Você está na página 1de 22

Psicologia Social Prof.ª Ma.

Luara Molon
Psicologia Social
Recapitulando

A Psicologia social refere-se ao estudo


manifestações comportamentais suscitadas pela
interação de uma pessoa com outras, ou mesmo
pela expectativa de tal interação.
(RODRIGUES, 1992)
Psicologia Social
Recapitulando
• A subjetividade humana e suas expressões seriam
construídas à partir das relações sociais.

• Sendo um ser social por natureza, cada indivíduo


aprende a “ser” nas relações com os outros;

• Nos encontramos em permanente movimento –


modificando o interno à partir do externo;

• O conjunto teórico de estudo deve considerar a


questão do movimento;
Psicologia Social
Os conceitos básicos de análise

ATIVIDADE
Atuamos sobre o mundo e o transformamos - construindo a
nós mesmos.

CONSCIÊNCIA IDENTIDADE
Compreendemos o mundo Representações e sentimentos que o
transformando-o em ideias e indivíduo desenvolve a respeito de si
imagens, estabelecendo relações próprio, a partir de suas vivências.;
entre essas informações, de modo a Processo contínuo de representações de
compreender a realidade. seu “estar sendo” no mundo;
Psicologia Social
• É uma ciência que estuda as influências de nossas situações, com
especial atenção a como vemos e afetamos uns aos outros. Refere-se o
estudo científico de como as pessoas pensam, influenciam e se
relacionam umas com as outras;

• Menos focada nas diferenças dos indivíduos e mais em como eles,


em geral, veem e influenciam uns aos outros.
Psicologia Social
• Os primeiros experimentos - 1898

• Primeiros textos de psicologia social surgiram em torno de


1900

• À partir de 1930 ela assumiu sua forma atual;

• Apenas a partir da Segunda Guerra Mundial começou a


emergir como o campo que é hoje.
Psicologia Social

Psicologia é a ciência que estuda o comportamento,


principalmente, do ser humano. As divergências teóricas
se refletem na definição de comportamento.
Psicologia Social deve estudar o comportamento social.

Quando surge o comportamento social??


Psicologia Social
O enfoque da Psicologia Social é estudar o comportamento de
indivíduos no que ele é influenciado socialmente. Acontece desde o
momento em que nascemos, ou mesmo antes.

Grupo
Condições social
históricas
Papel
Social
Psicologia Social
Influências sociais
Aprendizagem - Aquilo que "deve ser apreendido" é determinado
socialmente.
Emoções - Sendo respostas do organismo e, como tais, universais, se
submetem às influências sociais – Alegria, tristeza, medo;

A Psicologia Social estuda a relação essencial entre o indivíduo e a


sociedade, esta entendida historicamente, desde como seus membros se
organizam para garantir sua sobrevivência até seus costumes, valores e
instituições necessários para a continuidade da sociedade.
AS TRÊS CORRENTES DA PSICOLOGIA SOCIAL

• Psicologia Social Crítica/Histórico-


Crítica (ou latino-americana)
• Psicologia Social Psicológica (ou • Psicologia Social • Postura crítica em relação às instituições,
norte-americana): Procura Sociológica (ou Europeia): organizações e práticas da sociedade
explicar os sentimentos, Foco o estudo da experiência atual, bem como do conhecimento até
pensamentos e comportamentos social que o indivíduo então produzido pela Psicologia Social a
adquire a partir de sua esse respeito.
do indivíduo na presença real ou
participação nos diferentes • Colocam-se contra a opressão e a
imaginada de outras pessoas.
grupos sociais com os quais exploração presentes na maioria das
• processos intraindividuais convive. sociedades; Um de seus principais
responsáveis pelo modo pelo qual • fenômenos que emergem objetivos a promoção da mudança social
dos diferentes grupos e como forma de garantir o bem-estar do
os indivíduos respondem aos
sociedades. ser humano.
estímulos sociais.
Psicologia Social Psicológica (ou norte-americana)

 Estabelece-se como a tendência


predominante no cenário norte-americano,
nas primeiras décadas do século XX em  Livro - Texto de Psicologia Social - Floyd
especial nos EUA, sob forte influência do Allport, 1924, um dos mais famosos
behaviorismo. psicólogos sociais behavioristas da época.

 Defendeu que a Psicologia Social deveria


 Duas obras, publicadas no ano de 1908, concentrar-se no estudo experimental do
marcam a fundação oficial da Psicologia indivíduo, visto que o grupo constituía-se em
Social moderna na América do Norte: mais um estímulo do ambiente social a que
esse indivíduo era submetido,
Livro - Uma introdução à psicologia social
(William McDougall)  Define os contornos da Psicologia Social
Livro Psicologia social: Uma resenha e um Psicológica como uma disciplina objetiva, de
livro texto (Edward Ross) base experimental e focada no indivíduo.
Psicologia Social Psicológica (ou norte-americana)

Os anos de 1920 e 1930 serão dominados pelo estudo das atitudes, da
influência social interpessoal e da dinâmica de grupos.
Quanto às atitudes, a investigação centra-se no desenvolvimento de
diferentes técnicas destinadas a mensurar tal constructo tomado como um
fenômeno mental;
Destacam-se os experimentos Muzar Sheriff e Kurt Lewin (Psicólogos
europeus que receberam fortes influências do gestaltismo)
Lewin e colaboradores interessavam-se pela análise da influência dos estilos
de liderança e do clima grupal sobre o comportamento dos membros do
grupo;
Vídeo experimento Lewin
Psicologia Social Psicológica (ou norte-americana)

As décadas subsequentes (Período da Segunda Grande Guerra e do pós-


guerra) foram marcadas por estudo sobre atitudes e percepção de pessoa.

