Você está na página 1de 5

(Please scroll down for English)

Caras e Caros,
É com alegria que informo que o meu livro Afetos, Relações e Encontros com
Filmes Brasileiros Contemporâneos está disponível diretamente pelos emails da editora Hucitec
mariananada@gmail.com e lerereler@huciteceditora.com.br. O livro também pode ser
encomendado pelos fones: 11 3892-7772 e 3892-7776. O livro também pode ser comprado
diretamente também pelo site:
https://www.book7.com.br/catalogsearch/result/?attr=0&q=hucitec ou em
https://www.estantevirtual.com.br/busca?utf8=✓&type=q&new&q=afetos%2C+relações
O livro é minha resposta, reação ao que vi e ao que me chamou dessa nova geração de
cineastas brasileiros que apareceram nos últimos anos. Foram encontros estranhos com cena e
filmes, afetos sem fronteiras e tentativas, talvez, de outros modos de viver nestes tempos difíceis.
Se quiserem saber mais há informações abaixo. Sintam-se à vontade para repassar o convite a
quem interessar possa.
Abraços e obrigado,

Denilson Lopes
Associate Professor Communication and Culture Graduate Program/Federal University of Rio de
JaneiroCv: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4785685Z3
Ensaios: https://ufrj.academia.edu/DenilsonLopes
noslined@bighost.com.br

Mais informações: https://www.facebook.com/Afetos-Relações-e-Encontros-com-Filmes-


Brasileiros-Contemporâneos-1626648430732826/ SOBRE O LIVRO

Sobre o livro
Afetos, Relações e Encontros com Filmes Brasileiros Contemporâneos,
de Denilson Lopes, procura preencher uma lacuna na bibliografia de estudos sobre o cinema
brasileiro dos últimos dez anos, após o chamado Cinema da Retomada, que se preocupou em
conciliar qualidade e alcance comercial na busca de um público perdido desde o fim dos anos 80
e agravado no período da presidência de Fernando Collor. No novo momento, já de meados dos
anos 00 em diante, uma grande parte da produção mais ousada se voltou para um formato
independente das grandes produtoras e seus modelos. Buscando entender esta mudança, o foco
do livro, nos seus 10 ensaios são os trabalhos de jovens realizadores que chegaram entre 2009 e
2016 ao seu primeiro longa-metragem entre os quais, Eryk Rocha, Julia Murat, Clarissa
Campolina, Leonardo Mouramateus, André Antonio, Uirá dos Reis, Guto Parente, Luiz e
Ricardo Pretti, Pedro Diógenes, Marcelo Caetano, Petra Costa, Gustavo Vinagre, entre outros.
Sua emergência coincide com a proliferação do digital, de processos colaborativos e coletivos
bem como a consolidação da Mostra de Tiradentes como a principal vitrine para esta geração. O
livro propõe uma leitura crítica que é ao mesmo tempo aposta e reflexão sobre o que é ser um
jovem artista hoje em dia, pressionado pela indústria cultural e pelo aumento de custo de vida,
que busca pela arte outras formas de criar e de viver em conjunto. Para tanto, os filmes são lidos
a partir dos estudos contemporâneos sobre os afetos. Estes constituem uma área teoricamente
diversificada, bastante desenvolvida no mundo anglófono, mas ainda pouco explorada no Brasil,
sobretudo aqui, na sua articulação com sugestões vindas de Deluze & Guattari, dos estudos
queer, dos estudos voltados à encenação entre outros . A presente coletânea de ensaios procurou
ser escrita, de forma, que pudesse interessar não só a estudantes, professores e pesquisadores de
cinema, mas a um público mais amplo, interessado nos debates sobre estética, arte e cultura.

Este livro é o número 16 da Coleção Pensamento Político-Social que tem a direção de Elide
Rugai Bastos, André Botelho e Gabriela Nunes Ferreira.

Sumário
Agradecimentos
Carta a Leonardo Mouramateus
Encontros com filmes brasileiros contemporâneos
Afetos pictóricos
O homem que caminha sem chegar
O fim das paisagens
Ruínas pobres, cidades mortas
O alumbramento e o fracasso
De volta à festa
O cosmopolitismo nos pequenos gestos
Afetos queer
O retorno do artifício Índice onomástico

SOBRE O AUTOR
Denilson Lopes (noslined@bighost.com.br) é professor associado da Escola de Comunicação da
UFRJ e pesquisador do CNPq . Foi presidente da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e
Audiovisual (SOCINE) e da Associação Brasileira de Estudos de Homocultura (ABEH). É autor
de No Coração do Mundo: Paisagens Transculturais (Rio de Janeiro: Rocco, 2012), A
Delicadeza: Estética, Experiência e Paisagens ( Brasília: EdUnB, 2007), O Homem que Amava
Rapazes e Outros Ensaios (Rio de Janeiro: Aeroplano, 2002), Nós os Mortos: Melancolia e Neo-
Barroco (Rio de Janeiro: 7Letras, 1999), organizador de O Cinema dos Anos 90 (Chapecó:
Argos, 2005), co-organizador de Silviano Santiago y los Estudios Latinoamericanos (Pittsburgh:
Iberoamericana, 2015) e Cinema, Globalização e Interculturalidade (Chapecó: Argos, 2010).

