Você está na página 1de 13

Ficha

DE TRABALHO Nº 10
Externato Carvalho Araújo
ANO LETIVO
2020/2021
Física e Química A – 10º ano

Nome: _______________________________________________________________ Ano/Turma ___________ N.º_________

Domínio 2: PROPRIEDADES E TRANSFORMAÇÕES DA MATÉRIA


2.3.1. Energia de ligação e reações químicas
2.3.2. Reações fotoquímicas na atmosfera

Ligação Energia média da ligação / kJ


mol-1
O–O 142

H –H 436

O–H 463

O=O 496

N≡N 941

1. No diagrama de níveis de entalpia da figura está representada a combustão do metano.

a) Interprete a combustão do metano, do ponto de vista energético, como resultado de um


processo que envolve ligações químicas.
b) Compare a entalpia dos produtos da reação com a dos reagentes e conclua se a variação de
entalpia é positiva ou negativa.
2. Selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte. Num sistema isolado…
(A) a temperatura mantém-se sempre constante.
(B) a energia total é constante.
(C) há troca de energia, com a vizinhança, sob a forma de calor.
(D) se se processar uma reação exotérmica, a energia potencial do sistema aumenta.

3. Selecione a opção correta.


(A) Quando se quebra uma ligação química há libertação de energia.
(B) Nas reações exotérmicas, a variação de entalpia é positiva.
(C) Numa reação endotérmica, a soma das energias de ligação dos produtos de reação é
inferior à soma das energias de ligação dos reagentes.
(D) Numa reação exotérmica, a soma das energias de ligação dos reagentes é maior do que a
soma das energias de ligação dos produtos de reação.

4. Cerca de 80% da energia consumida no planeta provém de fontes energéticas não renováveis
como o petróleo, carvão ou gás natural. Uma das alternativas para resolver este problema é a
utilização da biomassa que durante a sua fermentação produz o biogás cujo componente
principal é o metano.
A combustão do metano pode ser traduzida pela seguinte equação química:

CH 4 ( g)+2 O 2(g)→CO 2 ( g)+ 2 H 2 O(l); Δ H=−890 kJ

Em relação a esta reação química, analise as afirmações seguintes.


I. A reação de combustão é exotérmica;
II. A soma das energias de ligação dos reagentes é inferior à soma das energias de ligação
dos produtos de reação;
III. Variação de entalpia, neste caso, indica que se verificou uma absorção de energia, sob
a forma de calor, cujo valor é de 890 kJ mol−1.

Selecione a opção correta.


(A) A afirmação I é verdadeira e as afirmações II e III são falsas.
(B) As afirmações I e III são verdadeiras e a afirmação II é falsa.
(C) A afirmação II é verdadeira e as afirmações I e III são falsas.
(D) As afirmações I e II são verdadeiras e a afirmação III é falsa.
5. Selecione a opção correta.
(A) Uma reação endotérmica, em sistema isolado, pode ocorrer sem que haja alteração na
temperatura dos reagentes e dos produtos de reação.
(B) Num sistema isolado, uma reação endotérmica ocorre com aumento de temperatura.
(C) A quebra de ligações é um processo endoenergético porque requer a absorção de
energia.
(D) A formação de ligações é um processo exoenergético porque requer absorção de energia.

6. O diagrama de energia ao lado traduz a reação química:

2 HC l ( g ) → H 2 ( g )+ C l 2 ( g )

6.1. As letras X, Y e Z correspondem, respetivamente, a…

(A) produtos de reação, produtos intermédios, reagentes.


(B) reagentes, produtos de reação, produtos intermédios.
(C) produtos intermédios, reagentes, produtos de reação.
(D) reagentes, produtos intermédios, produtos de reação.

6.2. Indique o que representam as setas 1, 2 e 3.

6.3. Com base no gráfico indique, justificando, se a reação é exotérmica ou endotérmica.

6.4. Considere os seguintes valores de energia de ligação:

E( H – C l)=432 kJ mol−1 ; E ( H – H)=436 kJ mol−1 ; E(C l – C l)=242 kJ mol−1 .

Determine os valores referentes a 1, 2 e 3.

6.5. Copie o diagrama para o seu caderno e substitua as letras e os números pelos respetivos
valores de energia.

7. A equação química que traduz a síntese do amoníaco é:

3 H 2 ( g)+ N 2( g) →2 NH 3 (g) ; Δ H =−93 kJ

Dados: E( N ≡ N )=945 kJ mol – 1 ; E( H −H)=436 kJ mol – 1.

7.1 Classifique, sob o ponto de vista termoquímico, a reação de síntese do amoníaco.

7.2 Calcule a energia de ligação N – H .

7.3 Construa o diagrama de energia correspondente.


8. A equação química seguinte traduz a decomposição do etano em eteno e hidrogénio, em
determinadas condições de pressão e temperatura.

