Você está na página 1de 80

INICIAÇÃO À MAGIA SATANISTA

APLICADA

1
Definição de Magia:

ato de manipular energias espirituais, utilizando-se de toda e qualquer forma de Magia


existente, independente de sua origem, através de objetos de qualquer natureza, ações ou
reações, com objetivo de alcançar desejos próprios ou de terceiros.

A definição mais famosa veio de um dos magistas mais importantes do século XX, Aleister
Crowley (1875-1947):

Magia é a Ciência e a Arte de Provocar Mudanças em Conformidade com a Vontade.

Objetivos na Magia:

 auto-conhecimento,
 auto-controle,
 elevação espiritual e intelectual,
 equilíbrio social e emocional,
 dominar seu próprio destino, tanto no Mundo Carnal quanto no futuro Mundo
Espiritual.

Código de Ética da Magia:

 sinceridade, verdade, humildade,


 respeito aos seus fundamentos e práticas religiosas e aos demais segmentos religiosos
independente de sua origem,
 respeito à todo ser humano ou espiritual independente de sua posição social, raça ou
crença;
 Proteger os fundamentos secretos da Magia e a todos ligados à ela, direta ou
indiretamente quando assim solicitarem sigilo.

A Magia existe e funciona, mas você só passa a dar credibilidade a isto quando ela acontece
pela primeira vez na sua vida. Até este momento somos incrédulos quanto as artes magisticas.

A primeira magia, para todo o iniciante ao satanismo, deve ser a magia interna. Sem isto, toda
a jornada será em vão.

2
E quando acontece a magia interna?

Quando fazemos mudanças em nossas vidas. Essas mudanças acontecem quando paramos
com tudo e olhamos para nós mesmos, nus, despidos de qualquer preconceito, medos...
Quando passamos a reconhecer e perceber nossos desejos, anseios...

É preciso estar ciente dos sentimentos e dos conflitos internos para se haver uma mudança
dentro de nós.

Pois só assim haverá correções.

Quando aceitamos que somos humanos, reconhecendo nossas falhas...

Toda Magia deve começar com a auto-estima e o amor próprio.

A Magia é a Arte de provocar mudanças de acordo com sua vontade.

Você pode se curar e curar o próximo através dessa Arte. Mas antes mesmo de poder curar
algo ou alguém, precisamos nos curar.

Isto é um trabalho diário, é preciso se policiar, é preciso ter vontade...

Para a magia se manifestar em nossa vida temos que colocar nossa mente, corpo e alma em
ordem.

Porque muitas pessoas querem praticar magia, mas têm dificuldade em conseguir êxito?

Essas pessoas querem ir direto para feitiços relacionados ao amor e ao dinheiro e acabam
alcançando algum sucesso seguindo um encanto que aprenderam decorando os passos de um
livro. Esses feitiços uma vez acontecem e 100 vezes não, e elas não entendem o porque!
Simplesmente por que pularam toda a base da magia.

Estudando magia aprendemos que podemos criar nossa própria realidade, melhorando nossa
vida dia após dia, mas para que isso aconteça é preciso começar a aceitar a responsabilidade
por seus atos e sentimentos, porque ninguém mais o fará por você.

Os poderes e a responsabilidade são o coração e a verdadeira lição da Magia.

3
O que é magia branca? E magia negra, é a mesma coisa?

1. MAGIA BRANCA

A magia branca é uma diretriz da magia. As pessoas que praticam esta magia são chamadas de
Magos Brancos, e tem como fundamento o uso da magia para AJUDAR o próximo, ou para fins
altruístas.

A magia branca segue o caminho da mão direita e a lei fundamental é "QUE SEJA FEITA A
VOSSA VONTADE"!

Os rituais da magia branca geralmente são rituais para desamarração de algum feitiço, rituais
para prosperidade, boa sorte, bençãos.

 Alguns símbolos utilizados na magia branca:

-Pentagramas

-Tetragramas

- Amuletos de sorte

-Incensos

-Velas (o elemento fogo é essencial para todo ritual)

2. MAGIA NEGRA

A magia negra tem como fundamento a frase: "SEJA FEITA A MINHA VONTADE"!

e esta no Caminho da Mão Esquerda. Esta diretriz adota geralmente o símbolo de Baphomet,
principalmente no satanismo e tem como função o uso da magia para atender aos desejos
carnais do magista, prejudicar o outro ou simplesmente se dedicar a você mesmo.

Há inúmeros rituais que podem ser feitos e geralmente é usado o pentagrama invertido.

Nesta magia a comunicação com os demônios é frequente.

Quem faz parte desta diretriz é intitulado como Mago Negro.

4
 Instrumentos utilizados:

- Geralmente há uma caveira nos rituais

- Velas negras

- O pentagrama invertido

- Em alguns rituais utiliza-se sangue.

Energias espirituais

A base fundamental de toda a magia é a energia canalizada durante o ritual. O sucesso do


ritual dependerá da quantidade da energia desprendida.
Se desejamos realizar um ritual de destruição, por exemplo, a energia a ser canalizada será o
ódio. Sem ele, a magia não surtirá efeito.
Toda magia, por ter a liberação de energia como ponto fundamental, deve ser realizada pelo
magista ou a própria pessoa deverá executá-lo.
Voltando ao ritual de destruição: como poderei canalizar uma energia que não me pertence?
O ódio não está em mim, e sim, na pessoa que deseja o ritual, logo, esta pessoa deverá estar
presente ou ela mesma terá que fazer o ritual.

Mas, o que são energias espirituais?

Antes de tudo, precisamos entender alguns conceitos.

O corpo espiritual acompanha nosso corpo físico. O corpo espiritual também é conhecido
como corpo de luz, campo energético, aura, psicossoma ou perispírito.

O corpo espiritual é um campo de energia que se manifesta através de pensamentos,


sentimentos e emoções. Este campo espiritual é constituído por uma energia vital
eletromagnética e esta, por sua vez, possui duas polaridades: positiva e negativa.

Seu corpo é uma máquina e, para funcionar, precisa de bom combustível, ou seja, de energia
que pode vir de diferentes fontes

Em tempos de sustentabilidade, para cada lado que se olhe tem alguém pedindo para você
economizar, apagar a luz e subir até o apartamento pelas escadas. Se tem tanta gente

5
preocupada com a energia do planeta, será que você não deveria estar especialmente atento à
sua própria?

Nesses períodos em que tudo parece um grande sacrifício, o melhor é tentar puxar o freio de
mão e cuidar da ecologia interior.

Antes de qualquer ato magistico, devemos estar com nossas energias renovadas.
Nos rituais de umbanda, por exemplo, o médium assim como toda a assistência, passa pelo
ritual da defumação, que serve basicamente para a limpeza e renovação da energia dos
presentes durante a sessão.

Nunca se aventure em rituais caso sinta que suas energias estão baixas ou você está
contaminado com energias negativas.

Aconselho a reequilibrar suas energias antes de qualquer ritual.

Conheça algumas dicas de como melhorar sua energia .

Siga estas dicas algumas horas antes do inicio do ritual:

 Um pouco de silêncio só faz bem

Não precisa começar essa experiência pelo salão de cabeleireiro, combinado?

Até porque ficar em silêncio não significa apenas ficar de boca fechada ou deixar de escutar
qualquer tipo de barulho. É, acima de tudo, aquietar a mente, e é aí que mora a grande
dificuldade.

“Hoje somos constantemente atraídos por estímulos externos”, diz o antropólogo Arthur
Shaker Fauzi Eid, professor de meditação da Casa de Dharma, em São Paulo.

“Acreditamos que nossa felicidade está fora da gente.”

Por isso, o caminho mais curto, e nem por isso mais fácil, para silenciar a mente é voltar-se
para dentro de si mesma. Um bom jeito para começar é sentar-se em um lugar calmo e prestar
atenção na entrada e na saída do ar.

“Mas é preciso saber que esvaziar a mente é um processo que requer treino. Não é da
primeira vez que a pessoa vai conseguir. Mas, com o passar do tempo, ficará mais e mais fácil”,
afirma Arthur.

E você será capaz de sentir os prazeres e os benefícios dos momentos de quietude em sua
vida.

6
 Um pedaço de chocolate não faz mal a ninguém

O doce, delicioso e nobre produto do cacau, é rico em triptofano, que tem o poder de
melhorar o humor e a disposição ao estimular a produção de serotonina no organismo.

“A substância provoca no organismo reações parecidas com aquelas que aparecem quando
estamos apaixonados”, diz a nutricionista Inty Davidson, de São Paulo.

Alguém já viu um apaixonado reclamar de falta de energia? E por falar em paixão, o chocolate
ainda por cima deixa o coração tinindo, segundo uma pesquisa fresquinha publicada pelo
Journal of Agricultural and Food Chemistry, da Associação Americana de Química.

Ela demonstrou que o alimento faz aumentar no organismo os níveis de HDL, o chamado
colesterol do bem.

Mas cair de boca no marronzinho pode fazer mal para a silhueta e, consequentemente, para a
energia: 100 gramas têm mais de 500 calorias.

“Para ficar somente com os benefícios sem perder a forma, prefira o chocolate amargo, que
contém maior quantidade de triptofano e menos açúcar e gordura”, afirma a especialista.

 Foco no umbigo

Alto lá! Não vá se achando o centro do mundo, estamos falando de outra coisa.

Melhorar a energia nada mais é que elevar sua frequência. Emoções e pensamentos negativos
têm uma frequência pesada. Para aumentar sua energia é preciso estimular pensamentos
positivos e sentimentos como amor, compaixão, alegria”, diz Luciana Gerodetti, psicóloga e
pesquisadora de essências florais.

Ela dá uma dica para melhorar os níveis de energia: pingue quatro gotas do floral Coraflor
(uma combinação de sete florais) no seu umbigo e feche-o com a mão direita. Concentre a
respiração no umbigo e vá subindo a mão lentamente até o coração, visualizando uma luz
branca que limpa e expande o amor dentro de você.

 Cabeça nas nuvens

Quando o combustível começa a acabar, a primeira a sentir os efeitos é a cabeça. Uma


automassagem é capaz de recuperar os níveis de energia.

7
Quem dá a receita é a fisioterapeuta Camila Lima Cheloni, da Clínica Alan Landecker, em São
Paulo: toque levemente a mandíbula com as pontas dos dedos e siga até as orelhas. Tampe os
ouvidos por 15 segundos, e repita os movimentos voltando pelo mesmo trajeto.

Pressione o canto interno dos olhos por três segundos, e depois o canto externo. Siga o
contorno das sobrancelhas e pressione levemente até o final. Quando chegar ao espaço entre
as sobrancelhas, pressione por mais três segundos. Massageie o topo da cabeça e o couro
cabeludo com movimentos circulares usando os polegares até a região da nuca. Finalize
puxando levemente os fios.

 Rir é um santo remédio

Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa de Saúde Oak Crest, em Loma Linda, na
Califórnia, comprovou os benefícios de uma boa risada. Os níveis de três dos principais
hormônios envolvidos no estresse e na queda de energia diminuíram sensivelmente quando os
voluntários achavam algo engraçado. Os de cortisol caíram 39%, os de epinefrina 70% e os de
dopamina 38%.

E o mais curioso é que esse efeito aparece antes mesmo de o fato engraçado ser mostrado aos
voluntários. Só de saber que iriam assistir a algo cômico, seu metabolismo já começava a
mudar. Portanto, se não gostou de uma piada , encontre uma melhor, mas não deixe de rir.

Como canalizar a energia?

Canalizar energia é algo fundamental para todo magista. E para feitiços e rituais é muito
importante o mago saber a importância da energia a sua volta e dela mesma.

Canalizar é você sentir a energia e a força dela. E sentir a energia junto da sua.

Você deve relaxar para canalizar a energia e não pensar em nada. Ficar em um lugar tranquilo
ajuda. Feche os olhos e sinta a energia no ambiente. Isso vai ajudar a canalizar a energia. Com
pratica, vai canalizar energia mais fácil. Em tudo tem energia, e você sempre pode praticar.

Após canalizar a energia, a reserve para usar no ritual.

Energia sexual

A sexualidade é uma das maiores fontes de energia que possuímos.

Sexo é um ato de sagrada junção de energia. É uma fonte indivizivel de energia e vida.
Não devemos pensar no sexo somente como uma questão fisiológica e de prazer carnal.

8
Em toda relação sexual existe troca de fluídos entre os parceiros. Cria-se um vínculo espiritual
entre eles que não pode ser rompido.

No ato sexual ocorre muito mais que uma troca de calor humano, ocorre também uma fusão de
energias sutis dos parceiros, troca de fluídos vitais, hormonais e um inter relacionamento de
auras ( energias).

Durante todo envolvimento no ato sexual (carícias, beijos, penetração) as células do corpo
vibram mais rápidas, o calor energético vai entrando em ebulição havendo uma troca de
energia ligada ao prazer físico e o casal tem uma grande descarga de energia quando alcança
o orgasmo.

O orgasmo é o ápice na formação do elo energético entre os parceiros.

O semem e os fluidos vaginais produzidos pelo orgasmo possuem uma carga energética
imensa. Estes fluidos devem ser recolhidos e utilizados nos rituais.

EGRÉGORA

Os Rituais Satanicos lidam com energias que habitam o mundo material bem como o
espiritual.

Estas energias, acumuladas em um determinado lugar, geram forças espirituais, sendo que a
principal delas é a Egrégora.

Vamos fazer uma breve apresentação sobre Egrégora e seu funcionamento.

 O que é egrégora:

Egrégora pode ser definida como "coletividade de pensamentos, objetivos e ações".

Por exemplo: a egrégora satanista está vinculada a todo pensamento filosófico que
corresponde as atitudes satânicas e seus membros são aqueles que agem de acordo com essas
filosofias.

As egrégoras são formadas por uma afinidade de objetivos entre as pessoas, mas não somente
entre os que estão encarnados. O plano astral e espiritual também são atingidos por nossas
vibrações emocionais e de pensamentos, assim como nós somos atingidos pela energia desses
planos.

9
Incrementando a definição de egrégora: "coletividade de pensamentos, objetivos e ações que
estão em sintonia energética de pensamentos e emoções de espíritos e homens".

Portanto egrégoras são energias que existem nos planos atrais e são formadas por espíritos e
homens que possuem a mesma afinidade de pensamentos e desejos. Astralmente estão os
espíritos vinculados a esses pensamentos que trabalham em prol da egrégora, protegendo e
guinando seus membros. Em nosso caso, os demônios!

O satanismo como religião está repleto de símbolos ocultistas como a cruz invertida, o sigilo de
Baphomet, o pentagrama invertido, a cruz satânica entre tantos outros.

O símbolo é a conexão existente entre o visível e o invisível, e toda egrégora possuí pelo
menos um símbolo que pode representá-la.

São através desses símbolos que nós podemos acessá-las e compartilhar da sua energia. Por
esse motivo que existem em todos os Rituais uma variedade de símbolos de acordo com o
seus objetivos.

