Você está na página 1de 313

Departamento de Ensino:

Diego Ramos e Maria Rita Luzório Simões

Departamento Administrativo (DA):


Isabella Cristina Pinheiro de Melo

Departamento de Serviços Gerais (DSG):


Marisa Celeste Rocha Campos

Departamento de Nutrição:
Marta Moreira

Coordenação de Supervisão:
Josiane Matos

Coordenação dos Especialistas em Educação:


Fúvia Bigate e Ivete Gomes

Coordenação da Educação Infantil:


Karla Cardoso e Veronica Rocha

Articuladores da Educação Infantil:


Cristina Nunes, Ianaê Vivas, Isabel Machado, Loiane Cabral, Luana Figueiredo e
Ricardo Pereira

Coordenação de Alfabetização:
Amanda Campos, Bárbara Abel, Késia Brito e Michely Castro

Coordenação de Ensino Fundamental I:


Aline Coelho, Anderson Leitão e Carlos Henrique
COORDENAÇÕES DE ÁREA
Linguagens e Códigos:
Stefania Sansone (Língua Portuguesa)
Vanda Tosta (Língua Inglesa)
Monaliza Bandeira (Espanhol)
Wagner Bayão (Artes)
Jonimar Nascimento (Educação Física)

Matemática:
Luiz Cláudio Freitas

Ciências da Natureza:
Walnéa Alves

Ciências Humanas:
Augusto César Lima (História)
Vinícius Ramos (História)
Adílson Sales Júnior (Geografia)

Coordenação de EJA:
Ileides Fonseca e Rodrigo Félix

Coordenação de Educação Especial e Inclusiva:


Carla Ribeiro, Raphael Barreto, Zilda Brito e
Monique da Silva Bastos (AME)

Coordenação de Promoção da Igualdade Étnico-racial e Diversidade


(COPIED):
Kirce Bermute e Victor HugoMachado
Diz uma lenda em Magé que uma índia Tupinambá foi encantada pelo pajé de sua tribo e
transformada em árvore. Mirindiba, a árvore ou índia encantada, foi plantada no morro do
Bonfim, no centro da cidade de Magé. Segundo a história, ela vive acompanhada de
Anhangá, o espírito da floresta e de Curupira- protetor de todos os seres. Do alto do morro
do Bonfim, Mirindiba protege o povo de Magé.

(Aquarelas da Estrada Real)


Educação e Redes Sociais
Duas visões que deverão funcionar com o único objetivo

FORTALECER O ENSINO E A APRENDIZAGEM

A cada dia, vejo uma luz se formando e portas se abrindo. Esta desconstrução da
Educação, causada pela pandemia, está provocando um rompimento com a estagnação da
Educação em seu modelo tradicional, que coloca a escola no centro e a evolução das
tecnologias educacionais dentro de uma caixinhaonde, em algumas situações, abrimos e
verificamos que ainda está lá, mas deixamos para usar ou aprender em outro momento.
Felizmente ou infelizmente, o momento é o agora! Acaixinha terá de ser aberta e seu
conteúdo passará, com toda certeza, a fazer parte do centro do processo educacional,
fazendo com que escola e tecnologia assumam juntas “o protagonismo no processo de
ensino e aprendizagem do agora e das futuras gerações”.
(Sebastião Mendes de Sousa, 2020, p. 5)
APRESENTAÇÃO
ORIENTADOR CURRICULAR: UM CONVITE À REFLEXÃO

É importante ter metas, mas também é fundamental planejar cuidadosamente cada passo
para atingi-las.
(Bernardinho)

“Se não sabemos aonde queremos chegar, qualquer caminho serve” (Joice Lamb -
20 janeiro 2021). Movidos por essa máxima, a Secretaria Municipal de Educação e Cultura de
Magé apresenta seu Orientador Curricular. O Orientador emerge da necessidade de
inovação e de promoção de uma educação transformadora, estando em consonância com as
diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) da Educação Infantil e Ensino
Fundamental. O presente Orientador Curricular foi elaborado a diversas mãos e olhares das
equipes de coordenação da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, e tem como objetivo
orientar as práticas pedagógicas. Contudo, não pretende ser um fim em si mesmo. Ao
contrário, pretende ser ponto de partida para discussão e ampliação de situações que visem ao
desenvolvimento integral dos educandos, contribuindo, assim, para a formação de alunos
éticos, responsáveis e solidários.
O principal objetivo deste trabalho de reelaboração curricular, construído
coletiva, operativa e democraticamente, é nortear as políticas públicas na formulação de
formação continuada dos professores, na aquisição de material didático, na definição dos
parâmetros de monitoramento e da avaliação, na revisão e reorganização dos currículos e dos
Projetos Político-Pedagógicos das Unidades Escolares que ofertam Educação Infantil, Ensino
Fundamental e Educação de Jovens e Adultos, assim como na elaboração dos planejamentos
dos professores.
Desta forma, estaremos assegurando o cumprimento da missão, visão e valores
institucionais desta secretaria, que se propõe a:
MISSÃO: Prestar à comunidade Educação pública, gratuita e de qualidade,
comprometida com a formação de cidadãos capazes de transformar suas vidas e, assim, o futuro
do país.
VISÃO: Ser uma rede pública de excelência em Educaçãoinclusiva e consoante
com o mundo contemporâneo e com as novas técnicas e tecnologias, visando à construção de
uma sociedade mais ética, plural, humanística e sustentável.
VALORES: Ética, excelência, competência e compromisso.
VALORES DA NOVA GESTÃO: Transparência, agilidade nas informações,
humanização do atendimento, inovação tecnológica, legalidade, impessoalidade, moralidade,
publicidade e eficiência.
Ademais, o presente documento deve ser utilizado nas unidades escolares pelas
equipes da Secretaria Municipal de Educação e Cultura e, assim, oferecer formação continuada
para orientação durante a elaboração de planejamento, projetos pedagógicos, dentre outros
documentos que integram o universo educacional.
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO 11
EDUCAÇÃO INFANTIL 13
Organizador de Creche 33
Organizador de Pré I e Pré II 42
ENSINO FUNDAMENTAL I 57
Alfabetização 58
1º Ano de Escolaridade 64
2º Ano de Escolaridade 70
3º Ano de Escolaridade 85
4º Ano de Escolaridade 99
5º Ano de Escolaridade 116
ENSINO FUNDAMENTAL II 131
Artes 132
Educação Física 146
Português 156
Inglês 180
Espanhol 200
Produção Textual 222
Matemática 240
Ciências 257
Geografia 263
História 273
ANEXOS 282
REFERENCIAS 311
11

INTRODUÇÃO
A aprovação da BNCC nos diferentes sistemas de ensino, no âmbito estadual e
municipal, disparou o movimento para a implementação do currículo nacional, de forma a
adequar propostas curriculares já existentes, ou na ausência destas, implantar o currículo
nacional.
Considerando o supracitado, em 2019, o município de Magé abriu consulta
pública para todos os professores contribuírem com os diferentes componentes curriculares, a
fim de instituir um documento norteador do currículo e seu fazer pedagógico.
Paralelamente a esse movimento, as coordenações da Rede Municipal de
Ensinoque atuam no ensino fundamental já se encontravam em processo de estudos da BNCC
para a formação continuada das diferentes áreas, não só com a análise do estabelecido nos
diferentes componentes curriculares, como também com a verificação das competências e
habilidades já contempladas na proposta curricular da Rede Municipal de Ensino.
Por sua vez, os processos de reorganização da Proposta Curricular iniciaram-se
formalmente em 2021, a partir dos grupos de trabalho da Secretaria Municipal de Educação e
Cultura, composta por servidores de todas áreas e segmentos, que realizaram o processo de
análise, estudo e organização do Documento ao qual nomeamos Orientador Curricular 2021,
com base no caráter normativo da BNCC, nos direitos e nos objetivos de aprendizagem
instituído pelo Parecer CNE/CP Nº 15, 15 de dezembro de 2017.
Seguindo a linha desse propósito, o Orientador Curricular / 2021 da Rede
Municipal de Ensino de Magé, construído de forma coletiva e democrática, será
implementado com vistas à pandemia e, quiçá, com adequações no pós-pandemia.
Vale ressaltar que, durante o ano letivo de 2021, retomamos às aulas presenciais
/remoto no sistema híbrido, uma vez que reconhecemos que elas são primordiais para a
aprendizagem do aluno, influenciando direta ou indiretamente seu desenvolvimento
socioemocional, por meio das relações interpessoais com colegas, professores e outros
profissionais que atuam na unidade escolar, e que contribuem ativamente na formação da
cidadania.
Salienta-se que, durante o ano letivo de 2021, as coordenações do Departamento
de Ensino estarão monitorando e avaliando o processo de validação desse documento,
mediante acompanhamento para a inserção e adequações necessárias, visando garantir os
12

direitos e objetivos da aprendizagem dos alunos, bem como as condições necessárias para o
fazer pedagógico de qualidade.

AVALIAÇÃO ESCOLAR
É importante que sejam utilizados diferentes instrumentos de avaliação para
acompanhar o processo de aprendizagem e incentivar o comprometimento dos alunos com os
estudos.
A avaliação da Rede Municipal de Ensino terá como base o desenvolvimento das
competências e habilidades apresentadas pelos alunos através do desenvolvimento das
seguintes ações:
a) realização dos roteiros de atividades;

b) projetos ou pesquisas escritas, fotos ou vídeo;

c) participação nos fóruns de debates via mídia social;

d) trabalhos em consonância com os livros didáticos;e

e) observação da participação, engajamento e outros, a critério do professor.

Situações a serem observadas:


 Nenhum aluno deverá ser prejudicado em sua avaliação por não ter acesso a computador,
ainternet ou a outros recursos no horário estipulado pelo professor, tendo em vista os
imprevistos que podem ocorrer no trabalho remoto, aos quais não se tem como ter controle.

 Poderá ser cobrado dos alunos a pontualidade na execução das ações e a devolução dos
materiais impressos ou escritos, atendendo ao cronograma devidamente divulgado pelo
professor.

 O professor poderá solicitar a qualquer momento que os alunos realizem atividades não
presenciais, visando a melhor aprendizagem e à recomposição de notas, assim como poderá
marcar aulas/atividades de recuperação e reforço, e realizar avaliações a serem contabilizadas
em suas notas no retorno das atividades presenciais.
14

ORIENTADOR CURRICULAR DA EDUCAÇÃO INFANTIL

“Brincar com crianças não é perder tempo, é ganha-lo; Se é


triste ver meninos sem escola, mais triste ainda é vê-los sentados
enfileirados em salas sem ar, com exercícios estéreis, sem valor
para a formação do homem.” Drummond

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura, no uso de suas atribuições,


juntamente com a Coordenação de Educação Infantil, visa apresentar, por meio deste, o
Orientador Curricular para as Unidades com turmas de Educação Infantil Rede Municipal de
Ensino.
A primeira infância é um período crucial na vida das crianças. É nessa fase que
elas adquirem capacidades fundamentais para o desenvolvimento de habilidades que irão
impactar na sua vida adulta, por isso, o EDUCAR é CUIDAR do futuro das nossas crianças.
Portanto, é papel da instituição de Educação Infantil fornecer condições para esse
desenvolvimento, sendo necessário que as atividades sejam devidamente planejadas,
internalizadas, contextualizadas e significativas. A fim de possibilitar que a criança tenha
prazer em executá-las, devem ser entrelaçadas práticas entre o conviver, brincar, participar,
explorar, expressar e conviver-se constantemente, a fim de que a criança possa fortalecer
vínculos afetivos, sentir-se segura e acolhida nos momentos do cuidado, mas que ao mesmo
tempo possa ser provocada a adquirir novas aprendizagens, ou ainda, que o momento de
interação possa ocorrer de modo espontâneo e prazeroso, sendo direcionada por meio de
brincadeiras, vivenciando experiências significativas e condizentes com sua faixa etária.
Faria (1999), relata que:
Brincar com as crianças é permitir o tempo necessário para que
elas possam criar, requer do adulto-educador conhecimento
teórico sobre o brinquedo e o brincar, e muita paciência e
disciplina para observar, sem interferir em determinadas
atividades infantis, além da disponibilidade para (re)aprender a
brincar, recuperando/construindo sua dimensão brincalhona.
(p. 150)
O atual organizador provoca às instituições de Educação Infantil a
proporcionarem uma aprendizagem significativa, sempre orientadas de forma a
desenvolverem uma concepção que promova o estímulo dessa subjetividade infantil, isto é,
essa criança cognoscente como parte integrante da sociedade, e a infância como etapa
importante no processo de formação humana, intelectual e cultural desde a mais tenra idade.
15

A BNCC, na educação infantil, diz que a criança (como sujeito criativo, dialógico
e sensível) tem o direito de expressar seus sentimentos, necessidades, dúvidas, emoções,
descobertas, hipóteses, questionamentos e opiniões por meio de diferentes linguagens. Nessa
temática, a proposta, sob a ótica de uma visão socioconstrutivista, na qual a interação social, a
linguagem, a experimentação, a construção do conhecimento, em consonância com os campos
de experiências, organizam as práticas pedagógicas, tomando por diretriz a Base Nacional
Comum Curricular que já está implementada na educação básica brasileira.
Nessa mesma direção, e visando potencializar as aprendizagens e o
desenvolvimento das crianças, os vínculos afetivos familiares serão reforçados, entendendo
que toda atuação familiar é educativa. Isto é, possibilita que a criança se desenvolva nos
processos interativos com as pessoas que estão ao seu redor, não só na Educação Infantil,
como em seu meio familiar.
(...) desenvolvimento e aprendizagem são processos interativos,
no entanto, cabe ao processo de aprendizagem, realizado em um
contexto social específico, possibilitar o processo de
desenvolvimento, o aprendizado pressupõe uma natureza social
específica e um processo através do qual as crianças penetram
na vida intelectual daqueles que as cercam. (VYGOTSKY, 1986.
p. 54)

O cenário que ninguém poderia imaginar aconteceu e, por causa da pandemia do


Novo Coronavírus, todas as escolas foram a se adequarem ao novo normal. As crianças, que
em 2020 ficaram afastadas das escolas, no ano de 2021 tiveram a oportunidade de retornar às
aulas seguindo todo um protocolo de segurança.
Pensando nesse retorno e no “alterar” de toda sociedade, o espaço de Educação
Infantil precisa se preparar para atuar nesse novo cenário. Nesse sentido, o desenvolvimento
das competências emocionais que se trata de um conjunto de competências relacionadas à
emoção e capacidade de se relacionar com o outro, devem estar presentes como pano de
fundo.
As unidades de Educação Infantil precisarão acolher as famílias que foram
colocadas à prova durante esse período e principalmente as crianças que, depois de meses em
casa, terão de voltar à rotina, ficar boa parte do dia distante dos pais e a se relacionar
fisicamente com professores e colegas em um cenário que ainda exigirá cuidados de
prevenção ao vírus.
16

As competências socioemocionais também estão previstas na Base Nacional


Comum Curricular (BNCC). Elas aparecem de forma clara na competência 8 para educação:
“Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, compreendendo-se na
diversidade humana e reconhecendo suas emoções e as dos outros, com autocrítica e
capacidade para lidar com elas.” Alguns exemplos são: empatia, amabilidade, resiliência,
foco, responsabilidade, autogestão e imaginação criativa.
Na certeza de um olhar comprometido e um fazer pedagógico de referência,
estamos compartilhando o plano orientador das ações práticas para as unidades de Educação
Infantil da rede municipal. Aquele em que se definem as metas e os objetivos que se almejam
atingir e as aprendizagens que se pretende promover nas crianças que experimentarão o cuidar
e o educar nas instituições de educação infantil da rede municipal de ensino de Magé.
Partindo desses pressupostos e pautados na Base Nacional Comum Curricular, na
certeza de que contamos com profissionais de educação infantil comprometidos, partilhamos
o organizador curricular, para caminharmos em uma só direção, tendo como alvo o
desenvolvimento integral do aluno, praticando uma educação de verdade.

DIREITOS DE APRENDIZAGEM
As primeiras experiências da criança, os vínculos que ela cria, afetam
profundamente seu posterior desenvolvimento físico, cognitivo, emocional e social. Com o
intuito de colaborar com uma formação baseada na troca de conhecimento, onde o professor
explora a realidade e a experiência do aluno temos a abordagem socio construtivista que
apresenta, como ponto central, a premissa de que aprendizagem e desenvolvimento são
produtos da interação social.
Na Educação Infantil, as aprendizagens e o desenvolvimento das crianças têm
como eixos estruturantes o educar e o cuidar, bem como o brincar e o interagir. Portanto,
fica claro que essa etapa da Educação Básica não se organiza com base em conteúdos,
componentes curriculares ou áreas do conhecimento.
As crianças têm muito a aprender. Suas aprendizagens devem se apoiar nos
direitos de conviver, brincar, participar, explorar, expressar e se conhecer. Todos eles
emergem dos princípios éticos, estéticos e políticos expressos nas DCNEI (BRASIL, 2010a,
p. 16) que devem pautar as propostas pedagógicas para a Educação Infantil:
17

1. Éticos, no sentido de proporcionar o desenvolvimento da autonomia, da


responsabilidade, da solidariedade e do respeito ao bem comum, ao meio ambiente, às
diferentes culturas, identidades e singularidades;
2. Políticos, voltados para o exercício da criticidade e para o respeito à democracia e aos
direitos de cidadania;
3. Estéticos, para desenvolver a sensibilidade, a criatividade, a ludicidade e a liberdade de
expressão nas diversas manifestações culturais e artísticas.
Esses princípios engendram os seis direitos de aprendizagem e desenvolvimento, de acordo
com a BNCC (BRASIL, 2017):
1. Conviver democraticamente com outras crianças e adultos, relacionando-se e partilhando
distintas situações, de modo a utilizar diferentes linguagens, ampliar o conhecimento de si e
do outro, bem como o respeito em relação à natureza, à cultura e às diferenças entre as
pessoas;
2. Brincar cotidianamente de diversas formas, em diferentes espaços e tempos, com
diferentes parceiros (crianças e adultos), ampliando e diversificando seu acesso a produções
culturais, seus conhecimentos, imaginação, criatividade, experiências emocionais, corporais,
sensoriais, expressivas, cognitivas, sociais e relacionais;
3. Participar ativamente, com adultos e outras crianças, tanto do planejamento da gestão da
instituição que oferta Educação Infantil quanto das atividades da vida cotidiana: escolha das
brincadeiras, materiais e ambientes, por meio do desenvolvimento das diferentes linguagens,
elaboração de conhecimentos e do posicionamento próprio;
4. Explorar movimentos, gestos, sons, palavras, emoções, transformações, relacionamentos,
histórias, objetos, elementos da natureza, na instituição de Educação infantil e fora dela,
ampliando seus saberes, linguagens e conhecimentos;
5. Expressar, por meio de diferentes linguagens, como sujeito dialógico, criativo e sensível,
suas necessidades, emoções, sentimentos, dúvidas, hipóteses, descobertas, opiniões,
questionamentos, registros de conhecimentos elaborados a partir de diferentes experiências
que envolvam a produção de linguagens e a fruição das artes nas suas diversas manifestações;
6. Conhecer-se e constituir sua identidade pessoal, social e cultural, ao construir uma imagem
positiva de si e de seus grupos de pertencimento nas diversas experiências de cuidados,
interações, brincadeiras e linguagens vivenciadas na instituição de Educação Infantil.
18

À luz das DCNEI e da BNCC, e da 2ª edição do Currículo em Movimento do


Distrito Federal – Educação Infantil o CEI 02 adota uma organização que emerge dos direitos
de aprendizagem e desenvolvimento, que asseguram as condições para que as crianças
aprendam em situações nas quais possam desempenhar um papel ativo em ambientes que as
convidam a vivenciar desafios e a sentirem-se provocadas a resolvê-los, nas quais possam
construir significados sobre si, os outros e o mundo social e natural (BRASIL, 2017, p. 33).

LETRAMENTO
CONCEPÇÕES DE FALA, LEITURA E ESCRITA
Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil (1998, p.
117), a educação infantil, ao promover experiências significativas de aprendizagem da língua,
por meio de um trabalho com a linguagem oral e escrita, se constitui em um dos espaços de
ampliação das capacidades de comunicação e expressão e de acesso ao mundo letrado, pelas
crianças.
O letramento representa os diversos meios da prática social em que a escrita se faz
presente, e, se pensarmos sobre essa perspectiva, de que as crianças vivem em uma sociedade
19

letrada, percebemos que é quase impossível imaginar que durante muito tempo aprenderam
decorando e formando palavras desconexas do contexto em que vivem. (LUIZATO, 2003)
A aprendizagem da linguagem oral e escrita é de fundamental importância para as
crianças ampliarem suas possibilidades de imersão e participação nas práticas sociais. Dessa
forma, têm a necessidade de estarem próximas às pessoas, interagindo e aprendendo com elas
de forma que possam compreender e participar no seu ambiente. Tais interações e formas de
comunicações proporcionam às crianças, além da segurança para se expressar, a descoberta de
diferentes gêneros culturais.
Uma criança que compreende quando o adulto lhe diz “olha o que a fada
madrinha trouxe hoje!” está fazendo uma relação com um texto escrito, o conto de fadas:
assim, ela está participando de um evento de letramento (porque já participou de outros, como
o de ouvir uma historinha antes de dormir); também está aprendendo uma prática discursiva
letrada, e, portanto, essa criança pode ser considerada letrada, mesmo que ainda não saiba ler
e escrever. (KLEIMAN, 1995, p. 18).
Aprender uma língua não é apenas aprender letras, palavras, mas é também
entender os significados que expressam as diferentes formas como as pessoas vivem,
interpretam e representam a realidade. A escrita se faz presente de diversas formas,
cumprindo diversas funções.
Segundo D’Espíndola (2010), o letramento é cultural, por isso muitas crianças já
vão para a escola com o conhecimento obtido de maneira informal, absorvido no cotidiano,
fazendo com que o aprendizado deixe de ser automático e repetitivo, baseado na
descontextualização.
O entendimento dos usos e funções sociais da escrita envolve a utilização, na sala
de aula, de diversos textos e gêneros, valorizando os conhecimentos prévios das crianças, de
modo a possibilitar deduções e descobertas em prol da aquisição do novo conhecimento. No
processo de letramento é fundamental o desenvolvimento do vocabulário do aluno, que está
em construção do seu repertório, considerando, neste caso, a importância da leitura e da
interpretação de textos para enriquecimento de sua área lexical ampliando possibilidades e
oportunizando assim a consolidação de novos saberes.
Portanto, acredita-se que, nas sociedades urbanas modernas, não existe grau zero
de letramento, pois as pessoas, em todos os momentos, participam, de alguma forma, de
algumas dessas práticas, ou seja, desde pequenas estão em contato com a linguagem escrita
20

por meio de seus diferentes portadores de texto, como livros, jornais, embalagens, cartazes,
placas de ônibus, etc., iniciando-se no conhecimento desses materiais gráficos antes mesmo
de ingressarem na instituição educativa, não esperando permissão dos adultos para
começarem a pensar sobre a escrita e seus usos. (LUIZATO, 2003, p. 71).
Tais experiências serão maiores ou menores de acordo com o contexto em que a
criança estiver inserida, portanto, cabe à escola proporcionar tal contato, oferecendo aos
pequenos um espaço diverso, de modo a vivenciarem situações variadas de leitura, ampliando
aos pequenos o acesso ao mundo letrado e possibilitando a igualdade de oportunidades. As
crianças enriquecem seu repertório imaginativo ajudadas pelos recursos que o educador lhes
proporciona e pela interação com os educadores e seus pares.
Uma das mais importantes heranças culturais de nossa sociedade é a linguagem.
Sabe-se que a relação dos indivíduos com o mundo não é direta, mas mediada por sistemas
simbólicos diversos, socialmente elaborados, onde a linguagem ocupa um papel central.
A criança tem direito aos bens da sua cultura. A linguagem verbal é um desses
bens e possui papel decisivo no seu lugar na sociedade, pois ela é responsável por mudanças
no modo como as sociedades se organizam e se relacionam, e tem reflexos no próprio modo
de pensar dos sujeitos. A linguagem verbal se expressa através de dois domínios que estão
intimamente articulados: o oral e o escrito.
Historicamente, é a Educação Infantil que tem assumido o lugar de ampliar as
possibilidades da criança de expressar-se na linguagem oral, reconhecendo o importante papel
dessa linguagem na sua constituição como sujeito falante.
O desenvolvimento da fala depende das interações sociais, das possibilidades que
a criança tem de observar e participar de situações comunicativas diversas. Desde o berçário,
os bebês podem compreender o que se passa ao seu redor, antes mesmo de desenvolverem a
fala. Quando se estabelece conversas com eles em um processo intenso de comunicação pode-
se identificar desejos, sentimentos de ambos – bebê e educador - por outros sinais: balbucios,
gestos, expressões faciais, entonação e modulação da voz. Educador e criança,
conjuntamente, compartilham significados. Com as crianças da creche e da Pré-Escola o
mesmo acontece, pois vivendo em situações do cotidiano vão aprendendo a se comunicar,
com diferentes propósitos: para pedir algo, contar alguma coisa que aconteceu e para se
relacionar.
21

Durante muito tempo o trabalho com a leitura e escrita tem sido motivo de
grandes discussões na área da Educação Infantil e, portanto, ainda hoje é um tema que traz
muitas dúvidas para os educadores desse segmento. Isso acontece porque traz consigo
representações do que seja o trabalho com essa área do conhecimento, representações estas
que estão vinculadas às ideias em torno da abordagem mecanicista do ensino da escrita e da
leitura.
Inúmeros materiais escritos presentes no mundo e nos espaços da Educação
Infantil como jornais, revistas, livros, cartazes, bilhetes, rótulos, convites, nomes das crianças,
listas, receitas entre outros - e práticas de exploração oral - como recontar uma história, ditar
uma carta, um bilhete, dar um recado, expressar-se oralmente seguindo “modelos” de
linguagem, quando a criança assume o papel de um personagem no canto de faz-de-conta –
são fundamentais, mas não adianta apenas tê-los disponibilizados pela sala. É a mediação do
educador que fará a diferença qualificando a relação da criança em suas possibilidades de
expressão oral, leitura e escrita.
Em coerência com os estudos atuais da área da Psicologia, da Pedagogia e da
Linguística, a oralidade, a leitura e a escrita são apresentadas nesta proposta com a mesma
importância, uma vez que estão intrinsecamente interligadas. A oralidade, a leitura e escrita
são entendidas como objeto de uso social, e se mostram em toda a sua complexidade nas
práticas sociais reais e se revelam nas interações.
Partindo da análise das concepções que embasam as práticas pedagógicas na
Educação Infantil, devemos apresentar de forma específica a leitura e a escrita dentro desse
espaço e tempo de educação e cuidado, nos quais as brincadeiras e as interações constituem-se
eixos norteadores do trabalho desenvolvido. Entendendo que a instituição de Educação
Infantil não tem apenas uma função pedagógica, mas também sociocultural, vale enfatizar a
importância de desenvolver um trabalho que leve as crianças a se inserirem com competência
no mundo social.
Sendo por meio das constantes trocas e partindo das relações reais entre sujeitos, é
que as “leituras de mundo” se reconstroem.
Pensamos que o processo da leitura e da escrita com criança da Educação Infantil,
perpassa pelas brincadeiras como grande possibilitador de interações, por todas as formas de
comunicação, expressão, registro, realizadas por elas por meio da linguagem escrita. Sabe-se
que o foco na Educação Infantil é o uso da língua em contextos sociais como forma de
22

inserção do sujeito na cultura, portanto, vivenciar a língua é estabelecer cotidianamente


múltiplas interações.
É importante privilegiar um trabalho que considere a diversidade de tipos, gêneros
e suportes textuais, por meio do contato diário com livros, revistas, histórias em quadrinhos,
jornais, panfletos, etc.; a leitura frequente de histórias; escrita na presença das crianças
quando esta se fizer necessária; incentivar as crianças a escreverem palavras e textos de forma
espontânea, mesmo que não convencionalmente, são importantes meios de as fazerem
vivenciar a linguagem da leitura e a escrita com significado social, tendo em vista a variedade
de circunstâncias do uso.

A escrita é um sistema de signos que representa um outro sistema


de signos. Ao escrever a criança representa o som da fala, mas
esse som da fala não é apenas um som [...] ele tem um
significado. Esse significado representa a realidade, as coisas do
que falamos, nossas ideias, sentimentos, informações... O que,
seja a escrita representa a fala, que, por sua vez, representa a
realidade (MELLO, 2007).

A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR, BRINCANDO


Brincar é o principal modo de expressão da infância. É uma linguagem, por
excelência, para a criança aprender, se desenvolver, explorar o mundo, ampliar a percepção
sobre ele e sobre si mesma, organizar seu pensamento, trabalhar suas emoções, sua
capacidade de iniciativa e de criar e se apropriar da cultura.
Assim, garantir na Educação Infantil um espaço de brincar é assegurar uma
educação numa perspectiva criadora e que respeita a criança e seus modos de estar no mundo.
Brincar é uma atividade que se aprende na relação com o outro e que sofre contínuas
mudanças ao longo do tempo.
A idade, a experiência de vida das crianças e seus parceiros permitem que os seus
modos de brincar se transformem. É o educador que tem, com sua experiência e
conhecimentos sobre como as crianças brincam e por que brincam, um relevante papel na
garantia da presença do brincar nas rotinas, nos espaços e no oferecimento de brinquedos e
materiais na Educação Infantil. É ele, também, que faz a diferença na transmissão de
brincadeiras tradicionais de uma geração para outra, perpetuando essa importante
manifestação cultural.
23

As brincadeiras de faz-de-conta funcionam como cenário no qual as crianças


tornam-se capazes não só de imitar a vida como também de transformá-la, constituindo-se
uma atividade interna delas, baseada no desenvolvimento da imaginação e interpretação da
realidade, sem ser ilusão ou mentira.
Por meio do brincar de faz-de-conta, as crianças buscam superar contradições,
motivadas pela possibilidade de lidar com o acaso e com a ficção quando assumem papéis e
desenrolam um enredo construído pelas interações com outras crianças, sempre imprevisível.
A brincadeira cria, então, novidades, e permite à criança, vivenciar concretamente a
elaboração e negociação de regras de convivência e expressar uma visão própria do real,
embora por ele marcado. Elas ainda elaboram sentimentos e emoções, ao mesmo tempo em
que desenvolvem importantes habilidades, trabalham alguns valores de suas comunidades,
examinam práticas do seu dia-a-dia, vivenciam outras formas de ser e pensar, são capturadas
por representações sociais sobre determinados eventos.
A brincadeira no processo educativo deve ser incluída nas experiências que
compõem as aprendizagens das crianças nas diversas dimensões, como: a linguagem oral e
escrita, linguagens artísticas, questões relativas à natureza e sociedade, conhecimentos
matemáticos, corpo e movimento entre tantas outras. Nesse sentido, ela deve ser uma
atividade diária no cotidiano da Educação Infantil, possibilitando à criança aprender pelo
brincar, criar e renovar as brincadeiras e fortalecer suas culturas lúdicas.
Os elementos da natureza servirão de suporte para que as crianças pequenas sejam
desafiadas a buscar soluções, sem a antecipação dos adultos, sendo, desta forma, respeitadas
em seu tempo para se apropriarem das possibilidades de cada material. A organização de
cenários que estimulem as interações (entre crianças e entre adultos e crianças) e o
dimensionamento, no tempo e no espaço, das áreas para experiências lúdicas, propiciam às
crianças pequenas o direito de desenvolver sua identidade e percepções de mundo pelo prazer
e pela curiosidade.
Os profissionais devem ampliar a criatividade no preparo de espaços, objetos,
brinquedos e brincadeiras, incluindo diferentes elementos para a exploração e a pesquisa
infantil. Criar estratégias significativas para a elaboração dos registros que compõe a
documentação pedagógica com vistas ao planejamento, em um percurso de vivências
coletivas.
24

Ao observar e explorar os elementos da natureza e suas relações, bem como os


fenômenos naturais, as crianças expressam sua curiosidade pelo mundo, despertando o
interesse e cuidado pelo meio ambiente, bem como, construindo um sentimento de
pertencimento e respeito para com todos os seres (inclusive os animais).
Dentre todos os saberes e fazeres que irão surgir, os mais significativos estão
relacionados à percepção de adultos e crianças, de que há muitas possibilidades do brincar
para além da caixa de brinquedos industrializados convencionais, sempre presentes nas
instituições de Educação Infantil.
Os elementos da natureza podem ser utilizados por bebês e crianças em uma ação
lúdica e criativa; crianças podem expressar seus aprendizados e sentimentos, trabalhando com
criatividade e liberdade. O atrativo estético que estes elementos conferem ao brincar, levarão
as crianças a terem mais espaço para suas individualidades, fazendo escolhas e respeitando a
diversidade, no processo de constituição da própria identidade e autonomia.
Desejamos que neste percurso, educadores e crianças construam novos
conhecimentos, valores e atitudes de respeito e proteção aos animais e a natureza de forma
geral. Queremos provocar a vivencia de experiências lúdicas, que possam propiciar às
crianças pequenas o direito de desenvolver sua identidade e percepções de mundo pelo prazer
e pela curiosidade.
Enfim nossa busca neste organizador, é enfatizar que estamos buscando formar
aprendizes independentes e autônomos, inspirados em desenvolver suas próprias ideias,
explorar seus interesses e vivenciar diversas experiências que auxiliem em seu processo de
construção de aprendizagem.

EDUCAÇÃO INFANTIL COM OLHAR E AÇÃO INCLUSIVA


A escola e creche inclusiva garante a permanência de todos os alunos dentro do
sistema educativo e possibilita maiores e melhores perspectivas a nossa criança.
Se privilegiamos a escola como a instituição social por excelência, onde
transcorre a vida infantil, é indispensável construir uma escola inclusiva, pluralista, em que a
diversidade seja concebida como um valor humano e reconhecida como um valor educativo
que preencha as aulas e se manifeste através das diferenças étnicas, religiosas, linguísticas,
cognitivas, sociais, culturais, subjetivas etc., existentes em todo grupo escolar.
25

Os processos de inclusão educacional se compreendem dentro de um projeto


transcendente, que é a construção de uma cultura inclusiva.
A escola e creche tradicionais se guiam por uma postura monocultural,
homogeneizante, que contempla um determinado perfil de alunos que, supõe-se, aprendem da
mesma maneira, em um mesmo tempo e espaço, e com os mesmos métodos e recursos,
mantendo fora de sua proposta quem não responde a esse modelo.
A escola inclusiva se projeta para o futuro, convocada por uma visão ampla,
democrática e plural, que supõe o reconhecimento da diversidade como traço primordial do
cenário escolar e a considera um valor educativo. Nesta perspectiva, abrem-se portas a todos e
todas, sem distinção alguma, sob o abrigo de um currículo comum adaptável e passível de
revisão segundo as circunstâncias, priorizando que existem tantas formas de aprender como
alunos.
Falar sobre a temática racial ainda é um desafio para muitos setores da sociedade
brasileira e essa situação não é muito diferente na creche e escola.
Entendendo a importância de abordar a Educação Étnica Racial na Educação
Infantil, e procurando incentivar algumas ações e práticas em busca de novos olhares para a
educação, incorporando práticas para a implementação da Lei Federal 10.639/03 e Diretrizes
Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais, pretende-se que seja
realizado nas creches e escolas com educação infantil, ações que valorizem tais questões com
finalidade de proporcionar as experiências neste contexto desde a tenra idade. Pretendemos,
com a exposição de reflexões e possibilidades, incentivar os/as educadores/as a efetivarem um
trabalho que contemple a diversidade presente nos diferentes âmbitos de nossa sociedade.
De acordo com as DCNEI (BRASIL, 2009, p. 12) a criança é um Sujeito histórico
e de direitos, que nas interações, relações e práticas cotidianas que vivencia, constrói sua
identidade pessoal e coletiva, brinca, imagina, fantasia, deseja, aprende, observa, experimenta,
narra, questiona e constrói sentidos sobre a natureza e a sociedade, produzindo cultura.

QUEREMOS ABORDAR TAMBÉM A EDUCAÇÃO INFANTIL


NO CONTEXTO QUILOMBOLA
Ao se falar na criança no contexto da Educação Escolar Quilombola é, antes de
tudo, pensar em uma educação que possa valorizar o passado e reinventar o presente de uma
população que teve seus direitos negados por longos anos. Desse modo, é preciso que, desde a
Educação Infantil, a história, a memória, a cultura o território e os conhecimentos dos
26

quilombos sejam reconhecidos e considerados, conforme as Diretrizes Curriculares Nacionais


para a Educação Escolar Quilombola (2012).
A história dos quilombos é uma história de luta e resistência. As comunidades
quilombolas se constituem de forma coletiva, podemos dizer que a Identidade quilombola está
ligada à ideia de pertencimento que se estabelece, além dos laços de sangue, se fortalecem por
meio dos valores, costumes e experiência de discriminação, compartilhados por um grupo
com um sentimento em comum. Os quilombos representavam um núcleo de resistência,
podendo surgir em qualquer espaço onde houvesse escravismo, que perdurou entre o Século
XVI e XIX no Brasil. Daí surge então a expressão “quilombolas”, para classificar os negros
pertencentes aos quilombos. A educação infantil quilombola deve valorizar a história e a
tradição do seu povo como elementos indispensáveis a formação para a cidadania e afirmação
da identidade cultural, as crianças quilombolas apresentam modos próprios de se relacionar
com o cotidiano e conviver com a natureza e seus diferentes espaços.
A inclusão de alunos com deficiência na escola e creche regular é um aspecto a
mais a se levar em conta dentro de nossa visão de educação, dando atenção à diversidade.
O compromisso diário de nossas unidades de creches e escolas com Pré-Escolar,
que recebem o desafio da Inclusão Educacional, permite que muitos alunos com dificuldades
motoras, perceptivas, de linguagem ou de estruturação subjetiva e/ou cognitiva, incluídos na
ampla categoria da deficiência, hoje possam vivenciar uma educação infantil com aulas
regulares, o que representa um enriquecimento para toda a comunidade educativa.
O processo de inclusão educacional de um aluno com necessidade de atendimento
educacional especializado no seio de uma escola ou creche regular, faz-se indispensável à
reflexão institucional acerca dos pressupostos básicos sobre os quais se estabelece o projeto
educativo institucional e, consequentemente, a proposta curricular.
Se tratando especificamente sobre as crianças com necessidades educacionais
especiais será muito importante que a equipe escolar diante dos alunos com deficiência
planeje sua proposta de trabalho conforme dispõe a Lei 9394/96: Para a educação infantil,
deve garantir o desenvolvimento integral da criança, em seus aspectos físico, psicológico,
intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade.
É arriscado enumerar adaptações possíveis que possam se fazer numa sala regular
onde está matriculado um estudante com necessidades educacionais especiais, com ou sem
deficiência, já que as mesmas variam segundo os imperativos de cada caso em particular.
27

Ainda assim, podemos apresentar uma série de lineamentos gerais que, na prática, facilitam a
inclusão educativa:
 Adaptar os materiais escolares;
 Oferecer diversas formas de expressão;
 Ampliar o material impresso;
 Modificar a disposição dos móveis;
 Modificar a forma de agrupar os alunos;
 Selecionar conteúdos pontuais que se considerem apropriados para o aprendiz;
 Apoiar a produção do pensamento;
 Considerar apoio compreensivo na exposição dos conteúdos;
 Hierarquizar a modalidade de trabalho mais conveniente a cada uma de nossas crianças.

Só podemos pensar em uma escola inclusiva, que possa trabalhar e desenvolver-se


na diversidade de nossas crianças, se considerarmos a diversidade como valor humano e
educativo e se nos comprometermos em articular cada sujeito com o mundo do saber.
Na maioria das vezes, não são as barreiras arquitetônicas ou de comunicação as
que condicionam a inclusão educativa de uma criança com necessidades educativas especiais
na creche ou escola regular, mas as barreiras ideológicas e pedagógicas que se encontram na
comunidade e é nosso desejo transpor essas barreiras.
Para definirmos e concluir nosso desejo de sermos essa creche e escola inclusiva,
esclarecemos que, não se trata, então, de gerar uma perigosa cultura de tolerância à diferença,
onde, a partir de um lugar de poder, nesse caso, a escola comum, se outorga ao diferente, ao
“descapacitado”, uma permissão ou licença para pertencer a um grupo ou instituição
privilegiada, mas de construir uma cultura inclusiva, na qual se respeita o direito à diferença,
direcionando-se à equidade de oportunidades e à adequação social e educativa.

COMPOSIÇÃO DAS SALAS


A organização dos espaços das salas de educação infantil devem ser agregada à
rotina pedagógica. Quando falamos de creche, entendemos que estamos atendendo um
público bem pequeno, que necessita interagir através de brincadeiras com momentos de
aprender. Essa sincronia exige que espaços e rotina sejam planejados de modo que
28

possibilitem a diversidade e experiências o tempo todo. Lembrando dos cuidados exigidos


como segurança e saúde.
A criança tem direito a um ambiente de aprendizagem, no qual irão se socializar e
ganhar autonomia, respeitando seu estágio de desenvolvimento, conhecendo suas limitações.
A organização do ambiente é um fator funtamental que faz toda diferença.
As salas de pré-escola não são diferentes, precisam priorisar as possibilidades de
interação e brincadeira, favorecer os alunos em suas experiências na construção da linguagem
e da escrita, valorizar a construção dos alunos e suas produções, respeitando as
individualidades. Buscar que essa composição tenha significado e conte com a participaçãp
das crianças nesta elaboração
Sendo assim, propomos para a composição da sala: Espelho; Cantinho criativo
(brinquedos, baú,arte, literatura e outros); Tapetes, Almofadas coloridas; Chamadinha visual (
com nome e foto); Organizadores de mochilas e calçados; Varal de exposição; Armário
(prateleiras organizadoras); Relógio da Rotina; Ambiente claro, Alfabetário...

ROTINA DA CRECHE / ELABORAÇÃO DE HORÁRIO


A IMPORTÂNCIA DA ROTINA NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Pode-se dizer que a rotina é uma categoria pedagógica da educação infantil
utilizada nas instituições educativas para auxiliar o trabalho do educador, sobretudo, para
garantir um atendimento de qualidade para as crianças. A rotina pode ser considerada uma
forma de assegurar a tranquilidade do ambiente, uma vez que a repetição de determinadas
práticas dá estabilidade aos sujeitos, diminuindo a ansiedade das pessoas, sejam elas grandes
ou pequenas e tornando-se um fator de segurança, pois orienta as ações das crianças e dos
professores favorecendo a previsão de situações que possam vir acontecer.
As atividades de rotina são aquelas que devem ser realizadas diariamente. O que
não significa que devemos transformar o dia-a-dia escolar em uma planilha com atividades
rígidas e inflexíveis. A rotina pode e deve sofrer modificações e inovações quantas vezes
forem necessárias durante o ano letivo.
Devem fazer parte da rotina todas as atividades recorrentes ou
reiterativas na vida cotidiana coletiva, mas nem por isso
precisam ser repetitivas. (Maria Carmen Silveira Barbosa)
29

Alguns elementos que compõem a rotina da creche, os horários de:


chegada/acolhida, saída/despedida, alimentação, higiene (escovação de dentes, banho e
outros hábitos), calendário, chamada, roda de música, momento da novidade, ajudante do
dia, momento da leitura, repouso, atividades lúdicas e significativas, jogos
diversificadoscomofaz-de-conta,exploraçãodediversos materiais..., ou seja, atividades que
estimulem o desenvolvimento dacriança.

O FOCO CENTRAL NA ELABORAÇÃO DESTE HORÁRIO É O ATENDIMENTO


ÀS NECESSIDADES DA CRIANÇA!!
No momento de elaborar o horário de rotina da creche, considerar:

 A idade das crianças da turma e a quantidade de turmas;


 A quantidade de profissionais (professor e estimulador(es)) da turma;
 A quantidade de banheiros, vasos sanitários e chuveiros;
30

 A capacidade dos espaços (refeitório e banheiro);


 Oportunidades constantes de idas ao banheiro, principalmente para as turmas em
desfralde;

 Pequenos intervalos entre as atividades para o deslocamento da turma, para a


arrumação/preparação do espaço (como as camas para o soninho e para o despertar
dos pequenos após o descanso);

 O horário de almoço do(s) estimulador(es) da turma, merendeira(s);


 Preferência para as “atividades agitadas” antes do banho e para as “atividades
tranquilas” após o banho ;

 A TV não deve ser usada como o terceiro ou o quarto profissional da turma. Ela só é
um recurso didático, quando há uma finalidade pedagógica;

 Através dos eixos interações e brincadeiras serão oportunizados momentos ricos e


variados para as crianças exercerem os seis direitos de aprendizagem (conviver,
explorar, participar, brincar, expressar e conhecer-se), perpassando pelos cinco
campos de experiências (Eu, o outro e nós; Corpo, gestos e movimento; Traços, sons,
cores e formas; Escuta, fala, pensamento, imaginação e Espaços, tempos,
quantidades, relações e transformações);

A existência de um horário e o seu cumprimento são essenciais para o bom


andamento da creche;

 Criança precisa de rotina, mas rotina não significa mesmice;


 Toda atividade deve ter um objetivo, uma intenção, mesmo aquelas que são livres
para os alunos.

CONSIDERANDO A IMPORTÂNCIA DA SEQUÊNCIA DIDÁTICA


É importante considerar, ao planejar uma sequência didática, as relações interativas
entre professor/aluno, aluno/aluno e as influências dos objetos de estudos nessas relações, o
papel do professor e o papel do aluno, a organização para os agrupamentos, a organização dos
31

objetos de estudo, a organização do tempo e espaço, a organização dos recursos didáticos e


avaliação.
Oliveira (2013, p.39) define sequência didática como “um procedimento simples que
compreende um conjunto de atividades conectadas entre si, e prescinde de um planejamento
para delimitação de cada etapa e/ou atividade para trabalhar os conteúdos disciplinares de
forma integrada para uma melhor dinâmica no processo ensino aprendizagem.”
Sendo assim, apresentamos os projetos que serão trabalhados por toda a rede de
forma flexível e coerente. Vale ressaltar o protagonismo e a criatividade de cada unidade de
creche que deverá proporcionar esse ambiente acolhedor e promotor de aprendizagens de
acordo com os campos de experiências.

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS:

O Eu, O Outro E O Nós


 Interação e relações
 Emoções e sensações
 Cultura e sociedade
 Autonomia e autocuidado
 Identidade e diferenças
Corpo, Gestos e Movimentos
 Corporeidade: sentidos, gestos e movimentos
 Movimento e Expressão: música, dança e brincadeiras
 Repertório de movimentos, ocupação do espaço e limites
32

Traços, Sons, Cores e Formas


 Expressão, manifestação e apreciação artística e autoria
 Artes Visuais: desenho, pintura e modelagem
 Música: musicalidade e parâmetro do som
 Faz de Conta: jogo dramático como linguagem
 Simbolização
Escuta, Fala, Pensamento e imaginação
 Fala, vocabulário, escuta, compreensão
 Letramento: um aprendizado contínuo
 Literatura infantil
 Rodas de Conversa

Espaços, Tempos, Quantidades, Relações e Transformações


 Pesquisa e descobertas sobre o mundo físico e sociocultural
 Curiosidade – hipóteses – Investigação – descobertas
 Fenômenos naturais, ciclos de vida, clima e transformações
 Pensamento matemático.
33

ORGANIZADOR DE CRECHE
OBJETIVOS BNCC

EIXOS NORTEADORES: INTERAÇÕES E BRINCADEIRAS

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM


ESPAÇOS,TEMPOS,QUA
TRAÇOS,SONS,CO ESCUTA, FALA, NTIDADES,
O EU, O OUTRO E NÓS CORPO,GESTOSEMOVI
RESEFORMAS PENSAMENTOEIMAGI RELAÇÕESETRANSFOR
(EO) MENTO (CG)
(TS) NAÇÃO (EF) MAÇÕES (ET)

(EI02EO01) (EI02CG01) (EI02TS01) (EI02EF01) (EI02ET01) Explorar


Demonstrar atitudes Apropriar-se de gestos Criar sons com Dialogar com e descrever
de cuidado e e movimentos de sua materiais, crianças e adultos, semelhanças e
solidariedade na cultura no cuidado de objetos e expressando seus diferenças entre as
interação com crianças si e nos jogos e instrumentos desejos, características e
e adultos. brincadeiras. musicais, para necessidades, propriedades dos
acompanhar sentimentos e objetos (textura,
diversos ritmos opiniões. massa, tamanho).
de música.
(EI02EO02) (EI02CG02) (EI02TS02) (EI02EF02) (EI02ET02)
Demonstrar imagem Deslocar seu corpo no Utilizar Identificar e criar Observar, relatar e
positiva de si e espaço, orientando-se materiais diferentes sons e descrever incidentes do
confiança em sua por noções como em variados com reconhecer rimas e cotidiano e fenômenos
capacidade para frente, atrás, no alto, possibilidades de aliterações em naturais (luz solar,
enfrentar dificuldades embaixo, dentro, fora manipulação cantigas de roda e vento, chuva etc.).
e desafios. etc., ao se envolver (argila, massa de textos poéticos.
em brincadeiras e modelar),
atividades de explorando
diferentes naturezas. cores, texturas,
superfícies,
planos, formas e
volumes ao criar
objetos
tridimensionais.
(EI02EO03) (EI02CG03) (EI02TS03) (EI02EF03) (EI02ET03)
Compartilhar os Explorar formas de Utilizar Demonstrar Compartilhar, com
objetos e os espaços deslocamento no diferentes fontes interesse e atenção ao outras crianças,
com crianças da espaço (pular, saltar, sonoras ouvir a leitura de situações de cuidado
mesma faixa etária e dançar), combinando disponíveis no histórias e outros de plantas e animais
adultos. movimentos e ambiente em textos, diferenciando nos espaços da
seguindo orientações. brincadeiras escrita de ilustrações, instituição e fora dela.
cantadas, e acompanhando,
canções, músicas com orientação do
e melodias. adulto-leitor, a
direção da leitura (de
cima para baixo, da
esquerda para a
direita).
(EI02EO04) (EI02CG04) (EI02EF04) (EI02ET04)
Comunicar-se com os Demonstrar Formular e responder Identificar relações
colegas e os adultos, progressiva perguntas sobre fatos espaciais (dentro e
buscando compreendê- independência no da história narrada, fora, em cima,
los e fazendo-se cuidado do seu corpo. identificando embaixo, acima,
compreender. cenários, abaixo, entre e do
personagens e lado) e temporais
principais (antes, durante e
acontecimentos. depois).
(EI02EO05) (EI02CG05) (EI02EF05) (EI02ET05)
34

Perceber que as Desenvolver Relatar experiências Classificar objetos,


pessoas têm progressivamente as e fatos acontecidos, considerando
características físicas habilidades manuais, histórias ouvidas, determinado atributo
diferentes, respeitando adquirindo controle filmes ou peças (tamanho, peso, cor,
essas diferenças. para desenhar, pintar, teatrais assistidos etc. forma etc.).
rasgar, folhear, entre
outros.
(EI02EO06) (EI02EF06) (EI02ET06)
Respeitar regras Criar e contar Utilizar conceitos
básicas de convívio histórias oralmente, básicos de tempo
social nas interações e com base em (agora, antes, durante,
brincadeiras. imagens ou temas depois, ontem, hoje,
sugeridos. amanhã, lento, rápido,
depressa, devagar).
(EI02EO07) (EI02EF07) (EI02ET07)
Resolver conflitos nas Manusear diferentes Contar oralmente
interações e portadores textuais, objetos, pessoas, livros
brincadeiras, com a demonstrando etc., em contextos
orientação de um reconhecer seus usos diversos.
adulto. sociais.
(EI02EF08) (EI02ET08)
Manipular textos e Registrar com números
participar de a quantidade de
situações de escuta crianças (meninas e
para ampliar seu meninos, presentes e
contato com ausentes) e a
diferentes gêneros quantidade de objetos
textuais (parlendas, da mesma natureza
histórias de aventura, (bonecas, bolas, livros
tirinhas, cartazes de etc.).
sala, cardápios,
notícias etc.).
(EI02EF09)
Manusear diferentes
instrumentos e
suportes de escrita
para desenhar, traçar
letras e outros sinais
gráficos.
35

1º BIMESTRE: IDENTIDADE E CIDADANIA


“Minha história começa assim...”

Justificativa:
A construção da identidade se dá por meio das interações da criança com o seu meio
social. Sendo as instituições de creche espaços de socialização, o trabalho educativo pode
assim criar condições para as crianças conhecerem, descobrirem e ressignificarem novos
sentimentos, valores, ideias, costumes e papeis sociais.

Objetivos:
 Trabalhar com a imagem do seu próprio corpo;
 Identificar-se como membro de sua família;
36

 Reconhecer a importância e o valor de sua própria casa e o bom convívio;


 Desenvolver a socialização de forma saudável;
 Reconhecer a escola como espaço vivo, de criação e livre expressão;
 Estimular o cuidado com seu próprio corpo e a prática de higiene;
 Valorizar a própria imagem a fim de desenvolver a autoestima;
 Construir conhecimentos sobre os costumes, valores, formas de expressão de
diferentes culturas;
 Familiarizar-se com o próprio corpo;
 Ouvir, perceber e discriminar diferentes ritmos e produções musicais;
 Brincar com a música: dublar, reproduzir, imitar e inventar
 Produzir ritmos e sons utilizando seu próprio corpo;
 Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais;
 Ampliar o conhecimento de mundo que possuem;
 Identificar as atividades escolares, individual e coletiva, como espaço de construção de
identidade, seu e do outro;
 Apreciar e valorizar suas próprias produções;
 Ampliar o vocabulário;
 Identificar as letras do seu próprio nome;
 Estimular a percepção criativa;
 Identificar as cores apresentadas;
 Desenvolver conceitos numéricos através da expressão verbal;
 Contar oralmente, nas brincadeiras e em situações que haja necessidades;
 Utilizar expressão numérica em seu cotidiano...

2º BIMESTRE: AUTONOMIA
“Eu posso, você também pode!”

Justificativa:
Maria Montessori afirma que “O maior sinal de sucesso para um professor é poder
dizer: as crianças estão trabalhando como se eu não existisse”. Isso não caracteriza um
37

trabalho solto e sem objetivo e que a criança não precise de mediação, mas exemplifica o
quanto o professor precisa acreditar que seu aluno é capaz e fazê-lo crer que ele pode muito.

Objetivos:
 Perceber-se a si e ao outro, as igualdades e diferenças, mediante as interações
estabelecidas;
 Sentir-se valorizado e reconhecido;
 Enxergar-se a si mesmo como parte de um grupo;
 Utilizar o corpo como forma de expressão e comunicação;
 Formar próprios conceitos através de descobertas e experimentações;
 Reconhecer procedimentos básicos relacionados a higiene, alimentação e saúde;
 Aprender a respeitar as regras de convivência;
38

 Participar nas realizações de tarefas do cotidiano que envolvam ações de cooperação,


solidariedade e ajuda na relação com o outro;
 Favorecer o uso da linguagem oral para relatar suas vivências em diversas situações;
 Melhorar a dicção e pronúncia de palavras;
 Manipular diferentes materiais e objetos de acordo com a faixa etária, para o
aperfeiçoarmos das habilidades motoras;
 Estimular os cinco sentidos: tato, olfato, visão e audição;
 Valorizar a sua própria imagem a fim de desenvolver a autoestima;
 Identificar os meios de transportes e sua utilidade;
 Identificar meios de comunicação, bem como sua utilização;
 Identificar-se como membro de sua família;
 Trabalhar a imagem do seu próprio corpo;
 Valorizar as diferentes profissões e sua importância para sociedade;
 Produzir ritmos e sons com seu próprio corpo;
 Brincar com a música: gestos e movimentos;
 Explorar o silêncio e o som;
 Desenvolver a concentração percepção auditiva;
 Explorar diversas formas de produção artísticas: desenho, pintura, escultura,
fotografia, colagem, música, dança e etc.;
 Ampliar o vocabulário;esenvolver o gosto e o prazer de ouvir história;
 Estimular a percepção criativa;
 Estimular a formação do conceito de número;
 Desenvolver através dos jogos e brincadeiras, habilidades, ampliando seu intelecto
sem ter a obrigação de aprender.

3º BIMESTRE: FAMÍLIA
“Quais laços nos unem?”
Justificativa:
“Não importa se é de longe, de perto, ou de sangue, família é estadia de pessoas
queridas pelo coração!” Constante Voz. A família é o primeiro ponto de referência para a
criança, assim também a sua casa. Em consonância, a creche entra na vida da criança para
ampliar a sua noção de espaço e também o seu sentimento de integração ao mundo. Buscando
39

trabalhar a afetividade e a importância do convívio familiar, esse projeto visa a integração


família/escola, como um elo de crescimento da criança, buscando a interação de ambas as
partes.

