no batente, obrigando a válvula
não são mais atingidas. de alívio a permanecer aberta, forçando o sistema
Geralmente, uma bomba só vai apresentar este desnecessariamente e também superaquecendo o
problema ao atingir desgaste acentuado por longo óleo.
tempo de uso, ou então quando uma situação anormal
ocorrer, tais como:
A regulagem inadequada da válvula de alívio: se esta
ficar "enforcada" (regulagem para pressão além do
Superaquecimento limite), podem ocorrer sobrepressões no sistema pois
Pode ter como causas, o uso de óleo de viscosidade a válvula não libera a passagem de óleo para o retorno.
incorreta, operação inadequada ou válvulas de alívio
desreguladas. Pode ser constatado através da Reparos na bomba
danificação generalizada dos vedadores de teflon e
Quando o problema apresentado pela bomba for
borracha. Nos casos mais graves, ocorrem escoriações
apenas um certo nível de desgaste normal,
nas buchas e azulamento na superfície dos eixos e
normalmente esta permite conserto, substituindo
dentes das engrenagens. Neste caso, a bomba precisa
simplesmente o jogo de reparo - itens identificados por
ser substituída.
"R".
Após a desmontagem, faça uma limpeza rigorosa e
Cavitação - causas mais comuns inspecione visualmente os componentes.
Viscosidade do óleo muito alta, penetração de ar através Se notar a existência de riscos e rebaixos de desgaste
da tubulação ou filtro de sucção, ou filtro saturado de na superfície interna da bomba, será necessário
impurezas. substituir a bomba completa.
A cavitação pode ser constatada através de um ruído Toda vez que a bomba for aberta, necessariamente os
com freqüência característica e proporcional a rotação. itens de reparo "R" precisam ser substituídos.
A persistência desta situação irá provocar o
arrancamento de partículas das superfícies que
envolvem os dentes das engrenagens, com o que, a
bomba não terá conserto.
09
Penetração de impurezas na bomba
Períodos de troca do óleo demasiado longos, filtro sujo
ou penetração de impurezas por qualquer outro meio,
normalmente são fatais à bomba e outros componentes
do circuito hidráulico.

MF Série 200 09N01-5


Sistemas Auxiliares - Bombas hidráulicas

E. Montagem da bomba hidráulica

Para a montagem da bomba hidráulica proceda a


ordem inversa à desmontagem, observando porém
as seguintes recomendações:
a) Lubrifique todas as partes móveis internas com
óleo novo (o mesmo que será utilizado no
trabalho). X

b) Ao efetuar as junções dos dois mancais,


observe a correta posição dos mesmos em
relação às engrenagens.
Veja as figuras: o lado do mancal que possui a
pequena canaleta (X), de comunicação com o
eixo das engrenagens, deve ficar voltado para
o lado da entrada - sucção).

c) Aperte os parafusos de fechamento das


bombas (e junção, no caso de tandem), ao R14
torque de 5,5 kgf.m.
OBS: durante o aperto das porcas, gire o eixo
de acionamento nos dois sentidos para
certificar-se de que está livre.

d) Instale a(s) bomba(s) no alojamento e


reconecte a tubulação hidráulica.
Remova as proteções colocadas antes da
desmontagem, somente na ocasião de instalar
a bomba. R13

e) Faça os ajustes hidráulicos conforme descrito


na Seção 09M01.

09

Fig. 1

A B C

A B C
Fig. 2

09N01-6 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Bombas hidráulicas

F. Válvula de alívio de partida a frio

1
2
3
4

Fig. 1
1
1 - Bujão.
2 - Vedador - anel “O”.
3 - Pistão da válvula.
4 - Mola.

Esta válvula é utilizada nas bombas duplas, sendo


incorporada na parte traseira - Figs. 1 e 2.
09
50 ± 10 N.m
O objetivo da válvula é reduzir a carga imposta pelas
bombas sobre o motor com o óleo frio, em função
da maior resistência ao fluxo nesta condição.

A válvula desvia parte do fluxo da linha de pressão


de volta para a sucção das bombas.
Após a partida, a pressão aumenta em função do
maior fluxo na saída das bombas. Este aumento de
pressão supera a força da mola (4), fechando a
válvula.