Dentro dos rituais estão os símbolos relacionados com o propósito da egrégora e as


orientações a serem dadas aos integrantes espirituais dessa egrégora.

Por exemplo, quando emitimos um pensamento benéfico a alguém através de um ritual de


compaixão, essas ondas de pensamentos ligam-se a uma energia espiritual de mesmo
objetivo por meios dos símbolos utilizados no Ritual, e esta leva sua ação até onde lhe foi
determinado.

Devemos entender que a egrégora por si só tem vida e, assim como acontece com nós quando
temos algum vírus maléfico, ela elimina os membros que estão fazendo mal a ela.

É por esse motivo que quando uma pessoa que frequenta uma igreja cristã "sai do ritmo" e
não se encaixa no objetivo da egrégora, está o elimina e a pessoa deixa de ir nas missas ou
cultos pelos mais diversos motivos.

Existem duas maneiras de uma egrégora nascer:

 a primeira é com um agrupamento de pessoas que se reúnem com um objetivo em


comum, atraindo a elas energias espirituais que possuem o mesmo padrão de
vibração;
 a segunda ocorre quando a egrégora é formada no astral por seus integrantes
espirituais, é planejada e arquitetada, e então pessoas no plano material se afinam
com essa egrégora e começam a criar sua estrutura.

10
INTUIÇÃO – A VOZ DE SATAN

A intuição é difícil de definir, mas exerce um papel enorme em nosso cotidiano. Steve Jobs,
por exemplo, disse que ela é “mais poderosa que o intelecto”. Mas não importa como a
interpretamos, todos nós sabemos intuitivamente o que ela é.

Praticamente todo o mundo já teve um sentimento visceral -- aquele raciocínio inconsciente


que nos impele a fazer alguma coisa sem nos dizer por que ou como.

Esta voz interior, como a chamamos, é o elo de nossa mente astral com a mente superior de
um ser espiritual.

É a voz de Satan e de nossos guias, os demônios!

Nossa intuição está sempre presente, quer tenhamos consciência disso quer não. Como diz a
presidente e editora-chefe do HuffPost, Arianna Huffington, em seu livro ainda inédito Thrive:

“Mesmo quando não estamos diante de uma bifurcação na estrada, tentando decidir o que
fazer e procurando ouvir aquela voz interior, nossa intuição está sempre presente, sempre
lendo a situação, sempre tentando nos conduzir no rumo certo.

Mas podemos ouvi-la?

Estamos prestando atenção?

Estamos vivendo uma vida que mantenha desbloqueado o caminho até nossa intuição?

Alimentar e fortalecer nossa intuição e viver uma vida em que possamos fazer uso da
sabedoria dela é uma maneira-chave de crescer, no trabalho e na vida.”

A ciência cognitiva está começando a desmistificar a presença forte, mas às vezes inexplicável,
do raciocínio inconsciente em nossa vida e pensamento. Frequentemente minimizada e
descrita como anticientífica devido às suas ligações com a sensibilidade e comportamentos
paranormais, a intuição não é simplesmente um monte de balela sobre nossos sentidos.

O que devemos fazer com nossa voz interior:

11
 Prestar atenção àquela voz interior.

A maior coisa que distingue as pessoas intuitivas é que ao invés de ignorar, elas ouvem a
orientação de suas intuições e seus instintos.

 Reservar um tempo para ficar sozinho.

Se você quer entrar em contato com Satan, passar um pouco de tempo sozinho pode ser a
maneira mais eficaz. Assim como a solidão pode ajudar a suscitar o pensamento criativo,
também pode nos ajudar a entrar em contato com nossa sabedoria interior mais profunda.

AS pessoas intuitivas muitas vezes são introvertidas. Mas, quer você seja introvertido, quer
não, reservar algum tempo para ficar sozinho pode ajudá-lo a praticar o pensamento mais
profundo e reconectar-se com você mesmo e com o mundo espiritual.

 Praticar a atenção consciente.

A meditação e outras práticas de atenção consciente podem ser uma ótima maneira de trazer
sua intuição à tona.

Como explica o Search Inside Yourself Leadership Institute:

“A atenção consciente pode ajudá-lo a eliminar a tagarelice mental, a pesar suas opções
objetivamente, sintonizar-se com sua intuição e, ao final, tomar uma decisão que você pode
apoiar completamente”.

A atenção consciente também pode conectar você com sua intuição pelo fato de fortalecer o
autoconhecimento.

Um estudo de 2013 publicado no periódico Perspectives on Psychological Science mostrou que


a atenção consciente, definida como “prestar atenção à nossa experiência atual sem tecer
julgamentos”, pode nos proporcionar uma compreensão melhor de nossa personalidade.

 Observar tudo.

A primeira coisa a fazer é observar, fazer um pequeno diário e tomar nota quando acontecem
coisas incomuns.

12
Você ganhará uma percepção aguda da frequência com que ocorrem em seu cotidiano
coincidências, conexões surpreendentes e intuições acertadas. Em outras palavras, sua
intuição começará a se manifestar.

 Ouvir seu corpo.

As pessoas intuitivas aprendem a prestar atenção a seu corpo e dar ouvidos às suas “sensações
viscerais”.

Se alguma vez você já sentiu enjôo quando sabia que algo estava errado, mas não conseguia
identificar o que era?

As intuições podem provocar sensações físicas no corpo. Nossas sensações viscerais têm esse
nome por uma razão: pesquisas indicam que a emoção e a intuição têm raízes no “segundo
cérebro” situado no intestino.

 Se conectar com outras pessoas em nível profundo.

Ler os pensamentos de outros pode parecer algo do campo da fantasia, mas na realidade é
algo que fazemos diariamente.

Isso se chama precisão empática, um termo usado na psicologia para descrever “a capacidade
aparentemente mágica de mapear o terreno mental de uma pessoa a partir de suas palavras,
emoções e linguagem corporal”, segundo a Psychology Today.

“Quando você vê uma aranha subindo pela perna de uma pessoa, sente uma sensação
desagradável”, escreve Marcia Reynolds na Psychology Today. “Do mesmo modo, quando você
observa alguém tentando aproximar-se de um amigo e sendo rejeitado, seu cérebro registra a
sensação de rejeição. Quando você vê seu time ganhar ou um casal abraçar-se na televisão,
sente as emoções das pessoas como se estivesse com elas. Emoções sociais como culpa,
vergonha, orgulho, constrangimento, aversão e desejo, tudo isso pode ser sentido com a
observação dos outros.”

Prestar atenção às suas próprias emoções e passar tempo observando e ouvindo outras
pessoas cara a cara pode reforçar seu poder de empatia.

13
 Prestar atenção a seus sonhos.

Preste atenção a seus sonhos, para poder entrar em contato com os processos de
pensamento inconscientes de sua mente. Sonhos e intuições nascem no inconsciente, e você
pode começar a entrar em contato com essa parte de sua mente, prestando atenção a seus
sonhos.

À noite, quando sonhamos, recebemos informações do inconsciente, a parte intuitiva do


cérebro. Se você presta atenção a seus sonhos, pode receber muitas informações sobre como
viver sua vida.

 Relaxar.

Poucas coisas sufocam a intuição tão facilmente quanto estar constantemente ocupado,
fazendo várias coisas ao mesmo tempo, conectado com aparelhos digitais e estressado.

De acordo com Arianna, sempre temos uma visão intuitiva das pessoas em nossa vida -- em
um nível profundo, sabemos diferenciar as pessoas boas das que são “bajuladoras e
dissimuladas” --, mas nem sempre estamos suficientemente atentos à nossa intuição para
admitir a diferença para nós mesmos. O problema é que vivemos ocupados demais.

“Sempre recebemos avisos de nosso coração e nossa intuição, quando elas aparecem”, ela
escreve em Thrive. “Mas muitas vezes estamos ocupados demais para tomar nota.”

Elas se despem conscientemente das emoções negativas.

As emoções fortes, especialmente as negativas, podem anuviar nossa intuição. Muitos de nós
sabemos que nos sentimos mal, fora de sintonia com nós mesmos, quando estamos com raiva
ou deprimidos, e pode ser porque estamos desconectados da intuição.

Quando você está muito deprimido, sua intuição pode falhar. Quando está com raiva ou em
estado de comoção emocional, sua intuição pode falhar completamente.

Isso não quer dizer que as pessoas intuitivas nunca fiquem furiosas ou deprimidas. Mas sua
intuição funcionará melhor se você geralmente for capaz de aceitar conscientemente as
emoções negativas e depois se desapegar delas, em vez de reprimi-las.

14
A INTENÇÃO

Segundo o dicionário Houaiss, a definição para a palavra intenção é: “aquilo que se pretende
fazer; propósito, plano, ideia. Aquilo que se procura alcançar, conscientemente ou não;
propósito, desejo, intento.”

Uma interpretação superficial da intenção poderá nos levar a entendê-la como algo que
desejamos fazer para chegar a algum lugar.

Nossa intenção pode ser “visitar a mãe na próxima semana” ou “trocar de carro quando for
possível”. Pode ser também “conseguir o cargo de gerente”. Temos muitas intenções (ou
desejos) em nossas vidas.

Todo o sistema no qual estamos inseridos trabalha no sentido de aumentar os nossos desejos
(ou intenções) por coisas materiais/espirituais e/ou posições de poder. Assim eles se
multiplicam e transformam a nossa vida num vagar incessante para realizá-los. Muitos deles
tornam-se a fonte de tristes sofrimentos.

O sistema religioso atual nos afasta de nossas reais intenções.

Perdemos esta conexão, que agora está sendo restabelecida em todo planeta. Cada um de nós
é responsável por fazer o trabalho interior que precisa ser feito para que estejamos prontos
para co-criar a uma nova era.

O trabalho com a intenção real desempenha um papel vital neste processo, para cada um de
nós e para todo o planeta.

“Apenas quando nos sentirmos cansados de frustrações e sofrimentos desnecessários é que


podemos alcançar o poder da intenção real.”

O campo da intenção real está aqui, sempre esteve e sempre estará. Aqui e em todos os
lugares. Está totalmente acessível a todos, e à medida que ressoamos com suas elevadas
frequências harmonizamos e vitalizamos o nosso ser. É neste campo que trabalhamos com a
intenção real.

Quando estamos dentro do campo da intenção real entramos em contato com uma Força
extraordinária, que tem o poder de nos transformar em seres humanos criativos e
excepcionalmente bons, revelando potencialidades em nós mesmos que sequer imaginamos
que existem, como por exemplo materializar nossas intenções cada vez mais rapidamente.

Porém, nossas crenças estabelecidas por padrões mentais arraigados atrapalham e muitas
vezes impedem o contato com o campo da intenção real. Somos levados para cá e para lá por
emoções negativas, e vivemos desconectados da Fonte Superior, desconhecendo o verdadeiro
poder da intenção em nossas vidas.
15
É fundamental nos dedicarmos à investigação de todos os pensamentos tóxicos que nos
separam da intenção real.

Com a nossa pequena vontade e disposição em nos transformamos interiormente, e


conscientes que temos o nosso lado sombrio, podemos acessar o campo da intenção real para
inclusive materializar a mudança que queremos ver em nós mesmos.

Outra poderosa forma de entrarmos em contato com o campo da intenção real é a meditação.
Aquietar o corpo, a mente e o coração é uma das mais antigas técnicas que existem para criar
harmonia e beleza a partir de dentro de nós mesmos.

Se você ainda não medita, considere seriamente a possibilidade de começar. Existem várias
escolas diferentes e você pode escolher a que melhor se adapta ao seu estilo. Quanto mais
entramos no silêncio de nosso ser, mais próximos e conectados estaremos com o campo da
intenção real.

Quando acessamos o campo da intenção real, compreendemos profundamente que estamos


conectados a tudo e todos, que somos Um.

Compreendemos que a nossa vontade está alinhada com a Vontade da Fonte Superior.
Sentimos profundamente que somos amparados e ajudados todo o tempo, e que podemos
materializar as nossas intenções uma vez que elas estejam alinhadas com a Vontade de Satan.

O campo da intenção real é acessado somente no momento presente. Ele não existe no
passado ou no futuro, que são construções mentais que nos afastam dele.

Quanto mais vivermos no agora, mais conectados estaremos a intenção real.

Co-criamos nossa realidade trazendo para a nossa vida exatamente o que precisamos no
momento.

16
FOCO E INTENÇÃO

Atenção e intenção devem estar sempre juntas. A força da intenção vêm do foco e da
concentração. Sem eles, nossa intenção pode ser fraca e não produzir os resultados desejados.

Quanto mais concentrados e focados no que queremos, mais rapidamente a intenção se


materializará.

Do contrário, nossa dispersão enviará sinais conflitantes para o Universo, que naturalmente
responderá desta maneira. Em outras palavras, poderemos ter a sensação de que nossas
intenções não se materializam.

Por outro lado, se praticarmos com afinco o foco e a concentração em nossas vidas, a
possibilidade de transformar a intenção em realidade aumenta muito. Veja os exemplos dos
atletas de elite: quanto mais focados e concentrados, maior a possibilidade de vitória.
Observação de si, meditação (todos os tipos), consciência corporal são técnicas que podem nos
auxiliar a desenvolver estas habilidades.

COMO UTILIZAR A INTENÇÃO A NOSSO FAVOR

E como podemos utilizar o poder da intenção focada a nosso favor?

Como ela pode trazer benefícios tangíveis para nossa vida?

Em primeiro lugar, é muito importante priorizar o contato com com Satan e nossos guardiões
frequentemente durante nosso dia. Podemos fazer isso através da meditação, da prece, do
silêncio, ou de qualquer outra técnica que traga esta conexão.

Outro detalhe fundamental é compreender profundamente que somos responsáveis apenas


pelas nossas próprias intenções. Ninguém pode cancelar a intenção do outro, nem tampouco
mudá-lo.

As intenções podem ser dirigidas para a própria pessoa, para o outro, para uma instituição,
animais, situações, plantas, para a água, florestas, para o planeta Terra, ou qualquer outra
coisa viva ou não viva que seja objeto da intenção.

Importantíssimo: ser específico quando formular a intenção. Quanto mais específico, melhor.
Intenções vagas como por exemplo “Harmonia para minha família” podem ser descritas com
mais detalhes, citando o nome das pessoas envolvidas. Veja mais abaixo exemplos de como
ser específico com as intenções.

17
Não existem regras absolutas para trabalharmos com a intenção. Porém, as diretrizes abaixo
podem ser extremamente úteis para estabelecermos intenções focadas e a canalizarmos em
nossos rituais:

• Pare para meditar sobre qual é a intenção que você deseja trabalhar agora. Várias
podem emergir, é natural. Queremos tantas coisas, almejamos tantos progressos em nossas
vidas que tudo praticamente tem o potencial de se transformar em intenções. Priorize e
escolha a que é mais importante neste momento.