Objetivos:
 Reconhecer e valorizar os membros da família;
 Dramatizar as famílias através de brincadeiras de casinha;
 Identificar dados pessoais relacionados à sua pessoa;
 Pesquisar a história do seu nome e contar para os amiguinhos da turma;
 Identificar as pessoas da família e a profissão de cada uma delas;
 Valorizar a família como todo principalmente os anciãos;
40

 Quantificar os membros da família;


 Produzir teatro com a turma representando o papel de cada membro familiar;
 Observar e identificar a imagem;
 Explorar e perceber marcas, gestos e texturas diversas;
 Valorizar e ampliar as possibilidades estéticas da arte;
 Apreciar e valorizar suas próprias produções;
 Escutar obras musicais de diversos estilos, épocas e culturas;
 Brincar, dublar, reproduzir, imitar e inventar;
 Conhecer as formas geométricas;
 Organizar objetos, figuras de forma sequenciada;
 Registrar os números relacionando-os às quantidades;
 Conceitos de lateralidade;
 Organização espacial;
 Ampliar o vocabulário;
 Desenvolver o gosto e o prazer de ouvir história;
 Identificar as letras que compõem seu próprio nome;
 Estimular a percepção criativa.

4º BIMESTRE: MEIO AMBIENTE


“Eu cuido, você cuida, Ele cuida de nós!”

Justificativa:
“(...) Meu quintal é maior do que o mundo.” Manoel de Barros. O grande poeta
busca se importar com “seres desimportantes”. Seres esses esquecidos pelas pessoas que
dependem e muito do meio ambiente. Pensando nessa necessidade de se importar mais com o
meio que nos cerca, por que não incutir em nossas crianças a consciência de preservação e
cuidado? Isso mesmo! Eu cuido, você cuida, e o meio ambiente cuida de nós.
41

Objetivos:
 Desenvolver o cuidado e a preservação do meio ambiente;
 Aproximar as crianças da natureza com brincadeiras e plantio (terra, argila e
sementes);
 Utilizar expressão numéricas em seu cotidiano;
 Manipular e explorar objetos e suas características e propriedades, possibilitando
associações: empilhar, rolar, encaixar, abrir e fechar;
 Contar oralmente, nas brincadeiras e em situações que haja necessidade;
 Identificar as cores;
 Ampliar conhecimento no mundo;
 Construir objetos com materiais variados;
 Explorar as diversas formas de produção artística: desenho, pintura, escultura,
fotografia, colagem, música, dança etc.
42

 Confeccionar brinquedos e objetos com materiais reciclados;


 Ampliar o vocabulário;
 Identificar as letras que compõem seu próprio nome;
 Reconhecer as vogais e expressar oralmente;
 Estimular a percepção criativa;
 Apresentar a natureza com suas belezas, curiosidades e fragilidades;
 Demonstrar a importância da vegetação para a preservação do solo e da vida do
planeta;
 Oferecer a eles materiais diferentes da
natureza, como frutas, pedras e folhas
e convidá-los a sentir odor, a
temperatura e até o gosto se for o
caso;
 Identificar os animais domésticos relacionando-os aos espaços de convivência;
 Reconhecer os sons dos animais apresentados;
 Imitar os sons dos animais em situações de brincadeiras.

ORGANIZADOR DE PRÉ I e PRÉ II


OBJETIVOS BNCC
EIXOS NORTEADORES: INTERAÇÕES E BRINCADEIRAS

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM


ESPAÇOS,TEMPOS,QUANTIDA
TRAÇOS,SONS,CORESEFO ESCUTA, FALA,
O EU, O OUTRO E NÓS CORPO,GESTOSEMOVIME DES,
RMAS PENSAMENTOEIMAGI
(EO) NTO (CG) RELAÇÕESETRANSFORMAÇÕ
(TS) NAÇÃO (EF)
ES (ET)
(EI03EO01) (EI03CG01) (EI03TS01) (EI03EF01) (EI03ET01)
Demonstrar empatia Criar com o corpo Utilizar sons produzidos Expressar ideias, Estabelecer relações de
pelos outros, percebendo formas diversificadas de por materiais, objetos e desejos e sentimentos comparação entre objetos,
que as pessoas têm expressão de sentimentos, instrumentos musicais sobre suas vivências, observando suas
diferentes sentimentos, sensações e emoções, durante brincadeiras de por meio da propriedades.
necessidades e maneiras tanto nas situações do faz de conta, encenações, linguagem oral e
de pensar e agir. cotidiano quanto em criações musicais, festas. escrita (escrita
brincadeiras, dança, espontânea), de fotos,
teatro, música. desenhos e outras
formas de expressão.
43

(EI03EO02) (EI03CG02) (EI03TS02) (EI03EF02) (EI03ET02)


Agir de maneira Demonstrar controle e Expressar-se livremente Inventar brincadeiras Observar e descrever
independente, com adequação do uso de seu por meio de desenho, cantadas, poemas e mudanças em diferentes
confiança em suas corpo em brincadeiras e pintura, colagem, canções, criando materiais, resultantes de
capacidades, jogos, escuta e reconto de dobradura e escultura, rimas, aliterações e ações sobre eles, em
reconhecendo suas histórias, atividades criando produções ritmos. experimentos envolvendo
conquistas e limitações. artísticas, entre outras bidimensionais e fenômenos naturais e
possibilidades tridimensionais. artificiais.
(EI03EO03) (EI03CG03) (EI03TS03) (EI03EF03) (EI03ET03)
Ampliar as relações Criar movimentos, Reconhecer as Escolher e folhear Identificar e selecionar fontes
interpessoais, gestos, olhares e mímicas qualidades do som livros, procurando de informações, para
desenvolvendo atitudes em brincadeiras, jogos e (intensidade, duração, orientar-se por temas e responder a questões sobre a
de participação e atividades artísticas como altura e timbre), ilustrações e tentando natureza, seus fenômenos,
cooperação. dança, teatro e música. utilizando-as em suas identificar palavras sua conservação
produções sonoras e ao conhecidas.
ouvir músicas e sons.
(EI03EO04) (EI03CG04) (EI03EF04) (EI03ET04)
Comunicar suas ideias e Adotar hábitos de Recontar histórias Registrar observações,
sentimentos a pessoas e autocuidado relacionados ouvidas e planejar manipulações e medidas,
grupos diversos. a higiene, alimentação, coletivamente roteiros usando múltiplas linguagens
conforto e aparência. de vídeos e de (desenho, registro por
encenações, definindo números ou escrita
os contextos, os espontânea), em diferentes
personagens, a suportes.
estrutura da história.
(EI03EO05) (EI03CG05) (EI03EF05) (EI03ET05)
Demonstrar valorização Coordenar suas Recontar histórias Classificar objetos e figuras
das características de seu habilidades manuais no ouvidas para produção de acordo com suas
corpo e respeitar as atendimento adequado a de reconto escrito, semelhanças e diferenças
características dos outros seus interesses e tendo o professor
(crianças e adultos) com necessidades em como escriba.
os quais convive. situações diversas.
(EI03EO06) (EI03EF06) (EI03ET06)
Manifestar interesse e Produzir suas próprias Relatar fatos importantes
respeito por diferentes histórias orais e sobre seu nascimento e
culturas e modos de vida. escritas (escrita desenvolvimento, a história
espontânea), em dos seus familiares e da sua
situações com função comunidade.
social significativa.
(EI03EO07) (EI03EF07) (EI03ET07)
Usar estratégias pautadas Levantar hipóteses Relacionar números às suas
no respeito mútuo para sobre gêneros textuais respectivas quantidades e
lidar com conflitos nas veiculados em identificar o antes, o depois e
interações com crianças e portadores o entre em uma sequência.
adultos. conhecidos,
recorrendo a
estratégias de
observação gráfica
e/ou de leitura.
EI03EF08) (EI03ET08)
Selecionar livros e Expressar medidas (peso,
textos de gêneros altura etc.), construindo
conhecidos para a gráficos básicos.
leitura de um adulto
e/ou para sua própria
leitura (partindo de
seu repertório sobre
esses textos, como a
recuperação pela
memória, pela leitura
das ilustrações etc.).
44

(EI03EF09)
Levantar hipóteses
em relação à
linguagem escrita,
realizando registros de
palavras e textos, por
meio de escrita
espontânea.

PRÉ I

1º BIMESTRE | Identidade Cidadania “Minha história começa assim”


CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

I - O EU, O OUTRO E O NÓS


OBJETOS DE HABILIDADES METODOLOGIA/SUGESTÕES
ESTUDO
 Adaptação.Relação com os Respeitar as regras simples do convívio Fazer roda de conversa e de combinados.
companheiros. social.  Utilizar o espelho para reconhecimento do
 Regras de convivência.  Identificar alguns papéis sociais no convívio próprio corpo.
 Eu/Identidade. escolar ou em casa.  Proporcionar brincadeiras, canções para
 Família. Casa/Tipos de Reconhecer a escola como um espaço de reflexão do seu próprio corpo.
moradia. livre expressão.
 Escola.  Ter conhecimento do próprio corpo por meio
 Partes do corpo. de uso e da exploração de suas habilidades
físicas, motoras e perceptivas.

II CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS


 Experiência de brincadeiras.  Reconhecer os movimentos do seu corpo em Promover experiências de brincadeiras de
 Movimento: rápido/ lento brincadeiras variadas. roda, amarelinha, pique-esconde, bola, etc.
(saltar, girar, dançar, deslocar- Explorar as possibilidades expressivas do Promover brincadeiras cantadas
se). seu corpo fazendo uso de movimentos como Datas comemorativas e cívicas do bimestre.
 Atenção e concentração. andar, correr, saltar ou rastejar-se.
 Datas comemorativas e cívicas Cantar canções conhecidas acompanhando o
do bimestre. Tipos de som. ritmo com gestos ou com instrumentos
Duração dos sons (curtos ou musicais.
longos).  Brincar com a música, dublar, produzir,
 Percepção auditiva e Cores. imitar, inventar e etc.

III - TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS


 Linguagem musical/ visual.  Reconhecer diferentes tipos de sons.  Proporcionar momentos de escuta de
 Identificar duração do som como curtos ou diferentes tipos de sons.
longos.  Promover oficinas de pintura com materiais
 Identificar cores primárias. variados.
 Fazer oficinas de instrumentos musicais.
 Identificar os tipos de sons contidos na
natureza.

IV- ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO


 Linguagem oral e escrita.  Usar a linguagem oral para relatar suas  Elaborar crachás e jogos com o nome dos
 Coordenação viso motora. vivências em situações cotidianas e expor seu alunos para reconhecimento e identificação do
 Desenho livre. ponto de vista. nome.
 Nome.  
Identificar as letras que compõem seu próprio Proporcionar brincadeiras ou jogos com os
 Inicial do Nome. nome. nomes ou com as vogais.
45

 Vogais;  Identificar as vogais e reproduzi-las  Organizar um ambiente propicio para leitura e


 Percepção visual e auditiva. graficamente. contação de histórias.
 Letras do alfabeto 
(na Identificar as letras em diferentes tipos de  Usar vários estilos de textos: músicas, rótulos,
perspectiva do letramento). textos: músicas, poesias, receitas, propaganda, propagandas, receitas e etc.
 Prática da leitura coletiva. rótulos e etc.
 Completar palavras com vogais
correspondentes.
 Perceber as diversas formas de escrita das
vogais.

V- ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES


 Tamanho: pequeno/ grande.  
Participar de brincadeiras e jogos onde se faz Proporcionar diversas experiências de
 Semelhanças e diferenças. uso da contagem brincadeiras com música, jogos, bingos com
 Noção de 
quantidade Classificar e relacionar elementos conforme ênfase nos conhecimentos matemáticos
(muito/pouco, mais/menos e diferentes critérios como cor, forma, tamanho propostos.
etc.) e quantidades.  Propor momentos de aferição de medidas

 Números e numerais.  Identificar e grafar os numerais.  usando o palmo, pé e o braço.


 
Formas geométricas: círculo, Reconhecer e nomear as figuras geométricas.  Explorar diariamente o calendário móvel para
quadrado, triângulo e Utilizar partes do corpo como instrumento de contagem de dias e meses.
retângulo. medidas.
 
Medidas arbitrárias: (palmo, Utilizar o calendário diariamente para
pé, braço) contagem de dias, semanas e meses.
 Calendário.

2º BIMESTRE | Autonomia “Eu posso, você também pode!”


CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

I - O EU, O OUTRO E O NÓS


OBJETOS DE
HABILIDADES METODOLOGIA/SUGESTÕES
ESTUDO
 Relação dos companheiros.  Reconhecer o próprio nome e dos colegas Utilizar o espelho para reconhecimento do
 Identidade pessoal; em situações com intuito de identificá-los. próprio corpo.
 Nome.  Reconhecer as características individuais Promover momento de brincadeira para
 Nomes dos colegas. relacionadas ao gênero, etnia, peso, e trabalhar o autoconhecimento e os cuidados
 Características físicas. estatura, a fim de respeitá-los. com o corpo.
 Autoconhecimento e cuidado Adquirir consciência dos segmentos e Promover momentos de interação entre as
de si mesmo (hábitos de elementos do próprio corpo desenvolvendo crianças, chamando a atenção delas para seu
higiene). atitudes de interesse e cuidados. corpo e suas funcionalidades.
 Esquema corporal.  Desenvolver cuidados com o uso consciente Promover passeios aos redores da escola para
 As partes do corpo e sua da água, destinação correta do lixo, a fim de observação da natureza: cores, tipos de
função. contribuir com a preservação do meio animais, plantas etc.
 Relação com a natureza. ambiente.  Despertar a criança para a importância do
 Meio ambiente.  Valorizar as diferentes profissões e sua meio ambiente.
 Profissões. importância para sociedade.  Promover o dia das profissões na escola.

II - CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS


 Movimentos corporais: Reconhecer, nomear e localizar as partes.  Promover experiências de brincadeiras de
(cabeça, pescoço, ombro, Explorar diversas possibilidades de gestos e roda, amarelinha, pique-esconde, bola, etc.
cotovelo, joelho, cintura, ritmos e movimentos corporais para Desenvolver a lateralidade por meio de
palma das mãos, pé e etc. promover o conhecimento das partes do estímulos, movimentação e atividades de
 Lateralidade: corpo e suas funções. coordenação.
Membros superiores e Participar de atividades de brincadeiras, Propor atividades lúdicas para trabalhar as
inferiores. Direita/esquerda. datas comemorativas e associa-las tanto
projetos associados as datas comemorativas.
 Datas comemorativas e cívicas quanto possível, as lembrancinhas e desenhos
do bimestre. executados pelos alunos.
 Elaborar projetos para trabalhar as datas
46

comemorativas de forma a tornar a


aprendizagem significativa e associa-las tanto
quanto possível, as lembrancinhas e desenhos
executados pelos alunos.

III - TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS


 Linguagem visual:  Experimentar as diversas possibilidades de Promover oficinas de pintura com cores
Cores. representação das cores utilizando o próprio variadas e pinturas com elementos não
Texturas e espessuras: corpo e instrumentos como brochas, lápis, convencionais, como: pintura com anilina,
(papelão, papéis, tecidos e giz de cera e massa de modelar, a fim de borra de café, terra, papel crepom etc.
etc.) promover a sensibilização e a percepção.
 Linguagem musical:  Experimentar e manusear materiais de  Incentivar o trabalho com pintura (diversos
Fontes sonoras. diferentes espessuras e texturas para que materiais) e em diferentes suportes.
percebam suas características e estimulem o  Promover experiências com manipulação e
desenvolvimento da coordenação motora. exploração de materiais, como lixas, buchas,
 Explorar possibilidades vocais a fim de que tecidos, papéis variados, tintas e etc.
perceba e produza diferentes sons.  Proporcionar momento de escuta de diferentes
tipos de sons.
 gráfica).  próprio nome.
 Vogais.  Identificar as vogais e reproduzi-las
 Letras do alfabeto (na graficamente.
perspectiva do letramento).  Identificar as letras em diferentes tipos de
 Prática para leitura coletiva. textos: músicas, poesias, receitas,
propaganda, rótulos e etc.
 Completar palavras com vogais
correspondentes.
Perceber as diversas formas de escrita das
vogais.

IV- ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO


 Coordenação viso motora:  Desenvolver a coordenação motora por meio Organizar diferentes tipos de textos
pontilhados, de traçados de linhas, pontilhados, etc. informativos, instrucionais e narrativos para
Traçados, linhas, etc.  Identificar as letras que compõem seu familiarização com a escrita e ampliação do
 Ampliação do vocabulário. vocabulário;
 Identificação da primeira letra  Promover atividades lúdicas com auxílio de
do nome; brincadeiras de rodas, jogos educativos, bingo
 Nome próprio (reprodução de palavras ou letras, para a familiarização da
criança com a escrita do seu nome e de seu
amigo.
 Promover situações que envolvam a
necessidade da criança explicar e argumentar
suas ideias e ponto de vista para desenvolver
sua habilidade comunicativa.

V- ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES


 Espaço e forma:  Explorar o espaço por meio de percepção e Proporcionar diversas experiências de
Localização espacial; da maior coordenação de movimentos, a fim brincadeiras com música, jogos, bingos com
Limites; de descobrir profundidade e analisar objetos, ênfase nos conhecimentos matemáticos
Pontos de referência; formas e dimensões; propostos;
Deslocamentos.  Conhecer os números e desenvolver a Utilizar instrumentos não convencionais
 Números: contagem dos números. (como xícara, colher, sacos de areia) para
Identificação dos números;  Fazer relação entre número e quantidades. trabalhar medidas de massa e capacidade.
Contagens.  Comparar elementos de seu meio, para Dispor de recursos audiovisuais: Cd, tv, vídeo,
 Grandezas e medidas: relações entre leve e pesado ou cheio e DVD, músicas, histórias, cartazes, fichas;
Massa: (leve e pesado). vazio, grosso e fino, reconhecendo a para trabalhar as linguagens matemáticas
Capacidade: (cheio e vazio). aplicabilidade desse vocabulário em seu dia propostas.
 Calendário. a dia. Identificar e grafar os numerais.  Explorar diariamente o calendário móvel.
 Utilizar o calendário diariamente para
47

contagem de dias, semanas e meses.

3º BIMESTRE | Família “Quais laços nos unem?”


CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

I - O EU, O OUTRO E O NÓS


OBJETOS DE
HABILIDADES METODOLOGIA/SUGESTÕES
ESTUDO
 Relação com os Descobrir e conhecer progressivamente seu Colagem de fotos de frutas, diferentes tipos de
companheiros: próprio corpo, suas necessidades, alimentos, locais, animais e plantas nativas da
Necessidades. desenvolvendo e valorizando hábitos de comunidade local;
 Autoconhecimento e cuidados cuidado com a alimentação, saúde, bem estra Roda de conversa contando suas preferências
de si mesmo: e lazer; de alimentos, vestuários e lazer;
Alimentos;  Observar e explorar o ambiente local, Rodas de conversa ou apresentação de vídeos
Higiene; interagindo com os animais e as plantas, sobre alimentação saudável e sobre a higiene
Saúde, vestuário e lazer. percebendo-se cada vez mais como dos alimentos;
 Relação com a natureza: integrante do meio ambiente;  Incentivar, estimular hábitos de higiene das
Seres vivos;  Identificar os tipos de animais e plantas mãos, escovação dos dentes e outros tipos de
Ciclo da vida; presentes na comunidade ao qual está higiene corporal;
Animais. inserido;  Elaborar projetos para trabalhar as temáticas
 Valorizar atitudes que contribua para a sugeridas;
conservação do meio ambiente;

II - CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS


 Experiência de brincadeiras:  Experimentar em brincadeiras diferentes tipos Promover experiências de brincadeiras de
Postura e equilíbrio: de posturas corporais que desenvolvam o rodada e jogos educativos para trabalhar
Equilíbrio estático: (sentado, equilíbrio estático e dinâmico a fim de diferentes qualidades e dinâmicas do
em pé, deitado, ajoelhado, contribuir para a formação física e motora. movimento, como força, velocidade,
etc.).  Movimentar-se com destreza progressiva nos resistência e flexibilidade, para ampliar
Equilíbrio dinâmico: (rastejar, espaços percorridos; gradualmente o conhecimento e controle
levantar, agachar, etc.).  Fazer uso de diferentes tipos de brincadeiras, sobre o corpo e o movimento.
 Orientação espacial: movimentos e ritmos para apropriar-se de Promover atividades físicas como dançar,
Reconhecimento do espaço conhecimentos alusivos ao seu corpo, meio jogar bola, rodar bambolê e pular corda.
em ação.  Elaborar projetos para trabalhar as datas
ambiente e datas comemorativas.
 Datas comemorativas e comemorativas de forma a tornar a
cívicas do bimestre. aprendizagem significativa e associa-las tanto
quanto possível, as lembrancinhas e desenhos
executados pelos alunos.

III - TRAÇOS, SONS, CORES, E FORMAS


 Linguagem musical/visual:  Manipular diferentes tipos de formas e Atividades envolvendo pinturas, recortes,
Ponto; texturas como: objetos redondos, quadrados, montagens e colagens;
Linhas; circulares, liso, áspero e outros;  Promover momentos de interação e
Planos.  Identificar diferentes tipos de formas brincadeiras com diferentes tipos de materiais
 Linguagem musical: geométricas como: ponto, linha e plano; de variável tipos de formas geométricas;
Timbre;  Explorar e identificar elementos da música Proporcionar momento de escuta de diferentes
Duração; para se expressar, interagir com os outros e tipos de sons;
Intensidade. ampliar seu conhecimento do mundo;  Trabalhar diferentes tipos de músicas: infantil,
 Identificar o timbre, duração, e a intensidade folclórica, bandinhas rítmicas etc.
de diferentes tipos de sons contidos no
ambiente e na natureza;

IV- ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO


 Coordenação viso motora:  Desenvolver a capacidade de comunicação Propor exercícios de colagens, recortes e
Pontilhados, traçados, linhas verbal; pinturas;
48

etc.  Ampliar o vocabulário através da interação Criar textos e rimas na oralidade;


 Linguagem oral: com os colegas em rodas de conversa, Trabalhar com a capacidade de observação e
Vocabulário; brincadeiras, leituras, e cantigas de roda. representação despertando o interesse pela
Interpretação de imagens;  Narrar suas vivências. leitura;
Leitura verbal e não verbal.  Ouvir com interesse, a leitura de história e Organizar na sala cantinhos de leitura, com
 Linguagem escrita: poesias. diversos tipos de textos para a familiarização
Reprodução gráfica do Familiarizar-se, aos poucos, com a escrita, por da criança com a escrita;
próprio nome. meio do contato com diversos tipos de texto.  Promover recontos de histórias para ampliação
Vogais e consoantes.  Identificar as vogais e reproduzi-las do vocabulário e organização das ideias;
 Letras do alfabeto na graficamente.
perspectiva do letramento.  Identificar as letras em diferentes tipos de
 Prática de leitura coletiva. textos: músicas, poesias, receitas,
propaganda, rótulos e etc.
 Completar palavras com vogais
correspondentes.
 Perceber as diversas formas de escrita das
vogais.

V- ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES


 Formas geométricas:  Identificar diferenças e semelhanças entre Proporcionar diversas experiências de
Sólidos; sólidos geométricos e figuras planas. brincadeiras com música, jogos, bingos e etc.
Figuras planas;  Desenvolver noções de grandeza Trabalhar a idade do aluno.
 Números: (comprimento e temperatura), de Contagem das letras dos nomes dos alunos.
Seriação; classificação, de sequência e de quantidade.  Desenhar frutas conforme a quantidade
Classificação;  Participar de brincadeiras e jogos onde se faz pedida.
Representação de quantidades uso da contagem.  Representar quantidades com números.
associadas a números.  Classificar elementos conforme diferentes Trabalhar com gráficos.
 Grandezas e medidas: critérios: cor, forma, tamanho e quantidades.  Explorar diariamente o calendário móvel.
Comprimento;  Identificar e grafar os numerais.
Temperatura.  Utilizar o calendário diariamente para
 Calendário. contagem de dias, semanas e meses.

4º BIMESTRE | Meio ambiente “Eu cuido, você cuida, ele cuida de nós!”
CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

I - O EU, O OUTRO E O NÓS


OBJETOS DE
HABILIDADES METODOLOGIA/SUGESTÕES
ESTUDO
 Relação de companheirismo:  Expressar suas opiniões e sentimentos em As atividades de formação de hábitos com as
Sentimentos. situações de brincadeiras ou rodas de crianças, devem acontecer no período do
Opiniões. conversa. almoço, lanche e etc.
 Autoconhecimento e cuidados Conhecer hábitos de cuidados do corpo e Atividades sequenciais problematizadoras
de si mesmo: costumes de sua comunidade para para expressar sentimentos e opiniões.
Hábitos. desenvolver a sua identidade pessoal.  Pesquisas de campo e bibliográficas sobre o
Costumes.  Desenvolver o senso estético e crítico, sobre meio ambiente e os animais em extinção.
 Relação com a natureza: o outro e sobre o conhecimento de si, sobre a Promover exposições, documentários,
Preservação do Meio natureza, tornando-se, progressivamente, pesquisas sobre a localização dos animais em
Ambiente. conscientes da realidade que as cerca, extinção nas regiões do Brasil.
Os animais e animais em capazes de cuidar e preservar todo o Promover momentos de brincadeira de rodas
extinção. ecossistema. que abordem a temática ambiental.

II - CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS


49

 Experiência de brincadeiras:  Observar os diferentes aspectos temporais a Promover experiências de brincadeiras de


Orientação Temporal: fim de favorecer a realização dos rodada e jogos educativos para trabalhar
Duração dos movimentos; movimentos no que diz respeito a duração, diferentes qualidades e dinâmicas do
Sucessão dos acontecimentos; sucessão dos acontecimentos, pausa, movimento, como força, velocidade,
Pausa; velocidade e estruturas rítmicas. resistência e flexibilidade, para ampliar
Velocidade;  Vivenciar experiências que possibilite a gradualmente o conhecimento e controle
Estruturas rítmicas. leitura de histórias, a brincadeira, a expressão sobre o corpo e o movimento;
 Datas comemorativas e plástica, a música e movimento para Selecionar jogos pedagógicos que
cívicas do bimestre. apropriar-se de conhecimentos referentes ao desenvolvam a expressão corporal das
próprio corpo. crianças e a consciência sobre os movimentos
do corpo.
 Elaborar projetos para trabalhar as datas
comemorativas de forma a tornar a
aprendizagem significativa e associa-las tanto
quanto possível, as lembrancinhas e desenhos
executados pelos alunos.

III - TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS


 Linguagem visual:  Apreciar diversas obras de arte a fim de que Criar momentos de análise de obras de arte,
Imagens. se construam as primeiras relações entre as fotos, imagens e registros de transformações
Composição (bidimensional e mesmas. ocorridas ao longo do tempo.
tridimensional).  Expressar-se livremente por meio de desenho, Disponibilizar diversos tipos de experiências
 Linguagem musical: pintura, colagem, dobradura e escultura, como pinturas, imagens, recortes e colagens,
Instrumentos musicais. criando produções bidimensionais e com o intuito de desenvolver as habilidades
 Linguagem gestual: tridimensionais. expressivas das crianças.
Expressividade.  Conhecer e nomear diversos tipos de Estimular o habito de reaproveitar materiais
instrumentos musicais e os sons produzidos promovendo oficinas para construção de
por eles. instrumentos musicais a partir de materiais
 Desenvolver as habilidades expressivas reciclados.
como: expressões faciais e jogos teatrais.

IV- ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO


 Coordenação viso motora: Participar de experiências de dramatização de Disponibilizar diversas atividades com
(Pontilhados Traçados, linhas, situações do cotidiano: textos literários, traçados de linhas, figura- sombra, pintura,
etc.) adivinhas, informativos, cantigas, músicas e recorte e colagem. Coordenação viso motora,
Ampliação do vocabulário. etc. traçados de letras.

 Linguagem oral (dramatização Construir postura atenta para a escrita em Promover oficinas de produção de textos,
e atenção auditiva). ocasiões variadas, como de leitura e contação contação de histórias e etc.
 Linguagem escrita: de história.  Expor na sala de aula as vogais, as consoantes,
Identificação do próprio Identificar as vogais e reproduzi-las os encontros vocálicos, lista de palavras,
nome; graficamente. textos variados e o alfabeto para que as
Reprodução gráfica do Identificar as letras em diferentes tipos de crianças possam desenvolver uma relação de
próprio nome; textos: músicas, poesias, receitas, afinidade com a escrita.
Vogais e consoantes. propaganda, rótulos e etc.
Formação de palavras.  Completar palavras com vogais
 Letras do alfabeto na correspondentes.
perspectiva do letramento.  Perceber as diversas formas de escrita das
 Prática de leitura coletiva. vogais.

V- ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES


 Números: (0 a 10).  Identificar os números de 0 a 10.  Utilizar diferentes estratégias para juntar,
Noção de adição e subtração.  Contar de forma sequenciada. repartir e tirar quantidades e avançar ou
Agrupamento.  Reconhecer os numerais e associa-los as retroceder em uma série numérica.
 Grandezas e medidas: quantidades.  Promover brincadeiras para trabalhar noções
Tempo.  Resolver problemas que envolvam as ideais de medidas e grandezas e noções temporais.
Calendário. de adição e subtração com base em materiais Promover experiências sensoriais
Sequência temporal. concretos, ilustrações, jogos e brincadeiras (manipulação e exploração de materiais
 Tratamento da informação: para reconhecimento dessas ações em seu variados).
Gráficos e tabelas. cotidiano.  Explorar diariamente o calendário móvel.
 Fazer agrupamentos utilizando como critérios
50

a quantidade a fim de estabelecer


aproximações com diferentes possibilidades
de contagem.
 Identificar e grafar os numerais.
 Utilizar o calendário diariamente para
contagem de dias, semanas e meses.
 Elaborar gráficos e tabelas com orientações
do professor.

PRÉ II
1º BIMESTRE | Identidade Cidadania “Minha história começa assim”
CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

I - O EU, O OUTRO E O NÓS


OBJETOS DE ESTUDO HABILIDADES METODOLOGIA/SUGESTÕES
Adaptação. Respeitar as regras simples do convívio social. Fazer roda de conversa e de combinados.
Relação com os companheiros. Identificar preferencias e afinidades. Introdução de espelhos em sala de aula.
Regras de convivência. Estabelecer relações sociais em diferentes Autorretrato.
Eu/Identidade. contextos, percebendo as interferências e Exposição de fotos antigas.
Família. modificações que ocorrem entre os grupos. Elaboração de gráfico de altura, de
Casa/Tipos de moradia. Compreender -se como integrantes do preferência de alimentos, desenhos
Escola. ambiente: o espaço, a paisagem e o lugar no animados e etc.
Partes do corpo/ funções / qual está inserido. Construção do corpo humano em papel
interdependência. Identificar nomear e se reconhecer como pardo e listagem das partes do corpo.
Sensações e percepções (5 membro da sua família, reconhecendo sua Promover experiências de brincadeiras de
sentidos) importância, características e diferenças. roda, amarelinha, pique esconde, bola e etc.
Identificar e nomear as partes do corpo, e
estimular os 5 sentidos.

II CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS


Movimentos fundamentais: dançar, Explorar as possibilidades expressivas do seu Exploração de diferentes movimentos gestuais,
pular, saltitar, apanhar, receber, corpo fazendo uso de movimentos como andar, visando a produção de marcas gráficas.
 transportar objetos,
subir, correr, 
descer, passar por correr, saltar ou rastejar-se.  Aperfeiçoar gestos relacionados com
dentro e etc.  Reconhecer progressivamente segmentos e encaixe, o traçado e etc., por meio da
 Esquema corporal. elementos do próprio corpo por meio da experimentação e utilização de suas
 Percepção corporal. exploração, das brincadeiras, do uso do habilidades manuais em diversas situações
 Percepção espacial: relação com espelho e da interação com os outros. cotidianas.

o próprio corpo, com o corpo do Utilizar a linguagem corporal e gestual  Desenhos com impressões digitais.
outro e com o corpo no espaço. adequando as diferentes intenções e situações Propor confecção de máscara e adereços.
 Maquiagem; adereços e de comunicação, de forma a compreender e ser  Propor momentos de ensaios, de mini peças
linguagem adequadas ao compreendida, expressando ideias, e danças.
personagem. sentimentos, necessidades e desejos.  Elaborar projetos para trabalhar as datas
 Leitura e interpretação da ação comemorativas de forma a tornar a
dramáticas: gestos, espaços, aprendizagem significativa e associa-las
expressão/ação. tanto quanto possível, as lembrancinhas e
 Datas comemorativas e cívicas. desenhos executados pelos alunos.

III - TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS


 Linguagem musical/ visual.  Desenvolver a percepção auditiva, a Apreciação e escuta de obras musicais
 Fontes sonoras (natural eprodução e a fruição dos sons, sejam variadas.
cultural) musicais ou não, para com eles interagir, a Explorar expressão de sons com a voz, com
 Gênero musical: músicas fim de expressa-se e comunicar-se. o corpo e com materiais sonoros diversos.
infantis.  Diferenciar os tipos, os gêneros, e os Levar as crianças a interagir em situações
 Elementos que compõem o som elementos que compõem os sons contidos que integrem músicas, canções e
(altura- grave, médio e agudo). no espaço em que vivemos. movimentos corporais.
 Linguagem plástica.  Utilizando a linguagem do desenho, da Propor manipulação de materiais como lápis
 Percepção da natureza: cores, pintura, da modelagem, da colagem e e pinceis de diferentes texturas e espessuras:
desenvolvendo a sensibilidade estética, o
51

formas, texturas, luminosidade e cuidado e o respeito pelo processo de brochas, carvão, carimbo, lixas e etc.
linha. produção e criação.

IV- ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO


 Linguagem oral e escrita.  Usar a linguagem oral para relatar suas Utilizar diferentes instrumentos de leitura
 Coordenação viso motora vivências em situações cotidianas e expor para desenvolver o domínio social da
(traçados de linhas e letras, seu ponto de vista. comunicação: fábulas, contos, histórias em
pintura e etc.)  Identificar as letras que compõem seu quadrinhos, tirinhas, poemas, lendas,
 Desenho livre. próprio nome. cantigas e etc.
 Nome.  Reconhecer o seu nome e o dos colegas.  Elaborar crachás e jogos com nomes dos
 Inicial do Nome e grafia do Identificar as vogais e reproduzi-las alunos para reconhecimento e identificação
nome. graficamente. do nome.
 Vogais.  Reconhecer diferentes gêneros textuais Proporcionar brincadeiras ou jogos variados
 Percepção visual e auditiva. (orais e escritos) com os nomes e vogais.
 Letras do alfabeto (na Completar palavras com vogais.
perspectiva do letramento).  Perceber as diversas formas de escrita das
 Prática da leitura coletiva. vogais.
 Fazer leitura incidental (rótulos,
propagandas, objetos e símbolos).

V- ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES


 Números e operações.  Explorar as noções matemáticas relativas à Exploração da chamadinha para trabalhar
 Noção de quantidades quantidades e medidas utilizando a quantidade de alunos presentes, ausentes,
(muito/pouco, mais/menos, linguagem oral, a linguagem matemática e a por sexo e etc.
nenhum/algum, a mesma linguagem gráfica em situações da realidade Explorar diariamente o calendário móvel
quantidade e et.) social. para contagem de dias e meses.
 Função social dos números: Participar de brincadeiras e jogos onde se Proporcionar diversas experiências de
utilização dos símbolos. faz uso da contagem. brincadeiras com música, jogos, bingos com
 Tamanho: (pequeno/ grande).  Utilizar partes do corpo como instrumento ênfase nos conhecimentos matemáticos
 Medidas arbitrárias: (palmo, pé, de medidas. propostos.
braço).  Classificar elementos conforme diferentes Propor momentos de aferição de medidas
 Formas geométricas: círculo, critérios como cor, forma, tamanho e usando o palmo, pé e o braço.
quadrado, triângulo e retângulo. quantidades.
 Calendário.  Relacionar conforme tamanho ou a forma.
 Identificar e grafar os numerais.
 Reconhecer e nomear as figuras
geométricas.
 Utilizar o calendário diariamente para
contagem de dias, semanas e meses.
 Fazer relação entre número e quantidades.

2º BIMESTRE | Autonomia “Eu posso, você também pode!”


CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

I - O EU, O OUTRO E O NÓS


OBJETOS DE ESTUDO HABILIDADES METODOLOGIA/ SUGESTÕES
 Relação de companheirismos.  Conhecer a sua história de vida a e história Promover momentos de contação de
 Identidade e autonomia. que deu origem ao seu nome. histórias, utilizando diferentes recursos
 Nome.  Reconhecer as mudanças ocorridas nas pessoais da criança, tais como: fotos, vídeos
 Nomes dos colegas. características desde o nascimento, a fim de e relatos dos responsáveis, referente a
 Relação com o meio: (lugares e perceber as transformações. história de vida das crianças e a história de
paisagens)  Conhecer as relações entre os seres humanos seu nome.
 Espaços de convivências: e a natureza, as formas de transformações  e Incentivar e valorizar a importância da
(características e regras). utilização dos recursos naturais, a diversidade preservação do meio ambiente e as formas
 Autoconhecimento e cuidado de cultural. de vida que nele habitam.
si: (hábitos de higiene  e Demostrar interesse pelo meio ambiente, Exploração de diferentes objetos, de suas
alimentação saudável). manifestando atitudes de cuidados com a propriedades e processos de transformação.
 Esquema corporal. natureza, os animais e plantas.  Promover diferentes brincadeiras e jogos
 As partes do corpo e suas Reconhecer a importância da alimentação pedagógicos fazendo alusão a atitudes de
52

funções. saudável para o desenvolvimento corporal. hábitos de higiene e alimentação saudável.


 Relação com a natureza. (Meio Reconhecer as características individuais Promover momentos de interação entre as
ambiente) relacionadas ao gênero, etnia, peso, e crianças, chamando a atenção delas para seu
 Profissões. estatura, a fim de respeitá-los. corpo e suas funcionalidades.
 Adquirir consciência dos segmentos  e Promover passeios aos redores da escola
elementos do próprio corpo desenvolvendo para observação da natureza: cores, tipos de
atitudes de interesse e cuidados. animais, plantas etc.
 Desenvolver cuidados com o uso consciente Despertar a criança para a importância do
da água, destinação correta do lixo, a fim de meio ambiente.
contribuir com a preservação do meio Promover o dia das profissões na escola.
ambiente.
 Valorizar as diferentes profissões e sua
importância para sociedade.

II - CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS


 Consciência corporal:  Explorar as atividades físicas, motoras e Promover experiências de brincadeiras de
 Percepção corporal: (velocidade, perceptivas do próprio corpo a fim de roda, amarelinha, pique-esconde, bola, etc.
sucessão, duração, ritmo). adquirir a independência nos movimentos e Desenvolver a lateralidade por meio de
 Percepção direcional: na expressão corporal. estímulos, movimentação e atividades de
 Experimentar os movimentos que requerem coordenação.
Lateralidade: (direita/esquerda) -
Direcionalidade: (para cima/para o uso diferenciado de um lado e do outro do Elaborar projetos para trabalhar as datas
baixo). corpo a fim de definir a dominância. comemorativas de forma a tornar a
 Expressar com o corpo ações e movimentos aprendizagem significativa e associa-las
 Linguagem cênicas. relacionados a fatos vividos ou imaginados tanto quanto possível, as lembrancinhas e
Organização da ação: fatos pela criança. desenhos executados pelos alunos.
vividos ou imaginados (contos Participar de situações de danças,
de fadas, brincadeiras e etc.) brincadeiras ou dramatização alusivas as
 Datas comemorativas e cívicas datas comemorativas.
do bimestre.

III - TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS


 Linguagem musical/visual:  Apreciar diferentes músicas e gêneros Promover oficinas de pintura com cores
Gênero musical: (músicas populares para estimular a memória auditiva variadas e pinturas com elementos não
populares) e musical. convencionais, como: pintura com anilina,
Elementos que compõem o som: Identificar as características sonoras borra de café, terra, papel crepom etc.
TIMBRE (som da natureza e (timbre) e diferenciar se os sons foram Incentivar o trabalho com pintura (diversos
som produzido). originados por fontes sonoras produzidos na materiais) e em diferentes suportes.
 Linguagem plástica: natureza ou por instrumentos musicais.  Promover experiências com manipulação e
Percepção na produção plástica: Apreciação das próprias produções e dos exploração de materiais,
(cor, forma, textura, outros, por meio da observação e leitura de como lixas, buchas, tecidos, papéis variados,
luminosidade e linha). alguns dos elementos da linguagem plástica. tintas e etc.
Leitura e interpretação/releitura  Proporcionar momento de escuta de
de obras de arte: (dobraduras e diferentes tipos de sons.
colagens).

IV- ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO

V- ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES


 Linguagem oral: (falar e ouvir)  Participar de situações que envolvam  a Proporcionar às crianças um ambiente
 Articulação dos sons e palavras. 
Números e operações: Desenvolver
necessidade odeconceito
explicarnumérico através
e argumentar 
da
suas Utilização edapropício
acolhedor contagem orala nas
para brincadeiras
aprendizagem:
Noções dede
Exposição quantidades:
ideias. expressão verbalde
ideias e pontos e gráfica.
vista para desenvolver sua e em situações
cantinhos nas quais
de leitura, as crianças
da beleza, de
Consistência entre quantidades;
Comparaçãoargumentativa. Representar e comparar quantidades em
habilidade comunicativa. reconheçame aetc.
brinquedos sua necessidade.
 Linguagem
Representação
iconográfica e escrita:
de quantidades; contextos
Reconhecer diversos
símbolos (desenho, 
objetos,
que comunicam Promover gradativamente
Incentivar momentos de interações
o uso de comvárioso
 Significado
Representaçãoda de números
representação: brincadeiras
mensagens econvencionais
jogos). (placas, sinais, meio onde
gêneros a criança
textuais seja levada
(orais a fazer e a
e escritos)
(símbolos 
convencionais, gestos, letras, cores e ícones). participação da criança em diversas
desenhos, diagrama 
e Identificar e diferenciar vogais e consoantes. situações de intercâmbio social nas quais
pictogramas).  Identificar e grafar vogais. possam desenvolver suas habilidades
Formação de palavras:  Interagir com diferentes imagens e textos comunicativas.
Vogais; que tenham afinidade com outros conteúdos  Promover o uso de brincadeiras cantadas,
Consoantes. trabalhados. jogos educativos, bingos de letras, palavras
 Letras do alfabeto (na perspectiva ou nomes dos alunos, para familiarização da
do letramento). criança com a escrita.
 Prática para leitura coletiva.
53

associados a quantidade.  Representar quantidades por meio de notação  comparações de quantidades, capacidades,
 Grandezas e medidas: numérica ou registros convencionais ou não fazendo uso de medidas padrões ou
Noções de medidas de convencional. arbitrárias.
dimensão:  Identificar e grafar corretamente os numerais, Promover em situações de brincadeiras
Medidas padrão (metro) relacionando-os a quantidades contagens numéricas, relacionando-as as
Medidas de capacidade: correspondentes. quantidades correspondentes.
(cheio/vazio)  Utilizar instrumentos convencionais (metro,  Promover jogos com números (bingos,
Medidas arbitrárias: (colher, litro) e arbitrários para comparar elementos de dominós, jogos de encaixe com números e
concha, copo, xícara e etc.). seu meio. etc.).
Medida padrão (litro)  Descrever oralmente ou representar com  Disponibilizar no ambienta da sala cartazes,
 Espaço e formas: desenhos, a sua posição, a posição de pessoas encartes, letras de músicas e etc.
Relação espacial. e objetos no espaço.  Explorar diariamente o calendário móvel.
 Calendário.  Utilizar o calendário diariamente para
contagem de dias, semanas e meses.

3º BIMESTRE | Família “Quais laços nos unem?”


CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

I - O EU, O OUTRO E O NÓS


OBJETOS DE ESTUDO HABILIDADES METODOLOGIA/ SUGESTÕES
 Conhecer-se como ser dotado de direitos e
 Relação de companheirismo: deveres.  Promover rodas de conversas referente ao
Identidade e autonomia;  Identificar as plantas existentes no meio ao direto e deveres.
Direitos e deveres. qual está inserido.  Propor ações e espaços que garantam a
 Relação com o meio:  Nomear e reconhecer diferentes animais, a sua experimentação e vivências que auxiliem as
Seres vivos; classe, como se locomovem e o seu habitat. crianças a explorarem o mundo, o mundo,
As plantas;  Promover ações e atitudes que promovam a compreenderem comportamentos, sentimentos,
Os animais: (moradia, preservação da fauna e da flora. valores, direitos e deveres.
locomoção e alimentação).  Reconhecer os diferentes tipos de lazer e sua Promover momentos de interação da criança
 Autoconhecimento e cuidado de importância para a saúde e sua importância com o meio ambiente, animais e plantas.
si: para a saúde física e mental do corpo.  Incentivar hábitos e atitudes de cuidado no
Saúde;  Conhecer ações e atitudes que promovam manuseio dos objetos: segurança e prevenção
Lazer; prevenção de acidentes. de acidentes bem como sua conservação.
Prevenção de acidentes.

II - CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS


 Postura corporal: (Equilíbrio
 Conhecer o próprio corpo por meio da Propiciar momentos de brincadeiras que
estático e dinâmico). exploração dos movimentos, expressando - se auxiliem as crianças na tomada de consciência
 Reprodução de movimentos: por meio de gestos e ritmos diversificados, do próprio corpo e suas habilidades físicas.
Estímulos visuais e auditivos. produzidos em jogos e brincadeiras.  Incentivar as manifestações de linguagem

 Jogos: (corrida em linha e em Explorar diferentes posturas corporais que corporal, sugerindo diferentes tipos de
círculos). envolvam o equilíbrio estático e dinâmico afim experiências envolvendo a dança, os jogos, as
brincadeiras, as práticas esportivas, como
 Linguagens cênicas: de contribuir para a formação física e motora
também, incentivas a prática de diferentes
Caracterização dos personagens: da criança.
 Utilizar a linguagem corporal e gestual através gestos, posturas e expressões corporais, com a
Ideia de representação de intencionalidade de trabalhar o
movimento (Gestos, mímicas e de danças, mímicas e expressões faciais,
adequando - as diferentes intenções e situações autoconhecimento, o meio ambiente, e as datas
expressão facial). comemorativas.
 Datas comemorativas e cívicas. de comunicação.
 Elaborar projetos para trabalhar as datas
 Participar de situações de danças, brincadeiras
comemorativas de forma a tornar a
ou dramatizações alusivas as datas aprendizagem significativa e associa-las tanto
comemorativas quanto possível, as lembrancinhas e desenhos
executados pelos alunos.

III - TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS


 Linguagem musical/visual:  Desenvolver a memória musical através de Incentivar a audição de diferentes tipos de
Gênero musical: (músicas repertório de canções (folclórica) bem como sons naturais ou artificiais presentes no
folclóricas) a participação em jogos e brincadeiras meio para que acriança seja capaz de
Elementos que compõem o som: envolvendo dança e improvisação musical. perceber e diferenciar os elementos que
Intensidade (forte, fraco e suave) compõem os sons, como forte, fraco e
54

 Linguagem plástica:  Reconhecimento e utilização das variações suave.


Composição plástica: de velocidade e densidade na organização e Disponibilizar diferentes matérias para que
(bidimensional e realização de algumas produções musicais. as crianças possam se expressar, comunicar
tridimensional).  Produzir composições bidimensionais e atribuir sentido a sensações, sentimentos,
Leitura e interpretação/releitura (desenho e colagem) e tridimensionais pensamentos e realidade por meio da
de obras de arte: Recorte e (maquete e escultura) para desenvolver a pintura, do desenho, da observação da
modelagem. criatividade do processo artístico. escultura, etc.

IV- ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO


 Linguagem oral:  Compreender o significado de novas Possibilitar momentos para que a criança
Ampliação do vocabulário; palavras, tornando sua comunicação mais possa relatar a história sobre sua família.
Sequência de ideias; objetiva e estruturada.  Promover momentos de interação e
Objetividade.  Interessar - se por escrever palavras e textos brincadeiras envolvendo a identificação de
 Linguagem iconográfica e ainda que não de forma convencional. letras, utilizando diferentes tipos de jogos
escrita:  Familiarizar-se, aos poucos, com a escrita, pedagógicos e textos.
Registro de ideias/Tentativa de por meio do contato com diversos tipos de Promover criação de história através de
registro texto. figuras.
Formação de palavras;  Identificar as vogais e consoantes e Disponibilizar diferentes tipos de textos.
Vogais e consoantes. reproduzi-las graficamente.
 Letras do alfabeto na perspectiva Identificar as letras em diferentes tipos de
do letramento. textos: músicas, poesias, receitas,
 Prática de leitura coletiva. propaganda, rótulos e etc.
 Completar palavras com vogais e
consoantes correspondentes.
 Perceber as diversas formas de escrita das
vogais.

V- ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES


 Números e operações:  Utilizar noções simples de cálculo mental Promover experiências de brincadeiras para
Relações entre as quantidades: como ferramenta para resolver problemas. desenvolver noções de adição, subtração,
(noção de adição e subtração).  Resolver problemas que envolvam ideias de noções de medida de massa, temperaturas e
 Grandezas e medidas: adição e subtração com base me materiais figuras planas.
Noções de medida de massa: concretos, ilustrações jogos e brincadeiras.  Disponibilizar diferentes tipos de jogos
(leve e pesado)  Utilizar instrumentos convencionais de numéricos, numéricos, bingo da adição e
Medida padrão: (grama e medidas (balança e termômetro) e não subtração, trilha com operações de adição e
quilograma). convencionais para comparar elementos de subtração, dominó e etc.
Medidas arbitrárias: (xícara, seu meio.  Promover pequenos projetos ou situações
colher, concha, etc.)  Identificar e representar as figuras planas lúdicas onde a criança possa manipular
 Noções de medida de por meio de desenhos, da planificação e do instrumentos de medidas como balança ou
temperatura: (quente, frio e contorno. termômetro.
gelado)  Classificar as figuras bidimensionais quanto Promover oficinas culinárias.
 Espaço e formas: a medida, a forma e a quantidade de lados Disponibilizar diferentes tipos de matérias
Figuras planas (bidimensional) em triângulos retângulos e círculos. como: tampinhas, palitos, bolinhas e etc.
Características;Classificação: para trabalhar diferentes tipos de
(triângulo, retângulo, quadrado e agrupamentos.
círculo).  Explorar diariamente o calendário móvel
Calendário.

4º BIMESTRE | Meio Ambiente “Eu cuido, você cuida, ele cuida de nós!”

CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS/OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

I - O EU, O OUTRO E O NÓS


OBJETOS DE ESTUDO HABILIDADES METODOLOGIA/ SUGESTÕES
55

 Relação de companheirismo:  Perceber que as pessoas pertencem  a Promover atividades para a formação de
Identidade e autonomia; diferentes grupos étnicos e possuem hábitos e hábitos de higiene durante o período de
Grupos étnicos; costumes diferentes que devem ser almoço, do lanche e etc.
Hábitos culturais. respeitados.  Pesquisas de campo e bibliográficas sobre o
 Relação com o meio:  Desenvolver formas de convivências, atitudes meio ambiente e os componentes naturais
Fenômenos e componentes de polidez, respeito, cultivando valores como: água, ar, solo e etc.
naturais; sociais, intelectuais, morais, artísticos  e Desenvolver momentos de conversas e
Água, ar e solo; cívicos. brincadeiras que abordem regras e atitudes e
Sol: fonte de luz e calor/ dia 
e Identificar a importância da água, ar e do solo práticas de hábitos culturais a serem
noite. para os seres vivos. praticados diariamente.
 Autoconhecimento e cuidados de  Perceber a influência dos elementos (sol, ar, Estimular com auxílio de vídeos, imagens,
si: água e solo) na vida humana enquanto contação de histórias e projetos de hábitos
Saúde; produtores de fenômenos da natureza. de higiene e boa convivência.
Hábitos de higiene.  Reconhecer bons hábitos de higiene a fim de
que os incorporem e pratiquem diariamente.

II - CORPO, GESTOS E MOVIMENTOS


 Consciência corporal.  Explorar diferentes possibilidades 
de Promover diversas experiências de
 Reprodução e criação de reprodução e criação de movimentos do brincadeiras e danças que favoreçam a
movimentos. corpo, através de brinquedos cantados e realização de movimentos corporais como:
 Brinquedos cantados. cantigas de roda. brincadeiras de roda, estátua, dança das
 Cantigas de roda.  Fazer diversos movimentos corporais em cadeiras e etc.
relação a danças, e ao gênero musical e espaço Selecionar jogos pedagógicos que
 Movimentos corporais em desenvolvam a expressão corporal das
relação: ao gênero musical, ao físico, com intuito de promover o
desenvolvimento das capacidades físicas. crianças e a consciência sobre o próprio
espaço físico e dança. corpo.
  Explorar movimentos físicos condicionados ao
Movimentos na ação em relação:
tempo, ao espaço e ao ritmo.  Elaborar projetos para trabalhar as datas
tempo, espaço e ritmo. comemorativas;
 
Datas comemorativas/ cívicas do Participar de situações de danças, brincadeiras
bimestre. ou dramatizações alusivas as datas
comemorativas.

III - TRAÇOS, SONS, CORES E FORMAS


 Linguagem musical/visual:  Reconhecer e utilizar - se das variações de Propiciar momentos de escutas de músicas
Gênero musical velocidade e densidade e organização e regionais e locais;
Elementos que compõem o som: realização de algumas produções musicais.  Promover brincadeiras auxiliadas por ritmos
Densidade (um som, muitos Ampliar o repertório de canções regionais musicais para trabalhar os elementos que
sons) para desenvolver memória musical. compõem o som;
Duração (longo, curto e pausa)  Criar desenhos, pinturas, colagens, Disponibilizar diversos tipos de experiências
 Linguagem plástica: modelagens a partir de seu próprio com obras de artes, pinturas, imagens,
Leitura e interpretação/releitura repertório e da utilização dos elementos da recorte e colagens, com o intuito de
de obras de arte: (desenho e linguagem das artes visuais: ponto, linha, desenvolver as habilidades expressivas das
pintura) forma, cor, volume, espaço e textura. crianças.
Desenho livre.

IV- ESCUTA, FALA, PENSAMENTO E IMAGINAÇÃO


 Linguagem oral  Relatar experiências vividas e narração de Proporcionar a sala um ambiente
Coerência na exposição das fatos em sequência temporal e causal. alfabetizador.
ideias;  Reproduzir oralmente jogos verbais, como Promover ambientes de leituras, contação de
Reprodução oral das ideias trava línguas, parlendas, advinhas, histórias e reprodução oral de experiências
veiculadas em textos ouvidos, quadrinhas, poemas e canções. vivenciadas pelos alunos.
lidos, etc.  Fazer leitura incidental (rótulos, Promover oficinas de produção de texto,
 Linguagem Iconográfica e propagandas, objetos e símbolos). contação de histórias, etc.
escrita:  Identificar as vogais e consoantes e Expor na sala de aula as vogais, as
Registro de ideias/Tentativa de reproduzi-las graficamente. consoantes, os encontros vocálicos, lista de
registro  Identificar as letras em diferentes tipos de palavras, textos variados e o alfabeto para
Formação de palavras; textos: músicas, poesias, receitas, que as crianças possam desenvolver uma
Vogais e consoantes. propaganda, rótulos e etc. relação de afinidade com a escrita.
 Letras do alfabeto na perspectiva Completar palavras com vogais e
do letramento. consoantes correspondentes.
 Prática de leitura coletiva.  Perceber as diversas formas de escrita das
vogais.
56

V- ESPAÇOS, TEMPOS, QUANTIDADES, RELAÇÕES E TRANSFORMAÇÕES


 Números de 0 a 10.  Identificar e grafar os números de 0 a 10.  Utilizar diferentes estratégias para juntar,
 Números e operações:  Contar de forma sequenciada. repartir e tirar quantidades e avançar ou
Relações entre as quantidades:  Reconhecer os numerais e associa-los as retroceder.
Noções de multiplicação: quantidades.  Promover brincadeiras para trabalhar noções
(Agrupamento)  Resolver problemas que envolvam as ideias de medidas e grandezas e noções temporais.
Noções de divisão: (Repartir) de multiplicação (argumentos) e divisão Estimular o uso do raciocínio através de
 Grandezas e medidas: (ideias de repartir) com base em materiais jogos como quebra cabeça, encaixes, de
Noções de medidas de tempo: concretos, ilustrações, jogos e brincadeiras formas e situações problema.
(cedo, tarde); para reconhecimento dessas ações em seu Promover momentos de socialização e coleta
Medida padrão: (hora); cotidiano. de informações junto os pais ou
Sequência temporal: (dia/noite, Perceber que atividade desenvolvida por si responsáveis a respeito dos animais extintos
ontem/hoje). determinado tempo e duração. ou em risco de extinção da fauna local e
 Espaço e formas:  Representar por meio da massinha de fazer um gráfico para representá - los.
Sólidos geométricos: modelar, blocos de encaixe e caixas Explorar diariamente o calendário móvel
(tridimensionais): variadas, os sólidos geométricos,
Plana: (não rolam); classificando-os de acordo com a superfície
Curva: (que rolam). as figuras em planas ou não planas.
 Tratamento da informação:  Fazer interpretação de gráficos e tabelas.
Gráficos e tabelas.  Utilizar o calendário diariamente para
 Calendário. contagem de dias, semanas e meses
58

A alfabetização não é aprendizagem de um código, mas a


aprendizagem de um sistema de representação, em que
signos(grafemas) representam, não codificam, os sons da
fala(os fonemas).
Magda Soares
59

PROPOSTA PEDAGÓGICA – ALFABETIZAÇÃO 2021

INTRODUÇÃO
A Secretaria Municipal de Educação e Cultura socializa com os educadores dos dois
primeiros anos do Ensino Fundamental I as diretrizes que nortearão o trabalho pedagógico e a
implementação das ações que serão desenvolvidas no ano de 2021.
A pandemia referente à COVID-19 nos propôs desafios que nos conduzem a um novo,
e ainda um pouco desconfortável, modelo de estudo. Considerando que muitos alunos não
participaram de atividades remotas no ano anterior e nem houve, por parte de muitos destes, o
envolvimento com atividades propostas de forma sistematizada em 2020, nosso público-alvo
é composto por crianças que não passaram por todas as etapas da Educação Infantil e ainda
crianças que não frequentaram regularmente o primeiro ano do Ensino Fundamental, sendo
necessária a implementação de práticas de letramento, construção de um espaço que favorece
o desenvolvimento da linguagem, atividades interativas e ainda a realização de atividades
inerentes à formação global do aluno. O que se propõe aqui é um trabalho fundamentado na
teoria do desenvolvimento humano, considerando as especificidades de um período pós-
pandemia e ainda implementando práticas de letramento, levando em consideração os direitos
de aprendizagem propostos para a Educação Infantil e as competências gerais expostas na
Base Nacional Comum Curricular.