A válvula não requer ajuste. Apenas deve-se


inspecionar os componentes e trocar o que for
necessário.
Certifique-se de que o pistão (3) desliza livremente
no alojamento.
Fig. 2

MF Série 200 09N01-7


Sistemas Auxiliares - Bombas hidráulicas

Página deixada em branco intencionalmente

09

09N01-8 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Filtragem de Óleo

Conteúdo

A. Apresentação ...................................................................................................................... 2
B. Filtros tipo cartucho descartável ......................................................................................... 3
C. Filtragem de óleo do sistema de direção independente ................................................... 4
D. Filtro de óleo da bomba ISYP ............................................................................................. 5
E. Filtro de sucção e retorno - tratores de 4 cilindros Standard ............................................ 6

09

MF Série 200 09O01-1


Sistemas Auxiliares - Filtragem de Óleo

A. Apresentação

São utilizados os seguintes filtros:


1 - Filtro-tela da bomba ISYP: todos os tratores,
exceto quando não equipado com levante
hidráulico. 1
2 - Filtro de sucção integral, descartável: tratores
Compactos.
3 - Filtro de sucção tipo tela: tratores Standard de
4 e 6 cilindros.
OBS: nos tratores de 6 cilindros, este filtro
localiza-se no lado esquerdo da carcaça central. Fig. 1
4 - Filtro de retorno integral, descartável: tratores
Standard de 4 cilindros.
5 - Filtro de pressão: tratores de 6 cilindros, com
bomba hidráulica única.
O filtro (6) é do tipo cartucho substituível,
acondicionado em um copo de aço (7).
Monitoramento da restrição nos filtros 2
Conforme descrito na Seção 09B01, o
monitoramento é feito nos filtros (4 e 5), através dos
sensores (4a e 5a) respectivamente, que usam
como parâmetro a diferença de pressão.

Fig. 2
3
4a

09 4

Fig. 3a Fig. 3

7
6

5a
Fig. 4a Fig. 4

09O01-2 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Filtragem de Óleo

B. Filtros tipo cartucho descartável

São constituídos de um elemento descartável, de


papel microporoso, (porosidade = 25 μ absolutos).
O processo de filtragem ocorre de dentro para fora,
conforme indicado pelas setas na Fig. 1.

O filtro possui uma válvula de segurança (1), o


“bypass”, que permite a passagem do óleo se
ocorrer a obstrução do filtro.
Isso é uma segurança para que não falte óleo no
sistema hidráulico e partes da transmissão que
dependem de óleo fornecido sob pressão.
No entanto, é fundamental que a troca do filtro seja
feita rigorosamente nos prazos estabelecidos no
Manual do Operador.

Fig. 1

09

1
Fig. 2

MF Série 200 09O01-3


Sistemas Auxiliares - Filtragem de Óleo

C. Filtragem de óleo do sistema de No reservatório horizontal, este deve ser


removido para escoar o óleo.
direção independente
8 - Base do reservatório. Na versão horizontal, a
Em alguns casos, o circuito hidráulico da direção é base é a própria bomba.
separado, independente da transmissão: 9 - Anel “O”, de vedação na base do reservatório.
- Tratores de 3 cilindros o filtro localiza-se em 10 - Copo de expansão: somente versão horizontal,
frente ao radiador - Figs. 1 e 1a. em função da maior capacidade do sistema,
- Trator Canavieiro versão RM (Reversão nesta aplicação.
Mecânica): o filtro localiza-se no lado direito do 11 - Respiro: somente versão horizontal.
motor - Figs. 2 e 2a.
Em ambos os casos, o filtro é incorporado ao
reservatório de fluido.
A manutenção se resume a troca periódica,
conforme instruções no Manual do operador.

1 2 1

3 3

9
4

8 5

7 6
Fig. 1a Fig. 1

1 2 10 11

09

6 5 4 9 3 3
Fig. 2a Fig. 2

Identificação de componentes Manutenção


1 - Bujão de nível e abastecimento. Consiste nas seguintes operações, devendo-se
2 - Parafuso de fixação do reservatório. observar a freqüência recomendada no manual do
3 - Reservatório. operador, bem como o óleo recomendado.
4 - Mola. - Verificar o nível de óleo.
5 - Anel. - Trocar o óleo.
6 - Elemento filtrante. - Trocar ou limpar o elemento filtrante (6).
7 - Bujão de dreno de óleo: somente no
reservatório vertical.

