Você está na página 1de 2

AVALIAÇÃO BIMESTRAL DE HISTÓRIA

ALUNO (A): NÚMERO: DATA: ___/___/ _____

ANO: 7º “A”. TURNO: PROFESSOR (A): NOTA:


__________________________________________________________________________________________________________

O crescimento do comércio e das cidades na Baixa Idade Leia este trecho, em que se faz referência à construção do
Média: mundo moderno:
A) consolidou as estruturas feudais, como a economia de “... os modernos são os primeiros a demonstrar que
subsistência e a suserania. o conhecimento verdadeiro só pode nascer do trabalho
B) expandiu as atividades agrícolas, com o declínio do uso de interior realizado pela razão, graças a seu próprio esforço,
moedas nas trocas. sem aceitar dogmas religiosos, preconceitos sociais,
C) fez surgir um novo grupo social, ligado às atividades censuras políticas e os dados imediatos fornecidos pelos
artesanais e mercantis. sentidos”.
D) permitiu o desenvolvimento do trabalho livre, isento de
quaisquer restrições. (CHAUÍ, Marilena. "Primeira filosofia". 4. ed. São Paulo: Brasiliense,
1985. p. 80.)
A leitura do trecho nos permite identificar características do
O crescimento das cidades é um fenômeno da Europa Renascimento. Assinale a afirmativa que contém essas
ocidental a partir do século XI. Tratando sobre a questão, características.
Pierre Vilar afirma: A) nova postura com relação ao conhecimento, a qual
transforma o modo de entendimento do mundo e do próprio
“As cidades dependiam dos senhores. Mas elas foram mais homem.
fortes que as aldeias para discutir com seus amos, B) ruptura com as concepções antropocêntricas, a qual
rebelarem-se, obter ou impor ‘cartas de franquia’. modifica as relações hierárquicas senhoriais.
Coletivamente, continuavam vinculadas ao sistema feudal C) ruptura com o mundo antigo, a qual caracteriza um
[...]. Mas em seu território, e sobretudo dentro do recinto distanciamento do homem face aos diversos movimentos
dentro da muralha, os habitantes eram livres e participavam religiosos.
da organização coletiva.” D) adaptações do pensamento contemplativo, as quais
reafirmam a primazia do conhecimento da natureza em
relação ao homem.
VILAR, Pierre. Do feudalismo ao capitalismo. São Paulo: Contexto,
1992, p. 39.
Leia atentamente os relatos a seguir:
Refletindo sobre essa afirmação, pode-se concluir que: "O pintor que trabalha rotineira e apressadamente,
sem compreender as coisas, é como o espelho que absorve
tudo o que encontra diante de si, sem tomar conhecimento".
A) os moradores da cidade gozavam de significativa
“Experiência, mãe de toda a certeza”
autonomia, mesmo submetidos à autoridade dos senhores,
“Só o pintor universal tem valor”
que lhes cobravam taxas.
B) os camponeses da aldeia medieval impuseram aos
São trechos de Leonardo da Vinci, personagem destacada do
senhores feudais um documento que garantia autonomia
Renascimento. Neles, o autor exalta compreensão,
política à comunidade.
experiência, universalismo, valores que marcaram o:
C) os habitantes das cidades libertaram-se de inúmeras
A) Teocentrismo, como princípio básico do pensamento
obrigações, entre elas a de participarem de corporações de
moderno.
ofício.
B) Humanismo, como postura ideológica que configurou a
D) as populações urbanas eram isoladas por muralhas que
transição para a Idade Moderna.
as impediam de estabelecer relações socioeconômicas com o
C) Epicurismo, em alusão aos princípios dominantes na Idade
mundo feudal.
Média.
D) Confucionismo, por sua marcada oposição ao conjunto dos
A formação da burguesia enquanto classe social está conhecimentos orientais.
relacionada a algumas alterações verificadas durante a Baixa
Idade Média. Qual das alternativas abaixo não faz parte
O Renascimento, amplo movimento artístico, literário e
dessas alterações?
científico, expandiu-se da Península Itálica por quase toda a
A) Crescimento das cidades.
Europa, provocando transformações na sociedade. Sobre o
B) Fortalecimento do artesanato.
tema, é correto afirmar que:
C) Crescimento do comércio
A) o racionalismo renascentista reforçou o princípio da
D) Criação da máquina a vapor.
autoridade da ciência teológica e da tradição medieval.
B) houve o resgate, pelos intelectuais renascentistas, dos
ideais medievais ligados aos dogmas do catolicismo,
sobretudo da concepção teocêntrica de mundo.
C) nesse período, reafirmou-se a ideia de homem cidadão,
que terminou por enfraquecer os sentimentos de identidade
nacional e cultural, os quais contribuíram para o fim das
monarquias absolutas.
D) os estudiosos do período buscaram apoio no método
experimental e na reflexão racional, valorizando a natureza
e o ser humano.
______________________________________________________________________________________________________