Justificativa:
Para ler e escrever é necessário construir significados e produzir sentidos. Uma das
possibilidades mais ricas para o processo da leitura e da escrita, portanto, é o apoio na
experiência cultural do educando, entendendo-se cultura, no sentido mais profundo, o
conjunto das várias práticas que constituem o dia-a-dia do ser humano, o lazer, o trabalho, os
rituais, os gestos, as formas de expressão de emoções e de comunicação entre as pessoas.
Neste caso há também a inclusão de instrumentos culturais, ou seja, os objetosdiversos que
constituem o contexto do cotidiano dos sujeitos. Do ponto de vista estrutural e linguístico,
todas as variedades da língua são perfeitas e completasentre si; o que as diferencia são os
valores atribuídos aos falantes e por eles, na sociedade, as origens regionais e as posições
sociais. A aceitação da variação linguística requer, mudança na visão dos valores
educacionais, respeitar os dialetos, entendê-los como legítimos àquela comunidade e até
60

mesmo ensinar como essas variedades da língua funcionam comparando-as entre si. O dialeto
considerado de prestígio inclui-se entre os demais, em condições de igualdade linguística.
A fala da criança é tão importante quanto às ações dela decorrentes para o alcance dos
objetivos educacionais. Na perspectiva histórico-cultural, à fala atribui-se importância tão
essencial que, se não for permitido seu uso, muitos indivíduos não conseguirão resolver
conflitos, expor situações e interagir em seu ambiente. Através da oralidade é possível realizar
uma variedade muito maior de atividades, usando como instrumentos, não somente objetos à
disposição, mas a própria linguagem.
A oralidade é fundamental ao processo de alfabetização. Pela fala as crianças
constituem-se sujeitos capacitados para a aprendizagem, bem como para a apropriação
deconhecimentos novos ancorados nas suas experiências prévias. As crianças pequenas dão
nome aos seus desenhos somente após completá-los; elas têm necessidade de vê-los antes de
decidir o que eles são. À medida que as crianças se tornam mais velhas, amadurecem, elas
adquirem a capacidade de decidir previamente o que vão desenhar. Esse deslocamento
temporal do processo de nomeação significa uma mudança na função da fala (VYGOTSKY,
1994,p.37).

ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO
A alfabetização é o processo de aprendizagem onde se desenvolve a habilidade de ler e
escrever, já o letramento desenvolve o uso competente da leitura e da escrita nas práticas
sociais. Então, uma das principais diferenças está na qualidade do domínio sobre a leitura e a
escrita. Enquanto o indivíduo alfabetizado sabe codificar e decodificar o sistema de escrita,o
indivíduo letrado vai além, sendo capaz de dominar a língua no seu cotidiano, nos mais
diversos contextos. Considerando a necessidade de nos aproximarmos do conceito de
alfabetização e letramento e de que maneira se relacionam, se faz necessário, aqui traçar
características dos dois processos.
De acordo com Magda Soares, professora e pesquisadora da educação, a diferença está
no domínio que o sujeito tem sobre a leitura e escrita. O sujeito alfabetizado sabe ler e
escrever, porém pode estar pouco habituado a usar essas habilidades no seu cotidiano. Já o
indivíduo letrado, possui domínio da leitura e da escrita nas mais diversas situações e práticas
sociais.
61

ALFABETIZAÇÃO LETRAMENTO

Processo de apropriação da “tecnologia da Capacidades de uso da escrita para inserir-se


escrita”, isto é, do conjunto de técnicas, nas práticas sociais e pessoais que envolvem
procedimentos e habilidades essenciais para a língua escrita, como: capacidade de ler ou
a prática da leitura e da escrita: domínio do escrever para atingir diferentes objetivos:
sistema de representação que é a escrita para informar ou informar-se, interagir,
alfabética e das normas ortográficas; ampliar conhecimentos, orientar-se, saber
habilidades motoras de usos de usar a escrita para encontrar ou fornecer
instrumentos de escrita; aquisição de informações e conhecimentos, escrevendo e
modos de escrever e modos de ler. Inclui lendo de maneira diferenciada considerando
organização espacial do texto na página e as circunstâncias, os objetivos e o
manipulação correta dos suportes que se interlocutor.
escreve e se lê.

Alfabetização e letramento são processos cognitivos e linguísticos distintos, a


aprendizagem e o ensino de um e de outro se difere, sendo estes processos simultâneos e
interdependentes. Assim, a alfabetização é a aquisição da tecnologia da escrita, não é pré-
requisito para o letramento, ao mesmo tempo em que o sujeito aprende a ler e a escrever
envolvendo-se em atividades de letramento: leitura e produção de textos reais, de práticas
sociaisde leitura e escrita.
Para alfabetizar e letrar de maneira indissociável é necessário que se entenda que os
processos de aprendizagem do sistema alfabético de escrita, que envolvem habilidades
cognitivas e linguísticas necessárias à apropriação de um objeto de conhecimento específico,
um sistema de representação abstrato e complexo e ainda que os processos de aprendizagem
da leitura e da produção textual, que envolvem habilidades cognitivas e linguísticas
necessárias à aquisição de objetos deconhecimento específicos, as competências da leitura e
interpretação e de produção de textos, em diferentes situações que envolvem a língua escrita.
Enquanto a alfabetização desenvolve a aquisição da leitura e da escrita, o letramento se ocupa
da função social deler e escrever. O letramento é o estado que um indivíduo ou grupo social
alcança depois de se familiarizar com a escrita e a leitura, possuindo uma maior experiência
para desenvolver as práticas do seu uso nos mais diversos contextos sociais.
62

NEUROCIÊNCIA E ALFABETIZAÇÃO
A neurociência se ocupa com os aspectos relacionados aos mecanismos biológicos do
cérebro, enfocando a cognição. A cognição pode ser entendida como o processo por meio do
qual se dá a aprendizagem, questão essa bastante complexa e que tem recebido diversos
estudos e abordagens, notadamente entre estudiosos no campo da educação infantil, como
Vygotsky, e Piaget, entre outros. No entanto, mais do que compreender o processo de
cognição, a neurociência busca compreender o próprio cérebro, a sua estrutura física, de modo
a compreender assim como essa estrutura possibilita a aprendizagem e o conhecimento. A
memória, por exemplo, é requisito fundamental para a aprendizagem, pois é ela que permite
ao cérebro reter as informações e recuperá-las quando necessário.
Relvas (2005) destaca a complexidade do cérebro dizendo que ele não é apenas um
sistema, mas, sim, um sistema de sistemas, isto é, um conjunto de sistemas destinados a
operar funções específicas ou mesmo intercambiar funções entre si, visto que não existe
nenhum centro de comando no cérebro. Ou seja, não há uma parte ou uma unidade no cérebro
que seja responsável pela coordenação das muitas outras partes ou unidades. Conforme Lent
(2005),o cerebelo ou pequeno cérebro é dividido em hemisférios, sendo que suas principais
funções estão relacionadas ao movimento, ao equilíbrio e à postura. Desempenha ainda
importante papel na memória de curta duração, na atenção no controle de atos impulsivos, nas
emoções, nas funções cognitivas superiores e na habilidade de planejar tarefas. O cerebelo é
primariamente um centro para o controle do movimento que possui extensivas conexões com
o cérebro e a medula espinhal e que, aocontrário dos hemisférios cerebrais,cada hemisfério
cerebelo é responsável também regulação do movimento e do equilíbrio.
Os neurônios, conforme descrevem Lent (2005), são responsáveis pela personalidade
do indivíduo, possuem tamanho microscópico e chegam à casados duzentos bilhões. Cada
neurônio consegue estabelecer até cem mil ligações como seus vizinhos, o que possibilita um
número verdadeiramente inimaginável de ligações que formam sinapses, responsáveis pela
neurotransmissão de todo o sistema nervoso no organismo. O autor afirma ainda que
neurônios e sinapses são produzidos de modo praticamente infinito pelo cérebro e que o uso
constante deles não leva ao seu desgaste, mas, sim, ao contrário, à estimulação da criação de
novos neurónios e novas sinapses. Quanto mais estímulos o cérebro recebe do ambiente
externo ou quanto mais estímulos ele produz internamente, maior será a capacidade de
estabelecer novas ligações, isto é, de aprender, o que justifica a oferta de estímulos no espaço
escolar, no que se refere a habilidades referentes a construção do processo de leitura e escrita.
63

A TRANSDISCIPLINARIDADE E A AVALIAÇÃO
A avaliação é uma etapa que deve estar presente constantemente nos processos de
ensino e aprendizagem, assim o educador socializa as produções dos alunos, constrói textos
coletivos, e reconhece avanços e ao mesmo tempo estimula o desenvolvimento de
competências e habilidades essenciais para a aquisição da leitura e da escrita. A
transdisciplinarida de não pontua inicio e fim de cada disciplina, mas propõe um trabalho
integrado destas, como vamos propor emnosso sistema de avaliação, através de instrumentos
avaliativos elaborados contemplando as disciplinas alusivas aos iniciais.

SEQUÊNCIA DIDÁTICA
A organização do ensino centrado no uso de textos constitui uma proposta eficaz,
pois favorece a prática da análise linguística com base em unidades mais amplas, que
extrapolamos limites da palavra e da frase.
O uso de um texto produzido na turma, ou um texto já conhecido como parlenda e
cantiga, a atuação coletiva em turma constituída por alunos que se encontram em níveis de
proficiência distintos; a facilidade em ter um feedback do aluno, considerando o que ele já
consolidou e em que precisa avançar são apenas alguns pontos positivos do trabalho que pode
ser desenvolvido através do uso de sequências didáticas nas turmas de ensino fundamental.

CONCLUSÃO
Sobretudo no processo de alfabetização e letramento, é fundamental o
desenvolvimento do vocabulário do aluno, que está em construção do seu repertório,
considerando, neste caso, a importância da leitura e da interpretação de textos para
enriquecimento de sua área lexical ampliando possibilidades e oportunizando assim a
consolidação de novos saberes.
64

PLANEJAMENTO ANUAL - 1º ANO


PORTUGUÊS - COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS
 Diferenciar desenhos/grafismos (símbolos) de grafemas/letras (signos);
 Desenvolver a capacidade de reconhecimento global de palavras (que chamamos de leitura
“incidental”, como é o caso da leitura de logomarcas em rótulos), que será depois responsável pela
fluência na leitura;
 Construir o conhecimento do alfabeto da língua em questão;
 Perceber quais sons se deve representar na escrita e como;
 Construir a relação fonema-grafema: a percepção de que as letras estão representando certos sons da
fala em contextos precisos;
 Perceber a sílaba em sua variedade como contexto fonológico desta representação;
 Compreender o modo de relação entre fonemas e grafemas, em uma língua específica.
 Compreender diferenças entre escrita e outras formas gráficas (outros sistemas de representação);

CONTEÚDOS
 Crachá escolar  Cantiga  Vários significados para
 Crachá profissional  Versão de cantiga uma mesma palavra
 Relato oral da história do  Gravação de  Cultura africana
próprio nome versão de  Fábulas
 Parlenda cantiga em  Contação oral de conto
 Recital de parlendas vídeo  Ordenação de partes do conto
 Livros de parlendas  Conto infantil  Preservação do meio ambiente
 Regras de convivência na  Personagens de conto  Propaganda
escola  Letra de canção  Receita
 Cantiga  Lendas  Estudo dos sons representados
 Símbolos (avisos)  Cartas pelas letras.
 Cordel  E-mail
 Estudo dos sons
 Estudo dos sons
representados pelas
representados pelas letras.
letras.
 Sílaba  Cultura indígena  Convite
 Diferentes versões de  Bilhete  Convite para exposição
uma parlenda  Mensagem no telefone  Convite oral para
 Lista (lista de celular exposição
compras, lista de  Letra cursiva:  Poema
alunos – diários de maiúscula e minúscula  Respeito às diferenças
classe)  Legenda  História em quadrinho
 Relato de experimento  Legenda de fotos em  Troca de opiniões
científico álbum  Quadrinha
 Bilhete com lista de  Legenda de foto em  Música
material escolar notícia  Respeito ao idoso
 Letras do  Álbum de família  Estudo dos sons
alfabeto:  Relato com informação representados pelas letras.
maiúsculas e sobre foto familiar
minúsculas  Estudo dos sons
 Vogais e consoantes representados pelas
 Diversidades letras.
 Ordem alfabética
(agenda)
 Variação Linguística
 Estudo dos sons
representados pelas
letras.
65

Eixo oralidade
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Constituição da identidade psicossocial, em sala de aula (EF01LP01) Expressar-se, em situação de intercâmbio oral,
por meio da oralidade com autoconfiança, par explorar e apresentar informações,
esclarecer dúvidas, trocar ideias, propor, criar ou engajar-se
em jogo ou brincadeira.
Regras de convivência (EF01LP02) Escutar, com atenção e compreensão, instruções
orais, acordos e combinados que organizam a sala de aula.

Característica da conversação espontânea (EF01LP03) Participar de conversão espontânea


reconhecendo sua vez de falar e de escutar, respeitando os
turnos de fala e utilizando fórmulas de cortesia, quando
necessário.
Aspectos não linguísticos (paralinguísticos) no ato da fala (EF01LP04) Identificar aspectos não linguísticos
(paralinguísticos) presentes no ato de fala (tom da voz e
movimentos corporais) como parte do significado do que é
dito.
Relato oral (EF01LP05) Recuperar assuntos e informações pontuais em
situações de escuta formal de textos.
Procedimentos de escuta de textos (EF01LP06) Relatar experiências pessoais de seu cotidiano,
em sequência cronológica e nível de informatividade
adequado.

Eixo leitura
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Decodificação (EF01LP07) Ler palavras e pequenos textos, apoiando-se em
pistas gráficas e semânticas.
(EF01LP08) Ler, em textos, palavras conhecidas via memória
ou relacionadas à suaexperiência pessoal.
Objetivos de leitura (EF01LP09) Relacionar os objetivos de leitura de textos lidos
na escola aos seus própriosobjetivos de leitura fora da escola.
(EF01LP10) Formular hipóteses sobre os conteúdos dos
Autodomínio do processo de leitura textos, com base no manuseio dossuportes, observando
formato, informações da capa, imagens, entre outros,
confirmando, ou não, as hipóteses realizadas.
Localização de informações em textos (EF01LP11) Localizar, em textos, títulos, nome do autor,
local e data e publicação se houver.
Seleção de informações (EF01LP12) Buscar, selecionar e ler textos que circulam em
meios impressos ou digitais para satisfazer curiosidades.
Reconstrução das condições de produção e recepção de (EF01LP13) Identificar a função sociocomunicativa de textos
textos que circulam em esferas da vida social das quais participa,
reconhecendo para que tais textos foram produzidos, onde
circulam, quem produziu, a quem se destinam.
Reflexão sobre o conteúdo temático do texto (EF01LP14) Associar os temas de textos lidos pelo professor
ao seu conhecimento prévio ou conhecimento de mundo.

Reflexão sobre o léxico do texto (EF01LP15) Reconhecer o significado de palavras conhecidas


em textos.

Eixo escrita
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Escrita de palavras e frases (EF01LP16) Escrever, espontaneamente ou por ditado,
palavras e frases de forma alfabética-usando letras/grafemas
que representam fonemas.
(EF01LP17) Escrever, corretamente, mesmo que de memória,
Escrita de dados pessoais o próprio nome, o nome dos pais ou responsáveis, o endereço
completo, no preenchimento de dados pessoais em fichas de
identificação impressas ou eletrônicas.
(EF01LP18) Copiar textos breves, mantendo suas
66

Cópia características e voltando para o textosempre que tiver dúvidas


sobre sua distribuição gráfica, espaçamento entre as palavras,
escrita das palavras e pontuação.
(EF01LP19) Planejar, com ajuda do professor, o texto que
Planejamento do texto será produzido, considerando a situação comunicativa, os
interlocutores (quem escreve/para quem escreve); a finalidade
ou propósito (escrever para quê); a circulação (onde o texto
vai circular); o suporte (qual é o portador do texto); a
linguagem, organização, estrutura; o tema e assunto do texto.
(EF01LP20) Escrever, em colaboração com colegas e com
Textos de gêneros textuais diversos ajuda do professor, agendas, bilhetes, recados, avisos convites,
listas e legendas para fotos e ilustrações, considerando a
situação comunicativa e tema/assunto do texto.
Texto injuntivo: instrucional e procedimental (EF01LP21) Escrever, em colaboração com colegas e com
ajuda do professor, textos com regras de convivência escolar
ou combinados, considerando a situação comunicativa e
tema/assunto do texto.
Revisão do texto (EF01LP22) Rever, com a colaboração do professor e de
colegas, o texto produzido individualmente ou em grupo.
Edição do texto (EF01LP23) Editar a versão final do texto, em colaboração
com colegas e com ajuda do professor, ilustrando, quando for
o caso, em portador adequado impresso ou eletrônico.

Eixo conhecimentos linguísticos e gramaticais


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Compreensão do sistema alfabético de escrita (EF01LP24) Reconhecer o sistema de escrita alfabética como
representação dos sons da fala.
(EF01LP25) Distinguir as letras do alfabeto de outros sinais
gráficos.
(EF01LP26) Escrever o próprio nome e utilizá-lo como
referência para escrever ler outras palavras.
Consciência fonológica (EF01LP27) Segmentar oralmente palavras em sílabas.
(EF01LP28) Comparar palavras identificando semelhanças e
diferenças entre sons de sílabas iniciais, médias e finais.
Consciência grafofonêmica (EF01LP29) Identificar fonemas e sua representação por
letras comparando unidades sonoras (palavras) com
significados próprios, mas que se diferenciam por apenas um
fonema/letra (como faca/vaca, mola/sola/cola/bola,
mapa/mala).
(EF01LP30) Completar palavras com fonema/letra inicial ou
medial, com base na escuta da palavra ou em desenho que
represente.
(EF01LP31) Reconhecer que alterações na ordem escrita dos
grafemas provocam alterações na composição e no significado
da palavra, fazendo corresponder fonemas e grafemas.
(EF01LP32) Nomear as letras do alfabeto;

Conhecimento do alfabeto (EF01LP33) Recitar o alfabeto na ordem das letras;


(EF01LP34) Escrever letras do alfabeto em resposta ao nome
da letra.

Segmentação de palavras (EF01LP35) Reconhecer a separação das palavras, na escrita,


por espaços em branco.

(EF01LP36) Agrupar palavras pelo critério de aproximação


Sinonímia e antonímia de significado (sinonímia) e separar palavras pelo critério de
oposição de significado (antonímia).
67

Eixo educação literária


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Elementos constitutivos do discurso narrativo ficcional em (EF01LP37) Identificar os constituintes básicos da estrutura
prosa e versos: estrutura da narrativa e recursos de narrativa ficcional lida ou ouvida: personagens, tempo e
expressivos. espaço.
Elementos constitutivos do discurso poético em versos: (EF01LP38) Reconhecer, em textos versificados, rimas,
estratos fônico e semântico sonoridades, jogos de palavras, palavras, expressões,
comparações, relacionando-as com sensações e associações.
Recursos de criação de efeitos de sentido (EF01LP39) Construir, pela observação da sequência de
imagens, o sentido de uma narrativa visual (livros de imagens,
histórias em quadrinhos).
Processos de criação (EF01LP40) Recontar oralmente, com e sem apoio de
imagens, e tendo ou não o professor como escriba, textos
literários lidos pelo professor.
(EF01LP41) Recitar parlendas, quadras, quadrinhas
emotividade.
Dimensão social e estética do texto literário (EF01LP42) Reconhecer que os textos literários fazem parte
do mundo do imaginário e conhecer também sua dimensão
lúdica e de encantamento.
(EF01LP43) Ouvir, com atenção e interesse, a leitura de
Apreciação de texto literário textos literários de gêneros e autores variados, feita pelo
professor e conversar com os colegas sobre o que acham do
texto.
(EF01LP44) Selecionar livros da biblioteca e/ou do continho
de leitura da sala de aula para leitura individual, na escola ou
em casa, explicando os motivos de sua escolha.

MATEMÁTICA - COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS


 Reconhecer que a Matemática é uma ciência humana, fruto das necessidades e preocupações de
diferentes culturas, em diferentes momentos históricos, e é uma ciência viva, que contribui para
solucionar problemas científicos e tecnológicos e para alicerça descobertas e construções,
inclusive com impactos no mundo do trabalho.
 Desenvolver o raciocínio lógico, o espírito de investigação e a capacidade de produzir argumentos
convincentes, recorrendo aos conhecimentos matemáticos para compreender e atuar no mundo.
 Compreender as relações entre conceitos e procedimentos dos diferentes campos da Matemática
(Aritmética, Álgebra, Geometria, Estatística e Probabilidade) e de outras áreas do conhecimento,
sentindo segurança quanto à própria capacidade de construir e aplicar conhecimentos matemáticos,
desenvolvendo a autoestima e a perseverança na busca de soluções.
 Fazer observações sistemáticas de aspectos quantitativos e qualitativos presentes nas práticas
sociais e culturais, de modo a investigar, organizar, representar e comunicar informações
relevantes, para interpretá-las e avaliá-las crítica e eticamente, produzindo argumentos
convincentes.
 Utilizar processos e ferramentas matemáticas, inclusive tecnologias digitais disponíveis, para
modelar e resolver problemas cotidianos, sociais e de outras áreas de conhecimento, validando
estratégias e resultados.

CONTEÚDOS
 Noções de medida  Adição
 Noções de posição  Subtração
 Sólidos geométricos  Depois do 9
 Figuras geométricas planas  Sistema monetário
 Classificação e sequências  Qual é a massa? Quanto cabe?
 Quantos  Que dia é hoje? Que horas são?
 Números naturais de 0 a 9  Números naturais até 100
 Antecessor e sucessor  Dezena/ meia dezena
 Dúzia / meia dúzia
68

UNIDADES TEMÁTICAS: ÁLGEBRA


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Padrões figurais e numéricos: investigação de (EF01MA09) Organizar e ordenar objetos familiares ou
regularidades ou padrões em sequências representações por figuras, por meio de atributos, tais como
cor, forma e medida.
Sequências recursivas: observação de regras utilizadas em (EF01MA10) Descrever, após o reconhecimento e a
seriações numéricas (mais 1, mais 2, menos 1,menos 2, por explicitação de um padrão (ou regularidade), os elementos
exemplo) ausentes em sequências recursivas de números naturais,
objetos ou figuras.

UNIDADES TEMÁTICAS: NÚMEROS

OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES


Contagem da rotina (EF01MA01) Utilizar números naturais como indicador de
Contagem ascendente e descendente quantidade ou de ordem em diferentes situações cotidianas.
Quantificação de elementos de uma coleção: (EF01MA02) Contar de maneira exata ou aproximada,
estimativas, contagem um a um, pareamento ou utilizando diferentes estratégias como o pareamento e outros
outros grupos e comparação agrupamentos.
(EF01MA03) Estimar e comparar quantidades de objetos de
dois conjuntos (em torno de 20 elementos), por estimativa e/ou
por correspondência (um a um, dois a dois) para indicar “tem
mais”, “tem menos” ou “tem a mesma quantidade”
(EF01MA04) Contar quantidades de objetos de coleções até
Leitura, escrita e comparação de números naturais (até 100 unidades e apresentar o resultado por registros verbais e
100) simbólicos, em situações de seu interesse, como jogos,
brincadeiras, materiais da sala de aula, entre outros.
(EF01MA05) Comparar números naturais de até duas ordens
em situações cotidianas, com e sem suporte da reta numérica.
Construção de fatos fundamentais da adição (EF01MA06) Construir fatos fundamentais da adição e
utilizá-los em procedimentos de cálculo para resolver
problemas.
Composição e decomposição de números naturais (EF01MA07) Compor e decompor número de até duas
ordens, por meio de diferentes adições, com o suporte de
material manipulável, contribuindo para compreensão de
características do sistema de numeração decimal e o
desenvolvimento de estratégias de cálculo.
Problemas envolvendo diferentes significados da (EF01MA08) Resolver e elaborar problemas de adição e de
adição e da subtração subtração, envolvendo números de até dois algarismos, com os
significados de juntar, acrescentar, separar e retirar, com
suporte de imagens e/ou material manipulável, utilizando
estratégias e formas de registro pessoais.
Contagem da rotina (EF01MA01) Utilizar números naturais como indicador de
Contagem ascendente e descendente quantidade ou de ordem em diferentes situações cotidianas.
Quantificação de elementos de uma coleção: (EF01MA02) Contar de maneira exata ou aproximada,
estimativas, contagem um a um, pareamento ou utilizando diferentes estratégias como o pareamento e outros
outros grupos e comparação agrupamentos.

UNIDADES TEMÁTICAS: GEOMETRIA

OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES


Localização de objetos e de pessoas no espaço, utilizando (EF01MA11) Descrever a localização de pessoas e de objetos
diversos pontos de referência e vocabulário apropriado no espaço em relação a sua própria posição, utilizando termos
com à direita, à esquerda, em frente, atrás.

(EF01MA12) Descrever a localização de pessoas e de objetos


no espaço segundo um dado ponto de referência,
compreendendo que, para utilização de termos que se referem
à posição, como direita, esquerda, em cima, em baixo, é
necessário explicitar-se o referencial.
69

Figuras geométricas espaciais: reconhecimento e relações (EF01MA13) Relacionar figuras geométricas espaciais
com objetos familiares do mundo físico (cones, cilindros, esferas e blocos retangulares), a objetos
familiares do mundo físico.
Figuras geométricas planas: reconhecimento do (EF01MA14) Identificar e nomear figuras planas (círculo,
formato das faces de figuras geométricas espaciais quadrado, retângulo e triângulo) em desenhos apresentados em
diferentes disposições ou em contornos de faces de sólidos
geométricos.

UNIDADES TEMÁTICAS: GRANDEZAS E MEDIDAS


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Medidas de comprimento, massa e capacidade: (EF01MA15) Comparar comprimentos, capacidades ou
comparações e unidades de medida não convencional massas, utilizando termo com mais alto, mais baixo, mais
comprido, mais curto, mais grosso, mais fino, mais largo, mais
pesado, mais leve, cabe mais, cabe menos, entre outros, para
ordenar objetos de uso cotidiano.
Medidas de tempo: unidades de medida de tempo, suas (EF01MA16) Relatar em linguagem verbal ou não verbal
relações e o uso do calendário sequência de acontecimentos relativos a um dia, utilizando,
quando possível, os horários dos eventos.
(EF01MA17) Reconhecer e relacionar período do dia, dias da
semana e meses do ano, utilizando calendário, quando
necessário.
(EF01MA18) Produzir a escrita de uma data, apresentando o
dia, o mês e o ano, e indicar o dia da semana de uma data,
consultando calendários.
Sistema monetário brasileiro: reconhecimento de cédulas e (EF01MA19) Reconhecer e relacionar valores de moedas e
moedas cédulas do sistema monetário brasileiro para resolver situações
simples do cotidiano do estudante.

UNIDADES TEMÁTICAS: PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Noção de acaso (EF01MA20) Classificar eventos envolvendo o acaso, tais
como “acontecerá com certeza”, “talvez aconteça” e “é
possível acontecer”, em situações do cotidiano.
Leitura de tabelas e de gráficos de colunas (EF01MA21) Ler dados expressos em tabelas e em gráficos
simples de colunas simples.

Coleta e organização de informações Registros (EF01MA22) Realizar pesquisa, envolvendo até duas
pessoais para comunicação de informações coletadas. variáveis categóricas de seu interesse e universo de até 30
elementos, e organizar dados por meio de representações
pessoais.
70

PLANEJAMENTO ANUAL - 2º ANO


PORTUGUÊS - COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS
 Perceber a sílaba em sua variedade como contexto fonológico desta representação
 Compreender o modo de relação entre fonemas e grafemas, em uma língua específica.
 Compreender diferenças entre escrita e outras formas gráficas (outros sistemas de representação);
 Dominar as convenções gráficas (letras maiúsculas e minúsculas, cursiva e script);
 Conhecer o alfabeto;
 Compreender a natureza alfabética do nosso sistema de escrita;
 Dominar as relações entre grafemas e fonemas;
 Saber decodificar palavras e textos escritos;
 Saber ler, reconhecendo globalmente as palavras;
 Ampliar a sacada do olhar para porções maiores de texto que meras palavras, desenvolvendo assim
fluência e rapidez de leitura (fatiamento).

CONTEÚDOS
 Poema  Reescrita de conto  Nova versão para conto lido
 Recital de poemas  Pontuação: ponto final  Parágrafo e marcas temporais
 Alfabeto: maiúsculo e (∙), ponto de exclamação  Aumentativo e diminutivo
minúsculo (!), e ponto de interrogação  Letra r em diferentes posições
 Ordem alfabética (?)  Respeito às diferenças
 Palavras com f ou v  Nome próprio e nome  Artigo de divulgação científica
 Educação financeira comum  Produção de vídeo
 Texto instrucional  Palavras com gue e gui  Preservação do meio ambiente
 Relato de experimento  Lenda  Uso de parágrafos em artigo
 Letra cursiva  Apresentação oral  História em quadrinhos
 Sílaba  Sinônimos  Adivinhas
 Cordel  Palavras com h inicial
 Música
 Propaganda
 Palavras com p ou b  Palavras com ch, lh, nh  Produção de livros
 Palavras com t ou d  Respeito e valorização ao  Palavras com m e n
 Direitos das crianças e idoso  Som nasal
adolescentes  Anúncio  Fábula
 Carta pessoal manuscrita  Entrevista  Texto teatral
 E-mail  Antônimos  Adjetivo
 Entrevista  Frases afirmativas, negativas,  Apresentação de peça teatral
 Frase interrogativas e exclamativas  Criação de final de peça teatral
 Palavras com c ou g  Palavras com c ou ç (fábula)
 Comunicação/tecnologia  Consumo consciente  Pontuação
 Contos  Parágrafo e pontuação em  Uso das letras o e u, e e i
 Listas de ingredientes diálogo em final de palavras
 Apresentação oral de conto  Criação e apresentação de ser  Atitudes conscientes
fantástico
 Receita
71

Eixo oralidade
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Constituição da identidade psicossocial, em sala de aula (EF02LP01) Expressar-se, em situação de intercâmbio oral,
por meio da oralidade com autoconfiança, liberdade e desenvoltura, preocupando-se
em ser compreendido pelo interlocutor e usando a palavra com
tom de voz audível, boa articulação e ritmo adequado.
Regras de convivência em sala de aula (EF02LP02) Colaborar com o professor e os colegas para a
definição de acordos e combinados que organizem a
convivência em sala de aula.
(EF02LP03) Escutar, com atenção e compreensão, instruções
orais ao participar de atividades escolares.
Característica da conversação espontânea (EF02LP04) Reconhecer características da conversão
espontânea presencial, respeitando os turnos de fala,
selecionando e utilizando, durante a conversão, formas de
tratamento adequadas, de acordo com a situação e a posição
do interlocutor (“senhor/a” “você” etc.).
Aspectos não linguísticos (paralinguísticos) no ato da fala (EF02LP05) Interpretar o sentido de aspectos não linguísticos
(paralinguísticos) da fala, como olhar, risos, gestos,
movimentos de cabeça (de concordância ou discordância).
Finalidades da interação oral (EF02LP06) Identificar finalidades da interação oral, em
diferentes contextos comunicativos (solicitar informações,
apresentar opiniões, informar, relatar experiências, etc.).
Procedimentos de escuta de textos (EF02LP07) Usar estratégias de escuta de textos em situações
formais: formular perguntas de esclarecimento, recuperar
informações.
Relato oral (EF02LP08) Relatar experiências pessoais, com observância
da consequência dos fatos e do nível de informatividade
necessário, utilizando expressões que marquem a passagem do
tempo (“antes”, “depois”, “ontem”, “hoje”, “amanhã”, “outro
dia”, “antigamente”, “há muito tempo” etc.)

Eixo leitura
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Fluência de leitura para compreensão do texto (EF02LP09) Ler com autonomia e fluência, textos curtos,
com nível de textualidade adequado, silenciosamente e, em
seguida, em voz alta.
Objetivos de leitura (EF02LP10) Relacionar os objetivos de leitura de textos lidos
na escola aos seus próprios objetivos de leitura fora da escola.
(EF02LP11) Formular hipóteses sobre os conteúdos dos
Autodomínio do processo de leitura textos, com base no manuseio dos suportes, observando
formato, informações da capa, imagens, entre outros,
confirmando, ou não, as hipóteses realizadas.
Localizações e informações do texto (EF02LP12) Localizar, em textos curtos, informações
pontuais.
Seleção de informações (EF02LP13) Buscar, selecionar e ler textos em diferentes
fontes (incluindo ambientes virtuais) para realizar pesquisas
escolares.
Deduções e inferências de informações (EF02LP14) Inferir em textos curtos, informações implícitas
de fácil identificação.
Reconstrução das condições de produção e (EF02LP15) Identificar a função sócio comunicativa de textos
recepção de textos que circulam em esferas da vida social, reconhecendo para que
foram produzidos, onde circulam, quem produziu, a quem se
destinam.
Reflexão sobre o conteúdo temático do texto (EF02LP16) Reconhecer o tema de texto com base em títulos,
legendas, imagens, pistas gráficas.
Reflexão sobre o léxico do texto (EF02LP17) Deduzir o significado de palavras desconhecidas
ou pouco familiares, com base no contexto da frase ou do
texto.
Avaliação dos efeitos de sentido produzidos (EF02LP18) Identificar o efeito de sentido produzido pelo uso
em textos de recursos expressivos, gráfico visuais, em ilustração de
história em quadrinhos ou tira.
72

Eixo escrita
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
(EF02LP19) Planejar, com ajuda do professor, o texto que
Planejamento do texto será produzido, considerando a situação comunicativa, os
interlocutores (quem escreve/para quem escreve); a
finalidade ou propósito (escrever para quê); a circulação
(onde o texto vai circular); o suporte (qual é o portador do
texto); a linguagem, organização, estrutura; o tema e assunto
do texto.
Lista (EF02LP20) Escrever listas de nomes ou de objetos,
associando, quando pertinente, texto verbal e visual,
considerando a situação comunicativa e o tema/assunto do
texto.
Mensagem pessoal (EF02LP21) Escrever bilhetes e cartas, em meio impresso
e/ou digital (e-mail, mensagem em rede social etc.), mantendo
as características do gênero textual e dos portadores,
considerando a situação comunicativa e o tema/assunto do
texto.
Mensagem instantânea (EF02LP22) Escrever e responder, em meio digital,
mensagens instantâneas para amigos, colegas ou familiares,
mantendo as características do gênero textual.
Relato informativo (EF02LP23) Produzir pequenos relatos de observação de
processos, de fatos, de experiências pessoais, mantendo as
características do gênero textual, considerando a situação
comunicativa tema/assunto do texto.
(EF02LP24) Criar cartazes simples, utilizando linguagem
Texto argumentativo e/ou persuasivo persuasiva e elementos textuais e visuais (tamanho da letra,
leiaute, imagens) adequados ao gênero textual, considerando a
situação comunicativa e o tema/assunto do texto.
Procedimentos linguístico-gramaticais e ortográficos (EF02LP25) Utilizar, ao produzir o texto, grafia correta de
palavras conhecidas, ou com estruturas silábicas já
dominadas, letras maiúsculas em início de frases e em
substantivos próprios, segmentação entre as palavras, ponto
final, ponto de interrogação e ponto de exclamação.
Revisão do texto (EF02LP26) Reler os textos produzidos, com a mediação do
professor e colaboração dos colegas, para fazer cortes,
acréscimos, reformulações, correções de ortografia e
pontuação.
Reescrita do texto (EF02LP27) Reescrever o texto incorporando as alterações
feitas na revisão e obedecendo às convenções de disposição
gráfica e de inclusão de título e autoria.
Edição do texto (EF02LP28) Editar a versão final do texto, em colaboração
com colegas e com ajuda do professor, ilustrando, quando for
o caso, em portador adequado impresso ou eletrônico.

Eixo conhecimentos linguísticos e gramaticais


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Consciência grafofonêmica (EF02LP29) Ler e escrever palavras com correspondências
regulares diretas entre letras e fonemas (f, v, t, d, p, b) e
correspondências regulares contextuais (c e g; e e o, em
posição átona em final de palavra).
Consciência silábica (EF02LP30) Segmentar palavras em sílabas, remover e
substituir sílabas iniciais, mediais ou finais para criar novas
palavras.
(EF02LP31) Recitar o alfabeto na ordem das letras.
Conhecimento do alfabeto (EF02LP32) Escrever palavras, frases, textos curtos nas
formas impressa e cursiva.
Estruturas silábicas (EF02LP33) Ler e escrever corretamente palavras com sílabas
73

CV, V, CVC, CCV, identificando que existem vogais em


todas as sílabas;
(EF02LP34) Ler e escrever corretamente palavras com marcas
de nasalidade (til, m, n).
(EF02LP35) Memorizar a grafia de palavras frequentes no
ambiente escolar e nos textos lidos na sala de aula,
independentemente da estrutura silábica e de correspondências
irregulares fonema-grafema.
(EF02LP36) segmentar corretamente as palavras ao escrever
palavras e textos.
Pontuação (EF02LP37) Usar adequadamente ponto final, ponto de
interrogação e ponto de exclamação.
(EF02LP38) Identificar sinônimos de palavras de texto lido,
Sinonímia e antonímia determinando a diferença de sentido entre eles.
(EF02LP39) Formar antônimos de palavras encontradas em
texto lido pelo acréscimo do prefixo de negação in-/im
Aumentativo e diminutivo (EF02LP40) Formar o aumentativo e o diminutivo de palavras
com os sufixos – ão e - inho/- zinho.

Eixo educação literária


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Elementos constitutivos do discurso narrativo (EF02LP41) Reconhecer o conflito gerador de uma narrativa
ficcional em prosa e versos: estrutura da narrativa e ficcional e sua resolução, além de palavras, expressões e frases
recursos expressivos que caracterizam personagens e ambiente.
Elementos constitutivos do discurso poético em versos: (EF02LP42) Identificar recursos rítmicos e sonoros e o efeito
estrato fônicos e semânticos de sentido de metáforas, em textos diversificados.
Elementos constitutivos do discurso dramático em (EF02LP43) Identificar funções do texto dramático (escrito
prosa e versos: função e organização para ser encenado) e organização por meio de diálogos entre
personagens.
Recursos de criação de efeitos de sentido (EF02LP44) Relacionar ilustrações de narrativa com texto
verbal.
(EF02LP45) Reescrever textos narrativos literários lidos pelo
Processos de criação professor.
(EF02LP46) Recitar parlendas, quadras, quadrinhas e poemas,
além de cantar músicas e canções, com ritmo, melodia e
sonoridade, observando as rimas.
Dimensão social e estética do texto literário (EF02LP47) Compartilhar em sala de aula, texto de tradição
oral pesquisados na família e nas comunidades (em versos –
cantigas de roda, advinhas, parlendas, quadrinhas, trava-
línguas etc. – e em prosa – contos populares, fábulas, mitos,
lendas etc.)
(EF02LP48) Ouvir, com atenção e interesse, a leitura feita
pelo professor, ou ler de forma autônoma, textos literários, e
Apreciação de texto literário expressar preferências por gêneros, temas e autores.
(EF02LP49) Selecionar livros da biblioteca e/ou do continho
de leitura da sala de aula para leitura individual, na escola ou
em casa e, após a leitura, compartilhar com os colegas sua
opinião sobre o livro.

MATEMÁTICA - COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS


 Desenvolver o raciocínio lógico, o espírito de investigação e a capacidade de produzir argumentos
convincentes, recorrendo aos conhecimentos matemáticos para compreender e atuar no mundo.
 Compreender as relações entre conceitos e procedimentos dos diferentes campos da Matemática
(Aritmética, Álgebra, Geometria, Estatística e Probabilidade) e de outras áreas do conhecimento,
sentindo segurança quanto à própria capacidade de construir e aplicar conhecimentos matemáticos,
desenvolvendo a autoestima e a perseverança na busca de soluções.
 Fazer observações sistemáticas de aspectos quantitativos e qualitativos presentes nas práticas
sociais e culturais, de modo a investigar, organizar, representar e comunicar informações
relevantes, para interpretá-las e avaliá-las crítica e eticamente, produzindo argumentos
convincentes.
74

 Utilizar processos e ferramentas matemáticas, inclusive tecnologias digitais disponíveis, para


modelar e resolver problemas cotidianos, sociais e de outras áreas de conhecimento, validando
estratégias e resultados.
 Enfrentar situações-problema em múltiplos contextos, incluindo-se situações imaginadas, não
diretamente relacionadas com o aspecto prático-utilitário, expressar suas respostas e sintetizar
conclusões, utilizando diferentes registros e linguagens (gráficos, tabelas, esquemas, além de texto
escrito na língua materna e outras linguagens para descrever algoritmos, como fluxogramas, e
dados).

CONTEÚDOS
 Números naturais até 10  Localização e movimentação  Números naturais até 10
 Dezena /meia dezena  Números naturais até 1000  Dezena /meia dezena
 Dúzia /meia dúzia  Multiplicação  Dúzia /meia dúzia
 Antecessor e sucessor  Mais medidas  Antecessor e sucessor
 Ideias da adição e ideias da  Noção de divisão  Ideias da adição e ideias da
subtração subtração
 Figuras geométricas  Figuras geométricas
 Números e medidas de  Números e medidas de tempo
tempo  Adição e subtração com
 Adição e subtração com números naturais
números naturais

UNIDADES TEMÁTICAS: NÚMEROS


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Leitura, escrita, comparação e ordenação de números (EF02MA01) Comparar e ordenar números naturais (até a
de até três ordens pela compreensão de características ordem de centenas) pela compreensão de características do
do sistema de numeração decimal (valor posicional e sistema de numeração decimal (valor posicional e função do
papel do zero) zero).
(EF02MA02) Fazer estimativas por meio de estratégias
diversas a respeito da quantidade de objetos de coleções e
registrar o resultado da contagem desses objetos (até 1000
unidades).
(EF02MA03) Comparar quantidades de objetos de dois
conjuntos, por estimativa e/ou por correspondência (um a
um, dois a dois, entre outros), para indicar “tem mais”, “tem
menos” ou “tem a mesma quantidade”, indicando, quando for
o caso, quantos a mais e quantos a menos.

Composição e decomposição de números naturais (até (EF02MA04) Compor e decompor números naturais de até
1000) três ordens, com suporte de material manipulável, por meio de
diferentes adições.
Construção de fatos fundamentais da adição e da (EF02MA05) Construir fatos básicos da adição e subtração e
subtração utilizá-los no cálculo mental ou escrito.
Problemas envolvendo diferentes significados da adição e (EF02MA06) Resolver e elaborar problemas de adição e de
da subtração (juntar, acrescentar, separar, retirar) subtração, envolvendo números de até três ordens, com os
significados de juntar, acrescentar, separar, retirar, utilizando
estratégias pessoais ou convencionais.
Problemas envolvendo adição de parcelas (EF02MA07) Resolver e elaborar problemas de multiplicação
iguais (multiplicação) (por 2, 3, 4 e 5) com a ideia de adição de parcelas iguais por
meio de estratégias e formas de registro pessoais, utilizando ou
não suporte de imagens e/ou material manipulável.
Problemas envolvendo significados de dobro, metade, (EF02MA08) Resolver e elaborar problemas envolvendo
triplo e terça parte. dobro, metade, triplo e terça parte, com o suporte de imagens
ou material manipulável, utilizando estratégias pessoais.
75

UNIDADES TEMÁTICAS: ÁLGEBRA


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Construção de sequências repetitivas e de sequências (EF02MA09) Construir sequências de números naturais em
recursivas ordem crescente ou decrescente a partir de um número
qualquer, utilizando uma regularidade estabelecida.
Identificação de regularidade de sequências e determinação (EF02MA10) Descrever um padrão (ou regularidade) de
de elementos ausentes na sequência sequências repetitivas e de sequências recursivas, por meio de
palavras, símbolos ou desenhos.
(EF02MA11) Descrever os elementos ausentes em sequências
repetitivas e em sequências recursivas de números naturais,
objetos ou figuras.

UNIDADES TEMÁTICAS: GEOMETRIA


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Localização e movimentação de pessoas e objetos no (EF02MA12) Identificar e registrar, em linguagem verbal ou
espaço, segundo pontos de referência, e indicação de não verbal, a localização e os deslocamentos de pessoas e de
mudanças de direção e sentido objetos no espaço, considerando mais de um ponto de
referência, e indicar as mudanças de direção e de sentido.
Esboço de roteiros e de plantas simples (EF02MA13) Esboçar roteiros a ser seguidos ou plantas de
ambientes familiares, assinalando entradas, saídas e alguns
pontos de referência.
Figuras geométricas espaciais (cubo, bloco retangular, (EF02MA14) Reconhecer, nomear e comparar figuras
pirâmide, cone, cilindro e esfera): reconhecimento e geométricas espaciais (cubo, bloco retangular, pirâmide, cone,
características cilindro e esfera), relacionando-as com objetos do mundo
físico.
Figuras geométricas planas (círculo, quadrado, retângulo e (EF02MA15) Reconhecer, comparar e nomear figuras planas
triângulo): reconhecimento e características (círculo, quadrado, retângulo e triângulo), por meio de
características comuns, em desenhos apresentados em
diferentes disposições ou em sólidos geométricos.

UNIDADES TEMÁTICAS: GRANDEZAS E MEDIDAS


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Medida de comprimento: unidades não padronizadas e (EF02MA16) Estimar, medir e comparar comprimentos de
padronizadas (metro, centímetro e milímetro) lados de salas (incluindo contorno) e de polígonos, utilizando
unidades de medida não padronizadas e padronizadas (metro,
centímetro e milímetro) e instrumentos adequados.
Medida de capacidade e de massa: unidades de medida (EF02MA17) Estimar, medir e comparar capacidade e
não convencionais e convencionais (litro, mililitro, cm3, massa, utilizando estratégias pessoais e unidades de medida
grama e quilograma) não padronizadas ou padronizadas (litro, mililitro, grama e
quilograma).
Medidas de tempo: intervalo de tempo, uso do (EF02MA18) Indicar a duração de intervalos de tempo entre
calendário, leitura de horas em relógios digitais e duas datas, como dias da semana e meses do ano, utilizando
ordenação de datas calendário, para planejamentos e organização de agenda.
(EF02MA19) Medir a duração de um intervalo de tempo por
meio de relógio digital e registrar o horário do início e do fim
do intervalo.
Sistema monetário brasileiro: reconhecimento de cédulas (EF02MA20) Estabelecer a equivalência de valores entre
e moedas e equivalência de valores moedas e cédulas do sistema monetário brasileiro para
resolver situações cotidianas.
76
UNIDADES TEMÁTICAS: PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Análise da ideia de aleatório em situações do cotidiano (EF02MA21) Classificar resultados de eventos cotidianos
aleatórios como “pouco prováveis”, “muito prováveis”,
“improváveis” e “impossíveis”.
(EF02MA22) Comparar informações de pesquisas
Coleta, classificação e representação de dados em tabelas apresentadas por meio de tabelas de dupla entrada e em
simples e de dupla entrada e em gráficos de colunas gráficos de colunas simples ou barras, para melhor
compreender aspectos da realidade próxima.
(EF02MA23) Realizar pesquisa em universo de até 30
elementos, escolhendo até três variáveis categóricas de seu
interesse, organizando os dados coletados em listas, tabelas e
gráficos de colunas simples.

HISTÓRIA - COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS


 Compreender acontecimentos históricos, relações de poder e processos e mecanismos de
transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e culturais ao longo do
tempo e em diferentes espaços para analisar, posicionar-se e intervir no mundo contemporâneo.
 Compreender a historicidade no tempo e no espaço, relacionando acontecimentos e processos de
transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e culturais, bem como
problematizar os significados das lógicas de organização cronológica.
 Elaborar questionamentos, hipóteses, argumentos e proposições em relação a documentos,
interpretações e contextos históricos específicos, recorrendo a diferentes linguagens e mídias,
exercitando a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos, a cooperação e o respeito.
 Identificar interpretações que expressem visões de diferentes sujeitos, culturas e povos com relação a
um mesmo contexto histórico, e posicionar-se criticamente com base em princípios éticos,
democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários

CONTEÚDOS
SER CRIANÇA ESPAÇO DE SOCIABILIDADE
 As crianças e suas histórias  Minha rua, meu bairro
 As marcas do tempo  O convívio entre as pessoas
CRIANÇAS, FAMÍLIA E AMIGOS  Documentos pessoais
 Ser criança e ter família O TEMPO
 Ser criança e ter amigos  Contando o tempo
BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS  Antes, durante e depois
 Brinquedos e brincadeiras  Tempo e calendário
 Outros povos, outros modos de brincar REGISTROS HISTÓRICOS
VIDA NA FAMÍLIA E NA ESCOLA  Fontes históricas
 Famílias: mudanças e permanências  Histórias de famílias
 História da escola TRABALHO E MEIO AMBIENTE
 Datas comemorativas  Diferentes formas de trabalho
 Trabalho e meio ambiente

UNIDADES TEMÁTICAS: MUNDO PESSOAL – MEU LUGAR NO MUNDO


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
As fases da vida e a ideia de (EF01HI01) Identificar aspectos do seu crescimento por meio
Temporalidade (passado, presente, futuro) do registro das lembranças particulares ou de lembranças dos
membros de sua família e/ou de sua comunidade.
As diferentes formas de organização da família e da (EF01HI02) Identificar a relação entre as suas histórias e as
comunidade: os vínculos pessoais e as relações de histórias de sua família e de sua comunidade.
amizade (EF01HI03) Descrever e distinguir os seus papéis e
responsabilidades relacionados à família,
à escola e à comunidade.
A escola e a diversidade do grupo social envolvido (EF01HI04) Identificar as diferenças entre os variados
ambientes em que vive (doméstico,
escolar e da comunidade), reconhecendo as especificidades
dos hábitos e das regras que os regem.
77
UNIDADES TEMÁTICAS: MUNDO PESSOAL EU, MEU GRUPO SOCIAL E MEU
TEMPO
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
A vida em casa, a vida na escola e formas de (EF01HI05) Identificar semelhanças e diferenças entre jogos
representação social e espacial: os jogos e brincadeiras e brincadeiras atuais e de outras épocas e lugares.
como forma de interação social e espacial
A vida em família: diferentes (EF01HI06) Conhecer as histórias da família e da escola e
configurações e vínculos identificar o papel desempenhado
por diferentes sujeitos em diferentes espaços.
(EF01HI07) Identificar mudanças e permanências nas formas
de organização familiar.
A escola, sua representação espacial, sua história e seu (EF01HI08) Reconhecer o significado das comemorações e
papel na comunidade festas escolares, diferenciando- as das datas festivas
comemoradas no âmbito familiar ou da comunidade.

UNIDADES TEMÁTICAS: A COMUNIDADE E SEUS REGISTROS


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
A noção do “Eu” e do “Outro”: comunidade, convivências e (EF02HI01) Reconhecer espaços de sociabilidade e identificar
interações entre pessoas os motivos que aproximam e
separam as pessoas em diferentes grupos sociais ou de
parentesco.
(EF02HI02) Identificar e descrever práticas e papéis sociais
que as pessoas exercem em
diferentes comunidades.
(EF02HI03) Selecionar situações cotidianas que remetam à
percepção de mudança,
pertencimento e memória.
A noção do “Eu” e do “Outro”: registros de experiências (EF02HI04) Selecionar e compreender o significado de
pessoais e da objetos e documentos pessoais como fontes de memórias e
comunidade no tempo e no espaço histórias nos âmbitos pessoal, familiar, escolar e comunitário.
Formas de registrar e narrar histórias (marcos de memória (EF02HI05) Selecionar objetos e documentos pessoais e de
materiais e imateriais) grupos próximos ao seu convívio e compreender sua função,
seu uso e seu significado.
O tempo como medida (EF02HI06) Identificar e organizar, temporalmente, fatos da
vida cotidiana, usando noções
relacionadas ao tempo (antes, durante, ao mesmo tempo e
depois).
(EF02HI07) Identificar e utilizar diferentes marcadores do
tempo presentes na comunidade,
como relógio e calendário

UNIDADES TEMÁTICAS: AS FORMAS DE REGISTRAR AS EXPERIÊNCIAS DA


COMUNIDADE
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
As fontes: relatos orais, objetos, imagens (pinturas, (EF02HI08) Compilar histórias da família e/ou da
fotografias, vídeos), músicas, escrita, tecnologias digitais comunidade registradas em diferentes fontes.
de informação e comunicação e inscrições nas paredes, (EF02HI09) Identificar objetos e documentos pessoais que
ruas e espaços sociais remetam à própria experiência no âmbito da família e/ou da
comunidade, discutindo as razões pelas quais alguns objetos
são preservados e outros são descartados.

UNIDADES TEMÁTICAS: O TRABALHO E A SUSTENTABILIDADE NA


COMUNIDADE
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
A sobrevivência e a relação com a natureza (EF02HI10) Identificar diferentes formas de trabalho
existentes na comunidade em que vive, seus significados, suas
especificidades e importância.
(EF02HI11) Identificar impactos no ambiente causados pelas
diferentes formas de trabalho existentes na comunidade em
que vive.

GEOGRAFIA - COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS


 Utilizar os conhecimentos geográficos para entender a interação sociedade/natureza e exercitar o
interesse e o espírito de investigação e de resolução de problemas.
 Estabelecer conexões entre diferentes temas do conhecimento geográfico, reconhecendo a
78
importância dos objetos técnicos para a compreensão das formas como os seres humanos fazem uso
dos recursos da natureza ao longo da história.
 Desenvolver autonomia e senso crítico para compreensão e aplicação do raciocínio geográfico na
análise da ocupação humana e produção do espaço, envolvendo os princípios de analogia, conexão,
diferenciação, distribuição, extensão, localização e ordem.
 Desenvolver o pensamento espacial, fazendo uso das linguagens cartográficas e iconográficas, de
diferentes gêneros textuais e das geotecnologias para a resolução de problemas que envolvam
informações geográficas.

CONTEÚDOS
DIREITOS MORADIA: PRIMEIRO LUGAR DE
 Toda criança tem direitos CONVIVÊNCIA
 Onde estão os meus direitos  Meu pedaço, meu lugar
BRINCADEIRAS  Construção de moradias
 Onde brincar ESCOLA: CONVIVÊNCIA E APRENDIZADO
 Como brincar  Um lugar especial
LUGARES DE VIVÊNCIA  Muitos lugares da escola
 Conhecendo lugares RUA: CONVIVÊNCIA E CIRCULAÇÃO
 Meus lugares  Ruas diferentes
RÍTMOS DA NATUREZA  Quarteirão e endereço
 Dia e noite BAIRRO: CONVIVÊNCIA E IDENTIDADE
 Frio, calor e chuva  O bairro
 Para morar no bairro
 Desenvolver e utilizar processos, práticas e procedimentos de investigação para compreender
o mundo natural, social, econômico, político e o meio técnico-científico e informacional,
avaliar ações e propor perguntas e soluções (inclusive tecnológicas) para questões que
requerem conhecimentos científicos da Geografia.

UNIDADES TEMÁTICAS: O SUJEITO E SEU LUGAR NO MUNDO


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
O modo de vida das crianças em (EF01GE01) Descrever características observadas de seus
diferentes lugares lugares de vivência (moradia, escola etc.) e identificar
semelhanças e diferenças entre esses lugares.
(EF01GE02) Identificar semelhanças e diferenças entre jogos
e brincadeiras de diferentes épocas e lugares.
Situações de convívio em diferentes lugares (EF01GE03) Identificar e relatar semelhanças e diferenças de
usos do espaço público (praças, parques) para o lazer e
diferentes manifestações.
(EF01GE04) Discutir e elaborar, coletivamente, regras de
convívio em diferentes espaços (sala de aula, escola etc.).
Convivência e interações entre pessoas na comunidade (EF02GE01) Descrever a história das migrações no bairro ou
comunidade em que vive.
(EF02GE02) Comparar costumes e tradições de diferentes
populações inseridas no bairro ou comunidade em que vive,
reconhecendo a importância do respeito às diferenças.
Riscos e cuidados nos meios de transporte e (EF02GE03) Comparar diferentes meios de transporte e de
de comunicação comunicação, indicando o seu papel na conexão entre lugares,
e discutir os riscos para a vida e para o ambiente e seu uso
responsável.