• Escreva a intenção no papel. O simples ato de fazer isto dirige a atenção e pede foco;

• Crie a frase da intenção sempre colocando o verbo no tempo presente, como se a


situação já estivesse acontecendo;

• Quando usar a intenção direcionada a outras pessoas ou situações, ela deve ser
formulada sem a necessidade de mudar o outro ou a situação;

• Quanto mais específica a intenção, melhor. Quando a intenção é formulada de uma


forma genérica, o foco geralmente se perde. Por exemplo, a intenção “Paz e harmonia para
todo o planeta” fica mais efetiva se escrevermos “Sinto-me preenchido de paz e harmonia,
enquanto me conecto com todo o planeta”;

Para facilitar o processo de escrever intenções no papel, segue um quadro comparativo que
poderá ser útil.

Menos Eficaz Mais Eficaz

Quero me ver livre desta úlcera. Sinto-me livre e curado da úlcera.

Comprar uma casa própria. Sinto-me feliz e realizado na minha casa própria.

Mário está feliz e em harmonia, sem vícios e


Que o Mário pare de beber. alinhado com o seu Bem Maior e com a Vontade da
Entidade

Que todos os seres envolvidos Todos os envolvidos nesta tragédia, encarnados ou


nesta tragédia possam se livrar do desencarnados, estão agora envoltos em nosso Amor
sofrimento. e compaixão.

Sinto-me livre de todo apego emocional ao meu pai,


Harmonia para minha família.
e sinto minha família em harmonia.

18
Uma vez que a sua intenção foi escrita no papel seguindo as diretrizes acima, você agora pode
criar seu espaço sagrado e sentar para meditar sobre ela.

Basta que você aquiete a sua mente e se conecte com o coração e com a respiração, e comece
a meditar com a sua frase. Faça isso na frequência que for possível, e os resultados irão
aparecer.

Após esta meditação, prepare seu ritual e canalize suas intenções nele.

Magia não é Milagre, e você é Capaz sim!

Qualquer religião que uma pessoa siga não interfere de aprender a utilizar sua energia pessoal.

Magia é pura energia.

Também é preciso ficar claro que não existem milagres, que um desejo pedido não tem tempo
determinado para se realizar e que muitos fatores estão compondo seu ritual, seu feitiço
pessoal, sua magia.

Então, não se deve achar que feito o pedido e o ritual adequado é só deitar na rede e esperar,
e que seja já…

Sim, o Universo conspira a seu favor, contanto que você esteja presente nas ondas de energia
de seu desejo. Assim, você precisa reciclar a energia do seu desejo com pensamentos positivos
(e sem cobranças de tempo para realização) e sempre que tiver um tempo em paz e podendo
se concentrar.

É por essas e por outras que existem pessoas que desacreditam em Magia, acham folclore ou
aberração. Portanto reafirmo, Magia não é milagre e nem mágica.

Assim como ninguém é melhor que ninguém, todos temos as mesmas capacidades de realizar
Magia, basta entender o processo, ler, estudar e saber que existe muita falcatrua na internet,
muita apelação, tendo cuidado então em suas pesquisas.

Toda receita de magia, todo material usado é funcional graças a sua energia, e seu foco…
acaba sendo meio óbvio não é?

Seu desejo depende da sua intenção, sua intenção depende de sua energia… e por aí vai.

Portanto, este texto é para mostrar que você é capaz de realizar uma Magia consciente e
responsável.

19
Faça um teste em sua próxima Magia, com ritual ou somente meditação, treine com desejos
pequenos, mas treine, pois só você vai reconhecer quando sua magia realizar seu desejo.

E daí pra frente é só praticar!!!

Aprenda a criar seu ritual em passos básicos

Às vezes as pessoas ficam procurando rituais para determinados fins, porém não sabem que
elas mesmas podem fazer.

Nisso acabam por fazer rituais idiotas enquanto é melhor ela mesma criar seu ritual, caso seu
objetivo não for algo complexo ,é claro.

Deixando de fazer perdem uma grande chance de expor a criatividade e de fazer uma
experiência que pode ajudar em diversos fatores.

Uma coisa importante no ritual é conhece-lo e saber porque cada coisa é feita e porque está
lá.

Abaixo vou mostrar alguns itens para serem seguidos para montar seu ritual!

 Objetivo:

Antes de mais nada você deve saber para que vai servir o ritual.

Proteção, Amor, Sorte, Criatividade pra postar algo no face, fazer um amuleto, arrumar um
emprego, etc;

 Objetos:

Quais objetos você vai usar?

Pense em objetos que tenham relação com o que você busca.

Quem sabe você queira consagrar algum deles: como uma caneta, por exemplo.

 Palavras ou Mantras:

20
Palavras tem poder e podem ser úteis, os mantras quando repetidos podem trazer muitos
benefícios, além disso muitas são fáceis de se encontrar.

 Datas e Horários:

Se é Dia ou Noite, qual o dia da semana, a posição dos astros, qual Lua que é, tudo isso pode
influenciar em muita coisa.

 Entidades:

Entidades podem ajudar, existem milhões de opções.

Nesse caso você deve procurar a quem tem mais relação com o que você busca, também
cores, plantas e objetos que representem essas entidades;

 Locais:

No seu quarto, Quintal, Floresta, Casa Abandonada, escolha o que tem mais a ver com o que
você quer;

 Se Preparar:

Você também deve estar preparado e concentrado naquilo que vai fazer.

Quando você é o criador do ritual, possivelmente estará mais envolvido nele também, esse é
um dos lados bons de quando você mesmo faz um ritual.

Seguindo esses passos indicados acredito que você possa montar seu ritual, não é algo 100%
fácil, mas, mãos à obra!

21
Dicas para rituais magisticos

1- Em dia de ritual, não coma carne e não beba nada alcoólico, evite drogas, também não
comece após as refeições!

2- Um ritual pode consumir muita energia, então esteja descansado!

3- A saúde é essencial para os magistas!

4- Corpo e mente em harmonia, a natureza agradece!

5- Magistas gostam de tarô, runas, astrologia. Leia um pouco de cada assunto, pode ter
serventia!

6-Nunca, mas nunca mesmo, esqueça de invocar os Principes do Inferno quando for fazer
qualquer feitiço, é uma proteção sua!

7- A limpeza sua e do ambiente são necessárias, você com um banho e o ambiente com
incensos!

8- Nada como um Demonio Guardião, chame o seu pra ficar a seu lado!

9- Aprenda a fazer um altar onde não falte utensílos adequados!

10- Quanto mais Natureza por perto, melhor. Ex: se der, água de chuva!

11- Utilize de incensos aromáticos. Dê preferencia aqueles que mais se adequam ao seu
desejo;

12- É necessário 4 itens: Desejo, Concentração, Visualização e Expectativa!

13- Não esqueça que o resultado depende muito do emocional, então permaneça firme a
idéia!

14- O inconsciente trabalha com símbolos, dai a razão dos itens do Magista! Vela, incenso,
etc… Os sentidos aguçados também ajudam!

15- A visualização do pedido é de extrema importância, exercite fechando os olhos e vendo o


máximo de detalhes a serem realizados, sinta-os!

16- O Universo conspira junto com você e precisa do tempo necessário para atuar, tenha
paciência de esperar o momento favorável de ser realizado!

17- Satanismo é um aprendizado constante e gratificante. Você sempre estará junto a


Natureza de uma forma ou de outra!

22
18- Construa seus dizeres do ritual inteiro, é mais criativo e tem sua energia compondo. Só não
esqueça de encerrar com algo do tipo: “ Hail, Sheramphorash, Assim seja...”

19- Antes dos rituais, consulte a cor das velas, incenso, tudo de acordo ao seu desejo. Consiga
harmonia e encontre uma paz espiritual!

20- Por último, lembre-se que é preciso paciência para aprender, e as vezes com os próprios
erros!

Estrutura básica para os rituais

 O Espaço e o Altar

Primeiro você precisa arrumar um espaço propício para a realização do ritual. Ar livre (nos
fundos de sua casa), num quarto, sala, garagem. O importante é que o local tenha espaço para
você montar seu altar e também para que possa circular e andar sem correr o risco de
derrubar tudo.

Espaço arranjado? Ótimo!

Agora você precisa criar seu altar. Não precisa luxo. Você precisará de um local sólido e seguro
para montá-lo. Pode ser uma mesinha baixinha ou mais alta, uma caixa, ou seja, uma
superfície firme e limpa, obviamente.

A superfície para o altar foi encontrada? Muito bem!

Seu altar deve incluir: uma toalha na cor negra (ou um tecido limpo), velas, athame (ou varinha
ou bastão mágico. Se não tiver nenhum deles, utilize a própria mão como forma projetiva e
receptiva de energia), cálice (na falta um copo simples), um pentagrama para altar, incensos e
como decoração você pode utilizar coisas (flores, frutas, cores) que se encaixam com o ritual a
ser realizado.

Claro que você vai precisar de fósforos, incensário e o mais necessário para servir de suporte.
Por exemplo, um castiçal ou um pratinho para acender a vela, levando em conta a segurança,
etc.

23
 Ritual de purificação

Muito bem. Local escolhido, altar montado, um dos passos mais importantes: o cuidado com a
limpeza do espaço e purificação do mesmo. E o cuidado com a limpeza e purificação de seu
corpo e espírito

• A Limpeza e Purificação do Corpo e Espírito

Começamos pela limpeza do corpo: tome seu banho normal. Depois se banhe com um banho
de ervas (indicadas para limpeza e purificação) ou sal marinho dissolvido em água, ou ainda
um banho mágico de sua preferência e/ou voltado para seu objetivo. Enquanto se banha,
mantenha sua mente pura.

Mantenha sua mente calma, mentalize cores, visualize as “sujeiras” escorrendo do seu corpo
em direção ao ralo. Deixe brotar cores brilhantes de seus poros. Imagine-se um ser de luz.

Terminado o banho, tente não se enxugar. Tire o excesso da água do corpo com as mãos e
tente deixar a água secar sozinha, pelo menos um pouco. O tempo para escovar os dentes e
pentear os cabelos, talvez seja suficiente.

Se vista com roupas limpas e confortáveis, sempre na cor preta ( se tiver, é claro!). Se puder e
quiser, não vista nada. Se vista de céu. Se decidir realizar o ritual vestido de céu (nu/ nua)
cuide para não ser bisbilhotado por vizinhos curiosos.

• A Limpeza do Local

Utilize incensos para a limpeza do ambiente.

Importante: antes de iniciar a limpeza do ambiente, certifique-se de que há uma porta ou


janela para jogar a “sujeira”. Caso não tenha, desenhe um pentagrama que fará a vez da porta
e quando terminada a limpeza ele deverá ser apagado. (também pode ser aberta a porta com
o desenho imaginário feito apenas com as mãos. Ou seja, você traça, imaginariamente, uma
porta que seja aberta para jogar o “lixo” e fechada em seguida

Será muito bom se conseguir percorrer seu templo com o incenso acesso em sentido horário
(giros lentos em sentido horário) e varrer a negatividade e toda sujeira para fora de uma porta,
janela ou pentagrama desenhado. Seu templo está limpo!

24
 Agora você deve invocar os 4 Principes:

Normalmente os Principes Infernais são chamados de acordo com um ponto cardeal, Norte,
Sul, Leste ou Oeste.

Após invocar os Principes, você deve invocar a Satan.

Após invocar a Satan, você deve invocar o Demonio com quem irá trabalhar, ou o conjuro
especifico de acordo com o tipo de ritual ( compaixão, luxuria ou destruição).

Pronto. Agora você deve fazer o que planejou trabalhar: cura, meditação, destruição, luxuria...

 Encerramento

 Terminado o seu trabalho mágico, em frente ao altar, agradeça a Satan e a seus


Principes.
 Apague as velas (nunca assopre) com um abafador ou com os dedos molhados.
 Pegue o athame (varinha, bastão ou a mão) e caminhe no sentido anti-horário
recolhendo a energia que você usou durante o ritual. Visualize a energia voltando para
o athame ou o instrumento escolhido por você.

Observações

Volto repetir e enfatizar que os passos acima são básicos (e muito básico, mesmo!). Não
dispensa o estudo aprofundado. Deve ser utilizado apenas como uma forma muito simples
(até mesmo rudimentar), para que o neófito possa realizar seus rituais no período de sua
dedicação.

O uso para fins escusos estão sujeitos a Lei Tríplice. Nenhum ritual, mesmo esse, deve ser
utilizado como forma de brincadeira, ou sem o mínimo do conhecimento necessário.

25
ALTAR SATANISTA

26
Com certeza, não posso negar que montar o seu altar é um dos primeiros passos no caminho
mágico e é por ele que você diariamente, constrói o seu contato com Saatan, seus príncipes
e todas as hostes infernais e celebra, faz seus encantamentos, feitiços e consagrações e etc…

E quem não pode ter um altar? Seja por questões de espaço ou questões de inquisição
familiar, não é raro o número de satanistas que não tem instrumentos ou não tem um altar
montado.

Podemos então dizer que por isso essa pessoa é menos satanista?

Vamos nos remeter ao passado, pegando a mítica Avalon como exemplo. A ilha de Avalon
era um lugar de druidas e sacerdotisas, CONFIRMADA HISTORICAMENTE POR
PERGAMINHOS, onde havia somente um altar. Mesmo que existissem lá 100 praticantes, só
havia um altar, pois só a alta sacerdotisa e o sacerdote necessitavam e mexiam neles com
propriedade e os outros compartilhavam do local, usavam em conjunto, faziam oferendas
em conjunto e etc… Os outros 98 continuavam sendo chamados de bruxas e magos.

Hoje, a maioria de nós é solitária, por isso a importância do altar. Mas vou lhes dizer uma
coisa.

De que vale um altar lindo, instrumentos caros, se não houver oferta? E não estou falando
da oferenda no prato do altar, estou falando da oferta pessoal.

Ofertar a nós mesmos diariamente faz muito mais diferença e engrandece muito mais do
que ter um altar.

Ao invés de ficar preocupado em montar um lindo altar, preocupe-se primeiro em


desenvolver um contato verdadeiro e diário com as representações do seu altar, ou seja,
com Satan.

De outra forma, você vai só montar um altar para deixar acumulando pó e esbanjando uma
atitude satânica falsa, material.

Portanto se você não pode montar um altar por N motivos, não se preocupe. Você não é
menos mago ou bruxa por isso, não importa o que digam.

27
Mais vale o que Satan e seus demonios pensam de você e o contato real que você tem com
eles do que instrumentos que simbolizam esse contato, que muitas das vezes pode nem
existir.

Pense nisso…

Materiais Necessários
Uma escrivaninha, mesa, pedra plana ou outra superfície

Um pano preto

Velas

Sigilo de Baphomet

Incenso

Imagens/amuletos

Qualquer outra coisa você ache apropriado

 Escolha uma localização.

Se você planeja meditar ou rezar, escolha um local tranquilo da casa. Se for usar seu altar para
cerimônias e rituais, coloque-o em um local mais central e espaçoso da casa.

