Você está na página 1de 6

PROPRIEDADE DOS DETERMINANTES

PROPRIEDADE 1 PROPRIEDADE 3
Em uma matriz, se uma linha (i) ou Se em uma matriz houver duas linhas
coluna (j) apresentar somente ou colunas com valores proporcionais,
elementos iguais a 0, o determinante o determinante será nulo. Exemplo:
dela também será 0. Exemplo:
1 2 3
1 2 3 3 6 9
4 5 6 1 1 1
0 0 0 As linhas 1 e 2 estão em uma proporção 1:3.
Calculando seu determinante, temos: Calculando seu determinante, temos:

1 2 3 1 2 1 2 3 1 2
4 5 6 2 5 3 6 9 3 6
0 0 0 0 0 1 1 1 1 1

det X = (1.6.1 +2.9.1 +3.3.1) – (3.6.1+1.9.1+2.3.1)


 O produto entre os elementos de det X = (6+18+9) – (18+9+6)
cada diagonal irá resultar em 0, logo, o
determinante desta matriz também será det X = 0
igual a 0.

PROPRIEDADE 2  Logo, o det X é igual a 0.


Se há duas linhas ou duas colunas com
elementos iguais, o determinante será PROPRIEDADE 4
igual a 0. Exemplo: Se todos os elementos de uma linha ou
1 2 3 coluna forem multiplicados por algum
número, o determinante dessa matriz
4 5 6 fica multiplicado por esse mesmo
1 2 3 número. Exemplo:
Calculando seu determinante, temos: 1 2 3 2 4 6
4 5 6 multiplicando a 1° linha por 2 4 5 6
1 2 3 1 2
2 2 1 2 2 1
4 5 6 4 5
Determinante da 1° matriz:
1 2 3 1 2
1 2 31 2
4 5 64 5 det = 3
detX = (1.5.3 + 2.6.1 + 3.4.2) – (3.5.1 + 1.6.2 + 2.4.3)
2 2 12 2
 Os produtos entre esses elementos Determinante da 2° matriz:
são os mesmos, sendo a única diferença 2 4 6 2 4
perceptível apenas na ordem deles. Logo,
resultará em 0. 4 5 6 4 5 det = 6
2 2 1 2 2
PROPRIEDADE 5 PROPRIEDADE 7
Teorema de Bézout: se trocarmos duas
Multiplicando uma matriz quadrada
linhas ou duas colunas paralelas de
por um número x, o novo determinante
uma matriz, o sinal também deverá ser
será multiplicado por xn, em que n é a
trocado. Exemplo:
ordem da matriz. Exemplo:
1 2 3 2 4 6 1 3 2 0
trocando de linha =
4 5 6 multiplicando-a por 2 8 10 12 2 0 1 3
2 2 1 4 4 2 Determinante da 1° matriz:
1 3
Determinante da 1° matriz: det = (0 – 6) = -6
2 0
1 2 3 1 2
4 5 6 4 5 det = 3 Determinante da 2° matriz:
2 2 1 2 2 2 0
det = (6 – 0) = 6
Determinante da 2° matriz: 1 3
2 4 6 2 4
8 10 12 8 10 det = 24
4 4 2 4 4
PROPRIEDADE 8
Se uma matriz tiver elementos nulos
 Nesse caso acima, tivemos que o acima ou abaixo da diagonal principal,
determinante da nova matriz foi o determinante será o produto dessa
multiplicado por 23 mediante ao mesma diagonal. Exemplo:
resultado da matriz anterior (3).
1 0 0
4 5 0
PROPRIEDADE 6 2 2 1
O determinante de uma matriz
transposta é o mesmo que a de sua De maneira simplificada, o
matriz original. Exemplo: determinante será 1.5.1 = 5. Para
1 4 2 comprovação, temos:
1 2 3
4 5 6 matriz transporta = 2 5 2 1 0 0 1 0
2 2 1 3 6 1 4 5 0 4 5
2 2 1 2 2
Determinante da 1° matriz:
1 2 3 1 2
4 5 6 4 5 det = 3 det = (1.5.1+0.0.2+0.4.2) – (0.5.2+1.0.2+0.4.1)
2 2 1 2 2 det = (5+0+0) – (0+0+0)
Determinante da 2° matriz: det = 5
1 4 2 1 4
2 5 2 2 5 det = 3
3 6 1 3 6

 Logo, det A = det At


PROPRIEDADE 9 PROPRIEDADE 11
O determinante do produto de duas Teorema de Jacobi: se adicionarmos
matrizes de mesma ordem é igual ao uma linha ou coluna a outra
produto entre os determinantes de correspondente, iremos obter uma
cada matriz. Exemplo: nova matriz com o determinante igual
à matriz anterior. Além disso, se
1 3 5 1 multiplicarmos uma fila por um número
A= ; B=
2 8 3 2 x e adicionarmos, também, a outra
coluna ou linha correspondente,
iremos ter como resultado o mesmo
det A = 2; det B = 7 determinante.

