Você está na página 1de 16

Dicas de ouro

para estudar bem


na quarentena
Sumário
CAPÍTULO 1

Como manter a rotina de estudos em casa?

CAPÍTULO 2

5 livros que vão revolucionar seus estudos

CAPÍTULO 3

5 aplicativos gratuitos para estudos

CAPÍTULO 4

7 dicas para organizar melhor seu ambiente de estudo

CAPÍTULO 5

Otimize seus estudos com a técnica Pomodoro


CAPÍTULO 1

Como manter a rotina


de estudos em casa?
A quarentena devido ao coronavírus pegou de surpresa vários estudantes. Muitas
alterações na rotina, incluindo a mudança das aulas presenciais para as aulas à
distância, geram algumas preocupações: afinal, como manter o mesmo ritmo de
estudos em uma realidade tão diferente?

Embora seja um desafio à primeira vista, algumas orientações básicas tornam a


adaptação mais fácil. Fique de olho nelas:

Siga uma rotina


Pode parecer óbvio, mas o estudo à distância requer mais disciplina para seguir a
rotina.

Por isso, aja como se você estivesse na sua rotina original: acorde no horário que
você acordava, tome banho, café da manhã e dirija-se ao seu local de estudos.

Defina uma hora para começar a estudar, uma hora para a pausa (ela é fundamental,
viu?) e uma hora para encerrar a sua rotina.

Por exemplo: você pode iniciar às 8h, parar às 12h, retomar às 13h e finalizar às 17h.
Com horários bem definidos, você garante disciplina e foco ;)

Organize seu espaço de estudo


Muita atenção a esse ponto! Ter um local de estudos organizado e iluminado é
fundamental para manter o foco nos estudos.

Portanto, capriche nesse espaço. E, se possível, escolha um lugar bem tranquilo para
as suas aulas. Isso vai ajudar bastante na sua concentração.

Avise os familiares sobre seus horários


Esse é um desafio clássico, não é? Quem nunca foi interrompido por um parente
enquanto estudava?
O diálogo honesto com os familiares é fundamental para garantir sua privacidade na
nova rotina de estudo à distância.

Coloque um aviso na porta, mande mensagem no grupo da família… mantenha


todos informados sobre seus horários de estudo. Assim, você garante que nenhuma
distração vai atrapalhar o seu foco.

Não confunda quarentena com férias


Situações atípicas geram reações atípicas.

A quarentena pode facilmente ser confundida com férias, o que é o maior obstáculo
para seguir a rotina de estudos normalmente.

Lembre-se de que estamos num período de combinado coletivo a fim de conter uma
pandemia. Isso significa que precisamos reinventar alguns hábitos, não removê-los.

A quarentena é uma grande oportunidade para desenvolver foco e disciplina,


extremamente importantes para conquistarmos qualquer coisa na vida.

Então, lembre-se constantemente: quarentena não significa férias, beleza?

Reserve um tempo para a distração


Como dizemos, quarentena não significa férias. Mas também não significa castigo,
correto?

Sejamos honestos: ninguém consegue ficar horas e horas estudando bem sem parar
um pouquinho para relaxar.

Por isso, inclua na sua agenda sua “hora do recreio”: reserve alguns minutos para
pausas regulares.

Nesses momentos, você pode dar aquela conferida no whatsapp, no Instagram, rir
um pouco com alguns memes… enfim, pode fazer o que distrair sua cabeça.

Relaxar é tão importante quanto focar. O segredo é equilibrar ambos para a sua
mente funcionar da melhor maneira possível :)
Estude pelo Passei Direto
O estudo à distância fica mais fácil quando você conta com bons materiais
compartilhados.

Aqui no Passei Direto, maior rede de estudos do Brasil, você encontra milhões de
conteúdos de estudantes e especialistas.

Além disso, tem a oportunidade de se conectar a outros estudantes e tirar suas


dúvidas sobre as disciplinas.

O estudante Augusto Loubach, que se formou recentemente em Direto, deu uma dica
super bacana para aproveitar bem esse espaço.

Para manter o foco, além de estudar com o apoio dos materiais compartilhados, se
comprometeu consigo mesmo a publicar resumos de cada estudo na rede.