Se o seu espaço disponível for limitado, considere a possibilidade de fazer um altar portátil.
Você pode usar uma mesa dobrável, ou mesmo um pano que possa ser dobrado junto com
objetos decorativos.

Adquira ou construa uma superfície para o altar. Você pode usar vários materiais para isso,
desde uma escrivaninha até um criado mudo. Se você planeja usar o altar para rituais que
necessitam de espaço, certifique-se de ter espaço o suficiente para estas coisas.

Se necessário, adicione outros móveis ou prateleiras ao altar. Opcionalmente, você pode


colocar uma almofada ou cadeira em frente ao altar, para meditação ou oração.

 Decida a quem dedicar seu altar.

28
Um uso comum para altares é dedicá-los a uma figura religiosa, em nosso caso, a Satan ou a
um demônio de sua preferencia.

Cubra o altar com uma toalha na cor negra.

Coloque textos sobre o altar, para serem lidos durante sua meditação.

O indicado é colocar sobre seu altar o grimorium, o diário do magista. Neste caderno, devem
constar orações, conjuros e rituais.

Alguns itens que não podem faltar em seu altar:


• VELAS

As velas usadas no ritual satânico representam a luz de Lúcifer, a chama vivente, o desejo
devorador, e as Chamas do Inferno. Somente velas negras e brancas devem ser usadas no
ritual satânico. Nunca use mais do que uma vela branca; mas tantas velas negras quanto
exigidas para iluminar a câmara do ritual podem ser usadas. Pelo menos uma vela negra é
colocada à esquerda do altar, representando os Poderes das Trevas e o caminho da mão
esquerda. Outras velas negras são colocadas onde necessite iluminação.

Uma vela branca é colocada à direita do altar, representando a hipocrisia dos magos da luz
branca e os seguidores do caminho da mão direita. Nenhuma outra fonte de luz pode ser
usada. Velas negras são usadas para poder e sucesso dos participantes do ritual, e são usadas
para consumir os pergaminhos em que as bênçãos pedidas pelos participantes do ritual são
escritas. A vela branca é usada para a destruição dos inimigos. Pergaminhos sobre os quais as
maldições são escritas são queimadas pela chama da vela branca.

• SINO

O efeito de fragmentação do sino é usado para marcar o início e o fim do ritual. O sacerdote
toca o sino nove vezes, rodando em sentido anti-horário e dirigindo as badaladas para os
quatro pontos cardeais do recinto. Isto é feito uma vez no início do ritual para limpar e
purificar o ar de todos os ruídos externos, e uma vez mais no final como uma indicação de
finalidade poluidora. A qualidade do tom do sino usado deverá ser alta e penetrante.

• CÁLICE

No ritual satânico o cálice ou taça representa o Cálice do Êxtase. Idealmente, o cálice deveria
ser feito de prata, mas se um cálice de prata não pode ser obtido, um feito de outro metal,
vidro ou louca pode ser usado – qualquer coisa menos ouro. O conteúdo do cálice deve ser
bebido primeiro pelo sacerdote, depois por um assistente ( caso tenha um). Em rituais
privados a pessoa realizando o ritual bebe o cálice todo.

• ELIXIR

Vinho por si não necessita ser usado – qualquer bebida que seja estimulante e agradável ao
paladar está em ordem. O Elixir da Vida deve ser bebido do Cálice do Êxtase, como indicado
acima, imediatamente seguindo a invocação de Satan.

• ESPADA

29
A Espada do Poder é o símbolo da força agressiva, e age como uma extensão e intensificador
do braço com que o sacerdote usa para gesticular e apontar. Paralelo a isto é a vara de apontar
ou varinha de condão usadas em outras formas de magia ritual. A espada é segurada pelo
sacerdote e usada para apontar em direção ao símbolo de Baphomet durante a invocação de
Satan. É também usada, como indicada nos Passos do Ritual, quando se está chamando os
quatro Príncipes do Inferno.

O sacerdote impele a ponta da espada em direção ao pergaminho contendo a mensagem ou


pedido depois que ele tenha sido lido em voz alta; e então usado para segurar o pergaminho
enquanto introduzido na chama da vela. Para rituais privados, se uma espada não pode ser
obtida, uma faca longa, vara ou bastão similar podem ser usados.

• PERGAMINHO

O pergaminho é o meio pelo qual a mensagem escrita ou pedido pode ser consumido pela
chama da vela e enviado para o éter. O pedido é escrito em pergaminho ou papel, lido em alta
voz pelo sacerdote, e então queimado na chama seja de uma vela negra ou branca – seja qual
for apropriada para o pedido em particular. Antes que o ritual comece maldições são
colocadas à direita do sacerdote, fascinações e bênçãos à esquerda dele.

DICAS PARA MONTAR SEU ALTAR

1. Em ´pé, centralizado com o altar, deverá ser colocado o Sigilo de Baphomet. Este sigilo
poderá ser impresso.

2. Sobre o altar deverá ficar quatro velas negras representando os quatro Prinicipes do
Inferno. Você poderá colocar uma ao lado da outra ou uma vela em cada uma das

30
quatro pontas do pentagrama ( lembrando que a quinta ponta representa a
quintaessencia, ou o espirito. Esta ponta deverá ser usada somente se o ritual assim o
pedir.) Ainda, se desejar, poderá usar um candelabro com cinco pontas.

Posição da velas:

 Uma ao lado da outra:

 Usando o pentagrama

31
 Candelabro

OBSERVAÇÕES:

1. Dependendo da escola iniciatica, o elemento TERRA poderá ser associado a


BEELZEBUTH OU BELIAL
2. No exemplo do candelabro, a ponta dedicada a Lilith poderá ser substituída por um
demônio de sua preferencia.
3. Se utilizar uma imagem, a mesma deverá ficar no centro do altar
4. Todo material ficará disposto no altar, de acordo com o tamanho do mesmo.
5. Após a montagem, faça um ritual de consagração dos elementos do altar: imagem,
incensário, cálice entre outros.

32
6. Se o ambiente for muito pequeno, não utilize muitos incensos. No máximo dois.

EXEMPLOS DE ALTAR:

33
34
MAGIA SATANISTA

35
Invocação aos PRÍNCIPES COROADOS

O Ritual de INVOCAÇÃO AOS PRÍNCIPES existe para que preceda


toda espécie de ritual praticada pelo satanista, salvo ocasiões em que o
próprio ritual não aconselhe este procedimento.
O ritual serve para revitalizar as forças psíquicas do praticante
colocando-o em uma postura mental adequada e preparando-o para o
ritual propriamente dito.
É como se o ritual abrisse os portais do Inferno, para onde o
satanista vai com a intenção de fazer a sua magia.
Servindo de abertura para todos os outros rituais, a invocação aos
PRÍNCIPES COROADOS têm ainda uma característica de permitir que o
satanista possa, com total eficiência, expulsar do templo satânico
qualquer influência psíquica danosa e higienizar o espaço ritual contra os
efeitos de seus próprios erros.
Em outras palavras: este ritual limpa o templo. Assim, este é, antes
de tudo, um ritual de consagração do espaço ritual.
O Pentagrama poderá ser impresso ou desenhado no local
escolhido para o altar.

Apresentarei dois Rituais de INVOCAÇÃO AOS PRÍNCIPES


COROADOS:
• pelos elementos da natureza e
• pelos pontos cardeais.

a) Invocação pelos pontos cardeais

Conjuro
Ao sul saúdo Satanás! Agios, Satanás!
Ao leste saúdo Lúcifer! Agios, Lúcifer!
Ao norte saúdo Belzebuth! Agios, Belzebuth!
Ao oeste saúdo Leviathan! Agios Leviathan
36
Acende-se todas as velas e, voltado para o altar, evoca-se os quatro
pontos cardeais.

Se desejar, pode se voltar para o ponto cardeal invocado.


Prossiga com a PRIMEIRA INVOCAÇÃO A SATAN.

b) pelos elementos da natureza

Satan, Senhor do Fogo. Te invoco para ser testemunha de minha


libertação e renascimento.
Acendendo esta vela, faço-o presente aqui nesta noite ( dia).
Acenda a vela da ponta que representa o elemento FOGO
Repita este mesmo procedimento com os elementos restantes,
substituindo as palavras e nomes:

Lúcifer ................ Ar
Belzebuth........... Terra
Leviathan............. Água
Aguarde alguns minutos, tentando sentir a energia de Satan.
Prossiga, recitando a INVOCAÇÃO A SATAN

In nomine dei nosti Satan, Liciferi Excelsior!


Em nome de Satan, senhor da Terra e verdadeiro Deus todo-poderoso e inefável! Tu
que criou o homem a refletir em tua própria imagem e semelhança: eu ( seu nome)
convido as forças das trevas para conferir o seu poder infernal sobre mim. Abra as
portas do inferno para se apresentar e cumprimentar como seu amigo e irmão!
Livre-me, oh! Satan de todos os erros do passado e ilusões. Enche-me com a
verdade, sabedoria e de entendimento; mantenha-me forte na minha fé e serviço
para que eu fique sempre em Ti!
Louvor, glórias e honras sejam dadas a Ti para sempre e sempre!
beba do cálice (se o ritual pedir)

37
Rituais de banimento

O que é e para que serve um banimento?

"A primeira tarefa dum Magista em toda cerimônia é consequentemente tornar seu

Círculo absolutamente impenetrável.—Aleister Crowley

Um ritual deste tipo não serve somente para limpar o ambiente e


afastar entidades nocivas, mas também para equilibrar as energias do
próprio magista.
Essencialmente, o Banimento tem três objetivos:

 O primeiro é que ele te “aquece” como uma preparação para fazer


qualquer ritual,
meditação, ou qualquer outra coisa, te permitindo colocar de lado
qualquer “pensamento
cotidiano”. Ele te permite assumir o papel de “mago”, e te colocar
no centro do seu universo mágico

 Em segundo lugar, o Banimento configura o lugar onde você está


trabalhando como um “lugar sagrado”, de modo que o sótão,
porão, quarto ou onde quer que você esteja se torna,
temporariamente, um “templo”.
 E em terceiro, um Banimento “limpa” a atmosfera da área que você
está trabalhando de “restos psíquicos”.

O ritual de banimento consiste também em afastar pessoas que


emanam energias nocivas a um indivíduo ou local e também a destruir
tais energias e pensamentos de baixa vibração.

38
Esquema básico para os rituais

•Invocação aos príncipes infernais


•Primeira invocação a Satan
•Início do ritual escolhido

 Todo material necessário deverá estar pronto e colocado no altar antes


do ritual.
 a vestimenta preta será de uso obrigatório nos rituais
 evitar o uso de qualquer substância que altere a consciência no dia
do ritual
 sempre que puder, fazer os rituais na madrugada de quinta para
sexta-feira.

Ritual do banimento – 1

PEGUE A VELA DEDICADA A SATAN EM SUA MÃO ESQUERDA E RECITE


O BANIMENTO:
Eu, (seu nome completo), venho diante das hostes infernais pedir a sua
intervenção no poder invencível de Satã para que todos os trabalhos
espirituais, trabalhos energéticos negativos, sigilos, vodus, macumbas,
pactos, feitiços, encantamentos, magias, invocações ou conjurações
feitos contra a minha pessoa (seu nome completo), sejam a partir deste
instante despotencializados, desmagnetizados, desfeitos, anulados,
destruídos, desmaterializados e desenergizados, em todos os tempos,
todos os espaços e em todas as dimensões.
Que sejam nesse momento desatados, desfeitos, anulados e
desamarrados todos os laços que prendem a minha evolução. Que sejam
afastados da minha pessoa (seu nome completo) todas as entidades e
todos os seres que de alguma forma e por qualquer motivação estejam

39
me influenciando maleficamente, controlando ou dominando a minha
vontade,
Atendam ao meu pedido posto que pertenço ao POVO de Satã e o aceitei
como meu único Deus e soberano, Que assim seja. Que assim se faça.
AGUARDE ALGUNS MINUTOS, SE CONCENTRANDO.
AINDA COM A VELA EM SUA MÃO, FAÇA A CONFIRMAÇÃO DO RITUAL:
( esta invocação deverá ser escrita em papel branco

Satan, invoco a tua proteção e ajuda, para que eu seja aquilo que deva ser, e que
minha evolução seja o reflexo dos teus caminhos em mim.
Que deseje o que seja bom para mim e que lute até a morte para alcançar meu
objetivos.
Que a parceria que começamos seja um caminho constante e assim tua força seja
minha força em momentos difíceis e que minha
alegria seja tua alegria nos momentos de prazer.
Satan, eu te aceito de agora em diante e renuncio a todo caminho que não seja
unicamente o que tu tens a oferecer. Ouve minha declaração e seja aquele que me
guia sempre para felicidade.

Ethan!

Queime papel na vela que esta em sua mão e deixe-o sobre um pires até
queimar. Em seguida, a coloque a vela no lugar.
Termine o ritual dizendo: Hail, Satan!

Ritual do banimento – 2

1 -Lua minguante ou negra


2- Deverá ser feito de noite
Ingredientes:

Vela ( se puder ser preta, será melhor)

40
Incenso de arruda ou de cravo
Um objeto com lâmina, se tiver um Athame beleza, se não tiver pegue
uma pequena faca.
Limpe a faca com o incenso e a consagre aos Deuses do submundo,
assim:

Oh! Deus Satan, que possui os domínios do submundo: traga


sua essência à esta lâmina!

Um ovo cru e não estragado


Um pouquinho de sal
Preparo:

1- Acenda o incenso e a vela


2- Recite com vontade, fé, visualização e determinação
3- Segure na mão esquerda o ovo e na mão direita a lâmina.

Conjuro:

"Nessa noite sagrada de Grande Poder


Eu me envolvo na imanência de Hades
E ordeno, espíritos imundos que querem
Habitar minha casa, minha família, minha vida e meu corpo
Retiram-se deste lar, destas pessoas e de mim
Pelo poder da Lâmina
A tua hora findou nestes lares
Com o poder da lua e da caçadora selvagem
Pela matilha dos cães do submundo
Por todos os Deuses que venceram a morte
Por Cérbero, Aqueronte e Caronte
41
Eu vos expulso espíritos imundos
Por todo o poder do céu, do mar: da terra e além
Eu vos subjugo pelo meu direito legítimo sobre estes lares
Pelas asas negras de Hades
Eu vos expulso e vos impeço de se aproximarem novamente
Pelo sagrado Estige e seu juramento
Pela cruz celta e por Ankh
Pela espada, chifre, asa, tocha e cão
Pela lua e por saturno
Pelo que imponho meu poder concedido por Satan
E juro agora perante ao Mestre Soberano do Submundo que
assumirei e tomarei posse do meu corpo
Só entrará na minha casa aqueles de bom coração e os convidados
Da minha família só se aproximarão os de bom coração"

Pós-conjuro:
Pegue a vela, o ovo e o sal e leve para a área externa da sua casa.
Se morar em apartamento, leve para a área de serviços.
No outro dia quando a vela tiver queimada, pegue os restos da vela
raspando aonde ficou a parafina. Coloque os restos de parafina em um
guardanapo grande ou papel toalha. Coloque o ovo dentro do papel
toalha também, assim como o sal. Embrulhe tudo e coloque em um
encruzilhada. Deixe lá o papel toalha com os itens citados.
Observações: O ovo representa o sacrifício. Ele na mão esquerda,
que é a que absorve, prendera as energias negativas. O ovo é rico em
enxofre e o enxofre é usado tanto em banimentos como exorcismos. O
ritual se baseia no seu direito legítimo sobre seu corpo, sua casa e seus
familiares.