O Renascimento representou uma ruptura com o Foi um importante matemático e astrônomo polonês. Pode
pensamento predominante na Idade Média. Assinale a ser chamado de “pai” da astronomia moderna, pois foi ele
alternativa que melhor caracteriza essa situação. quem percebeu e defendeu a tese de que a Terra, assim
A) As universidades surgiram com o Renascimento. Desde o como os demais planetas, gira em torno do sol, em uma
início, elas estiveram envolvidas com a produção do teoria chamada de Heliocentrismo.
conhecimento. A) Georg Joachim von Lauchen
B) O latim foi abandonado, sendo substituído pelo inglês, B) Nicolau Copérnico.
predominante entre os escritores renascentistas de toda a C) Rheticus
Europa. D) Claudio Ptolomeu
C) Somente após o movimento renascentista, os europeus
entraram em contato com as obras da Antiguidade clássica.
Inclusive os monges ignoravam a cultura helênica, “Se um homem não trabalhar, também não comerá” – São
restringindo-se à literatura sacra. Paulo
D) Para os renascentistas, o homem deveria ser o centro de O texto acima traduz a ideia defendida pelo:
tudo, em oposição ao pensamento medieval, que privilegiava A) Protestantismo de Lutero;
o teocentrismo. B) Protestantismo de Calvino;
C) Catolicismo da Idade Média;
D) Catolicismo da Contrarreforma.
Considere o seguinte texto, sobre um aspecto essencial da
cultura renascentista, no início da Idade Moderna.
“A postura dos humanistas valorizava o que de divino havia O Ato de Supremacia, promulgado por Henrique VIII, na
em cada homem, induzindo-o a expandir suas forças, a criar Inglaterra, contribuiu para:
e a produzir, agindo sobre o mundo para transformá-lo de A) divulgar intensamente a doutrina calvinista no país,
acordo com sua vontade e interesse. ” sobretudo na região da Escócia.
B) iniciar a expansão externa, formando, assim, as bases do
(SEVCENKO, Nicolau. O Renascimento, São Paulo: Atual, 1985, p. império colonial inglês.
16) C) promover a reforma anglicana, ao mesmo tempo em que
contribuiu para a centralização do governo.
O autor destaca no texto especificamente a característica do D) implantar o catolicismo no reino, o que foi acompanhado
humanismo renascentista denominada de repressão aos reformistas.
A) Cientificismo.
B) Igualitarismo.
C) Antropocentrismo. A Reforma Protestante rompeu com a unidade cristã
D) Materialismo. existente na Europa e deu origem a uma reforma religiosa na
Igreja Católica, a chamada Contrarreforma. A esse respeito,
julgue os itens adiante.
Inspirando-se na Antiguidade Clássica (Grécia-Roma), o A) O combate ao lucro e à usura, bases da vida comercial e
Renascimento valorizava o homem, refletindo mesmo uma financeira que se dinamizava ao final da Idade Média,
visão antropocêntrica do mundo. Esse movimento teve mostrava o descompasso da Igreja romana em relação às
origem: transformações ocorridas na sociedade.
A) na Itália. B) A ideias de Lutero centravam-se na salvação pela fé e na
B) na França. leitura direta e interpretação pessoal do Evangelho, além de
C) na Alemanha. contestarem a supremacia da Igreja sobre o Estado.
D) na Espanha. C) Exaltando o trabalho e a poupança na conduta humana,
Calvino consagrava valores morais e políticos defendidos
A teoria geocêntrica afirmava que o planeta terra era o centro pela burguesia mercantil.
do universo e que todos os outros planetas, inclusive o sol, D) A Contrarreforma significou a tentativa da Igreja Católica
giravam em volta da terra. A igreja não tinha nenhuma de reorganizar-se com base em princípios liberais:
prova, mas, todos acreditavam, pois era uma questão de fé, abrandamento da hierarquia clerical, e da autoridade papal,
ou seja, Deus está no centro da explicação. tolerância quanto aos hereges e abandono de censura.

No século XVI surgiu, na Europa, um movimento de caráter


religioso, político e econômico que deu origem à Reforma
protestante, iniciada como uma reação:
A) ao progresso do capitalismo comercial, que preconizava o
lucro e estimulava o desenvolvimento das atividades
mercantis, condenados pela Igreja Católica.
B) à crise da Igreja Católica, que se manifestava através da
vida desregrada, do luxo do alto clero, da venda de cargos
eclesiásticos e de relíquias sagradas.
C) à teoria religiosa católica, que estava alicerçada na
predestinação absoluta, na salvação pela fé e no livre exame
Estamos falando da teoria: da Bíblia.
A) Geocêntrica. D) ao fortalecimento do Estado Nacional absolutista cuja
B) Heliocêntrica. consolidação representava o apoio à teoria da supremacia e
C) Científica. do universalismo do poder papal.
D) Igualitária.

Você também pode gostar