UNIDADES TEMÁTICAS: CONEXÕES E ESCALAS


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Ciclos naturais e a vida cotidiana (EF01GE05) Observar e descrever ritmos naturais (dia e
noite, variação de temperatura e umidade etc.) em diferentes
escalas espaciais e temporais, comparando a sua realidade com
outras.
Experiências da comunidade no tempo e no espaço (EF02GE04) Reconhecer semelhanças e diferenças nos
hábitos, nas relações com a natureza e no modo de viver de
pessoas em diferentes lugares.
Mudanças e permanências (EF02GE05) Analisar mudanças e permanências, comparando
imagens de um mesmo lugar em diferentes tempos.
79
UNIDADES TEMÁTICAS: MUNDO DO TRABALHO
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Diferentes tipos de trabalho existentes no seu dia a dia (EF01GE06) Descrever e comparar diferentes tipos de
moradia ou objetos de uso cotidiano (brinquedos, roupas,
mobiliários), considerando técnicas e materiais utilizados em
sua produção.
(EF01GE07) Descrever atividades de trabalho relacionadas
com o dia a dia da sua comunidade.
Tipos de trabalho em lugares e tempos diferentes (EF02GE06) Relacionar o dia e a noite a diferentes tipos de
atividades sociais (horário escolar, comercial, sono etc.).
(EF02GE07) Descrever as atividades extrativas (minerais,
agropecuárias e industriais) de diferentes lugares,
identificando os impactos ambientais.

UNIDADES TEMÁTICAS: FORMAS DE REPRESENTAÇÃO E PENSAMENTO


ESPACIAL
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Pontos de referência (EF01GE08) Criar mapas mentais e desenhos com base em
itinerários, contos literários, histórias inventadas e
brincadeiras.
(EF01GE09) Elaborar e utilizar mapas simples para localizar
elementos do local de vivência, considerando referenciais
espaciais (frente e atrás, esquerda e direita, em cima e
embaixo, dentro e fora) e tendo o corpo como referência.
Localização, orientação e representação espacial (EF02GE08) Identificar e elaborar diferentes formas de
representação (desenhos, mapas mentais, maquetes) para
representar componentes da paisagem dos lugares de vivência.
(EF02GE09) Identificar objetos e lugares de vivência (escola
e moradia) em imagens aéreas e mapas (visão vertical) e
fotografias (visão oblíqua).
(EF02GE10) Aplicar princípios de localização e posição de
objetos (referenciais espaciais, como frente e atrás, esquerda e
direita, em cima e embaixo, dentro e fora) por meio de
representações espaciais da sala de aula e da escola.

UNIDADES TEMÁTICAS: NATUREZA, AMBIENTES E QUALIDADE DE VIDA


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Condições de vida nos lugares de (EF01GE10) Descrever características de seus lugares de
vivência vivência relacionadas aos ritmos da natureza (chuva, vento,
calor etc.).
(EF01GE11) Associar mudanças de vestuário e hábitos
alimentares em sua comunidade ao longo do ano, decorrentes
da variação de temperatura e umidade no ambiente.
Os usos dos recursos naturais: solo e água no campo e na (EF02GE11) Reconhecer a importância do solo e da água
cidade para a vida, identificando seus diferentes usos (plantação e
extração de materiais, entre outras possibilidades) e os
impactos desses usos no cotidiano da cidade e do campo.

PLANEJAMENTO ANUAL – 1º e 2º ANO


CIÊNCIAS - COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS
 Compreender as Ciências da Natureza como empreendimento humano, e o conhecimento
científico como provisório, cultural e histórico.
 Compreender conceitos fundamentais e estruturas explicativas das Ciências da Natureza, bem
como dominar processos, práticas e procedimentos da investigação científica, de modo a sentir
segurança no debate de questões científicas, tecnológicas, socioambientais e do mundo do
trabalho, continuar aprendendo e colaborar para a construção de uma sociedade justa,
democrática e inclusiva.
 Analisar, compreender e explicar características, fenômenos e processos relativos ao mundo
natural, social e tecnológico (incluindo o digital), como também as relações que se estabelecem
entre eles, exercitando a curiosidade para fazer perguntas, buscar respostas e criar soluções
(inclusive tecnológicas) com base nos conhecimentos das Ciências da Natureza.
80
 Avaliar aplicações e implicações políticas, socioambientais e culturais da ciência e de suas
tecnologias para propor alternativas aos desafios do mundo contemporâneo, incluindo aqueles
relativos ao mundo do trabalho.
 Construir argumentos com base em dados, evidências e informações confiáveis e negociar e
defender ideias e pontos de vista que promovam a consciência socioambiental e o respeito a si
próprio e ao outro, acolhendo e valorizando a diversidade de indivíduos e de grupos sociais, sem
preconceitos de qualquer natureza.
 Utilizar diferentes linguagens e tecnologias digitais de informação e comunicação para se
comunicar, acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver problemas das
Ciências da Natureza de forma crítica, significativa, reflexiva e ética.

CONTEÚDOS
O ESTUDO DE CIÊNCIA ÁGUA PARA TODOS
 O que vamos estudar  Um recurso precioso
 O ambiente, os animais e as plantas  O mau uso da água
 O solo, a água, o ar  A importância de economizar água
O SER HUMANO E A SAÚDE  Tratamento de água e de esgoto
 Meu corpo, nascimento e crescimento O AR
 Cuidando da saúde  Conhecendo o ar
 Alimentos e vida saudável  Componentes do ar
MATERIAIS, MÁQUINAS E ENERGIA  Usos e poluição do ar
 Os materiais os objetos e a energia SOMOS SERES HUMANOS
 Ferramentas e máquinas  Semelhanças e diferenças
 Veículos: máquinas movidas a energia  Somos diferentes
O AMBIENTE E OS SERES VIVOS  Como percebemos o mundo
 O ambiente O CÉU
 O ciclo vital dos animais e das plantas  O que há no céu
 As necessidades dos seres vivos  A observação do céu
OS VEGETAIS  Os dias e as noites, os períodos do dia
 As plantas são seres vivos
 Como as plantas respiram e se
alimentam

UNIDADES TEMÁTICAS: MATÉRIA E ENERGIA


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Características dos materiais (EF01CI01) Comparar características de diferentes materiais
presentes em objetos de uso cotidiano, discutindo sua origem,
os modos como são descartados e como podem ser usados
de forma mais consciente.
Propriedades e usos dos materiais Prevenção de (EF02CI01) Identificar de que materiais (metais, madeira,
acidentes domésticos vidro etc.) são feitos os objetos que
fazem parte da vida cotidiana, como esses objetos são
utilizados e com quais materiais eram produzidos no passado.
(EF02CI02) Propor o uso de diferentes materiais para a
construção de objetos de uso cotidiano, tendo em vista
algumas propriedades desses materiais (flexibilidade, dureza,
transparência etc.).
(EF02CI03) Discutir os cuidados necessários à prevenção de
acidentes domésticos (objetos cortantes e inflamáveis,
eletricidade, produtos de limpeza, medicamentos etc.).

UNIDADES TEMÁTICAS: VIDA E EVOLUÇÃO


OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Corpo humano Respeito à diversidade (EF01CI02) Localizar, nomear e representar graficamente
(por meio de desenhos) partes do corpo humano e explicar
suas funções.
(EF01CI03) Discutir as razões pelas quais os hábitos de
higiene do corpo (lavar as mãos antes de comer, escovar os
dentes, limpar os olhos, o nariz e as orelhas etc.) são
81
necessários para a manutenção da saúde.
(EF01CI04) Comparar características físicas entre os colegas,
reconhecendo a diversidade e a importância da valorização, do
acolhimento e do respeito às diferenças.
Seres vivos no ambiente Plantas (EF02CI04) Descrever características de plantas e animais
(tamanho, forma, cor, fase da vida, local onde se
desenvolvem etc.) que fazem parte de seu cotidiano e
relacioná-las ao ambiente em que eles vivem.
(EF02CI05) Investigar a importância da água e da luz para a
manutenção da vida de plantas em geral.
(EF02CI06) Identificar as principais partes de uma planta
(raiz, caule, folhas, flores e frutos) e a função desempenhada
por cada uma delas, e analisar as relações entre as plantas, o
ambiente e os demais seres vivos.
UNIDADES TEMÁTICAS: TERRA E UNIVERSO
OBJETOS DE CONHECIMENTO HABILIDADES
Escalas de tempo (EF01CI05) Identificar e nomear diferentes escalas de tempo:
os períodos diários (manhã, tarde, noite) e a sucessão de dias,
semanas, meses e anos.
(EF01CI06) Selecionar exemplos de como a sucessão de dias
e noites orienta o ritmo de atividades diárias de seres humanos
e de outros seres vivos.
Movimento aparente do Sol no céu O Sol como fonte de luz (EF02CI07) Descrever as posições do Sol em diversos
e calor horários do dia e associá-las ao tamanho da sombra projetada.
(EF02CI08) Comparar o efeito da radiação solar
(aquecimento e reflexão) em diferentes tipos de superfície
(água, areia, solo, superfícies escura, clara e metálica etc.).

PLANEJAMENTO ANUAL – 3º ao 5º ANO


Justificativa:

Qual a melhor maneira de ensinar a ler e a escrever? O que ensinar e como fazer para
que alunos do Ensino Fundamental l possam aprender os mais diversos conteúdos e saberes? A
BNCC aponta para a necessidade de os alunos serem capazes de utilizar os saberes que
adquirirem para dar conta do seu dia a dia, sempre respeitando princípios universais, como a
ética, os direitos humanos, a justiça social e a sustentabilidade ambiental. Ela também indica que
as escolas promovam não apenas o desenvolvimento intelectual, mas também o social, o físico, o
emocional e o cultural, compreendidos como dimensões fundamentais para a perspectiva de uma
educação integral. Isso as diferencia das habilidades, que são mais focadas no desenvolvimento
cognitivo.

“Mobilização de conhecimentos (conceitos e procedimentos),


habilidades (práticas, cognitivas e socioemocionais), atitudes e
valores para resolver demandas complexas da vida cotidiana, do
pleno exercício da cidadania e do mundo do trabalho.” BNCC, p.
09

Buscamos uma aprendizagem significativa, onde os alunos são participantes ativos nesse
processo, onde a motivação seja um elemento importante para que o trabalho seja realizado e
possa avançar, buscando a reflexão da prática pedagógica, compreendendo que os novos
conhecimentos são de suma importância para que o processo pedagógico do primeiro segmento
do fundamental da rede de ensino da cidade de Magé possa impactar não apenas os currículos,
82
mas processos de ensino e aprendizagem, gestão, formação de professores e avaliação. Como já
diria Paulo Freire: "É fundamental diminuir a distância entre o que se diz e o que se faz, de tal
forma que, num dado momento, a tua fala seja a tua prática."

Referencial Teórico

O trabalho será orientado pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a proposta não
é totalmente nova, visto que, a necessidade de trabalhar empatia e cooperação com os estudantes,
já são praticadas em muitas escolas. A questão agora, é incentivar a reflexão para que o
planejamento seja realizado com intencionalidade, fazendo uso da escuta qualificada, o registro e
a compreensão de que o aluno é protagonista de seu percurso de aprendizagem.
No contexto escolar, a escuta qualificada ainda consiste em um movimento inovador,
sendo ainda pouco utilizada como instrumento de uma prática pedagógica, devido ao
aprisionamento do “ser quem sou”, limitando a troca de vivências, ao invés de garantir a
apropriação do lugar de fala, inibindo assim, o conhecimento das práticas, sentimentos e
concepções dos indivíduos em suas relações dialógicas, distanciando o fazer pedagógico da
realidade do aluno, dificultando muitas vezes o processo de ensino-aprendizagem, devido a falta
de comunicação entre professor-aluno. Rocha afirma que:
Em primeiro lugar, faz- se necessário ampliar a abrangência dos
termos ouvir e escutar, para ir um pouco além. A simples busca de
uma ampliação do sentido semântico indica que o termo ausculta
não é apenas uma mera percepção auditiva nem simples recepção da
informação – envolve a compreensão da comunicação feita pelo
outro. (ROCHA, 2008, p.44)

Nessa perspectiva o ato de ensinar e aprender por intermédio do diálogo, rompendo


práticas domesticadoras, vislumbra uma busca pela integralidade do indivíduo, favorecendo uma
prática inovadora, os interesses pessoais dos alunos, e a construção dos conhecimentos múltiplos,
entre alunos e professores.

EDUCAÇÃO FÍSICA
A Educação Física é o componente curricular que tematiza as práticas corporais em
suas diversas formas de codificação e significação social, entendidas como manifestações das
possibilidades expressivas dos sujeitos, produzidas por diversos grupos sociais no decorrer da
história. Nessa concepção, o movimento humano estásempre inserido no âmbito da cultura e
não se limita a um deslocamento espaço-temporal de um segmento corporal ou de um corpo
todo.
Nas aulas, as práticas corporais devem ser abordadas como fenômeno cultural
dinâmico, diversificado, pluridimensional, singular e contraditório. Desse modo, é possível
assegurar aos alunos a (re)construção de um conjunto de conhecimentos que permitam ampliar
sua consciência a respeito de seus movimentos e dos recursos para o cuidado de si e dos outros
83
e desenvolver autonomia para apropriação e utilização da cultura corporal de movimento em
diversas finalidades humanas, favorecendo sua participação de forma confiante e autoral na
sociedade.
É fundamental frisar que a Educação Física oferece uma série de possibilidades para
enriquecer a experiência das crianças, jovens e adultos na Educação Básica, permitindo o acesso
a um vasto universo cultural. Esse universo compreende saberes corporais, experiências
estéticas, emotivas, lúdicas e agonistas, que se inscrevem, mas não se restringem, à racionalidade
típica dos saberes científicos que, comumente, orienta as práticas pedagógicas na escola.
Experimentar e analisar as diferentes formas de expressão que não se alicerçam apenas nessa
racionalidade é uma das potencialidades desse componente na Educação Básica. Para além da
vivência, a experiência efetiva das práticas corporais oportuniza aos alunos participar, de forma
autônoma, em contextos de lazer e saúde.
Há três elementos fundamentais comuns às práticas corporais: movimento
corporal como elemento essencial; organização interna (de maior ou menor grau), pautada por
uma lógica específica; e produto cultural vinculado com o lazer/entretenimento e/ ou o cuidado
com o corpo e a saúde.
Portanto, entende-se que essas práticas corporais são aquelas realizadas fora das
obrigações laborais, domésticas, higiênicas e religiosas, nas quais os sujeitos se envolvem em
função de propósitos específicos, sem caráter instrumental. Ressalta-se que as práticas corporais
na escola devem ser reconstruídas com base em sua função social e suas possibilidades materiais.
Isso significa dizer que as mesmas podem ser transformadas no interior da escola.

ENSINO RELIGIOSO
Ao longo da história da educação brasileira, o Ensino Religioso assumiu diferentes
perspectivas teórico-metodológicas, geralmente de viés confessional ou interconfessional. A
partir da década de 1980, as transformações socioculturais que provocaram mudanças
paradigmáticas no campo educacional também impactaram no Ensino Religioso. Em função dos
promulgados ideais de democracia, inclusão social e educação integral, vários setores da
sociedade civil passaram a reivindicar a abordagem do conhecimento religioso e o
reconhecimento da diversidade religiosa no âmbito dos currículos escolares.
Estabelecido como componente curricular de oferta obrigatória nas escolas públicas
de Ensino Fundamental, com matrícula facultativa, (...) cujas natureza e finalidades
pedagógicas são distintas da confessionalidade.
Considerando os marcos normativos e, em conformidade com as competências gerais
estabelecidas no âmbito da BNCC, o Ensino Religioso deve atender os seguintes objetivos:
84
 Proporcionar a aprendizagem dos conhecimentos religiosos, culturais e estéticos, a partir
das manifestações religiosas percebidas na realidade dos educandos;
 Propiciar conhecimentos sobre o direito à liberdade de consciência e de crença, no
constante propósito de promoção dos direitos humanos;
 Desenvolver competências e habilidades que contribuam para o diálogo entre
perspectivas religiosas e seculares de vida, exercitando o respeito à liberdade de
concepções e o pluralismo de ideias, de acordo com a Constituição Federal;
 Contribuir para que os educandos construam seus sentidos pessoais de vida a partir de
valores, princípios éticos e da cidadania.
Cabe ao Ensino Religioso tratar os conhecimentos religiosos a partir de pressupostos
éticos e científicos, sem privilégio de nenhuma crença ou convicção. Isso implica abordar esses
conhecimentos com base nas diversas culturas e tradições religiosas, sem desconsiderar a
existência de filosofias seculares de vida.
No Ensino Fundamental, o Ensino Religioso adota a pesquisa e o diálogo como
princípios mediadores e articuladores dos processos de observação, identificação, análise,
apropriação e ressignificação de saberes, visando o desenvolvimento de competências
específicas. Dessa maneira, busca problematizar representações sociais preconceituosas sobre o
outro, com o intuito de combater a intolerância, a discriminação e a exclusão.
Por isso, a interculturalidade e a ética da alteridade constituem fundamentos
teóricos e pedagógicos do Ensino Religioso, porque favorecem o reconhecimento e respeito às
histórias, memórias, crenças, convicções e valores de diferentes culturas, tradições religiosas e
filosofias de vida.
A relação dialógica rompe as práticas educacionais e culturais
domesticadoras,substituindo-as por um trabalho cultural
humanizado. A prática educativa desenvolve-se não pela
subordinação,mas por meio do diálogo, da comunicação e
solidariedade autêntica entre educador e educando.
Paulo Freire
85
LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP01) Ler e Decodificação / Fluência de Leitura de palavras;
compreender, silenciosamente leitura Leitura coletiva;
e, em seguida, em voz alta, Leitura de textos
TODOS OS CAMPOS com autonomia e fluência, Formaçãodeleitor comgêneros diversos;
VIDA COTIDIANA textos curtos com nível de
Roda de conversa;
VIDA PÚBLICA textualidade adequado. Pesquisa
(EF35LP02)Selecionar livros Projetos didáticos;
ARTÍSTICO Atividade de escrita coletiva;
LITERÁRIO da biblioteca e/ou do cantinho Compreensão do texto
de leitura da sala de aula e/ou Exposição de catazes e slides;
PRÁTICAS
disponíveis em meios digitais Compreensão em leitura Aulas expositivas;
ESTUDOS
para leitura individual, Atividades em grupo;
E PESQUISA
justificando a escolha e
Atividade permanente em leitura;
compartilhando com os
colegas sua opinião, após a Atividades individuais e coletivas;
leitura. Exposição de atividades.
(EF35LP17)Buscar e
selecionar, como apoio do
professor, informações de
interesse sobre
EIXO LEITURA fenômenos sociais e naturais,
explorando textos
informativos.
(EF35LP03)Identificar a
idéia central do texto,
demonstrando compreensão
global.
(EF35LP12) Ler e
compreender, com
autonomia, cartas pessoais,
com expressões, sentimentos
e considerando convenções
do gênero.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03LP24) Ler/ouvir e Compreensão em leitura Leitura de palavras;
compreender, com Leitura coletiva;
autonomia, relatos de Apreciação estética / Estilo Leitura de textos
observações e de pesquisas comgêneros diversos;
em fontes de informações, Escrita colaborativa
Considerando a situação Roda de conversa;
comunicativa e o Projetos didáticos;
tema/assunto do texto. Atividade de escrita coletiva;
(EF35LP23) Apreciar Exposição de catazes e slides;
poemas e outros textos Aulas expositivas;
EIXO ORALIDADE versificados, observando Atividades em grupo;
rimas,a literações e diferentes
Atividade permanente em leitura;
modos de divisão dos versos,
estrofes e refrãos e seu efeito Atividades individuais e coletivas;
de sentido. Exposição de atividades.
(EF35LP13)Memorizar a
grafia de palavras de uso
freqüente nas quais as
relações fonema-grafema são
irregulares e com h inicial que
não representa fonema.
86

(EF03LP13)Planejar e produzir
cartas pessoais e diários, com
expressão de sentimentos e
opiniões, dentre outros gêneros
do campo da vida cotidiana, de
acordo com as convenções dos
gêneros carta e diário e
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto
do texto.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
Convenções dos gêneros carta e Escuta de textos orais Leitura de palavras;
diário e considerando a situação Leitura coletiva;
comunicativa e o tema/assunto Construção do sistema Leitura de textos
do texto. alfabético e da ortografia comgêneros diversos;
(EF35LP18)Escutar, com Roda de conversa;
Construção do sistema
atenção, apresentações de alfabético e da ortografia Projetos didáticos;
trabalhos realizadas por colegas, Atividade de escrita coletiva;
EIXO ORALIDADE
formulando perguntas Segmentação de palavras / Exposição de catazes e slides;
pertinentes ao tema e solicitando classificação de palavras por Aulas expositivas;
esclarecimentos sempre que números de sílabas. Atividades em grupo;
necessário.
Atividade permanente em leitura;
Pesquisa
(EF03LP01)Ler e escrever Atividades individuais e coletivas;
palavras com correspondências Compreensão em leitura Exposição de atividades.
regulares
Contextuais entre grafemas e
fonemas – c/qu; g/gu;r/rr;s/ss; o
(e não u) e e (e não i) em sílaba
EIXO ESCRITA átona em final de palavra – e
com marcas de
nasalidade(til,m,n).

(EF03LP02)Ler e escrever
corretamente palavras com
sílabasCV,V,CVC,CCV,VC,VV
, CVV, dentificando que existem
vogais em todas as sílabas.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
Número de sílabas de palavras, Segmentação de palavras / Aulas expositivas;
classificando-as em classificação de palavras por Atividades em grupo;
monossílabas, dissílabas, números de sílabas. Atividade permanente em leitura;
trissílabas e polissílabas.
Atividades individuais e coletivas;
Pesquisa
(EF35LP17)Buscar e selecionar, Exposição de atividades.
como apoio do professor, Compreensão em leitura
informações de interesse sobre
fenômenos sociais e naturais,
EIXO ESCRITA
explorando textos informativos.

(EF03LP18) Ler e
compreender, com autonomia
textos dos gêneros do campo
jornalístico: tirinhas.
87

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03LP19) Identificar e Compreensão em leitura Leitura de palavras;
discutir o propósito do uso de Leitura coletiva;
recursos de persuasão (cores, Escrita colaborativa Leitura de textos
imagens,escolha de palavras, comgêneros diversos;
jogo de palavras, tamanho de Escrita colaborativa
letras) em textos publicitários Roda de conversa;
e de propaganda, como Planejamento e produção de Projetos didáticos;
EIXO LEITURA Atividade de escrita coletiva;
elementos de convencimento. texto
Exposição de catazes e slides;
(EF03LP21) Produzir Aulas expositivas;
notícias destinadas ao público Atividades em grupo;
infantil, observando os
Atividade permanente em leitura;
recursos de persuasão
utilizados nos textos Atividades individuais e coletivas;
EIXO ESCRITA publicitários. Exposição de atividades.

(EF35LP15)Opinar e
defender ponto de vista sobre
tema polêmico relacionado a
situações vivenciadas na
escola e/ou na comunidade,
EIXO ORALIDADE utilizando registro formal e
estrutura adequada à
argumentação, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto

(EF03LP22)Planejar e
produzir, em colaboração
com os colegas, telejornal
para público infantil com
algumas notícias e textos de
EIXO ANALISE campanhas que possam ser
LINGUÍSTICA repassados oralmente ou em
meio digital, em áudio ou
vídeo, considerando a
situação comunicativa, a
organizaçãoes pecífica d afala
nesses gêneros e o
tema/assunto/finalidade dos
textos.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03LP03)Ler e escrever Construção do sistema Leitura de palavras;
corretamente palavras com os alfabético e da ortografia. Leitura coletiva;
dígrafos lh,nh,ch. Leitura de textos
Conhecimento das diversas comgêneros diversos;
(EF03LP07)Identificar a grafia do alfabeto /
função na leitura e usar na acentuação. Roda de conversa;
escrita ponto final, ponto de Projetos didáticos;
interrogação,ponto de Atividade de escrita coletiva;
exclamação e, em diálogos Exposição de catazes e slides;
EIXO ANALISE
(discurso direto), dois-pontos Aulas expositivas;
LINGUÍSTICA
e travessão. Atividades em grupo;
Atividade permanente em leitura;
Atividades individuais e coletivas;
Exposição de atividades.
.
88

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03LP11)Ler e Compreensão em leitura Leitura de palavras;
TODOS OS CAMPOS compreender, com Leitura coletiva;
VIDA COTIDIANA autonomia, textos injuntivos Formação do Leitor literário Leitura de textos
VIDA PÚBLICA instrucionais (receitas, comgêneros diversos;
ARTÍSTICO instruções de montagem etc.), Construção do sistema Roda de conversa;
LITERÁRIO com a estrutura própria desses alfabético / Convenções da Projetos didáticos;
PRÁTICAS textos (verbos imperativos, escrita. Atividade de escrita coletiva;
ESTUDOS indicação de passos a seguir) Exposição de catazes e slides;
E PESQUISA e mesclando palavras, Escrita colaborativa Aulas expositivas;
imagens e recursos gráfico- Atividades em grupo;
visuais,considerando a Atividade permanente em leitura;
EIXO LEITURA situação comunicativa e o Atividades individuais e coletivas;
tema/assunto do texto. Exposição de atividades.
(EF35LP21)Ler e
compreender, de forma
autônoma, fábulas e contos,
lendas.
(EF35LP07) Utilizar, ao
produzir um texto,
conhecimentos linguísticos e
EIXO ESCRITA gramaticais, tais como
ortografia, regras básica de
concordância nominal e
verbal, pontuação (ponto
final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação,
vírgulas em enumerações) e
pontuação do discurso direto,
quando for o caso.
(EF03LP14)Planejar e
produzir textos injuntivos
instrucionais, com a
estrutura própria desses
textos (verbos imperativos,
indicação de passos a ser
seguidos) e mesclando
palavras, imagens e recursos
gráfico-visuais,
considerando a situação
comunicativa e o
tema/assunto do texto.
LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
DEATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP11) Ouvir Escrita autônoma Leitura de palavras;
gravações, canções, textos Leitura coletiva;
falado sem diferentes Construção do sistema Leitura de textos
EIXO ESCRITA variedades linguísticas, alfabético comgêneros diversos;
identificando características Roda de conversa;
regionais, urbanas e rurais da Convenções de escrita. Projetos didáticos;
fala e respeitando as diversas Atividade de escrita coletiva;
variedades linguísticas como Construção do sistema Exposição de catazes e slides;
características do uso da alfabético Aulas expositivas;
língua por diferentes grupos Atividades em grupo;
EIXO ORALIDADE regionais ou diferentes Atividade permanente em leitura;
culturas locais, rejeitando Atividades individuais e coletivas;
preconceitos linguísticos. Exposição de atividades.
89

EIXO (EF03LP04)Usar acento


ANÁLISE gráfico (agudo ou
LINGUÍSTICA circunflexo) em monossílabos
tônicos terminados em a,e,o e
m palavras oxítonas
terminadas em a,e,o, seguidas
ou não de s.
(EF03LP06)Identificar a
sílaba tônica em palavras,
classificando-as em oxítonas,
paroxítonas e proparoxítonas.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP08) Utilizar, ao Construção do sistema Leitura de palavras;
produzir um texto, recursos alfabético / estabelecimento Leitura coletiva;
de referenciação (por de relações anafóricas na Leitura de textos
TODOS OS CAMPOS substituição lexical ou por referenciação e construção da comgêneros diversos;
VIDA COTIDIANA pronomes pessoais, coesão. Roda de conversa;
VIDA PÚBLICA possessivos e Projetos didáticos;
ARTÍSTICO demonstrativos), vocabulário Compreensão em leitura Atividade de escrita coletiva;
LITERÁRIO apropriado ao gênero, Exposição de catazes e slides;
PRÁTICAS recursos de coesão Escrita colaborativa. Aulas expositivas;
ESTUDOS pronominal (pronomes Atividades em grupo;
E PESQUISA anafóricos) e articuladores de Atividade permanente em leitura;
relações de sentido (tempo, Atividades individuais e coletivas;
causa, oposição, conclusão, Exposição de atividades.
comparação), com nível
suficiente de informatividade.
(EF35LP26) Ler e
compreender, com certa
autonomia, narrativas
EIXO LEITURA
ficcionais que apresentem
cenários e personagens,
observando os elementos da
estrutura narrativa: enredo,
tempo, espaço, personagens,
narrador e a construção do
discurso indireto e discurso
direto.
LÍNGUA PORTUGUESA
.
ANO:3ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
EF03LP25) Planejar e Forma de composição de Leitura de palavras;
EIXO ESCRITA produzir textos para gêneros orais. Leitura coletiva;
apresentar resultados de Leitura de textos
observações e de pesquisas Construção do sistema comgêneros diversos;
em fontes de informações, alfabético e de ortografia. Roda de conversa;
incluindo, quando pertinente, Projetos didáticos;
imagens, diagramas e Morfologia (pronomes) Atividade de escrita coletiva;
gráficos ou tabelas simples Exposição de catazes e slides;
considerando a situação Aulas expositivas;
comunicativa e o Atividades em grupo;
tema/assunto do texto. Atividade permanente em leitura;
Atividades individuais e coletivas;
Exposição de atividades.
90

EIXO ORALIDADE (EF35LP10) Identificar


gêneros discurso oral,
utilizados em diferentes
situações e contextos
comunicativos, e suas
características linguístico-
expressivas e
composicionais (conversação
espontânea, conversação
telefônica,
Entrevistas pessoais,
entrevistas no rádio ou na
TV, debate, noticiário de
rádio e TV, narração de
jogos esportivos no rádio e
TV, aula, debate etc.).

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:3ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03LP08) Identificar e Construção do sistema Leitura de textos com gêneros
EIXO diferenciar, em textos, alfabético e de ortografia. diversos;
ANÁLISE substantivos e verbos e suas
Morfologia (pronomes) Roda de conversa;
LINGUÍSTICA funções na oração: agente,
ação, objeto da ação. Projetos didáticos;
(EF35LP14) Identificar em Atividade de escrita coletiva;
textos e usar na produção Exposição de catazes e slides;
textual pronomes pessoais, Aulas expositivas;
possessivos e demonstrativos, Atividades em grupo;
com o recurso coesivo Atividade permanente em leitura;
anafórico. Atividades individuais e coletivas;
Exposição de atividades.

ARTE
ANO:3ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF15AR02) Explorar e Elementos da Linguagem Apreciação de imagens de
reconhecer elementos Visual: Ponto, Linha, Forma, diferentes artistas
constitutivos das artes visuais Cor, Textura, Espaço..
(ponto, linha, forma, cor, Trabalhos práticos de desenho,
Leitura de imagem artistíscas colagem, construção, etc.
espaço, movimento etc.).
(EF15AR04) Experimentar Trabalhos plásticos, usando
Diferentes formas de Apresentação de imagens e vídeos
diferentes recursos e materiais para a turma
expressão artística, fazendo (desenho, pintura, colagem,
ARTES VISUAIS
uso sustentável de materiais, modelagem, fotografia, etc)
instrumentos, recursos e Explorar o ambiente da escola e
técnicas convencionais e não Produções artisticas de suas difentes sonoridades.
convencionais. diverentes grupos etnicos
(EF15AR03) Reconhecer e (indiginas, africanos, Identificar artesãos locais
analisar ainfluência de europeus).
distintas matrizes estéticas e
culturais das artes visuais nas Exercícios explorando a produção
Arte popular e erudita. de sons a partir do próprio corpo.
manifestações artísticas das
culturas locais, regionais Paisagem sonora
enacionais. Produção de instrumentos musicais
O som, corpo e movimento alternativos.
91

ARTE
ANO:3ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF1AR013) Perceber e Produções artisticas de Apreciação de imagens de
explorar os elementos diverentes grupos etnicos diferentes artistas
constitutivos e as (indiginas, africanos,
propriedades sonoras da europeus). Trabalhos práticos de desenho,
música (altura, intensidade, colagem, construção, etc.
MÚSICA timbre, melodia e ritmo). Arte popular e erudita.
Apresentação de imagens e vídeos
(EF1AR015) Explorar fontes Paisagem sonora para a turma
sonoras diversas, como as
existentes no próprio corpo O som, corpo e movimento Explorar o ambiente da escola e
(palmas, voz, percussão suas difentes sonoridades.
corporal).
Identificar artesãos locais

Exercícios explorando a produção


de sons a partir do próprio corpo.

Produção de instrumentos musicais


alternativos.

ARTE
ANO:3ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF1AR013) Perceber e Processos de criação: criar Apreciação de imagens de
MÚSICA explorar os elementos movimentos cênicos diferentes artistas
constitutivos e as utilizando contação de
propriedades sonoras da Trabalhos práticos de desenho,
narrativas: fábulas, lendas,
música (altura, intensidade, colagem, construção, etc.
timbre, melodia e ritmo). contos e etc.
(EF15AR05) Experimentar Apresentação de imagens e vídeos
diferentes formas de Folclore local e regional:
dança, teatro, música e artes para a turma
DANÇA orientação do espaço e ritmo
na construção do movimento visuais.
dançado. Explorar o ambiente da escola e
(EF15AR11) Criar e suas difentes sonoridades.
improvisar movimentos
dançado de modo individual, Identificar artesãos locais
coletivo e colaborativo.
(EF15AR19) Descobrir Exercícios explorando a produção
teatralidades navida cotidiana, de sons a partir do próprio corpo.
identificando elementos
teatrais (variadas entonações
de voz, diferentes Produção de instrumentos musicais
fisicalidades, diversidade de alternativos.
TEATRO
personagens e narrativas etc.).
(EF15AR20) Experimentar o
trabalho colaborativo,
coletivo e autoral em
improvisações teatrais e
processos narrativos criativos
em teatro, explorando desde a
teatralidade dos gestos e das
ações do cotidiano até
elementos de diferentes
matrizes estéticas e culturais.
92
EDUCAÇÃO FÍSICA
ANO:3ºANO 1° e 3° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF12EF01) Experimentar, Brincadeiras e jogos da Realizar jogos e brincadeiras
fruir e recriar diferentes cultura popular presentes no populares coletivamente;
brincadeiras e jogos da cultura contexto comunitário e
popular presentes no contexto regional Planejar de forma inclusiva a
comunitário e regional, participação de todos os alunos em
reconhecendo e respeitando as jogos de matriz indígena e africana.
diferenças individuais de
desempenho dos colegas. Registrar, por diferentes modos, os
Educação Física (EF12EF02) Explicar, por jogos populares realizados pelos
(Corpo e meio de múltiplas linguagens alunos
Movimento) (corporal, visual, oral e
escrita), as brincadeiras e os Recriar jogos populares, partindo
jogos populares do contexto de sua estrutura inicial, para
comunitário e regional, desenvolver novos modos de
reconhecendo e valorizando a brincar e jogar
importância desses jogos e
brincadeiras para suas culturas
de origem.
(EF12EF03) Planejar e
utilizar estratégias para
resolver desafios de
brincadeiras e jogos populares
do contexto comunitário e
regional, com base no
reconhecimento das
características dessas práticas.
(EF12EF04) Colaborar na
proposição e na produção de
alternativas para a prática, em
outros momentos e espaços, de
brincadeiras e jogos e demais
práticas corporais tematizadas
na escola, produzindo textos
(orais, escritos, audiovisuais)
para divulgá-las na escola e na
comunidade.
EDUCAÇÃO FÍSICA
ANO:3ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF12EF05) Experimentar e Esportes de marca Realizar práticas esportivas, de
fruir, prezando pelo trabalho Os esportes de marca modo lúdico, que introduzam os
coletivo e pelo protagonismo, a são aqueles em que os alunos no universo das
prática de esportes de marca e competidores disputam competições esportivas.
de precisão, identificando os através da comparação entre Estimulando o respeito, a
elementos comuns a esses suas marcas. Nas corridas, tolerância e a ética.
esportes. por exemplo, vence quem
(EF12EF06) Discutir a realizar o percurso no menor Desenvolver práticas esportivas
Educação Física importância da observação das tempo possível. Nos que envolvam o arremesso de
(Esportes) normas e das regras dos arremessos, a meta e atingir a bolas e outros tipos de lançamento,
esportes de marca e de precisão maior distância etc. tais como boliche, basquete etc.
para assegurar a integridade
própria e as dos demais Esportes de precisão Explorar os diferentes movimentos
participantes. O Esporte de Precisão é um da ginástica, através de atividades
(EF12EF07) Experimentar e conjunto de modalidades que lúdicas, trabalhando a consciência
fruir e identificar diferentes se caracterizam por corporal e coordenação.
elementos básicos da ginástica arremessar/lançar um objeto,
Ginástica geral (equilíbrios, saltos, giros, procurando acertar um alvo
rotações, acrobacias, com e sem específico, estático ou em
materiais) e da ginástica geral, movimento.
de forma individual e em
pequenos grupos, adotando
procedimentos de segurança.
93
MATEMÁTICA
ANO:3ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03MA01) Ler, escrever e Leitura, escrita, comparação e Utilização de jogos e materiais
comparar números naturais de ordenação de números concretos com: tampinhas, palitos,
até a ordem de unidade de naturais de quatro ordens. canudos, fichas com números e
milhar, estabelecendo relações roleta.
entre os registros numéricos e Composição e decomposição
em línguam a terna. de números naturais.
(EF03MA02) Identificar
características do sistema de Construção de fatos
NÚMEROS numeração decimal, utilizando (continhas) fundamentais da
a composição e a decomposição adição, subtração e
de número natural de até quatro multiplicação.
ordens.
(EF03MA03) Construir e
utilizar fatos básicos da adição
e da multiplicação para o
cálculo mental ou escrito.
MATEMÁTICA
ANO:3ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
DEATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03MA06) Resolver e Problemas envolvendo Utilização de jogos e materiais
elaborar problemas de adição e significados da adição e da concretos com: tampinhas, palitos
subtração com os significados subtração: juntar, acrescentar, canudos, fichas com números e
de juntar, acrescentar, separar, separar, retirar, comparar e roleta.
retirar, comparar e completar completar quantidades.
quantidades, utilizando Identificação e descrição de Material concreto envolvendo
diferentes estratégias de cálculo regularidades em sequências números, como função social do
exato ou aproximado, incluindo numéricas recursivas. aluno.
cálculo mental.
(EF03MA10) Identificar Medidas de tempo: leitura de Utilização de calendário, jogos,
regularidades em sequências horas em relógios digitais e tipos de relógios, exposição de
NÚMEROS ordenadas de números naturais, analógicos, duração de material concreto.
resultantes da realização de eventos e reconhecimento de
adições ou subtrações relações entre unidades de
sucessivas, por um mesmo medida de tempo.
número, descrever uma regra de
formação da sequência e
determinar elementos faltantes
ou seguintes.
(EF03MA22) Ler e registrar
medidas e intervalos de tempo,
utilizando relógios (analógico e
digital) para informar os
horários de início e término de
realização de uma atividade e
sua duração.
(EF03MA23) Ler horas em
relógios digitais eem relógios
analógicos e reconhecer a
relação entre horas e minutos e
entre minutos e segundos. Para
informar os horários de início e
término de realização de uma
atividade e sua duração.
MATEMÁTICA
ANO:3ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
94
(EF03MA04) Estabelecer a Reta numérica; Rodas de conversas para iniciação
relação entre números naturais dos objetos de conhecimento.
e pontos da reta numérica para Procedimentos de cálculo
utilizá-la na ordenação dos (mental e escrito) com Organização de uma Sequência
números naturais e também na números naturais: adição e Didática, abordando toda a
construção de fatos da adição e subtração; unidade temática Número.
da subtração, relacionando-os
com deslocamentos para a Problemas envolvendo Resolução de situações-
direita ou para a esquerda. diferentes significados da problemas por meio de diferentes
(EF03MA05) Utilizar diferentes multiplicação e da divisão: estratégias seja mental ou escrito.
procedimentos de cálculo adição de parcelas iguais,
mental e escrito para resolver configuração retangular,
Problemas significativos repartição em partes iguais e
envolvendo adição e subtração medida;
com números naturais.
NÚMEROS (EF03MA07) Resolver e Relação de igualdade;
elaborar problemas de
multiplicação (por 2, 3, 4, 5
e 10) com os significados de
adição de parcelas iguais e
elementos apresentados em
disposição retangular,
utilizando diferentes estratégias
de cálculo e registros.
ÁLGEBRA (EF03MA11) (Relação de
igualdade) Compreender a
ideia de igualdade para
escrever diferentes sentenças
de adições ou de subtrações de
dois números naturais que
resultem na mesma soma ou
diferença.
MATEMÁTICA
ANO:3ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
EF03MA13) Associar figuras Figuras geométricas espaciais Exploração e exposição de objetos
geométricas espaciais (cubo, (cubo, bloco retangular, que tenham a forma parecida com
bloco retangular, pirâmide, pirâmide, cone, cilindro e os sólidos geométricos forma dos
cone, cilindro e esfera) ao esfera): reconhecimento, apenas por partes planas, para que
objetos do mundo físico e análise de características e identifiquem faces, arestas e
nomear essas figuras. planificações; vértices e, se apropriem do
(EF03MA14) Descrever vocabulário correto.
características de algumas Figuras geométricas planas
figuras geométricas espaciais (triângulo, quadrado,
(prismas retos, pirâmides, retângulo, trapézio e
GEOMETRIA cilindros, cones), relacionando- paralelogramo):
as com suas planificações. reconhecimento e análise de
(EF03MA15) Classificar e características;
comparar figuras planas
(triângulo, quadrado, retângulo,
trapézio e paralelogramo)
em relação a seu
lados (quantidade, posições
relativas e comprimento) e
vértices.

MATEMÁTICA
ANO:3ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03MA08) Resolver e Problemas envolvendo Verificação dos conhecimentos
elaborar problemas de divisão diferentes significados da prévios dos alunos acerca da leitura
NÚMEROS de um número natural por outro multiplicação e da divisão: de quantias, surgimento do
95
(até 10), com resto zero e com adição de parcelas iguais, dinheiro, material que são feitas as
resto diferente de zero, com os configuração retangular, cédulas e as moedas e etc.
significados de repartição repartição em partes iguais e Construção de um mercadinho
equitativa e de medida, por medida. na sala de aula, com embalagens,
meio de estratégias e registros rótulos e os preços, no qual os
pessoais. Medidas de comprimento alunos possam utilizar dinheirinho,
(EF03MA19) Estimar, medir e (unidades não convencionais pagando pelos produtos
comparar comprimentos, E convencionais): registro, comprados e dando troco, quando
utilizando unidades de medida instrumentos de medida, necessário.
não padronizadas e estimativas e comparações. Jogo das moedas: recorte moedas
padronizadas mais usuais e notas e monte as cartelas;
(metro, centímetro e milímetro) Sistema monetário brasileiro: embaralhe-as e coloque-as em
ÁLGEBRA
e diversos instrumentos de estabelecimento de monte sobre a mesa, viradas para
medida. equivalências de um mesmo baixo; cada jogador, na suavez,
(EF03MA24) Resolver e valor na utilização de compra uma carta até que as cartas
elaborarproblemas que diferentes cédulas e moedas. do monte acabem; faz-se a
envolvam a comparação e a contagem dos pontos contando o
equivalência de valores número de reais de cada jogador;
monetários do sistemabrasileiro ganha quem tiver mais pontos, ou
emsituações de compra,venda e seja, mais reais.
troca. Resolução de situações-
problemas por meio de diferentes
estratégias seja mental ou escrito.

CIÊNCIAS
ANO:3ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03CI04) Identificar Características e Leitura em vo zalta
características sobre o modo de desenvolvimento dos animais
Leitura coletiva
vida (o que comem, como se
reproduzem, como se deslocam Classificação dos animais: Pesquisas e experimentos
etc.) dos animais mais comuns vertebrados e invertebrados Leitura e escrita através de textos
no ambiente próximo. informativos e didáticos.
(EF03CI05) Descrever e Alimentação dos animais:
comunicar as alterações que carnívoros, ovíparos e Organizar a turma em grupos
ocorrem desde o nascimento em herbívoros propor que eles pesquisem em
VIDA E animais de diferentes meios jornais e revistas imagens de
EVOLUÇÃO terrestres ou aquáticos, Locomoção dos animais animais vivíparos e ovíparos,
inclusive o homem. recorte-as e cole-as em folha
(EF03CI06) Comparar alguns Respiração dos animais avulsa, em seguida escrever uma
animais e organizar grupos com frase sobre o nascimento de cada
base em características externas Reprodução dos animais grupo desses animais.
comuns (presença de penas, Dentro desse contexto, pode-se
pelos, escamas, bico, garras, Saúde auditiva e visual utilizar as modalidades
antenas, patas etc) organizativas de ensino
(EF03CI03) Discutir habitos Hábitos saudáveis para a (sequência didática, atividade
SAÚDE necessários para a manutenção saude auditiva e visual permanente, projeto didático).
da saúde auditiva e visual
considerando as condições do Deficiências relacionadas a
ambiente em termos de som e audição e visão.
luz.

CIÊNCIAS
ANO:3ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03CI07) Identificar Característicasda Terra Leitura, pesquisas e experimentos.
características da Terra (como
seu formato esférico, a presença Representações das formas da Texto sinformativos e didáticos.
de água, solo etc.), com base na terra
observação, manipulação e Trabalho com globo terrestre e e
comparação de diferentes Estrutura interna da terra planisfério,
formas de representação do
planeta (mapas, globos, Observação do céu Representação dos continentes,
fotografias etc). mares, oceanos e países.
96
(EF03CI08) Observar, Interação entre a terra, o sol e Texto sinformativos e didáticos.
identificar e registrar os a lua: períodos diários
períodos diários (dia e/ou noite) Trabalho com globo terrestre e e
em que o Sol, demais estrelas, Usos do solo planisfério,
Lua e planetas estão visíveis no
céu. Componentes do solo Representação dos continentes,
(EF03CI09) Comparar mares, oceanos e países.
diferentes amostras de solo do Características do solo: cor,
entorno da escola com base em permeabilidade e porosidade Atividade prática: Os solos são
TERRA E características como cor, todos iguais?
UNIVERSO textura, cheiro, tamanho das Formação do solo
partículas, permeabilidade etc. Disponibilizar três tipos de solo
(EF03CI10) Identificar os A utilização e a importância que podem ser coleta do próximo
diferentes usos do solo do solo para os seres vivos da escola: arenoso, argiloso e outro
(plantação e extração de rico em matéria orgânica.
materiais, dentre outras Técnicas de cultivo do solo
possibilidades), reconhecendo a Separar as amostras em um papel e
importância do solo para a Poluição do solo verificar o tamanho das partículas,
agricultura e para a vida. a cor e os restos de plantas ou
(EF03CI03) Discutir hábitos animais, se possível utilizar uma
necessários para a manutenção lupa.
da saúde auditiva e visual
considerando as condições do Organizar essas características em
ambiente em termos de som e tabela.
luz.
Dentro desse contexto, pode-se
utilizar as modalidades
organizativas de ensino (sequência
didática, atividade permanente,
projeto didático).
CIÊNCIAS
ANO:3ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF03CI01) Produzir diferentes Produção do som Leitura textual.
sons apartir da vibração de
variados objetos e identificar
O que é osom Manuseio de objetos que emitem
variáveis que influem nesse
fenômeno. vários tipos de sons
(EF03CI02)Experimentar e Percebendo o som
relatar o que ocorre com a Explicar que o som é semelhante à
MATÉRIA E passagem da luz através de
O eco mola, pois é formado por ondas que
ENERGIA objetos transparentes (copos,
podem comprimir e se expandir,
janelas de vidro, lentes, prismas,
água etc.), no contato com Efeito da luz nos materiais agitando as moléculas presentes no
superfícies polidas (espelhos) e ar até chegar aos nossos ouvidos.
na intersecção com objetos Os fenômenos ópticos
opacos (paredes, pratos, pessoas (reflexão, refração e absorção Observar que a luz reflete através
e outros objetos de uso de objetos.
da luz).
cotidiano).

GEOGRAFIA
ANO:3ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF01GEO3) Estabelecer a A cidade e o campo: Roda de conversa para levantar os
relação existente entre a cidade aproximações e diferenças. conhecimentos prévios;
e o campo, tendo por referência
o município de Magé. Paisagens do município; Analisar imagens entre cidade e
(EF01GEO4) Reconhecer as campo para descrever semelhanças
diferentes paisagens do Paisagens do Município de e diferenças.
O SUJEITO E SEU município de Magé (mata Magé e sua localização no
LUGAR NO atlântica / mague) comparando- País; Investigar os diferentes biomas
MUNDO as a de outras regiões do país. presentes no município.
(EF01GEO6) Investigar os Espaços públicos e privados
usos dos recursos naturais, com e a conservação dos mesmos.
97

destaque para o uso da água em A natureza como fonte de


atividades cotidianas recursos.
(alimentação, higiene, cultivo
de plantas etc.), e discutir os Os impactos causados pelas
problemas ambientais diferentes ações do homem
provocados por esses usos. sobre os recursos naturais
(degradação e preservação)

GEOGRAFIA
ANO:3ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF01GE10) Identificar Meios de transporte e Roda de conversa para
diferentes meios de transporte e comunicação; levantamento prévio dos
comunicação e sua importância conhecimentos.
para o desenvolvimento das Representações cartográficas;
cidades;
NATUREZA, EF01GEO11) Identificar e A natureza como fonte de Pesquisa sobre as principais formas
AMBIENTES E elaborar diferentes formas de recursos; de transporte na cidade.
QUALIDADE DE representação do espaço, tendo
VIDA por base a cidade de Magé Os impactos causados pelas A relevância dos trens no
(desenhos, mapas e maquetes); diferentes ações do homem trasnporte público mageense.
(EF01GEO9) Reconhecer a sobre os recursos naturais
importância da utilização e (degradação e preservação)
Atividades com textos
conservação dos espaços
públicos e privados em seu informativos;
FORMAS DE lugar de vivência.
REPRESENTAÇÃO (EF01GEO13) Conhecer Produção de textos;
E diferentes formas de uso de
PENSAMENTO materiais recicláveis como
ESPACIAL Visita aos locais públicos
umas das formas para o uso
racional dos recursos naturais.

HISTÓRIA
ANO:3ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF02HI06)Identificar os Conhecer os marcos de Leitura compartilhada.
registros de memória na cidade memória: lugares de memória
(nomes de ruas, monumentos, (ruas, praças, escolas, Produção de cartaz sobre
edifícios etc.), discutindo os monumentos, museus etc.). semelhanças e diferenças da zona
critérios que explica na escolha urbana e rural.
O LUGAR
desses nomes. Histórias dos bairros, ruas e
ONDE VIVE EF02HI11) Identificar casas do município onde mora. Produção e exibição de vídeos
diferenças entre as formas de
trabalho na cidade e no campo, Pesquisa sobre os espaços públicos
Área urbana e rural:
considerando também o uso da e privados do município e as áreas
semelhanças e diferenças;
tecnologia nesses diferentes de conservação e as atividades culturais
contextos.
(EF02HI12) Comparar as Modo de vida de algumas
comunidades indígenas e
relações de trabalho e lazer do
quilombolas.
A NOÇÃO DE presente com outros tempos e
ESPAÇO PÚBLICO espaços, analisando mudanças e A cidade, seus espaços
E PRIVADO permanências. públicos e privados e suas
(EF02HI06)Identificar os áreas de conservação
registros de memória na cidade ambiental.
(nomes de ruas, monumentos,
edifícios etc.), discutindo os A cidade e suas atividades;
critérios que explica na escolha trabalho, cultura e lazer
desses nomes.
98

HISTÓRIA
ANO:3ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF02HI06)Identificar os Conhecer os marcos de Leitura compartilhada.
registros de memória na cidade memória: lugares de memória
(nomesde ruas, monumentos, (ruas, praças, escolas, Produção de cartaz sobre
O LUGAR edifícios etc.), discutindo os monumentos, museus etc.). semelhanças e diferenças da zona
critérios que explica na escolha urbana e rural.
ONDEIVE
desses nomes. Histórias dos bairros, ruas e
(EF02HI11) Identificar Produção e exibição de vídeos
casas do município onde
diferenças entre as formas de
trabalho na cidade e no campo, mora.
Pesquisa sobre os espaços públicos
considerando também o uso da e privados do município e as áreas
tecnologia nesses diferentes Área urbana e rural:
de conservação e as atividades
contextos. Semelhanças e diferenças; culturais atuais e antigas do
A NOÇÃO DE (EF02HI12) Comparar as município.
ESPAÇO PÚBLICO relações de trabalho e lazer do Modo de vida de algumas
E PRIVADO presente com outros tempos e comunidades indígenas e
espaços, analisando mudanças e quilombolas.
permanências.
A cidade, seus espaços
(EF02HI01)Identificar os públicos e privados e suas
grupos populacionais que áreas de conservação
AS PESSOAS E OS formam a cidade, o município ambiental.
GRUPOS QUE e a região.
COMPÕEM A (EF02HI04)Identificar os A cidade e suas atividades;
CIDADE E O patrimônios históricos e trabalho, cultura e lazer
MUNICÍPIO. culturais, sociais e políticas
para que assim sejam
considerados.

ENSINO RELIGIOSO
ANO:3ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS
(EF03ER01) Identificar e respeitar os diferentes espaços e Espaços e territórios religiosos
IDENTIDADES E territórios e de diferentes tradições e movimentos religiosos.
ALTERIDADES Práticas celebrativas
(EF03ER02) Caracterizar os espaços e territórios religiosos
como locais de realização das práticas celebrativas.
MANIFESTAÇÕES
RELIGIOSAS (EF03ER03) Identificar e respeitar práticas celebrativas
(cerimônias, orações, festividades, peregrinações, entre outras)
de diferentes tradições religiosas.
ENSINO RELIGIOSO
ANO:3ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS
(EF03ER04) Caracterizar as práticas celebrativas como parte Práticas celebrativas
MANIFESTAÇÕES integrante do conjunto das manifestações religiosas de diferentes
RELIGIOSAS culturas e sociedades. Indumentárias religiosas
(EF03ER05) Reconhecer as indumentárias (roupas, acessórios,
símbolos, pinturas corporais) utilizadas em diferentes
manifestações e tradições religiosas.
(EF03ER06) Caracterizar as indumentárias como elementos
integrantes das identidades religiosas.
99
LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP01) Ler e Decodificação/Fluência de Leitura de palavras;
TODOS OS compreender, silenciosamente leitura
CAMPOS e, em seguida, em voz alta, com Leitura coletiva;
autonomia e fluência, textos Formação de leitor
curtos com nível de Leitura de textos com gêneros
VIDA COTIDIANA textualidade adequado. Compreensão em leitura diversos;
(EF35LP02) Selecionar livros
da biblioteca e ou do cantinho Literatura /Leitura multi Roda de conversa;
VIDA PÚBLICA de leitura da sala de aula e/ou semiótica
disponíveis em meios digitais Roda de Leitura
para leitura individual.
ARTÍSTICO (EF04LP09)Ler e Sequência didática
LITERÁRIO compreender, com autonomia,
boletos, faturas e carnês, comas Projetos didáticos
convenções do gênero (campos,
PRÁTICAS itens elencados, medidas de Atividade permanente
ESTUDOS E consumo, código de barras).
PESQUISA (EF04LP14)Identificar em Leitura em voz alta
notícias, fatos, participantes,
local e fatos noticiados.
EIXO (EF04LP19)Ler e compreender
LEITURA textos expositivos de
divulgação científica,
considerando a situação
comunicativa.
(EF35LP22)Perceber diálogos
em textos narrativos o uso de
variedades linguísticas no
discurso direto.
LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04LP11)Planejar e Construção do sistema Atividades de escrita coletiva;
produzir, com autonomia, alfabético/ Convenções da
cartas pessoais de reclamação, escrita Exposição de cartazes, slides;
dentre outros gêneros do campo
da vida cotidiana. Aulas expositivas dialogadas;
Escrita colaborativa
(EF04LP16)Produzir notícias
sobre fatos ocorridos no Produção de texto coletivo;
universo escolar, digitais ou Ortografia: palavras com L no
EIXOESCRITA
impressas, para o jornal da final Produção de texto autônoma;
escola, noticiando os fatos e
seus atores e comentando Produção de textos Reescrita de texto;
decorrências, de acordo com
as convenções do gênero Produção de texto descritivo
notícia e considerando a Escrita autônoma e
situação comunicativa e o compartilhada
tema/assunto do texto.
(EF04LP21) Planejar e Ortografia: palavras com
produzir textos sobre temas de c/s/ss/ç
interesse, com base em
resultados de observações e
Gêneros textuais: Quadrinhos,
pesquisasem fontes de
informações impressas ou tirinhas
eletrônicas, incluindo, quando
pertinente, imagens e gráficos
ou tabelas simples,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto
do texto.
100

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP26)Ler e Gêneros textuais: Quadrinhos, Produção de texto coletivo;
compreender, com certa tirinhas
autonomia, narrativas ficcionais Produção de texto autônoma;
que apresentem cenários e
personagens, observando os Reescrita de texto;
elementos da estrutura
narrativa: enredo, tempo, Produção de quadrinhos e tirinhas.
EIXOESCRITA espaço, personagens, narrador e
a construção do discurso
indireto e discurso direto.
(EF15LP14) Construir o
sentido de histórias em
quadrinhos e tirinhas,
relacionando imagens e
palavras e interpretando
recursos gráficos (tipos de
balões, de letras, onomatopeias
é etc.)..

