Você está na página 1de 7

SULCO DE ESPERANÇA

Oh! Ouça grandes lamentos saem do mundo

Lamurias que devastam as emoções

Vastidões de dores que desfiam o destino

Na calada das sombras e pesares do ermo

A tristeza é parte da vida normal

Ensaios de corais de vultos assombrados

Precisamos de luz e flores iluminadas

Para combater as ondas frias de ais polares

Cava, pois no profundo da vossa tristeza

Semeando lá dentro fervorosas orações

Para que germine durante todo o tempo

Flores perfumadas de divinas consolações


EGO ACESSO NEGADO
---
Não eu
Mas tu somente Senhor
No centro de meu pensamento
Meu coração dentro de Ti
O pulsar de minha existência em ti
Meu mover somente em ti

Não eu
Mas somente tu Senhor
Não minha razão, mas teus conselhos
Não meu ego, mas tu somente
Em todo o meu imaginar e desejar
No meu querer e no meu ser

Não eu
Somente e exclusivamente tu
A receber, glória, honra e aplausos
Tu na direção da minha vida
Na força da minha quietude
Nos braços da tua plenitude

Não eu
Mas tu somente, Senhor
Motivo de minha alegria
Cetro de minha confiança
Cobertura de meu coração
Luz da minha santíssima fé

Nao eu
Mas tu somente, Senhor
A parecer mais e mais
No meu caráter e na minha vida
Enquanto eu, e somente eu
Desapareça mais e mais
Para que sejas o Senhor completo,
Da minha vida...

Sobre Tribulaçõ es:

“Nã o deixem as tribulaçõ es triturarem a vossa a vossa


paciência, mas permitam que elas lapidem a vossa esperança.”

Sobre falso cristianismo:

“Nada é mais terrível do que o falso cristianismo, pois por


meio dele, o mundo é levado a acreditar que nã o existe um
verdadeiro cristianismo”

Sobre segurança eterna:

“Há uma rocha Eterna, firme e permanente chamada Cristo, e


sobre ela derramamos a nossa alma, e através dela recebemos
o consolo necessá rio para vivermos em segurança”

Sobre ameaças e conspiraçõ es:

“Quando o mundo ameaça desabar, a Rocha dos séculos é o


lugar seguro, quando o sistema corrompido parece ruir, o
Reino Eterno se estabelece, nã o há saída para o homem que
olha para os lados, nem direita e nem esquerda, num labirinto
confuso a ú nica saída é para cima”

Sobre Fecundidade silenciosa:

“O que traz vida espiritual ao cristã o nã o é o que provoca


muito ruídos, trovõ es trazem tempestades, mas o que
realmente irriga as flores do campo, sã o os orvalhos que se
destilam no silêncio da madrugada.”

Sobre Dificuldades da vida:

“Nã o importa o quanto a vida é dura, nã o importa quantas


dificuldades enfrentamos todos os dias, a emancipaçã o da
consciência se dá pela quebra das cascas da morosidade,
ninguém pode alcançar continentes desconhecidos, sem a
disposiçã o corajosa de enfrentar as mais terríveis
tempestades que esperam todos aqueles que optam por uma
dignidade nobre, dotar-se das virtudes da coragem e
resiliência para suportar todas as tribulaçõ es que aparecem
no trajeto daqueles que ousam descobrir coisas novas, é uma
exigência fundamental da vida.”

Sobre ansiedade:

“A ansiedade sufoca a fé, obscurece a esperança e escraviza a


alma nas preocupaçõ es de um futuro que ainda nã o nos
pertence”

Sobre o Foco Correto:

“Quando olhamos para a vida de acordo com as nossas


perspectivas devemos nos conformar com todas as limitaçõ es
que ele nos oferece, para termos uma visã o que transcende as
limitaçõ es da vida, uma visã o a nível de eternidade,
precisamos ter um coraçã o iluminado pela luz do Evangelho.”

Sobre exemplo:
“O ideal da vida do homem é o exemplo de Cristo, é por meio
dEle que encontramos a restauraçã o da dignidade e do cará ter
do homem que no princípio foi criado conforme a imagem de
Deus.”
Sobre propó sito:
“A conquista exige um caminho de coragem, e só alcançam o
objetivo, os que nã o desistem de olhar para o propó sito”

Sobre Fortaleza do coraçã o:


“Ainda que o coraçã o seja irrigado com orvalhos de afliçõ es,
permita que as flores da esperança desabrochem sempre e o
fruto do Espírito seja abundante.”

Sobre sentido existencial:


“A vida nã o é um conjunto de ostentaçõ es que projetam um
vazio existencial, nã o é um agrupamento de casualidades num
campo minado cheio de "sorte e azar". A vida tem uma
plenitude, e somente podem alcançar esse cume, aqueles que
de fato permanecem no exercício da funçã o do objetivo pelo
qual vieram a este mundo.”

Sobre Ideal de vida:


“O ideal da vida cristã é viver Cristo todos os dias, se nã o
seguirmos nessa direçã o, há apostasia em alguma parte da
nossa vida.”

Sobre luz:
“Nã o importa o quã o solitá rio seja um portador da luz, a
escuridã o ficará sempre incomodada onde ela permanecer
acesa”
Sobre escolhas:
“Serei sempre responsá vel por tudo o que poderia ter feito de
acordo com as oportunidades que a vida me deu e fui omisso,
sofrer as conseqü ências de minha procrastinaçã o é uma regra
incondicional da existência.”
A Verdadeira adoraçã o só pode queimar como incenso no
altar do coraçã o onde o ego já foi mortificado.

Sobre apego:
“O apego as coisas fúteis e passageiras é um sofrimento
desnecessário que sobrecarregam quase todas as almas
que passam por este mundo”

Sobre o homem sábio:


“Sábio é o homem que permanece insistente em manter a
luz do discernimento acesa, quando a maioria a sua volta
já está conformada com a escuridão da ignorância.”

Sobre Humildade:
“A humildade é um sulco fértil onde germinam todas as
sementes de desabrocham em virtudes mais
aperfeiçoadas”
Sobre acontecimentos diários:
“A vida é feita de pequenas ações e escolhas, que o tempo
encarrega-se de dar grandes resultados, porque também
as maiores arvores um dia surgiram de uma pequena
semente que germinou silenciosamente no sulco da
terra”

Sobre Reputação:

“Não existe vantagem alguma em trocar a reputação pela


conveniência, pois a honra de um homem permanece
dentro de uma única condição: fins justos por meios
justos.”

Autor dos poemas e dos pensamentos:

Clavio J. Jacinto

Contatos: (48) 999947392


facebook/claviojacinto
claviojj@gmail.com