Você está na página 1de 7

DIREITO

DISCIPLINA: Língua Portuguesa

Concordância Verbal (revisão)

ANÁLISE SINTÁTICA

Frase: Todo e qualquer enunciado que contenha em si um sentido,


transmita uma mensagem.
Exemplo:
Fogo!
Silêncio!
O sentido é perfeitamente compreensível apesar de a frase ser composta
por apenas uma palavra.

Oração: Enunciado que contém uma ação, um verbo mais precisamente.


Exemplo:
Corram depressa!
João está à sua espera.

Termos da Oração
Em análise sintática, cada palavra da oração é chamada de termo da
oração. Termo é a palavra considerada de acordo com a função sintática
que exerce na oração.

Segundo a Nomenclatura Gramatical Brasileira, os termos da oração


podem ser:
1) Essenciais
sujeito e predicado
2) Integrantes
complemento verbal - objeto direto e indireto
complemento nominal
agente da passiva
3) Acessórios
adjunto adnominal
adjunto adverbial
aposto

Obs.:
O vocativo é um termo à parte.

Período Simples: enunciado de sentido completo, que contém apenas


uma oração.
Exemplo:
João chegou.
Choveu muito esta manhã.
Lucas adoeceu repentinamente.
O prédio está pegando fogo! (Apesar dos dois verbos, a ação verbal é
uma só, e por isso é período simples.)

Período Composto: Enunciado de sentido completo, que contém mais de


uma oração.
Exemplo:
Corram depressa e saiam pela direita!
Corram, pois o prédio está pegando fogo!

Há dois tipos de período composto:

1. PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO


Como o nome já diz, um período composto por coordenação é formado por
duas ou mais orações coordenadas, ou seja, que não possuem nenhum
tipo de dependência uma das outras.
Exemplo:
Corram depressa e saiam pela direita!
Ele sabia a verdade mas ela negou tudo.

2. PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO


Este tipo de período é formado por uma oração principal que é
complementada com uma ou mais orações subordinadas. Estas orações
poderão exercer a função de sujeito, complemento nominal, adjunto
adverbial, adjunto adnominal etc.
Exemplo:
A polícia sabia que havia pessoas no prédio.
Quando eu voltar, farei o jantar.

Há também casos em que um mesmo período é composto por


COORDENAÇÃO E SUBORDINAÇÃO.
Neste caso, o período possui dois tipos de relação: subordinação e
coordenação. No caso abaixo, há uma oração principal, que possui duas
orações subordinadas a ela, e estas duas orações são coordenadas entre
si.
Observe:
É bom que ela venha amanhã e traga os livros.
Observe que a oração “que ela venha amanhã” não possui nenhum tipo de
dependência com a oração “(que ela) traga os livros”. Contudo, ambas são
subordinadas à oração principal, iniciada com “É bom que…”.

Termos essenciais da oração


1. Observando as estruturas verbais destacadas, separe cada oração dos
períodos abaixo, classificando-os em S = simples ou C = compostos:

(S) A palavra me escapou por completo.


(C) O senhor vai dar risada quando souber.
(S) E hoje, por acaso, me esqueci do nome desse raio.
(C) É assim, assim, dobra aqui e encaixa na ponta, assim.
(S) O senhor quer uma antena externa de televisão.
(C) Você enfia a ponta pontuda por aqui, encaixa a ponta no sulco e
prende as duas partes de uma coisa.

2. Divida os enunciados abaixo em seus termos essenciais: sujeito e


predicado, destacando-se, no sujeito, a palavra que funcionar como
núcleo.
a) “O locutor anunciava/ as novas medidas econômicas...”
b) Chegaram ao Brasil / o presidente e o primeiro-ministro.
c) Foi oferecido um jantar / a todos os convidados.
d) O passageiro / está tendo muito mais liberdade em sua escolha.
e) As massas importadas / da Itália conquistam o paladar dos
consumidores brasileiros.
f) “Os gênios nacionais / não são de geração espontânea.”
g) Eram vistos, através da janela, / o rouxinol e a cotovia.
h) Aconteceram, naquela estrada, / dois acidentes fatais.