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP01) Ler e Decodificação/Fluência de Leitura de palavras;
TODOS OS compreender, silenciosamente leitura;
CAMPOS e, em seguida, em voz alta, com Leitura coletiva;
autonomia e fluência, textos Formação de leitor;
curtos com nível de Leitura de textos com gêneros
VIDA textualidade adequado. Compreensão em leitura; diversos;
COTIDIANA (EF35LP02) Selecionar livros
da biblioteca e/ou do cantinho Formação do leitor literário/ Roda de conversa;
de leitura da sala de aula e/ou Leitura multissemiótica;
VIDA PÚBLICA disponíveis em meios digitais Roda de Leitura;
para leitura individual. Forma de composição dos
(EF04LP09) Ler e textos Coesão e articuladores; Sequência didática;
ARTÍSTICO compreender, com autonomia,
LITERÁRIO boletos, faturas e carnês, com Forma de composição textos Projetos didáticos;
as convenções do gênero poéticos;
(campos, itens elencados, Leitura em voz alta
PRÁTICAS medidas de consumo, código de Construção do sistema
ESTUDOS E barras). alfabético; Atividades de escrita coletiva e
PESQUISA (EF04LP14) Identificar, em individual;
notícias, fatos, participantes, Convenções da escrita;
local e fatos noticiados. Exposição de cartazes, slides;
(EF04LP19) Ler e Escrita colaborativa;
EIXOLEITURA compreender textos expositivos Aulas expositivas dialogadas;
de divulgação científica, Escrita autônoma e
considerando a situação compartilhada; Atividades de escrita coletiva;
comunicativa.
EIXOESCRITA (EF35LP22) Perceber diálogos Produção de textos. Exposição de cartazes, slides;
em textos narrativos, o uso de
variedades linguísticas no Produção de texto coletivo;
discurso direto. Cartas de
reclamação (revista infantil), Produção de texto autônoma;
digitais ou impressos, a
formatação e diagramação Reescrita de texto;
específica de cada um desses
gêneros, inclusive em suas Produção de texto descritivo;
versões orais.
101

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04LP23) Identificar e Decodificação/Fluência de Leitura de palavras;
EIXO ESCRITA reproduzir, em verbetes de leitura;
Leitura coletiva;
enciclopédia infantil, digitais
ou impressos, a formatação e Formação de leitor; Leitura de textos com gêneros
diagramação específica desse diversos;
gênero (título do verbete, Compreensão em leitura; Roda de conversa;
definição, detalhamento,
curiosidades). Formação do leitor literário/ Roda de Leitura;
(EF35LP31) Identificar, em Leitura multissemiótica; Sequência didática;
textos versificados, efeitos de
EIXO DA sentido decorrentes do uso de Forma de composição textos Projetos didáticos;
ORALIDADE recursos rítmicos e sonoros e de poéticos; Leitura em voz alta
metáforas.
Atividades de escrita coletiva e
(EF35LP07) Produzir texto, Construção do sistema
individual;
com conhecimentos alfabético;
linguísticos e gramaticais Exposição de cartazes, slides;
(ortografia, concordância Convenções da escrita;
Aulas expositivas dialogadas;
nominal e verbal, pontuação,
ponto final, exclamação, Escrita colaborativa; Atividades de escrita coletiva;
interrogação e virgulas. Exposição de cartazes, slides;
(EF04LP21) Planejar e
produzir textos sobre temas de Produção de texto coletivo;
interesse, com base em Produção de texto autônoma;
resultados de observações e
pesquisas em fontes de Reescrita de texto;
informações impressas ou Produção de texto descritivo;
eletrônicas, incluindo, quando
pertinente, imagens e gráficos
ou tabelas simples,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto
do texto.
LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04LP23) Identificar e Decodificação/Fluência de Leitura de palavras;
EIXO ESCRITA reproduzir, em verbetes de leitura;
Leitura coletiva;
enciclopédia infantil, digitais
ou impressos, a formatação e Formação de leitor; Leitura de textos com gêneros
diagramação específica desse diversos;
gênero (título do verbete, Compreensão em leitura; Roda de conversa;
definição, detalhamento,
curiosidades). Formação do leitor literário/ Roda de Leitura;
(EF35LP31) Identificar, em Leitura multissemiótica; Sequência didática;
textos versificados, efeitos de
EIXO DA sentido decorrentes do uso de Forma de composição textos Projetos didáticos;
ORALIDADE recursos rítmicos e sonoros e de poéticos; Leitura em voz alta
metáforas.
Atividades de escrita coletiva e
(EF35LP07) Produzir texto, Construção do sistema
individual;
com conhecimentos alfabético;
linguísticos e gramaticais Exposição de cartazes, slides;
(ortografia, concordância Convenções da escrita;
Aulas expositivas dialogadas;
nominal e verbal, pontuação,
ponto final, exclamação, Escrita colaborativa; Atividades de escrita coletiva;
interrogação e virgulas. Exposição de cartazes, slides;
(EF04LP21) Planejar e
produzir textos sobre temas de Produção de texto coletivo;
interesse, com base em Produção de texto autônoma;
resultados de observações e
pesquisas em fontes de Reescrita de texto;
informações impressas ou Produção de texto descritivo;
102
eletrônicas, incluindo, quando
pertinente, imagens e gráficos
ou tabelas simples,
considerando a situação
comunicativa e o tema/assunto
do texto.
LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04LP22) Planejar e Escrita autônoma e Produção de texto coletivo;
EIXO ANÁLISE produzir com certa autonomia compartilhada;
LINGUÍSTICA verbetes de enciclopédia Produção de texto autônoma;
infantil, digitais ou impressos, Produção de textos
considerando a situação Reescrita de texto;
comunicativa e o tema/ Planejamento e produção de
assunto/finalidade do texto. textos orais; Produção de texto descritivo;
(EF04LP26) Observar em
poemas concretos o formato, a Declamação; Leitura de palavras;
distribuição e a diagramação
das letras. Performaces Orais; Leitura coletiva;
(EF04LP25) Representar cenas
de textos dramáticos, Formas de composição de Leitura de textos com gêneros
reproduzindo as falas das narrativas; diversos;
personagens, de acordo com as
rubricas de interpretação e Forma de composição de Roda de conversa;
movimento indicadas pelo textos poéticos;
autor. Roda de Leitura;
(EF35LP28) Declamar Ordenação de texto
poemas, com entonação, (Parágrafos, versos, estrofes); Sequência didática;
postura e interpretação
adequadas. Leitura em voz alta
(EF03LP27) Recitar cordel e
cantar repentes e emboladas,
observando as rimas e
obedecendo ao ritmo e à
melodia.
(EF35LP09) Organizar o texto
em unidades de sentido,
dividindo-o em parágrafos
segundo as normas gráficas e
de acordo com as características
do gênero textual.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04LP27) Identificar a Ordenação de texto Atividades de escrita coletiva;
EIXO função na leitura e usar, (Parágrafos, versos, estrofes);
ESCRITA adequadamente, na escrita Produção de texto coletivo;
ponto final, de interrogação, de Tipos de frases;
exclamação, dois pontos e Produção de texto autônoma;
travessão em diálogos (discurso Sinais de Pontuação;
direto), vírgula em Reescrita de texto;
enumerações e em separação de Ortografia: palavras com sons
vocativo e aposto. de S e Z; Produção de texto descritivo;
(EF04LP29) Reconhecer e
grafar, corretamente, palavras Adjetivos;
derivadas com os sufixos:
oso/osa; esa/eza; ês/eza; ão/am. Subtantivos coletivo;
(EF04RP07) Identificar em
textos e usar na produção Substantivos primitivos e
textual a concordância entre derivados
artigo, substantivo e adjetivo
(concordância no grupo
nominal) .
103
(EF05LP08) Diferenciar
palavras primitivas, derivadas e
compostas por adição de sufixo
e prefixo.
(EF04LP07) Identificar em
textos e usar na produção
textual a concordância entre
artigo, substantivo e adjetivo
(concordância no grupo
nominal).
LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04LP01) Grafar palavras Construção do sistema Leitura de palavras;
utilizando regras de alfabético e da ortografia;
TODOS OS correspondência fonema- Leitura coletiva;
CAMPOS grafema regulares diretas e Compreensão em leitura;
contextuais. Leitura de textos com gêneros
(EF04LP02) Ler e escrever, Pesquisa; diversos;
VIDA COTIDIANA corretamente, palavras com
sílabas VV e CVV em casos Apreciação estética/Estilo; Roda de conversa;
nos quais a combinação VV
VIDA PÚBLICA (ditongo) é reduzida na língua Construção do sistema Sequência didática;
oral (ai, ei, ou). alfabético/estabelecimento de
(EF04LP10) Ler e relações anafóricas na Projetos didáticos;
ARTÍSTICO compreender, com autonomia, referenciação;
LITERÁRIO cartas pessoais de reclamação, Atividade permanente Leitura em
considerando a situação Construção da coesão; voz alta;
comunicativa e o tema/
PRÁTICAS assunto/finalidade do texto. Pronomes pessoais (oblíquos Leitura compartilhada
ESTUDOS (EF04LP15) Distinguir fato de e caso reto/ possessivos e
E PESQUISA opiniões/sugestões em textos demonstrativos); Aulas expositivas dialogadas;
(informativos, jornalísticos,
publicitários). Substantivos (grau, gênero e Atividades de escrita coletiva;
(EF35LP14) Identificar em número);
EIXO LEITURA textos e usar na produção Produção de texto coletivo;
textual pronomes pessoais, Adjetivos (grau dos adjetivos,
possessivos e demonstrativos, locução adjetiva). Produção de texto autônoma;
como recurso coesivo
EIXO ESCRITA anafórico. Reescrita de texto;
(EF04LP07) Identificar em
textos e usar na produção Produção de texto descritivo;
textual a concordância entre
artigo, substantivo e adjetivo
(concordância no grupo
nominal).
(EF35LP17) Buscar e
selecionar, informações sobre
fenômenos sociais e naturais,
em textos que circulam em
meios impressos ou digitais.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP23) Apreciar poemas Construção do sistema Aulas expositivas dialogadas;
EIXO LEITURA e outros textos versificados, alfabético/estabelecimento de
observando rimas, aliterações, relações anafóricas na Atividades de escrita coletiva;
divisão dos versos, estrofes e referenciação;
refrãos. Produção de texto coletivo;
(EF35LP08) Utilizar, ao Construção da coesão;
produzir um texto, recursos de
;
104
EIXO ESCRITA referenciação (por substituição Pronomes pessoais (oblíquos Produção de texto autônoma;
lexical ou por pronomes e caso reto/ possessivos e
pessoais possessivos e demonstrativos); Reescrita de texto;
demonstrativos), vocabulário
apropriado ao gênero, recursos Substantivos (grau, gênero e Produção de texto descritivo;
de coesão pronominal número);
(pronomes anafóricos) e
articuladores de relação de Adjetivos (grau dos adjetivos,
sentido (tempo, causa, locução adjetiva)
oposição, conclusão,
comparação), com nível
suficiente de informatividade.
(EF04LP29) Reconhecer e
EIXO grafar, corretamente, palavras
ANÁLISE derivadas com os sufixos: oso e
LINGUÍSTICA osa; esa/ eza; ês/ eza, ão/ am.
(EF03LP010) Reconhecer
prefixos e sufixos produzidos
na formação de palavras
derivadas de substantivos, de
adjetivos e de verbos,
utilizando-os para compreender
palavras e formar novas
palavras.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP01) Ler e Decodificação/Fluência de Leitura de palavras;
compreender, silenciosamente leitura;
e, em seguida, em voz alta, com Leitura coletiva;
TODOS OS autonomia e fluência, textos Formação de leitor;
CAMPOS curtos com nível de Leitura de textos com gêneros
textualidade adequado. Compreensão em leitura diversos;
(EF35LP02) Selecionar livros /literário/ Leitura
VIDA COTIDIANA da biblioteca e/ou do cantinho multissemiótica; Roda de conversa;
de leitura da sala de aula e/ou
disponíveis em meios digitais Gêneros textuais: Roda de Leitura;
VIDA PÚBLICA para leitura individual. poesia/poema, notícias e
(EF04LP09) Ler e textos científicos. Sequência didática;
compreender, com autonomia,
ARTÍSTICO boletos, faturas e carnês, com Projetos didáticos;
LITERÁRIO as convenções do gênero
(campos, itens elencados, Atividade permanente Leitura em
medidas de consumo, código de voz alta;
PRÁTICAS barras).
ESTUDOS (EF04LP14) Identificar, em Atividades de escrita coletiva;
E PESQUISA notícias, fatos, participantes,
local e fatos noticiados. Produção de texto coletivo;
(EF04LP19) Ler e
compreender textos expositivos Produção de texto autônoma;
EIXO LEITURA de divulgação científica,
considerando a situação Reescrita de texto;
comunicativa.
(EF35LP22) Perceber diálogos
em textos narrativos, o uso de
variedades linguísticas no
discurso direto. Linguísticas
como características do uso da
língua por diferentes grupos
regionais ou diferentes culturas
locais, rejeitando preconceitos
linguísticos.
105

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP01) Ler e Decodificação/Fluência de Leitura de palavras;
compreender, silenciosamente leitura;
e, em seguida, em voz alta, com Leitura coletiva;
TODOS OS autonomia e fluência, textos Formação de leitor;
CAMPOS curtos com nível de Leitura de textos com gêneros
textualidade adequado. Compreensão em leitura diversos;
(EF35LP02) Selecionar livros /literário/ Leitura
VIDA COTIDIANA da biblioteca e/ou do cantinho multissemiótica; Roda de conversa;
de leitura da sala de aula e/ou
disponíveis em meios digitais Gêneros textuais: Roda de Leitura;
VIDA PÚBLICA para leitura individual. poesia/poema, notícias e
(EF04LP09) Ler e textos científicos. Sequência didática;
compreender, com autonomia,
ARTÍSTICO boletos, faturas e carnês, com Projetos didáticos;
LITERÁRIO as convenções do gênero
(campos, itens elencados, Atividade permanente Leitura em
medidas de consumo, código de voz alta;
PRÁTICAS barras).
ESTUDOS (EF04LP14) Identificar, em Atividades de escrita coletiva;
E PESQUISA notícias, fatos, participantes,
local e fatos noticiados. Produção de texto coletivo;
(EF04LP19) Ler e
compreender textos expositivos Produção de texto autônoma;
EIXO LEITURA de divulgação científica,
considerando a situação Reescrita de texto;
comunicativa.
(EF35LP22) Perceber diálogos
em textos narrativos, o uso de
variedades linguísticas no
discurso direto. Linguísticas
como características do uso da
língua por diferentes grupos
regionais ou diferentes culturas
locais, rejeitando preconceitos
linguísticos.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:4ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04LP05) Identificar a Pontuação; Leitura coletiva;
função na leitura e usar,
adequadamente, na escrita Morfossintaxe; Leitura de textos com gêneros
ponto final, de interrogação, de diversos;
exclamação, dois-pontos e Forma de composição dos
travessão em diálogos (discurso textos; Roda de conversa;
direto), vírgula em
enumerações e em separação de Forma de composição dos Roda de Leitura;
vocativo e de aposto. textos Adequação do texto às
EIXO LEITURA
(EF04LP07) Identificar em normas de escrita; Sequência didática;
textos e usar na produção
textual a concordância entre Forma de composição de Projetos didáticos;
artigo, substantivo e adjetivo textos poéticos visuais;
(concordância no grupo Aulas expositivas e dialogadas;
nominal). Verbo e suas funções:
(EF04LP18) Analisar o padrão definição, conjugação e Atividades em grupos;
entonacional e a expressão tempos verbais;
EIXOANÁLISELIN facial e corporal de âncoras de
GUÍSTICA jornais radiofônicos ou Sujeito e predicado;
televisivos e de entrevistadores/
entrevistados. Advérbio;
106
(EF04LP24) Identificar e Ortografia:
reproduzir, em seu formato, por que, por quê, porque,
tabelas, diagramas e gráficos porquê, mal/mau, mais/mas
em relatórios de observação e
pesquisa, como forma de
apresentação de dados e
informações.
(EF04LP26) Observar, em
poemas concretos, o formato, a
distribuição e a diagramação
das letras do texto na página.
(EF05LP01) Grafar palavras
utilizando regras de
correspondência fonema-
grafema regulares, contextuais e
morfológicas e palavras de uso
frequente com correspondências
irregulares

ARTE
ANO:4ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF15AR02) Explorar e Elementos da linguagem: Exibição de imagens, slides e
reconhecer elementos cores forma, ponto, linha, vídeos;
constitutivos das artes visuais espaço e movimento;
(ponto, linha, forma, cor, Experimentação e criação coletiva e
espaço, movimento etc.). Processos de criação: individual usando recursos
(EF15AR03) Reconhecer e Desenho, pintura, colagem, diversos, possibilitando o
analisar a influência de distintas construção, fotografia, vídeo desenvolvimento de habilidades e
matrizes estéticas e culturais e outras formas de expressão expressão criativa;
das artes visuais nas das artes visuais.
manifestações artísticas das Exposição das produções feita
ARTES culturas locais, regionais e Cultura Visual de diferentes pelos alunos na escola;
VISUAIS nacionais. povos;
(EF15AR04) Experimentar Explorar e experimentar
diferentes formas de expressão Elementos de linguagem: diferentes formas de expressão
artística, fazendo uso Altura, intensidade, ritmo e músical.
sustentável de materiais, melodia do som das músicas
instrumentos, recursos e afro e indígenas; Construção de instrumentos
técnicas convencionais e não músicais com materiais
convencionais. Processos de criação: alternativos;
(EF1AR05) Experimentar a apreciação e audição das
criação em artes visuais de músicas afro e indígenas; Paisagem sonora e construção
modo individual, coletivo, coletiva de partituras não
explorando diferentes espaços Músicas da cultura popular / convencionais.
da escola e a comunidade. erudita.
MÚSICA (EF1AR013) Perceber e Roda de conversa sobre as
explorar os elementos músicas de origem indígenas e
constitutivos e as propriedades afro;
sonoras da música (altura,
intensidade, timbre, melodia e
ritmo).
(EF15AR14) Perceber e
explorar os elementos
constitutivos da música (altura,
intensidade, timbre, melodia,
ritmo etc.), por meio de jogos,
brincadeiras, canções e práticas
diversas de composição/
criação, execução e apreciação
musical.
ARTE
ANO:4ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
107
(EF15AR19) Descobrir Teatro de formas animadas: Experimentações de dança, música
teatralidades na vida cotidiana, Bonecos, máscaras, objetos, e artes visuais do folclore local;
identificando elementos teatrais formas ou sombras,
Encenação de lendas regionais ou
(varia das entonações de representando o homem, o
locais;
voz, diferentes fisicalidades, animal ou ideias abstratas;
diversidade de personagens e Produção coletiva de receitas da
narrativas etc.). Elementos de linguagem: culinária regional ou local, entre
(EF15AR20) Experimentar o variadas entonações de voz, outras atividades;
TEATRO trabalho colaborativo, coletivo diferentes fisicalidades, Produção de artesanato.
e autoral em improvisações diversidade de personagens e
teatrais e processos narrativos narrativas etc. Roda de conversa sobre o folclore
criativos em teatro, explorando local;
desde a teatralidade dos gestos Processos de criação: criar Experimentações de dança, música
e das ações do cotidiano até movimentos cênicos e artes visuais do folclore local;
elementos de diferentes utilizando diferentes formas
matrizes estéticas e culturais. animadas. Encenação de lendas regionais ou
(EF1AR25) Conhecer e locais;
ARTES valorizar o patrimônio cultural, Patrimônio cultural; Folclore
INTEGRADAS material e imaterial da cultura local e regional: dança, teatro, Produção coletiva de receitas da
local e regional, favorecendo a música e artes visuais; culinária regional ou local, entre
construção do vocabulário e outras atividades;
repertórios relativos às Mitos;
diferentes linguagens artísticas.
Produção de artesanato.
Contos populares.

EDUCAÇÃO FÍSICA
ANO:4ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF12EF01) Experimentar, Brincadeiras e jogos da - Realizar jogos e brincadeiras
fruir e recriar diferentes cultura popular presentes no populares coletivamente;
brincadeiras e jogos da cultura contexto comunitário e
popular presentes no contexto regional - Planejar de forma inclusiva a
comunitário e regional, participação de todos os alunos
reconhecendo e respeitando as em jogos de matriz indígena e
diferenças individuais de africana.
desempenho dos colegas.
(EF12EF02) Explicar, por -Registrar, por diferentes modos,
EDUCAÇÃO meio de múltiplas linguagens os jogos populares realizados
FÍSICA (corporal, visual, oral e escrita), pelos alunos
(CORPO E as brincadeiras e os jogos
MOVIMENTO) populares do contexto - Recriar jogos populares,
comunitário e regional, partindo de sua estrutura inicial,
reconhecendo e valorizando a para desenvolver novos modos
importância desses jogos e de brincar e jogar
brincadeiras para suas culturas
de origem.
(EF12EF03) Planejar e utilizar
estratégias para resolver
desafios de brincadeiras e jogos
populares do contexto
comunitário e regional, com
base no reconhecimento das
características dessas práticas.
(EF12EF04) Colaborar na
proposição e na produção de
alternativas para a prática, em
outros momentos e espaços, de
brincadeiras e jogos e demais
práticas corporais tematizadas
na escola, produzindo textos
(orais, escritos, audiovisuais)
para divulgá-las na escola e na
comunidade.
108

EDUCAÇÃO FÍSICA
ANO:4ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF12EF05) Experimentar e Esportes de marca Realizar práticas esportivas, de
fruir, prezando pelo trabalho Os esportes de marca modo lúdico, que introduzam os
coletivo e pelo protagonismo, são aqueles em que os alunos no universo das
a prática de esportes de marca competidores disputam através competições esportivas.
Estimulando o respeito, a tolerância
e de precisão, identificando os da comparação entre
e a ética.
EDUCAÇÃO elementos comuns a esses suas marcas. Nas corridas,
FÍSICA esportes. por exemplo, vence quem Desenvolver práticas esportivas
(ESPORTES) (EF12EF06) Discutir a realizar o percurso no menor que envolvam o arremesso de bolas
importância da observação das tempo possível. Nos e outros tipos de lançamento, tais
normas e das regras dos arremessos, a meta e atingir a como boliche, basquete etc.
esportes de marca e de maior distância etc.
precisão para assegurar a Explorar os diferentes movimentos
da ginástica, através de atividades
integridade própria e as dos Esportes de precisão
lúdicas, trabalhando a consciência
demais participantes. O Esporte de Precisão é um corporal e coordenação.
(EF12EF07) Experimentar, conjunto de modalidades que
GINÁSTICA fruir e identificar diferentes se caracterizam por
GERAL elementos básicos da ginástica arremessar/lançar um objeto,
(equilíbrios, saltos, giros, procurando acertar um alvo
rotações, acrobacias, com e sem específico, estático ou em
materiais) e da ginástica geral, movimento.
de forma individual e em
pequenos grupos, adotando
procedimentos de segurança.

MATEMÁTICA
ANO:4ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04MA01) Ler, escrever e Sistema de numeração Apresentação das tabelas das
ordenar números naturais até a decimal: leitura, escrita, classes;
ordem de dezenas de milhar. comparação e ordenação de
(EF04MA03) Resolver e números naturais de até três Utilização dos jogos, material
elaborar problemas com ordens; concreto, ábaco, material
números naturais envolvendo dourado, QVL, entre outros;
adição e subtração, utilizando Números ordinais;
estratégias diversas, como Apresentação/Seminário das
cálculo, cálculo mental e Números pares e ímpares; propriedades e estratégias de
algoritmos, além de fazer cálculos;
estimativas do resultado. Sinais: maior e menor, igual e
(EF04MA04) Utilizar as diferente; Fichas individuais;
relações entre adição e
subtração, bem como entre Propriedades das operações Pesquisa de mercado (folhetos,
NÚMEROS multiplicações e divisão, para para o desenvolvimento de portifólio, sites que envolvam o
ampliar as estratégias de diferentes estratégias de cotidiano do aluno;
cálculos. cálculos com números
(EF04MA05) Utilizar as naturais; Jogos pedagógicos.
propriedades das operações
para desenvolver estratégias de Problemas de contagem;
cálculo.
(EF04MA14) Reconhecer e Gráficos e tabelas (de barras e
mostrar, por meio de exemplos, colunas);
que uma igualdade não se altera
quando se adiciona ou se Problemas envolvendo adição
subtrai um mesmo número a e subtração.
seus dois termos.
109
MATEMÁTICA
ANO:4ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04MA08) Resolver com Propriedades das operações Utilização dos jogos, material
suporte de imagem e/ou para o desenvolvimento de concreto, ábaco, material
material manipulável, diferentes estratégias de dourado, QVL, entre outros;
problemas simples de contagem, cálculos com números
como determinação do número naturais; Apresentação/Seminário das
de agrupamentos possíveis ao se propriedades e estratégias de
combinar cada elemento de uma Problemas de contagem; cálculos;
coleção com todos os elementos
de outra, utilizando estratégias e Gráficos e tabelas (de barras e Fichas individuais;
formas de registro pessoais colunas);
(EF04MA27) Analisar dados Pesquisa de mercado (folhetos,
apresentados em tabelas simples Problemas envolvendo adição portifólio, sites que envolvam o
ou de dupla entrada e em e subtração. cotidiano do aluno;
gráficos de colunas ou
NÚMEROS pictóricos, com base em Gráficos e tabelas (de barras e Jogos pedagógicos.
informações das diferentes áreas colunas);
do conhecimento, e produzir
texto com a síntese de sua Problemas envolvendo adição
análise. e subtração.
(EF04MAO3) Resolver e
elaborar problemas com
números naturais envolvendo
adição e subtração, utilizando
estratégias diversas, como
cálculo, cálculo mental e
algoritmos, além de fazer
estimativas do resultado.

MATEMÁTICA
ANO:4ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04MA01) Ler, escrever e Composição e decomposição Apresentação das tabelas das
ordenar números naturais até a de um número natural de até classes.
ordem de dezenas de milhar. cinco ordens
(EF04MA21) Medir, comparar Utilização dos jogos, material
e estimar área de figuras planas Áreas de figuras construídas concreto, ábaco, material dourado,
desenhadas em malha em malhas quadriculadas entre outros.
quadriculada, pela contagem de
GEOMETRIA quadradinhos ou metade de Medidas de comprimento,
quadradinhos, reconhecendo massa e capacidade:
que duas figuras com formatos estimativas, utilização de
diferentes podem ter a mesma instrumentos de medida e de
medida de área. unidade de medida
(EF04MA20) Medir e estimar convencionais mais usais
comprimentos (incluindo
perímetros), Problemas utilizando o
massa e capacidades, sistema monetário brasileiro
utilizando unidades de medida
padronizadas mais usuais, Ordem crescente e
valorizando e respeitando a decrescente
cultura local.
GRANDEZAS (EF04MA25) Resolver e Números cardinais
E elaborar problemas que envolva
situações de compra e venda e
MEDIDAS formas de pagamento,
utilizando termos como troco e
desconto, enfatizando o
consumo ético, consciente e
responsável.
(EF04MA01) Ler, escrever e
ordenar números naturais até a
ordem de dezenas de milhar.
110
MATEMÁTICA
ANO:4ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04MA06) Resolver e elaborar Problemas envolvendo Uso de material concreto, jogos,
problemas envolvendo diferentes diferentes significados da envolvendo números e operações,
significados da multiplicação multiplicação e da divisão: como trilha dominó, uso do
(adição de parcelas iguais, adição de parcelas iguais, Material Dourado, bingo das
organização retangular e configuração retangular, operações;
proporcionalidade), utilizando proporcionalidade, repartição
NÚMEROS estratégias diversas, como cálculo equitativa e medida; Resolução de situações-problemas
por estimativa, cálculo mental e por meio de diferentes estratégias
algoritmos. Relações entre adição e seja mental ou escrito;
(EF04MA07) Resolver e elaborar subtração e entre
problemas de divisão cujo divisor multiplicação e divisão; Desafios matemáticos;
tenha no máximo dois algarismos,
envolvendo os significados de Sequência numérica recursiva Organização de algoritmos usuais
repartição equitativa e de medida, formada por múltiplos de um da operação, como comparação de
utilizando estratégias diversas, número natural; conjuntos e complementação de
como cálculo por estimativa, quantidades;
cálculo mental e algoritmos. Figuras geométricas espaciais
(EF04MA13) Reconhecer, por (prismas e pirâmides): Projeto Didático: Geometria/
meio de investigações, utilizando a reconhecimento, planejamento das etapas:
ÁLGEBRA calculadora quando necessário, as representações, planificações levantamento dos conhecimentos
relações inversas entre as operações e características; prévios dos alunos; reconhecimento
de adição e de subtração e de de figuras geométricas espaciais
multiplicação e de divisão, para nos objetos escolares e de convívio
aplicá-las na resolução de diário;
problemas.
(EF04MA11) Identificar Reconhecimento dos nomes e
irregularidade em sequências características das planificações das
numéricas compostas por múltiplos figuras geométricas espaciais.
GEOMETRIA de número natural
(EF04MA17) Associar prismas e Exploração e leitura iconográfica
pirâmides a suas planificações e
analisar, nomear e comparar seus
atributos, estabelecendo relações
entre as representações planas e
espaciais.

MATEMÁTICA
ANO:4ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04MA09) Reconhecer as Números racionais: frações Rodas de conversas para iniciação
frações unitárias mais unitárias mais usuais( 1/2 , dos objetos de conhecimento;
usuais(1/2, 1/3, 1/4, 1/5, 1/10 e 1/3 , 1/4, 1/5, 1/10 e 1/100);
1/100) como unidades de Organização de uma sequência
medida menores do que a Números racionais: didática para trabalhar a unidade
NÚMEROS unidade, utilizando a reta representação decimal para temática Números;
numérica como recurso. escrever valores do sistema
(EF04MA10) Reconhecer que monetário brasileiro; Pesquisa sobre as bandeiras para
as regras do sistema de verificar que podemos encontrar
numeração decimal podem ser Resolução de problemas frações em bandeiras de países ou
estendidas para a representação envolvendo o sistema estados do Brasil;
decimal de um numero racional monetário brasileiro;
e relacionar décimos e Utilização de jogos e materiais
GRANDEZAS E centésimos com a representação Medidas de tempo: leitura de concretos, como palitos, tampinhas,
MEDIDAS do sistema monetário brasileiro. horas em relógios digitais e canudos, fichas com números e
(EF04MA25) Resolver e analógicos, duração de roleta;
elaborar problemas que eventos e relações entre
envolvam situações de compra unidades de medida de Apresentação e análise de dados
e venda e formas de tempo; dos gráficos, tabelas e colunas;
pagamentos, utilizando termos
como troco e desconto, Leitura e interpretação de
PROBABILIDADE enfatizando o consumo ético, informações em tabelas
E ESTATÍSTICA consciente e responsável.
111

(EF69AR02) Pesquisar e Leitura, interpretação e


analisar diferentes estilos representação de dados em
visuais, contextualizando-os no tabelas de dupla entrada,
mesmo espaço de tempo. gráficos de colunas simples e
agrupadas, gráficos de barras
e colunas e gráficos
pictóricos.

MATEMÁTICA
ANO:4ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04MA22) Ler e registrar Medidas de tempo: leitura de Utilização de jogos e materiais
PROBABILIDADE medidas e intervalos de tempo horas em relógios digitais e concretos, como palitos, tampinhas,
E ESTATÍSTICA em horas, minutos e segundos analógicos, duração de canudos, fichas com números e
em situações relacionadas ao eventos e relações entre roleta;
seu cotidiano, como informar os unidades de medida de
horários de início e término de tempo; Apresentação e análise de dados
realização de uma tarefa e sua dos gráficos, tabelas e colunas;
duração. Leitura, interpretação e
(EF04MA27) Analisar dados representação de dados em Leitura e interpretação de
apresentados em tabelas simples tabelas de dupla entrada, informações em tabelas.
ou de dupla entrada e em gráficos de colunas simples e
gráficos de colunas ou agrupadas, gráficos de barras
pictóricos, com base em e colunas e gráficos
informações das diferentes áreas pictóricos.
do conhecimento, e produzir
texto com síntese de sua análise

CIÊNCIAS
ANO:4ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04CI04) Analisar e Seres vivos e não vivos do Fazer pesquisas e seminários;
construir cadeias alimentares ecossistema;
simples, reconhecendo a Jogos educativos;
posição ocupada pelos seres Microrganismos causadores
vivos nessas cadeias e o papel de doença (COVID-19); Leituras compartilhadas;
do Sol como fonte primária de
energia na produção de Alimentos como fonte de Levantamento de hipóteses;
alimentos. energia;
(EF04CI05) Descrever e Problematizações;
destacar semelhanças e Saúde pessoal e coletiva
diferenças entre o ciclo da Higiene pessoal: Produções textuais;
matéria e o fluxo de energia A saúde da mente: sono,
entre os componentes vivos e lazer; Resolução de exercícios de fixação
não vivos de um ecossistema. e tarefas sistemáticas e
Saúde Coletiva: a transmissão
(EF04CI06) Relacionar a desafiadoras;
de doenças, vacinas;
VIDA participação de fungos e
E bactérias no processo de Alimentação Saudável – Dentro desse contexto, pode-se
EVOLUÇÃO decomposição, reconhecendo a origem dos alimentos, utilizar as modalidades
importância ambiental desse alimentos frescos e organizativas de ensino (sequência
processo. minimamente processados, didática, atividade permanente,
(EF04CI07) Verificar a alimentos industrializados, projeto didático).
participação de microrganismos microrganismos e a produção
na produção de alimentos, de alimentos, cuidados com
combustíveis, medicamentos, os alimentos;
entre outros.
(EF04CI08) Propor, a partir do Cadeias Alimentares
conhecimento das formas de simples;
transmissão de alguns
microrganismos (bactérias, vírus
112
e protozoários), atitudes e Seres produtores,
medidas adequadas para consumidores e
prevenção de doenças a eles decompositores;
associadas.
(EF04CI07) Verificar a Fluxo de energia nas cadeias
participação de microrganismos alimentares;
na produção de alimentos,
combustíveis, medicamentos, A decomposição
entre outros. Microrganismos
Microrganismos aquáticos e
terrestres

CIÊNCIAS
ANO:4ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04CI11) Associar os Pontos cardeais , calendários, Fazer pesquisas e seminários;
movimentos cíclicos da Lua e fenômenos cíclicos e cultura;
da Terra a períodos de tempo Jogos educativos;
regulares e ao uso desse Forma, estrutura e Leituras compartilhadas;
conhecimento para a construção movimentos da Terra;
de calendários em diferentes Levantamento de hipóteses;
TERRA E culturas. Sistema Sol, Terra e Lua,
UNIVERSO (EF06CI13) Selecionar Clima; Problematizações;
argumentos e evidências que Produções textuais;
demonstrem a esfericidade da Transformações Resolução de exercícios de fixação
Terra. reversíveis e não reversíveis; e tarefas sistemáticas e
(EF08CI13) Representar os desafiadoras;
movimentos de rotação e Tipos de transformações da
translação da Terra e analisar o matéria; Dentro desse contexto, pode-se
papel da inclinação do eixo de utilizar as modalidades
rotação da Terra em relação à Transformações de materiais organizativas de ensino (sequência
sua órbita na ocorrência das e as conquistas do homem didática, atividade permanente,
estações do ano, com a (matéria prima em objetos); projeto didático);
MATÉRIA E utilização de modelos
ENERGIA tridimensionais. Calendários, fenômenos Leitura em voz alta,
(EF04CI03) Concluir que cíclicos e cultura; Jogos educativos;
algumas mudanças causadas Leituras compartilhadas;
por aquecimento ou Calendários: Romano; Levantamento de hipóteses;
resfriamento são reversíveis Pesquisas através da biblioteca e
(como as mudanças de estado Orientação pela Lua; portais educacionais;
físico da água) e outras não
(como o cozimento do ovo, a Ciclo da lua Problematizações;
queima do papel etc). Produções textuais;
(EF04CI09) Identificar os
pontos cardeais, com base no Confecção de um calendário com
registro de diferentes posições as fases da lua;
MEDIDAS DE relativas do Sol e da sombra de
TEMPO uma vara (gnômon). Desenvolver atividades com
(EF04CI10) Comparar as calendário, usando diferentes formas
indicações dos pontos cardeais de marcar o tempo;
resultantes da observação das
sombras de uma vara (gnômon)
com aquelas obtidas por meio Confecção de um calendário com
de uma bússola. as fases da lua;
(EF04CI11) Associar os
movimentos cíclicos da Lua e
da Terra a períodos de tempo
regulares e ao uso desse
conhecimento para a construção
de calendários em diferentes
culturas.
113
GEOGRAFIA
ANO:4ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04GE11) Identificar as Território do Brasil; Roda de conversa;
características das paisagens
naturais e antrópicas (relevo, As mudanças nos limites do Construção e analise de mapas;
cobertura vegetal, rios, etc.) no Brasil;
ambiente em que vive, bem Construção de cartazes com
como a ação humana na A organização política do diversidade de paisagens
conservação ou degradação Brasil; brasileiras;
dessas áreas.
(EF01GEO1) Conhecer e As regiões do Brasil; Pesquisas sobre a diversidade
valorizar a dinâmica cultural do município.
socioespacial, cultural e As paisagens brasileiras;
O SUJEITO econômica do município;
Roda de conversa para levantar os
E SEU LUGAR (EF01GEO2) Distinguir O relevo na paisagem;
conhecimentos prévios;
NO MUNDO funções e papéis dos órgãos do
poder público municipal de Os rios;
Atividades práticas localizando
Itupiranga e canais de
direções;
participação social na gestão do Território do município,
município, incluindo a câmara cultura, economia (território e
Analisar imagens com cidade e
dos vereadores e conselhos diversidade cultural);
campo para descrever semelhanças
municipais;
e diferenças;
(EF01GEO3) Descrever os A população do município;
processos migratórios e suas
contribuições para a formação As três esferas do poder
da sociedade brasileira; municipal;
(EF01GEO4) Compreender a
importância da dinâmica Processos migratórios no
CONEXÕES E existente entre campo e cidade Brasil.
ESCALAS tomando por base o município
de Magé, considerando fluxos Relação campo-cidade;
econômicos, de informações, de
ideias e de pessoas; Territórios étnico-culturais;
(EF01GEO5) Identificar e
descrever territórios étnicos- Paisagem urbana e rural
culturais existentes no Brasil, (natural e modificada);
tais como terras indígenas e de
comunidades remanescentes de Os meios de transportes
quilombos, reconhecendo a existentes no município e
MUNDO legitimidade da demarcação Sinais de trânsito;
DO TRABALHO desses territórios;
(EF01GEO6) Conhecer e Trabalho (Campo e cidade),
identificar os principais meios produção, circulação e
de transportes utilizados no consumo.
município de Itupiranga e os
sinais de trânsito;
(EF01GEO7) Identificar as
características das paisagens
naturais e antrópicas e
compreender a evolução dos
meios de transportes e sua
interferência na organização
social, bem como obter noções
básicas de deslocamento;
(EF01GEO8) Comparar as
características do trabalho no
campo e na cidade;
(EF01GEO9) Descrever e
discutir o processo de produção
(transformação de matérias-
primas, circulação e consumo
de diferentes produtos).
114
GEOGRAFIA
ANO:4ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04GE010) Comparar as Relação campo e cidade; Roda de conversa para
características do trabalho no levantamento prévio dos
campo e na cidade; Trabalho no campo e na conhecimentos dos alunos;
(EF05GE11) Identificar e cidade;
MUNDO DO comparar as mudanças dos Vídeos sobre o trabalho do campo e
TRABALHO tipos de trabalho e Produção, circulação da cidade;
desenvolvimento ecológica na e consumo.
agropecuária, na indústria, no Atividades em grupos ;
comércio e nos serviços. Sistemas de orientação;
(EF05GE12) Reconhecer os Atividades com textos
pontos cardeais a partir da Elementos construtivos de informativos; produção de textos;
observação do sol e utilizar os mapas;
FORMAS DE pontos cardeais na localização Analise de fotografias e ou
REPRESENTAÇÃO de elementos físicos e Conservação e degradação da imagens sobre as paisagens;
E PENSAMENTO humanos. natureza (poluição dos rios e
ESPACIAL (EF05GE13) Conhecer e da cidade)
comparar mapas variados do
estado do Rio de Janeiro.
(EF05GE14) Aprender a
localizar-se em diferentes
pontos da terra.
NATUREZA, (EF05GE15) Analisar e
AMBIENTE identificar os diferentes
E QUALIDADE DE elementos que compõem um
VIDA mapa.
(EF05GE16) Reconhecer os
diferentes usos, apropriação,
degradação e preservação da
natureza pelo homem.

HISTÓRIA
ANO:4ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04HI07) Identificar e -Portugal antes do Brasil; -Atividade em grupo sobre
TRANSFORMAÇÕES descrever a importância dos migração interna: diferentes grupos
E PERMANÊNCIAS caminhos terrestres, fluviais e -As grandes navegações que vieram para o município ou
NAS TRAJETÓRIAS marítimos para a dinâmica da -Da África para a América; região;
DOS GRUPOS
vida comercial.
HUMANOS
(EF04HI10) Analisar diferentes -Vida e trabalho nas minas; -Exibição de vídeos ou imagens de
fluxos populacionais e suas pinturas rupestres;
contribuições para a formação - Fluxos migratórios;
da sociedade brasileira. -Leituras de textos e
(EF04HI01) Reconhecer a - Conceitos e os diferentes Interpretação;
história como resultado da ação tipos de migração e -Leitura compartilhada de um texto
do ser humano no tempo e no imigração; informativo sobre o conceito de
espaço, com base na comércio ou indústria;
identificação de mudanças e -Transformações das cidades
AS QUESTÕES
permanências ao longo do e zonas rurais com as - Atividade em grupo sobre o
HISTÓRICAS
tempo. construções de comércios e processo de transformação de
RELATIVAS ÀS
(EF04HI05) Relacionar os indústrias; matéria prima em bens de
MIGRAÇÕES
processos de ocupação do consumo;
campo a intervenções na - O início da industrialização
natureza, avaliando os brasileira e as migrações; -Exibição de vídeo ou de imagens
resultados dessas intervenções. dos meios de transporte do passado
(EF04HI06)Identificar as - A população rural e a que transportavam mercadorias;
transformações ocorridas nos população urbana no Brasil.
processos de deslocamento das -Leituras de textos informativos
pessoas e mercadorias, sobre as transformações do meio
analisando as formas de ambiente com construções de
adaptação ou marginalização. indústrias. (Industria Têxtil no
município de Magé).
115

CIRCULAÇÃO (EF04HI07) Identificar e


DE PESSOAS, descrever a importância dos
PRODUTOS E caminhos terrestres, fluviais e
CULTURAS. marítimos para a dinâmicas da
vida comercial.
(EF04HI11) Analisar, na
sociedade em que vivem, a
existência ou não de mudanças
associadas à migração.
(EF04HI10) Analisar diferentes
fluxos populacionais e suas
contribuições para a formação
da sociedade brasileira.
(EF04HI01) Reconhecer a
história como resultada da ação
do ser humano no tempo e no
espaço, com base na
identificação de mudanças e
permanências ao longo do
tempo.
HISTÓRIA
ANO:4ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF04HI08) Identificar as O mundo da tecnologia: a Leitura compartilhada de um texto
transformações ocorridas nos interação de pessoas e as informativo sobre os meios de
meios de comunicação exclusões sociais e culturais; comunicação;
(cultura oral, imprensa, rádio,
televisão, cinema, internet, e O início e o desenvolvimento Pesquisa sobre agricultura no
demais tecnologias digitais de da agricultura. município de Magé;
CIRCULAÇÃO DE informação e comunicação) e
PESSOAS, discutir seus significados para Os meios de comunicação e o Exibição de vídeo ou de imagem
PRODUTOS E os diferentes grupos ou modo de vida urbano; sobre os meios de comunicação do
CULTURAS estratos sociais. passado e do presente;
(EF04HI01) Reconhecer a Os meios de comunicação e
história como resultado da os problemas das cidades;
ação do ser humano no tempo
e no espaço, com base na O mundo da tecnologia: a
identificação de mudanças e interação de pessoas e as
permanências ao longo do exclusões sociais e culturais;
tempo.
(EF04HI04) Identificar as Meios de comunicação do
relações entre os indivíduos e presente e do passado;
a natureza e discutir o
significado do nomadismo e A invenção do comércio e a
da fixação das primeiras circulação de produtos;
comunidades humanas.
(EF04HI02) Identificar Conceito de comércio e
PRODUÇÃO, mudanças e permanências ao indústria;
CONSUMO E longo do tempo discutindo os
COMUNICAÇÃO sentidos dos grandes marcos Processo de transformação da
da história da humanidade. matéria prima em bens de
(EF04HI08) Identificar as consumo.
transformações ocorridas nos
meios de comunicação
(cultura oral, imprensa, rádio,
televisão, cinema, internet, e
demais tecnologias digitais de
informação e comunicação) e
discutir seus significados para
os diferentes grupos ou
estratos sociais.
116

ENSINO RELIGIOSO
ANO:4ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS
(EF04ER01) Identifi-car ritos presentes no cotidiano pessoal, Ritos religiosos
MANIFESTAÇÕES familiar, escolar e comunitário.
RELIGIOSAS (EF04ER02) Identificar ritos e suas funções em diferentes
manifestações e tradições religiosas.
(EF04ER03) Caracterizar ritos de iniciação e de passagem em
diversos grupos religiosos (nascimento,
casamento e morte).
(EF04ER04) Identificar as diversas formas de expressão da
espiritualidade (orações, cultos, gestos, cantos, dança,
meditação) nas diferentes tradições religiosas.

ENSINO RELIGIOSO
ANO:4ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS
MANIFESTAÇÕES (EF04ER05) Identifi-car representações religiosas em Representações religiosas na arte
RELIGIOSAS diferentes expressões artísticas (pinturas, arquitetura,
esculturas, ícones, símbolos, imagens), reconhecendo-as como Ideia(s) de divindade(s)
parte da identidade de diferentes culturas e tradições religiosas.
(EF04ER06) Identificar nomes, significados e representações
CRENÇAS de divindades nos contextos familiar e comunitário.
RELIGIOSAS E
(EF04ER07) Reconhecer e respeitar as ideias de divindades de
FILOSOFIAS DE
diferentes manifestações e tradições religiosas.
VIDA

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:5ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05LP10) Ler e Estratégia de leitura Leitura de palavras;
compreender, com autonomia,
TODOS OS anedotas, piadas e cartuns, Compreensão em leitura Leitura coletiva;
CAMPOS dentre outros gêneros do
campo da vida cotidiana, de Formação do leitor literário/ Leitura de textos com
acordo com as convenções do Leitura multissemiótica gêneros diversos;
VIDA COTIDIANA gênero e considerando a
situação comunicativa e a
finalidade do texto. Construção do sistema Roda de conversa;
VIDA PÚBLICA (EF05LP15) Ler/assistir e alfabético/convenções da
compreender, com autonomia, escrita Leitura em voz alta;
notícias, reportagens, vídeos
ARTÍSTICO em vlogs argumentativos, Leitura compartilhada;
LITERÁRIO dentre outros gêneros do
campo político-cidadão, de
acordo com as convenções Sequência didática;
PRÁTICAS dos gêneros e considerando a
ESTUDOS E situação comunicativa e o Projeto didático;
PESQUISA tema/assunto do texto.
(EF05LP22) Ler e
compreender verbetes de
dicionário, identificando a
EIXO LEITURA estrutura, as informações
gramaticais (significado de
abreviaturas) e as informações
semânticas.
(EF35LP22) Perceber
diálogos em textos narrativos,
117
EIXO ESCRITA observando o efeito de Escrita colaborativa Atividades de escrita coletiva;
sentido de verbos de
enunciação e, se for o caso, o Escrita colaborativa Produção de texto individual;
uso de variedades linguísticas
no discurso direto. Escrita autônoma Exposição de cartazes, slides;
(EF35LP07) Utilizar, ao
produzir um texto, Produção de textos Aulas expositivas e dialogadas;
conhecimentos linguísticos e Atividades de escrita coletiva;
gramaticais, tais como
Escrita autônoma e
ortografia, regras básicas de Produção de texto individual;
concordância nominal e compartilhada
verbal, pontuação (ponto Escrita colaborativa
Exposição de cartazes, slides;
final, ponto de exclamação,
ponto de interrogação, Escrita colaborativa
Aulas expositivas e dialogadas;
vírgulas em enumerações) e
pontuação do discurso direto, Escrita autônoma
quando for o caso.
(EF05LP11) Registrar, com Produção de textos
autonomia, anedotas, piadas e
cartuns, dentre outros gêneros Escrita autônoma e
do campo da vida cotidiana, compartilhada
EIXO ORALIDADE de acordo com as convenções
do gênero e considerando a
situação comunicativa e a
finalidade do texto.
(EF05LP17) Produzir roteiro
para edição de uma
reportagem digital sobre
temas de interesse da turma, a
partir de buscas de
informações, imagens, áudios
e vídeos na internet, de
acordo com as convenções do
gênero e considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.
(EF05LP25) Planejar e
produzir, com certa
autonomia, verbetes de
dicionário, digitais ou
impressos, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto/finalidade do
texto.
(EF05LP24) Planejar e
produzir texto sobre tema de
interesse, organizando
resultados de pesquisa em
fontes de informação
impressas ou digitais,
incluindo imagens e gráficos
ou tabelas, considerando a
situação comunicativa e o
tema/assunto do texto.
(EF35LP26) Ler e
compreender, com narrativa:
enredo, tempo, espaço
personagens, narrador e a
construção do discurso
indireto e discurso direto.
(EF35LP11) Ouvir canções,
gravações, textos falados em
diferentes variedades
linguísticas, identificando
características regionais,
urbanas e rurais da fala e
respeitando as diversas
variedades linguísticas como
características do uso da
língua por diferentes grupos
regionais ou diferentes
118
culturas locais, rejeitando
preconceitos linguísticos.

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:5ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
EIXO (EF05LP19) Argumentar Variação linguística; Atividades de escrita coletiva;
ORALIDADE oralmente sobre
acontecimentos de interesse Produção de texto; Produção de texto individual;
social, com base em
conhecimentos sobre fatos Declamação; Exposição de cartazes, slides;
divulgados em TV, rádio,
mídia impressa e digital, Construção do sistema Aulas expositivas e dialogadas;
respeitando pontos de vista alfabético e da ortografia;
diferentes.
(EF35LP28) Declamar Conhecimento das diversas
poemas, com entonação, grafias do
postura e interpretação alfabeto/Acentuação;
adequadas.
(EF05LP01) Grafar palavras Forma de composição do
utilizando regras de texto;
EIXO ANÁLISE correspondência
LINGUÍSTICA fonema-grafema regulares, Forma de composição dos
EIXO ORALIDADE contextuais e morfológicas e textos Adequação do texto às
palavras de uso frequente normas de escrita;
com correspondências
irregulares. Discurso direto e indireto;
(EF05LP03) Acentuar
corretamente palavras Forma de composição de
oxítonas, paroxítonas e textos poéticos.
proparoxítonas.
(EF05LP14) Identificar e Forma de composição dos
reproduzir, em textos de textos Adequação do texto às
resenha crítica de brinquedos normas de escrita;
ou livros de literatura infantil,
a formatação própria desses
EIXO ANÁLISE textos (apresentação e
LINGUÍSTICA avaliação do produto).
(EF35LP16) Identificar e
reproduzir, em notícias,
manchetes, lides e corpo de
notícias simples para público
infantil e cartas de
reclamação (revista infantil),
digitais ou impressos, a
formatação e diagramação
específica de cada um desses
gêneros, inclusive em suas
versões orais.
(EF05LP26) Utilizar, ao
produzir o texto,
conhecimentos linguísticos e
gramaticais: regras sintáticas
de concordância nominal e
verbal, convenções de escrita
de citações, pontuação (ponto
final, dois- pontos, vírgulas
em enumerações) e regras
ortográficas.
(EF35LP30) Diferenciar
discurso indireto e discurso
direto, determinando o efeito
de sentido de verbos de
enunciação e explicando o
uso de variedades linguísticas
no discurso direto, quando
for o caso.
119

(EF35LP31) Identificar, em
textos versificados, efeitos de
sentido decorrentes do uso de
recursos rítmicos e sonoros e
de metáforas
LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:5ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF35LP06) Recuperar Estratégia de leitura; Leitura coletiva;
TODOS OS CAMPOS relações entre partes de um
texto, identificando Compreensão em leitura; Leitura de textos com gêneros
substituições lexicais (de diversos;
VIDA COTIDIANA substantivos por sinônimos) Imagens analíticas em textos;
ou pronominais (uso de Leitura em voz alta;
pronomes anafóricos– Apreciação estética/Estilo;
VIDA PÚBLICA pessoais, possessivos, Leitura compartilhada
demonstrativos) que Textos dramáticos.
contribuem para a Roda de conversa;
ARTÍSTICO continuidade do texto. Escrita colaborativa
LITERÁRIO (EF05LP09) Ler e Atividades de escrita coletiva;
compreender, com Escrita autônoma
autonomia, textos Produção de texto individual;
PRÁTICAS instrucionais de regras de Produção de textos
ESTUDOS E jogo, dentre outros gêneros Exposição de cartazes, slides;
PESQUISA do campo da vida cotidiana, Escrita autônoma e
de acordo com as convenções compartilhada Aulas expositivas e dialogadas;
do gênero e considerando a
situação comunicativa e a
EIXO LEITURA finalidade do texto.
(EF05LP23) Comparar
Informações apresentadas em
EIXO ESCRITA gráficos ou tabelas.
(EF35LP23) Apreciar
poemas e outros textos
versificados, observando
rimas, aliterações e diferentes
modos de divisão dos versos,
estrofes e refrões e seu efeito
de sentido.
(EF35LP24) Identificar
funções do texto dramático
(escrito para ser encenado) e
sua organização por meio de
diálogos entre personagens e
marcadores das falas das
personagens e de cena.
(EF35LP09) Organizar o
texto em unidades de sentido,
dividindo-o em parágrafos
segundo as normas gráficas e
de acordo com as
características do gênero
textual.
(EF05LP12) Planejar e
produzir, com autonomia,
textos instrucionais de regras
de jogo, dentre outros
gêneros do campo da vida
cotidiana, de acordo com as
convenções do gênero e
considerando a situação
comunicativa e a finalidade
do texto.
120

LÍNGUA PORTUGUESA
ANO:5ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05LP20) Analisar a Planejamento de texto/ Atividades de escrita coletiva;
validade e força de Progressão temática e
argumentos em paragrafação; Produção de texto individual;
argumentações sobre
EIXO ESCRITA produtos de mídia para Escrita colaborativa; Exposição de cartazes, slides;
público infantil (filmes,
desenhos animados, HQs, Escrita autônoma e Aulas expositivas e dialogadas;
games etc.), com base em compartilhada;
conhecimentos sobre os
mesmos. Produção de texto oral
(EF05LP27) Utilizar, ao
produzir o texto, recursos de Planejamento de texto oral
coesão pronominal Exposição oral
(pronomes anafóricos) e
EIXO ORALIDADE articuladores de relações de Pontuação
sentido (tempo, causa,
oposição, conclusão,
comparação), com nível
adequado de informatividade.
(EF05LP28) Observar, em
ciberpoemas e minicontos
infantis em mídia digital, os
recursos multissemióticos
presentes nesses textos
digitais.

ARTE
ANO:5ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF15AR01) Identificar e Grafites e xilogravura Roda de conversa sobre Grafites e
ARTES VISUAIS apreciar formas distintas das O que é arte do grafite; xilogravuras;
artes visuais tradicionais e O que é a arte da xilogravura.
contemporâneas,Cultivando a Exibição de vídeos ou imagens
percepção, o imaginário, a Elementos da linguagem: sobre Grafites, xilogravura;
capacidade de simbolizar e o cores forma, ponto, linha,
repertório imagético. espaço; Experimentação de uma atividade
(EF15AR02) Explorar e de criação de grafites e de
reconhecer elementos Processos de criação: xilogravuras utilizando materiais
constitutivos das artes visuais produção de grafites e de como: tinta guache, prato de isopor,
(ponto, linha, forma, cor, xilogravura com materiais pinceis etc.;
espaço, movimento etc.). alternativos;
(EF15AR03) Reconhecer e Exposição das produções feita
analisar a influência de pelos alunos na escola;
distintas matrizes estéticas e
culturais das artes visuais nas
manifestações artísticas das
culturas locais, regionais e
nacionais.
(EF15AR04) Experimentar
diferentes formas de
expressão artística, fazendo
uso sustentável de materiais,
instrumentos, recursos e
técnicas convencionais e não
convencionais.
121
(EF15AR013) Perceber e Gêneros musicais: Roda de conversa sobre
MÚSICA explorar os elementos O que são gêneros musicais; diferentes gêneros musicais;
constitutivos e as
propriedades sonoras da Elementos de linguagem
Lista de musica preferidas da
música (altura, intensidade, musical: Altura, intensidade,
urma;
timbre, melodia e ritmo). ritmo e melodia do som das
(EF15AR14) Perceber e músicas de diferentes gêneros
explorar os elementos musicais. Exibição de vídeos ou áudios dos
constitutivos da música gêneros preferidos da turma.
(altura, intensidade, timbre, Processos de criação:
melodia, ritmo etc.), por meio apreciação e autoria
Produção coletiva de uma paródia
de jogos, brincadeiras, (paródias) de músicas de
canções e práticas diversas de diferentes gêneros musicais. para experimentar o processo
composição/criação, decriação de uma música
execução e apreciação considerando os elementos de
musical. linguagem que a compõe.