42
Ritual do banimento – 3

Ritual de Banimento Satânico

Ritual:

Estando em qualquer ponto, para qualquer direção, toque sua testa com a
Adaga/Dedos e VIBRE (Entoando com vontade e firmeza, como um
Mantra):
“Yadalbaoth!”
Toque a área sobre seus genitais e vibre:
“Aeshma-Taromat!”
Toque o ombro direito e vibre
“Do-Mar”
Toque o ombro esquerdo e vibre
“Dehak”
Cruze os braços sobre o peito e vibre “Andar!”

(Esta seria a “cruz cabalística” adaptada para os cultos Luciferianos


Ahrimanicos. Ela invoca os poderes do Caos e das Serpentes Gêmeas de
Azi Dahaka, ligadas a ascenção do poder pessoal/DG, entre outros
simbolismos. Serve para equilibrar o magista e mantê-lo focado no rito).

Volte-se então para o OESTE e visualize uma chama azul escura ardente,
com toda força de sua visualização. Vibre “Leviathan!”
Volte-se para o SUL, visualize uma intensa Chama Negra e vermelha.
Vibre “Ha-Shatan!”
Volte-se ao LESTE, visualize uma intensa luz brilhante, o mais brilhante

43
que imaginar, tomando a forma de uma sinuosa serpente. Vibre “Lúcifer-
Samael!”
Finalmente volte-se ao NORTE e trace com a adaga/dedos um grande
Pentagrama invertido, na cor negra. Vibre “Lilith!”
Abra seus braços, mantendo a visualização e sentindo as energias que
vibram a seu redor. Diga entoando:

“Me circulam os fogos de Leviathan e Ha-Shatan, e me cercam as


essências de Lúcifer-Samael e Lilith. Eu anuncio meu Intento Sagrado
como Deus em Carne, enquanto ascendo sobre os céus e sob a terra.
Assim acima como abaixo! E está feito.

Ritual de consagração

 Os instrumentos usados no Ritual deverão ser consagrados em


nome de Satan.
 O ritual de consagração deve ocorrer durante a lua cheia.
 Comece por colocar o(s) item(s) para ser abençoados em cima
de seu altar. Se você tiver um incensário que precisa ser
abençoado, use outro recipiente a prova de fogo para queimar
incenso para este ritual.
 Acenda seu incenso. Acenda vários incensos. Como os itens
serão passados através da fumaça do incenso para ser
consagrados, use bastante

Ritual do Consagração – 1

Para consagrar objetos pessoais ( colares, pingentes, anéis,


etc...)
Segure o objeto a ser consagrado na mão esquerda passando pela
fumaça do incenso e faça a seguinte oração:
44
Senhor da Contenda, apresento-te este instrumento que serve de
acumulador das forças satânicas!
Este talismã contém os poderes infernais multiplicados porque é
abençoado por Satã!
A pessoa que vier a usar este instrumento, possuirá em si todas as
potências espirituais e poderá manejá-las de modo a se beneficiar e
beneficiar a terceiros que lhe sejam simpáticos.
Este talismã é um escudo que defende 0 seu possuidor de quaisquer
forças emanadas pelos nossos inimigos!
Este talismã é um concentrador de forças que tornam poderoso o seu
dono, levando-o a ser vencedor de todas as lutas.
Que Satã o abençoe!
Que Lúcifer o ilumine!
Que Belzebu o torne mais poderoso!
Que Leviathan o tome mais sábio! Ethan!
• A oração de consagração deverá ser feito para cada objeto a ser
consagrado

Ritual do Consagração – 2

Para consagrar objetos Ritualísticos

Conjuro de CONSAGRAÇÃO

No Nome Inefável de Satan e diante dos Príncipes Coroados:


Lúcifer, Belzebu, Astaroth e Azazel, convido os poderes do inferno para
vir diante de conceder suas bênçãos e poderes sobre essas ferramentas,
que podem servir como uma extensão e ampliação da minha vontade e
desejo, sempre a serviço de Satan.

45
Visualize uma luz elétrica poderosa azul começar a pairar sobre
você. Encha-se com esta luz azul, invocando os poderes do inferno.

 Para o Athame/espada:

Visualize a luz azul infundida no Athame. Pegue o seu ímã e comece


acariciando a lâmina do punho até a ponta, em um sentido, ambos os
lados. Visualize a luz azul cada vez mais forte. Isto deve ser feito por
cinco minutos.
Visualize a luz azul na fumaça do incenso e passe o athame através da
fumaça, e recite o seguinte:
"Em nome do Todo-Poderoso Satan, eu abençoo e dedico este
instrumento ao ar."
 Para o cálice e os instrumentos regidos pelo elemento da água:

Visualize a mesma luz azul. Infundir e cercar o seu cálice com a luz.
Passá-la através da fumaça do incenso.
Recite o seguinte:
"Em nome do Todo-Poderoso Satan, eu abençoo e dedico este
instrumento a água"
 Para o incensário:

O queimador pode representar o elemento do ar. Vá como você sente


melhor. Execute o mesmo rito como com o cálice, passando-o através da
fumaça e visualizando uma luz azul.
Recite o seguinte:
"Em nome do Todo-Poderoso Satan, eu abençoo e dedico este
instrumento ao fogo."
Ou:
"Em Nome do Todo-Poderoso Satan, eu abençoo e dedico este
instrumento ao Ar ".

 Para Pentagramas, Baphomet e quaisquer itens do elemento Terra:

Faça o mesmo que o acima exposto com a luz, passando cada item
através da fumaça.
Recite o seguinte:
"Em nome do Todo-Poderoso Satan, eu abençoo e dedico este
instrumento a Terra".

Depois de ter consagrado as suas ferramentas, recitar a Terceira Chave


Enochiana.
Ao terminar, faça uma oração em suas próprias palavras, oferecendo
agradecimento e gratidão ao Pai Satan e aos Poderes do inferno para

46
consagrar os seus instrumentos.

Feche o ritual.
A Terceira Chave

Micma Goho Mad Zir Comselha Zien Biah Os Londoh Norz Chis
Othil Gigipah Vnd-L Chis ta Pu-Im Q Mospleh Teloch Qui-I—-N Toltorg
Chis I Chis-Ge In Ozien Ds T Brgdo Od Torzul. I Li E Ol Balzarg Od Aala
Thiln Os Netaab Dluga Vonsarg Lonsa Cap-Mi Ali Vors CLA Homil Cocasb
Fafen Izizop Od Miinoag De Gnetaab Vaun Na-Na-E-El Panpir Malpirg Pild
Caosg. Noan Vnaiah Bait Od Vaoan. Do-O-I-A p Mad Goholor Gohus
Amiran. Micma Iehusoz Ca-Cacom Od Do-O-A-In Noar Mica-Olz A-Ai-Om,
Casarmg Gohia. Zacar Vnigiag Od Im-Va-Mar Pugo Piapii Ananael Qa-A-
An.

Tradução:

Vede! Disse o vosso Deus, eu sou um círculo em cujas mãos


descansam 12 reinos; Seis são os assentos dos espíritos da vida; os
outros são como foices afiadas ou como o chifre da morte, nos quais a
criatura da Terra são e não são, exceto pelas minhas próprias mãos; que
também dormem e subirão! No princípio os fiz Administradores e os
coloquei sobre 12 assentos de Governo, dando a cada um de vós o poder
sucessivamente sobre os 456, verdadeiras épocas do tempo, de forma
que desde os mais altos receptáculos e cantos de seus governos
pudessem trabalhar meu Poder, derramando o fogo da vida, e crescer na
Terra continuamente. Assim, tornam-se os limites da justiça e da verdade.
Em nome do vosso Deus, levantai-vos; eu vos digo: Vede! Vossas
misericórdias florescem e vosso nome que permanece poderoso entre
nós. Nele dizemos: Movei-vos! Descendei e recorrei a nós, como
participantes da sabedoria secreta de vossa criação.

47
Rituais de compaixão

O ritual da compaixão, ou sentimento, é realizado com o


propósito de ajudar aos outros, ou a si mesmo. Saúde, felicidade
domestica, atividades empresariais, sucesso material e perícia
acadêmica são algumas das situações envolvidas pelo ritual da
compaixão.
Rituais de compaixão são direcionados a evocar piedade ou
tristeza, e o choro é fortemente encorajado.

ESQUEMA PARA RITUAIS SATANISTAS

I. Invocação a Satan

II. Invocação aos Príncipes Coroados

III. Conjuro do ritual escolhido ( compaixão, destruição ou


luxúria)

IV. Ritual escolhido

48
INVOCAÇÃO EMPREGADA PARA A CONJURAÇÃO DA
COMPAIXÃO

Com o anjo da tortura e a ira da extinção, eu despejo as minhas vozes, protegido no


ribombar do trovão, a fim de que você possa escutar!
Óh grandes espreitadores da escuridão, óh guardiães do caminho, óh favoritos do
poder de Thoth! Movam-se e apareçam!

Apresentem-se a nós em seu poder benigno, em benefício de alguém que acredita e


acometido de tormento.
Isole-o no baluarte da sua proteção, pois ele não merece a tortura e não a deseja.
Deixe que os que se conduzem contra ele sejam enfraquecidos e destituídos de
substância.
Assista-o através do fogo e água, terra e ar, para que ele recupere o que perdeu.
Torne forte através do fogo o cérebro do nosso amigo e companheiro, nosso
confrade do caminho da mão esquerda.
Através do poder de Satã deixe a terra e os seus prazeres reentrarem o seu ser.
Permita que suas forças vitais fluam livremente,
que ele possa saborear os néctares carnais dos seus desejos futuros.
Inflija o silêncio ao seu adversário, com ou sem forma, a fim de que ele possa
emergir alegre e forte daquilo que o aflige.
Permita que nenhum infortúnio atinja o seu caminho, pois ele é um de nós, e desta
forma deve ser cuidado.
Restaure o seu poder, para se alegrar, para o domínio interminável dos reveses que
lhe tenham atacados.
Construa em volta e dentro dele o brilho exultante que introduzirá solenemente sua
emergência do marasmo
estagnador que o engolga.
Isto nós comandamos, em nome de Satã, cujas mercês florescerão e cujo amparo
prevalecerá!
Assim como Satã reina ele reinará, de quem o nome é este som: (nome) é o vaso de
cuja carne é como o
mundo; vida eterna, mundo sem fim!
Shemhamforash! Hail Satan!

49
Ritual de compaixão - 1
RITUAL DE UNIÃO DE CASAL

Esse ritual deve ser feito pelo próprio casal. Devem permanecer de

mãos dadas até o término da oração que deve ser pronunciada por

um dos dois enquanto o outro se concentra nas palavras que estão

sendo ditas.

Satã, nosso Senhor e Soberano, diante de tua presença

que nos envolve inteiramente com tua energia poderosa,

afirmamos que há uma só presença aqui, a harmonia que faz

vibrar os nossos corações de felicidade. Sentimos que este recinto

está cheio do teu amor que se derrama sobre nós nesse momento.

Que sejamos leais e unidos, que sejamos

compreensivos e justos um para com o outro, que nossa relação

se construa sobre os pilares firmes da sinceridade e do respeito

mútuos.

Conceda-nos a plena saúde física e mental para que

juntos possamos desfrutar de tua glória e de tuas bençãos em

nossas vidas.

Conceda-nos prosperidade, paz e alegria perenes na

construção diária de nossas vidas rumo a evolução material e

espiritual que asseguras a todos os teus leais seguidores.

Conceda-nos os teus dons e as tuas bençãos para que

possamos ser a expressão de tua divindade, depositários de teu

amor e de tua generosidade na mais pura expressão do dar e

receber contínuo e crescente.

Diante de tua presença pedimos a ti que nenhum mal

possa estar entre nós, que essa relação jamais termine sem que

seja pela vontade de um de nós, que nada se interponha entre os

nossos sentimentos além da vontade própria no exercício pleno

do livre arbítrio de cada um.

Ethan!

50
Ritual de compaixão - 2

Chama Negra

MATERIAL NECESSARIO:

 4 velas pretas
 1 Pentagrama ( poderá ser impresso ou desenhado)
 Incensos
 1 pires ou prato
 1 folha de papel em branco
 1 cálice com vinho tinto

ANTES DO RITUAL

1. Acenda seu incenso e deixe queimar 10-15 minutos antes do ritual


2. Posicione o pentagrama com a ponta voltada para você e, nas
quatro pontas restantes, posicione as velas
3. Encha seu cálice com vinho ou outra bebida
4. posicione o pires no centro do pentagrama
5. Vista-se para o ritual, tente usar tudo preto, se possível.
6. Antes de iniciar, escreva na folha em branco seu pedido a Satan,
detalhando o máximo possível o que deseja.. Após escrever, assine
e dobre o papel.

Após a Invocação a Satan, beba do cálice, aguarde alguns instantes


e prossiga o ritual:

Neste momento, com a carta em sua mão esquerda, leia, em voz


alta, seu pedido escrito. Coloque mais detalhes a seu pedido. Sinta-se
envolver por Satan. Quando tiver terminado, queime a carta na vela que
representa Satan ( a chama Negra) e coloque-a no pires.
Concentre-se e medite! Após meditar, converse com Satan expondo
suas necessidades. Deixe todo sentimento fluir. Não reprima estes
sentimentos. Os libere!

51
Ritual de compaixão - 3
Invocação de auxílio
Material necessário:
 5 velas pretas
 1 pires
 Pentagrama, incenso, folha de papel em branco, cálice com vinho

Execução
Posicione as velas no PENTAGRAMA, uma em cada ponta.
No centro do Pentagrama, coloque o pires.
A invocação de auxílio deverá ser copiada na folha em branco junto com seus
pedidos.
Após a invocação de auxílio, o papel deverá ser queimado na vela da Chama Negra (
a ponta ESPÍRITO)
Inicie o ritual com as invocações inicias, beba do cálice e recite em voz
alta a invocação de auxílio

Satan, invoco a tua proteção e ajuda para que eu seja aquilo que deva ser
e que minha evolução seja o reflexo dos teus caminhos mim.
Que deseje o que seja bom para mim e que lute até a morte para alcançar
meus objetivos. Que a parceria que começamos seja um caminho
constante e assim tua força seja minha força em momentos difíceis e que
minha alegria seja tua nos momentos de prazer.
( Descreva seu pedido detalhadamente.)
Satan, eu te aceito de agora em diante e renuncio a todo caminho que não
seja unicamente o que tu tens a oferecer. Ouve minha declaração e seja
aquele que guia sempre para a felicidade.
Ethan.