Ou seja: ao mesmo tempo em que ajudava vários estudantes, também fortalecia a


disciplina ao estudar por conta própria. Ótima sacada, né?
CAPÍTULO 2

5 livros que vão


revolucionar seus estudos
O ano de 2020 já começou a todo vapor e eu aposto que você tem algumas
resoluções engatilhadas para realizar, acertei? Uma lista de leituras do ano, hábitos
que você quer passar a ter… tem espaço para tudo aqui. Para te ajudar nessas metas
e em vários projetos da sua vida (acadêmica, profissional e pessoal também, viu?)
separamos esses cinco títulos. Eles já são best-sellers e mudaram as práticas de
milhões de leitores que tiveram contato com eles. Bora conferir?

Rápido e Devagar: Duas Formas de Pensar

Não é à toa que esse título encabeça a nossa lista. O psicólogo Daniel Kahneman,
autor desse livro, basicamente explica os processos de pensamento do nosso
cérebro.

O autor diferencia o pensamento rápido e emocional do lógico e ponderado.


Partindo desses princípios, ele aborda preconceitos que temos como sociedade,
como identificar intuições (e se podemos confiar nelas), além de outros temas.
O livro pode ser aplicado a praticamente todas as áreas da vida e ensina o leitor a se
beneficiar desse conhecimento na sua rotina.

O Poder do Hábito

Duhigg, jornalista e autor do livro, explica de uma forma bem didática como nosso
cérebro cria e muda hábitos. E, claro, o poder que isso tem na nossa rotina e como
pode ser usado a nosso favor.

Com muitos exemplos, o livro explica como nosso cérebro poupa esforço e tempo
criando hábitos e atividades automáticas e como a gente pode “reprogramar” isso
para facilitar nossas atividades.

Para quem é da área de Marketing ou negócios, o livro ainda dá vários exemplos de


como a Publicidade usa isso em seu favor na hora de inserir um produto ou serviço
na rotina do consumidor.

Mindset: A Nova Psicologia do Sucesso


Nesse livro, também de uma psicóloga, Carol Dweck, é abordado a forma como os
tipos de pensamentos podem interferir nas nossas atividades e habilidades.

A “atitude mental”, como é abordada no livro, é colocada pela autora, como uma
força capaz de ajudar – ou atrapalhar, em alguns casos – o nosso dia a dia e nossos
trabalhos e metas.

Os 7 hábitos de Pessoas Altamente Eficazes

Você já se perguntou o que aquelas pessoas super eficazes e cheias de metas bem
definidas e cumpridas fazem? Esse livro fala exatamente sobre isso!

Assim como no título acima, o livro de Stephen R. Covey trabalha a ideia da mudança
de comportamento como força importante para atingir metas.

O livro ainda mostra que essa lógica pode ser usada não só no mundo dos negócios,
mas em qualquer relação da vida pessoal ou profisisonal.

Trabalhe 4 Horas por Semana


Quem não gostaria de trabalhar por muito menos tempo ganhando o mesmo ou até
mais? Essa é a proposta do empresário Timothy Ferriss, autor deste best-seller.

Desconstruindo preconceitos antigos, o autor te mostra como práticas do seu dia a


dia podem melhorar demais sua produtividade. Coisas como aprender a dizer não, se
livrar de informações em excesso e delegar atividades são colocadas como boas
práticas para se ter na sua rotina.
CAPÍTULO 3

5 aplicativos gratuitos
para os seus estudos
Recentemente o Passei Direto fez uma pesquisa sobre hábitos dos jovens
universitários e constatou o que já esperávamos: os jovens não se desgrudam do seu
smartphone! Muita gente acha que atrapalha nos estudos, em compensação, outras
acham que o celular pode ser um forte aliado ao eles. Por que não tirar melhor
proveito do seu smartphone para os estudos? Listamos 5 aplicativos gratuitos para
estudos que não podem faltar no seu celular.

1) Dicionário da Lingua Portuguesa


Já imaginou ter mais de 925 mil palavras, 286 mil definições, locuções, expressões e
provérbios (wow!) assim, em poucos minutos? O aplicativo Dicionário da Língua
Portuguesa da Porto Editora é um dos mais completos existentes. Com certeza vai ser
muito útil para todos os estudantes.
Disponível para: Android e iOS

2) My Script Calculator
Essa é para os estudantes das tão temidas ciências exatas. Ok, ok…já sabemos que
no seu celular existe calculadora, mas com certeza ela não calcula logaritmo,
exponencial, trigonometria e permite que você desenhe o símbolo que precisa para
resolver as equações matemáticas mais complexas.
Disponível para: Android e iOS

3) TED
Conhecimento nunca é demais e é exatamente isso que o aplicativo do TED oferece:
milhares de conferências, palestras, vídeos, audios de diversos profissionais de áreas
que buscaram de alguma forma a transformação na sua vida pessoal/profissional.
Para quem busca inspiração e conhecimento, esse aplicativo vai abrir sua mente!
Disponível para: Android e iOS
4) Easy Study
Esse aplicativo é altamente recomendável para quem precisa de concentração. Nele
é possível calcular o tempo você que passa estudando, organizar calendário de
provas e programa pausas para descanso. O app funciona como um vigia do seu
tempo, observando se você está gastando os seus minutos com estudos ou não.