-Produção e apresentação de
paródias produzida em dupla ou em
grupo na sala de aula.

ARTE
ANO:5ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF15AR02) Explorar e Elementos da linguagem: Exibição de imagens, slides e
ARTES VISUAIS reconhecer elementos cores forma, ponto, linha, vídeos;
constitutivos das artes visuais espaço e movimento;
(ponto, linha, forma, cor, Experimentação e criação
espaço, movimento etc.). Processos de criação: coletiva e individual usando
(EF15AR03) Reconhecer e Desenho, pintura, colagem, recursos diversos, possibilitando
analisar a influência de construção, fotografia, vídeo e o desenvolvimento de habilidades
distintas matrizes estéticas e outras formas de expressão e expressão criativa;
culturais das artes visuais nas das artes visuais.
manifestações artísticas das Exposição das produções feita
culturas locais, regionais e Cultura Visual de diferentes pelos alunos na escola;
nacionais. povos;
(EF15AR04) Experimentar Explorar e experimentar
diferentes formas de Elementos de linguagem: diferentes formas de expressão
expressão artística, fazendo Altura, intensidade, ritmo e músical.
uso sustentável de materiais, melodia do som das músicas
instrumentos, recursos e afro e indígenas; Construção de instrumentos
técnicas convencionais e não músicais com materiais
convencionais. Processos de criação: alternativos;
(EF1AR05) Experimentar a apreciação e audição das
criação em artes visuais de músicas afro e indígenas; Paisagem sonora e construção
modo individual, coletivo, coletiva de partituras não
explorando diferentes Músicas da cultura popular / convencionais.
espaços da escola e a erudita.
comunidade. Roda de conversa sobre as músicas
(EF1AR013) Perceber e de origem indígenas e afro
MÚSICA explorar os elementos
constitutivos e as
propriedades sonoras da
música (altura, intensidade,
timbre, melodia e ritmo).
(EF15AR14) Perceber e
explorar os elementos
constitutivos da música
(altura, intensidade, timbre,
melodia, ritmo etc.), por meio
de jogos, brincadeiras,
canções e práticas diversas de
composição/criação,
execução e apreciação
musical.
122
EDUCAÇÃO FÍSICA
ANO:5ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF12EF01) Experimentar, Brincadeiras e jogos da Realizar jogos e brincadeiras
EDUCAÇÃO FÍSICA fruir e recriar diferentes cultura popular presentes no populares coletivamente;
(CORPO E brincadeiras e jogos da contexto comunitário e
MOVIMENTO) cultura popular presentes no regional Planejar de forma inclusiva a
contexto comunitário e participação de todos os alunos
regional, reconhecendo e em jogos de matriz indígena e
respeitando as diferenças africana.
individuais de desempenho
dos colegas. Registrar, por diferentes modos,
(EF12EF02) Explicar, por os jogos populares realizados
meio de múltiplas linguagens pelos alunos
(corporal, visual, oral e
escrita), as brincadeiras e os Recriar jogos populares, partindo
jogos populares do contexto de sua estrutura inicial, para
comunitário e regional, desenvolver novos modos de
reconhecendo e valorizando a brincar e jogar
importância desses jogos e
brincadeiras para suas
culturas de origem.
(EF12EF03) Planejar e
utilizar estratégias para
resolver desafios de
brincadeiras e jogos
populares do contexto
comunitário e regional, com
base no reconhecimento das
características dessas
práticas.
(EF12EF04) Colaborar na
proposição e na produção de
alternativas para a prática, em
outros momentos e espaços,
de brincadeiras e jogos e
demais práticas corporais
tematizadas na escola,
produzindo textos (orais,
escritos, audiovisuais) para
divulgá-las na escola e na
comunidade.
EDUCAÇÃO FÍSICA
ANO:5ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF12EF05) Experimentar Esportes de marca Realizar praticas esportivas, de
EDUCAÇÃO FÍSICA e fruir, prezando pelo Os esportes de marca modo lúdico, que introduzam os
(ESPORTES) trabalho coletivo e pelo são aqueles em que os alunos no universo das
protagonismo, a prática de competidores disputam através competições esportivas.
Estimulando o respeito, a
esportes de marca e de da comparação entre
tolerância e a ética.
precisão, identificando os suas marcas. Nas corridas,
elementos comuns a esses por exemplo, vence quem Desenvolver práticas esportivas
esportes. realizar o percurso no menor que envolvam o arremesso de
(EF12EF06) Discutir a tempo possível. Nos bolas e outros tipos de
importância da observação arremessos, a meta e atingir a lançamento, tais como boliche,
das normas e das regras dos maior distância etc. basquete etc.
esportes de marca e de
Explorar os diferentes
precisão para assegurar a Esportes de precisão
movimentos da ginástica, através
integridade própria e as dos O Esporte de Precisão é um de atividades lúdicas, trabalhando
demais participantes. conjunto de modalidades que a consciência corporal e
(EF12EF07) Experimentar, se caracterizam por coordenação.
GINÁSTICA GERAL fruir e identificar diferentes arremessar/lançar um objeto,
123

elementos básicos da procurando acertar um alvo


ginástica (equilíbrios, saltos, específico, estático ou em
giros, rotações, acrobacias, movimento.
com e sem materiais) e da
ginástica geral, de forma
individual e em pequenos
grupos, adotando
procedimentos de segurança.

MATEMÁTICA
ANO:5ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05MA01) Ler, escrever e Sistema de numeração Apresentação das tabelas das
NÚMEROS ordenar números naturais até decimal: leitura, escrita e classes;
a ordem das centenas de ordenação de números
milhar com compreensão das naturais (de até seis ordens). Utilização dos jogos, material
principais características do concreto, ábaco, material dourado.
sistema de numeração Problemas de contagem do
decimal. tipo: “se cada objeto de uma
(EF05MA09) Resolver e coleção A for combinado com
elaborar problemas simples todos elementos de uma
de contagem envolvendo o coleção B, quantos
princípio multiplicativo, agrupamentos, desse tipo
como a determinação do podem ser formados?
número de agrupamentos
possíveis ao se combinar Números ordinais
cada elemento de uma
coleção com todos os Adição e subtração
elementos de outra coleção,
por meio de diagramas de
árvore ou por tabelas.
MATEMÁTICA
ANO:5ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05MA10) Concluir, por Propriedades da igualdade e Resolver problemas a partir de
NÚMEROS meio de investigações, que a noção de equivalência; elementos da vida prática.
relação de igualdade
existente entre dois membros Medidas de comprimento, Utilização de reta numérica, fita
permanece ao adicionar, massa e capacidade: métrica, termômetro
subtrair, multiplicar ou estimativas, utilização de litros, copos, quilo e balança;
dividir cada um desses instrumentos de medida e de
membros por um mesmo unidades de medidas Trabalhar frações usando
número, para construir a convencionais mais usais; materiais concretos, e atividades
noção de equivalência. para sistematização dos
(EF05MA19) Resolver e Multiplicação; conhecimentos construídos.
elaborar problemas
envolvendo medidas das Fração
grandezas comprimento, área,
massa, tempo, temperatura e
capacidade, recorrendo a
transformações entre as
unidades mais usuais em
contextos socioculturais.
EF05MA03) Identificar e
representar frações (menores
e maiores que a unidade),
associando-as ao resultado de
uma divisão ou à ideia de
parte de um todo, utilizando a
reta numérica como recurso.
124

(EF05MA04) Identificar
frações equivalentes.
MATEMÁTICA
ANO:5ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05MA05) Comparar e Representação fracionária dos Rodas de conversas para
NÚMEROS ordenar números racionais números racionais: iniciação dos objetos de
positivos (representações reconhecimento, significados, conhecimento.
fracionária e decimal), leitura e representação na reta
relacionando-os a pontos na numérica. Confecção de partes de um todo
reta numérica. para trabalhar números racionais
(EF05MA06) Associar as Divisão (material concreto).
representações 10%, 25%,
50%, 75% e 100% Comparação e ordenação de Organização de uma Sequência
respectivamente à décima números racionais na Didática para trabalhar a unidade
parte, quarta parte, metade, representação decimal e na temática Números.
três quartos e um inteiro, para fracionária utilizando a noção
calcular porcentagens, de equivalência. Resolução de situações - problemas
utilizando estratégias por meio de diferentes estratégias
pessoais, cálculo mental e Problemas: multiplicação e seja mental ou escrito.
calculadora, em contextos de divisão de números racionais
educação financeira, entre cuja representação decimal é
outros. finita por números naturais.
(EF05MA08) Resolver e
elaborar problemas de
ÁLGEBRA multiplicação e divisão com
números naturais e com
números racionais cuja
representação decimal é finita
(com multiplicador natural e
divisor natural e diferente de
zero), utilizando estratégias
diversas, como cálculo por
estimativa, cálculo mental e
algoritmos.
(EF05MA13) Resolver
problemas envolvendo a
partilha de uma quantidade
em duas partes desiguais, tais
como dividir uma quantidade
em duas partes, de modo que
uma seja o dobro da outra,
com compreensão da ideia de
razão entre as partes e delas
com o todo.
MATEMÁTICA
ANO:5ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
GEOMETRIA (EF05MA16) Associar Figuras geométricas espaciais: Organização de uma
figuras espaciais a suas reconhecimento, Sequência Didática para trabalhar
planificações (prismas, representações, planificações a unidade temática ;
pirâmides, cilindros e cones) e características;
e analisar, nomear e Geometria: planejamento das
comparar seus atributos. Figuras geométricas planas: etapas e das atividades previstas
(EF05MA17) Reconhecer, características, representações que contribuirão para a aquisição
nomear e comparar e ângulos; das habilidades destacadas na
polígonos, considerando unidade;
lados, vértices e ângulos, e Ampliação e redução de
desenhá-los, utilizando figuras poligonais em malhas Análise coletiva de gráficos e
material de desenho ou quadriculadas:reconhecimento tabelas;
tecnologias digitais. da congruência dos ângulos
125

PROBABILIDADE (EF05MA18) Reconhecer a e da Proporcionalidade dos Atividades em duplas ou


E ESTATÍSTICA congruência dos ângulos e a lados correspondentes; individuais: construção de tabelas
proporcionalidade entre os ou gráficos a partir de elementos
lados correspondentes de Leitura, coleta, classificação ou situações-problemas apontados
figuras poligonais em interpretação e pelo professor;
situações de ampliação e de representação de dados em
redução em malhas tabelas de dupla entrada, Produção de texto/ argumentação
quadriculadas e usando gráfico de colunas agrupadas, escrita a partir das análises dos
tecnologias digitais. gráficos pictóricos e gráfico gráficos e tabelas realizados
(EF05MA24) Interpretar de linhas; individualmente ou em duplas.
dados estatísticos
apresentados em textos, Cálculo de Porcentagens e
tabelas e gráficos (colunas ou representação fracionária;
linhas), referentes a outras
áreas do conhecimento ou a Problemas e cálculos com
outros contextos, como saúde números racionais.
e trânsito, e produzir textos
com o objetivo de sintetizar
conclusões.
(EF05MA25) Realizar
pesquisa envolvendo
variáveis categóricas e
numéricas, organizar dados
coletados por meio de tabelas,
gráficos de colunas, pictóricos
e de linhas, com e sem uso de
tecnologias digitais, e
apresentar texto escrito sobre
a finalidade da pesquisa e a
síntese dos resultados.

CIÊNCIAS
ANO:5ºANO 1° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05CI02) Aplicar os Ciclo hidrológico; Compreender as propriedades
conhecimentos sobre as gerais e específicas da matéria,
mudanças de estado físico da Mudanças de estado físico da ilustrando cada conceito com o
água para explicar o ciclo água (clima e implicações na auxílio de imagens, textos e
hidrológico e analisar suas agricultura, energia elétrica, experimentos, onde pode-se
implicações na agricultura, água potável e ecossistemas demonstrar que o ar é composto
no clima, na geração de regionais); de matéria.
energia elétrica, no
provimento de água potável e Manutenção do ciclo da água; Ressaltar a importância da água
no equilíbrio dos para os seres vivos e que todos
ecossistemas regionais (ou Cobertura vegetal; participam do ciclo hidrológico
locais). da água. Apresentar a origem da
MATÉRIA E (EF05CI03) Selecionar Conservação do solo; água subterrânea e
ENERGIA argumentos que justifiquem a os principais aquíferos
importância da cobertura Cursos da água e da qualidade brasileiros.
vegetal para a manutenção do do ar atmosférico;
ciclo da água, a conservação Discutir a importância da
dos solos, dos cursos de água Movimentos da terra; preservação e da manutenção da
e da qualidade do ar qualidade da água nesses
atmosférico. Estações do ano; reservatórios.

Fases da lua. Jogos educativos;

Utilizar (sequência didática


/projeto didático).
126
CIÊNCIAS
ANO:5ºANO 2° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05CI04) Identificar os Consumo consciente; Leituras compartilhadas;
principais usos da água e de
outros materiais nas Uso da água e dos outros Levantamento de hipóteses;
atividades cotidianas para recursos naturais nas
discutir e propor formas atividades cotidianas. Pesquisas;
sustentáveis de utilização
desses recursos. Consumo sustentáveis desses Problematizações;
(EF05CI04) Descobrir os recursos;
tipos de recursos naturais e Produções textuais;
de corpos d’água presentes Reciclagem;
no município de Magé. Resolução de exercícios de
MATÉRIA E Identificar os principais usos Consumo consciente; fixação e tarefas sistemáticas e
ENERGIA da água e de outros materiais desafiadoras;
nas atividades cotidianas para Soluções tecnológicas para o
discutir e propor formas descarte adequado; Construir uma ação coletiva na
sustentáveis de utilização escola abordando o consumo
desses recursos, selecionando Reciclagem e aproveitamento consciente ;
exemplos de práticas de materiais consumidos na
sustentáveis. escola ou na vida cotidiana. Utilizar as modalidades
(EF05CI05) Construir organizativas de ensino
propostas coletivas para um (sequência didática, atividade
consumo mais consciente e permanente e projeto didático).
criar soluções tecnológicas
para o descarte adequado e a
reutilização ou reciclagem de
materiais consumidos na
escola e/ou na vida cotidiana.
CIÊNCIAS
ANO:5ºANO 3° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05CI06) Selecionar Integração entre os sistemas Jogos educativos;
argumentos que justifiquem digestório, respiratório;
por que os sistemas Leituras compartilhadas;
digestório e respiratório são Características e funções do
considerados corresponsáveis sistema digestório, Problematizações;
pelo processo de nutrição do circulatório e respiratório;
organismo, com base na Produções textuais;
identificação das funções Nutrição do organismo
desses sistemas. Construir um painel para
(EF05CI06) Conhecer e Os nutrientes encontrados nos demonstração da pirâmide
descrever as partes que alimentos: carboidratos, alimentar;
compõem o sistema proteínas, lipídios, vitaminas e
VIDA E EVOLUÇÃO digestório e o respiratório, sais minerais; Discutir as condições para que
explicando suas funções e uma alimentação seja saudável,
selecionar argumentos que Alimentação e energia equilibrada e com moderação;
justifiquem, por que são
considerados corresponsáveis Transporte de gases e Destacar a importância do ar (gás
pelo processo de nutrição do nutrientes; oxigênio) obtido pelo sistema
organismo. respiratório e a reação entre o gás
(EF05CI07) Justificar a Pirâmide alimentar; oxigênio e os nutrientes para
relação entre o obtenção de
funcionamento do sistema Hábitos alimentares; energia;
circulatório, a distribuição
dos nutrientes pelo Distúrbios nutricionais: Resolução de exercícios de
organismo e a eliminação dos obesidade e subnutrição; fixação e tarefas sistemáticas e
resíduos produzidos. desafiadoras;
(EF05CI08) Organizar um Alimentação Equilibrada;
cardápio equilibrado com Dentro desse contexto, pode-se
base nas características dos utilizar as modalidades
grupos alimentares organizativas de ensino (sequência
127
(nutrientes e calorias) e nas didática, atividade permanente,
necessidades individuais projeto didático).
(atividades realizadas, idade,
sexo etc.) para a manutenção
da saúde do organismo.
(EF05CI09) Discutir a
ocorrência de distúrbios
nutricionais (como obesidade,
subnutrição etc.) entre
crianças e jovens a partir da
análise de seus hábitos (tipos
e quantidade de alimento
ingerido, prática de atividade
física etc.).
CIÊNCIAS
ANO:5ºANO 4° BIMESTRE
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05CI10) Identificar Constelações e mapas Leitura em voz alta;
algumas constelações no céu, celestes;
com o apoio de recursos Jogos educativos;
(como mapas celestes e Movimento de rotação da
aplicativos digitais, entre Terra; Leituras compartilhadas;
outros), e os períodos do ano
em que elas são visíveis no Os movimentos da terra; Produções textuais;
início da noite.
(EF05CI11) Associar o As estações do ano; Experimentos com lentes;
movimento diário do Sol e
das demais estrelas no céu ao Periodicidade das fases da Resolução de exercícios de
TERRA E movimento de rotação da Lua /Ciclo da lua / fixação e tarefas sistemáticas e
UNIVERSO Terra. desafiadoras;
(EF05CI12) Concluir sobre a A lua e as marés;
periodicidade das fases da Dentro desse contexto, pode-se
Lua, com base na observação -Instrumentos óticos de utilizar as modalidades
e no registro das formas observação: Luneta, Lupa e organizativas de ensino
aparentes da Lua no céu ao Periscópio; (sequência didática,
longo de, pelo menos, dois atividade permanente, projeto
meses. Propriedades físicas dos didático).
(EF05CI13) Projetar e materiais
construir dispositivos para
observação à distância Densidade - Condutibilidade
(luneta, periscópio etc.), para térmica e elétrica;
observação ampliada de
objetos (lupas, microscópios) Forças Magnéticas;
ou para registro de imagens
(máquinas fotográficas) e Forças Mecânicas;
discutir usos sociais desses
dispositivos.

GEOGRAFIA
ANO:5ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF01GEO1) Identificar Dinâmica populacional; Roda de conversa;
marcas de diferentes
contribuições populacionais no Diferenças étnico-raciais e Pesquisas sobre a diversidade
estado do Rio de Janeiro, desigualdades sociais; cultural do município.
SUJEITO E SEU estabelecendo relações entre as
LUGAR NO migrações e as condições de Divisão regional do Brasil; Levantamento prévio dos
MUNDO infraestrutura estadual; conhecimentos dos alunos;
(EF01GEO2) Identificar Clima, relevo, rios da região;
diferenças étnico- raciais e
étnicos-culturais e
128
CONEXÕES E desigualdades sócias entre Território, redes e
ESCALAS grupos de diferentes territórios urbanização;
e da comunidade em que o
aluno está inserido. Trabalho e inovação
(EF01GEO3) Identificar as tecnológica;
diferentes regiões que compõe o
Brasil e conhecer suas Identificar as diferentes
realidades realidades do município;
(EF01GEO4) Identificar e
descrever os diferentes Topografias do município;
elementos que compõe a
topografia e os diferentes
climas existentes no território
brasileiro e no município de
MUNDO DO Magé.
TRABALHO (EF01GEO5) Identificar e
comparar diferentes hierarquias
entre as cidades brasileiras por
meio de mapas assim como os
distritos do município de Magé.
(EF01GEO6) Estabelecer
conexões de hierarquia entre as
cidades.
(EF01GEO7) Identificar e
comparar transformações
ocorridas em diversos tipos de
trabalho e no mundo da
tecnologia.
GEOGRAFIA
ANO:5ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF01GEO8) Aprender a Sistema de Orientação; Roda de conversa ;
localizar-se em diferentes
pontos da terra; Elementos constitutivos dos Atividades com textos
(EF01GEO9) Analisar e mapas; informativos;
FORMAS DE identificar os diferentes
REPRESENTAÇÃO elementos que compõem um Unidades político- Atividades de pesquisa;
E PENSAMENTO mapa inclusive o mapa de administrativas do Brasil;
ESPACIAL Magé. Produção de cartazes sobre a
(EF01GEO10) Identificar e Analisar e identificar os divisão política administrativa do
comparar no mapa político as diferentes elementos que Brasil;
unidades político compõem o mapa de Magé.
administrativas que compõem o Analise de fotografias e ou
território brasileiro por meio de Conservação e degradação da imagens sobre as paisagens;
mapas temáticos; natureza (poluição dos rios,
(EF01GEO10) Reconhecer os igarapés e oceanos); Pesquisas sobreas paisagens
diferentes usos, apropriação, antrópicas e naturais;
NATUREZA, degradação e preservação da Crescimento urbano
AMBIENTE E natureza pelo homem; desordenado. Atividade em grupo sobre a
QUALIDADE DE (EF01GE11) Identificar e poluição da água doce e dos
VIDA. analisar as características e oceanos;
mudanças sociais, econômicas,
ambientais e culturais
provocadas pelo crescimento
das cidades em relação à
qualidade de vida de todas as
pessoas.
129
HISTÓRIA
ANO:5ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05HI01) Identificar os O que forma um povo: do Leitura compartilhada de um
processos de formação das nomadismo aos primeiros texto informativo sobre os
POVOS E culturas e dos povos, povos sedentarizados primeiros povos.
CULTURAS: relacionando-os com o espaço Formação dos primeiros
MEU LUGAR NO geográfico ocupado. povos; Atividade sobre o modo de vida
MUNDO E MEU (EF05HI02) Identificar os sedentário.
GRUPO SOCIAL mecanismos de organização do Modo de vida sedentário;
poder político com vistas à Atividades econômicas dos Exibição de vídeo e ou imagens
compreensão da ideia de primeiros povos; sobre atividade econômica dos
Estado e /ou de outras formas primeiros povos
de ordenação social. Povos antigos da África e do
(EF05HI04) Associar a noção Brasil; Leitura e interpretação de texto.
de cidadania com os princípios
de respeito à diversidade, à As formas de organização
pluralidade e aos direitos social e política: a noção de Roda de conversa sobre origem
humanos. estado; do Estado e do governo; atividade
em grupo pesquisa sobre conceito
Origem do Estado e do de monarquia e de república.
governo;
Exibição de vídeo ou de imagem
Conceito de monarquia e de sobre as cidades- estados gregas.
república;
Exposição de imagens sobre a
Origem das desigualdades diversidade cultural do Brasil.
sociais;
Atividade de leitura
Cidades-estados gregas; compartilhada sobre a
Forma de governo no Brasil; Constituição cidadania e respeito
Atual democracia brasileira; à diversidade.
-Diversidade e cultura
Brasileiras;

Direitos dos brasileiros


garantidos na constituição

Cidadania e respeito à
diversidade.
HISTÓRIA
ANO:5ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE ORIENTAÇÕES
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS METODOLÓGICAS
(EF05HI06) Comparar o uso O surgimento da escrita e a Exibição de vídeo ou de imagem
de diferentes linguagens e noção de fonte de transmissão sobre o surgimento da escrita;
REGISTROS DA tecnologias no processo de de saberes, culturas e
HISTÓRIA: comunicação e avaliar os histórias; Exposição de imagens formas de
LINGUAGENS E significados sociais, políticos e comunicação do presente e do
CULTURAS. culturais atribuídos a elas. Linguagem e comunicação; passado e produção de cartazes;
(EF05HI07) Inventariar os
patrimônios materiais e Escrita e organização política; Exibição de vídeo ou de imagem
imateriais da humanidade e sobre patrimônio material e
analisar mudanças e Os patrimônios materiais e imaterial.
permanências desses imateriais.
patrimônios ao longo do tempo. Pesquisa e Exposição de imagem
O que são patrimônios e ou objetos da cultura Afro e
materiais e imateriais; indígena Brasileira (patrimônio
material).
Herança material e imaterial
Afro-brasileira, indígena e Produção de mural sobre os
regional. patrimônios imateriais.
130

ENSINO RELIGIOSO
ANO:5ºANO 1° e 2° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS
(EF05ER01) Identificar e respeitar acontecimentos sagrados de Narrativas religiosas
CRENÇAS diferentes culturas e tradições religiosas como recurso para
RELIGIOSAS E preservar a memória. Mitos nas tradições religiosas
FILOSOFIAS DE (EF05ER02) Identificar mitos de criação em diferentes culturas
e tradições religiosas.
VIDA
(EF05ER03) Reconhecer funções e mensagens religiosas
contidas nos mitos de criação (concepções de mundo, natureza,
ser humano, divindades, vida e morte).
ENSINO RELIGIOSO
ANO:5ºANO 3° e 4° BIMESTRES
CAMPO DE HABILIDADES OBJETOS DE
ATUAÇÃO CONHECIMENTOS
(EF05ER04) Reconhecer a importância da tradição oral para Ancestralidade e tradição oral
preservar memórias e acontecimentos religiosos.
CRENÇAS (EF05ER05) Identificar elementos da tradição oral nas culturas e
RELIGIOSAS E religiosidades indígenas, afro-brasileiras, ciganas, entre outras.
(EF05ER06) Identificar o papel dos sábios e anciãos na
FILOSOFIAS DE
comunicação e preservação da tradição oral.
VIDA (EF05ER07) Reconhecer, em textos orais, ensinamentos
relacionados a modos de ser e viver.
133
DISCIPLINA: ARTES
6º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Teatro Contextos e práticas (EF69AR24) Reconhecer e apreciar A unidade prevê a
artistas e grupos de teatro brasileiros e vivência de jogos,
Matrizes estéticas e culturais
 Figurino estrangeiros de diferentes épocas, improvisações e
Elementos de linguagem investigando os modos de criação, encenações, que
Diversidade de temas e produção, divulgação, circulação e possibilitem a troca de
Processos de criação
inspirações organização da atuação profissional experiências entre alunos
Arte e tecnologia em teatro. e permitam aprimorar a
Identidade (EF69AR25) Identificar e analisar percepção estética, a
diferentes estilos cênicos, imaginação, a consciência
Máscara contextualizando-os no tempo e no corporal, a intuição, a
espaço de modo a aprimorar a memória, a reflexão e a
capacidade de apreciação da estética emoção.
teatral.
(EF69AR26) Explorar diferentes Experimentar o trabalho
elementos envolvidos na composição colaborativo, coletivo e
dos acontecimentos cênicos autoral em improvisações
(figurinos, adereços, cenário, teatrais e processos
iluminação e sonoplastia) e narrativos criativos em
reconhecer seus vocabulários. teatro, explorando desde a
(EF69AR27) Pesquisar e criar formas teatralidade dos gestos e
de dramaturgias e espaços cênicos das ações do cotidiano até
para o acontecimento teatral, em elementos de diferentes
diálogo com o teatro contemporâneo. matrizes estéticas e
(EF69AR28) Investigar e culturais.
experimentar diferentes funções
teatrais e discutir os limites e desafios Exercitar a imitação e o
do trabalho artístico coletivo e faz de conta,
colaborativo. ressignificando objetos e
(EF69AR29) Experimentar a fatos e experimentan-do-
gestualidade e as construções se no lugar do outro, ao
corporais e vocais de maneira compor e encenar
imaginativa na improvisação teatral e acontecimentos cênicos,
no jogo cênico. por meio de músicas,
(EF69AR30) Compor improvisações imagens, textos ou outros
e acontecimentos cênicos com base pontos de partida, de
em textos dramáticos ou outros forma intencional e
estímulos (música, imagens, objetos reflexiva.
etc.), caracterizando personagens
(com figurinos e adereços), cenário,
iluminação e sonoplastia e
considerando a relação com o
espectador.
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Artes Visuais Contextos e práticas (EF69AR01) Pesquisar, apreciar e A ideia é que os alunos
analisar formas distintas das artes conheçam culturas
Ponto, linha, forma, Elementos da linguagem visuais tradicionais e contemporâneas, visuais diversas e
cor, espaço e textura em obras de artistas brasileiros e experimentem inúmeras
Materialidades estrangeiros de diferentes épocas e em possibilidades de criar e
Pintura diferentes matrizes estéticas e se expressar visualmente
Processo de criação culturais, de modo a ampliar a explorando as
Desenho experiência com diferentes contextos transformações dos
Sistema da linguagem e práticas artístico-visuais e cultivar a materiais, recursos
Gravura percepção, o imaginário, a capacidade tecnológicos e
de simbolizar e o repertório imagético. apropriando-se da cultura
Escultura (EF69AR02) Pesquisar e analisar cotidiana.
diferentes estilos visuais, Identificar e apreciar
Colagem contextualizando-os no tempo e no formas distintas das artes
espaço. visuais tradicionais e
Releituras (EF69AR03) Analisar situações nas contemporâneas,
quais as linguagens das artes visuais cultivando a percepção, o
134
se integram às linguagens imaginário, a capacidade
audiovisuais (cinema, animações, de simbolizar e o
vídeos etc.), gráficas (capas de livros, repertório imagético.
ilustrações de textos diversos etc.),
cenográficas, coreográficas, musicais Explorar e reconhecer
etc. elementos constitutivos
(EF69AR04) Analisar os elementos das artes visuais (ponto,
constitutivos das artes visuais (ponto, linha, forma, cor, espaço,
linha, forma, direção, cor, tom, escala, movimento etc.).
dimensão, espaço, movimento etc.) na
apreciação de diferentes produções Experimentar diferentes
artísticas. formas de expressão
(EF69AR05) Experimentar e analisar artística (desenho,
diferentes formas de expressão pintura, colagem,
artística (desenho, pintura, colagem, quadrinhos, dobradura,
quadrinhos, dobradura, escultura, escultura, modelagem,
modelagem, instalação, vídeo, instalação, vídeo,
fotografia, performance etc.) fotografia etc.), fazendo
(EF69AR06) Desenvolver processos uso sustentável de
de criação em artes visuais, com base materiais, instrumentos,
em temas ou interesses artísticos, de recursos e técnicas
modo individual, coletivo e convencionais e não
colaborativo, fazendo uso de convencionais.
materiais, instrumentos e recursos
convencionais, alternativos e digitais. Dialogar sobre a sua
(EF69AR07) Dialogar com princípios criação e as dos colegas,
conceituais, proposições temáticas, para alcançar sentidos
repertórios imagéticos e processos de plurais.
criação nas suas produções visuais.
(EF69AR08) Diferenciar as
categorias de artista, artesão, produtor
cultural, curador, designer, entre
outras, estabelecendo relações entre os
profissionais do sistema das artes
visuais.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Dança Contextos e práticas (EF69AR09) Pesquisar e analisar Nesta unidade temática, a
diferentes formas de expressão, proposta é que os alunos
Elementos da linguagem
representação e encenação da dança, envolvam-se em
Processos criativos
Processo de criação reconhecendo e apreciando investigações e produções
composições de dança de artistas e artísticas da dança,
Arte e tecnologia
O estudo do movimento grupos brasileiros e estrangeiros de centrando-se no que
diferentes épocas. acontece no corpo,
(EF69AR10) Explorar elementos discutindo e dando
Relação entre o espaço
constitutivos do movimento cotidiano significado às relações
e movimento
e do movimento dançado, abordando, entre corporeidade e
criticamente, o desenvolvimento das produção estética.
Criação de uma formas da dança em sua história
coreografia tradicional e contemporânea. Pretende-se também
(EF69AR11) Experimentar e analisar repensar com o corpo
os fatores de movimento (tempo, favorecendo um conjunto
peso, fluência e espaço) como dinâmico de práticas.
elementos que, combinados, geram as
ações corporais e o movimento Experimentar e apreciar
dançado. formas distintas de
(EF69AR12) Investigar e manifestações da dança
experimentar procedimentos de presentes em diferentes
improvisação e criação do contextos, cultivando a
movimento como fonte para a percepção, o imaginário, a
construção de vocabulários e capacidade de simbolizar
repertórios próprios. e o repertório corporal.
(EF69AR13) Investigar brincadeiras,
jogos, danças coletivas e outras Criar e improvisar
práticas de dança de diferentes movimentos dançados de
matrizes estéticas e culturais como modo individual, coletivo
referência para a criação e a e colaborativo,
composição de danças autorais, considerando os aspectos
individualmente e em grupo. estruturais, dinâmicos e
(EF69AR14) Analisar e expressivos dos elementos
135
experimentar diferentes elementos constitutivos do
(figurino, iluminação, cenário, trilha movimento, com base nos
sonora etc.) e espaços (convencionais códigos de dança.
e não convencionais) para
composição cênica e apresentação
coreográfica.
(EF69AR15) Discutir as experiências
pessoais e coletivas em dança
vivenciadas na escola e em outros
contextos, problematizando
estereótipos e preconceitos.
4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Música Notação e registro musical (EF69AR16) Analisar criticamente, Aqui, o foco é o estudo da
por meio da apreciação musical, usos música, tanto em sua
Contextos e práticas
e funções da música em seus perspectiva sensível e
Notação criativa Elementos da linguagem contextos de produção e circulação, subjetiva na percepção e
relacionando as práticas musicais às experimentação de sons e
Materialidades
diferentes dimensões da vida social, rítmos, por exemplo,
Processos criativos da Noção de registro musical cultural, política, histórica, quanto como fio condutor
música econômica, estética e ética. de diversas interações
Processos de criação
(EF69AR17) Explorar e analisar, sociais, circunscritas
criticamente, diferentes meios e culturalmente, como uma
Timbre
equipamentos culturais de circulação forma de participar crítica
da música e do conhecimento e ativamente da
musical. sociedade, por exemplo.
Intensidade
(EF69AR18) Reconhecer e apreciar o
papel de músicos e grupos de música Identificar e apreciar
brasileiros e estrangeiros que criticamente diversas
Altura
contribuíram para o desenvolvimento formas e gêneros de
de formas e gêneros musicais. expressão musical,
(EF69AR19) Identificar e analisar reconhecendo e
Duração
diferentes estilos musicais, analisando os usos e as
contextualizando-os no tempo e no funções da música em
espaço, de modo a aprimorar a diversos contextos de
Pausa
capacidade de apreciação da estética circulação, em especial,
musical. aqueles da vida cotidiana.
(EF69AR20) Explorar e analisar
elementos constitutivos da música Explorar fontes sonoras
(altura, intensidade, timbre, melodia, diversas, como as
ritmo etc.), por meio de recursos existentes no próprio
tecnológicos (games e plataformas corpo (palmas, voz,
digitais), jogos, canções e práticas percussão corporal), na
diversas de composição/criação, natureza e em objetos
execução e apreciação musicais. cotidianos, reconhecendo
os elementos constitutivos
da música e as
características de
instrumentos musicais
variados.

Experimentar
improvisações,
composições e
sonorização de histórias,
entre outros, utilizando
vozes, sons corporais e/ou
instrumentos musicais
convencionais ou não
convencionais, de modo
individual, coletivo e
colaborativo.
136
DISCIPLINA: ARTES
7º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Artes visuais Contextos e práticas (EF69AR01) Pesquisar, apreciar e A ideia é que os alunos
analisar formas distintas das artes conheçam culturas visuais
Diversidade cultural Elementos da linguagem visuais tradicionais e diversas e experimentem
brasileira contemporâneas, em obras de artistas inúmeras possibilidades
Materialidades brasileiros e estrangeiros de diferentes de criar e se expressar
Artesanato tradicional épocas e em diferentes matrizes visualmente explorando
no Brasil Processos de criação estéticas e culturais, de modo a as transformações dos
ampliar a experiência com diferentes materiais, recursos
Artesanato da região Sistema da linguagem contextos e práticas artístico-visuais e tecnológicos e
cultivar a percepção, o imaginário, a apropriando-se da cultura
capacidade de simbolizar e o cotidiana.
Artesanato indígena repertório imagético.
(EF69AR02) Pesquisar e analisar Identificar e apreciar
diferentes estilos visuais, formas distintas das artes
Grafite contextualizando-os no tempo e no visuais tradicionais e
espaço. contemporâneas,
Pichação (EF69AR03) Analisar situações nas cultivando a percepção, o
quais as linguagens das artes visuais imaginário, a capacidade
Pintura se integram às linguagens de simbolizar e o
audiovisuais (cinema, animações, repertório imagético.
Releituras vídeos etc.), gráficas (capas de livros,
ilustrações de textos diversos etc.), Explorar e reconhecer
cenográficas, coreográficas, musicais elementos constitutivos
etc. das artes visuais (ponto,
(EF69AR04) Analisar os elementos linha, forma, cor, espaço,
constitutivos das artes visuais (ponto, movimento etc.).
linha, forma, direção, cor, tom,
escala, dimensão, espaço, movimento Experimentar diferentes
etc.) na apreciação de diferentes formas de expressão
produções artísticas. artística (desenho, pintura,
(EF69AR05) Experimentar e analisar colagem, quadrinhos,
diferentes formas de expressão dobradura, escultura,
artística (desenho, pintura, colagem, modelagem, instalação,
quadrinhos, dobradura, escultura, vídeo, fotografia etc.),
modelagem, instalação, vídeo, fazendo uso sustentável
fotografia, performance etc.) de materiais,
(EF69AR06) Desenvolver processos instrumentos, recursos e
de criação em artes visuais, com base técnicas convencionais e
em temas ou interesses artísticos, de não convencionais.
modo individual, coletivo e
colaborativo, fazendo uso de Dialogar sobre a sua
materiais, instrumentos e recursos criação e as dos colegas,
convencionais, alternativos e digitais. para alcançar sentidos
(EF69AR07) Dialogar com plurais.
princípios conceituais, proposições
temáticas, repertórios imagéticos e Estabelecer relações entre
processos de criação nas suas a arte, mídia, mercado e
produções visuais. consumo, compreendendo
(EF69AR08) Diferenciar as de forma crítica e
categorias de artista, artesão, produtor problematizadora, modos
cultural, curador, designer, entre de produção e de
outras, estabelecendo relações entre circulação da arte na
os profissionais do sistema das artes sociedade.
visuais.
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Dança Contextos e práticas (EF69AR09) Pesquisar e analisar Nesta unidade temática, a
diferentes formas de expressão, proposta é que os alunos
Danças urbanas Elementos da linguagem representação e encenação da dança, envolvam-se em
reconhecendo e apreciando investigações e produções
Experimentação Processo de criação composições de dança de artistas e artísticas da dança,
137

Danças e brincadeiras Arte e tecnologia grupos brasileiros e estrangeiros de centrando-se no que


tradicionais brasileiras diferentes épocas. acontece no corpo,
(EF69AR10) Explorar elementos discutindo e dando
constitutivos do movimento cotidiano significado às relações
e do movimento dançado, abordando, entre corporeidade e
criticamente, o desenvolvimento das produção estética.
formas da dança em sua história
tradicional e contemporânea. Pretende-se também
(EF69AR11) Experimentar e analisar repensar com o corpo
os fatores de movimento (tempo, favorecendo um conjunto
peso, fluência e espaço) como dinâmico de práticas.
elementos que, combinados,
geram as ações corporais e o Experimentar e apreciar
movimento dançado. formas distintas de
(EF69AR12) Investigar e manifestações da dança
experimentar procedimentos de presentes em diferentes
improvisação e criação do movimento contextos, cultivando a
como fonte para a construção de percepção, o imaginário, a
vocabulários e repertórios próprios. capacidade de simbolizar
(EF69AR13) Investigar brincadeiras, e o repertório corporal.
jogos, danças coletivas e outras
práticas de dança de diferentes Criar e improvisar
matrizes estéticas e culturais como movimentos dançados de
referência para a criação e a modo individual, coletivo
composição de danças autorais, e colaborativo,
individualmente e em grupo. considerando os aspectos
(EF69AR14) Analisar e experimentar estruturais, dinâmicos e
diferentes elementos (figurino, expressivos dos elementos
iluminação, cenário, trilha sonora constitutivos do
etc.) e espaços (convencionais e não movimento, com base nos
convencionais) para composição códigos de dança.
cênica e apresentação coreográfica.
(EF69AR15) Discutir as experiências
pessoais e coletivas em dança
vivenciadas na escola e em outros
contextos, problematizando
estereótipos e preconceitos.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Teatro Contextos e práticas (EF69AR24) Reconhecer e apreciar A unidade prevê a
artistas e grupos de teatro brasileiros vivência de jogos,
A teatralidade brasileira Matrizes estéticas e culturais e estrangeiros de diferentes épocas, improvisações e
investigando os modos de criação, encenações, que
Diferentes maneiras de Elementos de linguagem produção, divulgação, circulação e possibilitem a troca de
contar histórias organização da atuação profissional experiências entre alunos
Processos de criação em teatro. e permitam aprimorar a
O Circo e o teatro (EF69AR25) Identificar e analisar percepção estética, a
Arte e tecnologia diferentes estilos cênicos, imaginação, a consciência
contextualizando-os no tempo e no corporal, a intuição, a
espaço de modo a aprimorar a memória, a reflexão e a
capacidade de apreciação da estética emoção.
teatral.
(EF69AR26) Explorar diferentes Experimentar o trabalho
elementos envolvidos na composição colaborativo, coletivo e
dos acontecimentos cênicos autoral em improvisações
(figurinos, adereços, cenário, teatrais e processos
iluminação e sonoplastia) e narrativos criativos em
reconhecer seus vocabulários. teatro, explorando desde a
(EF69AR27) Pesquisar e criar teatralidade dos gestos e
formas de dramaturgias e espaços das ações do cotidiano até
cênicos para o acontecimento teatral, elementos de diferentes
em diálogo com o teatro matrizes estéticas e
contemporâneo. culturais.
(EF69AR28) Investigar e
experimentar diferentes funções Exercitar a imitação e o
teatrais e discutir os limites e faz de conta,
desafios do trabalho artístico ressignificando objetos e
138
coletivo e colaborativo. fatos e experimentan-do-
(EF69AR29) Experimentar a se no lugar do outro, ao
gestualidade e as construções compor e encenar
corporais e vocais de maneira acontecimentos cênicos,
imaginativa na improvisação teatral por meio de músicas,
e no jogo cênico. imagens, textos ou outros
(EF69AR30) Compor improvisações pontos de partida, de
e acontecimentos cênicos com base forma intencional e
em textos dramáticos ou outros reflexiva.
estímulos (música, imagens, objetos
etc.), caracterizando personagens Pesquisar e conhecer
(com figurinos e adereços), cenário, distintas matrizes estéticas
iluminação e sonoplastia e e culturais, especialmente
considerando a relação com o aquelas manifestadas na
espectador. arte nas culturas que
constituem
a identidade brasileira.

Sua tradição e
manifestações
contemporâneas,
reelaborando- as nas
criações em Arte.
4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Música Notação e registro musical (EF69AR16) Analisar criticamente, Aqui, o foco é o estudo da
por meio da apreciação musical, usos música, tanto em sua
As origens da Contextos e práticas e funções da música em seus perspectiva sensível e
musicalidade brasileira contextos de produção e circulação, subjetiva na percepção e
Elementos da linguagem relacionando as práticas musicais às experimentação de sons e
Trocando ideias de diferentes dimensões da vida social, rítmos, por exemplo,
gêneros musicais Materialidades cultural, política, histórica, quanto como fio condutor
brasileiros: Uma econômica, estética e ética. de diversas interações
mistura de sons Noção de registro musical (EF69AR17) Explorar e analisar, sociais, circunscritas
criticamente, diferentes meios e culturalmente, como uma
Processos de criação equipamentos culturais de circulação forma de participar crítica
da música e do conhecimento e ativamente da sociedade,
musical. por exemplo.
(EF69AR18) Reconhecer e apreciar
o papel de músicos e grupos de Identificar e apreciar
música brasileiros e estrangeiros que criticamente diversas
contribuíram para o desenvolvimento formas e gêneros de
de formas e gêneros musicais. expressão musical,
(EF69AR19) Identificar e analisar reconhecendo e analisando
diferentes estilos musicais, os usos e as funções da
contextualizando-os no tempo e no música em diversos
espaço, de modo a aprimorar a contextos de circulação,
capacidade de apreciação da estética em especial, aqueles da
musical. vida cotidiana.
(EF69AR20) Explorar e analisar
elementos constitutivos da música Explorar fontes sonoras
(altura, intensidade, timbre, melodia, diversas, como as
ritmo etc.), por meio de recursos existentes no próprio
tecnológicos (games e plataformas corpo (palmas, voz,
digitais), jogos, canções e práticas percussão corporal), na
diversas de composição/criação, natureza e em objetos
execução e apreciação musicais. cotidianos, reconhecendo
os elementos constitutivos
da música e as
características de
instrumentos musicais
variados.

Experimentar
improvisações,
composições e
sonorização de histórias,
entre outros, utilizando
vozes, sons corporais e/ou
instrumentos musicais
139
convencionais ou não
convencionais, de modo
individual, coletivo e
colaborativo.

DISCIPLINA: ARTES
8º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Dança Contextos e práticas (EF69AR09) Pesquisar e analisar Nesta unidade temática, a
diferentes formas de expressão, proposta é que os alunos
Dança como patrimônio Elementos da linguagem representação e encenação da dança, envolvam-se em
cultural reconhecendo e apreciando investigações e produções
Processo de criação composições de dança de artistas e artísticas da dança,
Valorização dos grupos brasileiros e estrangeiros de centrando-se no que
mestres da cultura Arte e tecnologia diferentes épocas. acontece no corpo,
brasileira (EF69AR10) Explorar elementos discutindo e dando
constitutivos do movimento cotidiano significado às relações
O movimento na dança e do movimento dançado, abordando, entre corporeidade e
criticamente, o desenvolvimento das produção estética.
Criando coreografia formas da dança em sua história
tradicional e contemporânea. Pretende-se também
(EF69AR11) Experimentar e analisar repensar com o corpo
os fatores de movimento (tempo, favorecendo um conjunto
peso, fluência e espaço) como dinâmico de práticas.
elementos que, combinados,
geram as ações corporais e o Experimentar e apreciar
movimento dançado. formas distintas de
(EF69AR12) Investigar e manifestações da dança
experimentar procedimentos de presentes em diferentes
improvisação e criação do movimento contextos, cultivando a
como fonte para a construção de percepção, o imaginário, a
vocabulários e repertórios próprios. capacidade de simbolizar
(EF69AR13) Investigar brincadeiras, e o repertório corporal.
jogos, danças coletivas e outras
práticas de dança de diferentes Criar e improvisar
matrizes estéticas e culturais como movimentos dançados de
referência para a criação e a modo individual, coletivo
composição de danças autorais, e colaborativo,
individualmente e em grupo. considerando os aspectos
(EF69AR14) Analisar e experimentar estruturais, dinâmicos e
diferentes elementos (figurino, expressivos dos elementos
iluminação, cenário, trilha sonora constitutivos do
etc.) e espaços (convencionais e não movimento, com base nos
convencionais) para composição códigos de dança
cênica e apresentação coreográfica.
(EF69AR15) Discutir as experiências
pessoais e coletivas em dança
vivenciadas na escola e em outros
contextos, problematizando
estereótipos e preconceitos.
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Artes visuais Contextos e práticas (EF69AR01) Pesquisar, apreciar e A ideia é que os alunos
analisar formas distintas das artes conheçam culturas
Elementos da linguagem
visuais tradicionais e contemporâneas, visuais diversas e
Artesanato Materialidades em obras de artistas brasileiros e experimentem inúmeras
estrangeiros de diferentes épocas e em possibilidades de criar e
Processo de criação
diferentes matrizes estéticas e se expressar visualmente
Pintura Sistema da linguagem culturais, de modo a ampliar a explorando as
experiência com diferentes contextos transformações dos
e práticas artístico-visuais e cultivar a materiais, recursos
140
Máscara percepção, o imaginário, a capacidade tecnológicos e
de simbolizar e o repertório imagético. apropriando-se da cultura
(EF69AR02) Pesquisar e analisar cotidiana.
Forma diferentes estilos visuais,
contextualizando-os no tempo e no Identificar e apreciar
espaço. formas distintas das artes
Escultura (EF69AR03) Analisar situações nas visuais tradicionais e
quais as linguagens das artes visuais contemporâneas,
se integram às linguagens cultivando a percepção, o
Intervenção audiovisuais (cinema, animações, imaginário, a capacidade
vídeos etc.), gráficas (capas de livros, de simbolizar e o
ilustrações de textos diversos etc.), repertório imagético.
Releituras cenográficas, coreográficas, musicais
etc. Explorar e reconhecer
(EF69AR04) Analisar os elementos elementos constitutivos
constitutivos das artes visuais (ponto, das artes visuais (ponto,
linha, forma, direção, cor, tom, escala, linha, forma, cor, espaço,
dimensão, espaço, movimento etc.) na movimento etc.).
apreciação de diferentes produções
artísticas. Experimentar diferentes
(EF69AR05) Experimentar e analisar formas de expressão
diferentes formas de expressão artística (desenho,
artística (desenho, pintura, colagem, pintura, colagem,
quadrinhos, dobradura, escultura, quadrinhos, dobradura,
modelagem, instalação, vídeo, escultura, modelagem,
fotografia, performance etc.) instalação, vídeo,
(EF69AR06) Desenvolver processos fotografia etc.), fazendo
de criação em artes visuais, com base uso sustentável de
em temas ou interesses artísticos, de materiais, instrumentos,
modo individual, coletivo e recursos e técnicas
colaborativo, fazendo uso de convencionais e não
materiais, instrumentos e recursos convencionais.
convencionais, alternativos e digitais.
(EF69AR07) Dialogar com princípios Dialogar sobre a sua
conceituais, proposições temáticas, criação e as dos colegas,
repertórios imagéticos e processos de para alcançar sentidos
criação nas suas produções visuais. plurais.
(EF69AR08) Diferenciar as
categorias de artista, artesão, produtor
cultural, curador, designer, entre
outras, estabelecendo relações entre os
profissionais do sistema das artes
visuais.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Música Notação e registro musical (EF69AR16) Analisar criticamente, Aqui, o foco é o estudo
por meio da apreciação musical, usos da música, tanto em sua
Música e patrimônio Contextos e práticas
e funções da música em seus perspectiva sensível e
cultural Elementos da linguagem contextos de produção e circulação, subjetiva na percepção e
relacionando as práticas musicais às experimentação de sons e
Materialidades
diferentes dimensões da vida social, rítmos, por exemplo,
Pulsação, andamento e Noção de registro musical cultural, política, histórica, quanto como fio condutor
econômica, estética e ética. de diversas interações
ritmo Processos de criação
(EF69AR17) Explorar e analisar, sociais, circunscritas
criticamente, diferentes meios e culturalmente, como uma
equipamentos culturais de circulação forma de participar
Persussão
da música e do conhecimento musical. crítica e ativamente da
(EF69AR18) Reconhecer e apreciar o sociedade, por exemplo.
papel de músicos e grupos de música
brasileiros e estrangeiros que Identificar e apreciar
contribuíram para o desenvolvimento criticamente diversas
de formas e gêneros musicais. formas e gêneros de
(EF69AR19) Identificar e analisar expressão musical,
diferentes estilos musicais, reconhecendo e
contextualizando-os no tempo e no analisando os usos e as
espaço, de modo a aprimorar a funções da música em
capacidade de apreciação da estética diversos contextos de
musical. circulação, em especial,
(EF69AR20) Explorar e analisar aqueles da vida cotidiana.
elementos constitutivos da música
141
(altura, intensidade, timbre, melodia, Explorar fontes sonoras
ritmo etc.), por meio de recursos diversas, como as
tecnológicos (games e plataformas existentes no próprio
digitais), jogos, canções e práticas corpo (palmas, voz,
diversas de composição/criação, percussão corporal), na
execução e apreciação musicais. natureza e em objetos
cotidianos, reconhecendo
os elementos
constitutivos da música e
as características de
instrumentos musicais
variados.

Experimentar
improvisações,
composições e
sonorização de histórias,
entre outros, utilizando
vozes, sons corporais
e/ou instrumentos
musicais convencionais
ou não convencionais, de
modo individual, coletivo
e colaborativo.

4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Teatro Contextos e práticas (EF69AR24) Reconhecer e apreciar A unidade prevê a
artistas e grupos de teatro brasileiros e vivência de jogos,
Intervenções urbanas Matrizes estéticas e culturais estrangeiros de diferentes épocas, improvisações e
investigando os modos de criação, encenações, que
Arte da Trupe Circus Elementos de linguagem produção, divulgação, circulação e possibilitem a troca de
organização da atuação profissional experiências entre alunos
Arte circense Processos de criação em teatro. e permitam aprimorar a
(EF69AR25) Identificar e analisar percepção estética, a
Arte e tecnologia diferentes estilos cênicos, imaginação, a
contextualizando-os no tempo e no consciência corporal, a
espaço de modo a aprimorar a intuição, a memória, a
capacidade de apreciação da estética reflexão e a emoção.
teatral.
(EF69AR26) Explorar diferentes Experimentar o trabalho
elementos envolvidos na composição colaborativo, coletivo e
dos acontecimentos cênicos (figurinos, autoral em improvisações
adereços, cenário, iluminação e teatrais e processos
sonoplastia) e reconhecer seus narrativos criativos em
vocabulários. teatro, explorando desde
(EF69AR27) Pesquisar e criar formas a teatralidade dos gestos
de dramaturgias e espaços cênicos e das ações do cotidiano
para o acontecimento teatral, em até elementos de
diálogo com o teatro contemporâneo. diferentes matrizes
(EF69AR28) Investigar e estéticas e culturais.
experimentar diferentes funções
teatrais e discutir os limites e desafios Exercitar a imitação e o
do trabalho artístico coletivo e faz de conta,
colaborativo. ressignificando objetos e
(EF69AR29) Experimentar a fatos e experimentando -
gestualidade e as construções se no lugar do outro, ao
corporais e vocais de maneira compor e encenar
imaginativa na improvisação teatral e acontecimentos cênicos,
no jogo cênico. por meio de músicas,
(EF69AR30) Compor improvisações imagens, textos ou outros
e acontecimentos cênicos com base pontos de partida, de
em textos dramáticos ou outros forma intencional e
estímulos (música, imagens, objetos reflexiva.
etc.), caracterizando personagens
(com figurinos e adereços), cenário, Pesquisar e conhecer
iluminação e sonoplastia e distintas matrizes
considerando a relação com o estéticas e culturais,
espectador. especialmente aquelas
142
manifestadas na arte nas
culturas que constituem
a identidade brasileira.
Sua tradição e
manifestações
contemporâneas,
reelaborando-as nas
criações em Arte.

DISCIPLINA: ARTES
9º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Música Notação e registro musical (EF69AR16) Analisar criticamente, Aqui, o foco é o estudo da
por meio da apreciação musical, usos música, tanto em sua
Arte e Sustentabilidade Contextos e práticas e funções da música em seus perspectiva sensível e
contextos de produção e circulação, subjetiva na percepção e
Som, silêncio e ruído Elementos da linguagem relacionando as práticas musicais às experimentação de sons e
diferentes dimensões da vida social, ritmos, por exemplo,
Melodia, textura e Materialidades cultural, política, histórica, quanto como fio condutor
música econômica, estética e ética. de diversas interações
Noção de registro musical (EF69AR17) Explorar e analisar, sociais, circunscritas
Mudanças na gravação criticamente, diferentes meios e culturalmente, como uma
de sons e músicas Processos de criação equipamentos culturais de circulação forma de participar crítica
da música e do conhecimento e ativamente da
Som analógico x som musical. sociedade, por exemplo.
digital (EF69AR18) Reconhecer e apreciar o
papel de músicos e grupos de música Identificar e apreciar
Novos gêneros brasileiros e estrangeiros que criticamente diversas
musicais contribuíram para o desenvolvimento formas e gêneros de
de formas e gêneros musicais. expressão musical,
(EF69AR19) Identificar e analisar reconhecendo e
diferentes estilos musicais, analisando os usos e as
contextualizando-os no tempo e no funções da música em
espaço, de modo a aprimorar a diversos contextos de
capacidade de apreciação da estética circulação, em especial,
musical. aqueles da vida cotidiana.
(EF69AR20) Explorar e analisar
elementos constitutivos da música Explorar fontes sonoras
(altura, intensidade, timbre, melodia, diversas, como as
ritmo etc.), por meio de recursos existentes no próprio
tecnológicos (games e plataformas corpo (palmas, voz,
digitais), jogos, canções e práticas percussão corporal), na
diversas de composição/criação, natureza e em objetos
execução e apreciação musicais. cotidianos, reconhecendo
os elementos constitutivos
da música e as
características de
instrumentos musicais
variados.