Queime o papel na chama Negra e deixe-o sobre o pires até queimar.


Termine seu ritual dizendo: HAIL Satan!

52
Ritual de compaixão – 4

Abertura dos portões do Inferno

Para o sul eu o chamo, e nas chamas do inferno:


Satanás, eu te invoco.
Satanás, eu te invoco.
Satanás, eu te conjuro.
Mostre-se, Satanás, e manifeste-se dentro deste corpo,
Neste templo que tenho preparado e separado para ti, oh! Lord das
Trevas!
Mostra-te, Satanás, e manifeste-se
Revela-te, Satanás, e manifeste-se
Abra as portas do inferno para que possa atravessar para que possa me
tornar como o Maioral. Abra os Portões para que eu possa atravessar.
Mostra-te, Satanás, e manifeste-se
Revela-te, Satanás, e manifeste-se
Consagrai-me em teu nome, Satanás.
Santifica-me em teu nome, Satanás.
Abençoe-me em teu nome, Satanás.
Revela-te Satanás e manifeste-se!
(Beber do cálice e fazer pedido)

53
O ritual da cobiça
Ritual para fortalecer, desenvolver a visualização e realizar o desejo
de aquisições materiais. Uma semana antes de executar esse ritual, é
importante montar um painel com os desejos materiais mais cobiçados.
Pode pegar uma cartolina e colar recortes de figuras de bens que
deseja possuir. Ex.: carros, casas, pessoas, dinheiro, etc...
Nessa semana que antecede o ritual, deseje o máximo aquilo que
almeja, visualize a conquista como se já fosse sua, você dirigindo um
carro, morando em uma casa que deseja, saindo com aquela pessoa que
sempre teve vontade (para a pessoa desejada, pode-se complementar
com o ritual de luxúria no final), afirmando a quantia em dinheiro que
deseja possuir etc... visualize e viva o presente, nunca o futuro, jamais
afirme, "um dia terei tudo isso". Esses bens já são seus se assim o
desejar. Acredite com todas as energias que tudo que queira, já é seu e
que você já os possui.
Pode aproveitar a noite antes de dormir e praticar um pouco essa
visualização.
Passado uma semana de exercícios de fixação dessas aquisições,
prepare a câmara ritual, limpe-a, purifique-a, proceda com o ritual de
banimento para eliminar quaisquer energias psíquicas negativas que
possam levá-lo a impossibilitar a manifestação de suas perspectivas...
Leve o painel até a câmara ritual, coloque-a em local adequado
onde possa visualizar grande parte do tempo, não a coloque sobre o altar
nem nas proximidades, mas onde possa visualizar em posições
estratégicas. O importante é você ter, durante o ritual, a visão das suas
conquistas durante todo o tempo que você permanecer na câmara.
Antes de iniciar o ritual, após a câmara limpa, purificada, perceba
seus sentimentos, seus desejos, devem estar bem fortes para aquilo que
deseja, você deve estar convicto de que tudo aquilo que queira já é seu.
Ande pela câmara (iluminada apenas por velas pretas, (sete dias), nos
quatro cantos da câmara e apenas uma branca no centro), medite um
pouco sobre o conteúdo do painel e sobre seus desejos e suas
conquistas (fique o tempo que achar necessário e confortável, desfrute
do que sente). Se você não sentir-se forte ou preparado o bastante com
seus sentimentos e desejos, transfira para outra ocasião, mantendo seus
exercícios diários de visualização até o momento do ritual.
Então trace um pentagrama no chão com giz de pemba com a ponta
principal (barba de baphomet) apontando ao contrário do altar, circule-o...
Deve ser traçada em um tamanho que caiba você no centro.
Simbolicamente, o sinal de baphomet representando o todo e onde esse
todo absorverá suas vontades, seus desejos, seus segredos mais

54
ocultos... você deve estar posicionado no centro do pentagrama, (assim
que começar a executar o ritual), representando você no centro do
universo onde toda energia emanada por você será recepcionada pelos
poderes dos antigos...
Preparação da câmara ritual:

Altar:
 Sigilo de baphomet na parede... Trace um sigilo pessoal consagre-o
e use sobre o altar...
 4 velas pretas uma em cada canto do altar e 1 vela branca no
centro... (simbolicamente as quatro velas pretas representam os
quatro príncipes coroados do inferno e a vela branca representa
você)...
 Punhal, recipiendário, sino e incensos.
 Uma folha de papel em branco (o velho sulfitão, não precisa de
pergaminho ou pele animal)

Se conseguir um pouco de sangue animal (pode ser o sangue
daquela picanha maneira que acabou de comprar para o churrasco do fim
de semana, não sacrifique nenhum animal), ou se preferir use um pincel
atómico de cor vermelha... (para usar o sangue como tinta, escreva com o
punhal).
Vestes:
Manto preto com capuz, ou caso não o possua, calça e camiseta
preta sem estampa e descalço... (se porventura usar no final, o ritual de
luxúria como complemento para conquistas amorosas, lembre-se de ficar
nú após o ritual do desejo.)...
Execução do Ritual:
O pentagrama circulado, conforme instruções acima, já deve estar
desenhado no chão e a câmara purificada.
Coloque em sentido anti-horário nas pontas do pentagrama,
começando pela ponta superior esquerda (primeiro chifre de baphomet e
pulando a ponta principal inferior do pentagrama, contrário ao altar) os
seguintes objetos em homenagem aos príncipes coroados...
- Lúcifer - incenso - elemento ar
- Belial - recipiente contendo sal ou terra... -elemento terra
- Leviatã - recipiente contendo água - elemento água
- Satan - um tacho inflamável - elemento fogo uma vela preta
(comum) em cada ponta junto com os objetos...

55
Na ponta Principal inferior (barba de baphomet) acenda apenas uma
vela branca representando você.
Siga até o altar e acenda as velas pretas primeiro, começando pelo
mesmo sentido anti-horário... e no final acenda a vela branca do centro...
Acenda incenso no altar, deixe-o queimar...
Toque o sino nove vezes, e olhando para seu sigilo, diga...
“Aqui consagro e realizo minha vontade e meus desejos...”
Pegue o punhal e vá até o centro do pentagrama, diga as palavras
olhando para o sigilo de baphomet na parede:
“O grande e poderosa força universal, realizadora de todas as
manifestações, você sendo o todo e que tudo está em você, fechando
assim todo o ciclo da existência, permita-me através desse momento
mágico, manifestar meus desejos para que eu possa conceber aquilo que
me é de direito, pelos meus desejos, pela minha vontade e pela minha
força...”
Voltando ao altar, deixe o punhal, pegue a folha e escreva nesse
momento, seu maior desejo, conquista, enfim... aquilo que almeja.
Enrole o papel, segurando com a mão direita, diga:
“Aqui está feito... selo nesse momento e consagro através do fogo,
minha energia, meus desejos e minhas conquistas... e que ninguém
haverá de tirá-la de mim, a não ser pela minha própria vontade...”
Leve o papel enrolado até a vela central (branca). Queime a ponta
deixando a chama começar a consumi-la e jogue em seguida no
recipiendário.
Volte em seguida para o centro do pentagrama, sente-se e medite
sobre sua nova conquista. Faça acontecer em seus pensamentos... deixe
fluir... sinta-se realizado...
Assim que tudo estiver terminado, (leve o tempo que achar
necessário), você satisfeito com sua nova aquisição (consagrada pela sua
vontade), então recolha os materiais do pentagrama, velas, incenso, sal
ou terra, agua e o que estiver queimando (inflamável) e jogue-os no
recipiendário, que deve conter a primeira vela branca (iluminação de
ambiente), as cinzas do seu manuscrito ou algo mais que lá foi
depositado...
Quando ver aquela bagunça de elementos misturados, reserve o
recipiendário em local aberto por mais uma semana, enquanto você
visualiza sua nova conquista... todas os dias e noites... (deixe as velas do
altar, incenso extinguirem-se, retire, organize o altar ou limpe tudo após
uma semana).

56
Fique atendo as oportunidades para sua conquista, não deixe nada
passar, cada detalhe passa a ser importante, acredite que seu esforço
será manifesto, você acabou de emanar seus desejos ao todo. Você faz
parte dele assim como você está nele e ele em você... portando é uma
única força...
Você como parte dessa energia, é deus manifesto... você tem o
poder de seguir adiante, exercendo sua própria vontade...
(Fonte: Haborym Grimorio l, capítulo 20)

 Rituais de Destruição
"Por que eu não deveria odiar os meus inimigos?... Não somos todos nós animais
predatórios por instinto? Se os homens pararem de depredar os outros, eles
poderão continuar a existir?... não é a desprezível filosofia da pessoa servil que
vira as costas quando chutado?... “Odeie seus inimigos... atinja-o dilacerando e
desmembrando-o, pois autopreservação é a lei suprema! Quem mostra a outra face
é um cão covarde!”

Esta é uma cerimônia usada pela raiva, aborrecimento, desprezo, desdém, ou


somente ódio manifesto. É conhecido como feitiço, maldição ou agente
destruidor.
Esteja certo de que NÃO terá preocupação ou arrependimento se sua vitima vive
ou morre, antes de lançar sua maldição, e tendo causado a sua destruição,
divirta-se, antes que sinta remorso.

ESQUEMA PARA RITUAIS SATANISTAS

I. Invocação a Satan

II. Invocação aos Príncipes Coroados

III. Conjuro do ritual escolhido ( compaixão, destruição ou luxúria)

IV. Ritual escolhido

57
INVOCAÇÃO EMPREGADA PARA A CONJURAÇÃO DE DESTRUIÇÃO

ATENÇÃO! As poderosas vozes da minha vingança arruinarão a calmaria do ar e se


manterão como monólitos de fúria mortal sobre um solo de serpentes retorcidas. Eu me
torno uma monstruosa máquina de aniquilação para aqueles fragmentos ulcerosos do
corpo daquele (daquela) que tentou deter-me.
Não me arrependerei que minha invocação viaje pelas asas do vento e que multiplique a
dor causada pela minha crueldade como uma grande e horrenda forma negra que subirá
do inferno sombrio e vomitará sua pestilência dentro da boca deste (desta) imbecil.

Eu invoco os mensageiros da destruição para cortar com suas lâminas frias e com
repugnante deleite a vítima que eu escolhi. Quieto é o pássaro sem canto que se alimenta
da polpa do cérebro daquele (daquela) que me atormentou, e a agonia será sustentada
por ele nos gritos agudos causados pela dor, apenas para dar sinais de advertência para
aqueles que pensam em me ofender.

Sim! Venha a diante pelo nome de Abaddon e destrua ele (ela) cujo nome eu dei como
sinal.

Oh! grandes irmãos da noite, vocês que me encheram de conforto, que habitam dentro
das asas quentes do Inferno, que vivem na pompa do demônio, Venham e apareçam!
Apresentem-se a ele (ela) e a este miserável sustentem a podridão da mente que move a
fala inarticulada deste (desta) que zomba do justo e do forte! Exponham suas línguas
cancerígenas e lambam e infectem a sua genitália.

Oh! Kali! Penetre seus pulmões com a ferroada dos escorpiões.

Oh! Azazel! Penetre na sorte dele (dela) e o leve à miserável decadência.

Oh! poderoso Dagon! Penetre por suas narinas à noite e arranhe e sangre seu estômago
por dentro.

Oh! Sekhmet!

Eu enfinco a bífida lâmina infernal e em suas magníficas pontas derrama-se as manchas


de sangue do meu sacrifício de vingança mortal!

Shemhamforash!

Salve Satan!

58
Ritual de destruição – 1 ( Asmodeus)

Fazer o ritual à meia noite.


Do que precisa:
· uma fotografia da pessoa a amaldiçoar, caso não a consiga visualizar.
Preparação:
Vista-se inteiramente de negro.

Desenhe simbolicamente o circulo mágico e sente-se no meio.


Ritual:
Pense fortemente na pessoa que você deseja amaldiçoar ou segure a
fotografia dela em sua mão, concentrando-se na mesma. Deixe vir para
fora os sentimentos que levam você a querer fazer-lhe este feitiço, e o que
você quer que lhe aconteça.

Em seguida, diga a seguinte oração em voz alta:

Asmodeus, Grande Asmodeus,

Tu que mandas na ira e na luxuria,

Dai-me a força de canalizar a minha fúria,

Para a pessoa que te aponto com o meu dedo indicador, que o meu ódio
para ela se transforme em dor.

Esta é a minha vontade.

Que a minha vontade seja feita!

Assim seja.”
Visualize o seu ódio a subir por si acima, sinta a sua energia dirigir-se
para o seu dedo indicador. Inspire profundamente, e expire apontando o
seu indicador na direção de pessoa que você visualizou, ou em direção
da fotografia que tem na mão, e pense em todos os tormentos e
padecimentos que quer que lhe aconteça.
Agradeça, desfaça e saia do círculo mágico.

59
Ritual de destruição – 2

1. Trace no chão um pentagrama invertido, pode ser feito com giz;


2. Coloque no centro do pentagrama em uma folha de papel o nome
ou nomes de quem deseja atingir. Se tiver fotos, melhor ainda.
3. Cubra com álcool todo o desenho do pentagrama traçado no chão.
Para facilitar, usamos em nossos rituais de fogo um tubo vazio de
cola escolar onde colocamos 0 álcool, assim facilita 0 contorno do
desenho;
4. Cubra com álcool a folha de papel no centro do pentagrama;
5. Coloque o fogo na ponta invertida do pentagrama e o fogo deverá
queimar todo o contorno do pentagrama e a folha de papel no
centro dele;
6. Enquanto o fogo estiver queimando mentalize o inimigo e ordene
que ele pague pelo que fez a você, dirija a ele todo o ódio ou mágoa
que ele te causou,
As cinzas e os restos de papel que porventura sobrarem podem ser
colocados no lixo normalmente.
Esse ritual pode ser feito em qualquer dia ou horário.

Ritual de destruição – 3 ( Vodu)

Prática
Antes de executá-lo, é de suma importância o estudo profundo
desse material.
O ritual a seguir, poderá ser realizado com os seguintes intuitos:
 De liberar energias acumuladas em ocasiões que o
magista perceba que seu ódio ou aborrecimento com alguma coisa
esteja interferindo em sua evolução, até para que esses
sentimentos não venham a causar nenhum tipo de dano psíquico.
 Vingança de algum ato exercido por parte de outras
pessoas que venha a ferir sua moral.

60
 Desfecho de alguma situação em que se sinta
incomodado e que porventura não encontre uma forma de
solucionar o problema.
 Destruição de seus inimigos.
 Para fins que leve sua gratificação pessoal e
realização.