C 2 H 6 ( g)→ C 2 H 4 ( g)+ H 2 ( g)

8.1 Escreva as fórmulas de estrutura das espécies químicas envolvidas nesta reação.

8.2 Com base na equação química e no valor das energias de ligação, responda às questões
seguintes.

Dados:
E(C – C)=348 kJ mol−1 ; E( C – H )=412kJ mol−1 ; E(C=C )=612 kJ mol−1 ; E ( H – H)=436 kJ mol−1 .

8.2.1 Determine a variação de entalpia da reação de decomposição do etano.

8.2.2 Classifique esta reação sob o ponto de vista termoquímico.

8.3 Represente o respetivo diagrama de energia.

8.4 Sujeitaram-se 120,3 g de etano a decomposição, nas condições de pressão e temperatura


referidas. Que quantidade de energia está envolvida, expressa em joules por molécula
(J/molécula), quando se decompõe aquela massa de etano?

9. Considere o seguinte diagrama de energia.

Dados:
E ( C – H )=412 kJ mol−1 ; E ( C=C )=612kJ mol−1 ; E ( O – H )=463 kJ mol−1 ; E(C – C)=348 kJ mol−1 ; E (C – O
.
9.1 Escreva a equação química que traduz a reação descrita no gráfico.

9.2 O que representam as letras X, Y e Z?

9.3 Determine o valor da variação de entalpia com base nas fórmulas de estrutura dos
reagentes e dos produtos de reação.

9.4 Classifique, justificando, esta reação sob o ponto de vista termoquímico.

9.5 Ao proceder a esta reação, nas devidas condições de pressão e temperatura, verificou-se
que o valor de energia envolvida era 90 kJ.

Calcule, indicando todas as etapas de resolução, a massa de eteno que reagiu.

10. Uma reação química, que ocorreu num sistema isolado, provocou uma diminuição de
temperatura do sistema. Tal significa que a reação é:

(A) endotérmica, e se o sistema não fosse isolado ocorreria transferência de energia do


exterior para o sistema.
(B) endotérmica, e se o sistema não fosse isolado ocorreria transferência de energia do
sistema para o exterior.
(C) exotérmica, e se o sistema não fosse isolado ocorreria transferência de energia do
exterior para o sistema.
(D) exotérmica, e se o sistema não fosse isolado ocorreria transferência de energia do
sistema para o exterior.

11. O gráfico da figura traduz a evolução da energia de um sistema reacional, em que os


reagentes A e B, (estado inicial), originam o produto da reação C, (estado final), segundo A +
B → C, durante 20 s.
a) Conclua, justificando com base na comparação das energias dos reagentes e do produto
da reação, se esta reação é endoenergética ou exoenergética.
b) Determine a taxa média de variação temporal da energia do sistema reacional até aos 20
segundos.
c) Indique o sinal da variação de temperatura do sistema reacional caso a reação tivesse
ocorrido num sistema isolado.
d) Compare a soma das energias de ligação nos reagentes A e B com a soma das energias de
ligação no produto C.

12. Na síntese do amoníaco, traduzida pela equação N2 (g) + 3 H2 (g) → 2 NH3 (g), é envolvida
uma energia X que resulta das energias das ligações NN, HH e NH, respetivamente ENN, EHH
e ENH.
a) A formação da ligação NH é um processo

(A) endoenergético e a rutura da ligação HH também.


(B) endoenergético e a rutura da ligação NN é um processo exoenergético.
(C) exoenergético e a rutura da ligação HH também.
(D) exoenergético e a rutura da ligação NN é um processo endoenergético.

b) Pode saber-se o valor da energia X recorrendo à expressão:

(A) ENN + 3 EHH – 2 EHN (B) ENN + 3 EHH – 6 EHN

(C) 2 ENN + 6 EHH – 2 ENH (D) 2 ENN + 6 EHH – 6 ENH

c) Sabendo que o resultado obtido pela expressão identificada em b) é negativo pode


concluir-se que a síntese do amoníaco é um processo:

(A) endotérmico, ocorrendo com absorção de energia.


(B) endotérmico, ocorrendo com libertação de energia.
(C) exotérmico, ocorrendo com absorção de energia.
(D) exotérmico, ocorrendo com libertação de energia.
d) Considerando que a síntese do amoníaco ocorre a pressão constante, como designa o
valor obtido pela expressão identificada em b)?

