Você está na página 1de 3

Teodolito

O teodolito é um instrumento óptico de medida utilizado na topografia, na geodésia e na


agrimensura para realizar medidas de ângulos verticais e horizontais, usado em redes de
triangulação

Basicamente é um telescópio com movimentos graduados na vertical e na horizontal, e


montado sobre um tripé centrado (norteado) e verticalizado, podendo possuir ou não
uma bússola incorporada , entretanto o teodolito foi inventado pelo italiano Ignazio
Porro, em torno de 1835. E conforme o telescópio, o mesmo instrumento que permitia a
medição de distância, elevação e direção, reduzindo significativamente o tempo usado
para um levantamento topográfico aumentando a precisão.

Tipos

Existem uma diversidade de teodolitos para diversos tipos de usos, precisões e alcances.
Originalmente apenas um aparelho óptico, hoje estão disponíveis no mercado teodolitos
automáticos, que, por meio de dispositivos eletrônicos, fazem a leitura dos pontos e os
armazenam na memória, sendo possível exportados por software para se fazer mapas
com as características topográficas do local medido.
Uma estação total é um instrumento óptico usado em inspeção moderna. É uma
combinação de um teodolito eletrônico (trânsito), um dispositivo de medição eletrônica
de distância (EDM) e software que correm em um computador externo. Com uma
estação total a pessoa pode determinar ângulos e distâncias do instrumento para pontos
a serem inspecionados. Com a ajuda de trigonometria, pode-se usar os ângulos e
distâncias para calcular as coordenadas de posições atuais (X, Y e Z ou northing,
easting e elevação) de pontos inspecionados ou a posição do instrumento de pontos
conhecidos, em condições absolutas. Os dados podem ser carregados do teodolito para
um computador e lido por um software de aplicação gerará um mapa da área
inspecionada. Algumas estações de totais também têm uma interface de GPS.

Exemplo de uso:

No caso de se calcular a área de um local, primeiramente o teodolito é posicionado no


primeiro ponto, de forma que totalmente nivelado com o eixo de gravidade do local e
que o 0° do movimento horizontal esteja direcionado a um ponto de referência no Pólo
mais próximo. Depois, o segundo ponto, marcado com uma estaca ou outro ponto
(como uma árvore), é mirado através do telescópio, e a angulação obtida é medida na
horizontal e na vertical. Usando uma fita métrica, mede-se a distância entre os dois
pontos. Seguindo esse raciocínio, a distância e os ângulos vertical e horizontal entre os
outros pontos do local a ser estudado são medidos e a área pode ser calculada. Muito
usado em metalurgia.
Bibliografia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Teodolito
Barsa
Colegio:Ruth de Azevedo Silva Rodrigues
Nome:Laura de Freitas Marinho
Serie:8º B
Professor: Marcio

Santana de Parnaiba/2010