09O01-4 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Filtragem de Óleo

D. Filtro de óleo da bomba ISYP

Identificação dos componentes


1 - Parafusos de fixação da tampa do alojamento
do filtro, na base da carcaça central.
2 - Junta.
3 - Tampa.
4 - Trava da porca (5).
5 - Porca de fixação do filtro-tela.
6 - Mola.
7 - Arruela. 3
8 - Anel “O”. Fig. 1
9 - Elemento filtrante.
10 - Tubo. 11
11 - Anel “O”: este componente pode ficar no interior
da carcaça ao remover o filtro.
Se isso ocorrer, retire-o manualmente. 10

Manutenção
Deve ser feita sempre que ocorrer a troca do óleo
da transmissão e sistemas hidráulicos.
9
a) Após drenar o óleo, remova os parafusos (1) e
a tampa (3).
b) Retire todos os componentes do filtro - itens (4
a 11).
No caso de revisão geral, recomenda-se trocar 99
8
os anéis “O” e a junta (2).
c) Após lavar o filtro e o óleo ter sido 7
completamente drenado, reinstale os
componentes do filtro.
6
d) Monte a trava (4) de forma segura, trocando-a

e)
se necessário.
Reinstale a tampa (2) e reabasteça a
5 09
transmissão com óleo recomendado.
4

Fig. 2

3 1

Fig. 3

MF Série 200 09O01-5


Sistemas Auxiliares - Filtragem de Óleo

E. Filtro de sucção e retorno - 2


tratores de 4 cilindros Standard

Filtro de retorno
1 - Filtro de retorno 3
2 - Sensor de restrição.
3 - Sensor de temperatura* 1
*OS sensores (2 e 3) são responsáveis pelo
acionamento da luz de aviso (4) no painel,
quando o filtro de retorno (1) apresentar
restrição excessiva, indicando que precisa ser
trocado. 4
4 - Luz de aviso de restrição do filtro de retorno Fig. 1
(1).
Para trocar o filtro de retorno (1)
a) Drene o óleo da transmissão.
b) Remova o filtro (1), girando-o no sentido anti-
horário. 1
c) Aplique óleo lubrificante sobre o anel de
vedação do filtro novo e instale-o manualmente.
5
Filtro de sucção
5 - Parafusos..
6 - Tampa do alojamento do filtro.
7 - Mola.
8 - Junta. Fig. 2
9 - Elemento filtrante.
9
Para limpar o filtro de sucção: com o óleo da
transmissão drenado e alojamento do filtro limpo
externamente: 8
7
a) Remova os 4 parafusos e arruelas, a tampa (6) 6
e a mola (7). 5

09 b)
c)
Remova a junta (8), que deve ser substituída.
Puxe o filtro-tela (9) para fora do alojamento.
d) Cuidadosamente, limpe o filtro-tela com pincel
em óleo diesel ou querosene. Remova toda e
qualquer partícula de sujeira presa na tela.
e) Inspecione o filtro e substitua-a se apresentar
Fig. 3
algum dano.
f) Reinstale o filtro-tela (9) e posicione a mola (7)
corretamente.
g) Usando uma junta (8) nova, reinstale a tampa
(6), com os 4 parafusos e arruelas (5).
h) Reinstale os bujões de dreno da transmissão.
i) Reabasteça a transmissão com óleo
recomendado até atingir a marca MAX da
vareta.

Periodicidade da manutenção
Conforme recomendado no manual do operador.

09O01-6 MF Série 200


Sistemas Auxiliares - Trocadores de Calor

Conteúdo

1. Apresentação ...................................................................................................................... 2

2. Manutenção ........................................................................................................................ 2

09

MF Série 200 09P01-1


Sistemas Auxiliares - Trocadores de Calor
1. Apresentação
Utiliza-se normalmente trocador de calor para o óleo
da transmissão e hidráulicos nos seguintes casos:
1 - Tratores de 6 cilindros.

2 - Tratores de 4 cilindros Turbo.

3 - Trator Canavieiro, versão RA (Reversão


Automática).

4 - Trator com câmbio de 18x6 velocidades.


Neste caso, o trocador consiste de um tubo
aletado - Fig. 2, localizado em frente ao radiador
d'água.

Nos demais casos, o trocador é do tipo


retangular, com tubos verticais e aletas - Fig. 1.

2. Manutenção
Como se trata de um componente simples, não
requer manutenção além da limpeza periódica das
aletas em caso de concentração de pó, folhas, etc.
A nível de oficina, deve-se efetuar um banho químico Fig. 1
capaz de remover quaisquer formação de borras e
obstruções no interior.

Em seguida, inspecionar o trocador de calor:


- As aletas não devem estar amassadas, sob
pena de comprometer a eficiência de
arrefecimento.
09 Pequenos desempenamentos podem ser
feitos, mas com o cuidado de não danificar os
tubos.
- Uma avaliação visual quanto a oxidação,
empenamentos, fissuras e outros, que
aconselham a troca do radiador. Fig. 2
- Revise também mangueiras, conexões, etc.
- Para aprovação plena, o ideal é submeter os
trocadores à um teste de pressão.

09P01-2 MF Série 200

Você também pode gostar