Materiais e estudos complementares:
Caso execute a cerimônia para fins de destruição de seus inimigos,
sugiro que estude a confecção de um boneco Vodu e use-o no ritual.
Preparação
De preferência, em uma sexta feira, prepare a câmara ritual para a
cerimônia e esteja certo de seu intuito, conforme acima. Procure
certificar-se de que estará com todo seu tempo livre e sem interrupções.
Se preferir e tiver condições, poderá executar o ritual em local
aberto (inóspito) com outros participantes, assim poderá fortalecer a
egregora para aquilo que almeja. O importante nesse caso, é que todos
estejam preparados físico e psicologicamente para esse fim. O ritual a
seguir é de execução dentro de uma câmara ritualística.

Preparação do altar:
 Sigilo de BAPHOMET
 4 velas pretas
 Recipiendario
 Adaga ( punhal )
 Incenso
 Boneco vodu, um tanto de linha de costura
de cor preta, pedaço de pano preto que dê pra envolver
o boneco, mas somente para fins de destruição de
inimigos, caso seja para outros fins, não há
necessidade...
 Uma folha de papel
 Tinta vermelha
Vestes:
Mantos pretos com capuz ou roupas pretas sem estampas...
descalços (melhor absorção de energia)

Ritual
Com um giz, faça um circulo em frente ao altar e duas linhas
paralelas que sai do círculo e vá até o próprio altar, possibilitando a

61
abertura de um caminho. Esse será seu domínio, permaneça nele durante
as invocações com adaga ou punhal em mãos.
Procure visualizar o círculo e as linhas ardendo em chamas
enquanto diz as seguintes palavras:
"Consagro nesse momento esse espaço onde, conforme minha
vontade, realizarei e manifestarei as invocações e a sintonia com meu
mais profundo desejo para a realização de meus objetivos.
Acenda as velas no sentido anti-horário e acenda incenso.
Inicie a cerimônia com o ritual de invocação à destruição!
Em seguida, em sentido anti-horário iniciando em frente ao altar e
apontando seu instrumento canalizador de sua vontade, invoque com
todas as forças de seu ódio! (lembrem-se que seu inimigo pode vir a ser,
tanto uma pessoa como uma situação indesejável qualquer, nesse caso,
de alguma situação indesejável qualquer, substitua a ação aplicada por
"extinção" e mantenha direcionada sua vontade a esse efeito).
"Abadom senhor das profundezas, abra caminho em seus domínios
e sepulte todos e tudo aquilo que cito nesse momento, por todas as
forças de meu ódio. (pode citar o nome de seu inimigo)
Agramom - Conceda a meus inimigos, os piores pesadelos,
levando-os a loucura, libertando e manifestando seus maiores medos que
os perseguirão, deixando-os fragilizados em suas rotinas diárias. (pode
citar o nome de seu inimigo)
Arioch - conceda-me o poder da vingança e manifeste sua presença
para meus inimigos, fazendo esses sofrerem as piores das desgraças
infernais. (pode citar o nome de seu inimigo)
Asmodeus leve a destruição aos meus inimigos que aqui apresento
diante de sua presença (pode citar o nome de seu inimigo).
Assim que terminar a invocação, pare por um tempo, (ainda dentro
do seu domínio), imaginando fortemente e com todo ódio depositado em
seu ser, sobre a situação ou pessoa representada no ritual, aquilo que
você deseja que essa venha a sofrer. Segure fortemente a adaga ou
punhal sobre seu peito.
Em seguida, diga as seguintes palavras:
"Poderosas e destruidoras entidades infernais, permitam-me nesse
momento apresentar-lhes meu inimigo no qual em meu profundo desejo,
seja vê-los no mais alto sofrimento que as forças do inferno possa lhes
conceder, conforme minha vontade. "
Dito isso, vá até o altar, deixe o punhal ou adaga, fixe seu olhar
para o sigilo de BAPHOMET pensando fortemente sobre a situação que
deseja para seu inimigo. Pegue a folha de papel e escreva com seu
62
próprio dedo, com a tinta vermelha (reservada), o nome do seu inimigo ou
situação indesejável, e o seu desejo pelo seu ódio manifestado, para
esse.
Enrole o papel e deixe a ponta queimar na chama da vela
representando Satan.
Jogue-o no recipiendario
Diga em seguida:
"Por Satã e pelas entidades destruidoras que habitam o inferno e
aqui presentes, eis aqui o meu desejo de vingança e destruição para essa
pessoa (ou situação), e que as chamas do inferno o consuma realizando a
minha vontade. '
Se for o caso de destruição de seu inimigo (pessoa) e tiver usando
um boneco vodu, cause-lhe os danos que seja de sua vontade, se for
morte... espete vários alfinetes no coração do boneco (simbolicamente).
"pense forte nesse momento na vítima"
Solte todo seu ódio nesse ritual, visualize seu inimigo sofrendo
todas as consequências conforme sua vontade. Sinta-se realizado e
vingado.
Se estiver trabalhando com o boneco, após o término da invocação,
e dos danos causados a ele, enrole-o no pano preto e amarre bem com a
linha preta... deposite-o no recipiendario
Volte ao circulo (seu domínio) e proceda com o ritual de banimento.
Ao término, apague as chamas das velas, retire-as e deposite-as no
recipiendario
Visualize a extinção das chamas em seu domínio (círculo e linhas) e
diga: assim consagro a manifestação de minha vontade.
Deixe tudo na câmara ritual.
Volte para seu recinto, beba um copo de água simbolizando a
limpeza e purificação de quaisquer influências psíquicas, relaxe,
descanse e durma... você pode vir a ter alguns sonhos relacionados aos
acontecimentos, mas procure ficar relaxado e com a sua consciência
tranquila pois seu desejo foi consumado.
No dia seguinte, vá até a câmara ritual, retire o recipiendario com
todos objetos acomodados e leve-os até um local aberto. Se puder levá-lo
nas proximidades da vítima, melhor, caso não seja possível, deixe-o em
outro local (apenas deixe-o, sem remorso e não olhe para trás).
Boneco vodu
Esse boneco recebe o nome de FETICHE , palavra que significa
‘feitiço" ou "feito com as mãos".
63
O boneco de vodu é confeccionado pela pessoa que vai executar o
trabalho de magia, e pode ser feito com qualquer massa de modelar ou
costurado em tecido preto.
Enquanto molda o fetiche, você deve mentalizar seus objetivos e
enviar energia para o boneco.
É importante que o boneco tenha cabeça, tronco, membros e órgão
genital, se for a representação de um homem, ou seios, se corresponder a
uma mulher.
Para batizar o boneco, amarre nele um pedaço de papel com o
nome da pessoa ou uma foto de quem você quer influenciar.

Ritual de Destruição – 4
RITUAL 3 NOITES DE REDENÇÃO
Acessórios:
 1 vela negra;
 1 fotografia da pessoa que lhe quer mal.

Ritual:

Este ritual tem por efeito infligir à pessoa em questão toda a dor que ela
lhe desejou, seja dor física, seja dor moral, durante um período de 3 dias.
Depois desses 3 dias, tudo voltará ao normal.
Pegue na vela negra e coloque-a sobre a fotografia.
Se não tiver fotografia, então escreva o nome da pessoa e sua data de
nascimento numa folha de papel em branco virgem.
Disponha a vela sobre a fotografia ou a folha de papel, numa posição um
pouco inclinada de forma que, quando ela arder a cera caia em cima da
fotografia. Visualize as feridas de queimadura da cera ardente no corpo
do seu inimigo.

Ao mesmo tempo que faz tudo isto, diga 3 vezes:

“Por este encantamento de vela e cera,


Que seja durante 3 noites levado a F…, todo o mal que me deseja.
Vela negra, vela negra como a noite,
Levai a F… as dores que me deseja,
Que assim seja.
Levai a F… lesões na pele e na mente,
Lesões a toda a parte em que me quis mal.
F… lanço para cima de ti a lei do karma,
64
E por 3 vezes receberás, o teu próprio ódio e o teu mal!
Que assim seja.”
Depois de ter reenviado o mal para cima de quem lhe enviou, deixe
o lugar onde realizou o ritual, e deixe a vela a arder.
Quando as 3 noites tiverem passado, volte ao local onde fez o ritual,
rasgue a fotografia e queime-a, dizendo:

“Três noites se passaram,


O teu karma já passou que chegue.
Dissolvo o teu próprio mal neste mesmo instante,
Que te sirva de lição de hoje em diante.”
Concluir o ritual e sair, não olhando para trás.

Ritual de Destruição – 5
Pacto de Vingança
Ritual de magia negra para fazer seus inimigos sofrerem.
Acessórios:
– 1 folha de papel e um pouco de tinta preta
– 1 incenso;
– 1 vela negra;
– 1 faca cortante;
– 1 caixa.
Ritual:
Feitiço a realizar à meia noite, numa noite de lua cheia.
Acenda a vela e queime o incenso.

De seguida, escreva em preto na folha de papel o nome da pessoa de


quem você se quer vingar. Com a faca, dê um pequeno corte na sua mão
esquerda, e deixe escorrer o seu sangue sobre a folha de papel.

De seguida diga em voz alta:

“Lúcifer, Príncipe das Trevas, peço-te que sejas a mão que me vinga, e
ofereço-te o meu sangue para que a minha vingança se cumpra.”
Deixe consumir totalmente a vela e o incenso.

Guarde o papel na caixa, em local seguro.

65
 Rituais de Luxúria

O objetivo deste ritual é estimular o desejo e despertar o interesse sexual de


uma pessoa em relação ao Satanista. As razões que podem levar uma pessoa a
realizar este tipo de ritual não inclui somente a vontade de fazer sexo com alguém,
mas também o desejo de despertar a libido de alguém a seu favor. Não é segredo
que pessoas sexualmente desejadas ganham poder significativo sobre as outras, são
alvos de proteção e favoritismo e se tornam bem sucedidas em diversos aspectos de
sua vida. Nos domínios da câmara ritual, não há moral que impressa o Satanista de
manifestar sua lascívia.

Como outras modalidades de Magia, a Magia Sexual também é um recurso


usado como fonte do poder que fortalece as cerimônias ritualísticas e para obter o
autoconhecimento através da exploração do próprio corpo, psique e alma. A Magia
Sexual é uma das faces mais importantes da Magia moderna.

ESQUEMA PARA RITUAIS SATANISTAS

I. Invocação a Satan

II. Invocação aos Príncipes Coroados

III. Conjuro do ritual escolhido ( compaixão, destruição ou luxúria)

IV. Ritual escolhido

66
INVOCAÇÃO EMPREGADA PARA A CONJURAÇÃO DE LUXÚRIA

Venha a mim, grande cria do abismo e faça a sua presença manifesta. Eu tenho posto
meus pensamentos sobre o pináculo de chamas que cresce com a luxúria escolhida
nos momentos de glória que cresce fervente em grande expansão.
Seja o mensageiro de minhas delicias sexuais e faça com que as voluptuosas
perspectivas de meus desejos carnais tomem no futuro forma de atos e obras.
Da sexta torre de Satan virá um sinal que ligará igualmente com estes sabores o
corpo de minha requisição.
Aqui eu reuni os meus símbolos e aqui preparo meus ornamentos daquilo que é para
acontecer, e a imagem da minha criação espreita como um dragão agitado
aguardando a sua liberdade.
A visão se torna uma realidade e através do alimento que meu sacrifício lhe traz, os
ângulos da primeira dimensão se tornarão a substância da terceira.
Saiam no vazio da noite (luz do dia) e penetrem esta mente que responderá com
pensamentos que levarão aos caminhos do luxurioso abandono…
(HOMEM)
Meu falo está impelido. A força de penetração do meu veneno quebrará a santidade
desta mente que é estéril à luxuria; e assim que a semente cair, então seus vapores
serão espalhados dentro da cérebro adormecido, paralisando-a até que seja
impossível se controlar quando não de acordo com o meu desejo! Em nome do
grande deus Pan, permita que os meus pensamentos secretos penetrem no
movimento desta carne que eu desejo! Que minha luxúria seja consumada.
Shemhamforash!
Salve Satan!
(MULHER)
Meus quadris estão em chamas! O derramamento do néctar da minha fenda ansiosa
agirá como pólen para este cérebro, e a mente que não sente luxúria
repentinamente vacilará com um louco impulso. E quando a minha poderosa onda o
atingir novas perambulações começarão; e esta carne que eu desejo virá até mim.
Em nome das grandes prostitutas da Babilônia e de Lilith e de Hécate! Que minha
luxúria consumada.
Shemhamforash!
Salve Satan!

67
Ritual de Luxúria – 1
Material necessário:
 Cálice com vinho
 Um pouco de sal
 Água
 Duas velas pretas e uma vermelha
 Recipiendario ( pode ser um copo pequeno ou uma taça )
 Incenso
 Um sino ( se não possuir usar o copo )
 Espada ou punhal ( faca pode ser usada)

Pronto para começar????

EXECUCÅO DO RITUAL

1. Coloque um cálice de vinho e outro com água sobre o altar


2. Em um pires, coloque um pouco de sal

3. Posicione duas velas pretas, uma em cada canto do altar e uma


vermelha no centro
4. Deixe o recipiendario sobre o altar ( pode ser um cálice ou COPO
pequeno)
5. Acenda os incensos

6. Purifique o altar, o cálice, o recipiendario, o sal, a agua e a câmara


com incenso
7. Acenda as velas e diga em seguida:

In Nomine dei nostri Satanás. Liciferi excelsi

 Toque o sino nove vezes ( bater com a faca no copo com


água)
 Com a espada ou punhal ( faca) na mão direita, diga
apontando para o altar:

68
Invoco neste momento a presença dos príncipes infernais
e a presença de Lilith neste recinto sagrado.

Por Lúcifer, conceda-me o poder! ( com mão esquerda,


traga a fumaça do incenso até seu rosto)
Por Belial, conceda-me o poder! ( com a mão esquerda,
jogue um pouco de sal no rosto)
Por Leviathan, conceda-me o poder! ( com a mão
esquerda, jogue um pouco de água no rosto)
Por Satan, conceda-me o poder! ( com a mão esquerda,
traga simbolicamente a chama da vela central — vermelha — até
a face)
Por Lilith, rainha infernal, conceda-me o poder! ( faça o
sinal de Baphomet no corpo)

 SINAL DE BAPHOMET

Com a mão esquerda, toque o umbigo, ombro esquerdo, peito


direito, peito esquerdo, ombro direito e volte ao umbigo.
Após o sinal de Baphomet, coloque a espada ou punhal ( faca)
sobre o altar e faça o sinal do Deus Chifrudo ( a mão chifrada).

Repita a Invocação:

Oh! Poderosos e sagrados príncipes infernais, abram as portas do


inferno. Venham até mim e conceda-me seus poderes! Concedam-me a
luxúria e o poder de sedução e que qualquer mulher ( homem) que eu
deseje, venha a mim e se entregue na mais ardente paixão!
Lilith, rainha infernal, manifeste seus poderes e sua vontade nas
mulheres ( homens) que eu desejar, tornando-o (as) ardentes de desejo
por mim.

