Você está na página 1de 3

CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAC

Curso de Tecnologia em Logística

Rômulo Dolzani de Aragão

MATEMÁTICA APLICADA E ESTATÍSTICA


PRODUÇÃO TEXTUAL INDIVIDUAL
CONJUNTOS

São Paulo
2018
CONJUNTOS

Utilizando a tabela do enunciado, o diagrama de Venn, pode ser construído da seguinte


forma:

DENGUE(conjunto D) ZICA (conjunto Z)

sangramentos aftas

plaquetas baixas febre alta - leucócitos baixos

manchas na pele – aumento gânglios

dores musculares - dores nas articulações

dor ao redor dos olhos - coceira

conjuntivite

CHIKUNGUNYA (conjunto C)
A união de conjuntos A e B, representada por A ∪B, que se lê “A união B”, é uma
operação que resulta em um terceiro conjunto, formado por elementos que pertencem ao
conjunto A ou ao conjunto B (. Em linguagem matemática escrevemos: A ∪ B=¿{x/x ∈ Aou
x ∈ B} (MARQUES, on line). Na análise do diagrama a operação de união entre os conjuntos
zica e dengue ( Z ∪ D ), gera um novo conjunto com todos os sintomas, pois cada um, de todos
os sintomas listados na tabela, está pelo menos, no conjunto Z ou no conjunto D.
A interseção de conjuntos A e B, representado por A ∩ B ,que se lê “A interseção B”, é
a operação que resulta em um novo conjunto, formado pelos elementos que são comuns aos
dois conjuntos. Em linguagem matemática escrevemos: A ∩ B=¿{x/x ∈ Ae x ∈ B}. Os dados
da tabela mostram que existem sintomas comuns aos três tipos de doença. Pela definição
podemos concluir que febre alta, leucócitos baixos, manchas na pele, aumento dos gânglios,
dores musculares, dores nas articulações, dor ao redor dos olhos e coceira; compõem o
conjunto formado pela intercessão dos conjuntos D, Z e C ( D ∩Z ∩C ).
A diferença entre conjuntos A e B, representado por A−B ,que se lê “A menos B”, é o
conjunto de elementos que pertencem a Ae não pertencem a B. Na tabela é possível
identificar, por exemplo, o sintoma sangramento que é um elemento exclusivo do conjunto D.
Logo esse elemento representa a diferença entre o conjunto D e a união dos conjuntos Z e C;
D− ( Z ∪ C ) .Considerando a distribuição dos sintomas no diagrama de Venn e a teoria de
operação com conjuntos, é possível resolver dois problemas. O primeiro é definir a operação
com conjuntos, de maneira formal, que permite concluir que chikungunya é a doença de
diagnóstico mais difícil. O segundo é definir outra operação, nos mesmos moldes da anterior,
que permite concluir que o sintoma de conjuntivite exclui o caso de dengue. No primeiro caso
pelo fato da chikungunya não ter um sintoma exclusivo, isto é, C−( D ∪ Z )= { ∅ }. No segundo
caso, a conjuntivite é um sintoma em comum nos casos de chikungunya e zica , mas não
pertence ao conjunto de sintomas da dengue, o que pode ser demonstrado pela operação
( C ∩ Z )−D= { conjuntivite } .

REFERÊNCIAS

MARQUES, Gil da Costa. Introdução a teoria dos conjuntos. Apostila USP, Licenciatura
em ciências USP/Univesp, São Paulo. Disponível em:
https://midia.atp.usp.br/plc/plc0001/impressos/plc0001_01.pdf. Acesso em 19 out. 2018.