Experimentar
improvisações,
composições e
sonorização de histórias,
entre outros, utilizando
vozes, sons corporais e/ou
instrumentos musicais
convencionais ou não
convencionais, de modo
individual e coletivo.
143

2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Dança Contextos e práticas (EF69AR09) Pesquisar e analisar Nesta unidade temática, a
diferentes formas de expressão, proposta é que os alunos
Formas que o corpo representação e encenação da dança, envolvam-se em
produz Elementos da linguagem reconhecendo e apreciando investigações e produções
composições de dança de artistas e artísticas da dança,
Os fatores do Processo de criação grupos brasileiros e estrangeiros de centrando-se no que
movimento diferentes épocas. acontece no corpo,
Arte e tecnologia (EF69AR10) Explorar elementos discutindo e dando
Do moderno ao constitutivos do movimento cotidiano significado às relações
contemporâneo e do movimento dançado, abordando, entre corporeidade e
criticamente, o desenvolvimento das produção estética.
formas da dança em sua história
tradicional e contemporânea. Pretende-se também
(EF69AR11) Experimentar e analisar repensar com o corpo
os fatores de movimento (tempo, favorecendo um conjunto
peso, fluência e espaço) como dinâmico de práticas.
elementos que, combinados,
geram as ações corporais e o Experimentar e apreciar
movimento dançado. formas distintas de
(EF69AR12) Investigar e manifestações da dança
experimentar procedimentos de presentes em diferentes
improvisação e criação do movimento contextos, cultivando a
como fonte para a construção de percepção, o imaginário, a
vocabulários e repertórios próprios. capacidade de simbolizar
(EF69AR13) Investigar brincadeiras, e o repertório corporal.
jogos, danças coletivas e outras
práticas de dança de diferentes Criar e improvisar
matrizes estéticas e culturais como movimentos dançados de
referência para a criação e a modo individual, coletivo
composição de danças autorais, e colaborativo,
individualmente e em grupo. considerando os aspectos
(EF69AR14) Analisar e experimentar estruturais, dinâmicos e
diferentes elementos (figurino, expressivos dos elementos
iluminação, cenário, trilha sonora constitutivos do
etc.) e espaços (convencionais e não movimento, com base nos
convencionais) para composição códigos de dança.
cênica e apresentação coreográfica.
(EF69AR15) Discutir as experiências
pessoais e coletivas em dança
vivenciadas na escola e em outros
contextos, problematizando
estereótipos e preconceitos.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Artes visuais Contextos e práticas (EF69AR01) Pesquisar, apreciar e A ideia é que os alunos
analisar formas distintas das artes conheçam culturas visuais
Design sustentável Elementos da linguagem visuais tradicionais e diversas e experimentem
contemporâneas, em obras de artistas inúmeras possibilidades
Materialidades brasileiros e estrangeiros de diferentes de criar e se expressar
Experimentação épocas e em diferentes matrizes visualmente explorando
Processo de criação estéticas e culturais, de modo a as transformações dos
Artes visuais e ampliar a experiência com diferentes materiais, recursos
tecnologia na fotografia Sistema da linguagem contextos e práticas artístico-visuais e tecnológicos e
cultivar a percepção, o imaginário, a apropriando-se da cultura
Cores capacidade de simbolizar e o cotidiana.
repertório imagético.
Contraste e harmonia (EF69AR02) Pesquisar e analisar Identificar e apreciar
diferentes estilos visuais, formas distintas das artes
Releituras contextualizando-os no tempo e no visuais tradicionais e
espaço. contemporâneas,
(EF69AR03) Analisar situações nas cultivando a percepção, o
quais as linguagens das artes visuais imaginário, a capacidade
144
se integram às linguagens de simbolizar e o
audiovisuais (cinema, animações, repertório imagético.
vídeos etc.), gráficas (capas de livros,
ilustrações de textos diversos etc.), Explorar e reconhecer
cenográficas, coreográficas, musicais elementos constitutivos
etc. das artes visuais (ponto,
(EF69AR04) Analisar os elementos linha, forma, cor, espaço,
constitutivos das artes visuais (ponto, movimento etc.).
linha, forma, direção, cor, tom,
escala, dimensão, espaço, movimento Experimentar diferentes
etc.) na apreciação de diferentes formas de expressão
produções artísticas. artística (desenho, pintura,
(EF69AR05) Experimentar e analisar colagem, quadrinhos,
diferentes formas de expressão dobradura, escultura,
artística (desenho, pintura, colagem, modelagem, instalação,
quadrinhos, dobradura, escultura, vídeo, fotografia etc.),
modelagem, instalação, vídeo, fazendo uso sustentável
fotografia, performance etc.) de materiais,
(EF69AR06) Desenvolver processos instrumentos, recursos e
de criação em artes visuais, com base técnicas convencionais e
em temas ou interesses artísticos, de não convencionais.
modo individual, coletivo e
colaborativo, fazendo uso de Dialogar sobre a sua
materiais, instrumentos e recursos criação e as dos colegas,
convencionais, alternativos e digitais. para alcançar sentidos
(EF69AR07) Dialogar com plurais.
princípios conceituais, proposições
temáticas, repertórios imagéticos e
processos de criação nas suas
produções visuais.
(EF69AR08) Diferenciar as
categorias de artista, artesão, produtor
cultural, curador, designer, entre
outras, estabelecendo relações entre
os profissionais do sistema das artes
visuais.
4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Teatro Contextos e práticas (EF69AR24) Reconhecer e apreciar A unidade prevê a
artistas e grupos de teatro brasileiros e vivência de jogos,
O estranhamento Matrizes estéticas e culturais estrangeiros de diferentes épocas, improvisações e
investigando os modos de criação, encenações, que
O tempo e o espaço Elementos de linguagem produção, divulgação, circulação e possibilitem a troca de
organização da atuação profissional experiências entre alunos e
O teatro do século xx. Processos de criação em teatro. permitam aprimorar a
(EF69AR25) Identificar e analisar percepção estética, a
Arte e tecnologia diferentes estilos cênicos, imaginação, a consciência
contextualizando-os no tempo e no corporal, a intuição, a
espaço de modo a aprimorar a memória, a reflexão e a
capacidade de apreciação da estética emoção.
teatral.
(EF69AR26) Explorar diferentes Experimentar o trabalho
elementos envolvidos na composição colaborativo, coletivo e
dos acontecimentos cênicos autoral em improvisações
(figurinos, adereços, cenário, teatrais e processos
iluminação e sonoplastia) e narrativos criativos em
reconhecer seus vocabulários. teatro, explorando desde a
(EF69AR27) Pesquisar e criar formas teatralidade dos gestos e
de dramaturgias e espaços cênicos das ações do cotidiano até
para o acontecimento teatral, em elementos de diferentes
diálogo com o teatro contemporâneo. matrizes estéticas e
(EF69AR28) Investigar e culturais.
experimentar diferentes funções
teatrais e discutir os limites e desafios Exercitar a imitação e o
do trabalho artístico coletivo e faz de conta,
colaborativo. ressignificando objetos e
(EF69AR29) Experimentar a fatos e experimentan-do-
gestualidade e as construções se no lugar do outro, ao
corporais e vocais de maneira compor e encenar
145
imaginativa na improvisação teatral e acontecimentos cênicos,
no jogo cênico. por meio de músicas,
(EF69AR30) Compor improvisações imagens, textos ou outros
e acontecimentos cênicos com base pontos de partida, de
em textos dramáticos ou outros forma intencional e
estímulos (música, imagens, objetos reflexiva.
etc.), caracterizando personagens
(com figurinos e adereços), cenário, Pesquisar e conhecer
iluminação e sonoplastia e distintas matrizes estéticas
considerando a relação com o e culturais, especialmente
espectador. aquelas manifestadas na
arte nas
culturas que constituem
a identidade brasileira.
147
DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA
6º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Brincadeiras e jogos Brincadeiras, jogos populares e Compreender a importância da Ressaltamos a importância
jogos cooperativos. Educação Física no ambiente escolar. da utilização de estratégias
Esportes Experimentar, fruir e valorizar na para receber os alunos e
escola e fora dela, brincadeiras e jogos alunas nesta nova etapa da
Esportes de marca. populares, inclusive, identificando vida escolar.
aquelas práticas corporais que fazem
parte da cultura da comunidade local. Neste bimestre apontamos
Compreender as brincadeiras e os a importância de fazer uma
jogos populares como elementos da abordagem de introdução à
cultura e analisar as mudanças nos Educação Física.
hábitos de brincar ao longo do tempo.
Praticar jogos com temáticas Ressaltamos a importância
relacionadas a conhecimentos sobre o de os alunos começarem a
seu corpo, com enfoque na questão da compreender a relação
higiene. entre o movimento e a
Vivenciar diferentes tipos e categorias saúde.
de jogos cooperativos, valorizando o
princípio da colaboração entre os São considerados esportes
participantes. de marca: Atletismo,
(EF67EF03) Experimentar e fruir Levantamento de peso,
esportes de marca, precisão, invasão e Halterofilismo, Natação,
técnico-combinatórios, valorizando o Ciclismo de pista, Remo,
trabalho coletivo e o protagonismo. Patinação de velocidade,
(EF67EF04) Praticar um ou mais entre outros.
esportes de marca, precisão, invasão e
técnico-combinatórios oferecidos pela As habilidades que citam
escola, usando habilidades técnico- várias categorias de esporte
táticas básicas e respeitando regras. devem ser consideradas de
Ampliar o conceito de saúde e acordo com o objeto de
compreender os benefícios conhecimento do bimestre.
proporcionados pela prática regular de
exercícios físicos.
Reconhecer, no esporte,
potencialidades para o
desenvolvimento de atitudes e valores.
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Lutas Lutas do Brasil Compreender a origem e a história das Neste momento, a
lutas. abordagem sobre lutas
Esportes de invasão. Conhecer, experimentar e fruir deve ser mais voltada para
Esportes diferentes tipos de lutas, valorizando a uma introdução contendo
Esportes paralímpicos. própria segurança e integridade física, apresentação do objeto de
bem como as dos demais. conhecimento,
Vivenciar os jogos de luta valorizando a desenvolvimento de
autoestima, o autocontrole e a atividades lúdicas e
autodefesa. fundamentos básicos.
Compreender a diferença entre brigas e Os jogos pré-desportivos
lutas. podem ser instrumentos
Planejar e utilizar estratégias básicas importantes no
das lutas, respeitando o colega como desenvolvimento de
oponente. conhecimentos referentes
Vivenciar, identificar e compreender aos esportes de invasão.
princípios éticos.
Praticar um ou mais esportes de invasão Neste bimestre, os
e esportes paralímpicos oferecidos pela estudantes precisam
escola, usando habilidades técnico- compreender a importância
táticas básicas e respeitando regras. do comportamento ético no
âmbito esportivo e na vida.
(EF67EF07) Propor e produzir São considerados esportes
alternativas para experimentação dos de invasão: handebol,
esportes não disponíveis e/ou acessíveis futsal, basquete, futebol
na comunidade e das demais práticas americano, frisbee, entre
148
corporais tematizadas na escola. outros.
Criar e experimentar novas regras
visando à inclusão e participação de https://www.cpb.org.br/
todos. Site do Comitê
Reconhecer as possibilidades corporais Paralímpico Brasileiro
das pessoas com deficiência.
Experimentar e fruir os esportes de
invasão e esportes paralímpicos,
valorizando o trabalho coletivo e o
protagonismo.

3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Ginástica Ginástica de condicionamento (EF67EF09) Construir, coletivamente, Neste momento, o
físico. procedimentos e normas de convívio estudante deve
que viabilizem a participação de todos compreender mais sobre
Práticas corporais de Práticas corporais de aventura na prática de exercícios físicos, com o seu corpo e a relação
aventura urbanas objetivo de promover a saúde. existente entre atividade
(EF67EF10) Diferenciar exercício física e saúde.
físico de atividade física e propor São exemplos de práticas
alternativas para a prática de exercícios corporais de aventura
físicos dentro e fora do ambiente urbanas: Parkour, skate,
escolar. patins e bike.
Vivenciar a ginástica de
condicionamento físico e reconhecer
seus fundamentos.
Reconhecer o corpo, não como um
conjunto de partes, mas como um corpo
emotivo e sensível que se localiza e
movimenta.
(EF67EF18) Experimentar e fruir
diferentes práticas corporais de
aventura urbanas, valorizando a própria
segurança e integridade física, bem
como as dos demais.
(EF67EF19) Identificar os riscos
durante a realização de práticas
corporais de aventura urbanas e
planejar estratégias para sua superação.
Perceber e respeitar as diferenças
individuais e os limites do outro para
uma convivência coletiva segura.
Identificar e analisar os efeitos da
atividade física sobre o organismo e
saúde.
4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Esportes Esportes de invasão. Experimentar e fruir esportes de São considerados esportes
precisão e invasão valorizando o de precisão: tiro ao arco,
Danças Esportes de precisão. trabalho coletivo e o protagonismo. boliche, golfe, entre outros.
Praticar um ou mais esportes de Nesta etapa da
Danças urbanas precisão e invasão, usando habilidades aprendizagem o eixo
técnico-táticas básicas e respeitando temático “Danças” pode ser
regras. abordado de forma
Vivenciar jogos pré-desportivos introdutória, apresentando
relacionados aos esportes de invasão ou o objeto de conhecimento,
precisão, de acordo com a realidade e desenvolvendo-o através de
demanda local. atividades lúdicas e
Experimentar e conhecer diferentes fundamentos básicos.
tipos de danças.
Articular os gestos corporais com
ritmos e sons, produzidos por diferentes
objetos e instrumentos musicais,
inclusive, pelo próprio corpo.
149

Conhecer, por meio da dança, as


possibilidades do próprio corpo.
Planejar e utilizar estratégias para
aprender elementos constitutivos das
danças.

DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA


7º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Brincadeiras e Jogos Jogos cooperativos Identificar e comparar os conceitos de
cooperação e competição. A cooperação é um valor
Esportes Jogos eletrônicos Compreender a lógica que necessário na sociedade em
fundamenta a competição e a que vivemos. Utilizar a
Esportes de marca cooperação no ambiente da prática dinâmica, a ludicidade e a
esportiva e da sociedade. espontaneidade vivenciadas
(EF67EF01) Experimentar e fruir, na nas aulas de Educação
escola e fora dela, jogos eletrônicos Física para tratar do tema é
diversos, valorizando e respeitando os uma maneira agradável de
sentidos e significados atribuídos a ressaltar a importância do
eles por diferentes grupos sociais e conceito.
etários. Cooperar (definição): “atuar
(EF67EF02) Identificar as juntamente com outros, para
transformações nas características dos o mesmo fim”.
jogos eletrônicos em função dos Os Jogos Eletrônicos
avanços das tecnologias e nas definitivamente fazem parte
respectivas exigências corporais da rotina dos adolescentes.
colocadas por esses diferentes tipos de Utilizar o interesse dos
jogos. alunos pela tecnologia dos
Conhecer e analisar a história do jogos como ferramenta para
esporte selecionado como objeto de desenvolver capacidades de
conhecimento. ordem social e emocional é
Planejar e utilizar estratégias para um caminho interessante
solucionar os desafios técnicos e para o desenvolvimento
táticos, tanto nos esportes de marca, desse objeto de
como nas modalidades esportivas conhecimento.
escolhidas para praticar de forma http://cbesports.com.br/
específica. esports/esports-o-que-
(EF67EF06) Analisar as sao/Site para consulta e
transformações na organização e na pesquisa acerca dos Jogos e
prática dos esportes em suas Esportes Eletrônicos
diferentes manifestações (profissional
e comunitário/lazer). São considerados esportes
de marca: Atletismo,
Levantamento de peso,
Halterofilismo, Natação,
Ciclismo de pista, Remo,
Patinação de velocidade,
entre outros.
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Lutas Lutas do Brasil (EF67EF15) Planejar e utilizar O ensino das lutas do Brasil
estratégias básicas das lutas do Brasil, deve valorizar suas origens
Esportes Esportes de invasão respeitando o colega como oponente. e ampliar o entendimento
(EF67EF14) Experimentar, fruir e acerca das práticas,
Esportes paralímpicos recriar diferentes lutas do Brasil, desmistificando a ideia de
valorizando a própria segurança e violência e propondo um
integridade física, bem como as dos conceito de qualidade de
demais. vida e saúde.
150

São considerados esportes


(EF67EF16) Identificar as de invasão: basquete,
características (códigos, rituais, handebol, futsal, futebol,
elementos técnico-táticos, frisbee, futebol americano,
indumentária, materiais, instalações, rúgbi, futebol de areia, entre
instituições) das lutas do Brasil. outros.
(EF67EF17) Problematizar Os jogos pré-desportivos
preconceitos e estereótipos podem ser instrumentos
relacionados ao universo das lutas e importantes no
demais práticas corporais, propondo desenvolvimento de
alternativas para superá-los, com base conhecimentos referentes
na solidariedade, na justiça, na aos esportes de invasão.
equidade e no respeito. As habilidades que citam
Identificar a atividade física como várias categorias de esporte
promotora de ações preventivas para devem ser consideradas de
melhoria da saúde individual. acordo com o objeto de
(EF67EF05) Planejar e utilizar conhecimento do bimestre.
estratégias para solucionar os desafios
técnicos e táticos, tanto nos esportes
de marca, precisão, invasão e técnico-
combinatórios como nas modalidades
esportivas escolhidas para praticar de
forma específica.
Conhecer e analisar o esporte
selecionado na sua dimensão cultural
e histórica, inclusive, aprofundando-
se nos conhecimentos e vivências
referentes aos esportes paralímpicos

3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Ginástica Ginástica de condicionamento Aprofundar o conhecimento acerca É importante que a
físico da ginástica e sua relação com a abordagem feita a partir da
saúde. ginástica aponte para um
Práticas corporais de Abordar questões relacionadas ao caminho de inclusão e
aventura Práticas corporais de aventura condicionamento físico e saúde. respeito aos diferentes
urbanas (EF67EF08) Experimentar e fruir padrões corporais, de
exercícios físicos que solicitem aptidão e condicionamento
Esportes diferentes capacidades físicas, físico.
Esportes técnico-combinatórios. identificando seus tipos (força, Orienta-se a realização de
velocidade, resistência, atividades físicas
flexibilidade) e as sensações direcionadas, de intensidade
corporais provocadas pela sua leve ou moderadas, com
prática. objetivo previamente
Correlacionar os fundamentos da proposto.
ginástica com os esportes técnico- São exemplos de esportes
combinatórios. técnico-combinatórios:
(EF67EF21) Identificar a origem ginástica artística, ginástica
das práticas corporais de aventura e rítmica, entre outros.
as possibilidades de recriá-las,
reconhecendo as características
(instrumentos, equipamentos de
segurança, indumentária,
organização) e seus tipos de
práticas.
(EF67EF20) Executar práticas
corporais de aventura urbanas,
respeitando o patrimônio público e
utilizando alternativas para a prática
segura em diversos espaços.
Vivenciar variados esportes
técnico-combinatórios, valorizando
o trabalho coletivo e o
protagonismo.
151

4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Danças Danças Urbanas (EF67EF11) Experimentar, fruir e O envolvimento do aluno se
recriar danças urbanas, dá de forma mais espontânea
Esportes Esportes de invasão
identificando seus elementos quando há identificação do
Esportes de precisão constitutivos (ritmo, espaço, que se propõe com aquilo
gestos). que está presente em seu
Esportes de rede/parede
(EF67EF12) Planejar e utilizar contexto. Nesse momento o
estratégias para aprender elementos professor se coloca como
constitutivos das danças urbanas. intermediador e propositor
(EF67EF13) Diferenciar as danças de questões socialmente
urbanas das demais manifestações relevantes, contudo dando ao
da dança, valorizando e respeitando aluno o protagonismo da
os sentidos e significados atribuídos ação/movimento.
a eles por diferentes grupos sociais. São considerados esportes de
Criar um movimento artístico- invasão: Basquete, handebol,
cultural envolvendo a dança e seus Futsal, Futebol, Frisbee,
significados na relação com a futebol Americano, Rúgbi,
sociedade onde está inserida. Futebol de areia, entre
Conhecer e analisar a história, outros.
regras e táticas do esporte Os jogos pré-desportivos
selecionado como objeto de podem ser instrumentos
conhecimento. importantes no
Experimentar e fruir esportes de desenvolvimento de
invasão, de precisão, de rede/parede conhecimentos referentes aos
valorizando o trabalho coletivo e o esportes de invasão.
protagonismo. São considerados esportes de
precisão: tiro ao arco,
boliche, golfe, entre outros.
São considerados esportes de
rede/parede: voleibol, vôlei
de praia, tênis de mesa,
badminton, entre outros.
Neste bimestre, o professor
deve elencar os esportes
mais possíveis de serem
abordados de acordo com a
realidade local.

DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA


8º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DE HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Esportes Esportes de Marca (F89EF01) Experimentar diferentes papéis São considerados esportes
(jogador, árbitro e técnico) e fruir os esportes de campo e taco:
Jogos Esportes de campo e taco de rede/parede, campo e taco, invasão e beisebol, softbol,
combate, valorizando o trabalho coletivo e o críquete, entre outros.
Jogos de tabuleiro protagonismo. Os jogos de tabuleiro,
(EF89EF02) Praticar um ou mais esportes de para além da utilização
rede/parede, campo e taco, invasão e combate em dias chuvosos,
oferecidos pela escola, usando habilidades proporcionam o
técnico-táticas básicas. desenvolvimento de
(EF89EF06) Verificar locais disponíveis na habilidades intelectuais e
comunidade para a prática de esportes e das sociais. Destaca-se como
demais práticas corporais tematizadas na uma das possibilidades o
escola, propondo e produzindo alternativas desenvolvimento do jogo
para utilizá-los no tempo livre. de xadrez.
Vivenciar e aprofundar-se nos conhecimentos Ressaltamos a
referentes aos esportes de marca. importância de os alunos
Conhecer e explorar os diferentes jogos de aprenderem sobre os
tabuleiro. diferentes tipos de lesões
152
Potencializar, através dos jogos, habilidades e e os procedimentos de
competências como concentração, estratégia e primeiros socorros.
raciocínio lógico. Neste bimestre, para
Vivenciar diferentes tipos de esportes e jogos atrair a atenção e a
não convencionais. participação de alunos
Conhecer os diferentes tipos de lesões mais desmotivados em
comuns de acontecerem durante a prática participar de atividades
esportiva e os procedimentos básicos de físicas, sugerimos que o
primeiros socorros. professor faça a
abordagem de esportes e
jogos alternativos (não
convencionais) nas aulas.
São considerados esportes
de marca: Atletismo,
Levantamento de peso,
Natação, entre outros.
As habilidades que citam
várias categorias de
esporte devem ser
consideradas de acordo
com o objeto de
conhecimento do
bimestre.
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DE HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Esportes Esportes de combate Praticar um ou mais esportes de invasão e de São exemplos de esportes
combate, usando habilidades técnico-táticas de combate: judô, boxe,
Lutas Esportes de invasão básicas. esgrima, jiu-jitsu, muay
Aprofundar-se nos conhecimentos referentes thai, MMA, entre outros.
Lutas no mundo aos esportes abordados. São considerados esportes
Demonstrar respeito ao oponente, repudiando de invasão: basquete,
a violência e garantindo a integridade física handebol, futsal, futebol,
de ambos, a partir de atividades que exijam o frisbee, futebol
combate. americano, rúgbi, futebol
Experimentar diferentes papéis (jogador, de areia, entre outros.
árbitro e técnico) e fruir os esportes de Neste bimestre, os alunos
invasão e de combate, valorizando o trabalho podem fazer pesquisas e
coletivo e o protagonismo. desenvolver trabalhos
Conhecer e analisar a história e características referentes à história e
dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. características dos Jogos
(EF89EF16) Experimentar e fruir a execução Olímpicos e Paralímpicos.
dos movimentos pertencentes às lutas do
mundo, adotando procedimentos de segurança
e respeitando o oponente.
(EF89EF17) Planejar e utilizar estratégias
básicas das lutas experimentadas,
reconhecendo as suas características técnico-
táticas.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DE HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Ginástica Ginástica de (EF89EF07) Experimentar e fruir um ou mais Uma forma de produzir
condicionamento físico programas de exercícios físicos, identificando interesse pelo tema por
as exigências corporais desses diferentes parte dos alunos pode ser
Práticas corporais Ginástica de conscientização programas e reconhecendo a importância de a proposição de desafios
de aventura corporal uma prática individualizada, adequada às que coloquem em questão
características e necessidades de cada sujeito. a capacidade física dos
Práticas corporais de aventura (EF89EF10) Experimentar e fruir um ou mais alunos, mostrando com a
da natureza tipos de ginástica de conscientização corporal, ginástica pode ser intensa
identificando as exigências corporais dos e adotada como hábito
mesmos. para maior qualidade de
(EF89EF11) Identificar as diferenças e vida e melhora do
semelhanças entre a ginástica de condicionamento físico.
conscientização corporal e as de O Município de Magé
condicionamento físico e discutir como a possui espaços
prática de cada uma dessas manifestações riquíssimos em beleza
pode contribuir para a melhoria das condições natural. Havendo
de vida, saúde, bem-estar e cuidado consigo possibilidade de explorá-
153
mesmo. los para a prática de
(EF89EF19) Experimentar e fruir diferentes atividades corporais cria-
práticas corporais de aventura na natureza, se uma relação concreta
valorizando a própria segurança e integridade entre o conhecimento e a
física, bem como as dos demais, respeitando o vivência.
patrimônio natural e minimizando os
impactos de degradação ambiental.
Compreender o significado de promoção da
saúde e prevenção de doenças, identificando
possibilidades de políticas públicas nestas
áreas.
Usufruir das práticas corporais de forma
autônoma para potencializar o envolvimento
em contextos de lazer, ampliar as redes de
sociabilidade e a promoção da saúde.
Analisar os espaços de lazer da comunidade e
as possibilidades de práticas de exercícios
físicos nestes lugares.

4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DE HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Danças Danças de salão (EF89EF12) Experimentar, fruir e recriar São considerados esportes
danças de salão, valorizando a diversidade de rede/parede: voleibol,
Esportes Esportes de rede/parede cultural e respeitando a tradição dessas vôlei de praia, tênis de
culturas. mesa, badminton, entre
Esportes de invasão (EF89EF13) Planejar e utilizar estratégias outros.
para se apropriar dos elementos constitutivos Ressaltamos a
(ritmo, espaço, gestos) das danças de salão. importância de
Demonstrar atitudes e valores como desenvolver abordagens
cooperação, solidariedade e respeito às voltadas para uma
diferenças a partir da prática de variadas conscientização do aluno
danças de salão. em relação a adotar um
Experimentar diferentes papéis (jogador, estilo de vida saudável.
árbitro e técnico) e fruir os esportes de
rede/parede e invasão, valorizando o trabalho
coletivo e o protagonismo.
Praticar um ou mais esportes de rede/parede e
invasão, usando habilidades técnico-táticas
básicas.
Conhecer, analisar e aprofundar-se na
história, regras, táticas e transformações do
esporte selecionado como objeto de
conhecimento.
Compreender o sedentarismo e a obesidade
como graves problemas de saúde pública,
conscientizando-se sobre a importância da
prática de exercícios físicos e da alimentação
saudável.
Analisar criticamente as características e
confortos da vida moderna que fazem com
que as pessoas adotem estilos de vida menos
saudáveis.

DISCIPLINA: EDUCAÇÃO FÍSICA


9º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DE
HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Esportes Esportes de marca Vivenciar e aplicar técnicas e táticas de Neste bimestre, o aluno
diferentes esportes de marca e esportes de deve atingir um nível
Esportes de campo e taco campo e taco. mais elevado de
(EF89EF05) Identificar as transformações conhecimentos referente
históricas do fenômeno esportivo e discutir ao funcionamento do seu
alguns de seus problemas (doping, corrupção, corpo durante o exercício.
violência etc.) e a forma como as mídias os São considerados esportes
apresentam. de marca: Atletismo,
154
Analisar a realização dos megaeventos Levantamento de peso,
esportivos e a influência dos mesmos na Natação, entre outros.
sociedade. São considerados esportes
Compreender conceitos de esforço, de campo e taco: beisebol,
intensidade, frequência cardíaca, pressão softbol, críquete, entre
arterial, relacionando-os com o exercício outros.
físico, e aplicar em suas práticas corporais e A avaliação do Índice de
cuidados com a saúde. Massa Corporal (IMC) é
Conhecer, calcular e analisar o Índice de uma possibilidade
Massa Corporal (IMC). significativa de
aprendizagem, com os
alunos mostrando a
relação entre peso e altura
(peso/altura²).
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DE HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Esportes Esportes de combate (EF89EF03) Formular e utilizar estratégias São considerados esportes
para solucionar os desafios técnicos e táticos, de combate: (judô, boxe,
Lutas Esportes de invasão tanto nos esportes de campo e taco, esgrima, tae kwon do, etc.
rede/parede, invasão e combate como nas São considerados esportes
Lutas no mundo modalidades esportivas escolhidas para de invasão: handebol,
praticar de forma específica. futsal, basquete, futebol
(EF89EF04) Identificar os elementos americano, frisbee, entre
técnicos ou técnico-táticos individuais, outros.
combinações táticas, sistemas de jogo e As habilidades que citam
regras das modalidades esportivas praticadas, várias categorias de
bem como diferenciar as modalidades esporte devem ser
esportivas com base nos critérios da lógica consideradas de acordo
interna das categorias de esporte: rede/parede, com o objeto de
campo e taco, invasão e combate. conhecimento do
Vivenciar e aplicar técnicas e táticas de bimestre.
diferentes esportes de combate e invasão.
(EF89EF18) Discutir as transformações
históricas, o processo de esportivização e a
midiatização de uma ou mais lutas,
valorizando e respeitando as culturas de
origem.
Produzir de forma escrita e oral, informações
conceituais (regras, histórico) e atitudinais
(respeito, cuidado com o outro) acerca das
lutas através de Seminário.
Vivenciar e demonstrar domínio corporal
e/ou cognitivo dos fundamentos de ataque,
defesa e controle, usados em diferentes lutas
praticadas em todo o mundo.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DE HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Ginástica Ginástica de conscientização (EF89EF08) Discutir as transformações
corporal históricas dos padrões de desempenho, saúde A sociedade atual ainda
e beleza, considerando a forma como são está muito atrelada aos
Práticas corporais Práticas corporais de aventura apresentados nos diferentes meios (científico, padrões estéticos
de aventura da natureza midiático, etc.). estabelecidos pela
(EF89EF09) Problematizar a prática indústria e divulgada pela
excessiva de exercícios físicos e o uso de mídia. O trabalho com a
medicamentos para a ampliação do ginástica pode contribuir
rendimento ou potencialização das com discussões
transformações corporais. importantes acerca do
Aplicar elementos de algumas modalidades tema
de ginástica de conscientização corporal.
Vivenciar e analisar diferentes práticas A exploração dos espaços
corporais de aventura da natureza, adaptadas naturais é um desafio nos
ao espaço e às condições disponíveis no tempos modernos em
ambiente escolar e seu entorno. razão da escassez de
(EF89EF20) Identificar riscos, formular tempo para o lazer. Esse
estratégias e observar normas de segurança pode ser um bom
para superar os desafios na realização de momento para criar nos
155
práticas corporais de aventura na natureza. alunos o prazer pelas
(EF89EF21) Identificar as características atividades físicas na
(equipamentos de segurança, instrumentos, natureza e a valorização
indumentária, organização) das práticas dos espaços da Cidade de
corporais de aventura na natureza, bem como Magé.
suas transformações históricas.

4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DE HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Danças Danças de salão (EF89EF15) Analisar as características As danças são parte do
(ritmos, gestos, coreografias e músicas) das movimento natural do
danças de salão, bem como suas corpo humano, desde a
Esportes de rede/parede transformações históricas e os grupos de infância. Utilizar essa
Esportes origem. simplicidade conceitual
(EF89EF14) Discutir estereótipos e pode facilitar a
Esportes de invasão preconceitos relativos às danças de salão e abordagem das danças de
demais práticas corporais e propor salão.
alternativas para sua superação. É possível utilizar
Vivenciar a dança no contexto escolar. recursos como vídeos,
Experimentar diferentes papéis (jogador, filmes ou a própria
árbitro e técnico) e fruir os esportes de música para contribuir no
rede/parede e invasão, valorizando o trabalho entendimento da proposta.
coletivo e o protagonismo. São considerados esportes
Praticar um ou mais esportes de rede/parede e de rede/parede: voleibol,
invasão, usando habilidades técnico-táticas vôlei de praia, tênis de
básicas. mesa, badminton, entre
Aprofundar-se nos conhecimentos históricos, outros.
técnicos, táticos e as transformações das Dentro das possibilidades
modalidades esportivas abordadas. de tempo, é possível
escolher ou trabalhar as
duas propostas esportivas
de objeto de
conhecimento ou
selecionar uma delas, de
acordo com a demanda
local.
157
DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA
6º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Relação entre textos; (EF67LP27) Analisar, entre os textos Sugestões:
Gênero (auto) literários e entre estes e outras manifestações
biográfico: Estratégias de leitura; artísticas (como cinema, teatro, música, artes Trabalhar os mitos em
Diário e/ou Memórias visuais e midiáticas), referências explícitas ou forma de narrativa oral,
Apreciação e réplica; implícitas a outros textos, quanto aos temas, durante as aulas;
Mitos Folclóricos e personagens e recursos literários e
Histórias culturais de Reconstrução das condições semióticos; Projeto: Releituras dos
Magé de produção, circulação e (EF67LP28) Ler, de forma autônoma, e mitos;
recepção; compreender – selecionando procedimentos e
Fábula estratégias de leitura adequados a diferentes Projeto: Identidade e
Adesão às práticas de leitura; objetivos e levando em conta características alteridade;
Denotação e dos gêneros e suportes –, romances
Conotação Elementos notacionais da infantojuvenis, contos populares, contos de Levantamento e leitura de
escrita/ morfossintaxe; terror, lendas brasileiras, indígenas e textos que remetem à
Língua e gramática africanas, narrativas de aventuras, narrativas cultura do município.
Semântica Coesão; de enigma, mitos, crônicas, autobiografias,
Registro formal e histórias em quadrinhos, mangás, poemas de
informal da linguagem; Textualização; forma livre e fixa (como sonetos e cordéis),
vídeo-poemas, poemas visuais, dentre outros,
Linguagem verbal e Progressão temática; expressando avaliação sobre o texto lido e
não verbal; estabelecendo preferências por gêneros,
Fono-ortografia; temas, autores;
Língua falada e língua (EF69LP44) Inferir a presença de valores
escrita; Variação linguística. sociais, culturais e humanos e de diferentes
visões de mundo, em textos literários,
Fonema e letra; reconhecendo nesses textos formas de
Consoantes e Vogais; estabelecer múltiplos olhares sobre as
identidades, sociedades e culturas e
Sílaba, ditongo, considerando a autoria e o contexto social e
tritongo e hiato; histórico de sua produção;
(EF69LP49) Mostrar-se interessado e
Dígrafos e encontros envolvido pela leitura de livros de literatura e
consonantais; por outras produções culturais do campo e
receptivo a textos que rompam com seu
Sílaba e classificação; universo de expectativas, que representem um
desafio em relação às suas possibilidades
Separação Silábica; atuais e suas experiências anteriores de
leitura, apoiando-se nas marcas linguísticas,
Revisão das letras do em seu conhecimento sobre os gêneros e a
alfabeto; temática e nas orientações dadas pelo
professor;
Maiúsculas e (EF06LP11) Utilizar, ao produzir texto,
minúsculas; conhecimentos linguísticos e gramaticais:
tempos verbais, concordância nominal e
Ordem alfabética; verbal, regras ortográficas, pontuação etc;
(EF06LP12) Utilizar, ao produzir texto,
Sinais de Pontuação. recursos de coesão referencial (nome e
pronomes), recursos semânticos de sinonímia,
Ortografia antonímia e homonímia e mecanismos de
representação de diferentes vozes (discurso
O uso do S, SS, C, SC, direto e indireto);
XC, XÇ ou Ç; (EF67LP25) Reconhecer e utilizar os
critérios de organização tópica (do geral para
O uso do X ou CH; o específico, do específico para o geral etc.),
as marcas linguísticas dessa organização
O uso do X, Z ou S; (marcadores de ordenação e enumeração, de
explicação, definição e exemplificação, por
O uso do J ou G; exemplo) e os mecanismos de paráfrase, de
maneira a organizar mais adequadamente a
O uso do L ou U; coesão e a progressão temática de seus textos;
(EF67LP32) Escrever palavras com correção
O uso de M ou N antes ortográfica, obedecendo as convenções da
de P e B. língua escrita;
(EF67LP33) Pontuar textos adequadamente;
(EF69LP55) Reconhecer as variedades da
158
língua falada, o conceito de norma-padrão e o
de preconceito linguístico;
(EF69LP56) Fazer uso consciente e reflexivo
de regras e normas da norma-padrão em
situações de fala e escrita nas quais ela deve
ser usada.
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Relação entre textos; (EF67LP27) Analisar, entre os textos Sugestões
Narrativa de aventura, literários e entre estes e outras manifestações
suspense e terror Estratégias de leitura; artísticas (como cinema, teatro, música, artes Criar painéis criativos
visuais e midiáticas), referências explícitas ou sobre os elementos
Língua e gramática Apreciação e réplica; implícitas a outros textos, quanto aos temas, morfológicos do vocábulo.
Elementos personagens e recursos literários e
Morfológicos e Reconstrução das condições semióticos;
Formação de Palavras: de produção, circulação e (EF67LP28) Ler, de forma autônoma, e
recepção; compreender – selecionando procedimentos e
Radicais, Prefixos e estratégias de leitura adequados a diferentes
Sufixos Greco-latinos; Reconstrução da textualidade objetivos e levando em conta características
e compreensão dos efeitos dos gêneros e suportes –, romances
Classes de Palavra: de sentidos provocados pelos infantojuvenis, contos populares, contos de
Substantivo usos de recursos linguísticos e terror, lendas brasileiras, indígenas e
multissemióticos; africanas, narrativas de aventuras, narrativas
Classificação (simples de enigma, mitos, crônicas, autobiografias,
x composto, comum x Léxico/morfologia; histórias em quadrinhos, mangás, poemas de
próprio, primitivo x forma livre e fixa (como sonetos e cordéis),
derivado, abstrato x Morfossintaxe; vídeo-poemas, poemas visuais, dentre outros,
concreto, coletivo); expressando avaliação sobre o texto lido e
Elementos notacionais da estabelecendo preferências por gêneros,
Gênero, número e escrita/morfossintaxe; temas, autores;
Grau; (EF69LP44) Inferir a presença de valores
Semântica Coesão; sociais, culturais e humanos e de diferentes
Uso do hífen em visões de mundo, em textos literários,
palavras compostas; Fono-ortografia; reconhecendo nesses textos formas de
estabelecer múltiplos olhares sobre as
Adjetivo Léxico/morfologia; identidades, sociedades e culturas e
Classificação; considerando a autoria e o contexto social e
Gênero, Número e Coesão. histórico de sua produção;
Grau; (EF69LP47) Analisar, em textos narrativos
Substantivos e ficcionais, as diferentes formas de
adjetivos: ordem e composição próprias de cada gênero, os
função; recursos coesivos que constroem a passagem
Uso do dicionário; do tempo e articulam suas partes, a escolha
Sinais de pontuação. lexical típica de cada gênero para a
caracterização dos cenários e dos personagens
Ortografia e os efeitos de sentido decorrentes dos tempos
Uso de ch/x; g/j; x/s/z. verbais, dos tipos de discurso, dos verbos de
enunciação e das variedades linguísticas (no
discurso direto, se houver) empregados,
identificando o enredo e o foco narrativo e
percebendo como se estrutura a narrativa nos
diferentes gêneros e os efeitos de sentido
decorrentes do foco narrativo típico de cada
gênero, da caracterização dos espaços físico e
psicológico e dos tempos cronológico e
psicológico, das diferentes vozes no texto (do
narrador, de personagens em discurso direto e
indireto), do uso de pontuação expressiva,
palavras e expressões conotativas e processos
figurativos e do uso de recursos linguístico-
gramaticais próprios a cada gênero narrativo;
(EF06LP03) Analisar diferenças de sentido
entre palavras de uma série sinonímica;
(EF06LP06) Empregar, adequadamente, as
regras de concordância nominal (relações
entre os substantivos e seus determinantes) e
as regras de concordância verbal (relações
entre o verbo e o sujeito simples e composto);
(EF06LP11) Utilizar, ao produzir texto,
159
conhecimentos linguísticos e gramaticais:
tempos verbais, concordância nominal e
verbal, regras ortográficas, pontuação etc;
(EF06LP12) Utilizar, ao produzir texto,
recursos de coesão referencial (nome e
pronomes), recursos semânticos de sinonímia,
antonímia e homonímia e mecanismos de
representação de diferentes vozes (discurso
direto e indireto);
(EF67LP32) Escrever palavras com correção
ortográfica, obedecendo as convenções da
língua escrita;
(EF67LP33) Pontuar textos adequadamente;
(EF67LP34) Formar antônimos com
acréscimo de prefixos que expressam noção
de negação;
(EF67LP35) Distinguir palavras derivadas
por acréscimo de afixos e palavras
compostas;
(EF67LP36) Utilizar, ao produzir texto,
recursos de coesão referencial (léxica e
pronominal) e sequencial e outros recursos
expressivos adequados ao gênero textual;
(EF07LP03) Formar, com base em palavras
primitivas, palavras derivadas com os
prefixos e sufixos mais produtivos no
português.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Efeitos de sentido; (EF67LP08) Identificar os efeitos de sentido Sugestões
Texto dramático devidos à escolha de imagens estáticas,
Poema Exploração da multissemiose; sequenciação ou sobreposição de imagens, Iniciar todas as aulas com
definição de figura/fundo, ângulo, a leitura de um poema;
Língua e gramática Relação entre textos; profundidade e foco, cores/tonalidades,
Artigo relação com o escrito (relações de reiteração, Projeto: Magé em cena
Classificação e Flexão; Estratégias de leitura; complementação ou oposição) etc. em (escrita/ encenação de
Numeral; notícias, reportagens, fotorreportagens, foto- peças que tratem do
Pronomes; Apreciação e réplica; denúncias, memes, gifs, anúncios cotidiano mageense).
Classificação: publicitários e propagandas publicados em
pessoais, Reconstrução da textualidade; jornais, revistas, sites na internet etc.
demonstrativos, (EF67LP27) Analisar, entre os textos
indefinidos, Efeitos de sentidos literários e entre estes e outras manifestações
possessivos e provocados pelos usos de artísticas (como cinema, teatro, música, artes
interrogativos; recursos linguísticos e visuais e midiáticas), referências explícitas ou
Interjeição. multissemióticos; implícitas a outros textos, quanto aos temas,
personagens e recursos literários e semióticos
Ortografia Reconstrução das condições (EF67LP28) Ler, de forma autônoma, e
Acentuação das de produção, circulação e compreender – selecionando procedimentos e
oxítonas e das recepção; estratégias de leitura adequados a diferentes
proparoxítonas; objetivos e levando em conta características
Uso do H; Reconstrução da textualidade dos gêneros e suportes –, romances
Emprego dos porquês; e compreensão dos efeitos infantojuvenis, contos populares, contos de
Emprego do mas/mais; de sentidos provocados pelos terror, lendas brasileiras, indígenas e
Emprego do afim usos de recursos linguísticos e africanas, narrativas de aventuras, narrativas
de/afim de. multissemióticos; de enigma, mitos, crônicas, autobiografias,
histórias em quadrinhos, mangás, poemas de
Morfossintaxe; forma livre e fixa (como sonetos e cordéis),
vídeo-poemas, poemas visuais, dentre outros,
Elementos notacionais da expressando avaliação sobre o texto lido e
escrita/morfossintaxe; estabelecendo preferências por gêneros,
temas, autores.
Semântica; (EF67LP29) Identificar, em texto dramático,
Coesão; personagem, ato, cena, fala e indicações
cênicas e a organização do texto: enredo,
Fono-ortografia; conflitos, ideias principais, pontos de vista,
universos de referência.
Figuras de linguagem; (EF69LP46) Participar de práticas de
compartilhamento de leitura/recepção de
Recursos linguísticos e obras literárias/ manifestações artísticas,
160
semióticos que operam nos como rodas de leitura, clubes de leitura,
textos pertencentes aos eventos de contação de histórias, de leituras
gêneros literários. dramáticas, de apresentações teatrais,
musicais e de filmes, cineclubes, festivais de
vídeo, saraus, slams, canais de booktubers,
redes sociais temáticas (de leitores, de
cinéfilos, de música etc.), dentre outros,
tecendo, quando possível, comentários de
ordem estética e afetiva
(EF69LP48) Interpretar, em poemas, efeitos
produzidos pelo uso de recursos expressivos
sonoros (estrofação, rimas, aliterações etc),
semânticos (figuras de linguagem, por
exemplo), gráfico- espacial (distribuição da
mancha gráfica no papel), imagens e sua
relação com o texto verbal.
(EF06LP06) Empregar, adequadamente, as
regras de concordância nominal (relações
entre os substantivos e seus determinantes) e
as regras de concordância verbal (relações
entre o verbo e o sujeito simples e composto).
(EF06LP11) Utilizar, ao produzir texto,
conhecimentos linguísticos e gramaticais:
tempos verbais, concordância nominal e
verbal, regras ortográficas, pontuação etc.
(EF06LP12) Utilizar, ao produzir texto,
recursos de coesão referencial (nome e
pronomes), recursos semânticos de sinonímia,
antonímia e homonímia e mecanismos de
representação de diferentes vozes (discurso
direto e indireto).
(EF67LP32) Escrever palavras com correção
ortográfica, obedecendo as convenções da
língua escrita.
(EF67LP38) Analisar os efeitos de sentido
do uso de figuras de linguagem, como
comparação, metáfora, metonímia,
personificação, hipérbole, dentre outras.
(EF69LP54) Analisar os efeitos de sentido
decorrentes da interação entre os elementos
linguísticos e os recursos paralinguísticos e
cinésicos, como as variações no ritmo, as
modulações no tom de voz, as pausas, as
manipulações do estrato sonoro da
linguagem, obtidos por meio da estrofação,
das rimas e de figuras de linguagem como as
aliterações, as assonâncias, as onomatopeias,
dentre outras, a postura corporal e a
gestualidade, na declamação de poemas,
apresentações musicais e teatrais, tanto em
gêneros em prosa quanto nos gêneros
poéticos, os efeitos de sentido decorrentes do
emprego de figuras de linguagem, tais como
comparação, metáfora, personificação,
metonímia, hipérbole, eufemismo, ironia,
paradoxo e antítese e os efeitos de sentido
decorrentes do emprego de palavras e
expressões denotativas e conotativas
(adjetivos, locuções adjetivas, orações
subordinadas adjetivas etc.), que funcionam
como modificadores, percebendo sua função
na caracterização dos espaços, tempos,
personagens e ações próprios de cada gênero
narrativo.
161
4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Reconstrução do contexto de (EF06LP01) Reconhecer a impossibilidade Sugestões
Notícia produção, circulação e de uma neutralidade absoluta no relato de
Carta de reclamação recepção de textos; fatos e identificar diferentes graus de Projeto: Notícias da escola;
parcialidade/ imparcialidade dados pelo
Língua e gramática Caracterização do campo recorte feito e pelos efeitos de sentido Criar quadro esquemático
jornalístico e relação entre os advindos de escolhas feitas pelo autor, de em forma de cartaz sobre
Verbo: noções gêneros em circulação, mídias forma a poder desenvolver uma atitude crítica os modos e tempos verbais
temporais, modais e e práticas da cultura digital; frente aos textos jornalísticos e tornar-se (geral).
aspectuais; consciente das escolhas feitas enquanto
Reconstrução do contexto de produtor de textos;
Emprego dos tempos produção, circulação e (EF06LP02) Estabelecer relação entre os
verbais do indicativo. recepção de textos; diferentes gêneros jornalísticos,
compreendendo a centralidade da notícia;
Ortografia Caracterização do campo (EF67LP06) Identificar os efeitos de sentido
Acentuação das jornalístico e relação entre os provocados pela seleção lexical, topicalização
paroxítonas; gêneros em circulação, mídias de elementos e seleção e hierarquização de
e práticas da cultura digital; informações, uso de 3ª pessoa etc;
Há/a; (EF67LP07) Identificar o uso de recursos
Apreciação e réplica; persuasivos em textos argumentativos
Emprego do mal/mau; diversos (como a elaboração do título,
Efeitos de sentido; escolhas lexicais, construções metafóricas, a
Emprego do explicitação ou a ocultação de fontes de
aonde/onde; Contexto de produção, informação) e perceber seus efeitos de
circulação e recepção de sentido;
Emprego do há/a; textos e práticas relacionadas (EF67LP16) Explorar e analisar espaços de
à defesa de direitos e à reclamação de direitos e de envio de
Se não/senão. participação social; solicitações (tais como ouvidorias, SAC,
canais ligados a órgãos públicos, plataformas
Relação entre contexto de do consumidor, plataformas de reclamação),
produção e características bem como de textos pertencentes a gêneros
composicionais e estilísticas que circulam nesses espaços, reclamação ou
dos gêneros (carta de carta de reclamação, solicitação ou carta de
solicitação, carta de solicitação, como forma de ampliar as
reclamação, petição on-line, possibilidades de produção desses textos em
carta aberta, abaixo-assinado, casos que remetam a reivindicações que
proposta etc.); envolvam a escola, a comunidade ou algum
de seus membros como forma de se engajar
Estratégias, procedimentos de na busca de solução de problemas pessoais,
leitura em textos dos outros e coletivos;
reivindicatórios ou (EF67LP17) Analisar, a partir do contexto de
propositivos; produção, a forma de organização das cartas
de solicitação e de reclamação (datação,
Morfossintaxe; forma de início, apresentação contextualizada
do pedido ou da reclamação, em geral,
Sintaxe; acompanhada de explicações, argumentos
e/ou relatos do problema, fórmula de
Elementos notacionais da finalização mais ou menos cordata,
escrita/morfossintaxe; dependendo do tipo de carta e subscrição) e
algumas das marcas linguísticas relacionadas
Semântica à argumentação, explicação ou relato de
fatos, como forma de possibilitar a escrita
Coesão; fundamentada de cartas como essas ou de
postagens em canais próprios de reclamações
Fono-ortografia; e solicitações em situações que envolvam
questões relativas à escola, à comunidade ou
Estilo; a algum dos seus membros;
(EF67LP18) Identificar o objeto da
Marcas linguísticas; reclamação e/ou da solicitação e sua
sustentação, explicação ou justificativa, de
Intertextualidade. forma a poder analisar a pertinência da
solicitação ou justificação;
(EF06LP04) Analisar a função e as flexões
de substantivos e adjetivos e de verbos nos
modos Indicativo, Subjuntivo e Imperativo:
afirmativo e negativo;
(EF06LP05) Identificar os efeitos de sentido
dos modos verbais, considerando o gênero
162
textual e a intenção comunicativa;
(EF06LP06) Empregar, adequadamente, as
regras de concordância nominal (relações
entre os substantivos e seus determinantes) e
as regras de concordância verbal (relações
entre o verbo e o sujeito simples e composto);
(EF06LP10) Identificar sintagmas nominais
e verbais como constituintes imediatos da
oração;
(EF06LP11) Utilizar, ao produzir texto,
conhecimentos linguísticos e gramaticais:
tempos verbais, concordância nominal e
verbal, regras ortográficas, pontuação etc;
(EF06LP12) Utilizar, ao produzir texto,
recursos de coesão referencial (nome e
pronomes), recursos semânticos de sinonímia,
antonímia e homonímia e mecanismos de
representação de diferentes vozes (discurso
direto e indireto);
(EF67LP32) Escrever palavras com correção
ortográfica, obedecendo as convenções da
língua escrita;
(EF67LP36) Utilizar, ao produzir texto,
recursos de coesão referencial (léxica e
pronominal) e sequencial e outros recursos
expressivos adequados ao gênero textual;
(EF69LP17) Perceber e analisar os recursos
estilísticos e semióticos dos gêneros
jornalísticos e publicitários, os aspectos
relativos ao tratamento da informação em
notícias, como a ordenação dos eventos, as
escolhas lexicais, o efeito de imparcialidade
do relato, a morfologia do verbo, em textos
noticiosos e argumentativos, reconhecendo
marcas de pessoa, número, tempo, modo, a
distribuição dos verbos nos gêneros textuais
(por exemplo, as formas de pretérito em
relatos; as formas de presente e futuro em
gêneros argumentativos; as formas de
imperativo em gêneros publicitários), o uso
de recursos persuasivos em textos
argumentativos diversos (como a elaboração
do título, escolhas lexicais, construções
metafóricas, a explicitação ou a ocultação de
fontes de informação) e as estratégias de
persuasão e apelo ao consumo com os
recursos linguístico-discursivos utilizados
(tempo verbal, jogos de palavras, metáforas,
imagens);
(EF69LP43) Identificar e utilizar os modos
de introdução de outras vozes no texto –
citação literal e sua formatação e paráfrase –,
as pistas linguísticas responsáveis por
introduzir no texto a posição do autor e dos
outros autores citados (“Segundo X; De
acordo com Y; De minha/nossa parte,
penso/amos que”...) e os elementos de
normatização (tais como as regras de inclusão
e formatação de citações e paráfrases, de
organização de referências bibliográficas) em
textos científicos, desenvolvendo reflexão
sobre o modo como a intertextualidade e a
retextualização ocorrem nesses textos.
163

