Você está na página 1de 11

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO

FUNDAMENTAL JOSÉ MARTINS DA COSTA

MATEMÁTICA PARA TODOS

Piquet Carneiro – Ceará


2017
ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO

FUNDAMENTAL JOSÉ MARTINS DA COSTA

MATEMÁTICA PARA TODO DIA


Sumário

1. Identificação

2. Introdução

3. Justificativa

4. Objetivo geral

5. Objetivos específicos

6. Metodologia

7. Conteúdos

8. Cronograma

9. Avaliação
1. Identificação

Unidade Escolar: E.E.M.F José Martins da Costa

Município: Piquet Carneiro/Ceará

Título: Matemática Para Todo Dia

Tempo de realização: Uma semana

Tipo de Projeto: Específico da área de exatas

Composição dos eixos: Álgebra (resolver equações do 1º grau com uma e com

duas variáveis); Geometria (reconhecer e identificar figuras bidimensionais e

tridimensionais pelas suas propriedades); Aritmética (média simples e ponderada,

MMC, MDC e probabilidade simples); Tratamento de Informação (gráficos e

tabelas)

Público Alvo: Comunidade escolar e aos demais membros da sociedade.

Execução: Corpo docente e corpo discente

Autor do Projeto: Francisco Lucieudo Pinheiro do Nascimento

Coordenadora Pedagógica: Ana Paula Lima

Supervisão e apoio: Núcleo Gestor e Secretaria de Educação


2. Introdução

Visto que a disciplina de Matemática é colocada para os alunos durante todo o

ano letivo, de modo condicional, onde os mesmos acabam criando empatia,

desprezo e desinteresse pela matéria em curso e na expectativa de quebrar com

quaisquer pré-conceito em relação à Matemática, a qual está presente

intensamente em nosso cotidiano escolar, o Projeto “Matemática Para Todo Dia”

vem oportunizar o corpo discente com estratégias e ações voltadas a um olhar

novo para a matemática. É irrevogável que existem diversos fatores que coloca

esta disciplina numa posição de pouca preferência, tais como: matéria difícil, sem

atratividade, matéria chata, entre outras. Embora, estes argumentos sejam de

pessoas que tem menos afinidades com a disciplina, isto aponta que na realidade,

o é a dificuldade de contextualizar o conteúdo específico com a realidade do seu

dia a dia. Analisando os fatos mencionados anteriormente, sentiu-se a necessidade

de criar o projeto “Matemática para todo dia”.


3. Justificativa

O projeto “Matemática para todo dia” foi idealizado com o intuito de criar

uma cultura atraente para qualquer indivíduo independente de sua raça, cor, culto

religioso, classe social, idade, sexo, etc. Tratando-se de tudo o que a Matemática

possa oferecer de maneira prazerosa de se fazer. Unir a teoria com a prática

pedagógica entre o brincar e o fazer proporcionando entretenimento e ensinamento

fazendo assim com que haja uma quebra de paradigma sobre o ensino da

Matemática apresentando-se como modelo de prioridade educativa e recreativa

para todas as gerações.


4. Objetivo Geral

*Incutir o desejo de fazer da matemática a mola mestra da sua vida.

5. Objetivos Específicos

*Despertar o interesse pela disciplina;

*Descobrir talentos na área de exatas;

*Criar jovens pensadores motivados para a busca de novas teorias matemáticas;

* Eliminar pré-conceitos relacionados à matemática;

* Possibilitar o estudo direcionado a nova área específica da matemática.


6. Metodologia

Ao longo da semana será trabalhada diferentes atividades envolvendo todos os

professores, inclusive os de disciplina de outra área. Embora, o foco seja específico

da matemática, não impede que o professor de artes produza figuras geométricas

através de desenhos ou com figuras tridimensionais, assim como o professor de

português trabalhe poemas relacionados a matemática, o professor de história

trabalhe a origem da matemática e o histórico da data referente a criação do dia da

matemática, etc... Dessa forma o envolvimento será múltiplo, onde todos estarão

contribuindo com o propósito de envolvimento, interação e aprendizagem.

Quando o corpo discente trabalha de forma unida e com o mesmo propósito,

tudo acontece deforma rápida e concreta. Essa afirmação, não significa dizer que

não haja esse envolvimento entre os profissionais da educação, é uma afirmativa

para enfatizar o quão é importante a interdisciplinaridade, pois produz raízes

entrelaçadas que unem com maior força toda a família escolar. Aproveitar esse

momento para aprender mais é uma experiência muito interessante.


7. Conteúdos

Os alunos deverão buscar aprofundamento de estudo nos quatro eixos abaixo

e dentro desses eixos, estudar os temas destacados. Eles serão confrontados

entre si com desafios e situações-problemas em fases eliminatórias até surgir o

campeão.

ALGÉBRA- Equações com uma e duas variáveis;

GEOMETRIA- Área, volume e figuras planas e tridimensionais;

ARITIMÉTICA- Probabilidade, média, MMC e MDC;

TRATAMENTO DE INFORMAÇÃO- Gráficos e tabelas.


8. Cronograma

1° dia
*Seleção de alunos dos quatro eixos.

Todos os alunos em seu período, séries reunidos no 2° horário em uma sala reservada e
a competição será iniciada pela fase ( 1ª) de eliminatória. Serão feitas chamadas de cinco
alunos para resolverem uma questão relacionada aos quatro eixos. Classificar-se-á
aquele que resolver as questões em menos tempo.

2° dia
*2ª fase dos problemas de matemática.

Em uma sala fazer a segunda fase dos problemas.


Em outra sala realizar a competição Torre de Hanói.
Escolher outra sala para realizar o cubo mágico.

3° dia

*Na sala de aula, assistir o filme “Gênio Indomável”.

4° dia

Apresentação das “salas”;


Biografia dos matemáticos;
Exposição de jogos matemáticos (finalidades);
Finais das competições.

5° dia

*Gincana
 Conhecimentos;
 Habilidades;
 Tarefas.

Tarefas a serem realizadas para o desenvolvimento do projeto-gincana:

1. Nome e fórmula matemática;


2. Grito de guerra;
3. Paródia matemática;
4. Livro mais antigo de Matemática;
5. Piada;
6. Ábaco;
7. Palestra (dia da Matemática-5 minutos);
8. Apresentar um jogo que contribui para o aprendizado em Matemática (explicar);
9. Cantar um trecho de uma música que fale em Matemática;
10. Peça teatral incentivando o estudo da Matemática;
11.Octógono feito de canudo de refrigerante
*Desfile do rei e da rainha de Matemática.

*Premiação.

9. Avaliação

Os alunos podem ser avaliados de acordo com a sua participação e empolgação

no projeto. Cada professor pode usar este critério para a sua disciplina específica.

Esta é uma maneira de demonstrar para a prática pedagógica que os alunos não

são números, eles são pessoas que tem sentimentos, que atua e que aprende. A

avaliação deve ser referenciada como um objeto de vida, onde o seu resultado

depende única e exclusivamente de seus atos.

Você também pode gostar