 As investigações iniciadas nos anos 20, prosseguem nas décadas seguintes


com os experimentos de Carl Hovland sobre comunicação e persuasão;
Acreditava que os meios de comunicação exerciam efeito poderoso e direto
sobre o público e a massa; Propagandas governamentais;

Os resultados levaram a importantes conclusões sobre os diferentes fatores


que interferiam na mudança de atitudes;
Psicologia Social Psicológica (ou norte-americana)

Ente 1950 e 1960 ocorre uma renovação do interesse pelas pesquisas sobre
influência social e processos intergrupais - Asch e Leon Festinger são
referencias em tais estudos;

Solomon Asch (1952), interessa-se pela análise dos processos que levam os
indivíduos a se conformarem com as normas do grupo ao realizarem
julgamentos, mesmo sendo evidente que tais julgamentos estão incorretos.

 Inspiraram os experimentos clássicos de Milgram;

Vídeo experimento Asch


Psicologia Social Psicológica (ou norte-americana)

Leon Festinger (1954), sob a influência das investigações de Lewin,


propõe a Teoria dos processos de comparação social:
Defende que as pessoas necessitam avaliar suas habilidades e opiniões a
partir de comparações realizadas com outros indivíduos que lhes são
similares.

A teoria reemergiu algumas vezes ao longo dos anos 70, e encontra-se


solidamente estabelecida no momento atual, usada recorrentemente,
como mecanismo explanatório dos processos de formação da
identidade pessoal e social.
PARAMOS AQUI
Psicologia Social Psicológica (ou norte-americana)

Festinger (1954) também desenvolve a Teoria da dissonância cognitiva:

 As pessoas tendem a buscar a harmonia ou a congruência entre suas crenças e


atitudes.
 Quando são induzidas a emitir atitudes contrárias às suas crenças, entram em
dissonância cognitiva o que lhes causa desconforto;
 O desconforto as leva a mudar suas crenças ou atitudes, de modo a alcançar
novamente a congruência.
 Apesar das críticas, a teoria foi uma das
responsáveis pelo desenvolvimento da Psic.
Social Psicológica nas décadas seguintes
A crise da Psicologia Social Psicológica

 Na década de 1970 emerge a crise da psicologia Social ou “era das dúvidas”


em função da excessiva individualização da psicologia social psicológica;

 Caracterizou-se pelo questionamento das bases conceituais e metodológicas


da psicologia social até então dominante;

 Por ter como foco a investigação das leis universais capazes de explicar o
comportamento social, a Psicologia Social Psicológica estrutura-se
progressivamente como uma ciência natural e empírica, que desconsideraria
o papel que as estruturas sociais e os sistemas culturais exercem sobre os
indivíduos;
A crise da Psicologia Social Psicológica
Principais críticas a psicologia Social Psicológica:
• O fato da vertente utilizar uma linguagem científica cada vez mais neutra e afastada
dos problemas sociais reais e, em consequência desenvolver modelos e teorias que
não eram capazes de contribuir para a explicação da nova realidade social que surgia.
• Criticava-se a artificialidade dos experimentos conduzidos em laboratório, a falta de
compromisso ético de seus mentores e a excessiva fragmentação dos modelos
teóricos;
 As críticas contribuíram para uma internacionalização
da Psicologia Social, responsável pelo desenvolvimento
de uma Psicologia Social Europeia, mais preocupada
com o contexto social, e posteriormente uma Psicologia
Latino- Americana;
Psicologia Social Psicológica (Norte americana)
Tendências atuais:

• Cognição social;
• Atitudes;
• Processos grupais;
• Neurociência social;
• Psicologia social evolucionista;
Psicologia Social Sociológica

À partir de 1970, a psicologia social Europeia, motivada


pela crise da psicologia social na América do Norte, passou a
adquirir uma identidade própria e demonstrar maior
preocupação coma estrutura social.

Temas de estudo mais frequentes no contexto europeu:

Identidade social;

Representações sociais;
Referencial

• Capítulos 9 do livro “Psicologias” (Bibliografia básica).

BOCK, Ana Merces Bahia et al. Psicologias: Uma introdução ao estudo de


psicologia. 13. Ed. São Paulo: Saraiva, 2001 - 2002.

• Artigo (Bibliografia básica)

FERREIRA, Maria Cristina. A Psicologia Social contemporânea: Principais


tendências e perspectivas nacionais e internacionais. Psicologia: Teoria e
Pesquisa, Brasília, v. 26, p. 51-64, 2010.

Você também pode gostar