3. Classifique o sujeito das orações abaixo, utilizando o seguinte código:


I. sujeito simples II. sujeito composto III. sujeito indeterminado IV.
Oração sem sujeito.

a) I“A audiência foi marcada para três dias após o aniversário da


cidade .”
b) II “A testemunha e seu cúmplice foram chamados ao tribunal.”
c) I Assassinaram mais um líder rural.
d) III Havia, pelo menos, quatro suspeitos.
e) III Chegaram os envolvidos no processo.
f) III Necessita-se com urgência de assistentes.
g) VI Anoiteceu rapidamente.
h) III Choveu pedra sobre o defensor.

4. Transforme as orações abaixo em orações sem sujeito, fazendo as


devidas alterações.
a) Existem ainda daquele processo quarenta questionamentos.
HÁ AINDA DAQUELE PROCESSO QUARENTA QUESTIONAMENTOS.
b) Deviam existir mais pessoas envolvidas naquela situação.
DEVIA HAVER MAIS PESSOAS ENVOLVIDAS NAQUELA SITUAÇÁO.

5. Marque:
I. para partícula apassivadora. II. Para índice de indeterminação
do sujeito.
a) I Reformam-se casas. ( o que está sendo reformado?) d) II Precisa-
se de datilógrafas com prática. ( quem precisa de datilógrafas com prática?
Não consigo identificar)
b) I Plastificam-se documentos. e) II Confia-
se no trabalho daquele pedreiro.
c) II Necessita-se de verba com urgência.

6. Efetue a concordância, escolhendo a forma verbal adequada.


1. ACONTECERAM , naquela época, fatos terríveis.
(Aconteceu/Aconteceram)
2. Naquele dia FALTARAM dez testemunhas. (faltou/faltaram)
3. Ainda FALTAM quarenta processos. (falta/faltam)
4. Ainda não CHEGARAM os documentos. (chegou/chegaram)
5. FALTAM cinco minutos para começar a audiência. (falta/faltam)
6. A multidão GRITAVA (gritava/gritavam)
7. A multidão de torcedores GRITAVAM (gritava/gritavam)
8. Grande parte COMPARECEU à audiência.
(compareceu/compareceram)
9. Grande parte dos familiares COMPARECEU à cerimônia.
(compareceu/compareceram)
10. Minas Gerais REVELOU grandes poetas. (revelou/revelaram)
11. Os Estados Unidos EXPORTA milho. (exporta/exportam)
12. Campinas PROSPEROU muito. (prosperou/prosperaram)
13. O Amazonas FICA longe. (fica/ficam)
14. Os Lusíadas CONTAM a viagem de Vasco da Gama. (contam/conta)
15. Vossa Majestade COMPARECEU à reunião?
(compareceu/comparecestes)
16. Sua Alteza CONHECE os problemas. (conhece/conheceis)
17. Fui eu que REDIGI essa petição inicial. (redigi/redigiu)
18. Fomos nós que PAGAMOS a dívida. (pagamos/pagou)
19. Fui eu quem RESOLVEU o exercício. (resolvi/resolveu)
20. Não sou eu quem FARÁ a sua defesa. (farei/fará)
21. Fomos nós quem PAGOU a dívida. (pagou/pagamos)
22. Ele foi um dos que COMPARECERAM a audiência.
(compareceu/compareceram)
23. Eu sou um dos que OFICIARAM, como advogado, naquele processo.
(oficiaram/oficiou)
24. Mais de um advogado GANHOU o prêmio. (ganhou/ganharam) o
verbo vai concordam com o numeral.
25. Mais de um advogado SE ABRAÇARAM (se abraçou/se abraçaram) o
abraço pra acontecer precisa de duas pessoas.
26. Mais de duas pessoas FALTARAM à reunião. (faltou/faltaram) o
verbo vai concordam com o numeral.
27. Cerca de vinte pessoas
COMPARECERAM(compareceu/compareceram) o verbo vai concordam
com o numeral.
28. Perto de trinta soldados MORRERAM. (morreu/morreram)
29. Alguns de nós FARÃO o recurso. (faremos/farão)
30. Quais de vós APOIARAM o candidato? (apoiastes/apoiaram)
31. Poucos de nós VIAJARAM. (viajamos/viajaram)
32. Qual de nós ACEITARÁ a decisão? (aceitará/aceitaremos)
33. Algum de nós REDIGIRÁ a peça . (redigirá/redigiremos)
34. O relógio da igreja DEU duas horas. (deu/deram)
35. DERAM duas horas no relógio da igreja. (deu/deram)
36. A torre da igreja BATEU quatro horas. (bateu/bateram)
37. BATERAM quatro horas na torre da igreja. (bateu/bateram)
38. PRECISA–se de escreventes. (precisa/precisam)
39. TRATAVAM –se de assuntos importantes. (tratava/tratavam)
40. CONFIA –se em pessoas honestas. (confia/confiam)
41. ARQUIVEM –se os autos. (arquive/arquivem)
42. RECOMENDE –se o réu no cárcere. (recomende/recomendem)

