Você está na página 1de 2

Tubo de Venturi

O tubo de Venturi é um instrumento que indica a variação da pressão exercida por um líquido que se
encontra em movimento por tubos com áreas variáveis.
Idealizado por Giovanni Battista Venturi, o chamado tubo de Venturi é um equipamento que indica a
variação da pressão de um fluido em escoamento em regiões com áreas transversais diferentes. Onde a
área é menor, haverá maior velocidade, assim a pressão será menor. A recíproca é verdadeira.

A imagem acima mostra um fluido em escoamento por um tubo que apresenta áreas de secção
transversal diferentes, a região central possui área menor. A passagem do líquido gera uma
determinada pressão sobre as paredes do tubo. Observe que há três manômetros que fazem a
determinação da pressão do líquido, na parte central, onde a área de secção transversal é menor, a
pressão indicada é menor.

Explicação para a variação de pressão no tubo de Venturi


A explicação do porquê ocorre diferença de pressão inicia-se pela equação de Bernoulli, que pode ser
escrita da seguinte forma:
p1 + ½ ρ.v12 = constante
Os termos dessa equação são:
p = Pressão exercida pelo fluido (pa);
ρ = densidade do fluido (kg/m3);
v = Velocidade de escoamento (m/s).
Aplicando essa equação para duas regiões distintas de um tubo, por onde escoa um fluido, teremos:
p1 + ½ ρ.v12 = p2 + ½ ρ.v22
A chamada equação da continuidade nos mostra que quanto menor for a área de escoamento de um
fluido maior será a sua velocidade, isso irá garantir uma taxa de vazão constante do fluido, ou seja, o
mesmo volume de fluido por segundo fluindo em todos os pontos de um tubo. Essa ideia fica clara
quando observamos um rio, nas regiões onde a distância entre as margens é maior, a velocidade da
correnteza é menor. Já em pontos de proximidade entre as margens, a velocidade é visivelmente maior,
assim podemos escrever:
V1 . A1 = V2 . A2
A igualdade proposta pela equação de Bernoulli para regiões com área de secção transversal diferentes
só será mantida caso exista variação das pressões.
Voltando à imagem inicial do texto, percebemos que a região central do tubo, por ser mais fina,
apresentará maior velocidade de escoamento, logo, a igualdade na equação de Bernoulli só será
mantida se a pressão nesta região for menor. O tubo de Venturi é o equipamento que indica essa
alteração nos valores das pressões, por isso os manômetros da imagem marcam valores diferentes,
pressões maiores para áreas de secção transversal maior e vice-versa
Aplicações
A imagem abaixo mostra uma pistola utilizada para pintura. A tinta a ser utilizada permanece
armazenada no recipiente cilíndrico, com a passagem de uma corrente de ar pela pistola a pressão na
região da boca do recipiente será diminuída, assim, pelo fato da pressão interna do recipiente ser
maior, a tinta será expulsa e irá se misturar com o ar.
Técnica parecida é utilizada pelo corpo de bombeiros diante de incêndios em líquidos inflamáveis.
Essa classe de incêndio não pode ser apagada com água, por isso uma espuma a base d´água é utilizada
para abafar as chamas, retirando o suprimento de comburente (oxigênio) e extinguindo o incêndio. A
espuma é feita com uma mistura de água, ar e um líquido gerador de espuma (LGE). O ar é
introduzido na mistura de água com LGE por meio de um tubo de Venturi.
O tubo de Venturi indica a variação da pressão para fluidos em escoamento

Você também pode gostar