5) Passei Direto
Claro que também estamos na lista! \o/ O aplicativo do Passei Direto foi criado para
estudantes de todos os níveis de ensino que querem ter acesso as informações de
maneira rápida e prática em qualquer lugar. Você pode estudar por materiais
compartilhados, videoaulas, resumos, perguntas e respostas e muito mais.
Baixe no IOS ou Android.
CAPÍTULO 4

7 dicas para organizar melhor


seu ambiente de estudo
Você já parou para pensar que o seu ambiente de estudo pode impactar a sua produ-
tividade? Pois ele influencia diretamente a sua memorização, criatividade e concen-
tração, tanto durante o seu período de estudos quanto em longo prazo! Fique atento
às nossas dicas e aprenda a ter as condições necessárias para favorecer o seu apren-
dizado!

Identifique o que te distrai


Em primeiro lugar, faça uma autoanálise e mapeie o ambiente no qual você costuma
estudar. Faça uma lista de todos os estímulos e ruídos que o distraem — a janela que
faz com que você fique olhando o movimento da rua, o barulho dos vizinhos, a
televisão, um animal de estimação, as redes sociais e até sensações como fome ou
sono. Dessa forma, você trará à tona problemas que pode ainda não ter reconhecido
e saberá eliminá-los ou resolvê-los. Pequenos detalhes podem ser o motivo da sua
desistência, sabia?

Reveja sua posição na mesa


Dores na coluna, dormência nas pernas e tendinite são reclamações muito recorren-
tes dos estudantes, e boa parte delas pode ser resolvida com a postura adequada no
momento de estudos. Ao sentar-se, verifique se suas mãos estão posicionadas a 90º
em relação ao seu corpo e, caso não estejam, regule a altura da cadeira. Ao mesmo
tempo, os pés devem estar completamente apoiados no chão e a coluna totalmente
apoiada no encosto. Se você estiver usando o computador, não deixe também de
adaptar a altura da tela: o ideal é que seus olhos estejam focando apenas alguns
centímetros abaixo da linha horizontal.

Escolha a luz certa


Sabemos que ler por horas seguidas deixa a vista cansada, ainda mais se for na tela
de um computador ou dispositivo móvel. Porém, a luz do seu ambiente pode
também ser a causa das pescadas durante o estudo.
Caso possa aproveitar a luz solar, ela é sua melhor opção, mas se essa não for uma
possibilidade, evite as lâmpadas fluorescentes, que fazem mal para a visão, e luzes
muito baixas, que dificultam a leitura e exigem mais do seu corpo.

Organize-se on e offline em seu ambiente de estudo


Ter as informações organizadas facilita o acesso e evita que você faça várias coisas ao
mesmo tempo, seja por estar com várias abas do navegador abertas ou ter vários
papéis em cima da mesa, por exemplo. Antes de mais nada, deixe apenas o necessá-
rio perto de você, tanto em relação ao conteúdo quanto em relação aos materiais de
escritório. Assim, você concentra sua atenção apenas naquilo que precisa e deixa a
sua rotina muito mais produtiva.

Desligue as redes sociais


Desative as notificações do celular e feche as redes sociais do computador para evitar
distrações. Se for difícil desapegar delas, principalmente no início, prefira estudar em
horários nos quais costuma usar menos as redes, como pela manhã. Esse período,
aliás, é ótimo para a concentração e a criatividade, sabia?

Avise que está fora do ar


Para evitar interrupções, avise os amigos e a família que você estará fora do ar pelas
próximas horas. Desse modo, você fica tranquilo e tem a certeza de que não deixará
ninguém falando sozinho enquanto cumpre com a sua rotina de trabalho.