43. HAVIA dois anos que eu não sentenciava uma ação de consignação
em pagamento. (havia/haviam)
44. EXISTIA um processo para sentença. (existia/existiam)
45. DEVIAM haver dois anos que eu não sentenciava uma ação de
consignação em pagamento. (devia/deviam)
46. DEVIAM existir dois processos para sentença. (devia/deviam)
47. HÁ de haver sérios problemas. (há/hão)
48. HÃO de existir sérios problemas. (há/hão)
49. FAZ três dias que aquele advogado não é visto no fórum. (faz/fazem)
50. Ainda FALTAM resolver quatro exercícios. (falta/faltam)
51. O advogado e o juiz SAÍRAM cedo do fórum. (saíu/saíram)
52. Não houve audiência porque a ela FALTARAM o autor e o
réu(faltou/faltaram)
53. A previsão e os resultados FALHARAM. . (falhou/falharam)
54. FALHARAM os resultados e a previsão. (falhou/falharam)
55. Processos, inquéritos, documentos particulares, tudo ESTAVA fora de
lugar. (estava/estavam)
56. Primos, tios, sobrinhos, ninguém FALTOU ao julgamento.
(faltou/faltaram)
57. Primos, tios, sobrinhos, todos FALTARAM ao julgamento.
(faltou/faltaram)
58. Eu, tu e ele DEVEREMOS redigir, ainda hoje, o recurso.
(deveremos/devereis)
59. Ele, tu e eu CONFIRMAMOS o pedido feito pelo promotor.
(confirmamos/ confirmastes)
60. Tu e teu colega CHEGARAM a tempo para a audiência. (chegastes/
chegaram)
61. Tu e ele DEVEREIS redigir, ainda hoje, o recurso.
(deveremos/devereis)
62. O juiz da 1ª Vara ou o juiz da 2ª Vara SERÁ indicado diretor do fórum.
(serão/será) se o OU for no sentido de excluir o verbo ficará no singular
63. “Naquela crise, só Deus ou Nossa Senhora PODIAM acudir-lhe.”
(podia/podiam) se o OU for no sentido de somar o verbo ficará no plural
64. Fortaleza ou Recife SÃO bons lugares para as férias. (é/são)
65. Cem milhões É muito. (é/são) não esta falando de numeral e sim da
quantia, então o verbo fica no singular
66. Quinze metros É suficiente. (é/são) não esta falando de numeral e
sim da quantia, então o verbo fica no singular
67. HAJA VISTA e HAJAM VISTA (os dois estão corretos) os argumentos
usados pelo autor. (Haja vista/hajam vista/Haja visto) haja visto será usado
no sentido de ver, e haja vista no sentido de considerar..