13. As equações (1) e (2) representam a formação de água a partir das substâncias elementares,
H2 e O2, a 25 oC.

(1) H2 (g) + ½ O2 (g) → H2O (l)     ΔH = –286 kJ mol–1


(2) H2 (g) + ½ O2 (g) → H2O (g)     ΔH = –242 kJ mol–1

a) A formação de uma mole de água líquida dá-se com:

(A) absorção de 44 kJ de energia a mais relativamente à formação da mesma quantidade


de água gasosa.
(B) absorção de 44 kJ de energia a menos relativamente à formação da mesma quantidade
de água gasosa.
(C) libertação de 44 kJ de energia a mais relativamente à formação da mesma quantidade
de água gasosa.
(D) libertação de 44 kJ de energia a menos relativamente à formação da mesma
quantidade de água gasosa.

b) Conclua, justificando a partir da determinação da variação de entalpia (usando os valores


médios das energias de ligação), sobre o caráter energético da transformação inversa da
representada por (2).

14. A síntese do óxido nítrico é traduzida pela seguinte equação:

N2 (g) + O2 (g) → 2 NO (g)     ΔH = +181 kJ mol–1

a) Desenhe um diagrama de níveis de entalpia para a síntese do NO.


b) Determine o valor médio da energia da ligação NO.
c) Indique o valor da variação de entalpia da reação de decomposição do óxido nítrico,
correspondente à transformação inversa da representada pela equação.

15. A tabela abaixo contém informações sobre ionização e dissociação dos dois gases mais
abundantes na atmosfera terrestre, e sobre o ozono que é o gás mais importante na
estratosfera.

Energia Energia de
Substânci
de 1.a ionização / dissociação
a
J (atomização) / J
N2 2,5  10–18 1,6  10–18
O2 1,9  10–18 8,2  10–19
O3 – 6,0  10–19
a) Represente, através de uma equação, a dissociação do oxigénio, O2.

b) O valor da energia envolvida na transformação representada por N 2 ( g ) → N +2 ( g ) + e – é:

(A) 1,6 × 10–18 J


(B) 3,2 × 10–18 J
(C) 2,5 × 10–18 J
(D) 5,0 × 10–18 J

c) Como se designa a transformação representada em b) pelo facto de ocorrer por ação da


luz (na atmosfera terrestre)?
d) Interprete as reações fotoquímicas que envolvem as moléculas N 2, O2 ou O3 na
atmosfera terrestre, relacionando-as com a energia da radiação e com a estabilidade
dessas moléculas.
16. Na figura ao lado pode ver-se uma represen-
tação do processo de produção do ozono
estratosférico.

a) A equação que pode traduzir


globalmente o processo de formação do
ozono estratosférico representado é:

(A) O2 → 2 O
(B) O + O2 → O3
(C) O + 2 O2 → 2 O3
(D) 3 O2 → 2 O3

b) Interprete, com base nas fotodissociações do oxigénio e do ozono estratosféricos, que a


estratosfera atue como um filtro de radiações ultravioletas UV–B e UV–C. Comece por
escrever as equações correspondentes.
c) Discuta a validade da seguinte afirmação: Os átomos de oxigénio são radicais livres.

17. Em zonas de grande tráfego rodoviário, óxidos de carbono e de nitrogénio, em determinadas


condições de temperatura e na presença da luz, podem reagir com oxigénio e conduzir à
formação de ozono o qual provoca ou agrava problemas respiratórios das populações.
Na atmosfera terrestre pode encontrar-se ozono na:

(A) estratosfera, onde atua como poluente.


(B) estratosfera, onde atua como poluente e como protetor de radiação ultravioleta.
(C) troposfera, onde atua como poluente.
(D) troposfera, onde atua como poluente e como protetor de radiação ultravioleta.

18. Selecione a opção correta.


(A) A camada de ozono situa-se na estratosfera.
(B) É na troposfera que ocorrem a ionização e a formação de radicais livres.
(C) Cerca de 90% do ozono presente na atmosfera encontra-se na troposfera.
(D) As fotólises são reações desencadeadas por um forte aumento de temperatura.
19. Selecione a opção correta.
(A) O processo de formação e de decomposição do ozono ocorre por ação de radiação
ultravioleta UV-B e UV-C.
(B) Atualmente na estratosfera existe um equilíbrio dinâmico entre a formação e a
decomposição de ozono.
(C) O ozono só existe na estratosfera.
(D) As radiações UV-A são as mais energéticas e, por isso, as mais prejudiciais.

20. Em cada um dos fenómenos seguintes existe a ação específica de um ou mais gases. Indique o
nome desses gases.

20.1 Efeito de estufa.

20.2 Respiração dos seres vivos.

20.3 Formação de «escudo» contra as radiações ultravioletas (UV).

21. O ozono funciona como um filtro protetor da superfície terrestre. Selecione a opção correta.
(A) Todas as radiações ultravioletas são retidas pela camada de ozono.
(B) Todas as radiações ultravioletas atravessam a camada de ozono.
(C) A camada de ozono só retém as radiações UV-C, ou seja, as radiações ultravioletas mais
energéticas.
(D) As radiações UV-A atravessam a camada de ozono e as radiações UV-B são quase
totalmente absorvidas pela camada de ozono.

22. Selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte.


O «buraco do ozono» é originado pela…
(A) fuga do ozono para as camadas mais elevadas da atmosfera.
(B) passagem do ozono para a estratosfera.
(C) destruição do ozono pelo dióxido de carbono.
(D) destruição do ozono pelos CFC.
23. Selecione a opção correta.
(A) Os radicais livres são espécies químicas muito reativas resultantes da fotoionização.
(B) Se a radiação incidente tiver uma energia inferior às energias de dissociação das
moléculas, o excesso de energia vai ser absorvido.

(C) A fotodissociação da molécula de O2 leva à formação do radical O•.

(D) Nas reações de fotoionização ocorre a ionização das moléculas, ficando cada partícula com a
carga elétrica −1.

24. A energia de dissociação do oxigénio, O2, é 8,3 ×10−19 J , enquanto a primeira energia de
ionização da molécula de oxigénio é de 1,9 ×10−18 J .

24.1 Escreva as equações que traduzem, respetivamente, a dissociação e a ionização da


molécula de oxigénio.

24.2 Exprima as energias de ionização e de dissociação em kJ mol−1 .

25. Considere as seguintes reações fotoquímicas:

I. O2 ( g)+ 8,3 ×10−19 J → O(g)+ O(g)

II. N 2 (g)+1,6 ×10−18 J → N ( g)+ N ( g)

III. BrO(g)+3,9 ×10−19 J → Br ( g)+ O(g)

IV. C l O(g)+3,4 ×10−19 J → C l( g)+O(g)

25.1 Selecione a opção correta.

(A) Estas reações ocorrem preferencialmente na troposfera.


(B) Estas reações ocorrem preferencialmente na estratosfera.
(C) Estas reações ocorrem preferencialmente nas camadas mais elevadas da atmosfera.
(D) Estas reações podem ocorrer em todas as camadas da atmosfera.

25.2 Estas reações fotoquímicas são endoenergéticas ou exoenergéticas? Justifique.

25.3 As reações referidas de I a IV são reações de síntese ou de decomposição?


25.4 Considere a reação IV. A quantidade de energia para dissociar 25,72 g de C l O, é…

3,4 ×10 – 19 × 6,02× 1023 –1


(A) 3
kJ mol .
10 × 0,5

0,5 ×3,4 ×10 – 19 ×6,02 ×1023 –1


(B) 3
kJ mol .
10

0,5× 3,4 ×10 – 19 –1


(C) 23 3
kJ mol .
6,02× 10 ×10

6,02× 1023 ×10 3 –1


(D) kJ mol .
0,5× 3,4 ×10 – 19

26. As equações químicas seguintes representam reações fotoquímicas relacionadas com a


formação e decomposição do ozono.

I. O 2 → O• +O•

II. O• +O2 →O 3

III. O 3 → O • +O 2

IV. O• +O3 →2 O 2

26.1 Uma destas reações é provocada pelos CFC. Identifique-a.

26.2 Escreva a reação global referente:

26.2.1 à formação do ozono.

26.2.2 à decomposição do ozono.

27. O radical cloro, C l •, libertado, por exemplo, pelo F C l 2 C – C l(CFC ), é capaz de reagir com
o ozono, O 3, segundo as equações:

I. F C l 2 C – C l → F C l 2 C • +C l •

II. C l • +O3 →C lO+O2

III. C l O+ O • →C l • + O 2

Com base nas reações I, II e III, explique por que razão é perigosa a libertação de CFC para
a estratosfera.

28. Medições da concentração de CFC, como CFCℓ3 e CF2Cℓ2, e de CH3CCℓ3 na troposfera,


revelaram que a taxa de diminuição temporal da concentração dos CFC era inferior à taxa de
diminuição temporal da concentração do CH3CCℓ3.
a) De acordo com o texto, CFC são substâncias formadas por cloro, flúor,

(A) carbono e hidrogénio, mais estáveis na troposfera que CH3CCℓ3.


(B) carbono e hidrogénio, mais reativas na troposfera que CH3CCℓ3.
(C) e carbono, mais estáveis na troposfera que CH3CCℓ3.
(D) e carbono, mais reativas na troposfera que CH3CCℓ3.

b) Explique a formação de radicais livres


traduzida pela equação seguinte, identificando
a camada da atmosfera onde tem maior
probabilidade de ocorrer.
c) Com base nas equações (1) e (2) explique o efeito do uso de CFCℓ3 na concentração de
ozono estratosférico.

(1) Cℓ + O3 → O2 + CℓO
(2) CℓO + O3 → 2 O2 + Cℓ

Bom trabalho! 

Você também pode gostar