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA


7º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Relação entre textos; (EF67LP27) Analisar, entre os textos Sugestões
Crônica literários e entre estes e outras manifestações
Conto Estratégias de leitura; artísticas (como cinema, teatro, música, artes Produção de um livro de
visuais e midiáticas), referências explícitas ou contos/crônicas da turma.
Língua e gramática Apreciação e réplica; implícitas a outros textos, quanto aos temas,
Verbo: Modo personagens e recursos literários e
Subjuntivo; Reconstrução das condições semióticos;
de produção, circulação e (EF67LP28) Ler, de forma autônoma, e
Preposições; recepção; compreender – selecionando procedimentos e
estratégias de leitura adequados a diferentes
Advérbio; Reconstrução da textualidade objetivos e levando em conta características
e compreensão dos efeitos dos gêneros e suportes –, romances
Frase, oração e de sentidos provocados pelos infantojuvenis, contos populares, contos de
período. usos de recursos linguísticos e terror, lendas brasileiras, indígenas e
multissemióticos; africanas, narrativas de aventuras, narrativas
de enigma, mitos, crônicas, autobiografias,
Ortografia Adesão às práticas de leitura; histórias em quadrinhos, mangás, poemas de
forma livre e fixa (como sonetos e cordéis),
Uso dos porquês; Textualização; vídeo-poemas, poemas visuais, dentre outros,
expressando avaliação sobre o texto lido e
Uso do mal/ mau; Progressão temática; estabelecendo preferências por gêneros,
temas, autores;
Uso de -s e -z em Fono-ortografia; (EF69LP44) Inferir a presença de valores
sufixos formadores de sociais, culturais e humanos e de diferentes
nomes e verbos; Coesão; visões de mundo, em textos literários,
Morfossintaxe. reconhecendo nesses textos formas de
Emprego de ao invés estabelecer múltiplos olhares sobre as
de/em vez de; identidades, sociedades e culturas e
considerando a autoria e o contexto social e
Emprego de histórico de sua produção;
embaixo/em baixo. (EF69LP47) Analisar, em textos narrativos
ficcionais, as diferentes formas de
composição próprias de cada gênero, os
recursos coesivos que constroem a passagem
do tempo e articulam suas partes, a escolha
lexical típica de cada gênero para a
caracterização dos cenários e dos personagens
e os efeitos de sentido decorrentes dos tempos
verbais, dos tipos de discurso, dos verbos de
enunciação e das variedades linguísticas (no
discurso direto, se houver) empregados,
identificando o enredo e o foco narrativo e
percebendo como se estrutura a narrativa nos
diferentes gêneros e os efeitos de sentido
decorrentes do foco narrativo típico de cada
gênero, da caracterização dos espaços físico e
psicológico e dos tempos cronológico e
psicológico, das diferentes vozes no texto (do
narrador, de personagens em discurso direto e
indireto), do uso de pontuação expressiva,
palavras e expressões conotativas e processos
figurativos e do uso de recursos linguístico-
gramaticais próprios a cada gênero narrativo;
(EF69LP49) Mostrar-se interessado e
envolvido pela leitura de livros de literatura e
por outras produções culturais do campo e
receptivo a textos que rompam com seu
universo de expectativas, que representem um
desafio em relação às suas possibilidades
atuais e suas experiências anteriores de
leitura, apoiando-se nas marcas linguísticas,
em seu conhecimento sobre os gêneros e a
temática e nas orientações dadas pelo
164
professor;
(EF67LP25) Reconhecer e utilizar os
critérios de organização tópica (do geral para
o específico, do específico para o geral etc.),
as marcas linguísticas dessa organização
(marcadores de ordenação e enumeração, de
explicação, definição e exemplificação, por
exemplo) e os mecanismos de paráfrase, de
maneira a organizar mais adequadamente a
coesão e a progressão temática de seus textos;
(EF67LP36) Utilizar, ao produzir texto,
recursos de coesão referencial (léxica e
pronominal) e sequencial e outros recursos
expressivos adequados ao gênero textual;
(EF07LP04) Reconhecer, em textos, o verbo
como o núcleo das orações.
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Reconstrução do contexto de (EF67LP01) Analisar a estrutura e Sugestões
Notícia produção, circulação e funcionamento dos hiperlinks em textos
Entrevista recepção de textos; noticiosos publicados na Web e vislumbrar Projeto: Notícias da escola;
possibilidades de uma escrita hipertextual;
Língua e gramática Caracterização do campo (EF67LP02) Explorar o espaço reservado ao Projeto: Conhecendo a
Verbo: Modo jornalístico e relação entre os leitor nos jornais, revistas, impressos e on- minha escola (Entrevista
Imperativo; gêneros em circulação, mídias line, sites noticiosos etc., destacando notícias, com funcionários).
e práticas da cultura digital; fotorreportagens, entrevistas, charges,
Termos essenciais da assuntos, temas, debates em foco,
oração: Sujeito e Apreciação e réplica; posicionando-se de maneira ética e respeitosa
predicado; frente a esses textos e opiniões a eles
Relação entre textos; relacionadas, e publicar notícias, notas
Predicação verbal: jornalísticas, fotorreportagem de interesse
verbos intransitivos e Estratégia de leitura Distinção geral nesses espaços do leitor;
transitivos; de fato e opinião; (EF67LP03) Comparar informações sobre
um mesmo fato divulgadas em diferentes
Noção de Estratégia de leitura: veículos e mídias, analisando e avaliando a
complementos verbais; identificação de teses e confiabilidade;
argumentos; (EF67LP04) Distinguir, em segmentos
Crase (Introdução). descontínuos de textos, fato da opinião
Efeitos de sentido; enunciada em relação a esse mesmo fato;
Ortografia (EF67LP05) Identificar e avaliar
Emprego do seção, Exploração da multissemiose; teses/opiniões/posicionamentos explícitos e
sessão e cessão; argumentos em textos argumentativos (carta
Reconstrução do contexto de de leitor, comentário, artigo de opinião,
Emprego do produção, circulação e resenha crítica etc.), manifestando
aonde/onde recepção de textos; concordância ou discordância;
(EF67LP08) Identificar os efeitos de sentido
Emprego do há/a; Caracterização do campo devidos à escolha de imagens estáticas,
jornalístico e relação entre os sequenciação ou sobreposição de imagens,
Emprego do Se gêneros em circulação, mídias definição de figura/fundo, ângulo,
não/senão; e práticas da cultura digital; profundidade e foco, cores/tonalidades,
relação com o escrito (relações de reiteração,
Emprego de Textualização; complementação ou oposição) etc. em
Tampouco/Tão pouco; notícias, reportagens, fotorreportagens, foto-
Progressão temática; denúncias, memes, gifs, anúncios
Emprego de demais/de publicitários e propagandas publicados em
mais. Fono-ortografia; jornais, revistas, sites na internet etc;
(EF07LP01) Distinguir diferentes propostas
Coesão; editoriais – sensacionalismo, jornalismo
investigativo etc. –, de forma a identificar os
Estilo; recursos utilizados para impactar/chocar o
leitor que podem comprometer uma análise
Marcas linguísticas; crítica da notícia e do fato noticiado;
(EF07LP02) Comparar notícias e reportagens
Intertextualidade; sobre um mesmo fato divulgadas em
diferentes mídias, analisando as
Morfossintaxe. especificidades das mídias, os processos de
(re)elaboração dos textos e a convergência
das mídias em notícias ou reportagens
multissemióticas;
165
(EF67LP25) Reconhecer e utilizar os
critérios de organização tópica (do geral para
o específico, do específico para o geral etc.),
as marcas linguísticas dessa organização
(marcadores de ordenação e enumeração, de
explicação, definição e exemplificação, por
exemplo) e os mecanismos de paráfrase, de
maneira a organizar mais adequadamente a
coesão e a progressão temática de seus textos;
(EF67LP32) Escrever palavras com correção
ortográfica, obedecendo as convenções da
língua escrita;
(EF67LP36) Utilizar, ao produzir texto,
recursos de coesão referencial (léxica e
pronominal) e sequencial e outros recursos
expressivos adequados ao gênero textual;
(EF69LP17) Perceber e analisar os recursos
estilísticos e semióticos dos gêneros
jornalísticos e publicitários, os aspectos
relativos ao tratamento da informação em
notícias, como a ordenação dos eventos, as
escolhas lexicais, o efeito de imparcialidade
do relato, a morfologia do verbo, em textos
noticiosos e argumentativos, reconhecendo
marcas de pessoa, número, tempo, modo, a
distribuição dos verbos nos gêneros textuais
(por exemplo, as formas de pretérito em
relatos; as formas de presente e futuro em
gêneros argumentativos; as formas de
imperativo em gêneros publicitários), o uso
de recursos persuasivos em textos
argumentativos diversos (como a elaboração
do título, escolhas lexicais, construções
metafóricas, a explicitação ou a ocultação de
fontes de informação) e as estratégias de
persuasão e apelo ao consumo com os
recursos linguístico-discursivos utilizados
(tempo verbal, jogos de palavras, metáforas,
imagens);
(EF69LP43) Identificar e utilizar os modos
de introdução de outras vozes no texto –
citação literal e sua formatação e paráfrase –,
as pistas linguísticas responsáveis por
introduzir no texto a posição do autor e dos
outros autores citados (“Segundo X; De
acordo com Y; De minha/nossa parte,
penso/amos que”...) e os elementos de
normatização (tais como as regras de inclusão
e formatação de citações e paráfrases, de
organização de referências bibliográficas) em
textos científicos, desenvolvendo reflexão
sobre o modo como a intertextualidade e a
retextualização ocorrem nesses textos;
(EF07LP05) Identificar, em orações de
textos lidos ou de produção própria, verbos
de predicação completa e incompleta:
intransitivos e transitivos;
(EF07LP06) Empregar as regras básicas de
concordância nominal e verbal em situações
comunicativas e na produção de textos.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Efeitos de sentido; (EF67LP08) Identificar os efeitos de sentido
Tirinha; devidos à escolha de imagens estáticas,
Charge. Exploração da multissemiose; sequenciação ou sobreposição de imagens,
definição de figura/fundo, ângulo,
Língua e gramática Estratégias de leitura; profundidade e foco, cores/tonalidades,
Sujeito e concordância; relação com o escrito (relações de reiteração,
Apreciação e réplica; complementação ou oposição) etc. em
166
Tipos de sujeito; notícias, reportagens, fotorreportagens, foto-
Relação entre gêneros e denúncias, memes, gifs, anúncios
Sintaxe e regência; mídias; publicitários e propagandas publicados em
jornais, revistas, sites na internet etc;
Sintaxe e pontuação Estratégia de leitura: (EF67LP28) Ler, de forma autônoma, e
(termos essenciais). apreender os sentidos globais compreender – selecionando procedimentos e
do texto; estratégias de leitura adequados a diferentes
Ortografia objetivos e levando em conta características
Emprego do há/a, Estratégias e procedimentos dos gêneros e suportes –, romances
R/RR, S/SS de leitura; infantojuvenis, contos populares, contos de
terror, lendas brasileiras, indígenas e
Relação do verbal com outras africanas, narrativas de aventuras, narrativas
semioses; de enigma, mitos, crônicas, autobiografias,
histórias em quadrinhos, mangás, poemas de
Procedimentos e gêneros de forma livre e fixa (como sonetos e cordéis),
apoio à compreensão; vídeo-poemas, poemas visuais, dentre outros,
expressando avaliação sobre o texto lido e
Fono-ortografia; estabelecendo preferências por gêneros,
temas, autores;
Elementos notacionais da (EF69LP01) Diferenciar liberdade de
escrita; expressão de discursos de ódio,
posicionando-se contrariamente a esse tipo de
Morfossintaxe. discurso e vislumbrando possibilidades de
denúncia quando for o caso;
(EF69LP03) Identificar, em notícias, o fato
central, suas principais circunstâncias e
eventuais decorrências; em reportagens e
fotorreportagens o fato ou a temática
retratada e a perspectiva de abordagem, em
entrevistas os principais temas/subtemas
abordados, explicações dadas ou teses
defendidas em relação a esses subtemas; em
tirinhas, memes, charge, a crítica, ironia ou
humor presente;
(EF69LP05) Inferir e justificar, em textos
multissemióticos – tirinhas, charges, memes,
gifs etc. –, o efeito de humor, ironia e/ou
crítica pelo uso ambíguo de palavras,
expressões ou imagens ambíguas, de clichês,
de recursos iconográficos, de pontuação etc;
(EF69LP33) Articular o verbal com os
esquemas, infográficos, imagens variadas etc.
na (re)construção dos sentidos dos textos de
divulgação científica e retextualizar do
discursivo para o esquemático – infográfico,
esquema, tabela, gráfico, ilustração etc. – e,
ao contrário, transformar o conteúdo das
tabelas, esquemas, infográficos, ilustrações
etc. em texto discursivo, como forma de
ampliar as possibilidades de compreensão
desses textos e analisar as características das
multissemioses e dos gêneros em questão;
(EF67LP32) Escrever palavras com correção
ortográfica, obedecendo as convenções da
língua escrita;
(EF67LP33) Pontuar textos adequadamente;
(EF07LP06) Empregar as regras básicas de
concordância nominal e verbal em situações
comunicativas e na produção de textos.
4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Efeitos de sentido; (EF67LP08) Identificar os efeitos de sentido Sugestões
Verbete; devidos à escolha de imagens estáticas,
Folheto; Exploração da multissemiose; sequenciação ou sobreposição de imagens, Iniciar todas as aulas com
Poema. definição de figura/fundo, ângulo, a leitura de um poema;
Estratégias de leitura; profundidade e foco, cores/tonalidades,
Língua e gramática relação com o escrito (relações de reiteração, Projeto: Férias em Magé
Tipos de predicado: Apreciação e réplica; complementação ou oposição) etc. em (Produção de folhetos
verbal e nominal; notícias, reportagens, fotorreportagens, foto- explicativos sobre atrativos
167
Complementos Relação entre gêneros e denúncias, memes, gifs, anúncios turísticos da cidade).
verbais: objeto direto e mídias; publicitários e propagandas publicados em
objeto indireto; jornais, revistas, sites na internet etc;
Reconstrução das condições (EF67LP28) Ler, de forma autônoma, e
Função dos pronomes de produção e recepção dos compreender – selecionando procedimentos e
pessoais na oração; textos e adequação do texto à estratégias de leitura adequados a diferentes
construção composicional e objetivos e levando em conta características
Adjunto adnominal; ao estilo de gênero; dos gêneros e suportes –, romances
infantojuvenis, contos populares, contos de
Adjunto adverbial. Reconstrução das condições terror, lendas brasileiras, indígenas e
de produção, circulação e africanas, narrativas de aventuras, narrativas
recepção de enigma, mitos, crônicas, autobiografias,
Ortografia histórias em quadrinhos, mangás, poemas de
Emprego do mas/mais; Reconstrução da textualidade forma livre e fixa (como sonetos e cordéis),
e compreensão dos efeitos vídeo-poemas, poemas visuais, dentre outros,
Emprego do G/J; de sentidos provocados pelos expressando avaliação sobre o texto lido e
usos de recursos linguísticos e estabelecendo preferências por gêneros,
Emprego do mal/mau; multissemióticos; temas, autores;
(EF69LP02) Analisar e comparar peças
Emprego do afim Fono-ortografia; publicitárias variadas (cartazes, folhetos,
de/afim de; outdoor, anúncios e propagandas em
Figuras de linguagem; diferentes mídias, spots, jingle, vídeos etc.),
Emprego de ao invés de forma a perceber a articulação entre elas
de/em vez de. Recursos linguísticos e em campanhas, as especificidades das várias
semióticos que operam nos semioses e mídias, a adequação dessas peças
textos pertencentes aos ao público-alvo, aos objetivos do anunciante
gêneros literários; e/ou da campanha e à construção
composicional e estilo dos gêneros em
Morfossintaxe. questão, como forma de ampliar suas
possibilidades de compreensão (e produção)
de textos pertencentes a esses gêneros;
(EF69LP29) Refletir sobre a relação entre os
contextos de produção dos gêneros de
divulgação científica – texto didático, artigo
de divulgação científica, reportagem de
divulgação científica, verbete de enciclopédia
(impressa e digital), esquema, infográfico
(estático e animado), relatório, relato
multimidiático de campo, podcasts e vídeos
variados de divulgação científica etc. – e os
aspectos relativos à construção composicional
e às marcas linguística características desses
gêneros, de forma a ampliar suas
possibilidades de compreensão (e produção)
de textos pertencentes a esses gêneros;
(EF69LP46) Participar de práticas de
compartilhamento de leitura/recepção de
obras literárias/ manifestações artísticas,
como rodas de leitura, clubes de leitura,
eventos de contação de histórias, de leituras
dramáticas, de apresentações teatrais,
musicais e de filmes, cineclubes, festivais de
vídeo, saraus, slams, canais de booktubers,
redes sociais temáticas (de leitores, de
cinéfilos, de música etc.), dentre outros,
tecendo, quando possível, comentários de
ordem estética e afetiva;
(EF69LP48) Interpretar, em poemas, efeitos
produzidos pelo uso de recursos expressivos
sonoros (estrofação, rimas, aliterações etc),
semânticos (figuras de linguagem, por
exemplo), gráfico- espacial (distribuição da
mancha gráfica no papel), imagens e sua
relação com o texto verbal;
(EF67LP32) Escrever palavras com correção
ortográfica, obedecendo as convenções da
língua escrita;
(EF67LP38) Analisar os efeitos de sentido
do uso de figuras de linguagem, como
comparação, metáfora, metonímia,
personificação, hipérbole, dentre outras;
(EF69LP54) Analisar os efeitos de sentido
168
decorrentes da interação entre os elementos
linguísticos e os recursos paralinguísticos e
cinésicos, como as variações no ritmo, as
modulações no tom de voz, as pausas, as
manipulações do estrato sonoro da
linguagem, obtidos por meio da estrofação,
das rimas e de figuras de linguagem como as
aliterações, as assonâncias, as onomatopeias,
dentre outras, a postura corporal e a
gestualidade, na declamação de poemas,
apresentações musicais e teatrais, tanto em
gêneros em prosa quanto nos gêneros
poéticos, os efeitos de sentido decorrentes do
emprego de figuras de linguagem, tais como
comparação, metáfora, personificação,
metonímia, hipérbole, eufemismo, ironia,
paradoxo e antítese e os efeitos de sentido
decorrentes do emprego de palavras e
expressões denotativas e conotativas
(adjetivos, locuções adjetivas, orações
subordinadas adjetivas etc.), que funcionam
como modificadores, percebendo sua função
na caracterização dos espaços, tempos,
personagens e ações próprios de cada gênero
narrativo;
(EF07LP07) Identificar, em textos lidos ou
de produção própria, a estrutura básica da
oração: sujeito, predicado, complemento
(objetos direto e indireto);
(EF07LP08) Identificar, em textos lidos ou
de produção própria, adjetivos que ampliam o
sentido do substantivo sujeito ou
complemento verbal;
(EF07LP09) Identificar, em textos lidos ou
de produção própria, advérbios e locuções
adverbiais que ampliam o sentido do verbo
núcleo da oração.

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA


8º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Reconstrução das condições (EF69LP44) Inferir a presença de valores Sugestões
Crônica; de produção, circulação e sociais, culturais e humanos e de diferentes
Conto de ficção recepção; visões de mundo, em textos literários, Produção de um livro de
científica. reconhecendo nesses textos formas de contos/crônicas da turma.
Apreciação e réplica; estabelecer múltiplos olhares sobre as
Língua e gramática identidades, sociedades e culturas e
Vozes verbais; Reconstrução da textualidade considerando a autoria e o contexto social e
e compreensão dos efeitos histórico de sua produção;
Tipo de predicado: de sentidos provocados pelos (EF69LP47) Analisar, em textos narrativos
verbo-nominal; usos de recursos linguísticos e ficcionais, as diferentes formas de
multissemióticos; composição próprias de cada gênero, os
Aposto; recursos coesivos que constroem a passagem
Adesão às práticas de leitura; do tempo e articulam suas partes, a escolha
Vocativo; lexical típica de cada gênero para a
Efeitos de sentido; caracterização dos cenários e dos personagens
Agente da passiva; e os efeitos de sentido decorrentes dos tempos
Relação entre textos; verbais, dos tipos de discurso, dos verbos de
Pontuação. enunciação e das variedades linguísticas (no
Estratégias de leitura; discurso direto, se houver) empregados,
Ortografia identificando o enredo e o foco narrativo e
Emprego das letras Fono-ortografia; percebendo como se estrutura a narrativa nos
Z/S; diferentes gêneros e os efeitos de sentido
Morfossintaxe. decorrentes do foco narrativo típico de cada
169
Emprego de ao gênero, da caracterização dos espaços físico e
encontro de/de psicológico e dos tempos cronológico e
encontro a; psicológico, das diferentes vozes no texto (do
narrador, de personagens em discurso direto e
Emprego do a cerca indireto), do uso de pontuação expressiva,
de/ há cerca de. palavras e expressões conotativas e processos
figurativos e do uso de recursos linguístico-
gramaticais próprios a cada gênero narrativo;
(EF69LP49) Mostrar-se interessado e
envolvido pela leitura de livros de literatura e
por outras produções culturais do campo e
receptivo a textos que rompam com seu
universo de expectativas, que representem um
desafio em relação às suas possibilidades
atuais e suas experiências anteriores de
leitura, apoiando-se nas marcas linguísticas,
em seu conhecimento sobre os gêneros e a
temática e nas orientações dadas pelo
professor;
(EF89LP05) Analisar o efeito de sentido
produzido pelo uso, em textos, de recurso a
formas de apropriação textual (paráfrases,
citações, discurso direto, indireto ou indireto
livre);
(EF89LP32) Analisar os efeitos de sentido
decorrentes do uso de mecanismos de
intertextualidade (referências, alusões,
retomadas) entre os textos literários, entre
esses textos literários e outras manifestações
artísticas (cinema, teatro, artes visuais e
midiáticas, música), quanto aos temas,
personagens, estilos, autores etc., e entre o
texto original e paródias, paráfrases,
pastiches, trailer honesto, vídeos-minuto,
vidding, dentre outros;
(EF89LP33) Ler, de forma autônoma, e
compreender – selecionando procedimentos e
estratégias de leitura adequados a diferentes
objetivos e levando em conta características
dos gêneros e suportes – romances, contos
contemporâneos, minicontos, fábulas
contemporâneas, romances juvenis, biografias
romanceadas, novelas, crônicas visuais,
narrativas de ficção científica, narrativas de
suspense, poemas de forma livre e fixa (como
haicai), poema concreto, cibe poema, dentre
outros, expressando avaliação sobre o texto
lido e estabelecendo preferências por gêneros,
temas, autores;
(EF08LP04) Utilizar, ao produzir texto,
conhecimentos linguísticos e gramaticais:
ortografia, regências e concordâncias nominal
e verbal, modos e tempos verbais, pontuação
etc;
(EF08LP06) Identificar, em textos lidos ou
de produção própria, os termos constitutivos
da oração (sujeito e seus modificadores,
verbo e seus complementos e modificadores);
(EF08LP08) Identificar, em textos lidos ou
de produção própria, verbos na voz ativa e na
voz passiva, interpretando os efeitos de
sentido de sujeito ativo e passivo (agente da
passiva).
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Reconstrução das condições (EF69LP29) Refletir sobre a relação entre os Sugestão:
Artigo de opinião; de produção e recepção dos contextos de produção dos gêneros de
textos e adequação do texto à divulgação científica – texto didático, artigo Projeto: “Penso, logo
Artigo de divulgação construção composicional e de divulgação científica, reportagem de existo” (Produção de artigo
170
científica; ao estilo de gênero; divulgação científica, verbete de enciclopédia de opinião).
(impressa e digital), esquema, infográfico
Resenha crítica. Reconstrução do contexto de (estático e animado), relatório, relato
produção, circulação e multimidiático de campo, podcasts e vídeos
Língua e gramática recepção de textos; variados de divulgação científica etc. – e os
Predicativo do sujeito e aspectos relativos à construção composicional
do objeto; Caracterização do campo e às marcas linguística características desses
jornalístico e relação entre os gêneros, de forma a ampliar suas
Complemento gêneros em circulação, mídias possibilidades de compreensão (e produção)
Nominal; e práticas da cultura digital; de textos pertencentes a esses gêneros;
(EF08LP01) Identificar e comparar as várias
Figuras de linguagem. Relação entre textos; editorias de jornais impressos e digitais e de
sites noticiosos, de forma a refletir sobre os
Ortografia Estratégia de leitura: tipos de fato que são noticiados e
Emprego de X/CH; apreender os sentidos globais comentados, as escolhas sobre o que noticiar
do texto; e o que não noticiar e o destaque/enfoque
Emprego do dado e a fidedignidade da informação;
aonde/onde; Apreciação e réplica; (EF08LP02) Justificar diferenças ou
semelhanças no tratamento dado a uma
Emprego do há/a; Estratégia de leitura: mesma informação veiculada em textos
apreender os sentidos globais diferentes, consultando sites e serviços de
Emprego de Se do texto; checadores de fatos;
não/senão; (EF89LP03) Analisar textos de opinião
Efeitos de sentido; (artigos de opinião, editoriais, cartas de
Emprego de leitores, comentários, posts de blog e de redes
Tampouco/Tão pouco; Estratégias e procedimentos sociais, charges, memes, gifs etc.) e
de leitura em textos posicionar-se de forma crítica e
Emprego de demais/de reivindicatórios ou fundamentada, ética e respeitosa frente a fatos
mais; propositivos; e opiniões relacionados a esses textos;
(EF89LP04) Identificar e avaliar
Emprego do a par/ao Estilo; teses/opiniões/posicionamentos explícitos e
par. implícitos, argumentos e contra-argumentos
Marcas linguísticas; em textos argumentativos do campo (carta de
leitor, comentário, artigo de opinião, resenha
Intertextualidade; crítica etc.), posicionando-se frente à questão
controversa de forma sustentada;
Fono-ortografia; (EF89LP06) Analisar o uso de recursos
persuasivos em textos argumentativos
Morfossintaxe. diversos (como a elaboração do título,
escolhas lexicais, construções metafóricas, a
explicitação ou a ocultação de fontes de
informação) e seus efeitos de sentido;
(EF89LP20) Comparar propostas políticas e
de solução de problemas, identificando o que
se pretende fazer/implementar, por que
(motivações, justificativas), para que
(objetivos, benefícios e consequências
esperados), como (ações e passos), quando
etc. e a forma de avaliar a eficácia da
proposta/solução, contrastando dados e
informações de diferentes fontes,
identificando coincidências,
complementaridades e contradições, de forma
a poder compreender e posicionar-se
criticamente sobre os dados e informações
usados em fundamentação de propostas e
analisar a coerência entre os elementos, de
forma a tomar decisões fundamentadas;
(EF69LP17) Perceber e analisar os recursos
estilísticos e semióticos dos gêneros
jornalísticos e publicitários, os aspectos
relativos ao tratamento da informação em
notícias, como a ordenação dos eventos, as
escolhas lexicais, o efeito de imparcialidade
do relato, a morfologia do verbo, em textos
noticiosos e argumentativos, reconhecendo
marcas de pessoa, número, tempo, modo, a
distribuição dos verbos nos gêneros textuais
(por exemplo, as formas de pretérito em
relatos; as formas de presente e futuro em
gêneros argumentativos; as formas de
imperativo em gêneros publicitários), o uso
171
de recursos persuasivos em textos
argumentativos diversos (como a elaboração
do título, escolhas lexicais, construções
metafóricas, a explicitação ou a ocultação de
fontes de informação) e as estratégias de
persuasão e apelo ao consumo com os
recursos linguístico-discursivos utilizados
(tempo verbal, jogos de palavras, metáforas,
imagens);
(EF69LP43) Identificar e utilizar os modos
de introdução de outras vozes no texto –
citação literal e sua formatação e paráfrase –,
as pistas linguísticas responsáveis por
introduzir no texto a posição do autor e dos
outros autores citados (“Segundo X; De
acordo com Y; De minha/nossa parte,
penso/amos que”...) e os elementos de
normatização (tais como as regras de inclusão
e formatação de citações e paráfrases, de
organização de referências bibliográficas) em
textos científicos, desenvolvendo reflexão
sobre o modo como a intertextualidade e a
retextualização ocorrem nesses textos;
(EF08LP04) Utilizar, ao produzir texto,
conhecimentos linguísticos e gramaticais:
ortografia, regências e concordâncias nominal
e verbal, modos e tempos verbais, pontuação
etc;
(EF09LP05) Identificar, em textos lidos e em
produções próprias, orações com a estrutura
sujeito-verbo de ligação-predicativo;
(EF09LP06) Diferenciar, em textos lidos e
em produções próprias, o efeito de sentido do
uso dos verbos de ligação “ser”, “estar”,
“ficar”, “parecer” e “permanecer”.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Apreciação e réplica; (EF69LP01) Diferenciar liberdade de Sugestões
História em expressão de discursos de ódio,
quadrinhos; Relação entre gêneros e posicionando-se contrariamente a esse tipo de Oficina de Histórias em
mídias; discurso e vislumbrando possibilidades de quadrinhos.
Charge denúncia quando for o caso;
Estratégia de leitura: (EF69LP03) Identificar, em notícias, o fato
Língua e gramática apreender os sentidos globais central, suas principais circunstâncias e
Emprego das do texto; eventuais decorrências; em reportagens e
conjunções para obter fotorreportagens o fato ou a temática
coesão; Efeitos de sentido; retratada e a perspectiva de abordagem, em
entrevistas os principais temas/subtemas
Introdução ao período Estratégias e procedimentos abordados, explicações dadas ou teses
composto: de leitura Relação do verbal defendidas em relação a esses subtemas; em
coordenação e com outras semioses; tirinhas, memes, charge, a crítica, ironia ou
subordinação; humor presente;
Procedimentos e gêneros de (EF69LP05) Inferir e justificar, em textos
Plural dos substantivos apoio à compreensão; multissemióticos – tirinhas, charges, memes,
e adjetivos compostos. gifs etc. –, o efeito de humor, ironia e/ou
Morfossintaxe. crítica pelo uso ambíguo de palavras,
Ortografia expressões ou imagens ambíguas, de clichês,
O uso do S, SS, C, SC, de recursos iconográficos, de pontuação etc;
XC, XÇ ou Ç; (EF69LP33) Articular o verbal com os
esquemas, infográficos, imagens variadas etc.
O uso do X ou CH; na (re)construção dos sentidos dos textos de
divulgação científica e retextualizar do
O uso do X, Z ou S; discursivo para o esquemático – infográfico,
esquema, tabela, gráfico, ilustração etc. – e,
O uso do J ou G; ao contrário, transformar o conteúdo das
tabelas, esquemas, infográficos, ilustrações
O uso do L ou U. etc. em texto discursivo, como forma de
ampliar as possibilidades de compreensão
desses textos e analisar as características das
172
multissemioses e dos gêneros em questão;
(EF08LP11) Identificar, em textos lidos ou
de produção própria, agrupamento de orações
em períodos, diferenciando coordenação de
subordinação;
(EF08LP12) Identificar, em textos lidos,
orações subordinadas com conjunções de uso
frequente, incorporando-as às suas próprias
produções;
(EF08LP13) Inferir efeitos de sentido
decorrentes do uso de recursos de coesão
sequencial: conjunções e articuladores
textuais.
4º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Reconstrução das condições (EF69LP44) Inferir a presença de valores Sugestões
Poema; de produção, circulação e sociais, culturais e humanos e de diferentes
recepção; visões de mundo, em textos literários, Iniciar todas as aulas com
Romance. reconhecendo nesses textos formas de a leitura de um poema;
Apreciação e réplica; estabelecer múltiplos olhares sobre as
Língua e gramática identidades, sociedades e culturas e Projeto: Biblioteca em sala
Período composto por Reconstrução da textualidade considerando a autoria e o contexto social e (Leitura de romances) do
coordenação; e compreensão dos efeitos histórico de sua produção; próprio acervo da
de sentidos provocados pelos (EF69LP46) Participar de práticas de escola/professor – para a
Conjunções; usos de recursos linguísticos e compartilhamento de leitura/recepção de promoção de uma roda de
multissemióticos; obras literárias/ manifestações artísticas, leitura)
Coordenativas. como rodas de leitura, clubes de leitura,
Relação entre textos; eventos de contação de histórias, de leituras
Ortografia dramáticas, de apresentações teatrais,
Uso do R ou RR; Estratégias de leitura; musicais e de filmes, cineclubes, festivais de
vídeo, saraus, slams, canais de booktubers,
Uso do H; Recursos linguísticos e redes sociais temáticas (de leitores, de
semióticos que operam nos cinéfilos, de música etc.), dentre outros,
Acentuação gráfica; textos pertencentes aos tecendo, quando possível, comentários de
gêneros literários; ordem estética e afetiva;
Uso do Hífen; (EF69LP47) Analisar, em textos narrativos
Morfossintaxe; ficcionais, as diferentes formas de
Emprego das composição próprias de cada gênero, os
expressões CESSÃO, Figuras de Linguagem. recursos coesivos que constroem a passagem
SESSÃO, SEÇÃO (ou do tempo e articulam suas partes, a escolha
SECÇÃO); lexical típica de cada gênero para a
caracterização dos cenários e dos personagens
Emprego dos porquês. e os efeitos de sentido decorrentes dos tempos
verbais, dos tipos de discurso, dos verbos de
enunciação e das variedades linguísticas (no
discurso direto, se houver) empregados,
identificando o enredo e o foco narrativo e
percebendo como se estrutura a narrativa nos
diferentes gêneros e os efeitos de sentido
decorrentes do foco narrativo típico de cada
gênero, da caracterização dos espaços físico e
psicológico e dos tempos cronológico e
psicológico, das diferentes vozes no texto (do
narrador, de personagens em discurso direto e
indireto), do uso de pontuação expressiva,
palavras e expressões conotativas e processos
figurativos e do uso de recursos linguístico-
gramaticais próprios a cada gênero narrativo;
(EF69LP48) Interpretar, em poemas, efeitos
produzidos pelo uso de recursos expressivos
sonoros (estrofação, rimas, aliterações etc),
semânticos (figuras de linguagem, por
exemplo), gráfico- espacial (distribuição da
mancha gráfica no papel), imagens e sua
relação com o texto verbal;
(EF89LP32) Analisar os efeitos de sentido
decorrentes do uso de mecanismos de
intertextualidade (referências, alusões,
retomadas) entre os textos literários, entre
173
esses textos literários e outras manifestações
artísticas (cinema, teatro, artes visuais e
midiáticas, música), quanto aos temas,
personagens, estilos, autores etc., e entre o
texto original e paródias, paráfrases,
pastiches, trailer honesto, vídeos-minuto,
vidding, dentre outros;
(EF89LP33) Ler, de forma autônoma, e
compreender – selecionando procedimentos e
estratégias de leitura adequados a diferentes
objetivos e levando em conta características
dos gêneros e suportes – romances, contos
contemporâneos, minicontos, fábulas
contemporâneas, romances juvenis, biografias
romanceadas, novelas, crônicas visuais,
narrativas de ficção científica, narrativas de
suspense, poemas de forma livre e fixa (como
haicai), poema concreto, ciberpoema, dentre
outros, expressando avaliação sobre o texto
lido e estabelecendo preferências por gêneros,
temas, autores;
(EF69LP54) Analisar os efeitos de sentido
decorrentes da interação entre os elementos
linguísticos e os recursos paralinguísticos e
cinésicos, como as variações no ritmo, as
modulações no tom de voz, as pausas, as
manipulações do estrato sonoro da
linguagem, obtidos por meio da estrofação,
das rimas e de figuras de linguagem como as
aliterações, as assonâncias, as onomatopeias,
dentre outras, a postura corporal e a
gestualidade, na declamação de poemas,
apresentações musicais e teatrais, tanto em
gêneros em prosa quanto nos gêneros
poéticos, os efeitos de sentido decorrentes do
emprego de figuras de linguagem, tais como
comparação, metáfora, personificação,
metonímia, hipérbole, eufemismo, ironia,
paradoxo e antítese e os efeitos de sentido
decorrentes do emprego de palavras e
expressões denotativas e conotativas
(adjetivos, locuções adjetivas, orações
subordinadas adjetivas etc.), que funcionam
como modificadores, percebendo sua função
na caracterização dos espaços, tempos,
personagens e ações próprios de cada gênero
narrativo;
(EF08LP13) Inferir efeitos de sentido
decorrentes do uso de recursos de coesão
sequencial: conjunções e articuladores
textuais;
(EF89LP37) Analisar os efeitos de sentido
do uso de figuras de linguagem como ironia,
eufemismo, antítese, aliteração, assonância,
dentre outras;
(EF09LP08) Identificar, em textos lidos e em
produções próprias, a relação que conjunções
(e locuções conjuntivas) coordenativas e
subordinativas estabelecem entre as orações
que conectam.
174
LÍNGUA PORTUGUESA
9º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Apreciação e réplica; (EF69LP02) Analisar e comparar peças Sugestões
Campanha publicitária; publicitárias variadas (cartazes, folhetos,
Relação entre gêneros e outdoor, anúncios e propagandas em Trabalhar o que há por trás
Anúncio publicitário; mídias; diferentes mídias, spots, jingle, vídeos etc.), dos anúncios publicitários;
de forma a perceber a articulação entre elas
Carta aberta. Efeitos de sentido; em campanhas, as especificidades das várias Criação de anúncios
semioses e mídias, a adequação dessas peças publicitários para a
Língua e gramática Reconstrução do contexto de ao público-alvo, aos objetivos do anunciante divulgação de produtos.
Período composto por produção, circulação e e/ou da campanha e à construção
subordinação; recepção de textos; composicional e estilo dos gêneros em
questão, como forma de ampliar suas
Conjunção integrante; Caracterização do campo possibilidades de compreensão (e produção)
jornalístico e relação entre os de textos pertencentes a esses gêneros;
Orações subordinadas gêneros em circulação, mídias (EF69LP04) Identificar e analisar os efeitos
substantivas; e práticas da cultura digital; de sentido que fortalecem a persuasão nos
textos publicitários, relacionando as
Pronome relativo; Relação entre contexto de estratégias de persuasão e apelo ao consumo
produção e características com os recursos linguístico-discursivos
Orações subordinadas composicionais e estilísticas utilizados, como imagens, tempo verbal,
adjetivas. dos gêneros; jogos de palavras, figuras de linguagem etc.,
com vistas a fomentar práticas de consumo
Ortografia Estilo; conscientes;
Acentuação Gráfica; (EF89LP01) Analisar os interesses que
Coesão; movem o campo jornalístico, os efeitos das
Emprego do mas x novas tecnologias no campo e as condições
mais; Fono-ortografia; que fazem da informação uma mercadoria, de
forma a poder desenvolver uma atitude crítica
Emprego do mal x Morfossintaxe; frente aos textos jornalísticos;
mau; (EF89LP19) Analisar, a partir do contexto de
Elementos notacionais da produção, a forma de organização das cartas
Emprego do afim escrita/morfossintaxe. abertas, abaixo-assinados e petições on-line
de/afim de; (identificação dos signatários, explicitação da
reivindicação feita, acompanhada ou não de
Emprego de ao invés uma breve apresentação da problemática e/ou
de/em vez de; de justificativas que visam sustentar a
reivindicação) e a proposição, discussão e
Emprego de ao aprovação de propostas políticas ou de
encontro de/de soluções para problemas de interesse público,
encontro a; apresentadas ou lidas nos canais digitais de
participação, identificando suas marcas
Emprego do a cerca linguísticas, como forma de possibilitar a
de/há cerca de. escrita ou subscrição consciente de abaixo-
assinados e textos dessa natureza e poder se
posicionar de forma crítica e fundamentada
frente às propostas;
(EF69LP17) Perceber e analisar os recursos
estilísticos e semióticos dos gêneros
jornalísticos e publicitários, os aspectos
relativos ao tratamento da informação em
notícias, como a ordenação dos eventos, as
escolhas lexicais, o efeito de imparcialidade
do relato, a morfologia do verbo, em textos
noticiosos e argumentativos, reconhecendo
marcas de pessoa, número, tempo, modo, a
distribuição dos verbos nos gêneros textuais
(por exemplo, as formas de pretérito em
relatos; as formas de presente e futuro em
gêneros argumentativos; as formas de
imperativo em gêneros publicitários), o uso
de recursos persuasivos em textos
argumentativos diversos (como a elaboração
do título, escolhas lexicais, construções
metafóricas, a explicitação ou a ocultação de
fontes de informação) e as estratégias de
persuasão e apelo ao consumo com os
175
recursos linguístico-discursivos utilizados
(tempo verbal, jogos de palavras, metáforas,
imagens);
(EF08LP15) Estabelecer relações entre
partes do texto, identificando o antecedente
de um pronome relativo ou o referente
comum de uma cadeia de substituições
lexicais;
(EF09LP04) Escrever textos corretamente,
de acordo com a norma-padrão, com
estruturas sintáticas complexas no nível da
oração e do período;
(EF09LP08) Identificar, em textos lidos e em
produções próprias, a relação que conjunções
(e locuções conjuntivas) coordenativas e
subordinativas estabelecem entre as orações
que conectam;
(EF09LP09) Identificar efeitos de sentido do
uso de orações adjetivas restritivas e
explicativas em um período composto.
2º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Apreciação e réplica; (EF69LP01) Diferenciar liberdade de Sugestões
Artigo de opinião expressão de discursos de ódio,
Relação entre gêneros e posicionando-se contrariamente a esse tipo de Projeto: “Penso, logo
Língua e gramática mídias; discurso e vislumbrando possibilidades de existo” (Produção de artigo
Conjunções adverbiais; denúncia quando for o caso; de opinião).
Reconstrução das condições (EF69LP29) Refletir sobre a relação entre os
Orações subordinadas de produção e recepção dos contextos de produção dos gêneros de
adverbiais; textos e adequação do texto à divulgação científica – texto didático, artigo
construção composicional e de divulgação científica, reportagem de
Pontuações dos ao estilo de gênero; divulgação científica, verbete de enciclopédia
períodos compostos. (impressa e digital), esquema, infográfico
Relação entre textos; (estático e animado), relatório, relato
Ortografia multimidiático de campo, podcasts e vídeos
Acentuação Gráfica; Caracterização do campo variados de divulgação científica etc. – e os
jornalístico e relação entre os aspectos relativos à construção composicional
Emprego do gêneros em circulação, mídias e às marcas linguística características desses
aonde/onde; e práticas da cultura digital; gêneros, de forma a ampliar suas
possibilidades de compreensão (e produção)
Emprego do há/a; Estratégia de leitura: de textos pertencentes a esses gêneros;
apreender os sentidos globais (EF69LP30) Comparar, com a ajuda do
Emprego de Se do texto; professor, conteúdos, dados e informações de
não/senão; diferentes fontes, levando em conta seus
Efeitos de sentido; contextos de produção e referências,
Emprego de identificando coincidências,
Tampouco/Tão pouco; Estratégias e procedimentos complementaridades e contradições, de forma
de leitura em textos a poder identificar erros/imprecisões
Emprego de demais/de reivindicatórios ou conceituais, compreender e posicionar-se
mais; propositivos; criticamente sobre os conteúdos e
informações em questão;
Emprego do a par/ao (EF89LP01) Analisar os interesses que
par. Estilo; movem o campo jornalístico, os efeitos das
novas tecnologias no campo e as condições
Marcas linguísticas; que fazem da informação uma mercadoria, de
forma a poder desenvolver uma atitude crítica
Intertextualidade; frente aos textos jornalísticos;
(EF89LP03) Analisar textos de opinião
Fono-ortografia; (artigos de opinião, editoriais, cartas de
leitores, comentários, posts de blog e de redes
Morfossintaxe. sociais, charges, memes, gifs etc.) e
posicionar-se de forma crítica e
fundamentada, ética e respeitosa frente a fatos
e opiniões relacionados a esses textos;
(EF89LP04) Identificar e avaliar
teses/opiniões/posicionamentos explícitos e
implícitos, argumentos e contra-argumentos
em textos argumentativos do campo (carta de
leitor, comentário, artigo de opinião, resenha
176
crítica etc.), posicionando-se frente à questão
controversa de forma sustentada;
(EF89LP06) Analisar o uso de recursos
persuasivos em textos argumentativos
diversos (como a elaboração do título,
escolhas lexicais, construções metafóricas, a
explicitação ou a ocultação de fontes de
informação) e seus efeitos de sentido;
(EF89LP20) Comparar propostas políticas e
de solução de problemas, identificando o que
se pretende fazer/implementar, por que
(motivações, justificativas), para que
(objetivos, benefícios e consequências
esperados), como (ações e passos), quando
etc. e a forma de avaliar a eficácia da
proposta/solução, contrastando dados e
informações de diferentes fontes,
identificando coincidências,
complementaridades e contradições, de forma
a poder compreender e posicionar-se
criticamente sobre os dados e informações
usados em fundamentação de propostas e
analisar a coerência entre os elementos, de
forma a tomar decisões fundamentadas;
(EF09LP01) Analisar o fenômeno da
disseminação de notícias falsas nas redes
sociais e desenvolver estratégias para
reconhecê-las, a partir da
verificação/avaliação do veículo, fonte, data e
local da publicação, autoria, URL, da análise
da formatação, da comparação de diferentes
fontes, da consulta a sites de curadoria que
atestam a fidedignidade do relato dos fatos e
denunciam boatos etc;
(EF69LP17) Perceber e analisar os recursos
estilísticos e semióticos dos gêneros
jornalísticos e publicitários, os aspectos
relativos ao tratamento da informação em
notícias, como a ordenação dos eventos, as
escolhas lexicais, o efeito de imparcialidade
do relato, a morfologia do verbo, em textos
noticiosos e argumentativos, reconhecendo
marcas de pessoa, número, tempo, modo, a
distribuição dos verbos nos gêneros textuais
(por exemplo, as formas de pretérito em
relatos; as formas de presente e futuro em
gêneros argumentativos; as formas de
imperativo em gêneros publicitários), o uso
de recursos persuasivos em textos
argumentativos diversos (como a elaboração
do título, escolhas lexicais, construções
metafóricas, a explicitação ou a ocultação de
fontes de informação) e as estratégias de
persuasão e apelo ao consumo com os
recursos linguístico-discursivos utilizados
(tempo verbal, jogos de palavras, metáforas,
imagens);
(EF69LP43) Identificar e utilizar os modos
de introdução de outras vozes no texto –
citação literal e sua formatação e paráfrase –,
as pistas linguísticas responsáveis por
introduzir no texto a posição do autor e dos
outros autores citados (“Segundo X; De
acordo com Y; De minha/nossa parte,
penso/amos que”...) e os elementos de
normatização (tais como as regras de inclusão
e formatação de citações e paráfrases, de
organização de referências bibliográficas) em
textos científicos, desenvolvendo reflexão
sobre o modo como a intertextualidade e a
retextualização ocorrem nesses textos;
(EF09LP04) Escrever textos corretamente,
177
de acordo com a norma-padrão, com
estruturas sintáticas complexas no nível da
oração e do período;
(EF09LP08) Identificar, em textos lidos e em
produções próprias, a relação que conjunções
(e locuções conjuntivas) coordenativas e
subordinativas estabelecem entre as orações
que conectam.
3º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Estratégia de leitura: (EF69LP03) Identificar, em notícias, o fato Sugestões
Reportagem apreender os sentidos globais central, suas principais circunstâncias e
do texto; eventuais decorrências; em reportagens e Projeto: Jornal da Escola
Editorial fotorreportagens o fato ou a temática Viva;
Relação entre textos; retratada e a perspectiva de abordagem, em
Língua e gramática entrevistas os principais temas/subtemas
Estrutura e formação Apreciação e réplica; abordados, explicações dadas ou teses
de palavras defendidas em relação a esses subtemas; em
Reconstrução do contexto de tirinhas, memes, charge, a crítica, ironia ou
Composição, produção, circulação e humor presente;
derivação, recepção de textos; (EF69LP30) Comparar, com a ajuda do
neologismos, professor, conteúdos, dados e informações de
estrangeirismos. Caracterização do campo diferentes fontes, levando em conta seus
jornalístico e relação entre os contextos de produção e referências,
Concordância verbal e gêneros em circulação, mídias identificando coincidências,
nominal. e práticas da cultura digital; complementaridades e contradições, de forma
a poder identificar erros/imprecisões
Homonímia e Estilo; conceituais, compreender e posicionar-se
Polissemia; criticamente sobre os conteúdos e
Léxico/morfologia; informações em questão;
Ortografia (EF89LP03) Analisar textos de opinião
Uso do C/Ç/SS Fono-ortografia; (artigos de opinião, editoriais, cartas de
leitores, comentários, posts de blog e de redes
Variação linguística. sociais, charges, memes, gifs etc.) e
posicionar-se de forma crítica e
fundamentada, ética e respeitosa frente a fatos
e opiniões relacionados a esses textos;
(EF09LP01) Analisar o fenômeno da
disseminação de notícias falsas nas redes
sociais e desenvolver estratégias para
reconhecê-las, a partir da
verificação/avaliação do veículo, fonte, data e
local da publicação, autoria, URL, da análise
da formatação, da comparação de diferentes
fontes, da consulta a sites de curadoria que
atestam a fidedignidade do relato dos fatos e
denunciam boatos etc;
(EF69LP17) Perceber e analisar os recursos
estilísticos e semióticos dos gêneros
jornalísticos e publicitários, os aspectos
relativos ao tratamento da informação em
notícias, como a ordenação dos eventos, as
escolhas lexicais, o efeito de imparcialidade
do relato, a morfologia do verbo, em textos
noticiosos e argumentativos, reconhecendo
marcas de pessoa, número, tempo, modo, a
distribuição dos verbos nos gêneros textuais
(por exemplo, as formas de pretérito em
relatos; as formas de presente e futuro em
gêneros argumentativos; as formas de
imperativo em gêneros publicitários), o uso
de recursos persuasivos em textos
argumentativos diversos (como a elaboração
do título, escolhas lexicais, construções
metafóricas, a explicitação ou a ocultação de
fontes de informação) e as estratégias de
persuasão e apelo ao consumo com os
recursos linguístico-discursivos utilizados
(tempo verbal, jogos de palavras, metáforas,
178
imagens);
(EF08LP05) Analisar processos de formação
de palavras por composição (aglutinação e
justaposição), apropriando-se de regras
básicas de uso do hífen em palavras
compostas;
(EF09LP04) Escrever textos corretamente,
de acordo com a norma-padrão, com
estruturas sintáticas complexas no nível da
oração e do período;
(EF09LP12) Identificar estrangeirismos,
caracterizando-os segundo a conservação, ou
não, de sua forma gráfica de origem,
avaliando a pertinência, ou não, de seu uso.

4 º BIMESTRE
EIXO OBJETO DO HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Leitura Estratégias e procedimentos (EF69LP33) Articular o verbal com os Sugestões
Texto dramático; de leitura; esquemas, infográficos, imagens variadas etc.
na (re)construção dos sentidos dos textos de Iniciar todas as aulas com
Poema. Relação do verbal com outras divulgação científica e retextualizar do a leitura de um poema;
semioses; discursivo para o esquemático – infográfico,
Língua e gramática esquema, tabela, gráfico, ilustração etc. – e, Projeto: Magé em cena
Regência verbal e Procedimentos e gêneros de ao contrário, transformar o conteúdo das (escrita/ encenação de
nominal; apoio à compreensão; tabelas, esquemas, infográficos, ilustrações peças que tratem do
etc. em texto discursivo, como forma de cotidiano mageense).
Colocação pronominal; Reconstrução das condições ampliar as possibilidades de compreensão
de produção, circulação e desses textos e analisar as características das
Crase; recepção; multissemioses e dos gêneros em questão;
(EF69LP46) Participar de práticas de
Sinonímia, Antonímia Apreciação e réplica; compartilhamento de leitura/recepção de
e Paronímia. obras literárias/ manifestações artísticas,
Reconstrução da textualidade como rodas de leitura, clubes de leitura,
Ortografia e compreensão dos efeitos eventos de contação de histórias, de leituras
O uso do S, SS, C, SC, de sentidos provocados pelos dramáticas, de apresentações teatrais,
XC, XÇ ou Ç; usos de recursos linguísticos e musicais e de filmes, cineclubes, festivais de
multissemióticos; vídeo, saraus, slams, canais de booktubers,
O uso do X ou CH; redes sociais temáticas (de leitores, de
Relação entre textos; cinéfilos, de música etc.), dentre outros,
O uso do X, Z ou S; tecendo, quando possível, comentários de
Recursos linguísticos e ordem estética e afetiva;
O uso do J ou G; semióticos que operam nos (EF69LP48) Interpretar, em poemas, efeitos
textos pertencentes aos produzidos pelo uso de recursos expressivos
O uso do L ou U; gêneros literários; sonoros (estrofação, rimas, aliterações etc),
semânticos (figuras de linguagem, por
O uso de M ou N antes Figuras de linguagem; exemplo), gráfico- espacial (distribuição da
de P e B. mancha gráfica no papel), imagens e sua
Morfossintaxe; relação com o texto verbal;
(EF89LP32) Analisar os efeitos de sentido
Coesão. decorrentes do uso de mecanismos de
intertextualidade (referências, alusões,
retomadas) entre os textos literários, entre
esses textos literários e outras manifestações
artísticas (cinema, teatro, artes visuais e
midiáticas, música), quanto aos temas,
personagens, estilos, autores etc., e entre o
texto original e paródias, paráfrases,
pastiches, trailer honesto, vídeos-minuto,
vidding, dentre outros;
(EF89LP34) Analisar a organização de texto
dramático apresentado em teatro, televisão,
cinema, identificando e percebendo os
sentidos decorrentes dos recursos linguísticos
e semióticos que sustentam sua realização
como peça teatral, novela, filme etc;
179
(EF69LP54) Analisar os efeitos de sentido
decorrentes da interação entre os elementos
linguísticos e os recursos paralinguísticos e
cinésicos, como as variações no ritmo, as
modulações no tom de voz, as pausas, as
manipulações do estrato sonoro da
linguagem, obtidos por meio da estrofação,
das rimas e de figuras de linguagem como as
aliterações, as assonâncias, as onomatopeias,
dentre outras, a postura corporal e a
gestualidade, na declamação de poemas,
apresentações musicais e teatrais, tanto em
gêneros em prosa quanto nos gêneros
poéticos, os efeitos de sentido decorrentes do
emprego de figuras de linguagem, tais como
comparação, metáfora, personificação,
metonímia, hipérbole, eufemismo, ironia,
paradoxo e antítese e os efeitos de sentido
decorrentes do emprego de palavras e
expressões denotativas e conotativas
(adjetivos, locuções adjetivas, orações
subordinadas adjetivas etc.), que funcionam
como modificadores, percebendo sua função
na caracterização dos espaços, tempos,
personagens e ações próprios de cada gênero
narrativo;
(EF89LP37) Analisar os efeitos de sentido
do uso de figuras de linguagem como ironia,
eufemismo, antítese, aliteração, assonância,
dentre outras;
(EF09LP07) Comparar o uso de regência
verbal e regência nominal na norma-padrão
com seu uso no português brasileiro coloquial
oral;
(EF09LP10) Comparar as regras de
colocação pronominal na norma-padrão com
o seu uso no português brasileiro coloquial.
181
DISCIPLINA: LÍNGUA INGLESA
6º ANO DE ESCOLARIDADE
1º BIMESTRE
UNIT 1 - IDENTITY
EIXO OBJETO DO
HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Construção de laços afetivos e EF06LI01) Interagir em situações de Textos, música e diálogos
Histórias em convívio social intercâmbio oral, demonstrando iniciativa que abordem o conteúdo
Quadrinhos/Tirinhas para utilizar a língua inglesa. geral do bimestre.
Produção de textos orais, com a (EF06LI03) Solicitar esclarecimentos em
Oralidade mediação do professor. língua inglesa sobre o que não entendeu e o
significado de palavras ou expressões Verb to be
Leitura desconhecidas.
Escrita Hipóteses sobre a finalidade de (EF06LI05) Aplicar os conhecimentos da Alfabeto
um texto língua inglesa para falar de si e de outras
Conhecimentos pessoas, explicitando informações pessoais Países e nacionalidades;
Linguísticos Compreensão geral e específica: e características relacionadas a gostos, cores
leitura rápida (skimming, preferências e rotinas.
Dimensão scanning) (EF06LI06) Planejar apresentação sobre a Documento de identidade
intercultural família, a comunidade e a escola,
compartilhando-a oralmente com o grupo.
Construção de repertório lexical
(EF06LI07) Formular hipóteses sobre a
e autonomia leitora
finalidade de um texto em língua inglesa,
com base em sua estrutura, organização
Partilha de leitura, com textual e pistas gráficas.
mediação do professor (EF06LI09) Localizar informações
específicas em texto.
Planejamento do texto: (EF06LI10) Conhecer a organização de um
brainstorming dicionário bilíngue (impresso e/ou on-line)
para construir repertório lexical.
(EF06LI12) Interessar-se pelo texto lido,
Produção de textos escritos, em compartilhando suas ideias sobre o que o
formatos diversos, com a texto informa/comunica.
mediação do professor (EF06LI13) Listar ideias para a produção
de textos, levando em conta o tema e o
Construção de repertório lexical assunto.
(EF06LI15) Produzir textos escritos em
língua inglesa (histórias em quadrinhos,
Pronúncia
cartazes, chats, blogues, agendas,
fotolegendas, entre outros), sobre si mesmo,
Presente simples e contínuo sua família, seus amigos, gostos,
(formas afirmativa, negativa e preferências e rotinas, sua comunidade e
interrogativa) seu contexto escolar.
(EF06LI16) Construir repertório relativo às
Países que têm a língua inglesa expressões usadas para o convívio social e *Essa unidade permite o
como língua materna e/ou o uso da língua inglesa em sala de aula. trabalho interdisciplinar
oficial (EF06LI17) Construir repertório lexical com as habilidades
relativo a temas familiares (escola, família, EF69AR06 do
rotina diária, atividades de lazer, esportes, componente curricular
entre outros). de Artes e EF06HI01/02
(EF06LI18) Reconhecer semelhanças e de História.
diferenças na pronúncia de palavras da
língua inglesa e da língua materna e/ou
outras línguas conhecidas.
(EF06LI19) Utilizar o presente do
indicativo para identificar pessoas (verbo to
be) e descrever rotinas diárias.
(EF06LI24) Investigar o alcance da língua
inglesa no mundo: como língua materna
e/ou oficial (primeira ou segunda língua)
UNIT 2 – FAMILIES
Construção de laços afetivos e (EF06LI01) Interagir em situações de
convívio social intercâmbio oral, demonstrando iniciativa Adjetivos possessivos
para utilizar a língua inglesa.
Produção de textos orais, com a (EF06LI02) Coletar informações do grupo, Pronomes demonstrativos
mediação do professor perguntando e respondendo sobre a família,
os amigos, a escola e a comunidade.
182

Hipóteses sobre a finalidade de (EF06LI05) Aplicar os conhecimentos da Membros da família


um texto língua inglesa para falar de si e de outras
pessoas, explicitando informações Pôster de filme
Compreensão geral e pessoais e características relacionadas a
específica: leitura rápida gostos, preferências e rotinas.
(skimming, scanning) (EF06LI06) Planejar apresentação sobre
a família, a comunidade e a escola,
compartilhando-a oralmente com o grupo.
Partilha de leitura, com
mediação do professor (EF06LI07) Formular hipóteses sobre a
finalidade de um texto em língua inglesa,
com base em sua estrutura, organização
Construção de repertório
textual e pistas gráficas.
lexical
(EF06LI08) Identificar o assunto de um
texto, reconhecendo sua organização
Adjetivos possessivos textual e palavras cognatas.
(EF06LI12) Interessar-se pelo texto lido,
Presença da língua inglesa no
compartilhando suas ideias sobre o que o
cotidiano
texto informa/comunica.
(EF06LI17) Construir repertório lexical
relativo a temas familiares (escola,
família, rotina diária, atividades de lazer,
esportes, entre outros).
(EF06LI23) Empregar, de forma
inteligível, os adjetivos possessivos.
(EF06LI26) Avaliar, problematizando
elementos/produtos culturais de países de
língua inglesa absorvidos pela sociedade
brasileira/comunidade.

2º BIMESTRE
UNIT 3 – PETS
EIXO OBJETO DO
HABILIDADES OBSERVAÇÕES
TEMÁTICO CONHECIMENTO
Contos (ou Construção de laços afetivos e (EF06LI01) Interagir em situações de Textos, música e diálogos
correspondentes: convívio social intercâmbio oral, demonstrando iniciativa que abordem o conteúdo
contos de fadas, para utilizar a língua inglesa. geral do bimestre.
lendas e fábulas) Funções e usos da língua (EF06LI03) Solicitar esclarecimentos em
inglesa em sala de aula ( língua inglesa sobre o que não entendeu e Nomes de animais de
Classroom Language) o significado de palavras ou expressões estimação
Oralidade desconhecidas.
(EF06LI05) Aplicar os conhecimentos da Adjetivos usados para
Leitura Produção de textos orais, com a descrê-los
mediação do professor língua inglesa para falar de si e de outras
Escrita pessoas, explicitando informações
pessoais e características relacionadas a Artigos da internet
Hipóteses sobre a finalidade de gostos, preferências e rotinas.
Conhecimentos um texto
Linguísticos (EF06LI07) Formular hipóteses sobre a
finalidade de um texto em língua inglesa,
Compreensão geral e com base em sua estrutura, organização
específica: leitura rápida textual e pistas gráficas.
(skimming, scanning)
(EF06LI08) Identificar o assunto de um
texto, reconhecendo sua organização
Construção de repertório textual e palavras cognatas.
lexical e autonomia leitora
(EF06LI09) Localizar informações
específicas em texto.
Partilha de leitura, com
(EF06LI11) Explorar ambientes virtuais
mediação do professor
e/ou aplicativos para construir repertório
lexical na língua inglesa.
Planejamento do texto: (EF06LI14) Organizar idei