07. As normas de concordância verbal e nominal estão inteiramente


respeitadas na frase:
a) Nas fotos que foi FORAM publicadas em um livro recente aparecem
lagos no meio das geleiras, formados pela água derretida.
b) As medições da temperatura em toda a região ártica está comprovando
que ela tem sofrido redução da extensão de suas geleiras.
c) As geleiras, com o aumento da temperatura terrestre, sofrem
transformações documentadas em fotos publicadas recentemente.
d) Está sendo visível, em algumas regiões, a formação de extensos lagos
resultantes do derretimento de geleiras.
e) Ficam evidentes, com as alterações do clima terrestre, grandes
alterações nas massas de gelo em todo o mundo, documentado em
fotos.

08. No século 19, a elite das cidades ...... organizar saraus em suas casas,
momentos em que as moças, em sua maioria, ...... suas habilidades no
piano, já que ainda não ...... aparelhos eletrônicos.

Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada:


a) costumava - demonstravam – havia d)
costumavam - demonstrava - haviam.
b) costumava - demonstrava - haviam. e) costumavam
- demonstravam - havia.
c) costumava - demonstrava - havia.

09. Os folheteiros vivem em feiras, mercados, praças e locais de


peregrinação.

O verbo da frase acima NÃO pode ser mantido no plural caso o segmento


grifado seja substituído por:
a) Há folheteiros que.
b) A maior parte dos folheteiros.
c) O folheteiro e sua família.
d) O grosso dos folheteiros.
e) Cada um dos folheteiros.

1. (FCC/2009/TRT 3ª Região/Analista Judiciário) A concordância


verbal e nominal está inteiramente correta na frase:
a) São vários os animais que representam clubes, à maneira de totens,
como demonstração das qualidades que é inerente a todos os seus
membros.
b) O nome dos clubes de futebol devem ser significativos para a
comunidade e costumam homenagear países, continentes e atividades
profissionais.
c) O escudo dos clubes, usado na bandeira e na camisa dos jogadores,
constitui o sinal de reconhecimento para o grupo social que se estabelece
em seu entorno.
d) O orgulho de pertencer a um clube se estende a qualquer objetos
relacionados a ele, como bandeiras, camisas, bonés, que os identifica.
e) No brasão de um clube ressalta as cores, impressa nos uniformes dos
atletas, que vai desempenhar papel central na identidade comunitária.

3. (FCC/2009/TRT 7ª Região/Analista Judiciário) Há um deslize na


concordância verbal da seguinte frase:
a) Será que cabe apenas aos governantes tomar medidas que impeçam a
exploração profissional dos menores?
b) Destacam-se, entre os argumentos já levantados contra o trabalho
infantil, os que defendeu Darcy Ribeiro.
c) Aos que não desejam alinhar-se contra o trabalho infantil resta combater
em nome dos ideais de Darcy Ribeiro.
d) Sempre haverá, por esta ou aquela razão, os que defendem a inserção
das crianças pobres no mercado de trabalho.
e) Não se devem abrir às crianças, sejam elas pobres ou não, a opção
entre estudar ou trabalhar.

4. (FCC/2010/DNOCS/Agente Administrativo) A concordância verbal e


nominal está inteiramente correta na frase:
a) Chegou ao fim as campanhas voltadas para a reciclagem de materiais
nas cidades escolhidas no projeto-piloto.
b) A conscientização dos moradores daquela área contaminada pelos
resíduos tóxicos acabaram surtindo bons resultados.
c) Muitos consumidores se mostram engajados na luta pela
sustentabilidade e traduzem seu compromisso em tudo aquilo que
compram.
d) Atitudes firmes e claras voltadas para a sustentabilidade na exploração
dos recursos da natureza deve trazer lucros promissores para as
empresas.
e) Deveria ser divulgado claramente os princípios que norteiam as
atividades empresariais, como diretriz para orientar os consumidores