Considerando a propriedade, teremos - Exemplo 1 (apenas de soma):


que: 1 3
A=
det A.B = det A . det B 2 8
det A.B = 2.7 = 14

1+3 3 4 3
nova matriz B =
Para comprovação, temos: 2+8 8 10 8

1 3 5 1 Ao calcularmos det A, teremos como


A.B = × resultado = 2, assim como o det B
2 8 3 2
também irá ter o mesmo valor (2).

5+9 1+6 - Exemplo 2 (soma e multiplicação por


A.B =
10 + 24 2 + 16 um número qualquer):

1 3
A=
14 7 2 8
A.B =
34 18
1 + 3.2 3 7 3
nova matriz B =
2 + 8.2 8 18 8
det A.B = (14.18) – (7.34)
Ao calcularmos det A, teremos como
det A.B = (252) – (238)
resultado = 2, assim como o det B
det A.B = 14 também irá ter o mesmo valor (2).

PROPRIEDADE 10
O determinante da matriz inversa é o
inverso do determinante da matriz
original.

det (M-1) =
RESUMO
Propriedade 1 Propriedade 6
- Coluna ou linha com elementos igual
det A = det At
a 0: o determinante dessa matriz será
igual a 0.

Propriedade 2 Propriedade 7
- Duas linhas ou duas colunas com - Trocando as posições de duas linhas
elementos iguais: determinante igual a ou colunas paralelas, a nova matriz
0. terá sua determinante com o sinal
oposto da inicial.

Propriedade 3
det A = - det A’
- Duas linhas com elementos
correspondentes proporcionais:
determinante igual a 0.
Propriedade 8
Propriedade 4 - Se todos os elementos que estiverem
acima ou abaixo da diagonal principal
- Se os elementos de uma coluna ou forem igual a 0, o determinante da
linha forem multiplicados por matriz será o produto dos elementos
determinado número x, o dessa mesma diagonal.
determinante será também
multiplicado por x:
Propriedade 9
det B = x.det A
det (A.B) = det A.det B

Em que B representa a nova


matriz e A, a matriz antiga.
Propriedade 10
Propriedade 5 det (M-1) =
- Multiplicando toda a matriz por um
determinado número x, o novo
determinante será:
Propriedade 11
det (x.A) = xn.det A
- Se somarmos uma coluna ou linha à
Em que x representa o número
outra e formarmos uma nova matriz, o
multiplicado e n, a ordem da
matriz. determinante será o mesmo. Assim
como se multiplicarmos uma linha ou
coluna por um número x e somarmos à
outra fila, o determinante também
permanecerá o mesmo.
EXERCICIOS

1) Considere as matrizes quadradas de ordem 2:


𝟏 𝟎 𝟐 𝟏
A= ; B=
𝟐 𝟏 𝟎 𝟐
Seja M = A⋅B t , onde Bt é a matriz transposta de B. O determinante da matriz
inversa de M é:
a) 1/8
b) 1/6
c) 1/4
d) 1/2

2) Sobre determinantes, assinale o que for correto.


01. Se A é uma matriz quadrada de ordem 3 cujo determinante vale 20, então o
determinante da matriz B = - A vale -10.

02. Se A, B e C são matrizes quadradas de ordem n tais que C = A⋅B, então det (C)
= det (A)⋅ det (B).
04. Se A, B e C são matrizes quadradas de ordem n tais que C = A + B, então det
(C) = det (A) + det (B).
08. Se A é uma matriz quadrada de ordem n e k é um número real, então det (k.A)
= kn.det A
16. Se o determinante de uma matriz A é 1/2, então o determinante da matriz
inversa de A é 2.

3) Sabendo que o determinante da matriz é igual -2. Qual é o


t
determine de M ?
a) 0
b) 1
c) 2
d) -2
e) ½
4) Dadas as matrizes e a diferença entre os possíveis
valores de x, tais que det (AB) = 3x, pode ser igual a:
a) 5
b) 3
c) 1
d) -1
e) -4

5) Dada a matriz: A = 2 5
, o det A-1 é igual a:
3 10
a) 5
b) 1
c) 0,5
d) 0,2
e) 10

6) Sabendo que A é uma matriz quadrada de ordem 3 e que o determinante de


A é -2, calcule o valor do determinante da matriz 3A.
A) – 8
B) – 54
C) 27
D) 18
E) – 2

7) Dada a matriz A abaixo, o determinante da matriz 2A é igual a:

a) 40.
b) 10.
c) 18.
d) 16
e) 36

Você também pode gostar