Título: Afetos, Relações e Encontros com Filmes Brasileiros Contemporâneos


Autor: Denilson Lopes
ISBN: 978-85-8404-096-4
Formato: 14x21
Páginas: 202

Dear colleagues and friends,

I am pleased to announce, for those who can read in Portuguese, the release of my new
book, Afetos, Relações e Encontros com Filmes Brasileiros Contemporâneos (Hucitec). For
those who do not read in Portuguese, there is a previous version of one of the essays available in
English, “Alumbramento, Friendship, and Failure New Filmmaking in Brazil in the Twenty‐First
Century”
(https://www.academia.edu/31929764/Alumbramento_Friendship_and_Failure_New_Filmmakin
g_in_Brazil_in_the_Twenty_First_Century), and an article in Spanish, “La História como fiesta
y encuentro”
(https://www.academia.edu/29961428/LA_HISTORIA_COMO_FIESTA_Y_ENCUENTRO).

It is my response, or reaction, to what I have seen and to what has interested me in this
new generation of Brazilian filmmakers who have appeared in the past few years. They were
strange encounters with scenes and films, affects without borders, and attempts, perhaps, at other
ways of living in these hard times. If you would like to know more there is information below.
Please feel free to resend the information to all who may be interested.

Thank you and apologies for cross-posting!!

Kind regards,

Denilson Lopes
Associate Professor Communication and Culture Graduate Program/Federal University of Rio de
Janeiro
Cv: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4785685Z3
For more essays: https://ufrj.academia.edu/DenilsonLopes
noslined@bighost.com.br

More information: https://www.facebook.com/Afetos-Rela%C3%A7%C3%B5es-e-Encontros-


com-Filmes-Brasileiros-Contempor%C3%A2neos-
1626648430732826/?modal=composer&notif_t=page_fan_growth_drop&notif_id=1504282566
225026

ABOUT THE BOOK

Afetos, Relações e Encontros com Filmes Brasileiros Contemporâneos, by Denilson Lopes,


seeks to fill a gap in the bibliography of studies on Brazilian cinema during the past ten years,
after the so-called “Cinema da Retomada” (“New Brazilian Cinema”), which was concerned
with reconciling quality and commercial reach in the search for a public that was in decline at the
end of the 1980s and all but lost in the period of Fernando Collor’s presidency. In the new
moment, from the mid-2000s and onwards, a large part of the most daring production turned to a
format that was independent from the large producers and their models.

Seeking to understand this change, the focus of the book, in its 10 essays, is the work of young
directors who arrived between 2009 and 2016 at their first feature films, such as Eryk Rocha,
Julia Murat, Clarissa Campolina, Leonardo Mouramateus, André Antonio, Uirá dos Reis, Guto
Parente, Luiz and Ricardo Pretti, Pedro Diógenes, Marcelo Caetano, Petra Costa, and Gustavo
Vinagre, among others. Their emergence coincides with the proliferation of the digital, of
collaborative and collective processes, as well as the consolidation of the Tiradentes Film
Festival as the main showcase for this generation. The book proposes a critical reading that is at
the same time a wager and a reflection on what it means to be a young artist these days,
pressured by the cultural industry and by the increase in the cost of living, who seeks through art
other forms of creating and living together. For this purpose, the films are read through the lens
of contemporary studies on affects, which constitute a theoretically diverse area that is well
developed in the English-speaking world but little explored in Brazil, especially here, with
respect to suggestions coming from Deleuze & Guattari, from queer studies, and from
performance studies, among others. The present selection of essays was written in a way that
could interest not only students, professors, and researchers of cinema, but also a wider audience
interested in the debates on aesthetics, art, and culture.

This book is number 16 from the “Coleção Pensamento Político-Social” (“Social-Political


Thought Collection”) that is directed by Elide Rugai Bastos, André Botelho, and Gabriela Nunes
Ferreira.

Table of Contents
Acknowledgements
Letter to Leonardo Mouramateus
Encounters with Contemporary Brazilian Films
Pictorial Affects
The Man Who Walks Without Arriving
The End of Landscapes
Poor Ruins, Dead Cities
Alumbramento and Failure
Back to the Party
The Cosmopolitanism of Small Gestures
Queer Affects
The Return of Artifice
Index of Names

Títle: Afetos, Relações e Encontros com Filmes Brasileiros Contemporâneos

Author: Denilson Lopes

ISBN: 978-85-8404-096-4

Pages: 202

Price: RS42,00
For buying at the publisher: mariananada@gmail.com and lerereler@huciteceditora.com.br.
Phones: 55 11 3892-7772 and 55 11 3892-7776.

Sites: https://www.book7.com.br/catalogsearch/result/?attr=0&q=hucitec or
https://www.estantevirtual.com.br/busca?utf8=✓&type=q&new&q=afetos%2C+relações

Você também pode gostar