Experimente colocar essas dicas em prática e nos conte como as mudanças no


ambiente de estudo mudaram a sua produtividade!
CAPÍTULO 5

Otimize seus estudos


com a técnica Pomodoro
Celular, televisão, redes sociais, videogame… Quantas vezes tudo isso acabou sendo
uma prioridade no seu dia, e quando você se deu conta os estudos ficaram para
depois? Só que no dia seguinte a história se repetiu e você se viu atolado em uma
lista de tarefas não cumpridas, livros não lidos e disciplinas atrasadas?

Se você se identificou com essa história, saiba que não está sozinho. O problema da
procrastinação, ou deixar as coisas para depois, é constante na vida de estudantes.
Porém uma técnica criada na década de 80 pode ajudar a mudar esse cenário: a
técnica Pomodoro. Quer saber como ela funciona? Confira o nosso post!

Técnica Pomodoro
No final dos anos 80, o italiano Francesco Cirillo, preocupado com a baixa produtivi-
dade, assim como você, criou uma técnica chamada de Pomodoro para controlar o
tempo de dedicação aos estudos.

O método é simples e se baseia em estimular o seu cérebro a se concentrar em uma


única atividade, durante blocos de tempo de 25 minutos — também chamados de
pomodoros. No fim de cada um, é necessário fazer uma pausa de 5 minutos para
descanso. A cada quatro blocos de tempo, você pode parar por um período de 30
minutos.

O mais importante da técnica é se dedicar, exclusivamente, a uma única atividade.


Por, exemplo, se você terminar uma tarefa antes do tempo, use os minutos finais para
revisá-la.

Otimizando os estudos com a técnica Pomodoro


Você deve estar se perguntando como isso funciona na prática. O método pode ser
um pouco difícil no início, mas, com disciplina, o seu rendimento pode aumentar em
um curto espaço de tempo, pois você estará estimulando a sua mente a manter o
foco. Para otimizar os seus estudos, siga esses passos:
- Comece criando uma lista de tarefas nas primeiras horas do seu dia, de acordo com
o seu grau de urgência ou nível de dificuldade;
- Se desconecte, desligue o celular e comece a executar a primeira atividade ou
leitura de uma disciplina de estudo. Marque em um cronômetro o tempo de 25
minutos e só pare após o final. Caso seja interrompido ou se distraia, comece nova-
mente;
- Faça uma pausa de 5 minutos para realizar outras atividades ou descansar. Esse
intervalo é muito importante, pois serve para recompensar o seu cérebro pelo traba-
lho e ensiná-lo a associar o tempo de estudo com o tempo de recompensa;
- Depois da pausa, inicie a segunda tarefa da sua lista;
- Repita o processo 4 vezes e na última etapa faça uma pausa de 30 minutos.

Benefícios da técnica Pomodoro para os estudos


O principal objetivo da técnica Pomodoro é te ajudar a ter uma vida mais organizada
e livre de tarefas acumuladas, que você vive deixando para amanhã. Essa produtivi-
dade te ajuda a cumprir metas mais facilmente e a encontrar um tempo livre para se
dedicar a si mesmo e aos seus relacionamentos. Outros benefícios são:
- capacidade de aumentar a concentração;
- estímulo da agilidade cerebral;
- alívio da ansiedade;
- controle melhor o tempo;
- diminuição das interrupções.

É claro que é impossível controlar tudo o que acontece no mundo, como um telefone
tocando ou uma enxaqueca repentina. Mas, seguindo esse método, você pode evitar
se distrair com pausas desnecessárias para checar o Facebook ou responder uma
mensagem no WhatsApp, por exemplo.

De modo geral, a técnica pode ser utilizada em qualquer tipo de atividade, mas
algumas coisas do dia a dia, como fazer uma ligação ou arrumar a casa, não preci-
sam, necessariamente, caber em um tempo de 25 minutos. Para muitos estudantes,
também é impossível concluir uma única tarefa nesse intervalo e partir para uma
seguinte, sem finalizar a anterior.

Assim, comece praticando a técnica com leituras mais simples, ou divida as suas
disciplinas em partes, que podem ser estudadas a cada bloco de tempo. O mais
importante é que você adapte a técnica Pomodoro da forma que melhor se encaixe
na sua rotina e no seu processo de estudo.

E você, vai testar a técnica Pomodoro no seu dia a dia? Quer conferir mais dicas como
essa? Então curta a nossa página no Facebook para acompanhar outras novidades
que podem ajudar a melhorar a sua produtividade!

Você também pode gostar