Segurando a espada ou punhal ( faca) no peito, diga:

Que meus desejos se manifestem pelos poderes infernais a mim


concedidos e que eu seja um (uma) amante desejado (a) pelas (os)
mulheres (homens) que escolher! E que minha vontade prevaleça!
Coloque a espada sobre o altar e diga:
Que assim seja!

69
Em seguida afaste-se do altar levando consigo o recipiendario e, nú
( nua) perante Lilith e os príncipes infernais, comece a se masturbar,
desejando intensamente as (os) mulheres ( homens) que queira ter.
Quando estiver no topo do êxtase e jorrar seus fluidos sexuais,
reserve um pouco do líquido sagrado e coloque dentro do recipiendario
dizendo:

Lilith: faça da minha energia de fogo que aqui deposito um


instrumento de e prazer com as mulheres ( homens) que eu possuir,
deixando-as ( os) ardentemente apaixonados (as) durante o sexo,
fazendo-as (os) terem múltiplos orgasmos e transferindo suas energias
para mim!
Volte para o altar, levando o recipiendario. Pegue a espada e,
apontando para o altar diga:
Salve! Lúcifer! Salve Belial! Salve Leviathan! Salve Satan!
Salve, oh! Grande rainha infernal, Lilith!

Passe o punhal pelo seu pênis ou vagina, abençoando-os com os


podres infernais, jogando um pouco de incenso , agua, sal e fogo.

Pegue um pouco do fluido depositado no recipiendario e esfregue


nas mãos, passando as mãos em seguida pelo seu corpo, começando
pela região do sexo, dizendo:
Consagro meu corpo para usar como templo de prazer!
Beba do vinho.
Repita a em seguida:
Assim seja!

70
Ritual de luxuria – 2
 MAGIA NEGRA : ritual para atrair favores sexuais de
Mulheres

Acessórios:
- 1 vela vermelha;
- 1 vela negra;
- 1 colher
- 1 pitada de pimenta;
- cominho em pó;
- mel.
Ritual:
Primeiro coloque a vela vermelha á sua esquerda e acenda-a.
Depois coloque a vela negra á sua direita, e acenda-a.
Em seguida, pegue na colher e passe-a por cima da vela vermelha,
e depois a preta. Ponha mel na colher, salpique com a pimenta e o
cominho pensando muito fortemente na mulher objeto dos seus desejos.
Diga em alta voz e de maneira firme:
“Por Lilith e seus poderes,
E pela força desta chama,
Que cesse este desespero,
E venham a mim os favores desta fulana.
Assim seja”

Coma o mel e apague a vela negra e a vermelha, com o seu dedo


mindinho da mãe esquerda.

 MAGIA NEGRA : ritual para atrair favores sexuais de homens

Acessórios:
- 1 vela vermelha;
- 1 vela negra;

71
- 1 colher
- 1 pitada de pimenta;
- cominho em pó;
- mel.

Ritual:
Primeiro coloque a vela vermelha á sua esquerda e acenda-a.
Depois coloque a vela negra á sua direita, e acenda-a.
Em seguida, pegue na colher e passe-a por cima da vela vermelha,
e depois a preta. Ponha mel na colher, salpique com a pimenta e o
cominho pensando muito fortemente no homem objeto dos seus desejos.
Diga em alta voz e de maneira firme:

“Por Deméter e seus poderes,


E pela força desta chama,
Quero que F… caia sob o meu encanto e me dê seus favores,.
De mim ele não possa mais fugir,
É todo o seu corpo que eu quero ter,
É do seu corpo que quero usufruir.
Assim seja.”

Coma o mel e apague a vela negra e a vermelha, com o seu dedo


mindinho da mãe esquerda.

Ritual de luxuria – 3 ( amarração)


Material necessário:
- um coração desenhado em papel vermelho;
- uma vela negra;
- pétalas de rosa;
- uma agulha esterilizada

72
- incenso.

Como fazer o ritual:


- Quando: fazer este feitiço uma sexta-feira á noite, de preferência
numa noite sem lua.
- Como:
Escreva o nome da pessoa a amarrar no coração de papel. Acenda a
vela e o incenso, e diga:

“LILITH,
Grande Mãe e Rainha,
Tu que reinas sobre a paixão,
Tu que reinas sobre o desejo e a luxúria,
Estende-me a tua mão.
Dirige-me o teu eterno olhar,
E ajuda-me a F… dominar.
Digna-te a minha prece atender:
Desejo e quero (Fulano…),
Quero-o aos meus pés a rastejar,
Que ele seja o meu escravo submisso.
Concede-me este favor.
Pelo meu sangue a ti me ligo.”
Pique o seu polegar esquerdo com a agulha, e deixe cair 3 gotas de
sangue sobre o coração de papel.
Ponha este por cima da chama da vela e diga 3 vezes:

“Pelo poder do sangue,


Pelo poder do fogo,
Que a magia surta seu efeito.”
“F… vais sentir atração,
F… vais sentir tesão,
Vais sentir o gosto do meu leito.
73
Não terás outra opção,
Senão ficar na minha mão.
Assim seja feito.”
Queime o coração de papel e as pétalas de rosas, colocando-os num
incensório.
Concentre a sua atenção nas chamas e repita:

“Bate por mim, coração mortal,


Vem para mim, a bem ou a mal.
Deseja-me com toda a tua alma,
Sonha comigo quando a noite desce,
Vem para mim, quero-te na minha palma,
Pois estou á tua espera.
Que nada te retenha,
Pois a mim pertences.
Assim seja.”
Continue a concentrar-se mais alguns minutos, e deixe a vela e o
incenso consumir completamente.

74
RITUAL DE AUTO INICIAÇÃO

MATERIAL NECESSÁRIO

 Adaga ( pode ser uma simples faca de cozinha)


 Altar ( pode-se improvisar um com qualquer móvel de medidas adequadas, um móvel
com espelho acoplado seria perfeito, como uma cômoda, por exemplo)
 Espelho
 Sino ou pequeno gongo ( pode-se substituí-lo simplesmente batendo a adaga no
cálice)
 Manto branco ( uma camisa/camiseta sem estampas) e calças brancas também podem
ser usadas)
 Cálice contendo vinho tinto
 Uma vela vermelha e quatro negras
 Uma corda fina ( pode ser um barbante ou fio dental)

PREPARAÇÃO

 Vista-se de branco e amarre a corda em seus dois pulsos, como uma algema. Seu
comprimento deve ser grande o bastante para lhe dar liberdade de movimento com as
mãos e braços.
 Sobre o altar ficam o espelho, sino, adaga, cálice com vinho e a vela vermelha – a vela
deve ficar no centro do altar já estando acessa.
 As outras quatro velas ( negras) devem ser posicionadas duas a direita da vermelha e
duas a esquerda, mas devem permanecer apagadas por enquanto.

75
INICIO DO RITUAL

1. INVOCAÇÃO AOS PRINCIPES DO INFERNO

Pegue a adaga e o sino ( ou o cálice para ser batido com a adaga)

Em frente da primeira vela do lado esquerdo, toque o sino três vezes lentamente, deixando o
som produzido ressoar. Com a mão esquerda aponte a adaga para a vela e diga:

Satan, Senhor do fogo. Te invoco para ser testemunha de minha


libertação e renascimento.

Acendendo esta vela, faça-o presente aqui esta noite.

Acenda a vela.

Repita este mesmo procedimento invocando os demais Principes, na seguinte ordem:

Lucifer – AR – última vela do lado direito

Beelzebuth – TERRA – segunda vela do lado esquerdo

Leviathan – AGUA – primeira vela do lado direito.

2. PROCLAMAÇÃO

Após ter acendido as quatro velas, fique de frente para o altar fitando-se no espelho e aponte
a adaga na direção do seu reflexo (com a mão esquerda), recitando:

Eu me reconheço como meu próprio deus, pois o homem é o único ser com o poder de criar
e destruir de que se tem conhecimento. Não há nenhum ser que interfira no destino do
homem além dele mesmo. Em meu altar, a única imagem presente é a minha, pois esta é a
única imagem digna de adoração. Eu olho no fundo dos meus olhos e reconheço, tu, oh!
Satan!

Eu sou teu reflexo neste mundo. Pois eu me recuso a servir e adorar qualquer ser, assim
como tu. Eu olho para todos os demônios do Inferno e não sinto medo, pois os reconheço
como irmãos. Eu olho para todos os anjos do Paraiso e não vejo salvadores, mas sim arautos
da mentira! Eu olho para Deus e não vejo um pai bondoso e justo, e sim, o maior de todos os
déspotas, o tirano inefável!
E agora eu olho para ti, Satan, e vejo eu mesmo. Tornando-me tu, eu sou veiculo e canal para
sua manifestação na terra. Eu porto a luz das chamas do Inferno, eu sou um dos filhos e
herdeiros de Lucifer. Eu levantei o véu de Deus e vi sua verdadeira face. Eu arranquei sua
máscara e vi a verdade. Eu reconheci que os papéis de herói e vilão do drama do Universo
estão invertidos e eu me recuso a ser um mero espectador ou figurante.

76
Eu reconheço o Paraíso como o cárcere de servos e o Inferno como a morada de reis
emancipados e independentes!
Como uma criança curiosa, atraído pelo proibido eu vaguei na escuridão da noite e lá nada
encontrei. Nenhum espantalho!

Então eu olhei para mim e percebi: eu sou o espantalho do qual eles falavam!
Pois eu era o único que lá estava.
Eu sou Satan!
Tu me libertaste, oh! Poderoso Satan!
Tu me fez ver além! Agora para mim não há fronteiras nem limites. Tu rasgaste a venda que
cobria meus olhos e a minha frente descortina-se o horizonte negro e infinito repleto de
estrelas. E então eu pude ver! Eu sou uma dessas estrelas!
Para representar minha liberdade, eu peço que tu quebre esta ultima corrente, símbolo de
escravidão da qual a humanidade é vitima.
Que as chamas do Inferno libertem-me!

QUEIME A CORDA QUE ATA SEUS PULSOS NA VELA VERMELHA.


CONTINUE A PROCLAMAÇÃO

As chamas do Inferno mostraram-me a verdade escondida na escuridão e iluminaram meu


caminho. Elas consumiram todas as mentiras sagradas, reduzindo-as a pó e cinzas. Esta noite
eu renasço livre delas. Esta noite eu proclamo ao Universo que sou meu próprio deus,
despido de qualquer resquício escravagista do passado. Esta noite eu abandono a vergonha
de meu próprio corpo, pois este é o meu templo, altar vivo e pulsante de sangue e energia.
Deve um deus envergonhar-se se sim mesmo? Não!
Como o deus que sou, eu tenho orgulho de mim. É chegada a hora de renascer!
Aqui eu abandono a hipocrisia, para ser eu mesmo, de corpo, mente e alma! Eu não tenho
vergonha de ser eu mesmo, mas sim orgulho!
Eu não me restrinjo pela moral, mas junto-me aos deuses que estão além do bem e do mal.
Por acaso um predador sente vergonha, culpa ou remorso por caçar e alimentar-se?
“Tu és mau, portanto eu sou bom”. Nesta fórmula, é o escravo e presa que falam!
Aquele que anseia pelo poder deve esquecer a piedade. Para um lado da balança subir o
outro deve descer!
A fabula da igualdade foi inventada para confortar os medíocres! Eu reconheço a minha
superioridade e não me envergonho dela, pois deve um rei esconder sua coroa e vestir-se
como um plebeu? Eu não lamento por ser diferente, eu me orgulho de ser distinto!
Hoje eu cruzarei os portões do Inferno, deixando toda a esperança, pois ela é a bengala e o
consolo dos fracos, conformados e covardes!
Eu reconheço que o dever de ser bom foi implantado nas massas para mante-las sob
controle e no seu devido lugar, limitando-as sem jamais alçar vôos mais altos!
Eu rejeito e me liberto do maniqueísmo! Pois eu mesmo sou deus! Sou filho predileto de
Satan!

( Neste momento, você deve se despir! Fique totalmente nú – pois foi assim que você
nasceu, não foi? Com a mão esquerda, mergulhe a adaga no cálice de vinho e trace
levemente – não vá se cortar, ok? – um pentagrama invertido em sua testa, representando o

77
batismo. Largue a adaga sobre o altar. Pegue o cálice e levante-o com sua mão esquerda,
olhando-se no espelho e oferecendo um brinde a si mesmo).

Repita:

Deste momento em diante, somente a ti adorarei e servirei, Satan!


Deste momento em diante, somente a mim mesmo adorarei e servirei!
A ti eu bebo e saúdo, Satan!
A mim eu bebo e saúdo!
Do cálice da vida eu bebo, despido e livre de toda e qualquer culpa!

(beba todo o conteúdo do cálice de um só vez, sem retirá-lo dos lábios – e não se preocupe
caso venha a derramá-lo)

Repita:

Indulgencia e não abstinência!


A rota dos pecados conduz ao palácio da felicidade!

Por Satan, Lucifer, Beelzebuth e Levithan!


Está feito!

Agradeça aos Principes pela presença...


Deixe as velas queimarem até o fim.
OBS: se desejar, pode atear fogo em suas vestes branca, queimando-as em um caldeirão ou
panela.

78
PACTO COM MAMON
Observação:

 Este ritual está sendo apresentado apenas como uma curiosidade. Minha intenção é
mostrar que existem rituais de pacto também com demônios.
 Os fundamentos deste ritual não serão aqui apresentados, por este motivo, não
façam o ritual, pois o mesmo não surtirá efeito.

Material

 4 Velas Brancas
 1 Vela Preta
 1 Lâmina ou agulha esterilizada

PROCEDIMENTO:

Vista-se com uma Camisa Branca e uma calça Preta.

Desenhe no Chão um Circulo e uma Cruz. Esteja dentro do Circulo de joelhos!

Em cada Ponta da Cruz uma Vela Branca! E no Meio uma vela Preta!

E diga as Seguintes Palavras:

Eu ( Seu Nome Completo ) Me encontro diante do Sr Mammon e me comprometo Honra-lo e


Obedece-lo em Tudo, em troca obtendo a sua Glória e Riqueza!

Selo esse Pacto com o Sr Mammon, o Pacto de obediência para obter a sua Glória e Riqueza!

Eu ( Seu nome completo ) Nego a Santíssima trindade celestial!-

Nego deus pai!

Nego deus Filho!

Nego deus Espírito Santo!

Salve a Trindade Infernal! Salve Deus Lúcifer! Salve Deus Belzebuht! Salve Deus Astaroth!

Meus Poderosos Guardiões que estarão sempre comigo, pelejando Contra os meus

inimigos, fazendo-os cair por terra um por um, todos que se levantarem contra mim!

Pegue a Lâmina e corte a ponta do dedo mindinho, e com o seu sangue desenhe na testa a
cruz invertida e diga:

Eu ( Seu nome completo ) Selo esse Pacto com o meu Deus Mammon!-

Diga Ethan 3 vezes Finalizando o Ritual

79
80

Você também pode gostar